Disco Elysium

Disco Elysium é um jogo eletrônico de RPG desenvolvido e publicado pela ZA/UM. Foi lançado para Microsoft Windows em 15 de outubro de 2019, com um lançamento para PlayStation 4 e Xbox One planejado para 2020. O jogo é inspirado nos jogos de RPG da Infinity Engine (como Baldur’s Gate e Planescape: Torment) e nos jogos de RPG de Mesa, sendo escrito e projetado pelo romancista estoniano Robert Kurvitz. O jogo foi aclamado pela crítica, com alguns citando-o como um dos melhores jogos de RPG de todos os tempos.

Um degenerado lutando contra as vozes da própria cabeça

A arte de Jenny Saville é uma das influências de Disco Elysium. A amnésia é uma muleta, um recurso de linguagem bastante saturado em roteiros, seja nos filmes ou nos games. E também é o ponto de partida de “Disco Elysium”.

Você não tem controle sobre o passado do policial protagonista, mas age ativamente daquela manhã em diante. Acorda de cuecas, cara no chão, gravata no ventilador. De onde veio e o que está fazendo ali? É o que vamos descobrir — se essas vozes na sua cabeça deixarem.

São vozes dentro da mente do policial lutando pelo holofote dos sentidos expositórios. Elas surgem como caixas de texto, como se fossem um típico personagem. Mas quem está falando? Devo ouvir ou pular fora?

Cada voz na cabeça do policial seria algo como a personalidade de um diferente mestre neste RPG da vida real? É uma forma de se pensar.

Substâncias ilícitas podem entrar na equação, afetando o resultado das conversas com efeitos reais, não só pontuais. É como se Arthur Conan Doyle desafiasse Shakespeare para uma disputa de braço de ferro, com tapa de luva de pelica e tudo.

Não subestime as palavras

Em “Disco Elysium” você vai ser soterrado por textos —até o momento, sem tradução para o português brasileiro. Mas não é um texto qualquer, cozinhado em três minutos para preencher missões.

O texto tem peso, as respostas transitam entre o mais puro fascismo grotesco e o ultra-liberalismo desmedido num mundo de ficção versus realidade. E nem pense em sair pulando diálogos, ou então é melhor nem começar o jogo. O impacto de uma caixa de texto vertical, e não horizontal, carrega valores de Rembrandt, Ilya Repin e, em especial, Jenny Saville.

Como num RPG tradicional, você ganha XP, distribui pontos e conceitos básicos de psiquê e força física, por exemplo. Você é testado, rolando “dados virtuais” que aparecem na tela, como se rolassem em uma mesa. Falhas e acertos dependem desses testes, mas o sistema de jogo não impõe barreiras.

Os NPCs são profundos e marcantes, assim como criptozoologia

Com exceção de um ou outro morador de rua bêbado demais para articular mais do que um par de linhas de raciocínio, todo e qualquer NPC em Disco Elysium é complexo o suficiente para ganhar seu próprio espaço no caderninho de anotações. E não só do excepcionalmente resoluto Kim Katsuragi, seu parceiro policial.

Criar qualquer tipo de vínculo com o dono da banquinha de jornais pode dizer muito mais sobre você mesmo. O policial, ora ingênuo, ora filosófico, pode derrubar paredes metalinguísticas irreversíveis. Afinal de contas, o cadáver não vai desfazer o nó da forca sozinho, as crianças não pretendem deixar de lado suas compulsões pelo mórbido e a senhorinha cadeirante, cujo marido é estudioso da arte da criptozoologia, não vai esquecer tão cedo (por mais que ela diga o contrário) do encontrão atrapalhado, com direito a câmera lenta e dois dedos do meio direcionados ao barman.

Não há cães para acariciar em Disco Elysium, mas você pode despejar toda essa ternura na caixa de correios (evidentemente que chutá-la também é opção).

O seu Forgotten Realms particular

“Planescape: Torment” é considerado por estudiosos da era de ouro dos RPGs de computador o manifesto do refinamento em texto, narrativa, roteiro, e do que esse tipo de mídia foi e seria capaz de criar.

Disco Elysium é condensado e formulado com os mesmíssimos fundamentos, mas a mensagem foge do medieval fantástico —o momento de karaokê bêbado não me deixa mentir.

Saúde física e mental precisam andar em dia, e aí entra o uso de substâncias psicotrópicas, ilícitas ou não. Para ganhar dinheiro, você precisa coletar garrafas para reciclá-las. Ao menos, é uma tentativa de fazer o mundo melhor.

Atitude de punk-rock estoniano: anárquico, caótico

Se David Lynch tirou inspiração para finalizar seu “Eraserhead” de uma citação bíblica (e jamais saberemos exatamente qual), as mentes pulsantes por trás de Disco Elysium consumiram punk-rock de sua terra-natal o suficiente para que o vírus do inconformismo anarquista fosse companhia constante, assim como os livros de Dungeons & Dragons ou o movimento Avant Garde russo.

Disco Elysium é um jogo nascido de cenário de RPG de mesa que virou novela para, então, ser concebido no formato de videogame – ou seja, estamos falando de criadores mais acostumados ao analógico que ao digital.

ZA/UM, o estúdio responsável pelo jogo, nasceu tão de garagem quanto as bandas ouvidas durante a adolescência tumultuada, dentro e fora de casa. E talvez fosse isso que o mercado de games estivesse precisando com tanta urgência para trazer um ar de novidade.

Nem sempre confie nos seus instintos

A cabeça de um detetive é um emaranhado de ideias, suposições e raciocínios. Em “Disco Elysium”, esse instinto é parte importante do gameplay. Dependendo de quais atributos você for melhorando ao ganhar níveis, diferentes áreas da sua mente vão entrar em ação na hora dos diálogos pelo mundo.

Lógica, retórica, drama e diversos outros conhecimentos vão te ajudar a descobrir mais sobre as intenções dos interrogados e alertar sobre locais escondidos e possíveis armadilhas. No entanto, assim como na realidade, nem sempre o raciocínio do seu detetive vai estar correto.

Desconfie especialmente de habilidades que estiverem com poucos níveis ou que tiverem vencido apenas testes fáceis para dar uma dica. Pensamentos que têm relação com a vontade do seu personagem de se acabar em bebedeira e drogas também não dão conselhos muito produtivos.

Respostas ruins ou que irritem o seu interrogado podem fechar opções de diálogo, dificultar desafios de rolagem de dado e até mesmo causar algo trágico, como o fim de uma sidequest ou mesmo a morte do seu personagem graças a uma reação desmedida.

Recicle para fazer dinheiro

Em Revachol, o dinheiro é para poucos. Um detetive que recebe quase nada e gasta o que tem com bebidas também não vai ter sucesso para pagar o seu quarto de hotel, quanto mais comprar bons itens para ajudar nas missões.

Um meio de fazer uma grana extra é reciclando garrafas. Para isso você vai precisar de uma sacola que fica próxima a dois veteranos na parte sul do primeiro cenário. Com essa sacola você pode recolher garrafas por todos os lados e trocar por dinheiro na loja de conveniência próxima ao hotel onde você dorme. Não é muito, mas ajuda a comprar aquele item em que você estava de olho.

Faça missões secundárias

Missões secundárias são a melhor forma de ganhar experiência. Há dezenas delas espalhadas pela cidade só esperando a sua ajuda para uma resolução. Algumas demandam que você encontre alguém em um momento exato do dia, outras pedem que você use algum dos seus atributos para investigar alguma coisa. A recompensa é sempre uma boa quantidade de experiência e, quem sabe, algum dinheiro ou item.

Para conseguir missões secundárias é preciso conversar com todo mundo, já que elas não ficam marcadas no mapa. Tente sempre esgotar as opções de conversa, e fique atento porque algumas delas estão escondidas embaixo de várias camadas de diálogo com NPCs.

Visite o mapa regularmente

O seu inventário em Disco Elysium é bem útil durante a jornada. Na parte chamada de ‘Journal’ você tem acesso a duas abas importantes. A primeira, de ‘Tasks’, mostra todas as missões ativas no momento, tanto principais quanto secundárias. Além das descrições, ela mostra qual o seu último passo e o que fazer a seguir. Com tantas missões, é bom voltar aqui regularmente para garantir que não esqueceu nada.

Na segunda aba está o mapa do jogo. Além de uma visão geral de Revachol, você conseguirá ver onde está cada local importante nesse mundo, inclusive pessoas com quem você pode ter alguma pendência ou algum desafio de dado não concluído. Basta ir descendo a barra para encontrar quem você estava procurando e qual a perícia que ele exige para completar um desafio.

Use ‘Tab’ sempre

O cenário de Disco Elysium é sempre bem carregado. Em áreas abertas isso dificulta identificar todos os objetos passíveis de interação, e em áreas fechadas algo sempre acaba ficando escondido. Para não te deixar na mão, o jogo colocou uma opção bem tradicional de RPGs isométricos: contornar tudo com o que você pode interagir.

Para ativar esse contorno, basta pressionar ‘Tab’. Sempre que chegar em um novo local ou suspeitar de algo, utilize o botão. Com algumas perícias ainda é possível descobrir objetos escondidos e entradas secretas.

Itens e roupas ajudam nos desafios

Vários dos desafios de rolagem de dados podem ser refeitos. Quanto maior a sua perícia no atributo que o desafio pede, maior a sua chance de conseguir executá-lo. Para te ajudar a conseguir mais pontos, você pode modificar as roupas do seu personagem. Cada peça de roupa conta com vantagens e, às vezes, desvantagens em algum atributo. Equipe as que você precisa e tente novamente.

Para um bônus ainda maior, você pode utilizar substâncias que causam dano à sua moral e saúde, mas melhoram algum atributo. Bebidas, cigarro e drogas são exemplos do que você pode conseguir pela cidade. Mas tome cuidado com a quantidade de usos, que pode complicar a vida do seu personagem.

Vida após as 21h

O seu parceiro Kim Kitsuragi vai estar durante todo o dia ao seu lado. Na maior parte do tempo ele é calado e não interfere muito nas suas atitudes, mas por vezes pode te impedir de fazer algo, como roubar uma bota de um cadáver.

Se você vai ser do tipo policial corrupto e prefere fazer essas coisas sem a presença do Kim, existe um meio. A partir das 21 horas é possível ir para o hotel e dormir. Assim que você entrar no seu quarto, o seu parceiro vai dar boa noite e ir para o quarto dele. Nesse momento é possível sair do seu quarto e abusar da noite na cidade, livre do olhar julgador do Kim. Só tome cuidado para não fazer nada de que vá se arrepender depois.

Como dormir em Disco Elysium?

Os desenvolvedores deste jogo nos fizeram algumas sugestões, porque eles nos dizem que é idéia ir com Roy para a loja de penhores, então podemos vender alguns objetos com ele recolher dinheiro, por outro lado, é importante continuar com a exploração, porque alguns recipientes às vezes contêm dinheiro, há também uma outra opção e é que Joyce pode dar algum dinheiro que ele está na doca, para isso acontecer é importante passar um cheque em branco de Volition.

Enquanto isso, outro lugar onde podemos obter dinheiro no contêiner fechado do porto, não é necessário fazer uma verificação, além de ter em conta o seguinte:

É importante ter tempo a nosso favor, então se o tempo for antes das 23.00 horas podemos equipar o saco de tara amarelo, então é necessário recolher a tara e vendê-la para Frite, por outro lado se for antes das 22.00 horas podemos passar um cheque com Sell e assim pedir dinheiro, então, recolher dinheiro suficiente é necessário com Garte no Whirling e cancelar o quarto de hotel porque desta forma podemos dormir em Disco Elysium.

Por outro lado, se você chegar às 2.00 da manhã e nós não conseguimos obter dinheiro se você voltar a um problema, uma vez que não podemos dormir e isso é uma desvantagem, e, por acaso, você não pode executar as operações relacionadas recentemente para levantar dinheiro, se esse caso for apresentado, basta recarregar a gravação de 23,00 e siga os passos acima.

Como ganhar dinheiro no Disco Elysium

Você precisará de muito dinheiro no Disco Elysium. Assim como na vida real, viver não é barato.O dinheiro é necessário para colocar um teto sobre sua cabeça, comprar comida para curá-lo e outras bugigangas que podem ou não ser úteis para suas investigações. Infelizmente, não é fácil conseguir dinheiro no Disco Elysium, mas há algumas coisas que você pode fazer para tentar obter mais.

A moedausado no Disco Elysium é chamado r & eacute; al. Se você quiser fazer alguma coisa –como obter um mapa –você precisará descobrir uma maneira de se tornar real. De fato, depois de acordar, você descobrirá que sua conta de hotel é uma gritante quantia de 130 r, significativamente mais do que seu saldo atual de zero.

Também vale a pena notar isso, a menos que você tenha um lugar livrepara dormir, você precisará pagar 20 dólares por dia para dormir no Whirling-in-Rags.Não apenas você precisará tentar avançar com a investigação todos os dias, mas também precisará descobrir uma maneira de obter mais dinheiro.

Coletando moedas

A primeiramaneira de obter r & eacute; tudo é simplesmente pegá-lo do chão. Espalhadas pelo mundo do Disco Elysium estão pequenas pilhas de moedas. Estes costumam chegar a alguns centavos, mas é melhor que nada. De fato, é provável que você encontre 50 centavos ímpares fora do seu quarto de hotel. Comece bem!

Venda itens para a casa de penhores

Outra maneira de ganhar dinheiro rápido no Disco Elysium é vender itenspara a loja de penhores. Você pode encontrar a casa de penhores ao sul de Whirling-in-Rags. Esta loja é administrada por um sujeito interessante que tem um leve vício químico. Traga a ele qualquer coisa interessante que você encontrar e você pode fazer algo real.

Os tipos de coisas que você pode penhorar para r & eacute; todos são: a caneta chique que Kim lhe dá, fotografias que você encontra, uma caneca quebrada. Basicamente, tudo o que você acha que não precisa pode ser vendido.A única coisa que o dono da loja de penhores não compra é a sua roupa, e ele absolutamente não compra a sua gravata.

Caridade de estranhos

Finalmente, a última maneira de conseguir dinheiro no Disco Elysium é literalmente implorar a estranhos por sua caridade. Embora nem todos os NPCs possam receber uma apostila, há alguns em que a opção está disponível.

Há uma mulher bastante próspera em um barco à esquerda de Martinaise chamado Joyce Messier. Depois de conversar um pouco com ela, você pode pedir uma apostila. Se você pedir uma quantia razoável, é provável que você a consiga. Uma boa idéia é pedir 130 r & eacute; al, apenas para cobrir os danos que você causou antes de começar a jogar.

Conseguir dinheiro no Disco Elysium é difícil.Não há muito o que encontrar no mundo, mas existem maneiras de ganhar dinheiro.Não se envergonhe de pegar garrafas para reciclagem, vender itens para a loja de penhores e até pedir um folheto a estranhos. Você precisará usar todas as avenidas se quiser manter o teto sobre sua cabeça ou seus medidores de saúde e moral cheios. Para obter mais cobertura do Disco Elysium, você já está no lugar certo.

Referências:

Joy Stick Brasil, Xbox Play, Uol, Wikipedia.

Astral Chain

Astral Chain [a] é uma ação-aventura hack and slash jogo de vídeo desenvolvido pela PlatinumGames e publicado pela Nintendo para Nintendo interruptor . É dirigido por Takahisa Taura, que foi anteriormente designer de jogos para Nier: Automata , sob supervisão docriador da série Devil May Cry e Bayonetta, Hideki Kamiya, e desenhos de personagens do mangá Masakazu Katsura. Foi lançado em 30 de agosto de 2019. Em dezembro de 2019, o jogo vendeu mais de um milhão de cópias em todo o mundo, tornando-o um dos jogos mais vendidos no sistema.

Jogabilidade

O combate básico de Astral Chain começa simples, apenas com seu policial que pode utilizar um bastão e uma pistola para atacar as Chimeras. As batalhas se agitam ao invocar o Legion para lutar ao seu lado com a capacidade de desferir ataques poderosos. O uso dos Legions, no entanto, é limitado por uma barra de energia que determina por quanto tempo eles podem ficar em combate.

Há cinco variantes diferentes para os Legions: Sword que oferece uma lâmina capaz de cortar inimigos, Arrow que ataca com flechas à distância, Beast que pode servir de montaria para se locomover, Arm que funciona como uma armadura e Axe que oferece um escudo de proteção. Cada uma das Legions tem uma jogabilidade diferente e o jogador pode fazer upgrades em suas preferidas para deixá-las mais fortes.

A Astral Chain ,que mantém a conexão entre os personagens, não é apenas um enfeite, ela é também um elemento importante do combate. É possível usar a corrente para arremessar inimigos que avancem no meio dela como um estilingue, pular de um ponto para onde seu Legion está, ou circular um inimigo para amarrá-lo temporariamente por alguns segundos.

Assim como em Bayonetta, há um grande foco em desviar de inimigos na hora certa para deixar o tempo mais devagar e desferir poderosos ataques sincronizados com seu Legion. Uma novidade curiosa é que o game conta com um modo cooperativo no qual um jogador assume o papel do protagonista e um segundo participante fica no controle do Legion.

Fora dos combates

Apesar de o grande foco estar no combate, o game apresenta também investigações e um mundo para explorar. Há o papel tradicional de policial como conversar com NPCs para obter pistas e reconstruir cenas que teriam acontecido em um certo local. Não há grandes penalizações caso o jogador não consiga resolver a investigação por conta própria no entanto.

As Legions também possuem habilidades que podem ser utilizadas fora dos combates para ajudar em investigações e missões paralelas. Beast pode farejar rastros como um cachorro, Sword pode cortar trancas eletrônicas, Arms faz o jogador flutuar um pouco acima de perigos no chão e assim por diante. Ocasionalmente, há também viagens ao Plano Astral, um local com quebra-cabeças e desafios de plataforma, mas também combates.

Unchained Mode

O game traz também o “Unchained Mode”, um modo bastante facilitado. Nele, usuários podem estabelecer certas funções para acontecerem automaticamente, como desviar, atacar, usar habilidades, controlar os Legions e assim por diante. Cada ação pode ser estabelecida individualmente de acordo com a necessidade do jogador.

Explore cuidadosamente as áreas dos capítulos

Astral Chain é dividido em capítulos, que são chamados de Files. Cada um deles se passa em uma área diferente e há muito o que fazer: missões principais (de cor vermelha), missões paralelas (de cor azul) e vários itens para coletar. Sendo assim, é uma boa explorar com cuidado as áreas de cada capítulo em busca de atividades e recompensas — utilize o recurso IRIS para identificar melhor os possíveis pontos de interesse. É possível jogar novamente missões anteriores por meio do seu computador no quartel da Neutron, e é uma boa ideia revisitar as missões, pois algumas áreas e itens só podem ser acessadas após adquirir certos Legions.

Dentre as várias atividades, fique de olho em três colecionáveis. Um dos mais importantes é o Red Matter, um cristal vermelho que está espalhado pelos cenários. Coletá-los aumenta a avaliação no final do capítulo, que influencia o nível do herói. Também é possível encontrar gatos, que vão para o quartel da Neutron depois de serem resgatados. Alguns deles precisam ser atraídos com comida de gato, sendo assim sempre tenha um pouco com você. Por fim, procure por banheiros para coletar papel higiênico — o inusitado item é apreciado pela Toilet Fairy (literalmente “fada do banheiro”), que dará recompensas por eles.

Colete as recompensas das Orders frequentemente

Várias tarefas opcionais (Orders) estão disponíveis em Astral Chain e é possível obter recompensas ao completá-las. Boa parte delas consistem em ações fáceis de entender, como utilizar um ataque específico de um Legion, completar missões paralelas ou terminar um capítulo, já outras exigem tarefas mais complexas. Depois de fazê-las, é necessário coletar os bônus manualmente por meio do menu Orders.

Tire fotos dos personagens e inimigos

Logo no início da aventura, o protagonista recebe uma câmera, o que permite tirar fotos de cenários e personagens — até mesmo selfies estão disponíveis. É divertido registrar os momentos no mundo futurista do jogo, porém o recurso tem outra utilidade: informações de personagens e inimigos são registradas quando você tira fotos deles. Para saber se a foto vai liberar alguma nova informação, observe se aparece um quadrado amarelo em volta do elemento ao usar a câmera.

Sempre use os itens de campo

Uma infinidade de itens podem ser encontrados e utilizados em Astral Chain, e a maioria deles persiste no inventário entre os diferentes capítulos. No entanto, certos itens só podem ser utilizados durante os Files, desaparecendo ao avançar na história. Sendo assim, dê prioridade aos field items — é fácil encontrá-los no menu, pois eles contam com um ícone de uma flor na listagem. Muitos destes itens temporários podem ser encontrados no quartel da Neutron, logo é uma boa estratégia coletá-los antes de avançar nas missões.

Venda itens para obter dinheiro

O dinheiro é muito importante em Astral Chain, pois é com ele que compramos itens, melhoramos armas e Legatus, e mais. A principal maneira de obter G, a moeda do jogo, é completando missões nos capítulos, sejam elas principais ou opcionais. Também é possível conseguir dinheiro ao vender itens de sucata (salvage), que estão espalhados aos montes pelo mundo do jogo. Sendo assim, venda os itens inúteis sempre que possível.

Melhore constantemente os equipamentos e Legions

Astral Chain é um jogo de ação, porém ele tem algumas pitadas de RPG na forma de equipamentos que podem ser melhorados. Além das armas, é possível aprimorar o Legatus, o dispositivo que invoca os Legions — as criaturas ganham mais energia e força de acordo com o nível desse equipamento. Para melhorar ambos, converse com Tabitha no subsolo quartel-general da Neuron. A garota exigirá dinheiro e Material Codes (itens que podem ser obtidos em baús e como recompensas de missões paralelas) para realizar o serviço.

Os Legions também podem ser melhorados por meio do menu do Legatus. A evolução das criaturas é dividida em uma árvore com diferentes nós, que podem ser melhorias de características ou técnicas especiais. Para ativar um nó, é necessário consumir quantidades específicas de Gene Codes (ou experiência). Lembre-se também de equipar as habilidades ativas e passivas.

Monitore a energia dos Legions

Ao invocar um Legion, seu medidor de energia é lentamente drenado. Quando a energia chega a zero, a criatura não pode ser utilizada por alguns momentos e a recarga é mais lenta — isso pode ser um problema durante batalhas mais complicadas. Para evitar isso, desative o Legion apertando o botão R para recarregar sua energia. Também é possível utilizar itens para recuperar a energia dos Legions.

Veja a vida dos inimigos

O recurso IRIS (botão +) mostra os pontos de interesse nos cenários e informações sobre personagens. Além disso, o scanner consegue identificar a vida dos inimigos durante o combate — basta apontar o cursor rapidamente para que a informação fique permanentemente visível durante o combate. Essa opção é especialmente útil durante batalhas contra chefes.

Domine o Sync Attack

O Sync Attack é um movimento especial que permitem que o herói e o Legion ataquem em conjunto em técnicas e combos poderosos. Para ativá-lo, aperte ZL quando uma luz azul brilhar no personagem, que normalmente aparece no fim de uma sequência de ataques. O Sync Attack também pode ser ativado em outros momentos para se recuperar de um ataque do inimigo, após esquivar para executar um contra-ataque ou durante sequências especiais. Algumas habilidades dos Legions abrem mais oportunidades de utilizá-lo.

Abuse das habilidades dos Legions

Durante o combate, os heróis atacam em conjunto com os Legions, criaturas especiais com diferentes habilidades. Elas normalmente agem sozinhas, no entanto é possível controlá-las diretamente ao segurar o botão ZL para melhor reposicionamento, e toques no botão aproximam ou lançam a criatura. Os Legions contam com habilidades que podem ser ativadas por meio dos botões X e Y, e novas técnicas podem ser liberadas por meio do Legion Learning, não esqueça de equipá-las no menu. As habilidades não têm limite de uso, e podem ser ações de suporte (como aumentar ataque e defesa) ou ataques especiais. Sendo assim, use sempre que possível as habilidades dos Legions.

Fique atento ao comando “Finish Off”

Durante o combate, quando um inimigo do tipo Chimera está quase morrendo, às vezes aparece a oportunidade de utilizar o comando Finish Off. Para executá-lo, basta apertar A quando o aviso aparecer sobre o inimigo — o Legion ativo finalizará o inimigo. Além de ser estiloso, o movimento tem duas vantagens: a vida do herói é completamente restaurada e o Legion receberá experiência (Gene Core) adicional. O comando pode ser um pouco difícil de ver no caos do combate, fique atento para não perder a oportunidade.

Desvie e contra-ataque

“Astral Chain” é um jogo focado no combate, com ação intensa do início ao fim. As suas mecânicas na hora da batalha foram pensadas para deixar o jogador ficar sempre na ofensiva, fazendo combos enormes, que contribuem para sua pontuação no final de cada combate.

Para evitar que seus combos sejam quebrados, perder vida e, de quebra, ainda garantir uns pontos a mais no final da luta, é preciso entender o tempo da esquiva e como funciona o contra-ataque. Como existe um tempo de animação e o input lag (o tempo que demora para o comando que você dá no controle seja executado na tela) é preciso treinar um pouco para deixar a prática natural, quase como adquirir memória muscular.

Ao esquivar no exato momento em que o golpe do inimigo vai conectar, o tempo vai passar em câmera lenta por um breve momento, nessa hora você pode pressionar o botão de ataque para criar um contra ataque poderoso, que até mesmo lança alguns inimigos pelo ar, o que permite ainda mais combos. Use muito essa técnica se sua meta é conseguir ranking S+ nas missões.

Posicione-se, bata nas costas, use a corrente

O posicionamento é essencial em “Astral Chain”. Isso fica mais evidente quando o uso das correntes vai ficando mais claro. Com tempo de treino suficiente, é possível criar várias estratégias para os diferentes tipos de inimigos, deixando sua “Chimera” na frente ou atrás para proteção, ou mesmo um dos dois personagens funcionando de isca para o outro ir para as costas do adversário.

Essa última estratégia é interessante e deve ser usada constantemente, porque pancadas nas costas dos adversários dão um dano maior e contam mais pontos para sua nota final. Contra certos inimigos, especialmente se sua corrente for pequena, a estratégia fica bem mais difícil.

O uso da corrente também é muito importante. Com ela é possível chegar a locais antes inalcançáveis, parar investidas de inimigos e até prender alguns deles se for feita uma volta completa em torno deles. Aprenda cada uma das habilidades e ganhe muitos pontos de combate.

Finalize os Inimigos

Finalizar os inimigos em “Astral Chain” é mais importante do que parece. Sempre que um inimigo ficar próximo de ser destruído, será possível pressionar “A” para finalizá-lo em uma cena de ação daquelas bem exageradas.

Com o tempo a cena deixa de ser impactante e fica só chata, mas ainda é necessário utilizar a finalização por um motivo, pois ela recupera a vida do seu personagem. Contra certos tipos de inimigos, ela pode recuperar toda a sua vida, o que dá uma enorme vantagem para continuar lutando.

Use a sala de treinamento

Poucos jogos têm uma sala de treinamento tão eficiente quanto a de “Astral Chain’. A cada nova habilidade ou melhoria liberada, é criado um treino específico, que te ensina qual a melhor maneira de utilizar suas novas opções de combate.

Além disso, é possível utilizar o treino live, que permite escolher o tipo do inimigo e algumas restrições para treinar de forma bem específica, ideal para melhorar suas habilidades. Não deixe de dar uma passada nesse local da delegacia de vez em quando.

Receba recompensas

O “Legatus” é o nome do seu menu em “Astral Chain”. Nele é possível ver os seus itens, modificar suas “Chimeras”, ver o mapa do local e receber suas recompensas por marcos na história. Existem mais de uma centena de desafios te esperando para serem completados, e todos podem ser vistos neste menu.

Alguns desafios serão de combate, outros de fotografia ou mesmo por resolver casos. Toda vez que completar um deles, vá até esse menu e clique no desafio para receber a sua recompensa. Às vezes será apenas um item medicinal pouco valioso, mas algumas vezes virão equipamentos e cosméticos interessantes.

Gerencie suas melhorias

Não existe um sistema de níveis convencional em “Astral Chain”. O que acontece aqui é uma evolução através dos equipamentos e melhorias das suas “Chimeras”. Todas essas melhorias exigem que você gaste algum recurso obtido no campo de batalha, seja dinheiro ou materiais raros conseguidos ao derrotar inimigos.

Para melhorar o equipamento base do seu personagem, vá até a sala de treinamento da delegacia e procure pela personagem Tabitha em uma salinha próxima a porta que dá no tatame. Ela vai oferecer a melhoria em troca de materiais e dinheiro. É possível melhorar tanto suas armas quanto o seu Legatus. A primeira garante novas habilidades e dano no combate; A segunda mais pontos de energia e vida.

Para melhorar a sua “Chimera” você deve usar o “Legatus”, onde é possível gastar pontos para desbloquear novos atributos e equipar habilidades que são úteis no combate.

Referências:

Nintendo Blast, Uol, techudo, wikipedia.

H1Z1

H1Z1: Battle Royale (versão para PlayStation 4) ou Z1 Battle Royale (versão para Microsoft Windows) é um jogo de batalha real gratuito para jogar desenvolvido pela Daybreak Game Company para Microsoft Windows e PlayStation 4. O desenvolvimento do jogo começou depois que o H1Z1 original foi dividido em dois projetos separados em fevereiro de 2016: H1Z1: Just Survive e H1Z1: King of the Kill. Os jogos foram divididos novamente em projetos separados em outubro de 2017, com Just Survive perdendo o nome H1Z1, e o King of the Kill sendo agora simplesmente chamado H1Z1.

Após passar três anos em acesso antecipado, o jogo foi lançado oficialmente em 28 de fevereiro de 2018. Pouco depois, o jogo foi tornado gratuito para jogar. Ele também foi lançado para o PlayStation 4 como beta aberto em 22 de maio de 2018 e foi lançado oficialmente em 7 de agosto de 2018. Em setembro de 2018, o desenvolvimento do H1Z1 para o Microsoft Windows foi transferido para um estúdio de terceiros, que reverteu o jogo para uma versão anterior, do início de 2017, e o renomeou como Z1 Battle Royale. Em abril de 2019, o desenvolvimento do jogo foi devolvido à Daybreak.

Como parte do antigo H1Z1

O jogo foi anunciado em abril de 2014. H1Z1 foi liberado para Windows em 15 de janeiro de 2015 como acesso antecipado. No lançamento, o jogo teve vários problemas técnicos graves. Os jogadores relataram que não podiam entrar na sua conta ou entrar em qualquer servidor ativo. Problemas de taxa de frames, falta de bate-papo por voz e problemas de IA também foram um dos problemas relatados. Um novo bug, que fez todos os servidores ficarem off-line, também foi introduzido no jogo após o desenvolvedor lançar um patch para corrigir outros problemas. Apesar do lançamento instável, John Smedley, CEO da Daybreak Game Company, anunciou que o jogo vendeu mais de um milhão de cópias até março de 2015.

Mudança de nome para H1Z1: King of the Kill

Em fevereiro de 2016, a Daybreak anunciou que o jogo originalmente conhecido como simplesmente H1Z1 tinha sido dividido em dois projetos separados com suas próprias equipes de desenvolvimento dedicadas, chamados H1Z1: Just Survive e H1Z1: King of the Kill. A Daybreak anunciou que o jogo seria lançado para Playstation 4 e Xbox One no futuro.

Mudança de nome para H1Z1

Em uma Sexta-feita, no dia 13 de outubro de 2017, a Daybreak Games voltou atrás e realizou uma atualização que trouxe algumas mudanças importantes na interface do usuário (UI) que simplificam os menus e atualizam o visual do jogo. Além disso o nome “King of the Kill” foi removido. H1Z1 agora é apenas H1Z1.

A declaração dos desenvolvedores para tal mudança foi de que H1Z1 é o nome com o qual os nossos jogadores se conectam com a maioria, por isso foi apenas uma evolução natural para a transição de volta. Também disseram que estão trabalhando para garantir que o H1Z1 possa ser apreciado por jogadores de todo o mundo, e ter a palavra ‘Kill’ no nome do jogo pode ser proibido em algumas audiências globais.

Um torneio televisionado para o jogo, intitulado H1Z1: Fight for the Crown, foi ao ar em abril de 2017 no The CW. Um torneio para convidados foi realizado durante o TwitchCon no Long Beach Convention Center em outubro de 2017. No mesmo mês, foi anunciada a “H1Z1 Pro League”, que foi uma parceria entre a Daybreak Games e a Twin Galaxies para criar uma liga de eSports profissional e sustentável para o jogo.

O jogo foi totalmente lançado, saindo do acesso antecipado em 28 de fevereiro de 2018. O lançamento incluiu atualizações de pontuação, combate, armas, jogabilidade, UI, um novo modo de jogo chamado Auto Royale e muito mais. A atualização também lançou oficialmente a temporada 1, apresentando um novo sistema de pontuação atualizado que recompensa os jogadores que conseguem matar e colocar-se bem nas partidas de forma consistente.

O Auto Royale também foi introduzido com a atualização de 28 de fevereiro. O novo modo de jogo é uma versão de batalha real sobre rodas com até 30 equipes lutando para ser o último veículo a sobreviver.

Em 8 de março de 2018, a Daybreak anunciou que o H1Z1 agora seria gratuito para jogar. Em 22 de maio de 2018, ele foi lançado em acesso antecipado para o PlayStation 4, ganhando mais de 1,5 milhão de jogadores em poucos dias. O jogo foi oficialmente lançado em 7 de agosto de 2018.

Mudança de nome para Z1 Battle Royale na versão para Microsoft Windows

Em março de 2019, o jogo introduziu sua terceira temporada, “The Return of the King” (“O Retorno do Rei”, em tradução literal), e foi relançado como Z1 Battle Royale. A partir da atualização, a NantG Mobile assumiu como desenvolvedor líder em nome da Daybreak. A Nantworks, controladora da NantG Mobile, fez um investimento na Daybreak em setembro de 2018, com o objetivo de produzir versões móveis de Everquest e H1Z1. A atualização reverte a maioria das mudanças feitas na mecânica do jogo, balanceamento de armas e interface do usuário desde a era “Pré-temporada 3” do jogo no início de 2017, com os novos desenvolvedores tentando restaurar “o jogo que muitos de vocês apaixonaram por”. Além disso, um novo sistema de missões, bem como um jogo com classificação (incluindo torneios mensais entre os 75 melhores jogadores de uma região) foram adicionados. No mês seguinte, foi anunciado que o desenvolvimento do jogo seria devolvido à Daybreak Game Company, com a NantG citando os “muitos desafios” que chegam da confusão causada pelo fato de eles mesmos e a Daybreak terem gerenciado o mesmo jogo com duas marcas diferentes.

Entrando no jogo

H1Z1 Battle Royale está disponível para qualquer jogador do PS4 com uma assinatura ativa da PlayStation Plus. O game é gratuito, mas para jogar online a assinatura é requerida. Além disso, há pacotes opcionais de compra, que te dão alguns bônus cosméticos para os personagens dentro do game, mas são opcionais e não requeridos para jogar.

Lobby

Imediatamente descarte as botas. Você não vai ter prejuízos por não estar calçado, e você será capaz de se mover mais silenciosamente.  Isso impede que você seja ouvido por outros jogadores tão facilmente como você teria sido.

Você também vai querer rasgar sua bandana e chapéu. Esses dois itens vão se transformar em tecido e permitir-lhe elaborar uma atadura extra, mas que também irá garantir que você possa rapidamente saquear um capacete quando o jogo começa. Se você está usando um chapéu e você encontrar um capacete, você terá que abrir o seu inventário e descartar o chapéu. Se você fizer as coisas à nossa maneira, a falta de chapelaria em seu personagem significa que você pode pegar o capacete e ir, tudo sem ter de abrir o menu do jogo.

Como jogar

Encontrar uma arma deve ser sua primeira prioridade depois de descer — lembre-se, com 99 outros jogadores na partida, tem sempre alguém por perto.

No começo, sua capacidade de carregar itens é limitada, por isso, busque encontrar alguma bolsa.

Preste atenção nos aviões acima — os carregamentos militares que eles deixam cair pelo mapa são uma forma eficiente de conseguir equipamentos e armas mais poderosas.

Use o mini-mapa e a bússola para localizar um veículo — o mapa é realmente grande e para escapar do gás e se movimentar mais rapidamente, você precisa de um veículo.

Se não consegue achar um oponente, entre em um carro policial, aperte o botão direito do D-pad para ligar a sirene e vá até o próximo carregamento.

Ao abrir um carregamento lance uma granada de fumaça para criar uma ‘nuvem’ de cobertura. Molotovs são uns itens essenciais para sobrevivência. Quando usados de forma estratégica, eles podem forçar oponentes a sair de coberturas, facilitando o abate.

Pode ser tentador correr pelo alto das colinas, para que você tenha uma vista privilegiada da área, mas isso significa que todos podem te ver também!

Mova-se de forma que sua cabeça fique abaixo da linha da montanha — você ainda verá muito, mas evitará que os outros te vejam.

Lembre-se de melhorar sua armadura — capacetes padrão e armaduras improvisadas podem ser encontrados por todo mapa, mas capacetes táticos e armaduras laminadas só podem ser encontrados em carregamentos e caixas militares.

Outros tipos de jogo:

H1Z1 Battle Royale também tem outros tipos de jogo, mas que não são tão explorados neste início.

Duos: para convidar um amigo e jogar em duplas;

Fives: para jogar com equipes de até cinco participantes;

Treino de combate: para testar suas habilidades antes de entrar nas partidas, sem compromisso com perder o embate;

O gás

O gás é como o jogo limita o tamanho do mapa. Em H1Z1 Battle Royale, ele se espalha de maneira bem mais rápida, então tente se manter sempre dentro da área verde, sem fugir dela, para não morrer – o dano é alto.

Comandos básicos

H1Z1 Battle Royale se parece com qualquer outro jogo de tiro e ação em terceira pessoa. Analógicos: movimento o personagem, X: pula, Bola: se abaixa, entre outros botões básicos. É possível correr ao clicar no analógico, mas é preciso segurar para continuar correndo. O botão Triângulo interage com objetos e faz com que você colete itens.

Onde aterrissar

Suas opções para o desembarque, uma vez que o jogo começa são limitadas. Se você for capaz de começar a passar pelos outros jogadores e achar um local tranquilo para encontrar uma arma, você terá uma chance maior de sobreviver nos primeiros cinco minutos. Se você conseguir sobreviver a esse frenesi inicial de tiroteios, você tem uma chance muito grande de chegar até o final da rodada.

Encontre um Veículo

Esta é talvez a coisa mais importante que você pode fazer nos primeiros momentos da rodada. Se você ver um veículo enquanto você está andando, vá para ele. Entre no carro. Você pode sempre encontrar um local para saquear nos próximos momentos, mas pelo menos ele vai estar em bom estado, e longe de outros jogadores.

Um veículo é outra boa maneira de sobreviver ao final da rodada. Como você vê, vencer em Battle Royale não é tanto sobre matar outros jogadores e sim sobre sobreviver até o fim. Com um veículo (de preferência não um ATV), você pode simplesmente dirigir longe de áreas com problemas e evitar outros jogadores completamente. Sério, encontre um local tranquilo em que você possa acampar, e, em seguida, sentar-se lá, movendo-se para a zona de segurança quando necessário. Se você puder obter esse veículo (e usá-lo de forma responsável), você vai estar no top 10 mais frequentemente do que você não está.

Armas

Nunca é demais ter um par de peças de AR-15 em Battle Royale.

Se você puder, carregue seus três slots de armas com AR-15 e AK-47. Seja qual for a combinação dos dois você pode trabalhar fora. Se isso é três AR-15 … bem. Se isso é dois AR-15 e um AK-47 … ótimo. A idéia aqui é que você pode trocar de armas mais rápido do que você pode recarregar um. Se você está em uma batalha e usando o seu primeiro AR-15, o segundo você ficar sem munição você pode alternar para a próxima com um rápido giro da roda do mouse. Isso faz com que você volta para a luta (a parte de tiro) mais rápido do que seu oponente. Isto, naturalmente, depende inteiramente da sua sorte quando se trata de o saque que você encontrar.

Velas de ignição

Para a nossa dica final, nós estamos circulando de volta ao redor para veículos, mas mais especificamente, sparkplugs. Veículos exigem três coisas para ser executado – Bio combustível, baterias e Velas de ignição. Ok, veículos H1Z1 exigem essas coisas, ao passo que os veículos reais são um pouco mais complexos.

Todos os veículos que você encontra em Battle Royale terá tudo o que precisa para ser executado. Quando você encontrar um, sair das áreas de alto tráfego e em algum lugar remoto. Se você encontrar um segundo veículo, roubar as velas de ignição fora dele, impedindo que outros jogadores de encontrar um passeio. Quanto mais as pessoas que têm de andar em qualquer lugar que vá, o mais provável que eles estão a ser pego no gás tóxico, ou eliminados por um outro jogador em pé. Vida em veículos é mais seguro, por isso verifique se você está em um, e que o seu adversário não é.

Pegue todo tipo de item

Em H1Z1 Battle Royale, pegar itens é fundamental, já que eles te dão mais armadura, munição, vida e outros benefícios dentro das partidas. Colete tudo que ver pela frente. Se ficar sem espaço, o jogo te avisará.

Atirando

Para atirar em H1Z1 Battle Royale, basta pressionar o botão R2. Para mirar, em primeira pessoa, pressione e segure o botão L2. Há somente a opção de mira em primeira pessoa, por enquanto, o que diferencia H1Z1 Battle Royale de outros jogos do gênero.

H1Z1 conta com uma boa variedade de armas, que vão de pistolas e e submetralhadoras até rifles e escopetas. Cada uma delas tem suas próprias características, e se encaixa melhor em um tipo de situação. Experimente todos os modelos que puder para saber como elas se comportam no combate, seja ele de longa distância ou mais próximo.

Morreu? Não se preocupe!

Como em todo Battle Royale, em H1Z1 Battle Royale você também finaliza sua partida quando morre, ou quando vence. Se perder, não se preocupe, você sempre será recompensado pela sua performance e por ter sobrevivido uma determinada quantidade de tempo.

Use a área de treinamento

Uma das funções mais legais de H1Z1 Battle Royale é o Treino de Combate, onde os jogadores podem enfrentar outros usuários em uma arena. Essa é uma boa opção para treinar a sua mira e se adaptar aos comandos e estilo de jogo do H1Z1. Não deixe de investir algum tempo nesse modo antes de se aventurar nas partidas completas.

Ajuste sua sensibilidade

A sensibilidade dos controles é uma configuração bastante pessoal, que pode influenciar muito no desempenho dos jogadores em jogos de tiro. Em H1Z1 a história não é diferente, especialmente com a alternância entre visões em terceira e primeira pessoa. Visite o menu de configurações do game e ajuste as diferentes opções para extrair o melhor do seu controle.

Posicione bem no mapa

Posicionamento é parte essecial da estratégia daqueles que desejam vencer em jogos Battle Royale. É importante acompanhar a movimentação do mapa com atenção, sempre buscando locais seguros para não se tornar um alvo fácil. Se manter nas bordas do círculo também ajuda, já que assim você raramente será atingido pelas costas.

Fique de olho em caixas militares e airdrops

H1Z1 Battle Royale tem itens em abundância pelo mapa, e o mesmo se aplica a caixas e airdrops, que aparecem constantemente, e podem render armas e equipamentos de excelente qualidade. Não tenha medo de se dirigir até esses itens para turbinar o seu personagem.

Referências:

Meu PS4, Game detonado, techman, techtudo, wikipedia.