Vainglory

Vainglory é um jogo eletrônico do gênero multiplayer online battle arena desenvolvido pela Super Evil Megacorp e publicado pela Rogue Games para dispositivos Android, iOS, Windows e MacOS.

O jogo é uma versão simplificada do seu gênero onde duas equipes adversárias de três ou cinco jogadores lutam para destruir a base inimiga, controlando os caminhos entre as bases, que é alinhado por torres e protegido por criaturas inimigas controladas por IA. Fora do caminho, os jogadores lutam por pontos de controle que fornecem recursos extras. O jogo foi lançado para iOS em novembro de 2014, e após um ano e meio, a versão para Android foi lançada em julho de 2015, em 2019 foram lançadas as versões para Windows e MacOS.

O desenvolvimento do jogo começou em 2012 com a formação da Super Evil Megacorp. O jogo foi revelado no evento de anúncio do iPhone 6 da Apple, em setembro de 2014, para demonstrar a interface de programação de aplicações de gráficos da plataforma. O intuito da Super Evil Megacorp era fazer um jogo que iria entreter os jogadores por horas e incentivar as pessoas para experiências em multiplayer semelhantes a uma partida de LAN.

Vainglory recebeu críticas geralmente favoráveis. Os críticos elogiaram os gráficos, personagens e o seu level design, mas também criticaram sua falta de ferramentas de comunicação entre as equipes. Demais avaliações também discordaram sobre o grau de acessibilidade do jogo para novatos, atualmente existem vídeos explicativos e tutoriais dentro do jogo, para o melhor entendimento do mesmo, sendo parte da razão pelo qual recebeu críticas mistas.

Porém em 2018, Super Evil Megacorp lançou sua mais nova versão,um modo de batalha 5v5. O novo modo 5v5 já vinha tendo muita repercussão dentro da comunidade do jogo para uma possível aproximação dos MOBA concorrentes,com o novo mapa,novos heróis e novas mecânicas, Vainglory salta novamente para o topo das melhores especulações dentro da gaveta de jogos móveis,já que possui um dos melhores motores gráficos,o jogo agora roda em até 120 FPS,com qualidade intensa além de trazer o tão amado recurso “névoa de guerra”,sendo um dos primeiros MOBA mobile a atingir tal perfeição.

Em 2019 a Super Evil Megacorp anunciou que recebeu mais de 10 milhões de dólares em investimentos para produzir seu novo jogo chamado Project Spellfire que será lançado em 2020. Em 2019 a SEMC também anunciou que não ficará mais responsável pela publicação do Vainglory e que a partir de agora a responsável pela publicação do jogo será a Rogue Games

Jogabilidade

Vainglory é um jogo do gênero multiplayer online battle arena que segue o mesmo estilo de MOBAs populares como League of Legends e Dota 2, mas que foi projetado para smartphones e tablets. Como padrão do gênero, duas equipes opostas lutam para alcançar e destruir a base adversária ao mesmo tempo em que defendem a sua própria em um cabo de guerra para o controle dos 3 caminhos conhecido como “lanes”, que ligam as bases. Além disso, existem duas “selvas” entre as lanes que contém criaturas que podem ser mortas ou capturadas para obter vantagens sobre a equipe adversária.

Em Vainglory, cada equipe é composta por cinco jogadores que controlam um avatar, conhecido como “herói”, de seu próprio dispositivo. Os personagens mais fracos são controlados por computador, chamados de “minions”, que são originados nas bases e seguem as lanes para a base da equipe oposta, lutando contra inimigos e torres nas rotas. As torres repelem o fluxo de minions e heróis inimigos. O objetivo do jogador é destruir as torres inimigas e o “Vain Crystal” na base da equipe inimiga.

Existem dois modos de jogador contra jogador em Vainglory, em que todo o mapa está disponível, e o Battle Royale, onde a progressão é mais rápida e a batalha é limitada apenas às lanes. Os jogadores podem jogar o modo Standard classificados para aumentar o seu ranking no jogo, ou os modos casuais, onde a sua classificação não é afetada. A duração de uma partida classificada no jogo é listada como de 25 minutos, enquanto a de modos casuais é de 20 minutos.

Em setembro de 2016, já existiam 27 opções de heróis. Os desenvolvedores do jogo adicionaram continuamente novos heróis, cada um com habilidades diferentes e balanceados para o fairy play. Por exemplo, um heróis pode ter um dano alto, mas a mobilidade lenta, ou fortes habilidades corpo a corpo, mas nenhum ataque à distância. Os jogadores escolhem entre três habilidades que atualizam através de uma árvore tecnológica comum. Há um número definido de heróis que são livres para serem utilizados no jogo, uma vez que esta lista de heróis disponíveis é atualizada a cada semana. Existem dois tipos de moeda entro do jogo para compras no aplicativo: a Glory, que pode ser obtida por meio de batalhas, e outra que pode ser comprada com dinheiro chamada Immensely Concentrated Evil (literalmente, “Mal Imensamente Concentrado”) e abreviada como ICE. Os jogadores também podem optar por desbloquear permanentemente qualquer personagem do jogo por uma determinada quantidade de Glory. A partir da atualização 1.18.0, os jogadores são capazes de obter ICE em cestas.

Vainglory oferece dois modos principais de comunicação no jogo: emoticons da equipe e pings estratégicos nos mapas.

Princípios básicos

Como em qualquer MOBA, Vainglory tem objetivos que devem ser concluídos em conjunto com seus aliados. Não há motivo para jogar um game do gênero se não for para cooperar em equipe. Por isso, tenha em mente que o “fair play” é sempre algo muito relevante não só em MOBAs, mas em títulos online em geral.

Por conta disso, já avisamos que Vainglory é jogado em equipes de três jogadores para cada lado. O objetivo é destruir a base inimiga, enquanto lida com tropas e torres pelo caminho.

Movimentação

A movimentação em Vainglory é feita com simples toques na tela, na direção desejada. Não há um “direcional digital” como em jogos mobile mais tradicionais. Basta tocar onde quer o personagem e ele irá até lá.

Caso tenhamos algum obstáculo pelo caminho, é claro que isso vai impedir o movimento. Se um inimigo passar pelo personagem, ele também será atacado livremente e pode ser abatido sem aviso.

Ataque

Para atacar inimigos, tropas ou torres, seguimos o mesmo conceito da movimentação: toque no alvo e o personagem fará o resto. O ataque é automático e ele sempre vai mirar outro alvo que esteja mais próximo, caso o atual seja eliminado.

Também é possível usar as habilidades dos personagens nos ataques, basta tocar em qual deseja ativar para lançá-la contra o inimigo ou, caso seja uma habilidade de suporte, ajude aliados que estão em batalha.

Loja

A loja de dentro das partidas oferece itens que vão fortalecer o personagem em combate. Eles estão divididos em categorias e podem ser comprados com o ouro obtido ao derrotar inimigos ou tropas adversárias.

A loja sugere os itens mais propícios ao seu personagem e ao tipo de atacante ou defensor que ele é. Porém, o jogador é livre para explorar as possibilidades e, navegando pelos botões laterais, comprar o que for necessário.

Comprar personagens

Assim como em outros MOBAs, Vainglory permite comprar personagens, gastando o “dinheiro gratuito”, obtido nas partidas, Glory, ou o que é comprado com dinheiro real, o Ice. Ambos servem, mas com custos diferentes.

Para comprar, basta ir na loja do game e selecionar o personagem desejado. O custo é sempre exibido na parte inferior da tela, e o preço não é reembolsável. Portanto, estude bem o personagem que deseja adquirir.

Perfil

Seu perfil é muito importante no jogo, pois ele mostra o resumo geral de tudo que é feito na sua conta: pontos obtidos, dinheiro somado, nível de experiência, apelido, temporada em que participa, entre outros.

Vainglory também tem um interessante sistema de cartas, que pode ser conferido nos seus detalhes. As cartas obtidas somam não apenas dinheiro, mas ainda “pedaços” de skins de personagens, que podem ser unidos para desbloqueio posterior.

Amigos

A lista de amigos e parte social de Vainglory é extremamente importante. É nela que você acompanha amigos adicionados – para marcar jogos posteriores em grupo – ou as guildas, que são basicamente os “clãs” do jogo.

Isso facilita o processo de encontrar partidas, já que é bem mais fácil combinar com alguém que você conhece do que depender de aliados desconhecidos e anônimos. O mesmo vale para embates competitivos.

Battle Royale

Aqui é para quem curte jogar partidas rápidas, de no máximo 10 minutos, com o diferencial de já começar com o nível avançado e com algum ouro. Ideal para iniciantes, por conta da facilidade de alcançar poderes avançados. Aqui não há acesso ao mapa completo, apenas na “lane” principal, com as torres.

Padrão

O combate padrão de Vainglory, onde as partidas duram até meia hora, por alto. Mantém o padrão de embate de equipes com três jogadores cada e acesso ao mapa completo, com direito a acesso para os monstros que ficam na floresta e servem de melhoria à equipe.

Grupo

Esta opção serve, basicamente, para formar grupos com amigos, ou amigos de amigos, e jogar as partidas Padrão ou Battle Royale. Facilita a comunicação e acesso.

Prática Individual

O lugar ideal para praticar com um personagem novo, conferir suas habilidades em combate, saber se ele é bom contra outro, treinar estratégias e definir caminhos específicos pelo mapa. Apenas sozinho e com o mapa completo.

Vá em frente!

Vainglory é um MOBA com sua própria complexidade, ainda que seja exclusivo de celulares e tablets, o jogo não faz feio e não deve em nada a outros do gênero – graças ao sistema de combate estratégico e melhorias compradas ao longo das partidas.

Tenha em mente a duração de cada partida, reserve um tempo para jogar sem precisar se desconectar, aumente o nível e passe a disputar as partidas rankeadas, que contam pontos e podem conceder benefícios no futuro, ao fim de cada temporada.

Conheça a função do seu herói

Em qualquer game MOBA que você experimente, todos os heróis assumem uma função especifica no time. É muito importante que você saiba qual é a função do personagem que escolheu antes da partida, para deixá-lo ainda melhor e para escolher os itens e talentos apropriados para o seu objetivo.

Em Vainglory só existem três funções:

Carries ou laners: heróis que ficam nas trilhas.

Capitães: heróis que se movimentam pelo mapa, participando de combates em todos os pontos.

Junglers: heróis que farmam na jungle.

Invada a jungle inimiga

Em Vainglory, minions não aparecem até o primeiro minuto de partida, então você não precisa partir imediatamente para as lanes. Assim, reúna seu time e aproveite o primeiro minuto para invadir a jungle inimiga e procurar oponentes sozinhos. Obviamente, fique atento para não ser vítima da mesma estratégia.

Equilíbrio da lane: entenda o Minion Capitão

Com relação às ondas de minions, Vaiglory tem uma diferença crucial comparado a outros MOBAs: o Minion Capitão. Esse minion especial aparece a cada quatro ondas, substituindo o minion de cerco.

Sempre que um Minion Capitão estiver na lane, os minions do seu time receberão menos dano dos minions e torres do time rival. Esse buff causa muito impacto no equilíbrio da lane, pois, assim como em outros MOBAs, não é bom que você avance na lane de forma descontrolada.

Por exemplo: se você matar o Minion Capitão oponente, sua onda de minions deverá vencer a onda oponente e avançar na lane. Assim, o próximo combate provavelmente será sob o alcance de uma torre rival, o que confere muita vantagem ao time oponente, que vai conseguir farmar com muito mais facilidade.

Portanto, sua escolha de matar ou não o Minion Capitão depende do que você quer fazer na lane. Se você quiser pressionar o oponente com minions para sair da lane por um tempo, então mate o Minion Capitão. Se você quer trazer a luta para sua torre, deixe-o vivo o máximo possível.

Siga a correnteza do rio

Existem dois rios que saem do meio do mapa em direção à lane superior e à inferior. Se você seguir por eles no sentido certo, seu personagem ganhará um boost de velocidade muito útil, possibilitando ganks ou suportes efetivos.

Melhore sua noção de mapa e se comunique de direito

Sempre, SEMPRE olhe para o minimapa. Um oponente desaparecido provavelmente está preparando um gank, então sempre esteja atento para reagir da melhor forma. Além disso, comunique-se o máximo possível com as ferramentas de sinalização que o jogo disponibiliza. Avise sobre oponentes desaparecidos, oportunidades de avanço, peça ajuda, etc.

Fique atento aos dragões

Fique atento ao Asa Fantasma e ao Garra Negra. Os dragões aparecem no mapa, respectivamente aos 6 e 15 minutos e garantem buffs únicos para o time que os derrotar. O Asa Fantasma concede uma barreira que regenera vida e energia quando o herói está fora de combate. O Garra Negra se torna seu aliado e avança pela trilha do meio.

É importante que seu time tenha visão sobre os dragões. Assim, mantenha Scout Cams na região para ver quando o time oponente irá atacá-los. Nesse momento, você pode contestar o dragão, tentando roubar a kill para o seu time, ou mesmo aproveitar que o time oponente está sem vida e energia para matar todo mundo.

Entre em uma guilda

Vainglory conta com um sistema de busca de guildas que você pode usar para encontrar jogadores do mesmo nível, ou que joguem nos mesmos dias e horários que você. Isso facilitará muito sua evolução, pois diminui as chances de você entrar em times com trolls ou pessoas que saem no meio das partidas.

Treine antes de jogar em equipe

Antes de entrar em partidas públicas com outros jogadores, é muito importante que você experimente os heróis e as mecânicas do game em partidas de treino ou contra bots.

Como não existem outros heróis para você se preocupar, essa é a forma ideal para aprender as habilidades do herói escolhido, a sua velocidade de ataque e a quantidade de dano causado. Assim que estiver bem familiarizado com o game e com os heróis, está na hora de se juntar aos outros jogadores.

Cuide do seu karma

Sempre que você abandona uma partida a meio, o sistema de karma vai te dar pontos negativos. Logo, evite desistir, a não ser que não tenha outra escolha.

O seu karma vai determinar os pontos de glória que recebe como recompensa, os quais podem ser utilizados para comprar novos heróis e skins.

Não saia correndo para as minas

Uma das características que difere Vainglory de outros games do mesmo gênero, é a possibilidade de ocupar minas para melhorar os seus lacaios com bônus.

Embora seja realmente útil ter acesso a lacaios mais fortes, isso pode fazer com que os seus inimigos enriqueçam mais rápido. Isto porque quanto mais fortes forem os lacaios, mais dinheiro eles dão ao morrerem. Por isso, considere as possibilidades antes de sair correndo para capturar as minas.

Não viaje até à base se pode visitar a loja da jungle

Em Vainglory, você precisa estar perto de uma loja para poder comprar os seus itens. Normalmente, a loja está na sua base, mas a partir de um certo momento na partida, uma loja vai ficar liberada também na jungle.

Não perca o seu precioso tempo se teletransportando até à base, pois todos os itens disponíveis lá também estão acessíveis na loja do centro do mapa.

A importância do Kraken

Se a sua partida chegar aos 15 minutos, vai sair um gigante Kraken da mina de ouro. Esse poderoso lacaio pode ser capturado para ajudar o seu time a destruir a base adversária. O seu dano massivo e alto HP vão dar uma grande ajuda à sua equipe e poderão até decidir o destino da partida.

Porém, você tem de estar pronto para a possibilidade dos seus inimigos conseguirem eliminar o kraken e, consequentemente, ganhar uma grande quantidade de XP e ouro.

Diversifique sua Build de Itens

Ao matar minions e heróis, você recebe dinheiro para comprar itens. Há uma grande quantidade de itens diferentes disponíveis em Vainglory. Alguns podem tornar os seus ataques mais fortes, enquanto outros podem fazer seu herói se mover mais rápido ou até curar sua vida. Diversificar nestes itens pode pegar os seus oponentes de surpresa e o item certo usado na hora certa pode garantir a vitória.

As torres podem causar bastante dano. Sempre tenha cuidado com elas.

Toque no mapa e segure para ver outras áreas

Olhar várias áreas no mapa para ver o que está acontecendo pode ser essencial em um MOBA. Em Vainglory o cenário de selva permite que sejam feitos ataques surpresa em diversos locais. Ao tocar no mapa e segurar, você poderá ver no topo direito da tela outras áreas do mapa ou enviar o seu herói para longe ao tocar no chão naquela área do mapa.

Referências:

Mobile Gamer, Jogos Enternauta, Ligados Games, techtudo, wikipedia.

Cyber Hunter

Cyber ​​Hunter é um videogame chinês de ficção científica battle royale de 2019 para celulares e plataformas de PC desenvolvido e distribuído pela NetEase. Foi lançado em 26 de abril de 2019.

Gameplay 

A jogabilidade consiste no formato tradicional de battle royale com tema futurista e alguns elementos distintos, como jogadores (referidos no jogo como Wanderers), são jogados em hoverboards a jato, que ajudam no desembarque antecipado de armas sofisticadas, como armas de microondas, veículos armados, vertical escalada, parkour, planando pelo ar usando dróides que são robôs de inteligência artificial, construindo várias estruturas de defesa, personalização detalhada de personagens etc.

Introdução

Cyber ​​Hunter é um jogo de mundo real de battle royale com uma combinação única de elementos de jogo, incluindo sobrevivência, tiro e exploração. Qualquer superfície vertical no mundo do Cyber ​​Hunter é escalável e os jogadores podem deslizar de baixo para cima.

Equipado com armas legais, armas criativas e veículos que voam e flutuam, você pode explorar histórias de justiça contra o mal, novas lutas antigas e conservadorismo afastando o radicalismo.

Espaço 3D

O jogo é muito mais do que uma arena de 6 por 6 km e pode ser um mundo fascinante, onde você pode tocar o céu e mergulhar no fundo do mar, com recursos básicos, incluindo escalada e planagem.

Batalha Vertical

os jogadores podem experimentar uma batalha vertical em uma variedade de terrenos e estruturas. Além disso, eles podem melhorar suas capacidades de combate vertical através de descobertas no jogo, como descobrir luvas táticas que melhoram a velocidade de escalada.

Livre e Justo

Os jogadores podem desbloquear diferentes tipos de habilidades de sobrevivência gratuitas, à medida que ganham experiências e sobem de nível.

As habilidades de sobrevivência do jogo incluem

Atirando, ocultando, monopolizando o inimigo, detectando o sinal do inimigo, protegendo, curando, ficando invisível, usando medpack, ressuscitando, usando o Safety Ring, dissolvendo itens, planando, construindo barricadas, carros, torres de superervação ou fortes.

Os jogadores podem dissolver uma construção ou um instrumento para ganhar energia droid, ou usar um drone Detector para espionar seu inimigo. Os jogadores também podem usar um anel de segurança para se proteger fora da zona segura ou ressuscitar um companheiro de equipe, fornecendo uma combinação de habilidades para os jogadores sobreviverem.

Efeitos diversos

Você pode ter uma espingarda cujos tiros curam quando atingem um companheiro de equipe, ou um lançador de granadas que destrói edifícios com alta eficiência, ou uma granada congelada que pode congelar a água. Além disso, quando as armas no Cyber ​​Hunter são atualizadas com um Enhance Core, novos poderes ou até novas habilidades serão desbloqueadas.

Saiba onde aterrissar

Conhecer o mapa é um dos passos mais importantes em qualquer Battle Royale, Cyber Hunter incluso. Cada partida reúne 100 jogadores, em times ou solo e, como sempre, a missão é eliminar os inimigos e permanecer vivo. Reconhecer o terreno é obrigatório.

Pousar em áreas urbanas é uma boa para quem deseja adquirir equipamentos bons logo de cara, mas as chances de entrar em confronto (e ser eliminado de início) são maiores. Por outro lado, pousar em uma região afastada pode ser mais seguro ainda que fique perto da barreira, que vai encolhendo e reduzindo a área de combate.

No mais, saiba usar o glyder para chegar ao chão o mais rápido possível.

Selecione bem seu equipamento

Outra dica básica, é importante gerenciar o espaço em seu inventário para dar lugar a itens importantes, como medikits, armaduras (capacetes, botas, luvas, etc.) e armas mais poderosas (submetralhadoras, rifles, rifles de precisão, espingardas e armas pesadas), conforme você avança no confronto.

Claro que ao chegar a ordem é pegar o que conseguir primeiro, mas como seu espaço é limitado, troque itens e armas fracas por versões mais fortes conforme explora o mapa.

Cuidado ao usar veículos

Dirigir um veículo é uma excelente opção para encurtar distâncias e chegar a um ponto do mapa mais rápido, mas todo recurso tem seus prós e contras. Neste caso, você estará anunciando a seus adversários, em alto e bom som, que está passando perto deles, se tornando assim um alvo fácil se estiver sozinho.

Jogando em grupo a coisa muda, seus amigos podem reagir bem mais rápido do que o motorista. Sendo assim, um carro pode ser uma ferramenta útil para cobrir terreno.

Faça bom uso das habilidades especiais

O principal diferencial de Cyber Hunter para outros títulos de Battle Royale, as habilidades especiais, são fornecidas pelo droid auxiliar. No início, você tem acesso a um número limitado delas, podendo desbloquear mais conforme evolui no jogo.

É possível equipar até três habilidades por partida, que variam entre uma parede de proteção, um item de cura, um veículo para se deslocar mais rápido e outras. Saber quais são as mais úteis é um passo importante para a vitória.

Fique de olho no mapa

É importante estar sempre atento ao ícone do mini mapa no canto superior direito, tanto para saber onde você e os membros do seu time estão, quanto para identificar de onde os tiros estão vindo quando você entrar em combate. Estando atento aos seus arredores, será mais fácil preparar emboscadas, se proteger ou mesmo dar no pé.

Esteja sempre em movimento

Como em todo Battle Royale, ficar parado é um convite tanto para virar uma peneira, quanto para ser pego pela redução do mapa. Esteja sempre em movimento rumo ao centro da zona de combate, mas use de vantagens que Cyber Hunter tem, graças à temática futurista.

Seu personagem é capaz de escalar superfícies sem nenhum tipo de acessório, além do droid servir como um planador (aperte o botão de pulo duas vezes de uma superfície alta). Assim você pode cobrir distâncias ou pular de um prédio de maneira bem fácil.

Habilidades dos Andarilhos de Cyber Hunter

Conforme os Andarilhos sobem de nível, eles desbloqueiam diferentes habilidades, como detectar o sinal inimigo, invisibilidade e construir barricadas. Os Andarilhos também podem dissolver uma construção ou um item para obter energia droide ou usar um drone Detector para espionar seus inimigos. Apesar de o Círculo de Segurança proteger os Andarilhos quando estão fora da zona de segurança, eles também podem ressuscitar um colega de equipe.

Veículos 

Há muitos veículos para os Andarilhos viajarem pelo mundo. Com veículos de até cinco lugares, eles podem ser classificados em terrestres, aquáticos e versáteis. Diferente dos veículos normais, os veículos do Cyber Hunter também podem fazer coisas incríveis. Por exemplo, o Cerberus pode se transformar em um meca de batalha, o Ventaneiro pode se transformar em um avião e o Alvorada possui uma roda destruidora.

Gêneros diversos: Terrestre, aquático e versátil + com um assento, dois lugares, quatro lugares e cinco lugares.

Personalização 

O jogo permite que os Andarilhos personalizem seu personagem desde o cabelo, a cor dos olhos e o tamanho do rosto até a maquiagem dos lábios e das sobrancelhas. Além disso, os Andarilhos podem criar seus próprios personagens usando as várias roupas da moda, movimentos personalizados, pinturas para armas e para veículos.

Como identificar as melhores armas facilmente

Antes de dizer quais são as melhores armas de Cyber Hunter, existe um jeito muito simples de identificar as melhores armas do jogo.

Os rifles e snipers do game são classificados por nomes bem diferentes do senso comum. Não há padrão de cores.

Contudo, quando o jogo informa que um rifle é “básico”, ele está na categoria das armas “comuns”.  Quanto mais extravagante for o nome, melhor a arma.

As melhores submetralhadoras em Cyber Hunter

Submetralhadoras, seriam aquelas armas de disparo automáticas de curto alcance. Armas que em outros jogos seriam Vecto, Uzi e etc.

A melhor submetralhadora do jogo é a Sentinela.

Veja uma tabela com as submetralhadoras da melhor para a pior:  Sentinela, Foxtrot, Omega.

O melhor Rifle de Assalto de Cyber Hunter

Os Rifles de Assalto seriam o equivalente a rifles como Scar-L, M4 e AKM. São armas multifuncionais que podem servir tanto para o tiro em longa ou curta distância.

Em Cyber Hunter os rifles são muito parecidos entre si. São armas com capacidade de dano quase idênticas.

O que vai diferenciar é o fato de você encontrar ou não um fragmento no mapa. Esse fragmento, que parece um cubo permite “turbinar” o seu rifle, deixando ele muito mais letal.

Veja a lista dos melhores rifles do jogo: Filho dos Céus, Detona-dragonetes, Confronto Direto, Delta, Liberdade Alfa.

O melhor Sniper de Cyber Hunter

Cyber Hunter agrupa os rifles semi-automáticos e Snipers em uma mesma categoria. Aqui, temos os rifles que atiram uma única bala por vez, ou dão rajadas de uma única vez.

Apesar do “Flamingo” e “Ladrão de almas” serem os mais procurados, a verdade é que Cyber Hunter é um jogo em que os personagens tem “muita vida”, e podem se entrincheirar e recuperar a saúde com facilidade.

“Flamingo” é procurado pelo seu dano alto que é aumentado pelo Núcleo. Já o “Ladrão de almas” tem uma característica bem peculiar. Com o Núcleo, ele mostra a posição de inimigos já vistos no mapa.

Em Cyber Hunter, Não existe uma AWM que mata inimigos com um único tiro. O mais próximo disso é o Flamingo equipado com Núcleo.

Na minha opinião, o melhor rifle sniper do jogo é o “Caixão Vazio”. Como as partidas são rápidas, não dá tempo de procurar mira 8X+Núcleo para o “Flamingo” e “Ladrão de almas”.

Na grande maioria dos casos, você se vira com o “Caixão Vazio” que dispara vários tiros de uma única vez e já vem com mira 4X. Essa arma tem dano de 50%, mas é muito fácil acertar mais de 4 tiros no inimigo em 2 segundos.

Veja uma lista dos melhores snipers de Cyber Hunter pela capacidade de dano: Flamingo (maior dano), Caixão Vazio (o melhor na minha opinião, seria o equivalente a uma mini14 com 4x), Ladrão de almas (o melhor para camperar), Valquíria.

As melhores espingardas de Cyber Hunter

Embora seja uma categoria geralmente descartas em muitos Battle Royale, as espingardas são armas bastante peculiares em Cyber Hunter.

No campo ofensivo, o grande destaque é a “Vórtice”, uma espingarda de raios que não exige que você mire no oponente. Ao disparar próximo dos inimigos ela se encarrega do resto. Excelente em curtas distâncias naquele momento que o inimigo fica “dançando” na sua frente.

Lista com as melhores Espingardas do Cyber Hunter: Vórtice, Baleia Assassina, Nightingale (se você tiver outra arma), Tiburo.

As melhores armas pesadas (especiais)

Cyber Hunter tem uma categoria especial de armas chamadas apenas de “Armas Pesadas”.

Nessa categoria estão armas exóticas como o “Zero Absoluto”. Uma arma que permite congelar inimigo. O dano dela é pequeno, mas excelente para ser usada numa partida em equipe.

A “Estrela Cadente” e o “Destroier” são lança granadas que permitem destruir não só os adversários, mas também objetos.

A melhor arma pesada do jogo é o “Destroier”. Com o núcleo, ele permite atirar 3 mísseis teleguiados. Mais apelação impossível.

Como instalar Cyber Hunter em um PC utilizando o aplicativo

Faça download do Bluestacks e instale em seu computador;

Clique duas vezes no aplicativo da Google Play Store dentro do emulador;

Procure na barra de pesquisa por “Cyber Hunter”;

Clique em “instalar”, na página do aplicativo na Google Play Store para fazer download do jogo;

Ao completar o download, vá até a tela inicial do emulador e clique duas vezes no ícone do jogo;

Pronto! Basta seguir as instruções na tela e se divertir com Cyber Hunter no seu computador.

Requisitos Mínimos

Para jogar a versão de PC de Cyber Hunter você vai precisar.

Core I3 ou superior

4GB de RAM

Intel HD Graphics 4000 ou superior

Pelo menos 5 GB de espaço no computador

Mais leve ou mais pesado ?

Como é de se esperar, Cyber Hunter é mais leve do que emulador o jogo por emuladores do Android como o Tencent Game Buddy ou Bluestacks.

O jogador pode usar a mesma conta que utiliza antes no Android ou iOS.

E o pareamento como fica?

O pareamento de Cyber Hunter vai ficar igual a games como Rules of Survival, Creative Destruction e outros jogos da NetEase.

Quando houver um membro no time no celular ou tablet, a partida será pareada com outros jogadores que também estão em equipes mistas (PC e Celular).

Quando um time estiver todo jogando pela versão de PC, ele será pareado apenas com outros jogadores de PC.

Referências:

Mobile Gamer, Cyber Hunter, tecnoblog, Torcedores, Wikipedia, techtudo.

Rules of Survival

Rules of Survival ( RoS ) é um free-to-play, multijogador on-line, jogo de batalha royale desenvolvido e publicado pela NetEase Games, lançado pela primeira vez através do acesso beta em novembro de 2017. Em outubro de 2018, o jogo tinha atingido 230 milhões de jogadores em todo o mundo. 

Em 30 de maio de 2018, o jogo foi lançado no Steam. Ao contrário da versão gratuita não-Steam, no entanto, o jogo foi lançado com um preço, oferecendo “presentes especiais” na compra.  Mais tarde, o jogo foi retirado do Steam em 13 de junho de 2018, e restabelecido em 28 de junho de 2018. 

Jogabilidade

Rules of Survival segue a forma padrão do gênero battle royale, onde os jogadores lutam para ser a última pessoa (ou equipe) viva. Os jogadores podem optar por entrar na partida em diferentes modos: Solo, Duo, Esquadrão (quatro jogadores) ou Fireteam (cinco jogadores). Em ambos os casos, a última pessoa ou equipe que saiu viva vence a partida. Existem dois mapas jogáveis ​​no jogo: Ghillie Island (120 jogadores, 4,8 km × 4,8 km) e Fearless Fiord (300 jogadores, 8 km × 8 km). Existem também diferentes modos de jogo, como o Modo Ouro, no qual o jogador pode ganhar ouro, ou o Modo Diamante, no qual os jogadores podem ganhar diamantes durante a partida. A introdução do mapa do jogo Fearless Fiord introduz um novo tipo de partida, a Blitzkrieg, na qual os jogadores pousam apenas em uma determinada parte do mapa equipada com pistola, mochila e armadura básica. Blitzkrieg é feito para fazer com que os jogadores entrem em confronto frontal.

A rodada começa com todos os jogadores contidos em um local em uma ilha. Quando a contagem regressiva termina, os jogadores saltam de para-quedas de um avião para uma ilha, com itens processualmente distribuídos , como armas, armaduras e kits médicos disponíveis para serem saqueados e veículos para serem montados. Os jogadores também podem saquear jogadores mortos por seus equipamentos. No modo de terceira pessoa, os jogadores podem alternar entre a perspectiva de terceira e primeira pessoa. O jogo também oferece o modo de primeira pessoa que força os jogadores a entrar na perspectiva de primeira pessoa. À medida que o tempo do jogo avança, a zona segura do jogo diminui gradualmente de tamanho, onde os jogadores capturados fora da zona sofrem danos. Isso aumenta a chance de encontro e, portanto, confronto entre jogadores. Quedas aleatórias de suprimentos também ocorrerão durante a partida, fornecendo itens aleatórios que, de outra forma, não poderão ser encontrados durante o jogo normal.

No final de cada rodada, os jogadores receberão moedas no jogo com base na duração da sobrevivência, no número de jogadores mortos pelo jogador e no nível dos jogadores. As moedas podem ser usadas para comprar uma caixa de suprimentos contendo itens cosméticos para personalização de personagem ou arma.

Use carros para se dar bem

Assim como em PlayerUnknown’s Battlegrounds, Rules of Survival tem diversos modelos de veículos espalhados pelo seu mapa. Esses carros podem ser usados tanto para se locomover com mais agilidade, como também caçar e atropelar inimigos.

Fique de olho no mapa

O mapa de Rules of Survival fica cada vez menor com o avanço da partida, e para sobreviver é preciso se manter atento à movimentação da área restrita. Uma boa ideia é buscar sempre ficar nos limites da área, para se proteger de outros jogadores e ter uma visão privilegiada do campo de batalha.

Descarte itens para ter espaço

Com o decorrer das partidas de Rules of Survival você coletará dezenas de itens, mas nem todos eles serão úteis durante o jogo. Lembre-se de descartar equipamentos e armas que não pretende usar, para liberar espaço para novas e valiosas coletas.

Use a mira em primeira pessoa

Acertar tiros em inimigos muito distantes pode ser uma tarefa ingrata em Rules of Survival, especialmente com os comandos de toque. Felizmente, o game conta com uma opção de mira aproximada, que simula a visão de jogos em primeira pessoa. Assim será mais fácil encontrar e acertar os seus alvos.

Sobreviva para ganhar mais moedas

O objetivo de Rules of Survival é ser o último sobrevivente da partida, mas os jogadores que chegarem perto dessa tarefa também são recompensados com ótimos pacotes de moedas. Tente se posicionar bem para sobreviver pelo maior tempo possível. Assim você acumulará mais dinheiro para investir em itens.

Personalize mira e gráficos do game

Rules of Survival é um jogo relativamente pesado, mas conta com opções de configurações gráficas, que podem ajudar a rodar o título em smartphones mais antigos. Os comandos de toque da tela também podem ser movidos e alterados de acordo com o gosto pessoal do jogador.

Colete itens de jogadores caídos

Sempre que eliminar um jogador, não deixe de conferir os itens que ele carregava e pegar os que podem ser úteis para você. Basta se aproximar do cubo azul e tocar nos itens para coletá-los. Também é possível pegar itens de jogadores portos em combate com outros usuários.

Conheça o mapa

Atualmente, existem dois mapas em ROS: a ilha Ghillie e o Fiorde Fearless. Cada um dos mapas é diferente, com zonas como cidades, montanhas, minas e rios. Tente conhecer cada mapa e escolher locais onde poderá pular com relativa segurança.

Perito em Paraquedismo

Escolha um local e pule. Aprenda a dominar o seu paraquedas para passar o mínimo de tempo possível no ar. Lembre de mudar a posição do corpo enquanto está em queda livre e assim que o paraquedas abrir, mantenha a posição certa para aumentar a sua velocidade. Aterrisse sempre que puder no telhado de um edifício. Assim terá sempre melhor visão e poderá saquear os cômodos de cima para baixo.

Pegue Loot

Mal os seus pés toquem no chão, comece a pegar loot. Nos primeiros segundos, o importante é assegurar que consegue uma arma. Se outros jogadores aterrissarem perto de você, quem tiver a melhor arma (ou mais munições) vive para lutar outro dia. Logo que encontrar armas ou equipamentos melhores do que os que você tem, jogue os antigos no chão. O espaço da sua mochila é limitado.

Aprenda a usar cada tipo de arma

Em ROS, nada é ganho com conversa. Tudo é conquistado com tiros. Existem diferentes tipos de arma, desde snipers sofisticadas até escopetas de caça. Aprenda os truques e técnicas de cada arma, bem como as suas vantagens e defeitos, pois nem sempre poderá encontrar a sua espingarda favorita. Sempre que puder, pegue extras para melhorar o seu armamento. Os extras certos podem diminuir o recoil, facilitar a pontaria e aumentar a quantidade de munição por carregador.

Atire para matar

Elimine inimigos se isso trouxer vantagem. Não denuncie a sua posição por apenas mais uma kill. Se decidir atirar, tente sempre eliminar o inimigo rapidamente. Se ele estiver longe, mantenha a sua arma em semi-automático, aponte e atire. Além de menor recoil, poupará muito mais munição.

Movimente-se em segurança

Sempre que possível, mova-se de abrigo em abrigo, usando o cenário para se proteger. Sobretudo, esteja sempre atento, usando a visão de terceira pessoa para observar bem o que acontece à sua volta. Em ROS, rastejar quase não produz som. Use esse truque para se mover furtivamente entre locais ou para se aproximar de inimigos sem ser notado. Lembre que rastejar é mais lento que correr.

Seja Paciente

Paciência não é um item para juntar ao seu loot, por isso, você precisa ter alguma antes de entrar na partida. Jogos do estilo Battle Royale são jogos de tática e estratégia. Se já conseguiu pegar armamento, proteção, mochila e curativos, mantenha-se protegido, vigiando. Não tente entrar em todos os tiroteios. Lembre que o objetivo é chegar ao final da partida.

Time unido jamais será vencido

Se decidiu jogar em modo de Dupla ou Squad, mantenha as comunicações por microfone simples e curtas, mas vá dando dicas aos seus companheiros de time. Avise da proximidade de inimigos, do loot disponível, do tipo de terreno e de outros detalhes importantes. Se preferir, você pode usar mensagens escritas.

Desça primeiro

O lugar onde você cai e o tempo vai determinar, embora não de uma forma consistente, o desempenho do seu jogo. Desça rapidamente e pegue os melhores itens antes que os outros. Se você for azarado e não obter bons itens, se esconda. Enquanto você está escondido tente pegar o maior número de armas possível e tentar surpreender o inimigo para trás.

Não Pare

Não fique parado por muito tempo, qualquer um, porque você corre o risco de se tornar alvo dos outros, mas também porque você deve sempre ficar dentro do círculo de gás, criado especificamente para manter os jogadores todos na mesma área. Não fique de fora do círculo, ou você vai morrer. Além disso, você tem que tentar entrar no círculo primeiro, para ser capaz de preparar para a próxima batalha, mesmo se isso não é possível.

Controles

Dentro dos controles que você pode definir o estilo de comando de sua escolha. O conselho defina a opção ‘toque duas vezes para ativar’, como ele faz você se salve de um monte de tempo.

Decidir bem onde sair

Conselho para sair em lugares cheios de coisas, como casas ou áreas militares. São as áreas onde os melhores itens (mas também inimigos) tendem a ser menores e, claro, maior a maior a extensão do confronto.

Feche as portas atrás de você

Quando você entra em uma casa, feche sempre a porta atrás de você. Não se trata de boa educação, mas sim de manter os seus inimigos na dúvida. Se alguém vir uma porta aberta esperará que alguém saia desse edifício. Ou pior, alguém pode entrar pela porta convenientemente aberta, atirando para matar. Não menospreze esse detalhe.

Sobre o Jogo

O estouro de jogos battle royale gerou uma série de títulos “inspirados” nesta experiência com foco na sobrevivência. Rules of Survival não esconde que está de carona na onda de clones de H1Z1 e PUBG, entretanto, explora um meio menos saturado que o PC. Nos celulares, o game impressiona com seus gráficos e mantém uma jogabilidade equilibrada, na medida do possível.

O jogo começa na com a escolha de um servidor e possui um menu simples, com personagem, ícones para a loja, customização e as partidas ranqueadas. A interface é agradável, mas os botões de tiro, salto e movimento não funcionam bem em celulares com tela pequena.

Os modos estão divididos em solo, dupla ou equipes. As partidas iniciam-se rapidamente e todos são arremessados de paraquedas e um mapa deserto, com algumas construções. Os jogadores têm alguns segundos antes do combate para recolher armas e itens. O resto da partida segue no mesmo ritmo, em que o jogador deve procurar por armamentos e adversários.

O primeiro detalhe que chama a atenção são os gráficos no celular. Há um nível de detalhe extra que capricha nos efeitos de luz e traz texturas de qualidade em objetos e personagens. Na jogabilidade, por outro lado, é fácil achar mais erros que acertos em termos de movimentação.

O ponto positivo é que o game insere algumas mecânicas mais táticas para que não vire um simples mata-mata. A tela do personagem traz uma variedade de ícones para movimento, permitindo agachar para se camuflar ou atirar de rifle, saltar de obstáculos, correr e atirar. O botão de corrida também tem um modo automático que funciona a pé ou se o jogador estiver dirigindo um veículo.

As ideias são boas, mas o problema está na execução. Por mais que ele tente se aproximar de outros jogos do gênero, a jogabilidade não mostra o mesmo nível de polimento. O personagem é um pouco “duro” na hora de andar e saltar e não é possível reagir com agilidade por conta da mira adaptada para o touch. Pegar objetos do chão também não é tão simples como deveria ser.

A morte é uma constante, o que deixa o ranque online ainda mais competitivo. Rules of Survival ainda tem muito o que melhorar, em especial na otimização, para evitar telas travadas e bugs, mas captura bem a essência dos jogos de arena. O título pode não ser a melhor alternativa para um PUBG de celular, mas é divertido e traz bastante interação com bate-papo de voz.

Como jogar Rules of Survival no PC

O Rules of Survival é um game estilo Battle Royale de grande sucesso nos smartphones que ganhou uma adaptação para o PC. A NetEase, a empresa responsável pelo título, não criou uma nova versão para os computadores, mas sim, fez uma portabilidade do jogo para mobile para o desktop.

Desta forma, os gráficos e a jogabilidade são os mesmos da versão para Android e iOS, mas você poderá joga-lo em uma tela maior, pelo menos. Ao entrar na página oficial do jogo (cuidado para não clicar em links suspeitos por aí), você vai se deparar com três caminhos para download, Android, iOS e PC. Clique onde estiver escrito “Try the PC version”. O download tem 1.2 GB.

Assim que o download terminar, clique duas vezes no arquivo baixado para começar a instalação e siga com as instruções que vão aparecer na tela. No final, o instalador vai abrir a tela inicial do game, onde são apresentadas notícias sobre o jogo e atualizações. Nesta tela, é possível fazer login no game usando conta do Facebook ou Google. Quem já joga no celular, poderá abrir a sua conta por meio do QR Code, como na imagem abaixo.

Em seguida, o jogo vai começar uma atualização de rotina de Rules of Survival. Espere terminar e clique em “Play” para começar a jogar. Em seguida, basta colocar o seu apelido, cliar em “Criar” e, na tela seguinte, clicar no botão “Start” para iniciar uma partida.

Após um curto período na sala de espera, você estará naquele avião característico neste tipo de game. Aperte “F” para saltar e “F” novamente quando quiser abrir o paraquedas. Você vai usar o teclado para se movimentar e mouse para mirar, atirar e pegar itens, assim como em qualquer jogo para PC do gênero.

Referências:

Apocanow, LigadosGame, Wikipedia, Techtudo.

H1Z1

H1Z1: Battle Royale (versão para PlayStation 4) ou Z1 Battle Royale (versão para Microsoft Windows) é um jogo de batalha real gratuito para jogar desenvolvido pela Daybreak Game Company para Microsoft Windows e PlayStation 4. O desenvolvimento do jogo começou depois que o H1Z1 original foi dividido em dois projetos separados em fevereiro de 2016: H1Z1: Just Survive e H1Z1: King of the Kill. Os jogos foram divididos novamente em projetos separados em outubro de 2017, com Just Survive perdendo o nome H1Z1, e o King of the Kill sendo agora simplesmente chamado H1Z1.

Após passar três anos em acesso antecipado, o jogo foi lançado oficialmente em 28 de fevereiro de 2018. Pouco depois, o jogo foi tornado gratuito para jogar. Ele também foi lançado para o PlayStation 4 como beta aberto em 22 de maio de 2018 e foi lançado oficialmente em 7 de agosto de 2018. Em setembro de 2018, o desenvolvimento do H1Z1 para o Microsoft Windows foi transferido para um estúdio de terceiros, que reverteu o jogo para uma versão anterior, do início de 2017, e o renomeou como Z1 Battle Royale. Em abril de 2019, o desenvolvimento do jogo foi devolvido à Daybreak.

Como parte do antigo H1Z1

O jogo foi anunciado em abril de 2014. H1Z1 foi liberado para Windows em 15 de janeiro de 2015 como acesso antecipado. No lançamento, o jogo teve vários problemas técnicos graves. Os jogadores relataram que não podiam entrar na sua conta ou entrar em qualquer servidor ativo. Problemas de taxa de frames, falta de bate-papo por voz e problemas de IA também foram um dos problemas relatados. Um novo bug, que fez todos os servidores ficarem off-line, também foi introduzido no jogo após o desenvolvedor lançar um patch para corrigir outros problemas. Apesar do lançamento instável, John Smedley, CEO da Daybreak Game Company, anunciou que o jogo vendeu mais de um milhão de cópias até março de 2015.

Mudança de nome para H1Z1: King of the Kill

Em fevereiro de 2016, a Daybreak anunciou que o jogo originalmente conhecido como simplesmente H1Z1 tinha sido dividido em dois projetos separados com suas próprias equipes de desenvolvimento dedicadas, chamados H1Z1: Just Survive e H1Z1: King of the Kill. A Daybreak anunciou que o jogo seria lançado para Playstation 4 e Xbox One no futuro.

Mudança de nome para H1Z1

Em uma Sexta-feita, no dia 13 de outubro de 2017, a Daybreak Games voltou atrás e realizou uma atualização que trouxe algumas mudanças importantes na interface do usuário (UI) que simplificam os menus e atualizam o visual do jogo. Além disso o nome “King of the Kill” foi removido. H1Z1 agora é apenas H1Z1.

A declaração dos desenvolvedores para tal mudança foi de que H1Z1 é o nome com o qual os nossos jogadores se conectam com a maioria, por isso foi apenas uma evolução natural para a transição de volta. Também disseram que estão trabalhando para garantir que o H1Z1 possa ser apreciado por jogadores de todo o mundo, e ter a palavra ‘Kill’ no nome do jogo pode ser proibido em algumas audiências globais.

Um torneio televisionado para o jogo, intitulado H1Z1: Fight for the Crown, foi ao ar em abril de 2017 no The CW. Um torneio para convidados foi realizado durante o TwitchCon no Long Beach Convention Center em outubro de 2017. No mesmo mês, foi anunciada a “H1Z1 Pro League”, que foi uma parceria entre a Daybreak Games e a Twin Galaxies para criar uma liga de eSports profissional e sustentável para o jogo.

O jogo foi totalmente lançado, saindo do acesso antecipado em 28 de fevereiro de 2018. O lançamento incluiu atualizações de pontuação, combate, armas, jogabilidade, UI, um novo modo de jogo chamado Auto Royale e muito mais. A atualização também lançou oficialmente a temporada 1, apresentando um novo sistema de pontuação atualizado que recompensa os jogadores que conseguem matar e colocar-se bem nas partidas de forma consistente.

O Auto Royale também foi introduzido com a atualização de 28 de fevereiro. O novo modo de jogo é uma versão de batalha real sobre rodas com até 30 equipes lutando para ser o último veículo a sobreviver.

Em 8 de março de 2018, a Daybreak anunciou que o H1Z1 agora seria gratuito para jogar. Em 22 de maio de 2018, ele foi lançado em acesso antecipado para o PlayStation 4, ganhando mais de 1,5 milhão de jogadores em poucos dias. O jogo foi oficialmente lançado em 7 de agosto de 2018.

Mudança de nome para Z1 Battle Royale na versão para Microsoft Windows

Em março de 2019, o jogo introduziu sua terceira temporada, “The Return of the King” (“O Retorno do Rei”, em tradução literal), e foi relançado como Z1 Battle Royale. A partir da atualização, a NantG Mobile assumiu como desenvolvedor líder em nome da Daybreak. A Nantworks, controladora da NantG Mobile, fez um investimento na Daybreak em setembro de 2018, com o objetivo de produzir versões móveis de Everquest e H1Z1. A atualização reverte a maioria das mudanças feitas na mecânica do jogo, balanceamento de armas e interface do usuário desde a era “Pré-temporada 3” do jogo no início de 2017, com os novos desenvolvedores tentando restaurar “o jogo que muitos de vocês apaixonaram por”. Além disso, um novo sistema de missões, bem como um jogo com classificação (incluindo torneios mensais entre os 75 melhores jogadores de uma região) foram adicionados. No mês seguinte, foi anunciado que o desenvolvimento do jogo seria devolvido à Daybreak Game Company, com a NantG citando os “muitos desafios” que chegam da confusão causada pelo fato de eles mesmos e a Daybreak terem gerenciado o mesmo jogo com duas marcas diferentes.

Entrando no jogo

H1Z1 Battle Royale está disponível para qualquer jogador do PS4 com uma assinatura ativa da PlayStation Plus. O game é gratuito, mas para jogar online a assinatura é requerida. Além disso, há pacotes opcionais de compra, que te dão alguns bônus cosméticos para os personagens dentro do game, mas são opcionais e não requeridos para jogar.

Lobby

Imediatamente descarte as botas. Você não vai ter prejuízos por não estar calçado, e você será capaz de se mover mais silenciosamente.  Isso impede que você seja ouvido por outros jogadores tão facilmente como você teria sido.

Você também vai querer rasgar sua bandana e chapéu. Esses dois itens vão se transformar em tecido e permitir-lhe elaborar uma atadura extra, mas que também irá garantir que você possa rapidamente saquear um capacete quando o jogo começa. Se você está usando um chapéu e você encontrar um capacete, você terá que abrir o seu inventário e descartar o chapéu. Se você fizer as coisas à nossa maneira, a falta de chapelaria em seu personagem significa que você pode pegar o capacete e ir, tudo sem ter de abrir o menu do jogo.

Como jogar

Encontrar uma arma deve ser sua primeira prioridade depois de descer — lembre-se, com 99 outros jogadores na partida, tem sempre alguém por perto.

No começo, sua capacidade de carregar itens é limitada, por isso, busque encontrar alguma bolsa.

Preste atenção nos aviões acima — os carregamentos militares que eles deixam cair pelo mapa são uma forma eficiente de conseguir equipamentos e armas mais poderosas.

Use o mini-mapa e a bússola para localizar um veículo — o mapa é realmente grande e para escapar do gás e se movimentar mais rapidamente, você precisa de um veículo.

Se não consegue achar um oponente, entre em um carro policial, aperte o botão direito do D-pad para ligar a sirene e vá até o próximo carregamento.

Ao abrir um carregamento lance uma granada de fumaça para criar uma ‘nuvem’ de cobertura. Molotovs são uns itens essenciais para sobrevivência. Quando usados de forma estratégica, eles podem forçar oponentes a sair de coberturas, facilitando o abate.

Pode ser tentador correr pelo alto das colinas, para que você tenha uma vista privilegiada da área, mas isso significa que todos podem te ver também!

Mova-se de forma que sua cabeça fique abaixo da linha da montanha — você ainda verá muito, mas evitará que os outros te vejam.

Lembre-se de melhorar sua armadura — capacetes padrão e armaduras improvisadas podem ser encontrados por todo mapa, mas capacetes táticos e armaduras laminadas só podem ser encontrados em carregamentos e caixas militares.

Outros tipos de jogo:

H1Z1 Battle Royale também tem outros tipos de jogo, mas que não são tão explorados neste início.

Duos: para convidar um amigo e jogar em duplas;

Fives: para jogar com equipes de até cinco participantes;

Treino de combate: para testar suas habilidades antes de entrar nas partidas, sem compromisso com perder o embate;

O gás

O gás é como o jogo limita o tamanho do mapa. Em H1Z1 Battle Royale, ele se espalha de maneira bem mais rápida, então tente se manter sempre dentro da área verde, sem fugir dela, para não morrer – o dano é alto.

Comandos básicos

H1Z1 Battle Royale se parece com qualquer outro jogo de tiro e ação em terceira pessoa. Analógicos: movimento o personagem, X: pula, Bola: se abaixa, entre outros botões básicos. É possível correr ao clicar no analógico, mas é preciso segurar para continuar correndo. O botão Triângulo interage com objetos e faz com que você colete itens.

Onde aterrissar

Suas opções para o desembarque, uma vez que o jogo começa são limitadas. Se você for capaz de começar a passar pelos outros jogadores e achar um local tranquilo para encontrar uma arma, você terá uma chance maior de sobreviver nos primeiros cinco minutos. Se você conseguir sobreviver a esse frenesi inicial de tiroteios, você tem uma chance muito grande de chegar até o final da rodada.

Encontre um Veículo

Esta é talvez a coisa mais importante que você pode fazer nos primeiros momentos da rodada. Se você ver um veículo enquanto você está andando, vá para ele. Entre no carro. Você pode sempre encontrar um local para saquear nos próximos momentos, mas pelo menos ele vai estar em bom estado, e longe de outros jogadores.

Um veículo é outra boa maneira de sobreviver ao final da rodada. Como você vê, vencer em Battle Royale não é tanto sobre matar outros jogadores e sim sobre sobreviver até o fim. Com um veículo (de preferência não um ATV), você pode simplesmente dirigir longe de áreas com problemas e evitar outros jogadores completamente. Sério, encontre um local tranquilo em que você possa acampar, e, em seguida, sentar-se lá, movendo-se para a zona de segurança quando necessário. Se você puder obter esse veículo (e usá-lo de forma responsável), você vai estar no top 10 mais frequentemente do que você não está.

Armas

Nunca é demais ter um par de peças de AR-15 em Battle Royale.

Se você puder, carregue seus três slots de armas com AR-15 e AK-47. Seja qual for a combinação dos dois você pode trabalhar fora. Se isso é três AR-15 … bem. Se isso é dois AR-15 e um AK-47 … ótimo. A idéia aqui é que você pode trocar de armas mais rápido do que você pode recarregar um. Se você está em uma batalha e usando o seu primeiro AR-15, o segundo você ficar sem munição você pode alternar para a próxima com um rápido giro da roda do mouse. Isso faz com que você volta para a luta (a parte de tiro) mais rápido do que seu oponente. Isto, naturalmente, depende inteiramente da sua sorte quando se trata de o saque que você encontrar.

Velas de ignição

Para a nossa dica final, nós estamos circulando de volta ao redor para veículos, mas mais especificamente, sparkplugs. Veículos exigem três coisas para ser executado – Bio combustível, baterias e Velas de ignição. Ok, veículos H1Z1 exigem essas coisas, ao passo que os veículos reais são um pouco mais complexos.

Todos os veículos que você encontra em Battle Royale terá tudo o que precisa para ser executado. Quando você encontrar um, sair das áreas de alto tráfego e em algum lugar remoto. Se você encontrar um segundo veículo, roubar as velas de ignição fora dele, impedindo que outros jogadores de encontrar um passeio. Quanto mais as pessoas que têm de andar em qualquer lugar que vá, o mais provável que eles estão a ser pego no gás tóxico, ou eliminados por um outro jogador em pé. Vida em veículos é mais seguro, por isso verifique se você está em um, e que o seu adversário não é.

Pegue todo tipo de item

Em H1Z1 Battle Royale, pegar itens é fundamental, já que eles te dão mais armadura, munição, vida e outros benefícios dentro das partidas. Colete tudo que ver pela frente. Se ficar sem espaço, o jogo te avisará.

Atirando

Para atirar em H1Z1 Battle Royale, basta pressionar o botão R2. Para mirar, em primeira pessoa, pressione e segure o botão L2. Há somente a opção de mira em primeira pessoa, por enquanto, o que diferencia H1Z1 Battle Royale de outros jogos do gênero.

H1Z1 conta com uma boa variedade de armas, que vão de pistolas e e submetralhadoras até rifles e escopetas. Cada uma delas tem suas próprias características, e se encaixa melhor em um tipo de situação. Experimente todos os modelos que puder para saber como elas se comportam no combate, seja ele de longa distância ou mais próximo.

Morreu? Não se preocupe!

Como em todo Battle Royale, em H1Z1 Battle Royale você também finaliza sua partida quando morre, ou quando vence. Se perder, não se preocupe, você sempre será recompensado pela sua performance e por ter sobrevivido uma determinada quantidade de tempo.

Use a área de treinamento

Uma das funções mais legais de H1Z1 Battle Royale é o Treino de Combate, onde os jogadores podem enfrentar outros usuários em uma arena. Essa é uma boa opção para treinar a sua mira e se adaptar aos comandos e estilo de jogo do H1Z1. Não deixe de investir algum tempo nesse modo antes de se aventurar nas partidas completas.

Ajuste sua sensibilidade

A sensibilidade dos controles é uma configuração bastante pessoal, que pode influenciar muito no desempenho dos jogadores em jogos de tiro. Em H1Z1 a história não é diferente, especialmente com a alternância entre visões em terceira e primeira pessoa. Visite o menu de configurações do game e ajuste as diferentes opções para extrair o melhor do seu controle.

Posicione bem no mapa

Posicionamento é parte essecial da estratégia daqueles que desejam vencer em jogos Battle Royale. É importante acompanhar a movimentação do mapa com atenção, sempre buscando locais seguros para não se tornar um alvo fácil. Se manter nas bordas do círculo também ajuda, já que assim você raramente será atingido pelas costas.

Fique de olho em caixas militares e airdrops

H1Z1 Battle Royale tem itens em abundância pelo mapa, e o mesmo se aplica a caixas e airdrops, que aparecem constantemente, e podem render armas e equipamentos de excelente qualidade. Não tenha medo de se dirigir até esses itens para turbinar o seu personagem.

Referências:

Meu PS4, Game detonado, techman, techtudo, wikipedia.

Call of Duty

Call of Duty (frequentemente abreviado como CoD) é uma série de videojogos na primeira pessoa. A série começou no PC, mais tarde expandindo-se para os vários tipos de consoles. Também foram lançados vários jogos spin-off. Os primeiros títulos têm como cenário a Segunda Guerra Mundial, incluindo Call of Duty, Call of Duty 2 e Call of Duty 3. Começando em Call of Duty 4: Modern Warfare, que se desenrola nos tempos modernos, a série retirou o seu foco da Segunda Guerra Mundial. Modern Warfare (2007) foi seguido por Call of Duty: World at War e Call of Duty: Modern Warfare 2. Black Ops (2010) decorre na Guerra Fria, enquanto que Modern Warfare 3 (2011) acontece num futuro próximo. Black Ops II (2012) decorre essencialmente no ano 2025. Call of Duty: Ghosts foi lançado em 2013. Em Maio de 2014 foi anunciado Advanced Warfare e lançado em Novembro desse ano. Em Abril de 2015, a Treyarch revelou Black Ops III, lançado em Novembro de 2015. Em Novembro de 2016 lançou Call of Duty: Infinite Warfare. Em Novembro de 2017 lançou Call of Duty: World War II, que marca o retorno da série para temática da Segunda Guerra Mundial. Em Março de 2018, a Treyarch anunciou Call of Duty: Black Ops III, que foi lançado em 12 de Outubro de 2018.

Os jogos Call of Duty são publicados e propriedade da Activision. Enquanto que o estúdio Infinity Ward ainda é o principal produtor, a Treyarch também já produziu alguns títulos onde a história está interligada entre eles. Alguns jogos já foram produzidos pela Gray Matter Interactive, Nokia, Exakt Entertainment, Spark Unlimited, Amaze Entertainment, n-Space, Aspyr, Rebellion Developments, Ideaworks Game Studio, Sledgehammer Games e nStigate Games. Os jogos usam vários motores incluindo id Tech 3, o Treyarch NGL e o IW 5.0.

Em janeiro de 2016, já tinham sido vendidas mais de 250 milhões de cópias de jogos Call of Duty. Em particular, Call of Duty: Black Ops é o jogo mais vendido da série, com um total de 30.5 milhões de cópias vendidas. De acordo com a Activision, as vendas dos jogos Call of Duty já ultrapassaram os US$15 bilhões.

Elementos

Temática

Os primeiros jogos dessa série, desde o original Call of Duty até Call of Duty 3, estão ambientados na Segunda Guerra Mundial e são baseados em fatos históricos, alguns muito conhecidos como a Batalha da Normandia ou a defesa do território russo por parte do Exército Vermelho, recriando as batalhas mais importantes, levando o jogador a uma série de cenários na Europa e no norte da África, e sempre na pele de um inglês, americano ou soviético, ou em algumas vezes, francês ou canadense. O quinto jogo, Call of Duty: World at War, volta ao cenário da Segunda Guerra Mundial. As principais características do jogo são estar focado principalmente nos conflitos que ocorreram no Pacífico (que só haviam sido representados em Medal of Honor: Pacific Assault e Medal of Honor: Rising Sun) e o realismo implementado nas batalhas, que acrescenta a jogabilidade clássica da série, com mais sangue nos impactos de bala, amputações, incinerações, e em geral uma temática mais crua e realista da Guerra.

Call of Duty: Black Ops representa, pela primeira vez na série, a Guerra Fria sendo uma sequência direta de Call of Duty: World at War ao mostrar personagens já conhecidos, entre eles, Dimitri Petrenko e Viktor Reznov, este último, tendo um papel significativo no jogo por ser um dos personagens principais.

Dois jogos da série principal saem das guerras histórias baseadas em fatos reais e criam guerras modernas fictícias que tentam refletir o caráter dos conflitos modernos. A mudança radical ocorre no quarto título da série principal, Call of Duty 4: Modern Warfare, que tem como cenários a Europa Oriental e o Oriente Médio onde o jogador encarna membros do Serviço Aéreo Especial britânico (SAS) e do Corpo de Fuzileiros Navaisamericanos. Nesses cenários o jogador enfrentará grupos terroristas russos. Call of Duty: Modern Warfare 2 segue os acontecimentos de seu antecessor, seguindo os cenários na Europa Oriental, e segue com ex-membros do Serviço Aéreo Especial britânico, que passam a ser chamados de “Task Force 141”.

Série principal

Jogos da “Segunda Guerra Mundial”

Call of Duty

Call of Duty é um videojogo baseado no motor Quake III Arena engine (id Tech 3), lançado em Outubro de 2003 exclusivamente para PC, marcando a criação da franquia. Foi produzido pela Infinity Ward e publicado pela Activision. O jogo simula a infantaria e as forças combinadas da Segunda Guerra Mundial.

Call of Duty 2

CoD 2 é a sequência do aclamado Call of Duty. Foi produzido pela Infinity Ward e publicado pela Activision. A ação também decorre na Segunda Guerra Mundial através da perspectiva de vários exércitos. Foi lançado em Outubro de 2005 para PC, em Novembro de 2005 para Xbox 360, em Junho de 2006 para Mac OS X. Foram feitas outras versões móveis.

Call of Duty 3

CoD 3 é o terceiro jogo da série Call of Duty. Lançado em Novembro de 2006, o jogo foi produzido pela Treyarch, o primeiro Call of Duty que não teve produção da Infinity Ward. Foi também o primeiro a não ser lançado para PC.

Call of Duty: World at War

CoD: World at War foi produzido pela Treyarch e serve com prólogo para Black Ops. World at Warregressa ao cenário histórico da Segunda Guerra Mundial. Em Junho de 2009, Call of Duty: World at War já tinha vendido mais de 11 milhões de cópias.

Call of Duty: WWII

CoD: WWII é o décimo quarto título principal da franquia, trouxe de volta a temática da segunda guerra mundial. Produzido pela Sledgehammer Games e lançado dia 3 de novembro de 2017.

História de “Modern Warfare”

Call of Duty 4: Modern Warfare

CoD 4: Modern Warfare é o quarto jogo da série principal, produzido pela Infinity Ward. Foi o primeiro jogo da série que não tem como cenário a Segunda Guerra Mundial, mas sim os tempos modernos. Em Maio de 2009, Call of Duty 4: Modern Warfare já tinha vendido mais de 13 milhões de cópias.

Call of Duty : Modern Warfare 2

Call of Duty: Modern Warfare 2 é o sexto jogo principal da série. Foi produzido pela Infinity Ward e publicado pela Activision.

Call of Duty : Modern Warfare 3

CoD: Modern Warfare 3 foi desenvolvido pela Infinity Ward e pela Sledgehammer Games com a assistência da Raven Software. É o sétimo jogo da série Call of Duty e o terceiro da saga Modern Warfare sendo uma sequela direta de Modern Warfare 2. A Sledgehammer Games, apontou para um jogo “livre de erros” (“bug free” em inglês) pela primeira vez na série, estabelecendo assim uma meta para as pontuações de crítica do site Metacritic acima de 95%. É também o primeiro jogo da série a ter suporte para jogadores daltónicos.

História de “Black Ops”

Call of Duty: Black Ops

CoD: Black Ops produzido pela Treyarch e publicado pela Activision em 2010. O sétimo titulo Call of Duty, e o terceiro da série criada pela Treyarch, Black Ops é o primeiro jogo da série que decorre na Guerra Fria e em parte durante a Guerra do Vietname.

Call of Duty: Black Ops II

CoD: Black Ops II foi anunciado oficialmente a 1 de Maio de 2012. Black Ops II é o primeiro Call of Duty que tem como cenário um ambiente de ficção cientifica com armas futuristas.

Call of Duty: Black Ops III

CoD: Black Ops III é um videojogo de 2015 do género first-person shooter, produzido pela Treyarch e publicado pela Activision. É o décimo segundo jogo principal da série Call of Duty e o terceiro do arco de história Black Ops. A 9 de Abril de 2015 a Activision lançou a campanha #backinblack, revelando mais tarde em várias plataformas oficiais que um novo Black Ops estava em produção. Black Ops III foi então formalmente mostrado a 26 de Abril de 2015 com data de lançamento prevista para 6 de Novembro de 2015 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

De acordo com a descrição, Call of Duty: Black Ops III “atira os jogadores para um futuro negro e distorcido em que uma nova raça de soldados Black Ops emerge”. O jogo terá o regresso do modo ‘Zombies’.

Call of Duty: Black Ops IV

CoD: Black Ops IIII foi anunciado no dia 17 de Maio de 2018, não atendendo a expectativa dos fans que rondava uma contextualização histórica de um presente ou passado, esse titulo esta localizado alguns anos antes dos acontecimentos de seu antecessor (Black ops III). Esse é o primeiro da franquia a não possuir modo história, entretanto apresenta seu modo análogo ao Battle Royale chamado de Blackout.

Esse game inicialmente possui 3 mapas de zombies, IX, Voyage of Despair e Blood of the Dead, (esse que é um remaster da Mob of the dead, mas conta com uma história diferente). Por se passar em um universo paralelo, o lore desse modo conta com personagens diferentes dos clássicos.

Outras histórias

Call of Duty: Ghosts

CoD: Ghosts é o décimo jogo da série, produzido pela Infinity Ward. Foi lançado em novembro de 2013.

Call of Duty: Advanced Warfare

CoD: Advanced Warfare é um videojogo do género tiro em primeira pessoa (first-person shooter) produzido pela Sledgehammer Games e publicado pela Activision (Square Enix no Japão). É o décimo primeiro jogo principal da série Call of Duty e o primeiro a ser produzido principalmente pela Sledgehammer Games. Foi lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4, Xbox One, Xbox 360 e PlayStation 3 no dia 4 de Novembro de 2014. Tal como Black Ops II e Black Ops III, Advanced Warfare tem um cenário e armas futuristas e apresenta o actor Kevin Spacey com o antagonista do jogo.

Call of Duty: Infinite Warfare

CoD: Infinite Warfare é o décimo terceiro título série desenvolvido pela Infinity Ward, e publicado pela Activision. O jogo foi lançado em 4 de novembro de 2016.

CALL OF DUTY: BLACK OPS 4

Game abdica de Modo Campanha para oferecer uma experiência maior em seus modos multiplayers

Era uma vez o Modo Campanha…

Depois de muitas reclamações por conta de enredo e tempo de duração, Black Ops 4 chega pela primeira vez sem um Modo Campanha. Coube a Treyarch oferecer um vasto material multiplayer para compensar o preço do seu game – que continua o mesmo de um lançamento normal. Esse “vazio” é compensado pela quantidade de opções que as partidas multijogador trazem. Desde os modos mais antigos, até os mais recentes Zumbis e Blackout.

Novos e tradicionais modos 

O novo Black Ops 4 mescla modos populares na franquia com outros que prometem muito, principalmente no que diz respeito ao cenário competitivo. São eles:

Assalto – Um nov Modo no melhor estilo Counter Strike. Nele, cada equipe começa com uma limitada quantia em dinheiro, onde precisa vencer partidas e evitar o abate para acumular mas grana e melhorar seu armamento. O intuito da partida é extrair uma mala de dinheiro primeiro do que o time adversário, ou eliminar todos os seus adversários na partida.

Controle – O modo alterna as equipes entre atacar e defender uma determinada área. Ele funciona de uma forma bem parecida com o popular modo do game Overwatch que possui o mesmo objetivo.

MME Caos – Sem dúvida o modo mais famoso da franquia, MME Caos traz um mata mata em equipe de seis jogadores contra seis da outra equipe. Vence o time que obter o máximo número de abates dentro de um determinado tempo. 

Contra Todos – Outro popular modo que colocar de 6 a 8 todos contra todos. O seu objetivo é sobreviver o máximo de tempo possível eliminando todos os jogadores que cruzarem o seu caminho. 

Captura – Mais um popular modo que marcar presença em Black Ops 4. Seu objetivo é capturar a bandeira do time adversário ao mesmo tempo em que protege a sua. 

De todos eles, gostei demais de como Assalto é representado. É de longo o mais popular e disputado. Modos como Controle levam um certo tempo até que jogadores preencham todas as equipes, o que não acontece em Assalto, mostrando mais uma vez a popularidade que ele ganhou. 

Blackout é o Battle Royale que esbanja qualidade

Uma das novidades mais aguardadas de Call of Duty: Black Ops 4 é o seu modo Battle Royale. Chamado de Blackout, ele coloca até 100 jogadores em um mapa onde todos lutam contra todos, com a possibilidade de ser disputado de forma solitária, em dupla ou em quartetos. 

E, para se destacar em um gênero no qual PUBG e Fortnite reinam absolutos, Black Ops 4 apostou no que faz de melhor: sua jogabilidade. Não há como negar a similaridade com os concorrentes, entretanto, quando o game começa para valer, é impossível não notar o quanto o game da Activision roda melhor e de uma forma mais natural.

Para começar, o modo roda a lisos 60 quadros por segundos até mesmo nos consoles (PS4 e Xbox One). A parte visual também não deixa a desejar, já que mesmo com um mapa enorme e repleto de detalhes, não há elementos sem detalhamentos ou estruturas simples. Ou seja, o mesmo visual de outros modos, como o antigo Campanha e os Multiplayers, se mantém inalterado em Blackout. 

O que também diferencia o modo é a forma com que o jogo força as partidas a terminarem de uma forma mais rápida. A começar pelo recolhimento de itens e armamentos, que achei muito mais simples do que em PUBG, por exemplo. Praticamente todos os lugares do mapa me ofereceram um equipamento justo para iniciar o combate franco. Claro que, quanto mais eu vasculhei, melhores opções encontrei.  A velocidade com que o círculo de proteção se movimenta também é mais rápida. Me arrisco a dizer que o tempo de uma partida de Blackout é metade do que uma de PUBG. 

E para completar, a facilidade de encontrar veículos para uma locomoção mais rápida ajuda muito a iniciar o combate. Há carros, lanchas e até helicópteros que ajudam a atingir áreas mais distantes em tempos menores, porém, há sempre o fator exposição jogando contra. Em outras palavras, usar um desses meios de transporte faz com que outros jogadores descubram você mais facilmente no jogo. Entretanto, cabe a cada um decidir qual a melhor estratégia. 

Acredito que não levará muito tempo para que Blackout seja uma referência no gênero. Talvez ainda demore um pouco por conta do seu preço, já que não é possível adquirir somente o modo separado. 

Zumbis no Titanic, em Alcatraz e Arenas de Gladiadores

Black Ops 4 também é a confirmação de que o seu Modo Zumbi deixou de ser apenas um complemento e tornou-se um item obrigatório na franquia. Dessa vez, há quatro tipos de cenários para encarar as criaturas do inferno, como Cruzeiro do Desespero, que leva os jogadores para um confronto dentro do Titanic em naufrágio. 

Por mais que seja um tanto absurdo ter que encarar os mortos vivos dentro da famosa embarcação, o enredo cai como uma luva para o modo. A começar pelo trajeto dentro do navio que ficou imortalizado nos cinemas. Há desde a parte externa onde o iceberg atinge em cheio o casco, até os corredores e a famosa escada onde muitos dos eventos o longo se passam por lá. Para completar, os monstros também trazem uma caracterização inspirada na obra de James Cameron, com vestimentas de funcionários e tripulantes. Confesso que procurei Jack e Rose, mas já deveriam estar à deriva no mar. 

Com o game rolando, a dificuldade do modo é bem mais amena do que em outras versões. Há quatro níveis de configuração, cujo mais alta é impiedoso ao ponto do jogador não durar mais que cinco rodadas. A inclusão dos frascos e habilidades acaba criando uma cara nova ao modo, fazendo com que ele seja mais tático do que o convencional, fazendo com que haja uma conversa antes da partida para organizar quem usará o que. 

A grande novidade fica por conta da configuração de pilastras de habilidades. Você vai se deparar com quatro delas ao longo do cenário, e cada uma contará com um tipo de vantagem na qual você mesmo escolhe ao longo do jogo. Logo depois de uma série de partidas no Titanic, comecei a recordar mais facilmente da localização de cada um, o que me facilitou na hora de escolher qual habilidade pôr no pilar mais fácil de ser encontrado. 

Além de Cruzeiro do Desespero, você também pode conferir os capítulos IX, que leva os jogadores a uma espécie de Arena de Gladiadores, e o Sangue dos Mortos, onde é preciso encarar a prisão de Alcatraz repleta de criaturas. Apesar do primeiro ser o mais divertido de todos, é interessante adentrar a famosa prisão, entretanto, achei o mapa um pouco confuso e sem grandes áreas de escapes. 

Vale ressaltar que é possível jogar cada um desses modos de uma forma solitária com ou sem bots. Eles também funcionam de forma offline, o que também ajuda aqueles que buscam diversão sem a necessidade de estarem conectados. 

Visual continua sendo um show à parte

A parte visual de Call of Duty: Black Ops 4 mantém o padrão de qualidade da série. Praticamente todos os seus cenários, independente do modo, trazem um nível de detalhamento que me agradou demais. E o melhor, mesmo diante de tantas informações, o jogo não perde em nenhum momento a sua velocidade e deixa de rodar a 60 fps. 

A personalização do seu armamento também é muito bem representada. Agora você pode criar uma identidade única para suas pistolas, metralhadoras, etc, dando uma composição de cores e símbolos únicas. Essa possibilidade traz um elemento a mais, permitindo até mesmo que você inventasse uma marca de um clã para ser usadas nas partidas multiplayers. 

E por fim, as animações antes de alguns modos, como o Zumbis, também agrada bastante. É divertido ver os acontecimentos que antecedem a presença das criaturas no Titanic, ou a movimentação dos monstros prestes a adentrarem a arena de combate no melhor estilo Gladiador. 

Conclusão

Call of Duty: Black Ops 4 chega como um dos melhores jogos multiplayers da atualidade. Apesar de não contar com um Modo Campanha e trazer uma limitação para jogadores que preferem partidas offline, a inclusão de novos modos, de um Battle Royale viciante, e um modo Zumbi ainda mais divertido, justifica a aquisição do título. 

Referências:

Wikipedia, techtudo.