Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5

Versões de Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5 e lançamento pode estar próximo. A Capcom poderá estar a preparar uma surpresa para os fãs de Resident Evil que já compraram um console de atual geração.

Após diversas informações que sugeriam o iminente lançamento de Resident Evil 3 remake para a PlayStation 5 e Xbox Series, foi agora descoberto que Resident Evil 2 remake e Resident Evil 7 para a PS5 já estão nos servidores da PlayStation Network.

📷 Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5 | Org

O perfil do Twitter PlayStation Game Size, dedicado a verificar alterações na PSN, encontrou a entrada de Resident Evil 2, Resident Evil 3 e Resident Evil 7: Biohazard listado para o console de nova geração nos servidores online da PlayStation.

O último, inclusive, deve receber uma versão padrão e uma Gold Edition, assim como no PlayStation 4. De acordo com o PlayStation Game Size, o download do game 2 ocupará 21.834 GB do espaço, sem o update, e o jogo 3 terá o tamanho de 20.480 GB no armazenamento, sem o update. O espaço ocupado por Resident Evil 7 não foi encontrado. 

📷 Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5 | The Enemy

A Capcom anunciou no início deste ano que Resident Evil 7 e os remakes teriam lançamentos nativos no PS5 e Xbox Series X/S ainda este ano , apresentando vários aprimoramentos visuais e outros. As datas de lançamento não foram anunciadas para nenhum dos três jogos, mas parece que todos estão se aproximando do lançamento.

A empresa japonesa colocou em prática o lançamento de Resident Evil 2, Resident Evil 3 e Resident Evil 7, mas também confirma que você pode transferir seus saves do PlayStation 4 para o PlayStation 5.

De acordo com os dados do PlayStation Size, a versão PlayStation 5 de Resident Evil 2 tem uma capacidade de download de 21.834 gigabytes, enquanto permite que a implementação PS5 de Resident Evil 3 tenha 20,48 gigabytes de memória livre. 

📷 Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5 | Meta Galáxia

Para ambos os casos, no entanto, todas as atualizações no primeiro dia ainda seriam adicionadas. A partir de hoje, o tamanho da versão PS5 do Evil 7 não é aparente. Atualmente,  Resident Evil 2, 3 e 7 estão disponíveis no PS4, Xbox One e PC. Resident Evil 7 também está disponível no Stadia. 

No PS5 e Xbox Series X/S, todos os três permitirão que os salvamentos sejam transferidos das versões de última geração. Os lançamentos físicos das versões atuais dos jogos não estão planejados.

O Capcom Showcase está marcado para 13 de junho , e há uma forte chance de que uma queda de sombra possa ser anunciada para todos os três jogos durante o show.

📷 Resident Evil 2, 3 e 7 aparecem online para PS5 | Playstation

O evento contará com uma transmissão ao vivo nos canais oficiais da Capcom na Twitch e no YouTube, e pode servir também para que a empresa revele as datas oficiais dos três títulos da série Resident Evil para a nova geração do PlayStation. 

A possibilidade de jogar Resident Evil 2, Resident Evil 3 e Resident Evil 7 na PS5 e Xbox Series com melhorias certamente ajudará os planos da companhia em vender mais unidades a longo prazo, especialmente quando o mundo está agora ansioso para jogar Resident Evil 4, que terá remake a 24 de março de 2023.

Referências:

Game News 24, Gaming Bolt, Eurogamer, Adrenaline.

Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento

A editora THQ Nordic e a desenvolvedora Black Forest Games divulgaram a data de lançamento de Destroy All Humans! 2: Reprobed. O novo jogo também é um remake do segundo título da franquia lançado em 2006 para PS2 e Xbox. Assim como o jogo anterior, Destroy All Human 2: Reprobed está sendo feito do zero e pensado para as novas tecnologias.

📹 Trailer da data de lançamento | Divulgação

“Crypto está de volta e tem licença para sondar. O invasor alienígena voltou, cheio de borogodó e desta vez com genitália! Entre no embalo dos anos 60 e curta um barato da pesada na jornada de vingança de Crypto contra a KGB após ela ter destruído sua nave-mãe. Conforme descobre os planos inimigos, você precisará se aliar a membros da espécie que jurou escravizar”

Descrição oficial

Sobre

Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento

📷 Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento | Divulgação

Em Destroy All Humans! 2: Reprobed, Crypto vai liberar seu grande arsenal de armas em cinco grandes áreas de mundo aberto: Bay City, Albion, Takoshima, Tunguska e a Lua! Os jogadores experimentarão os anos 60 em toda a sua glória e lidarão com Hippies, a KGB e muitas outras ameaças. Para percorrer rapidamente as grandes áreas, Crypto pode usar seu jetpack; seu hoverboard; e, claro, seu disco voador, equipado com um pequeno arsenal de destruição próprio. O disco recebeu uma atualização interessante: abduzir humanos em certos números (você terá que seguir a receita!) desbloqueará novas habilidades.

Escolha difícil

📷 Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento | Divulgação

Em 2021, a desenvolvedora deixou claro que em Destroy All Humans! 2: Reprobed, pretende entregar um mundo maior com mais detalhes sem sacrificar tudo isso com a geração anterior. “Essa foi uma escolha difícil de fazer para todos”, disse um dos diretores do jogo, Stefan Schmitz do estúdio Black Forest, responsável pelo desenvolvimento do jogo da THQ Nordic. Ele conta que é melhor “deixar a velha geração e ganhar em otimização de tempo e dar esse tempo para a equipe fazer um mundo e experiência de combate maiores e melhores”.

📷 Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento | Divulgação

Destroy All Humans! 2 Reprobed está pulando a última geração para não precisar “comprometer o visual”. Isso significa que os jogadores poderão causar o caos total em alta resolução e taxa de quadros em torno dos 60 FPS. Além disso, é esperado atualizações no layout do mapa e alguns outros ajustes importantes do título original.

Características principais

📷 Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento | Divulgação

  • Use armas clássicas e novas tecnologias como a Chuva de Meteoros para mostrar aos hippies quem é que manda;
  • Explore as cidades fictícias da Mãe Terra da década de 1960 e descarregue o arsenal do seu fiel disco voador nelas;
  • Proteja um mundo muito maior e mais aberto das garras dos que querem atrapalhar sua missão;
  • Abduza humanos de vários países e crie coquetéis de DNA com eles para aprimorar suas habilidades;
  • Curta a história completa ao lado de um amigo no modo cooperativo com tela dividida.

📷 Destroy All Humans! 2: Reprobed recebe data de lançamento | Divulgação

O título chegará para PS5, Xbox Series e PC via Steam em 30 de agosto.

A pré-venda se encontra disponível na PS Store em duas versões: a Edição Standard por R$ 199,50 e a Edição Dressed To Kill por R$ 274,50. Quem realizar a pré-encomenda de qualquer uma delas também receberá o spin-off Destroy All Humans! Carnificina Clone — que é focado no multiplayer.

O que você achou da novidade? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Adrenaline, The Enemy, MeuPlayStation.

Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados

Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados pela Remedy Entertainment, depois de fechar um acordo com a editora original Rockstar, e os games estão “no estágio de desenvolvimento de conceito”, sugerindo que um lançamento ainda pode demorar algum tempo.

A Rockstar está pagando a conta do desenvolvimento. O estúdio por trás de Alan Wake e Control disse que o orçamento de desenvolvimento do remake está “alinhado com uma típica produção AAA da Remedy”.

📷 Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados | Twitter

A Remedy receberá pagamentos de royalties após a Rockstar ter recuperado seus custos de desenvolvimento, marketing e outros custos de distribuição e publicação.

“Ficamos emocionados quando nossos amigos de longa data da Remedy nos abordaram para refazer os jogos originais de Max Payne”, disse o fundador da Rockstar, Sam Houser.

“Somos grandes fãs do trabalho que a equipe da Remedy criou ao longo dos anos e mal podemos esperar para jogar essas novas versões”.

📷 Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados | Youtube

“Max Payne sempre ocupou um lugar especial no coração de todos na Remedy, e sabemos que milhões de fãs em todo o mundo sentem o mesmo”, disse o CEO da Remedy, Tero Virtala.

“Estamos muito empolgados por trabalhar com nossos parceiros da Rockstar Games mais uma vez pela chance de trazer a história, ação e atmosfera dos jogos originais de Max Payne de volta aos jogadores de novas maneiras”.

Outro detalhe é que os jogos vão ser disponibilizados em um único pacote. Max Payne e Max Payne 2 Remake ainda não possuem data oficial de lançamento, mas vão chegar para PS5. Xbox Series X|S e PC em algum momento.

📷 Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados | Youtube

De acordo com o comunicado das empresas, os dois jogos vão ser desenvolvidos no motor gráfico proprietário da Remedy, o Northlight, mesma engine que foi usada em títulos como Control e Quantum Break, por exemplo.

Max Payne marcou a indústria dos games nos anos 2000, e ver os dois primeiros jogos da trilogia refeitos do zero com gráficos de nova geração e qualidade de grande orçamento da Rockstar anima muitos os fãs do policial.

Apesar de serem dois jogos incríveis dos anos 2000 e serem relativamente jogáveis ainda hoje, será muito interessante vê-los refeitos do zero com gráficos de nova geração e com qualidade de grande orçamento da Rockstar por trás dos projetos.

📷 Remakes de Max Payne e Max Payne 2 são anunciados | Gamerview

O primeiro título foi o pioneiro na mecânica “bullet time”, que usava o tempo em câmera lenta para ajudar os jogadores a derrotar os bandidos e, ao mesmo tempo, ver momentos incríveis na tela (algo amplamente inspirado no primeiro Matrix).

No ano passado, comemorando o aniversário de 20 anos de Max Payne, a Remedy lançou um vídeo de aniversário com Sam Lake, o principal escritor do jogo.

Max Payne e Max Payne 2 Remake ainda não tem data de lançamento, mas chegarão para PS5, Xbox Series X|S e PC.

Referências:

VGC, Eurogamer, Tudo Celular, TecMundo.

Novidades de Dead Space Remake dia 11 de março

O anúncio de Dead Space Remake, em julho de 2021, animou os fãs do clássico game de terror e teremos agora boas novidades quanto ao projeto. Em uma publicação no Twitter, a desenvolvedora do game, EA anunciou a notícia. Na qual eles divulgaram um pequeno teaser mostrando os ambientes assustadores que os jogadores encontrarão no título.

O jogo será lançado para Xbox Series X|S, Playstation 5 e PC, com novidades devendo surgir no evento.

Os produtores irão falar sobre o estado de desenvolvimento de Dead Space Remake, em uma livestream agendada para a próxima sexta-feira (11/03), via YouTube e Twitch. A apresentação deve se focar no trabalho sonoro do game, já que a descrição do YouTube para o stream está como “o som do medo reimaginado”.

Assim como nos jogos originais e em outros títulos do estilo terror, os ruídos, barulhos e outros sons do game devem se mostrar essenciais para criar o clima opressivo esperado pelos jogadores.

📷 Live stream trará novidades sobre Dead Space | Divulgação

“Esta transmissão ao vivo se concentrará na filosofia do estúdio de levar o premiado design de áudio de Dead Space ao próximo nível, trazendo o jogo para a geração de plataformas de hoje e o novo mecanismo Frostbite – mantendo-se fiel à atmosfera, humor e sons icônicos você conhece e ama”.

Descrição do video agendado pra transmissão no Youtube.

O que virá em Dead Space Remake

 A transmissão contará com o diretor criativo Roman Campos-Oriola, o produtor sênior Philippe Ducharme e o diretor de áudio Olivier Asselin, onde irão delinear o apropriadamente chamado “ALIVE System”. Que diz controlar a frequência cardíaca, respiração e diálogo do protagonista Isaac Clarke; como a oclusão de áudio moderna aprimora muitos sons do Dead Space. Bem como os efeitos de armas, por exemplo, o cortador de plasma e o rifle de pulso foram atualizados.

Dead Space Remake

📷 Live stream trará novidades sobre Dead Space | Divulgação

O remake de Dead Space está sendo desenvolvido pela EA Motive e promete manter a fidelidade do jogo original, ao mesmo tempo trazer algumas surpresas. A intenção da desenvolvedora é trabalhar junto com os fãs.

Sendo assim, já deixou claro que está atenta ao feedback dos fãs para seguir com o desenvolvimento. A versão atualizada de Dead Space está sendo desenvolvida com a engine Frostbite. E, embora vá manter a fidelidade ao material original, deve aprimorá-lo com novas áreas e ajustes de roteiro.

Dead Space Remake

📷 Live stream trará novidades sobre Dead Space | Divulgação

Em comunicado à imprensa, a Electronic Arts declarou que o objetivo de Dead Space Remake é elevar o nível de terror e imersão do clássico a níveis sem precedentes na nova geração de consoles. 

 Vale lembrar que, anteriormente, um evento semelhante aconteceu em setembro do ano passado. Onde foi apresentada, as primeiras imagens do remake de Dead Space, em sua pré-produção. Ou seja, com este novo evento à espreita, é a oportunidade perfeita para apresentar segmentos mais longos de gameplay. E até mesmo para que notícias mais concretas sejam divulgadas — como uma possível janela de lançamento, por exemplo.

Dead Space Remake

📷 Live stream trará novidades sobre Dead Space | Divulgação

Referências:

Adrenaline, Geek Sapiens, EuroGamer, Voxel.

Remake de Splinter Cell

Nesta quarta-feira (15), a Ubisoft anunciou que está desenvolvendo um remake de Tom Clancy’s Splinter Cell, o primeiro jogo da franquia que foi originalmente lançado em 2002.

O game será desenvolvido pelo estúdio líder, Ubisoft Toronto, que foram os desenvolvedores de Splinter Cell: Blacklist. Ele será construído do zero usando o motor Snowdrop, tecnologia usada para os jogos The Division, o próximo jogo Avatar: Frontiers of Pandora e o jogo Star Wars da Ubisoft, ainda sem título.

📷 Remake de Splinter Cell | Jovem Nerd

Utilizar a engine própria foi uma escolha para que o jogo pudesse oferecer visuais e jogabilidade de nova geração, além de uma iluminação e sombras dinâmicas pelas quais a série é conhecida.

Em outubro, um site chamado Video Game Chronicle reportou que a Ubisoft estaria trabalhando em um novo jogo da série, e que o projeto estava em desenvolvimento inicial, mas há possibilidades de um anúncio em 2022.

📷 Remake de Splinter Cell | IGN

O objetivo é repaginar o original, mas manter toda a sua essência — principalmente a estrutura linear e a furtividade. “Tem que ser um remake em vez de uma remasterização. Ainda estamos nos estágios iniciais, mas garantimos que vamos manter a essência do jogo intacta, em tudo que formou a identidade de Splinter Cell“, explicou o produtor Matt West.

Além disso, o diretor criativo Chris Auty avisou que este é um recomeço para a franquia. “Com esse remake, estamos construindo uma base sólida para o futuro de Splinter Cell”, completou.

📷 Remake de Splinter Cell | Legião dos Heróis

Juntamente com o anúncio, foram divulgados uma entrevista com os desenvolvedores envolvidos no projeto e uma retrospectiva no YouTube, que relembra um pouco do jogo original. Falando sobre o remake, o produtor técnico Peter Handrinos destacou todos os objetivos deles para esta nova versão, dizendo:

Nós vamos explorar com calma o que isso significa para nós, para luz e sombras, para tecnologia de animação, para jogabilidade, IA, até áudio,” Ele comentou. “Nós queremos trazer [aos fãs] algo novo, mas ainda conectá-los a aquele sentimento que eles tiveram duas décadas atrás, jogando aquela obra prima pela primeira vez.”

📷 Remake de Splinter Cell | Tecnoblog

O jogo foi lançado originalmente em 2002, e é o responsável por dar início à série de shooters de Tom Clancy, além de apresentar o personagem de Sam Fisher, que desde então conquistou diversos fãs. Ainda assim, a franquia Splinter Cell passou anos sem receber novidades, com o título mais recente da franquia, Blacklist, tendo estreado em 2013 – quase dez anos atrás.

📹 Splinter Cell Remake: Stepping Out of the Shadows – Ubisoft [NA] | Ubisoft North America

Referências:

Legião dos Heróis, Jovem Nerd, IGN, The Enemy.

Chrono Cross ganhará um remake?

Toda a história começou em outubro desse ano, quando um rumor sobre o possível remake de um clássico do PlayStation começou a circular. Esse rumor aponta uma nova versão de Chrono Cross, sucessor de Chrono Trigger. Vale mencionar que, por enquanto, a Square Enix não fez nenhum anúncio oficial. Contudo uma série de evidências apontam para essa possibilidade.

A origem dos boatos

Chrono Cros

📷 Chrono Cross ganhará um remake? | Divulgação

Chrono Cross foi um dos títulos não anunciados listados em um vazamento de banco de dados da NVIDIA em setembro. Essa lista, a empresa posteriormente admitiu ser real, mesmo que dissesse que os jogos não existiam necessariamente. No mês seguinte o site VideoGamesChronicle mostrou alegações de que a PlayStation anunciaria um remake de um “grande jogo” neste natal. O rumor surgiu de uma entrevista concedida pela cantora Éabha McMahon, que se apresenta como Ava, que disse à rádio irlandesa WLR FM que gravou um tema em irlandês para o jogo, que ainda não foi revelado.

Novas informações

Recentemente, durante um episódio do podcast XboxEra, Nick Baker, o fundador do programa diz ter recebido a confirmação da história, porém, o jogo que será revelado em dezembro, se trata de uma remasterização do clássico JRPG da Square e não de um remake.

📹 The XboxEra Podcast – Episódio 84 | Divulgação XboxEra

“Chrono Cross Remastered, eu acho, já estava na lista de vazamentos da NVIDIA, então o jogo não deveria ser uma surpresa. Mas me disseram que aquele artigo do VGC é sobre Chrono Cross Remastered.”

Não será exclusivo?

Embora as pessoas estejam falando ser um título exclusivo do PlayStation, esse não seria o caso. Baker comenta:

Chrono Cross

📷 Chrono Cross ganhará um remake? | Divulgação

“O que mais me disseram – porque todo mundo está trabalhando sob o pressuposto de que é um exclusivo do PlayStation – me disseram que não é. A única palavra usada foi ‘multiplataforma’ Agora, quando ouço JRPG e multiplataforma, presumo automaticamente PC, PlayStation, Switch, essa é a minha suposição. Não foi isso que me disseram, é apenas minha suposição. Tudo o que minha fonte me disse foi ‘multiplataforma’. Isso é o que eles disseram, eles me disseram que não era exclusivo do PlayStation”.

Baker continuou:

“mas acho que há confusão porque diz que o PlayStation está definido para anunciá-lo, então todos trabalham supondo que a PlayStation está anunciando algo que seria exclusivo, o que nem sempre acontece…”

Chrono Cross

Chrono Cross ganhará um remake?

📷 Chrono Cross ganhará um remake? | Divulgação

Chrono Cross é um JRPG desenvolvido pela SquareSoft (atual Square Enix) e distribuído pela própria Square no Japão e pela Square Electronic Arts nos Estados Unidos. Foi lançado em 1999 para o Playstation. A história de Chrono Cross é focada no adolescente chamado Serge e na temática de mundos paralelos. De cara com uma realidade alternativa na qual morreu ainda criança, Serge parte em busca da verdade em torno da divergência entre os dois mundos. Na época de seu lançamento, Chrono Cross foi aclamado pela crítica, ganhando a raríssima nota 10.0 no GameSpot e tendo o score agregado de 92.28% de acordo com o site GameRankings.

A PlayStation não tem eventos confirmados para o fim do ano até o momento.  Porém, teremos o The Game Awards 2021, que está marcado para acontecer em 9 de dezembro.

O que você acha do rumor? Você gostaria de um remake desse game incrível? Deixe aí nos comentários.

Referências:

PSX Brasil, Voxel, The Enemy.

Actraiser Renaissance: Clássico de SNES, é lançado de surpresa

A Square Enix aproveitou a Nintendo Direct desta quinta-feira para revelar Actraiser Renaissance, um remake de um dos maiores clássicos do SNES, famoso por sua combinação de ação em plataformas com gerenciamento no estilo SimCity.

O remake obviamente vem com sua parcela de novos recursos, incluindo uma nova região, novas magias – fogo, gelo e outros feitiços elementais, um recurso de salvamento automático ou até mesmo diferentes modos de dificuldade. A trilha sonora também foi enriquecida com quinze novas faixas, com a possibilidade de opção pela versão original ou remasterizada composta pelo mestre Koshiro.

📷 Actraiser Renaissance: Clássico de SNES, é lançado de surpresa | Reprodução

Actraiser Renaissance conta com gráficos retrabalhados, 15 novas músicas, além da trilha sonora original composta por Yuzo Koshiro. Novas histórias também foram adicionadas contando com um reino completamente novo e um novo – e poderoso boss. Autosave e novos níveis de dificuldade também foram incluídos.

Lançado originalmente para o Super Nintendo, Actraiser mistura elementos de combate em 2D com gerenciamento de cidades, em que o jogador controla o Senhor da Luz e seu fiel servo angelical lutando para livrar o mundo das forças do mal.

📷 Actraiser Renaissance: Clássico de SNES, é lançado de surpresa | Reprodução

Na “Gestão de Reino”, o jogador alterna para o controle de um anjo de arco e flechas que deve defender o povoado de monstros invasores em batalhas estratégicas. Adicionalmente, seu dever também se torna construir instalações protetivas e invocar desastres naturais para remover obstáculos, tudo com o intuito de garantir a sobrevivência de seu povo.

No game original, a jogabilidade consiste em duas fases: um jogo de plataforma de ação side-scrolling, onde você luta contra monstros usando esgrima e magia, e uma fase de construção da cidade, onde você deve gerenciar o desenvolvimento de sua sociedade em expansão.

📷 Actraiser Renaissance: Clássico de SNES, é lançado de surpresa | Reprodução

Jogabilidade

Ações do reino: lança mágica de fogo, gelo e outros feitiços poderosos estrategicamente nessas fases de ação 2D. Os humanos voltam para reocupar o reino após você vencer essas fases, permitindo que você conheça um cultivar os povoados.

Foi adicionado uma nova magia que não estava disponível no jogo original, além da habilidade de esquivar. Os jogadores também atacar com movimentos para cima e para baixo, criando uma ação mais dinâmica. Você precisa de todo o seu arsenal para derrotar os chefes mais fortes no final das novas fases de ação.  

Gerenciamento do reino: ajude a humanidade a prosperar cultivando seus povoados e oferecendo orientação. Use seus poderes incríveis para invocar raios e desencadear terremotos para removedores de como árvores e rochas que impedem o desenvolvimento dos seus escolhidos. Jogue no papel do anjo do Senhor da Luz e use seu poderoso arco e flecha para repelir os monstros malignos que assolam seu povo.

📷 Actraiser Renaissance: Clássico de SNES, é lançado de surpresa | Reprodução

Proteja seus povoados de inimigos em legados em tempo real. A posição dos seus fortes e a hora certa de usar seus milagres é a chave para obter a vitória nesses embates.

Viva novas histórias das atribulações da humanidade para superar seus defeitos e fracassos enquanto aprendem a amar ao próximo e que juntos são mais fortes. Juntas, essas novas histórias somam mais do que o dobro da história presente no jogo original. Explore um grande reino novo e tenha mais tempo do que antes para construir seus povoados!

Actraise Renaissance encontra-se imediatamente disponível para PlayStation 4, Nintendo Switch, PC (via Steam) e dispositivos móveis iOS e Android. O título original foi lançado em 1990 para SNES, recebendo uma versão para celulares na Europa em 2004.

📹 Actraiser Renaissance – Launch Trailer | Square Enix

Referências:

Densetsu Games, Nintendo Blast, R7, IGN, The Enemy.

Trials of Mana para IOS e Android

Square Enix anunciou no fim de semana durante o evento de 30 anos da franquia Mana que o jogo Trials of Mana está ganhando uma versão para mobiles.

Em uma livestream especial em comemoração aos 30 anos da série Mana, a Square Enix anunciou que está lançando um remake de Trials of Mana para Android e iOS. O RPG de ação clássico, que começou com um game spin off de Final Fantasy chamado Final Fantasy Adventure em 1991, tem lançamento marcado para 15 de julho. Já é possível fazer um pré-registro no Google Play para ser avisado quando o jogo chegar. Na App Store, ele está em pré-venda.

📷 Trials of Mana para IOS e Android | Reprodução

A adaptação de Seiken Densetsu 3 de (1995), lançada em 2020, para Nintendo Switch, PC e PS4, que apresentou gráficos repaginados e um sistema de combate, possibilitar uma sensação única. Agora, os usuários que possui celulares compatível com o jogo vão poder reviver toda nostalgia do universo de Mana.

Quanto ao anime, deve se tratar de uma sequência para Legend of Mana chamada The Teardrop Crystal.

O remake de Trials of Mana vem na esteira do anúncio de hoje do jogo Nier Reincarnation, spin off de Nier Automata para mobile da Square Enix, outro clássico, que finalmente teve sua data de lançamento divulgada, no próximo dia 28 de julho.

📷 Trials of Mana para IOS e Android | Reprodução

Versão mobile tem controles na tela

A versão mobile de Trials of Mana promete menus e controle de personagens por toque na tela; novas funções como alvo, câmera e batalha automatizados; opções de qualidade de gráficos para diferentes dispositivos, e compatibilidade para salvar o jogo em nuvem.

O jogador poderá escolher entre quatro grupos de três personagens de diferentes classes, e quatro opções de nível de dificuldade: Beginner, Easy, Normal e Hard (Iniciante, Fácil, Normal e Difícil). Também há opções de dublagem do jogo em inglês e japonês.

📷 Trials of Mana para IOS e Android | Reprodução

Echoes of Mana será lançado em 2022 nos celulares

Desenvolvido com exclusividade para celulares Android e iPhone (iOS), Echoes of Mana será o próximo título da franquia, com lançamento marcado para 2022. No trailer apresentado pela Square Enix, é possível ver diversos personagens antigos da série reunidos.

A desenvolvedora revelou que o jogo será um RPG de ação grátis para baixar, mas com microtransações. É possível que o título seja um gacha game no qual os jogadores invocam personagens da franquia e montam times para enfrentar os inimigos. Contudo, a Square Enix ainda não entrou em detalhes sobre o funcionamento de Echoes of Mana.

📷 Trials of Mana para IOS e Android | Reprodução

Segundo o site XDA Developers, o remake Trials of Mana para celular deve custar US$ 24 (R$ 118 na cotação de hoje) no lançamento em 15 de julho.

Para adquirir o jogo nos dispositivos móveis, basta acessar a loja do Google Play para android ou nos iOS na Apple Store.

Trials of Mana estreou em 1995 no Japão como Seiken Densetsu 3, o RPG japonês nunca foi lançado oficialmente no Ocidente até 2019, como parte da coletânea Collection of Mana.

📹 Trials of Mana – Nintendo Switch Trailer | Nintendo

Referências:

Tecnoblog, Meu Gamer, Yahoo, The Enemy.

Dragon Quest III: remake no estilo Octopath Traveler é anunciado

A Square Enix e os estúdios AMATA K.K. e Team Asano anunciaram um remake de Dragon Quest III, durante a transmissão em celebração aos 35 anos da franquia. O remake usará o mesmo estilo artístico de jogos como Octopath Traveler e Project Triangle Strategy, a Square chama este estilo de HD-2D. E é uma escolha estética bem impressionante. 

Na live, que contou com a presença de Yuji Horii, criador e game designer da franquia, várias novidades sobre o futuro da saga Dragon Quest foram revelados. 

📷 Dragon Quest III: remake no estilo Octopath Traveler é anunciado | Reprodução

Foram seis anúncios no total: um novo game mobile de DQ, Dragon Quest X nas versões online e offline (apenas para o público japonês), um remake de Dragon Quest III, um novo spin-off chamado Dragon Quest Treasures e, por fim, o décimo segundo jogo numerado da franquia, levando o subtítulo “The Flames of Fate”.

Lançado originalmente em 1991 no Japão, Dragon Quest III: The Seeds of Salvation é um dos jogos mais importantes de todos os tempos, sendo responsável por diversos sistemas, elementos narrativos e ideias que continuam sendo utilizadas até hoje em RPGs japoneses.

📷 Dragon Quest III: remake no estilo Octopath Traveler é anunciado | Reprodução

Este também o jogo que cementou a série como uma instituição para o público japonês, vendendo 1 milhão de cópias no primeiro dia, e causando um impacto tão grande na produtividade do país que levou a Enix a criar uma política de só lançar novos Dragon Quest nos fins de semana.

Até agora, trabalhei em vários jogos como Octopath Traveller e Various Daylife.

O estilo HD-2D que estamos a usar combina pixel art com efeitos 3D para produzir uma sensação de profundidade e atmosfera nunca antes vista nos jogos clássicos.

A nossa esperança é que, ao recriar Dragon Quest III neste estilo HD-2D, todos tenham a oportunidade de experimentar o jogo com um novo olhar, desde adultos que jogaram o original quando foi lançado pela primeira vez, até jovens que o jogarão pela primeira vez.

O nosso objetivo é um lançamento mundial simultâneo nas consolas de videojogos. A data de lançamento ainda não está decidida, mas quando estiver, serão os primeiro a saber!

Masaaki Hayasaki, o produtor

📷 Dragon Quest III: remake no estilo Octopath Traveler é anunciado | Reprodução

Infelizmente, apenas o logo de Dragon Quest XII foi mostrado, em um vídeo rápido onde o XII surge em chamas em um território escuro. Tanto o logo, quanto o trecho, sugerem uma abordagem diferente para o novo game – e é isso que o criador da série, Yuji Horii, confirmou em seguida.

De acordo com Horii, Dragon Quest XII será mais “sombrio” que os antecessores, como se fosse um “Dragon Quest para adultos”. Yuji ainda informou que o sistema de batalhas passará por mudanças significativas e que a intenção é de que The Flames of Fate seja lançado simultaneamente no mundo todo. No entanto, plataformas ou uma janela de lançamento foram barradas da conversa.

📷 Dragon Quest III: remake no estilo Octopath Traveler é anunciado | Reprodução

Ainda sem data, Dragon Quest III HD-2D Remake será lançado globalmente para “consoles domésticos”, presumivelmente Nintendo Switch, PlayStation e Xbox.

📹 Teaser “versão HD-2D Dragon Quest III” | Square Enix

Referências:

Ovicio, Game Hall, Otakupt, Legião dos Heróis, The Enemy.

GetsuFumaDen: novo jogo da Konami é revelado

A Konami anunciou hoje (14), seu novo jogo. Intitulado GetsuFumaDen: Undying Moon, é um game estilo roguevania 2D que será lançado para Nintendo Switch e PC em 2022. Vale saber que, GetsuFumaDen: Undying Moon é um remake do clássico da Konami de 1987. No PC, o título poderá ser adquirido através da Steam, onde o jogo já se encontra em acesso antecipado. Confira o trailer teaser do jogo:

📹 Teaser Trailer – Divulgação

O título está sendo desenvolvido pela GuruGuru juntamente com a Konami Digital Entertainment. O anúncio do game foi feito durante o evento Nintendo Indie World Showcase, que aconteceu nesta quarta-feira (14). Confira o evento na íntegra:

📹 Indie World Showcase | Divulgação

História

novo jogo da Konami 1Hit Games

📷 GetsuFumaDen: Undying Moon | Divulgação

“Ryukotsuki voltou depois de mil anos, desfazendo o selo do inferno e trazendo monstros e espíritos malignos que ameaçam o fim do mundo. O clã Getsu vigia o submundo desde que o primeiro Fuma derrotou Ryukotsuki. Agora, seu heróico 27º líder deve descer naquele abismo vil para erradicar o mal por trás deste cataclismo.”

Personagens

novo jogo da Konami 1Hit Games

📷 GetsuFumaDen: Undying Moon | Divulgação

  • Getsu Fuma – o 27º líder do clã Getsu, é amplamente conhecido por seu heroísmo e talento. Ele se aventura no inferno em busca do cataclismo, bem como de seu irmão desaparecido. Este é o seu dever como líder e membro do clã Getsu.
  • Getsu Renge – a 21º líder do clã Getsu, é conhecida como a maior ninja feminina do clã Getsu. Diz-se que todos foram apaixonados por seu belo e talentoso corpo e mente. Seus gritos após sua morte no inferno reverberaram até a superfície do mundo.

Mais sobre o jogo

novo jogo da Konami 1Hit Games

📷 GetsuFumaDen: novo jogo da Konami é revelado | Divulgação

O estilo do jogo é algo que chama bastante atenção. A estética é baseada no estilo artístico de pinturas japonesas ukiyo-e. GetsuFumaDen: Undying Moon se passa em um mundo de fantasia sombrio. Como líder e guardião do mundo dos vivos, cabe a você usar um arsenal de poderes do clã Getsu e enfrentar yokai e monstros terríveis.

Jogabilidade

novo jogo da Konami 1Hit Games

📷 GetsuFumaDen: novo jogo da Konami é revelado | Divulgação

O jogo é no estilo plataforma e terá rolagem lateral. com uma boa quantidade de inimigos diferentes. Os demônios poderão ser derrotados com golpes de espadas, várias magias e diversas habilidades especiais. GetsuFumaDen contará também com telementos de RPG, como contagem de danos.

Sobre o acesso antecipado, o produtor Shin Murato explicou:

GetsuFumaDen: Undying Moon, novo jogo da Konami é revelado

📷 GetsuFumaDen: novo jogo da Konami é revelado | Divulgação

“Ter um período de acesso antecipado nos dá uma grande oportunidade de construir uma comunidade para GetsuFumaDen e garantir que o jogo seja o mais forte possível. Ao longo desse período, queremos utilizar o feedback do usuário e promover uma discussão ativa para aumentar a qualidade do jogo.”

GetsuFumaDen: Undying Moon é um jogo com grande potencial, você não acha? Deixe aí nos comentários a sua opinião sobre o game.

Referências:

KONAMI, Voxel, IGN Brasil, Nintendo Blast.

Sony planeja entrar para o mundo mobile

Além da nova filosofia de jogos até então exclusivos chegando ao PC, agora a empresa planeja uma entrada no mercado de jogos mobile. A PlayStation Studios publicou na última sexta-feira (10) uma nova vaga de emprego que acabou revelando um dos planos da Sony para o futuro.

A oferta de emprego visa um chefe de negócios para celular no PlayStation Studios. Este executivo ficará encarregado de assegurar o sucesso comercial e a rentabilidade desta nova atividade, determinando os recursos e aquisições necessários ou estabelecendo um roadmap de 3 a 5 anos.

📷 Sony planeja entrar para o mundo mobile | PCMag

A Sony tem dado o que falar nos últimos dias, após uma reportagem noticiar que a empresa planeja um remake de The Last of Us para PS5 e não quer uma sequência de Days Gone.

Aliás, vale lembrar que a Sony investiu outras vezes já em jogos para mobiles. Anteriormente, Uncharted: Fortune Hunter chegou para mobile em 2016. Você pode ler o texto de descrição da vaga publicada traduzido abaixo:

📷 Sony planeja entrar para o mundo mobile | Viciados

“Você quer liderar o desenvolvimento e a estratégia de jogos para celular e ajudar a moldar o futuro dos jogos para um estúdio de referência mundial? Como ‘Chefe de Mobile’, você possuirá e desenvolverá a estratégia de jogos móveis para PlayStation Studios e ajudará a construir uma base para futuras oportunidades de crescimento. Você vai liderar todos os aspectos da expansão de nosso desenvolvimento de jogos, de consoles e PCs a dispositivos móveis e serviços, com foco na adaptação bem-sucedida das franquias mais populares do PlayStation para dispositivos móveis. Você será responsável por construir e escalar uma equipe de líderes móveis e atuará como o chefe desta nova unidade de negócios dentro do PlayStation Studios.”

O mercado de games mobile tem se tornado um dos mais lucrativos do mundo, e essa suposta estrategia da Sony de adaptar seus exclusivos para esse tipo de plataforma, renderia grandes lucros para a empresa e aumentaria grandiosamente o seu público, por tornar os seus jogos acessíveis até mesmo para as pessoas que não possuem um de seus consoles.

📷 Sony planeja entrar para o mundo mobile | Outer Space

Motivos para a Sony investir no mercado mobile

O investimento da gigante japonesa no mercado de dispositivos móveis faz sentido, uma vez que o setor correspondeu a 58% do faturamento da indústria de games em 2020, segundo uma pesquisa da SuperData. Como comparação, os consoles tiveram uma fatia de apenas 17%.

De acordo com a Pesquisa Game Brasil 2021 (PGB), a preferência dos brasileiros também é pelos jogos mobile, com 41,6%, seguidos pelos consoles (25,8%) e PCs (18,3%). Além disso, é a plataforma principal daqueles que jogam todos os dias.

📷 Sony planeja entrar para o mundo mobile | Manual dos Games

Referências:

Gamer Point, Jovem Nerd, Outer Space, Meu PS, Combo Infinito.

Destroy All Humans! chega para Nintendo Switch

Disponível para Xbox One, PC e PS4, desde julho de 2020, o remake de Destroy All Humans!, no dia 29 de junho vai finalmente chegar ao Nintendo Switch. Em Destroy All Humans! vai jogar como o malvado alienígena Crypto-137, que tem como missão recolher DNA humano, realizar sondas anais, e derrubar o governo norte-americano.

O clássico cult está de volta! Aterrorize as pessoas da Terra dos anos 1950. Colete DNA e derrube o governo dos EUA nesse remake da lendária invasão alienígena. Aniquile humanos insignificantes usando uma seleção de armas e habilidades psíquicas alienígenas. Deixe as cidades em ruínas com o seu Disco Voador. Dê um grande pisão na humanidade!

📷 Destroy All Humans! chega para Nintendo Switch em junho | Reprodução

Podem ver o novo vídeo no final desta notícia, sendo uma obra oportunidade para ficarem a conhecer um pouco melhor a versão que está a caminho da Switch. Quando chegar ao mercado, a Edição Standard do jogo poderá ser comprada por 39,99 euros.

Importa ainda mencionar que esta versão incluirá todas as skins que foram criadas para o jogo, incluindo o DLC Skin Pack, é ainda dito de forma oficial no comunicado enviado ao VideoGamer Portugal.

📷 Destroy All Humans! chega para Nintendo Switch em junho | Reprodução

Curiosamente, além da Edição Standard, o jogo terá duas edições premium no mercado europeu. A Edição Crypto-137 custará 399,99 euros e incluirá, entre outros bónus, uma figura de Crypto-137 e uma mochila.

Também premium, mas menos exorbitante para a carteira do jogador, a Edição de Colecionador DNA será comercializada por 149,99 euros e incluirá uma figura Crypto’N’Cow, entre outros bónus.

Destroy All Humans! chega para Nintendo Switch

📷 Destroy All Humans chega para Nintendo Switch | Reprodução

Características principais de Destroy All Humans!:

  • Um passo gigante na humanidade! Destroy All Humans! é um clássico que inspirou muitos jogos com um humor ácido e ação em mundo aberto de fácil acesso, bem como em sua ampla gama de armamentos exagerados. Mas só pode haver um Cryptosporidium: o alien com a voz de Jack Nicholson e um pavio mais curto que um xenomorfo em esteroides que odeia humanos.
  • Avance e aproveite o show! Além disso, Destroy All Humans! permite que você explore as idílicas cidades americanas da década de 1950, leia os pensamentos de seus cidadãos para descobrir seus desejos secretos e depois queime as mesmas cidades com o poderoso raio da morte do seu disco voador!
  • Raio Abdutor incrível para destruir tanques!
  • Use seus poderes de psicocinese para esmagar um fazendeiro sob sua própria vaca!
  • Descubra qual dona de casa aparentemente grosseira dos anos 50 secretamente gosta de seu cabeleireiro!
  • Lentamente, golpeie um humano até a morte com seu próprio chapéu!
  • Por fim, ilumine a noite zapeando seus inimigos com eletricidade!
Destroy All Humans! chega para Nintendo Switch

📷 Destroy All Humans chega para Nintendo Switch | Reprodução

Destroy All Humans! Será publicado na Nintendo Switch dia 29 de junho.

📹 Destroy All Humans! – Nintendo Switch Announcement Trailer | THQ Nordic

Referências:

Video gamer, Game Reactor, Pizza Fria, Switch Brasil.

Trials of Mana

RPG de ação, Trials of Mana foi desenvolvido pela Xeen e publicado pela Square Enix em 2020 para Microsoft Windows, Nintendo Switch e PlayStation 4. É um remake em 3D do título Super Famicom de 1995 com o mesmo nome, o terceiro jogo da série Mana.

A história segue seis possíveis protagonistas em suas respectivas missões, que os levam a obter a Mana Sword e combater uma ameaça de fim mundial. Na jogabilidade, o jogador controla três de seis personagens, navegando em ambientes de campo, lutando contra inimigos em combate em tempo real e fazendo uso de classes de personagens. Novo na jogabilidade e no enredo é um capítulo pós-jogo com uma classe desbloqueável.

O remake foi concebido pela primeira vez em 2017, durante a produção de um remake de Secret of Mana (1993). A produção de Trials of Mana foi estimulada pela demanda ocidental, pois o jogo original não havia sido localizado. Originalmente um remake quase direto com planos para multiplayer como no original, a equipe optou por uma experiência em 3D para um jogador que aprimorou alguns aspectos e adicionou conteúdo, mantendo-se fiel no geral. A trilha sonora de Hiroki Kikuta foi organizada por uma grande equipe, com Kikuta supervisionando. A recepção do jogo no lançamento foi geralmente positiva, com elogios ao seu combate e trilha sonora reprojetados, embora muitos tenham criticado seus dub e elementos arcaicos.

Gráficos

Dizer que os gráficos do novo Trials of Mana estão melhores é muito modesto! O jogo foi recriado com visual e cores vibrantes — dos personagens até o mundo em si, tudo está cheio de detalhes. Mas o legado do original ainda transparece claramente. A equipe de criação do game tomou muito cuidado para manter o visual único dos personagens, inimigos e áreas originais.

Combate

O novo RPG de ação possui um sistema de combate completamente recriado, que é veloz, fluido e tático. Utilize combos, controle o campo de batalha e use golpes especiais no momento certo para desferir o máximo de dano. É um sistema de combate completamente diferente do de 1995 — e teria que ser mesmo. O Trials of Mana original era jogado em apenas um plano 2D, então você nunca tinha que se preocupar com inimigos acima ou abaixo de você. 

Personagens e inimigos podem se mover em todas as direções, e o combate teve que ser recriado para acomodar isso. Por exemplo, você agora pode saltar, usar golpes aéreos, flanquear inimigos e mais neste novo espaço 3D. É especialmente importante considerar o seu posicionamento em uma luta. Os inimigos podem atacá-lo de todas as direções, usar golpes à distância, e mandar poderes de todo tipo em sua direção — e se estiver no caminho, vai doer. Tudo isso somado garante batalhas divertidas que ficam cada vez mais estratégicas conforme você progride no jogo. 

Novo Sistema de Habilidades

Sempre que você passa de nível em Trials of Mana, recebe TP (que quer dizer Pontos de Treinamento). Você pode então usar seus TPs em vários tipos de melhorias para seus personagens. Alguns são poderes passivos muito úteis, como mais ataque ou mais vida. Outros podem providenciar golpes novos para suas batalhas — e esses são apenas alguns exemplos. Há mais de 300 habilidades para destravar no jogo, e deixam você customizar seu personagem do jeito que preferir. 

Nova História

Quando iniciar Trials of Mana, terá que escolher três personagens (entre seis possíveis) para formar seu grupo. A narrativa que verá será diferente dependendo dos heróis que escolher. Independente de quem escolher, o remake de Trials of Mana possui novos elementos de história para você descobrir.

Personagens & classes

Ao iniciar o jogo, é necessário montar uma equipe de três protagonistas. Honestamente, não há muito erro e a escolha varia mais por gosto. Por exemplo, um jogador pode preferir ter uma personagem que tende a ser melhor em cura como Charlotte, enquanto outro pode montar uma equipe focada totalmente em dano físico.

Outro fator que pode ser importante para a escolha é a história, já que existem três duplas de personagens ligadas à trama do mesmo vilão: Duran e Angela; Kevin e Charlotte; Hawkeye e Riesz. Mas, francamente, não há escolhas erradas.

Cada personagem também possui classes específicas, sendo possível avançar para o próximo rank após chegar no nível correto e com os itens apropriados. Esse progresso pelas classes implica em vários benefícios, como expansão do combo de ataques básicos, um novo Class Strike, além de habilidades e magias desbloqueáveis no treinamento.

Duran é um guerreiro que usa espada. Sua especialidade em dano físico oferece a ele um bom ataque e uma excelente defesa. Na hora de evoluir as classes, optar pelo caminho da luz irá levar o personagem a magias de cura e mais defesa, enquanto a das trevas leva o personagem a trocar um pouco da sua defesa por mais ataque.

Kevin é o equivalente ao tradicional monk de Final Fantasy, utilizando os próprios punhos para eliminar os inimigos e causando ainda mais dano ao lutar à noite, quando se transforma em lobisomem. Ao ir para o lado da luz, ele se torna mais equilibrado, com magias de cura e mais defesa, enquanto o foco no caminho das trevas é pura força bruta.

Como ladrão, Hawkeye é extremamente ágil no seu uso de facas. A ideia do seu caminho da luz é oferecer habilidades bastante variadas, fazendo o personagem mais versátil. Já pelo lado das trevas implica em um foco bem maior em dano.

Charlotte é uma clériga que usa um mangual para atacar. O seu caminho da luz envolve magias de recuperação melhores, enquanto as trevas oferecem mais técnicas de dano e enfraquecimento (debuff) de inimigos.

Especializada em ataque mágico, Angela pode aprender uma grande variedade de magias. O caminho da luz apresenta uma maior variedade de poderes elementais, enquanto o das trevas está mais próximo desse elemento específico, com habilidades que sacrificam HP para aumentar o ataque mágico ou se beneficiam da morte de aliados.

Por fim, Riesz é uma amazona que domina o uso de lanças. Suas classes da luz são balanceadas, com boa resistência a magia e técnicas para fortalecer os atributos dos membros da equipe. Já as trevas oferecem mais dano, além de técnicas para enfraquecer os inimigos.

Cada classe oferece suas vantagens e desvantagens, então é importante ter em mente a que parece melhor para o seu estilo de jogo e para ter uma equipe equilibrada. No entanto, é importante, obviamente, alocar os pontos obtidos em batalha no menu Training, local onde são aprendidas as habilidades e magias.

Caso queira experimentar as outras classes, o jogador pode utilizar um item adicionado ao remake chamado Goddess Scales, mas ele só pode ser obtido no fim do jogo. Obviamente, também é possível fazer isso em um New Game+, após terminar o capítulo adicional do pós-game.

Explore todos os cantos dos cenários

Explore tudo! Todos os arredores sempre têm itens, sementes e extras espalhados pelo mapa, seja em cidades ou ao explorar o mundo aberto. Olhe atrás das casas, árvores e dentro de arbustos, para encontrar itens, baús, urnas quebráveis e Lucre (moeda do jogo). Além disso, posteriormente você encontrará um personagem fofo chamado Li’l Cactus, que oferece muitos bônus passivos como descontos em lojas e ganho de experiência. Também obtenha novas habilidades passivas conversando com os principais personagens. Se alguém parecer significativo, fale com ele o mais rápido possível.

Pratique esquivas e combos

Combate foi uma das mudanças mais significativas neste remake. Nesta versão seu personagem está em um espaço aberto 3D, onde você pode pular, esquivar, usar todos os tipos de ataques e executar combos. Use todos esses artifícios para sobreviver. Ao atacar, por exemplo, a combinação mais útil é um ou dois ataques leves seguido de um pesado. Isso causa uma boa quantidade de dano rapidamente, além de derrubar a maioria dos inimigos. Fora isso, a maioria dos inimigos tem animações com ícones vermelhos para seus ataques especiais. Esquive isso e repita combos, ataque carregado ou magias para a vitória.

Plante todas as sementes

Soa bobagem, não é? Engana-se! Item Seeds (sementes de itens) são uma característica maravilhosa em Trials of Mana, encontradas ao redor do mundo do jogo, em vasos e baús. Inimigos também as derrubam e basta plantá-las quando chegar a uma pousada (inn) para obter itens aleatórios instantaneamente. Ao plantar mais sementes, seu pote ganha experiência e sobe de nível, que libera acesso a melhores sementes no mundo e itens melhores. Além disso, encontre nosso amigo Li’l Cactus mais vezes e ele fornecerá sua melhoria, para conseguir prêmios ainda melhores.

O dia da semana e clima importam

Em Trials of Mana, o dia e hora (que podem ser vistos no canto inferior direito do mapa) afetam na batalha. As magias são mais fortes quando seus elementos se alinham com o dia da semana. Magias de fogo são mais fortes no dia de Salamando, enquanto as do elemento luz (light) são poderosas durante o dia (Lumina Time). Então nada de entrar em brigas com chefões no dia ou horário que corresponda ao elemento dele! Para não ter erro, observe as combinações:

Luna Day: lua (moon)

Salamando Day: fogo (fire)

Undine Day: água (water)

Dryad Day: madeira (wood)

Sylphid Day: vento (wind)

Gnome Day: terra (earth)

Mana Day: pousada sem custo (free inn)

Experimente diferentes habilidades e classes

O jogo traz uma série de habilidades a serem testadas para que você encontre seu estilo de jogo. Você consegue novas ao melhorar seus status, com NPCs ou com novas classes. Angela ou Charlotte podem se dar melhor com aquelas que afetam magias, já personagens de curta distância, como Duran e Kevin, são beneficiados com ataque e defesa. Porém, Trials of Mana ficou famoso por suas classes. Cada personagem tem duas de nível 2, quatro de nível 3 e, no pós-jogo, duas de nível 4. Você também pode escolher entre o caminho da luz ou escuridão ao mudar de classe. Os de luz focam em magia útil, como curas e melhorias. Já os sombrios concedem feitiços ofensivos e de enfraquecimento. Veja qual combina mais com seu estilo de jogo e não deixe de tentar algo novo.

Mexa na IA dos seus aliados

Trials of Mana é um jogo de ação em que você comanda uma equipe. Apesar de ser possível trocar de personagem a qualquer momento, é importante garantir que seus aliados possam dar o seu melhor nas batalhas mais complicadas ou economizem energia em encontros mais simples.

No menu principal, há uma opção com o nome Strategy. Ela permite alterar as prioridades da IA e colocar limitações de gasto de MP. Com isso, é possível ter um controle razoável de como os personagens se comportam em batalha. Como esse menu não está acessível durante batalhas, o jogador precisa definir isso antes de enfrentar inimigos. Isso é especialmente relevante antes de encontros com bosses.

Acostume-se com a roleta e com os atalhos

Magias e itens são importantes para lidar com as batalhas. Especialmente mais para o final do jogo, é comum que os personagens tenham muitas possibilidades em suas mãos. Qual magia será melhor contra esse boss? Qual buff deveria usar na equipe?

Todas as opções que o jogador obteve através do Training estão na roleta (Ring Menu), que precisa ser aberta utilizando o botão direcional para baixo ou para cima durante a batalha. Os itens também são acessados por lá, mas o número deles é limitado tanto em quantidade (9 de cada item) quanto em variedade (apenas 12 tipos diferentes). No menu, é necessário definir quais itens poderão ser utilizados.

Além disso, qualquer item ou magia da roleta pode ser associado aos atalhos do botão R. Lá, basta apertar R+A/X/Y/B para utilizá-lo. Há também atalhos para as técnicas especiais chamadas Class Strikes, esses são associados ao botão L e não podem ser alterados, mas é importante que o jogador os memorize, pois são um elemento importante do seu arsenal.

Prologue Play

Quando um dos heróis conhece um novo amigo, o jogador pode jogar o prólogo para o personagem que acabou de conhecer e reviver seu passado. É um sistema criado para demonstrar mais profundamente a determinação e o propósito de cada personagem ao partir em sua jornada. As experiências do prólogo são opcionais, o que significa que elas podem ser puladas dependendo da preferência do jogador. Nesse caso, uma cutscene sobre o passado do personagem em questão será mostrada.

Mecânicas do Mapa

Existem muitos desafios a serem superados nas dungeons e no mundo. Se o jogador não conseguir resolvê-los, ele não será capaz de prosseguir…

Por exemplo, mudar a direção do vento também altera a forma com que seu grupo se movimenta em determinada dungeon, ou então em determinadas localidades onde há erupção de fogo e lava, que pode dar dano a seu grupo. Os gráficos melhorados do remake permitem que esse tipo de obstáculo
sejam mais fáceis de perceber.

Criaturas lendárias

No vasto mundo de Trials of Mana, os heróis devem viajar pelos infindáveis mares e travessar imponentes montanhas para chegarem até seu próximo destino. Existem amigos em algum lugar do mundo que podem te ajudar nesta jornada.

Flammie

Conhecido como o Defensor Alado, Flammie é o emissário da Deusa de Mana, que dizem proteger as montanhas e o céu. O jovem dragão pode ser invocado por um Tambor Flammie para voar com o grupo pelo mapa.

Vuscav

O grupo conheceu este misterioso governante dos mares na Ilha Beuca. Embora ele desconfie de humanos, ele é surpreendentemente útil.

Espíritos

Os espíritos são seres que emprestarão seu poder ao jogador durante a jornada. Cada um dos oito espíritos possui diferentes atributos, poderes e jeito de falar.

Faerie

A semente espiritual da Árvore de Mana.

Faerie se aventura para fora do santuário para avisar o Sacerdote da Luz de Wendel do desaparecimento do poder da Árvore de Mana. No entanto, ela desmaia pelo caminho, fraca demais para completar sua jornada sozinha. O herói a encontra e eles juntam forças.

Tipos dos espíritos

Terra: Gnomo – Um espírito que possui o poder da terra e pode manipular grandes rochas. Sua barba e seu chapéu verde e pontudo são suas marcas registradas

Água: Undine – Um espírito que possui o poder da água e pode criar granizo ao coletar ar frio. Um espírito sentimental, ela não deixa uma pessoa com problemas passar despercebida.

Fogo: Salamander – Um espírito que possui o poder do fogo e utiliza uma lança flamejante, atacando com fogo e lava ardentes. É um espírito apaixonado e com um coração flamejante.

Vento: Jinn – Um espírito que possui o poder do vento e pode controlar as nuvens, trovões e o próprio vento. Suas grandes orelhas podem ouvir mensagens carregadas pelo vento.

Lua: Luna – Um espírito que tem o poder de conjurar uma luz misteriosa e desnortear os corações das pessoas. É rodeado por quatro asas em formato de pena, cobertas de luz.

Madeira: Dryad – Um espírito que governa as árvores e possui forte poder de Mana. Ela tem um belíssimo cabelo que se assimila a uma folha.

Luz: Wisp – Um espírito com o poder de espantar o mal com sua deslumbrante luz. Possui um profundo conhecimento teórico sobre a luz.

Sombra: Shade – Um espírito que possui o poder da escuridão, que pode manipular as sombras e engolir tudo em seu caminho. Possui grandes asas negras e um glóbulo ocular gigante.

Referências:

Observatório de Games, Game Blast, Nintendo Blast, Red Bull, Wikipedia.