XCOM 2

XCOM 2 é um videojogo táctico por turnos produzido pela Firaxis Games e publicado pela 2K Games para Microsoft Windows, OS X e Linux a 5 de fevereiro de 2016. Em XCOM 2 a história tem lugar 20 anos depois dos eventos ocorrido em XCOM: Enemy Unknown (2012), depois do XCOM ter perdido a guerra contra as forças alienígenas.

De acordo com o site de pontuações agregadas Metacritic, XCOM 2 recebeu “aclamação universal” por parte dos críticos profissionais.

Jogabilidade

Vinte anos se passaram desde que os líderes mundiais ofereceram uma rendição incondicional às forças alienígenas e o XCOM, a última linha de defesa do planeta, foi dizimada e dispersa. Agora, os alienígenas governam a Terra, construindo cidades brilhantes que prometem um futuro brilhante para a humanidade na superfície, enquanto ocultam uma agenda sinistra abaixo e eliminam todos os que discordam de sua nova ordem. Somente aqueles que vivem nos limites do mundo têm uma margem de liberdade. Aqui, uma força se reúne mais uma vez para defender a humanidade. Sempre em fuga, as forças remanescentes do XCOM devem encontrar uma maneira de ressuscitar das cinzas, expor a verdade insidiosa por trás da ocupação e eliminar a ameaça alienígena de uma vez por todas.

Assuma o comando do Avenger, uma nave alienígena convertida na sede móvel da XCOM. Guie sua força de ataque ao redor do mundo, construa apoio popular e exponha os planos sinistros dos alienígenas.

Classes

Especialista

O especialista é o mais versátil das classes de soldados, como eles podem cumprir várias funções diferentes. Especialistas vêm equipados com um Gremlin que pode executar várias tarefas durante o combate. Considere a função que deseja um especialista específico a desempenhar, e tente atualizar sua árvore de habilidade em conformidade. Por exemplo, um especialista de suporte deve ter o protocolo médico, do Protocolo de ressureição, ou habilidades de Médico de Campo, a fim de curar de forma eficaz e reviver seus companheiros de pelotão.

O Gremlin do especialista também pode cortar em tecnologia alienígena durante certas missões. Se uma missão envolve hackear um objetivo particular, você deve priorizar mover o Especialista em proximidade com a localização do objetivo, a fim de completar o corte dentro das voltas atribuídas. Em vez do Especialista, considerar se o seu Gremlin pode executar uma tarefa importante, como a cura de um companheiro ou danificar um inimigo, antes de tê-los participar em outras tarefas.

Ranger

Equipado com uma espada poderosa e reduzir a capacidade, a classe ranger é destinado ao combate de perto. A Ranger é mais eficaz quando correndo para cortar um alien no rosto, de modo a tentar equipar proteções adicionais em seus Rangers antes de enviá-los em combate. Quando possível, ter um especialista em aplicar o seu protocolo de ajuda a um ranger, se você pretende mover o ranger em direção ao território inimigo. Isto irá aplicar um impulso de defesa volta única para o seu Ranger, o que lhes permite mover mais agressivamente com proteção adicional.

Aplicar atualizações que melhoram a mobilidade e danos do ranger irá ajudá-los a ter melhores chances de garantir mortes em seus alvos. Aumentando a sua chance de crítico também irá aumentar significativamente a produção de dano global do Ranger e eficácia.

Atirador 

A classe Sharpshooter serve como o atirador para o seu plantel. Vêm equipados com um rifle sniper maciço, bem como uma poderosa arma para combate de perto. A eficácia destas armas Sharpshooter depende da sua distância de um alvo inimigo. O Sharpshooter beneficia fortemente com o aumento de objetivo.

Logo no início de uma missão, posicione o Sharpshooter em um telhado ou em algum lugar com vista área, e depois coloque o Sharpshooter em Overwatch, para que possam defender a sua equipe. Se você usar Sharpshooters mais ofensivamente, considere desbloquear as habilidades retornar o fogo e as mãos relâmpago em sua árvore de habilidade.Essas habilidades permitem que o Sharpshooter a esgueirar-se efetivamente em tiros extra com a sua pistola, sem o uso de curvas.

Granadeiro

Como o especialista em demolições residentes, o Granadeiro usa um lançador de granadas e metralhadora para fornecer energia explosiva no seu plantel. o Lançador de granadas do Granadeiro pode chegar muito longe, garantindo danos com hits bem colocados. O Grenadier também pode transportar granadas como seu item de utilidade. Pesquisa granadas experimentais no campo de provas, a fim de equipar granadas avançadas em seus Granadeiros.

Granadeiros pode causar uma quantidade significativa de dano à distância, por isso certifique-se de aproveitar todas as oportunidades para arremessar granadas contra os inimigos feridos para acabar com eles sempre que possível. Granadas também causar veículos a explodir, danificando quaisquer espectadores usando o veículo para a tampa. Se você ver um inimigo agachado atrás de um veículo, chuck uma granada em sua direção para desferir um golpe letal.

Operador psi

A Operadora Psi é um soldado único, que deve passar por treinamento intensivo no laboratório Psi para ganhar habilidades psiônicos especiais, incluindo o controle da mente. Somente rookies pode ser treinado na Psi Lab, e esta é a única maneira de adicionar Psi para o seu time. Após o treinamento, o seu novo operativo Psi receberá uma das quatro habilidades de partida aleatórios. Você deve Psionics primeira pesquisa, a fim de construir a instalação Psi Lab, então priorizar esta pesquisa quando você tê-lo disponível.

Se a sua operativo Psi é a sorte de ter a capacidade Dominação, certifique-se de usá-lo estrategicamente no campo de batalha, uma vez que só pode ser usado uma vez por missão.Domination permite que seu operativo Psi tomar permanentemente o controle de um inimigo para a duração da missão, tornando-os um aliado. Tente tomar o controle de um inimigo poderoso para desencadear ataques mais devastadores sobre alvos inimigos.

Treinar recrutas extra

Após uma missão desafiadora, o seu time provavelmente vai voltar com vários soldados feridos ou abalados. soldados Idealmente, você deve ter mais treinados espera em modo de espera no caso de você encontrar uma outra missão, enquanto seus principais membros do esquadrão estão em licença médica. Tente recrutar novos recrutas sempre que você tem os suprimentos de sobra, para garantir que tem um suprimento constante de soldados saudáveis ​​quando você precisar deles.

Tenha em mente que recrutas calouros não precisa ter experiência de campo para ganhar uma promoção classe. Construir o Guerilla Tactics escola cedo e sempre tem rookies em treinamento para que os soldados de substituição estão prontos quando seus membros do esquadrão favoritos não estão disponíveis.

Equilibrar classes

Ao criar um pelotão antes de uma missão, é melhor escolher um soldado de cada tipo de classe, desde que você tem uma variedade de soldados para escolher. Tente evitar ter vários membros do esquadrão do mesmo tipo de classe para que você pode ter uma equipa mais equilibrada.No entanto, esta regra é um pouco flexível, uma vez que você comprou o upgrade tamanho esquadrão na Tactics Escola Guerilla. Com cinco ou seis membros do esquadrão, tendo uma classe duplicado é quase inevitável.

Como você acumular mais recrutas, você acabará por ter vários soldados que pertencem à mesma classe. Tente balancear suas habilidades como eles subir de nível, de modo que você pode ter ofensivas e defensivas soldados equilibradas para escolher. Se você deve ter mais do que um soldado da mesma classe no seu plantel, equipá-los com diferentes itens de utilitário para garantir a sua equipe ainda é capaz de uma variedade de tarefas durante o combate.

Diversificar o utilitário Loadout

Cada soldado tem vários slots de itens de utilidade na sua loadout, que desbloquear à medida que ganham promoções. Ter um esquadrão inteiro ir para a batalha com nada além de granadas pode levar a um resultado indesejado durante as missões avançadas. Manter um fluxo constante de pesquisa sobre cadáveres e outras preciosidades, a fim de ter novos equipamentos para o departamento de engenharia para construir. Tem Chief Shen construir uma variedade de itens de utilidade para o seu time, então equipar cada membro do esquadrão com diferentes itens de utilidade de um outro. Um esquadrão que tem Mindshields, Medkits, Mimic Beacons, e granadas terá um desempenho muito melhor do que uma equipa que só carrega um único tipo de item de utilidade.

Aplicar Sims combate pessoal

Sims combate pessoal (PCS) são de caráter específico atualizações que se aplicam melhorias únicas para as estatísticas de um personagem. Você pode adquirir novos PCs atualizações durante a batalha por pegar gotas de loot dos inimigos caídos. Essas atualizações também podem ser compradas no mercado negro para uma parte da Intel.

Trabalho certos de PCS melhor para certos tipos de classe, então escolha sabiamente antes de confirmar PCS de um personagem Uma vez por PCS é aplicada a um personagem, ele pode ser substituído, mas não foi removido. Considere os tipos de PCS atualizações que funcionam melhor para cada classe, para que você possa aplicá-las aos membros do esquadrão adequadas quando novos se tornam disponíveis.

Saia da cobertura apenas em casos extremos

A primeira coisa que você aprende em XCOM é: ARRANJE ALGUM LUGAR PARA ESCONDER-SE E FIQUE NELE SEMPRE! Mas isso não é uma verdade absoluta, já que, às vezes, você precisa arriscar, principalmente caso esteja no fim de um round, quando os soldados já estão sem granadas (mais sobre isso em breve) e com a energia baixa. Mais vale a pena flanquear um inimigo e garantir um tiro certeiro naquele turno (e acabar com a batalha), do que arriscar errar um tiro e ser acertado pelo revide do inimigo no próximo round.

Abuse das granadas

XCOM 2 é um RPG de estratégia tático baseado em cover. O nome do estilo de jogo é bem grande, mas ele dá uma dica importante de como vencer as batalhas com mais facilidade. Para isso, você vai precisar de granadas, montes delas. E o que você vai fazer com elas? Destruir as proteções em que os seus inimigos estiverem escondidos, é claro!

É muito melhor começar o seu turno atirando uma granada e destruindo as muretas e depois com um tiro certeiro num inimigo “flanqueado” (ou sem proteção) do que ser conservador e trocar tiros por vários turnos, ainda mais quando você tem uma contagem regressiva de turnos para encontrar o seu objetivo.

Outro detalhe, use suas granadas no começo das batalhas, e não no fim. É melhor garantir que o máximo de inimigos morra o mais cedo possível, para trocar tiros no final do que ao contrário, assim você garante que a maioria dos seus soldados vai chegar viva no fim das batalhas.

No meu time de seis, eu carrego sempre dois granadeiros, um ou dois franco-atiradores, um ou dois rangers e um especialista (com medkits e a habilidade de cura à distância com o drone).

Emboscadas

Você começa a maioria das partidas com cobertura, então aproveite-se dela ao máximo. Para isso, você deve montar emboscadas, e isso é mais fácil do que parece. Chegue perto dos seus inimigos sem se revelar e ligue o Overwatch com todos os seus soldados, menos um deles.

Com o último soldado, de preferência o com a maior chance de acerto, atire no inimigo e pronto, veja o grupo de soldados inimigos procurando uma cobertura e levando balaços de todos os seus soldados que estiverem em Overwatch.

O melhor de tudo é que eles não levam penalidade de reação nesse caso, já que você está emboscando o inimigo, é como dar de 4 a 6 tiros em inimigos que não estão se cobrindo. Raramente os inimigos sobrevivem a isso.

Cuidado com as espadas

Os Rangers do jogo ganharam uma habilidade muito legal, que é poder usar uma espada para fazer picadinho dos seus inimigos. A habilidade tira um monte de vida, e pode acabar sendo o seu recurso principal com esses personagens, mas cuidado, alguns inimigos contra-atacam os ataques de espada e tiram um monte de vida quando fazem isso, principalmente os Mutons.

Avance com cuidado e não espalhe seus soldados

Compactação é a chave para o sucesso. Nunca separe os seus soldados em dois grupos, pois, apesar de estarem em maior número no campo de batalha, os seus inimigos sempre estão espalhados em grupos de 2 ou 3. Enfrenta-los com um mesmo grupo de 2 ou 3 pode ser fatal para o seu esquadrão, já que você quase sempre vai ter equipamentos menos avançados que os seus inimigos. A sua vantagem principal quase sempre vai ser nos números, por que diabos você vai abrir mão dela?

Não saia correndo pelo cenário chamando a atenção dos seus inimigos. O motivo é o mesmo acima, é melhor matar grupos pequenos de inimigos do que chamar todo mundo pra luta ao mesmo tempo. Acredite, mesmo que você enfrente cinco inimigos com um grupo de seis, a vida fica bem mais complicada do que enfrentar três contra seis, e você pode considerar-se sortudo se não perder nenhum soldado nessa situação.

Mire na cabeça

Outra grande adição ao game foi um tipo de inimigo um tanto familiar, os Lost. Esses “zumbis” são fracos e muitos morrem com apenas um tiro, mas em grandes números podem ser mortais, para o seu time e o para o seus inimigos; contudo, por mais que as hordas destes monstros sejam grandes, é possível vencê-los com facilidade. Ao matar um lost, seu personagem ganha um turno extra para garantir que não seja cercado por essas criaturas, portanto, tente sempre eliminar o máximo desses inimigos. Ah, e nunca use explosivos, a não ser que você queira multiplicar o problema. Eles são extremante sensíveis ao som e um grande estrondo irá atrair mais inimigo

Montando Time

Sempre tenha ao menos um soldado de cada classe no time de ataque. Ranger serão ótimos para reconhecimento de campo, assim como para combates em curta distância. Atiradores facilmente acertarão alvos distantes e lançadores de granada se livrarão de vários inimigos de uma só vez.

Nunca deixe os soldados sozinhos, sem proteção, mesmo se estiverem atrás de uma boa cobertura. Procure mover os soldados em pares, para que um possa sempre ajudar o outro. Vipers podem facilmente puxar soldados por grandes distâncias, e reforços inimigos ou disfarçados podem aparecer bem ao lado. 

Armadura

Depois de certo momento no jogo, inimigos equipados com armaduras e escudos começarão a aparecer no campo de batalha. É importante lembrar que é preciso ter muito cuidado com a armadura do inimigo, pois cada ponto deste equipamento diminui um ponto no dano causado pelos soldados.

Sprint

Se não estiver certo de que não há inimigos virando a esquina, não use a habilidade Sprint no campo de batalha. Caso contrário, poderá cair dentro de um grupo de inimigos, completamente despreparado. O mesmo vale quando se movimentar com quase todos os seus soldados abatidos ou fora do ponto de ação.

Se este for o caso e houver tempo, termine a sua vez e espere pelo resto do time. Não há nada pior do que correr para dentro de um grupo de inimigos sem poder fazer nada quando seus soldados estiverem terminado as ações.

Ocultamento

A habilidade de ocultamento é quebrada quando um dos seus soldados executa qualquer ação – jogar uma granada, atacar um inimigo ou até mesmo hackear –, ou se eles fazem muito barulho, como quebrar uma janela. Planeje as ações que não cometa erros bobos. 

Algumas habilidades, contudo, não quebram a ocultação. É o caso das não ofensivas, como curar as unidades.

Missões

Algumas missões terão limite de tempo para que os objetivos sejam efetuados, porém, em geral, são balanceadas. Procure sempre abater primeiro os Sectoids, Vipers ou Stun Lancers, caso os encontre no campo de batalha.

Marcadores Vermelhos

Quando andar de forma oculta, não confie completamente nos marcadores vermelhos que representam o limite de percepção dos inimigos, especialmente em cidades e grandes florestas. Tente posicionar os soldados de forma que eles estejam cobertos pelo terreno por todos os lados possíveis. Caso contrário, é possível encontrar que grupos de inimigos venham do nada e acabem com os seus planos.

Referências:

Xcom, Game Detonado, Critical Hits, wikipedia, techtudo.

Team Sonic Racing

Sonic Team Corrida é um 2019 jogo de corridas de kart e um spin-off da Sega ‘s Sonic the Hedgehog série. Controlando um dos 15 personagens do elenco da série , os jogadores competem em corridas usando carros esportivos . Eles veem a jogabilidade de uma perspectiva de terceira pessoa enquanto executam truques, desviam e colecionam power-ups . O Team Sonic Racing difere dos corredores de kart tradicionais por causa de seu foco na jogabilidade cooperativa , semelhante ao apresentado em Splatoon (2015) e Overwatch (2016) – os jogadores fazem parte de uma equipe de corredores e vencem corridas através da eficiência, e não da velocidade. Os modos de jogo incluem competir para ganhar pontos , contra-relógios , personalizar as regras de corrida e uma campanha de tutorial orientada por histórias .

A Sumo Digital, que já havia trabalhado com Sonic & Sega All-Stars Racing (2010) e Sonic & All-Stars Racing Transformed (2012), desenvolveu o Team Sonic Racing. O chefe da Sonic Team, Takashi Iizuka, concebeu a jogabilidade cooperativa, e a Sumo Digital usou o Sonic Heroes (2003) baseado em equipe como ponto de referência. Ao contrário dos jogos de corrida anteriores da Sumo Digital, o Team Sonic Racing apresenta apenas personagens Sonic, pois a equipe queria expandir o mundo e a lista de personagens da série. Eles tiveram como objetivo destacar o jogo em comparação com outros jogos de corrida e o desenvolveram usando uma versão modificada do All-Stars motor de jogo. O músico Jun Senoue , que não havia contribuído para um grande jogo do Sonic desde Generations (2011), compôs a trilha sonora.

A existência do Team Sonic Racing veio à tona quando um memorando da Sumo Digital vazou em janeiro de 2018, com a Sega confirmando em maio seguinte. Sua campanha de marketing incluiu participações em feiras, uma história em quadrinhos da IDW Publishing e uma série de animação em duas partes. O jogo foi lançado em 21 de maio de 2019 para o Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One e Windows. Uma versão simplificada para iOS desenvolvida pela Hardlight, Sonic Racing, foi lançada em 19 de setembro de 2019 via Apple Arcade. O Team Sonic Racing recebeu críticas mistas dos críticos, que elogiaram a jogabilidade em equipe, os designs das faixas e a música, mas criticaram o modo da história e a dublagem.

Gameplay 

Team Sonic Racing é um jogo de corrida de kart com tema Sonic the Hedgehog, com modos single-player e multiplayer . Depois de selecionar um dos 15 personagens do elenco da série , [a] os jogadores participam de corridas usando carros esportivos em cursos tematicamente baseados nas localizações da franquia. Existem três tipos de classes de corrida: velocidade, técnica e potência. Cada tipo tem suas próprias habilidades únicas; por exemplo, corredores técnicos como o Tails podem dirigir sobre superfícies ásperas como grama sem diminuir a velocidade. O jogador vê a jogabilidade de umperspectiva de terceira pessoa e passa por cima dos painéis para aumentar a velocidade, executar truques no ar e desviar para fazer curvas fechadas. Poderes chamados Wisps podem ser coletados de caixas com “?” marca e concede aos jogadores vantagens ofensivas e defensivas temporárias. 

A jogabilidade difere dos jogos de corrida tradicionais por causa de seu foco na jogabilidade cooperativa : o jogador faz parte de uma equipe de corredores e eles devem trabalhar juntos. Embora cada jogador de uma equipe ainda assuma o controle de um único corredor, eles também devem prestar atenção ao desempenho dos colegas de equipe e compartilhar power-ups. Em vez de vencer as corridas simplesmente terminando primeiro, as equipes ganham pontos com base em como eles trabalharam juntos. Assim, a equipe mais eficiente vence. Quatro equipes de três competem, totalizando doze pilotos por vez. Qualquer personagem pode estar em um time; o jogador também tem a opção de cada companheiro de equipe ser o mesmo personagem. Trabalhar em conjunto faz com que um medidor “Ultimate” seja preenchido. Quando cheio, ele pode ser ativado para obter uma explosão temporária de velocidade. A duração do medidor pode ser estendida batendo nos pilotos concorrentes.

Existem 21 faixas no total, incluindo algumas voltando da Sonic & Sega All-Stars Racing (2010) e Sonic & All-Stars Racing Transformed (2012), cada uma dividida em sete zonas e com base nas localizações dos principais jogos da Sonic . Team Sonic Racing apresenta uma variedade de modos de jogo , incluindo o Grand Prix, no qual os jogadores competem para ganhar pontos ; Contra-relógio , no qual os jogadores competem pelo tempo mais rápido possível; e Exposição, na qual os jogadores podem personalizar as regras de corrida. Um modo, “Team Adventure”, é baseado em histórias campanha que também inclui um tutorial , além de uma história original explicando por que os personagens estão competindo. É dividido em capítulos e os jogadores devem completar missões como coletar o maior número possível de anéis. Ao contrário do jogo principal, as equipes do Team Adventure são predeterminadas. Progredir no Team Adventure desbloqueia extras que podem ser usados ​​nos outros modos.

Os jogadores podem personalizar seus veículos, com novas peças desbloqueadas à medida que progridem no jogo. As opções de personalização podem ser adquiridas usando a moeda do jogo chamada Mod Pods, que são ganhos pela competição em corridas. As peças modificam o manuseio, o aumento, a aceleração, a defesa e a velocidade máxima dos carros, e os jogadores também podem fazer mudanças estéticas, como trabalhos de pintura e buzinas. O jogo suporta multiplayer local para quatro jogadores, até doze online, e até três no Team Adventure.

Entenda os tipos de personagens

Há 15 pilotos diferentes em Team Sonic Racing, e eles estão divididos entre três classes distintas: Velocidade, Técnica e Poder. Velocidade, como o nome indica, são os mais rápidos, mas possuem baixa defesa. Técnica são os pilotos mais fáceis de pilotar e fazem boas curvas, mas não são rápidos. Por fim, Poder possui a maior defesa e boost, mas acelera devagar demais e sua direção é mais truncada.

Os personagens de velocidade são Sonic, Amy, Blaze, Shadow e Metal Sonic. Os pilotos de Técnica são Tails, Chao, Silver, Rouge e Doutor Eggman. Os mascotes de Poder são Knuckles, Big, Vector, Omega e Zavok. Experimente correr com todos eles até descobrir qual herói casa melhor com o seu estilo de jogo.

Use os poderes dos Wisps

Os alienígenas, que apareceram pela primeira vez em Sonic Colors, retornam para Team Sonic Racing como power-ups que podem ser coletados durante as corridas. Cada cor de Wisp garante um poder diferente, então memorize todos eles. O Wisp branco garante um boost de velocidade, e o laranja é um projétil que pode ser disparado para frente e para trás.

O Wisp preto pode ser arremessado para explodir os rivais, enquanto o verde o torna invulnerável. O amarelo o transforma em uma furadeira com direção automática em alta velocidade, o vermelho espalha fogo atrás do carro, o rosa coloca espinhos na pista, e o roxo atrai anéis, itens e outros corredores com seu magnetismo.

O Wisp cinza cria pilares que obstruem o caminho do primeiro colocado, o magenta atrapalha a visibilidade dos outros pilotos, o verde claro emite um ataque laser contínuo para frente, o azul cria um bloco gigante que pode ser usado como obstáculo, o vermelho dispara o tiro teleguiado até o carro mais próximo, e o bege manda choques na direção dos carros mais próximos.

Colete os anéis e compre melhorias

Os anéis de Sonic Team Racing funcionam de forma parecida com as moedas da série Mario Kart. Ou seja, quanto mais anéis você pegar, mais irá aumentar a velocidade máxima de seu carro durante a prova. Além disso, os anéis também servem como medida para aumentar sua pontuação nas corridas.

Quanto melhor for sua performance, mais créditos você ganha. E eles podem ser gastos no menu Mod Pods. Use seu dinheiro lá para comprar novas partes para os carros, cores e melhorias em troca de 10 créditos cada. Essa é a melhor forma de deixar seu carro com o estilo que você preferir.

Efeito estilingue

Sonic Team Racing não é focado apenas em vencer corridas, mas sim em garantir que todos os membros do time terminem na melhor posição possível. Para ajudar, o piloto do time que estiver melhor posicionado automaticamente deixará uma trilha para seus aliados, ilustrada por um traçado amarelo.

Passe por cima dessa trilha para acelerar e carregar o medidor do boost estilingue. Assim que sair dele, o carro vai acelerar com a carga acumulada. Se estiver liderando a corrida, tente desenhar um caminho bem simples e linear para ajudar seus aliados a acumulares boost de estilingue.

Troca de item

A cooperação entre membros da equipe também pode ser usada para trocar itens com seus aliados. Ao coletar qualquer um dos wisps citados anteriormente, você pode enviá-lo para seus aliados com um simples apertar de botão, independente de onde todos estiverem na pista.

No PlayStation, aperte círculo, ou B no controle do Xbox One e A no joycon do Nintendo Switch. Se você não tiver nenhum item em mãos, esse botão serve para enviar um pedido de item para seus aliados. Vale muito a pena enviar para os que estejam em posição pior, já que o melhor time é aquele que tem mais membros nas melhores posições.

Como dar a melhor largada

Para começar suas corridas da melhor forma, preste atenção ao contador no começo de cada partida. Logo após a mensagem Get Ready aparecer na tela, uma contagem regressiva terá início, destacando os números 3, 2 e 1. Cada vez que um dos algarismos aparecer na tela, é preciso apertar o acelerador.

Então a cada número aperte R2 no PlayStation, RB no Xbox ou ZR no Nintendo Switch. Se acertar o timing, seu carro vai ganhar o máximo de boost e passar os outros já na largada. Preste muita atenção e lembre que é preciso apertar o acelerador uma vez a cada número que aparece na tela.

Frear na curva? Use o drift!

Especialmente nas dificuldades mais elevadas, em que a velocidade de todos os corredores é aumentada exponencialmente, é importante saber frear nas curvas para não sair da pista. O melhor meio de fazer isso sem perder posições ou velocidade significante é usando o drift.

Essa técnica permite fazer curvas inteiras com o carro deslizando, como se estivesse puxando o freio de mão. O melhor é que quanto maior for o tempo do drift, maior será o bônus de velocidade que você ganhará no final. Além disso, o drift garante pontos para o time em partidas em grupo e pontos individuais no final da partida, e em breve você vai entender porque isso é importante.

Explore o potencial dos power ups

Existem diversos power ups que podem ser pegos durante uma corrida. Alguns servem para atingir inimigos e deixá-los imóveis por um tempo, enquanto outros garantem aquela velocidade extra que você precisa para ultrapassar os adversários.

Como são muitos deles, o ideal é ir até a parte de dicas no menu e conhecer o que cada um deles fazem. É possível inclusive bloquear ou até mesmo anular o efeito de outro power up usando alguns deles em momentos específicos.

Outra coisa que não se pode esquecer é que dá para utilizar os power ups tanto para frente quanto para trás. Use o retrovisor para ver se alguém está chegando perto ou se algum power up foi disparado contra seu veículo e use os seus meios para se defender ou atacar.

Compre melhorias para os seus corredores

No menu principal também é possível comprar melhorias para os carros dos personagens, o que, além de modificar a estética deles, permite também alterar os seus atributos. Com algumas melhorias você pode transformar aquele piloto com pouca velocidade em um foguete.

Para comprar as melhorias é preciso ganhar créditos. Para isso é preciso terminar corridas. A quantidade de créditos que você ganha depende da sua pontuação final. Por isso é importante abusar do drift, dos power ups e coletar muitos anéis.

Como os itens comprados são aleatórios, o ideal é jogar bastante para conseguir achar aqueles que favorecem o seu personagem favorito.

Algumas melhorias são desbloqueadas no modo história, ao completar os diversos capítulos. Para conseguir os mais raros, é preciso vencer as corridas deste modo completando os desafios, que por sua vez garantem estrelas e chaves.

Antes de cada corrida da aventura você pode ver os desafios e também modificar a dificuldade, que quanto mais difícil, mais pontos gera no final das corridas.

Em time, jogue entrosado

Jogar em time não é apenas correr ao lado de amigos. “Team Sonic Racing” tem diversos sistemas que permitem interagir com os companheiros durante uma partida para que os jogadores se ajudem.

Um deles é a possibilidade de dar itens para os amigos. Isso é muito interessante em situações em que o item que o jogador carrega é inútil, mas poderia ajudar um amigo a ultrapassar alguém do time adversário.

Outro sistema interessante é o estilingue. O companheiro de time que estiver mais bem colocado deixará um rastro amarelo para os outros companheiros de time. Ao percorrer o rastro sem sair dos limites, o jogador ganha uma espécie de energia que é liberada ao sair do rastro, ganhando um bônus incrível de velocidade.

Esses sistemas, quando utilizados, garantem pontos de equipe, que podem preencher uma barra de time e permitir que os jogadores utilizem uma habilidade especial em conjunto. Os jogadores da equipe ganham velocidade máxima e não perdem velocidade por um tempo. Excelente para se recuperar ou ultrapassar o time adversário.

Enviar/Pedir Itens

Os itens que vão apanhando durante a corrida podem ser enviados a um colega de equipa ou, caso não tenham nenhum, também podem pedir. Caso não estejam a precisar, os vossos colegas de equipa podem beneficiar disso.

Três tipos de categorias

Existem 3 tipos de categorias e cada uma é melhor para certos tipos de prova. Tendo isso em conta, verifiquem a corrida seguinte para saber quem devem escolher. As categorias são Velocidade, Técnica e Força.

Acrobacias em pleno salto

Sempre que derem um salto durante as corridas, façam manobras com o analógico direito para ganhar velocidade extra quando aterrarem. Basta carregar para qualquer lado, pois não existe grande ciência envolvida. Podem fazer até três acrobacias de seguida para obter o máximo boost possível.

Mudanças antes das Corridas

É possível mudar as peças do carro antes de cada corrida, de forma a ajustar ao tipo de circuito/evento que vão fazer. A título de exemplo, podem mudar para o carro ter uma maior velocidade ou maior aceleração. Para além disso, também podem aplicar alguns poderes extra que podem ser vantajosos em determinadas corridas/eventos.

Apenas deriva quando você tem espaço aberto

Começar um drift pode parecer lento e complicado, quase como se fosse melhor dirigir em linha reta. Não se mova a menos que você tenha o espaço à sua frente, desvios menores não trazem muita ajuda em fazer curvas apertadas ou ganhar um aumento de velocidade. A deriva ainda é importante, apenas faça com que cada uma seja significativa.

Ande na sua trilha de equipes pelo maior tempo possível

Estilingues são incrivelmente úteis. Toda vez que você estiver perto de um de seus companheiros de equipe, você deve alternar entre dar e tirar estilingues de um para o outro. Quanto mais tempo você ficar colado à trilha de ouro que seu parceiro deixa para trás, mais você irá. Evite as tacadas mais curtas e vá em frente – procure por faíscas no seu kart enquanto estiver montando o caminho até agora, quanto impulso você acumulou. Uma vez que pára de acender, é hora de usar o impulso.

Concentre-se em ganhar tempo nos modos laterais

Modos laterais são provavelmente a coisa mais desafiadora da Team Sonic Racing. Conseguir uma medalha de platina em desafios de ring, bot bust e target smashing é algo que muitos não terão tempo para fazer.

A chave em quase todos esses modos é se concentrar em ganhar tempo extra. A maioria deles, como o desafio de colecionar ou desviar o anel, dá a você mais alguns segundos de tempo para fazer um certo movimento enquanto dirige.

Isso pode estar à deriva enquanto coleciona anéis ou destrói os eggbots. Sempre que você tiver a chance de ganhar mais alguns segundos, mesmo que isso signifique perder alguns anéis ou alvos fáceis, concentre-se nisso. Mais tempo lhe dará mais chances de manter sua raia viva.

Não se preocupe com os anéis perdidos

Os anéis são um grampo da série Sonic e são incrivelmente frustrantes na Team Sonic Racing. Os loops dourados são colocados com moderação ao longo de cada percurso e você acumula uma quantia considerável em cada uma das três voltas. No entanto, se alguma coisa tocar você, incluindo itens inimigos e obstáculos, você perderá tudo em uma única varredura.

Algumas missões têm objetivos paralelos que exigem que você colete mais anéis, mas outras competem ignorar completamente os anéis. Não se preocupe se você perder alguma passagem. Eles vêm e vão facilmente.

Pressione quadrado antes de uma missão para ver a cena

Esta é uma escolha estranha de design. Usando o botão de confirmação normal, X no PS4, neste caso, realmente passa pela cena ao selecionar uma missão. Você precisa acertar o quadrado para ver as cenas, incluindo todas as suas máscaras de arte e voz, antes de começar uma corrida.

Você pode atualizar seu carro antes de cada corrida no menu de carregamento

Embora possa ser mais fácil lidar com a troca de peças de kart na garagem, você também pode fazê-lo antes de cada corrida, selecionando a opção loadout depois de escolher seu personagem. O menu é menor, mas é útil para um rápido ajuste de última hora.

Não se esqueça de usar seus créditos em mod pods

Você ganhará uma boa quantia de créditos conforme avança na campanha. Faça uma pausa toda vez que você ganhar 50 e saia da campanha, selecione a opção mod pod no menu principal e compre alguns pods. Seu resultado é aleatório, como uma máquina de brinquedo, mas cada cápsula comportará um item cosmético, uma peça de carro de alto desempenho ou um bloco de bônus. Eles custam 10 créditos cada, para que você possa estocar logo após o início do modo de história.

Referências:

The Pixel Glitch, GameMe, Uol, techtudo, wikipedia.

Octopath Traveler

Octopath Traveler é um jogo eletrônico de RPG de aventura desenvolvido pela Square Enix e Acquire e publicado pela Square Enix e Nintendo. Ele foi lançado exclusivamente para Nintendo Switch em 13 de julho de 2018.

Jogabilidade

Octopath Traveler é um RPG de aventura que é apresentado em uma estética chamada de “HD-2D”, que mistura sprites de 16 bits para texturas e personagens com ambientes poligonais e efeitos de alta definição. Há oito personagens jogáveis com suas próprias jornadas e caminhos a serem seguidos. Cada personagem possui um comando único que pode ser usado ao interagir com personagens não jogáveis; por exemplo, o guerreiro Olberic pode desafiar outros para um duelo, enquanto a dançarina Primrose pode atrair outros a seguirem-na, permitindo que eles participem de batalhas ao seu lado.

O combate ocorre em rodadas e o jogador pode utilizar diferentes tipos de armas e ataques, além de habilidades e itens. Os personagens jogáveis recebem pontos de impulso, que podem acumular até cinco, podendo serem usados em sua rodada para atacarem mais de uma vez, aumentarem sua defesa ou potencializarem o efeito de alguma habilidade. Inimigos possuem um contador que diminui a medida que sofrem ataques desferidos por uma arma ou elemento contra a qual são fracos. Quando esse contador é zerado, eles ficam tonteados, perdem uma rodada e podem sofrer mais dano.

Escolha bem o seu protagonista!

O grande diferencial de Octopath Traveler é exatamente a oportunidade de explorar a história de oito protagonistas diferentes. Por isso, pode ser um choque saber que quando você começa o jogo, ele te força a escolher um único protagonista.

Não se preocupe, não importa quem você escolha, será possível jogar toda a história de todos os personagens. Entretanto, o seu “protagonista” nunca poderá deixar o seu time até que seja concluída a sua história. Isso acaba te forçando a terminar sua história primeiro para ter mais liberdade no jogo.  Então, além de pensar no personagem com a história mais interessante, é importante pensar também naquele que se encaixa melhor em qualquer time.

Apesar disso ser bastante pessoal, existem alguns personagens que são mais fáceis de lidar do que outros. Therion é bastante útil fora de combate, podendo roubar NPCs e arrombar baús, o que o torna um bom candidato para ficar preso na sua party pelo resto do jogo. Ophelia pode ser uma péssima escolha para o começo do jogo, devido ao fato de que todas suas habilidades consomem bastante SP e que ela funciona melhor como suporte, ou seja, com uma equipe completa.

Cyrus e H’aanit, por outro lado, são bastante úteis não só no começo do jogo, mas também ao longo dele, devido aos seus talentos. No começo de uma batalha, Cyrus revela uma fraqueza de cada inimigo, tornando assim mais fácil a destruição de suas defesas e consequentemente a sua derrota. Ele também tem acesso a diversos ataques elementais que o tornam bastante flexível, mas não tanto quanto H’aanit.

Graças ao seu talento de captura, ela pode se adaptar a praticamente qualquer situação ofensiva. Começar com ela é ainda mais interessante, pois isso te permite capturar adversários desde o começo, ampliando sua lista de summons. Por sorte, os dois personagens ficam perto um do outro, então se você quiser, pode começar com qualquer um deles e ir correndo convocar o outro.

Use Path Actions sempre que puder

Quando se trata de RPGs, há uma série de “boas práticas” que são importantes de se ter em mente. Sempre salve o jogo. Mantenha mais de um save por segurança. Recupere a vida da sua equipe antes de enfrentar um chefe. Atualize sempre seus equipamentos para um melhor desempenho em batalhas. Pare de jogar um pouco para salvar sua vida social. Só há uma recomendação vital que eu adicionaria a essa lista quando se trata especificamente de Octopath Traveler: sempre use suas Path Actions.

Path Actions são ações especiais que cada personagem pode realizar quando interage com um NPC. Elas têm efeitos variados e todas têm uma outra de efeito equivalente, de modo que é possível ter sempre uma de cada tipo na sua equipe. Olberic, H’aanit, Ophelia e Primrose não possuem ações tão relevantes em um contexto mais amplo, mas a dos outros personagens te ajudarão a estar sempre preparado.

Olberic e H’aanit possuem respectivamente Challenge e Provoke. A ação desafia o NPC para uma batalha mano-a-mano. Pode ser útil quando um NPC está bloqueando a entrada de algum lugar ou para completar algumas side quests, mas definitivamente não vale a pena desafiar qualquer pessoa para um duelo.

Ophelia e Primrose possuem respectivamente Guide e Allure. Essa ação pode seduzir alguns NPCs para que eles te sigam. Eles podem te ajudar se forem convocados durante um combate, mas fora deles só serve para resolver algumas side quests.

Cyrus e Alfyn já são mais interessantes. Eles conseguem extrair novas informações de NPCs usando, respectivamente, Scrutinize e Inquire. Essas informações, além de serem chave para solucionar side quests mais peculiares, também podem revelar itens escondidos que acabam se provando muito úteis.

Por fim, Tressa e Therion são de longe os mais úteis fora de batalha. Eles conseguem adquirir itens diretamente dos NPCs. Tressa compra os itens por valores justos usando Purchase, mas Therion não é limitado pela moral e simplesmente os rouba com Steal. É possível adquirir várias armas super fortes usando essa ação e é a melhor forma de atualizar seu equipamento. Não há nenhuma desvantagem em roubar, além da penalidade ao falhar cinco vezes. Uma pequena taxa em dinheiro, que pode ser evitada salvando antes de tentar roubar coisas difíceis e resetando quando falhar. Então, meus amigos, a dica é: roubem bastante.

Complete seu time com classes secundárias

Apesar de existirem oito personagens jogáveis, cada um com sua própria classe, só é possível levar quatro por vez no seu time. Pode até parecer um problema, mas isso não quer dizer que você ficará limitado a suas classes iniciais se você liberar classes secundárias.

Escondidos pelo mapa do jogo existem altares secretos que guardam as habilidades de cada classe. Quando uma classe secundária é liberada nesses altares, você pode equipá-la em qualquer personagem na sua party, mas apenas um por vez. É possível trocar de classe a qualquer momento no menu principal, sem qualquer penalidade.

Só essa combinação entre classes principais e secundárias já permitem cerca de 150 times diferentes. Quando se adicionam as habilidades passivas à equação, as possibilidades se multiplicam exponencialmente. Todas as habilidades passivas desbloqueadas de uma classe são mantidas pelo personagem, então você pode combinar habilidades passivas com classes diferentes para criar um personagem verdadeiramente único.

Para saber que time é melhor para você, é importante levar em consideração os talentos de cada personagem, que não são adquiridos pelas classes secundárias. Cyrus, por exemplo, revela uma fraqueza de cada inimigo ao começar uma batalha, enquanto Alfyn pode combinar dois ingredientes em diversas poções bastante úteis. Na hora de montar o seu personagem, tenha sempre mente quais são as suas fraquezas e que classe secundária poderia neutralizá-la.

Saiba a hora certa de quebrar a guarda

Se você quer se dar bem nas batalhas desse jogo, é preciso dominar bem o sistema de quebra de defesa. A ideia é bem simples: cada inimigo tem um número de defesa que é reduzido por golpes que tenham vantagem contra ele. Quando esse número chega a zero, ele fica mais vulnerável a ataques e perde o turno. É um sistema bem intuitivo e você consegue usar ele bem sem pensar muito, mas dá para aproveitar melhor tanto a vulnerabilidade quanto o seu turno extra ficando atento a uns certos detalhes.

Primeiramente, pense bem antes de gastar seus BP. Boost Points te dão ataques extras que podem ser exatamente o que faltava para quebrar a defesa daquele chefe difícil, mas, por favor, resista a tentação sempre que puder. Ataques extras podem tirar tanta vida com inimigos com a guarda baixa que é quase um crime desperdiçar para quebrar defesa. Tirando casos em que sua equipe precisa de um turno para recuperar vida ou quando um boss está preparando um ataque devastador e você precisa quebrar a guarda urgentemente, guarde os seus Boost Points para quando os inimigos estiverem vulneráveis.

Outro ponto super importante é ficar sempre de olho na timeline. Bem no topo da tela fica uma barrinha que te informa a ordem que cada personagem vai se mover no turno atual e no próximo turno. Quando a defesa de um inimigo quebra, ele perde sua vez em ambos os turnos. Tendo isso em mente, se um inimigo já atacou neste turno, pode ser mais vantajoso esperar para quebrar sua defesa no turno seguinte. Desse modo, você pode garantir que ele perca dois ataques, te dando uma singela vantagem que pode ser crucial contra os bosses mais impiedosos.

Fique atento as sidequests 

Side quests são um elemento bem divisivo em Octopath Traveler. A grande maioria simplesmente exige um conhecimento mínimo das suas Path Action. Saiba qual usar e em qual NPC e a missão se resolve sozinha. Já outras são bem mais trabalhadas e contam até com uma narrativa interessante.

Entre essas side quests mais elaboradas, existem aquelas que te levam a dungeons opcionais. São bem menores que as dungeons da história e até podem ser encontradas explorando o mapa, mas durante essas side quests elas terão algum item ou inimigo único. Esses inimigos podem servir tanto como chefes extras para aqueles que procuram um bom desafio, como de summons únicos para quem ousar capturá-los com a H’aanit. De qualquer maneira, vale a pena ficar ligado.

Amplie suas chances de ganhar experiência

Grinding é sempre um tópico complicado em JRPGs. Não tem jeito: ou você ama ou você odeia. Muita gente reclama que essa é uma tática barata para estender artificialmente a duração de um jogo, enquanto outros alegam que é uma parte essencial para que eles sintam que seu personagem está evoluindo. Qualquer que seja seu lado nessa história, grinding é uma parte de Octopath que pode ficar mais fácil com alguns truques simples.

É preciso depender um pouco da sorte, mas você sabia que pode dobrar, quintuplicar ou até centuplicar a experiência que você ganhar em uma batalha? Para isso, basta utilizar a habilidade Bewildering Grace, da Primrose. Essa é uma habilidade que qualquer dançarino pode aprender que resulta em algum efeito aleatório, entre eles o bônus de XP. As chances de melhorar seu XP são ínfimas, mas é possível aumentar suas chances aumentando o número de danças.

Usando um clérigo que saiba Aelfric’s Auspices, uma habilidade divina, é possível dobrar o número de danças por três turnos. Se você ampliar a dança com três BPs, juntando com o suporte, Primrose faria oito danças em um turno. Para depender da dança para evoluir mais fácil, a chave é sempre pensar em novos meios para agilizar e manter esse processo. Fique a vontade para me contar nos comentários outros jeitos de melhorar essa tática.

Além dela, também é possível caçar Caits. Essas criaturas raras também aparecem na sorte, mas são bem mais comuns em Northern Wellspring Sands e Quicksand Caves. Eles são bem traiçoeiros e vão fugir nos primeiros turnos, então é importante que o derrotem rapidamente. Eles têm uma esquiva muito alta, então não economize BPs quando ver esse pequeno. Arrowstorm, de um caçador, pode derrotá-lo sem muita dificuldade.

Prepare-se para a caça

Um dos talentos mais divertidos e versáteis do jogo é a captura da H’aanit. É a sua chance de ser o mais novo Mestre Pokémon de Osterra. Com ele, a caçadora pode domar praticamente qualquer fera e chamá-lo para um ataque especial em uma batalha futura. Funciona como os summons de outros JRPGs e podem ser especialmente úteis no começo da aventura.

Duas feras bastante úteis no primeiro capítulo de H’aanit são Giant Boar e Mossy Meep. Gian Boar é força bruta, causando um dano considerável de lança a um inimigo. Já o Mossy Meep cura 500 HP de algum membro do seu time. Obviamente vai curar a própria H’aanit em seu primeiro capítulo quando ela está sozinha e também em duelos. Ambos são encontrados nos arredores de S’warkii.

Além deles, o já citado Cait é bem útil como suporte. Sua habilidade, Luck of the Cait, buffa seus aliados e debuffa os inimigos, o que pode virar a batalha a seu favor quando as coisas apertam. Se você quiser destruir seus inimigos com um golpe elétrico, procure The Hollow Throne (Lv. 25) perto de Noblecourt. Lá você encontra o Thunder Revenant, um monstro super difícil de matar, mas que quando invocado causa um dano elétrico insano em todos inimigos.

Reestoque ingredientes para suas poções

Se a H’aanit é incrivelmente flexível no quesito ataque, Alfyn é no quesito suporte. Seu talento, Concot, permite que ele crie as mais diversas poções combinando apenas dois ingredientes como um verdadeiro alquimista. O melhor é que ele nem gasta mana com isso, podendo reviver sua equipe inteira sem nem suar.

O problema é que para isso ele precisa ter os ingredientes e os melhores podem ser incrivelmente difíceis de se obter, o que acaba afastando alguns jogadores. Não seja mais um a desperdiçar todo potencial dessa máquina de curar. A solução para estocar com agilidade é simples: ponha o Therion para roubar.

A maioria dos materiais pode ser comprado em lojas espalhadas pelo jogo. Noxroot, Essence of Grape, sementes e pós estão na maioria das lojas. Diversos tipos de “Soothing” e “Injurious” estão a venda nas cidades dos capítulos 1 e 2. Já as variações de “Purifying” e “Ruinous” estão nas cidades dos capítulos 4. O resto pode ser roubado de certos adversários.

Spleepweed pode ser roubada de Cliff Birdian II e Hermit Crabs em Rippletide. Addlewort pode ser roubada de Egglings e Hatchlings em Bolderfall. Essense of Plum, de Army Ants e Lizardmen em Sunshade Sands. Essence of Pomegranate, de Marmots e Meeps em S’warkii. Por fim, Curious Bloom pode ser roubada de qualquer tipo de morcego. Usando a habilidade divina de Primrose, Sealticge’s Seduction, é possível roubar de todos inimigos de uma vez, o que agiliza o processo.

Sempre melhore seus equipamentos

Em “Octopath Traveler”, os seus equipamentos são importantíssimos para sobreviver às batalhas mais complicadas. Até mesmo no início, é importante manter seus equipamentos na melhor qualidade possível para garantir que não ocorra nenhum acidente.

Assim que tiver acesso a um novo personagem, ou chegar em uma nova cidade, corra até a loja mais próxima e compre os itens que vão melhorar os atributos do seu grupo. Mesmo os mais baratinhos servem para melhorar bastante a sua condição no campo de batalha.

Entendendo o Sistema de Batalha

O sistema de batalha de “Octopath Traveler” é um pouco confuso a princípio, mas com o tempo se torna bem simples. A primeira coisa que você precisa saber é que os inimigos possuem fraquezas, que são mostradas embaixo da sua imagem na tela. A princípio, as fraquezas estarão escondidas, e cabe a você testar com diferentes armas e magias o que pode funcionar melhor. Um dos personagens do jogo, Cyrus, tem a capacidade de revelar a fraqueza dos inimigos no início da batalha, o que é bem útil.

O segundo passo é compreender o sistema de “Break”, que permite quebrar a guarda do inimigo. Ao lado dos ícones de fraquezas, está um ícone que representa um escudo com um número dentro. Esse número representa a quantidade de ataques contra a fraqueza que esse inimigo pode aguentar antes de ter sua defesa quebrada.

Ao quebrar a defesa do adversário, você não só conseguirá causar mais dano, como também impedirá que ele ataque no próximo turno. Seu foco deve ser sempre quebrar a guarda dos inimigos.

Inimigos mais poderosos, como os chefes do jogo, podem utilizar ataques em área que são perigosos e demoram um turno para carregar. Você saberá que ele está para chegar ao ver essa aura roxa no inimigo. Se você conseguir quebrar a guarda dele antes do próximo turno, ele não dará o ataque. Se não conseguir, use a defesa, porque o dano vai ser significativo para o seu grupo.

Por último, é preciso entender o que é o “Boost”. A cada turno os seus personagens acumulam energia, que fica visível nas esferas amarelas logo abaixo dos nomes. Cada esfera dessa significa que você poderá dar mais um ataque comum no mesmo turno ou potencializar uma habilidade de alguma forma.

Pressione “Q” no PC ou “R” no Joycon do Switch para escolher o número de esferas que quer utilizar por turno.

Use as informações exibidas na tela 4

Na tela do jogo é possível conseguir varias informações vitais para sobreviver. Assim que você entrar em uma nova área por exemplo, no canto inferior esquerdo da tela será indicado o nível de perigo deste local. Se ele for maior que o do seu grupo, o ideal é virar as costas e ir para outro ponto.

O seu minimapa, embora não tão detalhado como em outros jogos, indica algumas coisas interessantes. Em verde ele vai indicar para onde ir durante as missões, já em laranja ele vai indicar as sidequests na cidade. Ainda há icones para os altares onde você salva o jogo e cidades. Se estiver em dúvida de onde ir, siga o minimapa.

Use as habilidades únicas dos personagens

Cada personagem do jogo tem a sua habilidade única, que pode ser utilizada nas cidades para interagir com os NPCs que moram no local. A Tressa, por exemplo, pode negociar com qualquer NPC, o que garante alguns itens valiosos por preços mais acessíveis que nas lojas.

Você será apresentado a cada uma dessas habilidades ao completar o prólogo dos personagens, e depois fica a seu critério quando usá-las. Abuse do que puder para conseguir melhorias para o seu grupo.

Habilidades de Suporte

O sistema de classes de “Octopath Traveler” tem uma camada de profundidade a mais, as habilidades. Na aba chamada “Skills” você pode utilizar pontos de batalha, conseguidos naturalmente ao lutar pelo mundo, para desbloquear novas habilidades poderosas.

Nessa aba você também encontrará as habilidades e suporte (“Support Skills”), que são habilidades passivas desbloqueadas ao comprar habilidades ativas com pontos de batalha. Mas lembre-se que não basta apenas liberá-las, é preciso equipá-las no menu de cada personagem nessa mesma aba.

Se você não lembrar de conferir suas habilidades de tempos em tempos, pode complicar bastante a vida do seu grupo durante a jornada.

Explore cada cantinho, procure tesouros

Durante a sua jornada, serão inúmeras as cavernas e territórios onde tesouros interessantes estarão escondidos. Os de cor prata guardam itens mais simples, como ervas e frutas, mas os dourados escondem armas e itens valiosos para venda.

Todos os tesouros ficam em caminhos opostos à direção normal do local, geralmente escondidos atrás de alguma parede que à primeira vista não pode ser atravessada. Procure por entradas secretas e vasculhe cada mapa para encontrar todos. Nos capítulos mais avançados seu grupo irá agradecer.

Salve sempre que possível

Nunca se sabe quando um inimigo poderoso vai aparecer, ou mesmo quando seu grupo vai ser pego de surpresa, o que pode render vários ataques inimigos sem que você tenha chance de se defender ou fugir.

Por isso é importante manter a vida do grupo sempre alta e, se possível, salvar o jogo. Para isso basta interagir na pilastra com um livro. Como “Octopath Traveler” é das antigas, um “game over” pode significar muito tempo de jogo perdido.

Use as sementes (Nuts)

Quando chegar o momento de enfrentar os inimigos mais poderosos nos capítulos mais avançados, pode acontecer de por conta de pouco preparo e especialmente equipamentos fracos, que seu grupo tenha problemas. E ainda é possível que mesmo com bons itens e nível, falte algo e você vai passar perrengue. A saída são as sementes.

Alguns jogadores acabam esquecendo que elas existem e deixam dezenas delas paradas no inventário. Elas servem para melhorar atributos específicos dos personagens, e com o uso correto podem significar um ganho exponencial de dano ou defesa para determinadas classes.

Não é preciso usar uma semente imediatamente quando recebê-la, nem focar todas em um único personagem, mas de tempos em tempos é bom utilizá-las para um ganho expressivo.

Referências:

Wikipedia, Uol, Nintendo Blast.

Marvel vs. Capcom: Infinite

Marvel vs. Capcom: Infinite (em japonês: マーベル VS. カプコン:インフィニット ‘Māberu VS. Kapukon: Infinitto’?) é um jogo eletrônico de luta desenvolvido pela Capcom, lançado para o PlayStation 4, Xbox One e Microsoft Windows. Ele é o quinto título principal da série Marvel vs.Capcom; o jogador controla personagens dos universos da Marvel Comics e da Capcom em lutas de dois contra dois. Na história Ultron (Vilão dos Vingadores) e Sigma (Vilão de Megaman X) juntam as jóias do infinito e se tornam Ultron Sigma que junta as duas dimensões e desencadea um imenso confronto entre o Universo Marvel e o Universo Capcom.

Encontre o seu time

Em MvC:I tudo é possível, e existem possibilidades (quase) infinitas quando o assunto é combinar dois de seus personagens favoritos em um time. Assim, a melhor forma de começar é jogar com todo o elenco e encontrar aqueles que você mais gosta. Uma das melhores formas de fazer isso é terminar o modo história, já que você terá que jogar com (ou contra) praticamente todos, em momentos específicos do enredo. Caso contrário, jogue seu modo preferido (como arcade ou treino) e parta em busca dos seus melhores. Por exemplo, no modo história, tivemos combinações como Megaman X e Capitão América, assim como Chun Li e Capitã Marvel para iniciar os trabalhos. Você pode também montar times com temas, como robôs (Ultron e Zero), ou por jogos favoritos, como Darkstalkers (Morrigan e Jedah).

Já encontrou as gemas?

Depois de decidir qual time funciona para você, o próximo passo é encontrar a Gema do Infinito que cobre as fraquezas de seus personagens, como dar uma incrementada na força do Capitão América com a gema da do poder. MvC:I revisitou as mecânicas das Gemas do Infinito, trazendo-as de volta à série. Cada gema tem sua própria habilidade única, que pode ser ativada através de um botão, chamada de Infinity Surge. Os Infinity Surges dependem da pedra preciosa escolhida e liberam poderes como agarrar o oponente, teletransporte, sugar vida, criar um mini-vortex, lançar projéteis móveis e até rebater adversários na parede. É importante entender o propósito de cada gema, pois elas podem ser vitais em partidas, assim como também é bom notar qual gema seu oponente está escolhendo.

Tem uma tempestade a caminho

As Gemas do Infinito têm mais que a habilidade de surge; elas também tem um poder massivo conhecido como Infinity Storm. O acesso a esse poder é garantido ao lutar, levar dano ou utilizar seu Infitiny Surge. Quando a barra da gema estiver com 50 porcento, você será capaz de ativá-la. Cada tempestade invocada por sua gema é uma versão incrivelmente poderosa dos poderes menores, assim, há ocasiões que você pode escolher uma gema por seu poder máximo e não pelo surge. O Homem de Ferro, por exemplo, se beneficia bastante da Gema da Realidade, uma vez que ele terá muitos projéteis à sua disposição.

Cada gema oferecerá uma série de habilidades únicas quando você ativar seu poder especial; algumas permitirão cancelar seu poder mais rapidamente que antes, enquanto outras confinarão o inimigo em uma pequena caixa na tela, deixando-o sem mobilidade para escapar de seus combos. É até possível ressuscitar um aliado abatido com a Gema da Alma e atacar o oponente junto com ele. Há também o bônus onde qualquer gema pode ser cancelada, ao apertar os botões de Infinity Surge e Tag, para executar um super ataque de nível três de graça.

Entenda o sistema básico de combos

Se você for um total iniciante, é necessário que você experimente o sistema de combos. Ainda bem que Marvel vs Capcom: Infinite implementou a mecânica certa para você, os autocombos. Ao pressionar repetidamente o soco fraco, em rápida sucessão, você irá desferir um combo completo. Essa é uma boa forma de se familiarizar com seu conjunto de golpes e entender os combos básicos do jogo. Todos os autocombos começarão com alguns golpes terrestres, lançando o inimigo para os céus em seguida com uma série de ataques aéreos. Isso mostra que todos os lutadores têm um golpe para “lançar” o adversário para o alto e um “spike”, um golpe que tira o inimigo do ar, lançando-o ao solo. Por mais que não haja exceções, alguns personagens – como o Nova – terão seu golpe de lançar único. Por isso, conheça a lista de golpes e fique familiarizado com seus golpes únicos.

Um mutante em uma missão

Se o sistema de combos não lhe chamou atenção, então sua melhor aposta possa ser aventurar-se no modo missão. Aqui, você encontrará uma série rápida de tutoriais que vão ensinar os básicos do jogo, incluindo uma rápida introdução às gemas que citamos antes e uma série de 10 desafios/combos para cada personagem. Esses combos são bem mais incrementados, porém dão grandes exemplos de como alguns ataques interagem e expandem o sistema de autocombo. Há até vídeos de como eles funcionam – quando todos os movimentos são executados corretamente -, algo que pode ser bem útil para completar as missões do Strider… O modo missão é definitivamente válido e incentivamos que você gaste um bom tempo nele; você perceberá que alguns heróis estão utilizando as gemas e também verá alguns tag combos que pode querer experimentar, como o do Homem-Aranha com Frank West.

Está gostando? Vá além agora.

Quando você finalmente começar a entender os básicos da estrutura de combos e se arriscar em algumas missões, verá que cada um dos personagens tem seus ataques especiais únicos. Alguns desses movimentos podem rebater inimigos na parede, jogá-los ao chão ou até congelá-los no local atingido. Qualquer combinação desses ataques pode ser implementada em seu combo, para extender sua duração e aumentar o dano causado. Por isso, aventure-se, arrisque com novos golpes e incremente seu leque de ataques.

Aprenda a defender e a desferir o push block

É fácil falar, mas na prática não é fácil se defender. Com o ritmo as vezes frenético de Marvel vs Capcom: Infinite, você pode achar um pouco complicado se defender no início e o único jeito de ficar melhor é com a prática. Existem algumas dicas óbvias, entretanto, a mais vital de todas é aprender defesa avançada. Ela é fundamental para mudar o momentum de uma luta. Ao apertar dois botões enquanto você está defendendo um ataque, seu oponente será empurrado a uma distância considerável. Isso também concede alguns bônus, como a habilidade de refletir as esferas de energia de adversários como Ruy e Morrigan de volta para eles. Ao fazer isso, você transforma defesa em ataque, mas aprenda quais projéteis são possível de refletir para não ser pego de surpresa.

Torne-se um mestre na arte de tag

Como todo jogo de luta em times, a arte do tag é crucial em Marvel vs Capcom: Infinite. E dessa vez, saber quando mudar de um membro para outro de seu time pode ser mais importante que nunca. Anteriormente, executar o tag (a troca de personagem) tinha uma série de regras restritas e ainda custava uma barra de energia especial, ou precisava de um combo pra lá de eficiente. Esse não é mais o caso em Marvel vs Capcom: Infinite. Nessa obra, você pode executar uma troca quando e onde quiser, bastando apenas apertar o botão de tag e respeitar algumas regrinhas. Desde que seu personagem esteja vivo e não tenha sido trocado recentemente (tem uma rápida barra de esfriamento que precisa ser notada para efetuar uma nova troca), você pode cancelar um ataque e trazer seu companheiro para a luta. Todavia, lembre que qualquer personagem, ativo ou reserva, pode ser atingido durante a animação de troca e isso pode resultar em um baita prejuízo de dano. Então, tenha cuidado.

Prepare o aquecimento no modo treino

Pode não ser o modo mais empolgante para ficar melhor em um jogo de luta, mas o modo treino de MvC:I é o lugar perfeito para testar seus combos em um ambiente seguro. Você será capaz de ver a quantidade exata de dano que seus combos causam e se eles funcionam com todos os membros do elenco (não há nada pior que Rocket Racoon errar um belo combo por ser pequeno demais). É até possível configurar cenários específicos para treinar, como uma barra de energia e do Infinito cheias para tentar combos decisivos. Tem até como colocar um amigo para testar esses cenários com você para praticar com ainda mais fidelidade para futuras disputas online ou até para configurar um cenário que você não conseguiria sozinho.

Gerencie as barras de vida e energia

Como em qualquer jogo, gerenciamento de energia e vida são incrivelmente importantes. É obvio que se você ficar sem vida é fim de partida, mas a barra de energia é tão importante quanto. Ao estocar energia e saber quantas barras tem, você estará sempre preparado para utilizar um super golpe em equipe e tirar alguém de cima de você ou até usá-la para adicionar dano extra suficiente para acabar com a partida e não correr riscos.

Tão importante quanto reconhecer sua atual situação de energia é reconhecer os valores de vida. Em Marvel vs Capcom: Infinite há como recuperar vida. Na medida em que você leva dano, perceba que há uma barra residual vermelha, ela representa a vida que pode ser recuperada. Ao executar uma tag com seu outro herói, você vai recuperar a vida do personagem ferido lentamente, prolongando a luta. Essa barra vermelha pode ser removida se você for agarrado, então quando você tiver vida recuperável fique longe de jogadores que vão tentar correr para lhe derrubar. É igualmente importante que você reconheça que é possível executar uma troca de heróis no meio de um combo, ao custo de duas barras de energia, segurando o botão de tag, algo que os tutoriais e missões esquecem de mencionar.

Jogue com amigos

Você vai acabar fazendo isso de qualquer forma, mas em meio ao jogo você encontrar uma série de jogadores querendo se divertir. Essa é, provavelmente, a parte mais importante de MvC:I, encontrar os amigos para se divertir e jogar com gente do seu nível. Com o tempo, você e quem mais quiser enfrentar irão melhorar. E jogar com amigos pode ajudar a aprender melhor as mecânicas e até entender melhor suas derrotas do que online, pois eles podem apontar seus pontos fracos, como passaram de sua defesa e encontraram uma brecha para o ataque. Então chame a galera, prepare seu joystick ou arcade stick e mostre para eles como uma combinação de Jedah e Ultron pode ser letal (ou um Dante e Hulk – nossos favoritos).

Afinal, jogos de luta são divertidos, mas nunca fáceis de se dominar; eles precisam de muito tempo e prática para evoluir. Contudo, com dedicação, qualquer um pode crescer e até subir nas ranqueadas online. Assim, esperamos que essas dicas e detalhes tenham mostrado como esse novo game de luta pode ser a garantia de diversão por várias e várias horas. Prepare seu time e parta para o caminho da vitória.

Comandos básicos

É preciso começar do princípio e saber quais são os comandos básicos de Marvel vs. Capcom Infinite: soco fraco, soco forte, chute fraco, chute forte. Estes são os golpes mais simples e estão mapeados nos botões da face do controle, como por exemplo o X, quadrado, bola e triângulo, no PS4, ou equivalente no Xbox One.

Os botões superiores, L1, R1 ou LB, RB, servem para ativar a troca de personagem ou utilizar o poder da Joia do Infinito. Os gatilhos não possuem grandes funções, a não ser unir comandos, como soco forte e fraco ao mesmo tempo

Como trocar de personagem e atacar ao mesmo tempo

A troca de personagem é algo bem básico na série Marvel vs. Capcom e não é novidade. Com o pressionar de um botão, o jogador pode alternar entre os dois heróis disponíveis. Vale mencionar que o lutador substituto já entra no ringue atacando.

A novidade, porém, fica por conta da troca com contra-ataque. Para usá-lo, é preciso ter pelo menos duas barras de especiais cheias. A partir daí, enquanto seu personagem ativo estiver sendo golpeado pelo oponente, basta segurar o botão de troca (R1 ou RB) para realizar o contra-ataque.

Lançar ao ar

Todos podem lançar seu oponente ao ar. É uma ferramenta de luta muito útil, já que te permite iniciar combos enquanto o adversário está indefeso. Para jogá-lo para o alto, é preciso pressionar o botão de soco forte e o direcional para baixo ao mesmo tempo.

Também é possível fazer o arremesso a partir de combos automáticos. Inicie batendo no inimigo com o soco fraco (normalmente no botão quadrado ou equivalente) e continue até fazer o inimigo subir. Complete com um especial.

Especial automático

Ao pressionar os botões chute forte e soco forte ao mesmo tempo, o personagem lança um especial automático, chamado também de “Hyper Combo”. Ele exige pelo menos uma barra de especial completa para ser ativado.

Cada lutador possui pelo menos um, específico, e seu funcionamento varia bastante. O que importa é que o Hyper Combo serve para se livrar de enrascadas, apesar de ser fácil de evitar ou defender, portanto, não se garanta sempre nele.

Interromper um salto para continuar o ataque

É possível surpreender o inimigo em Marvel vs. Capcom Infinite interrompendo seu grande salto para encaixar um ataque. O salto duplo – realizado ao pressionar duas vezes para cima – permite alcançar uma boa altura no cenário, mas a ideia aqui é interrompê-lo no meio, de surpresa.

Para interromper um salto pressione para baixo no meio do segundo nível, assim seu personagem vai descer e acertar quem estiver embaixo. Na verdade, isso também pode ser feito durante o primeiro nível, mas é mais eficaz no segundo.

Defesa avançada

A defensa avançada é outro dos conceitos básicos de Marvel vs. Capcom Infinite e dominá-la é uma boa dica para vencer lutas. Pressionar chute e soco ao mesmo tempo enquanto estiver bloqueando faz com que o adversário seja empurrado e o personagem se recupere rápido para contra-atacar.

É possível fazer isso de várias formas, incluindo durante os treinos, onde é possível programar o lutador adversário. Domine a técnica e seja mais difícil de ser derrubado.

Melhores personagens para novatos

Esqueça personagens rápidos ou pesados demais para começar, com exceção do Hulk. O gigante verde da Marvel é uma boa opção por ter golpes versáteis e fáceis de encaixar. Outra boa opção é Ryu por ser já conhecido da série Street Fighter e ter golpes bem parecidos neste jogo. Essa é uma dupla que pode te ajudar bastante nos combates iniciais.

Para potencializar a variedade, combine Hulk com a Joia do Tempo e utilize sempre a Tempestade Infinita, tornando o gigante ainda mais rápido e mortal contra oponentes. Treine bastante com os dois antes de partir para os próximos lutadores.

Sistema de Batalha

Nota: os comandos exibidos aqui consideram o personagem voltado para a direita. Comandos laterais ficarão invertidos com o personagem voltado para a esquerda.

Sistema Básico

Movimentos Normais: Aperte qualquer botão de soco ou de chute para fazer um movimento normal.

O movimento realizado muda de acordo com o status do seu personagem e o botão apertado.

Movimentos Especiais: Certas combinações de botões de direção com botões de chute/soco disparam movimentos especiais.

Iniciar um comando de movimento especial durante um movimento normal, permite que você cancele o normal e faça rapidamente o movimento especial em seu lugar.

Hipercombo: Iniciar um comando especial apertando junto os dois botões de soco/chute dispara um hipercombo — um movimento poderoso que esvazia a barra de hipercombo.

Hipercombos Nv1 gastam uma barra, já os Hipercombos Nv3 gastam três barras.

Hipercombo Fácil: Apertar os botões de soco forte e chute forte ao mesmo tempo dispara um hipercombo fácil que gasta uma barra de hipercombo.

Salto/Super Salto: Aperte o botão de direção para cima para saltar.

Alguns movimentos e hipercombos só podem ser executados durante um salto. Para fazer um super salto, aperte para baixo e para cima logo em seguida. 

Guarda/Guarda Aérea: Aperte o botão de direção para o lado oposto ao do adversário para se defender, bloqueando os ataques dele. Uma guarda em pé bloqueia ataques altos e uma agachado bloqueia ataques baixos.

É importante saber qual guarda usar em cada situação. Você também pode fazer uma guarda aérea ao saltar para bloquear todos os ataques.

Guarda Avançada: Ao se defender de ataques corpo a corpo, aperte dois botões de ataque juntos para fazer uma guarda avançada e afastar o adversário.

Uma guarda avançada no momento certo pode desviar alguns ataques de projétil, como o Hadouken do Ryu, de volta ao adversário.

Arremesso/Fuga de Arremessos: Aperte o botão de direção para esquerda ou direita com o botão de soco forte pressionado perto do adversário para arremessá-lo.

Você também pode usar este comando para fazer uma fuga de arremesso se o adversário tentar arremessar você.

Combo Automático: Toque repetidamente no botão de soco fraco para fazer um combo automático (Nota: apenas se os ataques forem bem-sucedidos). O combo automático pode ser “desligado” nas configurações de controle.

Troca Ativa: Aperte R1 a qualquer momento, mesmo em movimento ou atacando, para chamar seu parceiro e fazer uma Troca Ativa. Ele entrará correndo na tela e atacará o inimigo. Por alguns segundos, os dois personagens continuam na tela durante uma Troca Ativa; nesse período, você não pode fazer outra Troca Ativa. 

Contragolpe de Troca: Você pode chamar seu parceiro ao bloquear ou sofrer dano, mas isso exige um aperto prolongado de R1. Um Contragolpe de Troca gasta duas barras da barra de hipercombo.

Nota: não pode ser usado enquanto seu adversário estiver em um hipercombo. 

Onda do Infinito: Aperte L1 para fazer uma ação especial — como um ataque poderoso ou uma corrida super-rápida — de acordo com a sua Joia do Infinito equipada.

Usar a Onda do Infinito enche a Barra de Joia do Infinito. 

Tempestade do Infinito: Quando a Barra de Joia do Infinito estiver com 50% ou mais de carga, aperte L1 e R1 juntos para disparar uma Tempestade do Infinito.

Isso libera todo o poder da Joia do Infinito equipada. Aperte L1 e R1 novamente durante a Tempestade do Infinito para executar um Hipercombo Nv3 e gastar toda a Barra de Joia do Infinito em vez da Barra de Hipercombo.

Referências:

Game Capcom, Red Bull, wikipedia, techtudo.

Madden NFL 20

Madden NFL 20 é um videogame de futebol americano baseado na National Football League (NFL), desenvolvido pela EA Tiburon e publicado pela Electronic Arts . A versão mais recente da longasérie Madden NFL , o jogo foi lançado para PlayStation 4 , Xbox One e Microsoft Windows em 2 de agosto de 2019. Apresenta oquarterback do Kansas City Chiefs Patrick Mahomes como o atleta de capa.

Gameplay 

O Madden NFL 20 apresenta uma nova “campanha de carreira personalizada” conhecida como QB 1 , após a jornada de um quarterback universitário criado por jogadores, desde sua participação no College Football Playoff , até ser elaborado por uma equipe da NFL. Dez equipes universitárias licenciadas (Clemson, Estado da Flórida, Miami, Flórida, LSU, Oregon, USC, Texas, Oklahoma e Texas Tech) do ACC , Big 12 , Pac-12 e SEC , estão disponíveis neste modo. O modo funciona como uma versão atualizada do “Superstar Mode”, onde o jogador pegaria seu jogador personalizado e o controlaria ao longo de uma carreira, que foi apresentada no Madden NFL 06 até sua remoção no Madden NFL 25.

Em setembro de 2019, a EA Sports lançou outro modo chamado Superstar KO. Em cada rodada, cada equipe joga uma unidade de sua própria linha de 25 jardas para marcar um touchdown e uma conversão de dois pontos. Se as equipes empatam, a rodada é decidida por um “cabo de guerra”, onde cada equipe realiza três jogadas, e a equipe que avança mais longe vence a rodada. Após cada rodada, o vencedor pode contratar um jogador do time do rival.

A EA continuou incluindo recursos de acessibilidade para usuários finais cegos e com deficiência visual. Entre elas, está a narração do menu, na qual as opções são ditas em voz alta à medida que o player navega até elas usando fala sintetizada. Como parte de seu papel de voz no jogo, Brandon aconselha, através da introdução do jogo, as configurações de acessibilidade e como alcançá-las. Outras configurações, como contraste de imagem e configurações compatíveis com daltonismo, também estão disponíveis. Enquanto a maioria dos menus é narrada, alguns menus de franquia, por exemplo, não são narrados. Um exemplo disso é quando você está vigiando jogadores da faculdade ou tentando comprar agentes gratuitos ou quando está tentando concluir o treinamento. Estas são algumas das lacunas na cobertura.

O rosto da franquia permite que você reinicie

A história de Devin Wade’s Longshot foi lançada e o modo Face of the Franchise, mais livre. No modo Madden 20 story, você cria seu próprio quarterback, joga na série de playoffs da faculdade, se apresenta na NFL e é convidado para rascunhar o dia . Quão logo você sai do tabuleiro está parcialmente em suas mãos. Uma saída antecipada dos playoffs da faculdade prejudica seu estoque de draft, assim como uma performance malfeita em Indianápolis para a combinação.

Se ser selecionado no início do draft é importante para você – especialmente porque ele marca uma conquista / troféu – você pode garantir a primeira escolha geral. Para fazer você, você deve vencer o Campeonato Nacional e impressionar os batedores com um treino de combinação impecável. A combinação é de 24 jogadas de passes e o jogo permite que você saiba quando estragou alguma dessas situações, por isso, se você estiver realmente empenhado em conseguir o primeiro lugar no dia do rascunho, não hesite em limpar seu save e tentar novamente.

Modo de franquia

O modo de franquia não recebe muito amor este ano – não há surpresas por lá -, mas um novo recurso menor que é muito legal é o aumento do aspecto social. A cada semana, seu jogador ou treinador recebe mensagens de texto de diferentes pessoas no universo da NFL. Pode ser um repórter de sucesso para o jornal local, ou um jogador rival, ou até mesmo um dos seus próprios companheiros de equipe. Eles pedem favores, provocam você, dão entrevistas, e como você responde determina onde vão os bônus do XP e quais os objetivos que você tem para o jogo à frente. Certifique-se de interagir com eles, porque para pulá-los, muitas vezes, significa perder aumentos de XP livres ou outras oportunidades para progredir mais rapidamente seus jogadores. Em resumo, mantenha sua campainha.

Conheça e acione seus fatores X

Fatores X são a maior adição deste ano. 20 dessas habilidades são dadas aos 50 jogadores mais dominantes da liga, e podem ser ativadas várias vezes durante qualquer jogo em qualquer modo. Para aproveitar ao máximo esses benefícios, alimente suas oportunidades superstars cedo. Por exemplo, Odell Beckham precisa de três capturas de mais de 20 jardas para ativar sua habilidade RAC Em Up (aumento da taxa de sucesso de capturas RAC versus cobertura individual), portanto você deve rotear seus drives com antecedência e com frequência, permitindo que ele alcance esse marco. Uma vez que Beckham atinja, ele permanece na “zona” até que um defensor force uma incompletude. Assim como na vida real, esses jogadores do X-Factor têm a chance de dominar todos os quatro trimestres, então envolva-os rapidamente.

Descubra o potencial de seus novatos

Se você está jogando Franquia como treinador, o rascunho é um dos momentos mais importantes de cada temporada. Se você quer construir o melhor para o futuro, lembre-se de acompanhar o potencial de progressão dos recrutas no menu de lista de participantes. Clicando em qualquer jogador revela a taxa em que suas habilidades irão melhorar e existem quatro possibilidades: normal, estrela, superstar e X-Factor. Qualquer novato precisa primeiro jogar 500 snaps antes da revelação do seu potencial, mas uma vez você tem uma idéia mais clara de quais novos jogadores têm habilidades de breakout e quais podem ter sido rascunhos de bustos.

Fique na moda com a opção run-pass

Para jogar online, esta é a mais crítica das nossas dicas Madden 20. A opção run-pass tem sido o brinquedo favorito da liga desde que os Eagles conseguiram uma vitória no Super Bowl duas temporadas atrás. Os jogos de RPO estão em Madden Pela primeira vez este ano, e por mais complicadas que sejam as defesas, você pode estar lá com eles sem prática suficiente. Dirija-se ao Treinador de Habilidades no menu Exposição e encontre o manual Run Concepts. Estão disponíveis três novos exercícios que o familiarizam com o RPO e como utilizá-lo de forma eficaz com leituras pré-pressão inteligentes e tempos de reação rápidos quando a bola é encaixada. Se você usou esse método para dominar a opção QB de alguns anos atrás, você já sabe como a prática realmente se aperfeiçoa.

Entre nas missões Madden o mais rápido possível

Como Ultimate Team cresce mais a cada temporada, a quantidade de menus, modos e moedas pode ser assustadora para novos jogadores. Se você está evitando o MUT devido a sua matriz intimidadora de rotas e opções, nunca tenha certeza se está progredindo corretamente, não precisa mais se preocupar. Madden 20 acrescenta Missões, uma abordagem guiada às muitas árvores de desafio do Ultimate Team. É a primeira página que você vê ao iniciar um novo time e deve ser considerada seu QG para qualquer coisa em que esteja trabalhando enquanto constrói sua lista de fantasia de lendas antigas e estrelas atuais.

Pule para os desafios de três estrelas no MUT

Mais uma chave MUT ponta para terminar. Agora que você não se assusta mais com os vários desafios, avance um pouco mais e pule para os desafios “difíceis” no início. Se você já jogou MUT antes, você sabe que os desafios começam bem simples: “Corra por 10 jardas”, “Complete dois passes”, “Jogue um touchdown do gol.” Muitos desafios têm três níveis divididos por dificuldade, mas porque os objetivos são tão simples que você pode economizar tempo e ganhar recompensas muito mais rápido cortando a linha e escolhendo os desafios de três estrelas imediatamente – em vez de jogar o mesmo desafio em fácil, depois médio e duro. Eventualmente eles ficam mais difíceis, mas você pode jogar várias horas de conteúdo “difícil” antes que a maioria dos jogadores do Madden 20 concorde com a designação.

Madden 20 está fora agora. Quer saber quais superstars usar agora você tem todas essas dicas? Então você precisa do nosso guia para Madden 20 classificações.

Alert: A leitura no estilo Alert não é feita em um defensor específico e sim no setor onde o recebedor passará na execução de sua rota. A jogada é desenhada para uma corrida, a linha ofensiva se desloca normalmente para bloquear para o running back, mas, dependendo da movimentação defensiva na região da rota do recebedor, o quarterback pode abortar o handoff (entrega da bola para o RB) e realizar um passe rápido.

Uma RPO Alert, temos o desenho de uma corrida para a direita. A opção de passe nesta jogada está representada pelo Alshon Jeffery, recebedor marcado com o botão quadrado (X no XOne) que correrá uma rota Slant. Assim que o snap é realizado, devemos prestar atenção na região onde o recebedor fará o corte para o meio. Caso algum defensor cubra este setor, não apertamos botão nenhum e voltamos nossa atenção para a corrida, tentando conseguir jardas entre os bloqueios. Mas se houver espaço para a realização de um passe, seguramos o botão correspondente ao recebedor antes do handoff e o QB lançará a bola para ele.

Defensores se posicionaram na região da rota Slant, então optamos pelo handoff e nos concentramos na corrida:

Já nesta próxima situação, encontramos um espaço entre os defensores e realizamos um rápido passe para o Jeffery receber a bola livre:

Como se trata de uma jogada que pode significar uma corrida para um lado ou um passe para o outro, vale à pena fazer a contagem de defensores antes do snap, para se ter uma ideia do lado com o matchup mais favorável.

Peek: Neste segundo estilo de Run-Pass Option existe um defensor específico – marcado no campo com a letra P, quando seguramos o R2/RT ou L2/LT – que será o responsável pela leitura pós-snap e a movimentação dele que irá definir se iremos correr ou passar a bola. A leitura aqui é parecida com as que fazemos nas jogadas de Read Options.

Logo após o snap, se este defensor ficar recuado, devemos segurar o X (PS4) / A (XONE) para que o handoff seja realizado e o RB possa tentar ganhar jardas correndo. Caso este defensor avance em direção ao RB, não apertamos botão nenhum para o QB ficar com a bola e logo depois realizar o passe para um dos recebedores.

Mais uma vez, lembrem-se que o passe precisa ser realizado rapidamente para evitar falta e aqui, assim como no estilo Alert, o handoff pode ser abortado a qualquer momento segurando o botão correspondente a um dos recebedores.

Nesta situação, o defensor com a letra P fica recuado assim que o snap é realizado, então seguramos o botão X/A para que o handoff seja realizado:

O defensor P avança logo após o snap em direção ao RB, então não apertamos botão nenhum para manter a bola com o QB e logo em seguida realizamos o passe, explorando o espaço deixado pelo linebacker:

Read: O último estilo de RPO existente no Madden 20 possui duas leituras, muito parecidas com as executadas nas jogadas Triple Options. Neste tipo de jogada, dependendo da movimentação de dois jogadores da defesa, poderemos correr com o RB, passar a bola para algum recebedor ou correr com o próprio QB.

O primeiro defensor que devemos prestar a atenção em sua movimentação logo após o snap é aquele marcado com a letra R. Caso ele fique recuado, devemos segurar o X/A para realizar o handoff e correr com o RB. Caso ele vá em direção ao RB, não apertamos botão nenhum para o QB ficar com a bola. Esse processo é o mesmo já explicado no estilo Peek.

A novidade neste estilo Read é que caso o QB fique com a bola, partiremos para uma segunda leitura, analisando a movimentação do defensor marcado com a letra P. Se ele for em direção ao QB, realizamos o passe. Caso ele vá em direção ao recebedor, partiremos para a terceira opção que é correr com o próprio QB.

Exemplo: O defensor R ficou recuado, então seguramos o X/A para realizar o handoff:

Exemplo 2: O defensor R avançou em direção ao RB, então não apertamos botão nenhum para manter a bola com o QB. Na segunda leitura o defensor P avançou em direção ao QB, então realizamos o passe para o recebedor:

Por fim, neste último exemplo, o defensor R avançou em direção ao RB, fazendo o QB ficar com a bola e o defensor P foi em direção ao recebedor. Portanto, não realizamos o passe e corremos com o QB rumo ao first down:

Com um pouco de treino vocês verão como estas jogadas de Run-Pass Option são eficazes e podem causar problemas para a marcação adversária, fazendo seu ataque mover as correntes nas partidas virtuais de Madden NFL.

College

Oooooh boy!! Essa adição era o que eu e qualquer fã de Madden queria desde 2013 quando tivemos o último jogo da NCAAF. NCAA Football 2014 foi o último a trazer o college e desde então tínhamos esperança que ele poderia voltar, mas isso não aconteceu.

O que aconteceu foi que a EA pegou 10 dos melhores times da liga (não necessariamente os melhores mas alguns dos principais) e os colocou no Madden. Com eles temos as regras e a mudança de gameplay que diferencia o jogo dos profissionais (NFL) dos universitários (NCAA).

Mas, para a tristeza de toda a nação, e como falamos antes a EA trouxe somente 10 times universitários. Não, não estou reclamando, mas sim por que foram somente dez times.

Jogar e vencer o campeonato nacional

O Madden 20 traz o mais novo modo Face of the Franchise: QB1 (que substitui o modo história dos jogos anteriores), onde você joga como um quarterback de um dos 1o times de sua escolha da NCAA e joga para vencer o campeonato nacional. Aí que vem um dos grandes problemas deste Madden e que me decepcionou muito.

Você só pode jogar como um quarterback. Não pode escolher nenhuma outra opção. Você cria seu jogador do seu jeito e coloca seu nome. Ainda não temos uma opção onde o narrador fala o nome do jogador como qualquer outro jogo de esporte mas enfim, não é algo que faça muita diferença.

Depois de fazer suas escolhas você entra num mini-modo história. Neste você joga a semi-final e a final do campeonato nacional de futebol americano universitário. Não tem muito a se ver aqui, você só joga com seu player, faz algumas escolhas e vê algumas cutscenes.

Franchise, o calcanhar de aquiles

Depois de vencer ou não no college você vai para o draft e vai jogar para algum time da NFL. Deste ponto em diante não tem mistério, é o que vimos de anos anteriores e pouca coisa mudou.

Claro, a maior mudança fica por conta da scenario engine, que cria situações onde você deve fazer escolhas e escolhas aqui fazem a diferença entre jogar ou não e até mesmo ter mais tempo de jogo.

Fora desta novidade, o modo franchise tem o pro-bowl, que retorna ao Madden. Não é uma grande adição, mas adiciona uma pitada de realismo ao jogo que está extremamente realista, com uma gameplay de respeito e com as novas habilidades dos jogadores que eles se parecem como estrelas como na vida real.

Escolha seu playbook e jogadas

Temos novidades nos playbooks que parecem mais originais para cada time. Por exemplo, ao pegar o livro de jogadas dos Patriots, não teremos option para o QB, pois Tom Brady e o Tio Bill (lol) não fazem essa jogada pois Brady não corre. Ao invés disso teremos jogadas com jogadores correndo diversas rotas e algumas mais profundas pois é isso que eles fazem.

As adições das novas jogadas também foram super legais e muito bem-vindas. Temos as RPOs (Run-Pass Options) como minhas favoritas. Nestas você pode escolher correr com a bola e se você quiser pode passar a bola. A escolha é sua, dependendo do tipo da jogada tem que escolher antes para correr ou antes de acontecer para passar.

Temos também novas Hail Marys, novas Jet Swip e a minha jogada menos favorita foi adicionada ao Madden 20, a Philly Special.

Mal posso esperar por novas jogadas que serão adicionadas ao Madden durante o ano. Sim, conforme forem acontecendo novas jogadas e tudo mais, a EA vai adicionar novas, o que é muito legal.

A melhor parte, Ultimate Team

O modo Ultimate Team do Madden está espetacular como sempre. Claro, ele envolve dinheiro real, mas essa parte não é nada necessária pois a parte divertida é fazer desafios para montar seu time, principalmente se estiver no Brasil. Jogar online por aqui continua sendo um pesadelo mas se dá um jeito né.

O Madden tem o melhor e mais polido Ultimate Team de qualquer jogo. Isso eu falo com convicção pois jogo todos que existem nos mais diferentes mas o único que me parece bom e melhora a cada ano é o do Madden NFL.

Com o Ultimate Team do Madden 20 não é necessário mais voltar ao menu para acessar um novo desafio. Ao completar um é só clicar para continuar que você já pode jogar o próximo desafio para ganhar coins, jogadores, pacotes e muito mais.

De resto o Ultimate Team permanece o mesmo de sempre. Divertido, ganhando novos desafios a cada semana e sendo impossível de jogar online por causa dos adversários serem sempre níveis maiores e por causa da conexão por estarmos no Brasil.

Áudio e narração

Eu vivo reclamando da EA com o FIFA no Brasil. Eu não aguento mais o Thiago Leifert e o Caio Ribeiro. Eu sei, eu tenho no inglês desde o FIFA 14 por que um ano deles narrando foi bom, mas de novo e de novo é um saco. E isso se repete com o Madden.

Este ano temos a mesma narração e ela já enjoou no Madden 19, imagina agora trazer ela pro Madden 20. Brandon Gaudin e Charles Davis estão no Madden desde o Madden 17 então já deu né EA, por favor.

O áudio no campo continua com uma qualidade muito boa no geral. Você se sente dentro de um estádio lotado e com jogadores vindo para de destruir. A trilha sonora como sempre também está épica.

Melhor professor

Todo ano, mais e mais torcedores entram para as fileiras de fãs brasileiros de futebol americano. Seja por curiosidade ou “amor à primeira vista”, Madden é uma ótima ferramenta para o momento mais importante para o início de qualquer um no esporte: a aprendizagem de suas regras.

Por ser um simulador de esporte, Madden recria o que feito no esporte. Portanto, uma vez que você usar os inúmeros tutoriais do game, não está aprendendo somente a jogar Madden, mas como funciona o esporte.

Para quem já tem uma noção, Madden torna-se um professor para se entranhar ainda mais nas regras, jogas e faltas que formam uma partida de futebol americano.

Você no comando

Você fica nervoso quando seu time só corre com a bola? Quando não arrisca uma quarta descida para polegadas? Quando o treinador não aproveita o potencial de determinado jogador? Pois em Madden, você decide os rumos de seu time.

No comando das ações, você pode decidir como será sua estratégia, quais jogadores acionar e os tipos de jogadas usadas. Há mais espaço, por exemplo, para mais tentativas de 4ª descidas e as chamadas trick plays: jogadas para enganar o adversário como falsos punts, por exemplo.

Controle seus ídolos

Cada equipe tem suas estrelas ou jogadores mais queridos pelos fãs. Pois Madden é chance de controlar os maiores nomes da NFL.

Que tal jogar com J.J. Watson e comandar a defesa do Texans ou fazer parte da Legion of Boom com Richard Sherman? No papel de QB, você pode comandar o ataque do Steelers ou fazer com que um novato brilhe em campo.

Qualidade técnica

Se FIFA é importante para os fãs em todo globo, Madden é idolatrado nos EUA – e a EA Sports sabe disso. A pressão de entregar um grande produto anualmente faz com que a desenvolvedora tenha a preocupação de desenvolver a franquia a cada novo capítulo.

Madden não escapa dos bugs, mas sua qualidade técnica é alta. Visualmente, o game entrega algo fiel à realidade, exceto pela recriação facial dos jogadores, que deveria ser maior. Já estádios e tudo o que forma o jogo são idênticos à realidade. A física é sempre trabalhada, pois a interação entre os jogadores é algo incessante em cada partida.

Portanto, saiba que Madden não só recriar o futebol americano, mas o faz com qualidade, tornando-o uma grande compra.

Familiaridade com FIFA

FIFA e Madden são produzidos pela EA Sports e compartilham o formato de alguns modos. Portanto, se você curte jogar os diversos modos do game de futebol, tem uma noção imediata do que encontrar no jogo de futebol americano.

Se você gosta de administrar por completo uma equipe no modo Carreira de FIFA, pode fazer o mesmo em Franchise de Madden. É aficionado pelo modo Ultimate Team? Madden possui a mesma opção de jogo, o Madden Ultimate Team. Nele, você acumula cards dos jogadores para formar seu esquadrão.

Curtiu a Jornada de Alex Hunter? Pois Madden te coloca na pele do Quarterback Devin Wade no modo Longshot, que mostra uma fase importante da vida do jogador, sua participação no draft e primeiros passos no mundo da NFL.

Seu time no Super Bowl

A liga norte-americana de futebol americano possui regras que visam o equilíbrio de forças entre seus 32 times. De ano para ano, a rotação de equipes que vão para a pós-temporada. Algumas equipes frequentam constantemente os postos mais altos, mas isso é graças ao seu trabalho.

Se você torce por alguma equipe que nunca vai para os playoffs e, muitos menos, o Super Bowl, pode “virar esse jogo”. Assuma o comando de uma franquia que está em segundo plano e leve-a ao jogo máximo da NFL ou mesmo faça com que seu time do coração, mesmo que apenas nos videogames, levante o troféu Vince Lombardi.

Defesas vencem campeonatos

Geralmente em jogos de futebol, damos maior atenção aos atacantes, responsáveis pelos gols. No futebol americano, o QB é a posição mais importante, pois comanda a unidade ofensiva e uma bela maneira de se divertir com o game.

No entanto, em Madden, saiba que jogar com a defesa também muito legal. Você pode mudar a câmera para se posicionar atrás de seus jogadores, na mesma posição que o ataque. Assim, você tem a uma melhor visão do adversário, seja jogando na linha defensiva e buscando o QB do outro time ou na secundária.

Mais rápido e dinâmico

Um jogo da NFL leva em média de 3 e meia a 4 quatro horas de jogo, dado os números de paradas que fazem parte do esporte. Em Madden, no entanto, tudo acontece em uma velocidade maior. Além de configurar o jogo para durar menos, cada retomada é mais curta.

Entre o final de uma jogada e o início da outra, tudo acontece mais rapidamente que na vida real. Você escolhe a próxima rodada, ofensiva ou defensiva, e já parte para a ação.

Intertemporada

Ao final do Super Bowl, todo fã de futebol americano tem uma sensação de vazio: serão longos sete meses até a NFL voltar. Claro que há eventos importantes na intertemporada como o draft, as saídas e chegadas de free agents e a pré-temporada. Mas o jogo em si, ficar em um limbo complicado de suportar.

Aqui entra em ação uma das maiores razões de se jogar Madden: ele será seu melhor amigo na off season. Jogar Madden ajuda na longa jornada da intertemporada, pois é uma maneira de manter viva as emoções do futebol americano.

Você ainda verá seus ídolos em ação, pode enfrentar seus arquirrivais e participar de jogos emocionante, mesmo quando a NFL real está “hibernando”.

Referências:

ESPM, Liga dos 32, Manual dos Games, Game Me, Wikipedia.