1HitGames

Overwatch, Diablo e Call of Duty no Game Pass

O CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, confirmou Overwatch, Diablo e Call of Duty no Game Pass. O plano é trazer as principais franquias da Activision Blizzard caso a fusão das empresas avance.

A Microsoft anunciou planos de adquirir a Activision Blizzard por US$ 68,7 bilhões em janeiro, quando também disse que queria trazer o maior número possível de jogos da empresa para seu serviço de assinatura Xbox e PC.

📷 Overwatch, Diablo e Call of Duty no Game Pass | Tudo Celular

“Apesar de amarmos os consoles, reconhecemos que eles não são a única maneira de as pessoas jogarem”, diz Spencer. “Hoje, o segmento de jogos de maior e mais rápido crescimento são as plataformas móveis. Para alcançar os bilhões de jogadores onde eles estão e não importa em que dispositivo eles joguem, precisamos abraçar a escolha.”

Dar aos jogadores a escolha de como eles jogam torna jogos mais acessíveis e leva a comunidades maiores e mais vibrantes de jogadores. A escolha é igualmente importante para os desenvolvedores. Os desenvolvedores se beneficiam de ter uma diversidade de distribuição e modelos de negócios para seus jogos. A escolha abre oportunidades de inovação e permite que a indústria cresça.”

📷 Overwatch, Diablo e Call of Duty no Game Pass | Hardcore Gamers Unifield

Spencer reiterou o compromisso da empresa de ter a “mesma versão de Call of Duty disponível no PlayStation no mesmo dia em que o jogo for lançado em outro lugar”. Também continuará a permitir que as pessoas “brinquem umas com as outras em plataformas e dispositivos”.

Ele também indicou que os títulos da Activision-Blizzard podem ser reproduzidos em outros dispositivos via streaming na nuvem.

Obviamente, o momento desta postagem no blog foi projetado para coincidir com a decisão desta manhã da CMA de que agora encaminhará o acordo Microsoft-Activision para uma investigação mais detalhada, que citou preocupações em torno de alguns dos mesmos problemas que Spencer discute aqui.

📷 Overwatch, Diablo e Call of Duty no Game Pass | Divulgação

A CMA declarou preocupação com a disponibilidade contínua de Call of Duty no PlayStation e que, após a fusão, o Xbox poderia usar sua propriedade da franquia para “prejudicar a competitividade de seus rivais”, oferecendo-o por meio de sua assinatura.

O blog de Spencer não menciona o CMA do Reino Unido pelo nome, mas oferece uma resposta clara – além da própria Microsoft – às notícias de hoje em uma menção ao seu trabalho contínuo com os reguladores.

📷 Game Pass | Torcedores

A CMA disse que a Microsoft e a Activision Blizzard têm até 8 de setembro para resolver suas preocupações e que, se propostas adequadas não forem recebidas, o acordo será encaminhado para investigação adicional.

Referências:

Gaming Bolt, VGC, Eurogamer, Games Radar.

Extras Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Subir ↑