Madden NFL 20

Madden NFL 20 é um videogame de futebol americano baseado na National Football League (NFL), desenvolvido pela EA Tiburon e publicado pela Electronic Arts . A versão mais recente da longasérie Madden NFL , o jogo foi lançado para PlayStation 4 , Xbox One e Microsoft Windows em 2 de agosto de 2019. Apresenta oquarterback do Kansas City Chiefs Patrick Mahomes como o atleta de capa.

Gameplay 

O Madden NFL 20 apresenta uma nova “campanha de carreira personalizada” conhecida como QB 1 , após a jornada de um quarterback universitário criado por jogadores, desde sua participação no College Football Playoff , até ser elaborado por uma equipe da NFL. Dez equipes universitárias licenciadas (Clemson, Estado da Flórida, Miami, Flórida, LSU, Oregon, USC, Texas, Oklahoma e Texas Tech) do ACC , Big 12 , Pac-12 e SEC , estão disponíveis neste modo. O modo funciona como uma versão atualizada do “Superstar Mode”, onde o jogador pegaria seu jogador personalizado e o controlaria ao longo de uma carreira, que foi apresentada no Madden NFL 06 até sua remoção no Madden NFL 25.

Em setembro de 2019, a EA Sports lançou outro modo chamado Superstar KO. Em cada rodada, cada equipe joga uma unidade de sua própria linha de 25 jardas para marcar um touchdown e uma conversão de dois pontos. Se as equipes empatam, a rodada é decidida por um “cabo de guerra”, onde cada equipe realiza três jogadas, e a equipe que avança mais longe vence a rodada. Após cada rodada, o vencedor pode contratar um jogador do time do rival.

A EA continuou incluindo recursos de acessibilidade para usuários finais cegos e com deficiência visual. Entre elas, está a narração do menu, na qual as opções são ditas em voz alta à medida que o player navega até elas usando fala sintetizada. Como parte de seu papel de voz no jogo, Brandon aconselha, através da introdução do jogo, as configurações de acessibilidade e como alcançá-las. Outras configurações, como contraste de imagem e configurações compatíveis com daltonismo, também estão disponíveis. Enquanto a maioria dos menus é narrada, alguns menus de franquia, por exemplo, não são narrados. Um exemplo disso é quando você está vigiando jogadores da faculdade ou tentando comprar agentes gratuitos ou quando está tentando concluir o treinamento. Estas são algumas das lacunas na cobertura.

O rosto da franquia permite que você reinicie

A história de Devin Wade’s Longshot foi lançada e o modo Face of the Franchise, mais livre. No modo Madden 20 story, você cria seu próprio quarterback, joga na série de playoffs da faculdade, se apresenta na NFL e é convidado para rascunhar o dia . Quão logo você sai do tabuleiro está parcialmente em suas mãos. Uma saída antecipada dos playoffs da faculdade prejudica seu estoque de draft, assim como uma performance malfeita em Indianápolis para a combinação.

Se ser selecionado no início do draft é importante para você – especialmente porque ele marca uma conquista / troféu – você pode garantir a primeira escolha geral. Para fazer você, você deve vencer o Campeonato Nacional e impressionar os batedores com um treino de combinação impecável. A combinação é de 24 jogadas de passes e o jogo permite que você saiba quando estragou alguma dessas situações, por isso, se você estiver realmente empenhado em conseguir o primeiro lugar no dia do rascunho, não hesite em limpar seu save e tentar novamente.

Modo de franquia

O modo de franquia não recebe muito amor este ano – não há surpresas por lá -, mas um novo recurso menor que é muito legal é o aumento do aspecto social. A cada semana, seu jogador ou treinador recebe mensagens de texto de diferentes pessoas no universo da NFL. Pode ser um repórter de sucesso para o jornal local, ou um jogador rival, ou até mesmo um dos seus próprios companheiros de equipe. Eles pedem favores, provocam você, dão entrevistas, e como você responde determina onde vão os bônus do XP e quais os objetivos que você tem para o jogo à frente. Certifique-se de interagir com eles, porque para pulá-los, muitas vezes, significa perder aumentos de XP livres ou outras oportunidades para progredir mais rapidamente seus jogadores. Em resumo, mantenha sua campainha.

Conheça e acione seus fatores X

Fatores X são a maior adição deste ano. 20 dessas habilidades são dadas aos 50 jogadores mais dominantes da liga, e podem ser ativadas várias vezes durante qualquer jogo em qualquer modo. Para aproveitar ao máximo esses benefícios, alimente suas oportunidades superstars cedo. Por exemplo, Odell Beckham precisa de três capturas de mais de 20 jardas para ativar sua habilidade RAC Em Up (aumento da taxa de sucesso de capturas RAC versus cobertura individual), portanto você deve rotear seus drives com antecedência e com frequência, permitindo que ele alcance esse marco. Uma vez que Beckham atinja, ele permanece na “zona” até que um defensor force uma incompletude. Assim como na vida real, esses jogadores do X-Factor têm a chance de dominar todos os quatro trimestres, então envolva-os rapidamente.

Descubra o potencial de seus novatos

Se você está jogando Franquia como treinador, o rascunho é um dos momentos mais importantes de cada temporada. Se você quer construir o melhor para o futuro, lembre-se de acompanhar o potencial de progressão dos recrutas no menu de lista de participantes. Clicando em qualquer jogador revela a taxa em que suas habilidades irão melhorar e existem quatro possibilidades: normal, estrela, superstar e X-Factor. Qualquer novato precisa primeiro jogar 500 snaps antes da revelação do seu potencial, mas uma vez você tem uma idéia mais clara de quais novos jogadores têm habilidades de breakout e quais podem ter sido rascunhos de bustos.

Fique na moda com a opção run-pass

Para jogar online, esta é a mais crítica das nossas dicas Madden 20. A opção run-pass tem sido o brinquedo favorito da liga desde que os Eagles conseguiram uma vitória no Super Bowl duas temporadas atrás. Os jogos de RPO estão em Madden Pela primeira vez este ano, e por mais complicadas que sejam as defesas, você pode estar lá com eles sem prática suficiente. Dirija-se ao Treinador de Habilidades no menu Exposição e encontre o manual Run Concepts. Estão disponíveis três novos exercícios que o familiarizam com o RPO e como utilizá-lo de forma eficaz com leituras pré-pressão inteligentes e tempos de reação rápidos quando a bola é encaixada. Se você usou esse método para dominar a opção QB de alguns anos atrás, você já sabe como a prática realmente se aperfeiçoa.

Entre nas missões Madden o mais rápido possível

Como Ultimate Team cresce mais a cada temporada, a quantidade de menus, modos e moedas pode ser assustadora para novos jogadores. Se você está evitando o MUT devido a sua matriz intimidadora de rotas e opções, nunca tenha certeza se está progredindo corretamente, não precisa mais se preocupar. Madden 20 acrescenta Missões, uma abordagem guiada às muitas árvores de desafio do Ultimate Team. É a primeira página que você vê ao iniciar um novo time e deve ser considerada seu QG para qualquer coisa em que esteja trabalhando enquanto constrói sua lista de fantasia de lendas antigas e estrelas atuais.

Pule para os desafios de três estrelas no MUT

Mais uma chave MUT ponta para terminar. Agora que você não se assusta mais com os vários desafios, avance um pouco mais e pule para os desafios “difíceis” no início. Se você já jogou MUT antes, você sabe que os desafios começam bem simples: “Corra por 10 jardas”, “Complete dois passes”, “Jogue um touchdown do gol.” Muitos desafios têm três níveis divididos por dificuldade, mas porque os objetivos são tão simples que você pode economizar tempo e ganhar recompensas muito mais rápido cortando a linha e escolhendo os desafios de três estrelas imediatamente – em vez de jogar o mesmo desafio em fácil, depois médio e duro. Eventualmente eles ficam mais difíceis, mas você pode jogar várias horas de conteúdo “difícil” antes que a maioria dos jogadores do Madden 20 concorde com a designação.

Madden 20 está fora agora. Quer saber quais superstars usar agora você tem todas essas dicas? Então você precisa do nosso guia para Madden 20 classificações.

Alert: A leitura no estilo Alert não é feita em um defensor específico e sim no setor onde o recebedor passará na execução de sua rota. A jogada é desenhada para uma corrida, a linha ofensiva se desloca normalmente para bloquear para o running back, mas, dependendo da movimentação defensiva na região da rota do recebedor, o quarterback pode abortar o handoff (entrega da bola para o RB) e realizar um passe rápido.

Uma RPO Alert, temos o desenho de uma corrida para a direita. A opção de passe nesta jogada está representada pelo Alshon Jeffery, recebedor marcado com o botão quadrado (X no XOne) que correrá uma rota Slant. Assim que o snap é realizado, devemos prestar atenção na região onde o recebedor fará o corte para o meio. Caso algum defensor cubra este setor, não apertamos botão nenhum e voltamos nossa atenção para a corrida, tentando conseguir jardas entre os bloqueios. Mas se houver espaço para a realização de um passe, seguramos o botão correspondente ao recebedor antes do handoff e o QB lançará a bola para ele.

Defensores se posicionaram na região da rota Slant, então optamos pelo handoff e nos concentramos na corrida:

Já nesta próxima situação, encontramos um espaço entre os defensores e realizamos um rápido passe para o Jeffery receber a bola livre:

Como se trata de uma jogada que pode significar uma corrida para um lado ou um passe para o outro, vale à pena fazer a contagem de defensores antes do snap, para se ter uma ideia do lado com o matchup mais favorável.

Peek: Neste segundo estilo de Run-Pass Option existe um defensor específico – marcado no campo com a letra P, quando seguramos o R2/RT ou L2/LT – que será o responsável pela leitura pós-snap e a movimentação dele que irá definir se iremos correr ou passar a bola. A leitura aqui é parecida com as que fazemos nas jogadas de Read Options.

Logo após o snap, se este defensor ficar recuado, devemos segurar o X (PS4) / A (XONE) para que o handoff seja realizado e o RB possa tentar ganhar jardas correndo. Caso este defensor avance em direção ao RB, não apertamos botão nenhum para o QB ficar com a bola e logo depois realizar o passe para um dos recebedores.

Mais uma vez, lembrem-se que o passe precisa ser realizado rapidamente para evitar falta e aqui, assim como no estilo Alert, o handoff pode ser abortado a qualquer momento segurando o botão correspondente a um dos recebedores.

Nesta situação, o defensor com a letra P fica recuado assim que o snap é realizado, então seguramos o botão X/A para que o handoff seja realizado:

O defensor P avança logo após o snap em direção ao RB, então não apertamos botão nenhum para manter a bola com o QB e logo em seguida realizamos o passe, explorando o espaço deixado pelo linebacker:

Read: O último estilo de RPO existente no Madden 20 possui duas leituras, muito parecidas com as executadas nas jogadas Triple Options. Neste tipo de jogada, dependendo da movimentação de dois jogadores da defesa, poderemos correr com o RB, passar a bola para algum recebedor ou correr com o próprio QB.

O primeiro defensor que devemos prestar a atenção em sua movimentação logo após o snap é aquele marcado com a letra R. Caso ele fique recuado, devemos segurar o X/A para realizar o handoff e correr com o RB. Caso ele vá em direção ao RB, não apertamos botão nenhum para o QB ficar com a bola. Esse processo é o mesmo já explicado no estilo Peek.

A novidade neste estilo Read é que caso o QB fique com a bola, partiremos para uma segunda leitura, analisando a movimentação do defensor marcado com a letra P. Se ele for em direção ao QB, realizamos o passe. Caso ele vá em direção ao recebedor, partiremos para a terceira opção que é correr com o próprio QB.

Exemplo: O defensor R ficou recuado, então seguramos o X/A para realizar o handoff:

Exemplo 2: O defensor R avançou em direção ao RB, então não apertamos botão nenhum para manter a bola com o QB. Na segunda leitura o defensor P avançou em direção ao QB, então realizamos o passe para o recebedor:

Por fim, neste último exemplo, o defensor R avançou em direção ao RB, fazendo o QB ficar com a bola e o defensor P foi em direção ao recebedor. Portanto, não realizamos o passe e corremos com o QB rumo ao first down:

Com um pouco de treino vocês verão como estas jogadas de Run-Pass Option são eficazes e podem causar problemas para a marcação adversária, fazendo seu ataque mover as correntes nas partidas virtuais de Madden NFL.

College

Oooooh boy!! Essa adição era o que eu e qualquer fã de Madden queria desde 2013 quando tivemos o último jogo da NCAAF. NCAA Football 2014 foi o último a trazer o college e desde então tínhamos esperança que ele poderia voltar, mas isso não aconteceu.

O que aconteceu foi que a EA pegou 10 dos melhores times da liga (não necessariamente os melhores mas alguns dos principais) e os colocou no Madden. Com eles temos as regras e a mudança de gameplay que diferencia o jogo dos profissionais (NFL) dos universitários (NCAA).

Mas, para a tristeza de toda a nação, e como falamos antes a EA trouxe somente 10 times universitários. Não, não estou reclamando, mas sim por que foram somente dez times.

Jogar e vencer o campeonato nacional

O Madden 20 traz o mais novo modo Face of the Franchise: QB1 (que substitui o modo história dos jogos anteriores), onde você joga como um quarterback de um dos 1o times de sua escolha da NCAA e joga para vencer o campeonato nacional. Aí que vem um dos grandes problemas deste Madden e que me decepcionou muito.

Você só pode jogar como um quarterback. Não pode escolher nenhuma outra opção. Você cria seu jogador do seu jeito e coloca seu nome. Ainda não temos uma opção onde o narrador fala o nome do jogador como qualquer outro jogo de esporte mas enfim, não é algo que faça muita diferença.

Depois de fazer suas escolhas você entra num mini-modo história. Neste você joga a semi-final e a final do campeonato nacional de futebol americano universitário. Não tem muito a se ver aqui, você só joga com seu player, faz algumas escolhas e vê algumas cutscenes.

Franchise, o calcanhar de aquiles

Depois de vencer ou não no college você vai para o draft e vai jogar para algum time da NFL. Deste ponto em diante não tem mistério, é o que vimos de anos anteriores e pouca coisa mudou.

Claro, a maior mudança fica por conta da scenario engine, que cria situações onde você deve fazer escolhas e escolhas aqui fazem a diferença entre jogar ou não e até mesmo ter mais tempo de jogo.

Fora desta novidade, o modo franchise tem o pro-bowl, que retorna ao Madden. Não é uma grande adição, mas adiciona uma pitada de realismo ao jogo que está extremamente realista, com uma gameplay de respeito e com as novas habilidades dos jogadores que eles se parecem como estrelas como na vida real.

Escolha seu playbook e jogadas

Temos novidades nos playbooks que parecem mais originais para cada time. Por exemplo, ao pegar o livro de jogadas dos Patriots, não teremos option para o QB, pois Tom Brady e o Tio Bill (lol) não fazem essa jogada pois Brady não corre. Ao invés disso teremos jogadas com jogadores correndo diversas rotas e algumas mais profundas pois é isso que eles fazem.

As adições das novas jogadas também foram super legais e muito bem-vindas. Temos as RPOs (Run-Pass Options) como minhas favoritas. Nestas você pode escolher correr com a bola e se você quiser pode passar a bola. A escolha é sua, dependendo do tipo da jogada tem que escolher antes para correr ou antes de acontecer para passar.

Temos também novas Hail Marys, novas Jet Swip e a minha jogada menos favorita foi adicionada ao Madden 20, a Philly Special.

Mal posso esperar por novas jogadas que serão adicionadas ao Madden durante o ano. Sim, conforme forem acontecendo novas jogadas e tudo mais, a EA vai adicionar novas, o que é muito legal.

A melhor parte, Ultimate Team

O modo Ultimate Team do Madden está espetacular como sempre. Claro, ele envolve dinheiro real, mas essa parte não é nada necessária pois a parte divertida é fazer desafios para montar seu time, principalmente se estiver no Brasil. Jogar online por aqui continua sendo um pesadelo mas se dá um jeito né.

O Madden tem o melhor e mais polido Ultimate Team de qualquer jogo. Isso eu falo com convicção pois jogo todos que existem nos mais diferentes mas o único que me parece bom e melhora a cada ano é o do Madden NFL.

Com o Ultimate Team do Madden 20 não é necessário mais voltar ao menu para acessar um novo desafio. Ao completar um é só clicar para continuar que você já pode jogar o próximo desafio para ganhar coins, jogadores, pacotes e muito mais.

De resto o Ultimate Team permanece o mesmo de sempre. Divertido, ganhando novos desafios a cada semana e sendo impossível de jogar online por causa dos adversários serem sempre níveis maiores e por causa da conexão por estarmos no Brasil.

Áudio e narração

Eu vivo reclamando da EA com o FIFA no Brasil. Eu não aguento mais o Thiago Leifert e o Caio Ribeiro. Eu sei, eu tenho no inglês desde o FIFA 14 por que um ano deles narrando foi bom, mas de novo e de novo é um saco. E isso se repete com o Madden.

Este ano temos a mesma narração e ela já enjoou no Madden 19, imagina agora trazer ela pro Madden 20. Brandon Gaudin e Charles Davis estão no Madden desde o Madden 17 então já deu né EA, por favor.

O áudio no campo continua com uma qualidade muito boa no geral. Você se sente dentro de um estádio lotado e com jogadores vindo para de destruir. A trilha sonora como sempre também está épica.

Melhor professor

Todo ano, mais e mais torcedores entram para as fileiras de fãs brasileiros de futebol americano. Seja por curiosidade ou “amor à primeira vista”, Madden é uma ótima ferramenta para o momento mais importante para o início de qualquer um no esporte: a aprendizagem de suas regras.

Por ser um simulador de esporte, Madden recria o que feito no esporte. Portanto, uma vez que você usar os inúmeros tutoriais do game, não está aprendendo somente a jogar Madden, mas como funciona o esporte.

Para quem já tem uma noção, Madden torna-se um professor para se entranhar ainda mais nas regras, jogas e faltas que formam uma partida de futebol americano.

Você no comando

Você fica nervoso quando seu time só corre com a bola? Quando não arrisca uma quarta descida para polegadas? Quando o treinador não aproveita o potencial de determinado jogador? Pois em Madden, você decide os rumos de seu time.

No comando das ações, você pode decidir como será sua estratégia, quais jogadores acionar e os tipos de jogadas usadas. Há mais espaço, por exemplo, para mais tentativas de 4ª descidas e as chamadas trick plays: jogadas para enganar o adversário como falsos punts, por exemplo.

Controle seus ídolos

Cada equipe tem suas estrelas ou jogadores mais queridos pelos fãs. Pois Madden é chance de controlar os maiores nomes da NFL.

Que tal jogar com J.J. Watson e comandar a defesa do Texans ou fazer parte da Legion of Boom com Richard Sherman? No papel de QB, você pode comandar o ataque do Steelers ou fazer com que um novato brilhe em campo.

Qualidade técnica

Se FIFA é importante para os fãs em todo globo, Madden é idolatrado nos EUA – e a EA Sports sabe disso. A pressão de entregar um grande produto anualmente faz com que a desenvolvedora tenha a preocupação de desenvolver a franquia a cada novo capítulo.

Madden não escapa dos bugs, mas sua qualidade técnica é alta. Visualmente, o game entrega algo fiel à realidade, exceto pela recriação facial dos jogadores, que deveria ser maior. Já estádios e tudo o que forma o jogo são idênticos à realidade. A física é sempre trabalhada, pois a interação entre os jogadores é algo incessante em cada partida.

Portanto, saiba que Madden não só recriar o futebol americano, mas o faz com qualidade, tornando-o uma grande compra.

Familiaridade com FIFA

FIFA e Madden são produzidos pela EA Sports e compartilham o formato de alguns modos. Portanto, se você curte jogar os diversos modos do game de futebol, tem uma noção imediata do que encontrar no jogo de futebol americano.

Se você gosta de administrar por completo uma equipe no modo Carreira de FIFA, pode fazer o mesmo em Franchise de Madden. É aficionado pelo modo Ultimate Team? Madden possui a mesma opção de jogo, o Madden Ultimate Team. Nele, você acumula cards dos jogadores para formar seu esquadrão.

Curtiu a Jornada de Alex Hunter? Pois Madden te coloca na pele do Quarterback Devin Wade no modo Longshot, que mostra uma fase importante da vida do jogador, sua participação no draft e primeiros passos no mundo da NFL.

Seu time no Super Bowl

A liga norte-americana de futebol americano possui regras que visam o equilíbrio de forças entre seus 32 times. De ano para ano, a rotação de equipes que vão para a pós-temporada. Algumas equipes frequentam constantemente os postos mais altos, mas isso é graças ao seu trabalho.

Se você torce por alguma equipe que nunca vai para os playoffs e, muitos menos, o Super Bowl, pode “virar esse jogo”. Assuma o comando de uma franquia que está em segundo plano e leve-a ao jogo máximo da NFL ou mesmo faça com que seu time do coração, mesmo que apenas nos videogames, levante o troféu Vince Lombardi.

Defesas vencem campeonatos

Geralmente em jogos de futebol, damos maior atenção aos atacantes, responsáveis pelos gols. No futebol americano, o QB é a posição mais importante, pois comanda a unidade ofensiva e uma bela maneira de se divertir com o game.

No entanto, em Madden, saiba que jogar com a defesa também muito legal. Você pode mudar a câmera para se posicionar atrás de seus jogadores, na mesma posição que o ataque. Assim, você tem a uma melhor visão do adversário, seja jogando na linha defensiva e buscando o QB do outro time ou na secundária.

Mais rápido e dinâmico

Um jogo da NFL leva em média de 3 e meia a 4 quatro horas de jogo, dado os números de paradas que fazem parte do esporte. Em Madden, no entanto, tudo acontece em uma velocidade maior. Além de configurar o jogo para durar menos, cada retomada é mais curta.

Entre o final de uma jogada e o início da outra, tudo acontece mais rapidamente que na vida real. Você escolhe a próxima rodada, ofensiva ou defensiva, e já parte para a ação.

Intertemporada

Ao final do Super Bowl, todo fã de futebol americano tem uma sensação de vazio: serão longos sete meses até a NFL voltar. Claro que há eventos importantes na intertemporada como o draft, as saídas e chegadas de free agents e a pré-temporada. Mas o jogo em si, ficar em um limbo complicado de suportar.

Aqui entra em ação uma das maiores razões de se jogar Madden: ele será seu melhor amigo na off season. Jogar Madden ajuda na longa jornada da intertemporada, pois é uma maneira de manter viva as emoções do futebol americano.

Você ainda verá seus ídolos em ação, pode enfrentar seus arquirrivais e participar de jogos emocionante, mesmo quando a NFL real está “hibernando”.

Referências:

ESPM, Liga dos 32, Manual dos Games, Game Me, Wikipedia.

Deixe seu comentário: