Animal Crossing: Pocket Camp

Animal Crossing: Pocket Camp (どうぶつの森 ポケットキャンプ Dōbutsu no Mori Poketto Kyanpu?) é um jogo eletrônico de simulação social desenvolvido pela Nintendo Entertainment Planning & Development e NDcube e publicado pela Nintendo. Ele foi lançado na Austrália em outubro de 2017 e mundialmente no mês seguinte para Android e iOS. O jogo continua a série de simulações sociais que permitem que os jogadores interajam em um pequenos acampamento com diversos campistas, realizando pequenas tarefas, participando de comércio e decorando espaços de convivência. O jogo foi dirigido por Kazuyoshi Sensui e produzido por Hideki Konno.

Jogabilidade

Em Pocket Camp, você é responsável por gerenciar um acampamento – abastecendo o espaço com itens e atrações, mantendo amizades com os animais e convidando-os para seu acampamento. Você ainda completa tarefas e acumula itens, constrói móveis e decora seu camping do jeito que preferir. Para criar amizade com os personagens e fazer com que eles se mudem para seu espaço, é preciso procurar certos itens e construir mobílias que os agradam.

O jogo é bem fácil, intuitivo e tem uma atmosfera leve – você não precisa entrar o tempo todo, mas sempre que abrir vai encontrar algo para fazer. Através do mapa, é possível viajar por diversas áreas e, em casa uma delas, encontra personagens e coisas distintas a fazer e que são essenciais para a manutenção do jogo. Chacoalhe as árvores e colha os frutos, fique de olho nos lagos/rios/beira do mar para pescar e não se esqueça de capturar borboletas e outros insetos! (dica: horários diferentes trazem resultados diferentes. Existem peixes e insetos que só aparecem de dia, outros que são noturnos, então vale a pena checar ao longo do dia!)

Sobre o jogo

Apesar de você ser o “único” humano no jogo (já que a aldeia é povoada pelos animais) saiba que cada um ali tem a sua personalidade. Por isso é importante ler os diálogos entre vocês. Há habitantes que reclamam de sono logo pela manhã, outros que gostam de dias ensolarados e até mesmo alguns que não gostam de se exercitar. Tem os personagens fixos (que vão te ajudar a conhecer e entender o jogo) e aqueles que aparecem com menos frequência.

No Animal Crossing Pocket Camp os vizinhos vem e vão embora a cada 3 horas, ou seja, é sempre bom tentar cumprir as tarefas dentro desse intervalo. Há quatro estilos no jogo: natural, esportivo, descolado e fofo. Você consegue identificar essa personalidade enquanto conversa, mas também é possível olhar na ficha cadastral do vizinho. Esses estilos ajudam a identificar os itens que combinam com cada um deles na hora de construir e decorar o seu espaço.

Espaço

Uma das coisas chatas do jogo é a falta de espaço no inventário. É bem limitado e para não ficar na mão quando você mais precisar é possível fazer algumas coisas. Você pode comprar itens de amigos, além de economizar espaço no seu inventário, ajudará o seu amigo a ganhar moedas; Também é possível deixar as frutas caídas no pé da árvore já que elas não estragam. Dessa forma você sempre terá frutas disponíveis; Da mesma forma que você pode comprar itens dos seus amigos, também poderá vendê-los. Assim você libera espaço e ganha moedas (mas cuidado com o que você vende, pois poderá precisar lá na frente)

Prêmios

Mesmo que você não consiga se dedicar ao jogo todos os dias, faça pelo menos login. Uma vez por dia é liberado algum item gratuitamente. Podem ser notas verdes e até mesmo materiais para te ajudar a construir as coisas. E é claro que você também ganhará coisas ao completar as tarefas.

Saiba como gastar as notas verdes

Não se empolgue e saia comprando tudo que ver pela frente. Como essas notas são mais difíceis de conseguir, use com coisas que vão te ajudar. Por exemplo: liberar mais espaço no seu inventário. Ás vezes você precisa construir algo que exige um tempo maior para concluir, então veja se compensa usar essas notas para isso.

Use sua criatividade no seu camping

A parte mais divertida do jogo é essa. Você pode escolher itens que combinem com a sua personalidade. Então não economize no espaço. O meu atualmente está decorado para o Natal, mas já estou providenciando outros móveis para quando quiser mudar a cara do ambiente. E o mais legal é que cada vez que você sobe de nível, desbloqueia novos itens.

Troque de roupas

Dá pra conseguir várias peças de roupas no jogo. Cumprindo tarefas e até mesmo comprando no Market. Dessa forma você consegue personalizar melhor o seu personagem.

Bells e Leaf Ticket

Essa é a base da obtenção de bells, a moeda do jogo: é comum que os animais te peçam favores e você tenha que entregar alguns desses itens em troca de moeda, madeira, papel e outros recursos para construir e personalizar seu camping. Isabelle, a nossa assistente preferida, está aqui para te ajudar também, então não hesite em interagir com ela se quiser alguma dica no início do jogo.

Além disso, também é possível usar dinheiro real e comprar a moeda chamada Leaf Ticket (que você também ganha, aos pouquinhos, quando sobe de nível ou completa outras metas). É perfeitamente possível jogar sem comprá-las, mas se você quiser acelerar alguns processos ou obter certos itens especiais, pode ser bem útil! Você ainda pode adicionar amigos, visitar o acampamento deles e trocar alguns itens entre si (muito útil quando você precisa entregar uma maçã, mas não tem nenhuma disponível no momento para colher!)

Colete recompensas no My Nintendo

Logo no menu inicial do game, há uma opção para linkar o jogo ao seu My Nintendo Account, o site de recompensas da nintendo, também disponível em versão nacional. Nele, há diversas missões bem pequenas e fáceis para cumprir, e através do site você pode usar essas conquistas para resgatar prêmios em dinheiro no jogo! 

Use as Market Boxes

As Market Boxes servem para que amigos e jogadores aleatórios de todo o mundo possam comprar itens seus, às vezes bem acima do preço tabelado. Assim, também evite colocar itens comuns nessas caixas, já que nenhum jogador terá interesse em comprar itens que podem ser encontrados em qualquer lugar. Ao invés disso, venda itens raros e cobre um preço caro, porém justo, por eles. Muita gente prefere comprar frutas a esperar que as árvores cresçam e deem frutos.

Invista na venda de móveis

Quanto mais você jogar, mais móveis vai acabar guardando em seu inventário, já que não há espaço físico capaz de suportar todos eles no acampamento. Quando se sentir sucateado, abre o Market Place em seu mapa e fale com um dos vendedores locais. É essencial fazer sempre um rodízio em seu estoque, e se livrar de itens indesejados ou obsoletos, e trocá-los por itens novos de melhor valor.

Não ignore a Shovelstrike Quarry

Na Shovelstrike Quarry você pode mineirar em busca de pedras preciosas, que valem um dinheirão. No entanto, antes de poder entrar lá, é preciso enviar convites para cinco amigos diferentes ou gastar 20 Leaf Tickets, que podem ser compradas com dinheiro real na loja do game. Cada visita ao local rende bem mais de 1.000 bells, então se esforce para ir até lá o quanto antes!

Adicione seus amigos

Animal Crossing é um jogo que fala basicamente sobre a amizade – e sobre o quanto ela pode ser valorosa. Em Pocket Camp será muito importante que você adiciona seus amigos que estão no game. O melhor caminha é vincular suas redes sociais, assim como em vários outros jogos mobile, desta forma você encontra com mais facilidade quem está acampando também.

Ter os amigos serve para você pedir ajuda no mini-game de mineração, facilitando as chances de ganhar mais Bells (as moedinhas do jogo). Sem contar que você pode acessar a “vendinha” pessoal de cada um, as vezes ter muitos amigos e desfrutar de seus produtos vai te poupar um tempão que você gastaria pescando aquele peixe que demora pra aparecer.

Não tenha medo de vender seus itens

Eu sei que pescar, caçar insetos e colher frutas pode se tornar cansativo depois de um tempo, mas tenha em mente que ajudar seus amigos e ganhar uns trocadinhos por isso pode ser bem útil. Após um tempo caçando coisas, sua bolsa vai ficar cheia e você será obrigado a se desfazer do que coletou.

É bom ficar de olho nas coisas que seus hóspedes animais se interessam mais. O que não for tão usado, ou mais fácil de se conseguir num espaço de tempo, coloque a venda. As vezes um amigo pode precisar disso e depois de um tempo tudo volta. Fique de olho!

Preste atenção no mapa

“Fique de olho”. Essa é talvez a dica mais valorosa para não se sentir perdido em Pocket Camp. O mapa do jogo mostra quanto tempo você tem para cumprir as requests dos seus hóspedes. Depois de um tempo, subindo de nível e fazendo novas amizades com os animais, você terá que ficar ligado em quem está em que parte do mapa. Desta forma você convida para o seu acampamento aqueles que não estão em alguma área de atividade.

Sabendo quem convidar você terá a chance de fazer mais requests, ganhar mais experiência e quando perceber já estará perto do cronômetro do mapa zerar e começar o ciclo novamente.

Economize seus Leaf Tickets (mas nem tanto assim)

Se você não começou agora nesse mundo de jogos mobile, já deve estar ligado que os Leaf Tickets são a moeda do jogo que pode ser aumentada com a moeda da vida real. É o famoso pay-to-play. Mas, relaxa, aqui você dificilmente precisará usar seu precioso dinheiro – se for esperto.

Economizar os Leaf Tickets é uma tarefa importante – mas não deve ser feita tão rigorosamente. Conforme você cumpre as missões diárias que recebe da Isabelle, a chance de receber mais Leafs é grande. As vezes você gastar 8 Leafs para agilizar a construção de um móvel pode compensar se você vai receber 10 novos para repor. Essa dica é essencial se você for um jogador ansioso.

Ajude seus amigos

Assim como eu falei anteriormente, ter amigos é essencial em Pocket Camp. Visitar os seus acampamentos e fazer compras no market de cada um é importante para manter a harmonia. Além de você respirar novos ares e conhecer decorações inusitadas que podem inspirar você no seu camp.

Não deixe de fazer as visitas e deixar os seus “kudos”. Bater palma pro acampamento dos amigos pode render recompensas, além de deixar uma notificação para o amigo saber que ele foi visitado. Uma mão lava a outra, quando você precisar de uma mãozinha para minerar, aquele amigo vai lembrar de você e do menu de Frieds, onde fica a notificação do seu pedido de ajuda!

Dia de férias é todo dia

Animal Crossing Pocket Camp foi a surpresa do ano. Jogos mobile são difíceis de prender por muito tempo – e mais difícil ainda de conseguir um fluxo de pessoas conhecidas entrando no jogo com você. Aqui, isso acontece!

Troque de roupa, de aparência, mude seus móveis e faça tudo no estilo que você preferir. Do fofinho ao esportivo, Pocket Camp agrada a todos os gostos e te abraça com uma trilha sonora muito calorosa.

Passar as férias acampando com animais pode ser mais divertido do que parece e ter um jogo para passar aquele tempo livre numa sala de espera é reconfortante. Mas se você acabar como eu, jogará ele até quando estiver ocupado – e, provavelmente, todos os dias.

Referências:

Play Replay, Sai da Minha Lente, Indiretas Do Bem, Jogazera, Wikipedia.

Chess Rush

O Chess Rush é um jogo de estratégia gratuito (free-to-play) desenvolvido e publicado pela Tencent Games. Baseado no mod Dota Auto Chess original, faz parte do gênero de videogames Auto Battler. Chess Rush lançado mundialmente no iOS e Android em julho de 2019.  Não confunda “Chess Rush” com Speed Chess.

Jogabilidade

A jogabilidade principal do Chess Rush gira em torno de um campo de batalha no estilo tabuleiro de xadrez 8×8, com batalhas automatizadas ocorrendo após uma curta fase de preparação. Entre cada batalha, os jogadores gastam recursos em unidades (conhecidas como Heróis) com custos e atributos únicos e os colocam estrategicamente no tabuleiro.

O número de unidades que cada jogador pode ter no tabuleiro a qualquer momento é determinado pelo seu nível na partida. Esse nível aumenta à medida que os jogadores ganham experiência vencendo as rodadas ou gastando recursos normalmente usados ​​para comprar unidades, permitindo flexibilidade estratégica na maneira como cada jogador decide aumentar sua força. Unidades que compartilham parâmetros (como raça ou classe) podem desbloquear bônus específicos na batalha, permitindo que os jogadores trabalhem em direção a uma estratégia ou sinergia específica com base na preferência pessoal ou contrarie a estratégia de outro jogador. Unidades idênticas também podem ser mescladas para criar uma entidade única e mais forte.

O Chess Rush estreou com mais de 50 unidades individuais em 12 raças diferentes e 9 classes. Algumas unidades também podem ser híbridas, caindo em várias raças diferentes e combinações de classes ao mesmo tempo. Cada raça de unidade pode conceder bônus (como regeneração de mana adicional) às unidades correspondentes no campo de batalha. Eles também concedem bônus exclusivos de “especialidade” por si mesmos. As classes também ativam bônus únicos quando várias unidades correspondentes são implantadas no campo de batalha e até incluem bônus especiais específicos de classe em cima de vantagens raciais.

Tutorial

Ao logar pela primeira vez, o jogo perguntará se o jogador é iniciante ou veterano no gênero “auto battle”. É interessante escolher a opção “novato”, porque o tutorial servirá como auxílio na hora de aprender mecânicas básicas, equipar itens, como comprar heróis e posicioná-los no tabuleiro.

Além disso, preste atenção nas dicas presentes no modo para entender como algumas funções funcionam e para se familiarizar com a dinâmica do game. Após passar pelas instruções, o usuário pode escolher diversos modos para praticar, como o Básico e o Casual.

Entenda os personagens

Chess Rush é um jogo que tem diversos personagens. Cada herói tem sua própria classe e raça, além de funções específicas. Dito isso, é importante entender e analisar as mecânicas de cada campeão, bem como conhecer suas sinergias e efeitos.

Ter esses conhecimentos pode ajudar a realizar jogadas precisas durante as partidas, já que será possível ver com facilidade o potencial da equipe. No game existe uma aba exclusiva para as unidades na opção “Heróis”, no canto inferior esquerdo da tela.

Analise as recomendações do jogo

Caso o players seja novato no jogo, é comum encontrar dificuldades na hora de montar a equipe ao longo das rodadas. Para conquistar a vitória, é importante criar times com boas sinergias e aprimorar as estrelas dos seus heróis (nível de poder da unidade). No entanto, não é sempre que os campeões certos aparecem na loja, fato este que pode prejudicar a construção do grupo.

Para contornar a situação, vale acessar a aba de recomendações de equipes e formações durante o confronto. Lá é possível ver sugestões de posicionamento ou times. Escolha uma delas para ser auxiliado pelo game no decorrer da rodada. Para acessar essa função, basta clicar na loja da partida e selecionar a opção “Equipe Recomendada” no canto inferior esquerdo.

Lembre de equipar os itens

Durante as rodadas PvE (jogador versus ambiente), o jogador terá a chance de conseguir itens para equipar seus personagens. No entanto, assim como as classes e raças, é preciso entender como os artefatos funcionam para utilizá-los de forma correta e fortalecer sua equipe. Colocar itens nas unidades é uma ação que ajuda a alcançar a vitória, pois o time terá a resistência, a vida, o dano e outros atributos básicos aprimorados.

Controle seus cristais de mana

É possível utilizar os Cristais de Mana para comprar heróis ou experiência na partida (aumentar o nível). Esses cristais podem ser economizados ou utilizados para atualizar a loja e tentar encontrar aquela unidade que falta na equipe. Alguns usuários gostam de guardar dinheiro e, quando necessário, utilizar com mais precisão futuramente. No entanto, outros preferem gastar as moedas para procurar por campeões ou evoluir rapidamente.

Na maioria dos games do gênero “auto battle”, ao juntar uma certa quantia de gold, o usuário recebe “juros” em cima dela. Economizar 10 de gold, por exemplo, resultará em +1 de gold ao terminar a rodada (além do valor que já seria concedido normalmente). Essa técnica permite o máximo de cinco acúmulos, ou seja, até 50 de gold. Utilizar essa técnica garantirá um acúmulo maior de dinheiro, que pode ser investido em campeões ou experiência.

A práctica leva à perfeição

Como acontece com muitos outros jogos do género, Chess Rush é fácil de perceber ao início, mas as nuances envolvidas tornam claro que este não é um jogo de fácil domínio. Se fizeste o tutorial e mesmo assim ainda sentes que não o compreendes totalmente, não há qualquer problema, os Auto Chess nem sempre são fáceis de perceber. O importante é que insistas e que realmente acabes por perceber as suas mecânicas. Voltar a fazer o tutorial é altamente recomendado para estes casos e poderás voltar a fazê-lo através do canto inferior direito do teu ecrã no menu principal. Ao carregares em Classic Mode/Modo Clássico, irás abrir um novo menu onde poderás aceder ao tutorial do jogo. Para isso, basta seleccionar a opção Basic/Básico que se encontra no lado esquerdo do ecrã e escolher em conformidade.

Depois de compreenderes o tutorial de uma ponta à outra, está na hora de começar a praticar através do modo Practice/Prática. Um exército nunca vai para a guerra sem uma boa preparação e por isso é importante que pratiques o máximo que puderes. É um processo lento e tedioso, mas concentra-te neste passo a passo, segue a nossa estratégia e podes ter a certeza de que os resultados aparecerão. Não há bela sem senão, e se quiseres mesmo dominar o jogo, empenho e determinação serão essenciais. Este modo irá colocar-te frente a frente contra a IA do jogo e é uma excelente ferramenta até para os jogadores mais experientes que pretendem testar novas builds. Após começares a sentir-te mais à vontade com toda a jogabilidade, traça uma meta. Define um número mínimo de jogos que pensas ser necessário jogares até que te sintas suficientemente preparado para abraçar o modo competitivo e mantém a disciplina. Do que estás à espera?

Raças

Human/Humano (7/56 heróis): Os Humans/Humanos focam-se sobretudo na regeneração de mana e na redução de cooldowns. Como já deves ter reparado, utilizar heróis diferentes permite gerar uma melhoria de determinados atributos para a tua formação, através dos chamados combos. No caso dos Human/Humanos, as melhorias são:

2 Humans/Humanos diferentes: Recuperação de 3 de mana/segundo para todos os aliados da tua formação;

4 Humans/Humanos diferentes: 25% de chance de redução de cooldown da habilidade especial de cada Human/Humano e recuperação imediata de 100 de mana por cada habilidade utilizada;

6 Humans/Humanos diferentes: 50% de chance de redução do cooldown da habilidade especial de cada Human/Humano e recuperação imediata de 100 pontos de mana por cada habilidade utilizada.

Elf/Elfo (8/56 heróis): Os Elfs/Elfos são peritos em esquivar-se dos ataques adversários. As melhorias que apresentam conferem combos ao nível do dodge, o que significa que são uma óptima defesa contra as builds adversárias que se concentram puramente em causar dano. As melhorias que oferecem são:

3 Elfs/Elfos diferentes: Todos os Elfs/Elfos aliados ganham 25% de chance de se esquivarem dos ataques adversários;

6 Elfs/Elfos diferentes: Todos os Elfs/Elfos aliados ganham 44% de chance de se esquivarem dos ataques adversários.

Beast/Fera (7/56 heróis): Os Beasts/Feras gostam de invocar pequenas criaturas. Não só possibilitam um aumento do dano de ataque de todos os seus aliados como lhes garante a possibilidade de invocar Pets. As melhorias que oferecem são:

2 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados da equipa passam a causar mais 10% de dano, e aqui incluem-se os Pets invocados durante uma batalha;

4 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados passam a ter 40% de chance de invocar um Pet durante uma batalha;

6 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados passam a ter 60% de chance de invocar um Pet durante uma batalha.

Cyborg/Mecha (7/56 heróis): Os Cyborgs/Mechas especializam-se em melhorar os atributos de defesa, nomeadamente a capacidade de regeneração de vida e um aumento da armor/armadura de cada aliado. As melhorias que proporcionam são:

3 Cyborgs/Mechas diferentes: Aumentam a armor/armadura e a regeneração de vida de um único aliado, escolhido de forma aleatória, em 75 e 30 pontos, respectivamente;

6 Cyborgs/Mechas diferentes: Aumentam a armor/armadura e a regeneração de vida de todos os Cyborgs/Mechas aliados em 75 e 30 pontos, respectivamente.

Furry/Peludo (4/56 heróis): Os Furrys/Peludos são uma raça que valorizam a entreajuda. São conhecidos por garantirem um shield/escudo a todos os outros aliados da sua raça. As melhorias são:

2 Peludos/Furries diferentes: Todos os Peludos/Furries recebem um shield/escudo que é capaz de absorver até 800 de dano;

4 Peludos/Furries diferentes: Todos os Peludos/Furries recebem um shield/escudo que é capaz de absorver até 2000 de dano.

Goblin (4/56 heróis): Precisas de mais velocidade de ataque? Deixa isso com os Goblins. Os Goblins prometem aumentar o attack-speed de todos os aliados da tua build, podendo ser excelentes quando conciliados com heróis capazes de causar dano à distância. As melhorias que oferecem são:

2 Goblins diferentes: Garantem um aumento da velocidade de ataque de todos os seus aliados em 15 pontos;

4 Goblins diferentes: Garantem um aumento da velocidade de ataque de todos os seus aliados em 35 pontos.

Undead/Morto-vivo (4/56 heróis): Excelentes para furar as defesas adversárias. Se estás a enfrentar oponentes que se estão a preparar para formar equipas altamente defensivas, especialmente focadas nos atributos de armor/armadura, então recorrer a uma build de Undeads/Mortos-vivos pode ser uma boa ideia:

2 Undeads/Mortos-vivos diferentes: Reduzem a armor/armadura de todos os heróis adversários em 20 pontos;

4 Undeads/Mortos-vivos diferentes: Reduzem a armor/armadura de todos os heróis adversários em 50 pontos.

Demon/Demónio (5/56 heróis): Os Demon/Demónios são uma raça individualista. Não gostam de trabalhar em equipa, originando um aumento de atributos apenas para si mesmos, pondo de lado, inclusive, os outros membros da sua própria raça. Recorrer a um herói desta raça poderá ser uma boa ideia, se a sua classe for do interesse para a build que estás a preparar. Oferecem apenas uma melhoria:

1 Demon/Demónio em campo: O seu dano de ataque aumenta em 40% e cada ataque causado num herói oponente fará com que este sofra 10% do mesmo dano durante 5 segundos.

Oceanborn/Oceânico (4/56 heróis): Estes são aqueles a que deves recorrer se estiveres a precisar de montar uma build contra heróis adversários que possuem habilidades especiais fortes ou que apresentam danos de magia elevados. As suas melhorias:

2 Oceanborns/Oceânicos diferentes: Aumentam a resistência mágica de todos os aliados em 20 pontos;

4 Oceanborns/Oceânicos diferentes: Em cada combate, um aliado aleatório ganha imunidade contra habilidades especiais durante 60 segundos.

Void/Vazio (2/56 heróis): Excelentes contra tanks, os Voids/Vazios concentram-se na redução da quantidade de vida dos heróis adversários. Por agora são poucos os heróis disponíveis desta raça, oferecendo apenas uma melhoria:

2 Voids/Vazios diferentes: Em cada batalha, um herói adversário aleatório verá a sua vida máxima reduzida em 50%.

Dragon/Dragão (3/56 heróis): Tal como os Peludos/Furries, os Dragons/Dragões valorizam-se uns aos outros. São peritos no aumento da sua mana, no início de cada batalha, o que significa que são úteis apenas se estiveres a focar-te numa build assente na sua raça. As melhorias que oferecem são:

2 Dragons/Dragões diferentes: Restauram 30 pontos de mana a todos os Dragons/Dragões aliados, no início de cada batalha;

3 Dragons/Dragões diferentes: Restauram 100 pontos de mana a todos os Dragons/Dragões aliados, no início de cada batalha;

Jelly/Geleia (1/56 heróis): Esta é uma raça especial. Gurru/Geleia, o herói que serve de jogada especial e que pode virar partidas do avesso, é o único herói pertencente à raça. Mais à frente, iremos detalhar o seu funcionamento.

Como pode ver, cada raça introduz diferentes tipos de combos. Num jogo de Auto Chess, saber o que é possível fazer com cada herói é determinante para alcançares os primeiros lugares de cada partida. Ao contrário dos jogos de cartas como Hearthstone, em que cada jogador prepara um baralho e uma estratégia de antemão, Chess Rush obriga-te a estares atento ao desenrolar de cada partida. É importante tirares notas do que cada jogador adversário está a planear e, consequentemente, que sejas capaz de te adaptar às diferentes adversidades. E isso só será possível quando tiveres as ideias bem assentes sobre o que cada herói poderá ser capaz de trazer para uma partida. Por esta razão, não só é importante conheceres as diferentes raças de cada herói, como também é importante teres um apanhado geral das 9 classes que existem no jogo.

Classes

Warrior/Guerreiro (8/56 heróis): Os Warriors/Guerreiros, são decididamente importantes na construção de builds mistas. Os seus heróis são por norma bruisers, o que significa que não só são bons a causar dano como a aguentar a linha da frente do terreno de jogo. As suas sinergias trazem benefícios sobretudo ao nível da própria classe, sendo as suas melhorias:

3 Warriors/Guerreiros diferentes: Aumentam a armor/armadura de todos os Warriors/Guerreiros aliados em 50 pontos;

6 Warriors/Guerreiros diferentes: Aumentam a armor/armadura de todos os Warriors/Guerreiros aliados em 100 pontos.

Assassin/Assassino (7/56 heróis): Quem está habituado a jogos deste género sabe bem o que é um Assassin/Assassino. Estes têm, por norma, uma elevada capacidade para causar dano, mas em contrapartida, são bastante fracos defensivamente. São altamente ofensivos, ideais para as situações em que os adversários têm linhas de retaguarda bastante fortes, nomeadamente as que são formadas por heróis que causam elevadas quantidades de dano à distância. As suas melhorias são:

3 Assassins/Assassinos diferentes: Todos os Assassins/Assassinos aliados ficam invisíveis durante os momentos iniciais da batalha. Para além disso, o seu primeiro ataque normal causa 250% de dano adicional e cada ataque subsequente confere-lhes 10% de chance de ficarem novamente invisíveis;

6 Assassins/Assassinos diferentes: Todos os Assassins/Assassinos aliados ficam invisíveis durante os momentos iniciais da batalha. Para além disso, o seu primeiro ataque normal causa 250% de dano adicional e cada ataque subsequente confere-lhes 30% de chance de ficarem novamente invisíveis.

Sorcerer/Feiticeiro (8/56 heróis): Uma build assente em heróis da classe Sorcerers/Feiticeiros é sinal de dano mágico, o que significa que são fracos contra heróis da raça Oceanborns/Oceânicos. São suas características o dano AOE (dano que tem efeito numa área alargada do terreno) e a capacidade para atacar à distância. As suas melhorias são:

3 Sorcerers/Feiticeiros diferentes: Reduz a resistência mágica a todos os heróis adversários em 20 pontos;

6 Sorcerers/Feiticeiros diferentes: Reduz a resistência mágica a todos os heróis adversários em 60 pontos;

Rider/Cavaleiro (6/56 heróis): Os Riders/Cavaleiros são uma das classes mais jogadas na meta actual. Contribuem de forma significativa para um acréscimo dos atributos de defesa das builds baseadas nesta classe. Isto é extremamente importante porque, na maioria das partidas, não é possível ter formações com mais de 9/10 heróis diferentes. Assim, uma build de 6 Riders/Cavaleiros diferentes é sinal de uma formação com excelentes capacidades defensivas. Isto porque as melhorias que oferecem são:

2 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 30% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 150 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica;

4 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 45% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 160 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica;

6 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 60% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 185 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica.

Hunter/Caçador (7/56 heróis): Os heróis da classe Hunter/Caçador são peritos em causar dano. A maior parte dos heróis desta classe causam dano à distância, sendo uma óptima escolha na formação de builds que exigem altas quantidades de dano por segundo (DPS). As melhorias são:

3 Hunters/Caçadores diferentes: Todos os Hunters/Caçadores aliados vêm o seu atributo de ataque crescer 25%;

6 Hunters/Caçadores diferentes: Todos os Hunters/Caçadores aliados vêm o seu atributo de ataque crescer 60%;

Warlock/Mago (5/56 heróis): Adequam-se a todo o tipo de builds. São eles os responsáveis por conferir a todos os aliados capacidades de roubo de vida (life steal). As melhorias que oferecem são por isso:

2 Warlocks/Magos diferentes: Aumentam a capacidade de roubar vida de todos os seus aliados em 15%. Toda a quantidade de vida obtida em excesso é transformada num shield/escudo;

4 Warlocks/Magos diferentes: Aumentam a capacidade de roubar vida de todos os seus aliados em 25%. Toda a quantidade de vida obtida em excesso é transformada num shield/escudo.

Engineer/Funileiro (5/56 heróis): Neste momento, todos os heróis desta classe são da raça Cyborg/Mecha. Peritos na regeneração de vida, os seus combos oferecem:

2 Engineers/Funileiros diferentes: Todos os Engineers/Funileiros aliados vêm a sua capacidade de regeneração de vida aumentar em 45 pontos;

4 Engineers/Funileiros diferentes: Todos os Engineers/Funileiros aliados vêm a sua capacidade de regeneração de vida aumentar em 120 pontos.

Druid/Druida (5/56 heróis): Os Druid/Druidas têm uma velha tradição de invocações. Desde a invocação de Totens que regeneram vida à invocação de espíritos que causam dano, as melhorias que os seus combos oferecem alteram uma mecânica importante no jogo: a necessidade de juntar 3 heróis para aumentar de nível.

2 Druids/Druidas diferentes: A partir deste momento, basta combinar apenas 2 Druids/Druidas de 1 estrela para dar origem a 1 Druid/Druida de 2 estrelas. Para além disso, sempre que um Druid/Druida morra em batalha, todos os seus aliados recuperam imediatamente 10 pontos de mana;

4 Druids/Druidas diferentes: A partir deste momento, basta combinar apenas 2 Druids/Druidas de 2 estrela para dar origem a um Druid/Druida de 3 estrelas. Para além disso, sempre que um Druid/Druida morra em batalha, todos os seus aliados recuperam imediatamente 20 pontos de mana.

Punisher/Justiceiro (2/56 heróis): Por agora são apenas dois os heróis da classe Punisher/Justiceiro. Dadas as suas condições, fazem uma excelente parelha com heróis da raça Demon/Demónio. Senão vejamos:

1 Punisher/Justiceiro em campo: Este Punisher/Justiceiro será tratado como um Demon/Demónio adversário, o que significa que irá beneficiar o oponente;

2 Punishers/Justiceiros diferentes: Os Demons/Demónios aliados ganham uma nova classe, a de Punisher/Justiceiro, a acrescentar às classes que já possuem. Isto significa que não perderão as sinergias relacionadas com as suas classes originais;

4 Punishers/Justiceiros diferentes: 35% do dano de um ataque normal de um Punisher/Justiceiro aliado atinge a área ao redor do herói adversário (a área afectada será, no máximo, de um quadrado do terreno de jogo).

Como é possível observar, são várias as raças e classes que cada herói pode ter, o que implica um número incontável de sinergias possíveis. Saber de uma forma geral como funciona cada herói é extremamente relevante para o desenrolar das partidas. Como recomendação, sugerimos que leias este capítulo pelo menos uma vez por dia. Este é um gesto que, aliado à práctica, será um pequeno esforço quando comparado com as inúmeras vantagens que te irá trazer. Não só irás perceber mais do jogo, como ganharás uma melhor capacidade de decisão durante todos os momentos das partidas. Numa nota final, recomendamos também que analises herói a herói, prestando especial atenção a cada uma das suas habilidades especiais.

Melhorar a colocação de heróis em campo

As disposições dos elementos da tua equipe são de extrema importância em jogos como este, por isso é bom que saibas o que estás a fazer.

Regra geral, aconselhamos que sigas as seguintes sugestões:

Deves manter os heróis com maior número de vida e atributos de defesa na linha da frente;

Heróis que atacam à distância devem ficar protegidos na retaguarda. Para saber se um herói é melee ou não, basta clicar nele durante uma partida e verás que os quadrados do tabuleiro irão brilhar, revelando a área de ataque desse herói;

Se estás a enfrentar um oponente com um ou mais Assassins/Assassinos, lembre-se de que será necessário proteger os elementos que tem mais atrás. É frequente ver Assassins/Assassinos a deslocarem-se rapidamente de uma ponta à outra do terreno para destruírem alguns dos heróis mais essenciais de uma equipe;

Por vezes, os oponentes optam por adquirir heróis com uma forte componente AOE. Seja o resultado desses ataques simplesmente para causar dano ou para controlar a tua equipe – deixando-a paralisada, por exemplo -, é importante que, nestas situações, deixes os seus heróis ligeiramente afastados uns dos outros. Desta forma consegues garantir que nem todos os teus heróis serão afetados.

Gere bem os teus recursos

Não foram poucas as vezes que pudemos observar jogadores a gastarem tudo o que tinham em cada turno. Uma das chaves de sucesso passa precisamente por fazer uma boa administração dos recursos de que temos.

Em Chess Rush, independentemente do modo de jogo que opte por jogar, terá sempre direito a uma determinada quantidade de mana por turno. A esse valor, acrescem-lhe os juros. Os juros são calculados de forma simples. Por cada 10 unidades de mana com que acabar cada turno, receberás 1 de mana sob a forma de juros. Isto significa que, se acabar um turno com 10 de mana, ganhará 1 de juros. E se acabar um turno com 20 de mana, receberás 2 de juros. Complicado? Existe uma forma ainda mais simples de saber quais são os juros que tens a receber por turno: Basta olhar para o número de mana que tens e prestar atenção ao primeiro algarismo. Assim, 10 de mana significa que irás receber 1 de juros, 12 de mana / 1 de juros, 25 de mana / 2 de juros, e assim adiante. Uma outra opção, é consultar esta informação durante a própria partida. Para isso, basta clicar no símbolo da mana que surgirá uma pequena janela com todas as informações relativas à mana que irás receber.

Porque é isto importante? Porque há muitos adversários que não tiram partido desta mecânica. Imagina que durante 5 turnos consegues juntar 5 unidades de mana adicionais sob a forma de juros, ao contrário dos teus adversários, que conseguem apenas 1 unidade por turno. Ao fim desses 5 turnos, terás ganho uma vantagem de 20 unidades de mana. E 20 unidades não é uma quantidade pequena para apenas 5 turnos.

Os juros existem e devem ser aproveitados. No entanto, estamos limitados a um valor máximo de 5 unidades.  Isto significa que se já ultrapassou os 50 de mana, não vale a pena poupar mais. Acabar um turno com 50 de mana garantir-te-á 5 unidades adicionais sob a forma de juros, mas 60 de mana resultará no mesmo: apenas 5 unidades adicionais.

São três as nossas sugestões para que possas melhorar relativamente ao nível da gestão de recursos:

Na aquisição de heróis, não atualize ou faças re-roll durante os primeiros turnos. Recruta apenas os heróis que te aparecem de imediato em cada turno. Não vale a pena gastar mana para tentar obter outro tipo de heróis numa fase inicial, até porque existe um número limitado de cada herói por partida. Se cada jogador tem uma unidade do herói que procuras, menos possibilidades existem desse herói te aparecer. Com o avançar do jogo, à medida que alguns jogadores vão sendo eliminados, as chances de obteres o herói que tanto procuras começam a aumentar. E, como é óbvio, quanto mais cedo puderes começar a poupar, melhor;

Tenta atingir a marca das 50 unidades de mana o mais rápido possível. Não tenhas receio de perder as primeiras batalhas. As primeiras são as menos importantes e deves deixá-las para o fim. Mas isso também não significa que deves perder por perder. O que é recomendado é que vás construindo a sua build e que tentes vencer cada uma das batalhas, tudo sem entrar em grandes despesas.

Se sentes que já compraste tudo o que tinhas a comprar e mesmo assim ainda te sobraram 54 unidades de mana ou mais, aproveita para melhorar o teu próprio nível. Desta forma, garantes as 5 unidades de mana sob a forma de juros e ainda aceleras o processo de poder voltar a colocar mais heróis no terreno de jogo.

Referências:

MGamer, Techtudo, wikipedia.

Dishonored 2

Dishonored 2 é um jogo eletrônico de ação-aventura furtiva desenvolvido pela Arkane Studios e publicado pela Bethesda Softworks. É uma sequência de Dishonored de 2012 e foi lançado mundialmente em 11 de novembro de 2016 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One. A história se passa na cidade costeira de Karnaca quinze anos depois dos eventos do jogo original, seguindo a imperatriz Emily Kaldwin ou seu pai Corvo Attano enquanto tentam reconquistar o trono usurpado pela bruxa Delilah Copperspoon. Tanto Emily quanto Corvo empregam suas próprias habilidades sobrenaturais únicas para poder completar missões e eliminar alvos por meio de furtividade ou violência, navegando através de ambientes abertos.

Ideias para Dishonored 2 foram concebidas durante o desenvolvimento dos conteúdos para download do jogo original, o que levou a decisão de dar voz ao personagem de Corvo depois de ele ter permanecido um personagem silencioso durante toda a história. O avanço na linha temporal ocorreu assim que foi proposto que Emily, que era apenas uma criança em Dishonored, se tornasse uma personagem jogável. O visual do título foi inspirado em obras de arte como pinturas e esculturas. A cidade de Karnaca foi inspirada em países mediterrâneos como Grécia, Itália e Espanha, com os desenvolvedores se influenciando pela arquitetura, moda e tecnologias de 1851. A Arkane também desenvolveu um motor de jogo totalmente novo para uso em Dishonored 2.

O jogo foi muito bem recebido pela crítica ao ser lançado. Elogios foram feitos para as melhorias realizadas em relação ao título original, como a furtividade mais desafiadora, a adaptabilidade dos poderes de Corvo e Emily, a direção de arte, o projeto criativo das missões individuais, a concepção do mundo de jogo, boa inteligência artificial e valor em se jogar de novo. Os principais pontos negativos foram direcionadas para uma narrativa decepcionante, além de alguns erros técnicos e problemas com a versão para Microsoft Windows. Dishonored 2 foi indicado a vários prêmios e teve números de vendas razoáveis. Mídias adicionais foram criadas com o objetivo de aprofundar o mundo da série, incluindo duas histórias em quadrinhos e três romances.

Jogabilidade

Dishonored 2 é um jogo eletrônico de ação-aventura furtiva jogado a partir de uma perspectiva em primeira pessoa. Logo depois do prólogo e tutorial, o jogador pode decidir jogar como a imperatriz Emily Kaldwin ou como seu pai Corvo Attano, o protagonista do jogo original. O objetivo do jogo é eliminar alvos em diferentes fases, com objetivos paralelos desbloqueando métodos alternativos de assassinato, abordagens não-letais e caminhos diferentes para se alcançar os objetivos. O jogador tem a sua disposição diversos itens como espada, pistola, besta, granadas e minas, todas as quais podendo ser aprimoradas. Melhoramentos para os equipamentos podem ser comprados em lojas do mercado encontradas nas fases, com plantas espalhadas pelos níveis podendo desbloquear novos melhoramentos em potencial. Moedas são necessárias para se comprar esses aprimoramentos, que também podem ser adquiridas explorando as fases ou conquistadas a partir de outros colecionáveis, como através de pinturas roubadas. O jogador pode escolher sempre uma abordagem violenta, pacífica, furtiva ou chamativa, sendo possível completar o jogo sem matar ninguém.

A detecção dos inimigos funciona a partir de linha de visão, com o jogador podendo usar coberturas ou áreas elevadas fora dos cones de visão dos inimigos para permanecerem furtivos. A escuridão pode ajudar o jogador a permanecer escondido, porém só funciona a certa distância. Medidores de alerta de inimigos e trechos musicais informam o jogador se foi avistado. Barulhos podem fazer oponentes investigarem certas áreas, incluindo barulhos feitos por garrafas quebradas ou pela espada do protagonista batendo em uma parede; isto também pode ser utilizado para deliberadamente atrair guardas para armadilhas ou para quebrar sua rota de patrulha. O jogador pode olhar através de buracos de fechaduras a fim de observarem um aposento antes de entrarem, podendo também se inclinar a partir de coberturas com o objetivo de observarem os arredores. O jogador em Dishonored 2 pode ser detectado caso fique inclinado de uma cobertura por muito tempo, algo que não estava presente no Dishonored original. Os corpos de inimigos subjugados podem ser carregados e escondidos. Alarmes podem ser desativados ou alterados para que sejam usados a favor do jogador.

O título possui vários golpes não-letais que tem o objetivo de tirar o equilíbrio de inimigos ou deixá-los inconscientes, como gravatas, bloqueios, empurrões, chutes, deslizamentos, dardos soníferos, minas de tonteio e habilidades sobrenaturais. Também presente é o sistema de caos do jogo anterior. O jogador adquire caos ao matar oponentes, representando o protagonista desestabilizando o mundo. Um novo elemento adicionado em Dishonored 2 faz o jogo, no começo de cada missão, designar proceduralmente personagens não-jogáveis com três estados: simpático, culpado e assassino. Matar um personagem “simpático” cria mais caos do que matar um dos outros, enquanto matar um “assassino” concede menos caos. A quantidade de caos gerada afeta os diálogos de Emily ou Corvo, além da quantidade de inimigos presente em cada fase. Insetos chamados de moscas de sangue fazem ninhos em corpos, assim há mais moscas de sangue caso o jogador mate mais pessoas, também encorajando o jogador a esconder corpos longe delas durante as missões. Cada fase tem um tema único, seja em ficção ou em mecânica de jogo. Por exemplo, em uma missão o jogador é confrontado com duas facções cada uma com seus próprios alvos de assassinato, enquanto em outra o jogador viaja no tempo por meio de um artefato mágico.

Usando suas habilidades e amuletos

O grande atrativo do game é o uso das habilidades de Corvo e Emily. Enquanto o herói mantém boa parte do que foi apresentado no primeiro game, a princesa traz um leque inédito de habilidades para encarar os desafios.

Caso queira ser mais furtivo e causar poucas mortes, dedique suas runas a habilidades menos ofensivas, ou com efeitos de distração para seus inimigos.

Emily, em especial, tem diversos poderes neste estilo, incluindo Encanto, que a torna invisível para pessoas afetadas, e Aspecto Sombrio, que a torna em uma criatura capaz de passar despercebida mais facilmente.

Corvo também tem algumas habilidades especiais neste sentido, incluindo Possessão e Distorção Temporal.

Elas podem substituir os ataques corpo a corpo e ajudar em tarefas da campanha. Todas podem ser evoluídas com Runas – itens que ficam espalhados no cenário e que servem como pontos de habilidades. Para isso, basta acessar o menu principal e escolher a melhor forma de usar as runas acumuladas.

Outro ponto fundamental é utilizar o “Amuleto de Ossos” para conceder vantagens no jogo, com mais chances de encontrar itens, melhorias no combate etc. Assim como as runas, eles ficam espalhados pelo cenário, necessitando usar o “Coração” para encontrá-los.

Agindo sorrateiramente

Dishonored 2 não é um game que exige que o jogador seja sorrateiro o tempo inteiro. Porém, boa parte de suas habilidades e perícias proporcionam esse tipo de ação. Dessa forma, é preciso aprender alguns comandos para agir de forma bem discreta.

Com o botão de agachar, você consegue se esconder atrás de plataformas, muros e andar silenciosamente. Esse tipo de movimento é necessário para não chamar a atenção de seus inimigos. Também há diversas habilidades que ajudam, como a “Visão Predatória”, que permite observar seus inimigos através das paredes.

Escalando prédios, plataformas e outras construções

Diferentemente dos jogos convencionais em primeira pessoa, Dishonored 2 permite que o jogador tenha uma liberdade maior para explorar o cenário. Para isso, é preciso escalar e pular todo tipo de construções espalhadas pelas fases.

O procedimento é simples. Basta movimentar o personagem até o destino desejado e efetuar o pulo. É preciso ter uma certa precisão com o movimento, pois, dependendo da queda, pode ser fatal. Para escalar, o procedimento é o mesmo. O personagem automaticamente se estica para alcançar o ponto mais alto.

Você também pode evoluir a habilidade Teletransporte. Com ela, Corvo e Emily conseguem se locomover em distâncias ainda maiores. Tanto para pular em outra plataforma, como atingir um ponto mais alto.

Moldando o seu final

Dishonored 2 é um game em que o jogador molda a personalidade de seu personagem durante o jogo. De acordo com suas atitudes, Corvo ou Emily serão mais temidos e conhecidos, ou pouco populares e sem causar alardes por onde passam.

Essas atitudes fazem com que o jogo tenha diferentes finais. Portanto, é importante manter o foco em uma personalidade forte e, quando for jogar novamente, fazer com que elas sejam completamente diferentes do que foi feito antes.

Aguente se na Primeira Missão

Em Dishonored 2 não começas desde logo com os teus poderes, precisas completar a primeira missão antes disso. Para alguns poderá ser frustrante pois estarás a explorar e a aprender mais sobre como funcionam as coisas, sem ter uma ideia de que como o jogo realmente é, sem ter uma ideia do seu potencial.

Encara a primeira missão como uma amostra, um momento para aprender o básico de Dishonored 2, e não te deixes sentir frustrado. É uma bela forma de te familiarizares com os elementos furtivos e até pode ser que te sintas incentivado a experimentar diferentes abordagens. Em breve irás conhecer todo o potencial do jogo.

Para os mais veteranos, Dishonored 2 será uma espécie de dois jogos em um, graças às diferentes posturas entre as quais os jogadores podem escolher.

Não te preocupes com o Chaos, Ghosting e puro Stealth

Não te preocupes demasiado com a pontuação no final do nível, isso fica para uma segunda sessão com o jogo. Na tua primeira vez em Dishonored 2, desfruta do que o mundo tem para oferecer, dos cenários e estuda os diferentes percursos que cada nível oferece. Encara os ecrãs de missão como uma informação e não uma avaliação.

Se quiseres apostar no combate, segue em frente e recorrer às belas habilidades, mas se estiveres a ter problemas com o stealth, não te deixes incomodar por isso, aprende com cada situação para que mais tarde possas voltar e fazer as coisas como queres fazer. Dishonored 2 permite que o jogador actue como quer, não existe maneira “errada” de jogar.

Dá tempo para a tua mana regenerar

É preciso ter bastante cuidado com a gestão dos teus recursos em Dishonored 2, poderás dar por ti sem mais consumíveis para apanhar e com muitos desafios ainda pela frente. Além de gerir com cautela os itens, precisas ter alguns cuidados com a forma como geres a tua mana e o tempo que esperas antes de utilizar um das habilidades básicas.

Irás notas que após usares Blink ou Far Reach, a barra de mana irá regenerar desde que não utilizes um novo poder durante alguns segundos. É muito importante pois assegura que podes utilizar os poderes um número ilimitado de vezes. Desde que não os utilizes numa cadência desenfreada.

Não te esqueças que ao usar Dark Vision a tua mana também se regenera.

Usa a Dark Vision

Dishonored 2 poderá tornar-se numa espécie de tentativa e erro, especialmente quando ainda não conheces a área. Por mais cuidado que tenhas, existe sempre algo para te surpreender. Logo na segunda missão, terás acesso à Dark Vision, uma habilidade que te confere uma espécie de sensibilidade térmica, permitindo que vejas os guardas pelas paredes e portas. Isto sem esquecer que a poderás melhorar para se tornar ainda mais útil.

A Dark Vision poderá não funcionar em algumas paredes nos exteriores, e terá de entrar numa estrutura para visualizar os inimigos. No entanto, é das habilidades mais importantes no jogo.

Vá para o alto

Esta talvez seja a dica mais básica, mas também mais importante: não fique nas ruas.

Karnaca é patrulhada constantemente por guardas que não demoram muito a reconhecer e atacar Corvo ou Emily. Por isso, é importante ficar fora do seu campo de visão, e o modo mais fácil de fazer isso é seguir pelo alto.

Além disso, é mais fácil saber e estudar as rotas de inimigos e caminhos diferentes a serem acessados de um ponto de vista mais alto

Evite conflitos

Em geral, a melhor forma de não ser visto em “Dishonored 2” é tentar evitar ao máximo contato com os inimigos. Por isso, às vezes vale mais contornar estes problemas.

Se uma sala ou ambiente está sendo patrulhado por dois ou mais soldados, é melhor não confrontá-los – pelo menos no início do jogo, antes de desbloquear versões mais poderosas de suas habilidades

Use o ambiente a seu favor

Nos mapas de “Dishonored 2”, há provavelmente 120 garrafas para cada ser humano presente.

Pode parecer simples demais, mas mesmo arremessar um objeto para fazer barulho pode fazer a diferença entre ser detectado ou não, especialmente nas primeiras horas de jogo

Diminuindo o número de inimigos

É fácil acabar entrando em uma batalha maior do que você espera. Você vê um patrulheiro vagando por aí e pensa: “Ei, vamos matar aquele cara.” É uma ideia perfeitamente justa, mas você pode não saber sobre os dois homens em uma sala lateral que estão dentro de alcance. E então há outro patrulheiro que pode vagar ir a mesma sala, e então você começa a lutar contra esses três. As coisas podem sair do controle sem muito aviso.

Mesmo como um jogador combativo, você precisa pensar um pouco como um furtivo antes de se envolver em uma luta. Fique quieto quando você estiver fora do combate, e olhe ao redor antes de atacar qualquer um. Se você ver inimigos que estão absolutamente isolados, mate-os imediatamente. Se você usar assassinatos furtivos, você pode matar esses inimigos e ainda matar outros alvos antes que as batalhas altas e caóticas comecem. É fácil matar uma ou duas pessoas ao mesmo tempo, portanto, mantenha suas opções abertas envolvendo essas matanças furtivas.

Armas Combinadas

É importante usar mais do que sua espada na batalha. Corvo e Emily têm várias armas à sua disposição, e estas não são destinadas a serem usadas exclusivamente. Você não tem Balas suficiente para abusar tiros de pistola durante todo o dia e noite. Em vez de usar uma arma só, você é melhor se você combinar todas as suas armas.

Aqui está um exemplo. Imagine um quarto com três inimigos próximos. Você não pode matá-los calmamente (ou não quer), então vai ser uma luta. Chegar investindo no grupo permite que você mate automaticamente um inimigo com sua espada porque eles não estão prontos para bloquear. Você mata esse alvo, e os outros dois mostram lâminas. Você atira no primeiro que se aproxima, com sua Pistola. Se você tiver sorte, você consegue uma baixa instantânea, mas mesmo se ele sobreviver, você pode atacar enquanto ele está cambaleado e mate-o. Bloqueie para parar o próximo atacante de feri-lo e, em seguida, salve sua munição, porque um sobrevivente sozinho não tem quase nenhuma esperança contra você no corpo a corpo.

Desta forma, você derruba três inimigos com apenas uma Bala gasta. Mas se você tentou puro corpo a corpo, você teria que segurar dois atacantes ao mesmo tempo, o que é substancialmente mais complicado.

Fique fora do caminho esperado

A maioria dos inimigos patrulham e olham grandes entradas e avenidas pela área. Eles não gastam muito do seu tempo olhando telhados, prédios abandonados e outras rotas não tradicionais. Devido a isso, você pode esgueirar-se facilmente e um pouco rapidamente, ficando acima de seus inimigos ou em torno deles.

Explore para encontrar esses caminhos opcionais. Salve seu jogo e explore sem se preocupar com a letalidade, sendo visto, etc  Basta correr e olhar para qualquer coisa útil. Depois de encontrar algumas possibilidades interessantes, carregue seu jogo novamente e alcance esses pontos quietamente. 

Coletando e Criando Bone Charms

Bone Charms concedem a seu personagem bônus menores. Você se beneficia destes sempre que você equipar um Bone Charm. Esses itens podem incluir até quatro efeitos positivos e um único efeito negativo se tiverem sido corrompidos. Bone Charms corrompidos são encontrados com um traço negativo, ou podem ser acidentalmente criados dessa forma se você usar a Criação de Bone Charms como uma de suas habilidades.

Porque o sistema de Criação de Bone Charms é tão forte, recomendamos que cada personagem veja isso. Você pode sacrificar os Bone Charms que você encontra, aprender suas características para a futura criação, e te dá o Osso de Baleia Cru no processo. Este Osso de Baleia Cru é então usado quando você faz os seus próprios Bone Charms.

Você tem permissão para aumentar o mesmo efeito positivo em até quatro vezes em seu personagem. Assim, por exemplo, um efeito que lhe dá saúde sempre que você faz X pode ser aplicado até quatro vezes (no mesmo item ou espalhados por vários Bone Charms).

É por isso que a Criação é tão útil; Você pode multiplicar todos os seus bônus favoritos e levá-los ao máximo. Por exemplo, em nossas jogadas furtivas, obtemos a máxima velocidade para o nosso movimento agachado (Swift Shadow), temos uma grande chance de recuperar os dardos do sono depois que eles são usados ​​(Lucky Needle), mover mais rápido ao carregar um corpo (Undertaker) e engasgar as pessoas mais rápido (Strong Arms).

Um verdadeiro líder pode ser misericordioso

Para obter a classificação Misericordioso você não pode matar qualquer pessoa durante o jogo. Bloodflies, Peixes, Ratos, Soldados Clockwork, e Bloodbriars ainda podem ser mortos, porque nenhum deles são pessoas. Guarde Balas e Parafusos para esses inimigos, e use habilidades, nocautes não letais e Dardos do Sono para fazer o resto do seu trabalho.

Quando confrontado com um alvo importante, procure sempre uma solução especial. Para cada NPC maior tem uma maneira de derrotá-los sem violência letal. Passe tempo extra usando essas alternativas legais.

Você não tem que ser um jogador puramente furtivo para ser Misericordioso. Se você melhorar seus dardos de sono, você pode usá-los muito eficazmente no combate. Com desvios hábeis, você pode sufocar os alvos sem prejudicá-los. Estas técnicas tornam muito mais fácil obter uma classificação Misericordioso sem ter que evitar cada encontro único no jogo.

Referências:

Clube Do Game Colombo, Eurogamer, Uol, wikipedia, techtudo.

XCOM 2

XCOM 2 é um videojogo táctico por turnos produzido pela Firaxis Games e publicado pela 2K Games para Microsoft Windows, OS X e Linux a 5 de fevereiro de 2016. Em XCOM 2 a história tem lugar 20 anos depois dos eventos ocorrido em XCOM: Enemy Unknown (2012), depois do XCOM ter perdido a guerra contra as forças alienígenas.

De acordo com o site de pontuações agregadas Metacritic, XCOM 2 recebeu “aclamação universal” por parte dos críticos profissionais.

Jogabilidade

Vinte anos se passaram desde que os líderes mundiais ofereceram uma rendição incondicional às forças alienígenas e o XCOM, a última linha de defesa do planeta, foi dizimada e dispersa. Agora, os alienígenas governam a Terra, construindo cidades brilhantes que prometem um futuro brilhante para a humanidade na superfície, enquanto ocultam uma agenda sinistra abaixo e eliminam todos os que discordam de sua nova ordem. Somente aqueles que vivem nos limites do mundo têm uma margem de liberdade. Aqui, uma força se reúne mais uma vez para defender a humanidade. Sempre em fuga, as forças remanescentes do XCOM devem encontrar uma maneira de ressuscitar das cinzas, expor a verdade insidiosa por trás da ocupação e eliminar a ameaça alienígena de uma vez por todas.

Assuma o comando do Avenger, uma nave alienígena convertida na sede móvel da XCOM. Guie sua força de ataque ao redor do mundo, construa apoio popular e exponha os planos sinistros dos alienígenas.

Classes

Especialista

O especialista é o mais versátil das classes de soldados, como eles podem cumprir várias funções diferentes. Especialistas vêm equipados com um Gremlin que pode executar várias tarefas durante o combate. Considere a função que deseja um especialista específico a desempenhar, e tente atualizar sua árvore de habilidade em conformidade. Por exemplo, um especialista de suporte deve ter o protocolo médico, do Protocolo de ressureição, ou habilidades de Médico de Campo, a fim de curar de forma eficaz e reviver seus companheiros de pelotão.

O Gremlin do especialista também pode cortar em tecnologia alienígena durante certas missões. Se uma missão envolve hackear um objetivo particular, você deve priorizar mover o Especialista em proximidade com a localização do objetivo, a fim de completar o corte dentro das voltas atribuídas. Em vez do Especialista, considerar se o seu Gremlin pode executar uma tarefa importante, como a cura de um companheiro ou danificar um inimigo, antes de tê-los participar em outras tarefas.

Ranger

Equipado com uma espada poderosa e reduzir a capacidade, a classe ranger é destinado ao combate de perto. A Ranger é mais eficaz quando correndo para cortar um alien no rosto, de modo a tentar equipar proteções adicionais em seus Rangers antes de enviá-los em combate. Quando possível, ter um especialista em aplicar o seu protocolo de ajuda a um ranger, se você pretende mover o ranger em direção ao território inimigo. Isto irá aplicar um impulso de defesa volta única para o seu Ranger, o que lhes permite mover mais agressivamente com proteção adicional.

Aplicar atualizações que melhoram a mobilidade e danos do ranger irá ajudá-los a ter melhores chances de garantir mortes em seus alvos. Aumentando a sua chance de crítico também irá aumentar significativamente a produção de dano global do Ranger e eficácia.

Atirador 

A classe Sharpshooter serve como o atirador para o seu plantel. Vêm equipados com um rifle sniper maciço, bem como uma poderosa arma para combate de perto. A eficácia destas armas Sharpshooter depende da sua distância de um alvo inimigo. O Sharpshooter beneficia fortemente com o aumento de objetivo.

Logo no início de uma missão, posicione o Sharpshooter em um telhado ou em algum lugar com vista área, e depois coloque o Sharpshooter em Overwatch, para que possam defender a sua equipe. Se você usar Sharpshooters mais ofensivamente, considere desbloquear as habilidades retornar o fogo e as mãos relâmpago em sua árvore de habilidade.Essas habilidades permitem que o Sharpshooter a esgueirar-se efetivamente em tiros extra com a sua pistola, sem o uso de curvas.

Granadeiro

Como o especialista em demolições residentes, o Granadeiro usa um lançador de granadas e metralhadora para fornecer energia explosiva no seu plantel. o Lançador de granadas do Granadeiro pode chegar muito longe, garantindo danos com hits bem colocados. O Grenadier também pode transportar granadas como seu item de utilidade. Pesquisa granadas experimentais no campo de provas, a fim de equipar granadas avançadas em seus Granadeiros.

Granadeiros pode causar uma quantidade significativa de dano à distância, por isso certifique-se de aproveitar todas as oportunidades para arremessar granadas contra os inimigos feridos para acabar com eles sempre que possível. Granadas também causar veículos a explodir, danificando quaisquer espectadores usando o veículo para a tampa. Se você ver um inimigo agachado atrás de um veículo, chuck uma granada em sua direção para desferir um golpe letal.

Operador psi

A Operadora Psi é um soldado único, que deve passar por treinamento intensivo no laboratório Psi para ganhar habilidades psiônicos especiais, incluindo o controle da mente. Somente rookies pode ser treinado na Psi Lab, e esta é a única maneira de adicionar Psi para o seu time. Após o treinamento, o seu novo operativo Psi receberá uma das quatro habilidades de partida aleatórios. Você deve Psionics primeira pesquisa, a fim de construir a instalação Psi Lab, então priorizar esta pesquisa quando você tê-lo disponível.

Se a sua operativo Psi é a sorte de ter a capacidade Dominação, certifique-se de usá-lo estrategicamente no campo de batalha, uma vez que só pode ser usado uma vez por missão.Domination permite que seu operativo Psi tomar permanentemente o controle de um inimigo para a duração da missão, tornando-os um aliado. Tente tomar o controle de um inimigo poderoso para desencadear ataques mais devastadores sobre alvos inimigos.

Treinar recrutas extra

Após uma missão desafiadora, o seu time provavelmente vai voltar com vários soldados feridos ou abalados. soldados Idealmente, você deve ter mais treinados espera em modo de espera no caso de você encontrar uma outra missão, enquanto seus principais membros do esquadrão estão em licença médica. Tente recrutar novos recrutas sempre que você tem os suprimentos de sobra, para garantir que tem um suprimento constante de soldados saudáveis ​​quando você precisar deles.

Tenha em mente que recrutas calouros não precisa ter experiência de campo para ganhar uma promoção classe. Construir o Guerilla Tactics escola cedo e sempre tem rookies em treinamento para que os soldados de substituição estão prontos quando seus membros do esquadrão favoritos não estão disponíveis.

Equilibrar classes

Ao criar um pelotão antes de uma missão, é melhor escolher um soldado de cada tipo de classe, desde que você tem uma variedade de soldados para escolher. Tente evitar ter vários membros do esquadrão do mesmo tipo de classe para que você pode ter uma equipa mais equilibrada.No entanto, esta regra é um pouco flexível, uma vez que você comprou o upgrade tamanho esquadrão na Tactics Escola Guerilla. Com cinco ou seis membros do esquadrão, tendo uma classe duplicado é quase inevitável.

Como você acumular mais recrutas, você acabará por ter vários soldados que pertencem à mesma classe. Tente balancear suas habilidades como eles subir de nível, de modo que você pode ter ofensivas e defensivas soldados equilibradas para escolher. Se você deve ter mais do que um soldado da mesma classe no seu plantel, equipá-los com diferentes itens de utilitário para garantir a sua equipe ainda é capaz de uma variedade de tarefas durante o combate.

Diversificar o utilitário Loadout

Cada soldado tem vários slots de itens de utilidade na sua loadout, que desbloquear à medida que ganham promoções. Ter um esquadrão inteiro ir para a batalha com nada além de granadas pode levar a um resultado indesejado durante as missões avançadas. Manter um fluxo constante de pesquisa sobre cadáveres e outras preciosidades, a fim de ter novos equipamentos para o departamento de engenharia para construir. Tem Chief Shen construir uma variedade de itens de utilidade para o seu time, então equipar cada membro do esquadrão com diferentes itens de utilidade de um outro. Um esquadrão que tem Mindshields, Medkits, Mimic Beacons, e granadas terá um desempenho muito melhor do que uma equipa que só carrega um único tipo de item de utilidade.

Aplicar Sims combate pessoal

Sims combate pessoal (PCS) são de caráter específico atualizações que se aplicam melhorias únicas para as estatísticas de um personagem. Você pode adquirir novos PCs atualizações durante a batalha por pegar gotas de loot dos inimigos caídos. Essas atualizações também podem ser compradas no mercado negro para uma parte da Intel.

Trabalho certos de PCS melhor para certos tipos de classe, então escolha sabiamente antes de confirmar PCS de um personagem Uma vez por PCS é aplicada a um personagem, ele pode ser substituído, mas não foi removido. Considere os tipos de PCS atualizações que funcionam melhor para cada classe, para que você possa aplicá-las aos membros do esquadrão adequadas quando novos se tornam disponíveis.

Saia da cobertura apenas em casos extremos

A primeira coisa que você aprende em XCOM é: ARRANJE ALGUM LUGAR PARA ESCONDER-SE E FIQUE NELE SEMPRE! Mas isso não é uma verdade absoluta, já que, às vezes, você precisa arriscar, principalmente caso esteja no fim de um round, quando os soldados já estão sem granadas (mais sobre isso em breve) e com a energia baixa. Mais vale a pena flanquear um inimigo e garantir um tiro certeiro naquele turno (e acabar com a batalha), do que arriscar errar um tiro e ser acertado pelo revide do inimigo no próximo round.

Abuse das granadas

XCOM 2 é um RPG de estratégia tático baseado em cover. O nome do estilo de jogo é bem grande, mas ele dá uma dica importante de como vencer as batalhas com mais facilidade. Para isso, você vai precisar de granadas, montes delas. E o que você vai fazer com elas? Destruir as proteções em que os seus inimigos estiverem escondidos, é claro!

É muito melhor começar o seu turno atirando uma granada e destruindo as muretas e depois com um tiro certeiro num inimigo “flanqueado” (ou sem proteção) do que ser conservador e trocar tiros por vários turnos, ainda mais quando você tem uma contagem regressiva de turnos para encontrar o seu objetivo.

Outro detalhe, use suas granadas no começo das batalhas, e não no fim. É melhor garantir que o máximo de inimigos morra o mais cedo possível, para trocar tiros no final do que ao contrário, assim você garante que a maioria dos seus soldados vai chegar viva no fim das batalhas.

No meu time de seis, eu carrego sempre dois granadeiros, um ou dois franco-atiradores, um ou dois rangers e um especialista (com medkits e a habilidade de cura à distância com o drone).

Emboscadas

Você começa a maioria das partidas com cobertura, então aproveite-se dela ao máximo. Para isso, você deve montar emboscadas, e isso é mais fácil do que parece. Chegue perto dos seus inimigos sem se revelar e ligue o Overwatch com todos os seus soldados, menos um deles.

Com o último soldado, de preferência o com a maior chance de acerto, atire no inimigo e pronto, veja o grupo de soldados inimigos procurando uma cobertura e levando balaços de todos os seus soldados que estiverem em Overwatch.

O melhor de tudo é que eles não levam penalidade de reação nesse caso, já que você está emboscando o inimigo, é como dar de 4 a 6 tiros em inimigos que não estão se cobrindo. Raramente os inimigos sobrevivem a isso.

Cuidado com as espadas

Os Rangers do jogo ganharam uma habilidade muito legal, que é poder usar uma espada para fazer picadinho dos seus inimigos. A habilidade tira um monte de vida, e pode acabar sendo o seu recurso principal com esses personagens, mas cuidado, alguns inimigos contra-atacam os ataques de espada e tiram um monte de vida quando fazem isso, principalmente os Mutons.

Avance com cuidado e não espalhe seus soldados

Compactação é a chave para o sucesso. Nunca separe os seus soldados em dois grupos, pois, apesar de estarem em maior número no campo de batalha, os seus inimigos sempre estão espalhados em grupos de 2 ou 3. Enfrenta-los com um mesmo grupo de 2 ou 3 pode ser fatal para o seu esquadrão, já que você quase sempre vai ter equipamentos menos avançados que os seus inimigos. A sua vantagem principal quase sempre vai ser nos números, por que diabos você vai abrir mão dela?

Não saia correndo pelo cenário chamando a atenção dos seus inimigos. O motivo é o mesmo acima, é melhor matar grupos pequenos de inimigos do que chamar todo mundo pra luta ao mesmo tempo. Acredite, mesmo que você enfrente cinco inimigos com um grupo de seis, a vida fica bem mais complicada do que enfrentar três contra seis, e você pode considerar-se sortudo se não perder nenhum soldado nessa situação.

Mire na cabeça

Outra grande adição ao game foi um tipo de inimigo um tanto familiar, os Lost. Esses “zumbis” são fracos e muitos morrem com apenas um tiro, mas em grandes números podem ser mortais, para o seu time e o para o seus inimigos; contudo, por mais que as hordas destes monstros sejam grandes, é possível vencê-los com facilidade. Ao matar um lost, seu personagem ganha um turno extra para garantir que não seja cercado por essas criaturas, portanto, tente sempre eliminar o máximo desses inimigos. Ah, e nunca use explosivos, a não ser que você queira multiplicar o problema. Eles são extremante sensíveis ao som e um grande estrondo irá atrair mais inimigo

Montando Time

Sempre tenha ao menos um soldado de cada classe no time de ataque. Ranger serão ótimos para reconhecimento de campo, assim como para combates em curta distância. Atiradores facilmente acertarão alvos distantes e lançadores de granada se livrarão de vários inimigos de uma só vez.

Nunca deixe os soldados sozinhos, sem proteção, mesmo se estiverem atrás de uma boa cobertura. Procure mover os soldados em pares, para que um possa sempre ajudar o outro. Vipers podem facilmente puxar soldados por grandes distâncias, e reforços inimigos ou disfarçados podem aparecer bem ao lado. 

Armadura

Depois de certo momento no jogo, inimigos equipados com armaduras e escudos começarão a aparecer no campo de batalha. É importante lembrar que é preciso ter muito cuidado com a armadura do inimigo, pois cada ponto deste equipamento diminui um ponto no dano causado pelos soldados.

Sprint

Se não estiver certo de que não há inimigos virando a esquina, não use a habilidade Sprint no campo de batalha. Caso contrário, poderá cair dentro de um grupo de inimigos, completamente despreparado. O mesmo vale quando se movimentar com quase todos os seus soldados abatidos ou fora do ponto de ação.

Se este for o caso e houver tempo, termine a sua vez e espere pelo resto do time. Não há nada pior do que correr para dentro de um grupo de inimigos sem poder fazer nada quando seus soldados estiverem terminado as ações.

Ocultamento

A habilidade de ocultamento é quebrada quando um dos seus soldados executa qualquer ação – jogar uma granada, atacar um inimigo ou até mesmo hackear –, ou se eles fazem muito barulho, como quebrar uma janela. Planeje as ações que não cometa erros bobos. 

Algumas habilidades, contudo, não quebram a ocultação. É o caso das não ofensivas, como curar as unidades.

Missões

Algumas missões terão limite de tempo para que os objetivos sejam efetuados, porém, em geral, são balanceadas. Procure sempre abater primeiro os Sectoids, Vipers ou Stun Lancers, caso os encontre no campo de batalha.

Marcadores Vermelhos

Quando andar de forma oculta, não confie completamente nos marcadores vermelhos que representam o limite de percepção dos inimigos, especialmente em cidades e grandes florestas. Tente posicionar os soldados de forma que eles estejam cobertos pelo terreno por todos os lados possíveis. Caso contrário, é possível encontrar que grupos de inimigos venham do nada e acabem com os seus planos.

Referências:

Xcom, Game Detonado, Critical Hits, wikipedia, techtudo.

The Evil Within 2

The Evil Within 2 [a] é um videogame de terror de sobrevivência em terceira pessoa desenvolvido pela Tango Gameworks e publicado pela Bethesda Softworks para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One. O jogo foi lançado mundialmente em outubro de 2017 e é a sequela do videogame de 2014 The Evil Within. O jogo recebeu críticas geralmente positivas; como seu antecessor, recebeu elogios por seu visual, atmosfera e jogabilidade, mas recebeu algumas críticas por sua história e personagens.

Não tenha medo… de fugir

Naturalmente, The Evil Within 2 te dá medo. Ele foi feito para isso. Monstros assustadores, sustos mil, mas nem sempre precisa ser assim. Quando se deparar com uma criatura desconhecida que você não sabe bem o que faz ou como ataca, não tenha medo de fugir!

O game te dá todas as possibilidades para tentar se esconder ou despistar inimigos normais. Ainda que não seja tão adequado, é possível escapar com algum trabalho extra, seja por vida curta ou falta de munição. Contudo, tenha cuidado: os monstros são bem inteligentes e não deixarão que você suma sem mais nem menos.

Siga sempre o comunicador

O comunicador é uma importante ferramenta em The Evil Within 2 e coloca muita informação à disposição de Sebastian. Saiba seguir suas dicas e encontrar a localidade de outros elementos, itens ou sobreviventes no STEM.

Sem o comunicador, sua vida vai ficar bem mais complicada. Explicamos isso pois suas dicas podem parecer meros tutoriais do próprio jogo, mas não são. Não as ignore em hipótese alguma se quiser sobreviver um pouco mais.

Jogue com calma (na medida do possível)

Apesar de ter elementos de ação, The Evil Within 2 é um game para ser explorado nos mínimos detalhes. Jogue com calma, não pense em correr para terminar e ver logo a sequência de cenas finais.

Explore os cantos escuros, destrua caixotes para revelar itens e, claro, não deixe de aproveitar cada segundo da campanha. Essa dica é ainda mais recomendada nas dificuldades mais altas, carregadas de desafio superior.

Prefira sempre a furtividade

Por falar em calma, a furtividade é sua amiga em The Evil Within 2. Escolha permanecer nas sombras, evite combates e encontros indesejados. Os jogadores que fazem isso têm mais chance de sobreviver por algum tempo sem ser interrompidos. É no acobertamento que você encontra menus para matar automaticamente inimigos distraídos.

Como já deixamos claro, as sombras são suas amigas. Esgueire-se por cantos e escolha ficar atrás de móveis ao longo dos mapas que são dentro das casas, ou por trás de objetos diversos em outros locais de Union. Fique sempre atento ao ícone de olho que aparece no topo da tela. Se ele mudar, quer dizer que um inimigo te viu. Uma boa dica para distrair oponentes e usar mais a furtividade é, por exemplo, lançar objetos como garrafas em outro canto do cenário.

Economize balas

Chegamos àquela dica precisamente voltada para o gênero de sobrevivência de horror: economize balas. Não é brincadeira, já que toda a munição é escassa ao longo do jogo. As armas brancas, de corte, fazem um trabalho melhor para eliminar monstros mais simples ou abrir caixotes.

É claro que teremos momentos nos quais as balas serão imprescindíveis e você terá que descarregar pentes inteiros para eliminar os inimigos. Contudo, é sempre bom ter aquela reserva adicional, para fazer com que uma batalha de chefe seja mais simples, por exemplo.

Machado: a melhor arma branca

Por falar em armas brancas… Elas são as armas de corte, que não gastam munição e te oferecem ataques praticamente infinitos contra qualquer monstro padrão. Dentre elas, o machado é a melhor, com golpes mais fortes e precisos.

Na maioria do tempo, Sebastian terá a clássica “faquinha” à sua disposição, mas a partir do momento em que conseguimos o machado, a experiência de combate muda completamente. Não tenha medo de usá-lo no lugar das armas de fogo, inclusive.

Sempre mova a câmera

Essa dica está ligada com outras que citamos mais acima: a câmera é um dos segredos para se dar bem em The Evil Within 2. Alguns inimigos atacam sem aviso, silenciosos e, principalmente, por trás.

Ter todo o cuidado para não receber um golpe desprevenido ou morrer sem ser alertado é primordial no game. Infelizmente, não dá para olhar para a frente sempre, então é ideal que você sempre vigie outros ângulos da cena.

Jogar no ‘Easy’ não é vergonha

Por fim, saiba que The Evil Within 2 tem pelo menos três níveis de dificuldade iniciais. Começar no mais fácil não é vergonha alguma e, inclusive, é indicado pelo próprio diretor do jogo, Shinji Mikami – que foi o produtor e co-criador do primeiro.

The Evil Within 2 já é difícil por natureza, dada a variedade de momentos tensos, e jogar no “Casual”, o nível mais fácil, ajuda na adaptação dos controles e no desenrolar da história. Depois, é possível repetir a partida, em dificuldade superior, mas não se acanhe em começar pela mais simples – mesmo nesta dificuldade há um certo desafio alto.

Ande sempre escondido

The Evil Within 2 é um game que precisa ser jogado com cautela. O seu personagem, Sebastian, não é particularmente rápido ou forte e você terá que aprender a sobreviver sabendo isso. Considere sempre os campos de visão dos inimigos, seus movimentos e os locais onde você pode se esconder.

Sendo um game de terror de sobrevivência, você também necessita de itens essenciais como munições, mas estará limitado a um inventário não muito grande. A melhor estratégia então será andar escondido e tentar pegar seus adversários com sua faca, sempre por trás. Cada zumbi que você mata dessa forma é mais uma bala que pode o salvar no futuro.

Não seja impulsivo se for visto

Se você for descoberto por algum zumbi, não entre logo em pânico. Não é boa ideia começar disparando, mas sim procurar outro local para se esconder. Se você conseguir quebrar o campo de visão com o inimigo há boas hipóteses dele se esquecer de sua presença.

Tenha apenas cuidado com os arbustos, pois embora eles sejam bons para você se esconder, os mais altos podem também quebrar sua visão.

Estude suas redondeza

Como você não vai ter acesso a um mini-mapa, é muito importante percorrer seu caminho com cautela. Alguns zumbis estão sentados ou deitados nas ervas, um pouco camuflados e parecendo até mortos. Você não deve confiar em nada que não tenha sido morto por você, logo evite pisar nesses mortos-vivos ou eles vão acabar o atacando quando menos esperar.

Para o ajudar, você tem um ícone de alerta em cima da tela que indica se alguém está atento a sua presença. Se o olho estiver escaneando, isso significa que alguém está procurando você. Se por outro lado estiver apenas olhando em frente sem pestanejar então é melhor fugiu porque alguém está indo na sua direção!

Não esqueça que esse é um game de mundo aberto

The Evil Within é um game que o vai recompensar pela exploração. É necessário entrar em edifícios para pegar itens que vão ser muito necessários na sua sobrevivência. Logo, é útil que vá explorando suas redondezas enquanto se dirige para seu objetivo principal.

Além disso, andar pelo meio das ruas vai provavelmente levar você até à morte. Felizmente, o game tem muitos atalhos e vielas para você percorrer, fazendo com que fique mais escondido. Estabeleça sua rota por caminhos alternativos para aumentar suas chances de sobrevivência.

Complete todas as missões, incluindo as secundárias

É muito importante que você não só complete suas missões, mas também alguns objetivos opcionais que pode pegar. Essas missões secundárias devem ser completadas assim que possível porque vão conceder a você recompensas muito úteis, como novas armas e bolsas que aumentam sua capacidade de inventário.

Construa itens e melhore suas armas

The Evil Within 2 tem um sistema de construção fácil. Você apenas tem que pegar os materiais pelo mundo e os usar para criar itens. Embora o possa fazer em qualquer parte, o melhor será mesmo planejar o que quer fazer e levar seus itens a um banco de trabalho que pode encontrar em alguns pontos seguros. E ao fazer isso aproveite para criar um pouco de tudo, pois não sabe que itens vão fazer falta enquanto andar em suas aventuras. No início do game, tente se focar principalmente em munições para sua pistola de mão.

Nos bancos de trabalho, você também pode melhorar suas armas e, nesse caso, deverá começar a fazer o mais cedo possível. Cada melhoramento que você faça não vai ficar ativo apenas na arma que você está usando no momento, mas em todas da mesma categoria. Ou seja, se você melhorar uma pistola fraca na realidade todas as pistolas que pegar no futuro vão ter esse melhoramento incluído.

Evite entrar em combates desnecessários

Nesse início de jogo, seu personagem não terá várias habilidades que ajudam em combates. Sejam eles corpo a corpo ou com armas de fogo. Dessa forma, vá “comendo pelas beiradas”. Sim, elimine zumbis desgarrados para ganhar o gel verde que ajuda justamente a melhorar suas habilidades. Mas evite confrontos com grupos de monstros ou com criaturas que parecem assustadoras (elas são fortes, vai por mim).

Use os arbustos para passar desapercebido

The Evil Within 2 usa o bom e velho arbusto (consagrado em Assassin’s Creed, Uncharted e tantos outros jogos) como camuflagem. Portanto, aproveite os arbustos em Unity para andar camuflado e/ou fazer um aproach ninja antes de fazer aquele ataque furtivo.

Faça as missões paralelas

Sempre que possível, faças as missões paralelas em Unity. A primeira que já aparece logo de cara é para procurar por um armazém de armas. Do it (faça). Além de pegar munição pra chuchu, você conseguirá ótimas armas, como o virote (besta) e a shotgun.

Rifle “sniper” no telhado

Unity se parece com uma cidade de interior, cheia de casas pequenas, igreja e parque. Porém, há um prédio nela. E é nele que você precisa subir. Não chega a ser um arranha céu, mas é uma construção alta que se destaque dentre as outras. Em uma das laterais da construção há uma escada. Suba e procure pelos corpos de membros da Mobius. Só cuidado com os zumbis errantes que você pode encontrar por lá.

Reviste os soldados Mobius

Sempre que possível, reviste os soldados da Mobius mortos em Unity. Eles tem os melhores loots. Desde munição, porções generosas de gel e até itens que só eles lhe darão, como melhores repositórios de munição, seringas curativas etc. É claro que o jogo, sabendo disso, escolhe a dedo os locais para os policiais estarem caídos. Geralmente perto de algo em risco. Mas, mesmo assim, é possível saquear vários corpos e voltar com recompensas bem legais.

Se avistar uma imagem de santa, quebre-a

Calma. Sebastian Castellanos não virou nenhum religioso fanático. É que as imagens de santa em The Evil Within 2 contém chaves para você desbloquear itens em um armário que fica ao lado da cadeira elétrica na qual você obtém seus poderes.

Deixe para craftar em refúgios

Em The Evil Within 2 é possível melhorar armas e criar os itens que você usa no jogo. É possível fazer isso em bancadas espalhadas pela cidade. Logo de cara você encontra uma, no abrigo do O’Neil. O abrigo é um dos refúgios do jogo. Você até encontrará bancadas (workbenchs) “soltas” em algumas casas na Unity. Porém, criar itens nesses locais custará o dobro dos materiais que os refúgios lhe cobram. A não ser que você precise muito, guarde seus itens para criar em refúgios.

Pausa para o cafezinho

Quem não gosta de um café quentinho? Ainda mais passando o perrengue que o Castellanos passa em The Evil Within 2. Qual não foi minha surpresa quando, ao adentrar no primeiro refúgio do jogo, dei de cara com uma máquina de café. E, para minha surpresa ainda maior, o café recuperou completamente minha energia. Incrível! Portanto, se estiver voltando para um refúgio após uma missão e a energia não estiver lá essas coisas, tente economizar suas seringas já pensando naquele café quentinho do refúgio. Só não abuse, pois o café demora um tempinho para ficar pronto novamente.

Olho vivo no indicador de som

Em The Evil Within 2, há um indicador de barulho que fica na sua tela. Sempre que um zumbi ou monstro estiver por perto, o sensor mostrará umas ondas de som (parecem também com um eletrocardiograma, se você já viu um). Quanto mais perto do zumbi, mais ondas você verá. Portanto, sempre que tiver ondinha, tem zumbizinho. 

Upgrades

O mais importante de tudo; foque em estamina. Saiba que o personagem tem um péssimo fôlego. Sua barra é pequena e esvazia rápido. Então melhore dois níveis dessa barra. Você poderá ter uma chance melhor de correr de uma encrenca.

Depois dessa barra procure melhorar atributos que não envolvam o ataque. Não fará grande diferença. Veja os upgrades de estamina, vida etc, mas não de seu ataque.

Perceba as melhorias “laterais”. Toda árvore possui o principal a ser melhorado e o que rodeia a melhoria. Veja o que melhor te ajudará na progressão do jogo.

Particularmente, eu investi um pouco na árvore de furtividade. Diminuindo o ruído dos meus passos e aumentando a velocidade da caminhada agachada. Com isso, a dica que dei sobre o ataque furtivo fica ainda melhor se pensar por esse lado.

Melhoria de arma

Pense na melhoria da sua pistola. Claro, esse foco voltado mais para o início do jogo. Não gaste suas peças com nada diferente do que a capacidade de balas no pente e a cadência de tiro.

Sobre a quantidade de balas a explicação é muito simples; quanto mais munição disponível, melhor. Lembrando que arma de fogo é apenas para momentos de alta dificuldade, seja eles quais forem. E outro ponto é de você não deixar munição para trás no cenário. Se sua arma estiver cheia, você não coletará as balas, nem mesmo para ficarem em inventário. O que faria sentido se fosse assim, mas fazer o que né?!

A cadência vai te ajudar diretamente em momentos de aperto. Caso esteja sendo seguido por muitos inimigos ou tenha alguma criatura muito forte e é preciso mata-lo o quanto antes, a velocidade de disparo da arma será essencial. Ficaria muito difícil matar duas ou três criaturas que te perseguem se a sua arma demora para atirar.

Essas duas melhorias, você pode gastar peças para um upgrade cada ou dois. Fica a seu critério. Depois de estar bom o suficiente nesses dois aspectos, você pode pensar no resto. Na potência, na velocidade de recarga ou em outra arma.

Procure as chaves

Caso não tenha saco para procurar as famigeradas chaves, com certeza encontrará a localização delas na internet. Mas lembre-se, na grande maioria das ocasiões elas ficam dentro de estátuas. Não é tão fácil de encontra-las, mas ajudaria muito caso encontre.

As chaves lhe darão acesso aos armários da sala de upgrades. Com uma chave em mãos, então a sorte estará lançada. Mas praticamente, sempre, você obterá bons itens.

Referências:

Alvanista, Última ficha, Aficionado, wikipedia, techtudo.