Mad Max

Mad Max é um videojogo de acção-aventura focado em combates com veículos num ambiente em mundo aberto pós-apocalíptico, baseado na série de filmes Mad Max. Oficialmente revelado em Junho de 2013 durante a conferencia de imprensa da Sony na E3, Mad Max foi produzido pelo estúdio sueco Avalanche Studios e publicado pela Warner Bros. Interactive Entertainment em Setembro de 2015 para PlayStation 4, Xbox One, e PC (Linux e Microsoft Windows).

Controles básicos: cuidado

Os controles básicos em Mad Max são um pouco atrapalhados, pois fogem do padrão de muitos games de ação em terceira pessoa. Para fazer Max correr, o jogador deve segurar um dos gatilhos traseiros do controle (o R2 no PS4, por exemplo), enquanto o salto é ativado com o outro botão do estilo. Apesar de pouco prática, essa é uma questão de costume.

O controle para atirar também pode confundir bastante. Para mirar, usa-se uma das teclas superiores da frente (como L1/LB) e atira-se com o gatilho de trás (R2/RT). O jogo ensina os movimentos básicos, mas só a prática vai fazer de você um craque.

Sistema de luta

O sistema de luta de Mad Max se assemelha a outros títulos da Warner, como Sombras de Mordor e Batman Arkham Knight. O combate é feito com apenas dois botões básicos: golpe e contra-ataque, com algumas variações em outras teclas, como a esquiva localizada no R1/RB.

Para brigar da forma certa, pressione o botão de soco continuamente por alguns segundos a mais do que o normal. Assim, você irá aplicar o golpe com mais eficácia nos inimigos. Preste atenção ao marcador em cima da cabeça dos adversários e pressione triângulo/Y para bloquear o ataque e contra-atacar corretamente.

Beba água e coma

Mad Max é um título mais difícil de sobreviver do que outros jogos de aventura e mundo aberto. Quando o protagonista sofre danos, o herói não recupera a vida automaticamente ao descansar, a não ser que volte para a base. Para se curar, é preciso achar comida ou água.

Água e comida são facilmente encontrados em acampamentos inimigos, mas o personagem vai sempre precisar beber e comer para se manter saudável. Com isso, o que era simples pode se tornar uma missão árdua. Para recuperar vida, basta parar por um tempo e se alimentar.

Dirigindo

Ao contrário dos controles para mover Max, os comandos para dirigir o carro, felizmente, são intuitivos, práticos e funcionam muito bem.

Não se preocupe em sair da pista, pois não há uma divisão clara. Na verdade, o que acontece é que o veículo fica mais lento fora da trilha indicada, porém não é nada que realmente atrapalhe tanto no desempenho do carro.

Fuce todos os restos

No universo de Mad Max, tudo é aproveitável. Qualquer objeto pode se tornar uma adição ao possante ou uma nova arma. O jogo oferece restos de itens destruídos, chamados de sucatas, mas que servem como a moeda do título. Por isso, não tenha dúvidas: colete tudo o que estiver destacado em amarelo na tela.

As sucatas permitem melhorar o veículo, armas e até as habilidades de Max. Com isso, é importante lembrar que praticamente tudo deixa entulho, desde inimigos derrotados a torres derrubadas ou outros carros destruídos. Tente não deixar nada para trás.

Melhorando o carro

O Magnus Opus, novo carro de Max no jogo, é o coração da jogabilidade e também um forte elemento na mitologia da saga. Mais do que cuidar de Max ou renovar as armas, é preciso adicionar melhorias ao carro constantemente.

O veículo representa a vida em Mad Max, de certa forma. Andar pelo deserto sem o possante seria suicídio, então é melhor não fugir dos investimentos no Magnus. O mais divertido é que o carro é bastante personalizável, e, por isso, o usuário dificilmente vai se cansar de modificar detalhes.

Combate em quatro rodas

O que seria de Mad Max se não fosse pelos combates em quatro rodas? Quem já assistiu ao filme mais recente sabe bem que os carros são parte importante do enredo. As batalhas entre veículos estão presentes desde o primeiro longa-metragem da franquia, mas ganham força em “Mad Max: Estrada da Fúria”.

No game, será necessário lutar com diversos tipos de inimigos e veículos. Então, use sem medo o turbo do carro, assim como manobras e armas para destroçar inimigos. Se o protagonista for muito prejudicado, tente parar por alguns segundos até que o carro seja recuperado.

Gasolina

A gasolina é outro item valioso em Mad Max. Assim como o herói precisa de água, o veículo necessita de combustível com frequência.

Mas não se preocupe: a gasolina acaba lentamente, porém, para carregar mais, é preciso encontrar galões em acampamentos e bases de adversários.

Economize munição

Acabar com war boys usando sua arma pode ser muito legal, nós concordamos, mas especialmente no começo do jogo munição não é algo que se encontra em todos os cantos. É melhor guardar para situações em que você realmente esteja em apuros.

Não se esqueça da sua lanterna

Não é preciso dizer que lanternas funcionam melhor em ambientes escuros, mas é fácil se esquecer de sua existência nas primeiras horas de jogo. A lanterna é ativada automaticamente durante a noite, mas ao entrar em locais escuros durante o dia ela não faz o mesmo. Ver bem por onde anda é essencial para evitar armadilhas e ataques surpresa.

Domine os campos

É uma boa ideia sempre visitar todos os campos de exploração de petróleo e outros materiais ao chegar em uma nova área. Além de ser uma experiência divertida, após conquistados, os campos lhe dão uma grande soma de sucata periodicamente, o que sem dúvida vai ajudá-lo.

Use entradas alternativas

Falando em campos, a maioria deles possui mais de uma entrada, e nem sempre a porta da frente é a melhor opção. Conversar com NPCs pelo deserto pode lhe informar das entradas secretas, ou você pode descobri-las por si mesmo — elas geralmente ficam marcadas com tinta amarela ou um punhado de madeira.

Colete todo o loot

É bem simples coletar toda a sucata na maioria dos lugares em que você visita, apenas fique atento a escadas amarelas, espaços abaixo de rampas e caminhos alternativos. Se você está procurando por um último ponto de sucata em determinada zona, na maioria das vezes você está pensando demais e está bem debaixo do nariz. Investigue cada canto e refaça seus passos.

Construa grupos de limpeza

Sucata é o principal recurso em “Mad Max”. Você usa as peças para aprimorar o carro e o próprio Max. Você encontra sucata em vários pontos do mapa, explorando ruínas, abatendo inimigos ou coletando caixas em tempestades de areia. Sempre que você destrói um carro inimigo, sucata voa pela estrada e você perde um tempão parando o carro, descendo e recolhendo o lixo. Para facilitar a vida, assim que entrar no forte de um novo aliado, procure pelo grupo de limpeza e reúna as partes de projeto necessárias para montá-lo. Esse grupo recolhe automaticamente a sucata deixada pelos inimigos na estrada – mas só no território do aliado! Por isso, repita o processo sempre que entrar em um forte novo.

Construa grupos de sucata

Os grupos de sucata devem ser construídos nos fortes aliados. Localize o projeto e vá atrás das partes necessárias. Uma vez montado, o grupo de sucata coleta peças nos acampamentos que você tomar dos inimigos, mesmo nas horas em que você não está jogando. Isso aumenta bastante o seu ganho de sucata em cada partida. Atenção: Se você joga no PS4 ou no Xbox One, não deixe o jogo suspenso! Encerre o game antes de desligar o console, ou o tempo não vai passar e você vai deixar de ganhar muita sucata!

Evolua o arpão

O Magnum Opus possui algumas armas, mas a mais versátil delas é o arpão. Sempre que desbloquear uma nova evolução para ele, instale o mais rápido possível. Com um arpão de nível alto, você consegue derrubar todo tipo de espantalho, arrancar pedaços de armadura dos carros mais fortes e outras peripécias. É uma ferramenta com muitas utilidades!

Melhore a suspensão do Magnum Opus

Você pode mexer em muitas partes do Magnum Opus, o novo carro de Max, mas sempre que puder, evolua a suspensão. Isso vai deixar o veículo mais fácil de manobrar. Participar de provas de corrida é uma atividade opcional, exceto por dois eventos que fazem parte da história principal. Vencer essas provas envolve muito mais controle preciso do que alta velocidade, por isso, aprimore a suspensão sempre que puder!

Veja quais desafios completar

No menu Lenda, você vê uma série de desafios que pode completar enquanto joga, como atropelar 15 inimigos ou explodir 10 carros, por exemplo. Sempre que você completa um deles, ganha tokens para usar com Griffa, o místico que faz o papel de psicólogo para Max e evolui vantagens passivas do personagem. Você vai completar vários desafios por acaso, apenas jogando, mas se ficar de olho nas atividades que estão próximas da conclusão e trabalhar ativamente para isso, vai ganhar tokens de Griffa bem mais rápido!

Visite Griffa com regularidade

O jogo vira e mexe avisa quando Griffa está na área e você pode localizar o místico se guiando pelo símbolo dele no mapa e pelas pedras com pinturas aborígenes onde ele se esconde. Vá até ele para gastar os tokens e melhorar habilidades passivas. Lembre-se apenas que você deve gastar todos os pontos em cada visita. Certas escolhas são óbvias, como aumentar a vida máxima e melhorar a absorção de comida. Outras, como armas corpo-a-corpo mais resistentes ou ganho extra de sucata, variam em importância conforme o seu estilo de jogo.

Sempre que sobrar um token, use em Adaptação

A habilidade Adaptação faz com que Max economize combustível e durante boa parte do game, é meio inútil: o Magnum Opus é bem econômico. Porém, quando você libera a opção de instalar lança-chamas no carro, tudo muda. Essas belezinhas consomem doses cavalares de gasolina. Para diminuir o gasto, lembre-se de investir um ou dois tokens na habilidade Adaptação quando visitar Griffa.

Tenha sempre um galão de gasolina para os balões

Enquanto joga, fique sempre de olho nos balões, seja no símbolo do mapa ou quando avistar um no cenário. Se o balão estiver sem combustível, você vai precisar levar um galão até ele ou até o gerador. Suba com o balão até conseguir enxergar boa parte da área com os binóculos e assim marcar pontos de interesse e perigos. Os balões, assim como acampamentos e fortes, servem como pontos para viagem rápida depois de você tomar um novo caminho.

Use Chum para localizar campos minados

Você precisa do cachorro para encontrar as minas e desarmá-las, mas vamos admitir: procurar campos minados no buggy é muito ruim, afinal você não tem as armas do Magnum Opus. O melhor é ficar atento aos alertas do mecânico Chumbucket sobre os campos minados e esperar que ele marque o local no mapa. Só então pegue o buggy e volte até o ponto com o buggy.

Sempre elimine o motorista

Durante os combates na estrada com war boys, compensa muito mais eliminar o motorista e seguir seu caminho do que explodir seu carro. Pode até ser divertido, mas conforme avança, os veículos ficam mais resistentes e no fim das contas não dão muita sucata.

Projetos nas fortalezas

Reserve um tempo para completar os projetos nas fortalezas. Gasolina, água e principalmente munição garantidas são coisas que não podem ser ignoradas em Mad Max. As peças para construir as fortalezas podem ser marcadas no mapa, e não é difícil encontrá-las.

Resolva no braço!

Inicialmente, vale mais a pena focas nas habilidades de combate corpo-a-corpo de Max, ao invés de focar em armas. Situações de pancadaria são cada vez maiores, então é melhor garantir que as habilidades de pugilista estejam em dia.

Fazer curvas nunca foi tão fácil

Se precisar fazer uma curva bem fechada em alta velocidade, pode usar o botão de investida (Quadrado ou X + a direção que você deseja virar) para uma transição suave.

Conheçam o novo Boss, igual ao anterior

Existem vários Bosses espalhados pelo mundo de Mad Max, que são normalmente os últimos inimigos que vão enfrentar quando querem conquistar uma base adversária. Por regra, podem procurar conselhos de sobreviventes sobre a melhor forma para derrubar estes inimigos, mas depois de conquistarmos algumas bases, deixamos de o fazer.

Estes Bosses vão iniciar a batalha ativando lança-chamas, com o propósito de vos manter presos na área, mas esta sua ação é também o seu maior erro. Esperem junto do fogo por uma carga do Boss, desviem-se, e depois ataquem-no de forma a fique junto do fogo durante algum tempo. É uma ‘batota’ que acaba por acelerar o que é por norma um processo muito repetitivo. Assim que derrotarem o Boss, aproveitem os materiais extra que ganharam.

Dicas finais

Scrap é bastante importante ao longo do jogo e é a moeda que é usada para quase tudo. Destrua todos os acampamentos que encontrar ao longo do seu caminho, com o intuito de conquistar o máximo de moedas possível.

Conduzir contra coisas poderá danificar o seu veículo. Portanto, se precisar de repará-lo, simplesmente deixe o seu veículo ou aguente o d-pad, quando ele não estiver em movimento.

Qualquer alimento que encontre no seu trajeto em Wasteland poderá ajudá-lo imenso. Se verificar que não precisa de aumentar a sua saúde no momento em que encontrar comida, então guarda-a e consuma somente quando realmente precisar dela.

Reabasteça a sua água sempre que possível e procure fontes de água através do seu mapa, quando não tiver o seu pote cheio. Dessa forma, garante que a sua saúde se mantém estável ao longo do seu percurso.

As munições são mercadorias bastante raras. Colecione-as a partir dos seus inimigos e evite desperdiçar as munições para caprichos. Utilize-as somente para enfrentar alvos difíceis e sempre que necessitar de matar.

Utilize o arpão para retirar as pessoas dentro dos veículos dos inimigos. Poderá entregar os veículos dos seus inimigos numa fortaleza para acrescentá-los à sua coleção

Sempre que estiver a lutar de pé, vire a câmara na direção do inimigo para evitar ser atingido pelas costas. Pode ser fatal!

Utilize os locais para desbloquear pontos de interesse em determinadas regiões e obter acesso rápido em viagens.

Referências:

Mais Tecnologia, Gamelogia, Game Reactor, Blog Playstation, Uol, Br Ing, techtudo, wikipedia.

Last Day on Earth: Survival

Last Day on Earth: Survival é um jogo gratuito para Android e iOS com cenário pós-apocalíptico e estratégia em tempo real. Controle um sobrevivente, que deve construir barricadas, coletar resíduos para montar armas e lidar com a invasão de zumbis. Construa, cace e elabore planos para sobreviver no “último dia na Terra”.

O jogo é da Kefir Games e está em beta aberto, então ele ainda vai crescer muito. Tem atualizações quase toda semana! Com gráficos bem bacanas e câmera isométrica, o jogo roda super bem nos principais dispositivos. O único problema, é que você precisa estar conectado à internet o tempo todo, ou seja, deixe para jogar quando estiver com wi-fi.

Os controles são bem simples e intuitivos, e não é difícil entender rapidamente quais são os principais comandos do jogo.

Em Last Day On Earth: Survival, você precisa explorar os diversos cenários existentes em busca de itens, recursos, armas, comida e o que mais puder ajudá-lo a sobreviver. Além disso, você precisa construir seu próprio abrigo e todas as estruturas que vão te ajudar nessa saga. Fogueira, coletor de água, e por aí vai…

E não esquece que você sente fome, sede, vontade de ir ao banheiro, e precisa até tomar banho!

Um apanhado geral

Em Last Day on Earth Survival você encontrará uma jogabilidade bastante simples no melhor estilo RPG, sem grandes segredos. Apesar da necessidade de urgência que, desde o princípio, o jogo impõe, você perceberá que as funções e categorias são bem simples de entender, com ícones que representam bem a função de cada um e ajudam bastante na hora de compreender e decorar onde ir diante de qualquer necessidade.

Outro fato que é bem interessante no game é que basicamente tudo o que você precisar será construído por você mesmo, o que dá um senso bem legal de multitask. Os gráficos do jogo também são bem interessantes, o que torna a experiência ainda mais completa, amparada por um game desafiante e que, rapidamente, fisga o player em meio à necessidade de atingir seus objetivos e se tornar, de fato, um sobrevivente em um mundo hostil e pouco propício à vida como conhecemos.

Humano de verdade, só você

A primeira coisa que você precisa saber, e lembrar sempre, é que você está sozinho. Todos os outros humanos que você encontrar são controlados pelo computador, o que significa nada de empatia e zero misericórdia. Não se engane: eles irão ataca-lo. E para sobreviver, você precisará construir uma base forte, segura, autossuficiente e repleta de recursos.

Energia é tudo

Como em basicamente todos os jogos de estilo, você estará sujeito a capacidade de energia de seu personagem para sobreviver e abrir caminho frente as missões e objetivos contemplados. Por isso, economizar e gastar apenas o necessário é essencial. Sua energia se recupera automaticamente, porém de forma bastante devagar. Ela é simbolizada pelo raio, no canto direito da sua tela. Você precisará dela para participar de embates, coletar recursos como madeira e pedra e caminhar. Outra dica importante é guardar diariamente um pouco de sua energia para participar de eventos. Quando não tiver nenhum objetivo definido e estiver por vias de encerrar pelo dia, aí sim sinta-se à vontade para gastá-la de forma mais “inconsequente”.

Coletando recursos

Conforme o jogo se desenrola e você for acumulando suas primeiras experiências em Last Day on Earth Survival, você perceberá que, apesar de ser uma das atividades mais básicas e necessárias, coletar recursos está longe de ser algo fácil. Isso acontece, principalmente, devido ao tamanho de sua mochila. Independentemente de seu momento e do quão avançado você estiver no game, vá se acostumando: coletar recursos será sempre uma de suas prioridades, e para ser sincero você nunca poderá deixar de fazê-lo. Quanto menos você tiver que se deslocar para buscar o que precisa, menos energia será gasta e menos riscos de se deparar com uma horda de zumbis ou inimigos você correrá, por isso pense bem antes de montar acampamento.

Junte basicamente tudo o que você puder por aí, mas nunca se esqueça de qual a sua prioridade naquele determinado momento. Outra sugestão é ter na mochila apenas o necessário.

Um mundo onde luxo de verdade é se manter discreto

Logo no começo do jogo, a vontade de criar uma grande base, com alto investimento de recurso e basicamente tudo o que você precisa ao seu redor é evidente. E este pode, realmente, parecer um bom caminho. Não caia nesta armadilha. Em Last Day on Earth Survival seus recursos iniciais são limitados e, por isso, perder tempo com preciosidades do tipo pode ser fatal. Seja humilde e comece apenas com o necessário para, é claro, sobreviver. Conforme o andar da carruagem, se o seu desempenho for satisfatório, aí sim você poderá começar a incrementar sua vida e se dar certos luxos. No começo, rico mesmo é estar vivo. Afinal de contas, estamos falando de um clássico e trágico apocalipse zumbi.

Você ainda é humano, use ferramentas

O que isso quer dizer? Oras, que apesar dos zumbis terem, um dia, sido homens e mulheres, hoje são seres de inteligente infinitamente inferior à sua. Por isso, nada mais justo que tirar proveito desta vantagem. De forma clara, isso significa que antes de qualquer coisa você deverá construir ferramentas básicas para estar sempre um passo à frente. E não estamos falando de nada muito complexo, não, mas sim de elementos básicos como lança, picareta e machadinha. Aliás, guarde e cuide bem destas 3, pois serão os mais utilizados no momento inicial do game.

Comece coletando calcário e pinho longo para conseguir manufaturar as ferramentas que falamos acima. Esta, aliás, é outra característica bem bacana de Last Day on Earth Survival: você será responsável por criar suas próprias ferramentas!

Um lugar para chamar de seu: a base de tudo

Agora que você já possui as ferramentas básicas para coletar recursos, resistir a zumbis e construir, chegou a hora de criar um lugar para chamar de seu. A sua base será responsável por proteger seus pertences de ataques e invasões de zumbis. Ou seja: você tem muita pressa em erguê-la o mais rápido possível. Isso também quer dizer que, neste momento, você não deve se apegar a nenhum luxo. O importante é estar entre quatro paredes! Uma casa pequena é mais do que o suficiente neste momento. Até pelo fato de que você sempre poderá expandi-la, por isso não perca tempo com isso agora. Tempos difíceis pedem medidas funcionais. Pense sempre nisso. Caso queira investir em algo a mais, opte por um Apanhador de Chuva, para ter sempre água disponível e ema estrutura de segurança.

Casa arrumada significa hora de explorar

Agora que você já tem uma base segura para chamar de sua, é hora de ir em busca de melhores condições, onde sua prioridade será sempre angariar cada vez mais recursos que proporcionem mais chances de sobreviver. A Base Alfa, Avião Caído e Entregas Aéreas Militares de Suprimentos estão entre seus maiores objetivos neste momento. É nestes cenários que estão os materiais mais valiosos. Não conte muito com as entregas aéreas, uma vez que ela fornece no máximo itens medianos, mas é bom estar sempre atento nem que seja para dar uma olhada. Já no Avião e na Base Alfa, a história é outra, com probabilidade de equipamentos militares como armas. Para acessar a Base, você deverá ter conseguindo um Cartão A.

Carregue apenas o necessário

Um dos itens mais importantes em Last Day on Earth Survival é a sua mochila, que, como tudo no game, deverá ser criada por você mesmo. No começo, no entanto, você ainda não será capaz de manufaturá-la. Por isso carregar apenas o necessário em suas aventuras mundo afora é o ideal. Se estiver com seu inventário cheio, não será possível coletar os recursos necessários para atingir suas metas e concluir suas obras. Além disso, quanto menos espaço tiver em sua mochila, mais idas e vindas até a base serão necessárias, o que implica em um gasto de tempo e energia muito maiores, algo que pode ser fatal no game.

Além de mais espaço e tempo economizado, outro fato importante para carregar com você apenas o necessário é que, caso você não resista e seja derrotado por zumbis, você perderá tudo que está em seu inventário naquele momento, inclusive os itens equipados. Por isso, nunca, em hipótese alguma, carregue todos os seus recursos com você. Não há absolutamente nenhuma vantagem em fazer isso.

Economize recursos e munição

Depois de explorar a Base Alfa e o Avião, você pode estar todo feliz caso tenha encontrado alguma arma militar, o que é, de fato, motivo para comemorar. Elas representam uma excelente forma improvisada de se proteger em Last Day on Earth Survival e, na realidade, chegará um ponto do game em que você será obrigado a contar com itens do tipo. Um erro muito comum, no entanto, é, assim que conseguir uma metralhadora ou qualquer outra arma, usá-la para tudo. Não faça isso, por mais tentador que possa parecer! Atirar nos zumbis é, realmente, divertido, mas deixe para fazê-lo quando estiver enfrentando hordas inteiras, e náo apenas um ou dois. Nestes casos, derrote-os com uma simples lança. Assim você sempre terá munição para as batalhas realmente complicadas.

Preocupe-se em achar comida

Sem comida você não vai nada longe. Somente se alimentando com alguma boa frequência é que poderá se manter saudável. No jogo há boas opções para adquirir alimento. A mais rápida e mais perigosa é matando lobos e coletando suas carnes. Contudo no início vai ser difícil que sobreviva a muitos embates.

Portanto foque-se primeiramente em plantar. Plante sementes, que se transformarão em cenouras em poucos minutos após estarem na terra. Cada cenoura dá 25 pontos de fome e aumenta 15 de HP. A vantagem é que pode ser comida crua! Caso queira e possa, cozinhe as cenouras para ganhar 5 pontos extras de vida.

O terceiro método para se alimentar consiste em caçar seu alimento. No caso, veados. Mas cuidado! É preciso ter tática e estratégia. Se sair correndo atrás do animal, ele vai fugir e levá-lo a atrair zumbis ou outros animais selvagens perigosos. O melhor, portanto, é usar furtividade. Com uma faca, se aproxime por trás do bicho sem ele ver e dê um golpe seco.

Recicle sempre que possível

Muitos itens só ficam disponíveis quando você consome outros. Só é possível obter uma garrafa de água após beber uma garrafa de água inteira. Com as latas é a mesma coisa! No caso das garrafas, é mesmo importante que não coloque fora depois de beber seu conteúdo.

Com esses objetos você pode fazer uma espécie de captação da chuva. Após algum tempo, terá água da chuva para beber se souber ter paciência. De qualquer forma, vale a pena descobrir as utilidades de todos os itens do jogo.

Tenha estratégia para atacar os zumbis

Os zumbis são fortes e tiram muito dano. Ainda assim, não tem qualquer inteligência, o que faz de você um ser muito superior. Portanto quando for atacá-los, pois isso eventualmente vai acontecer, tenha certeza de usar a abordagem correta!

O segredo é ser furtivo. Ataque sempre por trás, tentando escolher inimigos que estejam sozinhos ou em grupos muito pequenos. Não ser visto facilita muito a sua vida. Caso isso não seja possível, tenha garantia de que poderá usar uma arma de fogo para se defender.

Usando a arma de fogo, não saia disprando de qualquer jeito por aí. Tente controlar o dedo nervoso para não desperdiçar munição. Aliás, isso fica ainda mais fácil se, de novo, selecionar bem seus zumbis. O ideal é mesmo enfrentar um de cada vez. Hordas são sempre a receita para morrer.

Prepare-se para a horda diária de zumbis

É inevitável: todos os dias, a cada 24 horas, sua base será atacada por uma horda de zumbis. Se você não preparar bem suas defesas, verá suas muralhas serem destruídas em alguns pontos. Isso se tiver muralhas! Se não for o caso, qualquer coisa que houver em seu abrigo poderá ser destruída.

Então tente agir durante seu tempo útil em prol da construção e da melhoria de defesas. Você não quer ver todo seu trabalho indo por água abaixo após o ataque das criaturas.

Caso você esteja completamente despreparado para enfrentar os zumbis, uma sugestão é que fique na tela do mapa durante o ataque. Isso fará com que não morra, tendo apenas que reconstruir tudo que foi perdido.

Use os bolsos para ter mais espaço no inventário

Uma coisa que o Last Day on Earth: Survival não lhe diz é que você não precisa colocar tudo na sua backpack. Aliás, nem dá para fazer isso, visto que o espaço desse objeto é bem pequeno. Uma alternativa rápida e prática é colocar os itens nos bolsos. Nos bolsos você tem 8 espaços, o que permite coletar objetos ou mesmo comida para levar ao abrigo.

Pause o jogo para não morrer de fome ou de sede

Infelizmente nem sempre você terá água a sua disposição…

Sim, a gente sabe que não dá para pausar em Last Day on Earth: Survival. Porém outra coisa que o game não lhe diz é que a tela do mapa serve como um pause, evitando que as barrinhas de fome e de sede desçam constantemente. Isso é importante, visto que sempre que estiver jogando terá de prestar atenção a essas duas barras.

Vá à Base Alfa só depois de fortificar seu abrigo

A Base Alfa é sua melhor chance de obter boas armas no início do jogo. Ir lá é imprescindível, mas apenas se você tem seu abrigo fortalecido contra invasões. E não só: seu próprio avatar precisa estar bem preparado.

Por isso tenha calma e assegure-se de que suas defesas estão bem postas. Quando sair para ir à Base, verifique que sua personagem está minimamente armada e que tem alimento para recuperar vida. No caminho para a Alfa com certeza vai encontrar zumbis e será preciso se defender.

Monte a casa do jeito certo

A construção da casa, claro, é um dos aspectos mais importantes do jogo. Sem ela você não sobrevive uma hora no jogo. Quando for construí-la, certifique-se de que tem os recursos suficientes. Não é do seu interesse que ela fique pela metade ou sem porta.

Uma casa sem porta é desperdício de tempo. Mesmo uma porta simples só pode ser destruída por explosivos C4, portanto não hesite em ter uma! Isso impedirá zumbis e outras personagens humanas de invadirem sua residência, roubando itens preciosos.

Em termos de tamanho, faça uma casa 3×3. Pequena, mas ideal para quem está começando. Certifique-se de ter uma fogueira, uma caixa pequena para guardar itens e uma cama. Isso é tudo que você precisa para começar o jogo bem e seguro.

Lembre-se que a caixa pequena guarda apenas 12 itens de forma segura. Caso precise de mais espaço, uma dica é ir ao caminhão do início do jogo para guardar mais objetos valiosos.

Lobby das Casamatas

Já vi muitas pessoas usando essa estratégia, o saguão ou lobby da casamata (local onde tem o computador para colocar a senha e abrir o elevador) não reseta, você pode tirar vantagem disso colocando seus itens nos armários, como comidas, armas e roupas, assim, descendo apenas com os itens necessários.

Refinamento de recursos

Essa dica é muito importante para vocês terem um melhor aproveitamento de seus recursos, como por exemplo a cenoura (ou abóbora) é muito melhor transformá-los em sopa, do que comer apenas a cenoura, assim você vai curar 20 de vida do que apenas 15. Ou usar toras ou tábuas de madeira ao invés de carvão, é sempre bom pesquisar para ver se o recurso bruto pode ser refinado para ter um melhor aproveitamento.

Contrabandistas

Hoje em dia, os contrabandistas são a melhor forma de conseguir recursos ou itens raros, como a placa de aço que serve para fazer a mochila militar ou roupas da SWAT. Os níveis 1 e 2 desse evento são fáceis de completar, já o 3 que complica, mas não vale a pena pois gastar muita arma por pouco. Caso os contrabandistas não apareça para você, pode ser porque você não tenha o rádio CB ou nível suficiente (nada confirmado apenas minha teoria).

Dicas

No início, não construa paredes, foque mais em construir uma casa pequena, e melhorar os pisos para depois você conseguir evoluir as paredes de boa.

Sempre que der, vá duas vezes às florestas para conseguir bastante madeira e evoluir. No dia seguinte vá à pedreira para conseguir bastante pedra.

Nunca vá às pedreiras e florestas com a seta de cor amarela e vermelha, mesmo lá tendo mais recursos, a probabilidade de morrer no nível baixo é muito grande.

Se um dia for em florestas e pedreiras de cor amarela e vermelha, saiba que terá de levar uma arma de corpo a corpo muito boa (racha-cuca) e uma arma de fogo, que seria a famosa pistola. Mas para que isso? Simples! Se aparecer uma Abominação Tóxica, é muito mais fácil matá-la com uma arma que dê bastante dano.

Nunca vá a uma casamata sem muitas armas de fogos e várias de corpo a corpo, pois lá, a probabilidade de morrer é muito alta. Só para ter uma ideia, tem um zumbi que te mata em dois hits, que dá em 81 de dano.

No canto direito inferior, há um botão de furtividade. Ative o botão e ataque zumbis e animais pelas costas para ganhar bônus no ataque.

Lutar com outros sobreviventes pode ser uma boa, mas verifique se sua arma é tão boa quanto a dele. Se estiver com pouca vida, corra para fora do mapa.

Itens eletrônicos podem parecer atraentes, mas não serão usados no início do jogo. Foque no recursos básico (madeira, pedras e metais). Cordas, peles e tecidos são bons itens também!

Guarde todas as garrafas de água vazias e construa um coletor de água da chuva o mais rápido que puder para não morrer de sede.

Quando for explorar o Bunker Alfa, vá com o mínimo de coisas possíveis. Há MUITO LOOT lá e coisas bem bacanas. Não gaste agora os itens valiosos que encontrar lá (armas, roupas, etc.)

Deixe sempre uma segunda arma ou comida/remédio no seu “bolso”, que é o espaço abaixo da mochila no seu inventário. Pode ser importante durante uma luta.

Fique atento aos eventos como a Queda de Avião e os Pacotes de Ajuda que são jogados no mapa de tempos em tempos. Sempre tem ótimos loots por lá. Cuidado com sobreviventes!

Referências:

Playstorm, Amino apps, Last Day Dicas, Blue Stacks, Ligados Games.

Rage 2

Rage 2 (estilizado como RⒶGE 2 ) é um videogame de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Avalanche Studios em conjunto com a id Software e publicado pela Bethesda Softworks. O jogo é a continuação do jogo Rage, de 2011. O jogo foi lançado para Microsoft WindowsPlayStation 4 e Xbox One em 14 de maio de 2019. Recebeu críticas mistas dos críticos, com elogios por seu combate, mas críticas por sua história, personagens e jogabilidade em mundo aberto.

Gameplay 

Rage 2 é um jogo de tiro em primeira pessoa . Os jogadores assumem o controle de um ranger chamado Walker, que é livre para explorar o mundo aberto de ficção apocalíptica do jogo . Os jogadores têm controle sobre alguns dos atributos de Walker, como gênero, habilidades ou vestuário. Walker é capaz de usar várias armas de fogo e ferramentas para lutar contra os inimigos, incluindo o retorno de armas, como a asa de asa. Os jogadores podem desenvolver as habilidades de Walker com poderes baseados em Nanotrite. Através de um modo chamado Overdrive, as armas de Walker causam mais dano, os inimigos perdem mais energia e são curados constantemente – proporcionando aos jogadores uma maneira agressiva de derrubar os inimigos. Nanotritos do primeiro jogo, que agem como poderes especiais e habilidades, também podem ser usados ​​para aumentar a eficiência do combate. O jogo também apresenta combate veicular, incluindo caminhões, buggies e girocopters, com o jogador sendo capaz de dirigir qualquer veículo no mundo do jogo. 

Seja agressivo e não fique parado

Contrariando as tendências do mercado de implementar mecânicas de furtividade aos jogos de tiro atuais, Rage 2 aposta em um combate dinâmico e frenético. Para sobreviver, é necessário partir para cima dos inimigos variando entre armas de longa e curta distância e usando habilidades desbloqueáveis.

A habilidade de esquiva, por exemplo, é essencial, uma vez que os inimigos são inteligentes e atacam com rapidez e precisão, além de nunca ficarem parados esperando uma ação do jogador. Ser agressivo também contribui para acumular combos que, consequentemente, liberam um golpe de finalização devastador conhecido como Sobremarcha.

Vá atrás de Arcas

As arcas são abrigos criogênicos que armazenam poderes experimentais e armas de alta tecnologia. É por meio delas que o protagonista consegue ampliar seu arsenal de armas e ficar mais forte com novos recursos de batalha. No começo da aventura, o ideal é buscar todas as estações indicadas no mapa para progredir nas missões da história com o personagem devidamente evoluído.

Os abrigos são sinalizados no minimapa por um ícone azul e ainda garantem uma boa quantia de dinheiro como prêmio. Quando descobertas, as arcas fortalecem as Operações dos aliados e ajudam a avançar na missão principal do Projeto Adaga.

Fortaleça o seu veículo

Assim como em qualquer outro jogo em mundo aberto, boa parte da aventura de Rage 2 se passa na estrada, no caminho entre uma atividade e outra. Contudo, o mundo pós-apocalíptico é hostil e não perdoa jogadores mais fracos. Aprimorar e fortalecer o veículo com novas peças e armas é a única forma de sobreviver.

Há diversos carros a serem desbloqueados no decorrer da aventura. Você pode adquirir peças novas diretamente dos comerciantes das cidades e ainda ganhar novos veículos como recompensa por vencer corridas no deserto. Também é preciso saber o momento certo de fugir – faça bom uso do nitro -, pois há comboios de nível superior circulando desde o início.

Explore o mapa

Há um propósito maior para se explorar o imenso mundo de Rage 2. A economia do jogo gira em torno de componentes que podem ser encontrados pelo mapa. Com feltrita, por exemplo, é possível aumentar taxas de dano, cadência e manuseio das armas, enquanto o dinheiro é usado para obter peças de comerciantes locais.

Você também pode encontrar acelerador de nanotritos para comprar vantagens de habilidades que já estão desbloqueadas. Abra o minimapa e procure por ícones marcados com um ponto de interrogação, que geralmente são pontos de interesse com recompensas satisfatórias.

O lixo é valioso

Enquanto estiver explorando, você vai encontrar muitos componentes indesejados que não vão servir para absolutamente nada. Deixe-os armazenados em seu inventário e vá ao comerciante mais próximo para vendê-los. O limite de armazenar lixo é de 1 mil, então lembre-se de se desfazer dele com regularidade.

Mantenha o estoque de itens sempre cheio

Antes de invadir uma base inimiga, certifique-se de que os estoques do seu inventário estão abastecidos. Infusão de saúde, por exemplo, que é o item usado para restabelecer a saúde, não pode faltar em momentos críticos. Você pode criar e aprimorar itens secundários a partir da aba “Inventário” do menu.

Por fim, é igualmente importante manter o estoque de Wingsuit, Granada e Drone de Torreta, visto que são itens essenciais para complementar o caos instaurado nos combates.

Parte da vida regenera sozinha

Você ainda precisa coletar itens de cura para recuperar sua vida, mas saiba que parte dela se auto-regenera. Então, na hora do aperto, procure algum lugar para se esconder e aguarde alguns segundos para regenerar pelo menos um pouco da sua vida.

Não poupe nenhuma caixa

As caixas de suprimentos em “Rage 2” são essenciais: trazem dinheiro, minérios, itens de cura, munição e materiais de criação. Existem milhares delas pelo jogo, e o ideal é que você nunca deixe de quebrá-las ou abri-las. As rosas ou metálicas são as mais importantes. Se o jogo indicar que existem algumas delas no local onde você está, pode investir seu tempo procurando por elas.

Use e abuse da Sobremarcha

Depois que você mata um determinado número de inimigos, é possível utilizar essa habilidade. Ela é extremamente útil pois aumenta consideravelmente seu dano e ainda por cima regenera sua vida.

Ajude o Marshall primeiro…

Quando você ganhar acesso ao mapa, terá três objetivos principais pela frente. O recomendado é que você primeiramente siga até o ponto de encontro com o Marshall, pois a missão dele lhe dá acesso à Escopeta de Combate, uma das melhores armas do jogo.

… depois vá até o Dr. Kvasir

Depois de ajudar o Marshall para obter a Escopeta de Combate, o ideal é que você siga para o local do Dr. Kvasir. Ao abrir a árvore de projetos dele, você consegue obter duas habilidades de Rastreamento que permitem descobrir com muito mais facilidade onde estão escondidos os Datapads e Contêineres de Suprimentos.

Não esqueça de “upar” suas habilidades e armas

Com tanta ação ininterrupta, pode ser que você esqueça de melhorar suas armas, itens e habilidades. Então, depois de algumas horas jogando, é sempre bom dar um pulinho no menu e ver aquilo que você melhorar com os recursos que obteve.

Apenas seu carro pode ser “tunado”

Embora existam vários veículos no jogo, somente aquele com o qual você começa tem a possibilidade de receber melhorias. Mas então por que ir atrás de outros carros? É mais para conseguir peças para serem utilizadas no seu veículo principal, já que nenhum dos demais transportes sobre rodas chega aos pés dele.

Colecionáveis não rendem troféus/conquistas

Diferentemente da maioria dos jogos, você não precisa se preocupar com os itens coletáveis caso seu objetivo seja obter um determinado troféu ou conquista, pois nenhum deles fornece isso em “Rage 2”.

Evolua as habilidades estrategicamente

Depois de destravar a Skill Tree das habilidades, preocupe-se em primeiro lugar com o cooldown, o tempo de recuperação necessário até que você possa utilizá-la de novo.

Evoluindo esse aspecto primeiro ficará bem mais fácil de colocar os ataques especiais em prática. Consequentemente, você aprenderá os melhores momentos para utilizar cada uma delas mais rápido, integrando-as ao seu estilo de jogo.

Use o modo Overdrive

Utilizar as habilidades em combate vai lentamente preenchendo a sua barra de Overdrive. Uma vez ativado, esse modo melhora temporariamente todos os seus nanotritos, fazendo com que os ataques causem mais dano. Além disso, sua vida passará a se regenerar de acordo com a lista abaixo:

Nível 1 – Regeneração com fator de 100%

Nível 2 – Regeneração com fator de 110%

Nível 3 – Regeneração com fator de 120%

Nível 4 – Regeneração com fator de 130%

Saltando como um louco

Rage 2 não é o seu típico “Cover shooter”, como Gears of War e tantos outros que forçam o jogador a adotar uma posição mais defensiva, em constante busca por abrigo. Pelo contrário, ele foi projetado para fazer com que os players ataquem os inimigos de frente, sem pararem para pensar sequer por um instante.

Por isso uma das habilidades mais importantes é o dash (Passada), uma esquiva rápida essencial para não ser atingido pelas ondas de inimigos. A habilidade é especialmente útil contra Authority Sentries e Cyber Crushers.

Todos de uma vez

Aproveitando o embalo dos pulos, é obrigatório dominar a mecânica de salto gravitacional. Muito além de uma forma de desviar dos ataques alheios, ela pode ser usada como uma ferramenta de ataque em conjunto com a habilidade Enterrada (Slam), que faz o seu personagem descer pelos céus furiosamente até esmagar o chão e tudo aquilo que estiver acima dele. Quanto mais do alto você vem, mais forte fica o golpe.

Inimigos atingidos diretamente pelos seus punhos serão transformados em geleia de sangue. O impacto gerado afeta todos ao seu redor, fazendo voar alguns dos monstros mais leves. Essa é a oportunidade perfeita para brincar de tiro ao alvo. Entre no modo de mira e mande bala!

O Slam também tem outra função importante, que é a de anular o dano recebido por quedas muito altas. Na dúvida, se você pulou de um penhasco e está com medo de perder vida, mande ver na habilidade. 

Não seja louco de encarar o comboio…

… Sem a devida preparação! Dizemos isso porque o Phoenix (sempre ele!) é uma verdadeira máquina de guerra, tendo um enorme arsenal à disposição daqueles que quiserem fazer os upgrades. Algumas das opções incluem:

Blast: um pulso que desativa as defesas alheias e revela pontos fracos nos veículos alheios

Cruise Missile: Míssil teleguiado que vai em cheio rumo ao ponto fraco do veículo inimigo

20MM Cannons: Metralhadoras giratórias automáticas com munição de 20mm, perfeitas para complementar os mísseis guiados

Hellfire Mortar: uma chuva de morteiros que trará a morte de cima. Basta disparar e guiar em direção ao comboio

Se quiser mergulhar de verdade na briga, use o comando Ram do Phoenix. É como um Dash para o seu carro, perfeito para bater nos outros e jogar aqueles chatos direto para o penhasco. Depois de equipar o Phoenix com tudo o que listamos, vai sobrar poder de fogo para explodir qualquer comboio.

O freio de mão é seu aliado

Para fecharmos a lista, uma dica mais básica: não se esqueça de utilizar o freio de mão. Ele é a ferramenta perfeita para manobras rápidas e curvas fechadas. Em situações de combate, principalmente, uma guinada bem realizada pode tirar um caçador da sua cola e deixá-lo na posição perfeita para o contra-ataque.

Começando na Wasteland

Encontre todas as Arks espalhadas pelo mapa. São vitais para se obter todas as armas e habilidades no jogo. Você pode encontrar a localização das Arks falando com pessoas nas cidades, encontrando pistas nos data pads, ou apenas esbarrando nelas enquanto explora.

Passe bastante tempo com suas armas. Todas as armas podem ser melhoradas, ganhando funções adicionais, e muitas também possuem um segundo modo de tiro.

Rage 2 é sobre combate agressivo de linha de frente. Não se trata de um jogo de tiro de cobertura tradicional. Velocidade, agressão e violência reinam aqui. Entre na luta com as mãos sujas de sangue.

Junte Feltrite como se sua vida dependesse disso, já que vai acabar dependendo. Feltrite pode ser encontrado em caixotes pelo mundo, nos inimigos e em, meteoritos que caíram na Terra. Gaste Feltrite para melhorar suas armas e habilidades.

Gaste seus pontos de projeto! Tudo que faz no mundo te dá favor com um de três personagens principais. Conforme sobe de nível com eles, juntará pontos de projeto que podem ser gastos em melhorias adicionais. Aumentar a capacidade de munição é bastante útil, assim como poderes que o ajudam a encontrar data pads e baús.

Compre receitas dos vendedores pelo mundo para melhorar seus itens de arremesso como os Wingsticks, Granadas e Turret Drones.

Não se esqueça de vender seu lixo. Lojas em Wellspring, Gunbarrel, Oasis, Lagooney e Dreadwood comprarão todo o lixo que está carregando em troca de grana.

Enfie o nariz em todo canto do mapa. Nunca se sabe o que vai encontrar escondido por aí.

Seja criativo! Nem toda missão precisa ser resolvida com uma bala. Algumas vezes pode fazer um pouco de reconhecimento antes de iniciar um objetivo secundário, e acabar encontrando um botão que resolve todos os seus problemas.

Em algum lugar por aí, existe uma cadeira bem especial. Saberá quando a encontrar. Encontre a cadeira. A cadeira é vida. A cadeira é amor.

Trapaçear é divertido. Rage 2 coloca uma camada das antigas em cima de toda a diversão com um sistema de Cheats, o que quer dizer que sua ação insana vai ficar ainda mais… estranha. Use Cheats para dar um tempero (e risos) à sua jornada. (Nota: Troféus são desabilitados quando se usa Cheats.)

Veículos

Viu um veículo que curtiu na estrada? Roube e traga de volta à garagem em uma cidade como Wellspring, Gunbarrel, Lagooney ou Dreadwood para torná-lo seu. Uma vez que for dono de um veículo, pode chamá-lo a qualquer hora da aba do menu.

Não se preocupe se não puder encontrar seu veículo. Além de poder chamar qualquer um deles da aba Vehicles, também pode manter sua roda de armas abertas e chamar a Phoenix de lá.

Use o freio de mão. É seu melhor amigo quando estiver navegando as ruas de Rage 2.

Aprenda como usar a função de aríete da Phoenix. É divertido demais, não só para empurrar os outros para fora da estrada, mas também quando for enfrentar um comboio.

Falando nisso, não tente enfrentar um comboio antes de melhorar as armas e armadura da sua Phoenix.

A melhoria Ejector Seat para Phoenix é essencial. Quando estiver na velocidade máxima em sua Phoenix, segure o botão de saída e será lançado para fora do carro como um herói. Use um SLam depois para criar um combo estiloso.

Priorize a descoberta de Ark tek

Os Arks são o que você pensa que são: clãs intergalácticos que oferecem aos exploradores do deserto um eon de loot e também são os melhores power-ups e armas do jogo. Alguns deles podem ser encontrados através da campanha principal, enquanto outros tek só podem ser descobertos através da exploração, com o Junker’s Pass e a Dank Catacomb sendo o lar de Nanotríos e obras-primas de armeiros, como o Firestorm Revolver, Grav-Dart Launcher e Hyper-Cannon Railgun. Apenas certifique-se de explorar cada arca com cuidado, já que suas paredes são geralmente cheias de lixo que pode ser vendido para os comerciantes.

Confie no rosa, sempre

Rosa é uma cor proeminente em Rage 2, usada para indicar objetos interativos no terreno baldio. Baús, escadas, válvulas e interruptores de porta são pintados em neon rosa e manter os olhos abertos por uma pitada de cereja pode ajudar quando o assunto é navegar em missões secundárias ou campos de checklist e esconderijos. Fique sempre atento.

Mãos a obra

Rage 2 não é um jogo de tiro de cobertura. Ele pode ser tratado como um, porém como qualquer novo título do id Software, o game usa uma IA que é igualmente inteligente e cruel para derrubá-lo através de das paredes de tijolos para tirá-lo da sua zona de conforto. Então, em vez disso, não perdoe ninguém e parta para cima. Ao unir as 11 diferentes habilidades de Nanotrite (Slam ou Shatter, por exemplo) e seu medidor de Overdrive, você derrubará os enxames inimigos e forças opostas com facilidade, enquanto permanece no combo de sprint, slide e dash que pode ajudá-lo a sobreviver nos ambientes. Se os ataques corpo-a-corpo falharem, faça novas granadas e seja agressivo. E não se esqueça dos Wingsticks.

Melhore seu dano

Em outras palavras, reforce seus brinquedinhos com o máximo de status. O cyber doc – Doc Karl – da Wellspring é capaz de instalar implantes que permitem “re-especificar” seu Ranger e atualizar permanentemente sua saúde, Overdrive e dano universal. O custo para tanto são recursos mais valiosos que podem ser difíceis de encontrar, mas aumentam a quantidade de dano causado. Isso é bem importante, pois permite que você enfrente multidões e mutantes com facilidade e sem ter que alterar a dificuldade do jogo.

Compre todos os esquemas

A criação de itens em Rage 2 é uma bagunça. Materiais como Componentes Eletrônicos e Componentes Explosivos são necessários para granadas, Wingsticks e Infusões de Saúde, porém você também precisa dos esquemas correspondentes para criá-los. Felizmente, eles podem ser comprados de comerciantes e fornecedores em todo o deserto e, cada vez que você fizer isso, eles desbloquearão um novo nível de criação e aplicarão automaticamente os diferentes upgrades e benefícios em seus próximos níveis.

Torne-se um colecionador de veículos

Semelhante a Mad Max (2015), o deserto de Rage 2 permite tomar qualquer veículo (de trabalho) que encontrar. Rollas, Nippas, Pulverizadores e similares podem ser encontrados no lado da estrada ou em acampamentos de bandidos e Arks e todos os itens acima podem ser armazenados em sua garagem e convocados via menu. Quando você encontrar um veículo, basta levá-lo de volta a uma das cidades centrais – como Wellspring, Gunbarrel e Dreadwood – até que seja solicitado que você guarde sua nova carona.

Use cheat codes

Lembre-se do Game Shark ou Game Genie? A Avalanche e id Software certamente lembram. Cheat codes podem ser comprados e ativados via menu através de um NPC conhecido como Mangoo The Unborn – o mago do deserto. Sua cabana e três balões verdes podem ser encontrados em vários locais em The Wilds, Broken Tract e Sekreto Wetlands e seus destraváveis incluem aliados, pacotes de voz e impulsos mais proeminentes para Feltrite, Overdrive e Wingstick. Eles desativam temporariamente troféus e conquistas, mas não há sentimento melhor do que ouvir Danny Dyer (do EastEnders e do Human Traffic) e o locutor do NBA Jam te chamar de “muppet” enquanto você atravessa hordas de mutantes do deserto. Por isso, invista nas trapaças sem dó!

Referências:

Blog 2am gaming, Blog Playstation, Red Bull, techtudo, wikipedia.

Metro Exodus

Metro Exodus é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa e Survival horror; desenvolvido pela 4A Games e publicado pela Deep Silver. Foi lançado em 15 de fevereiro de 2019 para Microsoft WindowsPlayStation 4 e Xbox One.

É o terceiro título da série de jogos eletrônicos Metro, baseado nos romances de Dmitry Glukhovsky. Ele é a sequência dos eventos ocorridos em Metro 2033 e Metro: Last Light.

História

Em 2013, uma guerra nuclear deixou o mundo completamente devastado, destruindo nossa civilização e deixando a Terra coberta por radiação. Aqui, conhecemos a história de Artyom, um sobrevivente desta calamidade que vive no metrô de Moscou e se torna um guardião.

Metro: Exodus se passa em 2036, dois anos depois de Metro: Last Light. A história segue a partir do final Redemption, que seria a conclusão mais “feliz” do game. Enquanto os dois jogos anteriores se passaram em Moscou, este game foca na fuga da cidade. Em busca de uma vida melhor, Artyom e um grupo de sobreviventes deixam Moscou rumo a Vladivostok, no leste da Rússia. Entre os sobreviventes está Anna, melhor sniper do grupo e esposa de Artyom.

A bordo do trem a vapor Aurora, o grupo fará essa longa viagem pela Rússia passando por diversos ambientes e lugares durante um ano. Suas decisões impactam diretamente nos eventos do game e, dependendo de suas ações, nem todos vão chegar vivos ao final da jornada.

Jogabilidade

Metro Exodus é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa com elementos de survival horror e stealth. Situado no terreno baldio pós-apocalíptico da antiga Federação Russa, o jogador deve lidar com os novos perigos e se envolver em combate contra criaturas mutantes, assim como contra humanos hostis. O jogador empunha um arsenal de armamento feito à mão que pode ser personalizado através de materiais de looting e de um sistema de crafting. O jogo apresenta uma mistura de níveis lineares e ambientes de sandbox. Também inclui um sistema climático dinâmico, um ciclo de dia e noite e ambientes que mudam com as estações conforme a história avança. É definido ao longo de um ano inteiro no jogo.

Mundo

O game tem história que acontece na Rússia e mostra muitos ambientes e locais para explorar. Diferentemente dos games anteriores, que eram ambientados boa parte do tempo em túneis do metrô, este vai apresentar grandes áreas abertas.

Mas a ideia não é criar um mundo aberto tradicional e, sim, unir a linearidade de Metro: ainda vão existir trechos em túneis fechados, assim como momentos em que sua liberdade será mais restrita em prol do desenvolvimento da narrativa e do level design mais complexo.

Não existe um mapa único no game, mas diversos locais para visitar conforme a história progride. As áreas são bem grandes, com uma única área tendo por volta de dois quilômetros.

Não há as tradicionais “fetch quests” no esquema “pega um item e leva para alguém”. Também não há apenas um tipo de missão sendo repetido até te deixar exausto. Os objetivos opcionais de Metro: Exodus são todos guiados por uma narrativa, complementando a história principal e fluindo naturalmente a partir dela.

Como o game acontece durante um ano, cada estação está presente. No inverno, estamos em Moscou nos preparando para a jornada. Essa área será mais próxima dos games anteriores, trazendo muitos inimigos já conhecidos. O foco aqui será encontrar e consertar a Aurora.

Na primavera, estaremos em um arquipélago próximo ao Rio Volga. Esta cidade abandonada é o lar de um grupo religioso violento que cultua o Tsar Fish, um peixe mutante que vive no local.

Já no verão, nos encontraremos em uma área desértica próxima ao Mar Cáspio. Esta é a região onde os veículos serão muito úteis. Esse local é dominado por um grupo de ladrões comandado por um homem conhecido como barão. Mas esse não é o único perigo do deserto, já que tempestades de areia podem acontecer a qualquer momento.

E, por fim, no outono teremos uma região montanhosa de vales, com diversas construções de madeira. É aqui que vive a facção filhos da floresta, que em 2013 era um grupo de crianças escoteiras que sobreviveram por estarem longe da cidade.

Muitas destas regiões não estão contaminadas por radiação, o que permite que a exploração seja totalmente livre. Mas essa não é a realidade em todos os lugares e ainda é necessário o uso da clássica máscara e filtros em regiões radioativas.

Aurora servirá como sua base e casa. Ao longo do game, você fará upgrades nela, podendo adicionar novos vagões, por exemplo. Isso vai permitir que mais sobreviventes se unam a sua jornada.

Ainda tem o ciclo de dia e noite e clima dinâmico. E isso não é apenas uma mudança visual: será importante considerar horário e clima para você executar suas ações, Já que essas características alteram o comportamento dos inimigos. Por exemplo: de dia, as bases humanas são mais vazias, uma vez que muios homens saem para patrulhar. No entanto, você é mais visível, dificultando uma abordagem furtiva. Já à noite é o contrário: você se esconde melhor, mas terá mais inimigos para lidar. a escolha de como fazer isso é totalmente sua.

Combates

Metro: Exodus permite que você aborde seus inimigos da maneira que quiser, seja na furtividade ou na ação desenfreada. As duas maneiras oferecem amplas possibilidades.

O game apresenta um sistema de customização de armas aprimorado, permitindo criar os equipamentos que melhor se ajustam ao seu estilo de jogo. Este sistema será bastante amplo, permitindo uma variedade incrível de armamentos. É possível customizar suas armas para que elas tenham muito poder de fogo, mas isso faz com que elas sejam barulhentas. Ou você pode usar silenciadores e abater inimigos sem que eles vejam de onde veio o tiro. É possível alterar e trocar de armas a qualquer momento enquanto explora os mapas. Mas é bom ter em mente que isso não pausa o jogo e você estará vulnerável enquanto faz isso.

Para os furtivos, o uso de luz e sombra é essencial para uma infiltração perfeita. Você pode inclusive atirar em lâmpadas, para diminuir o campo de visão dos seus inimigos. Aliás, existe a opção de não matar ninguém. Isso é importante, já que facções inimigas notam a sua forma de agir e podem ser menos hostis se você poupar os adversários.

Contra os mutantes, a história é outra. Essas criaturas ferozes e irracionais, nasceram da radiação espalhada pela guerra nuclear. São muitas delas que vão mudar dependendo da estação do ano e da região em que você estiver. Elas são mais abundantes durante a noite, então é bom ficar atento enquanto estiver andando por aí no escuro. E não se esqueça de reforçar seu poder de fogo, porque você vai precisar muito.

Em busca de sobreviventes em uma região devastada

Metro Exodus se passa no ano de 2036 e acompanha as aventuras do personagem Artyom, um soldado e membro de um grupo conhecido como Spartans. Sua missão, durante a demonstração na E3, é adentrar a região conhecida como Volga, na Rússia, em busca de recursos e ajudar alguns sobreviventes, sempre que possível.

Repleta de novas experiências e locais para explorar, a área é povoada por criaturas mutantes, bandidos perigosos e fanáticos religiosos. Inclusive, parte da missão durante o teste foi, justamente, investigar o pedido de socorro de uma mãe e filha, que eram mantidas reféns em uma espécie de igreja, onde todas as pessoas contrárias às leis impostas pelo culto eram presas, escravizadas ou executadas.

Ao se aproximar da igreja, você recebe um aviso de um soldado aliado: cuidado com suas ações, nem todos são inimigos. Alguns podem até se tornar nossos aliados depois. Com isso, o jogo te dá a chance de moldar, de certa a forma, a relação do mundo com você. Se optar por atacar e matar as pessoas, dificilmente conseguirá a confiança delas no futuro, mas resolverá a situação mais rápido. Optar por uma abordagem mais furtiva e não letal, pode ter suas vantagens, porém levará mais tempo e mais estratégia.

Visualmente, Metro Exodus traz um vasto e detalhado cenário do Leste Europeu, maior do que em qualquer outro título da franquia, reimaginado com ruínas inundadas de várias vilas e fábricas, onde a vida mudou para sempre há 25 anos após uma guerra nuclear devastar a Terra.

Recursos escassos, o ambiente contra você

Este é um game de tiro em primeira pessoa que combina opções mortais de combate e furtividade à exploração e horror de sobrevivência. Tudo isso em um mundo pós ataque nuclear e incrivelmente imersivo. Se você é novo na série e acha que se trata de um jogo de tiro comum, esqueça. A chave para sobreviver em Metro é ser calculista. Nem sempre a melhor abordagem é atirar e acabar com toda a sua preciosa munição – acredite, vai ser difícil encontrar mais pelo cenário. Na maioria das vezes, você perceberá que a melhor estratégia é se esconder e fugir. Guarde sua munição para o inevitável.

Metro Exodus chega no início de 2019 e consegue entregar uma ótima experiência de ação e terror em um único game. Fazendo o jogador raciocinar sobre suas escolhas e a racionar o uso de recursos, o título tem tudo para fazer sucesso entre os fãs de jogos de sobrevivência.

Tenha em atenção os indicadores

O game tem muitos perigos, mas também várias formas de você se proteger das diversas ameaças que espreitam pelo mundo.

Filtro de ar

O temporizador dessa peça é a informação mais valiosa que você precisa seguir a todos os momentos. O temporizador consegue ser visto em seu braço esquerdo e vai começar a contar apenas quando você estiver em uma área com ar tóxico.

Se o temporizador estiver parado, então significa que você pode retirar sua máscara de gás. Se, repentinamente, ouvir um sinal de aviso e a notificação do filtro alterar, então terá menos de um minuto para sobreviver sem a máscara.

Bússula

Um dos primeiros itens que você vai ganhar em Metro: Exodus é sua bússula, visível também no seu braço esquerdo, e indicando a direção correta para seu objetivo principal. Se você não estiver em condições para conferir seu mapa e quiser seguir apenas a história principal, então a bússula vai o levar ao local correto.

Mais tarde é possível alterar essa ferramenta por um pequeno radar que também dá sinal quando estiver próximo de formas de vida.

Contador Geiger

O contador Geiger vai virar de verde para vermelho sempre que você se encontre em uma área de alta radiação. Isso é muito importante porque, a não ser que seja necessário por causa de missões específicas de história, você nunca deve entrar nessas zonas a não ser que deseje morrer rapidamente.

Indicador de bateria

Sua bateria manual é muito importante para carregar sua lanterna e seus óculos de visão noturna. Se a bateria estiver ficando descarregada, você vai receber um alerta para a carregar. 

Porém, a qualquer momento, consegue verificar essa informação mantendo pressionado o direcional esquerdo para que não seja pego desprevenido.

Consulte seu mapa e diário

O mapa vai mostrar sua localização atual e também um círculo com um X que indica seu objetivo principal. Outros objetivos secundários e pontos de interesse vão também aparecer dentro de círculos mais pequenos, que desaparecem quando a tarefa estiver completa.

Porém, alguns destes objetivos secundários apenas ficam acessíveis quando você avançar na história principal, por isso, não vale a pena correr para zonas que ainda pareçam longe.

Com o mapa ativo, você pode o virar para ver seu diário. Além da informação da história, este inclui também notas que Artyom escreve sobre o objetivo corrente. Isso pode ser útil para saber como avançar em zonas ou missões.

Pegue tudo o que encontrar

Aprender a coletar os itens que precisa é dos objetivos mais importantes de Metro: Exodus. Você precisa de dois tipos diferentes de materiais para construir todos os objetos do game: químicos e metais.

Estes podem ser pegos ao revistar cadáveres, ao coletar objetos no ambiente ou ocasionalmente ao visitar uma oficina controlado por seus aliados. Mas procurar itens no ambiente é o que você deve fazer sempre.

Uma boa estratégia é olhar para todos os cantos do local que visite. Procure também debaixo de escadas e dentro de caminhões incendiados. Sempre que veja algum tipo de contêiner ou caixa, você deve também tentar o abrir.

Além disso, os cogumelos verdes também podem ser coletados. E, por fim, sempre que mate um inimigo, procure se ele tem itens e armas que tenha deixado cair durante a luta.

Crie seus itens

Metro: Exodus dá acesso a que você crie um número limitado de itens quando não está em uma oficina, acessando a essa opção de construção em seu inventário. Isso é útil especialmente para criar kits médicos e filtros de ar extra para uma emergência, desde que tenha com você os recursos necessários.

Sempre que possível o ideal é ter pelo menos quatro kits médicos e dez minutos de filtros de ar com você, para sobreviver a qualquer eventualidade.

Seja discreto

Eventualmente, você vai ter que lutar e, em Metro: Exodus, existem várias formas de fazer isso. Porém, a maneira mais fácil de derrotar seus inimigos é jogando furtivamente. Muitos inimigos humanos podem ser facilmente eliminados ao aparecer por trás deles sem eles repararem e outra forma silenciosa de matar oponentes é acertando em suas cabeças com a espingarda Tikhar ou o arco Hilsing.

Ao escolher se mover de forma furtiva, você vai reduzir o desperdício de munições e manter uma boa reputação. Por isso, tente se manter escondido e com a lanterna desligada para não ser detectado facilmente.

Se os inimigos detectarem sua presença, procure lugares estreitos e equipe uma caçadeira ou espingarda de assalto para eliminá-los rapidamente.

A importância de uma boa arma de fogo

Sendo essencialmente um game shooter, é muito importante você ter boas armas de fogo para sobreviver em Metro: Exodus. Por isso, você deve tentar pegar as melhores armas e melhorias para elas que encontre.

É essencial que tenha sempre pelo menos uma espingarda para grupos de inimigos, uma caçadeira para desintegrar oponentes que estejam perto e uma pistola para quando estiver sem munições na sua arma principal.

Além disso, é muito importante também que você limpe e cuide de suas armas usando químicos na oficina. Se não o fizer regularmente, estas perdem pontaria e podem até ficar bloqueadas.

Planeje para o dia e para a noite

O ciclo dia/noite em Metro: Exodus é muito importante na sua jogabilidade. Por isso, você deve fazer coisas diferentes de dia e de noite.

O dia é perfeito para explorar e coletar recursos, pois você consegue ver tudo melhor e os mutantes mais perigosos são normalmente criaturas noturnas.

Durante a noite, o ideal é completar missões, especialmente as que requerem furtividade. Assim, você pode passar pelos locais mais perigosos sem ser detectado.

Fale com NPC’s e siga suas pistas

Não ignore os NPC’s quando os encontrar durante suas aventuras, principalmente os habitantes de Aurora, pois eles podem pedir favores a você, que serão pagos com itens raros e segredos.

Ser social em Metro: Exodus pode contribuir para que ganhe peças de equipamento importantes que o vão ajudar em muito a completar o game.

Verifique seu diário regularmente

Quando você sair pela primeira vez da Aurora, receberá um mapa do Coronel Miller. Seu mapa é atualizado automaticamente com seus objetivos principais e alguns opcionais, mas uma das partes mais úteis é oculta no verso.

Você pode virar seu mapa para ler o diário de Artyom, que também é atualizado regularmente. Essas entradas no diário informam muito mais sobre seu próximo objetivo do que apenas sua localização. Você pode verificar sua meta, com quem estará trabalhando e as circunstâncias da missão. Esse último é especialmente importante, pois alguns lançamentos no diário aconselharão você a evitar matar, abordar furtivamente ou observar sub-objetivos específicos. Mesmo se você souber para onde ir em seguida, vale a pena parar para verificar seu diário antes de cada grande missão.

Use seus binóculos para procurar pontos de interesse

Krest é realmente uma mina de ouro da inteligência. Encontrá-lo não só permite que você acesse uma bússola (mais sobre isso depois), mas o próprio Krest também lhe dará um par de binóculos quando o encontrar. Você pode usar os binóculos para definir o que está por vir, confirmar os locais dos inimigos e marcar tudo em seu mapa. Se você digitalizar com um objetivo opcional usando o binóculo, ouvirá um clique e, ao segurá-lo, um ponto de interrogação será automaticamente exibido em seu mapa (tente aplicar zoom se não “estourar”). Portanto, não se esqueça de parar e tomar o seu entorno de vez em quando.

Dormir para mudar a hora do dia

O clima sazonal no Metro Exodus parece ótimo e adiciona muito para o mundo, mas o ciclo dinâmico diurno e noturno é muito mais útil. Você pode saltar entre o dia e a noite dormindo nas camas encontradas em vários esconderijos, e vale a pena escolher a hora certa do dia para se adequar ao seu próximo objetivo. Você é mais difícil de encontrar à noite, então se você está planejando se infiltrar em um acampamento de bandidos, descanse até o anoitecer. Por outro lado, os mutantes são mais ativos à noite, por isso, se você estiver viajando por algum território aberto, faça uma jornada durante o dia para que você possa ver para onde está indo e o que está vindo na sua direção.

Crie a bússola depois de conhecer o Krest

Não muito tempo depois de entrar no gelado Volga, você encontrará um engenheiro chamado Krest. Ele está escondido em um guindaste com vista para um armazém infestado de mutantes, mas apesar de suas circunstâncias, ele conseguiu esquivar um monte de materiais e máquinas. Sua humilde morada também é equipada com um banco de fabricação adequado, e esse banco deve ser sua primeira parada depois de conhecê-lo, porque ele permitirá que você crie e instale o acessório da bússola para sua cinta. A fina agulha vermelha nesta bússola sempre aponta para o seu objetivo principal atual e é fácil de ver no seu braço com o resto do seu HUD, então é incrivelmente útil quando você está explorando.

Nem todo mundo é um inimigo

O mundo do Metro Exodus é hostil, mas há pessoas genuinamente boas por aí, e eu não estou falando apenas de Krest e Katya. Você encontrará refugiados e outros NPCs passivos nos desertos, e desde que você não comece nenhum problema, esses caras vão deixar você em paz. Portanto, antes de abrir fogo, sempre verifique as pessoas com a sua retícula para ver se elas são inimigas (retícula vermelha), amistosos (retícula verde) ou neutras (retícula amarela). Você também pode resguardar sua arma antes de se aproximar deles para mostrar que você não está procurando por uma briga, e muitos NPCs agradecerão por este simples show de paz.

Preste atenção para essas atualizações antecipadas

Você naturalmente adquirirá novas armas e acessórios à medida que avança, mas algumas das atualizações mais impactantes são para o seu próprio traje. Você vai melhorar quase todas as partes do seu kit ao longo do jogo, e você pode obter três das melhores peças na primeira área, o Volga. Antes de ir para o Mar Cáspio, certifique-se de pegar esses aparelhos, os quais são encontrados no início, metade inferior do Volga:

Bateria de lanterna aprimorada: em um galpão ao lado do esconderijo a nordeste de Krest. O esconderijo está em uma ilha minúscula cercada principalmente pela água rasa.

Detector de metais: em uma pequena casa no canto sudeste perto de um guindaste quebrado. Olhe para o oeste de onde você encontra o ursinho.

Óculos de visão noturna: na sala final do armazém do Tsar Fish

Use armas silenciadas sempre que possível

Stealth sempre foi uma grande parte dos jogos do Metro, então essa dica pode ser meio óbvia. Dito isto, você realmente não pode superestimar o valor de um supressor. Mesmo armas silenciadas não são totalmente indetectáveis, mas comparadas a armas normais que atraem todos os mutantes e bandidos ao alcance da voz, são uma dádiva de Deus. A maioria das armas, incluindo espingardas, pode ser equipada com um silenciador, por isso verifique sempre uma no seu banco de fabricação.

O rifle Tihkar é seu melhor amigo

Falando de armas que salvam vidas: o seu fiel rifle Tihkar irá levá-lo através de quase tudo. É a única arma que você pode fabricar munição para ir em qualquer lugar, e as bolas de aço que ela dispara são relativamente baratas de fazer, o que a torna altamente econômica. Também é extraordinariamente eficaz quando você obtém algumas atualizações para ele. Um headshot totalmente carregado fará um tiro na maioria dos mutantes e bandidos, e não fará tanto barulho quanto um rifle sniper ou uma espingarda. Você tem que manter sua bomba e munição carregadas, mas se você cuidar do Tihkar, ele cuidará de você.

Ir para KOs stealth sempre que puder

É sempre melhor bater furtivamente nos inimigos, em vez de esfaquear ou atirar neles. Derrubá-los faz menos barulho do que executá-los, e isso não afetará negativamente o seu carma. Inimigos que você KO nunca vai acordar, então não há nenhuma vantagem real para matá-los. Não só isso, se os inimigos perceberem que você derrubou muitos de seus companheiros, eles estarão mais propensos a se render, permitindo que você bata eles Fora. Jogando pacificamente é a chave para o sucesso. Ele economiza munição e preserva seu karma, então leve-o devagar e furtivamente sempre que possível, especialmente se você quiser obter o bom final – e você, porque é um ótimo final.

Você é mais preciso enquanto agacha

Depois de algumas horas e algumas dúzias de tiros na cabeça, comecei a pensar se poderia melhorar minha precisão. Usar um osciloscópio com zoom maior ajuda, mas a maneira mais fácil de tornar seu retículo mais estável é agachar. Obviamente, você não quer cair quando você está pedalando para longe de um mutante, mas se há alguma distância entre você e seu alvo, agachar é o caminho a percorrer.

Atire nos caras blindados nas pernas

A primeira vez que encontrei um bandido totalmente blindado, coloquei literalmente cada bala que tinha nele e absolutamente nada aconteceu. Como se vê, tirar as rótulas de seus braços com uma espingarda por trás faz o trabalho, como acontece com frequência. Você não pode stealth matar esses caras, mas vale a pena furtar-se nesses caras para que você possa obter em suas pernas.

As interrogações são suas amigas

Metro Exodus, assim como Red Dead Redemption 2, precisa de um tempinho para entrar no ritmo. Soubemos que a experiência inicial de jogo inicial até afastou algumas pessoas, porém queremos dizer que vale a pena seguir em frente. Isso porque uma vez que você saia de Moscou e desembarca em sua primeira parada, em Volga, onde você ganha um par de binóculos e é a partir deste momento que o jogo realmente se abre.

Todos a bordo do Aurora!

Usá-los no ponto mais alto em qualquer um dos locais do mapa que segue (exceto Yamantau) revelará os principais pontos de interesse representados em seu mapa, como pontos de interrogação. Pode ser tentador apenas seguir sua missão narrativa para experimentar o próximo local, mas limpar todos os pontos de interrogação na maioria dos locais o recompensará com materiais mais preciosos, armas potencialmente novas e atualizações de itens, guloseimas para seus companheiros passageiros – para mantê-los felizes –, sem falar de conhecimento e informação sobre o mundo fora do Metro. Além disso, há apenas uma sensação de satisfação em torno dele, porque você não pode simplesmente virar o trem e voltar, e escolher capítulos, pois o menu substitui o último salvamento e reinicia esse capítulo desde o início. Então, limpe e colete tudo o que quiser enquanto puder.

Segura o dedo do gatilho

Há uma chance de eles voltarem e ajudarem você de alguma forma por mostrar compaixão…

Isso nem sempre acontece, porém em nossa experiência, se você jogar o game mais furtivamente do que sempre com o dedo no gatilho, e derrubar os inimigos com um ataque corpo-a-corpo em vez de matá-los, há uma chance de eles voltarem e ajudarem você de alguma forma por mostrar compaixão e restringir seu caminho. Isso pode vir na forma de inimigos agora sendo amigáveis ou ao receber novas informações sobre a área, seu(s) líder(es) enquanto você se sente todo confuso por ser apenas uma boa pessoa.

Terminou a batalha, limpe sua arma

Apesar da insistência para que seja conservador com o dedo no gatilho por algumas razões (favores, conservação de munição, etc), ainda será necessário dar bons tiros nos bichos mutantes espalhados pelo mundo do jogo, e por isso é pertinente ter sua arma no melhor da performance. Não há nada pior do que ter uma horda de mutantes em sua direção, apenas para ver o cano da arma sobreaquecer ou até ver a arma travar.

Yamantau é uma das experiências mais estranhas em um game

Por esta razão, sempre que possível, limpe suas armas principais em QUALQUER bancada que encontrar. Sim, você gastará os preciosos produtos químicos necessários para criar outros itens, como medkits e filtros de máscara de radiação, contudo gerenciar como distribui seus produtos químicos durante o jogo pode significar a diferença entre a frustração e o sucesso em batalha. E uma arma limpa ajudará imensamente em tudo isso.

A van é sua melhor amiga para derrubadas

No nível Cáspio, você pegará uma van para dirigir, e esse será um passeio pós-apocalíptico bem doce. Ela também é um chamado dos céus quando o assunto é a economia de munição, e deve ser usada sempre que possível para derrubar as criaturas mutantes. Pode parecer complicado, mas muitas vezes esses tipos de inimigos reaparecem depois de um cochilo ou após de terem ficado longe de uma área após um período de tempo. E quando lhe atacam, e fazem isso tão agressivamente quanto possível, é possível perder preciosa munição muito, muito rapidamente.

A propósito, munição incendiária de Tikhar normalmente derruba Demônios em no máximo dois ou três tiros…

Chefões — Apenas não atire

Metro Exodus tem vários chefões que espreitam durante capítulos para mantê-lo assustado e com medo. De um bagre gigante a ursos mutantes e macacos sem olhos, o jogo vende um mundo irradiado onde os animais emergiram como chefes por direito próprio. E pode ser muito tentador querer tentar derrubá-los, especialmente porque sua retícula ficará vermelha quando pairar sobre qualquer um deles. Certamente é a oportunidade de ser um grande caçador, certo?

Referências:

Redbull, Gameme, Br Ing, Aficionados, Wikipedia, Techtudo.

The Last of Us

The Last of Us é um jogo eletrônico de ação-aventura e sobrevivência desenvolvido pela Naughty Dog e publicado pela Sony Computer Entertainment. Ele foi lançado exclusivamente para PlayStation 3 em 14 de junho de 2013. Na história, os jogadores controlam Joel, um homem encarregado de escoltar uma adolescente chamada Ellie através de um Estados Unidos pós-apocalíptico. The Last of Us é jogado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa, com os jogadores usando armas de fogo, armas improvisadas e furtividade a fim de defenderem-se de humanos hostis e criaturas canibalísticas infectadas por uma mutação do fungo Cordyceps. Um “Modo de Escuta” permite a localização de inimigos por meio de uma escuta e percepção espacial aprimoradas. Armas podem ser melhoradas usando itens recolhidos do ambiente. Há um modo multijogador online em que até oito jogadores podem entrar em diferentes modos de partidas cooperativas ou competitivas.

O desenvolvimento de The Last of Us começou em 2009 logo depois da finalização de Uncharted 2: Among Thieves, o título anterior da Naughty Dog. A relação entre Joel e Ellie foi o foco central do jogo, com todos os outros elementos de história e jogabilidade desenvolvendo-se ao seu redor. A equipe criativa escolheu os atores Troy Baker e Ashley Johnson a fim de interpretarem os personagens principais, que realizaram a captura de movimentos e dublagem para seus respectivos papéis. Ambos auxiliaram o diretor de criação Neil Druckmann com o desenvolvimento da história e personagens. Novos motores de jogo foram criados para satisfazer as necessidades técnicas, com a inteligência artificial de Ellie sendo um grande ponto de desenvolvimento e aprimoramento. A trilha sonora original foi composta por Gustavo Santaolalla, enquanto os efeitos sonoros assumiram um ponto de vista mais naturalista e minimalista do que em outros jogos de ação.

The Last of Us foi anunciado em 2011, gerando grande expectativa. Ele foi aclamado pela crítica especializada, com elogios sendo direcionados particularmente para sua caracterização, enredo, subtexto e exploração da condição humana. O título tornou-se um dos jogos mais bem vendidos do PlayStation 3, vendendo mais de 1,3 milhões de cópias apenas em sua primeira semana e mais de oito milhões depois de catorze meses. The Last of Us é considerado como um dos melhores jogos eletrônicos da história, tendo vencido vários prêmios de Jogo do Ano. Um conteúdo para download chamado Left Behind foi lançado em fevereiro de 2014, com sua história se passando antes do jogo principal e centrando-se em Ellie e sua melhor amiga Riley. Uma remasterização intitulada The Last of Us Remastered foi lançada em julho de 2014 para PlayStation 4, enquanto sua sequência The Last of Us Part II foi anunciada em dezembro de 2016.

Jogabilidade

The Last of Us é um jogo eletrônico pós-apocalíptico de ação aventura e sobrevivência apresentado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa. O jogador atravessa ambientes arruinados, passando por locais como cidades, edifícios e esgotos a fim de avançar pela história. Armas de fogo, armas improvisadas e furtividade são usadas para derrotar humanos hostis e criaturas canibalísticas infectadas por uma mutação do fungo Cordyceps. O jogador controla durante a maior parte da história o personagem de Joel, um homem encarregado de escoltar uma garota chamada Ellie através dos Estados Unidos; ela e outros companheiros ocasionais são controlados por uma inteligência artificial. Ellie torna-se temporariamente a personagem jogável durante um segmento da história.

O jogador usa no combate tanto armas de longo alcance (como rifles, espingardas e arcos) quanto de curto alcance (como pistolas, revólveres e espingardas curtas); também é possível utilizar armas brancas (como canos e tacos de beisebol). Garrafas e tijolos podem ser jogados para distrair, tontear ou atacar inimigos. The Last of Us possui um sistema de criação que permite que o jogador aprimore armas em mesas de trabalho usando itens coletados nos ambientes. Equipamentos como kits médicos e coquetéis Molotov podem ser encontrados ou produzidos com os materiais recolhidos. Habilidades físicas, como um medidor de saúde e velocidade de criação, podem ser melhoradas ao coletar pílulas e plantas medicinais. O medidor de saúde do jogador pode ser recarregado por meio de kits médicos caso o personagem tome algum dano.

Apesar do jogador ter a opção de atacar os inimigos diretamente, ele também pode empregar táticas furtivas para atacar ou passar pelos oponentes sem ser detectado. O combate furtivo usa uma mecânica chamada de “Modo de Escuta”, que permite que o jogador localize inimigos por meio de uma escuta aprimorada e percepção espacial. Ao usar o Modo de Escuta, a silhueta dos inimigos torna-se visível, permitindo que o jogador veja adversários em diferentes locais. Um sistema de cobertura dinâmico está presente em que o jogador pode agachar-se atrás de obstáculos a fim de obter uma vantagem tática durante o combate. The Last of Us possui diversos períodos sem nenhum combate, frequentemente envolvendo apenas conversas entre os personagens. O jogador resolve quebra-cabeças simples, como utilizar painéis flutuantes para transportar Ellie, que não sabe nadar, através de corpos de água ou usar escadas e lixeiras a fim de alcançar áreas mais altas. Colecionáveis de história, como bilhetes, mapas e quadrinhos, podem ser encontrados e vistos em um menu.

O jogo contém um sistema de inteligência artificial em que inimigos humanos hostis reagem a qualquer situação de combate em que são colocados. Se um oponente descobre o jogador, ele pode chamar por ajuda ou tirar vantagem do jogador quando este está distraído, sem munição ou no meio de uma luta. Companheiros como Ellie podem auxiliar no combate ao jogarem objetos em ameaças com o objetivo de tonteá-las, revelando a localização de inimigos ou usando uma faca e pistola para atacarem adversários.

O modo multijogador online permite que até oito jogadores participem de partidas competitivas ou cooperativas. Existem três modos multijogador: Ataque de Suprimentos, Sobrevivência e Interrogação. Os dois primeiros são mata-matas em equipes, com o segundo excluindo a opção de renascimento; o último coloca equipes investigando a localização da caixa de fecho inimiga, com a primeira a capturar a caixa vencendo. O jogador escolhe uma Facção em cada modo – Caçadores (grupo de sobreviventes hostis) ou Vaga-Lumes (grupo miliciano revolucionário) – e mantém seu grupo vivo ao coletar suprimentos durante as partidas. Cada partida equivale a um dia; ao sobreviver por doze “semanas”, os jogadores completam a jornada e podem escolher uma nova Facção. Matar inimigos, ressuscitar aliados e criar itens rendem ao jogador partes que podem ser convertidas em suprimentos; essas também podem ser adquiridas procurando em corpos de inimigos. Os jogadores são capazes de carregar mais equipamentos ao ganharem pontos enquanto crescem os suprimentos do grupo. Os jogadores podem conectar seu jogo ao seu perfil no Facebook, alterando assim os nomes e rostos dos outros jogadores a fim de serem iguais aos seus amigos de Facebook. Os jogadores também podem customizar seus personagens com chapéus, capacetes, máscaras e emblemas.

Priorize evoluir a barra de vida de Joel

No decorrer da campanha, Joel encontrará alguns comprimidos de suplementos. Embora cada jogador deva evoluir da forma como desejar a construção do personagem, é extremamente recomendável que um dos primeiros passos seja elevar a barra de saúde de Joel ao nível máximo.

Tenha sempre facas para abater estaladores 

Se você já jogou The Last of Us sabe dos perigos que representam os Estaladores. Existem algumas formas de se executar o inimigo rapidamente. Uma delas é utilizando lâminas. Construa facas e movimente-se bem devagar para se aproximar da criatura. Com dois metros de distância será possível executar o ser sem correr grandes perigos.

Em grupos com vários inimigos mate do mais forte para o mais fraco

Fora da Zona de Quarenta, Joel enfrentará inimigos com um tempo de infecção variado, exibindo diferentes comportamentos. Podemos utilizar como exemplo um dos primeiros contatos dos protagonistas com as criaturas. As salas trazem recém infectados, corredores e um estalador. Elimine primeiro o estalador e em seguida aplique golpes nos demais infectados.

Sempre avance contra os inimigos silenciosamente

Joel não é Nathan Drake. Na maioria das vezes os tiroteios irão terminar de uma péssima maneira para o protagonista. Avance com cuidado, mantendo o silêncio, contra inimigos humanos e seja mais cauteloso ainda ao lidar contra infectados. Observe o chão para não passar por cima de objetos quebrados, gerando ruídos significantes. O simples fato de pressionar a alavanca de maneira mais incisiva pode chamar a atenção dos inimigos.

Atire somente em último caso

“Faça o tiro valer a pena”. A frase dita por Joel para Ellie é de importância vital para os jogadores. Seguindo a dica anterior, evite disparar em ocasiões onde se pode abater o inimigo de forma silenciosa. Além de evitar chamar a atenção de outros adversários, Joel economizará a rara munição para situações onde esta seja a única solução.

Contra corredores busque locais com apenas uma passagem

Os corredores são uma pedra no sapato de Joel. Apesar de não serem tão inocentes quanto os recém infectados, nem tão perigosos como os estaladores e os vermes, os corredores podem causar estrago quando atacam em grande número. Procure levar os inimigos para salas com apenas uma entrada, fique de costas para a parede e empilhe os corpos com duros golpes, ferramentas modificadas e se necessário tiros.

Explore todos os cantos dos cenários 

The Last of Us não é o tipo do game que entrega os recursos aos usuários facilmente. Evite deixar para trás partes do cenário que não façam parte do trajeto linear. Explore portas trancadas, cômodos distantes, extremidades das ruas e fundo dos lagos, tendo sempre em mente que se correr algumas ferramentas decisivas poderão ser deixadas para trás.

CORRA!!!

Esse, com certeza, é o ensinamento mais importante de todos e que vai permear parte das outras nove dicas. No mundo de The Last of Us, a velocidade das pernas é sua melhor amiga em todos os momentos. Está sendo cercado de inimigos? Já enxerga a saída? Quer se livrar de uma situação difícil? Então fuja!

Essa foi a primeira indicação citada pelo nosso redator Durval Ramos quando perguntado sobre esse artigo. Para ele, o dedo colado no botão L2 do controle é a melhor maneira de sobreviver ao título, seja você um adepto da jogabilidade mais estratégica ou um amigo do Rambo.

É claro, ao fugir, Joel fará muito barulho e atrairá a atenção dos inimigos. Ainda assim, muitas vezes, é preferível sofrer um pouco de dano e seguir em frente do que tentar outro tipo de abordagem e acabar morrendo.

Não subestime o poder de seus punhos

Temos aqui mais um caso em que é preferível sofrer pouco dano. Em salas com poucos Runners, principalmente no início do game, prefira atacar fisicamente os inimigos do que gastar munição com eles. Esteja sempre em posse de pedaços de madeira, canos de ferro, tijolos ou garrafas, que tornam o assassinato violento muito mais rápido.

Utilizando armas desse tipo, os “zumbis” ou seres humanos inimigos caem com quatro golpes. Com as mãos, é preciso de quatro a sete acertos para acabar com a raça de um oponente, caso você não esteja próximo a uma parede. Pressione o botão quadrado sem parar e, no caso dos combates contra pessoas, fique atento também ao triângulo, para evitar que o adversário recupere a vantagem.

Aqui, duas exceções podem ser feitas. A primeira se relaciona a momentos em que também se está enfrentando Clickers, que são invulneráveis a ataques com as mãos. Além disso, fique atento aos soldados que portam armas, já que você estará indefeso contra disparos enquanto desce a porrada em um companheiro. Nesse caso, vale mais a pena agarrar o inimigo em questão e aproveitar o escudo humano para fazer uso da primeira dica.

Evite o confronto

Tudo bem que essa dica meio que contradiz as anteriores, mas você sabe como dizem: a melhor defesa é quando seu oponente não pode atacar. E um inimigo que não enxerga Joel não poderá agir contra ele, continuando as atividades normais de seu dia. A furtividade é uma grande aliada em The Last of Us.

E não estamos falando nem de matar os oponentes um a um, na surdina. Muitas vezes, o ideal mesmo é deixar o instinto assassino de lado e permitir que os oponentes vivam para ver outro dia, passando pelas laterais dos cenários e deixando o recinto silenciosamente. Afinal de contas, de nada adianta ser silencioso para matar um inimigo e, com isso, acabar sendo visto pelo restante do exército.

Quando atacar, prefira os sufocamentos com o quadrado e guarde as facas apenas para os Clickers, que são mais fortes e mortíferos. Cuidado com a lanterna nos arredores de inimigos comuns e sempre ande abaixado. Joel provavelmente ficará com dores nas coxas mais tarde, mas é melhor viver com as pernas doloridas do que morrer com o pescoço dilacerado.

Tijolo > garrafa

Ao longo de todo o game, dois artigos serão mais utilizados do que qualquer arma. Os tijolos e as garrafas são itens abundantes e multiuso, já que servem tanto para criar distrações quanto para explodirem a cabeça dos inimigos. Só que, nessa briga, os itens de construção se saem muito melhores que os antigos recipientes.

Tudo bem, as garrafas são de vidro e fazem muito mais barulho, configurando um engodo melhor para levar os inimigos para longe. Mas os tijolos combinam esse poder com a possibilidade de serem utilizados como uma arma letal de uso único, eficazes contra tudo, desde humanos até Clickers.

Por isso, tenha sempre um em seu inventário. Caso prefira usar a garrafa para distração, colete o vidro, jogue-o longe, mas não se esqueça de pegar o tijolo novamente. Em um momento de pânico, ele pode se tornar seu melhor amigo.

CHECAR TUDO

Tijolos e garrafas são os itens mais abundantes de The Last of Us, mas os cenários escondem muito mais do que isso. Seja cauteloso e não corra pela aventura. Entre em cada sala. Abra cada gaveta. Verifique todos os armários. Olhe cada cantinho. Parafusos, lâminas, panos, álcool, adesivos, munição. Tesouros deixados por sobreviventes do passado.

Itens desse tipo nunca são demais e, acredite, você vai precisar de todos eles. O game da Naughty Dog alterna momentos de calmaria extrema com combates frenéticos e tensos, que com certeza deixarão você sem itens de cura e armas. Por isso, é sempre importante recarregar o inventário antes da chegada da próxima situação desse tipo.

Escolha bem as evoluções

Como muitos jogos da atualidade, The Last of Us também empresta elementos de RPGs e traz uma árvore de habilidades. A evolução acontece por meio de escassos medicamentos, que são encontrados ao longo da aventura e permitem a melhoria de diversos atributos. Apesar de todos serem bastante úteis, existem aqueles que são essenciais para que você possa seguir em frente de forma tranquila.

Desde o início do game, foque suas pílulas na habilidade Shiv Master, que dá a você a opção de utilizar uma faca por meio de QTE caso seja atacado por um Clicker. Acredite, ela poupará você de muitas mortes. A seguir, aumente a quantidade total de sua energia para os combates mais complexos da metade para o final do game. Por último na lista de prioridades está a distância do Listen Mode, que facilitará muito sua vida durante as incursões furtivas.

As armas também podem ser modificadas e, aqui, dois upgrades são fundamentais. O aumento na capacidade máxima de munição permitirá que você se defenda por mais tempo antes de precisar procurar um abrigo. Depois, melhore o tempo de recarregamento, de forma a evitar ser cercado ou pego desprevenido sem bala alguma.

Kits médicos e facas nunca são demais

Esqueça as modificações de porretes e bastões. Apesar delas serem úteis em momentos de desespero, não vale a pena gastar um conjunto completo de lâminas em um artigo como esse. Pelo contrário, invista os cortantes em facas, que podem salvar você dos Clickers – como citado na dica anterior – ou tornar os assassinatos furtivos ainda mais rápidos.

Além disso, foque sempre na criação de itens médicos e deixe coquetéis molotov para serem produzidos quando seus kits de cura atingirem a capacidade máxima. Por mais que a arma incendiária seja muito boa para controle de multidões, é melhor sempre ter artigos de primeiros socorros, pois eles são essenciais durante toda a aventura.

Além disso, não se esqueça de sempre produzir itens para evitar ficar com a mochila lotada. Consulte seu inventário o tempo todo e sempre construa coisas com as peças soltas, de forma a poder pegar mais e mais artigos pelo cenário. Em The Last of Us, principalmente nas dificuldades mais altas, cada recurso é precioso e pode significar a diferença entre viver e morrer.

Treine muito

Para muita gente, o arco e as bombas de fumaça podem parecer um desperdício de espaço no inventário. Mas acredite, nos piores momentos da aventura, até mesmo esses artigos difíceis de usar se tornarão essenciais. Saber fazer uso deles de forma versátil dará a você grande vantagem no combate contra humanos e criaturas do inferno.

Se necessário, carregue um jogo salvo diversas vezes apenas para praticar a utilização dos dois itens. Acostume-se com o balanço e recuo do arco e a trajetória bizarra das flechas. Descubra que as flechas podem servir tanto para assassinar um inimigo furtivamente quanto como uma forma de chamar a atenção de alguém para longe de você.

Bombas de fumaça podem não ser letais, mas também servem ao mesmo fim. O alvo aqui são os soldados inimigos, que ficarão assustados e atentos com uma detonação de névoa negra, enquanto você e Ellie escapam sorrateiramente por uma porta lateral. Eles nem vão ver, literalmente, o que está acontecendo.

Aproveite-se da imperfeição

Não existe inteligência artificial perfeita. Então, procure usar esse fator em benefício próprio durante a jogatina de The Last of Us. O comportamento agressivo e violento dos inimigos humanos pode ser freado por atitudes simples que, por mais que não acabem com o perigo, podem gerar preciosos segundos de respiro.

Ao ser atacado por uma grande tropa de inimigos, por exemplo, atire longe um tijolo ou garrafa. Mesmo que eles vejam que foi você quem lançou o objeto, se virarão em direção ao barulho por um segundo, talvez esperando mais um atacante vindo daquele lado. Aproveite para fugir.

Da mesma maneira, utilize o espírito combatente e, por vezes, estúpido de seus companheiros para obter vantagem nos combates. Aproveite enquanto Ellie ou Bill atiram feito loucos nos inimigos, atraindo a atenção deles, para se esconder, usar itens de cura ou mirar bem para fazer valer cada disparo.

Voltando no tempo

The Last of Us é como uma montanha-russa, alternando sequências de calmaria, onde você pode buscar itens e se preparar para o futuro, com combates intensos e até mesmo “apelões” que acabarão com sua munição, itens de cura e dignidade. Na primeira vez, você nunca saberá o que está adiante e tudo o que pode fazer é se preparar para o pior.

Graças à tecnologia moderna, porém, existe uma maneira de evitar situações realmente aflitivas. Muitas vezes, por desatenção ou tentativas frustradas de ataque, você se verá atacado de todos os lados. Mesmo assim, conseguirá sobreviver, só que bem próximo da morte.

Vale a pena recarregar um jogo salvo e voltar para o início do combate, tentando assumir outro tipo de abordagem ou mirando melhor para economizar balas. Acredite, tal estratégia vai além de uma necessidade narcisista por perfeição e fará com que você, no futuro, agradeça à versão do passado por ter retornado no tempo e feito as coisas da maneira correta.

Aprenda a atirar 

Tire algum tempo para praticar a sua pontaria. Ela pode valer momentos importantes na luta por sobrevivência. Para quem está começando, um bom lugar para treinar é o modo multiplayer do jogo. Ainda é essencial escolher com sabedoria as melhores armas para cada momento e tipos de combate

Conheça seu inimigo 

Antes de começar a atirar, é importante diferenciar os tipos de criaturas contra as quais você vai lutar. A cada estágio de infecção, os zumbis ficam mais resistentes. Entretanto, eles também têm fraquezas. Os infectados são perigosos, mas você também deve estar pronto para lidar com seres humanos de diversas facções e com motivações diferentes. Fique esperto para não perder boas oportunidades de ataque e fuga!

Sem medo de voltar atrás 

Se você perceber que a vaca está indo para o brejo, não hesite em voltar atrás e considerar outra estratégia de ataque/fuga. Vários cenários possuem caminhos “mais fáceis” para atacar ou fugir de zumbis e inimigos humanos

“Antes um covarde vivo…” 

Pense no velho ditado como seu mantra. Se você quer ser um Rambo, The Last of Us não é o melhor lugar. Em várias situações, você consegue prosseguir sem ter derrotado todos os inimigos em uma cena. Tenha sempre um tijolo ou garrafa à mão para afastar os inimigos e corra como se não houvesse amanhã!

Referências:

Noticias R7, Voxel, The Enemy, Techtudo, Wikipedia.