Próximo ‘Assassin’s Creed’ será online


A série ‘Assassin’s Creed’ é conhecida sobretudo pelos seus jogos pensados para apenas um jogador, com histórias envolventes, mundos abertos e missões secundárias numerosas, mas a aposta agora é num ‘Assassin’s Creed’ voltado para o online.

De acordo com relatório do Bloomberg, a Ubisoft decidiu seguir por um caminho bem diferente para a franquia ‘Assassin’s Creed‘. Após apostar na abordagem de RPG singleplayer, o próximo jogo será totalmente online, sendo conhecido nesse momento pelo codinome ‘Assassin’s Creed Infinity‘.

A ideia é criar uma plataforma on-line maciça que evolui ao longo do tempo, com múltiplos cenários, ao invés de escolher apenas um período histórico específico.‎

📷 Próximo ‘Assassin’s Creed’ será online | Reprodução

‎’Assassin’s Creed Infinity’ terá várias configurações com espaço para expandir nos meses e anos seguintes ao seu lançamento, algo que deve acontecer apenas em 2024 ou até um pouco mais tarde.

‎Inspirado em sucessos como ‘Fortnite‘‎ e ‎’Grand Theft Auto V‘‎, essas plataformas online podem manter os jogadores engajados por anos, adicionando frequentemente novos conteúdos ou mudando a experiência de maneiras dramáticas.

Desta forma, Assassin’s Creed pretende tornar-se maior do que é. Assassin’s Creed Infinity é, neste momento, o seu codinome e pretende ser uma plataforma online massiva que evolui ao longo do tempo e oferece uma experiência fiel à saga, mas sujeita a alterações, para se juntar rapidamente às novas tendências.

📷 Próximo ‘Assassin’s Creed’ será online | Reprodução

A Ubisoft junta-se a AC a uma tendência seguida por outras grandes editoras. Com sua primeira edição publicada em 2007, a saga Assassin’s Creed já vendeu mais de 155 milhões de cópias, e até mudou radicalmente seu estilo, passando de um jogo de aventura tradicional para um RPG de ação que esconde centenas de horas de jogo. Agora, eles vão dar um novo passo.

Os jogos como serviço geram grandes receitas ao oferecer conteúdo para gastar dentro do jogo, por meio de transações diretas. A Ubisoft quer ver que esta mudança se traduz num crescimento das suas ações, como acontece por exemplo com a Take-Two, a empresa-mãe do GTA, que cresceu 42% no último ano graças a estes conteúdos ativos.

📷 Próximo ‘Assassin’s Creed’ será online | Reprodução

Veremos o que esta nova tendência da Ubisoft reserva. Por enquanto, eles vão testar seu funcionamento com AC Valhalla, já que a última iteração terá uma segunda temporada pela primeira vez com mais conteúdo adicional e novas missões ou mundos para explorar.

Nos anos anteriores, milhares de funcionários em dezenas de escritórios liderados por aqueles em Montreal e Quebec se alternavam no desenvolvimento. Por exemplo, o lançamento do ano passado, Valhalla, veio de Montreal, enquanto o título anterior, Odyssey, foi capitaneado por Quebec. Agora, os dois estúdios vão colaborar com um diretor de criação nomeado para liderar a produção. No entanto, Quebec agora será o responsável pela franquia como um todo.

📷 Próximo ‘Assassin’s Creed’ será online | Reprodução

A empresa pretende “exceder as expectativas dos fãs que têm pedido uma abordagem mais coesa para a série.” Entretanto, apesar do facto de os acusados ​​de racismo e má conduta sexual continuarem a trabalhar na empresa, o porta-voz disse ainda que a Ubisoft investigou todas as alegações, tomando as medidas cabíveis. Ela disse: “Os funcionários que estiveram sob investigação não permaneceriam na Ubisoft se os resultados das investigações justificassem a rescisão.”

📹 Assassin’s Creed Valhalla: Estreia Mundial do Trailer Cinemático | Ubsoft Brasil

Referências:

Prime Juegos, Notícia ao minuto, O Vicio, Windowns Club.

Deixe seu comentário: