Redfall: um dos mais aguardados do ano

O ano de 2022 está recheado de grandes lançamentos para o mundo dos vídeo games. Títulos como Horizon Forbidden West, Elden Ring, Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin, Starfield e The Legend of Zelda: Breath of the Wild 2, estão anotados na agenda dos gamers de todo o mundo. E nessa enorme lista de lançamentos do ano, Redfall é um dos games que despertou a atenção da galera. Confira o trailer de revelação do jogo abaixo:

📹 Trailer de anúncio oficial | Divulgação

Redfall, novo exclusivo de Xbox, foi revelado durante o Xbox & Bethesda Games Showcase da E3 2021. Na apresentação em questão, Phil Spencer, cabeça da Xbox, descreveu Redfall como um “shooter em mundo aberto para jogar sozinho ou com amigos”

Sobre

Redfall

📷 Redfall: um dos mais aguardados do ano | Divulgação

Redfall é um FPS coop em mundo aberto. Foi desenvolvido pela Arkane Austin (Prey e Dishonored) e publicado pela Bethesda Softworks. O título dá seguimento ao legado da Arkane, com mundos cuidadosamente planejados e de mecânicas de jogo criativas. Redfall traz a jogabilidade inconfundível da Arkane para os gêneros de ação cooperativa e de tiro em primeira pessoa. Seu desenvolvimento iniciou em 2017, logo após o lançamento de Prey, sob a liderança de Harvey Smith, diretor e roteirista de Dishonored e Dishonored 2. Após a saída de Raphaël Colantonio da Arkane Austin em junho de 2017, Smith se mudou da Arkane Lyon para assumir a liderança do estúdio Texano, assumindo o cargo de diretor de estúdio e diretor de criação, com Ricardo Bare, líder designer de Prey, ficando como co-diretor de criação.

Personagens

Redfall: um dos mais aguardados do ano

📷 Redfall: um dos mais aguardados do ano | Divulgação

O game possui quatro protagonistas jogáveis e possíveis de escolher para a campanha: Jacob Boyer – um ex-militar, atirador de elite; Devinder Crousley – um inventor e investigador paranormal; Remi de La Rosa – uma engenheira de combate que possui um companheiro robô chamado Bribón; e Layla Ellison – uma ex-universitária biomédica que contém poderes de telecinética. Cada um dos personagens possui suas próprias armas e habilidades específicas. Jacob, que pode ficar invisível por um curto período e utilizar de seu rifle sniper para atirar em uma longa distância; Layla, que tem uma arma em formato de guarda-chuva capaz de fazer objetos e a física levitarem; Devinder, que possui uma arma em formato de estaca para eliminar vampiros; e Remi, que possui uma arma que congela vampiros, além do seu robô lhe auxilia em combate

Enredo

Redfall

📷 Redfall: um dos mais aguardados do ano | Divulgação

“A serena cidade na ilha de Redfall, Massachusetts, foi cercada por uma legião de vampiros, que bloquearam o sol e isolaram a ilha do mundo exterior. Presos junto de um punhado de sobreviventes em embate com inimigos diabólicos que ameaçam sugar todo o sangue da cidade, selecione seu herói de um elenco diverso e junte-se a outros jogadores para criar a equipe perfeita de caçadores de vampiros.”

Redfall

📷 Redfall: um dos mais aguardados do ano | Divulgação

Vale mencionar que os vampiros encontrados no jogo não são “normais”. Eles são frutos de um experimento científico que deu errado. Com isso estão em constante evolução, desenvolvendo habilidades poderosas e se tornando vampiros maiores e mais malignos.

Redfall será lançado exclusivamente para Xbox Series e PC no inverno de 2022 e estará disponível com Game Pass no lançamento.

Você é um dos que estão ansiosos pelo jogo? Deixe aí nos comentários

Referências:

Redfall, Xbox.

Quantum Break

Quantum Break é um jogo eletrônico de ação em terceira pessoa produzido pelo estúdio finlandês Remedy Entertainment. Foi lançado pela Microsoft Studios no dia 5 de abril de 2016 para Xbox One. Uma série digital com o mesmo nome também esteve em produção. A história de Quantum Break acontece depois de uma experiência sobre a manipulação do tempo ter corrido mal. O evento não apenas afetou o tempo, mas como também deu aos dois protagonistas, Jack Joyce e Paul Serene, a habilidade de o manipular de várias maneiras.

Quantum Break é essencialmente um jogo de tiro em terceira pessoa, mas com alguns elementos de plataformas em secções menos orientadas para a acção. O jogo tem os chamados “pontos de junção” que permitem “escolher a tua aventura”, com episódios integrados de uma série de televisão, em que participam os actores reais dos personagens, interagindo e revelando as consequências das escolhas do jogador.

Quantum Break recebeu essencialmente análises positivas. O site de pontuações agregadas Metacritic deu à versão Xbox One 77/100, indicando “análises geralmente favoráveis”. Os críticos elogiaram a história e a campanha, as sequências de acção, a caracterização, e as manipulações do tempo, no entanto foram mais críticos em relação à funcionalidades dos poderes do tempo. Quantum Break foi o primeiro jogo da Microsoft em 2016 a conseguir alcançar o primeiro lugar na tabela de vendas do Reino Unido e o jogo mais vendida para uma nova propriedade intelectual dos Xbox Game Studios nesta geração.

Jogabilidade

Quantum Break é jogado numa perspectiva em terceira pessoa com um sistema de cobertura. O jogador controla Jack Joyce, uma pessoa que consegue manipular e “congelar” o tempo. Juntamente com esses poderes, os jogadores usam uma grande variedade de armas de fogo para derrotar os inimigos. Joyce pode parar o tempo temporariamente, dando-lhe a possibilidade de fugir dos ataques inimigos, provocar um “Time Blast” (um projétil ofensivo), e reverter a direção das balas. Joyce pode interagir com o ambiente, criando efeitos que causam dano aos inimigos. A habilidade “Time Rush” pode também ser usada como tele-transporte, permitindo a Joyce colocar-se junto a um inimigo e neutralizá-lo com um golpe rápido. Em adição, os jogadores podem acelerar o tempo e trocar posições para diversificar os inimigos distraídos. Para se defender Joyce pode criar um escudo, o “Time Shield”, que reflecte balas, fazer “Time Dodge”, que dá para fazer movimentos rápidos ou simplesmente esconder-se atrás de objetos.

Os jogadores também vão encontrar puzzles, para além de progredirem como um jogo de plataformas 3D. Com o tempo em colapso, os objetos podem ficar presos num loop temporal, fazendo com que se tornem riscos ambientais num estado instável e em constante mudança, criando situações perigosas, como estando sempre a colidir com uma plataforma. Estes objetos tornam-se obstáculos para o jogador, e para passa-los este tem de parar ou desacelerar o tempo, para Joyce progredir sem receber ferimentos. Se Joyce os reanimar, pode receber ajuda de NPC’s congelados no tempo.

O jogabilidade está dividida em segmentos. Depois de jogar um segmento do jogo, aparece um episódio da série digital. O jogo vai contar a história dos protagonistas enquanto a série vai contar a história dos antagonistas. Os jogadores podem fazer escolhas como antagonistas no início de cada episódio, também conhecidos como os “pontos de junção”. Estas decisões poderão influenciar o estado do jogo.

Use o Time Vision regularmente

O Time Vision pode ser acionado pressionando o botão Y a qualquer momento. É provavelmente a habilidade mais útil que você possui por dois motivos. Em primeiro lugar, quando você está em combate, você pode usá-lo para destacar os inimigos que você não pode ver (como aqueles que se escondem atrás de paredes). Enquanto isso, quando você não estiver em combate, você pode usá-lo para encontrar itens colecionáveis ​​e apontar partes do cenário que você pode atirar ou usar seus poderes temporais. Adquira o hábito de usar sua Visão do Tempo regularmente e a vida será muito mais fácil para você.

Concentre-se em obter Chronon Sources 

Há um monte de diferentes itens colecionáveis ​​espalhados por Quantum Break, e você tecnicamente não pode completar o jogo 100% sem pegar todos eles. Isso não significa que você tenha que passar o jogo inteiro caçando por eles, porque a maioria deles é apenas um conteúdo baseado em história e pode ser encontrado mais tarde nos níveis de repetição. Há apenas um tipo de colecionador que você deve se concentrar em encontrar durante sua primeira jogada: as Chronon Sources, as luzes brilhantes que podem ser encontradas com seu rastreador Time Vision. Enquanto outros itens colecionáveis ​​apenas adicionam informações da história, eles podem ser usados ​​para aprimorar suas habilidades.

Escudos de tempo são o último recurso Sua habilidade de criar um Escudo de tempo é extremamente útil durante o combate, porque lhe dá imunidade temporária contra ataques inimigos e permite que você recupere o dano enquanto estiver dentro dele. No entanto, é uma habilidade estritamente limitada e leva muito tempo para recarregar, então nunca use-a até que seja realmente necessário. Retire o escudo quando sua tela começar a ficar vermelha, você está sob fogo e está exposto. Caso contrário, você se verá usando-o quando se proteger teria sido uma opção melhor e, potencialmente, deixando-o sem ele quando realmente precisar dele.

Conheça seus inimigos 

Existem vários tipos diferentes de inimigos em Quantum Break, e cada um deles tem seus próprios pontos fortes e fracos. Usar a mesma tática para enfrentá-los resultará em você redecorar as paredes com as partes do corpo. Aprenda quais armas são as melhores para cada inimigo e como abordá-las – as pistolas são inúteis contra os caras com armaduras pesadas que aparecem do Ato 2 em diante, mas as espingardas podem matá-los sem muitos problemas. Enquanto isso, as pistolas são uma aposta melhor para os inimigos que podem usar o poder do tempo para se teletransportar, pois você ainda pode pegá-los se eles se afastarem.

Continue se movendo após o Time Stop Se você usar o Time Stop em um inimigo, você congelará o tempo ao redor dele. Isso os impede de se mover e permite que você dispare um monte de balas no vazio de tempo que os rodeia, ‘empilhando-os’ para que todos ataquem o inimigo ao mesmo tempo quando o tempo de parada passar. É um efeito legal, mas não se esqueça de que afeta apenas a pessoa para a qual você o aponta. Depois de disparar balas suficientes no vazio para matar seu oponente, siga em frente – não se preocupe em ficar lá para assistir o impacto, porque você ficará totalmente aberto a outros inimigos.

Troque de armas em vez de recarregar 

Quando as coisas estão indo relativamente bem, você deve sempre usar o truque típico de um jogo de ação de recarregar sua arma sempre que estiver tranquilo, para que você não fique sem balas quando precisar. Se você for pego em um tiroteio massivo, no entanto, e aqueles segundos preciosos gastos recarregando sua arma podem fazer com que você seja morto, troque de arma. É muito mais rápido do que recarregar e deixa você menos exposto. Se você tem sua cota total de três armas, você pode até fazer uma segunda vez, tudo sem recarregar.

Escolha seus upgrades com sabedoria 

Como já mencionamos, coletar Chronon Sources dá a você pontos de experiência que você pode gastar em upgrades. No entanto, nem todas as atualizações são tão úteis quanto as outras, então certifique-se de gastá-las com sabedoria para obter as atualizações mais importantes no início do jogo. As mais importantes para você geralmente dependem das estratégias que você usa durante o combate, mas recomendamos que você comece obtendo a recuperação do Time Shield (para que possa curar mais rápido) e todas as atualizações de Time Vision (para que possa ver os inimigos mais facilmente e de uma gama maior).

Verifique a linha do tempo ao caçar colecionáveis 

Se você terminou o jogo, mas ainda não o venceu 100%, é hora de ir caçar colecionáveis. Como a maioria dos jogos, Quantum Break tem alguns de seus itens colecionáveis ​​baseados em histórias escondidos em cantos obscuros, mas encontrá-los é um pouco mais fácil com a linha do tempo. Pause o jogo a qualquer momento durante um nível e vá para a linha do tempo – os pontos nela representam cada colecionador e a ordem que você deve esperar para encontrá-los. Se você já tem algum, isso deve pelo menos diminuir o tamanho da área que você precisa pesquisar, porque você saberá se há uma lacuna entre dois dos pontos, então há um colecionável em algum lugar entre eles.

Não tenha pressa

Quantum Break tem tudo a ver com o tempo. Controlando o tempo, economizando tempo, quebrando o tempo, viagem no tempo. Você escolhe e, se envolver tempo, é provável que esteja no jogo. Com isso em mente, saiba que você deve levar o seu tempo enquanto joga. Você nunca é levado de um lugar para outro. Não há nenhuma força invisível empurrando você, nem há um cronômetro durante os níveis.

Existem muitos itens colecionáveis ​​importantes escondidos, que incluem Pontos de atualização, então você vai querer dar uma olhada em vez de apenas correr. Controlar o ritmo também ajudará na batalha, pois você dedica um tempo para descobrir contra quem está lutando e o que pode usar a seu favor.

O tempo pode ser seu inimigo durante o jogo, mas também é seu amigo. 

Visão do Tempo

Time Vision é a primeira habilidade concedida a Jack Joyce durante Quantum Break. É essencialmente a sua capacidade de localizador. Aperte o botão “Y” e certas coisas no mundo brilharão com uma cor específica dependendo do que são.

Vermelho –  inimigos e explosivos.

Azul – sacos de armas e munições.

Amarelo –  itens interativos, como computadores e colecionáveis.

Círculo localizador –  só aparece quando uma fonte de cronon está próxima. Vá na direção do círculo branco menor para encontrá-lo.

Seta amarela – seu objetivo. Você pode puxar este mesmo indicador tocando no d-pad.

Essa habilidade não é cobrada, então use-a tanto quanto necessário. Algumas das áreas mais abertas do Quantum Break podem ser um pouco confusas, então se você estiver se sentindo perdido ou confuso, use a Visão do Tempo. 

Se o seu controlador vibrar aleatoriamente, pesquise nas proximidades

Como todos os jogos modernos, Quantum Break faz uso da função de vibração do seu controlador. Durante o combate, pulando e batendo em obstáculos, você receberá um pequeno solavanco. No entanto, há momentos em que o controlador vibra sem motivo aparente.

Quando isso acontece, significa que há uma das três coisas ao redor. O primeiro é uma memória de tempo. Esses são pequenos trechos que você pode observar se desdobrando, fornecendo mais informações sobre a história ou uma pista informando sobre o que fazer a seguir. Eles vão se desenrolar como conversas rápidas, ou você pode seguir os movimentos de um personagem do passado.

A segunda é uma estrutura rebobinável. Existem quebra-cabeças ambientais espalhados por todo o jogo, todos focados na travessia. Às vezes, existe um caminho, mas está bloqueado por detritos ou algum outro obstáculo. Se você receber uma vibração, inicie sua Visão do Tempo para localizar a área que pode ser rebobinada. Isso abrirá novas opções para você.

A possibilidade final é uma Fonte Chronon. Coletar essas luzes brilhantes concederá a você pontos de atualização que podem ser usados ​​para melhorar as seis habilidades desbloqueadas ao longo do jogo.

Volte e reproduza as junções

Isso não o ajudará no jogo, mas permitirá que você experimente certas coisas de maneira diferente. As cenas nos segmentos de ação ao vivo mudarão. Você enfrentará personagens diferentes durante o jogo, e elementos específicos da história seguirão em uma direção completamente diferente.

Depois de tomar uma decisão, tudo depois é alterado em uma espécie de efeito borboleta. É um toque legal que definitivamente melhora o valor de repetição de Quantum Break. Se você estiver procurando por mais alguma ação depois de completar a história, esta é a melhor maneira de fazer isso. 

A capa é contextual

É fácil esquecer que você pode se proteger no Quantum Break. Com todas as balas zunindo e os poderes do tempo iluminando os níveis, você se sentirá todo poderoso … até o momento em que acertar o peito com uma espingarda.

Haverá momentos em que você precisará se proteger para recuperar o fôlego durante o combate. Em pânico, é fácil esquecer que não há um botão para se esconder atrás de uma pedra e manter a cabeça baixa até que todo o barulho pare. Você simplesmente precisa se mover ao lado da cobertura e permanecer imóvel. Mirar permitirá que você salte e dê tiros, e lançar sua mira o colocará de volta em segurança.

Lembre-se de que alguma cobertura pode ser destruída e a movimentação pode tirar você da segurança. Demora um pouco para se acostumar, especialmente com a natureza flutuante dos controles.

Uma habilidade não carrega enquanto estiver ativa

Existem seis habilidades em Quantum Break, cinco das quais funcionam com carga. Agora não se preocupe, você não precisa coletar nenhum recurso para manter suas habilidades em alta, elas se recarregam com o tempo.

Algumas habilidades, como Time Stop e Time Dodge, podem ser usadas mais de uma vez antes que uma recarga completa seja necessária. Se você não usar a habilidade por alguns segundos, ela começará a recarregar mesmo se você tiver alguns usos restantes. Enquanto uma habilidade está em uso, no entanto, mesmo que seja algo que acabou de ser deixado para trás, como uma bolha de tempo, a habilidade não carregará. Tenha isso em mente quando for spammar suas habilidades.

Se você gerenciar seu tempo de maneira adequada, mantendo um olho em cada medidor (localizado no lado direito da tela), você sempre pode garantir que tem um truque na manga.

Não deixe que o sistema de cobertura pegue você

Ao invés de ter que pressionar um botão para forçar Jack a se proteger,  Quantum Break automaticamente o atira para a proteção atrás de qualquer coisa que ele se aproxime durante o combate. Às vezes é conveniente, mas muitas vezes é uma dor absoluta, deixando você preso atrás de coisas ou com sua traseira exposta ao fogo inimigo. 

É muito melhor evitar principalmente se esconder. Em vez disso, use suas habilidades. Você pode usar o Time Shield para se proteger e repelir as balas inimigas, enquanto o Time Dodge e o Time Rush o manterão à frente de seus inimigos. 

Ajustar os controles

A mecânica de mira e tiro de Quantum Break definitivamente leva algum tempo para se acostumar. Qualquer um que tenha jogado um jogo de tiro nos últimos meses / anos provavelmente precisará de algum tempo para se ajustar – sendo assim, existem alguns ajustes que devem ajudar os novos jogadores a se acostumar com o esquema de controle do Quantum Break .

A sensibilidade da mira e a força de vibração irão variar, com base no seu gosto pessoal, mas uma mudança que você definitivamente vai querer fazer é no Aim Assist. O padrão do jogo é “Heavy”, o que basicamente o transforma em uma versão mais desajeitada de Grand Theft Auto  – em vez disso, tente a próxima configuração. O jogo parece visivelmente melhor e não exigirá tanto ajuste de estilo de jogo.

Encontre o seu ritmo

Parece estranho, mas Quantum Break  definitivamente segue seu próprio ritmo. Os vários atos do jogo seguem o mesmo padrão: você assistirá a uma cena, jogará o nível, assistirá a outra cena, ativará uma das opções de “Junção” e depois assistirá a um episódio do programa de TV.

Descobrir o melhor lugar para fazer uma pausa pode fazer uma grande diferença na forma como você joga. Se você quiser iniciar o jogo e pular direto para a ação, provavelmente é melhor assistir a um episódio do programa de TV antes de encerrá-lo – por outro lado, se você não se importar com um pouco da história antes do o tiro começa, fique à vontade para desligar o console assim que o jogo parar.

Aprecie o rifle carabina

Quantum Break apresenta uma série de armas de alta potência, as quais podem derrubar soldados Monarca com facilidade – mas não há nada tão poderoso quanto o Carbine Rifle.

Você não encontrará a Carabina até a metade do jogo, mas assim que encontrar uma, faça tudo ao seu alcance para mantê-la. O rifle é altamente preciso, extremamente poderoso e destrói absolutamente qualquer coisa em seu caminho – independentemente do nível de dificuldade em que você esteja jogando. Existem armas mais chamativas disponíveis, mas se você estiver lutando com as últimas seções do jogo, a Carabina será sua melhor amiga.

Sempre repita as missões

Depois de vencer o jogo, você pode ficar tentado a voltar e começar tudo de novo – não faça isso!

Se você esperava voltar e coletar todos os diferentes itens ocultos e opções de junção do jogo, basta voltar e repetir as missões individuais. Você ainda terá acesso ao recurso Timeline e seu progresso continuará – mas se você optar por iniciar um novo jogo, pode dizer adeus a tudo isso.

Escolher “Novo Jogo” no menu principal limpará tudo: o progresso da missão, itens colecionáveis ​​e Junções serão todos reiniciados. Se você não se importa em perder seu progresso, sinta-se à vontade para recomeçar – mas a maioria das pessoas provavelmente desejará evitar o botão “Novo jogo”.

Referências:

Digital Spy, Tech Times, Twin Finite, Red Bull, wikipedia.

Phantom Doctrine

Phantom Doctrine  é um jogo estratégico de suspense de espionagem baseado em turnos, desenvolvido pelo estúdio polonês CreativeForge Games e publicado pela Good Shepherd Entertainment em 2018. O jogo tenta capturar a intriga sutil dos filmes clássicos de espionagem, enquanto empurra o jogador para um mundo misterioso de operações secretas. , contra-inteligência, conspiração e paranoia. Foi lançado para Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows.

Gameplay 

O jogo é dividido entre os elementos de gerenciamento da estratégia global, utilizando as telas de base e do mapa do mundo, investigação da Intel e missões táticas. Há também o modo Extended Playthrough (desbloqueável depois de vencer o jogo), onde o jogador aprenderá mais sobre o que aconteceu nos bastidores.

Seja furtivo!

O combate na Doutrina Fantasma é particularmente punitivo – uma vez que o inimigo é alertado de sua presença, eles continuamente reforçam até que seus agentes sejam mortos ou escapem. Como tal, você deve fazer tudo ao seu alcance para permanecer no modo Infiltração. Desative as câmeras de segurança, fique fora de áreas restritas se os NPCs puderem vê-lo e não deixe corpos por todo o lado. Além de algumas missões de história, todas as missões da Phantom Doctrine podem ser concluídas furtivamente, então fique nas sombras sempre que puder.

Gergelim aberto

Não basta irromper pelas portas à vontade. Como qualquer bom jogo de estratégia tática baseado em turnos, a Phantom Doctrine não mostra o que há em uma sala, a menos que você tenha uma visão direta. Em vez de apostar que não haverá um soldado na próxima sala restrita (a Lei de Murphy determina que haverá), estacione seu agente ao lado da porta. Um prompt será exibido, permitindo que você abra a porta e dê uma espiada. Ao contrário da maioria das ações do jogo, essa não custa nada, então você pode abrir e fechar a porta para o conteúdo do seu coração. Terminar com um movimento do seu agente mais cedo para procurar um local é muito melhor condenar toda a equipe. Também não há um limite de turnos no modo Infiltração, então pare de correr!

Pegue esses presentes

Qualquer missão que você empreenda também apresentará dois tipos diferentes de itens colecionáveis: saques, que são armazenados em cofres e armários, e documentos secretos, que assumem a forma de projetos e computadores (embora às vezes também sejam incluídos em contêineres). A menos que você esteja no meio de um tiroteio (você atravessou outra porta, não foi?), Você desejará rastrear esses itens colecionáveis. Ambos são extremamente valiosos para a sua causa: o saque é a maneira principal de obter novas armas, armaduras e mods para equipar seus agentes, e os documentos secretos fornecerão uma série de informações valiosas, recrutar candidatos, compostos químicos para atualizar seus agentes e muito mais. Recolher esses itens colecionáveis ​​é mais importante e gratificante do que o objetivo principal; portanto, fique escondido e vasculhe esses locais em busca de presentes! Além disso, ao contrário dos NPCs, você pode ver esses itens colecionáveis, mesmo que seus agentes não tenham uma linha de visão direta, faça um sobrevôo do mapa ao escolher seu ponto de inserção e planeje adequadamente. Por fim, se você não conseguir encontrar o último documento secreto, observe de perto as mesas e mesas com luzes fortes; às vezes, eles podem dominar os destaques amarelos reveladores, dificultando sua identificação.

Inimigos

O mecânico de esquiva da Doutrina Fantasma é um componente importante, mas facilmente incompreendido do combate. Basicamente, não existem lançamentos de dados na Phantom Doctrine – cada tiro atinge o alvo pretendido e o dano que inflige depende de uma variedade de variáveis. Embora alguns fatores como cobertura e distância sejam familiares para os fãs de estratégia baseados em turnos, o mecânico de esquiva é uma fera totalmente diferente. Cada jogador tem um conjunto de pontos de conscientização (geralmente cerca de 100), que podem ser usados ​​para uma variedade de ações e reabastecem parcialmente a cada turno. Esses pontos também são usados ​​automaticamente para desviar de tiros. Quantos pontos de consciência são necessários para se esquivar de uma estatística convenientemente chamada Dodge Cost, e é diferente para todos os agentes – em outras palavras, você não saberá se seu inimigo pode desviar do seu tiro a menos que esteja sem (ou muito baixo) consciência. Nenhum outro fator afeta o desvio – nem a cobertura, nem a distância, nem a quantidade de dano potencial -, lembre-se disso ao analisar os tiros em potencial. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos. Lembre-se também de que se esquivar de um tiro não significa que você fica livre de escória – você está simplesmente sofrendo o dano mínimo (listado entre parênteses) em vez do dano máximo. Uma nota final: guardas e soldados normais não têm consciência quando você ainda está no modo Infiltração, facilitando muito a decolagem. No entanto, os agentes têm toda a sua conscientização, então suponha que eles possam desviar de pelo menos uma de suas fotos.

Bata neles …

Um dos movimentos mais poderosos da Phantom Doctrine é a habilidade de remoção, que permite incapacitar instantaneamente um inimigo. Existem algumas advertências para esse movimento: seu agente precisa estar bem próximo ao seu alvo e precisa ter mais pontos de vida do que eles. As quedas são especialmente poderosas contra os agentes Beholder inimigos – suas mais de 100 barras de saúde e capacidade de desviar de tiros mesmo no modo Infiltração os tornam inimigos formidáveis, e se você não puder eliminá-los com um único tiro, acionará um alarme. Salve-se o aborrecimento e, em vez disso, opte pelo golpe de judô furtivo.

… E escolha-os

Bom trabalho! Agora, certifique-se de se limpar depois de usar a habilidade Dispose Body. Ao contrário de outros jogos furtivos, você não precisa encontrar um lugar para esconder o cadáver indesejado – seu agente desaparece automaticamente do corpo enquanto a câmera fica convenientemente preta (presumo que você os coma, mas não tem provas para verificar isso) afirmação). Mover seus agentes em pares é uma combinação poderosa: um agente pode nocautear o inimigo e o outro pode eliminá-los em um único turno, deixando ninguém mais sábio. A única desvantagem é que os agentes inimigos não podem ser descartados tão facilmente – derrubar um deles inicia um cronômetro que conta até a sua eventual morte.

Missão

Aqui está outra combinação de dois que aumentará bastante o seu jogo furtivo. Se você realizar a operação Recon antes de iniciar uma missão, alguns de seus agentes poderão disfarçar-se. Além de vestir toda a fantasia, esses agentes começarão por trás das linhas inimigas e poderão atravessar áreas restritas e passar por guardas sem acionar os alarmes. A única ressalva é que, enquanto soldados normais serão enganados pelo seu cosplay, os agentes inimigos verão através da farsa. O que nos leva a…

É tudo uma ação

Uma das muitas vantagens aleatórias que seus agentes podem desbloquear ao subir de nível é chamada de Ator e exibe um ícone de smoking. Você definitivamente deveria escolher esse privilégio. Por quê? Ele garante que mesmo esses agentes desagradáveis ​​serão enganados por seus novos insucessos. O resultado é uma imunidade completa para continuar sua busca por itens colecionáveis ​​(você está fazendo isso, certo ?!). Apenas não faça algo tolo como arrombar um cofre – ou a cabeça de outro soldado – bem na frente de um inimigo. Eles não são que estúpido.

Agentes

Embaralhar agentes totalmente disfarçados e derrotar metodicamente inimigos um por um é certamente eficaz, mas também é repetitivo. É melhor experimentar as opções mais criativas da Phantom Doctrine e correr alguns riscos com seus agentes à paisana. Afinal, qual é o sentido de ser um espião se você não pode ter um pouco de emoção? O jogo não vai puni-lo por seguir o mesmo roteiro maçante do jogo inteiro, mas você estará se punindo se não se ramificar.

Vá devagar nos sequestros 

Sequestrar um agente inimigo, abre uma série de oportunidades emocionantes. Você pode convertê-los para a sua causa, prendê-los com um farol localizador para expor as células inimigas – ou até explodir seus compostos implantando um prisioneiro com lavagem cerebral com explosivos e depois liberando-os. Só não enlouqueça imediatamente com os seqüestros imediatamente. Todo agente inimigo que você trouxer de volta para o seu esconderijo aumentará seu medidor de perigo em um ponto a cada hora, o que aumenta mais rapidamente do que você imagina, e até a execução custa um centavo (os coveiros são bem pagos no universo da Phantom Doctrine). Eventualmente, você poderá desbloquear uma jaula do dia-a-dia para negar essa penalidade de perigo; portanto, até então, apenas sequestrará os inimigos quando você precisar deles e solte-os o mais rápido possível.

Sempre mate

Normalmente, quando você vai em uma missão, um ou dois (ou mais) agentes inimigos podem estar presentes no site e geralmente são uma dor de cabeça para lidar. Embora você possa evitá-los e ainda assim terminar sua missão, você não deveria – matar um agente inimigo tem um efeito real em sua organização maior e diminuirá as operações inimigas enquanto eles preparam um substituto. Deixar muitos agentes inimigos correrem mal vai iluminar o seu mapa do mundo como uma árvore de Natal – bem, se você colocar luzes vermelhas nele, pelo menos. De qualquer maneira, diminua suas fileiras sempre que você manter o inimigo à distância.

Fuga

Depois de concluir seu objetivo principal da missão, você ainda precisará evacuar seus agentes do mapa. Você faz isso chamando uma van de fuga, mas leva algumas voltas para realmente aparecer. Leve isso em consideração nos seus planos: verifique as possíveis localizações de evacuação, destacando a opção no início da missão e chame-a com antecedência quando estiver perto o suficiente para voltar atrás – se as coisas derem errado, você não Não quero ficar esquivando-me do fogo na zona de evacuação por três turnos, esperando a van aparecer.

Craigslist da contraespionagem

No início do jogo, você provavelmente ficará sem dinheiro; mesmo com algumas atualizações, seus falsificadores não gastarão dinheiro suficiente para comprar todos os outros serviços básicos e melhorias que você deseja (muito menos as pesadas taxas pela reprogramação dos agentes do Beholder). Se você se encontra em uma situação difícil, provavelmente é porque está ignorando uma de suas principais fontes de receita: a venda de armas, armaduras e mods indesejados. Ao contrário de muitos jogos, a Phantom Doctrine é bastante generosa com suas taxas de venda de produtos espiões usados ​​de maneira leve – bastando apenas algumas armas para comprar um novo esconderijo, por exemplo. Então, o que você deve priorizar na venda? Não demorou muito tempo para identificar as armas que você não usa com muita frequência (quase não toquei em espingardas e rifles de precisão durante o jogo), portanto, não há necessidade de manter o armazenamento de duplicatas deles. No entanto, antes de começar a desistir do poder de fogo, dê uma olhada na sua armadura – praticamente todas as opções de serviço pesado o levarão direto ao combate se você as usar em uma missão, tornando-as inúteis. Muitos coletes também conferem uma multa de mobilidade – fique à vontade para vendê-los pelo dinheiro extra que você precisa.

Plano B

Sempre leve algumas granadas e prendedores de fechaduras quando você estiver em uma missão – enquanto você pode encontrar um caminho alternativo ao redor da maioria das portas trancadas, abrindo um espaço de inventário para garantir que você nunca fique encurralado em um canto que valha a pena. O mesmo acontece com as granadas – quando os reforços aparecem, eles tendem a aparecer em um aglomerado e podem aparecer logo atrás de você, se você estiver na extremidade do mapa (e azarado). Nesses casos, ter um plano B é um salva-vidas … o “B” significa “Bomba”. Duh.

Silencioso, mas mortal

Eles demoram um pouco para começar a aparecer, mas quando o fizerem, você deve equipar todas as armas de seus agentes com silenciadores. Os silenciadores são de dois tipos: um para pistolas e outro que cobre LMGs, SMGs, espingardas e rifles de precisão. Embora os silenciadores de pistola não possuam desvantagens, os silenciadores de rifle conferem uma pequena penalidade de dano que vale totalmente a pena se impedir que todo o maldito exército de Beholder desça sobre a sua localização. Lembre-se de que seu agente terá que ter proficiência em uma arma para aplicar mods a ela, mas a natureza universal dos mods de rifle torna isso um problema.

Habilidades

Às vezes, você se vê diante de um agente do Beholder que tem mais pontos de vida do que todos os seus agentes e, portanto, não pode ser subjugado por uma remoção. Se você tem algumas armas silenciadas em mãos (o que você faz porque era a dica anterior e você está levando meus conselhos a sério, certo ?!), ainda tem mais uma opção furtiva à sua disposição. Phantom Doctrine possui um mecanismo de violação surpreendentemente robusto, que permite que seus agentes invadam uma sala simultaneamente e destruam todos e quaisquer inimigos em um único turno. Para fazer isso, basta alinhar seus inimigos do lado de fora das portas e / ou janelas de uma sala – você não precisa estar ao lado de uma entrada, perto da vizinhança geral. A seleção da opção de violação oferece várias opções: você pode selecionar qual arma cada agente usa, remova agentes da equipe de bombeiros (caso eles estejam acidentalmente andando na mesma área) e até identifique qual inimigo cada agente alveja se estiver visível no mapa (novamente, abra essas portas antes). Essa última habilidade é particularmente útil contra agentes inimigos – você pode garantir que seus atiradores mais fortes se juntem para derrubá-los enquanto os membros mais fracos da tripulação limpam os guardas restantes.

Fim do jogo… assista

Sim, uma habilidade de overwatch está incluída na Phantom Doctrine e, sim, é chamada de overwatch. Para aqueles que não sabem, essa habilidade defensiva permite que você abandone os tiros em um turno para vigiar o movimento inimigo – se um guarda ou agente entrar em sua linha de visão, eles serão baleados e, como serão ao ar livre, você não precisa se preocupar com penalidades de cobertura que causem danos. O overwatch da Phantom Doctrine funciona de maneira semelhante a outros jogos, com algumas pequenas diferenças – você na verdade vai arrastar na direção que deseja assistir, o que pinta o chão que você está cobrindo. A configuração de um perímetro próximo resulta em um círculo omnidirecional em torno do seu agente, enquanto o deslocamento horizontal o suficiente o restringe a um cone direcional (que pode ser aprimorado através de várias vantagens). Como a capacidade de violação, você também pode identificar inimigos específicos para ficar trancado. Uma última coisa a ser observada: Overwatch é extremamente poderoso na Doutrina Fantasma e atua como uma grande dissuasão para os inimigos. Se você pintar os becos com vários agentes enquanto aguarda sua evacuação (deveria ser chamada antes!), Os inimigos provavelmente ficarão para trás e deixarão você sair.

Espalhar!

A primeira é provavelmente bastante óbvia: não agrupe seus agentes muito próximos uns dos outros durante o combate, ou é provável que você derrube metade da sua equipe por uma granada inimiga. No entanto, a distribuição também se aplica ao mapa do mundo (mostrado abaixo). Como no XCOM, vários eventos suspeitos aparecerão em todo o mundo, e é seu trabalho investigá-los. Bem, na verdade, é o trabalho dos seus agentes – você os enviará individualmente para verificar cada evento e precisará ser rápido. Como tal, você deve propagar o mapa com seus agentes – enviá-los da maneira mais uniforme possível em todo o mundo e deixá-los lá. Dessa forma, quando um evento aparecer, você terá um agente por perto para lidar com isso. América do Norte e partes do leste da Rússia são as maiores áreas problemáticas, e exigir vôos longos para chegar (o que pode ser acelerado com atualizações por meio da oficina), por isso planeje ter agentes dedicados lá o tempo todo. Além disso, lembre-se de que, quando um desses eventos se tornar uma atividade inimiga, você precisará de dois agentes para realizar uma operação de reconhecimento e o relógio estará correndo. Enquanto um membro da tripulação pode praticamente cobrir todos os EUA por si só, convém enviar um segundo agente (e talvez um terceiro quando você puder trocá-lo) para mantê-los em companhia.

Pegue o olho vermelho

Aqui está uma nota pequena, mas importante, que o jogo não explica. Como mencionado na dica anterior, se você for realizar a habilidade de reconhecimento antes de iniciar uma missão, seus agentes deverão estar presentes nesse local. Quando chega a hora de iniciar o ataque, no entanto, seus agentes podem estar localizados em qualquer lugar – desde que não estejam no meio do voo ou estejam atualmente atribuídos a outra missão, você pode atribuí-los à sua equipe de ataque, mesmo que o status esteja listado como ” Longe.” Após a conclusão da missão, seus agentes serão instantaneamente transportados de volta para o esconderijo, para que você possa usar isso a seu favor para reagrupar rapidamente todos. Mais importante, no entanto, não perca tempo precioso no mapa do mundo voando com todos antes de um ataque. Você não precisa.

O Analytics não vale a pena

Uma das primeiras opções de instalação que você desbloqueia é o departamento de Analytics, que permite atribuir agentes para trabalhar no conselho de investigação. Não se preocupe – basta ligar um de seus agentes para fazer exatamente a mesma coisa que você faria manualmente quando clicar em uma investigação. A digitalização de documentos editados em busca de palavras-chave e, em seguida, a conexão deles com as cordas no quadro de cortiça é um minijogo surpreendentemente satisfatório que eu gostei de fazer, para que você possa desviar o dinheiro e a mão-de-obra para melhorar as coisas que você não pode fazer sozinho.

Modifique aqueles Bods!

A Doutrina Fantasma tem um método estranho, mas intrigante, para aumentar o nível de seus agentes – você basicamente os enche de drogas, cada uma das quais aumenta e diminui permanentemente algumas de suas estatísticas. Essa mecânica é surpreendentemente complexa: você estará constantemente descobrindo novos compostos químicos, muitos dos quais com pré-requisitos que precisam ser tomados primeiro e proibindo que outros compostos sejam usados ​​posteriormente. Tenho certeza de que alguém eventualmente criará um wiki útil detalhando os melhores remédios e ordens para tomá-los, mas geralmente você deseja ficar de olho em três estatísticas importantes. Você precisará contar com Max Hit Points para realizar quedas silenciosas de agentes inimigos fortes, portanto, você deve manter pelo menos um agente fortalecido o máximo possível. O máximo de pontos de ação determina quantas vezes um agente pode se mover durante um turno – fique de olho em como ele interage com a sua amplitude de movimento, que pode cair como resultado de alguns medicamentos. E, finalmente, o Max Fire Points determina o número de vezes que um agente pode disparar por turno. Ainda não consegui Max Fire Points acima de dois, mas, mesmo assim, dobrar o número de disparos que você pode fazer faz uma enorme diferença.

Salvar como se não houvesse amanhã

E, finalmente, guardei a dica mais importante por último (considere sua recompensa por ler até aqui). A XCOM popularizou o conceito de um modo do Homem de Ferro em jogos de estratégia baseados em turnos, o que remove a capacidade de salvar manualmente, a fim de que você se responsabilize pelos seus erros. A Phantom Doctrine também oferece um modo Homem de Ferro – mas você ficaria louco se escolhesse. A Doutrina Fantasma simplesmente lança muitas variáveis ​​selvagens para você, incluindo avisos de histórias surpreendentes que afetam seus agentes aleatoriamente. Essas instruções podem incluir tudo, desde um agente que acaba se tornando uma toupeira para o inimigo (você SERÁ forçado a executar um de seus próprios agentes durante o curso de sua jogada, e esse agente é escolhido aleatoriamente), a agentes que ficam AWOL por causa de depressão. Se isso não for suficiente para assustá-lo, você sempre terá avisos aparecendo no mapa do mundo, e o botão para dispensá-los também é o botão usado para pausar o tempo – não consigo contar o número de vezes que clicamos acidentalmente em uma decisão da história ou perdi uma janela de informações porque estava tentando pausar o mapa, que é super frustrante quando você está tentando gerenciar sua agência da maneira mais eficiente possível. Jogue em várias missões da história que lhe deram algumas reviravoltas frustrantes e você pelo menos desejaráopção para reverter para um salvamento antigo. Possuir suas más decisões é uma coisa, mas sofrer um erro honesto é uma história totalmente diferente.

Referências:

Game Informer, wikipedia.