Ubisoft

A Ubisoft afirma ser o terceiro maior publicador de video-games independente do mundo; eles possuem 30 estúdios em 19 países, além de subsidiárias em 26 países; o maior estúdio de desenvolvimento da empresa é a Ubisoft Montreal, no Canadá, que atualmente emprega cerca de 2.100 pessoas. Yves Guillemot é o presidente e CEO da Ubisoft. A partir do ano 2008-2009, a receita da Ubisoft foi de €1.058 bilhões, chegando a 1 bilhão de euros pela primeira vez em sua história. Ubisoft criou sua própria divisão de filmes chamada Ubisoft Motion Pictures, que irá criar shows e filmes baseados em seus jogos.

A Ubisoft foi fundada em março de 1986, na França, pelos cinco irmãos da família Guillemot. Durante os primeiros anos de vida da empresa, seus fundadores fizeram acordos com a Eletronic Arts, Sierra Entertainment e MicroProse para distribuir seus jogos no território francês.

Em 1993, a Ubisoft já era a maior distribuidora de games do país, época em que iniciou um programa para desenvolvimento de jogos próprios. Em 1994, a companhia abriu seu primeiro estúdio, e hoje possui uma das maiores equipes de criação do mundo, com mais de 14 mil colaboradores. Ao longo de sua história, a Ubisoft foi responsável pela publicação de diversos jogos de sucesso.

A Ubisoft chegou ao Brasil em 1999, quando abriu um centro de distribuição de jogos em São Paulo. Foi somente em 2008, no entanto, que a companhia inaugurou um escritório para a produção de jogos em solo brasileiro.

Jogos mais famosos:

Entre outros: Gods & Monsters…

Sobre os jogos

Rayman

Talvez um dos mais clássicos personagens da Ubisoft, Rayman nasceu em 1995 e hoje já soma mais de 20 títulos lançados. Comparável a Sonic e Mario como mascote de empresa, o herói sem pernas e braços começou sua carreira de forma humilde, mas surpreendeu pelo carisma e com jogos cada vez mais bonitos.

Apesar de ser “das antigas”, a grande fama de Rayman para a atual geração veio com a série de jogos Raving Rabbids, que colocavam o personagem com os coelhos malucos da saga Rabbids. A Ubisoft logo decidiu separar as duas séries e começou a relançar seu mascote em games próprios de plataforma novamente, como Rayman Origins e Legends, o que rendeu um bom sucesso.

Assassin’s Creed

Assassin’s Creed foi lançada em 2007 como uma nova série cheia de inovações. E elas realmente existiram, afinal, tratava-se de uma saga que misturava presente e passado como nunca antes visto. No controle de um assassino no passado, o jogador desvendava segredos que envolviam os Templários ao longo dos séculos, na aventura em terceira pessoa e com muito combate e exploração.

O jogo fez tanto sucesso que hoje a Ubisoft praticamente lança um por ano. São nove títulos apenas na saga principal, além de 11 games spin-offs, adaptações para livros ou quadrinhos – isso sem falar na versão para cinemas, que chega em breve. Apesar de ter sofrido algum desgaste pelos lançamentos anuais, a série ainda é bem querida pelos fãs.

Prince of Persia

Nascida em 1989, somente para PC, a série Prince of Persia já foi sucesso desde o primeiro jogo, que envolvia jogabilidade simples em plataformas e bons gráficos 2D. O “Príncipe sem Nome” tinha sempre que enfrentar os perigos dos labirintos e cenários de areia para lidar com as ameaças.

Apesar de já ser bem sucedida, a saga teve um relançamento em 2003, com a trilogia “The Sands of Time”, levando a série totalmente para o mundo 3D, com um grande remake moderno. A partir disso, Prince of Persia foi elevado a um patamar nunca antes alcançado e seguiu assim até 2010, quando seu último game principal foi lançado. Uma pena que, atualmente, a Ubisoft tenha esquecido um pouco de um de seus principais heróis.

Far Cry

Far Cry nasceu em 2004, mas não pelas mãos da Ubisoft. O jogo é cria original da Crytek, a mesma de Crysis, mas em 2005 ficou a cargo da produtora francesa. Far Cry 2, o primeiro “grande game” da marca, veio apenas em 2008, e com sucesso certeiro. Os títulos de tiro em primeira pessoa sempre acompanham cenários realistas e ação de primeira qualidade.

O principal trunfo da série Far Cry é sempre trazer personagem principal e cenários inéditos a cada lançamento. Far Cry 4, por exemplo, se passa na região dos Himalaias, enquanto Far Cry 3 apresenta um cenário nas ilhas do Pacífico.

Just Dance

Lançada pela primeira vez em 2009, a série musical Just Dance teve um começo complicado. O primeiro jogo foi bombardeado por críticas que o classificam como um dos piores títulos daquela época. Mas, por outro lado, o game vendeu “como água no deserto” nas principais lojas, o que levou a Ubisoft a acreditar em seu futuro.

O fato de a empresa ter resolvido lançar mais títulos foi o que elevou não apenas a qualidade de Just Dance, mas também sua fama. Com pelo menos sete jogos principais já disponíveis, a série coloca o jogador para dançar na frente da TV e sempre traz setlists completos com os principais sucessos do pop e tecno de cada época.

Splinter Cell

Splinter Cell é uma série de espionagem com jogabilidade em terceira pessoa que nasceu dos livros do escritor Tom Clancy. O primeiro título foi lançado em 2002 e, desde então, concorre com a saga Metal Gear Solid, da Konami, como mais uma opção do gênero para os jogadores e fãs desse tipo de game.

O personagem central, Sam Fisher, não tem tanto carisma quanto seu concorrente Solid Snake, mas a série fez certo sucesso e teve sete títulos principais já lançados. O mais recente é de 2013, com Splinter Cell Blacklist.

Rainbow Six

Rainbow Six é outro produto que se originou nas páginas dos livros de Tom Clancy e a Ubisoft aproveitou para lançar uma série de jogos de sucesso. Nos games, Rainbow Six seguiu o caminho de tiro em primeira pessoa, mas com elementos estratégicos. O primeiro deles, lançado em 1998, já fez enorme sucesso.

Há pelo menos 18 títulos de Rainbow Six disponíveis, já contando com o mais novo, Rainbow Six Siege, lançado no final de 2015. O sucesso é tão grande, principalmente nos Estados Unidos, que essa é uma das séries da Ubisoft com mais lançamentos principais.

Criação de jogos mobile

A Ubisoft anunciou a criação de um novo estúdio focado em games mobile, localizado na cidade de Da Nang, no Vietnã. O estabelecimento tem o objetivo de dar mais rapidez à empresa ao lidar com o mercado mobile, que sofre mudanças com bastante velocidade.

De acordo com pronunciamento oficial da empresa, o estúdio focará em “Jogos Instantâneos” feitos com base em HTML 5 e distribuídos por meio de mídias sociais.

“Essa nova maneira de acessar vieo games por meio de redes sociais explodiu significativamente em uma proporção mundial e hoje acumula milhões de usuários diários. Isso oferece uma grande oportunidade de expandir as audiências das propriedades intelectuais da Ubisoft”, afirma o documento publicado pela empresa.

Vale lembrar que a Ubisoft já é bem próxima do mercado mobile, com o seu anúncio mais recente sendo Tom Clancy’s Elite Squad, que reúne uma série de personagens dos games que levam o nome de Tom Clancy, como Rainbow Six Siege e The Division 2.

Referências:

The Enemy, Canaltech, wikipedia, techtudo.

Comente abaixo o que você acha sobre a Ubisoft!

Deixe seu comentário: