Polymega: Sistema retrô compatível com vários consoles

O Polymega é o próximo console da Playmaji focado em videogames clássicos. Por padrão, o console vem com uma unidade de disco que permite o uso de muitos consoles diferentes baseados em CD.

Então, ao adquirir módulos adicionais, você pode adicionar a capacidade de jogar uma variedade de cartuchos de console. Alguns dos sistemas suportados pelo modelo Polymega Base incluem PS1, Saturn, Sega CD e Neo Geo CD entre outros.

📷 Polymega: Sistema retrô compatível com vários consoles | Reprodução

Tecnicamente falando, o Polymega é um console baseado em um sistema de emulação de software, que monta uma placa-mãe personalizada e um sistema operacional Linux. O compartimento de hardware tem tudo que você esperaria de uma máquina desse tipo, incluindo suporte para HDMI, Wi-Fi, ethernet, portas USB e cartões SD.

Polymega, no entanto, também inclui algumas outras adições mais particulares, como uma unidade de CD-ROM, suporte para o formato SSD m.2 e, mais importante, suporte para quatro slots de console extras possíveis chamados ” Módulos de elemento “. Esses módulos oferecem compatibilidade com cartuchos e controladores NES, Super Nintendo, Genesis, 32X, TurboGrafx-16; incluindo todos os seus homólogos europeus e japoneses.

📷 Polymega: Sistema retrô compatível com vários consoles | Reprodução

Depois de conectar o Polymega a uma conexão de internet, ele baixa o enorme banco de dados da biblioteca de jogos que usa para identificar quais jogos você inseriu no console. Insira um disco ou cartucho e você terá a opção de executar o jogo diretamente ou instalá-lo no armazenamento do console, momento em que você pode colocar seu precioso (e provavelmente valioso!) Jogo de volta em uma prateleira em algum lugar.

Com apenas 32 GB dentro da unidade, você deseja expandir seu armazenamento com um cartão SD ou um SSD imediatamente. Extrair imagens de CD, especialmente aqueles jogos multidisco, vai encher seu armazenamento interno rapidamente. 

📷 Polymega: Sistema retrô compatível com vários consoles | Reprodução

Essa também acaba sendo uma forma legal de preservar os seus jogos, sem precisar sofrer com o desgaste de ficar movendo as suas mídias físicas para lá e para cá. Aliás, se você não quiser usar um joystick clássico, o controle padrão do Polymega lembra bastante a ergonomia e botões do DualShock 4.

As portas do controlador do módulo de expansão devem fornecer uma entrada de menor latência do que as portas USB no módulo base, mas eu achei a conveniência de um controlador USB sem fio de 2,4 GHz preferível a um controlador com fio. Claro, sempre há a opção de um controlador sem fio 8bitdo e receptor SNES (ou Genesis) Retro, então você pode ter as duas opções, dependendo do que você está otimizando.

📷 Polymega: Sistema retrô compatível com vários consoles | Reprodução

O mais forte lado negativo é que esse sistema retrô custa 400 dólares nos EUA, então ele não é exatamente a opção mais barata no mercado. Ainda assim, parece uma boa compra para quem não tiver medo de importar e contar com uma graninha sobrando. 

📹 Polymega™ Official Launch Trailer | Polymega™

Referências:

Hardcore Gamer, Tech Princess, Polygon, TecMundo.

Deixe seu comentário: