Eve Online

Eve Online (estilizado como EVE Online) é um MMORPG criado pela CCP Games, cujo mundo virtual é persistente, de jogabilidade não-linear, em um cenário espacial de ficção científica. As personagens pilotam naves personalizadas através de uma galáxia de mais de 7 500 sistemas estelares. A maioria dos sistemas são conectados a um ou mais diferentes sistemas por meio de portais estelares. Um sistema estelar pode conter luas, planetas, estações espaciais, buracos de minhoca, cinturões de asteroides e labirintos.

Jogadores de Eve Online podem participar de um número de profissões e atividades, a saber, mineração, pirataria, manufatura, comércio, exploração, e combate (tanto PvE como PvP). A evolução das personagens se dá com o treino de perícias virtuais em tempo real, sem o requerimento de que o jogador esteja conectado ao jogo.

Eve Online foi lançado na América do Norte e na Europa em maio de 2003. Esteve em publicação desde maio até dezembro de 2003 pela editora Simon & Schuster Interactive. Desde então, a CCP comprou os direitos e iniciou um esquema de autopublicação via distribuição online. Em 22 de janeiro de 2008, anunciou-se que Eve Online seria distribuído pela Steam. Em 10 de março de 2009, o jogo ficou de novo disponível em forma de pacote físico nas lojas, lançado pela Atari. A versão atual de Eve Online é Lifeblood, lançado em 24 de outubro de 2017.

História

EVE Online ocorre em um futuro distante, numa área do espaço muito isolada do planeta Terra. O nome provém de um enorme stargate que permitiu que a humanidade conhecesse um novo universo, chamado de Novo Éden (New Eden).

O stargate colapsou e perdeu-se então todo o contato existente com a Terra. Os sobreviventes foram então obrigados a desenvolver novas civilizações e a buscar seu destino entre as estrelas.

Quem é você no jogo?

Você é o que chamam de “capsuleer”, um talentoso piloto conectado a uma poderosa nave espacial. Tal piloto pode cumprir o papel de toda uma tripulação sozinho, gerenciando todos os aspectos de sua nave através de um casulo que chamamos de cápsula.
Os pilotos, quando aliados, podem forjar impérios que conquistam diversos pontos da galáxia. No EVE Online, você é livre para escolher seu próprio destino.

Você irá começar representado por um personagem de uma das quatro facções principais existentes e que governam o universo. Cada facção começa com uma habilidade muito semelhante e você poderá desenvolver em qualquer direção que gostar ou achar melhor, tornando-o extremamente único.

Personagens

No EVE Online você não está restrito a uma classe de personagem ou uma profissão como na maioria dos outros jogos, aqui você poderá ganhar a vida fazendo negociações, realizar operações de mineração, comercializar suas habilidades de combate como um mercenário, percorrer o espaço como um pirata, realizar espionagem e infiltração, focar em pesquisa e fabricação, conquistar um dos 7.600 sistemas solares disponíveis ou até mesmo executar missões para NPC’s. O EVE nunca vai te limitar, o único limite aqui é você mesmo.

Você poderá criar até 3 personagens por conta, mas poderá treinar somente 1 personagem de cada vez. Para treinar vários personagens na mesma conta e de forma simultânea, deverá adquirir um item chamado “Multiple Pilot Training Certificate”.

Facções

Existem 4 facções disponíveis para você jogar, que são: Amarr, Caldari, Gallente e Minmatar.
Em termos de jogabilidade, não existe nenhuma diferença entre elas, pois o sistema de skills permite que você treine para as naves de qualquer uma delas, independente da facção que você veio a escolher. Porém, cada nave tem um estilo próprio de se voar e tipos de itens ideais a serem utilizados.

Em termos reais, cada facção tem sua própria história, seus princípios morais, éticos e motivacionais. Cada facção também tem um set pré-determinado de skills iniciais e poderão utilizar imediatamente as naves mais básicas.

Skills

Diferente de outros MMO’s disponíveis no mercado, o EVE Online não funciona por nível de jogador e sim por skills. Estas skills, então, possuem 5 diferentes níveis que podem ser treinados.

Seu personagem também não vai evoluir utilizando uma mesma habilidade repetidamente, mas sim, em uma janela de tempo que uma skill demandará para ser concluída. Isso significa, na prática, que seu personagem continuará treinando mesmo que você não esteja online e/ou jogando com seu personagem.

Cada nível de skill demorará mais tempo para treinar que o nível anterior. A motivo de comparação, um personagem poderá ter o primeiro nível de uma skill em alguns minutos mas o último nível poderá demorar alguns dias.

As skills são uma parte vital do treinamento do seu personagem. Elas afetam suas habilidades em diversas áreas do jogo como combate, indústria, pesquisa, mercado, etc. Além disso, existem diversos itens no jogo e cada um deles necessita de um determinado grupo ou número de skills treinadas para habilitar sua utilização.

Em resumo, cada skill (e seu nível) vai afetar diretamente as habilidades de seu personagem. Os benefícios de cada uma poderá ser encontrado em sua própria descrição.

Isso está diretamente ligado ao tipo de atividade que você faz dentro do jogo. Se você deseja se especializar, por exemplo, em naves pequenas e ágeis, deverá focar seu treinamento nas fragatas e armas pequenas. Se deseja focar seu treino em indústria, existe também uma árvore de skills específica para esta área… e assim por diante.

No começo do jogo não vale muito a pena se especializar pois gastará muito tempo nos níveis altos das skills, sendo que poderia estar treinando outras skills que lhe trariam maiores benefícios a curto prazo e em menor tempo. Com o passar dos meses e estando mais satisfeito com o set de skills que você possui, poderá então sentir a necessidade de iniciar a especialização.

Não. Seu personagem continuará treinando enquanto você tiver tempo de conta disponível ou até o tempo da skill que você colocou na fila terminar. Cabe a você efetuar o controle da sua fila de skills para que seu personagem nunca pare de treinar.

Seu personagem iniciará com uma pequena quantidade de skills básicas. Você também poderá conquistar novas skills através dos tutoriais ou comprando diretamente no mercado do jogo.

Uma vez adquirida uma skill, você não vai mais “esquecer” e, mesmo que a injete e nunca treine, ela vai continuar em teu personagem.

Carreira

Fora o tutorial básico, uma forma de se aprender mais sobre as diferentes carreiras existentes no EVE Online é fazendo as missões de carreira (Career Missions).

Para localizar estas missões, pressione ‘F12’ no seu teclado e clique no botão ‘Show Career Agents’. O jogo exibirá então uma nova tela que vai lhe permitir navegar e escolher o agente de sua preferência.

Os agentes de carreira são divididos em 5 categorias:

Military – Missões que vão lhe ensinar o básico sobre combate

Trading – Missões que ensinam o básico sobre a compra e venda de itens

Indústria – Missões que ensinam o básico sobre captação de recursos e construção de itens

Exploration – Missões que ensinam sobre como probar (termo que referencia a utilização de probes) anomalias que podem conter piratas, relíquias ou diversas outras surpresas

Advanced Military – Missões um pouco mais avançadas de combate, que ensinam também sobre a parte de logísticas (reparo), interdiction e manobras evasivas

Missões

Missões são atividades dadas aos pilotos por agentes membros de uma das diversas corporações NPC existentes no jogo. Essas atividades podem variar de transporte de mercadorias entre as estações, derrotar piratas para completar um objetivo específico, resgatar alguém, etc. A cada tarefa concluída, o piloto receberá uma recompensa em forma de ISK (moeda do jogo), bem como itens valiosos e até mesmo LP (LP significa Loyalty Point e que em português seria algo como pontos de lealdade).

Para começar a realizar atividades para um determinado agente, você precisa cumprir alguns requisitos mínimos de standing (sua reputação com aquela facção, corporação ou agente) que pode variar de acordo com o nível do agente. A regra básica é: quanto mais valiosa a missão, mais standing será necessário para coletar a mesma.

É recomendado que você se mantenha fazendo missões sempre para a mesma corporação e facção, para evitar ter que ficar subindo standings com todos e acessar os níveis seguintes de forma mais rápida.

Lembre-se ainda que ao fazer missões para uma facção específica você poderá acabando se tornando um inimigo da facção contrária! A dica aqui é a de sempre evitar missões específicas contra as 4 facções principais para que isso não atrapalhe seu jogo no futuro. Seja esperto e fique sempre atento a isso!

As missões também são divididas por níveis e vão do nível 1 ao 5. As missões de nível 1 praticamente qualquer pessoa poderá fazer e são elas que irão fazer com que você ganhe reputação suficiente para liberar os níveis mais altos (depois as de nível 2 e assim por diante). As missões de nível entre 1 e 4 podem ser encontradas e realizadas em high-sec, mas as missões de nível 5 já exigem que o piloto saia da zona de conforto e tenha que encarar de frente a vida em low-sec para concluí-las.

Cada agente trabalha em um departamento específico dentro da corporação, e distribuirá missões equivalentes a estes departamentos. Os mais comuns são os seguintes:

– Missões de ‘security’: Estas missões envolvem básicamente cenários de combate, aonde você deverá destruir algumas naves inimigas ou até mesmo algumas construções específicas

– Missões de ‘distribution’: Estas missões envolvem a movimentação de bens entre uma estação e outra. Você vai precisar de uma nave industrial com espaço suficiente para transportar esses bens

– Missões de ‘mining’: Missões que basicamente vão te enviar para um asteroid belt e efetuar a mineração dos mesmos

Um Agente

Existem algumas maneiras de se encontrar um agente. A mais direta e simples é a de entrar numa estação e olhar a aba de agentes que estão disponíveis dentro dela. A outra forma também simples é utilizando uma ferramenta chamada “Agent Finder”.

Para saber se o agente está disponível para você, basta utilizar os filtros da janela do Agent Finder ou verificar na estação em que você está dockado se ele é listado como “Available for you”. Caso ele não esteja disponível, abra a tela de informações do agente e verifique o standing mínimo necessário para que você possa vir a requisitar uma missão a ele.

Seu standing de uma corporação ou facção

Agentes fazem parte de uma corporação e esta corporação pertence a uma facção. Para subir o seu standing com uma delas, basta completar missões para os agentes.

Algumas missões fornecem standing apenas com a corporação, enquanto outras irão lhe ajudar também com a facção (dica: geralmente as missões chamadas storyline são as melhores para subir standing com a facção e você receberá uma a cada aproximadamente 10 missões concluídas).

É relativamente fácil subir seu standing com uma corporação específica, mas com a facção o processo é um pouco mais demorado. O standing com a facção, por outro lado, servirá para qualquer corporação que faça parte desta facção, tornando-o extremamente valioso.

LP’s (Loyalty Points)

Você receberá LP´s a cada conclusão de uma missão. Esses LP’s podem ser trocados em qualquer estação da corporação em que você os ganhou por itens como implantes, skills, módulos, etc.

Para fazer a troca, basta entrar na estação da corporação que costuma fazer missões, entrar na ‘LP Store’ e efetuar a troca! Simples assim!

Fitting

Powergrid & CPU

Cada módulo que queira colocar em sua nave tem “fitting requirements” que você pode ver usando click com botão direito, clicar “show info” na parte Fitting. Também pode procurar estas informações no Market.

O Powergrid e CPU que você tem disponível, é calculado á partir da base que sua nave tem, mais os efeitos colaterias de seus skills (Engineering = 5% extra Powergrid / lvl e Electronics = 5% extra CPU / lvl)

Cada módulo que você for colocar em sua nave, vai usar um pouco do seu Powergrid e CPU, quando ativado. (É possível ativar e desativar módulos no espaço – put online)

Equipando sua nave, você precisa encontrar um equilíbrio entre os módulos que pode equipar. Os jogadores muitas vezes, permanecem horas no Fitting Screen da estação, experimentando os módulos pra ver o que cabe melhor.

Módulos que aumentam seu Powergrid e CPU

Powergrid

•Reactor Control Unit

•Auxiliary Powercore (necessita de Energy Management skill lvl 4 para usar)

•Power diagnostics

•CPU’s

Capacitator e Cap Recharge

Cada nave tem uma certa quantia de Capacitator e do tempo necessário para recarregá-lo (Cap recharge). A distância que você pode warpar e quanta energia você tem disponível para ativar seus módulos, tudo depende de seu Cap. Ativando módulos vai te custar o Activation Cost. Energia é consumida a cada vez que um módulo é ativado, até não ter mais energia em seu Capacitator. É bom manter em mente o custo de ativação dos módulos, para não ficar de repente sem energia, e não poder proteger sua nave (ou seu pod) em termos de afterburners e shieldboosters ou um warp para um local seguro.

Sua nave tem um Cap recharge natural de: Total Cap / Cap recharge = Cap ganhado por segundo

Um capacitador em EVE se comporta da mesma maneira que na vida real: a quantidade de Cap regenerada varia dependendo do estado do Cap. Com Cap vazio ou quase cheio, ele vai regenerar devagar, e com o Cap entre um terço á dois terços cheios, a recarga vai ser maior.

Se você for usar 3 módulos, olhe para o cycle time deles, e quanto Cap eles usam a cada ciclo. Compare com seu Cap total disponível, e você pode calcular quanto tempo poderá usar-los até ficar sem Cap.

Há vários módulos que aumentam o seu Cap total e o Cap recharge:

Skills que afetam seu Cap

•Energy Management (aumenta Cap total 5% / lvl)
•Energy Systems (diminui Cap recharge time 5% / lvl)
•Controlled Bursts (diminui custom de Cap de Armas (turrets) 5% / lvl)
•Afterburner (aumenta o tempo de ciclo do Afterbruner)
•High Speed Maneuvering (diminui o custo de Cap de MWDs 5% / lvl)
•Warp Drive Ops (diminui o custo de Cap em Warps, 10% / lvl)

Módulos que afetam seu Cap o o Recharge time

•Med Slot Batteries (aumentam % de Cap)
•Med Slot Boosters (injetam uma quantidade de energia em seu Cap)
•Med Slot rechargers (aumentam o Cap recharge)
•Low Slot Cap Relays (aumentam o Cap recharge)
•Power Diagnostics (aumentam Cap e Cap recharge)
•Fluxes  (mudam um pouco o tamanho de Cap ou recharge – não são muito práticos…)

Dependendo do que quer fazer, de como quer equipar sua nave, ou de que estratégia quer usar, esses módulos formam a base de energia para o seu Fitting. Quer ser ofensivo? Defensivo? Rápido? Quer ter Cargo grande? Usar os extremos como “tankear” ou prefere shields fracos e grande velocidade, para usar armas de curto alcance mas de grande dano. As possibilidades são (quase) infinitas.

Armamentos

Há alguns critérios básicos para escolher seu tipo de armas:

1. O bônus natural da nave – cada nave tem um bônus como por exemplo 5% de hybrid turret damage / lvl. Isso forma um extra importante na hora de escolher o tipo de arma á usar.
2. O tipo de Slot – Turret ou Launcher (mísseis)
3. O alcance da arma:

Cada Turret tem duas entidades de alcance: o Optimal Range (m) e o Accuracy Falloff (m). que definem o quanto sua arma é efetiva a uma certa distância do alvo. O alcaçe máximo de sua arma seria Optimal Range + Accuracy Falloff.

Se o seu alvo se encontra entre o Optimal Range e o Max range, você vai ter uma certa chance de acertar. Com o alvo na distância perfeita (Optimal Range) você teria a maior chance de acertar com o maior dano possível.

Os famosos “Wrecking hits” tem uma chance de 3% de acontecer, e são independentes da distância (é claro que o alvo precisa encontrar-se no seu alcance). O dano causado é de 3 vezes o dano máximo da arma.

O Tracking Speed – é importante quando você está atacando um alvo que se move rapidamente. Maior a arma e de mais longe alcance ela é, menor (ou mais devagar) será o Tracking Speed.

Importante saber é que quando seu alvo está mais perto do que seu Optimal Range, há dois fatores que influenciam principalmente, se você vai acertar ou não. Estes são o Tracking Speed de sua arma, e o Signature Radius do seu alvo.

Há várias possibilidades de adaptar em seu Fitting o alcance de suas armas e o Tracking Speed. Importante manter em mente novamente o “papel” que você deseja, ou seja: ofensivo ou defensivo, etc..

Munição e Reload – Cada arma tem um volume, que defina a quantidade de munição que pode ser colocada nela (Reload, recarregar, demora dez segundos). Lasers não utilizam munição, mas podem ser adaptados cristais.

Em todas as armas precia ser considerado o tipo de dano que sua munição ou cristal vai fazer. Para escolher o tipo de dano, é necessário compreender como funciona a penetração de shields a armaduras; Shields e Armadura tem uma resistência aos quatro tipos de dano, definindo quanto deste tipo eles podem absorver.

Tipos de dano:

•Explosivo
•Kinético
•Térmico
•Eletromagnético (EMP)

Os shields são fortes em absorver dano Kinético e Explosivo, mas fracos em absorver dano Térmico ou EMP.
Com a armadura, é o contrário: são fortes em absorver dano EMP e térmico, mas fracos para dano do tipo Kinético ou explosivo.

Cuidado com certos tipos de munição, quanto ao seu range modifier comparado ao Range do seu Turret, porque existem incompatibilidades que te darão uma penalidade. (não entendi bem estas informações, daí não posso explicar bem… )

Mísseis – Cada tipo de míssel tem um tempo de vôo e uma velocidade, e estes dois fatores definem o seu alcance. Mísseis causam somente um tipo de dano.

Quando estiver enfrentando NPCs atirando mísseis, eles estarão sempre atirando um mesmo tipo de míssel. Já que mísseis causam o maior dano, é importante estar equipado com módulos (ex. Hardeners) para poder reagir contra estes NPCs. Mísseis sempre vão acertar com o dano máximo (dependendo de quanto será absorvido) ou não acertam se você for mais rápido.

Defenders – irão destruir outros mísseis e somente irão atirar quando um míssel está sendo lançado contra você. Eles também irão lockear somente no míssel mais próximo, então não adianta atirar múltiplas vezes quando estiver enfrentando vários mísseis, porque o defender só irá lockear no primeiro.

FoF’s – irão atirar contra qualquer pessoa que esteja te agredindo, seja atirando em você, usando jammers ou scramblers. Não irão disparar se alguém somente tem um Lock em você.

EW (Electronic Warfare) – Este tipo de combate em EVE é bem elaborado e bem complexo. È uma parte fundamental de combate PvP e contem as ferramentas mais poderosas, se for usado adequadamente, especialmente em operações coordenadas de múltiplas naves em ataque ou defesa. EW são ataques eletrônicos, que afetam:

a) os sensores de naves (alvos ou distância) – bursts, jammers, sensor dampers.
b) os turrets (armas) de naves (Tracking ou distância) – weapon disrupters.
c) o Cap de naves (Cap power) – energy Vamps, Nosferatus
d) a velocidade de naves (speed) – webifiers
e) os motores de Warp de naves (warp) – warp scramblers

A maioria dos módulos de EW são de Slots médios, exceto os Energy Vamps e Nosferatus, que são High Slots. É por causa disso que a maioria dos usuários de EW são Caldari, cujas naves tem um alto número de Med Slots (Blackbird, Scorpion). Mesmo assim, é perfeitamente possível usar EW efetivamente em outras naves, usando somente um ou dois slots médios. A fraqueza das naves Caldari, é um número muito baixo de slots Low, que significam menos Cap recharge e menos energia para alimentar os slots médios.

Os skills necessários:

Electronic Warfare – aumentam o ciclo de módulos EW (porém não são eficientes quando forem utilizados métodos “spot pulsing”).
Propulsion Jamming
Signature Analysis
Sensor Linking
Weapon Disruption
Alto nível de EW: Electronics, Energy Management e Energy Grid Upgrades.

Os módulos e como funcionam:

Jammers

Para utilizar Jammers bem, é necessário entender como funcionam os sensores das naves. Cada nave tem uma potência de sensor (sensor strength), cuja informação pode ser encontrada em “show info” e attributes das naves. Essa potência de sensor é geralmente única á cada raça de EVE. Assim por exemplo, os Minmatar tem naves usando sensores LADAR, e uma Battleship da classe Tempest dem uma potência de LADAR=14.

Tipos de sensor por raça:

•Minmatar – LADAR
•Caldari – Gravimetric
•Amarr – RADAR
•Gallente – Magnetometric

Cada nave tem ume potência específica para a classe de nave. Você precisa reduzir esta potência á zero para que eles percam o Lock e estejam incapazes de estabelecer um de novo.

Os Jammers principais são ou do tipo “multispectral” (-4 para todos tipo de sensores) ou Jammers racias (-6 para um tipo de sensor e -2 para os outros). O efeito dos Jammers é somado, assim se você tiver equipado 2 Jammers multispectral, você poderia reduzir o sensor de seu alvo por (2*-4) 8 em todos os tipos de sensor.
Jammers tem um custo de Cap alto (+/- 40cap por ciclo) e um alcançe curto, que te força á chegar bem perto para utilizá-los. Por cause deste preço alto, a maioria dos Cruisers somente utiliza Target jammers. Todavia, os Jammers racias tem uma duração muito maior e custam bem menos Cap.

Bursts

Bursts tem um alcance muito curto (~5K) e são usados de preferência em fregatas. O efeito deles não é somado, mas pode ser somado ao efeito de Jammers. Bursts diminuem a potência de todos os tipos de sensores por 8 em uma “área de efeito” em volta da nave.

Sensor Dampners

Talvez um dos módulos mais potentes na área de EW em EVE, porque estes não tem limite de distância para ser usados! Eles diminuem a distância e velocidade de seus sensores por cerca de 50%, e o efeito pode ser somado se usar mais de um Dampner. Assim é possível de diminuir a distância do sensor de seu alvo para dentro da cabine dele; um efeito legal, já que se ele não pode te ver, ele não pode atirar. O único problema é que um Dampner só vai funcionar antes de seu alvo ter começado o ciclo de Target Lock em você. Se ele já inciou o ciclo, o Dampner não vai funcionar. Você terá que quebrar o Lock dele pirmeiro (ou seja: usar um Jammer/Burst).

Weapon Disruptors

Mais um módulo interessante para fregatas e Cruisers, eles afetam a velocidade de tracking e de targeting do seu alvo. Assim, com este módulo ativo, você corre menos risco de ser acertado, especialmente pelos turrets grandes e médios. Porém não são tão efetivos como retirar o Lock (Jammers) completamente.

Warp Jammers

Cada nave tem uma potência de warp igual á 1. Os Warp Jammers existem em duas variedades, que diminuem a potência de warp para zero ou menos (potência de warp zero ou menos – e você não pode mais warpar) Os Jammers -1 tem um alcançe de 20 km com uma duração menor e os -2 tem um alcance de 7,5 km com uma duração maior. O grande lance desses módulos é que eles duram por seu ciclo, independente se o módulo continua ativado ou não. Assim, uma fregata pode warpar perto, usar o Warp scrambler, e warpar fora de novo, e o efeito vai continuar atuando no alvo.

A combinação de Warp scramblers e Sensor Dampners formam a base de operações eletrônicas no momento.

Stasis Webifiers

Diminuem sua velocidade (impulso) por 70-80% e são muito efetivos contra alguém tentando chegar á um Jumpgate ou Estação, ou de “freiar” uma nave rápida. Porém eles não irão inbir a possibilidade de seu alvo warpar. Você vai warpar se você alcança 80% de sua velocidade máxima, então se alguém tem um scrambler em você, e sua velocidade é reduzida á 70%, você ainda pode alcançar 80% do que sobrou da velocidade.

ECCM

Para a maioria dos ataques eletrônicos definidos acima, existem medidas de proteção (ou contra-atuação). Os principais seriam Sensor strength Boosters, Sensor Boosters e Warp core Stabilizers. A maioria das medidas ECCM funciona contra ECM em uma relação 2:1, ou sjea, você precisa de dois módulas ECCM para cada ataque ECM que você quer anular. No caso do Warp scrambler, um Warp core stabilizer irá te dar +1 á sua potência de warp. Se a versão fraca for usada contra você, você terá a chance de alinhar-se e entrar em warp. Com a versão forte (7,5km, -2 warp), você continua preso.

Módulos Sensor strength são ou de slots Low e sempre ativos (providenciando +1 ou +2 ao seu tipo de potência de sensor) ou de Slots médios, ativados quando necessários, providenciando +3 ou +4 ao seu tipo de sensor. Enquanto a potência de seus sensores for 1 ou maior, você ainda poderá efetuar um Lock em alguém (se eles estiverem ao seu alcance). Os módulos de Sensor Boost aumentam o alcance de seus sensores e atuam contra Dampners (novamente na relação 2:1)

Shield Hardeners – Estes módulos aumentam a resistência de seu Shield para certos tipos de dano, e são muito, muito práticos, já que aumentam a resistência em 50%. Em geral, é considerado melhor se concentrar em um tipo de dano, do que nos “invulnerable” que dão resistênia á todos tipos de dano, só que bem mais fracos.
Necessitam dos skills Tactical Shield Management 1 (que precisa de Engineering 4).

Armor Hardeners – como shield hardeners, só que aumentam as resitências de sua armadura. Estes módulos são de Slots Low e precisam ser ativados.
Necessitam do skill Hull Upgrades 4.

Dicas

Nunca entrar em sistemas de status inferior a 0.5, se você não tem experiência! Esses sistemas estão cheios de piratas, esperando um jogador distraído para roubar, destruir e todas as variações da pirataria. Existem muitas corporações em regiões de baixa segurança, vivendo da pirataria.

Faça o seguro de suas naves mais caras e aquelas que você usa com mais frequência.  Apesar do seguro não pagar muito, pelo menos não vai ter uma perda total.

Faça o tutorial! O EVE Online é um jogo muito complexo e grande! Por isso é fundamental fazer o tutorial, para que você tenha as noções básicas do jogo.

Não fique esperando a ação de retaliação da CONCORD! Assim como no Brasil a policia chega tarde demais a cena do crime. Com certeza o criminoso será punido pela CONCORD, porém você não estará vivo para ver. Se tua nave não tem um bom Tank, então sai do local o quanto antes!

Use o mapa! Está é uma ótima ferramenta para você saber o que está acontecendo em sua região. Use o filtro de naves destruídas nas ultimas horas para detectar áreas perigosas.

Use Warp Core Stabilizer e Cloaking Device , em regiões de baixa segurança, para evitar ser preso por outros jogadores. Acredite! Estes módulos ainda irão te livrar de vários problemas.

Quando você for pego de surpresa em um sistema de baixa segurança, e por acaso você não tenha instalado o módulo citado a cima. Recue para a estação mais próxima, ela terá armas sentinelas para te ajudar, diferente da Jump Gate que não tem!

Os lugares mais seguros no espaço são aqueles no meio da nada! Faça Bookmarks no meio do espaço do sistema que você está frequentando. Isso vai te dar tempo para pensar em uma estratégia, caso esteja sendo caçado por um grupo de jogadores.

Sempre que for minerar, faça o alinhamento da sua nave para estação, isso vai diminuir o tempo para warp! Geralmente iniciar o warp é rápido, o que demora é o alinhamento da nave. Isso vai ser muito útil para fugas rápidas.

Sempre verifique seus clones. O clone que o jogador inicia tem um limiar muito baixo de skill points. Se você não atualiza-los, poderá perder skill points com a morte do seu avatar.

Referências:

Eve online, Urubu News, wikipedia.

World of Warcraft

World of Warcraft (também conhecido pelo acrônimo WoW) é um jogo on-line do gênero MMORPG, desenvolvido e distribuído pela produtora Blizzard Entertainment e lançado em 2004. O jogo se passa no mundo fantástico de Azeroth, introduzido no primeiro jogo da série, Warcraft: Orcs & Humans, lançado em 1994.

É considerado o mais popular MMORPG de todo o mundo, tendo chegado a ter 11 milhões de jogadores ativos no ano de 2010. Em 2016, contava com 5 milhões de jogadores regulares.

Joga-se com um programa cliente ligado a uma rede de servidores. Existem servidores para atender Estados Unidos, Oceania, Europa, Rússia, China, Coreia do Sul, Taiwan, Sudeste Asiático, Brasil e América Latina. O acesso aos servidores requer uma chave original e é pago mensalmente, mediante assinatura com dinheiro real ou com ouro conquistado dentro do jogo. A partir de julho de 2011, o jogo também passou a ser distribuído sem custos por meio da versão Starter Edition, que pemite ao jogador ir até o nível 20 de personagem dentro do jogo.

A Criação do Herói

Ao entrar no jogo pela primeira vez, você precisa criar um personagem. Ele será seu avatar no mundo de World of Warcraft. Primeiro você deve escolher uma raça (que determina a aparência do seu personagem) e então uma classe (que determina o que o seu personagem pode fazer).

Qualquer que seja sua espécie, é possível escolher entre personagens masculinos ou femininos, e então determinar qual será sua classe entre as opções disponíveis para cada herói. Bruxos, magos e druidas são mais indicados para os jogadores que curtem utilizar bastante magia, enquanto Guerreiros são a opção padrão para embates de curta distância.

A Barra de Ações

Para que seu personagem faça coisas legais, você precisa usar a Barra de Ações, na parte inferior da tela. Cada espaço da barra padrão corresponde a uma tecla. Para ativar uma habilidade, pressione o botão correspondente no teclado. Simples!

O Grimório

O Grimório ajuda você a controlar suas habilidades. Acesse seu grimório pressionando a tecla P. Agora você pode ver todos os feitiços e habilidades do personagem e arrastar habilidades do Grimório para a barra de ações para facilitar o acesso. 

Tipos de Recursos

Usar habilidades tem um custo para o seu personagem. No jogo, isso se reflete no fato de que as habilidades gastam o recurso que seu personagem tem para usar com feitiços e habilidades. Entender bem o recurso específico do personagem e saber como conduzir os ataques é o que distingue veteranos de novatos. Por exemplo, Magos têm um recurso chamado Mana. Cada feitiço que lançam custa Mana, e, quando o recurso acaba, o Mago tem que esperar até que ele seja reabastecido. Ladinos usam energia em vez de mana. Energia é restaurada rapidamente, mas também se gasta depressa, o que dá ao combate dos ladinos um ritmo todo próprio. Guerreiros usam raiva para energizar ataques especiais. A raiva aumenta à medida que o guerreiro causa e recebe dano, e algumas habilidades de guerreiro geram mana em vez de consumir. Experimente classes diferentes para se acostumar com os tipos de recursos!

Iniciando Missões

Ao entrar no mundo, você encontrará outros personagens com um “!” amarelo em cima da cabeça. Sempre que vir um personagem assim, significa que ele precisa da sua ajuda com uma missão! Fale com ele clicando com o botão direito no personagem. Ele oferecerá uma ou mais missões no diálogo de missões. Se você clicar em Aceitar, a missão será acrescentada ao Registro de Missões do seu personagem.

Rastreamento de Missões: Você tem uma novo amigo de infância. O nome dele é M, e ele é a tecla que você pressiona para fazer surgir o mapa. Suas missões ativas serão destacadas no mapa; se você clicar em um dos destaques, ela ficará marcada no minimapa. Isso significa que você verá uma bússola apontando para o objetivo mais próximo E as regiões relevantes para sua missão ficarão em destaque. Muito conveniente!

Entregando Missões: Depois de completar todos os objetivos da missão, você deverá entregá-la e coletar sua recompensa. Veja a descrição da missão no Registro de Missões quando for entregá-la. Muitas vezes você terá que falar de novo com o personagem que lhe deu a missão, mas algumas exigem que você viaje para terras remotas e viva novas aventuras.

Como chegar ao seu destino

Você vai notar que, quando o nível do seu personagem chegar ali na “adolescência”, as missões vão começar a mandar você para lugares completamente novos. Com tanta viagem prum lado e pro outro, conhecer Azeroth como a palma da mão vai economizar bastante tempo.

Usando o mapa: Seu mapa é muito útil nas missões, mas também é uma mão na roda para a orientação em geral. Sempre que se perder e não souber para onde ir, pressione M para ver a sua localização. Você pode encolher a janela do mapa para mantê-la aberta enquanto se anda por aí. Bem útil! 

Pedras de Regresso: Cada personagem começa sua aventura com uma Pedra de Regresso no inventário. Use-a para se teleportar de volta para a base de operações. Onde é que fica sua base? Bom, se você estiver em uma cidade com uma estalagem, fale com o estalajadeiro. Ele pode definir a sua posição como base para que, da próxima vez que usar a Pedra de Regresso, você volte para lá.

Rotas de Voo: Não há melhor maneira de viajar que pelos ares. Os maiores povoados são ligados por uma grande rede de rotas de voo. Tudo o que você precisa fazer para se deslocar entre dois lugares conectados pela mesma rota de voo é falar com um Mestre de Voo e selecionar seu destino. Por um pequeno preço, ele permitirá que você voe aonde desejar.

Segue o barco: Se você pretende viajar entre continentes, não há nada melhor que ir de navio. A Aliança oferece passagens regulares para portos em Kalimdor, Azeroth e Nortúndria.

Zepelins goblínicos: Zepelins Goblínicos conectam algumas cidades da Horda da mesma maneira que os barcos. A vista é mais bonita, mas não é recomendável sair do zepelim antes de ele atracar em segurança no terminal (a não ser que você esteja de paraquedas, claro).

Portais: Portais são a melhor maneira de ir do ponto A ao ponto B. Ah, não precisa ter medo. É só um punhado de energia arcana rasgando o tecido do espaço-tempo e da própria realidade para economizar umas horas de viagem. O que poderia dar errado? Magos e engenheiros podem aprender a criar portais para locais específicos, e algumas cidades também são conectadas por portais.

Localizador de Masmorras

No nível 15, você ganha acesso ao Localizador de Masmorras, que permite entrar na fila para a masmorra de sua escolha. O Localizador de Masmorras reúne você e outros jogadores na fila para a mesma masmorra, forma um grupo e manda vocês para lá. Não existe maneira mais rápida de encontrar um grupo de masmorra que com o Localizador.

Elites e Chefes

Os monstros nas masmorras são mais resistentes do que os bichos que você encontra por aí. É preciso trabalhar em equipe para matá-los, então vá com uma. Você também encontrará chefes nas masmorras. Esses monstros são MUITO mais fortes e costumam exigir estratégia para serem derrotados (por acaso, esses monstros também deixam os melhores tesouros).

Regras da Masmorra

Eis algumas regras simples para ter sucesso numa masmorra.

Verificação de missões: Certifique-se de que todos tenham as missões certas e compartilhe as missões quando necessário.

Chamada de funções: Todos precisam estar cientes de suas funções (ver anotação sobre funções acima). Se você não souber o que deve fazer, pergunte.

Tanques: Espera-se que você inicie os combates. O ideal é que ninguém ataque os monstros antes de você.

Curadores: Avise ao Tanque quando você precisar sair de combate para recuperar mana.

Causadores de Dano:  Espere os Tanques começarem o combate antes de atacar.

Mantenha a calma: Masmorras podem ser difíceis. Se todos em um grupo morrerem (o que chamamos de derrota ou “wipe”), não se culpe (e, mais importante, também não culpe os colegas). Erros acontecem. Basta ressuscitar e tentar de novo.

Jogador x Jogador

Depois de provar que é capaz de derrotar monstros, dê uma olhada no conteúdo Jogador x Jogador (JxJ) de World of Warcraft. Lute em uma Arena pela glória e emoção da batalha, enfrente inimigos nos Campos de Batalha, onde estratégias e trabalho em equipe são tão importantes quanto reflexos rápidos e habilidade, ou procure um dos grandes locais JxJ do Mundo e espalhe um pouco de caos.

Comandos úteis e divertidos

Independente do personagem escolhido e de qual ponto do mapa começou sua aventura, é importante lembrar que as habilidades dos heróis em WoW Classic são ativadas por um sistema de cooldown, ou seja, cada golpe possui um período de tempo próprio até poder ser reutilizado. Na parte inferior da tela é possível ver quais são suas habilidades atualmente equipadas, e é preciso clicar nelas para ativá-las em combate.

Rode sua câmera e campo de visão segurando o botão esquerdo do mouse e deslocando o cursor para onde quiser olhar. Para iniciar uma luta, clique em um inimigo com o botão direito do mouse, mas certifique-se de estar em um ângulo onde os golpes possam acertá-lo, com um personagem de frente para o outro. Nos momentos de calmaria, você também pode se divertir apertando enter para abrir o chat, e então digitando comandos clássicos como “/dance” para fazer uma dancinha engraçada, ou então “/flirt” para cortejar outros personagens.

Dicas para subir de nível rapidamente

Como todo bom MMORPG, WoW Classic possui bastante grinding e é preciso gastar dezenas de horas subindo de nível para poder habilitar as missões mais desafiadoras e explorar os ambientes mais inóspitos. A boa notícia é que quase todas as suas ações no jogo são convertidas em pontos de experiência, desde matar inimigos até descobrir novas áreas no mapa. Na hora de grandes andanças, aperte a tecla “num lock” para fazer seu personagem andar automaticamente.

Converse com todos os personagens que tiverem um ponto de exclamação amarelo sobre suas cabeças, pois eles podem habilitar novas missões. Aceite as quests, pois completá-las rende valiosas recompensas. Não tenha medo de andar até locais ainda não explorados, e lembre que é possível apertar M para abrir seu mapa a qualquer segundo. É uma boa ideia fugir de feras com nível muito acima do seu, mas você pode vencer com relativa tranquilidade inimigos com um ou dois níveis acima do seu, então aproveite para ganhar muita experiência às suas custas.

Colha muito loot

Inimigos caídos pelo mapa emitem brilho quando estão carregando itens que podem ser colhidos por seu personagem. Aproxime-se de seus corpos e clique neles com o botão direito do mouse para abrir uma nova janela, que mostrará quais itens podem ser obtidos. É preciso clicar nos ícones dos itens na nova janela para colocá-los em seu inventário manualmente, então não esqueça de fazer isso.

Com o tempo, naturalmente seu inventário ficará cheio. Nessas horas, visite qualquer cidade que tiver encontrado em suas aventuras e interaja com os vendedores nas lojas. Lá, você pode abrir seu inventário e selecionar os itens que deseja vender apertando o botão direito do mouse. Use sua verba para comprar itens e equipamentos ainda melhores do que seu arsenal.

Quais são as Profissões no World of Warcraft

Precisando forjar alguma arma?

Ou talvez se especializar em poções mágicas, saber como escrever pergaminhos mágicos, fazer armaduras, cuidar de ferimentos… nada disso vem de mão beija no WoW.

Para se especializar nisso tudo, você vai precisar de um profissional. Confira abaixo as principais profissões em World of Warcraft.

As profissões estão separadas em duas classes, primária e secundária.

Profissões Primárias

Alfaiates: São os responsáveis por produzir roupas e trajes através de tecidos.

Alquimistas: Criam misturas mágicas e poções especiais, tais como invisibilidade, resistência elemental, restauração de mana entre outros.

Coureiros: Transformam couro de animais em peças de vestuários.

Encantadores: Podem desencantar itens mágicos que estejam sobrando e usar o resíduo para melhorar permanentemente um equipamento.

Engenheiros: Se valem de inventividade para criar uma imensa (e, muitas vezes, aleatória) variedade de itens muito úteis.

Escribas: Melhoram as habilidades dos heróis através de glifos.

Esfoladores: São os responsáveis por tirar a pele e o couro dos animais.

Ferreiros: Responsáveis pelas armas e armaduras dos heróis.

Herboristas: Os responsáveis por colher e cuidar das mais variadas plantas úteis e poderosas que podem ser encontradas mundo afora.

Joalheiros: Responsáveis por liberar o surpreendente poder das pedras preciosas, criando jóias e berloques muito potentes.

Mineradores: Dizem que são os que mais trabalham, pois são os responsáveis por abastecer o caixa da cidade, buscando minérios úteis e valiosos, extraindo-os diretamente da terra com suas picaretas.

Profissões Secundárias

Arqueólogos: São responsáveis por vasculhar o mundo em busca de respostas e reminiscências misteriosas do passado.

Cozinheiros: São os responsáveis em alimentar toda uma cidade. Adoram fazer experiências com os mais diversos ingredientes de Azeroth.

Pescadores: Não é apenas uma prática para relaxar, mas sim para prover alimentos através dos mares e lagos por toda a Azeroth.

Médicos: Uma das profissões mais importantes, já que são os responsáveis por salvar muitas vidas em Azeroth, utilizando bandagens e antídotos para neutralizar venenos.

Como fazer

A parte mais importante do jogo, já que você vai precisar fazer dinheiro para sustentar a sua campanha, certo?

Para isso, você vai precisar do serviço de mineração. Três profissões dependem da mineração: Ferreiro, Joalheiro e Engenheiro. Os minérios extraídos podem ser usados ou vendidos.

Para você localizar locais de extração é super simples: no minimapa basta escolher a habilidade “Localizar Minérios“.

Quanto mais você exercita essa função, mas as suas habilidades aumentam e, com a habilidade cada vez maior, há a possibilidade de conseguir minérios mais raros e caros.

Vale lembrar que para começar a mineração, a profissão requer uma Picareta de Mineração.

Para fundir os objetos, basta ir a qualquer forja, disponíveis através do mapa.

Os minérios podem ser encontrados em quase toda Azeroth, embora algumas áreas sejam mais ricas em minerais do que outras.

Então basicamente, o caminho para a mineração começa em ativar a habilidade, localizar minérios em qualquer lugar do mundo.

A seguir, quando achar um ponto de extração, basta clicar no veio para extrair minerais, com a sua picareta de mineração

Depois de coletar a porção, você pode fundi-los ou vendê-los em qualquer forja.

Como construir seu império (Guildas)

Algo muito procurado e que gera muitas dúvidas no WoW Brasil são as Guildas.

Guildas são associações de pessoas com os mesmos interesses e que visa proporcionar assistência e proteção aos seus membros.

Mas o que fazer?

Se juntar a uma guilda com muitos membros, com poucos membros ou criar a própria?

Os players se dividem com relação à isso, mas existem algumas coisas que você precisa saber a respeito.

Algumas guildas florescem e prosperam enquanto outras murcham e somem. O sucesso ou o fracasso se deve, no final das contas, à maneira de formar a base da guilda.

A questão então é: O que fazer para criar essa fundação e montar uma guilda que resista às provações do tempo?

Se você optar criar uma guilda do zero, você vai ter um pouco de trabalho, pois precisará manter tudo organizado para conseguir atrair o maior número de pessoas possível. Por isso seja sempre receptivo com novos membros.

Saiba também designar jogadores de segurança para sempre haver alguém disponível para recepcionar os novos membros e tirar dúvidas, isso gera uma confiança maior e faz a sua guilda ser comentada e procurada por novos jogadores.

Além de estar sempre atento aos jogadores e premiar os mais ativos e antigos, participe frequentemente de chats e sempre esteja atento para resolver problemas entre os membros e esclarecer dúvidas.

Mantenha sua guilda sempre organizada e fique de olho para que os jogadores presentes nela possam tirar o maior proveito do jogo possível.

Por outro lado, nada te impede de entrar em uma guilda pronta.

Para te ajudar na escolha correta de qual entrar, siga as dicas acima e veja se o moderador segue todos os tópicos.

Não escolha a guilda por maior número de membros ou por ser a mais famosa, esteja atento para que você possa desfrutar do jogo sem dor de cabeça.

Como Ganhar Dinheiro no World of Warcraft

Se você tem pontos de experiência nas profissões de herborista, médico, esfolador, coureiro ou correlatadas, experimente vender materiais que você possui da sua profissão.

Uma outra alternativa é em Ashenvalle, onde existe Rotting Slime que deixa tesouros com algum valor.

Experiência 

Para você conseguir experiência de forma fácil e rápida, você simplesmente deve descansar! Isto irá duplicar a experiência ao matar inimigos.

Aliança

A Aliança possui 7 raças diferentes: Humano, Anões, Elfos Noturnos, Draenei, Gnomo, Worgen e Pandaren.

Raça dos Humanos

São os chamados “mocinhos” e fazem parte da raça mais populosa de Azeroth, tendo seu trono na cidade de Ventobravo.

O ponto de partida para quem joga com os humanos é na Floresta de Elwynn.

As classes disponíveis para os humanos são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Bruno e Guerreiro.

Raça dos Anões

Os anões são bravos, corajosos e destemidos.

São provenientes de Khaz Modan nos Reinos do Leste e possuem três clãs dentro do jogo: os Barbabronze, Martelo Feroz e Ferro Negro, cada um competindo pelo poder em Altaforja, local onde possuem o trono.O ponto de partida é em Dun Morogh.

As classes para os anões, são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Elfos Noturnos

Imortais e misteriosos.

Os elfos noturnos são de uma raça antiga e vivem em Darnassus, situados nos ramos da árvore mundial.

Era uma raça desconhecida até ter a árvore mundial sacrificada para parar o avanço da Legião Flamejante.O ponto de partida dos elfos noturnos é em Teldrassil.

As classes disponíveis, são:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino e Guerreiro.

Raça dos Draenei

Uma raça que foi praticamente dizimada durante a corrupção dos Orcs por Gul´dan, já que eles habitavam Draenor, terra natal dos Orcs.

Os Draenei são seguidores de Naaru e adoradores da Luz sagrada e, depois dos acontecimentos em Draenor, se estabeleceram em Azeroth. O ponto de poder dos Draenei é nas ruínas da nave Exodar.

O ponto inicial são Ilha Névoa Lazúli e Ilha Névoa Rubra.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Xamã e Guerreiro.

Raça dos Gnomos

Os gnomos têm sua origem na Vila da Gambiarra e, pelo nome de onde vieram, já dá pra notar um pouco a respeito da raça.

Eles gostam muito de tecnologia e tranqueiras. Devido a destruição de sua terra natal por Grão-faz-tudo-Mekkatorque em uma tentativa de salvá-la em uma invasão de um exército de Troggs, eles agora residem em Altaforja.

O ponto inicial é em Dun Morogh.

Possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Worgen

Uma mistura mortal de Homem e Worg.

Os Worgens surgiram depois de uma antiga maldição druídica sobre as pessoas de Guilnéas.

Depois de várias tentativas no desenvolvimento de uma cura, as pessoas infectadas de Gilneas conseguiram manter sua mente e consciência e foram empossados na Aliança para lutar contra a ameaça dos Renegados que devastam suas terras.

Alguns Worgens ainda vivem na capital de Guilnéas e outros no Carvalho Uivante em Darnassus. Seu ponto inicial é em Guilnéas.

Os Worgens possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Pandaren

Enigmáticos, famintos e amantes de uma boa briga. Essa é uma boa definição dos Pandaren.

São provenientes da Ilha Errante, onde são praticantes de artes marciais e lá também é o ponto inicial dos Pandaren no jogo.

Eles possuem as classes:

Caçador, Guerreiro, Ladino, Mago, Monge, Sacerdote e Xamã.

Horda

A horda também são está dividida em 7 raças, sendo elas: Orcs, Trolls, Elfos Sangrentos, Taurens, Goblins, Renegados e Pandarens.

Raça dos Orcs

Eram em sua origem uma raça de selvagens nobres até serem infectados com o sangue demoníaco de Mannooroth, o destruidor.

Fracassaram na Segunda Guerra e, após isso, tentam montar uma moradia em Azeroth. Eles residem atualmente em Orgrimmar, e o ponto de início das missões é em Durotar.

Possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Trolls

Existem diversas tribos de Trolls espalhados por toda Azeroth e seria impossível identificar todas, mas apenas uma tribo jurou fidelidade à horda, os Lançanegra.

Isso graças à ajuda que receberam do Orc Thrall, que os salvou de sua extinção. Eles atualmente vivem em Orgrimmar que também é seu ponto de início.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Druida/Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Elfos Sangrentos

Não lembram nem um pouco os elfos que já conhecemos. Essa raça é arrogante e eles fazem parte da Horda.

Fazem parte de uma facção dos extintos elfos nobres, separados da sociedade élfica restante; eles são também sobreviventes do ataque de Arthas a Luaprata.

Sua capital é em Luaprata e o ponto de início dos Elfos Sangrentos é na Floresta do Canto Eterno.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Taurens

Os Taurens são conhecidos pela forte ligação com a natureza e pelo xamanismo.

Eles residem em Penhasco do Trovão e começam suas missões em Mulgore.

Os Taurens possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Paladina, Sacerdote, Xamã e Guerreiro.

Raça dos Goblins

Uma raça que sofreu com muitas perdas e mortes por causa de traições internas.

Apesar de possuírem Porto Borranquilha, os Goblins não possuem mais uma capital em sua cidade natal, já que ela foi totalmente destruída. E o ponto de início é em Kezan.

As classes dos Goblins são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Renegados

Os renegados ou mortos-vivos fazem parte de uma das raças mais sofridas do jogo, todos em Azeroth pedem a sua destruição.

Após o término da Terceira Guerra, com o fim do controle do Lich Rei sobre seus vastos exércitos, um contingente de mortos-vivos se libertou da vontade férrea de seu mestre.

A liberdade parecia uma bênção, mas a memória dos horrores cometidos em nome do Flagelo logo ressurgiu para atormentar os outrora humanos.O ponto de início das missões dos Renegados é em Clareiras de Tirisfal.

As classes disponíveis são:

Monge, Cavaleiro da Morte, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo, Caçador e Guerreiro.

Pandarens

Enigmáticos, famintos e amantes de uma boa briga.

Essa é uma boa definição dos Pandaren. São provenientes da Ilha Errante, onde são praticantes de artes marciais, e alguns de sua raça decidiram se unir a Horda.

Eles possuem as classes:

Caçador, Guerreiro, Ladino, Mago, Monge, Sacerdote e Xamã.

Desenvolver personagem

Se você é guerreiro ou paladino, una o útil ao agradável. Escolha o trabalho de ferreiro, isso vai aumentar seus pontos de experiência.

Assim como magos, bruxos, warlocks e xamãs escolherem habilidades de cura.

Referêncaias:

World of Warcraft, Tec8, Techtudo, wikpedia.

Tibia

Jogo eletrônico multijogador (MMORPG) gratuito, desenvolvido pela CipSoft. Criado em 1997, é um dos jogos mais antigos do gênero. No Tibia, os jogadores podem desenvolver as habilidades de seus avatares, buscar tesouros, resolver enigmas e explorar áreas como cidades, masmorras, florestas, desertos, ilhas, praias, minas, etc… Os personagens podem disputar lutas entre si ou com criaturas, tais como monstros, dragões, demônios, orcs, utilizando armas e magias, enquanto os NPCs não podem ser atacados.

Ao iniciar o jogo, o seu avatar começa na ilha de Dawnport, uma ilha onde todo jogador deve permanecer até desenvolver habilidades necessárias para o progresso e sobrevivência nos outros mapas do jogo. Quando o jogador atinge o nível 8, ele pode, opcionalmente, escolher a sua vocação e deixar a ilha. Em Dawnport, o jogador familiariza-se com o jogo e aprende muitas coisas sobre o mundo de Tibia, como magia ou usar flechas e espadas.

O famoso combate PvP (Player vs. Player). Por isso, separamos uma pequena explicação sobre os servidores que permitem essas batalhas, além de falar sobre as regras e limitações que cada um deles apresenta.

Há três tipos de servidores PvP: Os Hardcore PvP, os Optional PvP e os Open PvP. Nos servidores hardcore, não há qualquer limitação, é um mundo onde cão come cão. Nos Optional, apenas durante guerras é permitido o combate entre usuários, os quais sejam de lados opostos. Já o Open PvP possui uma longa lista de restrições que iremos revisar.

Um detalhe a se destacar é que, independente do tipo de servidor, você não tem permissão para atacar um jogador nos 10 primeiros segundos após ele fazer Login com seu personagem. A única exceção é caso esse jogador ataque você primeiro e seja apenas autodefesa.

Hardcore PvP

Como dito, este modo não tem restrições e nem punições. Você pode matar outros jogadores livremente e isso é até mesmo incentivado, já que em um servidor hardcore, a matança acaba virando o foco do jogo.

Optional PvP

Neste caso, o PvP é liberado quando duas Guildas decidem declarar guerra, uma contra a outra. Apenas os personagens das Guildas envolvidas podem ferir uns aos outros e também não é possível se mover para espaços ocupados por inimigos ou seus summons. Durante uma guerra você tem um aumento de skills ao atacar seus oponentes.

Open PvP

Diferente do Hardcore e do Optional, o Open PvP tem uma série de restrições, regras e punições para quem as desobedece. Por exemplo, você pode matar jogadores agressivos livremente, aqueles que estejam marcados com uma caveira em seu nome. Porém, ao matar jogadores inocentes – sem caveira – você será marcado como um jogador agressivo, uma presa para os outros.

As punições são distribuídas para os últimos 20 jogadores que causaram danos à vítima nos seus 60 segundos finais de vida, permitindo que um grupo inteiro seja responsabilizado por uma morte. Auxiliar na matança indiretamente, prendendo ou paralisando o oponente, não acarreta em punição, mas o seu nome aparece na lista da vítima como uma pessoa que ajudou a matá-la.

Caso você mate muitos jogadores desmarcados em um certo espaço de tempo, começará a receber punições, que variam dependendo da quantidade de pessoas que matou e o intervalo de tempo em que essas mortes ocorreram. Essas punições são dadas através de um sistema de caveiras no seu nome.

A Marca da Caveira

Caveira Branca – Esta é a classificação mais branda, garantida ao atacar outro jogador. Você fica marcado com uma caveira branca por 60 segundos, impedido de deslogar de entrar em zonas de proteção. Caso você continue atacando, esse tempo vai sendo estendido.

Caveira Vermelha – Se por acaso, além de atacar, você eliminar outros jogadores inocentes, os quais não estão marcados com caveiras, você pode ganhar uma caveira vermelha. Ela é enviada a quem eliminar de 3 a 5 jogadores inocentes em 24 horas, 5 a 9 em 7 dias ou 10 a 19 em 30 dias.

A Caveira Vermelha é uma punição média que dura por 30 dias, podendo ser estendida se as infrações forem repetidas. Caso você morra com uma caveira vermelha, perderá todos os seus itens, independente de estar usando Blessings ou Amulet of Loss para prevenir isso.

Caveira Preta – Esta já é uma punição pesada, guardada para jogadores que matem 6 ou mais jogadores inocentes em 24 horas, 10 ou mais em 7 dias ou 20 ou mais em 30 dias. Ela tem duração de 45 dias e, assim como a Caveira Vermelha, pode ser estendida e você perde todos os seus itens ao morrer.

Uma diferença da Caveira Preta é que uma vez marcado por ela, você não tem mais permissão para atacar jogadores inocentes, sem marca de caveira. Isso também significa que você não pode usar magias e runas de área que sejam ofensivas, não pode utilizar magias sem um alvo específico, nem Burst Arrows, pois poderiam atingir pessoas inocentes por tabela.

Como é uma punição pesada, um usuário marcado com a Caveira Preta recebe o dobro de dano em combate PvP contra outros jogadores. Ao morrer, você perde todos os seus itens e retorna ao templo com apenas 40 pontos de Health e 0 de Mana.

Caveira Amarela – Além das caveiras de punição, há ainda algumas outras, como a amarela, laranja e verde. Caso você esteja com uma Caveira Branca, Vermelha ou Preta, e seja atacado por outro jogador, este que atacou você será marcado com uma Caveira Amarela, visível apenas para você.

Em outras palavras, a Caveira Amarela indica que este jogador atacou você primeiro e que você pode matá-lo sem temer aumentar sua punição, pois está apenas se defendendo de uma agressão.

Caveira Laranja – Já a Caveira Laranja é atribuída quando alguém mata você de forma injusta. Esse jogador ficará marcado com essa caveira por 7 dias, visível apenas para você, simbolizando que tem todo o direito de se vingar dela. Ao atacar esse jogador, no entanto, você ganha uma Caveira Amarela, permitindo que ele se defenda.

Caso seja morto pelo mesmo jogador mais de uma vez, você pode se vingar o mesmo número de vezes que foi morto, a Caveira Laranja só desaparece se você o matar tanto quanto ele já te matou ou se os 7 dias de punição se passarem.

Caveira Verde – A Caveira Verde não é uma punição, mas apenas uma indicação de personagens envolvidos em uma guerra de guildas, tanto a sua quanto a rival, e também de integrantes da sua Party. Não há punições por matá-los.

Vocações

Existem quatro vocações básicas entre as quais o jogador pode escolher uma para seu personagem:

Feiticeiro

Sorcerers não são grandemente habilidosos com armas e não levam vantagem em combates corpo a corpo, mas podem ser devastadores com inúmeros tipos de magias e runas de ataque. Sua especialidade é a energia.

Druida

Druids são muito conhecidos por seus poderes de cura, e apesar de evoluírem com a mesma proporção dos (sorcerers), não têm a mesma força de magia. Por serem muito semelhante aos sorcerers, os druidas fazem uso das mesmas runas que eles. Sua especialidade é o gelo.

Paladino

Paladins são grandemente habilidosos em combate à distância e por isto são os melhores arqueiros. Possuem um potencial mágico alto, mas sendo inferior aos magos e superior aos cavaleiros. As armas utilizadas pelos paladinos, são: arcos, flechas e lanças.

Cavaleiro

Knights são os melhores no manuseio de armas, sendo fortes e resistentes para combates corpo-a-corpo, com suas habilidades de defesa e ataques armados. Sua evolução na área de magias é a mais limitada e lenta em comparação às demais vocações. As armas utilizadas pelos cavaleiros, são: espadas, machados e clavas.

Luta Justa

Em Tibia, existem “Regras de Luta Justa” para definir o que é considerado uma luta honesta e uma luta desleal. Por exemplo: dois adversários se enfrentando em condições de igualdade é obviamente algo justo, mas esperar um usuário estar enfraquecido para então pegá-lo de surpresa é considerado desleal.

Uma luta é considerada desleal quando 40% do dano infringido a você nos últimos 60 segundos de vida é causado por combates PvP, ou pelo menos se 20% tiver sido causado por outro jogador ou seus summons.

A vantagem é que, quando uma luta é definida como desleal, as suas punições pela morte vão sendo reduzidas, dependendo das condições. Os níveis dos jogadores que te atacaram são somados e comparados ao seu nível e de jogadores que te ajudaram, como oferecendo cura. Se esse número for maior da parte dos que atacaram, sua punição é amenizada.

Suas punições podem ser reduzidas em até 80%, considerando ainda suas bênçãos, reduzindo assim suas perdas proporcionalmente a quão desleal foi a luta.

Principais locais

Cidades

No Tibia existem diversas cidades, entre elas, algumas de importância relativamente grande em Tibia. Essas cidades se localizam em diversos locais do continente do jogo (conhecido dentro do jogo como Main) ou em alguma ilha próxima.

Para viajar de uma para outra se pode ir a pé, ou usar algum meio de transporte (barco ou tapete mágico). Contudo há cidades onde apenas pode se chegar usando algum meio de transporte e apenas jogadores com Premium Account podem usá-los (a exceção da balsa que leva às Ice Islands, que todos podem usar), o que significa que tais locais são de acesso apenas para esses jogadores.

Ankrahmun

É uma das cidades localizada no deserto do continente de Darama, ela é formada por pirâmides e é governada por um faraó morto-vivo.É uma das duas cidades que possuem um grande deserto no jogo. Essa cidade é de acesso apenas a quem possui Premium Account

Ab’Dendriel

É a cidade dos elfos. A cidade, localizada a nordeste do continente tibiano, possui uma grande vegetação e as casas construídas em árvores. Seu nome vem da palavra grega déndron, que significa árvore

Carlin

É a cidade rival da de Thais (a capital do mundo de Tibia). Em sua história, Carlin foi palco de uma grande guerra; e atualmente ela é governada apenas por mulheres, que tomaram o controle da cidade

Darashia

É uma das cidades do deserto do continente de Darama, ela é famosa pelo mel que produz. Essa cidade é de acesso apenas a quem possui Premium Account

Edron

É a única cidade da ilha de mesmo nome, nessa cidade é possível comprar magias que não podem ser conseguidas em nenhum outro lugar. Essa cidade é de acesso apenas a quem possui Premium Account

Kazordoon

É a cidade dos dwarfs (anões). Com o seu conhecimento sobre água e terra, seus artesãos e engenheiros construíram a cidade em um vulcão extinto. Seus habitantes basicamente sobrevivem pela mineração e o artesanato de equipamentos de batalha. O nome da cidade vem da palavra Khazad-dûm, que significa “Mina dos anões”, de acordo com o Khuzdûl (a língua dos anões do universo de Senhor dos Anéis)

Liberty Bay

É a cidade da ilha de Vandura, que fica no arquipélago Shattered Isles. A cidade é famosa por seus recursos naturais, especialmente a sua cana de açúcar da qual é feita rum. Essa cidade é de acesso apenas a quem possui Premium Account

Port Hope

É a cidade localizada no centro da selva do continente de Darama, é uma colônia de Thais. Essa cidade é de acesso apenas a quem possui Premium Account

Rookgaard

Era a antiga ilha introdutória do jogo onde os iniciantes poderiam aprender como jogar. Ainda pode ser acessada por meio de NPCs em Dawnport.

Dawnport

Esta é a nova ilha introdutória para novos jogadores, onde os mesmos podem testar todas as classes para verem qual é a melhor escolha para si. Completando level 8 podem ir para mainland.

Thais

É a maior e mais antiga cidade, o Reino de Thais, que além de cobrir o Sul de Main, cobre a ilha de Edron e outros territórios imensos, como os continentes de Tiquanda e Shattered Isles. Ela considera a si própria como sendo a capital de Tibia, mesmo que o seu rei Tibianus III nunca o tenha confirmado oficialmente. Nela é possível encontrar atrações como um salão de jogos, um museu e um bar.

Venore

É uma grande cidade de mercadores. Na história do jogo, ela inicialmente começou com um grupo de colonizadores de Thais (a capital de Tibia), contudo agora chega a rivalizar com essa cidade em termos de riqueza. Os comerciantes locais encontram-se associados em fortes grupos

Svargrond

É situada no extremo noroeste do jogo e é uma grande ilha de gelo. Possui vilarejo de chakoyas, bárbaros, gigantes e outras criaturas

Yalahar

É situada no extremo norte do jogo. Seus habitantes, conhecidos por Yalahari, são uma das raças mais inteligentes. A cidade foi devastada por uma entidade chamada Variphor

Farmine

Farmine é uma cidade subterrânea localizada em Zao. Toda a história de Zao não é bem conhecida. Lagartos e Dragões ou sempre viveram no continente ou chegaram por algum meio. Após um tempo, os Orcs chegaram e desde então têm lutado contra os lagartos. Possivelmente antes dos lagartos chegarem em Zao, homens primitivos já viviam no lugar, mas depois de perderem a batalha para os lagartos se estabeleceram no lado Leste da montanha.

Gnomebase

Gnomebase é uma cidade no subterrâneo de Tibia, que chegou na versão 9.60 de Tibia, no dia 11 de Julho de 2012. A cidade é habitada por gnomos, uma raça escondida durante séculos do resto do mundo, sendo conhecida somente pelos anões, que os esconderam por muito tempo.

Gray Beach

Gray Beach é a pequena praia ao sul de Quirefang, protegida por montanhas que a separam da The Hive, o local aonde os insetos vivem.

Como não atacar inocentes

Em servidores Open PvP há um botão de segurança na interface que ativa o Modo Seguro, um modo onde você não pode atacar outros jogadores desmarcados por acidente, mas permite que você ataque jogadores marcados com caveiras. No entanto, ainda há o perigo de atingir inocentes ao utilizar magias ou runas que afetem uma área inteira. Nesse caso você será punido com uma Caveira Branca.

Bloqueio para deslogar

Durante um combate você não pode deslogar do jogo devido a um efeito chamado Logout Block. Após atacar alguém, usar magias ou runas ofensivas, ser atacado por outro jogador ou criatura e até mesmo sofrer dano acidental, você fica impedido de se deslogar por 60 segundos.

Caso você tente fechar o Tibia ou até desligar o seu computador durante esse bloqueio, você sairá do jogo, mas seu personagem continuará online vulnerável, recebendo ainda mais danos e sem poder se defender.

Bloqueio de zona de proteção

Em Tibia há certos locais onde não é possível atacar outros jogadores. Essa localidade é conhecida como zonas de proteção. Tratam-se de templos, depots, navios, casas, entre outros. Caso você ataque alguém e seja marcado com uma Caveira, você fica 60 segundos sem poder entrar em uma zona de proteção, fenômeno conhecido como Protection Zone Block (PZ Block).

Isso ocorre para que você não possa simplesmente atacar alguém e correr para uma zona de proteção, sem dar a chance de que ele revide. Caso você seja atacado e então revide, você não fica impedido de entrar nas zonas de proteção. Ao matar outro jogador, você fica sem poder entrar por 15 minutos.

Magias e runas de ataque que afetem uma área automaticamente deixam você impedido de entrar em zonas de proteção por 60 segundos, pois podem acertar jogadores inocentes por acidente.

Trocando de lugar

Outro elemento que acontece apenas em mundos Open PvP é a ação de Swapping ou Permuta, o que na prática é basicamente uma troca de lugares. Para impedir que outros jogadores prendam fisicamente um usuário, é possível trocar de lugar com quem está tentando te prender.

Caso você fique completamente impedido de andar em todas as direções, por obstáculos, jogador ou summons, você pode trocar de lugar com alguns deles. Quando for possível executar a troca de lugar, os quadrados para onde você pode ir estarão da cor laranja, bastando clicar ou andar na direção dele com as setas para trocar de lugar.

Só não é possível trocar com personagens que estejam em uma zona de proteção, portas, que você tenha atacado primeiro ou que estejam em guerra.

Como não perder bênçãos em PvP

Existe uma bênção (blessing) especial para jogadores que tenham medo de perder suas bênçãos em PvP. Chamada de Twist of Fate, ela pode ser comprada de NPCs dentro de templos e o seu preço é proporcional ao nível do jogador que deseja comprá-la.

Com a Twist of Fate, ao ser morto em uma luta considerada desleal (veja as condições acima), você não perde suas bênçãos ao morrer, perde apenas a Twist of Fate, mantendo todas as outras. Uma vantagem é que caso você não tenha outras bênçãos para “proteger”, a Twist of Fate também não será utilizada.

Vale lembrar, no entanto, que ela só serve para PvP, jogador vs jogador. Caso você morra para um monstro, a Twist of Fate não poderá salvar as suas outras bênçãos.

Referências:

Techtudo, wikipedia.

Conquer Online 3.0

Um MMORPG todo baseado na cultura milenar chinesa. No Conquer Online 3.0 você conhecerá um pouco mais da magia e da criatividade história oriental. O game conta com elementos que certamente irão deixar os jogadores entusiasmados. Um dos principais pontos positivos do game é o tamanho, permitindo que todos tenham acesso.

A China conta com cinco reinos mitológicos, cada um com uma característica especial. Porém, os comandantes nunca se deram muito bem, dificultando o convívio entre eles. Em Conquer Online o cenário mudou, já que eles se unem para resolver os principais problemas do país e enfrentar os inimigos em comum.

Os reinos mandaram os seus principais heróis para acabar com as forças do mal. Entre eles os Sacerdotes Taoístas, oriundos do Plano do Vento, os Arqueiros, vindos das florestas de fênix, Troianos, direto dos desertos do Norte e muitos outros. Todos esses guerreiros irão representar o desconhecido mundo da mitologia chinesa.

Há alguns anos o jogo foi também transferido para servidores americanos, transformando-se assim num jogo “global”, isto é, quaisquer pessoas que falem um mínimo de inglês podem jogá-lo. No entanto, mesmo nos servidores de língua inglesa é muito fácil encontrar jogadores de língua portuguesa. Dado o grande número de portugueses e brasileiros presentes na comunidade, existe até mesmo uma Guild (Clã) só com jogadores portugueses. Existem servidores oficiais de Conquer em português, chinês, inglês, japonês, espanhol e francês.

A versão brasileira, traduzida para o português foi feita pela empresa brasileira Global Games, que trouxe o jogo oficialmente para o Brasil sob o nome de “Conquest Online”, inicialmente em Closed Beta.

Início

No começo do jogo, você irá se deparar com um local sem inimigos. É nessa hora que você vai se adaptar a todos os comandos e aprender a jogar. Depois da sessão de aprendizado, você irá para a cidade principal, local onde estão todos os outros jogadores. Conquer Online, como a maioria dos jogos do gênero, permite que você crie o seu personagem e escolha as principais características do guerreiro.

Um detalhe diferente de Conquer Online é a função “Path Finding”. Essa opção facilita o seu deslocamento dentro do jogo, pois com ele você escolhe o local onde quer ir e o seu personagem irá para lá, sem perder o caminho ou tempo.

O Conquer Online 3.0, assim como suas versões anteriores, é muito similar a todos os maiores RPGs de sucesso (como Tibia, RuneScape e Mu Online). O jogador começa escolhendo as classes existentes no jogo: archer (arqueiro), taoist (mago), trojan (Tróianos), warrior (Guerreiros), monk (monge), ninja (Ninja) e Lutador (Dragon Warrior) no qual inicia uma jornada em busca do nível mais alto (140), e então poderá renascer ao atingir nível 120, somente o water “reborna” (renasce) no 110. Quando você “rebornar” para mesma classe que estava você ganha uma skill especial.

Além desse renascimento também chamado “Reborn” (“Rb”), há o 2°, ou seja, você pode ser até 3 classes. Quando se renasce as 2 vezes, repetindo a mesma raça 3 vezes toma o nome de “pure”, ou seja, water-water-water, trojan-trojan-trojan e etc. É um jogo calmo e bom para se divertir (com exceção do sistema de PK que às vezes pode irritar) e claro que, como todos os jogos online, há o famoso “GM”, ou seja, “Game Master” ou “Game Manager” (gerentes) no caso do conquer, que tem a função de controlar o jogo e também cuidar para que não se usem certos tipos de trapaças como o ganho de dinheiro livre.

Pay to win

O jogo é conhecido por ser extremamente pay to win, possuindo mecânicas e benefícios que tornam o jogo desbalanceado. Para se ter um personagem com os melhores status e itens pode-se chegar a gastar R$60.000,00 ou $15.000,00 mesmo com a adição dos itens chamados “bound” obtidos de forma gratuita é impossível alcançar “ranqueamento” altos sem o gasto com dinheiro “real” players famosos o banroc já admitiram ter gastado mais de $10.000,00 em compra no jogo o que torna sua guild uma das mais dominantes do jogo.

Skill e XP Skill

Skill são poderes especiais. Um botão no canto direito ativa eles, assim você seleciona qual Skill usar e use, mas todos eles usam o famoso Stamina, menos o “Scatter” do Archer.
XP Skills é quase a mesma coisa que Skill, mas é habilitado a usar após encher uma barrinha amarelo automática.

As cidades

As cidades são Twin City a cidade central, onde tem os bichos de Level 1 até Level 18; Phoenix Castleé a proxima cidade depois de Twin City, nela se encontra bichos de Level 18 a 40; Ape Montain é a cidade das Montanhas, nela tem os “famosos” macacos, de Level 41 a 67, essa é a cidade dos ITENS, lá os Level 80+ ficam matando a enorme quantidade de monstros para conseguir os itens, meteoros, dragon ball e Vip Point; Desert City é a cidade após Ape Montain, ela é um deserto que tem os monstros de areia e etc.. Ela vai do Level 67 ao 87; Bird Island é a cidade dos pássaros homens, ela é usada para busca de itens dos Leveis 110+, ela é uma ilha central e várias outras ilhas com Bandit L97, Haw king e entre outros.

A mais visitada de todos o famoso Market, nele as pessoas de Level 1 até o 130(reborn) entram para compra e vende de itens, nesse centro comercial também existe a Casa do próprio jogador, igual ao Tíbia só que MUITO mais trabalhoso.

Mas é claro que não tem só essas cidades, existe caves escondidas, muitos lugares para quests, muitos mesmo. Existe lugares que caso você não tenha Gate (item para levar ao centro de tal cidade) você poderá se perder feio. O mapa do Conquer é 100x maior que o do Tíbia para você ter uma ideia.

Guest

Bem, na verdade não é igual do Tibia, matar monstros e abrir o baú.
No Conquer o sistema é totalmente diferente, uma quest simples é pegar uma carta e levar para outro NPC que você ganha item ou dinheiro, claro que essa é uma quest MUITO simples. Existe quests que demoram horas para desvendar. É teletransportado para mais de 5 map’s e achar 6 itens para ir para a fase final que é a conhecida Quest chamada MoonBox.

Itens

Eles tem a classe: Refinade, Unique, Elite e Super e também tem 0, +1, +2, +3, +4, +5, +6 e +7 +8 +9 +10. Quanto mais alto o número mais forte será o equipamento. Para deixar mais +1, você pegará seu equip (provavelmente Unique para cima) e jogara 2 itens normais do mesmo estilo nele no NPC em Market. Ficando UniqueArmor+1.

Exemplo: caso você queira deixar sua SuperClub +1, pegue duas clubs/dragger/sword/blade/axe +1 e coloque no NPC, somente essas classes de armas.
Após o +5, será necessário usar GEM’s, ou seja. Coloque seu item +5 e outros dois itens +5 e mais duas gem.

Fácil de comandar

Conquer Online é um jogo simples de ser jogado. Todos os movimentos do personagem são feitos pelo mouse, seja para atacar, andar, defender e pegar os itens que ficaram pelo chão. Além disso, o jogo conta com personagens, controlados pelo computador, espalhados pelo cenário, pois eles irão te ajudar caso o seu personagem fique perdido ou sem saber o que fazer.

Veja esse e outros videos no nosso canal do youtube.

Referências:

Mega Topico, wikipedia, techtudo.

Lineage 2: Revolution

Aventure-se em um novo mundo de fantasia com visuais incríveis desenvolvidos com o Unreal Engine 4. Vivencie um combate de mundo aberto em larga escala em que até 200 jogadores podem lutar em tempo real na mesma tela! Agrupe-se com outros jogadores ou forme clãs com os amigos para conquistar masmorras de raide épicas, derrotar monstros chefes assustadores ou competir com milhares de outros jogadores do mundo todo em batalhas competitivas.
Lineage 2: Revolution é um novo jogo de RPG online com inovações que incluem visuais de alta qualidade, um vasto mundo aberto e batalhas JxJ em larga escala para dispositivos móveis. Os jogadores podem vivenciar realmente um estonteante MMORPG persistente com todos os recursos ao lado de milhões de jogadores do mundo tudo — e tudo isso na palma da mão! 

Foi lançado para celulares, com versões para Android e iOS, prometendo um game gratuito, mas robusto o suficiente para que os fãs aproveitem bem. O título é uma conversão quase que direta do popular MMORPG de computadores, que fez sucesso durante anos. Agora, ele tire proveito do poder de processamento de aparelhos recentes e traz gráficos de alta qualidade e jogabilidade bem diferenciada. Apesar de ser um game relativamente antigo, ele é indicado para todo tipo de jogador – seja novato ou veterano na aventura.

Visual impressionante

Ainda que os gráficos, sozinhos, não façam um jogo ficar bom, o que mais impressiona, de primeira, é o visual de Lineage 2: Revolution. Ele roda bem mesmo em celulares mais modestos e antigos, como o iPhone SE, e traz gráficos que se equiparam a títulos de PS4, Xbox One ou PCs mais modernos da atualidade. O que a produtora Netmarble fez aqui é de surpreender mesmos os mais incautos. Em Lineage 2: Revolution você vê esta qualidade logo no princípio, quando deve escolher uma classe de personagem e é surpreendido com uma animação cheia de efeitos e movimentos cinematográficos. Não dá para entender como, mas trata-se de um dos títulos de celular mais bonitos da atualidade.

Simplificado em tudo

Faz o máximo possível para simplificar a vida de seu jogador. É um jogo que sabe em que plataforma está e entende que controles complexos e missões demoradas não iam combinar em um dispositivo móvel. Por isso, ele te dá a opção de “auto jogar”. Assim, seu personagem apenas anda pelo cenário sozinho, cumprindo missões e lutando contra inimigos, ao alcance de um toque na tela. Muitos podem achar que isso facilita demais as coisas, mas é preciso destacar dois pontos: o primeiro é que a mecânica é opcional. Em segundo lugar é como citamos: nem sempre dá para perder tanto tempo com um game de celular, feito para jogar em filas e salas de espera. É preciso ser mais dinâmico e mais facilitado, para quem desejar.

A facilidade também está na criação dos personagens. Nada de ficar horas (ou minutos) escolhendo um visual ou raça entre diversas. São poucas raças e classes e, entre as disponíveis, há visuais pré-determinados, que podem ser mudados conforme você adquire novos equipamentos, ao longo da jornada. Tudo bem que, neste sentido, é realmente ruim ter poucas opções. Deixa claro que não nasceu para ser um game muito complexo, apesar de tudo que aparece na sua frente, espalhado pela tela – e, veja bem, tem bastante coisa espalhada pela tela, a ponto de você não conseguir distinguir alguns dos elementos.

Interface clássica que faz a diferença.

Oferece interface prática e rápida na própria tela, facilitando a experiência do gamer e a interação com o próprio jogo. As informações são claras, relevantes e auto-explicativas, com diversos botões que, ao contrário do que você pode imaginar, não geram confusão. Muito pelo contrário. Cada um possui sua própria função, o que torna mais ágil o manuseio das diversas possibilidades oferecidas. Energia, nome, experiência, ataque, chat… tudo está ali, às vistas. Até mesmo os users menos rodados compreendem de forma clara a interface criada pela Netmarble.

De cima pra baixo e sempre no centro – Como todo bom RPG deve ser.

No modo paisagem e no clássico formato “de cima pra baixo” com um leve ângulo voltado ao player, Lineage 2: Revolution não chega a ser um game em terceira pessoa. O enquadramento, obviamente, mantém o character sempre no meio da tela, proporcionando um controle automático e dispensando o ajuste manual do gamer. É importante ressaltar que a leitura que o jogo faz da posição do personagem é realmente muito boa, portanto não com o que se preocupar. Até porque com uma interface tão ampla como falamos acima, você vai estar bem ocupado apertando diversos botões.

Amplitude para customizar

Não se assuste com a quantidade de opções e botões na tela. No começo, pode parecer até um pouco complicado, mas os desenvolvedores da Netmarble parecem ter pensado à risca na agilidade dos players na hora de criar o layout. Conforme você vai se acostumando, fica fácil perceber que a jogabilidade não é muito diferente da maioria dos RPGs que se encontra por aí. A diferença está, realmente, na amplitude das opções. Aliás, você pode customizar alguns

As raças

O game oferece 4 raças principais: Human (Humano), Elf (Elfo), Dark Elf e Dwarfe (Anão), cada qual com suas características, habilidades, status e probabilidades. A lógica não é muito diferente do que se vê em outros games, então quem entende um pouco do assunto, logo no começo, já tem suas preferências. Lineage 2: Revolution também oferece três classes básicas que são compatíveis com as quatro raças, sendo elas Warrior, Rogue, e Mystic. Além destas, cada raça possui 6 sub-classes que, posteriormente, podem ser adquiridas conforme o desenrolar do game. A combinação entre raça, classe, subclasse, armas e estilo de jogo é a fórmula que dará o tom do seu character.

O clássico combate de RPG

O estilo de combate, como já falamos, vai depender muito do personagem que você construir, suas habilidades, raça, classe e armas. A verdade é que não há nenhum segredo na jogabilidade de Lineage 2: Revolution que fuja muito do que se encontra em outros RPGs clássicos. Se você usar um arco, obviamente vai preferir locais com mais distância para atingir os oponentes. Com uma espada, contato físico e agilidade se fazem indispensáveis e por aí vai. Um ponto importante é que suas habilidades não mudam de acordo com a arma e o equipamento que seu personagem estiver utilizando. Existem, no entanto, algumas habilidades que só podem ser utilizadas com equipamentos específicos.

Jogabilidade – Virtual ou real, você escolhe.

Não se preocupe quanto aos comandos, pois é tudo muito simples, no estilo que você muito provavelmente já viu em outros games. O controlador virtual fica ao lado esquerdo da tela e à direita você encontra o botão de ataque e os de habilidade (até 5). A boa notícia fica por conta de que no Bluestacks você pode utilizar um teclado, o que, sem dúvida, facilita um pouco o manuseio, tanto em termos de customização quanto de agilidade na hora de tomar decisões que exijam certa rapidez. Enfim, fica a seu critério!

Quests para todos os gostos

Como todo MMORPG que se preze, em Lineage 2: Revolution você encontra desde quests simples às mais complexas, com um nível de dificuldade que vai subindo gradativamente conforme o avançar do jogador. As quests iniciais são de caráter introdutório, ou seja: para aprender a jogar mesmo. Ao concluí-las, você terá a opção de ingressar em um clan para jogar com outros players. Uma grande vantagem desde game é que os objetivos são fáceis de compreender. Isso não significa que sejam tarefas fáceis de executar, mas entendê-las já é o primeiro passo para seguir em frente.

Ingressando em um clã – A proposta real do game

Embora não seja uma exigência, Lineage 2: Revolution propõe claramente que o jogador ingresse em um clã, valorizando o Co-Op game e a própria disputa entre players. Entrar é a parte fácil: quando seu personagem estiver no level 10 ou acima, basta selecionar um clã público e solicitar o acesso. É importante ressaltar que alguns grupos podem exigir um nível mínimo para aceitar novos membros. Outra opção é criar o seu próprio clã, o que vai custar 50 mil em gold coins. Uma boa dica é, primeiro entrar em um clã público, juntar gold e, só então, criar o seu.

Combates

Para um jogo complexo e bem trabalhado, até que calcular o desempenho do seu personagem é mais simples do que parece. Tudo o que você precisa é prestar atenção ao seu CP (Combat Power) para ter uma ideia do seu rendimento. É claro que subir este número não é uma tarefa tão fácil, e envolve aspectos como o seu level, seu equipamento, arma, level da arma, etc. O game também oferece um modo batalha de Player VS. Player, onde você pode testar suas habilidades em um embate 1 x 1. É uma boa forma de tirar algumas conclusões sobre o seu character e, também, rever algumas coisas.

Armas e Equipos

Como em todo RPG, Lineage 2: Revolution oferece uma vasta gama de equipamentos que vão desde armaduras a armas, cada qual com sua característica e classe (C a mais baixa e SE a superior). Além de encontrar seus acessórios, você pode evoluí-los na forge com um pouco de ouro e outros materiais.

 Como comprar – O que vale mais e o que vale menos.

O game trabalha com 3 tipos de “moeda”: o ouro, chamado Adena e dois tipos de diamantes. Além disso há Friendship Points que você acumula via interações. É claro que o game oferece IAPs (compras dentro do próprio aplicativo), mas a boa notícia é de que em momento algum você se verá obrigado a exercê-las para seguir em frente, apenas se quiser.

Aproveite as recompensas

Lineage 2 Revolution está cheio de bônus e prêmios por atividades, especialmente para os iniciantes. Verifique periodicamente os eventos do jogo para pegar os itens gratuitos da Recompensa de Recesso e Recompensa de Login. Complete os objetivos do Evento da Jornada e você receberá Adena, diamantes e até mesmo baús mais raros. Fique de olho no menu de Conquistas, dentro da aba Desafio, pois seus feitos são recompensados com itens, experiência e Adena. E não deixe de aproveitar qualquer gratuidade. A Loja oferece, a cada dez minutos, três caixas de equipamento grátis, aleatórios de grade C até A, no menu Pontos de Amizade. Não esqueça de abrir a aba “Notícias” e “Conta”, ao lado da Caixa de Correio, para pegar o presente de boas-vindas e itens de evento.

Guarde suas Adenas

Evite gastar suas Adenas no começo do jogo e guarde-as para os leveis maiores. Se limite a usá-las para comprar apenas itens essenciais na Loja, como Consumíveis. Mais para frente, você precisará de Adena e diamantes para fortificar equipamentos e ou obter itens de grade S e SR.

Conecte-se com o Facebook

Caso você tem uma conta no Facebook, acesse a aba “Configurações” e depois “Conta” do Lineage 2 Revolution e entre com seu login e senha da rede social para ganhar 300 diamantes. Além de garantir itens grátis, você também estará salvando o seu progresso. Com isso, é possível realizar uma transferência para outro aparelho celular, seja Android ou iPhone.

Use o combate automático

Passar horas treinando pode ser muito tedioso, por isso, o modo automático é seu melhor aliado para ganhar experiência de maneira mais efetiva, principalmente se você não pode ficar o tempo todo controlando o jogo no celular. Use-o nas áreas e leveis indicados pelo tópico abaixo. Em “Batalha”, no menu “Configurações”, há opções para personalizar o combate, inclusive as ações realizadas na modalidade automática. A customização fica a seu critério, mas é importante definir o grau de uso as poções, valor de PV da cura automática, alcance do ataque e se o personagem deve evitar batalhas contra monstros elite ou mais fortes.

Lugares para “farmar” level

Durante os primeiros 14 leveis, use as missões principais para ganhar experiência, junto com os bônus oferecidos pelo game. A partir daí, use o modo automático de combate para lutar contra Raposas Vermelhas na Ilha Falante Ocidental até o nível 24. Faça a Torre da Insolência e as missões diárias e semanais se precisar de uma experiência extra. Depois siga para a Estrada de Glugin e mate Arqueiros Esqueletos Malévolos. Ao chegar no nível 30, comece os desafios da Masmorra de Elite para pegar level 50. Do level 54 em diante, retorne para as missões principais para liberar novas Masmorras e depois siga para a Planície de Dion para enfrentar Orcs e Homens-lagarto. Se você quer passar o level 100, procure por grupos e continue os desafios das Masmorras.

 No geral

Apesar dos pequenos problemas de design de tela e a pouca variedade na hora de criar personagens, Lineage 2: Revolution é uma ótima opção para quem quer jogar um MMORPG de verdade nos celulares. É claro que ele tem diversas mecânicas comuns aos games mobile, como recompensas diárias e menus de ofertas para compra com dinheiro real, mas tudo opcional e que não atrapalha sua evolução.

Assista esse e outros vídeos no nosso canal do youtube.

Referências:

Bluestacks, Techtudo, Google Play.