South Park: The Stick of Truth

South Park: The Stick of Truth é um jogo eletrônico do gênero RPG de 2014, desenvolvido pela Obsidian Entertainment, com a colaboração de South Park Digital Studios, e publicado pela Ubisoft para PlayStation 3, Xbox 360 e Microsoft Windows. O jogo é baseado na série de desenho animado estadunidense South Park, o enredo é centrado no “garoto novo”, que se muda para a cidade de mesmo nome, envolvendo-se em uma épica guerra de fantasia RPG entre seres humanos, magos e elfos, que estão lutando pelo o controle de um objetivo super poderoso, o Stick of Truth (Cajado da Verdade). O jogo sai completamente fora do controle, levando-os em conflitos com alienígenas, zumbis nazistas e gnomos, ameaçando a cidade à destruição.

O desenvolvimento começou em 2009, após os criadores de South Park, Trey Parker e Matt Stone, aproximarem da Obsidian com a ideia de fazer um jogo RPG projetado para refletir exatamente a série de televisão. Parker e Stone estiveram envolvidos ao longo da produção do jogo: eles escreveram o enredo, foram consultados sobre o projeto e expressaram vários personagens da série. South Park: The Stick of Truth teve uma produção turbulenta; a data de lançamento foi adiada várias vezes a partir da data programada em março de 2013 até o lançamento em março de 2014. Houve também uma mudança de editora na sequência da falência da THQ, editora original. Os direitos do jogo foram comprados pela Ubisoft no início de 2013.

South Park: The Stick of Truth foi objeto de censura em algumas regiões devido ao seu conteúdo, que inclui abortos e imagens nazistas; Parke e Stone substituíram as cenas com explicações detalhadas sobre cada. O jogo foi lançado com críticas positivas, que elogiou o roteiro de comédia, o estilo visual e a fidelidade ao material de origem. Ele recebeu críticas por falta de combate e técnicas difíceis que retardaram ou impediram o progresso. A sequência, South Park: The Fractured but Whole, está agendada para ser lançada em 2017, ao lado de uma versão de South Park: The Stick of Truth para PlayStation 4 e Xbox One.

Tela de criação de personagem

Sua roupa, seu jeito, sua cara

É aqui que você escolhe sua aparência e monta um perfil inicial. Essa parte é fácil. Mas o Cartman, de qualquer jeito, vai te achar um fucking-cão-chupando-manga com a roupa mais ridícula do mundo.

Classes

Chegou o momento de escolher sua classe, ou seja, que define os tipos de habilidades que você tem e como vai lutar durante as batalhas. No fim das contas, você é insignificante e o Mago Rei podia dar conta de encontrar o Bastão da Verdade sozinho. Mas como ele é um cara muito legal, vai deixar você participar da brincadeira.

Você vai conhecer a galera da vizinhança conforme for jogando. Isso é uma parte muito importante porque, sabe como é, networking te leva à melhores oportunidades. Não esqueça de adicionar todo mundo e fazer seu “feici” bombar.

“Mova sua bunda, Idiota”: você vai descobrir como a interface do jogo é simples.

Todo mundo tem nome de guerra em um RPG. Teoricamente, você escolhe algo que acha sensacional. Só que, nesse jogo, quem manda é o Cartman e ele diz que seu nome vai ser “Idiota”. Não adianta discutir, ele não vai te chamar de outro jeito.

Na galeria, ali de cima, tem várias imagens com um pouquinho da interface. Seu inventário, a loja de equipamentos, os bichinhos especiais que você captura e coleciona e seu caderno de missões. Tudo muito fácil de entender.

Referências aos episódios

Se você não acompanhou a série de TV de South Park e gostaria de jogar o game, não se preocupe. É possível curtir a história do jogo mesmo sem entender algumas das inúmeras referências colocadas na aventura. Caso você esteja curioso para entender os detalhes e piadas, pode começar pela trilogia “Black Friday”, que são os episódios 7, 8 e 9 da 17° temporada. Eles serviram como um prólogo para entender a origem da brincadeira das crianças no game.

Como começar a sua aventura

Ao entrar no menu inicial, escolha a opção “Novo Jogo” e siga as instruções para selecionar o nível de dificuldade e criar o seu novo personagem. O game não é difícil, até mesmo em níveis mais altos, e você poderá aproveitá-lo no tempo que quiser. Ele também conta com legendas em português para facilitar o entendimento das piadas e narrativa. Para selecioná-las, basta você mudar o idioma da interface da sua plataforma. Acesse as opções do PS3, Xbox 360 ou na sua conta do Steam para selecionar o idioma da interface e colocá-los em português.

Após a animação inicial, você deverá completar a primeira missão do jogo para fazer amigos. Encontre o personagem Butters à direta e siga-o para a casa do Cartman. Siga o pequeno tutorial para aprender os primeiros comandos em combate. Nesta parte não há muitas dificuldades, mas é necessário um pouco de atenção para completar os golpes.

Importante: O sistema de combate segue o estilo dos jogos de RPG, sendo realizado por turnos. Os ataques tem tempo certo, então fique atento para os comandos que aparecem logo abaixo. Siga os controles e aperte os botões pedidos no momento certo para realizar seus ataques. Golpes fora do tempo certo causam menos dano ou falham.

Interface e Comandos

A interface também segue o tom bem humorado de South Park, fazendo referências ao episódio “Você tem 0 Amigos”. Familiar a uma página do Facebook, seu menu principal reúne todas as informações do seu personagem, habilidades, mapa e até mesmo mensagens dos personagens do jogo em um mural. Você poderá atualizar habilidades, conferir suas missões e ainda pegar dicas em mensagens dos personagens. Vale lembrar que para pegar as dicas é necessário explorar o mapa e conversar com outras pessoas, para convidá-las para sua rede social. Fique atento aos pontos de interrogação mostrados no mapa, pois estes guiarão você pelas missões, mostrando onde deve ir e o que fazer.

Os comandos tem diferenças muito distintas entre as versões de console e as de PC. Usando o mouse e teclado, você controla seus personagens com os botões A, W, D e S e seleciona as habilidades no combate com o uso do mouse. Já nas versões de PS3 e Xbox 360, os comandos no controle são muito semelhantes, e para mudar as opções você deverá usar os botões superiores como R2 ou LT e selecionar as opções usando o analógico. Uma dica é usar o controle do Xbox 360 no PC, pois ele permite um controle melhor dos movimentos em combate e é mais preciso para acertar o tempo correto dos ataques.

Escolha diferentes classes e equipamentos

Ao criar seu personagem você terá quatro diferentes classes pra escolher, sendo elas o Guerreiro, Mago, Ladrão e a curiosa classe de Judeu. Na hora de escolher, tenha em mente que cada classe possui habilidades especiais específicas, todas inspiradas na série de TV e com diversas piadas. Já na hora de escolher seus equipamentos, não se preocupe. Não existem restrições ou equipamentos certos para cada classe, e tirando certas roupas que o personagem Cartman dá ao seu, você poderá equipar quase todas.

Sua roupa consiste em uma fantasia bem criativa que pode variar de tema. Para consegui-las, você deve juntar dinheiro e explorar diferentes lugares do jogo. Elas podem ser desbloqueadas em missões ou podem estar escondidas, e é necessário ter o level certo para usar determinadas roupas. Os acessórios são variados e podem ser encontrados da mesma forma, ou comprados. Você pode usar perucas, óculos e até mesmo barba. A maioria dos acessórios fazem referências aos episódios e vão lhe garantir diferentes bônus para usar em combate.

Realizando missões

Para evoluir o seu personagem e avançar no jogo é essencial que você complete as missões (quests) e entre em combates para ganhar experiência. Como características dos clássicos RPGs, você precisará ganhar experiência para atingir níveis maiores, para assim poder equipar novos equipamentos e derrotar inimigos mais fortes. As missões principais, marcadas por pontos de interrogação amarelos e azuis, avançam a história principal do jogo, enquanto os pontos cinzas são missões opcionais que lhe darão itens bônus e também experiência extra.

Procure pelos pontos no mapa ao acessar o menu principal. Clique nos pontos de exclamação para ler as informações pedidas na missão e se guiar. Usando os pontos você encontrará facilmente seus objetivos e saberá o que fazer para completar cada missão. Siga as instruções e complete o maior número de missões possíveis para subir de nível, conseguir itens e coletar objetos colecionáveis.

Sistema de combate

O sistema de combate é muito simples, seguindo a ideia de ter sido criado pelas crianças da quarta série. Ao encontrar e encostar nos inimigos pelo mapa, você automaticamente entrará em combate e contará com a ajuda de parceiros para te ajudar. Use os botões R1 ou RT para trocar de companheiro no controle ou selecione com o mouse no PC. Seu companheiro também ganhará novas habilidades com o tempo. Lembre-se que ao trocar, o outro personagem não poderá atacar no mesmo turno. Ataque primeiro seus inimigos antes de entrar em batalha para começar o turno atacando.

O combate é realizado por turnos onde cada jogador terá sua vez de atacar. Você poderá usar um item por turno e um ataque, seguindo sempre as instruções de cada um e tentando acertá-lo no tempo certo pedido. Fique atento para as suas barras em combate, que são as de HP ou vida, a de PP ou “Power Points” e sua barra de Mana. Você precisará das duas últimas para realizar ataques, usando a de PP para golpes especiais e a de Mana para habilidades. Cada ataque especial e habilidade usada gastará os pontos das suas barras.

Para se defender, você deverá ficar atento ao tempo de ataque do seu adversário. Ao ver um circulo cinza abaixo do seu personagem, pressione o botão de ataque no controle ou no mouse para bloquear um ataque. Quando mais preciso, melhor será o seu bloqueio. Você também pode invocar criaturas durante o combate, mas a invocação só pode ser usada uma vez por dia. Para ganhá-las você precisa visitar os moradores de South Park e realizar tarefas pra eles. Para invocar a mesma criatura, você precisará retornar ao morador e falar com ele para ter acesso a ela novamente.

Importante: Compre ou explore para coletar itens de recuperação, como lanches, refrigerantes e comidas fortes que recuperam suas barras de HP, PP e Mana. Lanches maiores recuperam quantidades maiores de vida, assim como outros itens para as outras barras. Vale lembrar que você poderá usar apenas um item por turno, então escolha com cuidado.

Itens colecionáveis

Fazendo novamente referências aos episódios, o game conta com diversos objetos colecionáveis que podem ser coletados ao longo da aventura. Alguns estão em locais de fácil acesso, mas outros precisam de uma atenção especial por estarem bem escondidos, além de precisarem do uso de habilidades específicas. Um dos itens colecionáveis são os famosos Chinpokomon, uma sátira ao desenho Pokémon feita na série de TV. Acessórios também são itens colecionáveis, mas podem ser usados no seu personagens, garantindo bônus e até mesmo conquistas ou troféus se usados em determinados momentos.

Dicas básicas antes de começar o jogo

Escolha bem o seu companheiro de time (Conquista No Chilft Left Behind). Na minha opinião, para esse jogada no qual se deseja obter o 100% vale ressaltar os companheiros (não necessariamente nessa ordem):

BONS:

Kyle: Tem um bom dano e aguenta também bastante dano. Recomendo contra chefes.

Stan: Tira pouco dano mas é um bom tank. Recomendo contra chefes.

Jimmy: As skills dele auxiliam bastante, é um ótimo suporte. Recomendo contra inimigos comuns.

Cartman: Tem pouca vida e defesa, mas tem um forte dano em área. Recomendo contra uma grande onda de inimigos.

RUINS:

Kenny: Apesar de ser ótimo no começo do jogo, o Kenny durante suas skills pode morrer, colocando em risco assim a conquista.

Butters: Muitos dizem que é o melhor companheiro, talvez até seja. No seu perfil na seleção de Grupo é possível observar que Butters tem uma ”passiva secreta” do qual ele dobra a chance dos inimigos focarem ele, logo, você não vai desejar isso, ele pode morrer e pôr em risco a conquista.

Lembrando também é possível reviver os colegas antes da batalha acabar, porém efeitos como Sangramento e Incendiar pode matar o inimigo antes que você tenha tempo de reviver o aliado. Caso o aliado morra, recomendo você fazer reload no save antes da batalha acabar (o jogo faz autosave sempre).

Durante sua jogatina, converse com todos e interaja com tudo que puder. Abra todas as portas e portões e explore as casas.

A dificuldade não altera a obtenção das conquistas. Logo, você pode deixá-la em Casual para facilitar as coisas.

Upe ao máximo sua primeira habilidade (Conquista Mastery).

Não venda nada durante a campanha para poder desbloquear a conquista For the Hoarder. E também evite gastar dinheiro, pois no final você vai precisar ($175 para ser mais exato), dá pra finalizar o jogo fácil fácil apenas com os itens dropados/obtidos.

Referências:

Pure break, Steam community, wikipedia, techtudo.

This War of Mine

This War of Mine é um jogo de 2014 de sobrevivência no meio de uma guerra desenvolvido por 11 bit studios. O jogo, que foi inspirado pelo Cerco de Sarajevo durante a Guerra da Bósnia de 1992 até 1996, difere-se dos demais jogos do estilo pelo fato do foco e da jogabilidade serem voltados a civis, e não militares. This War of Mine foi lançado para Microsoft Windows, OS X e Linux sistemas operacionais em Novembro de 2014. A versões para Android e iOS só foram liberadas em 14 de julho de 2015.

O Jogo é uma perspectiva diferente da guerra onde o jogador controla os Civis que ficaram presos em uma casa e tem que sobreviver saindo a noite e pegando suprimentos, o jogador pode utilizar o Stealth e pegar suprimentos sem ser visto ou usar uma arma e matar todos no local, estas ações podem dar consequências no jogo como um personagem ir embora por não querer ser um assassino ou ele entrar em depressão severa por meses.

Personagens

Os personagens são 12 e cada um tem sua história individual.

Anton: Ele era um professor de matemática antes da guerra. Durante a guerra a universidade onde ele trabalha foi destruída e o mesmo teve que se esconder com seus alunos no porão. Muitos alunos foram mortos por snipers ou tentando achar um abrigo, aparentemente ele é o único que sobreviveu.

Arica: Ela era uma garota que vivia numa vizinhança antes da guerra. Diferente dos outros personagens que veem de Pogoren como cidade natal, ela veio da capital fugindo dos assassinos. Ela vivia com seu pai alcoólatra e abusivo depois que sua mãe morreu. Seu pai morreu depois do início da guerra e ela se tornou uma ladra e fumante.

Boris: Ele trabalhava em um armazém carregando caixas, e possui grande força. Durante a guerra, seu bairro foi bombardeado e por causa de um objeto que no jogo não é descrito com clareza, ele quebrou seu pé. Ele tem uma esposa e um filho já falecidos (Ana e Luka). Sua esposa morreu quando estava escavando seu pé para fora dos escombros, morta por um sniper, e a morte de seu filho não foi especificada.

Bruno: Ele era um chefe de cozinha antes da guerra. Ele tinha um restaurante e era famoso por conta de seu programa de TV chamado “Bruno´s Cuisine”. Ele viveu em uma cidade nos arredores de Pogoren. Um dia recebeu um telefonema de sua melhor amiga que dizia a ele estar preocupada, pois dois homens estavam lutando na rua. Bruno a acalmou e disse que tudo ficaria bem, mas esses homens eram descritos como Rebeldes. Depois de alguns dias ele viu no noticiário que muitas brigas estavam ocorrendo entre pessoas no bairro onde ele e sua amiga moravam. Percebendo que seu bairro estava sendo atacado e sua amiga em perigo ele pegou um ônibus e foi o mais rápido para lá, mas ele demorou muito e viu que os pontos de ônibus não estavam mais funcionando devido a guerra, então ele busca desde então um modo de achar sua amiga sozinho na guerra. Ele é descrito como sociopata pelos jogadores por não sentir remorso quando mata ou rouba alguém.

Katia: É a negociadora. Cresceu na cidade (Pogoren), mas foi para o exterior estudar e começar a trabalhar como repórter, onde ficou vários anos. Quando os problemas de seu país natal se transformaram em uma guerra, foi escolhida para escrever relatórios sobre ela. Queria rever seus pais no início da guerra, mas já era tarde demais – encontrou a casa em ruínas, e sua família tinha desaparecido. Desde então procura por eles.

Pavle: Ex-jogador de futebol. Antes da guerra, vivia com mulher e filho na melhor parte da cidade. Desde então não os viu mais. Segundo ele mesmo: “quem precisa de jogadores de futebol durante uma guerra? Ninguém se preocupa com esportes quando todos os dias poderia ser seu último.”

Marko: Era um bombeiro. Se casou com uma vítima de um incêndio que ele resgatou (Alina). Tiveram duas filhas, mas no início da guerra as 3 fugiram e ele decidiu não abandonar o corpo de bombeiros naqueles tempos difíceis. Quando tentou ir atrás delas, não conseguiu mais deixar a cidade. Perdeu o contato com a família.

Marin: Marceneiro. Na casa, é considerado um “faz-tudo”. Tinha uma oficina onde consertava qualquer coisa, mas se recusou a fazer umas peças de arrombamento. Mais tarde, sua casa foi explodida por um coquetel Molotov, e sua esposa morreu. Eventualmente, no jogo, pode entrar em depressão e fugir da casa roubando alguns itens.

Os outros personagens são: Cveta (ex-curadora de crianças), Zlata (ex-musicista), Emilia (ex-advogada) e Roman (ex-combatente).

No começo da guerra

Você provavelmente irá viver até a primeira semana sem que alguém morra de doença ou tome sua própria vida, mas é a forma que você se prepara para os dias mais duros pela frente que irá determinar quanto tempo você aguentará. Isso significa que é de grande importância o primeiro dia e a limpeza necessária em sua própria habitação.

Para os iniciantes, é aconselhável não alimentar ninguém no primeiro dia e não permitir que ninguém durma, focando mais em completar as tarefas necessárias ao redor da casa. É claro que deve abrir mão dessa estratégia caso haja alguém realmente faminto ou doente quando começar o jogo, mas caso não haja, salve seu tempo e recursos para tempo mais difíceis.

Nos primeiros dias então você deve focar em estocar comida, remédios e materiais, bem como preparar-se para quando as coisas ficarem realmente feias. Isto significa preparar sua habitação para reduzir roubos, construir camas, um chuveiro coletor de água de chuva, forno, armadilhas para roedores e uma bancada para trabalhos avançados para criar ferramentas simples e armas, por exemplo.

A arte do combate

Procure usar os seus personagens mais fortes e dispensáveis. Com eles, será mais fácil para liberar espaço para que o personagem com maior capacidade de transporte possa coletar os suprimentos do local, sem medo de ser ferido. Isso ajuda bastante na luta do dia a dia em sobreviver.

Além de um caminho claro para o membro do seu grupo que irá pegar os suprimentos, os combates irão ajudar a conseguir novas e melhores armas, apesar do grande risco. Porém, uma vez que estiver com algumas pistolas e espingardas, você poderá se locomover sem temer muito as consequências. É bom também deixar um par de armas em sua base para proteção contra ladrões.

O combate também não é apenas com relação ao dano físico. O jogo possui toda uma mecânica de consequências psicológicas. Após matar um número de pessoas, o membro do grupo pode começar a sofrer de depressão e nunca ser o mesmo de antes.

A arte da limpeza

Os suprimentos em sua casa podem durar até um dia, e mesmo assim, raramente há o suficiente para satisfazer a necessidade de todos. Isto significa que sua primeira noite também será sua primeira viagem para o mundo exterior. E a forma como você se prepara pode determinar o quão cheio a sua mochila estará quando chegar em casa.

Alguns dos locais gerados para limpar são perigosos. Procure mandar alguém a frente antes de enviar o seu companheiro com o maior espaço na bagagem. Ás vezes será necessário fazer escolhas de duvidosa carga moral, ou seja, terá que enviar alguém a missões bastante arriscadas e com poucas chances de sobrevivência.

Mantenha-se na linha

O game possui diversas situações reais de uma região em guerra, e às vezes, pode forçar uma conduta mais violenta do grupo. Mas é exatamente nessa hora que a falta de agressividade, ou mesmo a demonstração de compaixão, pode ajudar ao seu grupo a permanecer mentalmente forte. Não importa se você estiver bem de suprimentos e capacidade física, se os membros do seu grupo estiverem com o psicológico em frangalhos.

A compaixão não se trata apenas em deixar as pessoas viverem quando se está invadindo locais em busca de suprimento, mas também em ajudar seus vizinhos quando eles batem em sua porta. Ao ajudar aos outros sobreviventes, você poderá acabar ganhando valiosas recompensas.

Primeiro Dia e Primeira Noite

De essencial, explore sua casa. Haverá lugares com portas trancadas que precisaram de mixas (equipamento para abrir portas rapidamente e em silêncio) ou de pés-de-cabra (equipamento para arrombamento, faz muito barulho e serve para machucar pessoas) e haverá lugares com escombros, onde você vai precisar de uma pá (equipamento muito eficiente para tirar entulho) ou você pode usar as mãos, que levará um tempo considerado. Dica: No canto superior esquerdo, haverá um relógio de extrema importância. Administrar seu tempo será sempre sua melhor opção, tente explorar o máximo de sua casa até o meio dia, logo após esse horário, use um personagem para construir outras coisas, como um fogão. Dica: Coloque as estruturas o mais perto possível uma da outra, de fato, você não vai conseguir deixar tudo “bonitinho”, pois o importante é a funcionabilidade.

Oito horas, é noite. Inicialmente você terá poucos lugares para ir, portanto escolha o mais próximo de seu abrigo – aquela casa ou prédio em ruínas – você encontrará bastante itens, leve de primeiro os alimentos (que você vai precisar no dia seguinte) e leve também itens de valor, os que você encontrar. Cada personagem possui sua mochila e sua determinada quantidade de itens que pode carregar. Dica: Você não será atacado na sua primeira noite, então deixar seus personagens dormindo na casa é algo que será ótimo para o segundo dia. Dica: Se você for na casa em chamas (mesmo se ela não estiver em chamas) você encontrará lugares para examinar, indicados por uma lupa e uma delas localizada no segundo andar da casa. Logo após de você ler, vai aparecer um novo lugar para explorar.
Lembra-se do relógio? Pois bem, ele também é útil na sua exploração. Você não deve deixar esse relógio chegar à 5:59 AM. Caso isso não ocorra, você vai começar a lidar com a sorte, seu personagem pode voltar para casa ileso, ferido, gravemente ferido ou não voltar. Isso ocorre por causa do exército, que sai de manhã mantando qualquer civil que aparecer.
O primeiro dia e a primeira noite são relativamente fáceis, mas não significa que os outros dias também serão assim.

Como proceder do segundo dia em diante

Segundo dia e seus personagens estão com fome e o que você usou para coletar está cansado. Tudo é bem simples, você deve preparar comida no fogão (se você o construiu) e descansar o(s) personagem(s) que estão cansados (para isso, você deve ter construido uma cama).
Aproveite seu segundo dia usando o que você conseguiu coletar do primeiro. Faça mais camas, melhore seu fogão, faça uma bancada para fazer ferramentas de muita importância.
Quando for coletar, lembre-se de sair com uma “lista de coisas para pegar” facilitando muito sua coleta.

Segundo dia será bem parecido com o primeiro, tirando o fato que você pode ser atacado de noite, portanto você deve deixar um de vigia ou, se necessário, todos os que ficaram na casa. Dica: Há personagens que ajudam na casa, tais como o Marin e o Bruno. Cada um tem uma habilidade única e muito importante. Marin é um construtor que, antigamente, consertava e criava coisas sob encomenda, portanto ele sabe como construir tudo em sua casa. Graças a sua habilidade com construções, Marin pode construir coisas na casa usando menos materiais que os demais.
Bruno era um Gourmet muito reconhecido em Pogoren, porém veio a guerra e agora ele não passa de um cozinheiro, mas ainda é extremamente útil em tempos de escassez de alimentos. Bruno usa menos materiais para cozinhar e faz mais alimentos, podendo alimentar todos em casa.

Combates e roubos furtivos

Umas das coisas mais complicadas em This War of Mine é o combate, tanto corpo a corpo, armas brancas e armas. Você pode socar as pessoas, porém eu não recomendo, pois soco é demasiado fraco e é bem capaz que seu inimigo tenha uma faca ou até uma arma de fogo consigo. Facas são bem eficientes para “Backstab”, melhor dizendo, uma facada mortal nas costas. Há vários personagens já citados que realizam esse ato.
Combate é só clicar no círculo em cima do personagem inimigo e então você vai realizar seu ataque, o mesmo para armas de fogo.
Armas,punhos,facas,pés-de-cabra,machadinha,pistolas,shotguns,rifle de assalto. Você pode encontrar partes das armas de fogo espalhadas por todo seu mapa e também possuem partes de coletes balísticos e capacetes que você pode consertar (como com as armas) ou você pode encontrá-los inteiros, normalmente em corpos de rebeldes fortemente armados e soldados. Além de tudo isso, você pode fazer munição com pólvora e capsulas de munição vazios, possibilitando a criação de munição para todas as armas. Lembre-se: Tenha calma. Sei que é difícil quando você acha muita coisa boa e tem que decidir entre o combate e a fuga, mas ai vai uma dica, a fuga é sempre a sua melhor opção. Caso tenha 1 cara apenas e você está fortemente armado, não tenha medo de enfrentá-lo, você pode ganhar essa luta fácil (saiba que você pode deixar as pessoas da sua casa tristes) mas, se você se deparar com mais pessoas na casa ou no local que você está visitando, corra. Matar várias pessoas é extremamente difícil, além do fato que você vai ficar eufórico por conta dos itens que você conseguiu e dos futuros itens que você pode conseguir matando as pessoas.

Diferença entre pegar e roubar

Há uma diferença entre pegar e roubas, além das palavras. Pegar não resulta em nada, “como assim?”, quando você pega algo, significa que aquilo não tinha dono, ou seja, é seu. Se você pegar algo na frente de um personagem na casa, nada de ruim vai acontecer com você.
Roubar é um pouco mais complicado…Quando você rouba, você tira algo de alguém (necessariamente) e como diria o jogo Life is Strange™ : “Essa ação terá consequências” pois é, mais ou menos isso que acontece em This War of Mine, além do fato que a pessoa vai só tentar te matar. Quando você rouba, alguns dos seus personagens ficam emotivos, exclamando: “Peguei muito daquelas pessoas, como vão sobreviver agora?”- Não se preocupe, você precisa daquilo para sobreviver (muitas vezes). 

Vigília

Apesar de muitos pensarem que o essencial do jogo é basicamente sair a noite com um bom coletor e trazer ítens de elevado valor e/ou suprimentos, isso não está totalmente certo, já que, no caso de saqueadores atacarem seu abrigo a noite, muito pode-se perder por não dar a devida atenção à vigia do mesmo.

Vigia

A vigia nada mais é do que: seus personagens deixados para essa posição tentarão repelir quaisquer invasores que possam adentrar o abrigo durante o tempo em que você estiver fora. É importante mencionar que o jogador não tem qualquer participação direta na vigia, a unica coisa que se pode fazer é deixar os personagens mais capazes de realiza-la devidamente equipados com armas e manter o abrigo bem seguro.

Níveis de perigo

Há diversos níveis de perigo possíveis, sendo os mesmos:

Baixo: geralmente ocorre nos primeiros dias de jogo, mensagens como “eles não pareciam muito determinados” ou “era apenas um grupo de catadores” aparecem.
Moderado:Ocorre a qualquer dia do jogo exceto nos iniciais e no periodo de aumento de criminalidade, mensagens como “era um grande bando de ladrões” ou “eles pareciam determinados” aparecem.
Elevado: Só ocorre no periodo de aumento de criminalidade, mensagens como “Eram muitos e estavam armados” ou “os saqueadores eram bem agressivos” aparecem.
Extremo: Pode ocorrer no periodo de aumento de criminalidade, mensagens como “era um grupo extremamente agressivo e estava bem armado” podem aparecer.

Os danos causados ao abrigo podem ser: nenhum, minimo, moderado e elevado. Onde basicamente o que varia são o numero de coisas roubadas e o nível dos ferimentos que os vigias podem sofrer.

Habilidade de vigia dos personagens

É essencial que um ou dois personagens sejam deixados de vigia a noite, porém nem todos eles são bons para essa função. Abaixo uma tabela que exemplifica o “nível” de habilidade dos personagens em ficar de vigia.

Melhorias no abrigo

Algumas melhorias podem ser feitas no abrigo para ajudar a diminuir as chances de ser atacado a noite. Ainda não realizei testes o suficiente para comprovar sua eficiência exata, porém, são de grande ajuda no periodo de aumento de criminalidade.

Tampar buracos

Pode ser construída três vezes e é pré-requisito para a construção da porta com alarme (veja abaixo) necessita de pelomenos um upgrade na mesa de trabalho (mesa inicial +1 upgrade)

Porta com alarme

Pode ser construída após ter tapado os três buracos e realizar o ultimo upgrade da mesa de trabalho (mesa inicial + 2 upgrades)

Deixando armas para os vigias

Outra forma de melhorar significativamente a chance de não ser roubado é deixar armas com os vigias a noite. Eu particularmente gosto de deixar uma arma de fogo com pelomenos 6 munições e uma arma branca para o caso de utilizar 2 vigias, porém, obtive melhores resultados deixando todos os vigias com armas brancas e trocando as armas de fogo por outras coisas (comida, bandagens, etc) fica a critério do jogador.

Se tudo mais der errado…

Se você chegou ao período de aumento de criminalidade e não está seguro de que seus itens estão a salvo, você pode leva-los a noite com o seu coletor e deixa-los em algum local previamente visitado para que assim eles não possam ser roubados. (Eu concordo que é realmente muito estranho seus itens estarem mais seguros em um lugar abandonado ao relento do que na sua própria mini-fortaleza, mas testei isso e realmente funciona.

Ferramentas

Ferramentes que se podem ser feitas no jogo, suas utilizações majoritárias e seu custo (não levando em conta o “desconto” que Marin possui para fabrica-las).

Referências:

Steam Community, Techtudo, wikipedia.

Albion Online

Albion Online (AO) é um MMORPG de fantasia medieval desenvolvido pela Sandbox Interactive, um estúdio baseado em Berlim, Alemanha. Durante os estágios beta de desenvolvimento, os jogadores puderam comprar “Founder’s Packs” para obter acesso aos testes beta fechados que foram executados de forma intermitente pela Sandbox Interactive, geralmente após um intervalo de alguns meses de desenvolvimento. Esses pacotes do Founder não estão mais disponíveis desde o lançamento do jogo completo. O Albion Online removeu seu modelo free-to-play por várias razões em 30 de dezembro de 2015.

Desde o seu lançamento em 17 de julho de 2017, Albion online agora oferece uma seleção de “Starter Packs”, que concedem aos jogadores acesso ao jogo e oferecem uma quantidade variável de ouro para começar. Depois que um jogador compra qualquer um dos pacotes iniciais, ele terá acesso ilimitado ao jogo, sem taxas obrigatórias extras. Os jogadores também podem comprar a associação por um período limitado, sem os benefícios dos pacotes iniciais. A partir de 10 de abril de 2019, o Albion Online passou a ser gratuito para jogar .

O caminho das pedras:

Em algum lugar dos confins do continente oriental de Albion, num lugar desolado de paz oprimido pelas disputas políticas, as histórias de um novo começo se tornam realidade. Era a hora de escrever a história de um novo herói.

Bem-vindos, Aventureiro. Você chegou ao lugar certo — e ao jogo certo. Albion Online é um MMORPG medieval da Sandbox, projetado inteiramente com o objetivo de proporcionar uma vivência equilibrada e desafiadora. Do desenho de animação simplista, mas cheio de impacto, até a abordagem minimalista do estilo de arte esteticamente agradável, o jogo exige atenção.

Dito isso, estou aqui hoje para fornecer-lhe algumas orientações sobre a linha de conduta inicial ao dar os primeiros passos no mundo de Albion. Comecemos com a primeira coisa que se pensa naturalmente ao conectar no jogo: o Painel do Destino.

O Painel do Destino: ponto central da progressão

Ao entrar no jogo pela primeira vez, você notará que não há ninguém para dar uma missão nem NPCs para direcionar a sua jornada. Não se preocupe: isso é intencional. Em Albion Online, você escreve a sua história e determina o próprio caminho. No entanto, o Painel do Destino está disponível como um sistema de apoio para ajudar a definir melhor quem você deseja se tornar como jogador. A primeira coisa que você deverá fazer é abrir o Painel do Destino; para isso, aperte a tecla de atalho “N”.

Sim, a princípio, o painel do destino parecerá muito complexo, mas não desanime: só serão necessários alguns momentos para perceber que se trata de algo mais coerente do que parece. Ele será o seu guia tácito da progressão de personagem em Albion, acessível a qualquer hora e de qualquer lugar. Você começará a progressão no painel do destino assim que se conectar. Depois de fechar o painel do destino, veja a parte inferior central da tela. Lá estarão as tarefas iniciais do painel do destino que você deverá concluir para começar a sua jornada. 

Agora que você já compreendeu o estilo básico de progressão e começou a sua jornada em Albion, falemos sobre as primeiras tarefas em que você deverá se envolver.

O começo da jornada

Ao chegar às praias da costa de Albion, você poderá se direcionar a três lugares: o Cruzamento Oeste, o Cruzamento Central ou o Cruzamento Leste. Se você planeja começar a sua jornada com um acompanhante, a viagem entre cada cidade inicial é um processo bem simples. Para isso, fale com o Planejador de Viagem localizado nas docas de cada cidade inicial. É possível viajar entre cada cidade inicial… por uma pequena quantia, é claro (achou que ia sair assim, de graça?).

Antes de fazer alguma coisa, abra o correio, localizado na parte superior da tela. Além de itens de vaidade que o Pacote de Fundador lhe dá, você encontrará também um cavalo e um boi que facilitam o deslocamento pelo mundo de Albion. Porém, atenção: se você entrar nas Zonas Vermelhas e alguém o matar, você poderá ficar sem os seus itens de Fundador, inclusive as montarias.

Como dito anteriormente, a primeira tarefa se localiza na parte inferior central da tela na lista de verificação do painel do destino. Comece a coletar as pedras e troncos iniciais e mate os inocentes coelhinhos para o seu bel-prazer! Não se esqueça de saquear os pelegos de coelho depois de matá-los. É bem útil conseguir mais dos recursos que você coletar, pois cada um deles é útil de alguma maneira.

Depois de concluída a tarefa inicial de coletar recursos, é hora de criar os primeiros itens: ferramentas de coleta e armas. Vá até o primeiro NPC que você encontrar no jogo, no meio do mapa, que lhe fornecerá a bancada necessária para criar os equipamentos e as ferramentas iniciais. Comece as suas primeiras criações!

Produção ilimitada

Agora que você está com os recursos no inventário, poderá fazer suas primeiras ferramentas e armas. As ferramentas de coleta são um componente imensamente importante do sistema de produção de Albion Online, pois elas permitem coletar recursos de grau mais elevado que produzem, portanto, armas e armaduras mais fortes.

Os recursos são apresentados em oito graus. Cada grau é gradativamente mais difícil de encontrar no mundo aberto, pois a escassez de recursos é um fator muito tangível no mundo de Albion. Só o melhor dos melhores conseguirá manter o grau mais alto de equipamentos, portanto vale ressaltar que se trata de um mundo bem competitivo. Será necessário ter as ferramentas do grau adequado para coletar recursos do mesmo grau. Dito isso, tenha sempre as ferramentas à mão se você planeja coletar e produzir o próprio equipamento. Tendo em mente que você planeja ser o melhor dos melhores, comece a criar suas ferramentas de grau 1. Esse será o seu primeiro passo para atingir o objetivo máximo de desbloquear o grau 8. Com suas ferramentas à mão, colete madeira, pedra e pelegos (ou use os adicionais que você coletou anteriormente) para criar as primeiras armas e armaduras em Albion.

Sistema sem classes: você é o que você usa

Para produzir a espada, o escudo e a armadura de couro, vejamos novamente o painel do destino. Embora você esteja empunhando uma espada e um escudo no momento, é importante notar que, assim que você adquirir fama o suficiente (leia-se “experiência”) para progredir para armas e armaduras de grau 2, suas opções de equipamentos tornam-se ilimitadas. Isso porque a abordagem de Albion Online quanto à progressão de personagem não confina o jogador a uma função específica, ao contrário: ela lhe permite criar o personagem e o estilo de jogo de sua preferência.

Em poucas palavras: você é o que você usa. Um dia você pode jogar como um mago de fogo que usa roupas de tecido e ataques pirofóricos que incendeiam os inimigos. Outro dia, no entanto, você pode ser um tanque totalmente blindado com armadura para proteger os aliados de levas de mortos-vivos nas masmorras de Albion. Tudo isso é possível com um personagem.

Alinhada com a natureza simples do design de Albion está a simplicidade do sistema sem classes. Quando você se equipar com uma armadura ou uma arma, notará que, do lado direito da tela, novas habilidades estarão presentes. Se você se equipar com um tipo diferente de armadura ou arma, verá que essas habilidades mudaram. Exatamente: você é o que você usa. O uso dos três tipos de armadura resultará em diferentes habilidades e um estilo de jogo totalmente novo e revigorante em cada mudança. Isso abre uma porta para a infinita teoria da produção. O único fator limitante é o grau de inventividade que você se permitirá, criando assim um estilo de jogo que define você como jogador.

Agora que estamos num ponto em que você começou a entender o painel do destino, a progressão e o sistema sem classes de Albion Online, é hora de pegar no correio o seu equipamento exclusivo de grau 3 e também o cavalo ou o boi — se estiverem incluídos no seu Pacote de Fundador — e partir para a aventura em mundo aberto.

Olhe por onde anda

Como novo jogador, é importante compreender que novos desafios se apresentam ao longo do caminho. Há uma curva de aprendizado para sobreviver em Albion Online, pois trata-se de uma das características essenciais do jogo. Daremos algumas dicas para garantir que você tenha uma vivência memorável e agradável.

Para começar, é importantíssimo entender o sistema de zonas de Albion Online. Há quatro tipos de zona, cada um com novos desafios e oportunidades desafiadoras. Para reconhecer cada tipo de zona, aperte a tecla de atalho “M” e abra o mapa múndi. Elas se coordenam por cor com base no tipo de zona e, portanto, dos riscos envolvidos.

Variação de zonas: risco x recompensa

Zonas verdes

A primeira das quatro é a zona verde. É o tipo de zona em que você se encontra — a única zona totalmente segura em Albion. Nessas zonas encontram-se recursos de grau 1 a 4.

Você estará seguro portando seu equipamento e suas montarias de fundador por essas zonas, pois há muito poucos perigos além dos primeiros mobs que matará em mundo aberto. Se você morrer numa zona verde, não se desespere, pois você só cairá momentaneamente e sofrerá uma perda de durabilidade em vez de realmente morrer e perder todo o equipamento.

As zonas verdes são lugares perfeitos para começar as primeiras aventuras PvE (jogador contra o ambiente) em Albion, portanto use o seu tempo para aprender os detalhes de combate e coleta de recursos nessas zonas. Se você vier a morrer nas zonas verdes, não se preocupe! Os espectadores rirão com você no processo.

Zonas amarelas

A seguir, temos as zonas amarelas. Lá encontram-se recursos de grau 3 a 5, além de uma pequena quantidade de grau 6. Será a primeira zona em que poderá realmente encontrar PvP (jogador contra jogador) em Albion Online. No entanto, assim como nas zonas verdes, se você morrer numa zona amarela, cairá momentaneamente e sofrerá uma perda de durabilidade em vez de soltar todos os itens. Portanto, você se sentirá relativamente seguro se portar o equipamento de Fundador por zonas amarelas.

A única diferença é que, nelas, você deverá ficar de ouvido em pé e preparar-se para ocasionais jogadores furtivos que tentem matá-lo. Isso é possível se você sinalizar PvP. Para sinalizar-se como hostil, clique no ícone de “escudo” próximo à barra de pontos de vida. Só se sinalize se realmente estiver procurando PvP. Se você ficar sem sinalização, terá um bônus de amigável que ajudará a defender-se dos que possam atacá-lo.

Seja você um pacifista ou um matador, é importante manter-se alerta e preparado para os poucos perigos que uma zona amarela oferece.

Zonas vermelhas

Em terceiro, as zonas vermelhas. Nessas zonas, espera-se encontrar recursos de grau 4 a 6. É aí que a adrenalina começa a correr, quando se percebe que a relação entre risco e recompensa começa a fazer a diferença no jogo.

Se você morrer numa zona vermelha, não há como voltar: todos os itens do personagem cairão como espólios ao vencedor. Se você planeja entrar nas zonas vermelhas, aconselho depositar num banco os itens de Fundador, inclusive o cavalo e o boi, pois com certeza você não quer ver esses itens saqueados tão cedo no jogo! Nessas áreas não há bônus de jogador amigável: todos estão dispostos a jogar em PvP.

Se você entrar mesmo em zonas vermelhas, esteja totalmente ciente dos riscos e recompensas que o aguardam. Se você matar um jogador, todo o saque é seu — e vice-versa, caso algum jogador o mate.

É importante ter em mente que Albion Online apoia todos os que quiserem jogar individualmente. Quando houver mais de 10 inimigos próximos numa zona vermelha, eles aparecerão no minimapa como bolinhas vermelhas. É um alerta de perigo certo, um sinal que pode ser a oportunidade para você escapar de uma luta indesejada a menos, é claro… que você queira ser o herói!

Zonas pretas

Por fim, temos as zonas pretas. Lá os jogadores encontrarão recursos de grau 5 a 8. É o ômega de todos os tipos de zonas e, de longe, a mais perigosa (e recompensadora) de todas. Como nas zonas vermelhas, se você morrer numa zona preta, soltará todos os itens do inventário, inclusive os equipados. Não há bônus de jogador amigável e nenhum indicador de perigo no minimapa, nem nada que o ajudará além de coragem e mérito. Quando você chegar ao ponto de entrar em zonas pretas, estará pronto para o mais alto nível de competição em mundo aberto que Albion tem a oferecer. 

Tenha em mente que diferentes graus de mobs estarão presentes pelo mundo de Albion! Da mesma forma que ocorre com os graus de itens, os mobs em Albion funcionam de forma semelhante. Eles se apresentam em oito graus progressivos de dificuldade e raridade. Os mobs mais fáceis estarão nas zonas verdes e os mais desafiadores nas zonas pretas. 

Ao compreender os diversos tipos de zona e a proporção entre risco e recompensas em cada uma, você terá um entendimento sólido de quando e como se aproximar de cada zona, sabendo dos riscos que você está disposto a enfrentar. Mesmo depois de ter chegado tão longe, ainda precisamos falar de um assunto importantíssimo. É o assunto que testará toda a sua dedicação, integridade e experiência geral no Albion Online: entrar numa guilda.

Guildas e disputa por território

Embora seja possível jogar individualmente em Albion Online, recomendamos entrar numa guilda que se alinhe com seus objetivos e aspirações no jogo. Fazer parte de uma guilda aumenta em muito o prazer de jogar Albion Online. A maior parte da ação em Albion ocorre entre guildas rivais que buscam dizimar as adversárias. Você pode se perguntar: como as guildas podem se enfrentar fora do mundo aberto PvP? A resposta nos leva ao próximo tema: batalhas Guilda contra Guilda.

Guilda x Guilda

Guilda x Guilda (GvG) em Albion Online é onde os mais corajosos se enfrentam em disputas de 5 x 5 por controle de território. É um sistema complexo. Em poucas palavras, as guildas podem reclamar o domínio de territórios e acumulam grandes quantidades de terra no mundo de Albion. Nos territórios adquiridos, as guildas podem edificar uma grande variedade de construções para refinar materiais, produzir equipamentos, cultivar a terra e ter acesso a mais armazenamento. Uma guilda rival pode desafiar a guilda ocupante, roubar-lhe a terra e reivindicá-la como sua, inclusive a infraestrutura nela construída.

Se você jogou algum MOBA recentemente, estará familiarizado com a natureza da competição GvG em Albion e não terá problemas em participar e sair-se bem na disputa! É um destaque no PvP em Albion com muita adrenalina envolvida. É um excelente motivo para fornecer conteúdo de transmissão para seus espectadores.

Quanto aos nossos jogadores solo e em pequena escala, não se preocupem! Vocês ainda poderão ter um pedaço de terra em Albion Online sem o medo de perdê-lo para uma guilda mais forte. Trata-se do nosso sistema de Ilha do Jogador.

Ilhas de jogador: terra para todos

Em Albion Online, as Ilhas do Jogador foram projetadas como uma transição para a propriedade de terras, mas os menos capazes de manter territórios conquistados! Por um preço módico, todos podem comprar uma ilha de jogador em qualquer uma das cidades principais de Albion. É possível aprimorar a ilha do jogador em 6 graus, cada um com mais espaço de terra que o grau anterior. Claro, quanto mais espaço de terra, mais lotes para construir.

O principal é que a Ilha do Jogador é totalmente particular e acessível somente para o proprietário e para os visitantes autorizados. A ilha não pode ser conquistada. Ela pertence e sempre pertencerá ao jogador.

Para o alto e avante!

Se você chegou até aqui no nosso guia, está pronto para transitar pelo mundo de Albion Online num ambiente descontraído. Há muito conhecimento para adquirir durante o jogo, mas não se desanime! À medida que você faz a sua história no mundo aberto, tudo passará a fazer sentido. Siga o painel do destino, determine o seu estilo de jogo, fique atento à sua localização e — o mais importante — entre numa guilda! Lembre-se: Albion é um jogo projetado para ser simples, mas com todos os detalhes necessários para oferecer uma vivência inesquecível!

Economia conduzida por jogadores

O jogador constrói o próprio destino!

Seja um conjunto de armadura poderoso, um bastão mágico ou um conjunto de ferramentas robusto – todos os itens são forjados pelos jogadores, assim como a economia é conduzida pelos mesmos!

Além disso, o jogo possui ainda um sistema de ilha pessoal, que fica fora do mundo, ou seja, na costa de Albion onde você pode construir e manter uma fazenda, inclusive com cultivo e animais e um conjunto totalmente novo de construções.

Assim você pode gerar comida e abastecer os esforços de guerra da sua guilda ou vende-los no mercado para obter lucro!

Personalização do personagem

Para criar o personagem perfeito, você precisa conhecer os diversos caminhos pelos quais seu destino pode levá-lo. É aí que entra em cena o Painel do Destino! Ele mostra tudo o que você é e o que poderia ser — e não é pouca coisa!

Durante o seu progresso você pode mudar de ideia e reaver suas escolhas! O que torna todo o processo por si só muito divertido e abre margem para bastante experimentação!

Esqueça o que conhece de outros MMOs. Não há classes em Albion Online, ou seja, não há restrições de equipamentos. Experimente projetar e criar seu próprio estilo — no Albion Online, você é o que usa! (Frase está que foi usada como marketing do jogo!)

Uma base de jogadores robusta

Com aproximadamente 30.000 usuários ativos por mês jogando em um único servidor gigante, o mundo de Albion está em constante estado de movimento. Com uma ampla gama de atividades em grupo disponíveis, seu próximo mergulho em masmorras, ataque avançado ou batalha de mundo aberto está sempre à mão.

Conteúdo sazonal

No ano passado, foi introduzido as temporadas GvG e o Desafio do Aventureiro mensal. Estes oferecem recompensas exclusivas, desde montagens poderosas a roupas e móveis exclusivos, até Fama e Prata.

Referências:

Albion Online, Gamers News, wikipedia,

Vampyr

Vampyr é um jogo de ação e rpg desenvolvido pela Dontnod Entertainment e publicado pela Focus Home Interactive. Ele estaria disponível para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em 2017, mas foi adiado para 2018. Uma versão também para o Nintendo Switch será lançada em 2019.

O enredo gira em torno do médico vampiro Jonathan Reid, que quer chegar a termos com sua condição de morto-vivo. Ele deve lidar com o fato de estar dividido entre o seu Juramento de Hipócrates e a sua sede de sangue. O jogador não é obrigado a matar para terminar o jogo. Opções de diálogo podem ser utilizadas para a caça de suas presas e para se alimentar, o que repõe a força e aumentar o nível, do personagem principal.

Vampyr se passa em Londres durante a pandemia da gripe espanhola em 1918. A ambientação foi pesquisada ao viajar para Londres e os visuais foram feitos com pontos de referências reais e imaginários em mente.

Jogabilidade

Vampyr é um jogo de rpg de ação jogado a partir de uma câmera em terceira pessoa. O jogador controla o protagonista do jogo, Jonathan E. Reid, um médico vampiro, cuja sede de sangue o obriga a matar pessoas inocentes. Para fazer isso com sucesso, ele deve reunir informações sobre seus alvos, estudar e mudar seus hábitos, coletar pistas e manter certos relacionamentos ao comunicar-se com os habitantes de Londres, o que serve como um mundo ficcional semi-aberto construído em torno de centros de bairros que se ligam a outras áreas. Igual no conto de vampiros, Reid só pode entrar em uma casa com um convite. Se alguém assim escolher, qualquer um no jogo poderia ser um alvo, o que traz consequências que afetam a história. Cada Morador tem um tipo diferente de história, relacionamentos e rotinas diárias. Se eles morrerem, eles vão dar para Reid seu último pensamento. Alimentar-se de sangue humano vai desbloquear novos poderes vampíricos, além de fornecer nutrição. A habilidade “Hipnotizar” pode determinar o comportamento de alvos fracos, como coagir-los a revelar informações importantes ou guiar eles para áreas menos visíveis, de modo a possibilitar que Reid se alimente sem ter que recorrer ao combate. pode-se curar as vítimas feridas e doentes a fim de ganhar mais no processo. a taxa de aflição de cada um pode ser visualizada quando Reid utiliza-se de seus sentidos de vampiro. Cada distrito terá uma pontuação com base na média da saúde de seus cidadãos. é possível terminar o jogo sem tirar uma vida, que melhor preserva o disfarce de Reid como médico, mas deixa-o incapaz de subir de nível.

Reid pode utilizar armas de corpo a corpo improvisadas, como uma serra, bem como armas de longo alcance, nas lutas contra outros vampiros mutantes conhecidos como “caveiras”, e matadores de vampiros que podem facilmente detectar a raça de Reid. As melhorias de armas são possíveis através da fabricação e ao saquear itens dos corpos das vítimas. Enquanto estiver usando os poderes de vampiro em combate, a vida e energia do personagem é drenada. Isso o força a se alimentar, a fim de repor imediatamente a sua força. Ele também pode utilizar a sua habilidade “Primavera” para alcançar locais que de outra forma estariam fora do alcance e avançar mais rapidamente através das fendas, que uma vez melhorada, pode causar danos no impacto e invencibilidade temporária.

Grande foco na narrativa

Um elemento trazido de Life is Strange para o novo game são os diferentes caminhos para a narrativa. Além de cuidar do estado físico dos moradores de Londres, o vampiro também pode buscar pistas sobre cada pessoa da cidade.

Segundo a Dontnod, o jogador estará livre para matar ou poupar quantos e quaisquer personagens que desejar. Isso fará com que os poderes de Reid evoluam, porém, cada morte pode afetar a narrativa do game.

Além de trazer diálogos com diferentes escolhas de fala, o game contará com um sistema que “conecta cada cidadão como parte de uma rede social”. Com isso, a morte de um NPC afetará a vida de outros personagens e, consequentemente, a narrativa da cidade.

“Em Vampyr, não é sobre “eu mato”, mas “quem eu mato?”. Encontros mortais atormentam a jornada do médico, e cada cidadão oferece uma fonte tentadora de poder … mas haverá consequências”, afirma a desenvolvedora na Steam.

De acordo com a Dontnod, os quatro distritos principais do game contam com “status de vida” indicando a saúde e número de personagens mortos. Com as mortes aumentando e afetando outras pessoas, consequências como aumento nos preços e doenças começam a aparecer.

A desenvolvedora promete diversas possibilidades na narrativa que envolve a cidade. Com isso, mesmo que todos os quatro distritos sejam dizimados, com habitantes mortos permanentemente, ainda será possível  completar o game. “Sua imprudência o recompensará com o final que merece”, alerta a Dontnod.

Trabalhando como médico

Se você ignorar seu trabalho como médico, as doenças podem se espalhar pelos distritos, o que causa instabilidade aos locais. Então é preciso curar desde dores de cabeça até pneumonia para deixar tudo em ordem. Vale lembrar que todos os soros e medicamentos só podem ser feitos dentro de um esconderijo, como a sala do Dr. Reid no Hospital de Pembroke.

Antes de habilitar um novo tratamento, primeiro é preciso pesquisar os ingredientes associados ao remédio em questão. Felizmente, as primeiras três receitas para fadiga, anemia e sepse já estão destrancadas assim que você começa a jogar Vampyr. Para conseguir o segundo nível de receitas, fale com a enfermeira Crane no Hospital Pembroke, e então complete a missão do porão do necrotério para pegar os suprimentos. Depois da luta com o chefe, procure no canto de trás da sala pela fórmula. Analise a Fórmula Enigmática na mesa de trabalho para destrancar as receitas da cura para resfriado, bronquite e pneumonia.

Para conseguir as últimas três receitas, é preciso completar a missão paralela de Whitechapel, no capítulo 2. Fale com o Padre Tobias Whitaker perto das escadas da igreja, e ele o mandará visitar o cemitério de Stonebridge. Procure por um cadáver à direita e o reviste para encontrar o componente que você precisa analisar. Depois disso você poderá curar dor de cabeça, enxaqueca e neuralgia.

Agora que você já tem todas as receitas em mão, já pode curar a população: quando encontrar alguém doente, use seus Sentidos Vampíricos para destacar as pessoas à sua volta. Basta apertar o analógico esquerdo nos consoles, ou apertar V no teclado do computador. Então aproxime-se de alguém doente, converse, faça as perguntas para diagnosticá-lo, e então volte à mesa de trabalho para criar uma cura.

Lembre-se que é preciso ter os ingredientes necessários em seu inventário para poder fazer as receitas. Depois de prepará-la, converse novamente com o seu paciente. Leva alguns dias para que ele se cure totalmente, então vá dormir no esconderijo para passar o tempo. Fique sempre de olho na saúde da população e a sua vida ficará muito mais fácil no jogo!

Humano ou vampiro?

Em Vampyr, o jogador tem a opção de ignorar (ou não) a sua nova compulsão por sangue. O jogo oferece duas maneiras distintas de se jogar e que afetam diretamente os NPCs e distritos. No final, a escolha é sua, mas lembre-se que para cada ação há uma consequência.

Ao focar em suas responsabilidades como médico, sem matar ninguém, Dr. Reid receberá menos experiência. Mas, manterá os personagens vivos para novas investigações e terá menos inimigos para lutar no mapa.

Se Reid ceder ao desejo por sangue, receberá o triplo de experiência como recompensa por assassinar pessoas inocentes. Obviamente, o jogo ficará um pouco mais fácil, já que com mais pontos será possível comprar habilidades com facilidade. Só que com a morte dos NPCs, a saúde do distrito declinará a cada noite, e inimigos vão apareçam naquele local.

Os residentes tem casos e dicas

A população está repleta de fofocas para contar e segredos para esconder. Converse com eles e explore todas as opções de diálogo – desde que não sejam decisivas. Não fale uma única vez. Sempre que tiver informações novas, retorne e fale novamente com os mesmos NPCs. Você desbloqueará novas informações e missões secundárias.

Desenvolva autofagia e coagulação

A autofagia permite que Reid drene seu próprio sangue para curar dano durante o combate. Continue aprimorando essa habilidade para não depender exclusivamente de soros para recuperar a vida. Em paralelo, desenvolva a coagulação, que paralisa os inimigos. São apenas alguns segundos, mas permitem que você ataque para absorver sangue.

Aprimore armas com absorção de sangue

Os equipamentos têm level e diversos tipos de nivelamento, com aprimoramentos para o combate. A absorção de sangue é uma das mais úteis, pois drena sangue dos inimigos a cada golpe. Ou seja, você não precisa nocautear e morder cada adversário para usar golpes especiais. Basta atacar normalmente e sua barra se encherá com ao longo da luta.

Aumente o vigor

Os golpes são limitados pela energia do personagem. O problema é que, caso ela esgotar durante a luta, Reid ficará impossibilitado de esquivar ou contra-atacar. São poucos segundos, mas fazem toda a diferença em uma luta. Por isso, na hora de usar seus pontos de experiência para comprar habilidades, não esqueça de guardar um pouco para melhorar o vigor.

Vasculhe lixeiras, armários e caixas

Reid precisa de material para atualizar armas e preparar remédios. A melhor maneira de obtê-los é em lixeiras, armários e caixas espalhados pelos quatro distritos. Os itens reaparecem depois de um tempo, então você pode repetir a coleta periodicamente. Os inimigos também têm loots úteis, por isso, não fuja de uma luta se sentir que pode vencer.

Outra opção são os NPCs que vendam materiais e produtos específicos.

Suas ações afetam a saúde dos distritos

Como todo bom jogo de escolhas, há consequências para seus atos. Em Vampyr, o ato de curar, ignorar ou matar pode decidir o destino dos moradores de Londres. A saúde dos distritos, por exemplo, está diretamente ligada a quantidade de doenças no local, e áreas em situação grave tendem a ter mais skals. Por isso, faça remédios, investigue e questione os personagens e o pilar de cada distrito. Algumas dicas e informações podem ser perdidas dependendo da sua escolha de diálogo.

Os pacientes precisam de medicamento

Manter os moradores saudáveis é sempre uma vantagem. Além de melhorar a qualidade de vida nos distritos, também aumenta a quantidade de experiência recebida por Reid, caso ele beba o sangue do paciente. Para fazer medicamentos, colete as receitas e materiais necessários e, em seguida, crie a fórmula na mesa de fabricação.

Não saia matando todo mundo

A sede do doutor Reid é insaciável, seu desejo por sangue um problema constante. Na Londres pós guerra, ele terá de interagir com diversos NPCs para conseguir alcançar novos objetivos e encontrar a sua própria cura. O problema é que o jeito mais fácil de ganhar experiência será chupando todos os pescoços pelo caminho. No curto prazo pode parecer uma decisão inteligente, mas você verá várias missões se perderem e muito da experiência na verdade perdida, uma vez que quanto mais coisas você descobre e faz pelas pessoas, mais experiência elas darão quando mordidas.

Portanto, segure essa vontade insana de ser um conde Drácula e poupe o máximo de pessoas possíveis no início, ganhando a sua experiência através de quests e conversas.

Colete tudo pelo caminho

Diferente de outros rpgs, em “Vampyr” você não tem itens inúteis, todos eles podem ser usados tanto para craft  quanto para desmonte. Latas de lixo, baús, restos de mortos, tudo tem seu valor. Não deixe nada passar enquanto anda por vielas e becos.

Leia os documentos

O sistema mais interessante do jogo é o de interação entre os moradores de cada região. Você pode descobrir pistas sobre cada um deles, levando a informações pessoais que geram novos diálogos e até mesmo a novas quests. Muitas dessas pistas são descobertas em bilhetes e documentos que você achará pelo caminho, portanto sempre abra o menu e leia-os. Lembre-se sempre que quanto mais você descobre sobre um NPC, mais experiência ele te dará quando receber o abraço da morte.

Cure as pessoas

Na aba de craft você pode criar diversos tipos de poções e soros. Enquanto algumas delas servem para te curar ou garantir alguns efeitos na batalha, outras servem para curar as pessoas da cidade. Os NPCs podem estar fadigados, com pneumonia, anemia e outras doenças mais. As pessoas que estiverem doentes têm menor qualidade sanguínea e portanto, darão menos experiência ao serem mordidas. Outro ponto positivo de curar os NPCs é o pequeno bônus de experiência pela boa ação.

Evite dormir

Para passar de level e conseguir novas habilidades, será preciso descansar com o doutor Reid em um dos esconderijos, se livrando do sol do dia. O problema é que todas as consequências dos seus atos na noite anterior aparecem logo que você acorda. Portanto, antes de dormir, faça o máximo de ações possíveis, acumulando uma boa quantidade de experiência e aproveitando todas as quests que podem sumir quando você acordar e o mundo estiver diferente.

Fique atento a resistência dos inimigos

Existem quatro tipos de ataques no jogo (sangue, sombras, físico e a distância) e cada inimigo possui resistências a um ou mais deles. Você pode checar isso utilizando o sentido de vampiro, apertando o analógico esquerdo, ou ficando atento aos símbolos ao lado da barra de vida do inimigo, que indicam qual a resistência e a sua intensidade. Levando isso sempre em conta, as batalhas ficaram fáceis e triviais.

Ratos fornecem sangue

Você precisará de sangue para executar todas as suas principais técnicas e a falta dele será constante. Vez ou outra você verá ratos passando pelas ruas de Londres, não se acanhe, pegue um deles e aproveite seu delicioso néctar escarlate. Esses roedores fornecem o tão desejado sangue de forma fácil e te deixam prontos para mais uma batalha, muito embora o doutor Reid pareça não gostar muito do sabor.

Final 1

Para conseguir o melhor fim de Vampyr, não mate ou beba o sangue de nenhum dos moradores, sejam eles culpados ou inocentes. Poupe a vida dos personagens e não transforme-os em vampiros, mesmo que isso signifique prejudicar a saúde geral do distrito. Contudo, não há problema em eliminar os NPCs que virem chefes ou Skals ao longo da história.

Em paralelo, cure a população com medicamentos para que os distritos fiquem saudáveis. Tente manter todos vivos e livres da epidemia.

Final 2

O segundo epílogo é uma variante do anterior, que também segue uma rota pacifica, só que não tão rigorosa quanto a primeira. Para fazer este final, mate um ou dois moradores, no máximo. Não arrisque mais que esse número. Além disso, não deixe que os distritos entrem em colapso.

Final 3

Para chegar a um dos desfechos trágicos de Vampyr, se alimente do sangue dos personagens, mate alguns cidadãos – não todos – e permita que pelo menos um dos distritos fique em estado crítico. Embora este seja um final ruim, procure manter um equilibrio entre boas e más ações.

Final 4

No último e fatídico final, Dr. Reid deve se tornar um monstruoso assassino em série. Aproveite toda e qualquer oportunidade para tomar escolhas terríveis – mate todos que estiverem ao seu alcance, ignore os pacientes, deixe que os distritos pereçam em estado crítico, transforme personagens “pilares” em vampiros e sugue o sangue dos inocentes.

Referências:

Pixel Nerd, Play replay, Uol, wikipedia, techtudo.

Black Desert

Black Desert Online ( coreano : 검은 사막) é um jogo de RPG on-line de fantasia e multiplayer (MMORPG),orientado para sandbox, desenvolvido pelo desenvolvedor coreano de videogames Pearl Abyss e publicado originalmente para o Microsoft Windows em 2015. Uma versão móvel intitulada Black Desert Mobile foi lançado inicialmente na Ásia no início de 2019 e mundialmente em dezembro de 2019. As versões Xbox One e PlayStation 4 , conhecidas simplesmente como Black Desert , foram lançadas em 2019. O jogo é gratuito para jogar em algumas partes do mundo, mas segue um modelo de negócios buy-to-play em outras edições, incluindo as edições em inglês.

Em 2018, o Pearl Abyss começou a trabalhar em um prequel da linha do tempo do Deserto Negro, intitulado Deserto Carmesim , mas durante o desenvolvimento tornou-se um IP independente e independente, com uma história diferente e novos personagens.

Escolha uma classe e vá com tudo

O pontapé inicial de qualquer MMORPG é a criação do seu personagem. Uma dica de ouro em Black Desert é estudar bastante as classes para saber exatamente o que você quer. O jogo tem como base uma infinidade de mecânicas paralelas que aumentam seu roleplay e tornam tudo mais complexo. Claro que muitas coisas são compartilhadas por toda a conta, como sua rede de contatos entre NPC, áreas exploradas e conteúdo de pérola. Mas profissões e alguns outros elementos cruciais não são.

Dessa forma, não é uma boa sair jogando com quatro personagens ao mesmo tempo, trocando de um para outro como se faz em outros jogos como World of Warcraft (PC). Pelo menos inicialmente, enquanto você estabelece suas bases e começa a entender como funciona tudo do jogo, o melhor a fazer é se decidir por uma classe e seguir em frente. Somente assim seu personagem terá capacidade o suficiente para ter acesso às mecânicas e níveis mais avançados, o que não seria possível jogando com vários personagens intercalados.

Monstros ou missões?

As duas primeiras coisas que você vai começar a fazer no jogo (após aprender a andar e a interagir com o mapa) serão matar monstros e completar missões. Por isso, é bom saber a diferenças entre as duas e o que cada uma lhe dá exatamente. Existem diversos tipos de missões: as do Espírito Negro, as de contribuição, as que lhe dão aumento de inventário, as que podem ser repetidas e tantas outras. Mas é importante ressaltar que somente as missões do Espírito Negro que lhe dão algum tipo de experiência de combate.

As demais missões estão longe de ser inúteis, mas é importante deixar claro que não são elas que vão fazer seu personagem passar de nível. Assim como em Tibia (PC), Ragnarok (PC) e Tree of Savior (PC), os personagens passam de nível principalmente através da mecânica chamada de grind, que não é nada além de matar monstros para adquirir experiência.

Dessa forma, mantenha-se concentrado em alcançar o nível 30 inicialmente (o que é bem rápido em Black Desert), para depois começar a intercalar momentos de grind e momentos de missões de contribuição e outras. Use sempre as missões do Espírito Negro como “termômetro” para saber quando parar e aumentar alguns níveis antes de seguir em frente, será bem proveitoso para você.

Converse com todo mundo

Os NPC de Black Desert fazem parte da imersão do jogo e literalmente povoam cidades, vilas e fazendas de forma bastante orgânica. Entretanto, eles não estão ali somente para enriquecer o cenário. A maior parte dos NPC servem para que você adquira conhecimentos específicos e estabeleça uma rede de contato; por isso, converse com todos que você encontrar pelo caminho, a fim de liberar missões, lojas e até ter acesso a elementos que não são possíveis sem estabelecer um vínculo com um ou outro NPC.

Em alguns lugares isso dará bem mais trabalho do que parece, como é o caso de Calpheon, uma das maiores cidades do jogo até então. Se concentre em conversar principalmente com aqueles personagens que possuem ícones diferenciados em cima deles, como os das missões diárias ou lojas. Entretanto, é sempre bom dar uma olhadinha naqueles NPC em volta os comerciantes, pois sempre pode ter algum segredo por ali.

Seja amigo dos NPC

Seguindo a lógica da dica anterior, mas indo um pouco mais além, temos a mecânica de amizade com os NPC. Em Black Desert a amizade funciona quase como uma moeda de troca, na qual determinados itens, missões e informações só são disponibilizadas quando você tem um determinado número de amizade com aquele personagem específico. Com isso, sempre vale a pena gastar uns pontinhos a mais para manter pontos de amizade com os NPC que você utiliza mais.

Por exemplo, eu investi na amizade com o responsável pelos estábulos de Calpheon, para que eu pudesse comprar todas as partes dos equipamentos do meu cavalo com ele. Isso me permitiu montar toda a vestimenta do meu cavalo sem utilizar o leilão ou depender de outros jogadores. Faça amizade sempre com aqueles NPC que serão mais úteis para você. Na dúvida, a internet está recheada de guias e vídeos para auxiliar nas escolhas.

Equipamentos ideais

Uma diferença gritante entre Black Desert e outros MMORPG atuais é a pouquíssima quantidade de equipamentos diferentes para se usar, pelo menos por enquanto. Com isso, espadas, cajados, machados e, principalmente, armaduras, não possuem tanta variedade assim. E mais: nada no jogo possui uma restrição de nível para ser usado. Um personagem de nível 1 pode muito bem ter a armadura “mais forte” do jogo e equipá-la sem nenhum problema. Mas já vou explicar para vocês as aspas ali em cima.

O lance é que, em Black Desert, não é uma única armadura ou set que será “o melhor” para qualquer classe. Com isso, é bom prestar atenção nos bônus e combinações para entender o que seria melhor para a sua classe utilizar. Um set, por exemplo, que aumenta a recuperação de mana não será o ideal para um Guerreiro, que não usa pontos de mana para atacar. Parece óbvio, mas muita gente pode passar despercebida por isso.

O jeito mais rápido e relativamente fácil de conseguir os sets ideais para a sua classe é através do mercado global, em que todos os jogadores anunciam itens para venda. Com o set certo para a sua classe é chegada a hora da próxima dica.

Guarde suas Pedras Negras

Existem basicamente dois tipos de Pedras Negras no jogo: as para Armaduras e as para Armas. No início, você não entende muito bem o peso dessas pedras, principalmente por ganhar várias delas nas primeiras missões do Espírito Negro. Mas cuidado! Não as saia gastando em qualquer coisa, pois pode ser um desperdício. Isso porque essas Pedras são utilizadas para melhorar seus equipamentos, aumentando seus bônus e seus pontos de base.

Existe a possibilidade de você remover essas pedras de um item com alguns ferreiros, mas nesse processo há chance de você perder algumas delas. Isso além do fato de que após o bônus +5, a chance do encantamento ter sucesso começa a ficar cada vez mais difícil. Por isso, o ideal é que você guarde suas Pedras Negras para usar no set certo para a sua classe, para não desperdiçar esses itens e, assim, ter material o suficiente para elevar tudo até o +15.

Pesque bastante

Um dos pontos altos de Black Desert são as mecânicas que possibilitam o jogador permanecer evoluindo ou treinando alguma habilidade enquanto está AFK (com o personagem online, mas longe do computador). Entre elas a mais popular é, sem dúvidas, a pescaria. Desde o início da aventura, lá na pequena cidade de Vélia, você consegue sua primeira vara de pescar e pode começar a fazer as missões próprias da profissão de pescador. Aconselho a todos, sempre que puderem, deixar seus personagens pescando pela região.

Pode parecer inútil no início, mas ao treinar bastante a habilidade de pesca, você começa a encontrar itens raros realmente caros que podem ser vendidos por uma quantidade enorme de moedas de prata. Além disso, os peixes encontrados podem ser secos (o que aumenta o nível de processamento do personagem) e depois utilizados para cozinhar determinados alimentos. Para quem não sabe, os alimentos servem como os buffs em Black Desert, aumentando atributos como vida, defesa, regeneração, velocidade e outros. Além é claro, de poderem ser vendidos no comércio global.

Cuide bem da sua montaria

Em um mundo imenso onde não existem sistemas de teletransporte, cuidar bem da sua montaria é algo essencial. Mas as explicações não param por aí. Existe todo um sistema próprio para as montarias de Black Desert. Além delas terem um inventário próprio, o que possibilita os jogadores carregarem mais itens em suas caçadas, elas possuem habilidades passíveis de serem treinadas, podem ser equipadas com itens diversos, participar da batalha e servir para procriação, criando assim cavalos mais fortes e rápidos que podem ser usados por você ou comercializados (tudo nesse jogo pode ser comercializado, repararam?).

Com isso, é interessante começar a treinar sua habilidade de Treino bem no início. O fôlego do personagem, o qual aumenta enquanto ele anda a pé, nada e faz outras atividades físicas, pode ser treinado AFK sem problemas, então o ideal é que, enquanto o jogador está jogando, ele utilize de uma montaria (seja um burro ou um cavalo) para que ele melhore na sua prática com as montarias e a própria montaria cresça de nível, se tornando cada vez mais rápida e resistente. No nível 50 não é incomum você precisar atravessar o mapa várias vezes num único dia, por isso, irão agradecer ter um cavalo bem treinado quando chegar lá.

Use bem as premiações

Black Desert possui um sistema de conquistas que são recompensados a cada passo dado. Níveis de habilidades diversas, de combate, de treino e outros mais são recompensados com itens e bônus. Além disso, algumas dessas premiações são diárias, bastando apenas que o jogador fique online com o seu personagem naquele dia. Todos os dias o jogador recebe um bônus de XP que pode ser ativado através do botão “premiações” no canto inferior direito da telas. Usando essa premiação do jeito certo, ela pode ser muito útil para o seu ganho de experiência em combates.

É importante saber que assim que você clica em “receber” a premiação, os bônus serão ativados. Você pode escolher entre ter 200% a mais de experiência de combate por uma hora ou 100% de experiência de combate por duas horas. Este tempo é contado com o personagem online, dessa forma, caso você saia do jogo o tempo será congelado. Entretanto, use-o assim que estiver já próximo da região onde ficará caçando, pois o tempo até você chegar lá pode ser bem grande dependendo da área.

Conseguindo dinheiro caçando

Muitas são as estratégias para conseguir dinheiro em Black Desert. Mas no início do jogo não são tantas as opções, tirando os investimentos a longo prazo como a pescaria e o cozimento de alimentos. Mas uma estratégia que não é tão milionária, mas que pode salvar bastante ao longo dos primeiros 30 níveis é a venda e troca de espólios de suas caçadas. Praticamente todo item que cai das criaturas do jogo pode ser vendido para um NPC, então compensa bastante ser o clássico “lixeiro” que recolhe todos os materiais para vender depois.

Mas fique atento na descrição dos itens! Existem materiais específicos que caem de algumas criaturas que, ao serem acumulados em uma determinada quantidade, podem ser trocados em NPC específicos por uma quantidade de prata mais lucrativa do que a quantidade que você teria apenas vendendo os itens para qualquer um. Esses NPC podem ser encontrados clicando com o botão direito no próprio item, o que torna tudo ainda mais fácil. Em caçadas de uma ou duas horas em um único lugar, um jogador iniciante pode fazer até 2KK dependendo do local, então leia atentamente a descrição dos itens, para não dar pérolas aos porcos.

Apenas o começo

Acredite ou não, todas essas dicas são meramente superficiais e não chegam nem perto de ser um tutorial completo sobre como jogar Black Desert. Talvez isso tudo poderia ser uma introdução, mesmo assim faltariam alguns elementos aqui. Por isso, não deixe de ficar ligado para saber mais sobre o jogo e, caso queira algum tutorial específico, não deixe de pedir nos comentários que daremos prioridade a eles nas próximas semanas. 

Construir barcos, administrar fazendas, estabelecer rotas de comércio, forjar armaduras, contratar trabalhadores, capturar e cruzar cavalos, treinar atributos como força e fôlego são todos pontos que merecem textos próprios devido a extensa complexidade de cada um. Mas claro que tudo ao seu tempo. 

Missões não são tudo…

Outra grande diferença de Black Desert Online em comparação aos MMOs é que você não vai apenas andar por aí seguindo de um NPC com aviso de quest na cabeça para outro. Isso porque cumprir a maioria das missões do game não garante experiência em si para o jogador: no lugar disso, ele recebe um número de pontos de “experiência em contribuição”.

Assim, com exceção das missões oferecidas pelo “Espírito Negro” (um dos principais NPCs encontrados na aventura), sua principal maneira de evoluir é pela boa e velha matança de monstros. O que é uma ótima notícia, convenhamos, em um game que traz um sistema de combate tão diferente do comum em um MMO e com batalhas tão divertidas.

Aproveitando o assunto, vai aqui uma dica: caçar à noite recompensa o jogador com mais pontos de experiência. No entanto, os monstros também se tornam mais fortes, então é bom pensar duas vezes antes de correr para campo aberto quando o Sol se põe.

… Mas ajudam bastante

Isso não quer dizer, é claro, que as missões do game não têm valor na jogatina. Muito pelo contrário: caso saiba utilizá-las corretamente, elas podem fazer toda a diferença para acelerar seu crescimento no game, mesmo que não na forma de níveis.

Em resumo, a maioria das quests de Black Desert Online premia o jogador com “Pontos de Contribuição”. O que você pode fazer com eles? Muita coisa, na verdade. Isso porque esses pontos funcionam de maneira semelhante a uma moeda especial na jogatina, permitindo a aquisição de vantagens únicas: NPCs que servem de funcionários, investimentos em rotas de comércio e redes de produção, compra de casas e até a criação de novas lojas.

Basicamente, opções não faltam para que o jogador melhore sua experiência – seja garantindo um aumento em sua renda, ganhando mais espaço em seu inventário, otimizando suas profissões escolhidas ou simplesmente garantindo um bom lugar para descansar.

Atenção para sua energia

Não pense, no entanto, que você vai poder simplesmente sair por aí fazendo tudo o que deseja e se tornar um mestre em todas as artes. Black Desert traz para cada personagem um sistema de pontos de energia, que limita as mais variadas ações que seu aventureiro pode realizar. Falar com NPCs, criar itens, coletar recursos, pescar e até melhorar seus atributos e habilidades custa energia preciosa, que demora a recarregar.

Novamente, a ideia aqui é priorizar o que mais importa na jogatina. Caso tente evoluir todas as suas habilidades ao mesmo tempo, seu personagem vai demorar consideravelmente para crescer, então o melhor é começar com aquilo que parece mais útil para seu estilo de jogo. Da mesma forma, investir em alimentos e até em um bom descanso para seu avatar pode ajudar a recuperar essa pontuação – se você quiser manter seu personagem sempre apto a fazer mais do que simplesmente entrar em combate.

Pontos de Energia: São obtidos em missões e usados para fazer diversas interações no jogo, como colocar pontos em habilidades fora da cidade, contratar trabalhadores, falar no chat global, aumentar amizade com NPCs e muitas outras coisas que vão consumir sua energia. Essa energia tem 1 ponto recuperado a cada 3 minutos enquanto você estiver online, se você estiver dormindo em uma cama a velocidade aumenta.

Explorar recompensa – e muito

É aí que o game traz uma de suas sacadas mais geniais: explorar não recompensa o jogador apenas com novos inimigos, batalhas épicas, níveis de poder ou mesmo tesouros, mas também com conhecimento.

Não estamos falando no sentido abstrato da palavra, é claro, mas de um sistema que aumenta os limites de energia de seu personagem. A cada nova coleção de conhecimentos que ele completa, como o número de inimigos de um local ou os NPCs espalhados em toda uma cidade, seu avatar é premiado com uma expansão equivalente, fazendo com que ele possa aguentar muito mais tarefas do que antes.

Assim, recomendamos que você saia por aí e não tenha medo de conferir absolutamente todo e qualquer cantinho do mapa que chamar sua atenção. Se algo de interessante surgir no minimapa, ir até lá pode resultar em muito mais do que uma batalha contra monstros.

Pontos de Habilidade

São obtidos enfrentando monstros e lhe darão pontos que podem ser distribuídos nas habilidades disponíveis utilizando a tecla “K”.

Pontos de Contribuição

São obtidos em missões ao ajudar os cidadãos de Black Desert e vão permitir que você compre residências e faça investimentos em nodes. Esses pontos podem ser recuperados ao vender aquilo que se adquiriu, sendo que nessas situações perde-se o nível conquistado caso tenha-se evoluído as aquisições.

Permanecer online vai recuperar seus pontos de energia e, caso precise de contribuição, é possível vender aquilo que foi comprado para obter de volta os pontos gastos (com o sacrifício da perda do investimento), tornando o jogo flexível e a jogatina extensa. Se o cara quiser ficar jogando dias sequenciados, o jogo não vai atrapalhar, nem um pouco.

Sistema de Venda – Mercado do Black Desert

Ficar preocupado com o que guardar e o que vender no começo é normal. Para ajudar, o jogo possui um sistema de mercado diferente.

Dois, na verdade. Um funciona internamente, conectando recursos e cidades, operando como a economia do jogo que, admito, ainda desconheço. O outro é o comum comércio entre jogadores que coloca valores limitados para os itens, estipulando dentro da própria mecânica do jogo os valores dos itens. Então, se você colocar o mouse sobre um item vai ver o quanto ele vale no mercado, já dando uma dica da raridade das coisas.

Essas pedras fazem seu item subir de nível, +1, +2, +3, até + 15, diminuindo a probabilidade de evolução progressivamente e diminuindo a durabilidade do item em caso de falhas, fazendo com que esse tenha que ser reparado utilizando-se um item igual. Isso cria um equilíbrio de Durabilidade x Nível que pode ficar caro para o jogador.

Pergaminhos

Podem cair neles a oportunidade de enfrentar chefões. Guarde-os, mas não muito. Eles tem data limite e caso o período chegue, o pergaminho expira e não é mais possível utilizá-lo. As missões do espírito negro também recompensam com esses pergaminhos, uma vez por dia e uma vez por semana, de acordo com o chefão. Lembre-se de fazê-las.

Na hora de enfrentar os chefões, chame seus amigos e peça para que eles também levem seus pergaminhos. O loot será multiplicado entre os membros do grupo aumentando assim as chances de vir aquele item maneiro.

Itens

Os itens acumulativos, aqueles que você vai pegar um montão, não devem ser vendidos em qualquer NPC. A maioria deles possui um comerciante específico que irá trocar moedas ou recursos pelos itens. Ao clicar com o botão direito sobre o item é exibida uma opção de Local de NPC, o que fará uma marcação surgir no mapa que levará o jogador até seu destino comercial.

Em alguns é possível encontrar opções de localizações e recompensas. Analise aquela que irá oferecer-lhe mais lucro e invista nela. Aliás, vender itens me lembra de um grande problema que você vai encontrar: espaço.

Organização dos espaços e itens: Vai faltar espaço em todos os lugares, sempre. Para lidar com isso, adivinha só? Vai ser necessário se organizar e algumas vezes fazer alguns investimentos. Então, antes de usar o auto-follow para ir até o NPC fazer sua venda, certifique-se de ter espaço e peso, elemento que pode ser contornado, mas com um preço alto.

No meio dessa organização recomendo que você guarde suas pedras e aqueles itens de combinação no armazém. Se você morrer, além de perder 3% de EXP, você pode ter seus itens perdidos.

Como eu não sabia comprar casas no começo, joguei vários itens fora para liberar espaço no inventário. Porém, naquela mendigação, de 1 em 1 perdi vários itens que dropavam. Então não economize pontos para não perder oportunidades, lembre-se que você pode convergi-los de volta mais tarde.

Transportar itens: Cada cidade tem seu armazém, porém é possível transportar itens de uma cidade para a outra. Conectar nodes entre elas fará com que esse serviço seja mais barato.

Se você apertar M vai ver as marcações de cidades e arcos que navegam entre os diferentes pontos existentes. Quando investidos pontos de contribuição nesses chamados nodes, além de aumentar a taxa de drop do local, você poderá colocar trabalhadores naquela região para coletar itens para você.

Ir e vir vai exigir um inventário maior. Fazer quests vai permitir esse aumento e recomendo você adiantar essas missões. Assim, sua vantagem é clara ao longo de todo o jogo. Para ajudá-lo, você pode apertar L e selecionar a opção Missões Principais – Expansão de Inventário.

Faça amigos

A partir do level 50 você poderá ser morto por outros jogadores. Alguns deles vão andar em grupo para proteger o respaw de alguns lugares. Contestá-los sozinho pode ser fatal. Outras vezes, poderá ser você a pessoa a estar no spot e receber visitas indesejadas.

De uma forma ou de outra, mesmo que você não tenha interesse no PVP (e ele vai ter interesse em você), você ainda poderá obter maiores informações sobre o jogo, trocando experiências que vão mantê-lo ainda mais engajado na jogatina.

Melhores lugares para upar

A terceira dica é praticamente um complemento da anterior. Quando você criar o seu primeiro personagem em BDO, é bem provável que você não saiba onde grindar monstros e upar.

Sabendo já de antemão que você não vai upar seu level de combate fazendo missões, a gente tem que ver onde e quais monstros você precisa grindar pra upar melhor e mais rápido.

Isso na verdade é bem fácil de ver pois o próprio jogo indica e aconselha locais e monstros para você upar dependendo do seu level.

Apertando a tecla “M” você abre o seu mapa, e lá poderá ver vários locais com tipos diferentes de monstros e uma recomendação de level pra grindar.

Existe um site chamado “Something Lovely” que mostra muitas informações no mapa de Black Desert, desde dungeons, world bosses, baús de tesouro e também áreas de leveling.

É só marcar a caixa “Leveling Areas” e pronto, você vai ver todas as áreas pra upar divididas por recomendações de level.

Referências:

Death Weaver, Vitamina Nerd, Game Blast, Wikipedia, Voxel.