Phantom Doctrine

Phantom Doctrine  é um jogo estratégico de suspense de espionagem baseado em turnos, desenvolvido pelo estúdio polonês CreativeForge Games e publicado pela Good Shepherd Entertainment em 2018. O jogo tenta capturar a intriga sutil dos filmes clássicos de espionagem, enquanto empurra o jogador para um mundo misterioso de operações secretas. , contra-inteligência, conspiração e paranoia. Foi lançado para Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows.

Gameplay 

O jogo é dividido entre os elementos de gerenciamento da estratégia global, utilizando as telas de base e do mapa do mundo, investigação da Intel e missões táticas. Há também o modo Extended Playthrough (desbloqueável depois de vencer o jogo), onde o jogador aprenderá mais sobre o que aconteceu nos bastidores.

Seja furtivo!

O combate na Doutrina Fantasma é particularmente punitivo – uma vez que o inimigo é alertado de sua presença, eles continuamente reforçam até que seus agentes sejam mortos ou escapem. Como tal, você deve fazer tudo ao seu alcance para permanecer no modo Infiltração. Desative as câmeras de segurança, fique fora de áreas restritas se os NPCs puderem vê-lo e não deixe corpos por todo o lado. Além de algumas missões de história, todas as missões da Phantom Doctrine podem ser concluídas furtivamente, então fique nas sombras sempre que puder.

Gergelim aberto

Não basta irromper pelas portas à vontade. Como qualquer bom jogo de estratégia tática baseado em turnos, a Phantom Doctrine não mostra o que há em uma sala, a menos que você tenha uma visão direta. Em vez de apostar que não haverá um soldado na próxima sala restrita (a Lei de Murphy determina que haverá), estacione seu agente ao lado da porta. Um prompt será exibido, permitindo que você abra a porta e dê uma espiada. Ao contrário da maioria das ações do jogo, essa não custa nada, então você pode abrir e fechar a porta para o conteúdo do seu coração. Terminar com um movimento do seu agente mais cedo para procurar um local é muito melhor condenar toda a equipe. Também não há um limite de turnos no modo Infiltração, então pare de correr!

Pegue esses presentes

Qualquer missão que você empreenda também apresentará dois tipos diferentes de itens colecionáveis: saques, que são armazenados em cofres e armários, e documentos secretos, que assumem a forma de projetos e computadores (embora às vezes também sejam incluídos em contêineres). A menos que você esteja no meio de um tiroteio (você atravessou outra porta, não foi?), Você desejará rastrear esses itens colecionáveis. Ambos são extremamente valiosos para a sua causa: o saque é a maneira principal de obter novas armas, armaduras e mods para equipar seus agentes, e os documentos secretos fornecerão uma série de informações valiosas, recrutar candidatos, compostos químicos para atualizar seus agentes e muito mais. Recolher esses itens colecionáveis ​​é mais importante e gratificante do que o objetivo principal; portanto, fique escondido e vasculhe esses locais em busca de presentes! Além disso, ao contrário dos NPCs, você pode ver esses itens colecionáveis, mesmo que seus agentes não tenham uma linha de visão direta, faça um sobrevôo do mapa ao escolher seu ponto de inserção e planeje adequadamente. Por fim, se você não conseguir encontrar o último documento secreto, observe de perto as mesas e mesas com luzes fortes; às vezes, eles podem dominar os destaques amarelos reveladores, dificultando sua identificação.

Inimigos

O mecânico de esquiva da Doutrina Fantasma é um componente importante, mas facilmente incompreendido do combate. Basicamente, não existem lançamentos de dados na Phantom Doctrine – cada tiro atinge o alvo pretendido e o dano que inflige depende de uma variedade de variáveis. Embora alguns fatores como cobertura e distância sejam familiares para os fãs de estratégia baseados em turnos, o mecânico de esquiva é uma fera totalmente diferente. Cada jogador tem um conjunto de pontos de conscientização (geralmente cerca de 100), que podem ser usados ​​para uma variedade de ações e reabastecem parcialmente a cada turno. Esses pontos também são usados ​​automaticamente para desviar de tiros. Quantos pontos de consciência são necessários para se esquivar de uma estatística convenientemente chamada Dodge Cost, e é diferente para todos os agentes – em outras palavras, você não saberá se seu inimigo pode desviar do seu tiro a menos que esteja sem (ou muito baixo) consciência. Nenhum outro fator afeta o desvio – nem a cobertura, nem a distância, nem a quantidade de dano potencial -, lembre-se disso ao analisar os tiros em potencial. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos.

Bata neles …

Um dos movimentos mais poderosos da Phantom Doctrine é a habilidade de remoção, que permite incapacitar instantaneamente um inimigo. Existem algumas advertências para esse movimento: seu agente precisa estar bem próximo ao seu alvo e precisa ter mais pontos de vida do que eles. As quedas são especialmente poderosas contra os agentes Beholder inimigos – suas mais de 100 barras de saúde e capacidade de desviar de tiros mesmo no modo Infiltração os tornam inimigos formidáveis, e se você não puder eliminá-los com um único tiro, acionará um alarme. Salve-se o aborrecimento e, em vez disso, opte pelo golpe de judô furtivo.

… E escolha-os

Bom trabalho! Agora, certifique-se de se limpar depois de usar a habilidade Dispose Body. Ao contrário de outros jogos furtivos, você não precisa encontrar um lugar para esconder o cadáver indesejado – seu agente desaparece automaticamente do corpo enquanto a câmera fica convenientemente preta (presumo que você os coma, mas não tem provas para verificar isso) afirmação). Mover seus agentes em pares é uma combinação poderosa: um agente pode nocautear o inimigo e o outro pode eliminá-los em um único turno, deixando ninguém mais sábio. A única desvantagem é que os agentes inimigos não podem ser descartados tão facilmente – derrubar um deles inicia um cronômetro que conta até a sua eventual morte.

Missão

Aqui está outra combinação de dois que aumentará bastante o seu jogo furtivo. Se você realizar a operação Recon antes de iniciar uma missão, alguns de seus agentes poderão disfarçar-se. Além de vestir toda a fantasia, esses agentes começarão por trás das linhas inimigas e poderão atravessar áreas restritas e passar por guardas sem acionar os alarmes. A única ressalva é que, enquanto soldados normais serão enganados pelo seu cosplay, os agentes inimigos verão através da farsa. O que nos leva a…

É tudo uma ação

Uma das muitas vantagens aleatórias que seus agentes podem desbloquear ao subir de nível é chamada de Ator e exibe um ícone de smoking. Você definitivamente deveria escolher esse privilégio. Por quê? Ele garante que mesmo esses agentes desagradáveis ​​serão enganados por seus novos insucessos. O resultado é uma imunidade completa para continuar sua busca por itens colecionáveis ​​(você está fazendo isso, certo ?!). Apenas não faça algo tolo como arrombar um cofre – ou a cabeça de outro soldado – bem na frente de um inimigo. Eles não são que estúpido.

Agentes

Embaralhar agentes totalmente disfarçados e derrotar metodicamente inimigos um por um é certamente eficaz, mas também é repetitivo. É melhor experimentar as opções mais criativas da Phantom Doctrine e correr alguns riscos com seus agentes à paisana. Afinal, qual é o sentido de ser um espião se você não pode ter um pouco de emoção? O jogo não vai puni-lo por seguir o mesmo roteiro maçante do jogo inteiro, mas você estará se punindo se não se ramificar.

Vá devagar nos sequestros 

Sequestrar um agente inimigo, abre uma série de oportunidades emocionantes. Você pode convertê-los para a sua causa, prendê-los com um farol localizador para expor as células inimigas – ou até explodir seus compostos implantando um prisioneiro com lavagem cerebral com explosivos e depois liberando-os. Só não enlouqueça imediatamente com os seqüestros imediatamente. Todo agente inimigo que você trouxer de volta para o seu esconderijo aumentará seu medidor de perigo em um ponto a cada hora, o que aumenta mais rapidamente do que você imagina, e até a execução custa um centavo (os coveiros são bem pagos no universo da Phantom Doctrine). Eventualmente, você poderá desbloquear uma jaula do dia-a-dia para negar essa penalidade de perigo; portanto, até então, apenas sequestrará os inimigos quando você precisar deles e solte-os o mais rápido possível.

Sempre mate

Normalmente, quando você vai em uma missão, um ou dois (ou mais) agentes inimigos podem estar presentes no site e geralmente são uma dor de cabeça para lidar. Embora você possa evitá-los e ainda assim terminar sua missão, você não deveria – matar um agente inimigo tem um efeito real em sua organização maior e diminuirá as operações inimigas enquanto eles preparam um substituto. Deixar muitos agentes inimigos correrem mal vai iluminar o seu mapa do mundo como uma árvore de Natal – bem, se você colocar luzes vermelhas nele, pelo menos. De qualquer maneira, diminua suas fileiras sempre que você manter o inimigo à distância.

Fuga

Depois de concluir seu objetivo principal da missão, você ainda precisará evacuar seus agentes do mapa. Você faz isso chamando uma van de fuga, mas leva algumas voltas para realmente aparecer. Leve isso em consideração nos seus planos: verifique as possíveis localizações de evacuação, destacando a opção no início da missão e chame-a com antecedência quando estiver perto o suficiente para voltar atrás – se as coisas derem errado, você não Não quero ficar esquivando-me do fogo na zona de evacuação por três turnos, esperando a van aparecer.

Craigslist da contraespionagem

No início do jogo, você provavelmente ficará sem dinheiro; mesmo com algumas atualizações, seus falsificadores não gastarão dinheiro suficiente para comprar todos os outros serviços básicos e melhorias que você deseja (muito menos as pesadas taxas pela reprogramação dos agentes do Beholder). Se você se encontra em uma situação difícil, provavelmente é porque está ignorando uma de suas principais fontes de receita: a venda de armas, armaduras e mods indesejados. Ao contrário de muitos jogos, a Phantom Doctrine é bastante generosa com suas taxas de venda de produtos espiões usados ​​de maneira leve – bastando apenas algumas armas para comprar um novo esconderijo, por exemplo. Então, o que você deve priorizar na venda? Não demorou muito tempo para identificar as armas que você não usa com muita frequência (quase não toquei em espingardas e rifles de precisão durante o jogo), portanto, não há necessidade de manter o armazenamento de duplicatas deles. No entanto, antes de começar a desistir do poder de fogo, dê uma olhada na sua armadura – praticamente todas as opções de serviço pesado o levarão direto ao combate se você as usar em uma missão, tornando-as inúteis. Muitos coletes também conferem uma multa de mobilidade – fique à vontade para vendê-los pelo dinheiro extra que você precisa.

Plano B

Sempre leve algumas granadas e prendedores de fechaduras quando você estiver em uma missão – enquanto você pode encontrar um caminho alternativo ao redor da maioria das portas trancadas, abrindo um espaço de inventário para garantir que você nunca fique encurralado em um canto que valha a pena. O mesmo acontece com as granadas – quando os reforços aparecem, eles tendem a aparecer em um aglomerado e podem aparecer logo atrás de você, se você estiver na extremidade do mapa (e azarado). Nesses casos, ter um plano B é um salva-vidas … o “B” significa “Bomba”. Duh.

Silencioso, mas mortal

Eles demoram um pouco para começar a aparecer, mas quando o fizerem, você deve equipar todas as armas de seus agentes com silenciadores. Os silenciadores são de dois tipos: um para pistolas e outro que cobre LMGs, SMGs, espingardas e rifles de precisão. Embora os silenciadores de pistola não possuam desvantagens, os silenciadores de rifle conferem uma pequena penalidade de dano que vale totalmente a pena se impedir que todo o maldito exército de Beholder desça sobre a sua localização. Lembre-se de que seu agente terá que ter proficiência em uma arma para aplicar mods a ela, mas a natureza universal dos mods de rifle torna isso um problema.

Habilidades

Às vezes, você se vê diante de um agente do Beholder que tem mais pontos de vida do que todos os seus agentes e, portanto, não pode ser subjugado por uma remoção. Se você tem algumas armas silenciadas em mãos (o que você faz porque era a dica anterior e você está levando meus conselhos a sério, certo ?!), ainda tem mais uma opção furtiva à sua disposição. Phantom Doctrine possui um mecanismo de violação surpreendentemente robusto, que permite que seus agentes invadam uma sala simultaneamente e destruam todos e quaisquer inimigos em um único turno. Para fazer isso, basta alinhar seus inimigos do lado de fora das portas e / ou janelas de uma sala – você não precisa estar ao lado de uma entrada, perto da vizinhança geral. A seleção da opção de violação oferece várias opções: você pode selecionar qual arma cada agente usa, remova agentes da equipe de bombeiros (caso eles estejam acidentalmente andando na mesma área) e até identifique qual inimigo cada agente alveja se estiver visível no mapa (novamente, abra essas portas antes). Essa última habilidade é particularmente útil contra agentes inimigos – você pode garantir que seus atiradores mais fortes se juntem para derrubá-los enquanto os membros mais fracos da tripulação limpam os guardas restantes.

Fim do jogo… assista

Sim, uma habilidade de overwatch está incluída na Phantom Doctrine e, sim, é chamada de overwatch. Para aqueles que não sabem, essa habilidade defensiva permite que você abandone os tiros em um turno para vigiar o movimento inimigo – se um guarda ou agente entrar em sua linha de visão, eles serão baleados e, como serão ao ar livre, você não precisa se preocupar com penalidades de cobertura que causem danos. O overwatch da Phantom Doctrine funciona de maneira semelhante a outros jogos, com algumas pequenas diferenças – você na verdade vai arrastar na direção que deseja assistir, o que pinta o chão que você está cobrindo. A configuração de um perímetro próximo resulta em um círculo omnidirecional em torno do seu agente, enquanto o deslocamento horizontal o suficiente o restringe a um cone direcional (que pode ser aprimorado através de várias vantagens). Como a capacidade de violação, você também pode identificar inimigos específicos para ficar trancado. Uma última coisa a ser observada: Overwatch é extremamente poderoso na Doutrina Fantasma e atua como uma grande dissuasão para os inimigos. Se você pintar os becos com vários agentes enquanto aguarda sua evacuação (deveria ser chamada antes!), Os inimigos provavelmente ficarão para trás e deixarão você sair.

Espalhar!

A primeira é provavelmente bastante óbvia: não agrupe seus agentes muito próximos uns dos outros durante o combate, ou é provável que você derrube metade da sua equipe por uma granada inimiga. No entanto, a distribuição também se aplica ao mapa do mundo (mostrado abaixo). Como no XCOM, vários eventos suspeitos aparecerão em todo o mundo, e é seu trabalho investigá-los. Bem, na verdade, é o trabalho dos seus agentes – você os enviará individualmente para verificar cada evento e precisará ser rápido. Como tal, você deve propagar o mapa com seus agentes – enviá-los da maneira mais uniforme possível em todo o mundo e deixá-los lá. Dessa forma, quando um evento aparecer, você terá um agente por perto para lidar com isso. América do Norte e partes do leste da Rússia são as maiores áreas problemáticas, e exigir vôos longos para chegar (o que pode ser acelerado com atualizações por meio da oficina), por isso planeje ter agentes dedicados lá o tempo todo. Além disso, lembre-se de que, quando um desses eventos se tornar uma atividade inimiga, você precisará de dois agentes para realizar uma operação de reconhecimento e o relógio estará correndo. Enquanto um membro da tripulação pode praticamente cobrir todos os EUA por si só, convém enviar um segundo agente (e talvez um terceiro quando você puder trocá-lo) para mantê-los em companhia.

Pegue o olho vermelho

Aqui está uma nota pequena, mas importante, que o jogo não explica. Como mencionado na dica anterior, se você for realizar a habilidade de reconhecimento antes de iniciar uma missão, seus agentes deverão estar presentes nesse local. Quando chega a hora de iniciar o ataque, no entanto, seus agentes podem estar localizados em qualquer lugar – desde que não estejam no meio do voo ou estejam atualmente atribuídos a outra missão, você pode atribuí-los à sua equipe de ataque, mesmo que o status esteja listado como ” Longe.” Após a conclusão da missão, seus agentes serão instantaneamente transportados de volta para o esconderijo, para que você possa usar isso a seu favor para reagrupar rapidamente todos. Mais importante, no entanto, não perca tempo precioso no mapa do mundo voando com todos antes de um ataque. Você não precisa.

O Analytics não vale a pena

Uma das primeiras opções de instalação que você desbloqueia é o departamento de Analytics, que permite atribuir agentes para trabalhar no conselho de investigação. Não se preocupe – basta ligar um de seus agentes para fazer exatamente a mesma coisa que você faria manualmente quando clicar em uma investigação. A digitalização de documentos editados em busca de palavras-chave e, em seguida, a conexão deles com as cordas no quadro de cortiça é um minijogo surpreendentemente satisfatório que eu gostei de fazer, para que você possa desviar o dinheiro e a mão-de-obra para melhorar as coisas que você não pode fazer sozinho.

Modifique aqueles Bods!

A Doutrina Fantasma tem um método estranho, mas intrigante, para aumentar o nível de seus agentes – você basicamente os enche de drogas, cada uma das quais aumenta e diminui permanentemente algumas de suas estatísticas. Essa mecânica é surpreendentemente complexa: você estará constantemente descobrindo novos compostos químicos, muitos dos quais com pré-requisitos que precisam ser tomados primeiro e proibindo que outros compostos sejam usados ​​posteriormente. Tenho certeza de que alguém eventualmente criará um wiki útil detalhando os melhores remédios e ordens para tomá-los, mas geralmente você deseja ficar de olho em três estatísticas importantes. Você precisará contar com Max Hit Points para realizar quedas silenciosas de agentes inimigos fortes, portanto, você deve manter pelo menos um agente fortalecido o máximo possível. O máximo de pontos de ação determina quantas vezes um agente pode se mover durante um turno – fique de olho em como ele interage com a sua amplitude de movimento, que pode cair como resultado de alguns medicamentos. E, finalmente, o Max Fire Points determina o número de vezes que um agente pode disparar por turno. Ainda não consegui Max Fire Points acima de dois, mas, mesmo assim, dobrar o número de disparos que você pode fazer faz uma enorme diferença.

Salvar como se não houvesse amanhã

E, finalmente, guardei a dica mais importante por último (considere sua recompensa por ler até aqui). A XCOM popularizou o conceito de um modo do Homem de Ferro em jogos de estratégia baseados em turnos, o que remove a capacidade de salvar manualmente, a fim de que você se responsabilize pelos seus erros. A Phantom Doctrine também oferece um modo Homem de Ferro – mas você ficaria louco se escolhesse. A Doutrina Fantasma simplesmente lança muitas variáveis ​​selvagens para você, incluindo avisos de histórias surpreendentes que afetam seus agentes aleatoriamente. Essas instruções podem incluir tudo, desde um agente que acaba se tornando uma toupeira para o inimigo (você SERÁ forçado a executar um de seus próprios agentes durante o curso de sua jogada, e esse agente é escolhido aleatoriamente), a agentes que ficam AWOL por causa de depressão. Se isso não for suficiente para assustá-lo, você sempre terá avisos aparecendo no mapa do mundo, e o botão para dispensá-los também é o botão usado para pausar o tempo – não consigo contar o número de vezes que clicamos acidentalmente em uma decisão da história ou perdi uma janela de informações porque estava tentando pausar o mapa, que é super frustrante quando você está tentando gerenciar sua agência da maneira mais eficiente possível. Jogue em várias missões da história que lhe deram algumas reviravoltas frustrantes e você pelo menos desejaráopção para reverter para um salvamento antigo. Possuir suas más decisões é uma coisa, mas sofrer um erro honesto é uma história totalmente diferente.

Referências:

Game Informer, wikipedia.

The Sinking City

The Sinking City é um jogo de ação e aventura desenvolvido pela Frogwares. Inspirada nas obras doautor de ficção de horror HP Lovecraft, ela se passa na cidade fictícia de Oakmont, Massachusetts, na década de 1920, a história segue o investigador particular e veterano de guerra Charles W. Reed, enquanto procura pistas sobre a causa das visões aterrorizantes. atormentando-o, e se envolve no mistério da inundação implacável de Oakmont.

The Sinking City foi lançado para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One em junho de 2019 e para Nintendo Switch em setembro de 2019.

Gameplay

The Sinking City é um jogo de detetive de mundo aberto com uma perspectiva de câmera em terceira pessoa. Ele apresenta um sistema de investigação no qual o resultado das missões do jogador geralmente é definido pela observância dos jogadores ao investigar diferentes pistas e evidências.

A cidade de Oakmont é composta por sete distritos (Advent, Coverside, Grimhaven Bay, Oldgrove, Reed Heights, Salvation Harbour e The Shells) que foram afetados por inundações em vários graus, e o jogador deve usar um barco para proteger com segurança atravessar as ruas inundadas para alcançar áreas mais secas. O jogador pode nadar se necessário, mas a água está infestada e pode danificar fatalmente a saúde e a sanidade do jogador. O jogador também monta um arsenal de ferramentas e armas, e às vezes deve usá-los para matar criaturas de outro mundo e dissipar alucinações. No entanto, como Oakmont é um lugar isolado, com recursos cada vez menores e ordem social deteriorada, as balas substituíram o dinheiro como moeda preferida; gastar muitas balas pode deixar o jogador incapaz de trocar os itens desejados. Outro recurso importante é a sanidade, que é gasto em poderes de investigação usados ​​para reconstruir cenas de crimes e identificar pistas. A sanidade se regenera lentamente por conta própria, mas pode ser reabastecida mais rapidamente com medicamentos antipsicóticos. Cenas e encontros perturbadores podem causar quedas repentinas e acentuadas de sanidade, afetando a percepção do jogador sobre o ambiente circundante e a perda completa de sanidade é fatal.

Realize as primeiras missões principais para obter mais armas

É fácil se desviar rapidamente em The Sinking City, explorando e realizando as várias missões secundárias que os NPCs pedem a você. Mas no começo, seu poder de fogo é limitado a uma pistola e um revólver, com poucas munições. Certifique-se de enfrentar as primeiras missões principais em breve e o Sr. Throgmorton o recompensará com uma espingarda para adicionar ao seu arsenal. A missão principal a seguir lhe renderá um poderoso rifle de batalha. Agarrá-los como prioridade o deixará melhor equipado para enfrentar as missões secundárias no jogo. 

Cuidado para não ficar dentro de casa

Enquanto a cidade é surpreendentemente segura para passear a maior parte do tempo, está entrando em prédios que podem representar uma ameaça na cidade que afunda. Os Wylebeasts aparecerão dentro de muitos deles, então verifique se você tem suprimentos e fique de olho – mesmo que você não consiga ver nada quando entrar, os wylebeasts podem aparecer depois.

Poupe com munição

A Cidade naufragada é muito rígida quanto à munição que você pode carregar, geralmente permitindo apenas dois ou três clipes para cada arma. Pulverizar e orar não é o nome do jogo aqui – faça cada tiro valer. Também faça bom uso de suas armadilhas e explosivos, embora você também precise monitorar os recursos. 

Se você está com pouca munição, as casas da cidade são uma boa aposta para a eliminação, geralmente fornecendo mais do que uma recompensa de missão. Basta ter em mente o aviso acima sobre o perigo dessas áreas – você pode pelo menos ser capaz de invadir um armário ou dois e depois ficar mais assustador antes que os animais vampiros cada um de você. Lembre-se de usar o seu Mind’s Eye para destacar recipientes saqueados.

Uma dica de som estranho, talvez, mas tente sempre manter um pouco menos de munição do que o seu limite máximo (ou seja, não crie o suficiente para preencher completamente suas reservas). A conclusão de uma missão geralmente concede munição e, se você já estiver cheio, não receberá a recompensa. Você nem chega a recebê-lo mais tarde quando esvazia seus bolsos, por isso é completamente inútil.

Fique de olho nas caixas telefônicas

Estes são os seus pontos de viagem rápida. Embora Oakmont não seja o maior mapa visto em um videogame, ainda pode demorar um pouco para se deslocar devido às inundações. Basta caminhar próximo de uma caixa telefônica para desbloqueá-la para uso futuro. Existem várias caixas telefônicas em cada distrito.

Como encontrar evidências

Se você está lutando para encontrar evidências em uma cena (as áreas em que você pode fazer isso estão marcadas com uma lupa no mapa), procure metodicamente em todas as paredes e cantos de uma sala os itens a serem capturados ou inspecionados e observe para a vinheta da tela que diz para você usar o olho da mente. Continue explorando uma cena até ver ‘Principais evidências coletadas’ ou, de preferência, ‘Todas as evidências coletadas’.

Se você não sabe o que fazer a seguir, leia suas dicas e pense no que elas podem sugerir. Você precisa de uma nova informação? Um dos arquivos da cidade – biblioteca, delegacia de polícia, prefeitura etc. – pode ajudá-lo a encontrar o que precisa? E, para qualquer pista que mencione uma localização aproximada, prenda-a em seu mapa, pronta para a investigação.

Preste atenção nos ícones no Livro de Casos

Uma grande ferramenta de todo detetive é um caderno onde todas as pistas dos casos são armazenadas. Em The Sinking City esse caderno é o Livro de Casos, que mostra todas as missões disponíveis e as pistas coletadas.

As pistas possuem ícones que ajudam a mostrar o que você deve fazer em seguida. Ícones com uma Rosa dos Ventos significam que a pista se refere a uma localização. Já pistas com um caderno como ícone, se referem a pesquisas que devem ser feitas. Há alguns lugares para pesquisa em Oakmont, são eles:

Jornal (para anúncios, propagandas e notícias)

Polícia (para crimes, mandados e suspeitos)

Prefeitura (para localizações de pessoas, empresas)

Biblioteca (para encontrar obras, autores)

Hospital (pacientes, médicos e funcionários)

Nesses lugares você usa a evidência coletada para encontrar o que precisa para avançar no caso. Caso esteja no local correto, o ícone do caderno irá aparecer quando a pista for selecionada.

Coletando evidências

Ao chegar em um local para coletar evidências, o ícone é marcado no mapa com uma lupa. É importante prestar atenção nesse ícone, pois se ele se manter branco, significa que você deixou algo para trás. Se ele estiver amarelo, significa que as principais evidências foram coletadas, mas não todas.

O ícone verde, por fim, significa que todas as evidências foram coletadas e você pode seguir em frente.

Olho da Mente

Após descobrir o Olho da Mente, habilidade de Reed para descobrir objetos, rastros e até salas ocultas, a vontade é de usá-lo a todo instante procurando pistas escondidas. Porém, o jogo te dá uma dica de quando é necessário usá-lo.

Ao perceber que as bordas da tela estão arredondadas (como um olho mesmo), significa que é o momento certo para usar o Olho da Mente e coletar aquela pista.

Cartas de Oakmont

Uma das primeiras missões paralelas que você irá receber é uma chamada “Cartas de Oakmont”. Você a pega no hotel, Recife do Diabo, onde mantém um quarto.

A missão consiste em adentrar locais e resgatar cartas de um homem que sofria com visões (como o próprio protagonista).

Se você é um louco por side-quests, como eu, a vontade é de marcar todas as localizações no mapa e ir correndo resgatar essas cartinhas, mas não recomendo.

Os locais das cartas estão cheios de monstros e não é uma boa ideia enfrentá-los de início. Espere um pouco, se acostume com as mecânicas do jogo e, aí sim, vá aos locais que oferecem diversos itens úteis.

Melhore o seu golpe

O combate não é o principal em The Sinking City, mas você precisa utilizá-lo com frequência, seja para enfrentar monstros ou bandidos. Munição não é algo que você terá facilmente, visto que a moeda de Oakmont é a própria munição, portanto não há como comprá-la. Ou você fabrica ou ganha algumas em suas missões.

Uma boa alternativa é melhorar o seu golpe corpo a corpo na sessão de habilidades. Assim, você deixa seu ataque mais forte e mais rápido fazendo com que seja fácil enfrentar pequenas criaturas, mas…

Fugir é sempre uma boa opção

Nem sempre enfrentar as criaturas é viável. Em algumas ocasiões, principalmente nos pontos marcados como perigosos no mapa, elas irão aparecer aos montes, então não se sinta mal em fugir. Algumas criaturas são rápidas, outras jogam projéteis, então quando elas se unem, pode ser fatal.

Corra como se não houvesse amanhã e saia da região o mais rápido e com menos dano sofrido possível.

Não há pressa

Este conselho é sobre a história, mas também sobre a navegação na própria cidade. Viajar por Oakmont é um processo demorado. Reed não corre rápido, e você estará percorrendo muita distância quando viajar de um lugar para outro. O dilúvio e as ruas inundadas vão atrasá-lo ainda mais. Mesmo passeios curtos exigirão a mudança de andar para andar de barco e voltar.

Sinta-se à vontade com o ritmo – e saiba que está indo o mais rápido possível – e não ficará frustrado.

Desbloqueie pontos de viagem rápidos enquanto explora

Existem pontos de viagem rápida espalhados por toda a cidade. Você precisará visitar cada um primeiro para poder viajar rapidamente para ele mais tarde.

Assista a bússola na parte superior da tela enquanto você caminha. Sempre que você vê um ícone de rosa dos ventos, há uma cabine telefônica rápida nas proximidades. Quase sempre vale a pena um breve desvio para desbloqueá-lo. Tudo o que você precisa fazer é ir até o estande até que o nome apareça na tela.

Saiba como curar

Charles Reed é apenas um humano (principalmente) normal contra inimigos sobrenaturais, então ele vai sofrer muito dano. Descobrir como curar, no entanto, é algo que o jogo não se esforça para explicar.

Seus kits de primeiros socorros – na verdade, apenas uma seringa – aparecem na roda de armas. Eles operam como armas também. Selecione-os na roda, aperte o botão para mirar e aperte o botão para atirar.

Você encontrará alguns kits de primeiros socorros pela cidade enquanto explora ou os recebe como recompensa, mas provavelmente os criará em seu inventário com muito mais frequência. Eles exigem dois álcool e uma mola helicoidal para criar.

Gerencia sua loucura

Depois de sua saúde, sua sanidade é a próxima coisa mais importante a se administrar. Embora raramente seja mortal perder sua sanidade – você morrerá se permanecer drenado por muito tempo, mas leva um tempo – isso distorce sua visão e torna a navegação no mundo mais difícil. Se drenar demais, fica difícil até dizer onde você está.

Assim como seus kits de primeiros socorros, você tem injeções antipsicóticas para isso. Escolha-os da roda de armas e use-os da mesma maneira. Os antipsicóticos requerem um álcool e uma mola helicoidal para fabricar.

Lembra-se de por que mencionamos neste guia que você gostaria de usar seus pontos de habilidade para aumentar a sanidade? As feras que você encontra em The Sinking City drenam sua saúde ao longo do tempo. Se você está atirando neles ou apenas brincando, o simples fato de Reed vê-los é suficiente para afetá-lo psicologicamente. Não mate acidentalmente NPCs desarmados, porque sua sanidade cairá mais rápido do que uma pedra jogada no mar.

Certifique-se de estar sempre abastecido com kits de saúde e antipsicóticos para reabastecer sua saúde e sanidade, respectivamente. Quando sua sanidade se esgota, há uma chance de as criaturas das sombras também aparecerem, e algumas delas também podem prejudicar sua saúde. Quando estiver preso, novamente, apenas empurre pipa e encontre um local seguro. Como alternativa, se você encontrar um obstáculo ou uma parede, basta virar as costas para os inimigos até que sua sanidade seja gradualmente restaurada.

Leia os sinais do Hobo

Existem pistas visuais em todos os lugares para ajudá-lo a navegar e observar as coisas na cidade.

O mais comum que você verá é um H marcado na porta. Na tradição do jogo, isso significa que o edifício é habitado. Para seus propósitos enquanto estiver jogando, é uma dica de que você pode passar por uma porta.

Alguns caixotes, armários e caixas serão marcados com um padrão de grade como uma hashtag com uma linha extra. Isso indica que há algo dentro – geralmente criando materiais ou munição.

Um símbolo V duplo com um M em um diamante significa que você está perto de uma área infestada. Eles têm uma boa pilhagem – geralmente muitos materiais de fabricação e mais munição – mas muitos inimigos difíceis.

Os itens respawning exploram

Primeiras coisas primeiro: embora os habitantes e as dicas da Cidade naufrágio digam que a munição é escassa e você precisa lutar para sobreviver, tudo isso voa pela janela quando você percebe que os contêineres acabam sendo reabastecidos. Simplesmente pegue tudo que você precisa em um prédio, saia e contorne a curva, depois volte para dentro. Você terá a munição e os materiais de fabricação nesses recipientes novamente. Se o local estiver em uma área aberta, você poderá salvar e carregar o jogo ou viajar rapidamente.

Isso é algo que realmente quebrará sua imersão enquanto estiver jogando The Sinking City. No entanto, também é uma falha que ajuda quando você está em dificuldades. Conforme observado em nossa análise técnica, esse bug é benéfico para o jogador.

Confortável habilidade de criação e de jogador

Seu personagem, Charles Reed, sobe de nível quando você mata feras, descobre novos locais ou, mais importante, casos completos. Você ganhará pontos de habilidade que você pode alocar para um punhado de reforços. Existem três categorias principais:

Proficiência em Combate – habilidades que determinam o dano causado por armas de fogo, explosivos e armadilhas

Vigor – habilidades que aumentam sua capacidade de munição e itens, saúde, ataques corpo a corpo e defesa contra danos

Mente – habilidades que aumentam o ganho de experiência, a sanidade e a chance de obter reembolso de materiais ao criar

Escusado será dizer que as habilidades da mente são as mais importantes. Comece com o aumento da experiência, pois isso o ajudará mais à medida que avança pela Cidade do Afundamento. Em seguida, observe os reembolsos de artesanato e os benefícios da sanidade.

Habilidades de vigor que aumentam a capacidade de munição e de carga de itens e as habilidades de Proficiência em Combate que aumentam o dano por armas de fogo também são importantes. Redução de dano (isto é, dano de queda, natação), buffs de ataque corpo a corpo e configuração de armadilhas são quase inúteis.

Quanto à fabricação, obter materiais reembolsados ​​e aumentar a capacidade de carga será bastante sinérgico. Você está coletando materiais e itens de contêineres, para ter mais deles para usar a qualquer momento.

Áreas infestadas: em caso de dúvida, execute

A cidade em naufrágio – Oakmont – tem vários distritos e existem muitos marcos e ícones para guiá-lo ao longo do caminho. Cada um terá várias áreas infestadas (marcadas com um “M”). Você pode atravessar essas áreas com segurança, pois os monstros demoram alguns segundos para aparecer. Alguns correrão, outros pularão, e outros se arrastarão. Você pode evitar todos eles com bastante facilidade. Algumas áreas infestadas, no entanto, precisarão de alguns “ataques de fantasmas”, uma vez que estão relacionadas a casos ou missões secundárias.

Há partes da missão principal quando você realmente precisa lutar, e é aí que o kite é útil. Muitas dessas criaturas não podem sair de edifícios. Se você se distanciar, eles desaparecem também. Existem até interiores com obstáculos, como caixas, pelas quais eles não conseguem passar.

Se você estiver em uma situação difícil, como um porão, basta voltar correndo para o andar de cima e as feras seguirão você. Jogue uma granada ou atire neles enquanto eles tentam alcançá-lo.

Caça Wylebeasts: tipos inimigos

A Cidade naufragada tem uma variedade de monstros que você encontrará. Por uma questão de simplicidade, eu simplesmente dei apelidos a eles enquanto revisava o jogo:

Skitterers – O primeiro tipo de fera wyle que você encontra salta para os lados até que esteja perto o suficiente para cortar você. Eles também morrem em um tiro de pistola ou em alguns tiros corpo a corpo.

Spitters – Esses caras cospem glóbulos ácidos em você. Eles são um dos inimigos mais perigosos do jogo, pois também possuem precisão decente. Evite ou use barreiras naturais enquanto tira tiros para matá-los.

Leapers – O tipo de inimigo mais irritante do jogo. Saltadores, bem, são como rãs-gigantes que pulam em você. Eles sabem quando é que rugem e depois é seguido por um ataque de pulo. Se eles te prenderem, você terá um mundo de mágoa.

Saltos ácidos – Esses também saltam, embora cuspam ácido em você na maior parte do tempo. Eles também deixam para trás grandes pústulas que explodem.

Screamers – Outra variante wylebeast que é bastante rara. Em vez disso, esses rugem muito alto por períodos prolongados, prejudicando sua saúde por segundo.

Abominações – O maior dos animais wyle encontrados nas ruas médias de Oakmont. Um golpe pode diminuir consideravelmente sua saúde, portanto, remova-os de longe. Eles são lentos e você pode fazer círculos em volta deles, mas eles podem absorver muito dano antes que caiam.

Tentáculos – Um dos dois tipos de monstros encontrados em seções subaquáticas / de mergulho na cidade que afunda. Eles aparecerão para atacá-lo, mas um tiro de arpão é suficiente para fazê-los ir embora.

Devilfish – Essa coisa é o próprio diabo – é um peixe com tentáculos que vagueia por aí. Os tiros de arpão apenas o atenuam por alguns segundos, após o que nadam de volta em sua direção. Cada ataque pode tirar metade da sua saúde. Como você não pode curar durante seções subaquáticas, não deixe de atordoá-lo.

Sombras – Estas são cópias sombrias de criaturas no jogo que podem aparecer quando sua sanidade mental é baixa. Alguns, como ratos, não são perigosos. Outros, como skitterers ou tentáculos, prejudicam sua saúde. Reabasteça sua sanidade passivamente ou use antipsicóticos para limpar sua mente.

Mafiosos e Cultistas – Inimigos humanos na Cidade Afundada que são derrotados com bastante facilidade.

Civis desarmados – Não necessariamente inimigos, mas os NPCs desarmados no jogo podem ser mortos. Cuidado, no entanto, porque, como mencionado em nossa revisão oficial, você verá sua sanidade cair severamente. Afinal, que tipo de pessoa começa a atirar em inocentes?

A Cidade de Naufrágio tem algumas brigas de chefes bastante simples. Discutiremos isso mais em nosso guia passo a passo completo do jogo.

Referências:

PC Invasion, Indie Game Website, Pulo Duplo, Polygon, wikipedia.

The Last of Us Part II

The Last of Us é um jogo eletrônico de ação aventura e sobrevivência  desenvolvido pela Naughty Dog e publicado pela Sony Interactive Entertainment. É uma sequência de The Last of Us, de 2013, e foi lançado em 19 de junho de 2020 exclusivamente para PlayStation 4. Ambientado cinco anos após os eventos do primeiro jogo e vinte e cinco anos após o início de um fenômeno epidêmico causado por uma mutação do fungo Cordyceps, os jogadores assumem o papel de Ellie, com 19 anos de idade, que entra em conflito com cultos misteriosos em um Estados Unidos pós-apocalíptico. O jogo contém elementos de survival horror e é jogado numa perspectiva de terceira pessoa. Os jogadores podem usar armas de fogo, arcos, armas improvisadas, esquiva e furtividade para se defenderem de seres humanos hostis e criaturas infectadas.

The Last of Us Part II foi oficialmente revelado durante o evento PlayStation Experience em dezembro de 2016. O jogo é realizado por Neil Druckmann e escrito por Druckmann e Halley Gross e a música é novamente composta pelo argentino Gustavo Santaolalla. Troy Baker e Ashley Johnson voltam a ter os papéis de Joel e Ellie, respectivamente. Estava programado para ser lançado em maio de 2020, mas foi adiado para junho devido à problemas logísticos causados pela pandemia de COVID-19.

The Last of Us Part II foi aclamado pela crítica especializada segundo o agregador de resenhas Metacritic. Os elogios foram direcionados à jogabilidade aprimorada em relação ao seu antecessor e fidelidade visual, enquanto seu enredo e as apresentações de seus temas através da violência receberam opiniões divididas da crítica e do público.

Jogabilidade

The Last of Us Part II é um jogo eletrônico de ação -aventura e sobrevivência jogado numa perspectiva de terceira pessoa. Os jogadores podem usar armas de fogo, arcos, armas improvisadas, esquiva e furtividade para se defender de humanos hostis e criaturas infectadas por uma mutação do fungo Cordyceps. As mecânicas de jogabilidade de Part II foram aprimoradas em relação ao jogo anterior. No jogo, o jogador pode explorar um ambiente mais aberto, sendo capaz de alcançar pontos mais altos, pulando e escalando enquanto joga com uma Ellie mais ágil. Os jogadores também podem deitar no chão para se esconder dos inimigos. Durante o jogo, os jogadores terão personagens não jogáveis os ajudando. Além disso, grande parte do jogo é passado em Seattle, Washington.

O jogo trás de volta o “Modo de Escuta” permitindo que os jogadores localizem os inimigos através de um senso maior de audição e percepção espacial; os inimigos ficam indicados com contornos visíveis através de paredes e objetos. Além disso, os jogadores podem coletar suprimentos para melhorar suas habilidades em uma árvore de habilidades, com os três principais galhos da árvore sendo Sobrevivência, Fabricação e Furtividade. Sobrevivência melhora a saúde, alcance do Modo de Escuta, e aumenta a distância de jogar coisas nos inimigos. Fabricação permitem atualizações no combate corpo a corpo, aumentam a velocidade de fabricação de Ellie e a capacidade de fabricar bombas de fumaça e de choque. Furtividade melhora a movimentação enquanto deitado no chão, assassinatos furtivos mais rápidos, e a possibilidade de usar silenciadores nas pistolas. Part II também introduz cães de guarda que podem rastrear o cheiro do jogador.

Use o mapa quando o tiver

Em determinado momento do jogo você poderá usar um mapa para se orientar. Nele, Ellie marca os pontos de interesse e, apesar de The Last of Us Part II ser um jogo linear, ele oferece uma experiência de “semi-mundo aberto” ao possibilitar que você visite prédios, lojas e lugares opcionais. Por mais que não sejam necessários para a história, os locais podem oferecer momentos únicos e colecionáveis para completar suas estatísticas no jogo, então você não vai desperdiçar tempo investigando cada prédio.

Crie armadilhas explosivas e coquetéis

Nem sempre temos paciência para craftar logo antes de uma batalha contra infectados ou humanos, mas sem dúvidas as armadilhas e coquetéis são ferramentas muito úteis, especialmente contra o primeiro grupo. Por mais que já tenhamos aprendido a usá-los no primeiro game com Joel, saiba que aqui a IA melhorada incentiva que o jogador se preocupe mais com ataques alternativos, que podem te ajudar a criar estratégias enquanto lida com outras hordas e ainda economizam balas.

Melhore suas habilidades furtivas

Ellie tem árvores de habilidades que podem ser melhoradas conforme o jogador encontra manuais e guias pelo cenário e junta pílulas suficientes para desbloquear novos pontos. Há melhorias para combate corpo a corpo, precisão de movimentos e sobrevivência, fabricação de itens e, claro, as habilidades furtivas. Por mais que seu estilo de gameplay possa ser focado em uma abordagem mais agressiva, é fato que a furtividade pode salvar sua pele em grande parte do jogo. Melhorar as habilidades furtivas inclui ouvir melhor a presença de adversário por trás de paredes, fazer menos barulho ao se locomover e agachar, aumentar a velocidade dos durante ataques furtivos — diminuindo os riscos de ser descoberta –, entre outras melhorias significativas.Isso ajudará bastante em pontos cruciais do jogo — mas claro que fica a seu critério escolher a forma que melhor se adequa ao seu gameplay.

Busque recursos

Exploração sempre fez parte da essência de The Last of Us. Enquanto vasculha prédios, lojas e casas abandonadas, não poupe tempo em checar todos os cômodos em busca de recursos. Algumas salas podem estar vazias, mas dificilmente você sairá de mãos vazias de algum local. Munição é escassa, mas há muitos itens úteis pelo caminho: pílulas para melhorar as habilidades da personagem, ferramentas para aprimoramento de armas, itens para produção de kits médicos e armadilhas e muito mais. Olhe sempre os cofres e busque as senhas, mesmo os mais vazios vão encher os bolsos de Ellie. De quebra, você ainda encontrará pelos locais abandonados notas e cartas que contam mais da vida que havia ali antes do caos.

Aprimore as armas

Pelo cenário você encontrará mesas de ferramentas onde é possível melhorar aspectos importantes de suas armas, de forma mais detalhada do que no game anterior. Diminuir a cadência do tiro, aumentar a velocidade de recarga, melhorar a estabilidade ao segurar… todos esses pontos são importantes para fazer com que as valiosas munições sejam melhor aproveitadas.

Crie estratégias de ataque

Não há uma regra fixa para os ataques de sucesso, tudo depende da abordagem que você escolher. Mas, caso opte por avançar a sala em stealth, algumas dicas podem ajudar a poupar algumas vidas e curativos: Uma opção é eliminar os Estaladores antes dos demais inimigos, por serem praticamente mortais, assim você evita que algum passo em falso desperte a atenção deste infectado. Chamar a atenção dos Corredores e Perseguidores para armadilhas de bomba e molotovs poupa muito tempo e faz um estrago em massa, o que torna a eliminação dos restantes ainda mais rápida.

No caso de locais amplamente vigiados por humanos, opte por atacar os adversários mais afastados para não chamar atenção dos demais: comece pelas beiradas até chegar ao centro da ação. Cuidado com inimigos nos andares superiores, lajes e varandas, que podem te ver por janelas. Use o Modo Escuta para “escanear” todo o ambiente, ter ideia da posição de inimigos em pisos superiores ou inferiores, e eliminar os que estiver ao seu alcance sem notificar os demais. Se um inimigo achar um corpo morto, as buscas por você serão mais intensas. Use e abuse das coberturas, grama alta, caçambas e veículos para se esconder.

Cuidado com os Trôpegos, novo tipo de infectado

Por mais assustadores que possam ser os novos infectados, eles não tão difíceis de desvencilhar. É só ter um pouco de paciência — e algumas surpresinhas às mãos: armadilhas terrestres são excelentes para deter trôpegos. Coquetéis e bombas explosivas causam dano e o atordoam por um tempo útil para que você se recupere e ganhe distância. A propósito, distância é a palavra! Trôpegos soltam uma espécie de líquido corrosivo em suas vítimas: fique alerta aos sinais de ataque.

Cuidado com seu rastro

Alguns inimigos do grupo chamado WLF (Washington Liberation Front) andam acompanhados de cães loucos para farejar seu cheiro por trás das coberturas e paredes. Você os ouvirá conversando com os animais, questionando se eles ouviram ou sentiram algo. Neste momento é provável que seu rastro esteja prestes a revelar seu esconderijo. Tenha sempre em mãos um tijolo ou garrafa para distrair a atenção do animal. Ao mudá-lo de direção, você ganha tempo para se esconder novamente; use o Modo Escuta para saber quando seu cheiro está despertando a atenção dos bichos. Fique sempre em movimento e tenha distância dos cachorros — ou os enfrente, se preferir, mas esteja ciente de que são rápidos, podem dar ataques mortais e principalmente chamam a atenção de todos os humanos do local, que imediatamente apontam a mira para você.

Explore até gastar as botas de Ellie

Se tem um jogo que te motiva a explorar, esse é The Last of Us: Parte 2. Do começo ao fim, é importante que você vasculhe cada cantinho dos locais, principalmente vidros de máquinas de lanche. Se você for um jogar paciente e persistente, irá encontrar muitos itens (para construir equipamentos); munições (que estão mais escassas e com espaço menor de carregamento); e outros artefatos importantíssimos. Coldres, Armas novas, Manuais de Evolução e Colecionáveis só podem ser encontrados se você seguir a cartilha de um bom escoteiro. Isso, certamente, fará você entrar muito mais preparado nos combates e traçar estratégias mais assertivas ao enfrentar situações de risco.

Cima + Baixo + Frente – Não, não é cheat code

Essa dica é uma extensão da primeira. Em TLOU2 você tem uma liberdade imensa para explorar. Entretanto, há uma dica importante para se ter em mente. A liberdade que você tem, te permite olhar para baixo, para frente e para cima. Calma, não se assuste – Explicarei!

Baixo: Ellie agora pode deitar e rastejar no chão. Portanto, há lugares secretos que só pode ser adentrador, se você deitar.

Frente: Verifique vidros de Lojas e fendas. Isso pode fazer você encontrar lugares escondidos cheios de itens bons.

Cima: Além de Ellie poder subir em móveis, caminhões e muros, também pode utilizar a Corda. Assim, há lugares que só pode ser acessados se você subir no cenário.

Bônus: Há momentos em que Ellie nada, assim como Joel. Portanto, sempre que estiver nadando, busque buracos escondidos, ou locais escuros. Ali você pode encontrar coisas muito valiosas.

Quem não é visto, não é lembrado

Se tem uma coisa que a gente aprende com Joel é: Furtividade é vida. Em The Last of Us: Parte 2, acreditem, MAIS AINDA. O número de inimigos está muito maior. O nível de percepção deles está muito mais aguçado, portanto, uma estratégia furtiva é a melhor pedida.

Pensando nisso, temos algumas maneiras de encarar os inimigos. O fato de podermos deitar, não ajuda só na exploração, mas certamente é um elemento crucial para se esconder em gramas altas. Temos de novo a abordagem que captura o inimigo desavisado por trás. Também possuímos, novamente, o silencioso e mortal Arco e Flecha. Porém, agora temos a possibilidade de construir silenciadores para sua pistola. Assim, não há desculpa para você não enfrentar inimigos como se fosse um fantasma.

Isso trará vários benefícios, como economizar munição, itens e principalmente, não alertar inimigos faz uma diferença gigante na hora de um combate.

Cuidado: cão bravo

Não é maldade, mas sim pura sobrevivência. A adição dos cachorros são uma elemento que deixa o combate mais picante. Isso porque sua estratégia de furtividade pode ir por água abaixo, umas vez que os doguinhos não percebem só movimento e barulho, mas também o cheiro. Portanto, uma dica importantíssima quando eles aparecerem, elimine-os primeiro.

Eles são inimigos muito perigosos, velozes, que conferem um alto dano e ainda despertam a atenção de todos. Eliminá-los com arco e flecha ou com o silenciador é uma ideia valiosa.

Entre tijolos e garrafas, quebraram-se todos

Assim como no primeiro, tijolos e garrafas são elementos importantíssimos para montar sua estratégia. Seguindo o mesmo padrão, você pode utilizar para despistar infectados e humanos, mas também pode usá-los para atacar o inimigo e assim atordoá-lo, podendo finalizar ou agarrar. A dica é, há locais que existe uma abundância desse tipo de item. Utilize-os sem dó, principalmente quando há cachorros, será de extrema valia. Quando necessário, você pode utilizar esses itens para bater nos inimigos como uma arma de mão.

Já falando em armas de mão, aqui vai uma dica extra. Fique muito de olho da vida útil da sua arma. Veja qual o inimigos está utilizando e a vida útil dela. Existe umas melhores do que as outras, óbvio. Para mim, a mais equilibrada é a machadinha, com alto poder de dano, com vida útil boa e bem veloz.

A esquiva é sua maior aliada

Uma das principais mecânicas que mudaram o estilo de jogar em The Last of Us: Parte 2 é a esquiva. No jogo anterior, Joel era mais forte, mais parrudo, porém mais lento. Nesse agora, Ellie é ágil e veloz, fazendo muito sentido ter a esquiva como aliada.

Dessa maneira, infectados e humanos tentarão te arrebentar a todo custo. Dominar essa arte é essencial para combates frenéticos – principalmente contra os corredores. Mas cuidado, quando você parte para cima de um inimigo que tenha arma de fogo na mão, desista, não é uma boa ideia, pois aqui é The Last of Us, não Matrix.

Cofres não tem dinheiro e essa é a maior riqueza

Assim como no primeiro jogo, cofres são elementos super importantes para esse jogo. Entretanto, diferente do primeiro game, não é apenas só encontrar o código que o cofre será aberto. Dessa vez, está bem mais difícil encontrar as senhas, pois os itens dentro dos cofres são bem valiosos.

Pois bem, a dica é a seguinte. Sempre que você encontrar um cofre, a combinação não estará muito longe. TLOU2 não tem backtracking, ou seja, se você passar daquela área, dificilmente poderá voltar.

Outro ponto importante: nem sempre há um código em uma carta, entregue de bandeja. Portanto você deverá, em alguns casos, procurar as respostas em paredes e, ás vezes, até fazendo cálculos.

O que não mata, evolui

Não é segredo para ninguém que há 5 tipos de evoluções que você vai conquistando ao longo do jogo. Cada uma delas traz focos diferentes. Uma é determinante para a sobrevivência, outra melhora itens, outra te deixa mais poderoso para o combate e assim por diante. Portanto, uma das coisas que eu fazia e que me deixou bem equilibrado e preparado para o combate é não utilizar todos os remédios que eu tinha de uma vez. Isso porque as evoluções vão sendo desbloqueadas ao longo do game, por essa razão é sempre importante você ter pílulas de evolução para quando abrir uma nota coluna, você escolher melhor o que irá evoluir.

Outra dica importante. Fique atento às suas necessidades no jogo. Seja no combate, seja nos itens. Dessa maneira, saberá bem que parte deverá evoluir para que seja útil e melhor seu desempenho.

Por fim, lembre-se que não é só o personagem que evolui; as armas também. Então, nesse game a escassez de ferramentas para melhorar seu armamento é muito grande. A dica é, analise qual é a arma que você mais utiliza. Veja o ponto mais importante para ela. Normalmente é importante evoluir o arco e flecha, capacidade de munição, velocidade de recarga e, se sobrar uma graninha, miras telescópicas sempre vão bem.

Analise os locais

Uma dica que parece óbvia, mas ela pode fazer toda a diferença. Quando você tem uma etapa de enfrentamento é de suma importância que consiga identificar locais para se esconder ou para possíveis escapadas. Isso te dará inúmeras opções de abordagens contra inimigos de todos os tipos. Vale destacar que agora Ellie pode pular cercas, subir em telhados, entrar embaixo de caminhões e se camuflar nas gramas altas. Análise com cautela esses aspectos do cenário, mas não se esqueça de sempre utilizar o R1, modo escuta. Em The Last of Us: Parte 2 está muito mais difícil de perceber o oponente, mas ainda dá pra – pelo menos – ter uma ideia de onde ele está.

Quem não arrisca, petisca sim

Ellie tem mais itens para serem construídos. Portanto, o uso das matérias primas – Álcool, trapo, Lâmina, Explosivos, garrafas, etc, competem muito mais para ver quem será utilizado. Álcool, por exemplo, é usado para fazer Kit médico e bomba. Portanto, saiba qual deles poderá ser mais necessário (optei sempre pelo kit médico).

Outro ponto importante. Com exceção do kit médico, todos os outros itens podem ser opcionalmente reservados para quando a necessidade bater. Então se você perceber que há falta de lâminas nesse trecho que está passando, evite ao máximo usar itens que precisem delas para serem craftados. Assim sendo, você terá passagens um pouco mais seguras tendo sempre reservas importantes de equipamentos poderosos.

Dicas de combate para iniciantes

Matar inimigos furtivamente pelas costas é sempre o método mais seguro, mas se o inimigos estiver perto o suficiente, você pode surpreendê-lo também pelo lado ou até mesmo de frente, desde que esteja em uma cobertura para fechar rapidamente a lacuna que existe até o momento em que ele te vê.

Atirar enquanto agachado aumentará bastante a sua precisão. Atirar deitado aumenta essa precisão ainda mais!

Use garrafas e tijolos com frequência. Jogue-os em seu oponente para um choque temporário e finalize-os com um ataque corpo a corpo, ou use-os para atrair infectados a um local e surpreenda-os com uma bomba ou um coquetel molotov.

Ao matar furtivamente NPCs humanos, certifique-se de sair da área antes que seus camaradas apareçam. Eles vão alarmar os outros e acabar com a sua cobertura. Para evitar isso, mate furtivamente apenas aqueles que estiverem distantes do grupo.

Muitas vezes, você terá um companheiro ao seu lado. Portanto, não tenha medo de deixá-los fazer o trabalho sujo. Se for pego de surpresa e precisar colocar uma pequena distância entre você e seu inimigo, seu parceiro ocasionalmente fará um assassinato furtivo ou até matará o inimigo enquanto ele estiver focado em você.

Ficar embaixo de um carro não é uma invisibilidade garantida – os inimigos procurarão você em cada canto.

Existem muitos itens colecionáveis em todo o mundo, mas fique atento para os coldres para tornar a troca de armas mais eficiente.

Fugir é uma boa opção. As áreas de combate são grandes o suficiente para que Ellie possa fugir de uma luta, permitindo que você recupere o fôlego e, muitas vezes, reative seu status de furtividade. Observe que, mesmo se você estiver se escondendo, seus inimigos estarão em alerta máximo se souberem que você está por ali em algum lugar.

Se houver inimigos humanos e infectados em uma mesma área, uma boa opção é colocá-los para atacarem uns aos outros. É um movimento eficaz e que economiza munição.

Tenha cuidado ao criar itens! Assim como no original, The Last of Us Part II não congela o tempo enquanto você acessa o inventário e usa o menu de criação, portanto, verifique se você está em um local seguro antes de fazer isso.

Dicas de combate para veteranos

Experimente várias estratégias. Usar um coquetel molotov pode matar um inimigo e atrair estaladores para as chamas é uma delas. Montar minas explosivas em pontos de entrada e depois atrair inimigos fará um trabalho rápido para quem se aproximar.

Se você usar silenciadores na pistola, preste atenção à contagem de tiros silenciados que aparece embaixo do ícone da arma. Você não vai querer ser pego por causa do barulho de um tiro acidental.

Quando você leva um tiro e é derrubado, pode atirar a partir desse local propenso, retaliando rapidamente ao invés de perder tempo se levantando.

Ao lutar contra inimigos humanos, você geralmente tem muitos objetos para se esconder atrás e prédios com vários andares. Se estiver morrendo muito, tente abordar o cenário de um novo ângulo ou direção.

Referências:

O Vicio, Combo Infinito, Br Ing, wikipedia.

Predator: Hunting Grounds

Predator: Hunting Grounds é um jogo eletrônico multijogador desenvolvido pela IllFonic e publicado pela Sony Interactive Entertainment para PlayStation 4 e Microsoft Windows. Faz parte da franquia Predator.

Jogabilidade

Predator: Hunting Grounds é um jogo eletrônico multijogador assimétrico. Um jogador controla o Predator, enquanto outros quatro jogam como uma equipe de soldados de operações especiais em uma missão para coletar informações ou eliminar um traficante. O principal elemento é evitar ser caçado pelo Predator ou capturá-lo e matá-lo, que por sua vez será controlado pelo jogador.

Missão

A missão do Predador é clara: caçar. Estude os guerreiros na floresta, escolha o melhor deles e enfrente-o. Elimine seus alvos e colete troféus para exibir como lembranças de cada caçada. Não deixe sua presa escapar. Falhar não é uma opção.

Armas e tecnologia

Camuflagem

A camuflagem do Predador é quase imperceptível, distorcendo a luz ao redor do seu corpo para refletir o ambiente e permitindo que o Predador fique escondido até que esteja pronto para atacar.

Lançador de plasma

Com raios de plasma que penetram armaduras a longa distância, esse poderoso canhão equipado no ombro é uma das armas mais letais do Predador.

Lâminas de punho

Quando o Predador estiver pronto para o abate, use essas lâminas reforçadas para executar um ataque corpo a corpo fatal.

Lança Retrátil 

Ela é compacta e fácil de ocultar quando não estiver em uso. Na batalha, o Predador pode expandir a Lança Retrátil para transformá-la em uma lança que é muito útil tanto em combates corpo a corpo quanto a distância.

Disco inteligente*

Essa arma pode ser pequena, mas é uma das mais letais do arsenal. Quando lançado, o disco usa um sistema de rastreamento para localizar vários alvos antes de retornar ao Predador.

Arco Yautja*

Uma arma de caçador. Esse arco é leve e compacto até o Predador expandi-lo para utilizar a força e a distância de um arco composto tático.

*É necessário jogar para desbloquear essa arma.

Classes e personalizações

Classe Batedor

O Predador Batedor é ágil, leve e perito em armas de longo alcance. As vantagens incluem velocidade, vigor e recuperação, a taxa de recarga da energia e a capacidade de atacar e pular mais longe.  O Batedor tem uma reserva de vida mais baixa, por isso fica em desvantagem com armas de ataque corpo a corpo e não consegue carregar tantos equipamentos quanto as outras classes.

Classe Caçador*

O guerreiro da classe Caçador é bem equilibrado, versátil e capaz de se adaptar facilmente. Ele tem uma quantidade mediana de força, vida, velocidade, vigor, recuperação e força geral de combate corpo a corpo.    

Classe Berserker*

O maior dos Predadores, o Berserker é um brutamontes com mais quantidade de vida, o dano mais alto por arma de combate corpo a corpo e uma enorme reserva de energia. No entanto, devido ao seu tamanho e força, a movimentação dele é mais lenta e a taxa de recarga de energia mais baixa, tendo pouco vigor e um ataque mais curto. 

*É necessário jogar para desbloquear as classes Caçador e Berserker de Predador e as máscaras.

Chegue ao helicóptero

Seja um membro do melhor esquadrão de elite que existe, formada por soldados paramilitares de elite. Conclua missões desafiadoras a todo custo e volte para casa vivo.  Não importa qual seja a missão: sejam espertos, trabalhem juntos e “cheguem ao helicóptero”!  Cuidado. 

Alguma coisa está caçando vocês.

Missões e mapas

Entre na área sem ser detectado e leve sua equipe para dentro das perigosas selvas da América do Sul. Enfrente inimigos fortemente armados para concluir missões impossíveis, desde eliminar um traficante inescrupuloso até derrubar as conexões de bases locais em uma rede digital global.

Classes e equipamentos

Tenha acesso a uma grande variedade de opções para decidir o estilo de jogo do seu soldado. Escolha uma classe para determinar suas proficiências, equipar diversas armas para lançar seu poder de fogo e usar muitas outras opções para melhorar os equipamentos do seu soldado.

Escolha suas batalhas    

A dica mais importante que podemos dar para você jogar como Predator é escolher suas batalhas. Se você atirar, cortar e mutilar em todas as oportunidades disponíveis, você será morto a tiros, então assista, espere e ataque apenas quando tiver certeza de que pode fugir. Isso geralmente envolve sentar nas árvores, vigiar os soldados, esperar que um deles se afaste do grupo ou sofrer muito dano da IA ​​inimiga. Quando os jogadores estão preocupados em ativar objetivos ou lutar contra inimigos, este é o momento de atacar. Entre e saia rápido, faça algum dano e depois desapareça na selva.

Use as árvores com moderação

Embora as árvores facilitem muito a movimentação rápida, não confie muito nelas. Os jogadores sabem ficar de olho nas árvores quando se movimentam, então considere vestir sua capa e persegui-las ao nível do solo.

Esconder ao curar

Se você estiver sofrendo muito dano, precisará fugir e se curar. A cura é quando você está mais vulnerável, prendendo-o em uma animação de 30 segundos em que você não poderá se mover ou atacar. Em vez de curar imediatamente, concentre-se em escapar. Você estará vazando uma trilha de sangue muito visível, então lembre-se disso e só cure quando souber que está escondido. Lembre-se também de que, no meio da cura, você soltará um grito alto que pode ser usado para rastrear você.

Use os inimigos da IA

Você pode usar os inimigos da IA ​​para sua vantagem. Se a equipe de bombeiros estiver tentando ser furtiva, atire uma rajada de laser na briga para agitar o inimigo. Você também pode atacar em uníssono com soldados da IA, dando aos seus oponentes mais alvos para atirar.

Acabar o relógio

Em nosso tempo jogando Predator Hunting Grounds, descobrimos que ficar sem tempo é a maneira mais fácil de ganhar. Para fazer isso, ataque os outros jogadores e os atraia a segui-lo até a selva. Isso os afastará de seus objetivos. Se você jogou algumas rodadas e sabe onde os objetivos provavelmente estarão, guarde-os. Tudo o que você pode fazer para acelerar o relógio é fundamental. Abater inimigos também é ótimo para isso, pois o time de fogo precisará seguir para um objetivo adicional de reviver os companheiros de equipe caídos.

Conheça o mapa

Existem apenas alguns mapas em oferta no estado atual do jogo, facilitando o aprendizado de cada um. Existem apenas três ou quatro áreas de acampamento em cada uma delas; portanto, se você conhece a localização delas, pode perseguir com mais eficácia sua presa.

Extração é a hora de sair de casa

Se você falhou em retirar a equipe do firet e permitiu que eles pedissem extração, faça tudo. Isso significa atacar com tudo o que você tem, porque você não tem muito tempo até que eles possam escapar.

Suba de nível o mais rápido possível para desbloquear novos equipamentos

Uma boa dica desde o início é jogar como soldados para aumentar seu nível. Isso ocorre porque o novo equipamento Predator é desbloqueado em torno da marca do nível 12, e isso pode fazer muito para melhorar suas chances. Certifique-se de atribuir essa nova engrenagem no menu de carregamento.

Slam Attack

Se você tem bastante poder de sobra e planeja um ataque a um esquadrão bem organizado, use seu ataque slam. De uma árvore, perfure o botão de salto e pule. Ao descer, você pode pressionar R2 para carregar um poderoso golpe que atingirá com força quando você pousar. Esta é uma boa maneira de diminuir a saúde da equipe, pois você pode fugir depois de fazer isso.

Escolha quaisquer retardatários

Algo que você sempre deve estar atento é quando jogadores solitários se aventuram, longe do resto de seu time. Um único jogador é um jogo absolutamente justo, então faça o máximo e derrube-o. Você pode até usar o corpo deles para atrair os outros jogadores.

Alimente-se da vida selvagem

Algo que você talvez não saiba é que pode matar e comer as criaturas de javalis que vagam pela selva. Este é um método de cura muito mais rápido e silencioso, por isso, se você precisar de uma recarga rápida, vá caçar alguns porcos.

Assista sua mira

A principal maneira de revelar sua posição é através da mira do laser. É um feixe de luz vermelho brilhante e pode ser usado para identificar sua posição exata. Apenas dispare quando estiver pronto e desligue-o assim que puder.

XP

Cada jogo dura no máximo 15 minutos e quanto mais tempo você jogar, mais experiência vai conseguir. Os pontos de XP são a principal moeda do game e permitem liberar classes, armas e equipamentos melhores para os soldados e o Predador, além de itens cosméticos.

Com isso em mente, a dica é sempre tentar prolongar ao máximo o game, evitando confrontos diretos com o Predador logo de início, que podem ser fatais. A estratégia de durar mais tempo vale não apenas para quem joga de soldado, mas também para o monstro. Enquanto os humanos devem aproveitar o tempo realizando os objetivos das missões, o carrasco pode ganhar experiência abatendo inimigos da IA, se escondendo perto dos rivais e assassinando alguns dos jogadores, que podem ser revividos com a chamada de reforços.

Use a lama

Para quem está jogando de soldado, a principal dica para se garantir no game é se inspirar no Arnold Schwarzenegger e se encher de lama sempre que possível. A mecânica inspirada no filme original do Predador permite que os humanos se escondam dos radares do Caçador Alienígena temporariamente.

Enquanto a solução parece opcional em alguns momentos, considerando que o ambiente é cheio de inimigos e possui momentos que forçam tiroteios, o uso da lama pode ser vital em certos momentos. Durante as missões de reforços, quando o jogador precisa ir para um local distante do objetivo e reviver os companheiros caídos, o recurso pode ser essencial para despistar o Predador, que conta com um sensor térmico e a habilidade de subir em árvores.

Vale destacar que o game também conta com vantagens e uma classe que dão vantagens para a lama. Para quem gosta de um estilo de jogo mais furtivo, pode ser uma boa pedida.

Preste atenção nos sons

Já para o lado do Predador, a principal dica é ficar com os ouvidos atentos. O sensor térmico do Caçador Alienígena conta não apenas com o rastreamento visual, mas também com uma barra na esquerda com mapeamento de som, que capta as conversas entre os inimigos e o barulho de alarmes.

Além disso, a visão térmica também capta explosões e tiros durante o disparo. Quando os jogadores estão cobertos de lama, essa é a melhor forma de rastrear os adversários que devem ser abatidos.

A dica de usar o ouvido como guia também vale para os soldados: o Predador faz seus barulhos característicos quando está próximo dos outros jogadores e ao utilizar habilidades como camuflagem. Além disso, o ambiente do game conta com galhos destrutíveis, folhas e pássaros, que podem ser usados como indicativo da posição do Caçador Alienígena.

Apesar de ter diversas falhas visuais, o jogo do Predador capricha no áudio e jogar com fones de ouvido acaba fazendo a diferença em momentos críticos.

Foco

Antes de mais nada, esteja focado em seus objetivos para vencer a partida. Se for o Predador, sua missão é simples — elimine a Fireteam e colete seus troféus. Nada mais importa. Se for a Fireteam, terá objetivos específicos contra a IA que terá de completar para depois escapar com vida e vencer a partida. Você com certeza tem a opção de caçar o Predador para receber mais XP, mas considere o risco e a recompensa, especialmente quando está jogando para ganhar.

Fireteam

Fiquem Juntos, Mas Nem Tanto

Ficar por perto para ajudar um ao outro é imperativo. Se o Predador conseguir atacar alguém, todos podem estar lá para ajudar a afugentá-lo ou para caçá-lo. Uma pessoa cai, duas empurram o Predador para longe enquanto a quarta pessoa revive seu aliado, depois se reagrupam. Ficar muito longe deixa o Predador criar armadilhas com membros derrotados, o que nunca acaba bem. E, claro, ficar perto demais os torna alvo fácil para disparos de plasma em área.

Fique Atento, Atenção no que for Marcado

Se não puder se comunicar via chat, use o sistema de marcação para deixar sua equipe saber o que está vendo. Seja vida, inimigos IA, ou o Predador se movendo pelas árvores. Quando todos podem ver a ameaça, é mais fácil reagir.

Classes e Papéis

Para serem efetivos como uma Fireteam de quatro pessoas, todos devem saber seu papel e os pontos fortes de sua classe. Durante o teste, você poderá escolher 3 das 4 classes que virão com o jogo completo: Assault, Support, ou Scout. Um Scout é ágil e veloz, bom para correr na frente e descobrir itens ou completar objetivos. Sendo uma classe versátil, o Assault pode cobrir o Scout, ajudar a completar missões, lutar contra inimigos da IA, e preparar para quando tudo der errado. Por último, o Support pode carregar mais equipamento para ajudar a equipe, aguentar mais dano em batalhas contra a IA e chamar a atenção do Predador. Uma equipe devidamente estruturada obrigará o Predador a tomar muito cuidado.

Não Pare

Permaneça em movimento. Quando mais alterar sua posição, mais trabalho o Predador terá para encontrá-lo. Se a missão avançar, não fique parado esperando.

Rastreando sua Presa

A ferramenta mais poderosa do Predador para rastrear é seu modo de visão. Usar este modo permite ver distúrbios sonoros (Tiros/Explosões) a enormes distâncias, para chegar até o caos que geralmente está sendo causado pela Fireteam. O Predador também pode usar Target Isolation, uma habilidade com tempo de recarga que envia um pulso de energia para destacar a posição dos membros da Fireteam no mapa.

Uma vez perto, os alvos da Fireteam serão escaneados e marcados para distinguí-los dos NPCs. mas tome cuidado, não dependa apenas deste sistema, já que ele pode ser evitado pela Fireteam quando se cobrem de lama ou usam supressores em suas armas.

Vá Com Calma

Jogue com o tempo a seu favor. Como o Predador, você tem a vantagem de ter apenas um objetivo: matar sua presa. Enquanto a Fireteam tenta passar por objetivos e levas de inimigos, você pode planejar seus ataques e esperar o melhor momento para dar o bote. Se jogar de cara pode terminar com a Fireteam destruindo até o melhor dos Predadores, então espere até que os recursos deles tenham sido gastos um pouco para ter uma chance maior de sucesso. Algumas vezes, cutucar o inimigo à distância durante a partida é o bastante para acabar com seus suprimentos. Além disso, você ganha mais pontos pela sua presa quanto mais eles avançam em sua missão, outro incentivo para esperar antes de atacar.

Referências:

US Gramer, Adrenaline, Blog Playstation, wikipedia.

Ori and the Will of the Wisps

Ori and the Will of the Wisps é um jogo eletrônico metroidvania de aventura e plataforma desenvolvido pela Moon Studios e publicado pela Xbox Game Studios Europe para Xbox One e Windows 10. É a sequência de Ori and the Blind Forest e foi lançado em 11 de março de 2020.

Jogabilidade

Os jogadores assumem o controle de Ori, um espírito guardião branco. Para progredir no jogo, os jogadores têm a tarefa de se mover entre plataformas e resolver quebra-cabeças. Diferente de Ori and the Blind Forest, Will of the Wisps parece confiar em salvamentos automáticos em vez de em links alma colocados manualmente, e o sistema de atualização sequencial do primeiro título foi abandonado por um sistema de fragmentos mais parecido com os encantos de Hollow Knight.

Não tenha medo de morrer

Uma das dicas que é muito importante para Ori and the Will of the Wisps é que você irá morrer muito, mas não precisa se desesperar por isso. A morte no jogo é mais educativa do que punitiva. Ou seja, aprenda com seus erros.

E essa dica fica ainda mais importante nos chefões que são muito difíceis e possuem mais de uma fase.

Saiba a hora de insistir e de desistir

Muitas vezes você irá se deparar com desafios que não sabe se poderá ou não avançar. Ao longo do jogo você ganhará inúmeras habilidades que te ajudarão a passar de certos pontos. Então sempre analise cada desafio e veja se tem ou não tem as habilidades necessárias para passar daquele ponto.

Ao longo de minha experiência com o jogo existiam desafios realmente difíceis que eu fiquei 10/20 minutos para conseguir passar, mas em outros casos, era impossível no momento.

Use seus inimigos como estilingue

Dentre as dicas de Ori and the Will of the Wisps essa talvez seja a mais importante. Uma das primeiras habilidades que você conseguirá, é a possibilidade de utilizar tanto os inimigos somo seus projéteis como um estilingue.

Você pode utilizar eles de três modos: O primeiro é para escalar para chegar a novos pontos. O segundo é devolver esse projétil contra eles. Já o último modo é direcionar esse projétil para destruir algum tipo de barreira.

Você ficará surpreso com o uso dessa mecânica e o quanto conseguirá avançar com ela. E claro, a lógica se aplica na água também.

Fale com todos NPC’s

Algo muito legal no jogo é que ele traz muitos NPC’s. Sempre que passar por eles, perca alguns segundos e fale com eles! Muitos deles irão te apontar dicas e rumores que darão acesso a novas áreas ou desafios. Além disso, você tem uma missão contínua no melhor estilo point and click. Ao longo do jogo você ficará trocando inúmeros itens.

Ori é Metroidvania, explore tudo

Ori and the Will of the Wisps é um jogo de plataforma no estilo Metroidvania, ou seja, 100% do mapa é explorável e muitas vezes será possível voltar e pegar novos itens e habilidades. Então após matar algum chefão ou pegar alguma habilidade principal, volte e de um passeio no mapa.

Com os itens certos será possível evoluir tanto Ori como todo o mundo a sua volta.

Ori mais ativo

Uma das principais modificações deste novo game é que o nosso protagonista agora possui armas. Se em Ori and the Blind Forest, era o espírito da floresta que atacava os inimigos, agora o personagem tem suas próprias armas, como espadas e arco-e-flecha.

De cara, isso faz o personagem muito mais ágil e empoderado. No primeiro game, era comum que se mantivesse certa distância dos adversários para combatê-los. Em Will of the Wisps, não; a ideia é que você realmente vá para cima com tudo.

Carrossel de habilidades

Este e o primeiro ponto estão, de certa forma, interligados. Ori tem muito mais habilidades que tinha no primeiro game da série. Para ter botão para tudo isso no controle, o Moon Studios, desenvolvedor do jogo, adicionou um carrossel de fácil acesso.

Assim, é possível designar 3 habilidades diferentes para os botões Y, X e A no controle, permitindo também ao jogador escolher o posicionamento que preferir para cada uma das habilidades.

Mapa mais recheado

Ori and the Will of the Wisps é um game muito maior que sua primeira versão. De acordo com os desenvolvedores, é possível colocar toda a área de Blind Forest em apenas uma secção deste novo título. Seu mapa é pelo menos três vezes maior que o do game original.

Por conta disso, ele também é mais completo. Agora, há outros animais vivendo na floresta e que trocam informações com Ori. Em uma área aberta do game, há inclusive uma vila em construção com vários outros personagens que vendem itens, habilidades e oferecem missões secundárias.

Mecânica de save

Uma das características mais icônicas do primeiro jogo era a possibilidade de criar um checkpoint em qualquer lugar, gastando um ponto de espírito para isso. A função dava um dinamismo bem especial para Ori, mas não está nesta continuação.

Segundo os desenvolvedores, o motivo é que, embora diferente, a mecânica não foi bem aceita pelos jogadores. Como cabia ao usuário sempre salvar o próprio jogo, não era incomum esquecer desse ponto e ter de voltar para um ponto muito distante quando se morria. De acordo com os desenvolvedores, isso gerava uma certa frustração que eles queriam evitar.

Com isso, agora o game cria checkpoints automáticos antes de grandes ameaças.

Itens passivos

Uma última nova característica de Ori and the Will of the Wisps são as habilidades que seu personagem pode ter com fragmentos encontrados e comprados. De forma muito semelhante aos pingentes de Hollow Knight, o jogador pode equipar três diferentes de uma lista de dezenas.

Eles oferecem habilidades passivas tais quais um ponto a mais de vida, fazendo com que inimigos derrubem mais dinheiro ou deem mais ataque e defesa a Ori. Como o personagem tem uma mecânica de batalha mais complexa, esse elemento cria uma camada a mais para a aventura, permitindo que você refine sua gameplay.

Ache o Ímã no início da jornada

Logo no início da aventura, você terá a chance de encontrar a sua primeira habilidade passiva, o Ímã. Ela é a responsável por atrair os orbs derrubados pelos inimigos derrotados, que de outra forma se comportam como bolas e podem cair em áreas inalcançáveis, como espinhos ou água venenosa.

Durante a exploração de boa parte do jogo, o Ímã vai estar sempre na sua lista de habilidades, então não deixe de procurá-lo, ou terá dor de cabeça para conseguir os prêmios por derrotar os seres da floresta.

Procure portais

O mapa de Ori and the Willl of the Wisps é massivo, com dezenas de caminhos para serem tomados e muitas áreas para serem exploradas. Embora o Ori seja rápido e com algumas habilidades consiga cortar mapas em questão de minutos, ir de uma ponta a outra do mapa é cansativo e pode minar sua vontade de explorar. Para isso existem os portais.

Normalmente, cada região do jogo possui o seu portal, que serve para curar a sua vida antes de batalhar com um chefe e também para se teletransportar. Se não encontrou o portal do local onde você está, procure um pouquinho mais porque vale a pena.

Faça builds para cada situação

As habilidades passivas podem ser trocadas a todo o momento, o que abre um leque de opções para lidar com cada situação que o jogo oferece. Enfrentar os desafios de um altar de combate, por exemplo, exige apenas foco nas habilidades que te auxiliam enquanto luta. Já os desafios de corrida exigem habilidades de travessia.

Tendo isso em mente, alterne a sua build para cada situação e até mesmo para cada região. Existem habilidades que garantem dano extra em inimigos voadores, ideal para lidar com mosquitos e abelhas gigantes. Há habilidades específicas para orbs, o que aumenta o número deles derrubado por inimigos. Dá para fazer uma build inteira focada no ganho dessas bolinhas se for seu foco no momento. E claro, existem diversas habilidades que ajudam a explorar o mundo e superar os desafios de plataforma, desde as que grudam em paredes até as que garantem um terceiro pulo no ar.

O mesmo vale para as habilidades ativas, que podem ser trocadas até mesmo durante o combate. Ao surgir novos inimigos, troque para o arco ou para a recuperação de vida. É possível inflamar os adversários ou usar uma corda de energia para chegar até eles.

Para ter um bom estoque de opções, compre mais habilidades no hub do jogo e invista na melhoria das que você utiliza mais. Para poder usar usar mais habilidades passivas, complete os cinco altares de batalha, que garantem um espaço extra cada. Misture as habilidades para descobrir novas possibilidades e coloque na receita as ativas que você também encontra pelo mapa, o resultado será muito mais eficiência e também diversão.

Escolha o Domínio de Baur primeiro

Após a primeira parte do jogo, você poderá escolher uma das três próximas regiões para explorar e completar o objetivo da aventura. Dentre as escolhas, existe uma ordem que vai garantir bem menos dor de cabeça.

A sua escolha mais sensata será ir para Domínio de Baur primeiro. Além dele não ser o mais difícil dos três, a habilidade conseguida aqui ajuda bastante em outra região, Lagos de Luma. O Pântano Tinteiro pode ficar por último por conta da dificuldade. Completando as outras duas, você chegará lá bem mais preparado.

Algumas habilidades são essenciais

Algumas habilidades vão te ajudar bastante a progredir no jogo sem ter dores de cabeça. Dentre os principais desafios do jogo, as plataformas são as que no fim mais exigem, mesmo com o combate cheio de inimigos perigosos.

Para conseguir atravessar a maior parte dos locais sem ficar escorregando pelas paredes, uma habilidade passiva importante é o Grudento (Sticky Shard). Com ela você faz o que o nome diz, literalmente vai grudar nas paredes. Ter um tempo para pensar entre uma sessão e outra de pulos é essencial e grudar em alguns locais significa mais precisão e menos repetição.

Outra habilidade essencial que você pode conseguir é respirar embaixo d’água. Essa habilidade pode ser conseguida por apenas 500 orbs no hub do jogo, aquela cidade que você ajuda a restaurar utilizando fragmentos. Procure o NPC que parece um mago de chapéu azul e compre a habilidade chamada Sopro de Água.

O pulo triplo, conseguido no mesmo local da respiração embaixo d’água, custa caro, mais de dois mil orbs, mas compensa demais. Deve ser, inclusive, uma das primeiras compras que você vai fazer. Ele abre um leque de novos locais para explorar e vai facilitar muito a encontrar as melhorias de vida e energia, essenciais para o combate.

Entre as ativas, as armas são as mais importantes, já que abrem novas possibilidades de luta. O martelo é o mais importante das compráveis, já que vai facilitar demais a vida na hora de combater os inimigos com armaduras pesadas.

Competências

À medida que avançamos no jogo, descobrimos que as habilidades com cogumelos de maior prioridade, entre elas estão o salto duplo, o equilíbrio da parede, o golpe e muito mais, a maioria delas será automática, quando obtida, absorvendo o À luz das árvores antigas, podemos usá-las instantaneamente pressionando A duas vezes para o salto duplo ou a RB correr, mas em outras, como a do nosso ataque principal, será necessário fazê-lo manualmente, anexando-o a um botão correspondente. pressione o gatilho direito para acessar o menu de habilidades, depois mova a alavanca para escolher a que deseja equipar e pressione para ativar.

Compre mapas, faça missões secundárias

O universo de Ori está maior do que nunca. Em Will of the Wisps você vai encontrar missões secundárias aos montes, espalhadas pelas enormes regiões do mapa. Para conseguir explorar cada lugar e não deixar nada para trás, sempre encontre o vendedor de mapas, chamado Lupo. Esse carinha desbloqueia todo o desenho da região, incluindo as áreas que você não visitou. Elas ficarão em cinza, só esperando você passar pulando pelas plataformas em busca das recompensas.

No hub do jogo você também pode encontrar o Lupo e comprar as marcações para itens importantes. Por dois mil orbs, por exemplo, você pode revelar a localização de todas as melhorias de vida espalhadas pela floresta.

Durante a exploração você também encontrará as missões secundárias. Fazê-las é altamente recomendável, já que garantem itens únicos e ótimas recompensas. Se encontrar NPCs pelo caminho, converse com eles. Alguns contam rumores que levam para locais escondidos, como os desafios de corrida ou combate.

O caminho da história é seu amigo desde o início

Enquanto algumas missões secundárias lhe proporcionam melhorias ou até outras habilidades únicas, o núcleo da principal progressão do jogo permanece em seu caminho principal. Você ganhará as habilidades necessárias para encontrar essas missões secundárias igualmente, tornando-as essenciais. Você não precisa apressar o jogo, mas pelo menos no primeiro trimestre, recomendamos evitar qualquer um dos bandidos (é assim que os chamamos, profissionalmente) e focar no caminho principal. Se fizer isso, você terminará com Spirit Edge , Double-Jump e Dash – todos os quais serão necessários a partir de um nível básico para começar a acessar diferentes partes de cada bioma.

Não há problema em cultivar Spirit Light

Depois de abrir a capacidade de Fast Travel , uma das suas melhores apostas para se armar com habilidades e habilidades é ganhar Spirit Light – essa é a economia do jogo que você gastará com amistosos em todo o mundo. As fontes de luz espiritual reaparecem em cada viagem rápida e, muitas vezes, no próprio mundo, se você estiver longe delas por tempo suficiente. É caro comprar as coisas que você precisa em Ori e na Vontade dos Wisps, mesmo que todo mundo esteja contando com você para ajudá-los, então é melhor rotular esse sistema da melhor maneira possível. Você não quer ser um Espírito sem <strike> moeda </strike> Spirit Light, agora quer?

Estes fragmentos espirituais são seus amigos

Pegue-os o mais cedo possível. Eles ajudarão na travessia e descoberta.

O jogo não faz o melhor trabalho para explicar que algumas dessas atualizações realmente forjam seu próximo caminho…

Sticky – você descobrirá rapidamente que Ori pode continuar pulando na mesma parede para manter a posição, mas é precário. Depois de comprar o Sticky, não há necessidade de continuar pulando na parede; você acabou de subir. No entanto, esteja ciente de que o Sticky pode colocá-lo em situações difíceis onde você deseja sair da parede imediatamente. Mesmo assim, os profissionais superam qualquer contras.

Secret – Este jogo é cheio de segredos. A compra desse brinde significa que você gastará muito menos tempo pesquisando o ambiente e potencialmente consumindo energia ou saúde com base nos impedimentos ao seu redor. Além disso, você encontrará ofertas super úteis por toda parte.

Ultra Bash – O jogo não faz o melhor trabalho para explicar que algumas dessas atualizações realmente forjam o seu próximo caminho. Na forma de Ultra Bash, que permite que você rompa rochas e paredes, essa é uma ferramenta sempre importante de se ter. Também causa sérios danos e danos de um tipo AOE. Faça isso o mais rápido possível e você estará nadando em recompensas.

Fale com Grom e construa Clareiras de Poço o mais rápido possível

Grom é um construtor de mestres e é um retrocesso para a corrida de Goron na série Legend of Zelda . Ele não quer nada além de construir a comunidade Wellspring , ajudar os Moki e ver o mundo ao seu redor mudar para melhor. Gentrificação à parte, ele está lá apenas para o bem; a ressalva é que seu fornecedor de minério de Gorlek não está à vista. Nem mesmo atendendo o telefone. Mas o Gorlek Ore está em todo lugar … escondido. E ele está preso no canteiro de obras, o que significa que você assumirá uma tarefa de mineração e entrega. Mas, construir essa comunidade o mais rápido possível pode obter recompensas sérias. Portanto, essa habilidade “secreta” que mencionamos acima, bem, agora é ainda mais importante.

Oferecer boas ofertas

Visite Opher com frequência e pegue as habilidades que ajudam e ampliam seu estilo de jogo. Ori é lindamente projetado, pois cada ambiente além do escuro oferece um meio de progressão. Especificamente água. No início, se você não tiver a habilidade Respiração Aquática , que pode ser comprada, precisará usar as bolhas ou bolsões de ar fornecidos pelo Sonic para progredir, mas com os inimigos ao seu redor, sua janela de sobrevivência é pequena. Obtenha isso e você encontrará inúmeras partes do mundo que você nem imaginava que existiam e, quando você corre para debaixo d’água, ter a capacidade de combater os inimigos submersos ao seu redor é apenas um bônus, dado que o sucesso significa que ambos não estão mais lá , mas também que você tem Espírito Luz .

Pense no Bash ofensivamente ao lado do Traversal

Bash é uma das maneiras mais legais de percorrer o jogo. Também é uma maneira necessária de percorrer, por isso é fácil ser pego na direção dessa seta. Mas é fácil esquecer que há um lado ofensivo na habilidade. O que você quer pular, há uma força traseira adicionada a ele. Isso significa que usar projéteis inimigos contra eles é uma boa maneira de economizar energia, mas esteja igualmente ciente do que essa troca significa no escopo de onde sua flecha está direcionada. A última coisa que você quer é um acerto crítico em um inimigo, resultando em um arremesso de espinhos matadores de espíritos.

Dicas finais

Explore e evolua bastante o Hub do jogo, além de encontrar a maior parte das missões secundárias, você também conseguirá boas melhorias para o Ori.

Gaste seus orbes com as armas extras. O martelo, por exemplo, pode quebrar algumas plataformas no chão que bloqueiam seu avanço para áreas secretas.

Completar corridas dá mil orbes cada. Faça todas.

Referências:

Xbox Play, Ultima Ficha, Red Bull, Canal Tech, Uol, wikipedia.

Albion Online

Albion Online (AO) é um MMORPG de fantasia medieval desenvolvido pela Sandbox Interactive, um estúdio baseado em Berlim, Alemanha. Durante os estágios beta de desenvolvimento, os jogadores puderam comprar “Founder’s Packs” para obter acesso aos testes beta fechados que foram executados de forma intermitente pela Sandbox Interactive, geralmente após um intervalo de alguns meses de desenvolvimento. Esses pacotes do Founder não estão mais disponíveis desde o lançamento do jogo completo. O Albion Online removeu seu modelo free-to-play por várias razões em 30 de dezembro de 2015.

Desde o seu lançamento em 17 de julho de 2017, Albion online agora oferece uma seleção de “Starter Packs”, que concedem aos jogadores acesso ao jogo e oferecem uma quantidade variável de ouro para começar. Depois que um jogador compra qualquer um dos pacotes iniciais, ele terá acesso ilimitado ao jogo, sem taxas obrigatórias extras. Os jogadores também podem comprar a associação por um período limitado, sem os benefícios dos pacotes iniciais. A partir de 10 de abril de 2019, o Albion Online passou a ser gratuito para jogar .

O caminho das pedras:

Em algum lugar dos confins do continente oriental de Albion, num lugar desolado de paz oprimido pelas disputas políticas, as histórias de um novo começo se tornam realidade. Era a hora de escrever a história de um novo herói.

Bem-vindos, Aventureiro. Você chegou ao lugar certo — e ao jogo certo. Albion Online é um MMORPG medieval da Sandbox, projetado inteiramente com o objetivo de proporcionar uma vivência equilibrada e desafiadora. Do desenho de animação simplista, mas cheio de impacto, até a abordagem minimalista do estilo de arte esteticamente agradável, o jogo exige atenção.

Dito isso, estou aqui hoje para fornecer-lhe algumas orientações sobre a linha de conduta inicial ao dar os primeiros passos no mundo de Albion. Comecemos com a primeira coisa que se pensa naturalmente ao conectar no jogo: o Painel do Destino.

O Painel do Destino: ponto central da progressão

Ao entrar no jogo pela primeira vez, você notará que não há ninguém para dar uma missão nem NPCs para direcionar a sua jornada. Não se preocupe: isso é intencional. Em Albion Online, você escreve a sua história e determina o próprio caminho. No entanto, o Painel do Destino está disponível como um sistema de apoio para ajudar a definir melhor quem você deseja se tornar como jogador. A primeira coisa que você deverá fazer é abrir o Painel do Destino; para isso, aperte a tecla de atalho “N”.

Sim, a princípio, o painel do destino parecerá muito complexo, mas não desanime: só serão necessários alguns momentos para perceber que se trata de algo mais coerente do que parece. Ele será o seu guia tácito da progressão de personagem em Albion, acessível a qualquer hora e de qualquer lugar. Você começará a progressão no painel do destino assim que se conectar. Depois de fechar o painel do destino, veja a parte inferior central da tela. Lá estarão as tarefas iniciais do painel do destino que você deverá concluir para começar a sua jornada. 

Agora que você já compreendeu o estilo básico de progressão e começou a sua jornada em Albion, falemos sobre as primeiras tarefas em que você deverá se envolver.

O começo da jornada

Ao chegar às praias da costa de Albion, você poderá se direcionar a três lugares: o Cruzamento Oeste, o Cruzamento Central ou o Cruzamento Leste. Se você planeja começar a sua jornada com um acompanhante, a viagem entre cada cidade inicial é um processo bem simples. Para isso, fale com o Planejador de Viagem localizado nas docas de cada cidade inicial. É possível viajar entre cada cidade inicial… por uma pequena quantia, é claro (achou que ia sair assim, de graça?).

Antes de fazer alguma coisa, abra o correio, localizado na parte superior da tela. Além de itens de vaidade que o Pacote de Fundador lhe dá, você encontrará também um cavalo e um boi que facilitam o deslocamento pelo mundo de Albion. Porém, atenção: se você entrar nas Zonas Vermelhas e alguém o matar, você poderá ficar sem os seus itens de Fundador, inclusive as montarias.

Como dito anteriormente, a primeira tarefa se localiza na parte inferior central da tela na lista de verificação do painel do destino. Comece a coletar as pedras e troncos iniciais e mate os inocentes coelhinhos para o seu bel-prazer! Não se esqueça de saquear os pelegos de coelho depois de matá-los. É bem útil conseguir mais dos recursos que você coletar, pois cada um deles é útil de alguma maneira.

Depois de concluída a tarefa inicial de coletar recursos, é hora de criar os primeiros itens: ferramentas de coleta e armas. Vá até o primeiro NPC que você encontrar no jogo, no meio do mapa, que lhe fornecerá a bancada necessária para criar os equipamentos e as ferramentas iniciais. Comece as suas primeiras criações!

Produção ilimitada

Agora que você está com os recursos no inventário, poderá fazer suas primeiras ferramentas e armas. As ferramentas de coleta são um componente imensamente importante do sistema de produção de Albion Online, pois elas permitem coletar recursos de grau mais elevado que produzem, portanto, armas e armaduras mais fortes.

Os recursos são apresentados em oito graus. Cada grau é gradativamente mais difícil de encontrar no mundo aberto, pois a escassez de recursos é um fator muito tangível no mundo de Albion. Só o melhor dos melhores conseguirá manter o grau mais alto de equipamentos, portanto vale ressaltar que se trata de um mundo bem competitivo. Será necessário ter as ferramentas do grau adequado para coletar recursos do mesmo grau. Dito isso, tenha sempre as ferramentas à mão se você planeja coletar e produzir o próprio equipamento. Tendo em mente que você planeja ser o melhor dos melhores, comece a criar suas ferramentas de grau 1. Esse será o seu primeiro passo para atingir o objetivo máximo de desbloquear o grau 8. Com suas ferramentas à mão, colete madeira, pedra e pelegos (ou use os adicionais que você coletou anteriormente) para criar as primeiras armas e armaduras em Albion.

Sistema sem classes: você é o que você usa

Para produzir a espada, o escudo e a armadura de couro, vejamos novamente o painel do destino. Embora você esteja empunhando uma espada e um escudo no momento, é importante notar que, assim que você adquirir fama o suficiente (leia-se “experiência”) para progredir para armas e armaduras de grau 2, suas opções de equipamentos tornam-se ilimitadas. Isso porque a abordagem de Albion Online quanto à progressão de personagem não confina o jogador a uma função específica, ao contrário: ela lhe permite criar o personagem e o estilo de jogo de sua preferência.

Em poucas palavras: você é o que você usa. Um dia você pode jogar como um mago de fogo que usa roupas de tecido e ataques pirofóricos que incendeiam os inimigos. Outro dia, no entanto, você pode ser um tanque totalmente blindado com armadura para proteger os aliados de levas de mortos-vivos nas masmorras de Albion. Tudo isso é possível com um personagem.

Alinhada com a natureza simples do design de Albion está a simplicidade do sistema sem classes. Quando você se equipar com uma armadura ou uma arma, notará que, do lado direito da tela, novas habilidades estarão presentes. Se você se equipar com um tipo diferente de armadura ou arma, verá que essas habilidades mudaram. Exatamente: você é o que você usa. O uso dos três tipos de armadura resultará em diferentes habilidades e um estilo de jogo totalmente novo e revigorante em cada mudança. Isso abre uma porta para a infinita teoria da produção. O único fator limitante é o grau de inventividade que você se permitirá, criando assim um estilo de jogo que define você como jogador.

Agora que estamos num ponto em que você começou a entender o painel do destino, a progressão e o sistema sem classes de Albion Online, é hora de pegar no correio o seu equipamento exclusivo de grau 3 e também o cavalo ou o boi — se estiverem incluídos no seu Pacote de Fundador — e partir para a aventura em mundo aberto.

Olhe por onde anda

Como novo jogador, é importante compreender que novos desafios se apresentam ao longo do caminho. Há uma curva de aprendizado para sobreviver em Albion Online, pois trata-se de uma das características essenciais do jogo. Daremos algumas dicas para garantir que você tenha uma vivência memorável e agradável.

Para começar, é importantíssimo entender o sistema de zonas de Albion Online. Há quatro tipos de zona, cada um com novos desafios e oportunidades desafiadoras. Para reconhecer cada tipo de zona, aperte a tecla de atalho “M” e abra o mapa múndi. Elas se coordenam por cor com base no tipo de zona e, portanto, dos riscos envolvidos.

Variação de zonas: risco x recompensa

Zonas verdes

A primeira das quatro é a zona verde. É o tipo de zona em que você se encontra — a única zona totalmente segura em Albion. Nessas zonas encontram-se recursos de grau 1 a 4.

Você estará seguro portando seu equipamento e suas montarias de fundador por essas zonas, pois há muito poucos perigos além dos primeiros mobs que matará em mundo aberto. Se você morrer numa zona verde, não se desespere, pois você só cairá momentaneamente e sofrerá uma perda de durabilidade em vez de realmente morrer e perder todo o equipamento.

As zonas verdes são lugares perfeitos para começar as primeiras aventuras PvE (jogador contra o ambiente) em Albion, portanto use o seu tempo para aprender os detalhes de combate e coleta de recursos nessas zonas. Se você vier a morrer nas zonas verdes, não se preocupe! Os espectadores rirão com você no processo.

Zonas amarelas

A seguir, temos as zonas amarelas. Lá encontram-se recursos de grau 3 a 5, além de uma pequena quantidade de grau 6. Será a primeira zona em que poderá realmente encontrar PvP (jogador contra jogador) em Albion Online. No entanto, assim como nas zonas verdes, se você morrer numa zona amarela, cairá momentaneamente e sofrerá uma perda de durabilidade em vez de soltar todos os itens. Portanto, você se sentirá relativamente seguro se portar o equipamento de Fundador por zonas amarelas.

A única diferença é que, nelas, você deverá ficar de ouvido em pé e preparar-se para ocasionais jogadores furtivos que tentem matá-lo. Isso é possível se você sinalizar PvP. Para sinalizar-se como hostil, clique no ícone de “escudo” próximo à barra de pontos de vida. Só se sinalize se realmente estiver procurando PvP. Se você ficar sem sinalização, terá um bônus de amigável que ajudará a defender-se dos que possam atacá-lo.

Seja você um pacifista ou um matador, é importante manter-se alerta e preparado para os poucos perigos que uma zona amarela oferece.

Zonas vermelhas

Em terceiro, as zonas vermelhas. Nessas zonas, espera-se encontrar recursos de grau 4 a 6. É aí que a adrenalina começa a correr, quando se percebe que a relação entre risco e recompensa começa a fazer a diferença no jogo.

Se você morrer numa zona vermelha, não há como voltar: todos os itens do personagem cairão como espólios ao vencedor. Se você planeja entrar nas zonas vermelhas, aconselho depositar num banco os itens de Fundador, inclusive o cavalo e o boi, pois com certeza você não quer ver esses itens saqueados tão cedo no jogo! Nessas áreas não há bônus de jogador amigável: todos estão dispostos a jogar em PvP.

Se você entrar mesmo em zonas vermelhas, esteja totalmente ciente dos riscos e recompensas que o aguardam. Se você matar um jogador, todo o saque é seu — e vice-versa, caso algum jogador o mate.

É importante ter em mente que Albion Online apoia todos os que quiserem jogar individualmente. Quando houver mais de 10 inimigos próximos numa zona vermelha, eles aparecerão no minimapa como bolinhas vermelhas. É um alerta de perigo certo, um sinal que pode ser a oportunidade para você escapar de uma luta indesejada a menos, é claro… que você queira ser o herói!

Zonas pretas

Por fim, temos as zonas pretas. Lá os jogadores encontrarão recursos de grau 5 a 8. É o ômega de todos os tipos de zonas e, de longe, a mais perigosa (e recompensadora) de todas. Como nas zonas vermelhas, se você morrer numa zona preta, soltará todos os itens do inventário, inclusive os equipados. Não há bônus de jogador amigável e nenhum indicador de perigo no minimapa, nem nada que o ajudará além de coragem e mérito. Quando você chegar ao ponto de entrar em zonas pretas, estará pronto para o mais alto nível de competição em mundo aberto que Albion tem a oferecer. 

Tenha em mente que diferentes graus de mobs estarão presentes pelo mundo de Albion! Da mesma forma que ocorre com os graus de itens, os mobs em Albion funcionam de forma semelhante. Eles se apresentam em oito graus progressivos de dificuldade e raridade. Os mobs mais fáceis estarão nas zonas verdes e os mais desafiadores nas zonas pretas. 

Ao compreender os diversos tipos de zona e a proporção entre risco e recompensas em cada uma, você terá um entendimento sólido de quando e como se aproximar de cada zona, sabendo dos riscos que você está disposto a enfrentar. Mesmo depois de ter chegado tão longe, ainda precisamos falar de um assunto importantíssimo. É o assunto que testará toda a sua dedicação, integridade e experiência geral no Albion Online: entrar numa guilda.

Guildas e disputa por território

Embora seja possível jogar individualmente em Albion Online, recomendamos entrar numa guilda que se alinhe com seus objetivos e aspirações no jogo. Fazer parte de uma guilda aumenta em muito o prazer de jogar Albion Online. A maior parte da ação em Albion ocorre entre guildas rivais que buscam dizimar as adversárias. Você pode se perguntar: como as guildas podem se enfrentar fora do mundo aberto PvP? A resposta nos leva ao próximo tema: batalhas Guilda contra Guilda.

Guilda x Guilda

Guilda x Guilda (GvG) em Albion Online é onde os mais corajosos se enfrentam em disputas de 5 x 5 por controle de território. É um sistema complexo. Em poucas palavras, as guildas podem reclamar o domínio de territórios e acumulam grandes quantidades de terra no mundo de Albion. Nos territórios adquiridos, as guildas podem edificar uma grande variedade de construções para refinar materiais, produzir equipamentos, cultivar a terra e ter acesso a mais armazenamento. Uma guilda rival pode desafiar a guilda ocupante, roubar-lhe a terra e reivindicá-la como sua, inclusive a infraestrutura nela construída.

Se você jogou algum MOBA recentemente, estará familiarizado com a natureza da competição GvG em Albion e não terá problemas em participar e sair-se bem na disputa! É um destaque no PvP em Albion com muita adrenalina envolvida. É um excelente motivo para fornecer conteúdo de transmissão para seus espectadores.

Quanto aos nossos jogadores solo e em pequena escala, não se preocupem! Vocês ainda poderão ter um pedaço de terra em Albion Online sem o medo de perdê-lo para uma guilda mais forte. Trata-se do nosso sistema de Ilha do Jogador.

Ilhas de jogador: terra para todos

Em Albion Online, as Ilhas do Jogador foram projetadas como uma transição para a propriedade de terras, mas os menos capazes de manter territórios conquistados! Por um preço módico, todos podem comprar uma ilha de jogador em qualquer uma das cidades principais de Albion. É possível aprimorar a ilha do jogador em 6 graus, cada um com mais espaço de terra que o grau anterior. Claro, quanto mais espaço de terra, mais lotes para construir.

O principal é que a Ilha do Jogador é totalmente particular e acessível somente para o proprietário e para os visitantes autorizados. A ilha não pode ser conquistada. Ela pertence e sempre pertencerá ao jogador.

Para o alto e avante!

Se você chegou até aqui no nosso guia, está pronto para transitar pelo mundo de Albion Online num ambiente descontraído. Há muito conhecimento para adquirir durante o jogo, mas não se desanime! À medida que você faz a sua história no mundo aberto, tudo passará a fazer sentido. Siga o painel do destino, determine o seu estilo de jogo, fique atento à sua localização e — o mais importante — entre numa guilda! Lembre-se: Albion é um jogo projetado para ser simples, mas com todos os detalhes necessários para oferecer uma vivência inesquecível!

Economia conduzida por jogadores

O jogador constrói o próprio destino!

Seja um conjunto de armadura poderoso, um bastão mágico ou um conjunto de ferramentas robusto – todos os itens são forjados pelos jogadores, assim como a economia é conduzida pelos mesmos!

Além disso, o jogo possui ainda um sistema de ilha pessoal, que fica fora do mundo, ou seja, na costa de Albion onde você pode construir e manter uma fazenda, inclusive com cultivo e animais e um conjunto totalmente novo de construções.

Assim você pode gerar comida e abastecer os esforços de guerra da sua guilda ou vende-los no mercado para obter lucro!

Personalização do personagem

Para criar o personagem perfeito, você precisa conhecer os diversos caminhos pelos quais seu destino pode levá-lo. É aí que entra em cena o Painel do Destino! Ele mostra tudo o que você é e o que poderia ser — e não é pouca coisa!

Durante o seu progresso você pode mudar de ideia e reaver suas escolhas! O que torna todo o processo por si só muito divertido e abre margem para bastante experimentação!

Esqueça o que conhece de outros MMOs. Não há classes em Albion Online, ou seja, não há restrições de equipamentos. Experimente projetar e criar seu próprio estilo — no Albion Online, você é o que usa! (Frase está que foi usada como marketing do jogo!)

Uma base de jogadores robusta

Com aproximadamente 30.000 usuários ativos por mês jogando em um único servidor gigante, o mundo de Albion está em constante estado de movimento. Com uma ampla gama de atividades em grupo disponíveis, seu próximo mergulho em masmorras, ataque avançado ou batalha de mundo aberto está sempre à mão.

Conteúdo sazonal

No ano passado, foi introduzido as temporadas GvG e o Desafio do Aventureiro mensal. Estes oferecem recompensas exclusivas, desde montagens poderosas a roupas e móveis exclusivos, até Fama e Prata.

Referências:

Albion Online, Gamers News, wikipedia,

Shadowgun Legends

Shadowgun Legends é um videogame de tiro em primeira pessoa para celular, desenvolvido e publicado pela Madfinger Games para dispositivos Android e iOS, lançado em 22 de março de 2018. É a terceira parte principal da série Shadowgun, uma sequela do Deadgone original de Shadowgun e Shadowgun, ambos os jogos premiados múltiplos de 2011 e 2012, respectivamente. Foi lançado em 22 de março de 2018. Apareceu na Google Play Store em 21 de março de 2018.

O jogo consiste em mais de 200 missões de campanha para um jogador e vários modos de jogo para vários jogadores, como Duelo, Ascendência, Eliminação, Masmorras (Blade Dancer, Brothers of Fire, Voltaic Fist, Hive Mind), Arenas (Bronze Arena, Silver Arena e Gold Arena).

História

Em Shadowgun Legends, a humanidade foi chutada para fora do planeta Terra. Os seres humanos foram destruídos como maconheiros destroem um prato de nachos (palavras do próprio game). O planeta foi perdido em um piscar de olhos.

Você entra para um grupo de mercenários especiais, os Shadowguns. Liderados por John Slade (o protagonista do primeiro jogo, lá de 2011), este grupo vai ajudar a raça humana a combater terríveis invasores especiais em colônias nos confins do espaço (tudo por dinheiro, claro!).

Gameplay 

Shadowgun Legends é um jogo de tiro em primeira pessoa com elementos de RPG e MMO. No início do jogo, o jogador cria um Shadowgun, soldado masculino ou feminino do grupo homônimo. O jogador é então movido para a base principal de todas as Shadowguns, o Hub. Lá, o jogador pode acessar várias missões dadas por NPCs, bar no jogo, cassino, lojas e missões multiplayer.

Os jogadores progridem completando missões dadas. As missões podem fazer parte de uma campanha de histórias ou de uma das missões secundárias. Cada missão completada recompensará os jogadores com pontos de experiência e permitirá mais progresso.

Ameaça alienígena

No mundo futurista de Shadowgun Legends, a humanidade está sendo ameaçada por uma raça alienígena chamada Torment, que vem de um local desconhecido da galáxia. Após uma série de ataques nas colônias terráqueas pelos invasores, a raça humana está em constante conflito intergalático. A última linha de defesa são os Shadowguns: heróis lendários que tentam proteger a humanidade da extinção. O jogador controla um novo recruta Shadowgun com grande potencial para mudar os rumos da guerra.

Gráficos e efeitos de ponta

Os gráficos do jogo são de alta qualidade. Os efeitos de Shadowgun Legends impressionam e podem ser comparados aos jogos de computador e console do gênero. Todas as estruturas e ambientes de jogo são muito bem delineados. No entanto, os requisitos para rodar o jogo sem problema são altos. É preciso de, no mínimo, 2 GB de memória RAM e Android 6.0 ou iOS 9.0 para conseguir aproveitar Shadowgun Legends sem maiores problemas. Há também a possibilidade de ajustar as qualidade gráfica de acordo com o seu dispositivo nas configurações.

Controles e jogabilidade

Shadowgun Legends possui jogabilidade simples, com controles que podem ser modificados nas configurações. A movimentação do personagem é realizada deslizando o dedo no lado esquerdo da tela em todas as direções. A câmera pode ser controlada deslizando o dedo pelo lado direito da tela. É possível ainda ativar os ícones para os botões virtuais nas configurações.

Os disparos podem ser configurados para acontecerem automaticamente assim que o jogador mira em um inimigo. Se preferir, é possível desativar essa função e continuar com os disparos manuais, como na maioria dos FPS.

Combate interplanetário

Inicialmente apenas o modo singleplayer baseado em missões estará disponível. As quests principais ficam no NPC (personagem não-jogável) Slade, na tela principal do jogo. O player ganha acesso a novos planetas com novos cenários de combate conforme completa as missões da história. É necessário que o jogador iniciante complete alguns objetivos neste modo para ganhar experiência e desbloquear os modos PvP (jogador contra jogador) 4v4 e 1v1.

Aprenda sobre cada tipo de arma

Assim como em praticamente todos os jogos de tiro atuais, Shadowgun Legends conta com uma variedade grande de armas. Cada uma é enquadrada em um tipo específico, tem pontos fracos e fortes e deve ser usada em determinadas situações. Segue, abaixo, uma explicação sobre os principais tipos de armamento e seus melhores usos:

Pistols: as pistolas são armas bastante versáteis e, por isso, é importante sempre ter uma na bolsa. Elas são muito efetivas em combates de curta distância. Para inimigos que estão longe, porém, elas não são as mais recomendadas;

Sniper Rifles: as sniper rifles são as melhores armas para combates a longa distância. Em Shawdowgun Legends, elas podem ser boas opções para serem usadas em chefões;

Shotguns: as shotguns, ou espingardas, são armas com alto poder de fogo. Entre as armas primárias, elas são as que mais causam dano. As shotguns devem ser usadas preferencialmente no combate a curta distância;

SMG: as SMG, ou submetralhadoras, são armas que não causam tanto dano, mas compensam pela alta velocidade nos disparos. Elas são efetivas para combates a curta e média distância;

Assault Rifles: os rifles de assalto são equipamentos que causam um bom dano. Eles servem para combates em curta e média distância. Em uma troca de tiros a longa distância eles até podem ser usados, mas não são os mais precisos;

Rocket Launchers: os rocket launchers, ou lança-foguetes, são considerados as armas mais poderosas do game. Eles servem para combates a média e longa distância e são efetivos para matar chefões e causar grandes explosões;

Legendary Weapons: as legendary weapons, ou armas lendárias, não são exatamente uma classe separada de armas. Essas armas especiais são mais poderosas do que as normais e podem ser encontradas espalhadas pelo mapa. Na classe das pistolas, por exemplo, existem armas lendárias como a Last Stand, Mother’s Promise e Spectrum.

Treine a mira

Depois de saber sobre cada tipo de arma, é importante treinar a mira em Shadowgun Legends. É preciso se acostumar com questões como a sensibilidade da mira, recuo das armas e cadência dos tiros. Além disso, o game diferencia partes do corpo atingidas por tiros. Ou seja, tiros na cabeça dos inimigos, os headshots, causam cerca de duas vezes mais dano do que em outros lugares. Além de matar mais rápido, as mortes por headshots dão mais pontos de experiência ao final das missões. Essa dica deve ser usada mais no modo campanha do que no PvP.

Aprenda sobre lugares com item para farm

Shadowgun Legends tem diversos mapas com pedaços de itens espalhados. Estes itens podem ser transformados, ou “farmados”, em armaduras, por exemplo. Dois mapas que possuem bastante fragmentos são a Silver Arena e Mind Hive. Uma missão no primeiro pode durar cerca de 15 minutos, enquanto a no segundo pode durar quase 10 minutos. Aqui é preciso lembrar que a mochila do personagem tem um limite de espaço. Caso o limite seja atingido, será preciso descartar itens.

Acumule ouro

O ouro é uma das moedas corrente em Shadowgun Legends. O metal serve para comprar equipamentos, itens cosméticos, mais espaço na mochila, armas, armaduras e mais. Apesar do jogo ter microtransações e permitir a compra do ouro com dinheiro de verdade, é possível ganhar um pouco de ouro de graça. Como incentivo para jogar, Shadowgun distribui uma pequena quantidade de ouro diariamente para quem acessa o game. Além disso, também é possível ganhar ouro assistindo a propagandas em vídeo.

Comece jogando o modo campanha

Como é muito comum em jogos para consoles, Shadowgun Legends tem modos de campanha e modos online. Apesar de ser mais divertido, os modos online não são recomendados para iniciantes começarem logo de cara. Por estar em um nível baixo, a experiência competitiva pode acabar sendo um pouco frustrante. Por causa disso, o melhor é aproveitar a campanha antes de encarar adversários do mundo todo.

A campanha, além de contar a história do game, serve para se conhecer as mecânicas básicas do game, treinar os comandos e a mira. Além disso, a campanha permite uma subida de nível porque recompensa os jogadores com EXP a cada missão finalizada. Próximo do nível 10 a experiência no online pode começar a ficar divertida. Apesar disso, as missões do modo campanha devem continuar sendo feitas, para acumular itens e mais EXP.

Aumente o nível de seus heróis rapidamente

Para isso, jogue as partidas em modo automático. Você economizará tempo e ganhará em habilidades para os seus heróis, além de conseguir finalizar missões mais rapidamente. Mas não se esqueça do que já foi dito sobre esse modo neste artigo: utilize, mas sempre em partidas que não sejam cruciais para você.

Não deixe as tarefas para depois

Igualmente a maioria dos jogos da categoria, RAID: Shadow Lends não funciona diferente, com o seu sistema de tarefas. Elas podem ser mensais, diárias ou por temporada, o que realmente importa é que elas lhe darão recompensas que acelerarão o seu processo de ascensão dentro do jogo.

O fosso de luta

É uma excelente forma de aumentar o nível daquele herói que você acabou de conseguir. Por isso não se esqueça de utilizar o fosso de luta dentro de RAID: Shadow Lends, pois ele aumenta a força de seus ataques sutilmente.

Mirando, alcance de tiro

Duas coisas que você sem dúvida ajustará rapidamente e, no entanto, podem ser um pouco frustrantes no calor do momento, estão mirando e entrando no campo de tiro.

Armas em Shadowgun Legends não têm o melhor alcance, francamente, e as balas só disparam enquanto apontam para um inimigo dentro do campo de tiro. Portanto, você precisa se aproximar bastante e pode tocar duas vezes no lado direito da tela para mirar na mira de ferro de sua arma.

Todas as armas têm distâncias diferentes, então você precisa sentir as distâncias pelas quais pode disparar e não ficar preso mirando a mira à distância, onde será um pato sentado.

Diferentes tipos de armas

As regras acima são válidas para quase todo tipo de arma. Quase. Mas existem algumas exceções, sendo uma delas as variações do rifle sniper.

O rifle sniper, ao contrário das outras armas, na verdade tem um botão de disparo! Sim, nenhum disparo automático enquanto aponta para este, pois cada tiro deve ser medido e calculado.

Uma arma que é um pouco menos medida e calculada é o lançador de foguetes. Você pode se prender aos inimigos, mas um tiro rápido no chão pode funcionar melhor?

Pickups essenciais

Ao lutar contra inimigos alienígenas, você os verá soltar munição e muito mais, mas o que você deseja observar particularmente são quedas maiores com uma caveira alienígena – elas fornecerão peças de equipamento e armadura para fortalecê-lo.

Mesmo nos modos PVP, você quer pegar munição e itens. Você pode encontrar caixas de munição que pode segurar para abrir e também munição para suas armas especiais.

Caminhe sobre os cadáveres de seus inimigos para pegar seus equipamentos e munição também.

Ser o mais forte

Possivelmente a dica mais óbvia, mas após cada missão de batalha, você deve verificar seu equipamento. Armas, armaduras e muito mais ajudarão a aumentar seu poder de combate geral.

Como foi dito, você pode pegar peças de equipamento em missões e como recompensas de missão, mas obterá o melhor equipamento ao decodificar peças de equipamento de Pedro.

Você pode pegar o equipamento para decodificar como recompensa da missão e, ao decodificar, eles se transformarão em armas e armaduras raras.

Duelo até a morte

Quando você terminar as missões de campanha PVE bastante simples, poderá começar a trabalhar nas missões PVP, com a primeira que você desbloquear sendo um modo de duelo direto – você e outro jogador, frente a frente.

Isso o acostumará ao combate PVP antes de enfrentar mais jogadores mais tarde. Além do carregamento normal de armas, você também terá acesso a equipamentos especiais que você pode colocar, como uma torre. Obviamente sempre é bom sair sempre que possível.

O PVP é a verdadeira carne de Shadowgun Legends; portanto, depois de se acostumar com o PVE, não deixe de entrar neste modo.

Se atente ao alcance de seus tiros

As armas do Shadowgun Legends não costumam ter tanto alcance. Por isso, quando for tentar derrotar seus inimigos, se aproxime bastante e toque duas vezes no lado direito da tela para focar diretamente a mira de ferro de sua arma.

Além disso, todas as armas têm distâncias diferentes, então vale experimentar todas e avaliar bem a fim de realizar os melhores ataques.

Pegue itens sempre que possível

Ao derrotar as criaturas alienígenas no Shadowgun Hunter, algumas derrubarão itens que podem servir como munição e equipamentos de armadura que irão fortalecê-lo. Isso também vale para os modos PvP. Andando sobre outros guerreiros caídos no chão, você também pode pegar seus equipamentos.

Organize bem o seu equipamento

Antes de cada missão em Shadowgun Legends, certifique-se de que você tem todo o equipamento necessário. Quanto mais armas e armaduras, maiores são as chances de seu personagem sobreviver aos ataques dos alienígenas.

Referências:

FPS Latino, Android Play, Wikipedia, techtudo.

Disco Elysium

Disco Elysium é um jogo eletrônico de RPG desenvolvido e publicado pela ZA/UM. Foi lançado para Microsoft Windows em 15 de outubro de 2019, com um lançamento para PlayStation 4 e Xbox One planejado para 2020. O jogo é inspirado nos jogos de RPG da Infinity Engine (como Baldur’s Gate e Planescape: Torment) e nos jogos de RPG de Mesa, sendo escrito e projetado pelo romancista estoniano Robert Kurvitz. O jogo foi aclamado pela crítica, com alguns citando-o como um dos melhores jogos de RPG de todos os tempos.

Um degenerado lutando contra as vozes da própria cabeça

A arte de Jenny Saville é uma das influências de Disco Elysium. A amnésia é uma muleta, um recurso de linguagem bastante saturado em roteiros, seja nos filmes ou nos games. E também é o ponto de partida de “Disco Elysium”.

Você não tem controle sobre o passado do policial protagonista, mas age ativamente daquela manhã em diante. Acorda de cuecas, cara no chão, gravata no ventilador. De onde veio e o que está fazendo ali? É o que vamos descobrir — se essas vozes na sua cabeça deixarem.

São vozes dentro da mente do policial lutando pelo holofote dos sentidos expositórios. Elas surgem como caixas de texto, como se fossem um típico personagem. Mas quem está falando? Devo ouvir ou pular fora?

Cada voz na cabeça do policial seria algo como a personalidade de um diferente mestre neste RPG da vida real? É uma forma de se pensar.

Substâncias ilícitas podem entrar na equação, afetando o resultado das conversas com efeitos reais, não só pontuais. É como se Arthur Conan Doyle desafiasse Shakespeare para uma disputa de braço de ferro, com tapa de luva de pelica e tudo.

Não subestime as palavras

Em “Disco Elysium” você vai ser soterrado por textos —até o momento, sem tradução para o português brasileiro. Mas não é um texto qualquer, cozinhado em três minutos para preencher missões.

O texto tem peso, as respostas transitam entre o mais puro fascismo grotesco e o ultra-liberalismo desmedido num mundo de ficção versus realidade. E nem pense em sair pulando diálogos, ou então é melhor nem começar o jogo. O impacto de uma caixa de texto vertical, e não horizontal, carrega valores de Rembrandt, Ilya Repin e, em especial, Jenny Saville.

Como num RPG tradicional, você ganha XP, distribui pontos e conceitos básicos de psiquê e força física, por exemplo. Você é testado, rolando “dados virtuais” que aparecem na tela, como se rolassem em uma mesa. Falhas e acertos dependem desses testes, mas o sistema de jogo não impõe barreiras.

Os NPCs são profundos e marcantes, assim como criptozoologia

Com exceção de um ou outro morador de rua bêbado demais para articular mais do que um par de linhas de raciocínio, todo e qualquer NPC em Disco Elysium é complexo o suficiente para ganhar seu próprio espaço no caderninho de anotações. E não só do excepcionalmente resoluto Kim Katsuragi, seu parceiro policial.

Criar qualquer tipo de vínculo com o dono da banquinha de jornais pode dizer muito mais sobre você mesmo. O policial, ora ingênuo, ora filosófico, pode derrubar paredes metalinguísticas irreversíveis. Afinal de contas, o cadáver não vai desfazer o nó da forca sozinho, as crianças não pretendem deixar de lado suas compulsões pelo mórbido e a senhorinha cadeirante, cujo marido é estudioso da arte da criptozoologia, não vai esquecer tão cedo (por mais que ela diga o contrário) do encontrão atrapalhado, com direito a câmera lenta e dois dedos do meio direcionados ao barman.

Não há cães para acariciar em Disco Elysium, mas você pode despejar toda essa ternura na caixa de correios (evidentemente que chutá-la também é opção).

O seu Forgotten Realms particular

“Planescape: Torment” é considerado por estudiosos da era de ouro dos RPGs de computador o manifesto do refinamento em texto, narrativa, roteiro, e do que esse tipo de mídia foi e seria capaz de criar.

Disco Elysium é condensado e formulado com os mesmíssimos fundamentos, mas a mensagem foge do medieval fantástico —o momento de karaokê bêbado não me deixa mentir.

Saúde física e mental precisam andar em dia, e aí entra o uso de substâncias psicotrópicas, ilícitas ou não. Para ganhar dinheiro, você precisa coletar garrafas para reciclá-las. Ao menos, é uma tentativa de fazer o mundo melhor.

Atitude de punk-rock estoniano: anárquico, caótico

Se David Lynch tirou inspiração para finalizar seu “Eraserhead” de uma citação bíblica (e jamais saberemos exatamente qual), as mentes pulsantes por trás de Disco Elysium consumiram punk-rock de sua terra-natal o suficiente para que o vírus do inconformismo anarquista fosse companhia constante, assim como os livros de Dungeons & Dragons ou o movimento Avant Garde russo.

Disco Elysium é um jogo nascido de cenário de RPG de mesa que virou novela para, então, ser concebido no formato de videogame – ou seja, estamos falando de criadores mais acostumados ao analógico que ao digital.

ZA/UM, o estúdio responsável pelo jogo, nasceu tão de garagem quanto as bandas ouvidas durante a adolescência tumultuada, dentro e fora de casa. E talvez fosse isso que o mercado de games estivesse precisando com tanta urgência para trazer um ar de novidade.

Nem sempre confie nos seus instintos

A cabeça de um detetive é um emaranhado de ideias, suposições e raciocínios. Em “Disco Elysium”, esse instinto é parte importante do gameplay. Dependendo de quais atributos você for melhorando ao ganhar níveis, diferentes áreas da sua mente vão entrar em ação na hora dos diálogos pelo mundo.

Lógica, retórica, drama e diversos outros conhecimentos vão te ajudar a descobrir mais sobre as intenções dos interrogados e alertar sobre locais escondidos e possíveis armadilhas. No entanto, assim como na realidade, nem sempre o raciocínio do seu detetive vai estar correto.

Desconfie especialmente de habilidades que estiverem com poucos níveis ou que tiverem vencido apenas testes fáceis para dar uma dica. Pensamentos que têm relação com a vontade do seu personagem de se acabar em bebedeira e drogas também não dão conselhos muito produtivos.

Respostas ruins ou que irritem o seu interrogado podem fechar opções de diálogo, dificultar desafios de rolagem de dado e até mesmo causar algo trágico, como o fim de uma sidequest ou mesmo a morte do seu personagem graças a uma reação desmedida.

Recicle para fazer dinheiro

Em Revachol, o dinheiro é para poucos. Um detetive que recebe quase nada e gasta o que tem com bebidas também não vai ter sucesso para pagar o seu quarto de hotel, quanto mais comprar bons itens para ajudar nas missões.

Um meio de fazer uma grana extra é reciclando garrafas. Para isso você vai precisar de uma sacola que fica próxima a dois veteranos na parte sul do primeiro cenário. Com essa sacola você pode recolher garrafas por todos os lados e trocar por dinheiro na loja de conveniência próxima ao hotel onde você dorme. Não é muito, mas ajuda a comprar aquele item em que você estava de olho.

Faça missões secundárias

Missões secundárias são a melhor forma de ganhar experiência. Há dezenas delas espalhadas pela cidade só esperando a sua ajuda para uma resolução. Algumas demandam que você encontre alguém em um momento exato do dia, outras pedem que você use algum dos seus atributos para investigar alguma coisa. A recompensa é sempre uma boa quantidade de experiência e, quem sabe, algum dinheiro ou item.

Para conseguir missões secundárias é preciso conversar com todo mundo, já que elas não ficam marcadas no mapa. Tente sempre esgotar as opções de conversa, e fique atento porque algumas delas estão escondidas embaixo de várias camadas de diálogo com NPCs.

Visite o mapa regularmente

O seu inventário em Disco Elysium é bem útil durante a jornada. Na parte chamada de ‘Journal’ você tem acesso a duas abas importantes. A primeira, de ‘Tasks’, mostra todas as missões ativas no momento, tanto principais quanto secundárias. Além das descrições, ela mostra qual o seu último passo e o que fazer a seguir. Com tantas missões, é bom voltar aqui regularmente para garantir que não esqueceu nada.

Na segunda aba está o mapa do jogo. Além de uma visão geral de Revachol, você conseguirá ver onde está cada local importante nesse mundo, inclusive pessoas com quem você pode ter alguma pendência ou algum desafio de dado não concluído. Basta ir descendo a barra para encontrar quem você estava procurando e qual a perícia que ele exige para completar um desafio.

Use ‘Tab’ sempre

O cenário de Disco Elysium é sempre bem carregado. Em áreas abertas isso dificulta identificar todos os objetos passíveis de interação, e em áreas fechadas algo sempre acaba ficando escondido. Para não te deixar na mão, o jogo colocou uma opção bem tradicional de RPGs isométricos: contornar tudo com o que você pode interagir.

Para ativar esse contorno, basta pressionar ‘Tab’. Sempre que chegar em um novo local ou suspeitar de algo, utilize o botão. Com algumas perícias ainda é possível descobrir objetos escondidos e entradas secretas.

Itens e roupas ajudam nos desafios

Vários dos desafios de rolagem de dados podem ser refeitos. Quanto maior a sua perícia no atributo que o desafio pede, maior a sua chance de conseguir executá-lo. Para te ajudar a conseguir mais pontos, você pode modificar as roupas do seu personagem. Cada peça de roupa conta com vantagens e, às vezes, desvantagens em algum atributo. Equipe as que você precisa e tente novamente.

Para um bônus ainda maior, você pode utilizar substâncias que causam dano à sua moral e saúde, mas melhoram algum atributo. Bebidas, cigarro e drogas são exemplos do que você pode conseguir pela cidade. Mas tome cuidado com a quantidade de usos, que pode complicar a vida do seu personagem.

Vida após as 21h

O seu parceiro Kim Kitsuragi vai estar durante todo o dia ao seu lado. Na maior parte do tempo ele é calado e não interfere muito nas suas atitudes, mas por vezes pode te impedir de fazer algo, como roubar uma bota de um cadáver.

Se você vai ser do tipo policial corrupto e prefere fazer essas coisas sem a presença do Kim, existe um meio. A partir das 21 horas é possível ir para o hotel e dormir. Assim que você entrar no seu quarto, o seu parceiro vai dar boa noite e ir para o quarto dele. Nesse momento é possível sair do seu quarto e abusar da noite na cidade, livre do olhar julgador do Kim. Só tome cuidado para não fazer nada de que vá se arrepender depois.

Como dormir em Disco Elysium?

Os desenvolvedores deste jogo nos fizeram algumas sugestões, porque eles nos dizem que é idéia ir com Roy para a loja de penhores, então podemos vender alguns objetos com ele recolher dinheiro, por outro lado, é importante continuar com a exploração, porque alguns recipientes às vezes contêm dinheiro, há também uma outra opção e é que Joyce pode dar algum dinheiro que ele está na doca, para isso acontecer é importante passar um cheque em branco de Volition.

Enquanto isso, outro lugar onde podemos obter dinheiro no contêiner fechado do porto, não é necessário fazer uma verificação, além de ter em conta o seguinte:

É importante ter tempo a nosso favor, então se o tempo for antes das 23.00 horas podemos equipar o saco de tara amarelo, então é necessário recolher a tara e vendê-la para Frite, por outro lado se for antes das 22.00 horas podemos passar um cheque com Sell e assim pedir dinheiro, então, recolher dinheiro suficiente é necessário com Garte no Whirling e cancelar o quarto de hotel porque desta forma podemos dormir em Disco Elysium.

Por outro lado, se você chegar às 2.00 da manhã e nós não conseguimos obter dinheiro se você voltar a um problema, uma vez que não podemos dormir e isso é uma desvantagem, e, por acaso, você não pode executar as operações relacionadas recentemente para levantar dinheiro, se esse caso for apresentado, basta recarregar a gravação de 23,00 e siga os passos acima.

Como ganhar dinheiro no Disco Elysium

Você precisará de muito dinheiro no Disco Elysium. Assim como na vida real, viver não é barato.O dinheiro é necessário para colocar um teto sobre sua cabeça, comprar comida para curá-lo e outras bugigangas que podem ou não ser úteis para suas investigações. Infelizmente, não é fácil conseguir dinheiro no Disco Elysium, mas há algumas coisas que você pode fazer para tentar obter mais.

A moedausado no Disco Elysium é chamado r & eacute; al. Se você quiser fazer alguma coisa –como obter um mapa –você precisará descobrir uma maneira de se tornar real. De fato, depois de acordar, você descobrirá que sua conta de hotel é uma gritante quantia de 130 r, significativamente mais do que seu saldo atual de zero.

Também vale a pena notar isso, a menos que você tenha um lugar livrepara dormir, você precisará pagar 20 dólares por dia para dormir no Whirling-in-Rags.Não apenas você precisará tentar avançar com a investigação todos os dias, mas também precisará descobrir uma maneira de obter mais dinheiro.

Coletando moedas

A primeiramaneira de obter r & eacute; tudo é simplesmente pegá-lo do chão. Espalhadas pelo mundo do Disco Elysium estão pequenas pilhas de moedas. Estes costumam chegar a alguns centavos, mas é melhor que nada. De fato, é provável que você encontre 50 centavos ímpares fora do seu quarto de hotel. Comece bem!

Venda itens para a casa de penhores

Outra maneira de ganhar dinheiro rápido no Disco Elysium é vender itenspara a loja de penhores. Você pode encontrar a casa de penhores ao sul de Whirling-in-Rags. Esta loja é administrada por um sujeito interessante que tem um leve vício químico. Traga a ele qualquer coisa interessante que você encontrar e você pode fazer algo real.

Os tipos de coisas que você pode penhorar para r & eacute; todos são: a caneta chique que Kim lhe dá, fotografias que você encontra, uma caneca quebrada. Basicamente, tudo o que você acha que não precisa pode ser vendido.A única coisa que o dono da loja de penhores não compra é a sua roupa, e ele absolutamente não compra a sua gravata.

Caridade de estranhos

Finalmente, a última maneira de conseguir dinheiro no Disco Elysium é literalmente implorar a estranhos por sua caridade. Embora nem todos os NPCs possam receber uma apostila, há alguns em que a opção está disponível.

Há uma mulher bastante próspera em um barco à esquerda de Martinaise chamado Joyce Messier. Depois de conversar um pouco com ela, você pode pedir uma apostila. Se você pedir uma quantia razoável, é provável que você a consiga. Uma boa idéia é pedir 130 r & eacute; al, apenas para cobrir os danos que você causou antes de começar a jogar.

Conseguir dinheiro no Disco Elysium é difícil.Não há muito o que encontrar no mundo, mas existem maneiras de ganhar dinheiro.Não se envergonhe de pegar garrafas para reciclagem, vender itens para a loja de penhores e até pedir um folheto a estranhos. Você precisará usar todas as avenidas se quiser manter o teto sobre sua cabeça ou seus medidores de saúde e moral cheios. Para obter mais cobertura do Disco Elysium, você já está no lugar certo.

Referências:

Joy Stick Brasil, Xbox Play, Uol, Wikipedia.

Astral Chain

Uma ação-aventura hack and slash, Astral Chain [a] é um jogo de vídeo desenvolvido pela PlatinumGames e publicado pela Nintendo para Nintendo Switch. É dirigido por Takahisa Taura, que foi anteriormente designer de jogos para Nier: Automata, sob supervisão do criador da série Devil May Cry e Bayonetta, Hideki Kamiya, e desenhos de personagens do mangá Masakazu Katsura. Foi lançado em 30 de agosto de 2019. Em dezembro de 2019, o jogo vendeu mais de um milhão de cópias em todo o mundo, tornando-o um dos jogos mais vendidos no sistema.

Jogabilidade

O combate básico de Astral Chain começa simples, apenas com seu policial que pode utilizar um bastão e uma pistola para atacar as Chimeras. As batalhas se agitam ao invocar o Legion para lutar ao seu lado com a capacidade de desferir ataques poderosos. O uso dos Legions, no entanto, é limitado por uma barra de energia que determina por quanto tempo eles podem ficar em combate.

Há cinco variantes diferentes para os Legions: Sword que oferece uma lâmina capaz de cortar inimigos, Arrow que ataca com flechas à distância, Beast que pode servir de montaria para se locomover, Arm que funciona como uma armadura e Axe que oferece um escudo de proteção. Cada uma das Legions tem uma jogabilidade diferente e o jogador pode fazer upgrades em suas preferidas para deixá-las mais fortes.

A Astral Chain, que mantém a conexão entre os personagens, não é apenas um enfeite, ela é também um elemento importante do combate. É possível usar a corrente para arremessar inimigos que avancem no meio dela como um estilingue, pular de um ponto para onde seu Legion está, ou circular um inimigo para amarrá-lo temporariamente por alguns segundos.

Assim como em Bayonetta, há um grande foco em desviar de inimigos na hora certa para deixar o tempo mais devagar e desferir poderosos ataques sincronizados com seu Legion. Uma novidade curiosa é que o game conta com um modo cooperativo no qual um jogador assume o papel do protagonista e um segundo participante fica no controle do Legion.

Fora dos combates

Apesar de o grande foco estar no combate, o game apresenta também investigações e um mundo para explorar. Há o papel tradicional de policial como conversar com NPCs para obter pistas e reconstruir cenas que teriam acontecido em um certo local. Não há grandes penalizações caso o jogador não consiga resolver a investigação por conta própria no entanto.

As Legions também possuem habilidades que podem ser utilizadas fora dos combates para ajudar em investigações e missões paralelas. Beast pode farejar rastros como um cachorro, Sword pode cortar trancas eletrônicas, Arms faz o jogador flutuar um pouco acima de perigos no chão e assim por diante. Ocasionalmente, há também viagens ao Plano Astral, um local com quebra-cabeças e desafios de plataforma, mas também combates.

Unchained Mode

O game traz também o “Unchained Mode”, um modo bastante facilitado. Nele, usuários podem estabelecer certas funções para acontecerem automaticamente, como desviar, atacar, usar habilidades, controlar os Legions e assim por diante. Cada ação pode ser estabelecida individualmente de acordo com a necessidade do jogador.

Explore cuidadosamente as áreas dos capítulos

Astral Chain é dividido em capítulos, que são chamados de Files. Cada um deles se passa em uma área diferente e há muito o que fazer: missões principais (de cor vermelha), missões paralelas (de cor azul) e vários itens para coletar. Sendo assim, é uma boa explorar com cuidado as áreas de cada capítulo em busca de atividades e recompensas — utilize o recurso IRIS para identificar melhor os possíveis pontos de interesse. É possível jogar novamente missões anteriores por meio do seu computador no quartel da Neutron, e é uma boa ideia revisitar as missões, pois algumas áreas e itens só podem ser acessadas após adquirir certos Legions.

Dentre as várias atividades, fique de olho em três colecionáveis. Um dos mais importantes é o Red Matter, um cristal vermelho que está espalhado pelos cenários. Coletá-los aumenta a avaliação no final do capítulo, que influencia o nível do herói. Também é possível encontrar gatos, que vão para o quartel da Neutron depois de serem resgatados. Alguns deles precisam ser atraídos com comida de gato, sendo assim sempre tenha um pouco com você. Por fim, procure por banheiros para coletar papel higiênico — o inusitado item é apreciado pela Toilet Fairy (literalmente “fada do banheiro”), que dará recompensas por eles.

Colete as recompensas das Orders frequentemente

Várias tarefas opcionais (Orders) estão disponíveis em Astral Chain e é possível obter recompensas ao completá-las. Boa parte delas consistem em ações fáceis de entender, como utilizar um ataque específico de um Legion, completar missões paralelas ou terminar um capítulo, já outras exigem tarefas mais complexas. Depois de fazê-las, é necessário coletar os bônus manualmente por meio do menu Orders.

Tire fotos dos personagens e inimigos

Logo no início da aventura, o protagonista recebe uma câmera, o que permite tirar fotos de cenários e personagens — até mesmo selfies estão disponíveis. É divertido registrar os momentos no mundo futurista do jogo, porém o recurso tem outra utilidade: informações de personagens e inimigos são registradas quando você tira fotos deles. Para saber se a foto vai liberar alguma nova informação, observe se aparece um quadrado amarelo em volta do elemento ao usar a câmera.

Sempre use os itens de campo

Uma infinidade de itens podem ser encontrados e utilizados em Astral Chain, e a maioria deles persiste no inventário entre os diferentes capítulos. No entanto, certos itens só podem ser utilizados durante os Files, desaparecendo ao avançar na história. Sendo assim, dê prioridade aos field items — é fácil encontrá-los no menu, pois eles contam com um ícone de uma flor na listagem. Muitos destes itens temporários podem ser encontrados no quartel da Neutron, logo é uma boa estratégia coletá-los antes de avançar nas missões.

Venda itens para obter dinheiro

O dinheiro é muito importante em Astral Chain, pois é com ele que compramos itens, melhoramos armas e Legatus, e mais. A principal maneira de obter G, a moeda do jogo, é completando missões nos capítulos, sejam elas principais ou opcionais. Também é possível conseguir dinheiro ao vender itens de sucata (salvage), que estão espalhados aos montes pelo mundo do jogo. Sendo assim, venda os itens inúteis sempre que possível.

Melhore constantemente os equipamentos e Legions

Astral Chain é um jogo de ação, porém ele tem algumas pitadas de RPG na forma de equipamentos que podem ser melhorados. Além das armas, é possível aprimorar o Legatus, o dispositivo que invoca os Legions — as criaturas ganham mais energia e força de acordo com o nível desse equipamento. Para melhorar ambos, converse com Tabitha no subsolo quartel-general da Neuron. A garota exigirá dinheiro e Material Codes (itens que podem ser obtidos em baús e como recompensas de missões paralelas) para realizar o serviço.

Os Legions também podem ser melhorados por meio do menu do Legatus. A evolução das criaturas é dividida em uma árvore com diferentes nós, que podem ser melhorias de características ou técnicas especiais. Para ativar um nó, é necessário consumir quantidades específicas de Gene Codes (ou experiência). Lembre-se também de equipar as habilidades ativas e passivas.

Monitore a energia dos Legions

Ao invocar um Legion, seu medidor de energia é lentamente drenado. Quando a energia chega a zero, a criatura não pode ser utilizada por alguns momentos e a recarga é mais lenta — isso pode ser um problema durante batalhas mais complicadas. Para evitar isso, desative o Legion apertando o botão R para recarregar sua energia. Também é possível utilizar itens para recuperar a energia dos Legions.

Veja a vida dos inimigos

O recurso IRIS (botão +) mostra os pontos de interesse nos cenários e informações sobre personagens. Além disso, o scanner consegue identificar a vida dos inimigos durante o combate — basta apontar o cursor rapidamente para que a informação fique permanentemente visível durante o combate. Essa opção é especialmente útil durante batalhas contra chefes.

Domine o Sync Attack

O Sync Attack é um movimento especial que permitem que o herói e o Legion ataquem em conjunto em técnicas e combos poderosos. Para ativá-lo, aperte ZL quando uma luz azul brilhar no personagem, que normalmente aparece no fim de uma sequência de ataques. O Sync Attack também pode ser ativado em outros momentos para se recuperar de um ataque do inimigo, após esquivar para executar um contra-ataque ou durante sequências especiais. Algumas habilidades dos Legions abrem mais oportunidades de utilizá-lo.

Abuse das habilidades dos Legions

Durante o combate, os heróis atacam em conjunto com os Legions, criaturas especiais com diferentes habilidades. Elas normalmente agem sozinhas, no entanto é possível controlá-las diretamente ao segurar o botão ZL para melhor reposicionamento, e toques no botão aproximam ou lançam a criatura. Os Legions contam com habilidades que podem ser ativadas por meio dos botões X e Y, e novas técnicas podem ser liberadas por meio do Legion Learning, não esqueça de equipá-las no menu. As habilidades não têm limite de uso, e podem ser ações de suporte (como aumentar ataque e defesa) ou ataques especiais. Sendo assim, use sempre que possível as habilidades dos Legions.

Fique atento ao comando “Finish Off”

Durante o combate, quando um inimigo do tipo Chimera está quase morrendo, às vezes aparece a oportunidade de utilizar o comando Finish Off. Para executá-lo, basta apertar A quando o aviso aparecer sobre o inimigo — o Legion ativo finalizará o inimigo. Além de ser estiloso, o movimento tem duas vantagens: a vida do herói é completamente restaurada e o Legion receberá experiência (Gene Core) adicional. O comando pode ser um pouco difícil de ver no caos do combate, fique atento para não perder a oportunidade.

Desvie e contra-ataque

“Astral Chain” é um jogo focado no combate, com ação intensa do início ao fim. As suas mecânicas na hora da batalha foram pensadas para deixar o jogador ficar sempre na ofensiva, fazendo combos enormes, que contribuem para sua pontuação no final de cada combate.

Para evitar que seus combos sejam quebrados, perder vida e, de quebra, ainda garantir uns pontos a mais no final da luta, é preciso entender o tempo da esquiva e como funciona o contra-ataque. Como existe um tempo de animação e o input lag (o tempo que demora para o comando que você dá no controle seja executado na tela) é preciso treinar um pouco para deixar a prática natural, quase como adquirir memória muscular.

Ao esquivar no exato momento em que o golpe do inimigo vai conectar, o tempo vai passar em câmera lenta por um breve momento, nessa hora você pode pressionar o botão de ataque para criar um contra ataque poderoso, que até mesmo lança alguns inimigos pelo ar, o que permite ainda mais combos. Use muito essa técnica se sua meta é conseguir ranking S+ nas missões.

Posicione-se, bata nas costas, use a corrente

O posicionamento é essencial em “Astral Chain”. Isso fica mais evidente quando o uso das correntes vai ficando mais claro. Com tempo de treino suficiente, é possível criar várias estratégias para os diferentes tipos de inimigos, deixando sua “Chimera” na frente ou atrás para proteção, ou mesmo um dos dois personagens funcionando de isca para o outro ir para as costas do adversário.

Essa última estratégia é interessante e deve ser usada constantemente, porque pancadas nas costas dos adversários dão um dano maior e contam mais pontos para sua nota final. Contra certos inimigos, especialmente se sua corrente for pequena, a estratégia fica bem mais difícil.

O uso da corrente também é muito importante. Com ela é possível chegar a locais antes inalcançáveis, parar investidas de inimigos e até prender alguns deles se for feita uma volta completa em torno deles. Aprenda cada uma das habilidades e ganhe muitos pontos de combate.

Finalize os Inimigos

Finalizar os inimigos em “Astral Chain” é mais importante do que parece. Sempre que um inimigo ficar próximo de ser destruído, será possível pressionar “A” para finalizá-lo em uma cena de ação daquelas bem exageradas.

Com o tempo a cena deixa de ser impactante e fica só chata, mas ainda é necessário utilizar a finalização por um motivo, pois ela recupera a vida do seu personagem. Contra certos tipos de inimigos, ela pode recuperar toda a sua vida, o que dá uma enorme vantagem para continuar lutando.

Use a sala de treinamento

Poucos jogos têm uma sala de treinamento tão eficiente quanto a de “Astral Chain’. A cada nova habilidade ou melhoria liberada, é criado um treino específico, que te ensina qual a melhor maneira de utilizar suas novas opções de combate.

Além disso, é possível utilizar o treino live, que permite escolher o tipo do inimigo e algumas restrições para treinar de forma bem específica, ideal para melhorar suas habilidades. Não deixe de dar uma passada nesse local da delegacia de vez em quando.

Receba recompensas

O “Legatus” é o nome do seu menu em “Astral Chain”. Nele é possível ver os seus itens, modificar suas “Chimeras”, ver o mapa do local e receber suas recompensas por marcos na história. Existem mais de uma centena de desafios te esperando para serem completados, e todos podem ser vistos neste menu.

Alguns desafios serão de combate, outros de fotografia ou mesmo por resolver casos. Toda vez que completar um deles, vá até esse menu e clique no desafio para receber a sua recompensa. Às vezes será apenas um item medicinal pouco valioso, mas algumas vezes virão equipamentos e cosméticos interessantes.

Gerencie suas melhorias

Não existe um sistema de níveis convencional em “Astral Chain”. O que acontece aqui é uma evolução através dos equipamentos e melhorias das suas “Chimeras”. Todas essas melhorias exigem que você gaste algum recurso obtido no campo de batalha, seja dinheiro ou materiais raros conseguidos ao derrotar inimigos.

Para melhorar o equipamento base do seu personagem, vá até a sala de treinamento da delegacia e procure pela personagem Tabitha em uma salinha próxima a porta que dá no tatame. Ela vai oferecer a melhoria em troca de materiais e dinheiro. É possível melhorar tanto suas armas quanto o seu Legatus. A primeira garante novas habilidades e dano no combate; A segunda mais pontos de energia e vida.

Para melhorar a sua “Chimera” você deve usar o “Legatus”, onde é possível gastar pontos para desbloquear novos atributos e equipar habilidades que são úteis no combate.

Referências:

Nintendo Blast, Uol, techudo, wikipedia.

Pokémon Sword & Shield

Pokémon Sword e Pokémon Shield (ポケットモンスター ソード・シールド, Poketto Monsutā Sōdo・Shīrudo Pocket Monsters Espada e Escudo?) são jogos eletrônicos de RPG da série Pokémon, desenvolvidos pela Game Freak, publicados pela The Pokémon Company, e distribuídos pela Nintendo. Os jogos foram anunciados oficialmente pela Pokémon Direct no dia 27 de fevereiro de 2019. Os jogos foram lançados no dia 15 de novembro de 2019 Os dois jogos são da oitava geração e os segundos jogos da série principal de Pokémon para Nintendo Switch.

Jogabilidade

Pokémon Sword e Shield são jogos de RPG com jogos de aventura, baseados na região de Galar, vagamente baseada no Reino Unido, em terceira pessoa, perspectiva suspensa. O jogador controla um jovem treinador que vai em uma missão para capturar e treinar criaturas conhecidas como Pokémon e vencer batalhas contra outros treinadores. Ao derrotar Pokémon inimigo em batalhas por turnos, o Pokémon do jogador ganha pontos de experiência, permitindo que ele suba de nível e aumente suas estatísticas de batalha, aprenda novas técnicas de batalha e, em alguns casos, evoluir em Pokémon mais poderosos. Os jogadores podem capturar Pokémon selvagens, encontrados durante encontro aleatório, enfraquecendo-os em batalha e pegando-os com Poké Bolas, permitindo que eles sejam adicionados a sua equipe.

Abra as Configurações

Ao iniciar Pokémon Sword e Pokémon Shield, aperte o botão X e vá às configurações representadas pelo ícone de engrenagem. Lá é possível alterar diversas funções do game além do volume e controles de câmera. Há uma opção que facilita jogar com apenas um Joy-Con, pular cutscenes, definir seu estilo de batalha e mais. Deixe o jogo mais adequado ao seu estilo de gameplay e à sua paciência.

Velocidade de texto: Uma das funções na seção de Opções do jogo que eu, particularmente, acho prestativa é a possibilidade de aumentar a velocidade da exibição dos textos. Isso poupa tempo para os jogadores que têm uma velocidade de leitura em inglês mais elevada e permite que você não precise interromper a leitura porque o texto ainda não carregou. Acredite, é uma boa dica para todos.

Tutoriais

Pokémon Sword e Pokémon Shield oferecem alguns tutoriais básicos sobre o universo de Pokémon. As informações dão aos novos jogadores a oportunidade de conhecer mais sobre a franquia e como certas mecânicas in-game funcionam. Felizmente, para os veteranos, há possibilidade de pular esses tutoriais. Por exemplo, quem já está acostumado com Pokémon poderá evitar um monólogo explicativo sobre o que as criaturas são.

Captura

A captura de Pokémon Sword & Shield segue o mesmo padrão dos jogos anteriores da série. De início, você receberá PokéBalls básicas e, conforme progride, receberá bolas melhores como Great Balls e Ultra Balls. Há também bolas com maiores chances de captura para Pokémon ou características de ambientes específicas. A Net Ball, por exemplo, garante maior chance de captura em Pokémon de Tipos Água e Inseto.

Outro detalhe importante para se ter em mente é que a captura tem mais possibilidade de ocorrer quando a barra de HP do Pokémon alvo está menor. Quanto menor, melhor. O ideal é tentar levar a vida do monstrinho à cor vermelha para utilizar as Poké Bolas de preferência. No entanto, é preciso tomar cuidado para não nocautear o Pokémon, já que isso encerra o confronto e acaba com a possibilidade de captura.

Para aumentar ainda mais as chances de captura, tente aplicar um status ao Pokémon de interesse. É possível adormecê-lo (SLP), paralisá-lo (PAR), congelá-lo (FRZ) e outros. Tome cuidado com os status Burn e Poison porque esses gradualmente diminuem a vida do Pokémon e podem levá-lo ao nocaute.

Além disso, fique atento a outra preciosa dica de captura abaixo, na seção “Save manual ou autosave?”.

Entenda os Tipos de Pokémon

Pokémon Sword & Shield ocasionalmente mencionam que você aplicou um golpe super-efetivo em outro, porém não dá uma explicação detalhada sobre como o sistema de Tipos funciona — um erro persistente desde o lançamento dos primeiros Pokémon, Red & Blue, em 1996.

Para ter o melhor desempenho em combate, dando mais dano e tendo resistência ao oponente, é preciso ter conhecimento de como um interage com o outro. Por exemplo, Fire é super-efetivo contra Grass, enquanto Grass é super-efetivo contra Water e, por fim, Water é super-efetivo contra Fire. Pokémon Sword & Shield oferece 18 Tipos. Abaixo, você confere uma tabela completa do que afeta que Tipo e como esse afeta outros Tipos. Os listados à esquerda são super-efetivos contra o Tipo no centro e o do centro afeta os Tipos listados à direita.

Além disso, alguns Tipos não são afetados por outros. Steel, por exemplo, não sofre dano algum sequer consequências, como alterações de status, por golpes de Poison. Na tabela a seguir, você vê o desempenho exato de cada tipo para com os demais. “1x” (branco) é dano normal, “2x” (verde) representa um golpe super-efetivo, “0,5x” (vermelho) representa um golpe pouco efetivo e “0x” (cinza) significa que o golpe não tem efeito sobre o Tipo opositor. Considere que os Tipos da esquerda atacam os da listagem superior.

Outro detalhe para ficar atento são as combinações de Tipos em Pokémon. Com isso, um Tipo super-efetivo pode deixar de fazer efeito contra um monstro que normalmente faria. Por exemplo, Mawile é dos Tipos Fairy/Steel. Por ter o tipo Fairy, ele poderia tomar golpes super-efetivos de Steel e Poison, mas o fato dele também ser Steel, garante 0,5x menos dano de golpes de Tipo Steel e imunidade completo de golpes Poison. Para derrotá-lo, o jogador deve explorar as fraquezas dele enquanto Pokémon Steel, com a possibilidade de utilizar golpes Fire e Ground. Fighting seria super-efetivo apenas contra o lado Steel de Mawile, mas é 0,5x efetivo contra Fairy, então o Pokémon receberá dano normal.

Também é possível aplicar 4x dano em certos Pokémon. Pelipper, por exemplo, é dos Tipos Water / Flying. Ambos os Tipos tomam dano super-efetivo de Electric, portanto, o dano é quadruplicado quando esse monstrinho é atingido por um golpe do Tipo Electric.

Sword & Shield facilita um pouco a vida do jogador, mostrando como um golpe funcionará contra o oponente, caso você já tenha o registro de quem enfrenta na PokéDex — o que requer que você tenha o obtido por captura, troca ou breeding.

Entenda o básico do sistema de combate

O combate de Pokémon é bastante simples. Desconsideremos os Tipos, já amplamente descrito no tópico acima, e foquemos nas estatísticas e nos formatos de golpes.

Golpes físicos: Essa categoria faz com que o seu Pokémon ataque o oponente usando o próprio corpo. Os Golpes Físicos são representados in-game por uma estrela de oito pontas. A estatística Attack atua sobre a força dessa categoria de golpe. A estatística Defense é a que atua sobre a resistência a essa categoria de golpe.

Golpes especiais: Essa categoria faz com que o seu Pokémon ataque o oponente usando algum poder especial. Os Golpes Especiais são representados in-game por três círculos que parecem um alvo. A estatística Special Attack (Sp. Atk) atua sobre a força dessa categoria de golpe. A estatística Special Defense (Sp. Def) é a que atua sobre a resistência a essa categoria de golpe.

Golpes de Status: Essa categoria faz com que o seu Pokémon aplique algum status ao oponente, aumenta suas próprias estatísticas ou aplica um efeito no campo ou ao próprio Pokémon — esses não aplicam dano. Os Golpes de Status são representados in-game por um círculo dividido ao meio, que assemelha-se ao Yin-Yang.

Além do Atk, Def, Sp. Atk, Sp. Def, duas outras estatísticas são vitais a Pokémon. HP é a quantidade de vida que o seu monstrinho possui, enquanto Speed é a velocidade de movimento da criatura. Caso seu Speed seja maior do que o do oponente, você atacará antes na disputa por turnos. Caso contrário, seu adversário será favorecido.

É preciso prestar atenção também ao Accuracy dos golpes. O número apresentado representa a porcentagem de chance de acertar o Pokémon que você enfrenta. Em contraponto, há a taxa de evasão, conhecida como Evasiveness, que garante chances de um Pokémon desviar de um golpe. Por fim, os Pokémon têm habilidades inatas que aplicam efeitos in-game.

Seleção de golpes

“Quando eu sei que um golpe é melhor do que o outro?” Bem, determinar qual golpe é melhor depende da maneira como você quer que o seu Pokémon em questão atue em campo. Caso seu intuito é deixá-lo mais poderoso, procure golpes cujo dano é maior do que o que será substituído. Também leve em consideração qual estatística do seu monstrinho é mais desenvolvido: Atk ou Sp. Atk. Isso afetará o desempenho dos golpes.

Além disso, é preciso levar em consideração o Tipo do golpe em questão. Por exemplo, pode ser interessante dar um golpe Electric (caso seja compatível) a um Pokémon de Fire, já que seria um counter super-efetivo caso enfrentasse um Pokémon do Tipo Water.

Considere o seu estilo de gameplay. Caso você não seja um jogador meramente agressivo que quer derrotar todos os oponentes apenas com a bruta força e estudo de danos super-efetivos (cuja técnica foi descrita acima), invista um tempo para conhecer os Golpes de Status, que podem melhorar a maneira como você ataca, se defende e atua sobre o campo de batalha.

Saiba também que é possível fazer com que um Pokémon reaprenda golpes no NPC do lado da enfermeira do Pokémon Center. É gratuito e abrange os ataques que as criaturas podem aprender ao longo da jornada de nivelamento.

Wild Area

A Wild Area é uma das maiores e mais importantes adições de Sword & Shield à franquia Pokémon, mas pode ter um excesso de informações a processar. Por isso, detalhamos o que você pode e deve fazer nessa área de semi-mundo aberto.

Um dos pontos que mais chamam a atenção na Wild Area é a possibilidade de ver Pokémon selvagens andando. A dica básica para quem não derrotou todos os ginásios é: não tente capturar os Pokémon que andam fora das áreas de mato. Esses são mais poderosos e, sob a circunstância de não ter completado o jogo, é impossível capturar a maioria deles. Justamente por serem mais fortes, no entanto, esses monstros são bons alvos para batalhar tendo como meta treinar.

Nos matos há dois grupos diferentes de Pokémon que aparecem: os que são visíveis ao jogador, andando por lá, e os encontros aleatórios, representados por um ícone de exclamação. Todas as criaturas que aparecem na Wild Area estão sujeitas a serem “trocadas” dependendo do clima do momento. Por exemplo, em Watchtower Ruins, Glalie aparece somente se estiver nevando. Caso esteja chovendo, o Pokémon em destaque que ocupa o lugar de Glalie é Dusclops.

Além disso, fique atento aos dens, onde acontecem as Raids Dynamax. Mesmo que não emitam o raio mostrando que há uma raid ativa, interaja com o den caso esteja da cor vermelho. Isso concederá ao jogador uma quantidade de Watts, moeda de troca na Wild Area. Com os Watts, é possível comprar PokéBalls de diferentes tipos, golpes, Wishing Stars (que ativam Raids Dynamax em dens inativos) e outros itens. Outra maneira de adquirir Watts é realizando a corrida Rotom Rally, cujo começo é disponibilizado em NPCs vestidos de atletas, que usam boné, óculos de sol e um uniforme preto e branco com detalhes vermelhos.

Max Raids

As Raids Dynamax, conhecidas como Max Raids, são algumas das atividades mais divertidas de Sword & Shield e dão motivos de sobra ao jogador para ingressar nelas. Caso sejam concluídas com sucesso, as Max Raids rendem diversos itens, como golpes para ensinar aos seus Pokémon, berries e, o mais importante, Exp. Candies. Esses candies dão Exp. às suas criaturas, fazendo com que nivelem mais rapidamente. Isso pode facilitar a sua vida caso o treino por batalhas comuns já tenha sido exaustante o suficiente. Caso esteja preso em algum líder de ginásio por falta de nível, volte à Wild Area e participe de algumas Raids Dynamax para conseguir Exp. Candies.

Para ter o melhor desempenho nessas atividades, tente tirar vantagem do uso dos Tipos super-efetivos contra o Pokémon que vai enfrentar. Os Tipos do oponente aparecem antes do início da Raid, com tempo de sobra para trocar. Além disso, recomendo que faça as Raids de níveis mais altos sejam feitas em equipe com jogadores de verdade, já que esses podem ter o bom senso de enfrentar as criaturas Dynamax com Pokémon do Tipo mais adequado. Caso não consiga, o jogo oferece a ajuda de NPCs, mas há escolhas estranhas, como colocar um Pokémon do Tipo Fire contra um do Tipo Water. Pouco efetivo.

Tenha em mente também que, o quanto mais alto for o nível da Raid (representado por 1 a 5 estrelas), mais vezes um escudo de proteção circunda o oponente. Dependendo do nível da Raid, o escudo aparece em certos limites invisíveis de vida do oponente. Por exemplo, em Raids cinco estrelas, o primeiro escudo aparecerá quando você e seus companheiros tirarem aproximadamente 1/5 do HP do Pokémon. Os escudos também tem blocos de hits que devem ser quebrados. Cada golpe aplicado ao escudo quebra um bloco do total (que pode ir até cinco), e golpes Dynamax super-efetivos quebram dois.

Acampamento

Os acampamentos Pokémon podem ser iniciados em quase qualquer área do jogo que seja a céu aberto. No local, é possível interagir com os membros da sua equipe, brincando e cozinhado curry. Essa mecânica aumenta o laço de amizade entre você e seus monstrinhos, bem como os cura e ressuscita quem estiver desmaiado. O acampamento não costuma ser muito prestativo, mas pode auxiliar caso esteja explorando uma nova rota, sem itens de cura e não quer voltar porque já explorou demais para depois fazer o trajeto inteiro à pé novamente.

Itens

Itens são uma parte essencial de Pokémon. A dica é simples: leia e entenda o que os itens fazem e tente aplicá-los de maneira a melhor integrar o seu time e o desempenho individual de cada. Com os itens, é possível montar estratégias de combate, mudar golpes, dar buffs contínuos (enquanto o item estiver equipado) e muito mais.

Assim como os golpes, o item a ser utilizado vai depender da sua estratégia para abordar o mundo de Pokémon, mas fica mais fácil quando entende-se como os Tipos e como o sistema básico de combate funciona.

Há itens que aparecem brilhando em áreas abertas, bem como escondidos em cantos do mundo, tanto nas cidades quanto nas rotas e na Wild Area, então procure pelos cantos porque você vai, eventualmente, descobrir algo secreto.

Berries

Berries são itens que desempenham um papel secundário dentro da categoria, mas podem, ocasionalmente, salvar sua vida. Além disso, são itens essenciais para cozinhar curry no acampamento. Há diferentes tipos de berries com funções distintas, mas a regra para obtê-las é a mesma.

É possível encontrá-los soltos pelo mapa, em Max Raids e em árvores. Nas árvores há um truque para consegui-los. Você poderá chacoalhar a árvore quantas vezes quiser, até que desista ou que um Pokémon selvagem caia no seu rosto. Para conseguir o máximo de berries antes que o Pokémon te ataque, primeiro perceba que a árvore chacoalhará continuamente após o seu ato. Você deve continuar chacoalhando a árvore até que haja quase nenhum espaço entre os balanços do Pokémon na árvore — esse é um sinal de que ele está prestes a te atacar.

Assobio

É possível assoviar em Sword & Shield para atrair curiosos Pokémon. Isso serve para atrair criaturas que normalmente correriam ao te ver e também para conseguir a atenção de voadores que parecem fisicamente inalcançáveis. O assovio fará com que os monstrinhos se dirijam a você. Para isso, basta apertar o botão direcional do analógico esquerdo.

Converse com todo mundo

Isso é indispensável. Converse com todos os NPCs possíveis. Nem todos terão alguma consequência, mas esses personagens com diálogos prontos podem te dar itens, oferecer trocas de Pokémon que não podem ser obtidas por capturas normais, ter batalhas, e mais.

Uma cidade de Sword & Shield que possui diversas atrações ativadas por diálogos, por exemplo, é Circhester. No local gélido, há um hotel em que é possível acompanhar uma mini “side-quest”, encontrar personagens que são easter eggs, participar de uma desafiadora batalha de endgame e mais.

PokéJobs

PokéJobs é uma mecânica de Sword & Shield que pode ser prestativa. Você envia os Pokémon de sua escolha em trabalhos remotos por um período determinado por você. Os Jobs têm exigências de Tipos e estatísticas específicas. É possível ativá-los no computador localizado em todo Pokémon Center. O PC fica do lado esquerdo da enfermeira e há um Rotom acima do equipamento.

Esses PokéJobs garantem experiência aos seus Pokémon e podem ser facilitadores para fazer suas criaturas subirem de nível, caso não queira carregá-los na sua equipe. É preciso dizer que os Pokémon enviados aos Jobs não retornam naturalmente, então você precisará encerrar a jornada de trabalho deles manualmente.

Save manual ou autosave?

Pessoalmente, essa é uma das minhas dicas preferidas. Em Sword & Shield, o autosave foi implementado — o que é um avanço mais do que necessário à série. No entanto, o autosave impossibilita algumas gambiarras viabilizadas pelo save manual, conhecido como hard save.

Com o save manual, é possível salvar o progresso antes de alguma atividade importante (batalha, captura, Max Raid) e, caso não consiga cumprir seu objetivo, pode ir à tela inicial do Nintendo Switch, fechar o aplicativo do game e iniciá-lo novamente. Seu progresso estará exatamente onde salvou, antes da atividade a ser exercida.

Por exemplo, antes de encarar um Pokémon Lendário, é recomendado usar esse truque. Tendo em vista que é preciso reduzir o HP de um monstrinho para ter mais chances de capturá-lo, por vezes nos vemos derrotando o oponente acidentalmente. Com o save manual feito, basta reiniciar o jogo e tentar capturá-lo de novo.

Monte um time diverso

As batalhas de Pokémon funcionam como um pedra, papel e tesoura de luxo, em que cada monstrinho é de um tipo específico e tem vantagens e desvantagens contra os monstrinhos de outros tipos. Durante a jornada você enfrentará muitos treinadores e mestres de ginásio, que geralmente se dedicam a um tipo específico de Pokémon. Como não é sempre que dá para saber o que eles carregam nas suas pokébolas, o ideal é diversificar o seu time.

O primeiro ginásio do jogo é do tipo grama, por exemplo. Se sua escolha para Pokémon inicial foi o Scorbunny, ele sozinho dá conta do recado. Já os outros vão precisar da ajuda de outros monstrinhos para conseguir a insígnia. No caminho para o primeiro ginásio, capture o máximo de Pokémons que conseguir e monte um time já pensando nesse desafio. Essa deve ser uma prática constante, até você definir o time que vai levar até o final.

O jogo te ajuda

Uma novidade que veio do “Pokémon Let’s Go Pikachu/Evee” é o compartilhamento de experiência. Ao capturar um Pokémon ou vencer uma batalha, todos do seu time vão ganhar alguma quantidade de experiência. Mas isso é só uma parte da ajuda que a Gamefreak está dando para os mais novatos.

Uma mecânica que já vem desde o “Pokémon Sun e Moon” é descrever a efetividade do ataque contra monstrinhos que você já enfrentou. Após vencer um Pokémon pela primeira vez, você terá acesso aos seus dados na Pokédex. Por conta disso, sempre que você encontrá-lo novamente, será possível ver logo embaixo do seu ataque se ele é efetivo, pouco efetivo ou super efetivo com o oponente. Se você ainda não decorou o que é forte contra quem, essa é uma saída.

Faça Raids para ficar forte

As Raids Pokémon estão espalhadas pela Wild Area. Nesse pequeno mundo aberto você encontra diversos poços de energia, que podem ser coletados para servir como uma moeda secundária, que, por sua vez, pode ser trocada por itens poderosos com NPCs pelo caminho. Quando esses poços estiverem com um feixe rosa e enorme para o céu, significa que um Pokémon está ali.

Você pode iniciar essa luta com outros treinadores ou NPCs, formando um grupo de 4 mestres Pokémon. Esse número é o necessário para derrotar o monstrinho gigante que sairá do poço. Cada uma dessas batalhas tem um nível contado em estrelas, quanto mais estrelas, mais difícil é.

O motivo de fazer várias delas são as recompensas. Ao vencer uma batalha dessa, você ganhará diversos itens importantes para a progressão do jogo, como doces que dão experiência para os seus Pokémons.

Quanto mais dessas batalhas você fizer, mais recursos vai ter para deixar os seus Pokémons poderosos. Só tome cuidado para não deixar o jogo fácil demais, ou os seus comandados muito forte para o seu nível, já que eles podem não te obedecer. Confira o seu card da liga para saber até que nível você pode evoluir seus Pokémons sem perder o comando.

Para cada situação, uma Pokébola

No início do jogo capturar os monstrinhos é bem fácil. Basta deixá-los com a vida baixa e arremessar uma Pokébola comum e você irá ganhar um novo amigo. Com o passar do tempo as coisas vão ficando mais difíceis e monstrinhos mais poderosos vão dar trabalho na captura.

Para facilitar esse processo você pode escolher a Pokébola correta. Durante o jogo você encontrará mais de uma dezena delas. Algumas são apenas mais eficientes, enquanto outras são específicas para algum tipo de hora do dia, tipo do Pokémon a ser capturado ou até mesmo para o sexo do monstrinho. Usar a Pokébola correta aumenta muito as chances de capturar o membro que falta para a sua equipe.

Para fazer as coisas ficarem ainda mais tranquilas, tenha sempre um Pokémon com um ataque de efeito negativo, como colocar para dormir, paralisar ou envenenar. Pokémons que recebem esses efeitos ficam bem mais fáceis de serem capturados, especialmente se isso for combinado com uma Pokébola que casa com o efeito que você usou. Existe uma delas para capturar Pokémons dormindo, por exemplo. Use e abuse dessa mecânica para ter uma vida mais fácil.

Referêcias:

Br Ing, Uol, Wikipedia.

Você joga este game? Comente o que você acha sobre Pokémon Sword e Pokémon Shield!

Conan Exiles

Conan Exiles é um videogame de sobrevivência desenvolvido e publicado pela Funcom para Microsoft Windows , PlayStation 4 e Xbox One. O jogo se passa no mundo de Conan, o Bárbaro, com o personagem jogável personalizado sendo resgatado por Conan, começando sua jornada. As versões de acesso antecipado do jogo foram lançadas no início de 2017, deixando oficialmente o acesso antecipado em 8 de maio de 2018.

Gameplay 

A premissa mais básica de Conan Exiles é a sobrevivência na Era Hiboriana pré-histórica de ficção. Os personagens dos jogadores começam a ser condenados por vários crimes, sentenciados à morte e são crucificados sob o sol escaldante do deserto. O jogador é resgatado por Conan, no entanto, e como exilado deve agora navegar por uma paisagem desértica do deserto, apropriadamente intitulada The Exiled Lands. Embora grande, esse foi inicialmente o único bioma disponível para exploração. Uma atualização posterior adicionou um bioma chamado The Frozen North, que adicionou novos elementos para construir, novas armaduras e toda uma nova terra para explorar. Ele também adicionou o Star metal, que é usado para construir armaduras fortes e melhores ferramentas e armas. Um bioma adicional, The Highlands, foi adicionado em 2017. Uma área de alto nível do Vulcão foi seguida no segundo trimestre de 2018 na região mais ao norte do mapa do jogo. Esta mais nova adição também adicionou Obsidian, usada para criar ferramentas e armas poderosas que rivalizavam com suas contrapartes do Star Metal. De acordo com o gerente da comunidade da Funcom, Jens Erik, o jogo final é de cerca de 53 km 2. 

Jogar Online