Sony registra patente de faceplates

A Sony finalmente patenteou as faceplates do PlayStation 5, após ameaças para várias outras empresas com ações legais sobre sua fabricação, o que gerou especulações de que a empresa pode começar a vender suas próprias versões variantes.

Como relatado pelo site OP Attack, o documento foi registrado no Escritório de Patentes dos Estados Unidos em 5 de novembro de 2020, às vésperas do lançamento do PS5, e publicado oficialmente em 15 de novembro deste ano.

📷 Sony registra patente de faceplates | Outerspace

A patente descreve um”design ornamental para uma capa de um dispositivo eletrônico”antes de exibir vários diagramas mostrando as placas frontais de diferentes perspectivas.

Para ser justo, não há muito mais que você possa fazer em uma patente para um painel frontal, mas potencialmente sugere que a Sony pode estar considerando fabricar seus próprios painéis frontais substituíveis.

Um vídeo oficial de desmontagem do console lançado um mês antes do PS5 ser disponibilizado aos jogadores mostra como é fácil remover as tampas e como é simples aplicar placas frontais personalizadas-na verdade, você precisa remover um lado se quiser adicionar armazenamento ao slot de expansão SSD.

📷 Sony registra patente de faceplates | The Enemy

No entanto, também pode ser apenas uma resposta legal a problemas que a Sony tem enfrentado com fabricantes terceirizados.

Os fabricantes terceirizados têm tentado vender placas frontais personalizadas do PS5 desde o lançamento do PlayStation 5 em novembro de 2020 A Platestation.com começou a vender placas frontais personalizadas um mês antes de o console ser lançado, mas a Sony se ressentiu com essa mudança.

A empresa teve que mudar seu nome para Customize My Plates para esclarecer que não era afiliada à Sony de forma alguma, mas então outra ameaça legal fez com que o fabricante cancelasse todos os pedidos.

📷 Sony registra patente de faceplates | The Enemy

A ideia de carcaças personalizáveis, de diversas cores, tem sido explorada de forma não-oficial pela empresa de periféricos canadense Dbrand, que desde o ano passado tem travado uma batalha com a Sony por causa de suas frentes para PS5 pretas, apelidadas de “Darkplates”.

Os “Darkplates” foram lançados em fevereiro de 2021 por US$ 50 e se esgotaram imediatamente. No mês passado, a Dbrand anunciou que o produto não seria mais comercializado, pois a empresa havia recebido uma carta de cessação e desistência dos advogados da Sony Interactive Entertainment ameaçando processar se ela continuasse a vendê-los.

📷 Sony registra patente de faceplates | The Enemy

A companhia enviou diversas ordens de cessar e desistir para as fabricantes independentes — e, considerando o registro da patente, agora conta com um respaldo legal significativamente maior. Por enquanto, porém, a Sony não revelou nenhum plano de lançar novas versões das faceplates para o PlayStation 5.

Referências:

BR atsit, R7, IGN, The Enemy.