The Evil Within 2

The Evil Within 2 [a] é um videogame de terror de sobrevivência em terceira pessoa desenvolvido pela Tango Gameworks e publicado pela Bethesda Softworks para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One. O jogo foi lançado mundialmente em outubro de 2017 e é a sequela do videogame de 2014 The Evil Within. O jogo recebeu críticas geralmente positivas; como seu antecessor, recebeu elogios por seu visual, atmosfera e jogabilidade, mas recebeu algumas críticas por sua história e personagens.

Não tenha medo… de fugir

Naturalmente, The Evil Within 2 te dá medo. Ele foi feito para isso. Monstros assustadores, sustos mil, mas nem sempre precisa ser assim. Quando se deparar com uma criatura desconhecida que você não sabe bem o que faz ou como ataca, não tenha medo de fugir!

O game te dá todas as possibilidades para tentar se esconder ou despistar inimigos normais. Ainda que não seja tão adequado, é possível escapar com algum trabalho extra, seja por vida curta ou falta de munição. Contudo, tenha cuidado: os monstros são bem inteligentes e não deixarão que você suma sem mais nem menos.

Siga sempre o comunicador

O comunicador é uma importante ferramenta em The Evil Within 2 e coloca muita informação à disposição de Sebastian. Saiba seguir suas dicas e encontrar a localidade de outros elementos, itens ou sobreviventes no STEM.

Sem o comunicador, sua vida vai ficar bem mais complicada. Explicamos isso pois suas dicas podem parecer meros tutoriais do próprio jogo, mas não são. Não as ignore em hipótese alguma se quiser sobreviver um pouco mais.

Jogue com calma (na medida do possível)

Apesar de ter elementos de ação, The Evil Within 2 é um game para ser explorado nos mínimos detalhes. Jogue com calma, não pense em correr para terminar e ver logo a sequência de cenas finais.

Explore os cantos escuros, destrua caixotes para revelar itens e, claro, não deixe de aproveitar cada segundo da campanha. Essa dica é ainda mais recomendada nas dificuldades mais altas, carregadas de desafio superior.

Prefira sempre a furtividade

Por falar em calma, a furtividade é sua amiga em The Evil Within 2. Escolha permanecer nas sombras, evite combates e encontros indesejados. Os jogadores que fazem isso têm mais chance de sobreviver por algum tempo sem ser interrompidos. É no acobertamento que você encontra menus para matar automaticamente inimigos distraídos.

Como já deixamos claro, as sombras são suas amigas. Esgueire-se por cantos e escolha ficar atrás de móveis ao longo dos mapas que são dentro das casas, ou por trás de objetos diversos em outros locais de Union. Fique sempre atento ao ícone de olho que aparece no topo da tela. Se ele mudar, quer dizer que um inimigo te viu. Uma boa dica para distrair oponentes e usar mais a furtividade é, por exemplo, lançar objetos como garrafas em outro canto do cenário.

Economize balas

Chegamos àquela dica precisamente voltada para o gênero de sobrevivência de horror: economize balas. Não é brincadeira, já que toda a munição é escassa ao longo do jogo. As armas brancas, de corte, fazem um trabalho melhor para eliminar monstros mais simples ou abrir caixotes.

É claro que teremos momentos nos quais as balas serão imprescindíveis e você terá que descarregar pentes inteiros para eliminar os inimigos. Contudo, é sempre bom ter aquela reserva adicional, para fazer com que uma batalha de chefe seja mais simples, por exemplo.

Machado: a melhor arma branca

Por falar em armas brancas… Elas são as armas de corte, que não gastam munição e te oferecem ataques praticamente infinitos contra qualquer monstro padrão. Dentre elas, o machado é a melhor, com golpes mais fortes e precisos.

Na maioria do tempo, Sebastian terá a clássica “faquinha” à sua disposição, mas a partir do momento em que conseguimos o machado, a experiência de combate muda completamente. Não tenha medo de usá-lo no lugar das armas de fogo, inclusive.

Sempre mova a câmera

Essa dica está ligada com outras que citamos mais acima: a câmera é um dos segredos para se dar bem em The Evil Within 2. Alguns inimigos atacam sem aviso, silenciosos e, principalmente, por trás.

Ter todo o cuidado para não receber um golpe desprevenido ou morrer sem ser alertado é primordial no game. Infelizmente, não dá para olhar para a frente sempre, então é ideal que você sempre vigie outros ângulos da cena.

Jogar no ‘Easy’ não é vergonha

Por fim, saiba que The Evil Within 2 tem pelo menos três níveis de dificuldade iniciais. Começar no mais fácil não é vergonha alguma e, inclusive, é indicado pelo próprio diretor do jogo, Shinji Mikami – que foi o produtor e co-criador do primeiro.

The Evil Within 2 já é difícil por natureza, dada a variedade de momentos tensos, e jogar no “Casual”, o nível mais fácil, ajuda na adaptação dos controles e no desenrolar da história. Depois, é possível repetir a partida, em dificuldade superior, mas não se acanhe em começar pela mais simples – mesmo nesta dificuldade há um certo desafio alto.

Ande sempre escondido

The Evil Within 2 é um game que precisa ser jogado com cautela. O seu personagem, Sebastian, não é particularmente rápido ou forte e você terá que aprender a sobreviver sabendo isso. Considere sempre os campos de visão dos inimigos, seus movimentos e os locais onde você pode se esconder.

Sendo um game de terror de sobrevivência, você também necessita de itens essenciais como munições, mas estará limitado a um inventário não muito grande. A melhor estratégia então será andar escondido e tentar pegar seus adversários com sua faca, sempre por trás. Cada zumbi que você mata dessa forma é mais uma bala que pode o salvar no futuro.

Não seja impulsivo se for visto

Se você for descoberto por algum zumbi, não entre logo em pânico. Não é boa ideia começar disparando, mas sim procurar outro local para se esconder. Se você conseguir quebrar o campo de visão com o inimigo há boas hipóteses dele se esquecer de sua presença.

Tenha apenas cuidado com os arbustos, pois embora eles sejam bons para você se esconder, os mais altos podem também quebrar sua visão.

Estude suas redondeza

Como você não vai ter acesso a um mini-mapa, é muito importante percorrer seu caminho com cautela. Alguns zumbis estão sentados ou deitados nas ervas, um pouco camuflados e parecendo até mortos. Você não deve confiar em nada que não tenha sido morto por você, logo evite pisar nesses mortos-vivos ou eles vão acabar o atacando quando menos esperar.

Para o ajudar, você tem um ícone de alerta em cima da tela que indica se alguém está atento a sua presença. Se o olho estiver escaneando, isso significa que alguém está procurando você. Se por outro lado estiver apenas olhando em frente sem pestanejar então é melhor fugiu porque alguém está indo na sua direção!

Não esqueça que esse é um game de mundo aberto

The Evil Within é um game que o vai recompensar pela exploração. É necessário entrar em edifícios para pegar itens que vão ser muito necessários na sua sobrevivência. Logo, é útil que vá explorando suas redondezas enquanto se dirige para seu objetivo principal.

Além disso, andar pelo meio das ruas vai provavelmente levar você até à morte. Felizmente, o game tem muitos atalhos e vielas para você percorrer, fazendo com que fique mais escondido. Estabeleça sua rota por caminhos alternativos para aumentar suas chances de sobrevivência.

Complete todas as missões, incluindo as secundárias

É muito importante que você não só complete suas missões, mas também alguns objetivos opcionais que pode pegar. Essas missões secundárias devem ser completadas assim que possível porque vão conceder a você recompensas muito úteis, como novas armas e bolsas que aumentam sua capacidade de inventário.

Construa itens e melhore suas armas

The Evil Within 2 tem um sistema de construção fácil. Você apenas tem que pegar os materiais pelo mundo e os usar para criar itens. Embora o possa fazer em qualquer parte, o melhor será mesmo planejar o que quer fazer e levar seus itens a um banco de trabalho que pode encontrar em alguns pontos seguros. E ao fazer isso aproveite para criar um pouco de tudo, pois não sabe que itens vão fazer falta enquanto andar em suas aventuras. No início do game, tente se focar principalmente em munições para sua pistola de mão.

Nos bancos de trabalho, você também pode melhorar suas armas e, nesse caso, deverá começar a fazer o mais cedo possível. Cada melhoramento que você faça não vai ficar ativo apenas na arma que você está usando no momento, mas em todas da mesma categoria. Ou seja, se você melhorar uma pistola fraca na realidade todas as pistolas que pegar no futuro vão ter esse melhoramento incluído.

Evite entrar em combates desnecessários

Nesse início de jogo, seu personagem não terá várias habilidades que ajudam em combates. Sejam eles corpo a corpo ou com armas de fogo. Dessa forma, vá “comendo pelas beiradas”. Sim, elimine zumbis desgarrados para ganhar o gel verde que ajuda justamente a melhorar suas habilidades. Mas evite confrontos com grupos de monstros ou com criaturas que parecem assustadoras (elas são fortes, vai por mim).

Use os arbustos para passar desapercebido

The Evil Within 2 usa o bom e velho arbusto (consagrado em Assassin’s Creed, Uncharted e tantos outros jogos) como camuflagem. Portanto, aproveite os arbustos em Unity para andar camuflado e/ou fazer um aproach ninja antes de fazer aquele ataque furtivo.

Faça as missões paralelas

Sempre que possível, faças as missões paralelas em Unity. A primeira que já aparece logo de cara é para procurar por um armazém de armas. Do it (faça). Além de pegar munição pra chuchu, você conseguirá ótimas armas, como o virote (besta) e a shotgun.

Rifle “sniper” no telhado

Unity se parece com uma cidade de interior, cheia de casas pequenas, igreja e parque. Porém, há um prédio nela. E é nele que você precisa subir. Não chega a ser um arranha céu, mas é uma construção alta que se destaque dentre as outras. Em uma das laterais da construção há uma escada. Suba e procure pelos corpos de membros da Mobius. Só cuidado com os zumbis errantes que você pode encontrar por lá.

Reviste os soldados Mobius

Sempre que possível, reviste os soldados da Mobius mortos em Unity. Eles tem os melhores loots. Desde munição, porções generosas de gel e até itens que só eles lhe darão, como melhores repositórios de munição, seringas curativas etc. É claro que o jogo, sabendo disso, escolhe a dedo os locais para os policiais estarem caídos. Geralmente perto de algo em risco. Mas, mesmo assim, é possível saquear vários corpos e voltar com recompensas bem legais.

Se avistar uma imagem de santa, quebre-a

Calma. Sebastian Castellanos não virou nenhum religioso fanático. É que as imagens de santa em The Evil Within 2 contém chaves para você desbloquear itens em um armário que fica ao lado da cadeira elétrica na qual você obtém seus poderes.

Deixe para craftar em refúgios

Em The Evil Within 2 é possível melhorar armas e criar os itens que você usa no jogo. É possível fazer isso em bancadas espalhadas pela cidade. Logo de cara você encontra uma, no abrigo do O’Neil. O abrigo é um dos refúgios do jogo. Você até encontrará bancadas (workbenchs) “soltas” em algumas casas na Unity. Porém, criar itens nesses locais custará o dobro dos materiais que os refúgios lhe cobram. A não ser que você precise muito, guarde seus itens para criar em refúgios.

Pausa para o cafezinho

Quem não gosta de um café quentinho? Ainda mais passando o perrengue que o Castellanos passa em The Evil Within 2. Qual não foi minha surpresa quando, ao adentrar no primeiro refúgio do jogo, dei de cara com uma máquina de café. E, para minha surpresa ainda maior, o café recuperou completamente minha energia. Incrível! Portanto, se estiver voltando para um refúgio após uma missão e a energia não estiver lá essas coisas, tente economizar suas seringas já pensando naquele café quentinho do refúgio. Só não abuse, pois o café demora um tempinho para ficar pronto novamente.

Olho vivo no indicador de som

Em The Evil Within 2, há um indicador de barulho que fica na sua tela. Sempre que um zumbi ou monstro estiver por perto, o sensor mostrará umas ondas de som (parecem também com um eletrocardiograma, se você já viu um). Quanto mais perto do zumbi, mais ondas você verá. Portanto, sempre que tiver ondinha, tem zumbizinho. 

Upgrades

O mais importante de tudo; foque em estamina. Saiba que o personagem tem um péssimo fôlego. Sua barra é pequena e esvazia rápido. Então melhore dois níveis dessa barra. Você poderá ter uma chance melhor de correr de uma encrenca.

Depois dessa barra procure melhorar atributos que não envolvam o ataque. Não fará grande diferença. Veja os upgrades de estamina, vida etc, mas não de seu ataque.

Perceba as melhorias “laterais”. Toda árvore possui o principal a ser melhorado e o que rodeia a melhoria. Veja o que melhor te ajudará na progressão do jogo.

Particularmente, eu investi um pouco na árvore de furtividade. Diminuindo o ruído dos meus passos e aumentando a velocidade da caminhada agachada. Com isso, a dica que dei sobre o ataque furtivo fica ainda melhor se pensar por esse lado.

Melhoria de arma

Pense na melhoria da sua pistola. Claro, esse foco voltado mais para o início do jogo. Não gaste suas peças com nada diferente do que a capacidade de balas no pente e a cadência de tiro.

Sobre a quantidade de balas a explicação é muito simples; quanto mais munição disponível, melhor. Lembrando que arma de fogo é apenas para momentos de alta dificuldade, seja eles quais forem. E outro ponto é de você não deixar munição para trás no cenário. Se sua arma estiver cheia, você não coletará as balas, nem mesmo para ficarem em inventário. O que faria sentido se fosse assim, mas fazer o que né?!

A cadência vai te ajudar diretamente em momentos de aperto. Caso esteja sendo seguido por muitos inimigos ou tenha alguma criatura muito forte e é preciso mata-lo o quanto antes, a velocidade de disparo da arma será essencial. Ficaria muito difícil matar duas ou três criaturas que te perseguem se a sua arma demora para atirar.

Essas duas melhorias, você pode gastar peças para um upgrade cada ou dois. Fica a seu critério. Depois de estar bom o suficiente nesses dois aspectos, você pode pensar no resto. Na potência, na velocidade de recarga ou em outra arma.

Procure as chaves

Caso não tenha saco para procurar as famigeradas chaves, com certeza encontrará a localização delas na internet. Mas lembre-se, na grande maioria das ocasiões elas ficam dentro de estátuas. Não é tão fácil de encontra-las, mas ajudaria muito caso encontre.

As chaves lhe darão acesso aos armários da sala de upgrades. Com uma chave em mãos, então a sorte estará lançada. Mas praticamente, sempre, você obterá bons itens.

Referências:

Alvanista, Última ficha, Aficionado, wikipedia, techtudo.

Cyber Hunter

Cyber ​​Hunter é um videogame chinês de ficção científica battle royale de 2019 para celulares e plataformas de PC desenvolvido e distribuído pela NetEase. Foi lançado em 26 de abril de 2019.

Gameplay 

A jogabilidade consiste no formato tradicional de battle royale com tema futurista e alguns elementos distintos, como jogadores (referidos no jogo como Wanderers), são jogados em hoverboards a jato, que ajudam no desembarque antecipado de armas sofisticadas, como armas de microondas, veículos armados, vertical escalada, parkour, planando pelo ar usando dróides que são robôs de inteligência artificial, construindo várias estruturas de defesa, personalização detalhada de personagens etc.

Introdução

Cyber ​​Hunter é um jogo de mundo real de battle royale com uma combinação única de elementos de jogo, incluindo sobrevivência, tiro e exploração. Qualquer superfície vertical no mundo do Cyber ​​Hunter é escalável e os jogadores podem deslizar de baixo para cima.

Equipado com armas legais, armas criativas e veículos que voam e flutuam, você pode explorar histórias de justiça contra o mal, novas lutas antigas e conservadorismo afastando o radicalismo.

Espaço 3D

O jogo é muito mais do que uma arena de 6 por 6 km e pode ser um mundo fascinante, onde você pode tocar o céu e mergulhar no fundo do mar, com recursos básicos, incluindo escalada e planagem.

Batalha Vertical

os jogadores podem experimentar uma batalha vertical em uma variedade de terrenos e estruturas. Além disso, eles podem melhorar suas capacidades de combate vertical através de descobertas no jogo, como descobrir luvas táticas que melhoram a velocidade de escalada.

Livre e Justo

Os jogadores podem desbloquear diferentes tipos de habilidades de sobrevivência gratuitas, à medida que ganham experiências e sobem de nível.

As habilidades de sobrevivência do jogo incluem

Atirando, ocultando, monopolizando o inimigo, detectando o sinal do inimigo, protegendo, curando, ficando invisível, usando medpack, ressuscitando, usando o Safety Ring, dissolvendo itens, planando, construindo barricadas, carros, torres de superervação ou fortes.

Os jogadores podem dissolver uma construção ou um instrumento para ganhar energia droid, ou usar um drone Detector para espionar seu inimigo. Os jogadores também podem usar um anel de segurança para se proteger fora da zona segura ou ressuscitar um companheiro de equipe, fornecendo uma combinação de habilidades para os jogadores sobreviverem.

Efeitos diversos

Você pode ter uma espingarda cujos tiros curam quando atingem um companheiro de equipe, ou um lançador de granadas que destrói edifícios com alta eficiência, ou uma granada congelada que pode congelar a água. Além disso, quando as armas no Cyber ​​Hunter são atualizadas com um Enhance Core, novos poderes ou até novas habilidades serão desbloqueadas.

Saiba onde aterrissar

Conhecer o mapa é um dos passos mais importantes em qualquer Battle Royale, Cyber Hunter incluso. Cada partida reúne 100 jogadores, em times ou solo e, como sempre, a missão é eliminar os inimigos e permanecer vivo. Reconhecer o terreno é obrigatório.

Pousar em áreas urbanas é uma boa para quem deseja adquirir equipamentos bons logo de cara, mas as chances de entrar em confronto (e ser eliminado de início) são maiores. Por outro lado, pousar em uma região afastada pode ser mais seguro ainda que fique perto da barreira, que vai encolhendo e reduzindo a área de combate.

No mais, saiba usar o glyder para chegar ao chão o mais rápido possível.

Selecione bem seu equipamento

Outra dica básica, é importante gerenciar o espaço em seu inventário para dar lugar a itens importantes, como medikits, armaduras (capacetes, botas, luvas, etc.) e armas mais poderosas (submetralhadoras, rifles, rifles de precisão, espingardas e armas pesadas), conforme você avança no confronto.

Claro que ao chegar a ordem é pegar o que conseguir primeiro, mas como seu espaço é limitado, troque itens e armas fracas por versões mais fortes conforme explora o mapa.

Cuidado ao usar veículos

Dirigir um veículo é uma excelente opção para encurtar distâncias e chegar a um ponto do mapa mais rápido, mas todo recurso tem seus prós e contras. Neste caso, você estará anunciando a seus adversários, em alto e bom som, que está passando perto deles, se tornando assim um alvo fácil se estiver sozinho.

Jogando em grupo a coisa muda, seus amigos podem reagir bem mais rápido do que o motorista. Sendo assim, um carro pode ser uma ferramenta útil para cobrir terreno.

Faça bom uso das habilidades especiais

O principal diferencial de Cyber Hunter para outros títulos de Battle Royale, as habilidades especiais, são fornecidas pelo droid auxiliar. No início, você tem acesso a um número limitado delas, podendo desbloquear mais conforme evolui no jogo.

É possível equipar até três habilidades por partida, que variam entre uma parede de proteção, um item de cura, um veículo para se deslocar mais rápido e outras. Saber quais são as mais úteis é um passo importante para a vitória.

Fique de olho no mapa

É importante estar sempre atento ao ícone do mini mapa no canto superior direito, tanto para saber onde você e os membros do seu time estão, quanto para identificar de onde os tiros estão vindo quando você entrar em combate. Estando atento aos seus arredores, será mais fácil preparar emboscadas, se proteger ou mesmo dar no pé.

Esteja sempre em movimento

Como em todo Battle Royale, ficar parado é um convite tanto para virar uma peneira, quanto para ser pego pela redução do mapa. Esteja sempre em movimento rumo ao centro da zona de combate, mas use de vantagens que Cyber Hunter tem, graças à temática futurista.

Seu personagem é capaz de escalar superfícies sem nenhum tipo de acessório, além do droid servir como um planador (aperte o botão de pulo duas vezes de uma superfície alta). Assim você pode cobrir distâncias ou pular de um prédio de maneira bem fácil.

Habilidades dos Andarilhos de Cyber Hunter

Conforme os Andarilhos sobem de nível, eles desbloqueiam diferentes habilidades, como detectar o sinal inimigo, invisibilidade e construir barricadas. Os Andarilhos também podem dissolver uma construção ou um item para obter energia droide ou usar um drone Detector para espionar seus inimigos. Apesar de o Círculo de Segurança proteger os Andarilhos quando estão fora da zona de segurança, eles também podem ressuscitar um colega de equipe.

Veículos 

Há muitos veículos para os Andarilhos viajarem pelo mundo. Com veículos de até cinco lugares, eles podem ser classificados em terrestres, aquáticos e versáteis. Diferente dos veículos normais, os veículos do Cyber Hunter também podem fazer coisas incríveis. Por exemplo, o Cerberus pode se transformar em um meca de batalha, o Ventaneiro pode se transformar em um avião e o Alvorada possui uma roda destruidora.

Gêneros diversos: Terrestre, aquático e versátil + com um assento, dois lugares, quatro lugares e cinco lugares.

Personalização 

O jogo permite que os Andarilhos personalizem seu personagem desde o cabelo, a cor dos olhos e o tamanho do rosto até a maquiagem dos lábios e das sobrancelhas. Além disso, os Andarilhos podem criar seus próprios personagens usando as várias roupas da moda, movimentos personalizados, pinturas para armas e para veículos.

Como identificar as melhores armas facilmente

Antes de dizer quais são as melhores armas de Cyber Hunter, existe um jeito muito simples de identificar as melhores armas do jogo.

Os rifles e snipers do game são classificados por nomes bem diferentes do senso comum. Não há padrão de cores.

Contudo, quando o jogo informa que um rifle é “básico”, ele está na categoria das armas “comuns”.  Quanto mais extravagante for o nome, melhor a arma.

As melhores submetralhadoras em Cyber Hunter

Submetralhadoras, seriam aquelas armas de disparo automáticas de curto alcance. Armas que em outros jogos seriam Vecto, Uzi e etc.

A melhor submetralhadora do jogo é a Sentinela.

Veja uma tabela com as submetralhadoras da melhor para a pior:  Sentinela, Foxtrot, Omega.

O melhor Rifle de Assalto de Cyber Hunter

Os Rifles de Assalto seriam o equivalente a rifles como Scar-L, M4 e AKM. São armas multifuncionais que podem servir tanto para o tiro em longa ou curta distância.

Em Cyber Hunter os rifles são muito parecidos entre si. São armas com capacidade de dano quase idênticas.

O que vai diferenciar é o fato de você encontrar ou não um fragmento no mapa. Esse fragmento, que parece um cubo permite “turbinar” o seu rifle, deixando ele muito mais letal.

Veja a lista dos melhores rifles do jogo: Filho dos Céus, Detona-dragonetes, Confronto Direto, Delta, Liberdade Alfa.

O melhor Sniper de Cyber Hunter

Cyber Hunter agrupa os rifles semi-automáticos e Snipers em uma mesma categoria. Aqui, temos os rifles que atiram uma única bala por vez, ou dão rajadas de uma única vez.

Apesar do “Flamingo” e “Ladrão de almas” serem os mais procurados, a verdade é que Cyber Hunter é um jogo em que os personagens tem “muita vida”, e podem se entrincheirar e recuperar a saúde com facilidade.

“Flamingo” é procurado pelo seu dano alto que é aumentado pelo Núcleo. Já o “Ladrão de almas” tem uma característica bem peculiar. Com o Núcleo, ele mostra a posição de inimigos já vistos no mapa.

Em Cyber Hunter, Não existe uma AWM que mata inimigos com um único tiro. O mais próximo disso é o Flamingo equipado com Núcleo.

Na minha opinião, o melhor rifle sniper do jogo é o “Caixão Vazio”. Como as partidas são rápidas, não dá tempo de procurar mira 8X+Núcleo para o “Flamingo” e “Ladrão de almas”.

Na grande maioria dos casos, você se vira com o “Caixão Vazio” que dispara vários tiros de uma única vez e já vem com mira 4X. Essa arma tem dano de 50%, mas é muito fácil acertar mais de 4 tiros no inimigo em 2 segundos.

Veja uma lista dos melhores snipers de Cyber Hunter pela capacidade de dano: Flamingo (maior dano), Caixão Vazio (o melhor na minha opinião, seria o equivalente a uma mini14 com 4x), Ladrão de almas (o melhor para camperar), Valquíria.

As melhores espingardas de Cyber Hunter

Embora seja uma categoria geralmente descartas em muitos Battle Royale, as espingardas são armas bastante peculiares em Cyber Hunter.

No campo ofensivo, o grande destaque é a “Vórtice”, uma espingarda de raios que não exige que você mire no oponente. Ao disparar próximo dos inimigos ela se encarrega do resto. Excelente em curtas distâncias naquele momento que o inimigo fica “dançando” na sua frente.

Lista com as melhores Espingardas do Cyber Hunter: Vórtice, Baleia Assassina, Nightingale (se você tiver outra arma), Tiburo.

As melhores armas pesadas (especiais)

Cyber Hunter tem uma categoria especial de armas chamadas apenas de “Armas Pesadas”.

Nessa categoria estão armas exóticas como o “Zero Absoluto”. Uma arma que permite congelar inimigo. O dano dela é pequeno, mas excelente para ser usada numa partida em equipe.

A “Estrela Cadente” e o “Destroier” são lança granadas que permitem destruir não só os adversários, mas também objetos.

A melhor arma pesada do jogo é o “Destroier”. Com o núcleo, ele permite atirar 3 mísseis teleguiados. Mais apelação impossível.

Como instalar Cyber Hunter em um PC utilizando o aplicativo

Faça download do Bluestacks e instale em seu computador;

Clique duas vezes no aplicativo da Google Play Store dentro do emulador;

Procure na barra de pesquisa por “Cyber Hunter”;

Clique em “instalar”, na página do aplicativo na Google Play Store para fazer download do jogo;

Ao completar o download, vá até a tela inicial do emulador e clique duas vezes no ícone do jogo;

Pronto! Basta seguir as instruções na tela e se divertir com Cyber Hunter no seu computador.

Requisitos Mínimos

Para jogar a versão de PC de Cyber Hunter você vai precisar.

Core I3 ou superior

4GB de RAM

Intel HD Graphics 4000 ou superior

Pelo menos 5 GB de espaço no computador

Mais leve ou mais pesado ?

Como é de se esperar, Cyber Hunter é mais leve do que emulador o jogo por emuladores do Android como o Tencent Game Buddy ou Bluestacks.

O jogador pode usar a mesma conta que utiliza antes no Android ou iOS.

E o pareamento como fica?

O pareamento de Cyber Hunter vai ficar igual a games como Rules of Survival, Creative Destruction e outros jogos da NetEase.

Quando houver um membro no time no celular ou tablet, a partida será pareada com outros jogadores que também estão em equipes mistas (PC e Celular).

Quando um time estiver todo jogando pela versão de PC, ele será pareado apenas com outros jogadores de PC.

Referências:

Mobile Gamer, Cyber Hunter, tecnoblog, Torcedores, Wikipedia, techtudo.

Dead Cells

Dead Cells é um jogo eletrônico roguelike-metroidvania desenvolvido e publicado pela Motion Twin. Após cerca de um ano de acesso antecipado, Dead Cells foi lançado para Microsoft Windows, macOS, Linux, Nintendo Switch, PlayStation 4 e Xbox One em 7 de agosto de 2018. Portes para versões móveis, iOS e Android, estão previstos para 2019.

No jogo, o jogador assume o papel de uma criatura parecida com um lodo que assume o controle de um cadáver em uma masmorra, através do qual eles devem lutar para sair. O jogador ganha várias armas, tesouros e outras ferramentas através da exploração dos níveis gerados proceduralmente para combater criaturas mortas-vivas dentro dele. Às vezes, o jogador pode ganhar “células”, um tipo de moeda no jogo que pode ser usado para comprar atualizações permanentes ou desbloquear novos itens para o jogador, se eles chegarem ao fornecedor entre cada nível. Dead Cells usa um sistema permadeath, fazendo com que o jogador perca todas as células e outras moedas ou itens em cada instância da morte. A Motion Twin foi inspirada por The Binding of Isaac no desenvolvimento do jogo.

Pergaminhos e escala de itens

Existem 3 tipos de atributos que podem ser pegos durante o nosso progresso em forma de pergaminhos.Brutalidade, tática e sobrevivência-respectivamente, vermelho,roxo e verde. Armas de curto alcance como longo alcance (melee e ranged) também como escudos e habilidades caem em uma ou duas dessas categorías. Quanto mais pontos você tem em um atributo, mais poderoso seu item será. Para aquelas armas que escalam em 2 atributos, escalará somente o seu atributo maior. Então por exemplo,ter 10 de brutalidade e 5 de tática para uma espada amaldiçoada, o dano dela escalará somente com a brutalidade e investir em tática não vai deixa-lá mais forte (A não ser que você tenha 11 de tática).

Todo atributo melhorado em 1 te dá 15% a mais de dano no item com sua respectiva cor. Além disso, você ganha +X de vida para cada atributo gasto. O bônus de vída fica menor conforme você investe em somente um atributo. Mas se você decide começar a investir em um atributo diferente,você vai adicionar muito mais à sua barra de vida. A ideia é que builds onde se investe somente em um atributo são glass cannons (Dano alto,vida baixa), builds em que se investe em dois atributos é balanceado, e builds em que você investe nas 3 você tem muita vida mas pouco dano. Tenha em mente que sobrevivência dá a maior vida, começando com 60%,depois é a brutalidade começando com 50% e por ultimo tática começando com 40%

Agora vamos para o infográfico. Atualmente existem 60 armas e 31 habilidades = 91 itens no total. 48 deles está escalado com brutalidade, 49 com tática e 30 com sobrevivência (Esses números incluem itens que são escalados em 2 atributos). A imagem a seguir mostra exatamente qual item pertence a qual atributo.

Itens

No mapa de progressão você percebe que todo bioma tem um nível do bioma. Esse nível influencia nos itens queocê vai pegar dentro desse bioma. Existem conjuntos de regras que tem um efeito no item. Some o número do nível do bioma de acordo com a condição e entenda como funciona:
0-Para itens encontrados livremente no chão
0-Dropado por um monstro
0-Atrás de uma porta dourada
+1-Comprada de um vendedor
+1-Báu comum
+1-Báu amaldiçoado, junto com a gema e o pergaminho do poder, além disso o item vai ser incolor(Escala com o nível do seu maior atributo independentemente de sua escala original)
+2-De monstros elites
+2-Recompensa por completar uma challenge(desafio) de área secreta

As Runas

As runas são desbloqueios permanentes que dará direito a você acessar partes bloqueadas do mapa-incluindo biomas.Você vai querer conseguir elas o mais rápido possível para não pular nenhum item possível no seu caminho.

A Runa da Videira pode ser pega na Esplanada dos Condenados por lutar com um Arqueiro Morto-Vivo elite(dica:esquive de sua dupla flecha).

A Runa de Teletransporte está nos Esgotos Tóxicos e é desbloqeuada lutando com um Golpeador elite(dica:traga um escudo ou alguma coisa para stunnar ou imobilizar ele).

A Runa de Bode está no Ossuário, e é desbloqueada lutando com um Golpeador elite denovo.

A Runa de Aranha está no Santuário Adormecido e é desbloqueada lutando com um Invocador elite(dica:traga uma arma ranged(longa distância).

Então se você está na pressa pra pegar elas, sua rota seria:
Alojamento dos Prisioneiros>Esplanada dos Condenados
Alojamento dos Prisioneiros>Os Esgotos Tóxicos
Alojamento dos Prisioneiros>Esplanada dos Condenados>Ossuário
Alojamento dos Prisioneiros>Os Esgotos Tóxicos>Esgotos antigos>Cripta Insuportável>Santuário Adormecido

Você não pode pegar todas elas de uma vez.Então quando você pegar uma ou continue ou morra e comece denovo no Alojamento dos Prisioneiros. Tem também a Runa do Desafiador que você desbloqueia as daily runs(Runs diárias)na zona do começo e pode ser encontrado depois de lutar contra o chefe na Ponte Negra, mas essa não é necessária para a progressão e eventualmente você vai pega-lá.

A Forja

A Forja pode ser encontrada depois das lutas dos chefões e somente.Lá você pode permanentemente melhorar suas armas para +,++ e S. em uma run que você tem 0 CDF (Celulas de chefe) você só pode melhorar suas armas para +,em runs com 1-2 CDF você pode melhorar para ++ e em runs com 3 CDF você pode melhora-lás para S. Cada melhoria em armas ou habilidades vai dar dano extra,e afixos melhores e mais fortes (os efeitos tipo +100% de dano em inimigos queimando). Além de que melhorias ++ te garantem +1 pros seus atributos (Brutalidade, Tática ou sobrevivência,o bônus será no atributo que o item pertencer) e as melhorias S darão +2. No caso de itens que pertencem a 2 atributos,o atributo bônus será gerado aleatoriamente entre esses dois atributos-por exemplo,para a [Espada Amaldiçoada S] você pode ter +2 de tática ou +2 de Brutalidade ou +1 de Tática e +1 de Brutalidade.

Celulas de Chefe

As células de chefe (CDF) são desbloqueios permanentes que podem deixar seu jogo mais difícil e mais recompensador. Elas podem ser obtidas matando o atual chefe final.Quando você matar ele,receberá a célula de chefe que permitirá você jogar no próximo nível de dificuldade onde você tem que matar o mesmo chefe de novo para ganhar acesso à próxima dificuldade e por aí vai até você ter 4 CDF. Cada dificuldade vai fazer seus inimigos tirarem mais dano e ter mais PV(Pontos de Vida).Começando da dificuldade de 1 CDF você vai perceber que surgiram inimigos de outros biomas no bioma que você está,e isso acontecerá até a 3ª CDF. Na quarta outros tipos de inimigos serão adicionados em todos os biomas,além disso,nessa imagem,estão as coisas que são afetadas pela CDF.

Pulo “Bem na hora”

Quando o jogador pula um pouquinho atrasado, por exemplo depois de cair da plataforma, o jogo permite que o salto seja executado: Isso impede grandes frustrações, pois sem isso, parece que todo pulo é super difícil, e o jogador fica caindo a cada pulo por conta de um input levemente atrasado.

Aterrissagem “Teleporte”

Parecido com o “boi” que o jogo te dá na hora de pular, ele repete a técnica na aterrissagem. Se o jogador pousar um pouquinho fora da plataforma, o jogo adivinha o que o player queria fazer e o teleporta para cima da plataforma.

Parkour Automático

Quando “Dead Cells” percebeu que queria ser um jogo de ação e combate, e não um de pulos e plataformas, criou uma série de recursos para ajudar o player a jogar melhor e não se frustrar. Escalar  plataformas e pequenos declives no terreno automaticamente adicionaram imensa fluidez ao game.

Giro automático

O game gitra seu personagem automaticamente para o outro lado em determinadas situações. Por exemplo, se o player aterrisou virado para a direita e apertou o botão de ataque, mas o inimigo está à sua esquerda, “Dead Cells” gira o personagem automaticamente, impedindo um ataque no vazio.

Comece, explore, morra, aprenda e repita

O ponto mais importante no Dead Cells é aprender. Conhecer os inimigos que encontraremos pelo caminho, os perigos espalhados por cada estágios e principalmente, as armas e equipamentos a que teremos acesso. Como em qualquer roguelike, a morte estará sempre nos rondando e quando ela inevitavelmente chegar, tenha paciência, tente entender o que você aprendeu naquela partida e se prepare para não cometer os mesmos erros de antes.

Saiba também que ao matar inimigos você poderá encontrar células e será com elas que você poderá adquirir uma grande quantidade de itens. O problema é que elas só poderão ser utilizadas após concluirmos um estágios e as perderemos ao morrer. Sendo assim, muitas vezes é melhor procurar logo a saída de uma fase do que continuar explorando.

Invista com cuidado e pense no futuro

“Mas o que eu deveria comprar com as células”, você pode estar se perguntando. A primeira dica é investir em poções de cura. Funcionando como vidas extras, elas serão de grande ajuda quando estivermos perto de morrer e com isso poderão estender bastante a partida. Também vale a pena ficar de olho em todos os outros upgrades disponíveis, como um que guarda algum ouro após morrermos ou outro em que itens que não nos interessam podem ser transformados em moedas.

Outro bom negócio é pensar a longo prazo. Se existe algum item na loja que exige muitas almas, mas que lhe parece útil, comece a investir nele. Em Dead Cells você não poderá sair do vendedor sem ter gasto tudo o que tem, então, ao invés de sair comprando todo o tipo de porcaria, prefira colocar as almas que sobraram em algo que pode lhe ser mais útil no futuro.

Lembre-se que o objetivo no jogo é tornar o seu personagem o mais forte possível e para isso você terá que sofrer bastante. Com o tempo você perceberá que aquilo que parecia muito difícil antes, agora pode ser vencido com certa tranquilidade e o que adquirimos com almas terá papel fundamental neste processo.

Ainda pensando nas partidas seguintes, os diagramas de armas que podem ser comprados com almas também podem ser bem úteis. Após os desbloquearmos, os respectivos itens poderão ser encontradas aleatoriamente pelas fases em investidas futuras. Portanto, se o vendedor tiver o diagrama daquela espada que você tanto gostou de usar, vale a pena garantir que ela aparecerá na próxima sessão.

Mutações e armadilhas

Além de poder gastar as células que encontramos, a loja entre fases também nos dará o direito de adquirir mutações. Funcionando como perks, elas poderão nos ajudar das mais diferentes maneiras, mas num primeiro momento, a mais recomendada é a Revival. Se as porções poderão servir como um vida extra, o que esta mutação faz é exatamente isso. Ser salvo por esta belezinha quando menos esperamos será muito gratificante e só não podemos esquecer quando o item já tiver sido usado.

Algo que também poderá te ajudar muito são as armadilhas. Disponíveis em variados tipos, elas precisam de um tempo para serem utilizadas novamente, mas algumas mutações poderão diminuí-lo consideravelmente. Dentre elas, a que mais gostei são as turrets. Como o próprio nome sugere, trata-se de uma espécie de metralhadora que atirará em qualquer inimigo que entre o seu raio de ação e acredite, ela poderá te tirar de situações bem ruins.

Além de servirem de alvo para os inimigos, que as atacarão imediatamente, o poder de fogo desse equipamento pode ser bem alto, com a vantagem de que mais de uma pode ser deixada ao mesmo tempo. A única coisa com a qual você deve se preocupar é que para funcionar essas armas precisam de energia, o que significa que precisaremos estar a uma certa distância delas.

As runas e os novos caminhos

Um dos principais elementos do Dead Cells são as runas. São elas que nos garantirão habilidades especiais que nos permitirão alcançar pontos específicos dos cenários e após encontrá-las, nosso progresso poderá se tornar bem mais fácil. Um dos poucos upgrades persistentes do jogo, são as runas que dão um ar de metroidvania ao título e procurá-las o quanto antes deverá ser um dos seus principais objetivos.

Ao todo teremos cinco runas para encontrar e abaixo deixarei uma breve descrição delas e onde encontrá-las:

Vine Rune – permite crescer vinhas em pequenas manchas verdes – localizada em Promenade of the Condemned.

Teleportation Rune – permite o teletransporte em caixões eletrificados – localizada em Toxic Sewers.

Spider Rune – permite escalar paredes e pular de uma para a outra – localizada em Slumbering Sanctuary.

Ram Rune – permite quebrar pisos fracos (marcados com um sinal) – localizada em Ossuary.

Challenger Rune – garante acesso aos Desafios Diários – derrote o chefe Incomplete One.

Não tenha pressa

Embora o Dead Cells conte com portas que se fecham após um determinado tempo, no início não tente alcança-las. Tudo bem, a recompensa encontrada nessas salas é boa, mas correr é um dos erros mais básicos que podemos cometer nesse jogo.

Procure explorar os cenários, conseguir o maior número possível de almas e equipamentos, pois isso será crucial para progredir pelas fases. Depois de algumas partidas e com o seu personagem estando mais fortes, você conseguirá avançar mais rapidamente pelas fases e uma hora acabará chegando nessas portas.

E no fim das contas, nunca esqueça que uma vez morto, você voltará lá para o começo, então pense bem os seus passos e tome todo o cuidado do mundo!

(Re)comece, experimente, aproveite a viagem e repita

Nunca tenha medo de experimentar. Uma coisa muito comum no Dead Cells é cairmos numa zona de conforto, sempre tentando encontrar o mesmo equipamento de antes e tentando repetir os passos da partida anterior. Tente variar suas ações, dê uma chance a uma arma que não lhe parecia muito boa ou ir por um caminho diferente.

Mas acima de tudo, procure curtir a viagem. Este não é um jogo em que você deveria mirar no final e sim aproveitar tudo o que ele tem a lhe oferecer. Eu sei que o percurso será dolorido, sei que muitas vezes sentiremos vontade de jogar o controle na parede, mas acredite, a sensação de superar um inimigo que nos derrotou anteriormente ou conseguir uma arma mais poderosa valerá a pena. Mas quando uma morte acontecer, é simples: repita!

Caminhos alternativos

Conforme progride no jogo, destravará novas habilidades permanentes que darão acesso a novas fases e novos caminhos até o final. Novas armas e itens o aguardam nessas fases alternativas, então não deixe de explorar todas!

Aprenda os padrões de ataque

Cada monstro e chefe tem seu próprio grupo de ataques e timing. Quando aprendê-los, poderá antecipar golpes, de esquivando deles e derrotando seus oponentes com mais facilidade.

Use suas habilidades

Além das suas duas armas, poderá equipar poderes e itens como granadas, torres e armadilhas. TOdas possuem um tempo de recarga, então não se preocupe com munição e aproveite tudo ao máximo durante cada encontro.

Escolha suas batalhas

Está vendo uma sala cheia de inimigos morrendo de vontade de devorá-lo no café da manhã? Sem poções para aguentar todo o dano? Equipamento ruim? Não é necessário matar todos os zumbis e monstros que encontrar pelo caminho. Além disso, nunca se sabe quando uma arma melhor ou baú pode estar esperando virando a esquina.

Dicas e Truques

Dead Cells é feito para ser um jogo incrivelmente difícil. Mas enquanto o combate é difícil de entender, existem algumas dicas gerais que você deve ter em mente ao jogar. Aqui estão algumas dicas e truques para ajudá-lo a sobreviver:

Trate todos os inimigos como se fossem um chefe – até inimigos comuns podem matá-lo facilmente se você não for cuidadoso.

Use as portas como aríetes – Você pode atravessar as portas para bater nos inimigos, atordoando-os no processo.

Rolando – Role para atacar os inimigos depois que eles atacarem, você pode matar rapidamente dessa maneira.

O status de habilidades é ruim – O status de habilidades é de longe o pior no wual gastar pontos.

Esmague seus inimigos – Segure o botão para descer e o de pular enquanto no ar e você cairá pisando nos seus inimigos. Isso pode ser usado para se esquivar ou como um ataque.

Não tenha medo de correr – assim como em Dark Souls, às vezes correr para a próxima área é a melhor opção que você terá.

No começo, concentre-se em Diagramas e Runas – Você não conseguirá chegar tão longe sem boas armas e Runas para ajudá-lo.

Experimente com builds – existem muitos estilos de jogo diferentes que você pode usar em Dead Cells, tenha a mente aberta e experimente.

Nunca pare de se mover – Há portas cronometradas em algumas áreas que irão acionar quando você entrar, então continue em movimento e você estará sempre preparado para alcançá-las. Elas oferecem grandes recompensas, por isso vale a pena se apressar.

O Escudo é seu amigo – faça uso da função de parry do jogo, ela pode anular dano e atordoar inimigos se feita corretamente.

Referências:

Meio Bit, Playstation Blog, Game Detonado, Blog do Paulão, Steam Community, Wikipedia.

Rust

Rust é um jogo eletrônico de ação-aventura e sobrevivência online desenvolvido e publicado pela Facepunch Studios. Lançado pela primeira vez em dezembro de 2013 como um título de acesso antecipado, o jogo obteve um lançamento completo em fevereiro de 2018. Rust está disponível para Microsoft Windows, macOS e Linux. As versões para os consoles PlayStation 4 e Xbox One foram anunciadas para lançamento em 2020. Rust foi criado inicialmente como um clone de DayZ, um mod popular para ARMA 2, com elementos de crafting semelhantes aos de Minecraft. O objetivo de Rust é sobreviver numa ilha desértica, usando materiais recolhidos ou roubados. Os jogadores devem gerenciar com sucesso sua fome, sede e saúde ou correr o risco de morte. Apesar da ameaça iminente de ursos e lobos, a principal ameaça são os outros jogadores, devido ao fato do jogo ser multiplayer. O combate é realizado através de armas de fogo e armas primitivas, como arcos. Além disso, veículos controlados por personagens não-jogáveis (NPCs) ocasionalmente vagam, atacando jogadores fortemente armados. Estes podem ser derrotados com persistência. Rust apresenta elementos de construção, embora inicialmente limitada até a descoberta de itens específicos no mundo aberto do jogo. Para se manter protegido, os jogadores devem construir bases ou se juntar a clãs para melhorar suas chances de sobrevivência. Um ataque a bases de outros jogadores inimigos é um aspecto importante em Rust e é realizada com mais frequência por grandes clãs.

Rust foi lançado pela primeira vez em dezembro de 2013 para o programa Steam Early Access; esse estado de acesso antecipado agora é conhecido como Rust Legacy. Mais adiante em seu desenvolvimento, a jogabilidade foi alterada significativamente. A vida selvagem perigosa substituiu os zumbis como a principal ameaça ambiental e várias revisões fundamentais do sistema de criação foram lançadas. Em 2014, o jogo foi transportado para o motor gráfico Unity 5, fornecendo mudanças gráficas significativas. Nessa época, Rust havia introduzido cores de skins predeterminadas e o sexo do personagem vinculados aos detalhes da conta dos jogadores na Steam. Apesar de totalmente lançado, o jogo continua recebendo atualizações.

Ao longo da versão alfa de Rust, ele recebeu críticas mistas do público e da crítica, com muitas comparações feitas com outros jogos de sobrevivência. Rust era comumente comparado como sendo uma mistura de DayZ e Minecraft. Durante esse período, os revisores frequentemente observavam a natureza inacabada do jogo. Durante sua fase de pré-lançamento, os críticos elogiaram o conceito e a jogabilidade e, em março de 2017, Rust havia vendido mais de cinco milhões de cópias. Depois de deixar de ser um título de acesso antecipado, ele continuou recebendo críticas mistas dos críticos. Os aspectos de combate e sobrevivência PvP foram destacados por aqueles que gostaram do jogo, embora os críticos tenham criticado a necessidade constante de grinding, juntamente com a dura experiência para iniciantes.

Jogabilidade

Se tratando de um jogo eletrônico somente multiplayer, Rust coloca os jogadores um contra o outro em um ambiente hostil e de mundo aberto, com o único objetivo de sobrevivência. Animais, como lobos e ursos, agem como uma ameaça iminente, mas o principal perigo vem de outros jogadores. A maioria dos mapas são gerados proceduralmente, com exceção da Ilha Hapis, um mapa pré-construído. O combate jogador contra jogador (PvP) é realizado com arcos, armas brancas e armas fabricáveis. Balas e outros projéteis viajam em uma trajetória balística, ao invés de serem diretamente atingidos. Existem vários tipos diferentes de balas para cada arma, incluindo alta velocidade e explosivos, permitindo assim uma estratégia mais diversificada. O rastreamento de acertos calcula o dano; tiros na cabeça são mais prejudiciais do que tiros em outras partes do corpo. O uso de acessórios para armas, como holosights, fornece uma vantagem sobre os oponentes. Para sobreviver, o jogador deve criar ferramentas, construir bases e se unir a outros jogadores.

Ao começar, um jogador só tem uma pedra e uma tocha. A pedra pode cortar árvores e quebrar rochas. Roupas e comidas podem ser recolhidos matando animais; a mineração fornece pedra, minério de metal e minério de enxofre; e derrubar árvores fornece madeira. Para sobreviver no mundo, o jogador deve reunir recursos e usá-los para criar ferramentas, armas e outros equipamentos. Para criar itens, o jogador deve ter uma quantidade suficiente de todos os materiais necessários, com itens avançados que precisam de componentes mais obscuros espalhados pelo mapa. Existem limitações impostas à quantidade de itens fabricáveis, com projetos que permitem a criação de itens mais avançados. Um elemento importante em Rust é o abastecimento aéreo. Trata-se de paletes de suprimentos equipados com paraquedas, entregues por um avião de apoio. Eles podem ser vistos em distâncias extremamente longas, às vezes resultando em jogadores correndo em direção ao abastecimento aéreo. Também existem outras entidades que lançam pilhagem avançada, incluindo um helicóptero de ataque e o CH-47 Chinook. Ambos viajam aleatoriamente pelo mapa e tentam matar jogadores. Além disso, o Chinook viaja para um monumento escolhido aleatoriamente encontrado no mundo do jogo e solta uma caixa de suprimentos trancada que abre após um período de tempo, convidando interações PvP. Existem veículos operáveis ​​por jogadores em Rust. Os barcos são usados ​​para percorrer longas distâncias através da água e alcançar itens valiosos. Alguns veículos aéreos, como balões de ar quente, também podem ser usados ​​para explorar o mapa rapidamente. Esses veículos controlados por jogadores, ao contrário das entidades ofensivas da IA, podem ser destruídos por mísseis superfície-ar que os jogadores podem posicionar fora das bases.

O jogador deve permanecer bem alimentado ou morrerá de fome. Existem outros desafios que o jogador deve superar durante o jogo, como afogamentos, hipotermia e ataques à vida selvagem – principalmente ursos e lobos. Locais específicos ao redor do mapa são radioativos. Existem quatro níveis de radiação: menor, baixo, médio e alto. A armadura ou a roupa correta deve ser usada para entrar nessas áreas; não fazer isso pode resultar em morte. Após a morte, uma tela com a opção de reaparecer em um local aleatório ou em um saco de dormir colocado antes aparece. O reaparecimento redefine o inventário do jogador com a pedra e a tocha. O principal conceito de Rust é formar um clã. Os clãs geralmente criam moradias para seus membros, dão itens e suprimentos uns aos outros e participam de ataques e saques organizados. As zonas seguras, chamadas de Compounds, oferecem aos jogadores um lugar para trocar recursos, negligenciados por torres automáticas de alto dano automatizadas que disparam contra qualquer pessoa que sacar uma arma, desencorajando a traição. Além disso, esses jogadores traiçoeiros serão marcados como hostis por um período de tempo predeterminado.

Servidores Oficias:

Tal como o nome diz são os servidores oficiais, são eles os principais servidores do jogo em si… são muitas das vezes os melhores em termos de ping e organização (tendo muitos de comunidade muito bem organizados), pois são controlados pela Facepunch Studios (desenvolvedora do jogo), são todos modo Vanila (infelizmente), isso quer dizer em umas palavras bem simples “os mais dificeis de upar”, isso porque para fazer coisas basicas como coletar madeira, pedra para não falar de ferro é algo que demora muito mas muito tempo em comparação a alguns servidores de comunidade. Este tipo de servidor é escolhido por jogadores veteranos pois tem um nivel de dificuldade bem maior e um desafio de jogo também mais elevado.

Servidores de Comunidade:

Este tipo de servidores são feitos pelos jogadores da comunidade e pagos pelos mesmos e abertos a todos os que os quiserem usar de graça, por vezes alguns servidores tem planos pagos em que você compra “Vip” e ganha diversas recompensas (se o poder fazer e gostar do servidor eu recomendo o fazer pois estará ajudar o servidor a continuar online e não acabar), nos servidores de comunidade existem centenas de modos de jogo enquanto que nos oficiais apenas existe o modo Vanila, nos de comunidade temos centenas de modos com carateristicas diversas entre si… mas para explicar de forma simples o farm nos servidores de comunidade são mais rapidos que o normal tendo os conhecidos servidores x2, x5, x10, x20 isto quer dizer é muito mais rapido você upar no servidor… caso não tenha essa informação no nome do servidor ou na discrição é modo Vanila sem vantagens (igual aos servidores oficiais). Este tipo de servidor é escolhido no geral por todos os jogadores tanto novatos como veteranos pois não precisam de estar tanto tempo a jogar e conseguem jogar sozinhos enquanto em modo Vanila jogar sozinho é quase impossivel e chato. Ponto importante tenha amigos para jogar com você Rust, será muito mais divertido.

Agora que sei os tipos de servidores qual escolho então?

Na minha opinião escolha um servidor de comunidade… não precisa de entrar em um servidor com um farm extremo pois isso tira um pouco a “piada” do jogo e ficará “chato”, tente entrar em um servidor com um farm x2 até x10, mais de x10 ficará muito “facil”. Mesmo um servidor x10 já fica bem chato mas se estiver a jogar sozinho ou com 2 amigos um x10 já fica interresante de se jogar. Quando já tiver uma boa ideia de jogo e já conseguir dominar bem, tente entrando em outro servidor mais “dificies” (com menos farm por exemplo um x2).

Primeiros 60 minutos no servidor: Em 2º lugar (e último) deverá seguir estes passos simples e basicos…

“Recolha materias-primas”

Com isso estou a falar de recolher madeira e pedra para poder começar a construir as primeiras coisas (farramentas etc…) no Rust principalmente a sua Base que é o ponto a seguir… recolha o maximo que conseguir de madeira e pedra mesmo que não use toda basta de seguida guardar num baú na sua base.

Construa uma Base

Agora que já tem madeira e pedra deverá fazer então a sua primeira base no servidor, é importante ir dar uma olhada no YouTube de projetos de bases que o ajudaram muito na construção e segurança da mesma. Se precisar de ajuda procure por “Rust Base Design 3.0” irá achar um diverso contéudo criativo de construção de bases. Agora que já tem a sua base construida está pronto para os passos seguintes com certeza.

“Farm muito…”

Com sua base construida já tem um local onde guardar e investir seu tempo a melhorar e construir melhores coisas, terá que ir farmar pelo mapa pelos pontos mais proximos da sua base ou até mesmo por locais mais distantes mas cuidado… as principais coisas que irá ter de farmar nesta fase inicial não existem… tudo é importante por isso não existe nada de principal, mas poderá fazer uma pequena ordem como por exemplo está:
– Coletar Metal (Framenetos de Metal e Metal de Alta Qualidade);
– Coletar muita Sucata;
– E materiais em geral encontrados em barris e caixas… colete tudo…

Perigos

Os jogadores, eles representam a maior ameaça, pois alguns mais experientes seguram armas poderosas, como armas e arcos. Eles serão mais difíceis de matar também enquanto carregam armaduras. Eles são difíceis de evitar, já que eles podem atingir você de longe. Spike Walls, Estes são fáceis de serem evitados, mas quando você está de pé / ataque corpo-a-corpo nas paredes de espinhos, eles vão te machucar. Radiation Towns, As três cidades de radiação quando estiver dentro de um certo raidus, lhe dará Radiaton (rads), e o que em 500+ rads, você obterá o efeito Radation, reduzindo sua saúde rapidamente em 2s.

Fall Damge, muito mais fácil de evitar, cair pode causar danos a você, bem como dar o efeito Sangramento e Ferido. Galinha crua, comer frango cru reduz a sua saúde, bem como dar o efeito de veneno, um efeito que diminui a sua saúde gradualmente, como o Efeito Sangramento, mas não curável.

Artesanato Básico

Em Rust, para sobreviver e receber itens, você precisa aprender a criar o jogo. Eu vou te dizer os itens básicos que você precisa para começar.

Stone Hatchet, a ferramenta mais básica, além da rocha, reúne materiais em um ritmo mais rápido. É preciso muito pouca madeira e pedra para criar isso, por isso é muito fácil de conseguir.

Hunting Bow, a arma básica mais variada. Usa flechas como munição. Tem uma pequena desvantagem sem recuo. Uma grande arma para caçar animais rápidos.

Saco de dormir, um item que requer um pouco de tecido (um item que você obtém da maioria dos animais, revelando o urso), ele define sua cria na área em que é colocado. Para usá-lo após a morte, pressione “em um acampamento”. “para desovar no saco de dormir.

Wood Shelter e Wood Door, a estrutura básica de abrigos que você pode usar para armazenar itens e colocar seus produtos de artesanato. Requer um pouco de madeira, então esteja preparado para colher.

Fogueira, por último, o item que você vai usar para cozinhar frango cru. Segure E para abrir uma interface de usuário para começar a cozinhar. Basta colocar madeira na ranhura como combustível e colocar o frango nas fendas indicadas como “Cook”, deixar a fogueira e pressionar e por um segundo para acender e começar a cozinhar.

Caça Pro Dicas

Então você precisa de comida para sobreviver. Bem, aqui estão algumas dicas para matar. Lembre-se que se você precisar matar animais em movimento lento, a arma corpo a corpo é a melhor para ir. É mais fácil matar um javali com a arma branca de um cervo quando ele se move mais rápido. Se você quiser atacar animais em movimento rápido, como lobos ou veados. Um jeito melhor de ir é uma arma de longo alcance, como o arco. Use o arco com flechas no seu invetório para matá-los à distância.

Se você quer matar animais fortes, continue se movendo e atire neles com as flechas. Uma vez que o animal esteja morto, ataque seu corpo com um corpo a corpo para coletar tecido, gordura animal, frango cru e couro (você só pega couro de matar ursos).

Crafting

Para poder craftar algum item você deve abrir seu inventário (pressionando TAB) e após clicar em Crafting (no menu em cima á direita), abrindo uma aba mostrando os itens que você pode criar. Para criar um item você precisa de tal recurso, por exemplo uma Fogueira (Camp Fire), você precisa de 5 madeiras.

O Craft tem um certo tempo dependendo do item que você irá fazer, os itens mais demorados para fazer especialmente em grande quantia são as armas e as partes de casas, como paredes, tetos, escadas, janelas e pisos.

Porém tem itens do jogo que você não consegue fazer ao entrar em um servidor, para estes itens você precisa de Blueprints ou de um Resource Kit

Blueprints e Resource Kits

Para fazer itens que no começo não são possíveis, como M4, granada, Explosive Charge (C4) entre outros, há duas maneiras:

Coletando blueprints em áreas radiotativas como cidades e campos em caixas que ficam aos redores. Blueprints são papéis azuis que mostram o seu item de acordo com o nome, exemplo: Explosive Charge BP (Blueprint de Explosive Charge).

Ao clicar com o botão direito no blueprint e após em Study, você irá aprender a fazer o item.

Coletando Papel, Resource Kit e o item desejado. Resource Kits são maletas azuis e podem ser achadas em áreas radioativas, junto com o papel. O item que você quer aprender também pode ser achado em áreas radioativas ou você pode pedir para algum amigo emprestado. – Ao ter os 3 itens em seu inventário, tudo que você precisa fazer é colocar o Resource Kit sobre o item que você quer aprender, então irá consumir o papel e o resource kit, indo o item para sua lista de crafting.

Áreas Radioativas

As áreas radioativas são locais muito importantes para coleta de ítens raros, é o local onde o jogador aprimora seu armamento e saúde, porém elas podem trazer riscos.

Após o nível 500 de radiação, você começa a ser ferido. O seu nível de radiotatividade sobe somente ao estar em um local com radiação, diminuindo gradativamente ao sair do local, ainda sim colocando sua vida em risto se sob 500.

A velocidade deste procedimento pode ser diminuida com o uso de Pílulas para radiação, água, can of tuna e sets (armaduras) de radiação.

Seu nível de radiação é mostrado abaixo do nivel de sua comida, normalmente em 0 fora de uma área radioativa.

Fornalhas e Fogueiras

As fornalhas e fogueiras servem para cozinhar e produzir recursos. Na fornalha você pode cozir Metal Ore (Minério de Metal) e Sulfur Ore (Minério de Enxofre), formando Metal Fragments (Fragmentos de Metal) e Sulfur (Enxofre). Já na fogueira você pode cozinhar comida. Para acessar o loot (área de cozir e por itens) da fornalha e baú, você deve manter o “E” pressionado enquanto olha para ele, após isto clicar em Open (abrir):

Fornalha: Você deve colocar um combustível (madeira) e os itens para produzir (Metal Ore / Sulfur Ore) em qualquer lugar dela. Após isto, deve apenas pressioanar “E” para que acenda o fogo e comece a cozir os minérios.

Fogueira: Você deve colocar a carne e o combustível (madeira), para cozir, a carne deve ser colocada aonde diz COOK (cozinhar), e após pronta será colocada um slot acima.

Apenas com a madeira e ambos ligados, eles já produzem carvão. Carvão é útil para fazer pólvora, junto com Sulfur.

Pedras

Os dois tipos de pedras que existem se caracterisam por corresponder aos itens Metal Ore (a maior e mais escura) e Sulfur Ore (a menor e mais clara)

Portanto, os nomes “Metal Rock” (Rocha de Metal) e “Sulfur Rock” (Pedra de Enxofre) podem ser caracterisados para elas, uma vez que elas dropam mais itens de sua caracterização.

FAQ

Se você procura não ter sua casa invadida, mas também não quer se dar ao trabalho de ter uma gigante casa de metal, você pode criar uma casa de madeira 4×4 (ou até mesmo 2×2) e focar em sua altura.

Porque? Se você colocar uma porta por escada, quem for lhe assaltar irá precisar de no mínimo 2 C4 por níveis, e o seu trabalho é muito menor.

Por que tem zumbis escuros? Qual a diferença?

O Zumbi com tons mais escuros é quase 5x mais forte que o normal.

A que nível eu posso, com segurança, colocar uma janela em minha casa?

Sua casa só estará segura, contra barricadas, no nível 3 para você adicionar uma janela (exceto se estiver perto de algum objeto/montanha com nível semelhante). Mesmo assim, eu recomendo que não coloque janelas antes de uma boa altura, porque o Rust ainda tem bugs.

Eu sempre morro e acabo perdendo minha casa, o que fazer?

Ao fazer Sleeping Bag (saco de dormir) você pode respawnar nele se ao quando morrer escolher a opção “At a Camp”.

OBS: Se você morrer seguido, terá de esperar 3 minutos para voltar a dar respawn na Sleeping Bag. Para diminuir esta probabilidade, você pode colocar mais Sleeping Bags. (No mesmo local ou em outros, será aleatório)

Porque a água não muda meu nível de Fome?

A garrafa de água tem 50% dos efeitos da pílula contra radiação, mas não altera sua fome nem positiamente nem negativamente.

Referências:

Opa Post, Rust Br Oficial, Steam Community, Wikipedia.

Dying Light

Dying Light é um jogo de ação e mundo aberto na primeira pessoa do gênero survival horror onde se retrata um apocalipse zumbi. O jogo foi produzido pela Techland e publicado pela Warner Bros. Interactive Entertainment, seu anúncio aconteceu em maio de 2013, e eventualmente foi lançado em janeiro de 2015 para Playstation 4, Xbox One, Microsoft Windows e distribuições Linux (SteamOS). O jogo estava planejado para ser lançado em Playstation 3 e Xbox 360, porém tais conversões foram canceladas devido as limitações de hardware.

Gameplay

É um jogo do gênero survival horror, em conjunto com um vasto e perigoso mundo aberto. Durante o dia, os jogadores percorrem um ambiente urbano expansivo invadido por um surto vicioso, procurando pelo mundo suprimentos e elaborando armas para se defender contra a crescente população infectada. À noite, o caçador torna-se caçado, os infectados tornam-se agressivos e mais perigosos. Mais assustador são os voláteis (uma espécie de zumbi muito mais agressiva e forte que os tradicionais, porém fracos à luz UV) que aparecem somente após o anoitecer. Os jogadores devem usar tudo em seu poder para sobreviver até a primeira luz da manhã.

Uma das características marcantes do jogo é a forma como a personagem se movimentará no ambiente, claramente o seu estilo foi inspirado no parkour, possibilitando que sejam feitos saltos entre edifícios, escalar muros e até usar como apoio os corpos de zumbis para escapar.

Em Dying Light haverá a possibilidade de partidas online com multiplayer de até quatro jogadores. Na sua pré estreia será disponibilizado um pacote especial para que o jogador tenha a possibilidade de tomar o controle como um zumbi modificado, com o objetivo de destruir jogadores com personagens humanas.

Morrer pode custar caro

Sabemos que é difícil ficar vivo na desolada cidade de Harran, mas, caso você esteja à beira da morte, não pense duas vezes em fugir para a construção mais próxima. Toda vez que Crane (o protagonista da trama) morre, alguns pontos de experiência são descontados de seu medidor de sobrevivência.

Pode até parecer besteira perder uma pequena quantidade de pontos, já que você será capaz de reconquistá-los. No entanto, quanto mais rápido você desbloquear as habilidades da árvore de sobrevivência, maiores serão as chances de conseguir itens melhores e, consequentemente, de evoluir outras aptidões com mais facilidade. Resumindo: nunca tente bancar o herói em meio a uma horda imensurável de zumbis.

Não tenha medo do escuro

Dica dos próprios sobreviventes de Harran: quando a noite cair, corra para um local seguro para manter-se vivo. Mas, esqueça essa besteira dita por NPCs. Uma das melhores maneiras de melhorar as habilidade do personagem de forma rápida é se aventurar no período noturno. Afinal, os pontos de agilidade e força conquistados à noite serão dobrados, como uma espécie de bônus temporário de XP.

Para sobreviver ao longo da noite, utilize flashlights para atrasar Voláteis e fogos de artifício para distraí-los. Procure evitar contato direto com as descerebradas criaturas, visto que elas certamente estarão mais agressivas que o normal. O jeito é atuar sorrateiro, como se o game fosse do gênero stealth.

Equilibre as habilidades

Em Dying Light, o sistema de upgrades funciona da seguinte forma: quanto mais você pratica determinada especialidade, mais rápido ela evolui. No início da aventura, é comum fugir dos inimigos infectados, posto que o protagonista possui armas fraquíssimas e habilidades de força desprezíveis.

Na verdade, fugir no começo da jornada é um erro. Se o jogador só foge dos inimigos, ele vai melhorar apenas os pontos de agilidade, o que irá desequilibrar completamente a árvore de habilidades. Sendo assim, procure manter todas as aptidões proporcionalmente niveladas. Crie coragem para encarar alguns zumbis com uma mísera pá, por exemplo, mesmo que você tenha que matar um ou dois zumbis e sair correndo.

Vasculhe tudo ao seu redor 

Lootear é uma obrigação em Dying Light. Por isso, vasculhe de forma minuciosa cada centímetro das inúmeras construções do game. O jogador pode encontrar itens, recursos e suprimentos por todos os cantos, como em cabines telefônicas, veículos, baús, cestos de lixo e, é claro, corpos despedaçados.

Ao buscar todos os recursos no próprio ambiente do jogo, você não terá que gastar dinheiro comprando itens essenciais, como medkits e lockpicks, já que eles poderão ser criados manualmente. Lembre-se de que os cenários também escondem objetos colecionáveis, anotações que explicam acontecimentos de Harran etc. Vale a pena se dedicar ao looting.

Mire na cabeça

Dying Light não é diferente da maioria dos jogos e filmes de zumbis. Nele, o jogador também deve acertar a cabeça (o típico ponto fraco) da aberração infectada para finalizá-la completamente. Portanto, seja com uma pá, um pé de cabra ou uma espada, certifique-se de desferir um golpe diretamente no crânio do infectado. Dessa forma, a arma ainda será poupada, já que você não terá que gastá-la com investidas desnecessárias.

Armadilhas são legais

Os ambientes do título estão repletos de armadilhas mortais, capazes de exterminar hordas de inimigos de uma só vez. O jogador pode atrair os mortos-vivos para objetos revestidos por espinhos ou ainda eletrocutá-los em arapucas estrategicamente posicionadas. Há diversas formas de aniquilar os zumbis sem a necessidade de instrumentos de extermínio. Sendo assim, poupe o seu limitado arsenal de equipamentos e utilize armadilhas para causar carnificinas.

 Faça o armamento durar mais

Em Harran, as armas possuem diferentes limites de reparo. Isso significa que certas armas podem ser reparadas mais de três vezes, enquanto outras podem ser restauradas apenas uma vez. Por esse motivo, conserte o armamento apenas quando ele quebrar completamente (o jogo vai alertá-lo automaticamente quando um item estiver quebrado). É possível verificar o status do item no canto inferior direito da tela.

Complete as missões secundárias

As sidequests são importantíssimas para a evolução de Crane. Afinal, elas concedem bastante experiência e fazem com que o personagem fique mais bem preparado para encarar os desafios da campanha principal.

Use a cabeça para fazer combinações

Craftar é uma necessidade em Dying Light. Em vista disso, o jogador precisa coletar certos recursos indispensáveis para criar armamentos melhores. Procure realizar combinações usando armas realmente valiosas, com alta taxa de dano e, é claro, maior durabilidade. Nunca desperdice acessórios com armas medíocres, descartáveis e que pouco irão ajudá-lo no decorrer da jogatina.

A noite não é uma criança em Dying Light

Você já deve ter visto uma dezena de YouTubers jogando Dying Light e humilhando centenas de zumbis durante a noite, certo? Bem, antes de mais nada é bom deixar claro o seguinte: a noite é o momento mais difícil de Dying Light, onde os Zumbis estão mais fortes e violentos. Dito isso, se você estiver em seus primeiros dias no jogo, pegue leve e tente se manter vivo! Morrer custa caro e você não quer virar comida de zumbi por um vacilo descuidado, certo?

Para iniciantes, a estratégia mais segura de se manter inteiro em Dying Light é ficar escondido durante a noite e usar as Safe Zones para dormir até a manhã. Durante o dia, os zumbis são mais lentos e você ainda pode comprar novos recursos (caso os seus estejam baixos), uma vez que os vendedores resetam seu estoque no início de cada dia no jogo.

Entretanto, se você já tem alguns pontos em Agilidade e está com uma dose responsável de sangue no olho, nossa dica é SE JOGA, MANO! Para os jogadores um pouco mais experientes, a noite é o momento mais oportuno de Dying Light – uma vez que este período concede bônus em alguns atributos do personagem, sendo uma das melhores maneiras de upar rápido dentro do jogo.

Quando a ajuda vem do céu…

Não despreze! Os Airdrops são extremamente úteis para a sua sobrevivência e sempre que você puder colocar suas mãos em um deles, não poupe esforços. Viu um avião no céu? Fique atento para ver se as caixas caíram por perto! No caminho, fique atento para as tropas que podem aparecer e aproveite o seu “presente”!

Side Quests

A história principal de Dying Light pode até ser divertida para a maioria dos jogadores. Mas o jogo realmente tem seus momentos mais memoráveis em suas missões opcionais (Side Quests). Aproveite sempre o tempo livre para realizar o maior número de Side Quests possíveis em Harran. Elas não apenas mantém o seu XP alto e lhe premiam com boas recompensas, como também fazem com que Dying Light realmente valha a pena. Resumindo: Dê uma chance às histórias secundárias e lhe garanto que você não irá se arrepender.

Cada bala conta

Eu sei que você quer se jogar em uma horda de Zumbis com sua mais nova metralhadora e dizimar todos enquanto grita “WAARRRRRR”. Acredite, todos nós queremos isso. Mas em Dying Light, munição é preciosa e cada bala perdida pode lhe fazer falta, quando for enfrentar um inimigo mais forte.

Desse modo, priorize gastar suas balas em explosivos (que afetam uma área maior – e mais inimigos no processo), mire sempre na cabeça e use e abuse das armas de contato para evitar gastar sua munição. Acha que aquele pente cheio de balas vai durar o dia inteiro? Harran não trata bem seus cidadãos descuidados… Comece a atirar sem pensar e você irá se encontrar em apuros antes do cair da noite!

Trate bem suas armas

Em um ambiente inóspito, onde 90% da população quer lhe comer (literalmente), esqueça o pacifismo e tenha certeza do seguinte: As suas armas são suas melhores amigas.

Em Dying Light, toda arma se desgasta com o uso e pode ser reparada uma quantidade limitada de vezes. É simples, algumas armas você repara algumas vezes e outras você repara apenas uma vez, antes de perdê-la de vez. Desse modo, fique atento ao status de seu equipamento e só utilize estes reparos quando a situação for absolutamente necessária (ou seja, quando ele quebrar completamente).

Outra dica importante neste ponto, é utilizar as Blueprints achadas no jogo para melhorar suas melhores armas (não se esqueça de upar as armas com a melhor durabilidade). Isso é essencial para lhe fazer aumentar o dano da arma e trazer o caos para o campo de batalha.

Não menospreze seu inimigo

Ficou meio Mestre Yoda? Mas leve a sério o que você acabou de ler, jovem Padawan! Aquele Zumbi derrubado que você jurava ter derrotado, pode muito bem ainda agarrar sua perna e dar uma bela mordida! Fique atento ao campo de batalha e não se esqueça de garantir que Zumbi bom é Zumbi morto!

É simples: Se você acertou o Zumbi e não ganhou o XP daquele ataque… significa que você precisa completar o serviço!

A Maneira mais fácil de matar zumbis em Dying Light

Matar zumbis é uma arte que deve ser aprimorada até a perfeição. Esta é a graça que faz com que Dying Light seja um jogo tão divertido. Entretanto, este é um pequeno guia para iniciantes, que tem como objetivo sobreviver da melhor forma possível dentro do jogo. Deste modo, esta é a técnica mais simples que você pode usar, para matar praticamente qualquer zumbi mais simples durante o jogo:

Passo 1: Se aproxime do Zumbi

Passo 2: Dê uma bela bicuda nas pernas do infeliz. Se ele não cair de primeira, continue chutando até que ele caia no chão.

Passo 3: Acerte a cabeça do maldito com a fúria de mil sóis.

Não é belo, mas é extremamente eficiente. Se você desbloquear a habilidade “Head Stomp” mais para frente, você pode finalizar o serviço sem precisar usar uma arma (o que preserva a durabilidade da mesma).

Habilidade e XP

Nós temos três arvores de XP em Dying Light, a primeira de sobrevivência, a segunda de agilidade e a terceira de força certo? Cada uma delas é “upada” de um jeito.

A de sobrevivência é: completando missões, sobrevivendo a hordas e ficando um tempo sem morrer, pois sempre que você morre a única coisa que você perde são de 300 pontos de XP aos 1600 pontos.

A de agilidade é: Correndo rápido por obstáculos, fazendo parkur e não se esqueça que quanto mais rápido você souber se locomover pelo parkur mais pontos ir ganhar.

A de força é: Em combate, essa é a mais simples, onde você ganha pontos apenas degolando alguns zumbis ou agentes do Rais.

Durante a noite você faz pakur sobre os prédios e construções e então cada movimento, escalada e desvio dará de 30 á 40 pontos, durante esse percurso você ira encontrar zumbis que ficam na parte de cima de casas das favelas, ou dos prédio na cidade velha, então cada golpe pode lhe dar uns 80 pontos e a morte do zumbi até uns 400 pontos por cabeça.

E finalmente ao chegar no fim da noite você ganha uma porrada de pontos de sobrevivência por ter passado a noite vivo, mas como tudo tem seu contra, você deve fazer essa aventura “parkureira” com cautela, pois não se esqueça que os “Pesadelos” estão a solta de noite, e se você não está bem upado ou até mesmo upado não aconselho a enfrentados logo de cara, caso chame atenção de um, você pode tomar distância e usar a lanterna UV para queimar ele e tentar um ataque de oportunidade, mas se chamar atenção de mais de um “Pesadelo”,  CORRA!!

Os pesadelos são casca grossa tem que tomar cuidado mesmo, mas caso queira dar uma de Highlander para enfrentar os zumbis e aprimorar sua força no máximo, aconselho a procurar uma farmácia durante a noite ou aquele laboratório do Dr. Camdan, que ambos  tem a porta semi-aberta e então chamar a atenção de uma horda para lá, ou até mesmo de “Pesadelos” será bom, pois assim que você passar por de baixo da porta os zumbis vão ficar presos do lado de fora e então ficara o vão da porta onde vocês pode atacá-los sem problema ou preocupação de levar danos e então é só matar todos os zumbis ganhar seu XP e depois ainda pegar o loot da pilha de corpos que irá deixar.

Saqueie

Para se dar bem no jogo, você vai precisar coletar bastante itens, os itens servem para você criar outros itens, consertar armas, fazer kit’s médicos (que é muito importante), aprimorar armas, fazer armas e etc…

Sempre tenha o inventário com muitos materias, sempre colete os itens, procure não deixar nenhum baú e nenhuma caixa para trás, eles podem conter itens de fabricação, itens valiosos (cigarros, cosméticos, café, bolsas, ervas e jóias) e até mesmo armas raras!

Você pode encontrar recursos em capôs de carros, em porta malas de carros, em lixeiras, baús, caixas, orelhões (possuem dinheiro), naquelas maquininhas de loja (tem dinheiro também) e em entregas aéreas!

Combate

Tome cuidado porque no Dying Light suas armas sofrem desgastes na hora que você as usa, e claro que existem armas melhores do que as outras, com melhores durabilidade e dano.

Por isso tente não gastar suas armas atoa, mas tenha em mente que você vai precisar matar uns zumbis de vez em quando para upar força!

A forma mais fácil de matar um zumbi sozinho é chutar a perna dele até que ele caia (chutar não gasta estamina!), e depois, ficar batendo na cabeça dele até ele morrer!

Não faça barulho!

Barulhos atraem os perigosos virais durante o dia, e os perigosíssimos voláteis durante a noite, tome cuidado para não fazer barulho!

Quando estiver saltando sobre os telhados, tome cuidado para não saltar sobre um telhado de madeira, porque ele vai quebrar, e depois vai fazer um barulho da porra, e vai atrair tudo que é zumbi! (Os virais principalmente)

Armas de fogo fazem barulho, por isso, só as use se for REALMENTE preciso!

Ah, e cuidado também para não causar explosões!

Obs: virais e voláteis são extremamente volozes e conseguem escalar construções rapidamente.

Pontos de agilidade

Tente se movimentar bastante pelos telhados, para upar em agilidade, além de ser bem mais seguro, porque na maioria das vezes os telhados estão fora do alcance dos zumbis!

Por isso, se não tiver nada para fazer, fique pulando para lá e para cá que nem um retardado!

Kit médico

Tenha sempre bastante kit médico no inventário, eles servem para recuperar sua vida e não são difíceis de fazer, além do fato de que o jogador aprende a fazer eles na primeira missão!

Para se fazer um kit médico você precisa de GAZE e ÁLCOOL!!!

Dinheiro

Venda itens valiosos na loja para conseguir dinheiro, e também saqueie cadáveres e orelhões, que também possuem dinheiro, sempre tenha bastante dinheiro, e NÃO gaste no começo!

Você pode usar dinheiro para comprar itens e armas!

Intendente

Todo dia o intendente vai ter itens GRATUITOS para te dar! Armas, peças de metais, gazuas (para abrir fechaduras), kit médicos são exemplos de itens que ele te da!

Obs: com o intendente, você pode resgatar vales para ganhar itens também!

Fast travel

Após terminar o jogo, você poderá dar fast travel e andar rapidamente pelo mapa  para todas as áreas principais do jogo (Slums, Old Town, Antenna).

Para ir de Slums a Old Town, vá para o seu quarto na torre. Use o pôster na parede para se teleportar para a outra área. Para viajar a partir da área da Antenna use a porta á norte de Slums ou a entrada do esgoto ao norte da Old Town. Depois você poderá retornar aos esgotos se quiser através dos pontos de acesso marcados no mapa nos mesmos locais que estavam durante as missões do modo história.

Referências:

Jogos Internauta, O Vicio, Amino Apps, Game for fun, Wikipedia, techtudo.