Age of Mythology

Produzido pela Ensemble Studios e distribuído pela Microsoft Game Studios, Age of Mythology, ou AoM, como é conhecido, é um jogo de estratégia em tempo real, lançado em 2002 para PC. O jogo é um spin-off do clássico Age of Empires, entretanto, ao contrário do AoE que é baseado em história real, o jogo é baseado na mitologia nórdica, grega e egípcia. Sua campanha segue um almirante atlante, Arkantos, que é forçado a viajar através dos territórios das três culturas do jogo, caçando um ciclope que está auxiliando Poseidon contra Atlântida.

Jogabilidade

Assim como outros jogos de estratégia, a jogabilidade de Age of Mythology é baseada em construção de cidades, coleta de recursos, criação de exércitos e, por fim, destruição de unidades e edificações inimigas. Sendo assim, os jogadores são capazes de combater e conquistar cidades e civilizações rivais. Os jogadores avançam suas tribos através de quatro idades, ou eras: começando pela Idade Arcaica, o jogador pode atualizar para a Idade Clássica, a Idade Heroica, e finalmente, a Idade Mítica. Cada atualização para uma era superior desbloqueia novas unidades e tecnologias para o jogador, fortalecendo sua colônia, contudo, a atualização requer certa quantidade de recursos a ser paga, e certas edificações a serem construídas.

Recursos

Há quatro tipos de recursos no AoM, Madeira, Ouro, Comida e proteção divina. Os recursos servem para treinar unidades, erguer edificações, fazer melhorias, etc. As unidades civis, são responsáveis por coletar recursos. Caçar animais, coletar frutos, pecuária, agricultura e pesca são os métodos para se conseguir comida. Para conseguir madeira, somente  derrubando árvores. O ouro é conseguido através de troca ou por mineração. Alguns recursos podem também ser obtidos através de poderes divinos especiais, como o poder “Abundância”.

O poder “Prosperidade”, concedido pela deusa egípcia Ísis, faz com que aumente a velocidade de produção de ouro. Então ele também tem um efeito indireto sobre o recolhimento de recursos. Cada civilização pode comprar atualizações que aumentam a taxa de recolhimento dos recursos. A proteção divina é conseguida de diferentes formas para diferentes civilizações: jogadores gregos ganham-na por ter aldeões rezando nos templos, jogadores egípcios ganham-na por construir monumentos que geram a proteção, e por fim, os jogadores nórdicos a ganham em combate, caçando ou por possuir heróis. O jogo também possui um mercado, no qual você pode vender, comprar ou trocar recursos.

Civilizações

Há três civilizações jogáveis em Age of Mythology: os gregos, os egípcios e os nórdicos. Cada civilização tem três deuses maiores. Para os gregos, Zeus, Hades e Poseidon; Ísis, Rá e Set para os egípcios; e Tor, Odim e Loki para os nórdicos. Antes do jogo começar, o jogador escolhe seu deus maior. Toda vez que um jogador avançar para a próxima idade, ele deve escolher um entre os dois deuses menores. Os deuses menores são relativamente menos significativos historicamente que os deuses maiores. Entre os deuses menores estão Bast, Afrodite, Atena, Hórus, Njord, Hera e Ártemis. Todos os deuses concedem ao jogador tecnologias únicas, unidades míticas e um poder divino único, uma habilidade especial que pode tanto beneficiar o usuário quanto prejudicar o oponente.

Gregos

Os gregos proporcionam ao jogador, bons batedores e podem treinar batedores aéreos Pégasos ou aquáticos, Hipocampos (Poseidon). Eles treinam suas unidades na Academia, nos Campos de Arqueiro e nos Estábulos. Suas unidades humanas são mais fortes que as das demais civilizações, mas são também mais caras. Seus heróis são poderosos heróis da mitologia grega, como Teseu, Héracles, Odisseu, Aquiles, Jasão, etc. Você só pode ter um de cada, mas caso ele morra, você poderá treinar outro. Os Gregos têm uma arma de cerco de mira na terceira idade, o Trabuco. Na quarta idade, eles podem treinar torres Helepolis. Possuem 2 poderes de destruição em massa (terremoto e tempestade de raios), respectivamente úteis contra edificações e unidades inimigas.

Egípcios

Um característica dos egípcios é que eles possuem uma civilização mais defensiva, com poderosas construções, bem como, muros e torres. Seu faraó é um herói livre que ressuscita ao morrer (Osíris pode conceder ao jogador um segundo Faraó e ainda transformá-lo no “Filho de Osíris”, um faraó mais poderoso mas que não pode ser curado). Ele pode “abençoar” construções para que estas aumentem suas produções (Os Sacerdotes de Rá também podem). Também é possível treinar sacerdotes que curam suas unidades e danificam unidades míticas inimigas. Suas armas de cerco são poderosas e eles também têm Elefantes de Guerra. Possuem dois poderes de destruição em massa (meteoro e tornado). Além deles apenas os gregos têm esse tipo de poder.

Nórdicos

Se falar de agressividade, é com os nórdicos. Eles podem treinar soldados já na primeira idade, além do que, é a infantaria que constrói, fazendo com que os coletores somente coletem recursos e posicionem fazendas. Os nórdicos podem treinar anões no centro da cidade, que são coletores especialistas em mineração. Ao contrário dos outros que constroem depósitos para armazenar recursos, os nórdicos podem treinar carros de boi a partir do centro da cidade, em outras palavras, eles são transformados em depósitos de recursos ambulantes, e todos os seus coletores podem ser transformados em infantaria por um pequeno custo. Seu herói, Hersir pode ser treinado na Casa Comunal ou no templo. Hersir geram proteção divina mesmo quando ociosos, podem ser criados mais de um Hersir, ganham o dobro de proteção ao lutar. O jogador pode transformar coletores em heróis pelo poder de Balder, Ragnarok.

Unidades

A maior parte do exército de cada civilização, são humanos. Você tem um número máximo de população em sua vila, a capacidade aumenta, a medida que, você constrói casas (tem um número máximo que pode construir), e Centro da Cidade, a construção principal do jogo. Cada unidade tem um custo de espaço, ou seja, você não poderá colocar unidade a mais do que a capacidade do local, no caso das casas, são dez. Cada tipo de unidade, pode ser melhoradas, tornando-as mais fortes. As unidades Míticas são poderosas, porém, não desequilibram muito o jogo, pois sua produção é limitada pelo recurso favor (proteção divina). Elas podem derrotar facilmente exércitos humanos, mas são vulneráveis a heróis, por exemplo.

Categorias

As unidades são classificadas em sete categorias, são elas; infantaria, arqueiros, cavalaria (que são geralmente classificadas como unidades humanas), armas de cerco, unidades navais e unidades míticas. O formato das batalhas, funciona como o conhecido método de pedra, papel e tesoura, ou seja, a infantaria causa dano extra para cavalaria, a cavalaria causa dano extra para os arqueiros, e os arqueiros causam dano extra para a infantaria, entretanto, ao mesmo tempo, cada um dos tipos de unidade tem uma “contra-unidade”.

Heróis

Os heróis são extremamente efetivos contra unidades míticas, que por sua vez, fazem grande dano a unidades humanas. Os heróis têm também a capacidade de coletar relíquias, que concedem ao jogador bônus adicionais militares ou econômicos, quando depositadas em um templo. Enquanto os heróis são geralmente mais poderosos que unidades humanas, eles geralmente não são tão rentáveis como usar unidades míticas ou outros humanos contra elas.

Edificações

Os edifícios são divididos em três categorias;  imóveis econômicos, edifícios militares e estruturas defensivas.  O imóvel econômico mais importante é o Centro da Cidade. Todas as unidades civis são treinadas no Centro da Cidade, com exceção de caravanas de comércio e navios de pesca, assim como, algumas outras tecnologias. Mais importante  ainda, os avanços da idade são pesquisados neste  edifício. O Centro da Cidade tem a capacidade de armazenar quinze unidades de população. As edificações são capazes de pesquisar melhorias tecnológicas, bem como disponibilizar recursos para o jogador. Com exceção dos civis, todas unidades são treinadas em edifícios militares. Além disso, os edifícios militares também são usados para pesquisar tecnologias específicas militares, como melhorias de armadura e ataque. No caso das construções defensivas, como torres e muros, não servem para treinar unidades, elas são usadas somente para fins de defesa.

Outro tipo de construção importante  disponível para os jogadores, é a Maravilha. Trata-se de um grande edifício que representa uma obra arquitetônica da civilização. Em alguns modos de jogo, a partir de quando um jogador construir uma maravilha, uma contagem regressiva de dez minutos começa. Se a maravilha ainda estiver de pé depois da contagem regressiva terminar, o jogador que construiu a maravilha ganha a partida.

Modo campanha

Age of Mythology, possui uma única campanha, com 32 etapas em que o jogador passa por todas as três civilizações. A campanha, intitulada ” A Queda do Tridente”, segue o general Atlante, Arkantos, passando por alguns mitos reais e outros criados para a campanha. Assim como todos os outros jogos, esse é o modo do jogo em que você  joga para zera-lo.

MultiPlayer

Através da  Ensemble Studios Online, ou via uma LAN direta ou uma conexão IP. Age of Mythology inclui uma conta multijogador grátis na ESO, que permite ao jogador jogar partidas assim como conversar com outros jogadores. Nos jogos multiplayer, há sete diferentes modos de jogo disponíveis: Supremacia – O modo de jogo padrão – inclui mapas gerados aleatoriamente; Conquista é similar à Supremacia, mas só consegue a vitória ao derrotar todos os demais jogadores; na Deathmatch, o jogo começa com altas quantias de recursos, mas o jogo é o mesmo da Supremacia.

Em “Lightning”, a jogabilidade também é idêntica à Supremacia, mas a velocidade é dobrada; no modo Nômade, os jogadores iniciam com uma unidade civil, e não têm Centro da Cidade, e precisam construir uma assentamento; o objetivo de Rei da Colina é controlar um monumento no centro do mapa por um determinado período de tempo; e em Morte Súbita, um jogador perde se seu Centro da Cidade for destruído, e ele falhar em reconstruí-lo dentro de determinado período de tempo (2 minutos).

Recepção

Age of Mythology obtivera ótima recepção crítica. O jogo vendeu 1 milhão de unidades em apenas 4 meses, como resultado, um sucesso comercial, chegando a platina quatro meses após seu lançamento. A recepção do jogo pela crítica foi em geral positiva: foi avaliado como 89% tanto pelo Game Rankings quanto pelo Metacritic. Os elementos de jogabilidade foram recebidos positivamente, apesar de alguns reviewers (avaliadores) terem criticado a campanha como extensa e repetitiva.

O que você acha desse grande jogo? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Journey to the Savage Planet

Journey to the Savage Planet é um jogo de aventura para 2020 desenvolvido pela Typhoon Studios e publicado pela 505 Games. Foi lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em 28 de janeiro de 2020, com uma versão do Nintendo Switch lançada em 21 de maio de 2020.

Gameplay 

Journey to the Savage Planet é um jogo de aventura jogado de uma perspectiva em primeira pessoa . No jogo, os jogadores têm a tarefa de explorar o ARY-26, um planeta colorido habitado por várias formas de vida alienígenas. A principal tarefa do jogador é catalogar várias flora e fauna alienígena e coletar os recursos necessários para criar novos itens e atualizações, como jetpacks e ganchos , que permitem que os jogadores cheguem a áreas anteriormente inacessíveis. Os jogadores também encontrarão várias formas de vida hostis, que podem ser derrotadas usando armas como armas a laser e itens jogáveis ​​como granadas de ácido. O jogo também pode ser jogado em cooperação com outro jogador. 

Use sua capacidade de slides

Existem várias maneiras de percorrer o AR-Y 26, mas deslizar é tão importante quanto correr ou fazer jetpack. É mais útil quando você precisa reabastecer sua barra de resistência, ou se você está fugindo de ataques inimigos, então vale a pena saber como executar esse movimento.

Para deslizar, clique no botão esquerdo e pressione o botão B no seu controlador. Se estiver jogando no PC, pressione Shift e, em seguida, a tecla C.

Siga o waypoint certo

Os marcadores de waypoint ajudarão você a navegar pelo AR-Y 26, mas existem cores diferentes para fins específicos. O marcador roxo indica sua próxima missão principal, amarelo significa uma missão que você está rastreando no momento e laranja é como encontrar o caminho de volta para o seu navio Javelin.

As setas ao redor de cada marcador também indicam a direção que você precisa seguir. Se o seu criador tem uma seta acima e à esquerda, isso significa que você precisa seguir para cima e para a esquerda da sua posição. Você também é informado sobre a distância que seu objetivo está para saber o quão perto está de chegar ao seu destino.

Ativar teleportadores estrangeiros

Correr pelo AR-Y 26 só o levará até agora. Com o tempo, pode ser um pouco chato caminhar de e para cada local. Encontrar teleportadores alienígenas e ativá-los permitirá que você viaje rapidamente para áreas que você já visitou. Procure cada nova área que encontrar para teleportadores alienígenas, para que seja mais fácil atravessar este planeta selvagem.

Atire à Vista

À medida que você explora, você se depara com diferentes fauna e flora que podem ser digitalizadas usando o visor. Não há nada que o impeça de matar animais e plantas depois de fazer isso.

Cada organismo descarta diferentes recursos que você precisará coletar para atualizações (mais sobre isso posteriormente). Silício, carbono e alumínio são essenciais se você deseja criar novos itens. A menos que você tropece nas veias dos recursos, terá que atirar para matar para adquirir elementos suficientes para criar seus novos gadgets.

Atualize seu inventário sempre que possível

Depois de adquirir recursos suficientes, você pode atualizar sua pistola Nomad, viseira de capacete e muito mais para ajudá-lo a explorar. Mas você também precisará encontrar Alien Alloys para melhorar seu equipamento. Eles estão espalhados pelo AR-Y 26 em áreas secretas e como parte de quebra-cabeças, para garantir que você explore todos os cantos e recantos que encontrar para obtê-los.

Há muitas criaturas que querem matá-lo, locais que você não pode acessar sem certas atualizações e segredos esperando para serem descobertos. A atualização do seu inventário tornará seu trabalho muito mais fácil.

Lembre-se de revisitar as áreas exploradas

Journey to the Savage Planet é um jogo que você pode concluir em 15 a 20 horas, se você se mantiver rígido no enredo. Existe até uma conquista ou troféu para terminar o jogo em quatro horas que interessará aos corredores de velocidade entre vocês.

O encanto do Savage Planet reside na descoberta de seus segredos. À medida que avança, você se depara com lugares que não pode acessar ou alcançar. Anote-os e retorne a eles assim que tiver a atualização necessária. Pode ser muito frustrante finalmente atualizar seu jetpack e esquecer onde estava a área secreta em um dos locais anteriores do jogo.

Experiências científicas valem a pena

Depois de um certo ponto, você desbloqueará missões secundárias opcionais chamadas Experiências Científicas. Você pode obter quatro Ranks do Explorer, completando-os, e cada novo rank concederá acesso a determinadas atualizações.

Alguns são simples de concluir, como obter amostras vivas de diferentes criaturas. Outros são mais assustadores e baseados em habilidades. Leia com atenção o que cada experimento pede de você. Cada um oferece dicas sobre como concluí-los. À medida que você explora, fique atento às oportunidades que parecem relacionadas, para não ficar tropeçando por horas a fio.

Está tudo bem morrer

Apesar de seus melhores esforços, você morrerá em algum momento. Em outros jogos, isso resultaria em uma tela “Game Over” e reiniciaria de um ponto de verificação recente.

Felizmente, Jornada à natureza estridente do planeta selvagem significa que a morte não é o fim de sua aventura. Você é trazido de volta como um clone pela Câmara de Replicação de sua nave, o que permite continuar sem repercussões.

Se você retornar ao local onde morreu, também poderá pegar todos os recursos que tiver caído e conseguir uma conquista ou troféu tirando uma foto do seu cadáver.

Alimentar os pássaros fornece mais carbono do que matá-los 

Essa dica só se aplica realmente muito cedo, mas alimentar os pássaros-papagaio que você encontrar primeiro, com a comida enlatada que você pode jogar, renderá duas vezes mais carbono do que matá-los. É menos importante mais tarde, à medida que você descobre depósitos e criaturas minerais maiores, mas nas primeiras horas mais ou menos isso deve lhe dar um impulso na criação. Você pode até ganhar um troféu ou conquista por jogar comida em um papagaio para que outros o comam. 

Os Orange Goos fazem um barulho que você pode ouvir

As Goos de Laranja que você come para melhorar a saúde e a resistência produzem um pulsar pulsante distinto, pelo qual você deve manter uma atenção. Mais tarde no jogo, você pode criar uma atualização que os marque claramente em seu HUD, mas até então ouça perto de quaisquer bordas ou arbustos para obter uma pista, pode haver uma escondida. 

Fique de olho nos depósitos de rochas

Você pode ver grandes quantidades de rochas cristalinas facilmente à distância, depois de saber como cuidar delas. Embora seu principal objetivo seja cuspir 50 unidades dos vários minerais necessários para a elaboração, eles também costumam indicar que algo mais pode estar por perto. Coisas como Orange Goo, Alien Alloys ou outros segredos. Basicamente, sempre verifique um caso, mesmo que você não queira os recursos.  

Digitalize TODAS as coisas

Digitalize tudo tocando no D-pad quando tiver um momento. Enquanto o jogo se concentra na digitalização de criaturas, quase tudo pode ser digitalizado e existem itens colecionáveis ​​que você pode perder no início antes de adquirir o hábito. Estruturas, objetos, plantas e praticamente qualquer coisa que você possa ver podem ser digitalizados apenas uma vez. É fácil esquecer quando você entra em uma área e é atacado, então lembre-se de ativar a verificação do scanner sempre que pensar nela. 

Siga os tentáculos para abrir os cofres que contêm ligas Alien

Você verá plantas de cofre alienígenas distintas em todo o planeta selvagem que se fecham quando você se aproxima delas. No entanto, você desejará as Ligas Alienígenas que eles contêm para criar atualizações vitais. Alguns exigem que você mate todos os monstros que aparecem antes de serem abertos, o que é fácil. Outros precisam de você para filmar três cascas de laranja pulsantes para liberar as mercadorias. É fácil encontrá-los no início, mas depois eles podem ser bem escondidos; portanto, siga os tentáculos que emanam dos cofres, pois cada um deles levará a uma cápsula. Porém, esteja avisado: quanto mais no jogo você tiver, mais habilidades e equipamentos precisará para alcançá-los. 

Não ignore os experimentos científicos ou as atualizações que eles desbloquearem 

Há uma série de experimentos científicos em seu diário que envolvem coisas como matar certas criaturas de maneiras específicas ou outras tarefas. É fácil ignorá-los inicialmente, pois as recompensas não são imediatamente óbvias. No entanto, concluir esses upgrades da sua classificação geral, que por sua vez desbloqueia novas atualizações. Coisas como aprimoramentos adicionais de salto e aprimoramentos do scanner são mais bem sucedidos mais cedo ou mais tarde, para evitar retrocessos e maximizar a eficiência de sua exploração. Portanto, tente marcar as experiências mais cedo ou mais tarde. 

Se você não pode completar um objetivo, mas não tem mais nada para fazer, explore

Journey to the Savage Planet tem uma mecânica de missão um tanto estranha, onde seus objetivos são desbloqueados ocasionalmente, descobrindo e examinando coisas novas. Obviamente, o objetivo é incentivar a exploração e a investigação, mas também é possível perder áreas ou criaturas completamente e ser deixado solto. Se você se deparar com uma missão que ainda não pode concluir, mas nada mais desencadeia, vasculhe as áreas anteriores para ver o que perdeu. Comece no último teleportador que você desbloqueou enquanto a história avança principalmente, mas depois volte atrás se isso não ajudar – é possível chegar a outras áreas antes do jogo, o que pode confundir as coisas.

Não perca tempo tentando chegar a áreas que você não pode alcançar – você provavelmente ainda não possui a atualização correta

Às vezes, você pode pensar que pode apenas alcançar alguns materiais ou uma alcova interessante apenas para ficar aquém. Ou encontre uma porta batendo em você – nem sempre é claro se você está fazendo algo errado ou simplesmente não tem o equipamento certo. Spoiler: quase sempre você não tem o equipamento certo. Se você não conseguir chegar facilmente a uma área, não perca horas tentando, siga em frente e volte quando estiver melhor equipado. 

 Não se esqueça de voltar ao seu navio de tempos em tempos

É fácil o suficiente coletar seu saque quando você morre, mas evite preocupações e volte ao navio ocasionalmente para depositar o que coletar. Você não apenas manterá todos os materiais de fabricação e Ligas Alienígenas em segurança, mas poderá criar alguns equipamentos novos, acompanhar alguns e-mails e assistir ao anúncio estranho.

Crie atualizações que você obtém o mais rápido possível

Isso acompanha a conclusão de experimentos científicos para desbloquear mais opções, mas sempre crie coisas no momento em que você as desbloqueia. Novos equipamentos que aprimoram suas habilidades de escaneamento e salto ajudam a encontrar mais atualizações e novas áreas. Os leves aspectos de Metroidvania do jogo também significam que existem áreas e itens que você encontra desde o início e que não pode acessar até que as coisas sejam criadas mais tarde, então não adie.

Sacos e plantas de sementes geralmente terão o que você precisa em novas áreas, mas …

Existem vários sacos e plantas de sementes que fornecem ferramentas que você pode usar – coisas como granadas explosivas e ácidas ou sementes de garra que permitem criar paredes escaláveis. Geralmente, quando você alcança uma nova área, isso inclui o que você precisa para prosseguir. Portanto, se você precisar subir, procure Vines Seeds e assim por diante. Se você acha que não pode prosseguir ou derrotar uma certa criatura, verifique o que está ao seu redor para obter ajuda. 

Estocar sempre em outras áreas

No entanto, como você voltará a percorrer e cruzar o mapa várias vezes, poderá ocasionalmente entrar novamente em uma área por uma rota diferente e achar que não precisa dos suprimentos disponíveis. Pegue tudo de qualquer maneira. Você pode encontrar um quebra-cabeça ou desafio em outro lugar que precise de algo que não seja local, enquanto as opções mais ofensivas – explosivos, ataques ácidos e elétricos – podem fazer uma enorme diferença nas lutas contra chefes. 

Volte frequentemente ao seu navio para depositar seus recursos

Vagando por um planeta alienígena e juntando recursos é um trabalho perigoso. Você sempre pode recuperar seus recursos depois de morrer, mas nem sempre é conveniente (ou garantido).

Em vez disso, volte sempre para o seu navio. Toda vez que aparecer dentro do habitat do dardo, você depositará automaticamente tudo o que coletou em armazenamento. Dessa forma, você criará reservas para atualizações de impressão e não precisará se preocupar tanto em rastrear seu cadáver para recuperar suas coisas.

Procure acima e abaixo os caminhos ocultos

Há muita verticalidade no Savage Planet, titular – mesmo além de todas as ilhas flutuantes. Nem todos os caminhos que levam a tesouros escondidos como Alien Alloy ou Orange Goo estarão ao nível dos olhos. Procure por bordas e pontos de agarrar que levem à frente. Verifique nas bordas das falésias as bordas abaixo de você. Corte a grama do espaço e você poderá encontrar uma entrada da caverna para se agachar.

Atualize seu visor para encontrar recursos no seu HUD

Não demorando muito em sua jornada, você começará a receber missões do Experimento Científico. São tarefas do tipo coleção, como chutar Pufferbirds ou escanear 50% dos recursos do planeta. Concluí-los desbloqueia novas camadas de atualizações na impressora 3D do seu navio.

Existem três conjuntos de missões científicas. Completar o primeiro (Rank: 1 – Junior Explorer) desbloqueia as atualizações do Orange Goo e do Alien Alloy Detector para o seu visor. Eles marcam qualquer Goo Laranja ou Liga Alienígena nas proximidades (obviamente) no seu HUD durante a digitalização. E isso é importante porque …

Referências:

Games Radar, Fanbyte, Polygon, Wikipedia.

Lords Mobile

Desenvolvido e publicado pela IGG, Lords Mobile do tipo MMO medieval onde seu forte é estratégia. Foi lançado em 26 de fevereiro de 2016, inicialmente para mobile, posteriormente, com tamanho sucesso, chegou aos PCs em 2019.

O jogo

O jogador deve construir e manter seu reino, melhorando estruturas, treinando exércitos, coletando e gerenciando recursos e se protegendo de ameaças. Ao mesmo tempo, o jogador deverá usar boas estratégias para atacar vizinhos, capturar heróis adversários. O jogo tem um cenário bastante competitivo. O jogo também conta com atividades cooperativas e os jogadores podem buscar aliados para criar ou participar de guildas.

Iniciando

Para se dar bem no jogo, você precisará de uma boa estratégia logo no início. Inicialmente, foque apenas nos recursos e construções necessárias para o começo. Use o espaço do seu reino de forma inteligente.

Recursos

A única forma de conseguir recursos, é construindo os edifícios apropriados que produzem cada um, são eles:

  • Fazenda – Produz comida. Usada para sustentar tropas.
  • Mina – Produz minério. Ele é usado para várias coisas, como melhorar outros edifícios ou fazer Pesquisas.
  • Serraria – Produz madeira. Usada, principalmente para treinar tropas.
  • Pedreira – Produz pedra. Você usará para fazer a melhoria de outros edifícios.
  • Mansão – Produz ouro. Ele é usado para aumentar a velocidade do treino das tropas.

Construa o necessário

Você verá, conforme joga, que tudo tem a hora certa para construir. Inicialmente, construa apenas os edifícios necessários para a primeira fase do jogo. Existem apenas 22 espaços para edifícios de recursos, então use os espaços com sabedoria, por exemplo; no começo, deixe a mansão de lado, você não precisará de ouro no início. Não se preocupe, conforme for preciso, você poderá destruir um edifício e colocar outro no lugar conforme necessidade. Vale a pena saber, que depois de um certo nível, você poderá pedir ou ajudar com recursos na sua guilda.

Edifícios táticos

Como no caso dos recursos, você precisará usar de estratégia para formar seu exército. São 18 espaços para você construir a parte tática, sendo um reservado para o cofre. Construa apenas uma Caserna, não é nada bom treinar grandes grupos de soldados ao mesmo tempo. Agora é a hora de você focar no ouro, construindo pelo menos 8 mansões. Alem de tudo, construa pelo menos 2 Enfermarias, ela que vai curar seus soldados machucados.

Tropas

Mais do essencial, os exércitos são de extrema importância no jogo. Treina-los com sabedoria e usar a estratégia correta, fará de você, o vencedor da batalha.

Tipos de tropas

No game, são 4 tipos de tropas; Infantaria, Atiradores, Cavalaria e Armas de Cerco. Cada uma delas tem também um nível que pode upar e, assim, aumentar os seus atributos. Colocando seus soldados no nível 4, você terá todo potencial da tropa, então, tenha isso como seu objetivo.

Você precisa saber

Com exceção as armas de cerco, que são fracas contra todas as tropas, porém, fortes contra construções, as demais funcionam como contra-ataque umas com as outras, ou seja, cada uma tem sua força e sua fraqueza. Abaixo está o básico que você precisa saber para começar:

  • Infantaria contra-ataca Atirador
  • Atirador contra-ataca Cavalaria
  • Cavalaria contra-ataca Infantaria
  • Armas de Cerco contra-ataca Muralha

Hora da guerra

A batalha é o coração do jogo. Nenhuma parte exige tanta estratégia quanto na hora da batalha. Tem vários tipos de ataques e defesas que você pode fazer para se sair bem. Antes de mais nada, confira em alguns fóruns do game, as melhores formas para se dar bem na guerra. São inúmeras estratégias.

Ataque e defesa

A melhor forma de atacar é usar apenas um tipo de tropa. Sonde seu inimigo antes, saiba qual tropa ele tem em maioria, e forme um exército que tenha vantagem sobre essa maioria. Não tem tropa específica que seja melhor em defesa, por isso, treine um pouco de cada para estar preparado para qualquer possibilidade.

Guildas

As guildas são um ponto importante no jogo, as guildas são nada mais que, o grupo que você participa. São essenciais para ajudar você crescer no jogo, então não demore, para formar ou entrar em uma. Na guilda, você poderá pedir apoio e também ajudar, bem como realizar algumas pequenas missões. Uma das coisas mais emocionantes e competitivas do jogos, é o Festival das Guildas.

Monstros

Pelo mapa de Lords Mobile você encontrará monstros de nível 1 a 5. O nível deles depende do level da categoria Monster Hunt na Academia. Vença esses monstros para conseguir bônus, bem como, experiências para seus heróis, além de brinde para a guilda.

Might

O might é o seu nível no jogo, ele que por exemplo, será analisado por outros jogadores ao pedir ingresso numa guilda. No entanto, sua Might não tem relação direta com seu poder de combate. De qualquer forma, é importante cumprir as quests, oferecer auxílio e realizar outras tarefas que contribuirão com sua might.

No PC

Como dito no começo, o Lords Mobile foi lançado também para PC apenas em 2019, se você é dos que iniciaram o jogo no mobile mas prefere jogar no PC, fique tranquilo, nenhum progresso seu será perdido. O Lords Mobile no PC, consegue resgatar os dados da sua conta através do login do Facebook, importando tudo que você já fazia no smart phone.

Conheça

Todos os jogos possui inúmeras coisas para se fazer. Pequenos detalhes que fazem a diferença. É importante saber bastante sobre o jogo, pesquisando, lendo, etc. Não se esqueça que, quanto mais se sabe sobre um assunto, melhor você ficará, e alcançará mais fácil seu objetivo.

Deixe nos comentários a sua opinião sobre esse grande jogo da IGG.

Referência:

Liga dos Games.

No Man’s Sky

No Man’s Sky é um videojogo de ficção científica com elementos de aventura e sobrevivência, desenvolvido e publicado pelo estúdio independente Hello Games. Anunciado com um vídeo durante os Spike Video Game Awards de 2013, No Man’s Sky foi lançado no dia 09 de Agosto de 2016 para PlayStation 4 e a ser lançado dia 12 de agosto de 2016 para Microsoft Windows.

Recentemente, a data de lançamento foi alterada para 9 de agosto (América do Norte), 10 de agosto (Europa) e 12 de agosto (Reino Unido). A mudança foi confirmada pela Sony e pelo próprio criador do jogo. A mudança gerou grande revolta dos fãs, e chegou a causar ameaças à empresa Hello Games.

A versão de Xbox One foi lançada no primeiro semestre de 2018, em 24 de julho.

Em No Man’s Sky, os jogadores são livres para explorar todo um universo, gerado proceduralmente, que inclui cerca de 18 quintilhões (264) de planetas, todos eles com flora e fauna própria. Quando o jogador começa pela primeira vez a jogar No Man’s Sky, é colocado num planeta à beira da galáxia, e a partir dali são livres para irem onde quiserem. O objetivo do jogo é chegar ao centro da galáxia e Sean Murray (programador) referiu que demora cerca de 40 a 120 horas para o jogador chegar a ele. Ao explorar, os jogadores ganham informação sobre os planetas e submetem o que aprenderam para o Atlas, uma base de dados universal compartilhada por todos os jogadores no jogo. Os jogadores também coletam materiais para melhorar o equipamento do seu personagem e comprar naves, permitindo assim que viagem mais para dentro da galáxia, interagir de maneiras amigáveis e hostis com facções espaciais controladas pelo CPU, ou fazer comércio com outras naves. Algumas atividades alertam as chamadas sentinelas, que protegem a vida e os recursos dos seus planetas, tentando matar o personagem do jogador. No Man’s Sky é um universo compartilhado, em que por exemplo os jogadores podem trocar coordenadas de planetas com os amigos, apesar do jogo poder ser jogado sem estar ligado à Internet.

Apesar de todo o hype em torno do lançamento, a comunidade de jogadores e os críticos caracterizaram o jogo como “decepcionante” devido, principalmente, às falhas técnicas e aos bugs. Os desenvolvedores do jogo foram criticados por enaltecer vários aspectos do jogo que ou não estavam presentes ou não funcionavam. Ainda assim, No Man’s Sky foi um grande sucesso comercial.

Sistemas vitais

No canto inferior esquerdo da tela há duas barras importantes para a sua sobrevivência. A de baixo é sua energia, ou “Saúde”, a qual pode ser recuperada com itens. Já a de cima é uma barra de proteção contra atmosferas nocivas e temperaturas extremas e pode ser recuperada em ambientes seguros ou com recursos.

A barra de proteção diminui toda vez que você está exposto a algum componente nocivo da atmosfera de um planeta. Você receberá mensagens de aviso que dizem quanto da proteção ainda está ativa. É possível usar sua arma para cavar uma pequena caverna e se proteger desses efeitos ou recarregar seu escudo com recursos minerados. Algumas plantas também oferecem aumento para a proteção.

Mineração de recursos

Boa parte de No Man’s Sky é obter recursos para se manter vivo. Eles podem ser obtidos em pedras ou plantas com sua arma em modo “Feixe de mineração”. Quando você estiver perto de um objeto que pode ser minerado, ao olhar para ele surgirá a informação de qual elemento que o compõe, como carbono, plutônio, ferro, ouro, entre outros.

Se o material que você encontrou for o que precisa, dispare seu feixe de mineração até obter uma quantidade razoável dele. Não se preocupe em acumular materiais no início da aventura. Concentre-se nos que precisará de imediato para manter suas tecnologias, como Carbono, por exemplo.

Sentinelas

Ao chegar em um planeta você receberá um aviso que diz qual o nível de atuação dos Sentinelas nele. Caso você retire materiais demais de um planeta, pequenos robôs virão verificar o dano que você causou e podem começar a atacar. No canto superior direito da tela, você vê um nível de 1 a 5 de seriedade da situação.

Os sentinelas são como a polícia em GTA, não vale muito a pena enfrentá-los, pois mais deles continuarão a chegar, cada vez mais fortes. Você pode eliminar os que estiverem à vista e às vezes isso bastará, mas o melhor é correr para longe deles e deixar que esqueçam a sua infração. Em último caso você pode voltar à nave e se afastar.

Como recarregar tecnologia

Praticamente todas as tecnologias que você utiliza no jogo precisam ser recarregadas eventualmente com recursos, desde o combustível de sua nave e a proteção do seu escudo até a munição da arma. Para recarregá-los, pressione o painel de toque no Dual Shock 4 para abrir o menu. Mas fique atento, pois o jogo não para ao abrir o menu.

Lá você verá as opções: “Exotraje”, “Nave” e “Multiferramenta”, com vários quadrados dentro deles. Cada tecnologia fica em uma das abas e você pode alternar entre elas com os botões L1 e R1. Basta levar o cursor com o analógico até uma das tecnologias que deseja recarregar, apertar X e ver qual recurso ela utiliza. Caso você já tenha o recurso em mãos, basta segurar X nele para recarregá-la.

Como criar itens e tecnologia

Para conseguir criar objetos mais avançados a partir dos recursos obtidos, você pode usar um sistema simples de “craft”. Basta ir ao inventário, ou ao inventário da nave e exotraje, e escolher um quadrado que esteja vazio. Leve o cursor até ele e pressione X para tecnologia ou quadrado para item.

Tecnologias podem fornecer vantagens para o seu traje, nave ou ferramenta/arma, enquanto que itens criados podem ser utilizados para criar tecnologias mais avançadas, fazer reparos ou revender para raças alienígenas.

Pilotar nave

No começo do jogo, sua nave estará danificada e você pode usar a mineração de recursos e criação de itens para consertá-la. Uma vez que ela esteja em condições, é preciso recarregá-la com combustível, como explicado um pouco acima. Consertada e abastecida, é hora de voar. Caso fique sem recursos no espaço, atire em alguns asteroides para ter mais.

Viagem ao centro do universo

Um dos objetivos do jogo, considerada o principal, é chegar ao centro do universo. Para isso, você precisará utilizar o mapa galáctico para viajar em saltos até sistemas longínquos, desde que adjacentes. De sistema em sistema, você se aproximará cada vez mais do centro para desvendar os mistérios.

Compra e venda

No espaço, em estações espaciais, e nas superfícies em postos avançados, é possível encontrar raças alienígenas dispostas a comercializar com você. No entanto, cada raça fala a sua própria língua e inicialmente você não conseguirá entender o que eles dizem, o que pode causar um pouco de atrito.

Para compra e venda é relativamente fácil escolher os itens e pagar/ser pago com créditos. Caso deseje interações mais avançadas é preciso explorar bem os planetas em busca de objetos que ensinem palavras específicas, que aumentam sua proficiência na língua alienígena.

Missões

Se você está procurando um pouco mais de orientação além de apenas se movimentar no espaço, então um Agente de Missão é seu novo melhor amigo. Esses caras têm uma lista de quests relacionadas a galáxias para dar a você, permitindo que você ganhe mais dinheiro, itens raros ou uma maneira de entrar em melhor forma com outras raças alienígenas.

Eles variam de tarefas simples, como escanear a flora e a fauna, até coletar itens específicos para os comerciantes. Mas seja qual for o tipo de missão que você pegar, de repente lhe dá muito mais para fazer em cada galáxia. Se você quiser obter uma fatia da ação, os agentes da missão estão à espreita em todas as estações espaciais. Basta ir para as plataformas superiores e visitar os contadores até encontrar um alienígena pronto para armazená-lo em tarefas.

Construção da base

O edifício da base recebeu uma mudança significativa com a próxima atualização, e agora você pode construir sua base praticamente em qualquer lugar que desejar em um planeta, em vez de locais predefinidos. Para começar, depois de escolher sua localização, você precisará pressionar o D-pad para acessar o menu do edifício e depois construir um computador base.

No entanto, o material que você precisará para fazer o computador base é Metal cromático, que você pode precisar produzir sozinho se ainda não tiver algum. Para fazer o seu próprio, construa um Refinador Portátil no mesmo menu do edifício e alimente um dos seguintes metais estelares: Cobre, Cádmio, Emeril ou Índio.

Com o seu computador base construído, você pode começar a construir sua base – agora existem milhares de itens para escolher, para que você possa criar algo único. Eu aconselharia a construção de um Terminal de Construção e a contratação de um Supervisor, que lhe dará uma série de tarefas que lhe permitirão ganhar dinheiro rapidamente. Você pode então construir um Terminal Agrícola para cultivar plantas e contratar um Agricultor que irá melhorá-las e cultivar 10 novas espécies exclusivas para sua base.

Outros jogadores

Graças à próxima atualização, a Hello Games finalmente tornou possível encontrar outros jogadores e se unir. Para começar a partir do menu inicial do jogo, escolha Join Game, em seguida, selecione um amigo que já esteja jogando ou entre no Random Game para entrar com o (s) jogador (es) aleatório (s). Se você já está no jogo, você pode ir para a rede Seção Configurações de voz das Opções no menu de pausa e escolha Convidar amigos para enviar seus convites para explorar. Para mais detalhes sobre como tudo funciona, não deixe de visitar nossas dicas essenciais para multijogador do No Man’s Sky.

Portais para se deformar em outros planetas

Portais antigos estão espalhados por planetas e são um pouco trabalhosos de se descobrir, mas os Signal Boosters podem ajudar se você procurar por monólitos. No entanto, como existem alguns tipos diferentes de monólitos, é um pouco arriscado. Se e quando você encontrar um portal monolítico, poderá escolher a opção “localizar um portal” e obter um marcador de mapa para esse portal. Você terá que ativá-lo para usá-lo e você precisará carregá-lo usando isótopos, óxidos e silicatos. Então é só um caso de entrar na sequência de glifos do planeta específico que você quer viajar, que você pode obter de seus amigos se eles fizerem isso em seus próprios planetas, ou extraí-los de viajantes caídos que você encontra em cavernas.

Maximiza seus marcos da jornada

Os Marcos da jornada acompanham seu progresso contínuo em relação a várias tarefas de exploração e são encontrados no menu de pausa, cada um com uma classificação de 0 até o máximo de 10 e mostrando os requisitos para alcançar o próximo marco. Estes são os alvos que você precisa para atingir o topo do ranking:

Exploração a Pé: Viajou 100ks – equivalente a aproximadamente que muitos passos

Encontros Alienígenas: Conheceu ? alienígenas – este era anteriormente 40/45 estrangeiros, mas o limite milestone foi agora aumentado

Palavras coletadas: Aprendeu 150 palavras

Unidades acumuladas: Ganhou 2.000.000 unidades – deve ser realizada de uma só vez, não um total cumulativo

Navios Destruídos: Destruído 80 Naves Estelares

Sentinelas Destruídas: 80 Sentinelas Destruídas – não é necessário para quaisquer troféus / conquistas

Sobrevivência extrema: Sobreviveu a 32 SOLS em mundos extremos – deve ser feito em um único planeta marcado como Extreme sem morrer, aproximadamente 8 horas em tempo real

Exploração espacial: Deformado 60 vezes

Zoologia Planetária: Descobri todas as espécies em 10 planetas – certifique-se de carregar o registro de 100% quando concluído

Ecaneiando 100% das espécies em um planeta

Ao tentar identificar 100% das espécies em um planeta, procure pontos vermelhos na visualização do seu scanner para identificar a fauna que você ainda não coletou. Se você está lutando para preencher todos os espaços em branco em seus registros, então vá para diferentes partes do planeta, e não se esqueça de olhar para cima, pois algumas criaturas voarão – estas são realmente difíceis de marcar normalmente, embora você possa fotografar. baixá-los, em seguida, digitalizar seu corpo no chão. Se você encontrar um planeta com fauna nula, a varredura não contará mais para esse marco da jornada. Portanto, vá para um local diferente.

Itens raros enquanto explora a pé

Ao explorar um planeta a pé, use regularmente o seu scanner para destacar os depósitos de elementos e pontos de interesse, com os ícones que aparecem identificando o tipo de elemento que eles são. Esses ícones de escaneamento local são de 4 faces, para diferenciá-los dos ícones de 6 lados, indicando locais mais distantes. Preste especial atenção aos ícones de pontos de exclamação, pois eles podem denotar itens valiosos como Gravitino Balls e Sac Venom, embora você quase sempre seja perseguido pelos Sentinels se os pegar, então esteja preparado para correr ou lutar.

Atualizar suas capacidades de Exosuit e Starship

Há uma enorme quantidade de coisas por aí para coletar, então você vai querer aumentar sua capacidade de inventário assim que puder. Seu Exosuit pode ser atualizado usando os terminais dentro de Drop Pods em planetas ou em pontos de upgrade em certas estações espaciais, embora cada atualização sucessiva tenha um custo de 10.000 unidades a mais do que o anterior.

Para aumentar sua capacidade de Naves Espaciais, você precisará comprar um novo navio, que pode ser feito em Postos de Negociação ou Estações Espaciais – aproxime-se do outro navio e interaja e faça uma oferta para ver o valor e a capacidade de sua compra em potencial. Se você decidir comprar então Certifique-se de transferir seu inventário existente para o novo navio primeiro, e também desmontar quaisquer atualizações do seu antigo navio para recuperar os materiais.

Se você ainda estiver com pouco espaço, lembre-se de que você pode armazenar duas vezes a quantidade de elementos em um único slot do seu Starship comparado ao seu Exosuit, então use o seu navio para estocar materiais.

Ganhando muitas unidades rapidamente

Anteriormente, se você quisesse fazer um dinheirinho rápido, poderia ganhar muitas unidades negociando itens dentro de uma estação espacial. Esta ainda é uma opção até certo ponto, mas parece que não há mais itens ‘em demanda’ marcados com uma estrela dourada que levam a grandes lucros, o que significa que não há maneira mais rápida e fácil de fazer isso.

No entanto, ainda existem maneiras de agrupar as unidades. Você pode extrair materiais raros dos planetas, assim como procurar na superfície por itens raros, depois ir para um terminal de comércio (você pode encontrá-los em alguns prédios para economizar de volta à estação espacial) e vender seus produtos. Se você construiu uma base com um Terminal Agrícola, também pode cultivar colheitas para vender.

Se você tem um navio decente, você também pode se envolver em Caça aos Prêmios. Voe perto de estações espaciais e você pode receber uma notificação de um navio pirata na área com uma considerável recompensa por destruí-los. Siga o marcador até a nave e abra fogo quando o combate começar – lembre-se de continuar em movimento e ter materiais em modo de espera para reabastecer seus escudos quando necessário. Leve-os para fora e a recompensa é sua.

Entendendo o que os colonos alienígenas estão dizendo

Você pode melhorar sua posição com as várias raças alienígenas, completando interações com elas, e aprendendo suas palavras examinando as Pedras e Monólitos do Conhecimento. Quanto melhor a sua posição, mais opções você terá disponível quando solicitar assistência de Colonos Alienígenas em Postos Avançados e Estações Espaciais, e à medida que você se familiarizar melhor com eles, você desbloqueará a opção de solicitar ajuda do dialeto para aprender ainda mais palavras. Se você tem uma relíquia específica para essa raça, coloque-a em seu Exosuit antes de falar com ela, pois você pode ter a opção de trocá-la por um presente, como uma planta útil.

Colisão com planetas ou estações espaciais

Quando você engaja o seu Pulse Engine no espaço, voa a velocidades francamente aterradoras e não pode realmente guiar, mas não se preocupe em colidir, pois você será automaticamente puxado para fora quando chegar perto de um planeta ou estação espacial. . Melhor ainda, se você já tiver um marcador de local no seu planeta alvo, simplesmente aponte sua nave para ele e ligue o Pulse Engine – você automaticamente seguirá um curso na atmosfera do planeta próximo ao seu destino.

Tipos de edifícios

Existem vários tipos de edifícios que podem ser encontrados em planetas, e cada um deles oferece recompensas diferentes para visitá-los. Prédios Abandonados contêm um terminal com o qual você pode simplesmente interagir, enquanto Centros de Operações e Plantas de Fabricação o desafiam a selecionar a resposta correta para um alerta alienígena – se você souber palavras suficientes, poderá descobrir a resposta correta. Acho que, e como um ponto de salvamento vai estar por perto, você sempre tem a opção de recarregar se você cometer um erro.

Os observatórios são semelhantes, mas você pode escolher o próximo número na sequência exibida na parte inferior esquerda da tela, que normalmente é um dígito mudado de uma extremidade do número para a outra. Fornecer a resposta correta nessas situações pode fazer com que você atualize os projetos, a nova tecnologia, crie fórmulas e mais marcadores de localização a serem explorados.

Proteção contra Riscos acabando

Quando sua Proteção contra Riscos estiver fraca, entre em sua nave ou dirija-se para dentro de um prédio, solte o pod etc e espere que ela se recarregue automaticamente antes de se aventurar novamente. Se você ficar preso do lado de fora, poderá recarregá-lo manualmente, mas isso significa usar substâncias à base de sódio ou Baterias Iônicas, a menos que você tenha Blindagem / Proteção de Fragmentos, portanto, se possível, tente ficar sob uma saliência ou dentro de uma caverna. Se você tiver uma atualização do Plasma Launcher em sua Multi-ferramenta, você pode até mesmo abrir um buraco para se esconder enquanto sua proteção se recupera.

Atlas Seeds e o Atlas Pass

Quer esteja a seguir o caminho do Atlas ou tenha decidido seguir o caminho alternativo, procure as Interfaces Atlas ao longo das suas viagens. Uma vez lá dentro, você receberá várias recompensas, incluindo combustível de propulsão de dobra e uma planta para uma misteriosa Semente Atlas – eu não quero estragar o propósito deles, mas você precisará criar 10 sementes no total antes que elas possam ser usadas, então seja preparado para um longo curso. Observe também as Anomalias Espaciais, pois estas são as melhores localizações para garantir um Atlas Pass que abra portas e contêineres previamente trancados.

Referências:

GameMe, Wikipedia, techtudo.

Last Day on Earth: Survival

Last Day on Earth: Survival é um jogo gratuito para Android e iOS com cenário pós-apocalíptico e estratégia em tempo real. Controle um sobrevivente, que deve construir barricadas, coletar resíduos para montar armas e lidar com a invasão de zumbis. Construa, cace e elabore planos para sobreviver no “último dia na Terra”.

O jogo é da Kefir Games e está em beta aberto, então ele ainda vai crescer muito. Tem atualizações quase toda semana! Com gráficos bem bacanas e câmera isométrica, o jogo roda super bem nos principais dispositivos. O único problema, é que você precisa estar conectado à internet o tempo todo, ou seja, deixe para jogar quando estiver com wi-fi.

Os controles são bem simples e intuitivos, e não é difícil entender rapidamente quais são os principais comandos do jogo.

Em Last Day On Earth: Survival, você precisa explorar os diversos cenários existentes em busca de itens, recursos, armas, comida e o que mais puder ajudá-lo a sobreviver. Além disso, você precisa construir seu próprio abrigo e todas as estruturas que vão te ajudar nessa saga. Fogueira, coletor de água, e por aí vai…

E não esquece que você sente fome, sede, vontade de ir ao banheiro, e precisa até tomar banho!

Um apanhado geral

Em Last Day on Earth Survival você encontrará uma jogabilidade bastante simples no melhor estilo RPG, sem grandes segredos. Apesar da necessidade de urgência que, desde o princípio, o jogo impõe, você perceberá que as funções e categorias são bem simples de entender, com ícones que representam bem a função de cada um e ajudam bastante na hora de compreender e decorar onde ir diante de qualquer necessidade.

Outro fato que é bem interessante no game é que basicamente tudo o que você precisar será construído por você mesmo, o que dá um senso bem legal de multitask. Os gráficos do jogo também são bem interessantes, o que torna a experiência ainda mais completa, amparada por um game desafiante e que, rapidamente, fisga o player em meio à necessidade de atingir seus objetivos e se tornar, de fato, um sobrevivente em um mundo hostil e pouco propício à vida como conhecemos.

Humano de verdade, só você

A primeira coisa que você precisa saber, e lembrar sempre, é que você está sozinho. Todos os outros humanos que você encontrar são controlados pelo computador, o que significa nada de empatia e zero misericórdia. Não se engane: eles irão ataca-lo. E para sobreviver, você precisará construir uma base forte, segura, autossuficiente e repleta de recursos.

Energia é tudo

Como em basicamente todos os jogos de estilo, você estará sujeito a capacidade de energia de seu personagem para sobreviver e abrir caminho frente as missões e objetivos contemplados. Por isso, economizar e gastar apenas o necessário é essencial. Sua energia se recupera automaticamente, porém de forma bastante devagar. Ela é simbolizada pelo raio, no canto direito da sua tela. Você precisará dela para participar de embates, coletar recursos como madeira e pedra e caminhar. Outra dica importante é guardar diariamente um pouco de sua energia para participar de eventos. Quando não tiver nenhum objetivo definido e estiver por vias de encerrar pelo dia, aí sim sinta-se à vontade para gastá-la de forma mais “inconsequente”.

Coletando recursos

Conforme o jogo se desenrola e você for acumulando suas primeiras experiências em Last Day on Earth Survival, você perceberá que, apesar de ser uma das atividades mais básicas e necessárias, coletar recursos está longe de ser algo fácil. Isso acontece, principalmente, devido ao tamanho de sua mochila. Independentemente de seu momento e do quão avançado você estiver no game, vá se acostumando: coletar recursos será sempre uma de suas prioridades, e para ser sincero você nunca poderá deixar de fazê-lo. Quanto menos você tiver que se deslocar para buscar o que precisa, menos energia será gasta e menos riscos de se deparar com uma horda de zumbis ou inimigos você correrá, por isso pense bem antes de montar acampamento.

Junte basicamente tudo o que você puder por aí, mas nunca se esqueça de qual a sua prioridade naquele determinado momento. Outra sugestão é ter na mochila apenas o necessário.

Um mundo onde luxo de verdade é se manter discreto

Logo no começo do jogo, a vontade de criar uma grande base, com alto investimento de recurso e basicamente tudo o que você precisa ao seu redor é evidente. E este pode, realmente, parecer um bom caminho. Não caia nesta armadilha. Em Last Day on Earth Survival seus recursos iniciais são limitados e, por isso, perder tempo com preciosidades do tipo pode ser fatal. Seja humilde e comece apenas com o necessário para, é claro, sobreviver. Conforme o andar da carruagem, se o seu desempenho for satisfatório, aí sim você poderá começar a incrementar sua vida e se dar certos luxos. No começo, rico mesmo é estar vivo. Afinal de contas, estamos falando de um clássico e trágico apocalipse zumbi.

Você ainda é humano, use ferramentas

O que isso quer dizer? Oras, que apesar dos zumbis terem, um dia, sido homens e mulheres, hoje são seres de inteligente infinitamente inferior à sua. Por isso, nada mais justo que tirar proveito desta vantagem. De forma clara, isso significa que antes de qualquer coisa você deverá construir ferramentas básicas para estar sempre um passo à frente. E não estamos falando de nada muito complexo, não, mas sim de elementos básicos como lança, picareta e machadinha. Aliás, guarde e cuide bem destas 3, pois serão os mais utilizados no momento inicial do game.

Comece coletando calcário e pinho longo para conseguir manufaturar as ferramentas que falamos acima. Esta, aliás, é outra característica bem bacana de Last Day on Earth Survival: você será responsável por criar suas próprias ferramentas!

Um lugar para chamar de seu: a base de tudo

Agora que você já possui as ferramentas básicas para coletar recursos, resistir a zumbis e construir, chegou a hora de criar um lugar para chamar de seu. A sua base será responsável por proteger seus pertences de ataques e invasões de zumbis. Ou seja: você tem muita pressa em erguê-la o mais rápido possível. Isso também quer dizer que, neste momento, você não deve se apegar a nenhum luxo. O importante é estar entre quatro paredes! Uma casa pequena é mais do que o suficiente neste momento. Até pelo fato de que você sempre poderá expandi-la, por isso não perca tempo com isso agora. Tempos difíceis pedem medidas funcionais. Pense sempre nisso. Caso queira investir em algo a mais, opte por um Apanhador de Chuva, para ter sempre água disponível e ema estrutura de segurança.

Casa arrumada significa hora de explorar

Agora que você já tem uma base segura para chamar de sua, é hora de ir em busca de melhores condições, onde sua prioridade será sempre angariar cada vez mais recursos que proporcionem mais chances de sobreviver. A Base Alfa, Avião Caído e Entregas Aéreas Militares de Suprimentos estão entre seus maiores objetivos neste momento. É nestes cenários que estão os materiais mais valiosos. Não conte muito com as entregas aéreas, uma vez que ela fornece no máximo itens medianos, mas é bom estar sempre atento nem que seja para dar uma olhada. Já no Avião e na Base Alfa, a história é outra, com probabilidade de equipamentos militares como armas. Para acessar a Base, você deverá ter conseguindo um Cartão A.

Carregue apenas o necessário

Um dos itens mais importantes em Last Day on Earth Survival é a sua mochila, que, como tudo no game, deverá ser criada por você mesmo. No começo, no entanto, você ainda não será capaz de manufaturá-la. Por isso carregar apenas o necessário em suas aventuras mundo afora é o ideal. Se estiver com seu inventário cheio, não será possível coletar os recursos necessários para atingir suas metas e concluir suas obras. Além disso, quanto menos espaço tiver em sua mochila, mais idas e vindas até a base serão necessárias, o que implica em um gasto de tempo e energia muito maiores, algo que pode ser fatal no game.

Além de mais espaço e tempo economizado, outro fato importante para carregar com você apenas o necessário é que, caso você não resista e seja derrotado por zumbis, você perderá tudo que está em seu inventário naquele momento, inclusive os itens equipados. Por isso, nunca, em hipótese alguma, carregue todos os seus recursos com você. Não há absolutamente nenhuma vantagem em fazer isso.

Economize recursos e munição

Depois de explorar a Base Alfa e o Avião, você pode estar todo feliz caso tenha encontrado alguma arma militar, o que é, de fato, motivo para comemorar. Elas representam uma excelente forma improvisada de se proteger em Last Day on Earth Survival e, na realidade, chegará um ponto do game em que você será obrigado a contar com itens do tipo. Um erro muito comum, no entanto, é, assim que conseguir uma metralhadora ou qualquer outra arma, usá-la para tudo. Não faça isso, por mais tentador que possa parecer! Atirar nos zumbis é, realmente, divertido, mas deixe para fazê-lo quando estiver enfrentando hordas inteiras, e náo apenas um ou dois. Nestes casos, derrote-os com uma simples lança. Assim você sempre terá munição para as batalhas realmente complicadas.

Preocupe-se em achar comida

Sem comida você não vai nada longe. Somente se alimentando com alguma boa frequência é que poderá se manter saudável. No jogo há boas opções para adquirir alimento. A mais rápida e mais perigosa é matando lobos e coletando suas carnes. Contudo no início vai ser difícil que sobreviva a muitos embates.

Portanto foque-se primeiramente em plantar. Plante sementes, que se transformarão em cenouras em poucos minutos após estarem na terra. Cada cenoura dá 25 pontos de fome e aumenta 15 de HP. A vantagem é que pode ser comida crua! Caso queira e possa, cozinhe as cenouras para ganhar 5 pontos extras de vida.

O terceiro método para se alimentar consiste em caçar seu alimento. No caso, veados. Mas cuidado! É preciso ter tática e estratégia. Se sair correndo atrás do animal, ele vai fugir e levá-lo a atrair zumbis ou outros animais selvagens perigosos. O melhor, portanto, é usar furtividade. Com uma faca, se aproxime por trás do bicho sem ele ver e dê um golpe seco.

Recicle sempre que possível

Muitos itens só ficam disponíveis quando você consome outros. Só é possível obter uma garrafa de água após beber uma garrafa de água inteira. Com as latas é a mesma coisa! No caso das garrafas, é mesmo importante que não coloque fora depois de beber seu conteúdo.

Com esses objetos você pode fazer uma espécie de captação da chuva. Após algum tempo, terá água da chuva para beber se souber ter paciência. De qualquer forma, vale a pena descobrir as utilidades de todos os itens do jogo.

Tenha estratégia para atacar os zumbis

Os zumbis são fortes e tiram muito dano. Ainda assim, não tem qualquer inteligência, o que faz de você um ser muito superior. Portanto quando for atacá-los, pois isso eventualmente vai acontecer, tenha certeza de usar a abordagem correta!

O segredo é ser furtivo. Ataque sempre por trás, tentando escolher inimigos que estejam sozinhos ou em grupos muito pequenos. Não ser visto facilita muito a sua vida. Caso isso não seja possível, tenha garantia de que poderá usar uma arma de fogo para se defender.

Usando a arma de fogo, não saia disprando de qualquer jeito por aí. Tente controlar o dedo nervoso para não desperdiçar munição. Aliás, isso fica ainda mais fácil se, de novo, selecionar bem seus zumbis. O ideal é mesmo enfrentar um de cada vez. Hordas são sempre a receita para morrer.

Prepare-se para a horda diária de zumbis

É inevitável: todos os dias, a cada 24 horas, sua base será atacada por uma horda de zumbis. Se você não preparar bem suas defesas, verá suas muralhas serem destruídas em alguns pontos. Isso se tiver muralhas! Se não for o caso, qualquer coisa que houver em seu abrigo poderá ser destruída.

Então tente agir durante seu tempo útil em prol da construção e da melhoria de defesas. Você não quer ver todo seu trabalho indo por água abaixo após o ataque das criaturas.

Caso você esteja completamente despreparado para enfrentar os zumbis, uma sugestão é que fique na tela do mapa durante o ataque. Isso fará com que não morra, tendo apenas que reconstruir tudo que foi perdido.

Use os bolsos para ter mais espaço no inventário

Uma coisa que o Last Day on Earth: Survival não lhe diz é que você não precisa colocar tudo na sua backpack. Aliás, nem dá para fazer isso, visto que o espaço desse objeto é bem pequeno. Uma alternativa rápida e prática é colocar os itens nos bolsos. Nos bolsos você tem 8 espaços, o que permite coletar objetos ou mesmo comida para levar ao abrigo.

Pause o jogo para não morrer de fome ou de sede

Infelizmente nem sempre você terá água a sua disposição…

Sim, a gente sabe que não dá para pausar em Last Day on Earth: Survival. Porém outra coisa que o game não lhe diz é que a tela do mapa serve como um pause, evitando que as barrinhas de fome e de sede desçam constantemente. Isso é importante, visto que sempre que estiver jogando terá de prestar atenção a essas duas barras.

Vá à Base Alfa só depois de fortificar seu abrigo

A Base Alfa é sua melhor chance de obter boas armas no início do jogo. Ir lá é imprescindível, mas apenas se você tem seu abrigo fortalecido contra invasões. E não só: seu próprio avatar precisa estar bem preparado.

Por isso tenha calma e assegure-se de que suas defesas estão bem postas. Quando sair para ir à Base, verifique que sua personagem está minimamente armada e que tem alimento para recuperar vida. No caminho para a Alfa com certeza vai encontrar zumbis e será preciso se defender.

Monte a casa do jeito certo

A construção da casa, claro, é um dos aspectos mais importantes do jogo. Sem ela você não sobrevive uma hora no jogo. Quando for construí-la, certifique-se de que tem os recursos suficientes. Não é do seu interesse que ela fique pela metade ou sem porta.

Uma casa sem porta é desperdício de tempo. Mesmo uma porta simples só pode ser destruída por explosivos C4, portanto não hesite em ter uma! Isso impedirá zumbis e outras personagens humanas de invadirem sua residência, roubando itens preciosos.

Em termos de tamanho, faça uma casa 3×3. Pequena, mas ideal para quem está começando. Certifique-se de ter uma fogueira, uma caixa pequena para guardar itens e uma cama. Isso é tudo que você precisa para começar o jogo bem e seguro.

Lembre-se que a caixa pequena guarda apenas 12 itens de forma segura. Caso precise de mais espaço, uma dica é ir ao caminhão do início do jogo para guardar mais objetos valiosos.

Lobby das Casamatas

Já vi muitas pessoas usando essa estratégia, o saguão ou lobby da casamata (local onde tem o computador para colocar a senha e abrir o elevador) não reseta, você pode tirar vantagem disso colocando seus itens nos armários, como comidas, armas e roupas, assim, descendo apenas com os itens necessários.

Refinamento de recursos

Essa dica é muito importante para vocês terem um melhor aproveitamento de seus recursos, como por exemplo a cenoura (ou abóbora) é muito melhor transformá-los em sopa, do que comer apenas a cenoura, assim você vai curar 20 de vida do que apenas 15. Ou usar toras ou tábuas de madeira ao invés de carvão, é sempre bom pesquisar para ver se o recurso bruto pode ser refinado para ter um melhor aproveitamento.

Contrabandistas

Hoje em dia, os contrabandistas são a melhor forma de conseguir recursos ou itens raros, como a placa de aço que serve para fazer a mochila militar ou roupas da SWAT. Os níveis 1 e 2 desse evento são fáceis de completar, já o 3 que complica, mas não vale a pena pois gastar muita arma por pouco. Caso os contrabandistas não apareça para você, pode ser porque você não tenha o rádio CB ou nível suficiente (nada confirmado apenas minha teoria).

Dicas

No início, não construa paredes, foque mais em construir uma casa pequena, e melhorar os pisos para depois você conseguir evoluir as paredes de boa.

Sempre que der, vá duas vezes às florestas para conseguir bastante madeira e evoluir. No dia seguinte vá à pedreira para conseguir bastante pedra.

Nunca vá às pedreiras e florestas com a seta de cor amarela e vermelha, mesmo lá tendo mais recursos, a probabilidade de morrer no nível baixo é muito grande.

Se um dia for em florestas e pedreiras de cor amarela e vermelha, saiba que terá de levar uma arma de corpo a corpo muito boa (racha-cuca) e uma arma de fogo, que seria a famosa pistola. Mas para que isso? Simples! Se aparecer uma Abominação Tóxica, é muito mais fácil matá-la com uma arma que dê bastante dano.

Nunca vá a uma casamata sem muitas armas de fogos e várias de corpo a corpo, pois lá, a probabilidade de morrer é muito alta. Só para ter uma ideia, tem um zumbi que te mata em dois hits, que dá em 81 de dano.

No canto direito inferior, há um botão de furtividade. Ative o botão e ataque zumbis e animais pelas costas para ganhar bônus no ataque.

Lutar com outros sobreviventes pode ser uma boa, mas verifique se sua arma é tão boa quanto a dele. Se estiver com pouca vida, corra para fora do mapa.

Itens eletrônicos podem parecer atraentes, mas não serão usados no início do jogo. Foque no recursos básico (madeira, pedras e metais). Cordas, peles e tecidos são bons itens também!

Guarde todas as garrafas de água vazias e construa um coletor de água da chuva o mais rápido que puder para não morrer de sede.

Quando for explorar o Bunker Alfa, vá com o mínimo de coisas possíveis. Há MUITO LOOT lá e coisas bem bacanas. Não gaste agora os itens valiosos que encontrar lá (armas, roupas, etc.)

Deixe sempre uma segunda arma ou comida/remédio no seu “bolso”, que é o espaço abaixo da mochila no seu inventário. Pode ser importante durante uma luta.

Fique atento aos eventos como a Queda de Avião e os Pacotes de Ajuda que são jogados no mapa de tempos em tempos. Sempre tem ótimos loots por lá. Cuidado com sobreviventes!

Referências:

Playstorm, Amino apps, Last Day Dicas, Blue Stacks, Ligados Games.

Sea of Thieves

Sea of Thieves é um jogo eletrônico de ação-aventura produzido pela Rare e publicado pela Xbox Game Studios exclusivamente para Xbox One e Windows 10, sendo lançado em 20 de março de 2018.

O jogo contem elementos de jogabilidade na primeira pessoa e utiliza conteúdo gerado pelos usuários, em que os jogadores tem a possibilidade de criar as suas próprias historias usando as ferramentas disponibilizadas pelo jogo. Num cenário de piratas, em Sea of Thieves os jogadores podem jogar cooperativamente num ambiente multijogador em mundo aberto.

Tudo começa na Cantina

Uma vez passado tela do lobby , escolhido o modo de jogo que deseja, seja na tripulação ou sozinho com um pequeno barco, apareceremos na cantina. Embora o local sugira que terá um papel maior na versão final, por enquanto, é apenas o ponto de partida da nossa aventura, e um lugar para relaxar, recarregando nossa jarra cheia de cerveja gratuitamente. Se você jogar com os amigos, ou usando a função de matchmaking do jogo, espere até que todos os seus companheiros apareçam.

Lojas, as empresas piratas e o cais

Do lado de fora da cantina, podemos ver uma série de edifícios de madeira, dentro dos quais podem ser empresas comerciais ou lojas próprias. Na versão atual, encontraremos algumas lojas de objetos puramente cosméticos, e apenas uma empresa pirata, a dos caçadores de tesouros. No início do jogo, não temos moeadas, teremos que ir à empresa comercial para comprar nossa primeira missão. Não tenha medo, a primeira é gratuito, e depois você poderá comprar outras missões. Além do dinheiro, a empresa nos recompensará com níveis de prestígio, o que nos permitirá acessar missões mais complexas e lucrativas.

Navegação, primeiros passos no barco

A navegação em Sea of Thieves é o elemento principal, um bom navegador ou uma equipe combinada irá cumprir suas missões de forma mais rápida e segura. Existem dois tipos de barco, um pequeno para um ou dois piratas, e o grande barco para tripulações de até quatro piratas. Seja qual for o nosso barco, terá alguns instrumentos básicos de navegação.

A primeira coisa que devemos fazer ao embarcar no navio é ir para a cabine do capitão, sempre acessível a partir do convés, propor a missão ou as missões que compramos e votar na mesa do capitão para a missão que queremos realizar. Todos os piratas votam para escolher a missão lá.

Uma vez que uma missão foi aceita, teremos um ou vários pergaminhos acessíveis em um menu radial que aparece enquanto pressionamos o RB. Para os caçadores de tesouros existem dois tipos de pergaminhos, mapas de tesouros e trilhas de piratas. Enquanto com os mapas devemos examinar o mapa do navio para encontrar uma ilha que corresponda à do desenho, nos pergaminhos teremos que ir para a ilha indicada, ele terá as “charadas” de onde o tesouro está escondido, e assim você vai chegando perto, novas dicas vão aparecendo no pergaminho.

Uma vez que o destino foi decidido, alguém deve estar no leme (volante), e o resto da tripulação deve ser dividida entre o mapa na cabine do capitão onde o timoneiro deve ser informado sobre onde ir e o restante manuseia as velas.

Manejar corretamente as velas é essencial para capturar as correntes do vento e usá-las para nossa vantagem e manobrar com o barco em momentos difíceis.

Quando quisermos “estacionar”, devemos abaixar a âncora, que estará no convés, ou ao lado do leme dependendo do tamanho do barco. Navegue e vá para a ilha, sempre tendo o cuidado de evitar ilhotas e rochas que possam estar no seu caminho, se você não quer acabar afundado.

Quando você chega ao destino, recomendo que você se aproxime com as velas a meio mastro para evitar bater na ilha e, finalmente, ancorar o mais próximo possível da costa.

A caça ao tesouro

Uma vez que você está desembarcado, é hora de procurar o baú do tesouro, para isso e de acordo com a missão, você terá que se guiar através da ilha com a ajuda da bússola (acessível no menu radial que aparece pressionando LB), seguindo as pistas ou procurando o lugar marcado com uma cruz vermelha em seu mapa da missão. Quando você acredita que está no ponto indicado, tire a pá do menu radial de objetos (LB) e desenterre tesouros. No começo, pode ser um pouco confuso, e você falhará algumas vezes, mas logo você perceberá que não é complicado. Busque por madeira na ilha (para tapar buracos no navio), munição e bananas (regeneram a sua vida)

Na sua busca, muitos inimigos poderão aparecer, sejam jogadores reais ou figuras do próprio jogo. Depois leve o tesouro para o barco, alguns tem maldições, então fique de olho neles. Leve o tesouro para o ganancioso que te dá missões.

Na volta, você com muitos tesouros, evite tretas, mas se não tiver como sair: aproveite o vendo, use a âncora para fazer drift, meta bala nos inimigos sem pena, entre no canhão e se atire no navio deles, se eles te acertarem vá tapar os buracos e tirar a água com o balde. O legal é no meio da confusão, ir no navio inimigo, não matar ninguém e levar o ouro deles nas caladas.

Sempre que possível, jogue acompanhado

Explorar e desbravar os sete mares ao lado de outros jogadores é, de longe, uma experiência muito mais agradável. Além disso, as missões ficam mais fáceis quando se está acompanhado, já que o seu navio estará mais seguro com outros homens a bordo.

A desvantagem ao iniciar sozinho, com um barco mais frágil e compacto, é que você ficará mais exposto e não terá a ajuda caso tenha a embarcação invadida por outros grupos. Sempre que possível, jogue acompanhado para acumular ouro mais rápido.

Conserte o navio

Independentemente da embarcação a ser escolhida, saiba que todas podem afundar ao serem danificadas. Fique de olho em alguns sinais do navio, pois você poderá perder ouro ao vê-lo naufragar.

Use o balde para tirar a água em excesso, que fica na área inferior ao convés, e utilize madeira para fechar os buracos de colisões ou disparos inimigos. Em barcos maiores, procure distribuir as tarefas de restauração entre os seus aliados.

Pegue missões antes de partir

Antes de partir para uma viagem, certifique-se de ter ao menos três jornadas ativas em seu inventário – de preferência, uma de cada facção para progredir igualmente. Para ativá-las, fale com os mercadores nos postos avançados e defina o objetivo.

É importante ressaltar que, conforme o progresso, solicitações de missões passam a ter um custo em ouro. Portanto, escolha com atenção e foque em objetivos mais simples, caso você esteja sozinho, ou que dão mais trabalho, se você estiver com os amigos – eliminar hordas de caveiras, por exemplo, é um ótimo objetivo para se cumprir em equipe.

Você pode ativar qualquer uma das três jornadas disponíveis em seu inventário dentro do próprio navio, a partir da mesa de missões – que fica alocada na mesma área do mapa.

Caso a jornada não esteja ativa, você não conseguirá visualizar o seu objetivo, assim como o mapa do destino a ser descoberto. Se a jogatina for em modo cooperativo, os seus companheiros ainda podem votar se desejam ou não seguir com a proposta de aventura.

Preparação é fundamental

O sistema de navegação é, sem dúvidas, um dos pontos mais altos de Sea of Thieves. Embora seja um pouco complexo à primeira vista, o processo de preparação se torna natural à medida que o jogador progride e faz novas viagens.

Antes de explorar os sete mares, lembre-se de içar as velas e posicioná-las estrategicamente para que o barco navegue de acordo com a maré. Outro ponto importante é prender e soltar a âncora antes de embarcar ou chegar a um novo local.

Colete recursos pelos cenários

É importante coletar madeira e outros tipos de matéria-prima para reabastecer o estoque do navio. Explore os cenários de forma minuciosa e colete recursos em baús, caixas e outros objetos de interação posicionados nas ilhas.

Entenda a roda de itens antes de explorar o mundo

Sea of Thieves é escasso em explicações e tutoriais, mas de forma proposital justamente para estimular o jogador a descobrir sozinho seus objetivos e atividades pelo mundo. Isso fica claro assim que o personagem desperta em uma ilha sem qualquer tipo de instrução.

Por conta disso, é altamente recomendável dar uma atenção especial aos recursos disponíveis na roda de itens. Dedique-se a aprender as funcionalidades de itens essenciais, como o binóculo, a bússola, enxada, lanterna e até dos itens consumíveis – comer banana, por exemplo, restabelece a barra de vida.

Entregue o ouro em segurança

A dinâmica de jogo é bastante simples, porém pode causar confusão por não trazer muitas explicações. Ao aceitar jornadas em uma das três facções de mercadores, nos postos avançados, cumpra o objetivo e leve o baú de tesouro ao mercador que lhe ofereceu a missão.

Caso você não volte com o baú, o prêmio em dinheiro não será concedido. Tenha em mente que quem abre a arca para entregar o ouro é o mercador, então transportar o item em segurança até ele é uma das partes mais importantes do loop de missão. Apenas tome cuidado para não ser atacado por um Kraken ou piratas rivais durante o percurso.

Escolha seu pirata

Assim que o jogo iniciar, você terá a opção de escolher o seu personagem. O jogo não possui um editor específico e sim um gerador automático de piratas. Utilize-o para gerá-los a vontade, até achar um com o qual você se identifique. Você pode salvar os piratas de que gostar clicando na opção Favoritos, assim não perde o modelo enquanto vai experimentando com as criações aleatórias da Rare.

Monte uma tripulação

Em “Sea of Thieves”, você encontrará um mundo repleto de lugares secretos, enigmas, tesouros e claro, outros jogadores prontos para afundar seu navio. A decisão de como explorar tudo isso é sua. Assim que abrir o jogo, você poderá definir o número de pessoas que aceita em sua tripulação, que pode ter no máximo 4 jogadores.

Você até pode jogar sozinho, mas é bastante recomendável pelo menos mais um tripulante: a experiência de jogo foi pensada para partidas cooperativas, seja na exploração das ilhas de “Sea of Thieves” ou na hora de conduzir a embarcação de forma eficiente.

Caso você não tenha nenhum amigo para jogar no momento, pode utilizar o ‘matchmaking’ do próprio jogo e montar sua equipe com outros jogadores que encontrar online. Como todos os assinantes do Xbox Game Pass receberam “Sea of Thieves” no catálogo, gente procurando outros jogadores não vai faltar!

Tudo para ser lendário

Seu objetivo em Sea of Thieves no final do jogo, se é que podemos dizer que o game tem um final, é se tornar um pirata lendário. Isso traz uma série de benefícios como um barco todo elegante, vestimentas, armas e muito mais do que um jogador que está neste nível merece. Os produtores do game acreditam que outros jogadores vão ficar intimidados ao ver este pirata lendário ou vão querer se juntar a ele, já que ele tem acesso a mapas com tesouros mais raros e valiosos.

O mundo do game também não deve esquecer as façanhas deste pirata lendário. Chegar nesse status vai dar um esconderijo próprio, que os outros jogadores não terão acesso. Uma das vantagens é ali ser o seu ponto de respawn, seja morrendo em uma aventura, seja começando o game novamente. A ideia, segundo os desenvolvedores, é fazer com que o mito de um lugar desconhecido e acessível se espalhe pela comunidade.

Para chegar lá, você vai ter muito trabalho realizando missões e trabalhos, comércio, descobrir tesouros, enfrentar esqueletos e monstros, além de outros jogadores.

Conversar bastante… E escutar também

Por ser totalmente online, Sea of Thieves tem chat por voz como um dos melhores recursos para se comunicar com seus companheiros de navegação ou até explorando o mundo sozinho.

Como em qualquer “party”, você consegue conversar com seus colegas em qualquer lugar, o que ajuda a ver quem vai mover as velas para pegar velocidade, quem vai tirar água do porão, quem vai cuidar dos canhões e quem vai pegar no leme.

Mas há um recurso bem interessante. Quando você se aproxima de piratas que não estão em seu grupo, você começa a escutar suas vozes ao longe. Quando entra no navio deles, por exemplo, consegue escutar tudo. Depois de uma batalha com muitas mortes, todos se encontram em um barco fantasma e lá também dá para conversar. Já imaginou qual é o papo nesses momentos?

Tesouros especiais dos esqueletos

Imagine você navegando pelo final da tarde, aquele sol bonito, mar calmo e uma brisa suave quando, de repente, você dá de cara com uma nuvem em forma de caveira no horizonte. Ela chama a sua atenção e logo você parte com a promessa e a expectativa de que há algo bom ali.

E há algo bom! Os maiores tesouros do game estão nesses QGs dos esqueletos, que aparecem aleatoriamente no mapa. Só que, por ter coisas valiosas, todos os piratas do jogo vão para o local e, além de ter que eliminar os esqueletos para carregar o seu navio de tesouros, você terá que enfrentar uma dezena de jogadores. Tem coragem e habilidade?

Kraken(s)

Você vai navegar bastante em Sea of Thieves mas tudo bem. O mar é belíssimo assim como os cenários. E mesmo que existam ilhas no mapa, há muito que não aparece nas cartilhas de navegação. Por isso, surpresas vão aparecer… Boas ou ruins.

Uma dessas surpresas é o Kraken (ou seriam Krakens). Ele aparece quando você menos espera e ataca o seu navio, levando tudo o que você deixou nele. Já pensou em voltar de missões carregado e se deparar com seus tentáculos gigantes? Ele é forte, mas acho que é possível derrotar ele. Essa derrota do Kraken certamente vai ser uma história muito contada pela comunidade.

Crie sua própria história

Por mais que você tenha um mundo enorme pela frente, a história de Sea of Thieves quem faz é você. Todas as suas conquistas sozinho ou com amigos, todos os acontecimentos e os encontros, se tornam uma história de piratas a ser contada — eu mesmo já estou aumentando as coisas que acontecem comigo: já naveguei bêbado de rum e ajudei um companheiro a não ser comido por dois tubarões por conta da minha boa mira.

Ainda mais se você alcança o posto de pirata lendário, poderá acessar o tal esconderijo secreto e muito mais.

Hora de zarpar!  

Você já tem uma tripulação e seu navio, agora é hora de começar a aventura pirata. Aí vem a parte mais interessante do jogo, a navegação. No início é normal ficar meio perdido com os controles, mas com pouco tempo as coisas fluem naturalmente e você terá uma experiência agradável vagando pelos mares. Entenda como navegar de forma fácil:

Âncora: O primeiro passo para fazer seu navio “andar” é erguer a âncora. Próximo a popa (parte de trás do navio), existe uma engenhoca que você e sua tripulação podem rodar para subir a âncora. Para parar o navio basta abaixar a âncora novamente. Na corveta, um jogador sozinho pode subir e descer a âncora facilmente. Já no galeão, o ideal é que pelo menos dois jogadores executarem a tarefa para não demorar muito.

Velas: Nas laterais do barco estão os suportes onde as velas são amarradas. Elas podem ser içadas e abaixadas por algum membro da tripulação a qualquer momento. Logo atrás dessa amarra, existe uma roldana que permite movimenta-las, para ficarem na melhor posição em relação ao vento, gerando assim mais velocidade ao barco. O segredo aqui é sempre ficar atento as bandeirinhas instaladas em cima do mastro: elas balançam para o lado que o vento estiver apontando.

Então, basta virar a vela para a mesma direção das bandeiras e o barco terá um impulso extra para chegar ao destino ou escapar de alguma emboscada.

Timão: Você está navegando, então alguém precisa controlar o navio. Esse jogador ficará responsável pelo timão, que é o volante da embarcação. O controle é bem simples, ao girar o timão para a direita ou para a esquerda o barco fará uma curva para a direção desejada. Assim que estiver no rumo certo, basta centralizar a engenhoca novamente e você chegará ao seu destino. Para não ficar perdido, fique de olho na bússola ao seu lado.

Canhões: Entre krakens e navios inimigos, vira e mexe você precisa defender a embarcação de alguma coisa. Para isso existem fileiras de canhões em ambas as laterais do navio.

O primeiro passo para usá-los é colocar munição, que você pode levar no inventário ou pegar na parte de suprimentos do navio. Munição para os canhões também é encontrada nas ilhas e em navios naufragados. Após carregar o canhão, um pavio aparecerá para indicar que ele está pronto para o uso. A partir daí é como em qualquer jogo de tiro: mire e atire!

Mesa de Missões: É aqui que o grupo de piratas decide o que vai fazer durante a partida. Cada jogador pode carregar uma missão e é preciso escolher uma delas para fazer. Todos colocam as missões na mesa e votam naquilo que querem fazer primeiro. Aquela que receber mais votos será considerada a missão ativa. Os piratas são uma sociedade democrática!

Mapa: Assim que a missão for escolhida, cada jogador receberá um ou mais mapas indicando onde estão os tesouros, suprimentos ou inimigos a serem destruídos. Cada mapa contém o desenho de uma ilha que você deve achar no mapa global, que fica numa mesa grande em seu navio. Use o mapa global para achar as ilhas e marcá-las, ver a posição do seu barco, ajudar o capitão a guiar o navio e encontrar outras locações que podem aparecer pelo caminho da embarcação.

Tenha sempre suprimentos!

Existem 3 suprimentos principais que podem ser guardados no navio. Eles podem ser encontrados nas ilhas ou em barcos naufragados. Quase todos ficam guardados em barris no andar mais baixo da sua embarcação. São eles:

Bolas de canhão: Esse em especial fica na parte superior do navio, próximo a porta da cabine. Nada mais são que a munição dos seus canhões. Você pode levar algumas com você, afinal existem canhões nas ilhas também e você pode usá-los para defendê-la de invasores e deixar as outras no barril para usar sempre que precisar

Madeira: Durante o combate, navegando por tempestades ou em acidentes na direção, seu barco fatalmente será danificado. Para consertar os buracos e evitar que seu navio afunde, use uma madeira. Basta chegar próximo ao buraco com uma equipada e apertar o botão indicado para efetuar o conserto.

Bananas: Não é só o navio que se danifica nessa jornada. Seu personagem pode entrar em combate de espadas com caveiras amaldiçoadas, trocar tiros com outros jogadores ou mesmo cair de um penhasco. Para recuperar a sua barra de vida, basta comer uma banana. Tenha sempre algumas com você e quantas possíveis no seu navio.

Itens e armas

Um bom pirata precisa de muito mais do que uma perna de pau e um tapa olho para conseguir seus tesouros. Para isso o jogo te oferece uma vasta seleção de itens e armas para levar nas suas aventuras. Confira os mais importantes:

Pá: Necessária para cavar os tesouros escondidos debaixo da terra. Sempre que achar que está sobre o X do mapa, use-a para tentar achá-los.

Bússola: O jogo não tem aqueles indicadores que mostram exatamente o que fazer em cada missão ou onde estão enterrados os tesouros, então nada de GPS. Para chegar ao local desejado e achar onde está o X dos mapas, é necessário usar a bússola para se guiar.

Relógio: O jogo tem um sistema de dia e noite e um contador de tempo interno. Certas missões precisam ser executadas antes que o tempo acabe, para isso fique sempre atento ao seu relógio de bolso para saber que horas são.

Balde: Se seu navio estiver furado, ou enfrentando uma tempestade, ele vai começar a se encher de água de baixo para cima. Para evitar que ele afunde ou perca velocidade, use o balde para retirar a água acumulada.

Acordeon: A princípio ele serve somente para animar as viagens com cantigas piratas e comemorar algum feito, mas existem missões que precisam do seu uso para serem completadas.

Caneca: Após completar as missões, ou mesmo durante elas, afinal você é um pirata, não pode faltar o rum. Só tome cuidado para não ficar muito bêbado.

Luneta: Essencial para avistar terra, barcos inimigos e observar gaivotas voando quando não se tem o que fazer, acredite é mais legal do que parece.

Lanterna: Como dito acima, o jogo tem um sistema de noite, que fora do navio dificulta muito a sua visão. Tenha sempre a lanterna com você para esse tipo de missão.

Armas: Todo pirata pode carregar 2 armas. Uma delas é a sua fiel espada, enquanto a outra, de longo alcance, você pode escolher. Existe uma versão que se compara a pistola, outra a uma escopeta e uma com mira de longo alcance. Independente da que achar melhor, não esqueça de carregar suas balas no navio, próximo a mesa do mapa.

Missões, facções e outposts!

Um dos lugares mais importantes do jogo são os outposts. Nessas ilhas é possível pegar novas missões, comprar itens para o seu personagem, encontrar outros jogadores nas tavernas e ainda customizar o seu navio. Mas cuidado, se seu navio estiver carregado de tesouro, o outpost é um lugar perigoso, pois está sempre repleto de outros jogadores que definitivamente vão te roubar. Tente esconder o seu navio em torno da ilha, abaixe as velas e desligue as lanternas se estiver a noite. Caso estiver de dia, deixe alguém tomando conta dos tesouros enquanto os outros vão vendendo.

As missões podem ser obtidas de 3 facções diferentes, cada uma com seu foco. A medida que você vai às completando, sua reputação com cada uma das facções vai aumentando, possibilitando que você pegue missões mais desafiadoras e até mesmo as chamadas grandes viagens, uma espécie de conteúdo endgame. Confira abaixo as facções:

Mercadores: Os mercadores querem sempre recursos para usarem nas suas vendas. Para isso eles vão te pedir para procurar animais raros pelas ilhas, suprimentos básicos e avançados e outras surpresas mais. As missões deles vêm sempre com tempo para serem cumpridas, então fique atento ao relógio.

Acumuladores de tesouros: Essa facção está sempre atrás de ouro e tesouros enterrados. Suas missões envolvem pegar um ou mais mapas com alguma ilha desenhada e um x marcado e ir atrás do tesouro perdido. Quando for evoluindo sua reputação com essa facção, algumas missões se tornarão enigmas que precisam ser desvendados para achar o tesouro.

Ordem das almas: Os integrantes da ordem das almas são envoltos em misticismo e buscam caveiras de antigos piratas mortos-vivos para seus rituais. Basicamente as missões envolvem combate com chefes escondidos em ilhas distantes. Ao destruir esses esqueletos mortos-vivos, você poderá pegar sua caveira e trazer de volta para sua recompensa em ouro.

Dicas importantes!

Agora que você sabe tudo que precisa para começar sua aventura, fique ligado nessas dicas especiais para se dar bem no jogo:

Esconda bem seus tesouros: Com tantas missões ao mesmo tempo, é normal que o navio fique com vários tesouros e suprimentos. Guarde eles na parte mais baixa do seu navio, ou mesmo no topo do seu mastro. Outros jogadores podem roubar o seu tesouro num momento de vacilo, então dificulte a tarefa deles.

Navegue sem lanternas ligadas: Se você quer evitar o combate durante as longas noites de SoT, navegue com as lanternas desligadas. Fica bem mais difícil de ser visto a distância e facilita que você chegue ao seu destino em segurança.

Comunicação é a chave: Durante a navegação todos precisam saber o que fazer, para isso é muito importante usar o chat do jogo. Se não for possível usar um microfone, use as frases prontas na roda de chat, isso facilitará a comunicação. Saber a nomenclatura das partes do navio como proa e popa, ajuda na comunicação e faz a experiência ficar mais real também.

Armas podem ser usadas debaixo d’água: Algumas missões ou mesmo explorações aleatórias podem envolver entrar em um navio naufragado e consequentemente mergulhar. Tome cuidado com os tubarões que te atacam, você pode usar suas armas debaixo d’água para matá-los.

Homem ao mar!: Em algum momento da sua aventura, algum de seus tripulantes pode acabar caindo no mar, ou mesmo você! Pela minha experiência até agora, não compensa virar o barco para o resgate. É isso mesmo. Mas não se preocupe, assim que o barco tomar certa distância, uma sereia aparecerá e você terá a opção de teletransportar de volta para a embarcação.

Drift na água: Você pode fazer uma espécie de “drift” no barco para girar ele na direção do barco inimigo, ou mesmo parar próximo a uma ilha. Para isso basta descer sua âncora ainda em movimento acelerado e girar o o timão para esquerda ou direita.

A morte é só mais um passo!: Você vai morrer varias vezes durante o jogo e acabar parando em um barco assustador digno de piratas do caribe, com um capitão morto-vivo navegando para o além. Use a porta que irá se abrir para voltar novamente ao seu barco.

Referências:

Windows Club, Uol, Br Ing, techtudo, wikipedia.

Conan Exiles

Conan Exiles é um videogame de sobrevivência desenvolvido e publicado pela Funcom para Microsoft Windows , PlayStation 4 e Xbox One. O jogo se passa no mundo de Conan, o Bárbaro, com o personagem jogável personalizado sendo resgatado por Conan, começando sua jornada. As versões de acesso antecipado do jogo foram lançadas no início de 2017, deixando oficialmente o acesso antecipado em 8 de maio de 2018.

Gameplay 

A premissa mais básica de Conan Exiles é a sobrevivência na Era Hiboriana pré-histórica de ficção. Os personagens dos jogadores começam a ser condenados por vários crimes, sentenciados à morte e são crucificados sob o sol escaldante do deserto. O jogador é resgatado por Conan, no entanto, e como exilado deve agora navegar por uma paisagem desértica do deserto, apropriadamente intitulada The Exiled Lands. Embora grande, esse foi inicialmente o único bioma disponível para exploração. Uma atualização posterior adicionou um bioma chamado The Frozen North, que adicionou novos elementos para construir, novas armaduras e toda uma nova terra para explorar. Ele também adicionou o Star metal, que é usado para construir armaduras fortes e melhores ferramentas e armas. Um bioma adicional, The Highlands, foi adicionado em 2017. Uma área de alto nível do Vulcão foi seguida no segundo trimestre de 2018 na região mais ao norte do mapa do jogo. Esta mais nova adição também adicionou Obsidian, usada para criar ferramentas e armas poderosas que rivalizavam com suas contrapartes do Star Metal. De acordo com o gerente da comunidade da Funcom, Jens Erik, o jogo final é de cerca de 53 km 2. 

Jogar Online 

Escolha um Servidor on line de acordo com suas diversas características desde estilo de jogo, localização e velocidade para jogar no modo Multiplayer Existem 3 estilos de servidores:

JXJ (Jogador x Jogador): aqui os personagens podem lutar entre si, atacar e roubar bases e o corpo de seus adversários. a fabricação, experiencia e coleta são um pouco mais rapidos (x2), devido a dificuldade aumentada do jogo.

JXA (Jogador x Ambiente): nestes servidores não é possivel atacar outros jogadores, nem suas bases, e todos as formas de armazenamento ( incluido todas as mesas de fabricação) são permanentemente trancadas, impedindo que outro jogador que não seja o dono ou pertencente ao seu clã abram. A velocidade de fabricação, experiencia e coleta é normal (x1)

JXA-C (Jogador x Ambiente- Conflito): identico ao jogador contra ambiente, com horarios definidos onde o PxP é permitido.

Cooperação/Um jogador

Inicia o jogo em modo solo, que permite o acesso ao Painel de Administração, e a uma forma mais livre de jogo, onde você pode alterar diversas características do jogo, desde fome ao tamanho do dia, e ter acesso a qualquer recurso de jogo. Você pode convidar amigos para jogarem com você , porem há um sistema de “rédeas” que não permitem que outros jogadores se afastem muito do seu personagem, que torna a opção pouco prática no momento.

A seguir você irá criar seu personagem e iniciar sua jornada pelas Terras Exiladas.

Básico

Embora Conan esteja livre, você é um exilado, e está preso as Terras Exiladas. Iniciando no deserto, suas primeiras necessidades são água e comida, então você se dirige ao norte em direção a um grande delta de rio, longe do deserto estéril onde você foi crucifixado.

Porem, as áreas do rio estão cheias de vários inimigos perigosos, então bem rapidamente você irá precisar construir um abrigo para se proteger de criaturas agressivas ou das terríveis Tempestades de Areia. Outros jogadores também podem ser sua maior ameaça, então você também precisa se armar rápido e estar pronto para lutar contra qualquer um que atacar.

Conforme você começa a fazer coisas você receberá pontos de experiencia (XP), como Fabricação, coleta de Recursos e matar inimigos. Quando receber XP suficiente, você subirá de nível, e para cada nível receberá pontos para melhorar seus atributos e aprender novas fórmulas. O botão de ‘Nível” na sua folha de personagem ficará piscando enquanto tiver pontos para gastar, então é fácil de ver quando pode melhorar seus personagem.

Nota Rápida: Remover seu Bracelete irá fazer com que você cometa suicídio. Passar pelas Torres que demarcam o território das Terras Exiladas também causa morte imediata.

Começando

Comida e água para sobreviver

Graças ao Conan você está vivo, mas nu, e no meio de um deserto estéril, e logo irá começar a sentir fome e sede, tanta que você morrerá sem água. Você precisa seguir em frente, em direção ao rio salvador de vidas. Bem perto do seu ponto inicial você encontrará um odre com água pela metade, que te ajudará a evitar a desidratação até que ache uma fonte permanente de água. Para fugir da aridez do deserto, você deve seguir o caminho que leva ao norte. Logo você vai se deparar com um exuberante vale de rio, onde encontrará comida e água. Ao longo do caminho comece a coletar alguns suprimentos, especificamente alguns Materiais básicos como Fibra Vegetal, Pedra e Galho, então pode começar a fabricar algumas Fórmulas com as primeiras armas e roupas, assim como ganhar um pouco de XP. Assim que alcançar o rio, entre nele e aperte E para beber. Você também pode encher seu odre (equipando e usando ele quando dentro do rio) e se manter refrescado por enquanto.

A respeito da comida, se você já alcançou o rio e encontrou alguns Lombo Grosso (Shaleback), encontrará por perto seus ninhos com Ovo de Lombo Cascudo. |Come-los regenera um pouco de Vitalidade e de Água. Alem deles, outros alimentos irão lhe fornecer sustento até voce ser capaz de caçar animais maiores.

Larva Gorda – Para os fortes de estomago, essas larvas oferecem tanto comida e umidade no meio do deserto.

Punhado de Insetos – Para o faminto, um punhado de insetos pode ser o suficiente para afastar a fome por um tempo.

Carne Feral – Carne crua é uma tentação perigosa para o faminto e desesperado. Consumi-la fornece um alívio imediato para a fome, mas ao risco de herdar alguma doença ou parasita que venha junto para viagem.

Para estabelecer um suprimento melhor e mais estável de comida, você primeiro terá de fabricar algumas coisas, o que nos leva a nosso próximo ponto:

Coletar…Coletar…Coletar

Coletar Materiais e Recursos básicos irá se tornar seu arroz com feijão. É essencial que você se foque na coleta de Fibra Vegetal, Galho e Pedra que estão ou pelo solo ou coletados vasculhando os arbustos.

Fibra Vegetal – O material mais básico que você pode coletar a mão das plantas. Essas fibras podem ser tecidas em rupas rudimentares, mas irão fornecer apenas uma proteção simples contra os elementos. Não se pode esperar que nada tecido com esse material pare uma lamina em movimento.

Fibra vegetal pode ser usada numa variedade de coisas, desde Armaduras a  Barbante para mais tarde fazer coisas desde uma cama básica para ser a base de sua civilização, e você irá precisar ded realmente muita dela. Se você conseguiu fabricar uma Machadinha de Pedra (feita com Pedra e Galhos), você pode cortar arvores menores, que darão quantidades maiores de Fibra vegetal.

Galho – Galhos podem ser usados para criar armas e ferramentas rudimentares, que podem ser usadas para cortar madeira para propósitos muito mais benéficos.

Você será capaz de achar galhos muito facilmente, primeiro caídos no chão, mas depois de fazer uma Machadinha de Pedra, vice pode cortar as arvores maiores que darão tanto Madeira assim como galhos. use-os na fabricação de Armas e Ferramentas.

Pedra – Mais humilde e mais comum dos materiais, pedra é o bloco de construção da civilização. Das armas primitivas dos Pictos aos palácios de mármore dos reis Aquilônios, pedra é a fundação sobre a qual tudo isso é baseado. Até mesmo as raças mais antigas, que desapareceram da terra sem deixar rastros, deixaram para trás ruínas inquietantes de cidades de pedra para marcar sua passagem.

Pedra é útil em diversas coisas, e você precisará de muitas delas se pretende construir qualquer coisa. Voce pode começar coletando do chão, e então com Galhos voce pode fazer uma Picareta de Pedra, para coletar quantidades maiores de pilhas de rocha.

Formulas e fabricação

Os Materiais acima são a base da fabricação, e com a combinação correta podem supri-lo com o básico para a sobrevivência. Abra seu Inventário com a I para começar a Fabricação no lado direito. Voce começa com algumas Fórmulas com que cada exilado começa, para |roupas e Ferramentas básicas, e para ter mais opções precisa desbloqueá-las no menu de Fórmulas. Aperta o botão “Subir de Nível” e depois em Fórmulas e o menu com todas as formulas irá aparecer lhe dando acesso a várias ou a poucas.

Encontre um servidor que se adapte ao seu estilo de jogo

Os hosts do servidor têm uma quantidade surpreendente de controle sobre tudo, desde o ciclo dia / noite do jogo até a frequência com que os recursos locais reaparecem. Alguns até mudam a experiência adquirida em diferentes atividades, como mineração ou artesanato. Se você está com dificuldades em PvP, mude para PvE por algumas horas e tente trabalhar nas áreas em que você está lutando em um ambiente de apostas baixas. Se você está procurando por um clã grande contra batalhas de clã, não entre em um servidor com um limite de clã baixo.

Depois de fazer sua seleção, adicione seu (s) servidor (es) preferido (s) à sua lista de favoritos, mesmo que haja a chance de removê-los no caminho. Se é um que você sabe que vai querer revisitar, pode valer a pena escrever o nome em algum lugar fora do cliente do jogo. A interface de seleção de servidor da Funcom atualmente não inclui uma designação para servidores nos quais você já criou personagens. Favoritar é praticamente a única maneira de garantir que seu progresso não seja perdido se o jogo e / ou o servidor travarem. E mesmo isso não parece muito confiável.

Encontre uma fonte melhor de água

Comida e água são alguns dos recursos mais importantes para monitorar durante suas primeiras horas com Conan Exiles. Os jogadores sempre geram ao lado de uma garrafa de água que o manterá por um curto período de tempo, mas você precisará encontrar um lugar para recarregá-lo muito rapidamente. Grandes massas de água também são ótimos lugares para procurar comida adicional. Mas você provavelmente deve ficar com a caça de coelhos pelo menos até que você tenha um arco de trabalho e uma oferta decente de setas.

Pressione M para abrir o seu mapa e localizar a fonte de água mais próxima. Depois de viajar para essa fonte de água, aguarde E para beber ou (com uma garrafa equipada) encher sua cantina.

Tome cada ramo e limpe cada arbusto que encontrar

Veja esse ramo no chão?

Pegue isso. E o próximo a ele … e todo o resto que você vê nas primeiras horas do jogo. Ramos estão muito perto de uma moeda nas primeiras horas de Conan Exiles. Você precisará do 50 para construir uma fogueira, e mais para manter o fogo, e dezenas de outras para construir suas armas e ferramentas. O mesmo vale para arbustos. São ótimas fontes de sementes, fibras vegetais e insetos. Sementes (quando cozidas em mingau) e insetos ajudarão a manter sua barriga cheia enquanto a fibra vegetal pode ser usada para armaduras básicas, produzindo fios ou como um combustível ineficiente para o fogo da cozinha.

Construa uma cama (talvez duas)

Antes de se preocupar com ferramentas, sua própria casa ou mesmo roupas, junte os materiais para uma cama. Nada é mais frustrante do que ficar parcialmente preparado, encontrar um lugar decente para acampar e depois sucumbir à fome, à sede ou aos companheiros exilados antes de terminar de construir um ponto de respawn. Depois de encontrar um local que valha a pena recuperar, reúna materiais suficientes para construir algumas camas e certifique-se de atribuir um como seu ponto de desova atual (interagindo com ele) depois de ter sido colocado.

Aprenda a construir uma fornalha o mais rápido possível

O fogo é um recurso importante. Dá-lhe uma maneira de cozinhar a carne tirada de coelhos, ou qualquer outra coisa que você consiga matar, e um uso para todas aquelas sementes que você carrega (misture-as com alguma fibra vegetal). Você pode aprender a receita de fogo de cozinha no nível 3 e definitivamente deve ser tomado sobre a receita básica de pedreiro de pedra.

Também é importante lembrar que o alimento está bem rápido em Conan Exiles. Portanto, não tente acumular mais do que alguns dias de comida a qualquer momento. Há uma boa chance de que algumas delas estraguem antes que você possa comer; no entanto, alguns jogadores relataram tempos de preservação ligeiramente maiores para alimentos armazenados em santuários. Recomendamos a caça frequente para evitar esforço desperdiçado.

Depois de um pouco de invasão e mineração, você provavelmente começou a acumular uma variedade de metais para os quais você não tem muita utilidade no estado bruto. Se você está lutando para ganhar experiência e subir de nível, comece a caçar o maior animal que você pode sempre derrotar. A maioria das criaturas encontradas no início do jogo deve ser bem fácil de derrubar quando você começar a construir a armadura Tier 2 (que começa a ser desbloqueada no nível 6).

Assim que você atingir o Level 10, aprenda a receita do Blacksmith e construa um forno. Construir um forno abre um novo nível de itens e leva você ao caminho da fundição de aço, o metal mais forte atualmente disponível para Conan Exiles jogadoras. A nova armadura e as armas que você pode criar também lhe darão uma vantagem mensurável sobre as novas para o jogo / servidor.

Caça NPCs para os primeiros valiosos

Agora que você construiu um campo básico, é hora de começar a melhorar o seu arsenal. Se você ainda não o fez, acesse Level 3 e aprenda a receita de espadas e escudos. Você provavelmente pode aceitar NPCs de baixo nível com seu machado, mas armas adequadas facilitarão muito a tarefa. Também somos grandes fãs do arco e flecha, disponível no Level 5, porque facilita muito a caça de alimentos.

Apenas certifique-se de que os campos que você está atacando sejam realmente de propriedade de NPCs até que você esteja confortável com a mecânica de combate do jogo. Também é bom lembrar que a sua saúde se regenera depois de estar fora de combate por um curto período. Portanto, tente expulsar inimigos individuais do campo e mate-os um de cada vez, levando alguns minutos para se curar, para minimizar o risco de morte durante a invasão.

Como Smelt Steel

O processo de fundição de aço continua sendo uma questão frequente entre os novos jogadores. Uma vez que você construiu um caldeirão, coloque algum Tar de Brimstone para obter o Steel Fire. Adicione fogo de aço a uma fornalha com algumas barras de ferro e espere que seu aço termine de se formar. Você chegou oficialmente ao topo da cadeia alimentar. Tudo o que resta é manter a experiência agrícola, começar a construir o seu próprio forte (se você já não tiver rompido) ou começar a caçar outros Conan Exiles jogadores.

Outras dicas

As camas são consumidas durante o processo de respawn. Não se esqueça de construir um substituto se / quando você for revivido. A menos que, é claro, você gosta de estar permanentemente separado de todas as coisas que você trabalhou duro para construir e colecionar.

A roda de rolagem no mouse pode ser usada para reorientar paredes, portas e outros itens ao construir ou decorar novas estruturas.

Diferentes ferramentas podem gerar novos materiais de nós de recursos antigos. Por exemplo, usar o machado nas árvores produz madeira e galhos, mas mudar para a picareta aumentará seu estoque de casca de árvore. O mesmo vale para animais que oferecem vários recursos.

As setas devem ser emparelhadas com um arco antes de disparar. Depois de ter equipado um arco, arraste as setas para o mesmo slot da barra de ferramentas e você poderá desenhar / disparar sem problemas.

Pressione Num Lock para auto-walk.

Se você quiser alternar a UI do jogo, para capturas de tela ou qualquer outro motivo, pressione Alt + Z.

Se você esqueceu de escolher uma religião durante a criação do personagem, ou quer mudar mais tarde, você pode mudar sua afiliação religiosa falando com os padres que encontrar.

Se você ficar de olho na sua localização atual, enquanto explora, isso tornará a sua carcaça morta um pouco mais fácil se as coisas forem para o sul.

É importante construir uma casa o mais rápido possível, pois além de proteção será um local que servirá para guardar seus itens e objetos de valor, o que nos leva para a próxima dica.

Assim que construir uma casa, deixe tudo para trás e carregue apenas armas e comida quando for explorar. Quanto menos coisas tiver no caso de morrer, melhor.

Seus alimentos e saúde se esgotam a um ritmo alarmante, por isso é importante encontrar áreas com bastante água, como rios e lagos.

Caso a escassez de comida seja muito grande, você pode procurar por pequenos insetos para comer em gramas, pedras e areia.

Procure sob grandes rochas, pois elas às vezes escondem baús de saque. Estes irão reaparecer a cada 30 minutos.

Referências:

Conan Exiles, WebSetNet, Uol, Wikipedia.

Civilization VI

Civilization VI é um jogo eletrônico desenvolvido pela Firaxis Games e pela 2K Games. É a sequência de Civilization V, apresentando diferenças tanto nos gráficos quanto na interface com o seu novo motor gráfico. Seu lançamento ocorreu em Outubro de 2016.

As Civilizações

As Civilizações são a princípio muito parecidas entre si. No entanto, cada Civilização tem uma habilidade de líder, uma unidade única, um prédio único, e uma habilidade especial diferente que as diferencia.

Alguns exemplos:

A Habilidade de Líder da Rainha Gorgo (Grécia) é ao matar unidades militares inimigas ganhar 50% do seu valor de combate em Cultura.

A Unidade Única dos Russos são os Cossacos, que substituem a cavalaria, são mais fortes e podem se mover depois de atacar.

O Prédio Único da Arábia é a Madrasa, que substitui a Universidade convencional, gerando mais ciência e podendo gerar fé através de bônus de adjacência.

Já a Habilidade Especial da Cítia é criar duas unidades por vez da cavalaria leve ou dos Arqueiros Montados Saka.

Um erro muito comum é achar que por você estar jogando de Inglaterra, por exemplo, você não pode construir as Pirâmides de Egito. Esse tipo de coisa não existe em CIV. Até o momento foram lançadas 20 civilizações: 18 no jogo base, os Astecas na versão deluxe, e a Polônia na mais nova DLC do jogo. Mas esse número vai crescer muito, no CIV V chegamos à 43 líderes, fora os diversos outros que foram criados pela comunidade.

Bárbaros e Cidades-Estados

As Cidades-Estados são controladas somente pelo Computador e têm políticas próprias e bônus para seus aliados. Algumas Civilizações têm maior afinidade para usá-las ao seu favor, outras buscam conquistá-las. Para influenciar uma Cidade-Estado é necessário enviar um emissário. A Civilização com maior número de emissários torna-se a a Suserana daquela Cidade-Estado e começa a receber bônus específicos. Por exemplo, o Suserano da Cidade-Estado de Bruxelas recebe bônus de 15% na construção das Maravilhas do Mundo. De tempo em tempo, as Cidades-Estados enviam missões aos jogadores, que podem ser o estabelecimento de uma rota comercial, o treinamento de uma unidade militar, a pesquisa de uma determinada tecnologia, etc. Ao completar a missão, o jogador recebe mais um emissário naquela Cidade-Estado.

Diferente da Cidades-Estados, os Bárbaros são uma espécie de civilização sem cidades. Seus acampamentos surgem em espaços vazios no mapa – onde não há territórios de civilizações ou unidades próximas – e sempre são hostis aos jogadores. Eles podem matar unidades, roubar trabalhadores/colonos e pilhar sua cidade e territórios. Eles servem para te lembrar de sempre ter defesas e impedem um crescimento exagerado sem suporte militar. Lembre-se de destruir os acampamentos bárbaros próximos às suas cidades e evite deixar os trabalhadores e colonos muito longe de unidades de combate. No caso dos colonos, ande sempre em formação de escolta com alguma unidade militar até fundar sua próxima cidade.

No CIV VI, os novos acampamentos bárbaros surgem com uma unidade de batedor e uma unidade corpo a corpo (acampamentos na costa podem produzir unidades navais). O maior perigo é o batedor. Ele irá procurar cidades e assim que avistar a primeira unidade, o batedor voltará ao acampamento mais próximo e fará surgir uma série de unidades para atacar essa cidade. Quando encontram uma cidade de algum jogador ou Cidade-Estado o batedor bárbaro ficará com um ícone de exclamação vermelha, indicando que está retornando para convocar reforços. É importante destruí-lo antes que ele consiga chegar ao acampamento.

Recursos

Comida: Impacta diretamente no crescimento populacional da sua cidade e manutenção dela. Quanto maior a população da cidade, mais cidadãos disponíveis para trabalhar e crescem o número de distritos permitidos. A principal fonte são as fazendas e zonas de pesca.

Ouro: É sua riqueza! Alguns prédios custam manutenção, assim como unidades militares. Além disso, você pode usar ouro para comprar unidades e prédios instantaneamente, para aprimorar suas unidades, comprar novos terrenos ou ainda, pode utilizar seu ouro na diplomacia com outras Civilizações. Você aumenta sua reserva através de rotas de comércio, zona comercial, acordos com outras civilizações e melhoramentos de terreno específicos.

Produção: É a capacidade produtiva da cidade, quase tudo se constrói com produção, de unidades a prédios. Você aumenta a produção principalmente com minas, alguns edifícios específicos ou com a zona industrial.

Ciência: Funciona como a produção, só que para pesquisas na árvore tecnológica. É fundamental para seu progresso no jogo e pode ser obtida no Distrito Campus e em territórios específicos.

Recursos Estratégicos: São recursos raros que dão uma vantagem e possibilitam a criação de unidades avançadas para aquela época. O primeiro é o cavalo, depois o ferro, nitro, carvão, petróleo, urânio e alumínio. Para ter direito ao recurso, é necessário melhorar o território onde ele está com um construtor.

Com exceção dos cavalos, os outros recursos só ficam visíveis no mapa depois de avanços científicos específicos.

Importante ressaltar que os recursos estratégicos são requisitos apenas para unidades militares, não para prédios. E ao todo é necessário ter apenas duas cópias de um recurso estratégico para construir um tipo de unidade, mas se a cidade onde a unidade estiver sendo construída possuir o distrito relevante (acampamento para unidades terrestres, porto para unidades navais e aeródromo para unidades aéreas), esse custo cai pela metade. Por exemplo, uma cidade com o distrito Acampamento apenas precisa ter uma fonte de Ferro para construir um Espadachim.

Recursos Bônus: São territórios que se melhorados geram recursos a mais, seja ele ouro, comida ou produção. Especialmente útil no começo do jogo para dar uma acelerada no crescimento da cidade.

Recursos de Luxo: Garantem um bônus para os hexágonos adjacentes e aumentam a felicidade das cidades ao gerarem amenidades depois de trabalhados por um construtor. Apenas uma fonte de um recurso de luxo específico gera o bônus para as quatro cidades da sua civilização que mais precisam. Por exemplo, se você possuir mais de uma fonte de Café, apenas a primeira estará gerando amenidades. A dica é utilizar o segundo café para trocar por algum recurso que você esteja precisando com outra civilização.

Serviços

Serviço é um dos conceitos básicos de Civilization VI que mudou bastante em relação aos outros jogos da franquia. Conforme uma cidade vai crescendo é necessário ter mais fontes de serviços para manter a população feliz, ou seja, produzindo e se reproduzindo. 1 serviço é necessário para cada 2 cidadãos, a partir do terceiro. Uma cidade feliz ganha um bônus em seu crescimento, podendo chegar a 20% se os cidadãos estiverem extasiados! Do contrário, uma cidade infeliz terá sua produção e crescimento comprometidos podendo até chegar ao ponto de rebeldes surgirem. Além disso, fadiga de guerra e falência diminuem os serviços da cidade. Lembrando que a fadiga de guerra aumenta a cada batalha e diminui não apenas os serviços, mas também a produtividade da sua civilização. Ou seja, evite entrar em guerras sem usar um casus belli.

Habitação

Todas as cidades possuem um limite de crescimento populacional, também conhecido como Habitação. Lembrando que são os cidadãos que trabalham os terrenos no entorno da cidade, então é muito importante manter esse número sempre crescendo. Quando o limite for atingido a cidade crescerá 75% mais devagar. É possível aumentar a capacidade por meio de edifícios, distritos ou melhorias no terreno.

As Cidades

Cidades são o principal elemento do jogo e é lá que você produz grande parte dos recursos, expande seu território e produz unidades.

Cidades podem ser criadas por uma unidade, o Colono, ou dominadas de adversários. A primeira cidade criada se torna a Capital, e é muito importante saber escolher onde colocá-la. Igual a história de nossas civilizações, cidades a beira de rios têm grande vantagem, isso por que o solo às margens de rios é mais fértil gerando mais comida, e consequentemente acelerando o crescimento da população, e o próprio rio concede bônus futuros para o edifício Moinho de Água.

O jogo ajuda indicando lugares propícios para criar uma cidade. Essas indicações levam em conta produção, comida e acesso a recursos de luxo. Para explicar melhor sobre o posicionamento das cidades precisamos falar dos recursos básicos e como eles influenciam no jogo.

Distritos

Uma novidade do CIV VI são os distritos, que são uma forma de Unstack (desempilhar) as cidades. Antigamente, a maior parte dos seus prédios ficava concentrada no hexágono da cidade, agora você constrói universidades, templos, acampamentos militares, Maravilhas e até bairros residenciais, que aumentam o limite de população, nos terrenos em volta da sua cidade.

Isso promove uma maior diversificação e especialização das cidades. Você não precisa construir todos os distritos em todas as cidades. Outro ponto importante são os bônus de adjacência. Templos, por exemplo, são beneficiados por estarem ao lado de montanhas, e assim como bairros em lugares de grande “apelo”, como perto do mar ou de Maravilhas. O “apelo” é utilizado para calcular os bônus aplicados em bairros residenciais, resorts litorâneos e parques nacionais.

Uma cidade deve expandir sua população antes de poder construir mais distritos:

1 de população para 1 distrito

4 de população para 2 distritos

7 de população para 3 distritos

Cada distrito adicional requer +3 de população

O Aqueduto e o Bairro Residencial, que são utilizados para aumentar a população, e qualquer distrito exclusivo da sua civilização ignoram esse requisito.

As Maravilhas

Um dos elementos mais importantes e mais legais do Civilization é a construção das Maravilhas. As Maravilhas são edificações únicas construídas nos hexágonos dentro do limite de uma cidade. Como cada Maravilha só pode ser construída apenas por uma Civilização durante o jogo e possui um requisito de terreno, terminar antes dos outros é uma verdadeira corrida e motivo de satisfação. Como falamos anteriormente, existem diversos tipos de vitória possíveis e algumas Maravilhas são essenciais caso os jogadores queira tentar vencer de alguma forma específica. Por exemplo, para uma vitória cultural as Maravilhas que dão bônus de cultura, como a Ópera de Sidney ou a Cidade Proibida, são fundamentais.

A construção de Maravilhas é um pouco mais difícil do que no CIV V por conta de algumas restrições. Por exemplo, a Pirâmide do Egito precisa estar num hexágono de deserto. Ou o Monte Saint-Michel que precisa ser construído em um pântano. O que equilibra um pouco o jogo já que deserto e pântano não são dos melhores tipos de terreno.

Os primeiros turnos

Você começará o jogo com um Guerreiro ou Batedor, dependendo da civilização, e um Colono. O primeiro passo é explorar em volta com suas unidades e encontrar um lugar adequado para sua primeira cidade. Terrenos colados em rios e próximos de recursos de luxo ou recursos bônus são a melhor opção. Evite ficar no meio de um deserto ou neve, será mais difícil fazer a cidade crescer nessas condições. Depois da cidade criada será necessário escolher a primeira construção, que poderá ser uma unidade ou um Monumento (com exceção dos Romanos que começam com esse edifício construído).

De maneira geral, é importante começar construindo um Batedor para explorar o mapa. Antes que o primeiro turno termine será preciso decidir qual tecnologia pesquisar. Leve em conta o terreno em volta da sua cidade para tomar essa decisão. Se houver muitas minas, melhor começar com Mineração, se houver muitos pastos, o melhor caminho é pesquisar Criação de Animais, por exemplo. Utilize seu Guerreiro para explorar, mas não o mantenha muito longe da cidade, pois os bárbaros que vagam pelo mapa farão você rapidamente se arrepender dessa decisão.

Continue explorando o mapa, faça um construtor para trabalhar os recursos em volta da sua cidade, tenha algumas unidades militares para defender sua cidade de bárbaros, para evitar alguma guerra ou até mesmo para dominar algum oponente mais fraco que estiver por perto.

Decida como você quer ganhar

Há múltiplas maneiras de ganhar em Civilization VI e se você não tem noção de qual rumo tomar, talvez você perceba apenas na metade do jogo que estava fazendo tudo errado! Uma única partida pode demorar muitas horas para terminar e você não vai querer reiniciar e perder todo seu progresso por falta de preparação, não é? Há cinco tipos de vitórias no jogo: Dominação, Ciência, Cultura, Religião e Pontuação.

A vitória por Dominação pode ser alcançada ao ter controle de todas as capitais originais das outras civilizações. No entanto, apenas o último jogador que detém controle de sua capital vai ganhar, ou seja, se há uma disputa acirrada por dominação e você perde a sua base para o inimigo, ele venceria.

Você pode vencer por Ciência de três maneiras: lançar um satélite, aterrissar na Lua ou estabelecer uma colônia em Marte. Lançar um satélite requer pesquisa em Tecnologia de Foguetes, a construção de um Porto Espacial e a conclusão de um projeto de Satélite Terrestre. Levar o homem à Lua requer pesquisa em satélites e conclusão do projeto Aterrissagem na Lua. Estabelecer uma colônia em Marte requer pesquisa em Robótica, Fusão Nuclear e Nanotecnologia, além da conclusão de cada respectivo módulo.

Para vencer por Cultura você deve ter um número total de turistas que exceda os visitantes domésticos de todas as outras civilizações da partida. Você pode alcançar isso estabelecendo múltiplas rotas de troca, compartilhar/conflitar outros governos, abrir as fronteiras, ter Grandes Obras, Relíquias, Sítios Sagrados, Parques Nacionais, Artefatos e maravilhas.

A vitória por Religião pode ser atingida ao converter cada outra civilização à sua religião, algo facilmente alcançável ao influenciar a maior parte das outras cidades, tendo um grande número de Apóstolos e Missionários.

A vitória por Pontuação é um tipo especial que pode ser obtido após o ano 2050 ou um turno selecionado previamente pelo jogador. É determinado pela pontuação de uma civilização, acumulada ao longo da partida pelo número de cidadãos, população, cidades, tecnologias, tecnologias futuras, maravilhas, conquistas militares, número de Grandes Personalidades e Crenças.

Escolha o líder certo

Como você acabou de ver, há diferentes maneiras de ganhar em Civilization VI e há vários líderes que podem facilitar sua estratégia para chegar à vitória. Cada um deles oferece bônus, unidades e construções únicas que permitem a sua civilização crescer de determinada maneira. Alguns líderes são mais voltados para vitória do que outros. Por exemplo, Frederico Barba-Ruiva tem os seguintes efeitos extras:

Cidades Imperiais Livres: Espaço adicional para política de governo militar. +7 de força de combate quando atacando cidades-estado

Imperador do Sacro Império Romano-Germânico: Cada cidade pode construir um distrito a mais do que o normal (excedendo o limite normal) baseado em população.

U-Boat: Unidade naval germânica exclusiva que substitui o Submarine Cheaper, oferece +1 visibilidade, +10 força de combate ao lutar no mar. É capaz de revelar outras unidades escondidas.

Hansa: Distrito único à Alemanha para atividade industrial. Substitui a Zona Industrial normal.

Como você pode ver, Frederico Barba-Ruiva é totalmente voltado para ações militares e grande expansão de distritos, considerando seus efeitos únicos e tipo de unidade. Isso significa que o líder de alemão é muito mais indicado para vitória por Dominação comparado a alguém como Péricles, cuja melhor maneira de vencer seria por Cultura.

Consiga Entretenimento o mais rápido possível

Garanta que sua quantidade de Comida e Residências estejam sempre em alta para que não ocorra a situação de ter pessoas de mais para recursos de menos. Além disso, você vai precisar de maneiras para entreter suas cidades. Por exemplo, focar em pesquisa sobre Jogos e Recreação dá a você uma rota fácil para lidar com baixo nível de Entretenimento. Outra maneira é possuir Recursos de Luxo como Marfim e Tabaco dentro do território das cidades. Tenha em mente que guerras e falência diminuem o Entretenimento em cada cidade de sua civilização.

Abrace o comércio!

O comércio é extremamente importante em Civilization VI pois dá a suas cidades recursos gratuitos, como Comida ou Ouro. Você geralmente tem um limite de rotas de troca que pode estabelecer, mas aproveitá-las ao máximo dará a você uma grande produção de recursos, algo importante para vencer. Uma dica é estabelecer trocas entre suas próprias cidades e ainda assim ganhar recursos.

Outro ponto importante sobre comércio é que você pode trocar e barganhar com outras civilizações. Ao clicar no ícone de personagem deles, você será levado ao menu diplomático, com diferentes opções como delatar, declarar guerra e mais. Se você escolher estabelecer uma rota de comércio com eles, é possível abrir as fronteiras entre as nações, o que torna mais fácil a movimentação pelo mapa, pois, caso contrário, outras civilizações podem não gostar que suas unidades tracem rotas por seus territórios.

Você pode trocar não só ouro e situação de fronteiras, como também Grandes Obras, mas estas custariam a você grandes quantidades de dinheiro ou itens de luxo. Isto é muito útil mais para frente no jogo, pois você terá muito mais dinheiro e a maior parte das civilizações terão Grandes Obras disponíveis para compra. Às vezes, elas não as vendem, e você precisará usar Espiões para roubá-las das civilizações! No entanto, comercializar é sempre mais fácil, então sempre tente comprar primeiro. Essas dicas vão ajudar qualquer um que deseja vencer por Cultura.

Dê atenção às Vilas Tribais

As Vilas Tribais podem ser encontrados logo no começo quando você está explorando o mundo em Civilization VI. Elas são como você imagina: pequenos locais que parecem vivos mas se misturam à paisagem facilmente. Quando você encontra uma (e por encontrar quero dizer quando uma delas entra em seu campo de visão ou do campo de visão de alguma das suas unidades), você será notificado da descoberta. É importante visitar estes pontos o quanto antes, pois a primeira e apenas a primeira civilização que passar pelas Vilas Tribais recebe bônus, que podem ser Colonos ou Mercadores, tecnologias ou melhorias de tecnologias, unidades militares, Fé, Ouro, Relíquias e mais. As Vilas são, essencialmente, recursos gratuitos que podem ser obtidos uma única vez, então não perca tempo!

Vitória por Dominação

A vitória por dominação é a mais óbvia e, em geral, mais simples de se conseguir quando a dificuldade do jogo está em níveis médios. De todas as condições de vitória, ela é a que pode ser alcançada mais cedo no jogo, no entanto, a conquista militar é demorada e, mesmo que tacapes rudimentares possam servir para derrotar as unidades inimigas, ainda assim terão se passado algumas eras até que seja possível explorar todo o mapa e acabar com todos os inimigos.

Não é necessário conquistar todas as cidades inimigas para chegar à vitória. Dominação é alcançada ao capturar todas as capitais do jogo. No entanto, é bom não ignorar as outras cidades encontradas pelo caminho. Capturá-las pode fornecer um novo posto avançado no qual os exércitos poderão se recuperar, além de ser mais uma cidade produzindo unidades para a sua grande máquina de guerra. Mas é preciso tomar cuidado. Cidade capturadas são cidades infelizes. Por muito tempo e, principalmente durante o período de guerra, mas cidades inimigas estarão extremamente improdutivas, provavelmente trazendo custos em ouro para a sua civilização.
E ouro é o maior inimigo de um grande exército. Não basta se preocupar apenas com os seus soldados e suas armas. Cada unidade militar tem uma taxa de manutenção que é descontada de seu tesouro todos os turnos. É preciso ter uma economia forte e produtiva para ir expandido os exércitos. O importante é saber quando parar de criar novas unidades e se concentrar em outros aspectos da civilização. Claro que você vai precisar de um exército poderoso, mas uma vez que tenha conseguido uma quantidade respeitável de unidades, talvez seja a hora de parar e pensar em fortalece-las.

É importante lembrar que suas unidades podem ser atualizadas. Focando-se em tecnologias militares, não é difícil conseguir novas ferramentas de morte antes de seus inimigos, desde que você não tenha ignorado completamente o ganho de Ciência, claro. O próprio uso de seus exércitos vai fazer com que seja mais fácil de pesquisar novidades. Assim que conseguir uma nova unidade militar, é uma boa ideia gastar o ouro que você conseguiu acumular para dar upgrade nas antigas, transformando seu antiquado em uma máquina de destruição que usa tecnologia de ponta. Esse vai ser o melhor momento para atacar, principalmente em grandes mudanças como a invenção da pólvora.

Vitória por Ciência

Este tipo de vitória não é algo que se consegue de uma hora para a outra. Necessariamente terão se passado vários turnos antes dela ser alcançada, mesmo por um jogador muito competente que consiga se focar exclusivamente nela. Para alcançar uma vitória por Ciência, é preciso conseguir o que ainda está no horizonte do progresso científico da humanidade: estabelecer uma colônia em Marte.

Para se sagrar campeão usando este tipo de vitória é necessário, obviamente, ter um enfoque no ganho de Ciência. Isto é conseguido principalmente através da construção de Distritos Científicos e suas subsequentes construções: bibliotecas, escolas, universidades, laboratórios e tudo mais que possa ajudar a desenvolver o conhecimento científico de sua civilização.

É importante também dar atenção aos Grandes Cientistas, conseguindo personalidades famosas para a sua civilização, como Einstein ou Newton, você poderá ativar momentos de “Eureka” para diminuir muito o tempo de pesquisa para uma série de tecnologias ou então ganhar tecnologias completamente de graça, o que avançará bastante o seu cronograma. Apesar do foco não ser Maravilhas, é bom ficar atento, pois algumas, como a Universidade de Oxford ou a Grande Biblioteca são importantíssimas para este tipo de vitória. Não absolutamente necessárias, mas você vai querer construí-las antes de seus inimigos.

E falando em construção, a verdade é que não basta pesquisa científica para conseguir esta vitória. Para conseguir criar sua colônia em Marte é necessária a construção de uma série de projetos. Primeiro construir um satélite e lança-lo ao espaço. Depois construir o projeto de fazer uma nave para pousar na lua, e então construir os módulos de reator, habitação e hidropônica, que são usados para efetivamente criar a primeira colônia marciana.

Todos eles demandam uma grande quantidade de produção, então é bom investir bastante em Distritos Industriais. É importante notar também que esses projetos só podem ser construídos em cidades que possuam espaço-portos. Portanto é uma boa ideia possuir pelo menos três cidades com espaço-porto, para poder construir os três módulos da colônia de uma vez só. Não fazer isso significa um atraso de dezenas de turnos em um momento em que possivelmente os inimigos já estarão se aproximando da vitória.

Vitória por Cultura

Outra vitória demorada de alcançar, e em geral considerada a mais difícil do jogo. Para conquistar a vitória por cultura é necessário gerar grandes quantidades de Cultura e Turismo para conseguir Turistas das outras civilizações. O seu triunfo final chegará quando você tiver mais turistas visitando a sua civilização do que a quantidade de turistas domésticos de todas as outras civilizações. Sendo turistas domésticos uma parcela da população que não está viajando para lugar nenhum, mas dentro dos limites de sua civilização.

O investimento básico para se alcançar uma vitória por cultura é óbvio. Construa teatros, anfiteatros, museus e tudo o mais que gere Cultura em todas as suas cidades. Além disto, sempre que puder faça maravilhas, elas também tem o potencial de atrair turistas para a sua civilização. Mas cuidado na hora de escolher, algumas maravilhas são melhores que outras para este tipo de vitória, como é o caso da Torre Eiffel e do Cristo Redentor. E cuidado pra não menosprezar as rotas comerciais. Ter rotas comerciais internacionais aumenta a taxa de turistas, podendo ser o diferencial para ganhar uma partida mais rápido.

O uso de grandes personalidades é mais importante aqui do que em outros tipos de vitória. Com o acúmulo de Cultura eventualmente você poderá recrutar um grande artista, podendo ser um escritor, um pintor ou um compositor. Estes grandes artistas podem ser usados para criarem obras de arte para a sua civilização, no entanto, é preciso primeiro ter locais para abrigar estas obras, como museus de arte. Cada museu possui uma quantidade de “espaços” para abrigar obras e os maiores – normalmente maravilhas – dão bônus na Cultura a depender da disposição das obras em padrões temáticos. É bom sempre tentar alcançar os temas.

Existe outro fator a se levar em conta. Quando conseguir desbloquear arqueólogos através da tecnologia apropriada, você poderá utilizar esta unidade para escavar sítios arqueológicos – um novo tipo de recurso que aparecerá no mapa. Estes sítios, quando escavados pelo arqueólogo, irão prover peças históricas que funcionam da mesma forma que obras de arte, sendo guardadas em museus e fornecendo mais cultura para a civilização. Outra coisa de importância vital é tentar construir resorts. Os resorts são aprimoramentos realizados pelos construtores que podem ser construídos apenas em locais específicos e que sejam muito atrativos. A recompensa vale a pena, no entanto, e juntos com a Torre Eiffel os resorts realmente são um investimento que dá uma grande ajuda neste tipo de vitória.

Vitória por Religião

A novidade no rol de vitórias. A vitória por religião consiste em fazer com que mais da metade da população de todas as civilizações sejam adeptos da religião criada por você. Isso pode ser conseguido em eras anteriores ao que seria a vitória por ciência ou por cultura, mas depende do quão agressivo na religiosidade o jogador vai ser – o que pode acabar trazendo uma série de vulnerabilidades.

Esta vitória segue a premissa básica das vitórias por cultura e ciência. Existe um recurso chamado fé, então você vai querer gerar o máximo disso que for possível. No início do jogo sua civilização não terá desenvolvido nem mesmo uma religião rudimentar. Isso mudará quando você conseguir juntar uma certa quantidade de fé, momento no qual será possível a criação de um panteão, algo como uma “pré-religião”. A religião propriamente dita, a coisa que você vai precisar pra começar a pensar em uma vitória por fé, necessita de que você consiga um Grande Profeta, usando a habilidade de uma dessas Grandes Personalidades, você poderá escolher os fundamentos (bônus para a civilização!) da sua religião.

A partir daí é necessário ir aumentando a quantidade de ganho de fé. A forma mais óbvia é a construção de um Local Sagrado, o distrito relacionado a coisas religiosas. Algumas cidades estados, Jerusalem e La Venta, dão bônus para o ganho de religiões e produzem alguns efeitos interessantes, sendo uma boa ideia tornar-se suserano delas. É claro que algumas maravilhas também vão ser do agrado de quem busca dominar o mundo com religião, como o Stonehenge e o Mont. St. Michel.

No entanto, apenas gerar fé não basta. É preciso usar esta fé para fazer produções massivas de Missionários e Apóstolos. Ambos podem ser utilizados para espalhar a palavra, usando a ação “espalhar religião” para promover a sua fé. No entanto, existe uma espécie de “guerra religiosa”, pois Apóstolos podem realmente entrar em combate com Apóstolos e Missionários de outras religiões, desta forma impedindo que os inimigos consigam converter as suas cidades e espalhar a própria fé. Em algumas circunstâncias, também é possível recrutar inquisidores, que são baratos e, assim como apóstolos, podem entrar em combate com religiosos inimigos. É importante lembrar que esta unidades são adquiridas se gastando o recurso da fé, cujo acúmulo será sua meta principal.

É através deste confrontos religiosos entre apóstolos e missionários e do uso da habilidade de “espalhar religião” que você irá pouco a pouco se aproximar da vitória.

Vitória por Tempo/Pontuação

Há de se convir que esta é mais um desempate do que uma vitória de verdade. Não há muito o que se dizer. Quando o jogo chegar ao ano de 2080, passados 500 turnos na duração média, será contabilizada a pontuação dos jogadores caso não haja nenhum vencedor real. Uma série de fatores são levados em conta, entre eles a construção de Maravilhas, o tamanho da população, e o quanto foi pesquisado nas árvores de tecnologia e cultura, em especial a tecnologia “Tecnologia Futura” que serve justamente para pontuar mais.

Referências:

O vicio, steam community, Br Ing, wikipedia.

Death Stranding

Death Stranding (デス・ストランディング Desu Sutorandingu?) é um jogo eletrônico de ação desenvolvido pela Kojima Productions e publicado pela Sony Interactive Entertainment. Foi lançado no dia 8 de novembro de 2019 para PlayStation 4 e será lançado em 2020 para Microsoft Windows. É o primeiro jogo da companhia e seu diretor Hideo Kojima após a dissolução da empresa como subsidiária da Konami, em 2015. O seu elenco conta com os atores Norman Reedus, Troy Baker, Mads Mikkelsen, Léa Seydoux e Lindsay Wagner. O diretor Guillermo del Toro também participará do jogo, mas sua voz e movimentos serão capturados por outra pessoa. O título refere-se ao fenômeno do arrojamento, em que animais marinhos encalham em praias.

Death Stranding foi anunciado oficialmente durante a conferência de imprensa da Sony na Electronic Entertainment Expo de 2016. Seu desenvolvimento completo começou em 2017 utilizando o motor de jogo Decima, criado originalmente pela Guerrilla Games e aprimorado por esta e pela Kojima Productions. Um dos principais aspectos do jogo é a conexão entre vida e morte, com Kojima inspirando-se em um conto do escritor Kōbō Abe (The Man Who Turned Into A Stick (棒になった男 – Bō ni natta otoko) para o desenvolvimento dos temas e jogabilidade do título.

Death Stranding recebeu críticas geralmente favoráveis ​​através da crítica especializada, que o viram como uma experiência única e elogiaram sua dublagem, trilha sonora e gráficos, embora muitos tenham sido polarizados por sua jogabilidade e história.

Entregas

Faça várias entregas por viagem. Cumprir diferentes pedidos destrava ferramentas e uma conexão quiral aprimorada. Quanto maior o nível, mais estruturas estarão disponíveis para a construção, como pontes e torres. Esses recursos serão bastante úteis para poupar tempo de andança.

Entregando itens requisitados ou recuperando a carga perdida vai aumentar a reputação de Sam Bridges como entregador. Quanto mais popular, mais a capacidade de carga é melhorada.

O jogador não está sozinho no universo de Death Stranding. Conforme as criações são colocadas no mundo, os outros jogadores poderão curtir as obras, melhorando os próprios atributos. Claro que é uma via de mão dupla: aproveite as ferramentas deixadas pelos amigos para conseguir caminhos rápidos e melhores.

As caixas postais espalhadas no mundo funcionam como um cofre que permitem guardar itens temporariamente para o protagonista conseguir carregar ainda mais peso.

Carregamento

O gerenciamento é importante. Os pedidos vão exigir itens leves ou uma quantidade grande de cargas pesadas. É importante avaliar a distância e como serão transportados os itens. No início, saiba realocar os produtos no corpo de Bridges e, depois, use veículos, bolsas e tudo o que tiver direito.

O jogador precisa ter uma noção não somente do próprio corpo, mas também do terreno a ser enfrentado. Mesmo que a carga esteja montada no protagonista, os lugares íngremes ou os rios podem dificultar a vida.

Fique atento aos comandos do R2 e L2 que vão auxiliar na hora de manter o equilíbrio. Os MULEs vão tentar desequilibrar e o próprio ambiente parece agir contra o Sam.

A luta contra os EPs

Os BTs são os seres assustadores de Death Stranding. Nestas horas, furtividade é a principal aliada neste momento. O Odradrek, equipamento funcionado pelo BB, vai apontar a localização dos monstros, por isso, evite ficar próximo. Segure o fôlego para conseguir escapar despercebido.

Há a opção de derrotar os EPs e coletar Cristais Quirais. Com as armas corretas, é uma boa forma de obter recursos especiais para a construção de ferramentas.

Mesmo com o aparecimento dos monstros, continue na missão de entregar os pedidos. É possível que novos equipamentos surjam e facilitem a vida contra as criaturas.

Construa as estradas assim que possível

Assim que Sam alcançar Lake Knot City na região central do país, os jogadores podem construir estradas pelo mapa que interligam os terminais, dando fácil acesso aos principais pontos de interesse.

Para isso, é preciso doar boas quantias de cristais quirais, metais e cerâmicas para a autopavimentadora que vai criar as rodovias a partir de carbono.

Essas estruturas ainda são coletivas, ou seja, as estradas que outros jogadores criarem também podem aparecer para você. Por isso é uma boa se conectar diretamente com quem estiver empenhado nas construções, assim vocês podem se ajudar e todos saem ganhando.

Fique de olho nas construções de outros jogadores

Um dos pontos fortes do multiplayer de Death Stranding é a conexão entre os mundos dos jogadores, que faz com que as construções de outra pessoa apareçam aleatoriamente em seu mapa.

Algumas entregas vão fazer Sam carregar mais de 100 quilos, então será bem complicado levar as cargas e os itens de escalada que são cruciais em áreas íngremes e montanhosas.

O jeito mais fácil é fuçar o mapa para encontrar cordas, escadas, pontes ou qualquer construção útil que outros jogadores deixaram por aí e traçar uma rota personalizada por eles — assim você carrega menos carga e ainda consegue fazer um caminho até o objetivo.

Sempre carregue um CQP

O CQP (que significa “construtor quiral portátil”) é o seu mais novo melhor amigo. Ele é uma tecnologia capaz de construir diversas estruturas, como geradores de energia, quartos privados, abrigos contra a chuva temporal e outras coisas úteis.

Em trajetos muito longos que envolvem montanhas, Sam pode ficar cansado ou a energia de sua moto pode acabar, deixando o jogador em uma bela enrascada.

Por isso, é sempre bom ter um CQP acoplado no porta-ferramentas da mochila, assim não sobrecarrega o peso das cargas nas costas e ainda tem um belíssimo “plano B” se as coisas derem errado.

Use e abuse da previsão do clima

Ao decorrer do jogo, Sam acaba adquirindo dois recursos importantes para manter as rotas ainda mais seguras: a previsão do tempo e a criação de abrigos contra a chuva temporal.

Prever o tempo faz com que o jogador fique ciente de quando e onde a “chuva temporal”, causada pela presença de BTs (os monstros do “outro lado”), vai acontecer para poder traçar uma rota que evite os inimigos.

Já para criar um abrigo é preciso de um CQP (já citado aqui antes). Ao interagir com a estrutura, o jogador pode acelerar o tempo até a “chuva temporal” parar e a área já estiver livre dos BTs. Ela ainda restaura o dano de suas cargas, sendo também um belo lugar para Sam descansar.

Preste atenção nas placas espalhadas pelo mapa

Os jogadores podem se ajudar indiretamente colocando placas que avisam de pontos de interesse ou perigos em determinadas áreas. Algumas avisam onde tem BTs ou MULEs (inimigos humanos), outras já apontam fontes termais que restauram a estamina de Sam.

Por mostrarem tanto o que é negativo quanto positivo para o jogador, é sempre bom ficar de olho nelas quando o mapa for aberto. Elas podem dar uma dica valiosa para que a sua viagem não seja interrompida por fatores desagradáveis.

Algumas placas ainda são interativas e podem restauram a energia do protagonista, acelerar sua velocidade, acalmar o BB, entre outras coisas. Então não deixe de passar por elas!

Use bem o espaço e equipamento

Muito do desafio de Death Stranding diz respeito ao gerenciamento de inventário e bom uso do sistema de física do game. Para melhorar os movimentos do protagonista Sam, é uma boa ideia equipar as suas escadas e equipamento de escalada nos seus braços e pernas, distribuindo bem o peso de tudo para que o personagem não tropece sem necessidade. Deixe para guardar na caixa de ferramentas os itens de médio e grande porte.

Corra com cuidado

Sempre que Sam estiver correndo pelo mapa, aumentam as chances de que o personagem caia acidentalmente. Quando o terreno é inóspito, repleto de rampas ou pedras, a corrida é ainda mais arriscada, então prefira andar devagar por essas áreas. Lembre que Sam possui uma espécie de pulo duplo: quando for saltar, aperte o botão de pulo novamente para que o personagem faça um salto longo, ideal para atravessar pequenos buracos e abismos.

Não esqueça de descansar

Sam é uma pessoa comum e não aguenta correr por muito tempo sem parar para descansar. Quando o personagem estiver fadigado, aumentam as chances de tropeçar e perder sua valiosa carga, então pare um pouco de tempos em tempos. Lembre que você pode segurar os botões L2 e R2 nos terrenos mais íngremes para descer com cautela extra.

Equilibre bem as encomendas

Quando as encomendas nas costas de Sam forem muito pesadas, você perceberá que o personagem e as caixas balançam para os lados enquanto ele anda. Tente caminhar de forma a regular sozinho o peso, novamente apertando os botões L2 ou R2 enquanto se vira para garantir que nada caia no chão. A tentação de largar itens pode ser grande, mas eles somem e são considerados perdidos de vez caso você fique a mais de mil metros de distância deles. Sendo assim, guarde os itens que não for transportar ou utilizar.

Ganhe muitos likes

A conexão da sociedade em Death Stranding passa por profundos elementos online. No geral, contribuir para fazer um mundo melhor é a chave para receber curtidas de outros jogadores: melhore as estruturas deixadas para trás por outras pessoas, entregue itens pedidos por outros jogadores e construa atalhos úteis na exploração. Cada curtida recebida gera uma notificação e um pequeno aumento de fôlego. Se a obra de outro jogador estiver atrapalhando seu progresso, segure o botão Options para destruí-la. Quanto mais likes você der, mais curtidas receberá de volta, então não tenha vergonha de enviar muitos joinhas.

Ajudas durante a viagem

Algumas rotas de entrega de Death Stranding consomem muito tempo de viagem. Felizmente, há alguns itens e elementos que tornam o caminho mais tranquilo. Passe por cima de um sinal BB para deixar o feto feliz e aliviar o seu estresse. Passe por cima de uma seta para ganhar mais velocidade em seu veículo. Se estiver com dificuldades para encontrar bons transportes, vasculhe as garagens em busca das motos de outros jogadores. Se você criar mais de quatro veículos, suas sobras serão desmontadas e enviadas online para ajudar outros jogadores também.

Dicas de combate

Mules são os inimigos mais recorrentes de Death Stranding, e a melhor forma de lutar é segurar o botão L2 para preparar seu Strand, e então pressionar R2 para dar parry enquanto o tempo desacelera. Se o inimigo soltar um item, vale a pena pegá-lo rápido para atacar as demais ameaças mais próximas. Quando o inimigo cair, olhe os símbolos acima dele; se aparecerem dois círculos, eles logo levantarão para seguir lutando. Ataque até aparecerem estrelas, o que indica que eles continuarão caídos, sem representar uma ameaça para Sam.

Crie checkpoints pelo caminho

A distância entre dois abrigos pode ser muito grande, então é uma boa ideia deixar caixas de correio no meio do caminho entre seus dois postos de descanso. Nas caixas você pode deixar parte das suas encomendas guardadas, e então viajar mais leve. Outra boa ideia é construir geradores do lado de fora dos bunkers dos Preppers, os personagens holográficos que aguardam suas entregas. Essa é uma ótima forma de ganhar mais likes de outros jogadores. Para o caminho de volta, também vale a pena asfaltar e criar estradas, o que economiza bastante tempo e bateria, pois os veículos rodam mais leves no meio de estradas.

Gerencie bem o seu sangue

Algumas armas disponíveis em Death Stranding funcionam movidas à sangue. Ao utilizá-las, as armas podem sugar o sangue do próprio Sam caso você não tenha uma bolsa de sangue devidamente equipada. Quando for utilizar uma arma de sangue, aperte o botão esquerdo do D-Pad para equipar uma bolsinha de sangue e evitar que o Sam perca energia de forma desnecessária.

Escadas e âncoras são as ferramentas essenciais de Death Stranding, e são úteis até o fim do jogo.

Sempre que encontrar algum obstáculo significativo, é provável que a solução mais simples envolva um destes itens, seja para subir ou descer de algum lugar.

Especialmente ao explorar regiões que ainda não foram conectadas à rede quiral, recomendo levar ao menos duas âncoras e escadas, já que nunca se sabe quando vai se encontrar uma parede ou penhasco.

Preste atenção nas suas botas

Assim como o próprio Sam, as botas que ele utiliza se desgastam com o tempo, ao ponto de ficarem completamente inutilizadas se o jogador não trocá-las.

Por que isso é ruim? Bom, andar descalço pelos terrenos repletos de pedregulhos do mundo de Death Stranding significa que Sam pode começar a sangrar profundamente pelos pés, se não resolvido com o tempo, pode até causar sua morte.

Por isso, carregue pares extras — Sam tem um gancho especial capaz de segurá-las em seu uniforme — e sempre que notar que o desgaste já está significativo (geralmente ao atingir a cor amarela na faixa de durabilidade no canto inferior esquerdo da tela), e fabrique novas botas em lugares conectados à UCA sempre que possível.

Sempre confie na bondade dos estranhos

Pegue coisas de outras pessoas e fabrique os seus próprios equipamentos usando materiais preciosos. Procure itens e veículos em locais compartilhados.

Usar os equipamentos de outro jogador é uma boa estratégia, mas não esqueça de também deixar equipamentos seus para o próximo.

Cuidado com a quantidade de peso que você carrega

Esta é uma das dicas mais importantes para quem está começando a jogar Death Stranding. No começo do jogo, Sam é bastante atrapalhado e vai tropeçar bastante. Para evitar que isso aconteça, abra o menu do jogo, vá na carga e aperte triângulo para que o jogo organize-a da melhor maneira possível.

Dessa forma, Sam se desequilibra menos e você consegue chegar mais facilmente perto do limite de peso que ele consegue carregar. Ele ainda vai tropeçar, mas bem menos do que antes.

Construa (ou evolua) estruturas

Um dos aspectos mais especiais de Death Stranding é ver o mundo ganhar mais forma ao juntar as diferentes partes da região à rede quiral, e a forma mais clara disso são com a construção de novas estruturas.

Por meio de itens como o CQP, o jogador pode construir pontes, torres de vigia, os já mencionados abrigos contra a chuva, caixas postais, entre tantos outras.

Não só isso, as estruturas que outros construíram estarão no seu mundo, e você poderá ajudá-los (e a si mesmo) ao evoluí-los, doando materiais para atingir níveis melhores e resistirem melhor às chuvas temporais.

O melhor exemplo disso é a autoestrada da região central, que requer uma enorme quantidade de recursos em diferentes regiões do mapa, e por isso precisa de um trabalho comunitário (ainda que indireto) para ser completada.

Não se apegue aos veículos

Em certo ponto, é possível desbloquear (e, posteriormente, fabricar) veículos como motocicletas e caminhonetes para atravessar o mundo mais facilmente.

Ao conectar as regiões à rede quiral, também será possível encontrar veículos de outros jogadores espalhados pelo mundo.

Por isso, se você encontrar um terreno em que for essencialmente impossível seguir com o veículo, não há problema em abandoná-lo. No outro ponto, é provável que haja uma caminhonete e moto semelhantes, criadas por outras pessoas, que também ficaram por lá

(Isso se complica um pouco, claro, caso você esteja carregando uma grande quantidade de itens para entrega)

Aproveite e compartilhe com o mundo

Relacionado aos pontos acima, Death Stranding reforça que seus jogadores estão, em maior ou menor escala, conectados e unidos uns com ou outros, e suas ações podem refletir de certa forma no game dos outros.

Cargas perdidas por jogadores conectados podem ser entregues para eles, da mesma forma que qualquer coisa que você perder irá para o jogo de outros. É possível doar materiais e itens que você não precisa, do mesmo modo em que é possível resgatar o equipamento dos outros.

Death Stranding é uma experiência compartilhada, ainda que de forma não-convencional, e por isso é melhor aproveitado se você cooperar com os outros de pequenas formas.

Recicle!

Isso é uma dica para a vida real também, mas reciclagem é uma ação essencial em Death Stranding, especialmente por ser um mundo em que recursos são tão escassos que o ideal é reaproveitá-los de outras formas.

Itens como botas, escadas, âncoras e granadas desgastadas com a chuva temporal podem ser recicladas e seus materiais usados para criar outros equipamentos.

Maletas e barris de materiais também devem ser reciclados para que centros de distribuição e abrigos para que abastecê-los e permitir ao jogador a construir mais coisas, então é aconselhável parte destes materiais espalhados pelo mundo – desde que não tenha coisas demais para cuidar, claro.

Um entregador prevenido vale por dois

Já que o assunto é se preparar, agora é hora de definir o melhor caminho. O mapa no menu do Death Stranding é extremamente detalhado, com uma definição muito clara da topologia e todos os elementos naturais que você irá enfrentar pelo caminho, como rios, montanhas e erosões. Evitar o máximo de percalços é possível fazendo uma boa marcação de caminho no mapa.

Ao pressionar quadrado, é possível marcar um ponto. Segure o botão e arraste até o próximo local desejado e solte. Isso criará uma linha estilo GPS dentro do jogo, bastando então segui-la para chegar aonde você quer. Lembre-se que não basta traçar dois pontos até o local da entrega, vá traçando diversos desvios para evitar os terrenos mais acidentados, buscando o caminho mais rápido e também seguro. Uma linha reta que passe por uma montanha enorme vai exigir mais que os desvios.

Além disso, por conta do Stranding System, você poderá ver placas deixadas por outros jogadores, que geralmente sinalizam que naquela local existem EPs, MULAS e outros inimigos que podem te atrapalhar. Enfrentá-los ou desviar é escolha sua, o importante é estar preparado.

Se ficar meio perdidão, pressione L1 para ativar o módulo bússola, que te joga em uma espécie de tela em primeira pessoa. Nessa tela é possível utilizar o D-Pad para virar para a direção dos pontos importantes e marcados no mapa sem precisar ficar se localizando pelo menu.

Use seu Scan para saber por onde andar

O Scan é imprescindível para navegar pelo mundo de “Death Stranding”. Ele coloca pequenas marcações e ícones por longas distâncias, mostrando por onde é melhor navegar e quais locais devem ser evitados.

Antes de atravessar um rio, por exemplo, sempre utilize o seu Scan. Os locais que forem marcados com bolinhas azuis podem ser atravessados com facilidade. Já os amarelos vão cobrir o Sam até o peito, deixando o bebê estressado. Os pontos vermelhos significam que o local é muito fundo, o que te fará ser arrastado pela correnteza, e soltará boa parte das suas cargas das costas. O mesmo vale para locais íngremes.

Além de ajudar na navegação, o Scan ainda indica recursos, como cristais quirais e criptobiontes, que podem ser coletados pelo caminho. Também indica caixas deixadas por outros entregadores e até mesmo a posição de inimigos. Faça bom uso dessa ferramenta.

Evite a chuva

A Chuva Temporal é um dos principais danos que o Death Stranding trouxe para a América criada por Hideo Kojima. Quando em contato com essa chuva, materiais e células vivas têm o seu tempo acelerado, o que envelhece os seres vivos e estraga as suas cargas.

Sam tem um traje feito para evitar essa chuva, mas ele não protege as cargas. Se você for até o seu menu de cargas, notará que existe uma barra de vida para as caixas, e outra para a carga em si. A Chuva Temporal corrói esse recipiente e depois estraga a sua carga em poucos minutos.

O ideal é evitar pegar chuva, mas nem sempre é possível. Para garantir que a sua carga chegue inteira e você receba mais curtidas pela boa entrega, tente sempre manter o recipiente intacto. Para isso, leve sempre o Spray de Recuperação de cargas. Esse item recupera os recipientes, tirando toda a ferrugem causada pela chuva. Ele inclusive recupera alguns dos seus equipamentos. Você pode direcioná-los direto para as costas, ou para frente se suas cargas estiverem empilhadas em um trator flutuante.

Em certo ponto, o Stranding System terá uma construção específica para isso: uma proteção para chuva que já atira o spray nas caixas. Mas ele chegará bem mais para frente no jogo, então não conte com ele no início. Outro recurso que chega mais tarde e protege da chuva é a caminhonete, que é coberta. Mas sem estradas pode ser um martírio ir para alguns lugares com ela.

Bastões revelam sua posição para os MULAs

Diferente dos jogos anteriores do Kojima, em “Death Stranding” o foco em combate e furtividade é bem superficial. Os inimigos são menos inteligentes e não contam com tantos estados de alerta como nos jogos anteriores. Para compensar, eles possuem um truque que vai revelar a sua posição caso falte atenção.

As MULAs são os inimigos humanos, que ficam de olho nos entregadores para roubar a carga e guardar em seus armários protegidos em um acampamento. Para detectar os entregadores, eles colocam bastões no chão que leem as etiquetas das suas cargas. Se você notar o bastão amarelo fincado no chão, desvie, caso contrário ele vai revelar a sua posição.

Se você caiu no truque dos caras, procure logo um local para esconder, como matos altos. Caso você esteja confiante, apenas encare de frente, um por um. O combate não é muito desafiador, então também é uma boa opção. Se eles roubarem a sua carga, vá até o acampamento mais próximo e procure no armário, sua carga provavelmente vai estar lá.

Leia os e-mails

Durante a sua jornada, Sam vai se conectar com diversas pessoas, compartilhar experiências e também acompanhar os resultados das mudanças do mundo na vida destas pessoas. Eventualmente elas irão enviar emails para contar as novidades e conversar um pouco.

Somente por abrir esses emails você ganhará algumas curtidas dessas pessoas, o que, somado às informações extras sobre o mundo e mecânicas, já valeria a pena. Mas o interessante mesmo é que alguns desses emails contém informações para missões secundárias e colecionáveis. Fique atento para descrições de pontos brilhantes, águas termais e muito mais.

Leia as entrevistas

A história de “Death Stranding” não é tão complicada como parecia, mas existem dezenas de detalhes que ficam escondidos e vão fazer os jogadores que encontrarem se aprofundar mais na narrativa proposta para o jogo. A maior parte delas será encontrada nas chamadas entrevistas, documentos que ficam no seu menu de informações.

A cada nova etapa alcançada em um relacionamento com um dos personagens, você poderá ganhar uma nova entrevista, que conta diversos detalhes do mundo antes, durante e depois do Death Stranding. Se você quer dominar todos os segredos do jogo, faça sempre uma visitinha para esse menu.

Troféus fáceis

Se você curte ir atrás de troféus, existem alguns muito simples de serem obtidos logo nas primeiras horas de jogo. Gritar, dormir, fazer xixi e trocar suas botas pela primeira vez, por exemplo, lhe darão troféus. Basicamente, você ganha um troféu sempre que utiliza uma mecânica do jogo pela primeira vez.

Cuide do BB

O famoso bebê de “Death Stranding” passará quase que o tempo todo ao seu lado. Acalmá-lo para que seu nível de stress não fique elevado pode ser a diferença entre a vida e a morte quando você estiver cercado por BTs. Se ele começar a chorar, aperte L1, depois d-pad para baixo e quadrado para escolher a opção de acalmar o BB. Descansar no quarto e em fontes termais também ajudam nesse processo.

Faça bastante xixi

É uma das mecânicas mais engraçadas do jogo e tem três utilidades. A primeira é que o xixi faz crescer cogumelos que podem ser vistos por outros jogadores. A segunda, e mais importante, é que xixi serve para criar Granadas EX No.1, que podem ser utilizadas contra os BTs.

Dicas finais

É possível escapar dos EPs mesmo depois de ser pego. Não deixe eles te derrubarem e saia da zona de alcatrão. Assim que sair, se abaixe, você estará seguro e escondido de novo.

Se for derrubado, você também pode escapar do EP gigante. Corra para fora da zona do alcatrão e ele irá desaparecer para o outro mundo junto com todos os inimigos da área.

Ajude a construir estradas, elas aceleram a travessia pelo mundo.

Faça entregas secundárias para conseguir equipamentos melhores ao ganhar mais estrelas de afinidade com o local.

Use os esqueletos corretos para cada terreno, focando na velocidade e na integridade da carga.

Referências:

Jovem Nerd, Critical Hits, Meu PS4, The Enemy, Uol, Techtudo, Wikipedia.

God of War

God of War[N 1] é um jogo eletrônico de ação-aventura desenvolvido pela Santa Monica Studio e publicado pela Sony Interactive Entertainment (SIE). Lançado mundialmente em 20 de abril de 2018 para o PlayStation 4, é o oitavo título da série God of War e também o oitavo em ordem cronológica, sendo sequência dos eventos ocorridos em God of War III (2010). Ao contrário dos jogos anteriores, que eram vagamente baseados na mitologia grega, este título é vagamente baseado na mitologia nórdica, com a maior parte do tempo situado na antiga Noruega no reino de Midgard. Pela primeira vez na série, há dois protagonistas principais: Kratos, o antigo deus grego da guerra que é acompanhado por seu jovem filho Atreus. Após a morte da segunda esposa de Kratos e mãe de Atreus, eles viajam para cumprir sua promessa de espalhar suas cinzas no pico mais alto dos nove reinos. Kratos mantém seu passado conturbado em segredo de Atreus, que não tem consciência de sua natureza divina. Ao longo da jornada, eles encontram monstros e deuses do mundo nórdico.

Descrita pelo diretor criativo Cory Barlog como uma reimaginação para a franquia, a jogabilidade foi completamente reconstruída, com uma grande mudança sendo que Kratos não usa mais suas lâminas duplas como armas principais; ao invés disso, ele usa um machado de guerra mágico chamado Machado Leviatã. Outra mudança notável é a câmera; o jogo usa um sistema de câmera livre sobre o ombro em oposição à câmera fixa vista nos títulos anteriores. Além disso, o jogo não contém cortes de câmera e é apresentado em uma filmagem contínua, sendo o primeiro jogo triple A tridimensional da história à apresentar uma filmagem contínua. Há também elementos semelhantes aos jogos de RPG e o filho de Kratos, Atreus, pode fornecer assistência durante o jogo. A maioria da equipe de desenvolvimento do primeiro jogo da série trabalhou em God of War e o projetou para ser melhor acessível. Um pequeno jogo baseado em texto, A Call from the Wilds, foi lançado em 1 de fevereiro de 2018 através do Facebook Messenger, e segue Atreus em sua primeira aventura.

God of War foi aclamado pela crítica especializada, recebendo elogios por sua narrativa, projeção do mundo, direção de arte, trilha sonora, gráficos, personagens, sistema de combate e sentimento cinematográfico. Muitos críticos acharam que ele havia revitalizado a série sem perder a identidade central dos jogos anteriores. Obteve um bom desempenho comercial, vendendo mais de cinco milhões de cópias em um mês de lançamento e mais de dez milhões mundialmente até maio de 2019, tornando-se um dos jogos mais vendidos de PlayStation 4 de todos os tempos. Considerado como um dos títulos mais importantes da oitava geração de consoles, God of War recebeu diversos prêmios, incluindo muitos de Jogo do Ano. Uma romantização do jogo foi lançada em agosto de 2018, seguida por uma série prequela de quadrinhos de quatro edições que foi publicada entre novembro de 2018 até fevereiro de 2019.

Jogabilidade

God of War é um jogo eletrônico de ação-aventura apresentado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa. O jogo conta com uma jogabilidade muito diferente dos jogos anteriores e foi reconstruído a partir do zero. Apesar de God of War: Ascension (2013) ter introduzido o modo multijogador para a série, este título é de apenas de um jogador. Ao contrário das edições anteriores, que contavam com uma câmera cinematográfica fixa em terceira pessoa (com exceção do side-scroller em 2D de 2007, Betrayal), este novo capítulo apresenta uma perspectiva em terceira pessoa com câmera livre posicionada sobre o ombro do personagem. Cinematograficamente, o jogo é apresentado em uma tomada contínua, sem cortes de câmera ou telas de carregamento. Inimigos no jogo derivam da mitologia nórdica, como trolls, ogros e draugrs, bem como as regressadas, seres distorcidos pela magia seiðr. O jogo é aberto à exploração, mas não é de mundo aberto. Devido ao fato dele ser explorável, os jogadores podem encontrar batalhas com chefes opcionais, chefes regulares baseados em histórias. Além disso, os jogadores podem viajar rapidamente para locais diferentes.

Kratos utiliza um machado de guerra mágico chamado Machado Leviatã, que pode ser infundido com habilidades elementares e jogado em inimigos. Por exemplo, Kratos pode arremessá-lo contra um inimigo e magicamente chamá-lo de volta para sua mão (semelhante ao martelo do Thor, Mjölnir). Kratos também pode carregar o machado e soltar uma explosão de energia que causa dano à inimigos próximos. No jogo, o machado tem ataques leves e pesados; ataques pesados permitem que Kratos lance inimigos para o ar. Inimigos maiores, como um ogro, têm alvos precisos e jogar o machado nesses alvos vai atordoar o inimigo. A arma também pode ser lançada em objetos ambientais, como um contêiner, para provocar uma explosão que danificará os inimigos próximos. O Machado Leviatã pode ser melhorado usando runas, com um slot sendo para ataques leves e outro para ataques pesados. Isso proporciona aos jogadores uma variedade de opções para atender seu próprio estilo de jogo. Outra nova arma que Kratos utiliza é um escudo. Quando não está em uso, ele se dobra e aparece como uma armadura no antebraço esquerdo de Kratos. Quando convocado, o escudo pode ser usado ofensivamente e defensivamente. Kratos também utiliza um combate corpo-a-corpo, um recurso introduzido originalmente em Ascension.

Similar aos jogos anteriores, existe uma habilidade de “Fúria” chamada Fúria Espartana. Como nas versões anteriores, a habilidade “Fúria” possui um medidor que se enche gradualmente durante o combate. Com essa habilidade, Kratos usa poderosos ataques de mãos vazias, em oposição às armas, para causar grandes danos aos inimigos. O jogo também apresenta elementos semelhantes aos jogos de RPG. Existem recursos de criação para o jogador descobrir, na qual permitem criar novas ou atualizar blindagens existentes com melhores vantagens. Os jogadores também acumulam uma moeda chamada Hacksilver, um componente chave na elaboração e compra de novos itens. Pontos de experiência (XP) são usados ​​para aprender novas habilidades de combate. Em todo o mundo do jogo, os jogadores encontram baús contendo itens aleatórios, como Hacksilver e encantamentos para melhorar armaduras e armas, bem como dois itens especiais, “Idunn Apples” e “Horns of Blood Mead”, que aumentam o capacidade máxima dos medidores de saúde e fúria, respectivamente. Os medidores são reabastecidos por orbes verdes e vermelhos, respectivamente, encontrados em todo o mundo do jogo e derrubados por inimigos abatidos. Os Quick Time Events não são como nos jogos anteriores. Em vez disso, os inimigos exibem duas barras acima de suas cabeças, um para a saúde e outro para o atordoamento. Encher o medidor de atordoamento ajuda a derrotar inimigos mais difíceis. Quando o medidor de atordoamento estiver cheio, será exibido um botão de captura. Dependendo do inimigo, Kratos pode rasgá-lo ao meio, ou ele pode agarrá-los e jogá-los em outros inimigos, entre outros possíveis resultados. Como a capacidade de nadar foi cortada do jogo, em vez disso, os jogadores usam um barco para atravessar corpos de água quando necessário.

Embora os jogadores joguem como Kratos durante todo o jogo, há momentos em que o jogador controla passivamente o filho de Kratos, Atreus. Um botão é dedicado a seu filho e sua utilização depende do contexto. Por exemplo, se o jogador precisar de ajuda, ele pode olhar para um inimigo, apertar o botão e Atreus usará seu Arco de Garra para atirar flechas no inimigo. As flechas tem pouco efeito na saúde de um inimigo, mas aumentam o medidor de choque. Ao longo do jogo, Atreus ajuda no combate, na travessia, na exploração e na resolução de quebra-cabeças. Ao enfrentar um grande número de inimigos, ele distrai os mais fracos, enquanto Kratos luta contra os mais fortes. Se muitos inimigos se juntarem em Atreus, ele será eliminado pelo restante daquele combate. Assim como Kratos, Atreus adquire novas habilidades, armaduras, flechas especiais, como flechas de raios, bem como ataques rúnicos para o seu arco, mas tem apenas um slot em vez de dois. Os ataques rúnicos de Atreus invocam diferentes animais espectrais com diferentes habilidades. Por exemplo, um invoca um lobo que ataca inimigos, enquanto outro invoca o esquilo Ratatosk, que vai cavar orbes para os medidores de saúde e fúria mencionados anteriormente.

Não ignore Atreus

Pode parecer, mas o filho de Kratos, Atreus, não está em cena apenas para falar sem parar. O jovem é bem útil em combates. Sua principal função é distrair inimigos, com flechas lançadas a distância. Além disso, ele pode apontar o caminho ou dizer quando há um oponente vindo por trás – eles não esperam você se defender nesta versão do game.

No geral, ignorar Atreus é pedir para perder de maneira constante. O garoto é muito prestativo nos momentos mais importantes, principalmente nas batalhas. Tente sempre ouvir o que ele diz, em todos os casos.

Evolua aos poucos

O sistema de evolução de este game é bem diferente dos demais. Você não preenche mais uma barra com os glóbulos vermelhos que coleta de adversários. Dessa vez, há a oportunidade de evoluir Kratos com base em sua experiência ou pelo dinheiro obtido no cenário e ao vencer monstros, com melhorias nas armas e armaduras.

O grande problema é que essas quantias são limitadas e nem sempre você vai ter sobrando. Isso foi feito de maneira proposital, para que os jogadores tenham experiência única em cada partida. De acordo com os produtores: “Nenhum Kratos é igual ao outro”. Logo, você terá uma personalização bem próxima de ser única.

Esquiva é fundamental

Uma das poucas coisas que não mudou em relação ao God of War anterior: os combates continuam complicados. Aqui, no modo Normal, eles são ainda mais difíceis. É preciso saber esquivar na hora certa, principalmente por conta dos inimigos que atacam por trás.

Para guiar o jogador, um indicador colorido fica na parte de trás do Deus da Guerra. Se ficar vermelho, quer dizer que há um oponente prestes a acertar o personagem – se estiver branco, quer dizer que há apenas alvos disponíveis ao virar a câmera. Não deixe de usar a esquiva nunca.

Não colete vida se não precisar

Sabemos que é tentador coletar os itens verdes que ficam no chão, mesmo quando sua barra de energia está cheia. Não faça isso, eles não voltam depois. Energia pode ser raro de encontrar ao longo do jogo, por isso colete estes itens apenas quando sua barra estiver quase no fim.

Na verdade, eles devem ser seu último recurso na hora de recuperar vida. Alguns adversários, ao serem derrotados, concedem uma pequena recuperação ao Deus da Guerra. Deixe os itens verdes pelo caminho e volte para coletá-los.

No combate: Kratos não é mais o mesmo

Por outro lado, esqueça o Kratos de antigamente, que realizava combos ferozes com suas lâminas para destroçar os inimigos. O personagem agora se comporta de maneira bem mais “lenta”, um pouco mais realista.

Saiba cadenciar corretamente as sequências. Kratos não se recupera de maneira tão rápida de um golpe errado e isso pode ser fatal no combate contra um chefão. Os ataques agora ficam os botões R1 e R2, então tente se acostumar com isso logo no início da aventura.

Lance o machado

O machado Leviatã é sua principal arma. Ele tem uma peculiaridade bem interessante: pode ser lançado a grandes distâncias. Isso ajuda muito na hora de vencer oponentes inalcançáveis ou lidar com lutas mais difíceis.

É possível, por exemplo, congelar alguns oponentes por tempo limitado com o poder do machado. Há ainda a possibilidade de vencer até mesmo chefões com essa técnica, então não tenha medo, nem vergonha, em atacar apenas de longe.

Explore