Chrono Trigger

Desenvolvido e publicado pela Square Co., Chrono Trigger é um jogo de RPG eletrônico lançado para SNES em 1995. O jogo foi revolucionário para a época e assim, é considerado até hoje um dos melhores jogos já feitos no mundo dos games.

Personagens e enredo

Os sete personagens controláveis de Chrono Trigger vêm de diversas eras. Chrono Trigger começa em 1000 AD com Crono, Marle e Lucca.

  • Crono – O protagonista, silencioso e destemido. Nas batalhas, usa uma Katana.
  • Marle – (princesa Nadia) – Vive no castelo de Guardia. Possui uma vida confortável, contudo prefere esconder sua identidade real.
  • Lucca – Amiga de Crono. Ela é um gênio da mecânica

Na era de 2300 AD se encontra Robo, um robô com personalidade quase humana, criado para ajudar a sociedade. A confiante Ayla vive em 65.000.000 BC. Dotada de incomparável força física, Ayla é a líder de sua tribo e os guia em uma guerra contra uma espécie de répteis humanoides.

O dois personagens restante são:

  • Frog – Foi um escudeiro chamado Glenn, até ser transformado em um Sapo antropomórfico por Magus, além de ter seu amigo Cyrus morto por ele.
  • Magus – Um poderoso e misterioso feiticeiro com sede de vingança.

Um poucos mais da história

Frog dedica sua vida à proteção da rainha Leene, mas também deseja vingar Cyrus. Enquanto isso, Guardia em 600 AD se encontra em guerra com uma raça de demônios e animais inteligentes sob a liderança de Magus, um poderoso feiticeiro. O passado de Magus é coberto por mistérios: ele outrora era conhecido como Janus, o jovem príncipe do reino de Zeal, destruído por Lavos em 12000 BC. Tal acontecimento o mandou para outra era, onde ele arquiteta um plano de vingança contra Lavos e por fim, tenta descobrir o destino de sua irmã, Schala. Lavos, que desperta e devasta o mundo em 1999 AD, é um parasita extraterrestre que se alimenta do DNA do planeta.

Jogabilidade

A jogabilidade de Chrono Trigger é a padrão de RPG, contudo, com algumas inovações. O jogador controla Crono e seus companheiros por um mundo com diversas florestas, cidades e cavernas. A visão do mundo, é vista pelo jogador é numa perspectiva aérea. Áreas como florestas, cidades e palácios são retratadas em mapas mais realistas, em que os jogadores podem conversar com habitantes para procurar itens ou serviços, resolver desafios ou enfrentar inimigos. O que difere Chrono Trigger dos jogos tradicionais do estilo, é o fato de ter inimigos visíveis no mapa, sendo assim, evitando encontros aleatórios. Batalhas também acontecem diretamente no mapa, ao invés de abrir um tela especial para batalha.

Mecanismo de batalha

Durante a batalha, jogadores e inimigos podem desferir golpes físicos ou mágicos no adversário. Itens de cura e/ou proteção, podem ser utilizados pelo jogador. Cada personagem, bem como inimigos possuem um número de pontos de vida, que abaixam quando sofrem ataques, contudo, magias específicas e itens, podem fazer com que aumentem novamente. Quando um personagem que é controlado pelo jogador, perde seus pontos de vida, ele desmaia, então o jogador controlará outro. Se todos forem derrotados o jogo acaba e você voltará desde onde salvou o game, salvo exceção de batalhas específicas que permitem ou forçam a derrota do jogador. Entre as batalhas, o jogador pode equipar seus personagens com armas, armadura, elmo e acessórios com efeitos diversos, e vários itens podem ser usados dentro e fora das batalhas. Itens e equipamentos podem ser comprados em lojas ou encontrados em baús de tesouro.

Sequências

Ao contrário do que muitos pensam, Chrono Trigger não é o único jogo da série. Ele possui duas sequências lançadas pela Square, contudo, não tiveram o mesmo sucesso.

Chrono Cross

O jogo contava com outros protagonistas, mas mantinha o elemento de viagem no espaço-tempo, a característica mais marcante de Chrono Trigger. Foi lançado em 1999 para PlayStation 1.

Radical Dreamers

Foi lançado em 1996, apenas um ano depois do lançamento original de CT. Lançado via internet e apenas no Japão, o game era uma aventura em texto que contava mais da história de personagens secundários e outros que viriam a aparecer em Chrono Cross, anos mais tarde.

Multiplos finais

Um dos primeiros jogos do SNES a ter múltiplos finais. Aos todo são 13, que variam de acordo com o que foi feito ao longo do jogo. Chrono Trigger apresentava finais dramáticos, felizes e até inusitados, um dos finais diferenciados é o que mostrava os produtores do game.

Curiosidades

  • Os três sábios na história do jogo; Melchior, Gaspar e Belthasar é uma referência aos nomes dos três reis magos que visitaram o recém-nascido Jesus Cristo.
  • Outra referência está nos generais do personagem Magus. Eles foram inspirados nos integrantes das bandas; Black Sabbath, Red Hot Chilli Peppers e Guns N’ Roses, sendo, Ozzy, Flea e Slash, respectivamente.

The Dream Team

O jogo foi desenvolvido por uma equipe que foi apelidada de Equipe dos Sonhos (The Dream Team): Hironobu Sakaguchi (produtor da série Final Fantasy), Yuji Horii (diretor da série de jogos Dragon Quest), Akira Toriyama (criador de mangás famosos, como Dragon Ball e Dr. Slump), o produtor Kazuhiko Aoki e Nobuo Uematsu (músico de Final Fantasy).

Recepção

No geral, os críticos elogiaram Chrono Trigger por sua história, gráficos, trilha sonora inigualável, jogabilidade simples, porém inovadora, e o valor de replay elevado proporcionada por vários finais. O jogo foi um dos mais vendidos no Japão, vendendo mais de 2,36 milhões de cópias no Japão e 290.000 no exterior. O jogo terminou 1995 como o terceiro jogo mais vendido do ano. Chrono Trigger é querido pelos apaixonados por games e é frequentemente listado entre os maiores jogos de videogame de todos os tempos.

O que você acha desse clássico atemporal? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Tech Tudo.

Street Fighter II: The World Warrior

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Street Fighter II: The World Warrior é um jogo de luta, originalmente lançado para Arcade em 1991. Posteriormente, em 1992, o jogo foi lançado também para o SNES. O título é o segundo da série e a sequência direta do Street Fighter lançado em 1987.

Enredo

O líder da organização terrorista Shadaloo, conhecido como M. Bison, organiza um torneio de artes marciais e assim, reunir os melhores lutadores do mundo. O que ninguém sabia, é que esse torneio era apenas um fachada. Na verdade, seu plano era capturar os melhores lutadores, para fazer uma lavagem cerebral nos mesmos, para que eles fizessem parte da sua organização do mal e continuar com seu plano de poder.

Jogabilidade

Street Fighter II: The World Warrior, pode ser jogado por um ou dois players. Quando for somente um jogador, você joga o modo história do jogo, ou seja, lutará contra os oponentes controlados pela máquina, seu objetivo é zerar o jogo. No caso do multi-jogador, dois players poderão escolher aleatoriamente um lutador, bem como o cenário da luta.

A luta

O jogador enfrenta o oponente em lutas um contra um em uma série melhor de três. O objetivo do jogador é zerar a vida do oponente aplicando-lhe golpes e especiais, antes do tempo terminar. Se um lutador zerar a energia do oponente sem receber nenhum dano, como resultado ele ganha a luta do modo “Perfect”. Se a energia dos dois zerar ao mesmo tempo, acontece o “Double K.O”.

Ataques e Especiais

O jogo possui configuração de um joystick com 8 direções e 6 botões de ataque. O joystick serve para pular, agachar, se aproximar ou se afastar do adversário. No caso dos botões três são destinados para soco (leve, médio e forte) e da mesma forma, três para chutes. O jogador pode fazer uma série de movimentos básicos em qualquer posição, incluindo ataques de agarrar/atirar, além disso, o jogador também pode criar movimentos/ataques especiais fazendo uma combinação com a direção do joystick juntamente com os botões de ataque, cada personagem tem ataques e especiais exclusivos, com exceção de Ryu e Ken que possuem ataques e especiais idênticos.

Mini-jogos

Arcade GIF

No modo história, após três combates, o jogador participa de “Mini-jogo” para adicionar mais pontos. Os mini-jogos incluem, a destruição de um automóvel, um jogo de partir barris, onde estes são largados na direção do jogador a partir de uma plataforma rolante e por fim, a destruição de contentores inflamáveis, apinhados uns em cima dos outros. Os jogos bônus foram retirados da versão Arcade de Super Street Fighter II Turbo (apesar de estarem incluídos na versão para Game Boy Advance

Personagens

No Street Fighter II original, o jogador tem a opção de escolher oito personagens; a lista inclui Ryu e Ken (os protagonistas do jogo original), mais seis novos personagens de várias nacionalidades. O jogador luta contra sete dos personagens principais, e por fim, enfrentará os quatro adversários finais controlados pela máquina, conhecidos como os “Quatro Grandes Mestres”.

Lutadores jogáveis

  • Ryu, um karateka japonês, à procura de se tornar o “verdadeiro guerreiro”. Ryu já tinha ganho o primeiro torneio mundial, ao derrotar Sagat.
  • Ken, companheiro de treino e rival de Ryu, dos Estados Unidos. Ken entra no torneio encorajado por Ryu.
  • Chun-Li, uma lutadora de artes marciais chinesa (Kung Fu), que trabalha como oficial da Interpol, à procura de vingar a morte do seu pai.
  • Guile, um ex-militar das Força Aérea dos Estados Unidos, que quer derrotar o homem que matou o seu melhor amigo. Luta usando uma combinação de diferentes artes marciais, com destaque para movimentos de wrestling.
  • Blanka, um homem-besta do Brasil, criado na selva. Luta com um estilo de luta auto-didata baseado em movimentos ferais e tem o poder de criar descargas elétricas. Em jogos posteriores alguns movimentos da capoeira (como as rasteiras e chutes acrobáticos) e golpes de contato\agarrão de estilos indígenas (Huka-Huka; Luta Marajoara; Idjassú) seriam incorporados ao seu arsenal.
  • Dhalsim, um mestre de ioga, da Índia. Pacifista, apenas entrou no torneio para ganhar dinheiro para a sua aldeia pobre.
  • Zangief, um lutador de sambo da União Soviética. Entrou no torneio apenas para representar o seu pais.
  • E. Honda, um lutador de sumo do Japão. Participa no torneio para provar que o sumo é o melhor estilo de luta do mundo.

Chefões controlados pela máquina

  • Balrog (M. Bison na versão japonesa), um pugilista Afro-americano, desenhado com uma aparência similar a Mike Tyson.
  • Vega (Balrog na versão japonesa), um espanhol lutador de jaula, que usa um estilo único de ninjutsu.
  • Sagat, um mestre de Muay Thai e o chefe final do Street Fighter original, que ficou com uma enorme cicatriz no peito feita por Ryu na final do torneio anterior. Busca se vingar de Ryu.
  • M. Bison (Vega na versão japonesa), o oponente final do jogo e o líder da organização criminosa Shadaloo. M. Bison usa um poder misterioso conhecido como “Psycho Power”.

Curiosidades

  • Street Fighter 2 vendeu mais de 60 mil cabines de fliperama em todo mundo e como resultado, gerou uma receita que hoje iria equivaler a $1,19 bilhões de dólares.
  • O game chegou aos consoles caseiros com diferentes nomes e versões com mais personagens, sendo assim, considerando todas as versões o jogo foi lançado para: Super Nintendo, Mega Drive, PS3 e Xbox 360.
  • O jogo mudou a forma de como os campeonatos de videogame eram disputados, antes as competições eram feitas por pontos mas a partir de Street Fighter 2, os jogadores começaram a se enfrentar em torneios de um contra um.

Recepção e legado

Street Fighter II: The World Warrior é reconhecido como um dos maiores jogos eletrônicos de todos os tempos, e em particular o mais importante e influente jogo de luta já criado. Seu lançamento é visto como um momento revolucionário no seu gênero, e são creditados a ele a popularização do gênero de jogos de luta durante os anos 90, e também a inspiração de outros produtores para criarem suas próprias séries de jogos de luta. O jogo também iniciou um renascimento para a indústria de videojogos de Arcade, e teve impacto nos jogos de videogame competitivos e na cultura popular geral, como no cinema e na música.

O que você acha desse clássico das lutas? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Galáxia Nerd.

Gran Turismo 2

Desenvolvido pela Polyphony Digital e publicado pela Sony Computer Entertainment, Gran Turismo 2 é um jogo simulador de corrida. O título é o segundo da série Gran Turismo. Foi lançado em 1999 exclusivamente para o PlayStation.

Jogabilidade

Baseado nas famosas corridas de carros, o jogador tem como objetivo, dirigir um automóvel e assim, apostar corridas contra outros carros controlados pela máquina ou correr contra outro jogador no modo Two Players Battle. O jogo possui dois modos; o Arcade e o Simulation. No modo arcade, o jogador poderá escolher livremente as pistas e veículos, contudo, no modo simulation, o jogador precisará conseguir as carteiras de motorista, pagar pelos carros e conseguir troféus. Ao todo, são 650 automóveis e 27 pistas diferentes.

Arcade Mode

Escolhendo a opção Arcade, quatro opções serão apresentadas a você; Single Player, Two Players Battle, Bonus Items e Load Guest Garage.

  • Single Player – O jogador deverá escolher entre 3 modos de jogo; Road Race, Rally e Time Trial e também o nível de dificuldade, dessa forma, o jogador correrá contra outros carros controlados pela máquina.
  • Two Players Battle – Um jogador apostará corrida contra outro em pistas de corrida, podendo escolher entre Road Race ou Rally.
  • Bonus Items – Basicamente, esse menu serve para você acompanhar seu progresso no jogo, bem como, pistas e/ou carros liberados.
  • Load Guest Garage – Essa opção é usada para fazer a leitura da Garagem do jogador que está salva no memory card.

Simulation Mode

Escolhendo a opção Simulation (o modo carreira do jogo), ícones aparecerão para você, são eles; Home, License, Go Race, Car Wash, Machine Test, Wheel Shop, East City, West City, North City e South City

  • Home – Para você voltar a tela inicial
  • License – Aqui, o jogador consegue sua licença, que é preciso para determinado tipo de corrida.
  • Go Race – Essa opção, é onde o jogador encontra as corridas disponíveis no jogo, bem como, os carros prêmios.
  • Car Wash – Onde o jogador leva seu carro para uma lavagem, após algumas corridas.
  • Machine Test – nesse ícone, o jogador traz o seu carro para um dos três testes disponíveis “0-400”, “0-1000” e “Max Speed”.
  • Wheel Shop – Nesse ícone, o jogador encontra as fabricantes de aros esportivos no jogo.
  • East City, West City, North City e South City – Onde o jogador encontra as montadoras de veículos do jogo; EC (asiática), WC (italianas e francesas), NC (alemãs e britânicas) e por fim, SC (americanas)

GT League

Nessa opção, o jogador encontra as corridas nacionais divididas por países, bem como, suas montadoras, com restrições para carros que não fossem daquele país e que também não tinha o HP necessários para participar da corrida. Na segunda página, você encontra o campeonato de carros de marcas europeias e o campeonato de carros asiáticos e americanos. Por fim, na última página da GT League tem o campeonato mundial entre os países e montadoras do mundo.

Special Events

Es eventos especiais, são a parte mais numerosa de corridas dentro do jogo. Eles são separados em 4 páginas; Lineup 1, Lineup 2, Lineup 3 e Lineup 4. Em “LINEUP 1” estão campeonatos de entrada com alguns dos que haviam em Gran Turismo 1, como a “Sunday Cup” a “Clubman Cup”, “FF Challenge”, FR Challenge”, “Mid-Engine Challenge” e “4WD Challenge”.

Outros eventos

Super Touring Car Trophy, GT 300 Championship, GT 500 Championship; Estes campeonatos possuem 5 pistas cada, o prêmio é dado ao jogador que ficar em primeiro lugar nas 5 corridas. Como prêmio, o jogador receberá um carro aleatório. Em Rally events, o jogador só ganhará créditos, não possui premiação.

Recepção

Gran Turismo 2, foi bem recebido tanto publicamente quanto criticamente. Vendeu milhões e milhões de cópias pelo mundo todo e como resultado, se tornou um dos melhores jogos da Sony e também um dos mais queridos jogos de corrida para PlayStation.

O que você acha desse game fantástico? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Gran Turismo: América Latina.

Super Metroid

Super Metroid é um jogo de ação/aventura lançado para SNES em 1994. Foi desenvolvido pela Nintendo R&D1 e a Intelligent Systems. O título é o terceiro da série Metroid, e chegou revolucionando por ser o primeiro jogo 24 megabits no cartucho do Super Nintendo.

Enredo

A história se passa no planeta fictício Zebes. Samus Aran, uma caçadora de recompensas que foi contratada pela Federação Galática, para procurar no planeta um Metroid que foi roubado por Ridley, o líder dos Space Pirates. Seu objetivo é trazer o Metroid de volta e por fim, exterminar Ridley e todos os piratas espaciais.

Jogabilidade

Super Metroid é um jogo de plataforma 2D side-scrolling de ação-aventura que ocorre no planeta fictício Zebes, em um grande mundo aberto com áreas ligadas por portas e elevadores. No decorrer de cada fase, situações difíceis, inimigos, o chefão final e ainda mais a trilha sonora brilhante, tornam o jogo emocionante. A interface do jogo mostra a saúde de Samus, o modo de fornecimento de tanques de energia reserva, ícones que representam as armas, e por fim, um mapa que mostra sua localização e seus arredores. O jogo possui um tela de inventário, onde o jogador usa para ativar e desativar armas e habilidades, fazer combinação de armas, bem como repor saúde de Samus usando os tanques de saúde.

A protagonista e sua habilidades

Samus pode correr, saltar, agachar e disparar uma arma em oito direções; ela também pode realizar outras ações, como saltar em wall-jumping de uma parede à outra em rápida sucessão para chegar a áreas mais elevadas. A capacidade “Moon Walk” em homenagem ao movimento da dança popular de mesmo nome, permite que Samus ande para trás, enquanto dispara ou carrega sua arma.

Power-ups

Assim como grande parte dos jogos desse formato, no decorrer das fases, o jogador coleta power-ups que aumentam o poder de armaduras e armas de Samus, bem como, conceder-lhe habilidades especiais, permitindo que Samus possa acessar áreas que anteriormente eram inacessíveis.

Itens e suas descrições

  • Bombs: As bombas são armas utilizadas no modo Morph Ball, para destruir coisas no chão, assim como, em passagens estreitas. Elas também destroem inimigos.
  • Charge Beam: O Charge Beam permite que você carregue o seu tiro de canhão, deixando-o mais poderoso e assim, destruindo os inimigos com mais facilidade.
  • Energy Tank: Um Energy Tank adiciona 99 pontos à sua energia. Após a energia de um tanque acabar, outro tanque será usado. Existem 14 tanques ao todo.
  • Grappling Beam: Este item serve para Samus se dependurar em blocos especiais e atravessar salas com espinhos, bem como alcançar lugares inacessíveis normalmente.
  • Gravity Suit: A Grativy Suit permite que você desafie a gravidade e ande pela água sem ficar mais devagar, alem de deixar a defesa 50% melhor que a original e evitar danos ao entrar em contato com a lava.
  • Hi-Jump Boots: As Hi-Jump Boots permite que você pule muito mais alto, podendo então alcançar lugares inatingíveis anteriormente, quando o salto era menor.
  • Ice Beam: O Ice Beam adiciona um poder congelante aos seus tiros de canhão, congelando qualquer inimigo atingido por um desses.
  • Mísseis: Os Mísseis são de excelente utilidade para destruir os inimigos mais resistentes ao tiro de seu canhão, sendo assim, também é muito útil para abrir passagens nas paredes. Existem 46 cargas de Mísseis ao todo (cada carga contém 5 Mísseis, portanto 46 x 5 = 230).
  • Morphing Ball: A Morphing Ball é um dos item mais tradicionais da série Metroid. Ela faz com que Samus Aran se transforme numa pequena bola, permitindo que ela penetre nas passagens mais estreitas.
  • Plasma Beam: O Plasma Beam permite que o seu tiro de canhão atinja os inimigos e atravesse-o, até atingir os outros, parando apenas quando encontrar uma parede.
  • Power Bombs: As Power Bombs são bombas muito especiais com um alto poder de destruição. É muito útil para quando você quiser destruir muitos inimigos de uma vez só ou descobrir grandes passagens com apenas um disparo. Existem 10 cargas de Power Bombs ao todo (cada carga contém 5 Power Bombs, portanto 10 x 5 = 50).
  • Reserve Tank: Os Reserve Tanks são tanques reservas de energia, que são acionados quando todos os seus Energy Tanks acabam. Você pode escolher se eles são acionados automática ou manualmente. Existem 4 Reserve Tanks ao todo.
  • Screw Attack: O Screw Attack garante a você um escudo protetor que é capaz de destruir qualquer coisa, seja ele um inimigo ou uma parede ou plataforma mais fraca. Ele garante também imunidade a ataques dos inimigos enquanto você pula.
  • Space Jump Boots: O Space Jump Boots faz com que você pule no ar indefinidamente. Para tanto, pule uma vez e, quando começar a cair, pule novamente. Se fizer corretamente, poderá ficar assim o tempo que quiser.
  • Spazer Beam: O Spazer Beam faz com que o seu tiro de canhão fique mais largo, ou seja, permitindo atingir os inimigos e objetos com mais facilidade.
  • Speed Booster: O Speed Booster permite que você corra a uma velocidade surpreendente, assim, você é capaz de destruir os inimigos no seu caminho e algumas paredes, com o Super Jump.
  • Spring Ball: A Spring Ball pode se provar um item muito útil ao jogador. Ela permite que você pule enquanto está na transformado em Morph Ball, podendo então pular durante aqueles túneis estreitos.
  • Super Mísseis: Os Super Mísseis são uma versão muito mais poderosa dos tradicionais Mísseis. Um Super Míssil é equivalente a três Mísseis quando se fala em poder. Existem 10 cargas de Super Mísseis ao todo (cada carga contém 5 Super Mísseis, portanto 10 x 5 = 50).
  • Varia Suit: A Varia Suit protege Samus Aran de temperaturas extremas (tanto quente quanto frio). Além disso, garante uma defesa 25% melhor.
  • Wave Beam: O Wave Beam permite que os seus tiros de canhão atravessem as paredes, tornando mais fácil atingir inimigos que, anteriormente, estavam fora de alcance e atingir objetos com mais facilidade.
  • X-Ray Scope: O X-Ray Scope é capaz de ver através das paredes e revelar paredes falsas e revelar o que é preciso para destruí-las. Altamente necessário para se conseguir 100% dos itens.

Save

O sistema de salvar, presente no Metroid II, voltou em Super Metroid. O modo permite ao jogador, voltar em quaisquer parte do jogo em diversos pontos espalhados pelo planeta. É possível também, salvar o jogo entrando na nave espacial de Samus, ela também recarrega sua saúde e munição.

Recepção

Super Metroid foi bem recebido pela crítica, pontos positivos para seu uso de atmosfera, jogabilidade, áudio, elementos cinematográficos e gráficos. No seu ano de lançamento, a Electronic Gaming Monthly o concedeu como o melhor jogo de ação. O jogo é frequentemente citado em listas de melhores jogos de todos os tempos e com certeza é um jogo que merece todo o respeito e admiração no mundo dos games.

O que você acha desse clássico do SNES? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, GameFaqs, Giga Mundo Jogos.

Mega Man X

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Mega Man X é um jogo de ação do gênero plataforma, feito para SNES. Seu lançamento foi em 1993 no Japão, posteriormente, em 1994, chegou na Europa e América do Norte.

Enredo

Mega Man X se passa no século 22 em indeterminado ano, cerca de 100 anos após a série Mega Man original. X juntamente com seu amigo Zero, precisam acabar com os planos de Sigma, um líder Maverick poderoso que deseja trazer a extinção humana.

O protagonista

X (como é chamado por alguns) foi o primeiro dos reploids, que são robôs com capacidade de pensar e agir como bem entenderem. X foi criado por Dr. Light algum tempo antes de sua morte. Já que foi o primeiro Reploid, se sente culpado pelo problema com os mavericks, essa é sua razão de lutar. É preciso saber que, Mega Man X e o outro Mega Man, não são a mesma “pessoa”.

Outros personagens

  • Zero: todos pensam que Zero é um reploid, mas ele foi criado por Dr.Wily. Quem inventou os reploids foi Dr.Light. Seu passado é um pouco desconhecido, mas a história se esclarece mais na série Z.
  • Dr. Cain: é um cientista e arqueólogo que encontrou X enterrado numa capsula. É ele quem reativa X. Sua função no jogo é apenas guiar X e Zero ao caminho certo na luta contra o mal.
  • Sigma: é um reploid criado por Dr.Cain para liderar os Mavericks hunters. Porém, na sua luta contra Zero, ele quebrou o cristal de Zero (que continha um vírus criado por Dr.Wily para tornar Zero maligno, mas esse vírus acabou sendo transferido para Sigma, o tornando do mal).

Jogabilidade

Com exceção dos personagens, o jogo é bem similar aos outros da série, com pequenas diferenças, contudo, o estilo do jogo é o mesmo. O personagem deve escalar paredes, deslizar para baixo e melhorar armadura com as cápsulas encontradas nas fases.

Fases

O jogo possui 9 fases, sendo que, uma é introdutória. Vale a pena saber que, com exceção a fase de introdução, as outras fases são escolhidas pelo jogador e não seguem uma ordem certa, em outras palavras, você poderá escolher qual fase deseja passar conforme você ache mais fácil. Em cada fase você encontrará inimigos, bem como, situações difíceis de sair. Ao fim de cada fase, você deverá enfrentar um chefão, derrotando-o, você ganhará um novo poder.

Armadura

As armaduras são os principais upgrade do game, são extensões do próprio X. Cada parte se encaixa em uma área do corpo. Essas partes foram projetadas por Dr. Light muitos anos atrás e você as encontra nos estágios a medida que os passam, contudo, elas ficam escondidas, é preciso encontra-las. Existem 4 dessas partes: Cabeça, Corpo, Braços e Pernas.

Itens

No decorrer da fase, você encontrará itens, uns aparecem com mais frequência outros não. Algumas vezes você encontrá sem precisar derrotar ninguém, contudo, na maioria das vezes, você precisará derrotar algum alvo.

Os itens disponíveis no jogo são:

  • Life Energy: Restaura sua vida, quanto maior mais vida. Caso esteja totalmente curado a energia irá para algum Sub-Tank não cheio, caso não tenha nenhum o item não fará nada.
  • Weapon Energy: Responsável por recarregar os tiros especiais, mesmo que o jogador não tenha nenhum, esse item pode ser pego, contudo, não fará nada, se o jogador estiver com os tiros especiais cheios, ele também não fará nada.
  • 1-Up: Uma vida a mais.
  • Heat Tank: São extensões de sua vida, possui um em cada fase. Isso aumenta sua vida em duas barras. Esse item, na maioria das vezes, fica bem escondido.
  • Sub Tank: São cargas reservas de energia, ao todo existem 4 no jogo, você recarrega estando com a vida cheia e pegando qualquer item que regenera vida, o cura será repassada para o primeiro tanque não cheio e em lutas de chefes por exemplo você pode recorrer a cura armazenada nesses tanques para se recuperar. Eles também estão escondidos e ao contrário dos Heart Tanks você não tem como saber se a fase possui um destes ou não.

Recepção e conversões

Mega Man X foi recebido com críticas positivas para a sua jogabilidade, som e gráficos, se tornando um sucesso comercial no console SNES. O jogo recebeu conversão para MS-DOS em 1995, e um remake para PSP em 2005, intitulado Mega Man Maverick Hunter X. Também fora relançado na compilação Mega Man X Collection (2006), para PlayStation 2 e Nintendo GameCube, além de ter sido disponibilizado para download do Wii Virtual Console em 2011. Há ainda versões para telefones celulares e para os sistemas operacionais Android e iOS.

Deixe aí nos comentários, o que você acha desse game fantástico.

Referências:

Wikipedia, Eternal Players.

Destruction Derby

Desenvolvido pela Reflections Interactive e publicado pela Psygnosis, Destruction Derby é um jogo de combate veicular lançado para PlayStation em 1995. Posteriormente, o jogo foi lançado também para PC e para o Sega Saturn.

Jogabilidade

Destruction Derby é jogo corrida e combate baseado no evento esportivo americano de corrida de demolição. O objetivo do jogador no modo corrida é ganhar, no modo Destruction Derby é ser o único carro “vivo”.

Modos de jogo

O jogo possui 3 tipos de corridas, uma que funciona como uma corrida normal de carros, a outra é como se fosse uma grande arena de destruição e a última que é a mistura das duas anteriores.

Wreckin’ Racing

É um modo de jogo apresentado em todos os principais jogos da série. O objetivo deste tipo de evento é cruzar a linha de chegada, mas ao mesmo tempo, também destruir seus concorrentes por pontos. É um tipo único de corrida que foi inovado na série Destruction Derby.

Stock Car Racing

Esse modo, é o tradicional jogo de corrida. Uma corrida plana até o fim, sem pontos atribuídos por destruir outros pilotos. A pontuação são dadas a partir da posição de corrida do jogador.

Destruction Derby

Modo de jogo presente no Destruction Derby e no Destruction Derby 2 que serve como o principal evento do jogo. O objetivo é esmagar outros carros para ganhar pontos e permanecer vivo. Talvez o modo mais definidor da série DD.

Mecanismo de dano

Esse recurso que o jogo trouxe, foi bem inovador. O sistema, faz com que o carro funcione de acordo com seus danos recebido, tornando seu controle mais difícil. Por exemplo; se um carro tomou danos significativos do lado direito, o carro vai começar a “puxar” para o lado direito. Levar Danos pesados ​​em um lado da traseira do carro, reduzirão sua capacidade de acelerar e manter a velocidade. Danos severos nas costas de ambos farão com que o carro perca sua quase total da capacidade aceleradora e como resultado, o carro fica quase incapaz de se mover. Danos à frente eventualmente darão ao carro um radiador queimado. Se mais dano for recebido pela frente, eventualmente o motor será acionado e o carro não poderá se mover, ou seja, fará com que o jogador perca.

Race Points

Em todos os eventos, você terá um sistema de pontos, chamado Race Points . No modo Destruction Derby você ganhará pontos apenas com base na destruição de carros de outros jogadores. A Stock Car Racing apenas concede pontos baseado na sua posição na corrida. Wreckin ‘Racing é combinação das duas formas, contudo, com menos pontos por posições que o Stock Car. O número máximo de pontos disponíveis por corrida nos modos de destruição é 99, enquanto o Stock Car tem um máximo de 50, no caso do primeiro lugar.

Carros

O jogador poderá um dos 3 tios de carros, são eles; o Rookie (novato), Amateur (amador) e o Pro (pró). Eles têm nomes de dificuldades: o novato é um carro para iniciantes que é estável, contudo, é um tanto lento, o amador tem velocidade e manuseio muito melhores e o Pro é para jogadores experientes e pode ser considerado o ‘melhor’ carro ao se adaptar bem às suas capacidades de deslizamento de poder. Com exceção aos seus trabalhos de pintura e algumas diferenças de atribuições, a aparência dos 3 é a mesma.

Pilotos

Além do jogador principal, há outros 19 pilotos que competirão com você. Cada piloto tem habilidades diferentes , bem como, estilo de direção (ligeiramente) diferente, que inicialmente cria variação para o jogador, contudo, pode ser facilmente previsto após o jogo por um tempo. Além disso, cada piloto tem seu próprio design de carro e uma imagem do personagem exibida nas telas de classificação de corridas e campeonatos.

Recepção

Carros GIF

Destruction Derby recebeu ótimas criticas, por seus gráficos, jogabilidade e diversão, contudo, a falta do multiplayer em tela dividida, e o fato de não poder personalizar os carros, foi a tristeza para os críticos. Deixando as opções limitadas de lado, Destruction Derby é um jogasso que merece todo seu respeito.

O que você acha desse clássico? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Fandom.

Disney’s Aladdin

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Disney’s Aladdin é um jogo 2D, do gênero plataforma e rolagem lateral. Foi lançado para SNES em 1993. No mesmo ano, um jogo de mesmo título foi lançado para Mega Drive, tendo a Virgin Games como desenvolvedora, contudo, vamos falar somente do game feito para o Super Nintendo.

Jogabilidade

O jogo é single player, onde o jogador controla Aladdin. O personagem tem como objetivo, passar por várias etapas que ocorrem em toda a cidade de Agrabah, além disso, dentro de cada estágio, Aladdin deve derrotar inimigos saltando sobre eles ou desorientando-os jogando maçãs. Durante a game play, você poderá pegar gemas, afinal, elas dão pontos extras e vidas. A vida do personagem, é representada pelos corações. Inicialmente, começa-se com três vidas, podendo aumentar, contudo, ao ser atingido pelo inimigo, você perderá uma, se esgotar todas, game over.

Estágios e níveis

São 7 estágios, divididos em vários níveis. No fim de cada estágio temos uma cena da história do jogo. No fim de alguns níveis temos o bônus. O game utiliza o sistema de passwords, a cada fim de estágio é ganho um password para a próxima fase, sendo assim, o jogador pode continuar o jogo depois.

Itens

Durante a game play, o personagem encontrará diversos itens, a maioria deles, são bem importantes para se dar bem no game. Segue a lista de itens encontrados no jogo:

  • Pão: recupera 1 coração. Encontrado em vasos e baús.
  • Frango: recupera todos os corações. Encontrado em vaso e baús.
  • Esfera Rosa: aumenta 1 coração e recupera todos os corações. Encontrado em baús.
  • Maçãs: dá-lhe maçãs para atirar nos inimigos, cada maçã que pegar acrescenta 10 ao seu total. Encontrado em vasos.
  • Besouro Dourado: o jogador deve pegar o besouro se quiser participar do bônus no final da fase. Encontrado em baús.
  • Pano: serve para o jogador usar como paraquedas e diminuir a velocidade da queda. Encontrado solto na fase.
  • Lâmpada Mágica: dá-lhe 1 vida. Encontrado em baús e solto na fase.
  • Diamantes verdes: juntando 100 deles o personagem ganha 1 vida.
  • Diamantes vermelhos: 1 diamante vermelho vale por 3 diamantes verdes. Coletando um determinado número deles o final do jogo mudará.

Bônus

No fim de alguns níveis, o jogador tem acesso a roleta de prêmios. A baixo, você encontra a lista de prêmios que você poderá ganhar.

  • Estrela: 1 crédito extra.
  • Cabeça do Gênio: lhe dá 1 coração extra e enche os corações vazios.
  • Coração: enche todos os corações (caso tenha algum vazio) ou lhe dá uma vida (caso esteja com corações cheios).
  • 1UP: 1 Vida extra.
  • 2UP: 2 vidas extra.

Relançamentos

Ao longo dos anos, a versão de Super Nintendo foi relançada algumas vezes. Ela saiu para Game Boy Advance em 2003 no Japão e em 2004 na Europa e Estados Unidos, sem gráficos refeitos, nem nada, sendo assim, apenas como um relançamento especial. Posteriormente, em 2018, o game também chegou nos computadores, via plataformas que vendem títulos online e digitais, como,GOG e Steam, a preços mais em conta.

Curiosidade

Disney’s Aladdin levou o troféu de prata nos mais vendidos da Capcom no SNES, dessa forma, ele garantiu o segundo lugar perdendo apenas para o Street Fighter 2 e suas versões. Além disso, a versão Mega Drive é considerada o terceiro jogo mais vendido do console, com os impressionantes 4 milhões de unidades vendidas.

Recepção

Disney’s Aladdin, recebeu elogios por sua excelência na animação, bem como, música e jogabilidade. Foi um sucesso comercia e como resultado, vendeu aproximadamente 1,8 milhões em todo o mundo. É considerado até hoje um dos melhores jogos para SNES, em outras palavras, é um jogo que merece todo o respeito.

O que você acha desse clássico do Super Nintendo? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Eternal Players, Tech tudo.

Contra III: The Alien Wars

Desenvolvido e publicado pela Konami, Contra III: The Alien Wars é um jogo de Run and Gun lançado para SNES em 1992. É o terceiro título da série Contra. Em The Alien Wars, o jogador é encarregado de combater uma invasão alienígena da Terra em seis estágios. Quatro estágios apresentam ação de rolagem lateral tradicional para a série, enquanto dois são apresentados de uma perspectiva aérea.

Enredo

A história se passa no  ano de 2636, os invasores alienígenas que foram derrotados nas parcelas anteriores decidiram iniciar uma grande guerra contra a humanidade na Terra , iniciando as ” Guerras alienígenas “. Ao contrário dos jogos anteriores do Contra para NES e Game Boy , o cenário futurista foi mantido para a versão americana. No entanto, as identidades de Bill Rizer e Lance Bean “, os heróis Contra originais , foram alteradas para seus” descendentes “, Jimbo e Sully , mantendo a continuidade das localizações anteriores. Da mesma forma, o invasor alienígena foi novamente alterado para” Red Falcon”

Jogabilidade

Semelhante ao seus antecessores, Contra III é um jogo Run and Gun de rolagem lateral. Os jogadores assumem os papeis de Bill Rizer e Lance Bean, que tem como objetivo, lutar contra alienígenas que invadiram a terra. Pode ser jogado por um jogadores, ou no modo cooperativo, com dois. O jogo possui 6 estágios, sendo, 4 de rolagem lateral e 2 na perspectiva aérea. Nas etapas de rolagem lateral, o jogador progride correndo, pulando e atirando nos inimigos.

Nos estágios aéreos, o jogador navega pelo palco para encontrar e destruir alvos predeterminados. Os estágios de cada recurso possuem controles exclusivos, permitindo ao jogador girar a tela para navegar.  Todos os estágios têm um chefe no final e, bem como, um mini-chefe no meio do estágio. O personagem perde uma vida tocando em inimigos, sendo atingido por suas balas ou caindo em um buraco.

Armas e bombas

O personagem, é equipado com duas metralhadoras, que podem ser trocadas á vontade e também podem ser melhoradas com power-ups. Essas melhorias incluem tipos de tiro alternativos: mísseis, torpedos, lança-chamas, laser e um tiro espalhado. Escolher uma melhoria substituirá o tipo de tiro da arma equipada, e perder uma vida resultará na perda da melhoria da arma equipada. Bombas e um escudo de barreira temporário também podem ser lançados. O jogador possui bombas limitadas e usá-las danificará todos os inimigos na tela. O jogador também pode executar um salto giratório, disparando as duas armas em um salto mortal aéreo, contudo, durante esse movimento, as duas armas do jogador correm o risco de se perder ao perder uma vida.

Curiosidade

A cidade em ruínas no primeiro estágio, (Neo City) é onde os eventos de Contra Force acontecem, tornando-o um dos únicos elos que este jogo tem com o resto da série Contra, possivelmente sendo a mesma cidade em um período de tempo diferente.

Relançamentos

Contra III: The Alien Wars, foi relançado também para Game Boy e Game Boy Advance. Para Game Boy, o jogo recebeu o mesmo nome, sendo desenvolvido pela Fator 5. É praticamente idêntico à versão do SNES, contudo, apresenta algumas diferenças: alguns níveis estão faltando, não há capacidade de trocar armas, e não há ataque giratório. Para o Game Boy Advance, o jogo intitulado como Contra Advance: O Alien Wars EX, foi desenvolvido pela própria Konami e teve lançamento em 2002.

Recepção

Contra III: The Alien Wars, recebeu críticas positivas por seu design e efeitos sonoros. Ponto positivo também para suas fases de perspectiva aérea. Apesar de ser um game curto, possui um grau de dificuldade bem satisfatório. Em 1997, a EGM classificou a versão do SNES como o oitavo melhor jogo de console de todos os tempos, comentando que “este jogo tem tudo: chefes enormes, estágios do Modo 7, jogabilidade ultra-profunda – tudo embrulhado em um pacote pós-apocalíptico lindamente atmosférico”.  Eurogamer chamou o Contra III de “exemplar” e, sem dúvida, um dos melhores jogos de seu gênero. Por fim, Contra III: The Alien Wars é um clássico de respeito que merece um lugarzinho no coração dos apaixonados por games.

Deixe nos aí nos comentários, o que você acha desse clássico do SNES.

Referências:

Wikipedia, Fandom.

Castlevania: Aria of Sorrow

Desenvolvido e publicado pela Konami, Castlevania: Aria of Sorrow é um jogo de ação-aventura. lançado em 2003 para Game Boy Advance. Ele faz parte da série Castlevania, sendo assim, o terceiro título para o console portátil.

Jogabilidade

Você controla o personagem sob uma perspectiva de terceira pessoa, para interagir com pessoas, objetos e inimigos. Assim como os títulos anteriores, bem como, a maioria dos jogos de RPG, o personagem sobe de nível quando ganha pontos de experiência, a medida que derrota inimigos. A cada nível alcançado, melhora as estatística do seu personagem, e como resultado, fazendo com que ele melhore seu desempenho. Para derrotar um adversário, o jogador poderá utilizar uma variedade de armas. Apesar do jogo se passar no ano de 2035, as armas disponíveis são muito medievais. O que incluem espadas, machados e lanças, além de também uma pistola. Estas armas diferem em nível de dano, alcance da arma e velocidade no uso. Itens e outros acessórios podem ser adquiridos ao derrotar inimigos ou através da compra (só é disponível após certo ponto no jogo).

Enredo

Aria of Sorrow se passa no ano de 2035. A premissa da série é o conflito entre os caçadores de vampiros do clã Belmont e o vampiro imortal Dracula. No ano de 1999 (36 anos antes do começo de Aria of Sorrow) o Dracula foi derrotado pelo clã Belmont e seus poderes foram selados num eclipse solar. Um momento após a morte do Dracula, uma profecia foi feita: a reencarnação do Dracula iria ao castelo no ano de 2035 e herdaria todos os seus poderes. Esta profecia age como o principal motivo para que os personagens secundários estejam presentes no local.

Cenário

Assim como outros jogos da série, Aria of Sorrow se passa no castelo do Dracula, que é subdividido em variadas e diferentes áreas por onde o jogador passa. Estas áreas possuem elementos diferentes, sendo assim, inclui inimigos distintos, características do terreno e do fundo variantes, além de possuírem uma música tema própria para cada. Como acontece em boa parte dos jogos de plataforma, o progresso entre tais áreas é limitado pelas habilidades que o personagem possui ao longo do jogo, em outras palavras, as opções do jogador tornam-se mais diversas quando o número de habilidades adquiridas pelo personagem aumenta, sendo este mais um contraste em relação a outros títulos da série.

Tactical Soul

Em Aria of Sorrow, você encontra um novo sistema de combate e habilidade, que foi introduzida a série, denominado Tactical Soul. Tal sistema, consiste na absorção das almas dos oponentes com o objetivo de ganhar habilidades adicionais. Todas as almas podem ser absorvidas pelo personagem, com exceção de inimigos que sejam humanos e chefes finais. A taxa de obtenção das almas dos inimigos varia entre eles. Adicionalmente, dois jogadores podem trocar almas entre si usando um cabo de conexão.

Almas e seus efeitos.

As almas trazem diferentes tipos de efeitos, sendo separadas em quatro categorias; Bullet, Guardian, Enchant e Ability, portanto, Você poderá equipar somente um tipo de alma Bullet, Guardian e Enchant de uma vez. Almas Bullet dão ao jogador a capacidade de consumir uma porção definida de pontos de magia para usar uma habilidade de ataque, sendo projéteis. Guardian dão efeitos contínuos, o que incluem transformar-se em criaturas místicas e invocar familiars, drenando continuamente pontos de magia assim que ativados. Enchant ficam continuamente ativas quando equipadas, assim, proporcionam aumentos nas estatísticas ou outras habilidades inatas, como a habilidade de andar sobre a água. Ability dão ao jogador habilidades inatas mais importantes, que são frequentemente necessitadas para atravessar certas áreas do castelo. Pelo fato destas últimas estarem permanentemente ativas, elas não precisam ser equipadas/ativadas e nem consomem pontos de magia, ou seja, podem ser desativadas através do menu durante o jogo.

Modos adcionais

Na primeira vez que você joga Castlevania: Aria of Sorrow , não terá alguns modos disponíveis para jogar, contudo, isso é possível, quando você finaliza o jogo com o “good ending”. Feito isso, você terá a opção “New game +”, dessa forma, o jogador poderá jogar novamente com todos os equipamentos, itens e almas que ele adquiriu da primeira vez. Apesar disso, não é possível escolher o “Hard Mode”. Dois outros modos, disponíveis após o término do jogo, seja com o bad ou good ending, oferecem alternativas à jogabilidade normal: “Boss Rush Mode”, um modo baseado em time attack onde são enfrentados todos os chefes do jogo em seqüência e o “Julius Mode”, onde o jogador controla o personagem do clã Belmont que participa de AoS.

Personagens

  • Soma Cruz (protagonista) – um estudante transferido do Japão que possui o “poder do domínio”, que o permite absorver as almas dos monstros e usá-las como suas habilidades.
  • Mina Hakuba (amiga do Soma Cruz) – a filha única do sacerdote-guardião do santuário Hakuba.
  • Genya Arikado – um agente enigmático do governo e o disfarce de Alucard (filho do Conde Dracula).
  • Yoko Belnades – uma bruxa e membro do clã Belnades.
  • J – um homem com amnésia que foi levado ao castelo do Dracula.
  • Hammer – um soldado do Exército dos Estados Unidos ordenado a investigar os eventos ocorridos no castelo.
  • Graham Jones – um missionário que acredita que é a reencarnação do Conde, participa como o antagonista do jogo

Finais

Existem três finais: o bad (mal, “falso”), onde o jogo acaba no ponto em que Graham é derrotado; o good (bom, “verdadeiro”), onde depois da derrota do mesmo, ainda existe mais a ser explorado pelo jogador, e então o Chaos é derrotado; e um segundo bad, onde o Chaos não é derrotado e Soma torna-se o Dracula por completo. A única diferença que define qual dos endings good ou o primeiro bad será mostrado é o uso de três certas almas antes e durante a luta contra Graham, que, aparentemente, capacitam a Soma de absorver os poderes de seu oponente após o combate.

Recepção

Castlevania: Aria of Sorrow, recebeu várias críticas favoráveis de diversas publicações de videogame, com muitos o comparando a Castlevania: Symphony of the Night, o jogo amplamente considerado o melhor de toda a série. Entre as boas críticas estão, 22° jogo mais bem feito para sistema da Nintendo, sendo considerado por alguns, o principal jogo da série para Game Boy Advance. Entre outras críticas, estão controle de personagem, jogabilidade, o modo Tactical Soul, interação com os inimigos, gráficos, áudios e por fim, ambientes enaltecidos como “belos e bem construído”.

O que você acha desse grande jogo do Game Boy Advance? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Metal Slug: Super Vehicle-001

Desenvolvido pela Nazca Corporation, Metal Slug: Super Vehicle-001 é um jogo 2D de tiro, do gênero plataforma, lançado para Arcade em 1996. É o primeiro jogo da Série, que é conhecida por seu senso de humor, animação extremamente fluida, desenhada à mão e ação rápida para dois jogadores.

Jogabilidade

O jogo tem tiroteio do começo ao fim e também um fluxo de inimigos que nunca param de aparecer. Ao todo, são seis fases, no final de cada uma, você precisa derrotar um chefão. No caminho, você poderá atualizar sua arma, bem como veículo, para melhor eficiência. Além de arma, você também pode atacar o inimigo no corpo a corpo, chutando-o ou usando uma faca. O cenário do jogo, na maioria das vezes, é destrutível. Às vezes, isso revela itens extras ou melhorias, outras vezes, simplesmente resulta em danos colaterais. No decorrer de cada nível, o jogador encontra POWs, se forem liberados, o jogador pode receber bônus na forma de itens, bem como, armas aleatórias. No final do nível, o jogador recebe um bônus de pontuação por libertar prisioneiros.; neste ponto, o jogo mostra o nome e a classificação de cada prisioneiro de guerra liberado, contudo, se o jogador morrer antes do final do nível, a contagem de prisioneiros libertados é excluída.

Inimigos

A maioria dos inimigos em Metal Slug são soldados, que recebem armas que se encaixam em seu papel específico. Além dos soldados, o jogo possui também, tanques, aeronaves e artilharia móvel.

Veículos

O principal veículo do jogo, é o SV-001, ele só pode ser usado por um jogador de cada vez. O canhão principal usa munição separada de granadas e outras armas, em outras palavras, é muito mais poderoso. Granadas de mão ainda pode ser arremessado para fora do veículo. O jogo possui também, um canhão Vulcan de tiro rápido com torre e bola que pode disparar em qualquer direção. O veículo pode suportar três golpes diretos antes que, seja destruído, contudo, a saúde do mesmo, pode ser restaurada ao encontrar botijões de gás. Quando o veículo estiver prestes a explodir, o jogador terá apenas alguns segundos para desocupa-lo, além disso, o veículo também pode ser usado como uma arma kamikaze, que o envia a um ataque suicida quando o jogador pula. Na Missão 4 em diante, os inimigos podem montar o tanque e remover o canhão Vulcan.

Fases

Há um total de seis níveis, com temas que variam de florestas, cidades guarnecidas, vales de montanhas nevadas, desfiladeiros e bases militares, são eles; Absolute Thick Forest, A Wish For a Morning Glow, Iron Cavalrymen in Hell, Death Valley, The City Under Despotism e The Memorial Sea.

Recepção

Após a sua aparência inicial, Metal Slug: Super Vehicle-001 recebeu críticas mistas. O jogo foi fortemente criticado pela sua dificuldade. No entanto, foi elogiado por ser um jogo divertido, principalmente devido às suas animações suaves e bem-humorado. Major Mike da GamePro concorda que a versão Neo Geo sofre de baixa longevidade, com muito poucos níveis e uma completa falta de valor de replay, e por fim, criticou a desaceleração no jogo. No entanto, ele aprovava os gráficos, música e arsenal de armas. Por fim, esse é um jogo que marcou época, e até hoje, é lembrado com muito carinho pelos amantes de games.

Deixe aí nos comentários, o que você acha desse clássico das Arcades.

Referência:

Fandom.

Super Mario Kart

Desenvolvido pela Nintendo Entertainment Analysis & Development (EAD) e publicado pela Nintendo, Super Mario Kart, é um jogo eletrônico de corrida com os personagens da Série Mario, lançado em 1992 para SNES. Foi o primeiro jogo de corrida da série Mario Kart e posteriormente, acabou tornando-se uma das séries mais famosas da Nintendo.

Jogabilidade

Super Mario Kart é um jogo de corrida de kart com vários modos single e multi player. Durante o jogo, os jogadores assumem o controle de um dos oito personagens da franquia Mario e conduzem karts pelas trilhas com o tema da franquia Mario. A diferença marcante desse, para outros jogos de corrida, é o fato de você poder usar utensílios para acertar o adversário, bem como, pegar atalhos para te ajudar a ganhar a corrida. Algo diferente também, são as pistas do jogo, elas são em lugares bastantes incomuns, como lagos, castelos de fogo, ilhas de chocolate, etc., cenários baseados no jogo Super Mario World.

Modos de jogo

O jogo é Single player ou Multi player, dependendo do modo escolhido. Há 4 modos de jogos disponíveis, são eles:

Mario Kart GP

Nesse modo de jogo de Super Mario Kart, os jogadores podem competir contra sete oponentes dentro de uma das copas disponíveis, com cinco pistas cada. Há três modalidades: 50cc (fácil), 100cc (média) e 150cc (difícil). Cada corrida tem a duração de cinco voltas. Os quatro primeiros colocados receberão pontos: nove para o primeiro, seis para o segundo, três para o terceiro e um para o quarto. Caso o jogador perca, pode recomeçar utilizando vidas limitadas. Caso o limite se exceda, a corrida se encerra, e como resultado, o jogador deve recomeçar a copa inteira. A pontuação máxima é de quarenta e cinco pontos. Ao final da copa, os três melhores colocados se dirigem ao pódio e como resultado, receberão suas taças. Por fim, Esse é o principal e mais jogado modo de jogo.

Match Race

Esse modo é para 2 jogadores, é um player contra o outro, dessa forma, quem completar 5 voltas primeiro ganha o jogo. Por ser uma corrida de apenas dois carros, nesse modo foi implementado mais obstáculos, para aumentar o nível de dificuldade.

Time Trial

Modo de jogo para apenas 1 jogador. O objetivo é correr sozinho pelas pistas, e como resultado, conseguir o melhor tempo. Os 5 melhores tempos e a melhor volta serão gravados. Além disso, surge um “ghost”, que reproduz com exatidão a melhor corrida.

Battle Mode

 Neste modo, disponível apenas para dois, os jogadores batalham um contra o outro, dentro de arenas de batalha e com três balões em volta de cada kart. O objetivo é atingir o adversário com os itens fornecidos, estourando seus balões.

Personagens

Existem oito personagens jogáveis em Mario Kart; Mario, Luigi, Princesa Toadstool, Yoshi, Bowser, Donkey Kong Jr., Koopa Troopa e Toad. Além deles, outros personagens da série Super Mario surgem no jogo. Piranha Plants, Monty Moles, Thwomps e Cheep-Cheeps surgem como obstáculos. Entretanto, os temidos e imortais fantasmas Boos surgem como um item, utilizado apenas nos modos Match Race e Battle Mode. Lakitu é o proprietário de todas as pistas, e participa ativamente das corridas exercendo várias funções, como segurar o semáforo, bandeiras e placas. Pelo preço de duas moedas, Lakitu usa sua vara de pesca para resgatar os corredores de abismos, lavas e água.

Recepção

No Top 100 Jogos de SNES de Todos os Tempos, feito pela IGN em 2011, o jogo aparece na oitava posição do ranking. Super Mario Kart recebeu elogios da crítica e provou ser um sucesso comercial. Recebeu um lançamento do Player’s Choice após vender um milhão de cópias e vendeu 8,76 milhões de cópias, e como resultado, tornou-se o quarto jogo mais vendido de todos os tempos para o SNES.

O que você acha desse clássico da Nintendo? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Age of Mythology

Produzido pela Ensemble Studios e distribuído pela Microsoft Game Studios, Age of Mythology, ou AoM, como é conhecido, é um jogo de estratégia em tempo real, lançado em 2002 para PC. O jogo é um spin-off do clássico Age of Empires, entretanto, ao contrário do AoE que é baseado em história real, o jogo é baseado na mitologia nórdica, grega e egípcia. Sua campanha segue um almirante atlante, Arkantos, que é forçado a viajar através dos territórios das três culturas do jogo, caçando um ciclope que está auxiliando Poseidon contra Atlântida.

Jogabilidade

Assim como outros jogos de estratégia, a jogabilidade de Age of Mythology é baseada em construção de cidades, coleta de recursos, criação de exércitos e, por fim, destruição de unidades e edificações inimigas. Sendo assim, os jogadores são capazes de combater e conquistar cidades e civilizações rivais. Os jogadores avançam suas tribos através de quatro idades, ou eras: começando pela Idade Arcaica, o jogador pode atualizar para a Idade Clássica, a Idade Heroica, e finalmente, a Idade Mítica. Cada atualização para uma era superior desbloqueia novas unidades e tecnologias para o jogador, fortalecendo sua colônia, contudo, a atualização requer certa quantidade de recursos a ser paga, e certas edificações a serem construídas.

Recursos

Há quatro tipos de recursos no AoM, Madeira, Ouro, Comida e proteção divina. Os recursos servem para treinar unidades, erguer edificações, fazer melhorias, etc. As unidades civis, são responsáveis por coletar recursos. Caçar animais, coletar frutos, pecuária, agricultura e pesca são os métodos para se conseguir comida. Para conseguir madeira, somente  derrubando árvores. O ouro é conseguido através de troca ou por mineração. Alguns recursos podem também ser obtidos através de poderes divinos especiais, como o poder “Abundância”.

O poder “Prosperidade”, concedido pela deusa egípcia Ísis, faz com que aumente a velocidade de produção de ouro. Então ele também tem um efeito indireto sobre o recolhimento de recursos. Cada civilização pode comprar atualizações que aumentam a taxa de recolhimento dos recursos. A proteção divina é conseguida de diferentes formas para diferentes civilizações: jogadores gregos ganham-na por ter aldeões rezando nos templos, jogadores egípcios ganham-na por construir monumentos que geram a proteção, e por fim, os jogadores nórdicos a ganham em combate, caçando ou por possuir heróis. O jogo também possui um mercado, no qual você pode vender, comprar ou trocar recursos.

Civilizações

Há três civilizações jogáveis em Age of Mythology: os gregos, os egípcios e os nórdicos. Cada civilização tem três deuses maiores. Para os gregos, Zeus, Hades e Poseidon; Ísis, Rá e Set para os egípcios; e Tor, Odim e Loki para os nórdicos. Antes do jogo começar, o jogador escolhe seu deus maior. Toda vez que um jogador avançar para a próxima idade, ele deve escolher um entre os dois deuses menores. Os deuses menores são relativamente menos significativos historicamente que os deuses maiores. Entre os deuses menores estão Bast, Afrodite, Atena, Hórus, Njord, Hera e Ártemis. Todos os deuses concedem ao jogador tecnologias únicas, unidades míticas e um poder divino único, uma habilidade especial que pode tanto beneficiar o usuário quanto prejudicar o oponente.

Gregos

Os gregos proporcionam ao jogador, bons batedores e podem treinar batedores aéreos Pégasos ou aquáticos, Hipocampos (Poseidon). Eles treinam suas unidades na Academia, nos Campos de Arqueiro e nos Estábulos. Suas unidades humanas são mais fortes que as das demais civilizações, mas são também mais caras. Seus heróis são poderosos heróis da mitologia grega, como Teseu, Héracles, Odisseu, Aquiles, Jasão, etc. Você só pode ter um de cada, mas caso ele morra, você poderá treinar outro. Os Gregos têm uma arma de cerco de mira na terceira idade, o Trabuco. Na quarta idade, eles podem treinar torres Helepolis. Possuem 2 poderes de destruição em massa (terremoto e tempestade de raios), respectivamente úteis contra edificações e unidades inimigas.

Egípcios

Um característica dos egípcios é que eles possuem uma civilização mais defensiva, com poderosas construções, bem como, muros e torres. Seu faraó é um herói livre que ressuscita ao morrer (Osíris pode conceder ao jogador um segundo Faraó e ainda transformá-lo no “Filho de Osíris”, um faraó mais poderoso mas que não pode ser curado). Ele pode “abençoar” construções para que estas aumentem suas produções (Os Sacerdotes de Rá também podem). Também é possível treinar sacerdotes que curam suas unidades e danificam unidades míticas inimigas. Suas armas de cerco são poderosas e eles também têm Elefantes de Guerra. Possuem dois poderes de destruição em massa (meteoro e tornado). Além deles apenas os gregos têm esse tipo de poder.

Nórdicos

Se falar de agressividade, é com os nórdicos. Eles podem treinar soldados já na primeira idade, além do que, é a infantaria que constrói, fazendo com que os coletores somente coletem recursos e posicionem fazendas. Os nórdicos podem treinar anões no centro da cidade, que são coletores especialistas em mineração. Ao contrário dos outros que constroem depósitos para armazenar recursos, os nórdicos podem treinar carros de boi a partir do centro da cidade, em outras palavras, eles são transformados em depósitos de recursos ambulantes, e todos os seus coletores podem ser transformados em infantaria por um pequeno custo. Seu herói, Hersir pode ser treinado na Casa Comunal ou no templo. Hersir geram proteção divina mesmo quando ociosos, podem ser criados mais de um Hersir, ganham o dobro de proteção ao lutar. O jogador pode transformar coletores em heróis pelo poder de Balder, Ragnarok.

Unidades

A maior parte do exército de cada civilização, são humanos. Você tem um número máximo de população em sua vila, a capacidade aumenta, a medida que, você constrói casas (tem um número máximo que pode construir), e Centro da Cidade, a construção principal do jogo. Cada unidade tem um custo de espaço, ou seja, você não poderá colocar unidade a mais do que a capacidade do local, no caso das casas, são dez. Cada tipo de unidade, pode ser melhoradas, tornando-as mais fortes. As unidades Míticas são poderosas, porém, não desequilibram muito o jogo, pois sua produção é limitada pelo recurso favor (proteção divina). Elas podem derrotar facilmente exércitos humanos, mas são vulneráveis a heróis, por exemplo.

Categorias

As unidades são classificadas em sete categorias, são elas; infantaria, arqueiros, cavalaria (que são geralmente classificadas como unidades humanas), armas de cerco, unidades navais e unidades míticas. O formato das batalhas, funciona como o conhecido método de pedra, papel e tesoura, ou seja, a infantaria causa dano extra para cavalaria, a cavalaria causa dano extra para os arqueiros, e os arqueiros causam dano extra para a infantaria, entretanto, ao mesmo tempo, cada um dos tipos de unidade tem uma “contra-unidade”.

Heróis

Os heróis são extremamente efetivos contra unidades míticas, que por sua vez, fazem grande dano a unidades humanas. Os heróis têm também a capacidade de coletar relíquias, que concedem ao jogador bônus adicionais militares ou econômicos, quando depositadas em um templo. Enquanto os heróis são geralmente mais poderosos que unidades humanas, eles geralmente não são tão rentáveis como usar unidades míticas ou outros humanos contra elas.

Edificações

Os edifícios são divididos em três categorias;  imóveis econômicos, edifícios militares e estruturas defensivas.  O imóvel econômico mais importante é o Centro da Cidade. Todas as unidades civis são treinadas no Centro da Cidade, com exceção de caravanas de comércio e navios de pesca, assim como, algumas outras tecnologias. Mais importante  ainda, os avanços da idade são pesquisados neste  edifício. O Centro da Cidade tem a capacidade de armazenar quinze unidades de população. As edificações são capazes de pesquisar melhorias tecnológicas, bem como disponibilizar recursos para o jogador. Com exceção dos civis, todas unidades são treinadas em edifícios militares. Além disso, os edifícios militares também são usados para pesquisar tecnologias específicas militares, como melhorias de armadura e ataque. No caso das construções defensivas, como torres e muros, não servem para treinar unidades, elas são usadas somente para fins de defesa.

Outro tipo de construção importante  disponível para os jogadores, é a Maravilha. Trata-se de um grande edifício que representa uma obra arquitetônica da civilização. Em alguns modos de jogo, a partir de quando um jogador construir uma maravilha, uma contagem regressiva de dez minutos começa. Se a maravilha ainda estiver de pé depois da contagem regressiva terminar, o jogador que construiu a maravilha ganha a partida.

Modo campanha

Age of Mythology, possui uma única campanha, com 32 etapas em que o jogador passa por todas as três civilizações. A campanha, intitulada ” A Queda do Tridente”, segue o general Atlante, Arkantos, passando por alguns mitos reais e outros criados para a campanha. Assim como todos os outros jogos, esse é o modo do jogo em que você  joga para zera-lo.

MultiPlayer

Através da  Ensemble Studios Online, ou via uma LAN direta ou uma conexão IP. Age of Mythology inclui uma conta multijogador grátis na ESO, que permite ao jogador jogar partidas assim como conversar com outros jogadores. Nos jogos multiplayer, há sete diferentes modos de jogo disponíveis: Supremacia – O modo de jogo padrão – inclui mapas gerados aleatoriamente; Conquista é similar à Supremacia, mas só consegue a vitória ao derrotar todos os demais jogadores; na Deathmatch, o jogo começa com altas quantias de recursos, mas o jogo é o mesmo da Supremacia.

Em “Lightning”, a jogabilidade também é idêntica à Supremacia, mas a velocidade é dobrada; no modo Nômade, os jogadores iniciam com uma unidade civil, e não têm Centro da Cidade, e precisam construir uma assentamento; o objetivo de Rei da Colina é controlar um monumento no centro do mapa por um determinado período de tempo; e em Morte Súbita, um jogador perde se seu Centro da Cidade for destruído, e ele falhar em reconstruí-lo dentro de determinado período de tempo (2 minutos).

Recepção

Age of Mythology obtivera ótima recepção crítica. O jogo vendeu 1 milhão de unidades em apenas 4 meses, como resultado, um sucesso comercial, chegando a platina quatro meses após seu lançamento. A recepção do jogo pela crítica foi em geral positiva: foi avaliado como 89% tanto pelo Game Rankings quanto pelo Metacritic. Os elementos de jogabilidade foram recebidos positivamente, apesar de alguns reviewers (avaliadores) terem criticado a campanha como extensa e repetitiva.

O que você acha desse grande jogo? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Donkey Kong Country

Desenvolvido pela Rare e publicado pela Nintendo, Donkey Kong Country é um jogo do gênero plataforma em 2D, lançado em 1994 para SNES. O jogo se passa na Donkey Kong Island, dessa forma, é explorado 6 regiões com ambientes diferentes. O enredo se baseia no personagem principal Donkey Kong, seu sobrinho Diddy Kong, que tem como objetivo, recuperar seu tesouro de bananas roubado por King K. Rool e os Kremlings.

Jogabilidade

Você pode controlar Donkey Kong ou Diddy Kong. O objetivo do jogo, é recuperar as bananas que foram roubadas pelos Kremlings, ao mesmo tempo que, passando por 40 fases diferentes. Cada fase possui um tema diferente, bem como, tarefas variadas, tais como, correr em vagonetas, nadar, se agitar em cipós. Se o personagem for atingido pelo inimigo, perderá uma vida. Para derrota-lo, basta saltar sobre ele, usar a técnica de bater no chão (nesse caso, somente o Donkey Kong), ou para casos de inimigos mais fortes, você deve lançar barril ou utilizar um animal como ajuda.

Vidas

O jogo termina quando o jogador tiver perdido todas as suas vidas, contudo, é possível obter mais vidas colecionando itens distribuídos no decorrer das fases, tais como bananas, letras K-O-N-G, balões de vida extra, e moedas animais douradas que abrem caminho a fases de bônus. Há também várias passagens secretas que levam a jogos de bônus, onde o jogador pode ganhar vidas adicionais ou outros itens.

Animais

Nas fases, o jogador pode ter assistência de animais, encontrados dentro de caixas. Esses assistentes incluem Rambi o Rinoceronte, Expresso o Avestruz, Enguarde o Peixe-espada, Winky o Sapo, e Squawks o Papagaio. Cada animal é encontrado em uma fase de tema apropriado: por exemplo, Enguarde só pode ser encontrado em fases subaquáticas, enquanto que Squawks pode ser visto nas cavernas. Alguns animais também dão acesso aos jogadores a acessar fases de bônus.

Concurso e equipe

O jogo pode ser jogado por um player ou por dois. No modo para dois jogadores, há dois modos de jogos: “Concurso” e “Equipe”. No modo Concurso, os jogadores alternam entre rodadas para finalizar cada fase o mais rápido possível, e por fim, concluir o maior número de fases em menos tempo. Em Equipe, os jogadores jogam cooperativamente, cada um controlando um personagem.

Recepção

Donkey Kong Country teve muito sucesso em seu lançamento, recebendo clamor crítico e como resultado, alcançou a marca de 8 milhões de cópias. jogo recebeu vários prêmios da Electronic Gaming Monthly em sua premiação de jogos de 1994, incluindo Melhor Jogo para Super NES, Melhor Animação, Melhor Dupla (de Personagens) em um Jogo, e Jogo do Ano. Contudo, ele também foi considerado pela revista por ser um dos 10 mais superestimados de todos os tempos antes de seu 200º exemplar de aniversário em 2005. O jogo também alcançou a 9ª posição na lista dos 25 jogos mais superestimados de todos os tempos pela GameSpy em 2003. Logo depois, ele foi considerado o 90º melhor jogo já feito em uma plataforma da Nintendo na lista dos 200 maiores jogos pela Nintendo Power em 2006. O título recebeu um Prêmio Nintendo Power por Melhor Jogo em 1994 e duas condecorações Kid’s Choice por Jogo Favorito em 1994 e 1995, respectivamente.

Game Boy Color

Em 2000, uma versão de Donkey Kong Country foi lançada no Game Boy Color. A versão para GBC tem uma nova fase em Chimp Caverns, “Necky Nutmare”, ao mesmo tempo que, a fase “Winky’s Walkway” foi alongada e reformada. Candy possui vários mini-jogos na versão para GBC onde Donkey e Diddy tem de recolher moeda dourada de banana em todos os mini-jogos dos mundos excluindo Galeão da Prancha. O jogo salva automático depois de completar nível. A versão para GBC teve algumas das faixas descartas e outras, substituídas, tipicamente por músicas que apareceram em Donkey Kong Land.

Game Boy Advance

Logo depois, em 2003, outra versão do jogo foi lançada no Game Boy Advance. Esta versão tinha mais brilho ao custo de contraste e saturação de cores, e como resultado, tornar o jogo mais visível na tela apagada de LCD do portátil. Ambos os jogos possuíam novos recursos, bem como, mini-games, imagens escondidas, e um modo de corrida contra o tempo; adicionalmente, a versão para GBA possuía jogos multi player. Ambas as versões tinham menor fidelidade de som e uma série de pequenas alterações. Candy Kong não mais possui pontos de gravação, em outras palavras, os jogadores podem salvar o jogo em qualquer lugar.

O que você acha desse clássico do SNES? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Rock N’ Roll Racing

Desenvolvido pela Silicon & Synapse (que hoje, é a gigante Blizzard Entertainment) e publicado pela Interplay, Rock n’ Roll Racing é um jogo de corrida e combate de veículos que possui um estilo único. O jogo foi lançado para SNES em 1993, mas possui uma versão para Mega Drive. Ambas versões, são bem parecidas, contudo, alguns detalhes são diferentes, tais como, elementos gráficos, trilha sonora e a jogabilidade, que no caso do Mega Drive é mais difícil.

Jogabilidade

Diferente da maioria dos jogos de corrida, onde sua visão é como se tivesse dentro do carro, o jogo conta com a famosa câmera isométrica, permitindo uma perspectiva diferente da corrida. No game, os competidores disputam corridas em diversos planetas, com carros equipados com armas e tudo isso ao som do bom e velho Rock n’ Roll, além disso, o interessante é a parte que permite ao jogador poder equipar ao máximo seu carro com armas, latarias, pneus, entre outros equipamentos. Existem três níveis de dificuldade: Rookie, Veteran e Warrior, Rookie seria mais fácil e Warrior mais difícil.

Enredo

A historia se desenvolve como se tudo fosse uma competição de corridas interplanetárias, onde os corredores passam por diferente planetas, seis no total, sendo eles; Planeta Chen VI, Planeta Drakonis, Planeta Bogmire, Planeta New Mojave, Planeta Nho e Planeta Inferno. Antes de tudo, a primeira corrida automobilística foi realizada na França em 1894, sete anos após o primeiro carro feito por Herr Daimler Herr Benz da Alemanha. Eles fizeram o primeiro motor a combustão utilizados em carros dos séculos 19, 20 e 21. Nestes automóveis de corridas, os homens queriam testar seus juízos, bem como, habilidades e máquinas uns contra os outros onde só os melhores sobreviveriam.

Quando a humanidade descobriu vida inteligente em Bogmire no ano de 2833, eles começaram uma loucura como nunca vista antes, como resultado, Os Saurions sobre Bogmire começaram corridas com todos os tipos de veículos, delirando com clássico do Rock n ‘Roll do planeta TERRA. A ideia foi capturada e passada adiante. Assim, a comissão do Rock N’ Roll Racing foi criada.

Personagens

Ao todo são 15 personagens, sendo, 7 heróis e 8 vilões. Alguns deles, se baseiam em coisas ou pessoas ligadas ao rock n roll, são eles:

Heróis;

  • Snake Sanders, inspirado em David Coverdale do Whitesnake.
  • Cyberhawk, baseado na arte do álbum Screaming for Vengeance, do Judas Priest.
  • Ivanzypher
  • Katarina Lyons
  • Tarquinn, inspirado em Brian Tarquin.
  • Jake Badlands, inspirado em Jake E. Lee.
  • Olaf, o herói secreto.

Vilões;

  • Viper mackay
  • Grinder X19, Seu nome é homônimo a uma música da banda Judas Priest
  • Ragewortt
  • Roadkill Kelly, mistura do rosto do O Exterminador do Futuro com o rosto de Sebastian Bach, ex-vocalista da banda Skid Row.
  • Butcher Icebone, inspirado em Butch Vig, um produtor musical
  • J.B Slash, o “JB” de seu nome foi inspirado na marca de captadores para guitarra, e Slash foi inspirado no guitarrista.
  • RIP, gira que simbolixa o ato de tocar guitarra.
  • Shred, também simbolixa a gíria do ato de tocar guitarra.

Trilha sonora

Como falar do jogo e não falar da sua excelente trilha sonora, afinal, o jogo conta com clássicos do rock n roll, que atravessam gerações, são eles:

  • Henry Mancini (Emerson, Lake & Palmer version) – Peter Gunn Theme
  • Black Sabbath – Paranoid
  • Steppenwolf – Born To Be Wild
  • George Thorogood and the Destroyers – Bad to the Bone
  • Golden Earring – Radar Love (Somente na versão para Mega Drive)
  • Deep Purple – Highway Star

Seu legado

Rock n’ Roll Racing fez história e como resultado, hoje em dia, não tem um gamer que não tenha jogado ou pelo menos, tenha ouvido falar seu nome. Em 1994, a revista Electronic Gaming Monthly premiou este jogo como “O Melhor Jogo de Corrida do Ano de 1993”. Foi eleito pela IGN como o 72º melhor jogo do SNES.

O que você acha desse clássico dos anos 90? Deixe aí nos cometários.

Referência:

Wikipedia.

Lamborghini American Challenge

Desenvolvido e publicado pela Titus France em 1993, Lamborghini American Challenge é um jogo de corrida lançado para Super Nintendo, Amiga CD32, Atari ST, Commodore 64 e Game Boy.

O Jogo

Lamborghini American Challenge funciona como se fossem corridas clandestinas. Era possível escolher entre três motoristas: Pam, que usava uma Lamborghini Diablo amarela; Joe com a Diablo de cor preta; e Sly, que usava o modelo prata do carrão. A escolha do motorista é somente por estética, ou seja, o desempenho dos 3 eram o mesmo. O que dava um toque a mais no jogo, é que além das corridas, você podia apostar e ganhar dinheiro no jogo. Com isso, você podia administrar seu dinheiro e fazer upgrades no carro, tal como, câmbio, pneu, turbos, etc. Para aumentar ainda mais a diversão e adrenalina, no jogo acontecia perseguições policias.

Como funciona

Após a escolha do personagem, você verá um mapa com estrelas vermelhas e amarelas. As estrelas amarelas são corridas que você pode participar e as vermelhas não. O fato de você não poder participar, é porque não tem dinheiro para a aposta mínima daquela corrida, vamos supor que você tenha R$ 4000 mil, as corridas em vermelho, são as que precisam de mais de R$ 4000 mil para correr, contudo, as que estão em amarelo, as apostam custam R$ 4000 mil ou menos.

Vale saber, que se você gastar tudo, e todas as estrelas ficarem vermelhas, é game over. Por isso, é muito importante economizar, não saia gastando tudo em melhorias sem necessidade, tudo tem sua hora certa. Você começa na 3° divisão e vai subindo conforme vai ganhando corridas, até chegar na divisão profissional. A policia é bem chata nesse jogo, é muito difícil se livrar dela, mas nem todas as corridas tem policia, mas quando ela te pega na corrida, é game over.

Prós e contras

Apesar da jogabilidade  ser meio travada, você acaba se acostumando após algumas partidas. O jogo possui gráficos muito bom para a época e uma trilha sonora, apesar de repetitiva, é bem marcante.

Sequência

Em 1997, a mesma desenvolvedora Titus France, lançou o sucessor deste game, Automobili Lamborghini, para o Nintendo 64. O Automobili  Lamborghini  é um jogo de corrida no estilo arcade. Existem 4 modos de jogo: Arcade, Championship, Single Race e Time Trials. Arcade e Championship consistem em uma série de corridas e a capacidade de desbloquear vários carros; Single Race é um modo de prática em condições normais de corrida, por fim, Time Trials é uma corrida para um jogador contra os melhores tempos do jogador.

Deixe aí nos comentários o que você acha desse clássico do SNES.

Referências:

Wikipedia, Alvanista.

Tekken 3

Desenvolvido e publicado pela Namco, Tekken 3 é o terceiro jogo da série Tekken. Foi lançado especialmente para Arcade em 1997, mas devido ao grande sucesso, também chegou as plataformas Windows e PlayStation 1, como resultado, foi considerado o melhor jogo de luta para a plataforma.

Jogabilidade

Com 14 novos personagens, maior velocidade e recuperações de queda diferenciadas, Tekken 3 conseguiu uma das melhores jogabilidades em jogos 3D para PlayStation. O equilíbrio entre  velocidade  e força de alguns personagens leva o jogador a embates onde o que conta realmente é a habilidade e não o personagem escolhido. Diferente dos jogos anteriores, os personagens adicionais de Tekken 3 não são sub-chefes. Eles são abertos em determinada ordem, à medida que o game é terminado com os jogadores iniciais.

História

Após o segundo torneio Tekken, Heihachi Mishima derrota e mata seu filho Kazuya e retoma o controle sobre a megacorporação Mishima Zaibatsu. Quinze anos depois, chega aos ouvidos de Heihachi, um boato sobre uma força misteriosa atuando no México e várias notícias de que lutadores famosos teriam sido derrotados por essa força se espalharam pelo mundo. Alguns aldeões disseram que era Ogre, um deus asteca da luta, que veio do céu para viver entre os mortais. Heihachi manda seu grupo paramilitar, a Tekken Force para investigar. Eles encontram o esconderijo, mas Ogre é mais forte do que pensavam, e todos foram dizimados.

Poucos tempo depois, Heihachi recebe a visita de um adolescente, e posteriormente, descobre que ele era seu neto Jin Kazama, filho de Jun Kazama e de seu filho Kazuya. Jin conta a Heihachi que Ogre atacou o lugar onde morava e matou sua mãe e que procurou seu avô por conselho de sua mãe, caso algo acontecesse, pois havia pressentido a aproximação de um grande mal. Intrigado e com a ambição de ter aquele poder, Heihachi percebe a força e a sede de vingança de Jin e decide treiná-lo. Suas reais intenções, contudo, eram de atrair Ogre usando Jin como isca. Algum tempo depois, quando Jin já se tornara um poderoso lutador, Heihachi anuncia o terceiro Rei do Torneio Punho de Ferro, esperando atrair a atenção de Ogre. Mas havia algo que Heihachi não sabia.

Arcade Mode

Modo história do jogo, ou seja, se caracteriza pelo desenrolar principal de cada personagem. Essa parte do game funciona a partir de 10 estágios, no último você enfrentará o chefão, que é o vilão principal nessa história, o True Ogre. Conforme você termina o jogo com um personagem, passam cenas do passado daquele respectivo lutador, caso você termine o game com 10 lutadores diferentes, novos modos no menu, além de personagens secretos serão destravados.

Theatre Mode

Quando você termina o jogo com os personagens principais, uma nova opção no menu do game é destravada.  Ela consiste em nós podermos ver cada história do personagem em computação gráfica,ou seja, sem precisar terminar o Tekken 3. Vale saber que, para ter todas as count scenes liberadas, você precisa terminar o jogo com todos os personagens.

Tekken Ball Mode

Esse modo de jogo, também é destravado quando você termina o game com os 10 personagens iniciais. Basicamente, funciona como o conhecido jogo de queimada, ou seja, Os lutadores ficam postos em “quadra” e o objetivo é golpear a bola e acertar seu oponente Quando concluído essa parte, você destrava  Gon, o mini dinossauro.

Tekken Force Mode

Tekken Force Mode é um mini-jogo dentro do game, ele funciona da seguinte maneira. Depois de escolher um jogador, você vai lutando contra inimigos bem mais fracos, como se fossem capangas. Conforme vai passando os estágios, aparece alguns chefões, no final de tudo você recebe duas chaves, que servem para liberar outro personagem secreto, o Doctor B.

Recepção

Tekken 3 teve muitas críticas positivas. Nessa terceira versão o enredo se torna mais apurado, e a jogabilidade mais fluída tendo em vista que os programadores já haviam dominado as técnicas do Playstation, criando assim o que o site Gamespot chamou de “melhor jogo de luta para a plataforma 32 bits da Sony”.

Qual foi sua experiência com Tekken 3? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Amino Apps.

Desert Strike: Return to the Gulf

Desenvolvido e publicado pela Electronic Arts (EA), Desert Strike: Return to the Gulf é um jogo de tiro lançado em 1992 para Mega Drive. O jogo foi baseado na guerra do golfo e descreve um conflito entre um ditador insano do Oriente Médio, o general Kilbaba e os Estados Unidos. Diferente da maioria dos jogos de tiro, onde você controla uma pessoa, em Desert Strike você controla um Helicóptero, no qual seu objetivo é tentar destruir armas e instalações inimigas, resgatar reféns e capturar pessoal inimigo, enquanto gerencia suprimentos de combustível e munição.

Jogabilidade

O jogo não apresenta tiroteios frenéticos como a maioria dos jogos de tiro, ele foca mais na questão estratégica. Um detalhe diferente no jogo é que ação ocorre em níveis de rolagem abertos e multidirecionais, vistos de uma perspectiva isométrica, em outras palavras, não é jogado em primeira pessoa, tendo a visão de dentro do Helicóptero, o jogador tem a visão de fora do Helicóptero.

O Helicóptero

Você controla um modelo Apache. Ele está equipado com uma metralhadora, foguetes Hydra mais poderosos e mísseis Hellfire ainda mais mortais. Quanto mais poderosa a arma, menos poderá ser carregada. É preciso saber qual arma usar em cada situação. O Helicóptero, tem uma armadura limitada, e vai se esgotando quando sofre dano, se chegar a 0, a nave será destruída e isso custa a vida do jogador. Combustíveis e munições também são limitados, mas você poderá conseguir no decorrer da missão.

Mapa

O mapa do jogo é bem abrangente, mostra com clareza seus objetivos, que piscam na tela, além de mostrar onde encontrar alguns itens; galões de combustível, caixas de munição e as áreas de pouso.

Itens

Como todo bom jogo de estratégia, esse também possui itens secretos, e alguns são essenciais. No mapa você poderá encontrar alguns, porém, outros não são mostrados. Vida por, exemplo tem em todas as fases, contudo, não são mostradas no mapa. Outro item que você não encontra no mapa, é o Armor, responsável por recuperar sua energia, ele fica dentro de construções, para acha-lo, terá que destruir a construção na qual ele se encontra. Um item não menos importante também, é o Quickwinch. Ele aumenta a velocidade do seu gancho, o que permite pegar mais rapidamente qualquer item do cenário. Ele tem em todas as fases, é visível, porém, também não é mostrado no mapa.

Missões

O jogo tem um total de 4 campanhas , cada campanha tem um número de missões para cumprir, ao todo, são 27 missões. No início de cada estágio nosso piloto receberá do comandante um resumo da situação no local e quais são os seus objetivos e missões que deverá cumprir. As quatro campanhas se passam no deserto, mas elas não são repetitivas. Diferença de cores no deserto, há outras construções, instalações e até vilarejos civis pelo caminho. Você encontrará vários tipos de inimigos, como tanques, lança–mísseis, helicópteros, veículos de guerra e até soldados correndo pelo deserto armados com metralhadoras ou bazucas.

Primeira campanha – Air Superiority

Na primeira campanha, você precisa realizar 5 missões. O comandante dará instruções de todas elas. A missão principal é o resgate do agente secreto à serviço da inteligência militar, que detém os planos e mapas secretos do vilão.

Segunda campanha – Scud Buster

Nessa campanha, você precisará concluir 6 missões. Destruir coisas e locais, até a principal que é resgatar os 14 reféns. Cuidado, as construções da última missão, estão fortemente armadas, então vá preparado com bastantes munições.

Terceira campanha – Embassy City

Nessa, a dificuldade aumenta acentuadamente. Tudo que você fez até aqui, é considerado fácil, perto do que fará daqui para frente. Primeiramente, são 8 missões que você deve cumprir, número de inimigos são bem maiores e missões bem variadas. Suas missões são; salvar inspetores, destruir fábricas, destruir 4 silos, resgatar pilotos no mar, destruir fornecimento de energia inimigo, salvar 12 reféns, capturar o embaixador inimigo. Sua última missão é dividida em duas partes; resgatar oficiais da embaixada americana e escoltar um ônibus para que todos eles saiam em segurança até o avião.

Quarta campanha – Nuclear Storm

Chegamos a última campanha, então, não espere por objetivos fáceis. Essa campanha também contém 8 missões, 2 delas vão ser mostradas no começo, as outras estão obscuras, ou seja, você descobrirá somente no decorrer do game. Para finalizar o game, você precisará; destruir tanques, explodir canos que jorram petróleo no mar, resgatar reféns, destruir caminhões que carregam partes de bombas nucleares, destruir as duas torres de armazenamento nuclear e raptar o cientista responsável, destruir um estação de energia, alvejar o palácio para capturar o Madman. Atenção em um detalhe, Madman consegue fugir e levar seu co-piloto como refém, sua última missão será resgatar seu co-piloto e por fim, destruir o avião do inimigo.

Fim de jogo

Você fez todos os objetivos e cumpriu a missão. Como resultado, você e seu co-piloto são parabenizados pelo presidente dos Estados Unidos. Bom trabalho!

Recepção

Desert Strike: Return to the Gulf, foi um jogo inovador para a época, bastante criativo e inteligente e totalmente viciante. Foi um sucesso comercial imediato, indo direto para o topo das paradas de vendas. O jogo permaneceu entre os 10 melhores campeões de vendas por meses após seu lançamento, e era na época o jogo mais vendido da Electronic Arts na história. O sucesso foi tanto que o game teve ainda duas sequências de sucesso também. Posteriormente, foi lançado também para o Amiga e o queridinho SNES.

O que você acha desse clássico do Mega Drive? Deixe aí nos comentários.

Refererência:

Wikipedia, Outerspace.

Sonic the Hedgehog

Desenvolvido pela Sonic Team e publicado pela SEGA em 1991, Sonic the Hedgehog é um jogo do gênero plataforma, focado em ação e velocidade. O protagonista é nosso querido ouriço azul, o Sonic. O antagonista da série, é o Dr. Ivo Robotnik, um cientista que aprisionou animais em robôs e roubou as mágicas esmeraldas do Caos e tem como objetivo conquistar o mundo, portanto, você deve impedi-lo.

Jogabilidade

O jogo é 2D no estilo plataforma. O Sonic é controlado de forma horizontal, e comandos simples. Nas fases, ele precisa coletar anéis que são fonte de vida ao personagem. Quanto aos inimigos, o Sonic precisa pular sobre eles ou usar seu giro supersônico para mata-los . O tempo de casa fase é de 10 minutos, portanto, você terá esse tempo para completa-la, caso contrário, você perderá. O Sonic começa com 3 vidas, contudo, é possível aumenta-la durante o jogo. Sonic the Hedgehog, foi o primeiro jogo da história a trazer o sistema de save states, ou seja, quando você morre, poderá voltar onde parou.

Itens

Como na grande parte dos jogos antigos, você precisará coletar itens. O item mais comum do jogo são os anéis, esses anéis contêm uma energia chamada Chaos, portanto, você precisa captura-los. Além de vida extra que você ganha coletando uma quantidade certa, os anéis servem como proteção para o Sonic, em outras palavras, se você tiver anéis e sofrer algum dano, você vai apenas perde-los no lugar de sofrer o dano, caso contrário, você morrerá. Há algumas formas de morrer, cujo os anéis não conseguirão protege-lo, como; afogado, esmagado ou caindo de um abismo.

Fases

Você encontrá pelo caminho, encostas, molas, paredes de espinhos , loops verticais e quedas altas. Os níveis também têm perigos na forma de robots, dentro dos quais o Dr. Robotnik aprisionou animais. Destruir um robot liberta o animal dentro dele, mas tal não é necessário para completar o jogo.

Green Hill Zone (Colina Verde):

Com paisagens exuberantes, rico em cores, é a fase inicial do jogo.
Chefão: Big Ball Eggman. Eggman chega com uma bola demolidora gigante, portanto, para vence-lo basta evitar que a bola te toque e atacar por cima.

Marble Zone (Mármore):

A segunda, é uma fase subterrânea com lava em todo lugar!
Chefão: Mobile Lava Eggman. Eggman começa a lançar lava na plataforma no qual onde está Sonic. Desvie da lava e ataque-o.

Spring Yard Zone (Pátio da Primavera):

Uma fase que envolve tecnologia e natureza.
Chefão: Drill Cacther Eggman. Eggman irá mirar em Sonic e por fim, tentar pegá-lo. Se isso não acontecer, ele irá destruir o cubo que faz a plataforma onde está Sonic. Enfim, para ganhar, evite seu ataque e pule em cima dele e não esqueça de não cair no buraco sem fundo!

Labirinth Zone (Labirinto):

Fase bem chata, além de ser debaixo d’água, conta com caminhos que irão confundir você.
Chefão: Scape Eggman. Eggam irá fugir de você numa subida difícil! Apenas siga ele até o fim da subida para ganhar.

Star Light Zone (Luz das Estrelas):

Cheia de estrelas e coisas tecnológicas, essa fase é bem simples de passar.
Chefão: Seesaw Bomber Eggman. Ele irá lançar mini bombas nas gangorras onde Sonic não está. Para derrotá-lo, tente jogar as bombas nele ou tentar pular em cima dele.

Scrap Brain Zone (Fragmento do Cérebro):

Uma fase bem interessante, cheia de pensamentos lógicos e de reflexos. No último ato, Sonic cai no que parece ser um lugar da Labirinth Zone, que vai te levar para a Final Zone.

Final Zone (Final):

Nessa fase não tem aneis, então, tome cuidado.
Chefão final: Mover Machine Eggman. Eggman aparece em cápsulas diferenciadas e aparecem duas por vez para confundir você. E tem mais! A cada troca de cápsulas, um laser aparece tentando atingir você!

Recepção:

Sonic the Hedgehog, Foi muito recebido pela crítica, reconhecido como um dos maiores jogos da história, com elogios principalmente por seus efeitos visuais e áudio, e pela sua jogabilidade. O jogo foi muito bem vendido, colocando o Mega Drive como console-chave da era 16 bits. Posteriormente, foram lançados outros jogos, adaptações, tornando-se uma franquia de sucesso.

Deixe nos comentários o que você acha desse clássico da SEGA.

Referência:

Wikipedia

Choplifter III: Rescue Survive

Desenvolvido pela Beam Software, Choplifter III: Rescue Survive é um jogo de tiro lançado para SNES em 1994. Sua jogabilidade é como a maioria dos jogos antigos 2D, no formato horizontal. Diferente da maioria dos jogos de tiro que você controla um personagem, nesse você controla um helicóptero.

O jogo

Choplifter Iii GIF

Sua missão é resgatar reféns e leva-los com segurança a base. Cada fase, você precisa resgatar um número certo, contudo, em algumas fases você encontrará mais reféns do que o necessário, resgate-os para obter bônus. O jogo é pequeno, porém, há muitas coisas para se fazer, além de, diversos segredos. Ele possui 4 setores, sendo 4 níveis em cada setor. Cada nível possui um pequeno chefão, e cada setor possui um chefão principal. Os setores são; Floresta, Mar, Cidade e Deserto.

Helicóptero

Seu helicóptero, pode se mover para cima ou para baixo, bem como, virar para esquerda ou direita, podendo também, ficar de frente para derrotar inimigos terrestres. Ele tem seus tiros normais e também tiros especiais, tal como bombas e mísseis. Além dos inimigos que causam dano a ele, choca-lo contra construções e colinas também o danifica. Mas não se preocupe, você poderá conserta-lo ao decorrer do jogo. Alguns melhoramentos e outras coisas caem do céu, literalmente falando, algumas caixas aparecerem caindo de paraquedas ou seja, você poderá pega-las para melhorar seu armamento, guarde-as para os inimigos mais difíceis.

Inimigos

Como todo bom jogo, há diversos inimigos durante o trajeto. Eles farão de tudo para derrubar seu helicóptero. As fases possuem inimigos na terra, bem como, também no ar. Alguns possuem armamentos melhorados, até mesmo mísseis que seguem. Inimigos incluem soldados, aviões, tanques, helicópteros e artilharia antiaérea.

Chefões

Chegamos na parte que todos gostam e muitos choram. Já não basta 1 chefão, Choplifter 3 possui 4, sendo 1 em cada setor. Cada um tem seu poder e dificuldade diferente, bem como, cada um tem um segredo para derrota-lo.

Chefão do setor floresta

Antes de tudo, você deverá enfrentar vários canhões, derrote-os para avançar. O Chefão é uma grande espingarda que solta diversas bolas de fogo, para destruí-la, acerte o ponto vermelho várias vezes, pois é o único lugar que sofre dano.

Chefão do setor deserto

Esse possui um nível de dificuldade extremamente maior que os outros. São algumas máquinas que que soltam diversos tipos de coisas para danificar o helicóptero, labaredas de fogo, mísseis teleguiados, etc. Novamente, acerte o ponto certo para danifica-lo, o ponto vermelho mostrado na foto.

Chefão do setor mar

Um dos mais difícil de passar. Uma grande construção no meio do mar, que solta diversas coisas para tentar te derrubar. A dica é, primeiro destrua suas armas para facilitar, posteriormente, cause dano a ela acertando o ponto verde.

Chefão do setor cidade

Esse é relativamente fácil. Você precisará derrotar um helicóptero que solta tiros e mísseis teleguiados.

Missão completa

O jogo recebeu notas altas, pela sua jogabilidade viciante, gráficos muito bons para a época, sem esquecer dos efeitos sonoros. Recebido com muito carinho pelos amantes de games, em outras palavras, Choplifter 3 é um jogo que para sempre será lembrado.

Deixe nos comentários, o que você acha desse clássico do SNES.

Referência:

Wikipedia.

O Rei Leão

Pc GIF

Desenvolvido pela Westwood Studios e publicado pela SEGA, O Rei Leão é um jogo eletrônico baseado no grande clássico da Walt Disney. Teve seu lançamento em 08 de dezembro de 1994, para Mega Drive, Master System, SNES, NES, Game boy, PC e Game Gear.

O jogo

O Rei Leão possui 10 fases, 6 delas você se diverte com o Simba filhote, e as demais com o Leãozinho na fase adulta. Além das dez fases, há alguns estágios bônus apenas para diversão, onde você controla o Timão e o Pumba.

As fases

As fases seguem a mesma cronologia do filme, bem como, a marcante trilha sonora. O jogo tem como foco, o personagem Simba, então praticamente, apenas as partes que ele aparece no filme (que é a maioria), estão no jogo. Por exemplo, uma das cenas mais tristes do cinema, a morte de seu pai, não é mostrada no jogo, mas também, seria difícil retratar esse acontecimento num jogo de 16 bits nos anos 90.

The Pridelands

A primeira fase é bem fácil. Se passa no reino ainda de Mufasa. O pequeno Simba, precisará apenas passar por algumas plataformas e inimigos de pequeno porte, como porcos-espinhos e lagartos, por fim, derrotar uma hiena.

Can’t Wait to be King

Essa fase possui uma dificuldade inacreditavelmente maior que a primeira, logo na segunda fase, já tinha gente chorando por não conseguir passar. Apesar disso, o nível representa muito bem a cena da música de mesmo nome no filme; com uma ampla diversidade de animais, e cores bem similar ao filme e, obviamente, uma adaptação da canção original tocando durante a fase.

The Elephant Graveyard

A partir daqui o jogo se estabiliza na dificuldade, porém, nenhuma fase fácil, afinal, o jogo é considerado um dos mais difíceis do SNES. Essa é a fase que o Simba vai para o cemitério de elefantes e precisa escapar das Hienas.

The Stampede

Essa fase não segue o padrão horizontal 2D, você vê o personagem de frente, o desafio é desviar da manada de antílopes, que estão correndo enfurecidos, tal como, na animação.

Simba’s Exile

Nessa fase, mostra o pequeno leãozinho fugindo do reino, onde não é mais bem vindo, já que agora, o reino está no controle de Scar, seu tio malvado. No jogo, essa parte é um pouco diferente do filme, mas as dificuldades que o pequeno enfrenta são as mesma. Você encontrará muitas plataformas para saltar e diversos lugares para escalar.

Hakuna Matata

É a última fase que o Simba é um filhote. Cheia de cores, divertida e representa muito bem a clássica cena da música do filme. Seria um nível bem fiel ao longa, se não fosse pelo chefão no final, um gorila que nem aparece na história original.

Simba’s Destiny

Anos após Timão e Pumba o encontrarem, aqui o Simba já está em sua forma adulta. Essa fase mostra, os momentos de reflexão do Leão após encontrar Rafiki, por mais que o macaquinho não apareça no jogo, fica bem claro de qual parte do filme se trata, por fim, no final da fase, acontece uma das mais marcantes cenas do filme, uma animação com a imagem de Mufasa se formando com as estrelas no céu e falando a frase marcante do longa.

Be prepared

A fase mostra a chegada de Simba ao covil de Scar. A fase é bem fiel ao longa, cheia de fogos e hienas, sendo bem difícil de passar. Ironicamente, a trilha sonora desse nível não é a canção original com o mesmo nome de seu título.

Simba’s Return

Essa fase é a mais problemática do jogo, Tanto na jogabilidade, bem como na narrativa. A narrativa não deixa claro que o Simba já deu as caras no reino, e no que se diz a jogabilidade, a fase segue um estilo de labirinto, em que o personagem deve ficar entrando em cavernas até descobrir o caminho certo, por não ter indicativas, a fase pode ser chata e cansativa.

Pride Rock

A última fase não poderia ser diferente, representa a luta de Simba com Scar, em busca de pegar seu reino de volta. Não é uma luta difícil, basta golpear o vilão algumas vezes e por fim, atira-lo do penhasco.

Bônus Stage

Nestas, é possível assumir o papel da dupla mais divertida da série – Timão e Pumba, e sua missão não poderia ser diferente, coletar insetos. Nas fases de “Bug Hunt” o personagem Timão é controlado, enquanto nas de “Bug Toss” é Pumba quem você controla.

Recepção

Nostálgico e emocionante, seu ponto alto está na, arte, a animação e trilha sonora. Com tudo isso e sua jogabilidade nada fácil, fez de O Rei Leão um dos melhores jogos para SNES. Recebeu críticas positivas, incluindo um 8/10 da Electronic Gaming Monthly, vendendo 1,27 milhões de unidades da versão.

Você também se divertiu com este jogo? Deixe aí nos comentários, sua experiência com o game.

Referências:

Wikipedia, Nintendo Blast.

Circus Charlie

A princípio, foi publicado originalmente para Arcades pela Konami, em 1984, o Circus Charlie é um jogo de ação, onde o jogador controla um palhaço chamado Charlie em seis fases com temas circenses.

No mesmo ano, foi lançado para o MSX, posteriormente, 2 anos depois para o NES. Logo depois, em 1987, 3 anos após o lançamento, foi a vez das plataformas Soft Pro e o Commodore 64 receberem o game.

Gameplay

O jogo possui 6 fases, todas elas representam em alguns aspectos, uma modalidade circense. O Charlie, precisa caminhar montado em um leão e pular sobre arcos em chamas, andar sobre a corda bamba pulado macacos, saltar de trampolim em trampolim se desviando de atiradores de facas, pular de bola em bola, andar a cavalo saltando sobre trampolins e passar de um trapézio para o outro.

Charlie também corre contra o tempo. Os pontos de bônus são concedidos de acordo com o tempo restante, mas ficar sem tempo custará uma vida ao jogador.O jogo não tem um fim, após a sexta etapa, o jogo começa novamente, mas com um ritmo mais rápido e níveis mais difíceis (mas exatamente o mesmo em termos de tarefas a serem concluídas).

Fases

A versão padrão do Arcade possui 6 níveis no total. Os níveis 1, 2, 4 e 5 têm 5 subníveis. O nível 3 contém 7 subníveis. Cada subnível fica mais difícil. O nível 6 também possui 5 subníveis, mas se repete enquanto o usuário tiver vidas.

Fase 1

O Charlie percorre um trajeto de aproximadamente 100 metros montado em um leão, dessa forma, ele precisa ir pulando entre aros em chamas e coletando alguns saquinhos de dinheiro para aumentar sua pontuação.

Fase 2

Aqui, nosso amiguinho percorre um trajeto andando sobre uma corda bamba. Essa fase é bem fácil, ele precisará saltar por cima de macacos que estão parado, só é preciso ter cuidado, os macaquinhos azuis, vem correndo em sua direção.

Fase 3

Nessa fase, o Charlie salta entre trampolins, desviando de atiradores de facas e respiradores de fogo. Nos subníveis 3 e 6, os trampolins são colocados em uma piscina e os atiradores de facas e respiradores de fogo são substituídos por golfinhos saltadores.
Essa fase não está presente no NES.

Fase 4

Você precisa saltar de bola em bola, elas estão se mexendo. Inicialmente, parece ser difícil, mas é uma fase bem fácil, você só precisa dominar a distância certa para saltar de uma para outra, tomando cuidado para as bolas não se esbarrarem e o Charlie cair.

Fase 5

Essa é um pouco mais complicadinha. Montado em um cavalo, o Charlie precisará saltar ou desviar de plataformas suspensas. É possível controlar a velocidade do cavalo para facilitar a manobra.

Fase 6

A última é sempre a mais difícil, e nesse jogo não é diferente.
Aqui, o palhacinho precisará atravessar todo o picadeiro pulando de trapézio em trapézio, usando as camas elásticas para ajudar no timing das cordas. É possível controlar a velocidade da corda, fazendo-a balançar mais rápido ou devagar.

Vale saber

Nos fliperamas, há uma versão “Level Select” do jogo, na qual o jogador pode escolher qualquer um dos estágios para jogar, mas apenas um número limitado de vezes cada, e o nível se tornará não selecionável
A versão Famicom/NES abandona o estágio de trampolim, mas oferece o modo “B”, no qual todos os níveis são repetidos com mais dificuldade.

O legado

Circus Charlie GIF

Não há uma pessoa que não conheça o jogo. Ou jogou, ou pelo menos, viu o irmão, primo ou até mesmo um amigo jogando. Circus Charlie é um daqueles jogos divertidos e pequenos, que servem como distração para tirar você do tédio.

Deixe nos comentários o que você acha desse jogo incrível.

Referências:

Wikipedia, Jogo Veio.

International Superstar Soccer Deluxe

Desenvolvido e publicado pela Konami, o International Superstar Soccer Deluxe é um jogo eletrônico de futebol, sendo a sequência do International Superstar Soccer.

A princípio, foi lançado apenas para o Snes em novembro de 1994, posteriormente, foi lançado para Mega Drive sendo desenvolvido pela Factor5 e para PSone cuja a empresa produtora foi KCEO.

O jogo

O jogador pode escolher entre 16 formações e 8 estratégias e pode competir com 36 seleções com jogadores reconhecíveis. Existem diversas competições disponíveis incluindo Copa Internacional, Série Mundial (Liga), Modo Cenário e mini-copas e ligas customizáveis.

O jogo tem oito estádios diferentes, e todos variam no tipo do gramado e na decoração ao redor, assim como, todos são de tamanhos diferentes. O jogo pode ser jogado em várias condições climáticas

Recepção

Apesar de alguns defeitos, o controle manual do goleiro que é difícil e chutes altos que mandava a bola para fora da tela pelos sprites largos e vista lateral muito próxima, ainda assim era um ótimo jogo para a época em questão. É considerado um jogo muito respeitado e amado por todos, sendo o pai dos atuais jogos de futebol.

Allejo

Se você é amante dos jogos de futebol, certamente já ouviu esse nome. Allejo foi um jogador fictício dos jogos eletrônicos de futebol. Seu nome é venerado até hoje pelos fanáticos do gênero. Até 2019, ele era considerado o melhor jogador que “nunca existiu”. A história mudou, quando a Konami revelou em quem o Allejo foi inspirado, se trata de um de nossos ídolos brasileiro, o grande tetracampeão Bebeto.

Veja outros nomes revelados

Quando o International Superstar Soccer Deluxe foi lançado, a Konami não tinha o direito de uso das imagens e nomes dos jogadores reais, pertencentes na época à Electronic Arts e sua série FIFA, então, assim como Allejo, outros jogadores “reais” receberam nome fictício. Passaram-se mais de duas décadas quando Konami resolveu revelar quem era os verdadeiros jogadores do jogo.

Atualmente, esse jogo é um dos mais lembrados e queridos entre todos os amantes dos games. Marcou a infância de muitos. Em outras palavras, para sempre será lembrado com muito carinho.

E você, tem alguma lembrança boa com esse jogo? Deixe aqui seu comentário.

Referências:

Wikipedia, Tech Tudo, Canal Tech.

RollerCoaster Tycoon

Criado pelo programador Chris Sawyer, RollerCoaster Tycoon é o primeiro jogo da série. Lançado para PC em 31 de março de 1999, o jogo simula um gerenciamento de parque de diversões.

O jogo

O jogador tem como objetivo, gerenciar os seus parques cumprindo algumas missões, tais como atrair um certo número de visitantes, satisfazê-los ou tornar o parque valioso. Estas pequenas missões quando cumpridas, abrem novos cenários e novas atrações que no jogo vão desde montanhas-russas, lojas de souvenires a brinquedos tranquilos, emocionantes e aquáticos, fora brinquedos de locomoção/transporte pelo parque e praças de alimentação.

O jogo possui 22 cenários padrões, sendo 5 abertos para jogar desde o inicio do jogo, 15 a serem desbloqueados conforme outros cenários forem concluídos e 1 oculto da lista de cenários disponíveis que somente será desbloqueado após a conclusão dos outros.

Jogabilidade

O jogo é bem simples de aprender. Basta seguir alguns passos básicos e cumprir algumas missões e fará com que seu parque seja um sucesso.
Escolhido um dos 5 cenários iniciais, você poderá dar um nome ao seu parque e colocar preço na entrada, o preço varia bastante de acordo com o tamanho e número de brinquedos do parque.

Além do objetivo principal, o jogador deve-se preocupar também com a contratação de mecânicos, garis, seguranças e bonecos animadores, empréstimos, desenvolvimento e aperfeiçoamento de novas atrações, decoração, jardinagem, a construção dos traçados das montanhas-russas, e claro, a planta/mapa do parque.

Rollercoaster tycoon pc mobile

O jogo traz também a possibilidade de construir parques temáticos com decorações de cartas de baralho, alienígenas, antigo Egito entre outros.
Tenha cuidado, um cliente insatisfeito não voltará. Mantenha tudo limpo e organizado. Não coloque valores abusivos na entrada ou em seus brinquedos.

Brinquedos

Como todo bom parque, o jogo traz diversos tipos de brinquedos para atrair seu público, deixando seu parque ainda mais animado. Você poderá colocar preço em cada brinquedo para conseguir um dinheiro extra, mas cuidado, não coloque muito caro, pois os visitantes podem reclamar e nunca mais voltar, fazendo com que você comece a perder público.

Alguns exemplos são; Montanhas russas de diversas formas, sendo possível até construir a sua do zero, tobogãs, teleférico, kart, carrossel, twist, passeios de barco, etc.

Quiosques e sanitários

Se o visitante do seu parque sentir aquela fominha, chupar um sorvete, ir ao banheiro ou até mesmo levar uma lembrancinha para casa, ele poderá encontrar no parque, é importante saber que, conforme seu parque for crescendo, você aumente o número de quiosques e sanitários, para que não tenha reclamação dos visitantes.

Funcionários

Nenhuma empresa funciona se não tiver os profissionais que a mantem organizada. Você poderá fazer a contratação de mecânicos cuja a função é consertar os brinquedos quando estragarem, garis para fazer a limpeza do parque, seguranças para evitar as confusões e até mesmo animadores para deixar seu público mais feliz.

Jardinagem e decoração

Não adianta um parque ter apenas brinquedos e quiosques, a decoração é fundamental para seu parque ser bem visto e receber notas nesse quesito. Comece com pequenas coisas, quando começar a ter lucros, invista nessa área também.

Terreno

A princípio, você começa com pouco espaço para montar seu parque, mas medida que o dinheiro for entrando, você poderá comprar terreno para ampliar ainda mais o seu parque.

Versão Mobile

Jogar esse game ficou ainda mais fácil, hoje você pode te-lo em seu smart phone.

A princípio, fora lançado o 4 para mobile, porém, junto com ele veio os problemas, como bugs, saves perdidos e as propagandas  interrompendo o jogo a todo momento. Em uma tentativa de disfarçar o caos causado pelo jogo, a Atari lançou alguns meses depois a versão clássica do RollerCoaster Tycoon para versão mobile e remasterizada e atualmente, também temos o RollerCoaster Tycoon Touch.

Você jogou esse jogo na infância também? Deixe aí nos comentários o que você acha dele.

Referências:

Wikipedia.

Toy Story Drop!

O mundo de Toy Story da Disney • Pixar ganha vida no único jogo para dispositivos móveis que é totalmente temático no universo de Toy Story, incluindo o último Toy Story 4! É o completo Toy Story Drop!

Game mobile desenvolvido pela Big Fish Games, Inc. disponível para iPhone, Android, Amazon e Microsoft.

Cena 1: Todos em seus lugares! Relembra a cena clássica em que Woody reúne a turma toda para cada um volte a sua posição original, pois tem gente vindo aí!

A maioria dos brinquedos voltam para o baú. Woody e Buzz vão para cima da cama do Andy, com o edredom do espaço.

Os prêmios ganhos nesta imagem acima são importantíssimos:

Moedas: difíceis de ganhar e ajudam muito na hora de comprar brinquedos especiais e novas vidas;

Bola de discoteca: Talvez o melhor brinquedo especial de todo o jogo! Ela explode todos os brinquedos aos quais ela é trocada, e se for trocada com outro brinquedo especial, a explosão é ainda maior!

O Garra: outro especial que ajuda muito no andamento do jogo! O Garra troca dois brinquedos mesmo estando longe um do outro, à sua escolha.

Foguete: Explode um brinquedo que esteja diretamente no seu objetivo naquele momento, mesmo estando longe também. Note que o foguete explode não só o seu destino final, mas também brinquedos à sua volta no momento de sua decolagem.

O disco voador é uma ajuda e tanto quando você precisa eliminar algum brinquedo que esteja atrapalhando, você escolhe e o disco abduz esse brinquedo em um instante só! É muito bom quando o objetivo é gravidade.

Ajude o Woody, o Buzz e os personagens adoráveis, novos e antigos, a desbloquear suas histórias cena a cena, enquanto você se aventura em locais icônicos como o quarto do Andy, o Pizza Planet e muito mais. Supere obstáculos desafiadores enquanto combina, derruba e completa centenas de quebra-cabeças empolgantes de combine 3. Mergulhe em mundos imaginários coletando e montando playsets de personagens temáticos para desbloquear todas as novas aventuras de cenas bônus. Com a magia de Toy Story na ponta dos dedos, você tem um amigo em combine 3!

A Bola de Discoteca, como já dito anteriormente um item muito valioso e poderoso, se você ganhou 3 deste item, está com muita sorte! Ela, se combinada com ela mesma o efeito é espetacular, são eliminados todos os brinquedos da fase.

Saiba mais sobre os puzzles

A mecânica para resolver cada puzzle é muito simples. Só temos que arrastar os elementos para combinarmos ao menos três iguais. Na parte superior observaremos a quantidade de movimentos disponíveis e deveremos completar o objetivo sem passar o número. Por outro lado, ao longo de cada desafio nos encontraremos com alguns utensílios que nos ajudarão a despejar cada tabuleiro com mais rapidez. Por exemplo, visualizaremos bolas de cristal que eliminarão as peças de uma mesma cor ou foguetes que explodirão para queimar distintas filas e colunas. Quando completamos cada missão, somamos barra de energia ao nosso marcador e seguimos avançando fases até a cena seguinte.

Mais prêmios incríveis: 30 minutos de vida infinita, aproveite! Da para jogar tranquilamente por meia hora!

Do lado direito da imagem vemos 2 reforços de peso, o brinquedo que explode toda uma fileira inteira a bomba que explode vários quadrados aproximados a sua volta.

Cena 2: Pizza Mania! Relembra a cena emocionante que Woody e sua turma correm na missão Pizza Planet!

Ao final da cena 2, eles correm todos para dentro da mochila de Andy.

Bora para a cena 3, entram na mochila Woody, Buzz, Porquinho, Rex, Tela Mágica e o Olho Vivo (binóculo).

Eventos, jogue todos eles e garanta reforços incríveis. As vezes é mais fácil passar e ganhar esses prêmios para ajudar com as cenas. Porém, nem sempre… As vezes você se depara necessitando de reforços para também ganhar os eventos!

Funcionalidades do jogo

• Explore locais icônicos do universo Toy Story da Disney•Pixar, incluindo Toy Story 4!       
• Chame os brinquedos para ajudá-lo como reforços temáticos como o Garra para trocar peças de lugar, o disco voador para abduzir obstáculos e a Tela mágica para sacudir o tabuleiro.
• Toque e descubra deliciosos ovos de Páscoa no mapa de progressão.
• Complete quebra-cabeças e colete peças do playset para o xerife Woody, Buzz, a vaqueira Jessie e mais!
• Monte playsets para desbloquear cenas bônus como a do Woody contra o Dr. Porcão Express!
• Ajude os brinquedos a se prepararem para o retorno do Andy do acampamento, salve o Porquinho, evitando que ele seja deixado para trás no Pizza Planet e muito mais!
• Junte-se aos seus personagens favoritos para superar obstáculos desafiadores em cada quebra-cabeça.
• Veja a história se desenrolar enquanto progride no jogo.

Playsets!: presentes no menu Coleções.

Você vai encontrando novos personagens e itens para completar o playset de cada personagem ao longo do jogo. Tem ao menos 16 playsets para você completar, e em cada um, depois de completo, contém a aventura bônus do personagem, outras cenas muito legais com prêmios e disponíveis para jogar quantas vezes quiser, aproveite!

O malvado doutor Porcão é capturado na aventura bônus Dr. Porcão Express.

Outro evento: O Garraaaaa!

Você salvou nossas vidas, somos eternamente gratos!

Cena 3: O Show deve continuar

Relembra cenas do filme Toy Story 3, lançado em 2010, quando o Andy vai par a faculdade e o Woody e sua turma ficam com sua nova dona: A Bonnie. Assim conhecem novos muitos amigos, os outros brinquedos dela.

Patrulheiro do espaço, item encontrado para o playset de Buzz Lightyear. A Nave Espacial.

Outro item do Buzz: O Laboratório Ultra Secreto.

Óculos de Sol e Chapéu de Espião, itens encontrados para o playset dos Espiões Patinho e Coelhinho, personagens de Toy Story 4.

Rancho, item do playset da Vaqueira Jessie.

Evento: O Grande Resgate da Betty

Esse evento traz prêmios incríveis, jogue!

Mas muito cuidado, é preciso passar os 5 níveis sem perder nenhuma vez, se perder, mesmo que seja no último nível, volta para o início!

Cena 4: Um dia no quintal

O jogo vai ficando mais difícil, com desafios mais complexos!

Tweet oficial do game!

Sr. Garfinho encontrado! Personagem de destaque do 4º filme.

Siga em frente para encontrar os itens dele e liberar sua aventura bônus

Cena 5: Um resgate bem inclinado

Aventura bônus: Lava quente.

Aventura bônus do Patinho e Coelhinho.

Siga nos nas redes sociais! Conheça esse e todos os nossos outros posts!

E aí?! Você joga esse game? O quão longe você chegou? Conta aqui pra gente nos comentários! Contribua conosco para termos um conteúdo cada vez melhor e completo!

Referências:

Big Fish Games, Google Play, Uptodown.

Pokémon Emerald

Pokémon Emerald Version (ポケットモンスター エメラルド Poketto Monsuta Emerarudo?) é um jogo da série Pokémon para Game Boy Advance. É a versão melhorada de Pokémon Ruby & Sapphire, voltando a Hoenn. A história é praticamente a mesma de Ruby & Sapphire, com mudanças na parte do Team Magma e Team Aqua e a adição da Battle Frontier.

Parte Gráfica

Há algumas mudanças em relação a Ruby & Sapphire na parte gráfica. A primeira é que os protagonistas têm detalhes de cor verde na roupa. Por causa de Ruby & Sapphire terem sido produzidos na época em que o Game Boy Advance não tinha uma luz Backlit, a Nintendo refez todos os gráficos no Emerald para Game Boy Advance SP, com cores parecidas com a palheta de Pokémon FireRed & LeafGreen, assim como a fonte de Ruby & Sapphire foi trocada pela de FRLG. A mudança mais perceptível é que os Pokémon se mexem quando a batalha começava, assim como em Pokémon Crystal.

Mudanças na história

Outro tipo de mudança foi na história do jogo. Em Emerald, é possível capturar todo o trio de Guardiões: Groudon, Kyogre e Rayquaza (no Ruby, você só podia capturar o Groudon, e no Sapphire, só o Kyogre.Porém quando ambos eram fechados você podia obter o Rayquaza também). Também tem como escolher quem o jogador gostaria de capturar: Latios ou Latias. A Southern Island também é acessível através do Eon Ticket, possibilitando capturar o outro dragão.

Wallace, o líder de ginásio de Sootopolis City deixou o cargo para seu mestre Juan e ocupou o posto de Campeão da Liga Hoenn. Steven Stone, o antigo campeão, deixou o cargo para procurar pedras raras. Ele se encontra na Meteor Falls após a vitória sobre a Elite dos 4, lembra-se de ter lutado ao lado do protagonista em Mossdeep City e batalha com o jogador.

Novas áreas

O mapa de Hoenn e suas localizações também mudaram. Os prédios dos Concursos Pokémon localizados em Verdanturf Town, Fallarbor Town e Slateport City foram removidos e trocados pelas Battle Tents. Agora Lilycove City abriga todos os Rankings de concursos.

Os fósseis de Anorith e Lileep foram postos em uma nova área: a Mirage Tower, localizada no deserto. Após escolher um fóssil, a torre se destrói. Mas após a vitória na Elite dos 4, o outro fóssil pode ser achado em uma caverna acessada de Fallarbor Town.

Na Rota 111, foi adicionada uma nova construção chamada “Trainer’s Hill”, semelhante à Trainer Tower em FRLG. Assim como na Safari Zone, onde novas áreas são adicionadas após a Liga e contém Pokémon de Segunda Geração.

A mais notável das mudanças foi a expansão da Battle Tower para uma área totalmente nova chamada Battle Frontier, acessível após a Elite dos 4.

Sugestões de outros games Pokémons

Confira:

Sobre o jogo

Em meados de 2002 era lançada a terceira geração de Pokémon, aumentando de 251 para 386 e inaugurando a geração estavam as versões Ruby e Sapphire, onde muita coisa mudou e não digo apenas o óbvio como áudio e gráficos, isso acontece naturalmente com a mudança do GBC para o GBA. Alguns anos depois as duas versões se “fundiram” e nasceu a versão Emerald que é similar em vários pontos, mas com diversas novidades. Se compararmos as antigas, rotas foram aumentadas, dungeons mais bem feitas, novos golpes e habilidades e alguns pokémons que mudam completamente o jogo, tente treinar um Shedinja pra ver só, novas HMs e por aí vai… Para melhorar os pokémons novos seguiam os traços e o estilo os anteriores, não vemos nenhum sorvete ou balão voando por aí. A única coisa perdida, se bem que não podemos dizer necessariamente que foi perdida, foi a mudança do cenário de acordo com a hora do dia, o sistema de dia e noite foi mantido, mas sua utilidade foi drasticamente reduzida, ele não influencia mais nos pokés que aparecerão e nem nos cenários. Pokémons que evoluem dependendo do horário ainda podem fazer isso e uma dungeon vária com o horário, mas apenas esse pouco foi mantido. Outra adição legal na mecânica do jogo foi o sistema de trocas de bicicletas e cada uma tem um efeito diferente na região e para acessar certas áreas a Bike correta é indispensável. Recentemente as versões Ruby e Sapphire ganharam um Ramake para 3DS as versões Alpha Sapphire e Omega Ruby, que aparentemente são muito boas e tem um grande aditivo, o Delta Episode que chamou minha atenção.

A grande sacada desse jogo foi não ser apenas um Yellow para um Blue/Red ou um Crystal para um Gold/Silver, existem muitas mudanças, o que consertou o principal defeito do Ruby/Sapphire que é a falta do que fazer depois de vencer a Elite 4, agora vence-los é apenas mais uma coisa a se fazer. Outra adição importante é a revanche contra os líderes de ginásio e falando neles, um deles foi alterado. Você também enfrenta as 2 equipes da região o Team Magma e o Team Aqua e não apenas uma delas como nos jogas anteriores. Poder Capturar os três lendários principais desta geração em um único jogo também aumenta a vontade de jogá-lo, mas a principal mudança e o que mais faz valer a pena jogar a versão Emerald é o que vem depois do jogo, dungeons novas, novos locais a serem acessados e a Battle Frontier onde você tem que enfrentar os 7 cérebros da fronteira, que de certa forma são como os líderes de ginásio.

Infelizmente a história do jogo ainda é fraca, mesmo se tratando de um RPG, Pokémon mais uma vez deixa a desejar nesse quesito. O mais triste é que a ideia da história é boa, duas equipes com objetivos opostos tentando liberar guardiões lendários igualmente opostos, os ideais de expansão da terra contra expansão do mar, porém isso é muito mal trabalhado durante o jogo. Em suas poucas cutscenes ambas as equipes aparentam apenas lutar por lutar e a explicação de seus ideais é mal feita e a rivalidade entre as duas equipes que poderia ser explorada nesse jogo também não foi. Falando em rivalidade a maior queda desta geração foi nesse sua rivalidade só aumentou em número, ao invés de ter 1 rival agora se tem 2, mas então eu pergunto, e daí?! Do que adianta ter dois rivais se nenhum deles justifica esse nome, Brendan ou May fazem apenas o papel de vizinho legal, muito mais interessados na pesquisa de seu pai do que em batalhas e Wally que poderia ser um personagem bem legal se explorassem a doença que ele possui e mesmo assim decidiu viajar e se tornar um treinador, mas não dão apenas duas lutas pra ele sendo uma delas estúpida, sua participação no game parece ser apenas um enche linguiça. Qualquer rival deste jogo não chega aos pés de Blue ou Silver, estes sim merecem o título!

Qualquer fraqueza do jogo é pisoteada por suas qualidades, mas isso não quer dizer que elas não existam. Eu não acredito em jogo perfeito, mas esse é um daqueles que da pra dizer que não ficou longe disto. Pessoalmente acho que a série decaiu um pouco nas duas gerações seguintes, até melhorar na sexta geração. Recomendo que todos joguem essa obra de arte, pessoalmente acho que foi o melhor jogo da série entre os que eu joguei.

Pokémon-Emerald-6

Ponto Forte: a versão Emerald veio agregar o bom que já tinha sido feito em Ruby e Sapphire e ainda trouxe alguns extras apesar de muito parecido as diferenças realmente vão fazer você querer jogar de novo apenas para ter um Groudon e um Kyogre no time ou terminar a Battle Frontier ou acessar novos lugares e batalhas. 

Ponto Fraco:  a história, além de tudo a forma como o protagonista aparece na história, eu realmente não entendo por que você sempre recebe a Pokédex para ajudar um professor numa pesquisa e 15 minutos depois decide fazer um tour pelas cidades ganhando insígnias, esse tipo de coisa não é explicada, você apenas faz por fazer, por que já viu o anime ou já jogou algum jogo antes ou até mesmo alguém te falou que o objetivo do jogo é coletar insígnias, por que o jogo não soube explicar muito bem…

Pokémons Shiny

Pokémon Shiny são os pokémons, com nada de especial, exceto com sua cor alterada e com uma estrela em sua imagem no Summary. As chances de encontrar um pokémon Shiny são de 1/8197 se você encontrar ele em sua forma básica sua evolução também será Shiny, porém se você breedar as chances do bebê nascer Shiny também são 1/8197

Pokérus

Trocadilho de Poké com Vírus, é uma coisa absurdamente rara que existe no jogo, esse vírus e um micro-organismo que ataca pokémons, podendo vir em selvagens ou até em ovos. As chances dele aparecer são de 1 em 21.845. Duvido muito que você consiga um, mas se quiser ver olhe em Summary e olha do lado de Status se aparecer um PKRS você ganhou na loteria. Apesar de raros eles não são tão úteis, eles dobram os EVs ganhos em batalhas e podem contaminar outros pokémons, deixe ele na Box para espalhar, depois de algum tempo o vírus some.

Bag

A mochila que o jogador carrega, existem cinco bolsos na sua mochila
(Poké Balls): Local para armazenar os 11 tipos de bolas disponíveis no jogo.
(TMs e HMs): Local para guardar as 50 TMs e 7 HMs.
(Berries): Local para carregar as frutas que tem efeitos similares aos itens e podem ser usadas em pokéblocks, existem 43 diferentes.
(Key Itens): Itens importantes para o jogo que só são obtidos uma vez, eles podem liberar novos locais ou funcionalidades ao jogo, existem cerca de 28, mas alguns somem depois de certo tempo.
(Itens): Armazena todo que não se encaixa nos itens anteriores, a bag tem um limite de 30 espaços, se quiser armazenar o resto use o PC em qualquer centro pokémon.

São simples, um pokemon tem pelo menos um tipo e no máximo dois, um pokemon do tipo água, tem fraqueza a um tipo raio ou grama, porém é forte contra tipos pedra e tipo fogo. O segundo tipo também tem influência, se um pokemon é tipo água/terra ele terá fraqueza quadrupla a tipos grama. A tabela explica todas as fraquezas e resistências, onde você vê um (+) é por que o dano é dobrado contra aquele tipo e o (-) significa que o dano é diminuído contra aquele tipo.

Tipos: físico e especial

São no total 17 tipos de “elementos” no jogo, até a terceira geração (FR/LG/R/S/E) o subtipo deles (físico ou especial) é definido pelo tipo. Golpes dos tipos: Grama, Fogo, Água, Elétrico, Gelo, Psiquico, Fantasma e Dragão são especiais. Já golpes dos tipos: Normal, Lutador, Veneno, Metal, Sombrio, Pedra, Terra, Voador e Inseto são físicos. O Tipo fada foi adicionado apenas na sexta geração, como esse jogo é da terceira ele não existe aqui.

Evolução

Evoluir um pokemon é necessário, pois ele só atinge seus status máximos em seu ultimo estágio, cada pokémon tem um level certo para evolução, alguns pokémons tem suas evoluções por pedras, ou felicidade, até mesmo troca ou troca segurando um item influenciam na evolução. Para impedir a evolução basta apertar o botão B, equipar a Everstone nele ou deixá-lo no Day Care. No link a seguir vocês podem checar as condições de evolução de cada pokémon, apenas se lembre que este jogo só vai até a geração 3 e alguns pokémons que aparecem na lista não existem no jogo.

Atributos

Cada pokemon tem oito atributos, sendo dois de batalha (Evasion e Accuracy) e os outros seis fixos:
HP (Hit Points): Óbvio a vida do seu pokémon, o grau de quanta porrada ele aguenta
Ataque (Attack): Dano físico
Defesa (Defense): Resistência física
SP Atk: Dano especial
SP Def: Resistência especial
Velocidade (Speed): Define quem ataca primeiro, as vezes um golpe pode favorecer esse atributo. 

Nature

É a personalidade do pokémon, isso influência diretamente na evolução dos atributos. algumas natures são neutras, não aumentam nem diminuem nada, portanto não vou colocar nome nenhum nessas natures.

Ability

Habilidade natural do seu pokémon, influência diretamente nas batalhas.

Trainer Card

Uma outra forma de diversão do jogo, onde são marcados algumas conquistas. As conquistas variam de cada jogo neste temos: Hall of Fame Debut (Marca o tempo gasto até ir no hall da fama a primeira vez), Link Battles (O número de partidas jogadas via link, vitórias e derotas), Pokémon Trades (Número de trocas feitas com outros jogadores), Pokéblocks with Friends (A quantidade de Pokéblocks feitos com outros jogadores), Won Contest with Players (O Número de festivais ganhos contra outros jogadores) e Battle Points Won (total de Battle Points obtidos na Battle Frontier).

COMO USAR CHEATS ANDROID

No VBA :Abra o jogo(File>Open)>Cheats>Gameshark>Cole seu código na parte de CODE>OK

Atenção! Usar cheats pode danificar seu jogo, salve sempre antes de fazer os cheats e veja se o resultado foi satisfatório.

ALGUNS CHEATS PODEM NÃO FUNCIONAR, E OUTROS SÓ FUNCIONAM COM O O MASTER CODE CORRETO

Master Code: 

( esse código é necessário para que todos os outros funcionem)

D8BAE4D9 4864DCE5 – A86CDBA5 19BA49B3

Full Master Code: 

(use se o primeiro MC não funcionar, use apenas um por vez)

D8bae4d9 4864dce5 – A86cdba5 19ba49b3 – A57e2ede A5aff3e4 – 1c7b3231 B494738c – 38ebb91d 36fe8458 – Bcf15887 85f2256a

Atravessar paredes:

7881A409 E2026E0C – 8E883EFF 92E9660D

Dinheiro infinito:

c051ccf6 975e8da1

Ter todas as Pokéballs:

085938bb 99ff313d – 2dafd739 5d796510

Luz em áreas escuras:

0C7BD341 E9775222

Max Start (primeiro Pokémon):

Max HP: 35A039FD B90C0C5B

Max Attack: 973FBE3F EDC8200D

Max Defense: 979050AE 6F56B497

Max SP Attack: E9B89F9D C73B5749

Max SP Defense: DBC9F375 30D76D78

Max Speed: 35B2E18D FC573426

Master Balls no PC: 128898B6 EDA43037
Old Sea Map no PC: 5B1CB4D7 10FA9D05
Aurora Ticket no PC: 483511F5 E6C8E537
Mystic Ticket no PC: BE39B3A8 280987E1
Rare Candy no PC: BFF956FA 2F9EC50D
Eon Ticket no PC: 0A6626D3 648DA17A
HP UP no PC: D01C5E9D 017C0F02
Iron no PC: 31BECF62 6D94C212
Carbos no PC: 2CCDF091 99F295D4
Protein no PC: 5EB429D8 478D5A90
Calcium no PC: 98DDBA3E FA0033AD
Lucky Egg no PC: FAC516C7 38D973E

Pokémon Emerald! Para quem é #DasAntigas!#Nostalgia no 1HitGamesAcesse: https://1hitgames.com/pokemon-emerald/#pokemon #emulator #android #emulador #GBA #battle #offline #1hitgames 🕹 #1hitgamers #1hit #Acervo1Hit 🎮 #like #inscrevase #channel #gaming #mobile #1HiTV

Publicado por 1HitGames em Terça-feira, 26 de novembro de 2019
Curta nossa página no Facebook, participe e jogue conosco!

Referências:

Eternal Players, Pokkesaves, Wikipedia.