Gwent: The Witcher Card Game

Gwent: The Witcher Card Game (Gwint: Wiedźmińska Gra Karciana) é um jogo eletrônico free-to-play de cartas colecionáveis que está sendo desenvolvido pela CD Projekt Red para as plataformas PlayStation 4Xbox One e Microsoft Windows. O game foi anunciado no dia 13 de junho de 2016 durante a coletiva da Microsoft na E3 e contará com um sistema de Cross-play para suas versões nas plataformas Windows e Xbox One. Uma closed beta foi liberada em outubro de 2016 também nestas duas plataformas. O jogo é derivado do minigame de cartas colecionáveis de mesmo nome que pode ser jogado dentro de The Witcher 3: Wild Hunt, jogo baseado na obra de Andrzej Sapkowski.

Jogabilidade

Gwent: The Witcher Card Game é um jogo de turnos entre dois jogadores, onde cada partida é dividida em uma melhor de três rounds. Cada jogador deve jogar uma carta por turno de seu deck de, no mínimo, vinte e cinco cartas. O deck deve conter no máximo quatro cartas de ouro e seis de prata. Cartas de ouro e prata normalmente tem mais habilidades do que as de bronze. Decks devem conter no máximo três cópias de cada carta de bronze. Cada deck pertence a uma das cinco facções, sendo elas Nilfgaard, Monstros, Skellige, Reinos do Norte e Scoia’tael.

Como jogar

Primeiro, vamos começar com o básico. Cada partida de Gwent: The Witcher Card Game acontece em três rodadas. Seu objetivo é ganhar duas das três. O objetivo de cada rodada é fazer mais pontos que seu oponente. Os jogadores usam cartas, alternando-se em turnos, até que um dos dois passe, indicando que não quer mais jogar cartas naquela rodada. O jogador restante pode continuar jogando as cartas até quando quiser, e primeiro, pode até achar que vale a pena continuar jogando até ganhar a rodada, mas tenha em mente que você comprará somente duas cartas na segunda rodada e uma na terceira. Isso significa que se você investir muito na primeira, pode acabar em desvantagem nas próximas duas e perder o jogo. Passar cedo na primeira rodada pode ser uma boa estratégia se você não conseguir acompanhar os pontos do seu oponente sem ter que gastar muitas cartas a mais que ele. É preciso um pouco de prática pra pegar o jeito, mas é importante pensar nisso.

Qual facção?

Agora que você sabe o básico, é hora de decidir com qual facção jogar. GWENT oferece cinco facções distintas para você escolher, e cada uma tem seu estilo único de jogo. Vale a pena testar todas para ver qual você gosta mais. Suas opções são:

Reinos do Norte – Essa facção tem a habilidade de usar armadura para proteger suas unidades de dano. Você consegue, inclusive, usar isso para outros benefícios. Reinos do Norte possui muitas formas de causar dano nas unidades de seu inimigo, incluindo um arquétipo onde você atira nas cartas do seu oponente com máquinas de guerra como balistas e trabucos.

Monstros – Essa facção é baseada em perigos. Os perigos de clima têm várias formas e cada tipo causa efeitos negativos diferentes quando jogados no campo do seu oponente. A facção dos monstros possui cartas que têm sinergia com esses perigos, como algumas que te ajudam a pegá-los do baralho, e outras que ganham benefícios quando perigos específicos estão em jogo. Essa facção também tem outros arquétipos que se beneficiam de ações como consumir suas próprias cartas, ou até mesmo matar suas próprias unidades.

Scoia’tael — Essa facção é composta principalmente de Elfos e Anões. Você pode construir baralhos que possuem sinergia com essas famílias de cartas. Existem também baralhos que te permitem aumentar o poder das cartas na sua mão, e baralhos que são especialistas em jogar cartas especiais.

Skellige — Essa facção é, talvez, a mais difícil para novos jogadores. Skellige te permite causar dano nas suas próprias unidades para ganhar benefícios. Isso pode ser feito usando cartas como o Espada Longa. Você tem várias opções para ressuscitar unidades do cemitério e pode utilizar essa mecânica como parte da sua estratégia. Você também pode usar a sinergia dos grupos de carta que se dão muito bem em Skellige, os Veteranos Tuirseach ou unidades amaldiçoadas.

Nilfgaard — É mais ou menos a facção “traiçoeira”, Nilfgaard te da a opção de revelar cartas, mostrando o que você tem na mão para seu oponente ou o que ele tem na dele para ganhar benefícios. Você também vai utilizar espiões (cartas que são colocadas no lado inimigo do tabuleiro) os quais lhe darão vários benefícios, como ganhar mais pontos. Você também vai poder construir baralhos de alquimia que melhoram suas próprias unidades e causam dano nas do seu oponente.

Um bom jeito de conhecer as facções, e de conseguir seus líderes, é fazer os desafios single player. Ao completa-los, você destravará dois líderes de cada facção, além de ter uma ideia melhor dos vários baralhos iniciais para ver qual facção você gosta mais. Além disso, ao completar os desafios, você receberá minério – o dinheiro do jogo utilizado para comprar barris e ganhar mais cartas.

Primeiro de tudo: desafios

Mas antes de jogar no modo multiplayer, que é o principal atrativo de Gwent: The Witcher Card Game, é altamente indicado passar pelos desafios. Eles funcionam como uma “fase de aprendizado”, para que você aprenda o básico do game na prática. Cada desafio ensina a jogar cartas, fazer combos, criar baralhos ou até mesmo criar cartas.

Após a conclusão dos primeiro conjuntos de desafios básicos – as duas primeiras linhas – o jogador tem a opção de realizar os desafios de cada raça – estes já são mais complexos, pois são partidas contra o computador, mas vão ajudar a dominar a jogabilidade e as estratégias em cada embate contra os oponentes.

Dicas para ser um mestre

Gwent não envolve apenas somar o poder das cartas para vencer. É preciso ter estratégia. O blefe é uma dessas estratégias. Não há comunicação direta entre os oponentes nos consoles ou na maioria das partidas online, mas é possível fazer com que seu oponente pense que você está com a mão ruim, jogando as cartas certas, e, assim, fazendo com que ele jogue as cartas mais poderosas, logo de cara.

Isso possibilita vencer com mais facilidade, além surpreender o desafiante. Outra dica é saber com qual das facções de Gwent você se identifica mais: Skellige, Monstros, Nilfgaard, Reinos do Norte ou Scoia’tael. Saber suas características e dominar cada uma delas pode fazer a diferença contra o oponente. O recado é: estude as cartas e leia suas descrições, para entender como combiná-las no campo de batalha.

Como abrir barris e conseguir cartas

Gwent: The Witcher Card Game é um jogo gratuito, mas que usa dinheiro para comprar barris com mais cartas. Estes barris também podem ser obtidos por meio do jogo, apenas jogando partidas e conseguindo valores virtuais. Assim como em outros games similares, cada barril traz cards variados, que podem ser comuns, raros, épicos e lendários.

Quatro cartas iniciais são abertas e, ao fim, é preciso escolher entre uma mais forte. O barril te dá três opções finais, mas só uma pode ser escolhida – enquanto as outras duas são destruídas. É bom escolher sabiamente, pois não há garantias de que as outras virão em barris futuros.

Como criar baralhos

O processo de criar baralhos em Gwent é de extrema importância e o jogador deve ficar algum tempo se familiarizando com seu menu de construção. É preciso ficar de olho em pequenos detalhes: o mínimo de 25 cartas, a quantidade máxima de cartas de prata (seis) ou ouro (quatro) e em qual das linhas do tabuleiro a carta escolhida vai se posicionar: ataque corporal, longa distância e cerco, como explicamos mais acima.

Antes de começar a montagem do baralho, é necessário escolher sua carta de líder, que vai ter um efeito especial durante o combate, bem como a facção, que fornecerá os cards e os tipos de cards para a construção. Ao sair da fase de montagem, não esqueça de salvar seu baralho e nomeá-lo, de acordo com sua estratégia: “deck de ataque”, “deck de descarte”, ou qualquer outra nomenclatura que seja o foco da estratégia.

Como criar cartas

O Gwent: The Witcher Card Game conta com um sistema de criação de cartas. Praticamente qualquer carta pode ser “craftada”, como é dito informalmente, a partir dos “Restos”, que por sua vez são itens criados por meio de cartas desfeitas pelo usuário – funcionalidade disponível a partir do nível três.

O custo para criar uma carta varia bastante. Pode ser de 30 restos ou de 800, entre outros possíveis custos, por exemplo. O valor destoa de acordo com a raridade do card desejado pelo jogador. É possível conseguir Restos também em recompensas de temporada e em recompensas diárias – como, por exemplo, vencer um determinado número de rodadas.

Jogando o multiplayer

O multiplayer de Gwent é seu principal atrativo. Ao jogá-lo o usuário avança de nível, consegue novos barris e tem a experiência de enfrentar um adversário humano, em outro lugar do mundo, por meio da internet. Participar de embates online sempre será a opção mais divertida e indicada para jogar Gwent.

O multiplayer pode ser acessado logo na primeira opção do menu. No nível dez, o usuário pode participar de embates classificatórios, que valem posições de rank. Mas é altamente indicado estar com baralhos bem construídos e bem testados, antes de começar a se aventurar nas classificatórias – que sempre vão valer pontos.

O multiplayer funciona da mesma forma que as partidas contra o computador – todos os comandos e funcionamento de cartas são os mesmos – com a exceção de que quem está do outro lado é um outro jogador. A regra se mantém: venceu dois rounds, venceu a partida inteira.

Quanto mais vitórias, mesmo em partidas casuais, mais recompensas, seja no rank ou por meio de pontos ou ouro para comprar barris. A evolução em Gwent é bem natural e corresponde ao que um jogo de cartas online deve ser.

Cross-play e cross-buy

Gwent será compatível com a tecnologia cross-play, isto é, multiplayer cruzado entre plataformas. Quem jogar no PC, poderá jogar contra usuários no PS4 ou Xbox One. Porém, Xbox One e PS4 não jogarão entre si.

Já no caso de PC, os usuários do Windows 10 terão a vantagem, na versão UWP (Universal Windows Platform), de jogar com a mesma conta do Xbox One. Assim, todo o progresso e cartas compradas ou obtidas em uma conta, valerão para a outra, e vice-versa. A versão PS4, contudo, permanecerá independente e seu progresso não será transferido ao PC.

Ranqueado

Quando você atingir nível 10, você poderá jogar na Ladder Ranqueada. Isso pode parecer assustador no início, mas é uma ótima forma de ganhar mais recompensas e melhorar sua habilidade. Subir de ranque no GWENT também te dá recompensas, que incluem Barris, Restos, Minério e Pó de Meteorito – o pó é usado para criar cartas Premium, versões animadas das cartas. Além disso, quando a temporada terminar, no fim do mês, você receberá mais recompensas baseado no maior ranque que chegou naquela temporada. Comparado com jogar casual, o ranqueado é a melhor opção para progressão no GWENT. Mas o casual é ótimo para testar novos baralhos e estratégias, que você pode depois levar para o ranqueado.

Não pule os tutoriais

Você pode ter vencido o torneio de Passiflora em The Witcher 3, mas isso não significa que a sua vida será fácil em Gwent. O jogo traz mecanismos de jogos mais refinados, complexos e até confusos. No início não é nada recomendado que você vá direto para as partidas multiplayer.

Em primeiro lugar porque seu deck estará muito fraco. Em segundo porque você precisa dar uma reforçada nos seus aprendizados a respeito das cartas. As fases iniciais do modo single player são a melhor maneira de você evoluir seu jogo.

Além disso, caso não queira investir dinheiro real em Gwent, poderá dar uma turbinada no deck ao ganhar boas cartas nas primeiras partidas que jogar.

Foque sua atenção em apenas uma Facção

Uma das partes mais interessantes de Gwent é poder escolher uma entre cinco Facções. Cada uma tem cartas específicas e poderes especiais únicos, o que significa que ser um mestre em todas elas é uma missão longa, árdua e que certamente é bastante complicada. Por isso o ideal é você focar em apenas uma dessas facções.

Por isso pense bem antes de tomar sua decisão. Reinos do Norte, Império Nilfgaardiano, Skellige, Monstros e Scoia’tael são as Facções disponíveis. Para quem está começando, pode ser interessante ficar ou com Reinos do Norte ou com Scoia’Tael.

Reinos do Norte foca na estratégia conhecida como enxame. Ou seja: são soldados de pequeno poder, mas que dão suporte uns aos outros, aumentando seus níveis de carta ao mesmo tempo que tiram poder das cartas adversárias.

Já o Scoia’Tael é voltado para encher o campo com cartas de anões. Apesar de serem também de baixo nível de poder, é bastante fácil muitos pontos, visto que são várias cartas que podem ser postas em jogo.

Evolua em sua Facção

Assim que você escolhe uma Facção, o próximo passo é se tornar um mestre nela. Obter todas as cartas disponíveis e montar seu deck é certamente uma atividade muito divertida e um grande desafio. Mas não é exatamente com isso que você precisa se preocupar em um primeiro momento, mas sim em evoluir o máximo que puder no Livro de Recompensas.

O Livro de Recompensas é uma seção do jogo em que você pode ver todos os decks e líderes de Facção disponíveis. Muitos estarão bloqueados no início. A sua própria Facção terá apenas um líder disponível. Evolui-la ao máximo garantirá acesso aos demais líderes, o que aumenta seu poderio de jogo.

Isso é feito usando pontos de recompensa, que você ganha derrotando oponentes e cumprindo missões diárias.

Use decks prontos

Infelizmente montar decks é uma habilidade que nem todas as pessoas têm. Em Gwent isso também se confirma. Por isso aconselhamos a usar baralhos prontos, que muitas vezes estão disponíveis em sites na internet. Isso lhe poupa tempo, evita que se estresse e permite que tenha um conjunto de cartas coeso.

Às vezes pode apenas dar uma olhada nos decks alheios para se inspirar a criar o seu. Isso também é válido, principalmente para quem está começando. O essencial é que tenha um baralho com muitas cartas bronze, algumas prateadas e o máximo de quatro de ouro, que é o limite.

Jogue todos os dias

Jogar Gwent: The Witcher Card Game todos os dias é importante não só para treinar, mas porque é a melhor maneira de ganhar novas cartas. O jogo lhe concede prêmios se você obter pelo menos seis coroas todos os dias. Uma vitória concede duas coroas. Mas se você vencer apenas uma rodada, ganha uma. Ou seja: em apenas três partidas já dá para obter as três coroas diárias e ganhar seu prêmio.

Além disso, há quests específicas que dão pontos de recompensa sempre que você as cumpre. Elas estão relacionadas a movimentos de jogo, como usar determinadas cartas de ação ou efeitos de unidades.

Dê preferência a cartas neutras

Muitos jogadores acabam dividindo sua atenção entre duas Facções. Não há nenhum problema com essa estratégia se você dominar dois estilos de baralho diferentes. O mais importante, no entanto, é você focar sua atenção em obter cartas neutras.

As cartas neutras são aquelas que atuam de forma vantajosa em todos os decks. Geralt, por exemplo, é bastante versátil, principalmente em sua variação Igni. Djikstra, embora pertença aos Reinos do Norte, é um ótimo espião, já que possui pouca energia e permite a compra de duas cartas.

Mesmo que você goste de determinadas cartas icônicas, como algumas variações de Geralt ou de Ciri, no início não foque tanto em obtê-las se elas não forem úteis ao seu baralho.

Não colecione cartas inúteis

O propósito de Gwent: The Witcher Card Game não é colecionar cartas. Portanto não vale a pena ter cartas de um tipo de baralho que não é o seu e que você não planeja ter. Se você optou, por exemplo, por ter um deck Skellige, por que gastar tempo e recursos em cartas tipo Monstro?

Por isso quando ganhar cartas que não vai usar, quebre-as para obter recursos e investi-los no que realmente importa. Cartas repetidas ou cartas iguais, mas com artes diferentes também podem ser dispensadas. Contudo tenha atenção: faça isso apenas com cartas bronze ou de baixo poderio. Cartas douradas devem ser mantidas, pois são valiosas e raras.

Além disso, essa dica só deve ser seguida por quem realmente tem certeza de que não irá mudar de Facção posteriormente. Caso bata o arrependimento, não poderá voltar atrás e terá de perder bastante tempo conseguindo novamente os cards dispensados.

Tenha mais cartas na mão que seu oponente

Em Gwent há basicamente duas formas de se obter vantagem em relação ao seu oponente. A principal, como é óbvio, é ter mais força no tabuleiro. Outra, cuja importância é fundamental, é ter mais cartas na mão que o adversário.

Podemos dizer que nesse sentido jogar Gwent é como jogar Poker. Você pode desistir de uma rodada se perceber que é mais inteligente manter as cartas na mão para tentar a sorte em um próximo turno.

Isso tem a ver com controle de jogo. Se o adversário joga em campo uma carta que você não poderá enfrentar, termine seu turno e foque em vencer o próximo. Isso fará com que você volte com mais cartas que o oponente. Ou seja: mesmo sem cartas no campo, você já tem uma vantagem.

Saiba quando o turno está perdido

A dica anterior está muito ligada a esta. Às vezes você está perdendo por 10 ou 15 pontos de diferença. Ficar correndo atrás e empilhando cartas no campo não é a melhor solução. Analise bem a sua mão e veja se é possível mudar o panorama. Se não for, desista.

Gwent: The Witcher Card Game é um jogo de estratégia, em primeiro lugar, portanto jogue com esse pensamento. As cartas precisam combinar umas com as outras para que todas aumentem seus potenciais e você consiga fazer bons combos. Vale muito mais ter uma mão boa para rodadas futuras do que uma mão inútil para a rodada atual.

Domine o oponente no primeiro turno

Quem vence o “cara ou coroa” no início de uma partida irá começar jogando. Em jogos de cartas como Hearthstone ou como Yu-Gi-Oh! Duel Links, isso nem sempre pode ser uma vantagem. É interessante ser o segundo a jogar, visto que você já sabe com o que vai lidar.

Quem vence o primeiro turno em Gwent, começa o segundo. Mas imagine que você perca o segundo. Você e o adversário irão para a última rodada com poucas cartas, mas você terá a vantagem, visto que será o segundo a jogar. Poderá traçar uma estratégia rápida de acordo com a carta posta em jogo pelo oponente.

Além disso, vencer a primeira rodada garante que a pressão seja toda colocada em cima de seu oponente. Há mais chances de ele tentar usar toda a mão para vencer e manter-se vivo. Novamente: caso ele vença, há muitas chances de você se sagrar o grande vencedor, já que terá a vantagem literalmente na mão.

Use e abuse das cartas de suporte

Existem mais de uma centena de cartas de suporte em Gwent. Elas variam ainda em tipo. Muitas darão um boost de energia as suas cartas. Há aquelas que dão energia a um aliado e tiram pontos de uma carta inimiga. Outras apenas atacam um ou vários cards inimigos.

Essas cartas são tão importantes quanto aquelas usadas para acumular pontos de campo. Ainda há aquelas que mudam o clima do tabuleiro ou que afetam uma ou as duas fileiras inimigas, retirando pontos por turno. Essas precisam ser usadas com inteligência, para não desperdiçar sua utilidade.

Cuidado com as cartas scorch

Uma carta scorch é uma carta que “queima” outras. Geralt: Igni é um ótimo exemplo. Não são muitas que têm essa habilidade, mas elas existem, e é importante que você tome cuidado com elas.

Assim como você pode usar esse tipo de card contra um inimigo, ele também pode usar contra você. Dedique-se, portanto, a estudar as cartas scorch que existem no jogo. Tente prever se o baralho do seu oponente, dando uma olhada na Facção dele, pode conter uma carta dessas.

Guardar as cartas douradas e de líder

Logo no tutorial, o game diz que usar suas cartas mais poderosas no começo é uma boa estratégia, o que nem sempre é verdade.

As cartas douradas são as mais poderosas e com habilidades mais devastadoras, o que justifica seu limite de quatro por deck.

As douradas são tão fortes quanto os líderes, personagens importantes que representam a facção desejada. Como já dizia Vezemir, “Poupe os recursos para quando forem mais impactantes.”

Aproveite o Mulligan

O Mulligan é uma jogada conhecida de muitos card games, tanto dos físicos como Magic: The Gathering, e virtuais, como Hearthstone, que consiste em trocar cartas da sua mão no começo do round.

Criar uma estratégia com isso em mente é importante. Sabendo que é possível trocar três cartas no primeiro round e uma nos próximos dois, construir um deck que se aproveite disso é essencial.

Saiba filtrar seu deck

Para aproveitar ao máximo o Mulligan, e também outras mecânicas, é fundamental construir um deck que combine com o que pode acontecer durante as partidas.

Como exemplo, podem ser citadas as cartas que buscam unidades aleatórias no deck, que podem ser trocadas no Mulligan, servindo como um coringa, já que aumenta as chances de sacar suas tropas mais importantes.

Administre danos e melhorias

Algumas cartas do game podem causar danos no adversário ou melhorar unidades aliadas, a diferença é marcada por como isso é executado, já que isso pode ser feito imediatamente ou levar alguns turnos.

Enquanto certos personagens causam um de dano por turno, outros podem explodir os oponentes imediatamente.

Escolha bem em que situação cada uma se sai melhor, já que em um começo de rodada garantir aquelas melhorias periódicas pode ter um enorme peso no decorrer do confronto.

Referências:

VS, Play Gwent, Ligados Games, Wikipedia, techtudo.

Mobile Legends: Bang Bang

Mobile Legends: Bang Bang é um jogo eletrônico para aparelhos móveis no estilo Multiplayer Online Battle Arena (MOBA) desenvolvido e publicado pela Moonton.

Jogabilidade

Mobile Legends: Bang Bang é um jogo designado para aparelhos móveis (mas também pode ser jogado no computador) do gênero Multiplayer Online Battle Arena em terceira pessoa. Ele possui alguns modos de jogo como: Clássico, Ranqueado, Rixa, VS A.I., Personalizado, Sobrevivência entre outros. Os dois times lutam para alcançar e destruir a base do inimigo enquanto defende sua própria base para o controle de um caminho, as três “lanes” conhecidas como “top”, “middle” e “bottom” que conectam as bases. Os jogadores competem em partidas que duram em média 10 a 20 minutos. Em cada modo do jogo, o time trabalha em conjunto para alcançar os objetivos e, consequentemente, a vitória. Existem também objetivos intermédios em cada modo do jogo que dão ao jogador e para a sua equipe vantagens em alcançar a vitória.

Em cada time, há cinco jogadores que controlam um avatar, conhecido como um “herói”, do seu próprio dispositivo. Em todos os modos de jogo, os jogadores controlam Heróis escolhidos ou atribuídos em cada partida, que possuem habilidades únicas. Personagens mais fracos controlados por computador, chamados de “minions”, aparecem nas bases e seguem as três “lanes” até a base do time adversário, lutando contra inimigos e torres. Os heróis começam cada partida com um nível baixo (nível um em Clássico, Ranqueado, VS A.I e Personalizado e nível três para Rixa), e, então, vão adquirindo experiência ao longo do jogo até alcançar o nível máximo. O herói, ao adquirir um novo nível na partida, permite que o jogador desbloqueie habilidades especiais do campeão. Os jogadores também começam cada partida com uma baixa quantidade de moedas (cerca de 300 delas), podendo ganhar moedas adicionais durante a partida de formas diferentes: por matar personagens não jogáveis, como minions e monstros, matando ou ajudando a matar os jogadores adversários, destruindo as torres inimigas, passivamente ao longo do tempo e através de itens ou habilidades do herói. Essa quantidade de moedas recebidas podem ser gastas durante o jogo para comprar itens que aumentam as habilidades de cada herói. A experiência do herói, a quantidade de moedas acumuladas e os itens comprados são específicos para cada jogo. Dessa forma, em cada nova partida, os jogadores começam com a mesma situação em relação a equipe adversária.

Mecânica do jogo

Quando você começa em Mobile Legends, será necessário passar por alguns tutoriais. E por mais que, muitas vezes, este processo pode ser chato, neste caso é uma boa ideia, especialmente os tutoriais de abertura. Já os outros não são tão úteis assim, mas se você tiver tempo, sempre é bom entender um pouquinho melhor sobre o funcionamento do game.

Um ponto bastante educativo de Mobile Legends são os pontinhos vermelhos. Eles significam, basicamente, que você tem algo para ajustar, checar ou coletar naquela determinada aba. Por isso, prestar atenção a eles é essencial para ter sucesso no game. Fique sempre de olho!

Modos de Jogo

Você pode acessar os Modos de Jogo clicando no centro do mapa. Cada Modo vai desbloquear um novo nível. No momento em que você atingir o nível 8, todos os Modos estarão disponíveis. E é claro, há um tutorial para cada modo no momento em que você o libera.

Os heróis

Nesta tela você vai encontrar todos os heróis disponíveis em Mobile Legends. Ao clicar em um, você recebe todas as informações a seu respeito de forma detalhada. Se você olhar para a parte central do topo da sua tela, verá uma lista. Na Loja há a opção de mostrar apenas heróis já obtidos. Caso você ainda não possua todos, basta adquirir na Loja. Lembre-se, no entanto, de checar as habilidades do herói que está pensando em comprar. O ideal é não gastar muito já de cara. Experimente alguns heróis antes de se decidir de vez com qual jogar. Ler sobre eles, apesar de uma tarefa talvez um pouquinho chata, é super recomendado. Um fator importante: você vai receber heróis através de recompensas.

Quando você clica no botão Guias, na parte inferior esquerda da tela do seu herói, você receberá informações específicas a seu respeito, inclusive com algumas recomendações acerca de itens e taxas, o que pode ser bastante útil.

Prep

No canto inferior esquerdo da tela principal, você encontrará o botão Prep (Preparações). É aqui que você organiza e configura seus Emblemas, Feitições, Equipamentos, Conversa e, também, onde você pode completar os tutoriais em busca de mais PB.

Emblemas

Emblemas maximizam algumas características dos seus heróis. Tudo vai depender do tipo de personagem que você escolher. Antes de começar uma batalha, é possível trocar qual configuração de Emblemas você usará. O game, automaticamente, já seleciona um Emblema para você, o que funciona muito bem, desde que você siga evoluindo. Trocá-lo, no entanto, fica a seu critério.

Você começa com um dois emblemas comuns: Físico e Mágico. Os outros sete são desbloqueados quando a sua conta atinge o nível 10. Feito isso, você poderá desbloquear grátis até três emblemas, então escolha com base nas funções que você joga mais. Melhore os emblemas (incluindo os gratuitos) com os recursos obtidos nos baús e atividades diárias. Eles afetam o gameplay positivamente, principalmente no começo da partida.

Habilidades

Nada mais são que habilidades desbloqueadas conforme você for subindo de nível. No Bluestacks, a tecla padrão é F. Você pode selecionar o Feitiço desejado antes de qualquer partida no botão Preps.

Mochila

Como em todos os games do gênero, Mobile Legends também oferece uma vasta listagem de itens a serem utilizados pelo seu personagem. Certifique-se de que está tudo certo neste quesito antes de encarar uma batalha.

Squad

Você encontra o botão referente à sua Squad no canto inferior direito da tela. Como o próprio nome já diz, Squad é um grupo de jogadores que concordaram em jogar junto. É como um time em definitivo que pode ter até 5 membros.

Observe (e utilize) o mini mapa

Não deixe de olhar o mini mapa. Nele, os adversários aparecem com os avatares circulados em vermelho, então se um ou mais inimigo estiver perto de você, recue. O mesmo vale quando os avatares adversários sumirem do mapa: eles podem estar armando uma emboscada, então recue ou avance com cuidado. Os avatares do seu time são circulados em verde. Um ou mais destes por perto é a garantia de apoio próximo.

Utilize também o sistema de ping. Ele permite que você marque no mini mapa chamadas como “atacar”, “recuar” e “reunir”, avisar sobre rotas onde estão os minions e/ou os adversários estão concentrados, ou muito avançados. O sistema de ping permite ainda mandar o seu time atacar o Líder ou o Senhor da Guerra.

Foco e paciência

As partidas em Mobile Legends são mais lentas se comparadas a Arena of Valor. Assim, ter paciência é um ponto importante. Saiba as horas de avançar e recuar, atacar torres e ajudar os colegas de time. Não ataque a selva se você não tiver equipamentos de caça e não ataque a torre sozinho, pois ela pode estar sendo guardada por mais de um adversário. Também é importante não atacar a torre sem minions, pois em Mobile Legends elas causam mais dano que em Arena of Valor.

Foque em atacar as torres, limpar as ondas de minions adversárias, atacar o Líder e o Senhor da Guerra. Entre nas team fights apenas se você tiver certeza que pode vencer ou salvar o colega de time. Você terá mais valor para o time se recuar e ficar vivo, do que morrer por ter entrado em uma briga tentando ser um herói.

Tipos de Heróis

Mobile Legends oferece uma boa quantidade de tipos de heróis, cada qual com suas características e, inclusive, alguns “híbridos”. Cabe a você estudar e compreender cada tipo de herói para se certificar de que, o seu, seguirá um caminho que lhe agrade.

Com esta guia você já tem, basicamente, tudo o que precisa para encarar a sua aventura em Mobile Legends, mais um game que oferece muito mais vantagens quando jogado via Bluestacks 3.0, com todo o conforto do seu PC.

Classes

Existem 6 classes que são usadas para definir o personagem, vou dar uma explicação básica sobre elas:

Tank: Tem mais vida e defesa, por isso normalmente vai na frente para receber todo o dano pelo time. Um posto bem difícil de se contentar, você quase nunca levará um MVP utilizando um desses.

Soldado: Acho que é um meio termo entre ataque e defesa, uma das classes mais utilizadas pelos jogadores, por ter muitas utilidades.

Atirador: “Dano é seu sobrenome”, normalmente focado nisso, as skills são em físico também, tem uma maior distância no ataque, mas tem pouca vida, o que da uma maior vantagem e desvantagem. O bom é que são fáceis de pegar MVP.

Assassino: Um atirador sem longa distância no ataque e que é mais focado nas skills que dão mais dano que seu ataque físico.

Mago: Tem o famoso dano mágico, o melhor para ajudar o time quando o time inimigo está sem tank. Eles também tem pouca vida, mas são como os assassinos, dano nas skills, diferenciado é que atiram de longe.

Suporte: Como o próprio nome já diz “Suporte” e é isso o que faz, ajuda o seu time nas lutas, normalmente com cura ou escudo.

Aproveite a rotação de Heróis

Em Mobile Legends: Bang Bang, você tem um conjunto variado de personagens para escolher. É normal que, no início, apenas poucos Heróis estejam disponíveis, mas rapidamente você junta gemas ou pontos suficientes para liberar os outros.

Cada um tem o seu próprio preço, mas antes de comprá-los você pode experimentar jogar com eles. Na verdade, todas as semanas, um novo grupo de Heróis fica gratuito para você pegar. Assim, você pode gastar os seus pontos ou gemas nos Heróis que tem a certeza que gosta.

Otimize seus equipamentos

Embora o jogo já sugira algumas builds recomendadas para cada personagem, sempre procure guias na internet para conhecer as melhores combinações de itens. Essas builds variam muito não só de acordo com o herói mas também com o seu estilo de jogo.

Por exemplo, se você for um jogador agressivo, não fique preso às builds recomendadas pelo jogo e procure os melhores itens para aumentar seu dano.

Você pode criar suas próprias builds e fixá-las para os itens aparecerem automaticamente para compra durante as partidas. Para isso, no menu principal, vá até a aba “Preparação” e depois “Equipamentos”. Clique nas opções de editar e coloque os itens que quiser.

Se especialize em poucos heróis

Mobile Legends conta com 78 heróis. É comum que jogadores novos busquem explorar o máximo de heróis possíveis na busca dos seus favoritos. Até aí tudo bem.

Acontece que alguns jogadores continuam jogando com muitos heróis por muito tempo e acabam não se especializando em nenhum. Lembre-se que conforme você avança de elo as partidas ficam bem mais difíceis e você não vai chegar longe enquanto não for um especialista em alguns heróis.

Acelere seu processo de escolha se perguntando:

Eu prefiro corpo a corpo ou distância? Dar dano, dar suporte ou ser tank? Eu prefiro passar mais tempo na jungle ou nas trilhas?

Essas são as perguntas básicas que você precisa responder para escolher seus heróis. Claro, é recomendável que você aprenda a jogar em todas as funções do jogo mas foque em poucos personagens.

Loja

Conforme você vai jogando vai ganhando um tanto de dinheiro que é chamado de “gold”, ele serve para comprar itens para ficar mais forte, existem itens de defesa/ataque/magia etc.

Normalmente com um tank usamos itens de defesa, em um atirador, ataque. Para coisas assim temos as “builds” que são um conjunto de itens que ficam no recomendado. Você pode personalizar a sua e testar variações delas.

Tarefas diárias

A primeira coisa que você deve fazer a cada dia ao entrar no jogo é completar a guia de recompensas “Eventos”.

Medal Chest – Medalhas que você ganha em partidas lhe dão pontos de medalha. Ganhe 10 pontos para desbloquear um baú de medalhas uma vez por dia.

Free Chest – Baús gratuitos disponíveis a cada 4 horas, empilháveis até 2 vezes. O que significa que você pode coletar um baú gratuitamente a cada 4 horas e não se preocupe em perder um deles quando estiver dormindo, pois poderá coletar dois baús de uma só vez depois de acordar.

dê sua opinião

Daily Rewards – Uma lista de tarefas que você pode fazer para ganhar experiência e pontos de atividade diários. Essas tarefas são redefinidas a cada 24 horas.

Ao terminar uma certa quantidade de tarefas diárias, você poderá reivindicar pontos de batalha extras e Baús de Atividades Semanais (que contêm várias recompensas mencionadas acima). Aqui está uma lista de tarefas recomendadas para maximizar seus pontos de atividade diários. Complete as tarefas principais e a opção um ou a opção dois para limitar os seus 130 pontos de atividade diária.

Principais tarefas

Share – Compartilhe o jogo 1 vez.

Aquecer – Complete 1 jogo.

Nunca Descansar – Complete 3 jogos no modo Rixa.

Brigão – Complete 1 jogo no modo Rixa.

Atacar e Vencer – Ganhe 1 jogo.

Assalto Vitorioso – Ganhe 2 jogos.

Eventos especiais

A maioria dos eventos dura alguns dias a uma semana. Confira a seção “Evento” para descobrir os últimos acontecimentos.

Login diário – dura 7 dias e te dá um presente a cada dia de login, simples assim. Isso está disponível toda semana.

Tarefas – Isso redefine a cada 3 dias com tarefas aleatórias. Por exemplo, use um herói de tanque para completar 3 jogos; destruir 4 torres; cause 300k de dano, etc. Complete cada um para ganhar um pequeno presente e um grande presente depois de completar todos os 3.

Eventos Especiais – Isso é aleatório também. Pode exigir que você execute determinadas tarefas uma ou várias vezes (diariamente) durante o período do evento. As recompensas serão mostradas na mesma página.

Opção 1: Se tiver amigos para brincar, complete estes:

Team Up – Complete 2 jogos com os amigos.

Together for Victory – Ganhe 1 jogo com os amigos no modo clássico ou rank.

Opção 2: Se você não tiver amigos para brincar, preencha estes:

Imparável – Ganhe 3 jogos no modo rank.

Prepare-se – atualize o conjunto do emblema 1 vez (poupe o mais barato para essa tarefa)

Estas são as melhores formas gratuitas para completar o seu dia-a-dia pelos 230 pontos de batalha adicionais. Pode parecer muito trabalho, mas é factível em apenas 2 a 3 jogos.

Coisas adicionais

Receba gratuitamente “Lucky Spin” a cada 2 dias na seção “Loja”. Você pode gastar ingressos para rodadas subsequentes. As recompensas serão atualizadas a cada 3 dias.

Verifique seu e-mail periodicamente para reivindicar recompensas do MLBB. Estes incluem 500 pontos de batalha de “Boa Recompensa de Crédito”, um pequeno presente de “Recompensa de Ação” e algumas recompensas aleatórias que a MLBB pode surpreendê-lo a qualquer momento.

Durante as batalhas

Fique de olho no minimapa, saiba quando atacar e se retirar.

Se você não está vendo heróis inimigos no minimapa, sempre assuma que eles estão vindo para você ou seus companheiros de equipe. É hora de se retirar para um lugar mais seguro (sua torre/base) e avisar os outros.

Não arrisque matar sabendo que você pode ser morto.

Fique longe dos arbustos.

Esconda-se nos arbustos, se você está procurando gank (matar um herói).

Ajude seu companheiro de equipe a escapar ou preparar uma morte, se possível.

Não perca tempo falando mal.

Aprenda sobre seu herói e use-o a seu favor. Por exemplo, use Lesley para bater e correr, não enfrente as torres como os heróis Miya ou Layla.

Seu objetivo principal é destruir torres e acabar com a base.

Uma das dicas mais importantes – não morra e não se alimente.

Não faça muito a selva, você não é um pacificador da selva.

Seus companheiros de equipe precisam de você.

Quando você está perdendo

Nunca desista. Ganhei jogos que pareciam impossíveis de ganhar.

Evite encarar heróis superalimentados e tente crescer.

Sempre defenda a sua torre, isso pode salvar sua vida.

Esteja pronto para participar de uma briga de equipe, não comece uma, se possível.

Aguarde a limpeza para fazer um contra-ataque.

Não ataque o Líder/Senhor se houver tempo suficiente para terminar a base (o cronômetro de ressurreição mostra o que faz sentido).

A estratégia muda o tempo todo, às vezes, o split push (ataque em todas as pistas) funciona melhor do que o single lane push (ataque por uma pista só).

Faça o seu próprio julgamento com base na situação.

Dicas importantes

O último dano nos lacaios (minions) lhe dá mais ouro e exp.

Bloqueie a torre durante um empurrão para evitar a comutação do alvo.

Não ataque torres sem a presença de lacaios (minions).

Torre causa mais dano a você ao longo do tempo, evite tomar dano contínuo da torre.

O Líder/Senhor atacará na pista com menos torres e a torre HP.

Matar jungle mobs (monstros da selva) lhe dará vários buffs (poderes) / roxo – dps buff, amarelo – ouro extra, verde – mais hp.

Dicas gerais

Verifique se o seu telefone tem bateria suficiente antes de iniciar cada jogo.

Não faça jogos ranqueados quando você não tiver uma conexão boa e estável.

Vincule sua conta moonton para uma melhor segurança (você também ganha ingressos extras!).

Referências:

Seja Geek, Amino apps, bluestacks, ligados games, wikipedia, techtudo.

Hearthstone

Hearthstone, originalmente conhecido como Hearthstone: Heroes of Warcraft, é um jogo de cartas estratégico on-line desenvolvido e publicado pela empresa Blizzard Entertainment. É o primeiro jogo da empresa gratuito e também o primeiro a ser lançado para plataformas móveis. Em Hearthstone, jogadores constroem decks de cartas a partir de heróis que representam nove classes do universo de Warcraft e trocam turnos jogando cartas de seus decks personalizados, usando feitiços, armas ou habilidades heroicas.

O desenvolvimento do jogo foi anunciado na feira de jogos electrónicos PAX East em 22 de março de 2013. A previsão de lançamento era ainda em 2013 para as plataformas Windows e Mac OS X e, posteriormente, para dispositivos iPad, mas o jogo foi lançado mundialmente no dia 11 de março de 2014. Em 15 de dezembro de 2014 foi lançado para tablets Android, e dia 14 de abril de 2015 para smartphones.

HearthStone é um jogo em constante atualização, e as expansões adicionam novas cartas que podem ser usadas para construir decks cada vez mais poderosos.

Registro e download do jogo

Como é um jogo grátis, não há necessidade de comprar o game. Após realizar a instalação, faça o registro n Battle.net, e basta preencher os campos que aparecem na imagem abaixo. Essa será a sua conta não só para o HearthStone, mas para qualquer jogo da Blizzard.

Modos de jogo

HearthStone conta com diversos modos de jogo para você escolher. No modo Jogar você pode montar um deck e enfrentar outros jogadores de forma Casual ou Ranqueado. Já no modo Aventura você joga sozinho, e dentro dele você pode praticar contra a IA do game ou comprar aventuras que concedem cartas como prêmio. O modo Taverna traz desafios divertidos, e as suas regras variam a cada semana.

No modo arena o jogo sorteará cartas e você deve montar um deck com essas cartas. Para entrar na Arena você precisa gasta 150 de ouro, mas em compensação você receberá um prêmio baseado na sua performance. A arena acaba quando você perde um total de três partidas consegue 12 vitórias.

Montar um deck

Os modos Jogar, Aventura e alguns desafios na Taverna dão ao jogador a liberdade para criar os seus próprios decks com suas cartas favoritas. O primeiro passo é escolher o seu herói. Eles estão divididos em nove classes: o Guerreiro, Xamã, Ladino, Paladino, Caçador, Druida, Bruxo, Mago e Sacerdote. Cada um possui 30 pontos de vida, cartas exclusivas e um poder de herói para de ajudar nas partidas.

Depois de escolher seu herói você irá montar o seu deck. Ao todo você poderá escolher até 30 cartas, que são divididas em dois tipos: lacaios (minions) e magias (spells). Cada carta possui um custo de mana, e podem ser encontradas em diferentes raridades.

Raridade                                   Cor                                   Valor (em pó arcano)

Básica                                     Sem cor                           Obtidas ao passar de level

Comum                                    Branca                                            40

Rara                                          Azul                                                 100

Épica                                         Roxa                                                400

Lendária                                  Laranja                                           1600

Os lacaios são criaturas que te ajudam no combate. Eles todos os lacaios possuem um valor de ataque e de vida, e podem também ter efeitos especiais. Os lacaios podem ser usados para atacar o herói adversário ou os minions inimigos. Ao atacar um lacaio, tenha em mente que ele também vai contra-atacar. Dessa forma, o valor de ataque de ambos será descontado da vida deles. Para sobreviver, o valor de vida deverá ser maior que o de ataque.

Diferente dos lacaios, que ficam em campo até serem destruídos, as magias têm efeito imediato. Elas são exclusivas de cada classe, e podem conceder benefícios como remover o lacaio adversário, curar o seu herói ou até comprar mais cartas.

Como funcionam as partidas

Objetivo das partidas é derrotar o herói inimigo. Para isso, é preciso diminuir a sua vida até zero pontos de vida, o que pode ser feito usando magias ou atacando com os lacaios.

Você começa comprando três cartas, e o game define aleatoriamente quem começa jogando. Para evitar injustiças, quem começar em segundo compra uma carta a mais e ganha uma moeda, que pode ser usada no futuro para conseguir mana temporariamente por um turno.

A mana é o recurso que você tem em cada partida, e ela é usada a cada vez que você usa uma carta. Você começa o jogo com um de mana, e a cada turno você recupera a mana usada no turno anterior, além de ganhar mais um cristal de mana. Dessa forma, para usar uma carta de custo sete, é preciso esperar no mínimo o sétimo turno.

Conheça as classes

São nove heróis disponíveis, e cada um apresenta cartas exclusivas e únicas para sua classe. Além disso, o estilo de jogo varia de acordo com a escolha, aproveitando as diferentes magias e feitiços heroicos para ajudar na vitória. Em resumo, os noves heróis apresentam as seguintes características:

O Guerreiro, o Ladino e o Paladino contam com várias cartas de equipamentos, além de feitiços para dar dano aos lacaios e heróis adversários. Enquanto Garrosh prefere a batalha física e trabalha com efeitos para aumentar o dano dos guerreiros feridos, Valira utiliza muitas magias de dano direto e Combos, que são efeitos ativados depois de jogar uma carta no turno. Uther, por sua vez, prefere ampliar os atributos dos lacaios invocados.

O Xamã utiliza poderosos feitiços e cartas com Sobrecarga, que impossibilita que você utilize um número específico de mana no turno seguinte. Além disso, também invoca totens com diferentes efeitos, como aumentar o dano dos lacaios ao redor deles, comprar cartas ou ainda curar os monstros do campo.

O Mago é a classe que mais se utiliza de feitiços, controlando o campo de batalha com magias de dano direto ou com efeitos especiais de Congelamento, cortando uma ação do personagem afetado. Em compensação ao Mago, o Sacerdote prefere contar com muitas magias de cura, controlando o tabuleiro a partir do suporte aos lacaios invocados.

O Druida é uma das classes versáteis, podendo utilizar tanto feitiços de dano, cura ou amplificação. Suas cartas também contam com efeitos que podem ser escolhidos de acordo com a situação, como invocar um lacaio no campo ou aumentar os atributos dos monstros já invocados.

O Bruxo se utiliza de magias e lacaios poderosos que o fazem descartar outras cartas da mão. Seu poder heroico combina com esse estilo de jogo, que sacrifica pontos de vida para comprar novas cartas.

Por último, o Caçador é o que mais aposta na batalha física e na invocação de lacaios, contando com muitas Feras em seu deck que apresentam efeitos que se ligam aos demais monstros do mesmo tipo.

Focar em uma classe é um passo inicial importante, pois em pouco tempo você conhecerá as possibilidades dos demais heróis e saberá reagir com mais facilidade contra as diversas estratégias do jogo.

Além disso, escolher um estilo que lhe agrada também é fundamental para se adaptar facilmente para as situações – pois um jogador mais agressivo com certeza estará mais confortável utilizando o Guerreiro ou o Ladino, assim como um mais cuidadoso vai preferir o Sacerdote.

Analise constantemente seu deck

Assim que tiver conhecido todos os heróis e escolhido uma classe para iniciar os confrontos, está na hora de conhecer as possibilidades que ela oferece. A primeira sugestão é abrir a coleção e ver todas as cartas exclusivas e como elas podem criar boas combinações com as cartas comuns.

Alguns sites, como Hearthpwn e GosuGamers, oferecem ferramentas para que os jogadores criem e publiquem decks para que todos possam analisar. Embora muitas das sugestões sejam compostas de cartas mais raras, há também aquelas que são voltadas aos iniciantes, conhecidas como “Low Budget”. Estas combinações são geralmente formadas por cartas mais comuns ou mesmo que não precisam de tanto “pó arcano” para serem fabricadas.

Com o tempo e a abertura de pacotes, será mais fácil de inserir cartas raras e com efeitos que criem uma sinergia mais elaborada com os demais monstros e feitiços. Para isso, abaixo vão algumas dicas de como conseguir mais ouro para comprar mais pacotes e turbinar os seus decks.

Busque pelas recompensas

Hearthstone oferece a possibilidade de trocar 100 peças de ouro por um pacote de cartas, ou ainda utilizar de dinheiro real para comprá-los. Cada booster terá pelo menos uma carta rara ou superior, aumentando as chances de conseguir aquele feitiço ou lacaio que tanto deseja.

Se não quiser utilizar de dinheiro real para comprar os pacotes, existe missões diárias para que você ganhe pacotes de 40, 60 ou 100 de ouro. Estas missões podem ser concluídas rapidamente, como vencer duas ou cinco partidas com algumas classes específicas, ou ainda invocar um número determinado de lacaios em campo.

Três vitórias também garantem a modesta quantia de 10 de ouro, mas cada jogador é limitado a receber 10 vezes esta quantia diariamente. No entanto, este pequeno bônus demora para ser convertido em um pacote, sendo mais interessante que você foque nas missões que o jogo oferece.

Além disso, o título disponibiliza “missões secretas” – uma coletânea de bônus que Hearthstone oferece ao jogador depois de cumprir certos requisitos. Buscar estas recompensas é interessante para os novatos, pois garantem boas quantias de ouro e outros bônus. Ficou interessado? Pois aqui vão os principais:

Desbloquear todos os heróis: 100 de ouro.

Jogar três partidas no modo de jogo: 100 de ouro.

Vencer 100 partidas em qualquer modo: 300 de ouro.

Vencer 1000 partidas em qualquer modo: 300 de ouro.

Derrotar todos os oponentes IA: 100 de ouro.

Coletar todas as cartas básicas: 100 de ouro.

Entrar na Arena: uma entrada gratuita para a Arena – guarde essa para depois!

Tenha em mente a condição de vitória

Busque montar seu deck sempre pensando em como ele vai tirar todos os 30 pontos de vida do herói adversário. Afinal, não adianta invocar cartas lendárias e poderosas se você vai perder no próximo turno.

Fazer escolhas faz parte do jogo, e você deve considerar qual será a mais favorável para você de acordo com a situação da partida. Um exemplo disso é quando o oponente colocou em campo uma poderosa carta, mas os pontos de vida dele estão baixos – talvez não seja a melhor opção gastar sua magia de dano para finalizar aquele lacaio. Tudo vai depender de como você construiu seu deck e como ele pode operar para finalizar aquele adversário.

Preveja as cartas do adversário

Com o tempo, você vai identificar quais são as cartas possíveis nos decks dos adversários e desconfiar quando ele estará guardando um feitiço especialmente para destruir aquele lacaio poderoso ou limpar o campo de monstros fracos. Cartas assim geralmente são exclusivas para os heróis, e trabalhar com esse fator será importante para tirar vantagem da sua previsão.

Um exemplo comum desta situação é quando você conta com um lacaio poderoso na mão e está jogando contra um mago. São grandes as possibilidades dele contar uma magia de dano direto ou uma Polimorfia (que transforma seu monstro em uma Ovelha 1/1), então é bem mais estratégico jogar um lacaio mediano para pressioná-lo a usar os feitiços neste monstro mais fraco.

Arrisque a sorte na hora certa

De uma forma diferente dos outros jogos do gênero, conta com muitas cartas com efeitos que dependem da sorte, como disparar magias entre lacaios aleatórios ou uma porcentagem de chance de comprar cartas adicionais no turno.

Trabalhar com estes efeitos pode causar situações favoráveis ou desfavoráveis, e saber quando arriscar é importante para conquistar uma vantagem importante durante a partida.

Um dos clássicos casos em que se arrisca a sorte no início do jogo é quando se invoca o Bombardeiro Louco, que causa três pontos de dano em qualquer personagem no tabuleiro. Isso pode finalizar o adversário, mas também assassinar seu monstro fraco no campo com um efeito interessante.

É importante ressaltar que estudar as possibilidades é sempre necessário para determinar quando apostar na sorte. No entanto, há casos de vitória ou derrota, e colocar o lendário Asa da Morte, que limpa o campo para o poderoso dragão e descarta todas as suas cartas, é rezar para que aquele adversário com poucas cartas não compre justamente aquela que vai fazê-lo ganhar.

É pouco aconselhável ficar sem cartas na mão. Situações assim são favoráveis para o adversário, que contará com muitas possibilidades de controlar o campo, enquanto você dependerá daquela única carta que virá a cada novo turno. Evite essa situação – a menos que este caso seja crucial para atingir a vitória.

Estude as melhores escolhas da Arena

A Arena reserva recompensas ambiciosas para quem já está acostumado com as mecânicas e as possibilidades. Pagando 150 de ouro (ou R$ 4,50), é possível montar seu deck sempre escolhendo entre três possibilidades de heróis e cartas.

Com três derrotas, o seu deck será eliminado da Arena, e as vitórias neste período determinarão a qualidade – e a quantidade – das recompensas. Entre os bônus estão pacotes de cartas, ouro, pó arcano e cartas douradas ou lendárias.

Com um pouco de sorte, é possível ser premiado com cartas muito efetivas para as partidas deste modo – e saber quais são as melhores escolhas é fundamental para aumentar as chances de vitória.

Muitos jogadores se dedicam a estudar continuamente as melhores cartas da Arena, organizando rankings para definir quais serão as boas escolhas para um deck genérico. Procurar por uma dessas listas pode ajudar os novatos na hora de montar as primeiras combinações para o modo, e, caso precise de indicações, a Tier List do jogador profissional Trump pode ser um bom início.

Lacaios com atributos equilibrados (como o Yeti Ventogelante) e feitiços de controle de campo geralmente são cartas que podem cair bem para qualquer combinação. No entanto, vale sempre ressaltar que a sorte nem sempre pode ajudar com as cartas, e sua obrigação é pensar em como harmonizar o deck mesmo com escolhas menos comuns.

A Arena, assim como todo o Hearthstone, vai ganhando cada vez mais profundidade quanto mais se experimenta as estratégias do jogo. Esperamos que, com essas dicas, você se sinta mais confortável e motivado para desafiar os próximos aventureiros da taverna – até, quem sabe, este humilde redator, que também se diverte por Azeroth de vez em quando.

Escolha o herói base para o seu deck.

Agora você pode escolher uma receita de deck para o herói escolhido. Note que logo abaixo do nome do deck é mostrado quantas cartas você tem para formá-lo. Não há problemas se você não tem todas as cartas necessárias, você pode substituí-las por outras parecidas.

Clique em cima do deck para saber quais são as cartas dele, não se esqueça de ler a descrição que aparecer no canto inferior, assim você saberá qual o estilo do baralho (isso é muito importante). Agora que você já entendeu que o melhor Deck para iniciante é aquele que já está pronto para você usar, conheça agora os tipos de cartas.

O objetivo não é ter o melhor Deck de todos, mas sim, ser o melhor jogador. Para isso é uma longa estrada pela frente e você vai precisar conhecer primeiro as cartas.

Existem 3 tipos gerais de cartas:

Cartas de Habilidades, Cartas de Lacaios e Cartas de Armas.

As Cartas de Habilidades

Estas cartas não possuem valor de ataque e vida, elas somente têm o custo de mana. Ao invocar esse tipo de carta, você ativará uma vez o seu efeito e logo após ela será descartada.

Exemplo de efeitos: Feitiços que causam danos em lacaios ou no herói adversário e feitiços que restauram a vida de lacaios ou de seu herói.

As Cartas de Lacaios

Todas possuem pelo menos 1 de vida, algumas têm 0 de ataque e servem para defesa, enquanto que outras possuem 1 ou mais de ataque para atingir o adversário. As cartas de lacaios permanecem no campo até que de alguma forma ela fique com 0 de vida.

As Cartas de Armas

As cartas de armas servem para equipar o seu herói, dando a ele dano de ataque ou alguma habilidade especial.

Todas cartas deste tipo têm um valor de durabilidade que a todo turno vai diminuindo, quando o valor zerar, a carta é destruída e o efeito dela também.

Confira uma lista completa das cartas de armas.

Raridades de uma carta

Toda carta de HearthStone tem o seu nível de raridade, normalmente ele é expresso através da coloração de sua gema ou ausência dela. O nível de raridade em HearthStone mede a dificuldade de conquistar a carta, no total são 5 níveis: as cartas sem gemas ou livres, comuns, raras, épicas e Lendárias.

Aquelas que não possuem gema ou as comuns, são normalmente as mais fracas e as Lendárias são as mais poderosas. Tome muito cuidado ao pensar que toda carta comum ou livre é ruim ou inútil, isso não é verdade, de fato, elas podem ser muito importantes para deixar seu deck forte. É tudo uma questão do contexto ao qual uma carta será usada.

Por pior que uma carta pareça ser, ela poderá ser muito útil em certas estratégias específicas.

Curiosidade: Existe um conjunto de cartas consideradas básicas. Algumas dessas cartas não possuem as gemas, enquanto que outras possuem a gema e são do tipo comum.

A raridade de uma carta pode ser um fator decisivo no jogo, por exemplo, existem habilidades ou efeitos no jogo que podem afetar somente um tipo de raridade. Uma regra geral que você deve sempre se lembrar é a de que você não pode ter cartas lendárias repetidas em seu deck. O máximo é uma.

Arquétipos

Em HearthStone existem os arquétipos, que é uma classificação que os jogadores usam para definir qual a estratégia do deck.

Alguns dos arquétipos mais conhecidos são: Aggro, Combo, Control/Controle, Midrange, Mill/Fadiga, Tempo, Token e Turtle.

Arquétipos: Quais os Melhores Estilos de Deck?

Um deck no estilo Aggro, por exemplo, é todo construído com cartas para deixar o adversário sempre na defensiva, o seu objetivo é sempre terminar a partida o mais rápido possível.

Os decks do tipo Aggro são muito usados por alguns jogadores para completar as missões diárias de HearthStone de forma mais eficiente. Um deck que poderia ser muito bem e oposto há um de Aggro é o de Controle, que tem como objetivo uma partida longa.

De maneira geral, montar um deck exige que vários fatores sejam considerados, sejam eles o arquétipo ou a classe escolhida. Se você resolver fazer um deck sem conhecimento algum, vai cometer alguns erros simples, como deixa-lo desbalanceado ou vulnerável contra a maioria dos outros decks.

Por isso, lembre-se que no início você não precisa saber tudo de uma vez. Se permita conhecer cada carta e estratégia aos poucos, para obter sucesso a longo prazo.

Como Saber se uma Carta é Boa para o seu Deck?

Caso queira uma ajuda extra, você pode buscar através de alguns sites que lhe fornecem uma comparação entre as duas cartas que lhe foram apresentadas na criação do deck. O valor total da mana é muito importante, tente escolher cartas que possuem um total de ataque e defesa maior relacionado ao tanto de mana gasto.

Para você entender melhor: Some o ataque e a defesa da Clériga do Sol Partido. O total é 5. Agora some o ataque e a defesa da carta Cria de N’Zorth, o total foi somente 4.

Analisando: Com 3 de mana, você consegue 1 a mais no total de defesa e ataque quando escolhe a carta Clériga do Sol Partido comparado com a carta Cria de N’Zorth.

E a carta do meio? A carta Minimago tem somente 1 de defesa, ela pode facilmente morrer antes mesmo de ter uma chance de atacar e o custo de mana dela é 4. Veja que essa é somente uma parte da análise que pode ser feita com as opções de cartas, você ainda tem que levar em consideração a habilidade dela e o tipo de carta.

Missões no Hearthstone

Você pode completar missões para ganhar prêmios. Usar as missões com sabedoria é uma ótima forma de conseguir mais recursos no jogo.

Para acessar as missões, vá ao menu principal e clique no botão de missões que fica ao lado da loja.

Todas missões lhe dão recompensas, elas são principalmente em ouro, mas podem ser também um pacote de cartas ou cartas avulsas.

Missões diárias

Como o próprio nome diz, as missões diárias aparecem todo dia, porém elas não podem acumular mais do que 3. Você tem 3 espaços reservados para as missões, a cada dia é liberada somente uma de cada vez.

O ideal é deixar todo dia, pelo menos um espaço vazio para a missão do dia seguinte, assim você sempre estará acumulando riquezas. Sabendo disso, tente completar primeiro as missões mais rápidas e deixe as mais demoradas para depois.

As missões diárias podem se repetir, as missões que necessitam de mais esforço lhe recompensam muito mais do que as mais fáceis. Todo dia você pode descartar uma das missões e receber uma nova, é aí que você tem que ser esperto.

Antes de descartar uma missão, faça para você as seguintes perguntas:

Você conseguirá completar a missão rápido? Ela lhe fornece um bom prêmio?

Outras Missões: Se acontecer de você ficar muito tempo sem entrar em sua conta no HearthStone, você receberá umas missões especiais que lhe dão uma generosa recompensa. Dessa forma você pode recuperar o tempo perdido e terá um incentivo a mais para continuar jogando. UMA MISSÃO E DOIS ESPAÇOS PARA MISSÕES.

Conquistas

Você leu o título corretamente, existem conquistas em HearthStone, porém, diferente das missões diárias, nós não conseguimos ver quais missões são essas. Alguns as chamam de missões únicas, aquelas missões ao qual você somente pode completar uma vez.

Confira uma lista das missões secretas que você provavelmente só iria conhece-las após completa-las.

Jogue uma partida no modo jogar: 1 pacote de cartas

Jogar 3 paridas no modo jogar: 1 pacote de cartas

Atinja o nível com qualquer classe: 1 pacote de cartas

Desencantar uma carta: 95 de pó arcano

Entrar na Arena: Ganha um acesso gratuito na Arena

Obter todos os piratas: Carta Papagaio do Capitão

Obter todos os piratas dourados: Carta Papagaio do Capitão Dourado

Obter todos os murlocs: Carta Velho Olho-turvo

Obter todos os murlocs dourados: Carta Velho Olho-turvo Durado

Ganhar 100 jogos em qualquer Modo de jogo: 300 de ouro

Ganhar 1000 jogos em qualquer Modo de jogo: 300 de ouro

Habilitar todos os heróis: 100 de ouro

Derrotar todos os Heróis IA Peritos: 100 de ouro

Obter todas as cartas do Conjunto Básico: 100 de ouro

Obter todas as cartas do Conjunto Perito: 100 de ouro

Obter todas as cartas do Conjunto Avançado: 100 de ouro

Como Melhorar no Jogo

Ser um verdadeiro mestre em HearthStone não acontece da noite para o dia, exige treino e dedicação, além de seguir nossas dicas.

Jogue todo dia: Além de poder aumentar o seu estoque de ouro completando as missões diárias, você sempre estará aprendendo estratégias novas a cada partida disputada.

Jogue nas arenas: Para que você cresça no HearthStone, jogar as partidas de arenas é um exercício muito importante. Você irá conhecer decks novos e consequentemente aprenderá a criar um deck que tenha condições de vencer muitas batalhas.

Jogue com calma

Cada jogador tem um tempo para fazer cada jogada, você não precisa colocar em campo a primeira ideia que vem em sua cabeça, pense bastante antes de jogar.

Se caso o adversário estiver demorando muito, use o tempo para pensar no que ele pode fazer e o como você deve reagir quando chegar a sua vez.

Referências:

Tec8, Tecmundo, techtudo, wikipedia.

Comente aqui abaixo sobre Hearthstone!