Coin Master

Coin Master é um jogo single player, casual para Mobile. Foi desenvolvido pelo estúdio Moon Active. Foi lançado para android e IOS em 2015. Apesar de estar a 5 anos no mercado, o jogo ganhou notoriedade, apenas em 2019.

Jogabilidade

coin master mobile casual 1hit games

O Objetivo do jogo é ganhar moedas e assim, construir sua aldeia e ir avançando de nível.  Os níveis são mostrados com temas diferentes de aldeia.

coin master mobile casual 1hit games

Por exemplo; vikings, antigo Egito, alpes nevados, inca e extremo oriente. As construções da aldeia são baseadas no seu tema atual. O dinheiro que você ganha, é para fazer o melhoramento das construções da vila e assim, passar de nível.

Sistema de rolagem de tela

Mobile GIF

Antes de mais nada, vou explicar as três telas que você encontra no jogo. A primeira tela é a da sua vila. Na segunda tela, você tem a roleta e por fim, na última tela, você tem a roleta de bônus diário. Em todas as telas você também tem as seguintes informações; quanto de dinheiro você tem, quantidade de escudos ativos, quantidade de estrelas e o menu. O sistema para ir de uma tela para outra é de rolagem vertical, ou seja, puxando para cima ou para baixo.

Roleta

coin master mobile casual 1hit games

A roleta é a principal característica do jogo, você a gira e ganha coisas. Para ganhar o prêmio máximo na roleta, basta cair três figuras iguais. Confira a seguir os prêmios que você pode tirar na roleta.

  • Moedas – 25.000 de ouro;
  • Saquinhos de moedas – 90.000 de ouro;
  • Porquinhos – Invasão para saquear a fortuna do amigo. Você terá 4 campos para atacar, mas só possui 3 pás para cavar, ou seja, você terá 3 chances para saquear o dinheiro do amigo;
  • Martelinhos – você ataca uma construção da vila do seu amigo. Isso o atrasa, pois ele precisará gastar dinheiro para consertar depois;
  • Cápsulas – você ganha giros extras;
  • Escudos – você ganha um escudo para te proteger de ataques. O máximo de escudo são três.

Não guarde dinheiro

coin master mobile casual 1hit games

O objetivo do jogo é subir de nível, e para subir você precisa construir e melhorar suas construções. Outro fator importante, é que você poderá ser saqueado por seus amigos e perder todo aquele dinheirinho que você juntou. A dica é, sempre melhore suas construções e nem pense em economizar.

Como avançar de nível

coin master mobile casual 1hit games

Para avançar de nível, você precisa deixar todas as construções da sua aldeia no level máximo. Cada construção, tem 4 níveis e ficam mais caras, à medida que você às melhoram.

coin master mobile casual 1hit games

Conforme você passa de nível, o tema da sua aldeia muda. Você terá um longo caminho pela frente, pois são muitos níveis para alcançar.

Os giros

coin master mobile casual 1hit games

Para roletar, você precisa ter giros. Você ganha giros das seguintes formas; de uma em uma hora, na roleta, comprando na loja do jogo ou convidando amigos para jogar. Amigos podem enviar giros com presente, também.

Bichos de estimação

coin master mobile casual 1hit games

A partir do nível 3 (alpes nevados), você poderá ter um bichinho de estimação, que te acompanhará na sua jornada. Alimente-o, isso ativará sua habilidade por um tempo. As poções de XP, aumentam a experiência dele, fazendo com que suba de level. Quando ele sobre de level, suas habilidades aumentam.

Ranking

coin master mobile casual 1hit games

Existe um ranking dos maiores jogadores. Ele é formado baseando-se na quantidade de estrelas que cada jogador tem. O ranking é dividido em 3; ranking dos amigos que jogam, do Brasil e do Mundo. Você consegue as estrelas de algumas formas, por exemplo; melhorando construções e passando de nível.

Coleção de cartas

coin master mobile casual 1hit games

Um recurso extremamente importante no jogo é a ‘Coleção de cartas’. Colete cartas para completar uma coleção. Conforme você completa uma coleção, ganha recompensas, como giros, XP de animal de estimação e muito mais. As diferem em valor e algumas das mais raras, são muito difíceis de conseguir.

Menu do jogo

coin master mobile casual 1hit games

O jogo possui um menu bem fácil de entender. Confira as opções de menu encontrada no jogo.

  • Jogar – Vai pra roleta;
  • Vila – Vai pra sua vila;
  • Comprar na loja – Você vai para a loja do jogo (opções de moedas e giros);
  • Loja da vila – Mostra os melhoramentos que você pode fazer na sua vila;
  • Novidades da vila – Notificações, últimos acontecimentos no jogo. O que seus amigos estão fazendo, etc;
  • Presentes – Aqui, você retira os presentes que seus amigos te enviam, tais como; moedas, giros e cartas;
  • Coleção de cartas – Mostra as cartas adquiridas na coleção;
  • Mapas – Você conhece os níveis que você alcançou e os próximos a conquistar;
  • Ranking – Mostra os jogadores que possuem mais estrelas dos seus amigos, do país e do mundo;
  • Amigos – Mostra todos seus amigos que jogam, bem como sua quantidade de estrelas;
  • Convidar amigos – Convide para ganhar mais giros; botão verde (via outros aplicativos); botão azul (via Messenger)
  • Configurações – configure altura de som e música. Ativar notificações de ataque e invasão. Selecionar idiomas e tutorial do jogo.

Opinião do autor

Coin Master é bastante divertido. Principalmente pelo fato de você poder jogar contra seus amigos. Ver eles furiosos porquê foi saqueado por você, é uma das grandes diversões do jogo. O fato de ser fácil de aprender é outro ponto positivo do jogo. Coin Master é para toda família jogar. Convide seus amigos para jogarem e vamos explorar o grandioso mundo de Coin Master, juntos.

Recepção

coin master mobile casual 1hit games

Coin Master foi bastante citado em listas de melhores desenvolvedores e melhores jogos de mobile. O jogo também recebeu inúmeras menções em publicações da indústria em relação à sua postura contínua de Primeiro lugar nas listas de resumos semanais / mensais dos jogos mais lucrativos na App Store e no Google Play em 2019. Coin Master é o jogo para celular de maior bilheteria no Reino Unido (desde fevereiro de 2019) e na Alemanha (desde junho de 2019)

Ajude melhorar nosso acervo ainda mais

Você joga Coin Master? Deixe aí nos comentários, sua opinião sobre o jogo.

Referências:

Wikipedia, Game Play.

Friday the 13th: The Game

Friday the 13th: The Game é um jogo eletrônico de gênero survival desenvolvido pela IllFonic, e publicado pela Gun Media. É baseado na franquia de filmes de mesmo nome de propriedade da Paramount Pictures. Foi lançado em 26 de maio de 2017 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

O jogo possui um modo multijogador assimétrico, colocando até sete jogadores para controlar monitores do Acampamento Crystal Lake contra um jogador que controla Jason Voorhees. Funciona como o mais conhecido pique e pega, pois precisam ser astutos e engenhosos para fugir de Jason ou como Jason pegar os conselheiros antes que fujam. Ele possui um mapa semi-aberto, no qual os jogadores são capazes de explorá-lo ainda mais.

Originalmente, o jogo estava sendo desenvolvido sob o título Slasher Vol. 1: Summer Camp pela IllFonic em meados de 2015. A Gun Media estava em negociações com o diretor da franquia Sexta-Feira, Sean S. Cunningham, para obter uma licença e iniciar o desenvolvimento do jogo. Depois de uma série de reuniões, a empresa conseguiu obter os direitos para o projeto. Então, o jogo evoluiu para Friday the 13th: The Game e os financiamentos do Kickstarter e BackerKit aumentaram em aproximados US$1.095.143,40, tornando-se o 124º projeto mais bem-sucedido de todos os tempos. É também o primeiro jogo IllFonic a utilizar o Unreal Engine 4 após desistirem da CryEngine que seguiu com o Projeto Advena.

Sem história

Friday the 13th: The Game não tem um enredo. O jogo foi criado para ser multiplayer e apenas via conexão online. Um modo de história pode ser adicionado no futuro, via atualização ou expansão, mas, por ora, ele foi lançado sem isso. Contudo, sabemos que a premissa básica é a mesma de sempre: um grupo de adolescentes tenta passar a noite em Crystal Lake, mas são surpreendidos com os ataques repentinos do vilão Jason, que pretende matar todos que vê pela frente.

Modos de Jogo

No modo de “Jogo Rápido”, é possível jogar como Monitor (sobrevivente) ou com o próprio Jason (assassino). Como monitor, seu principal objetivo será fugir e sobreviver. Jogando como Jason, seu papel será o de matar os sobreviventes e impedir que eles fujam.

No modo “Jogo Fechado”, o jogador pode criar um lobby e aguardar que os outros entrem ou convidar os amigos para jogar. Estes dois modos citados são totalmente online.

Além destes, existe ainda um terceiro modo o “Jogo Offline”. Ele é subdividido nos modos: “Cabana Virtual” onde é possível conhecer algumas curiosidades da franquia; um “Modo de Robôs” onde o jogador enfrentará alguns bots na partida; e, por último, um modo de desafios extras.

Para jogar o modo principal, acesse “Jogo Rápido” no menu e aguarde que o game encontre os servidores dedicados e também os outros jogadores. Após finalizado esse processo, no lobby do servidor, você poderá escolher e personalizar seu Monitor ou seu Jason.

Ao escolher a opção de personalização de seu Monitor, por exemplo, você poderá trocá-lo por outro monitor que esteja disponível ou apenas adicionar bônus ao seu personagem atual e melhorar suas habilidades.

Single player

Os jogadores poderão controlar Jason Voorhees por novos objetivos além do mero fato de assassinar adolescentes desesperados que tentarão lutar por suas vidas.

Teremos uma série de desafios diferentes, como utilizar uma única arma durante toda a partida, ou acabar com a vida dos monitores apenas de uma forma específica. Haverá também a necessidade de furtividade e utilização de elementos do cenário. Ao seu favor, todas as habilidades de Jason se mantêm, como a capacidade de teletransporte e hipervelocidade por alguns minutos.

Jogando como Monitor

Ao jogar como Monitor, como mencionado anteriormente, seus principais objetivos são: fugir de Jason e sobreviver. Para isso, será necessário coletar o máximo de recursos e sempre prestar atenção para não ser notado pelo assassino. Para ter uma maior taxa de sucesso e sobreviver, é necessário seguir algumas regras básicas:

Controle o medo do personagem acendendo a lanterna sempre que estiver em um local escuro;

Evitar correr para todos os lados ajudará a administrar a estamina e, por consequência, poderá te salvar num possível encontro com Jason;

Para ganhar tempo, preste atenção aos consertos que foram feitos por outros jogadores;

Compense a falta de determinada habilidade de cada personagem equipando bônus pontuais antes de iniciar cada partida;

Não fuja do local sozinho ou com itens importantes. Caso isso aconteça, o jogo se tornará mais difícil para os outros sobreviventes. Lembre-se que este é um jogo de sobrevivência cooperativo;

Não coloque armadilhas em portas abertas, pois elas poderão atrapalhar outros sobreviventes que estejam fugindo do Jason;

Sempre que entrar ou sair de um local, feche todas as portas e mantenha o máximo de janelas abertas possível.

Jogando como Jason

Ao assumir o papel de Jason, você terá que assassinar os monitores e evitar que eles fujam da área. Para isso, esteja atento a todo e qualquer movimento que eles façam. Veja abaixo algumas táticas básicas para ter mais sucesso nessa missão.

Pegue todas as facas que encontrar pelo caminho. Elas o ajudarão no momento que estiver correndo atrás de alguém;

Coloque armadilhas em carros, cabines telefônicas e atrás de portas fechadas. Isso aumentará as chances de você ferir e matar os outros;

Quebre todas as janelas e disjuntores que encontrar. As janelas quebradas impedem que os sobreviventes passem por elas sem se machucar. Quebrar os disjuntores irá apagar as luzes e dificultar a visão dos monitores, te ajudando a pegá-los de forma mais furtiva;

Faça o teletransporte para alcançar locais mais distantes com facilidade antes que os sobreviventes fujam, consertem o carro ou chamem a polícia.

Friday The 13th The game é um jogo bastante divertido, mas aterrorizante e violento ao mesmo tempo. Uma ótima opção para tomar sustos e dar boas risadas jogando com amigos. Com partidas rápidas de aproximadamente 20 minutos, é possível ganhar muita experiência, subir de nível rapidamente e adquirir mais personagens, habilidades e customizações. Os gráficos não acompanham os jogos de última geração, mas o carisma do protagonista (Jason) tornou o game um grande sucesso entre os fãs da franquia.

Não corra

É essencial que você não corra como um maníaco durante o jogo, porque Jason ouvirá o som e saberá onde você está. Sim, uma vez que localizo você, é melhor correr, mas quando ainda não sei onde você está, é aconselhável ir devagar para tentar encontrar objetos que permitam que você se defenda e escape totalmente do jogo.

Estas são as três melhores maneiras de escapar de Jason e sobreviver

Para isso, você deve se preocupar com a correção. Por um lado, você tem o telefone e, por outro, os veículos na forma de barco e carro.

Para consertar o telefone, você precisa encontrar o fusível, geralmente ele fica perto da cabine. Você pode encontrá-lo em casas ou cercas. Lembre-se de que, depois de fazer a ligação, você ainda não está seguro, pois você precisa esperar 5 minutos para que a polícia chegue e siga na estrada principal, e Jason estará esperando por você.

Se você deseja consertar o carro, você deve encontrar a bateria de gasolina e as chaves espalhadas aleatoriamente no mapa. Para consertar o carro, você deve executar um botão e pressionar o minijogo, mas se você fizer errado, terá que esperar para tentar novamente se Jason ouvir que ele poderia procurá-lo se você for cuidadoso e executar bem o minijogo. Existem 2 veículos, um azul que pode acomodar até 4 ocupantes e o outro azul que pode acomodar até 2 ocupantes. Observe que Jason pode bloquear seu carro e você precisará iniciá-lo novamente.

Você também tem a opção de consertar o navio encontrando a gasolina e as hélices espalhadas aleatoriamente pelo mapa.

Explore as casas

Isso tornará sua vida muito mais fácil (e salvará) se você tiver um bom inventário. Nas casas, você pode encontrar o walkie-talkie, o kit de primeiros socorros e outros objetos úteis que lhe permitirão sair vivos dos confrontos com Jason.

Obtenha experiência para subir de nível rapidamente

Você não deveria estar de pé, mas também não deveria estar correndo como um louco. Toda ação que você faz no jogo oferece experiência. Você pode vender upgrades, derrubar objetos e portas, instalar a bateria do carro, consertar o telefone e o melhor de tudo: terminar os jogos repetidamente. Acima de tudo, este último lhe dará muita experiência para ter cada vez mais vantagens em futuros confrontos.

Use armas com grande atordoamento para atacar Jason

Armas mais fracas quebram facilmente, por isso recomendamos que você encontre a espingarda, machado e facão o mais rápido possível.

Ligar para Tommy Jarvis

Para que isso aconteça, você precisa dos seguintes requisitos:

Uma das vítimas deve ter morrido ou escapado;

Antes de encontrar o grande rádio e chamá-lo;

Uma vez que você o tenha, ele aparecerá com uma espingarda, com estatísticas melhores que as outras e você terá mais tempo de sobrevivência devido à sua ajuda.

Fuja de Jason se ele te agarra

Você só tem duas maneiras de escapar de Jason quando ele a agarra e antes que ele cruelmente termine sua vida delicada:

Com a faca secreta, se você já fez isso antes;

Pressionando um certo botão antes de Jason.

Como consertar melhor

Tem personagens que não são bons de conserto, como a Tiffany, o seu reparo é ruim, por isso seu mini jogo é o mais difícil. Quando você pega aquele reparo grande e demorado, pois você pode trocar ele. Quando não gostar do seu mini jogo inicial recomeçando o puzzle, tipo retirar e colocar a bateria do carro até aparecer um mini jogo menor e mais rápido.

Quebrar portas

Muitas pessoas cometem o mesmo erro, que é quebrar a porta normalmente, segurando o botão de ataque. A melhor forma de quebrar a porta é modo combate, assim é mais rápido e pode matar o monitor mais cedo.

Como arrancar a máscara mais facilmente

Retirar a máscara de Jason não é uma tarefa fácil, então precisamos de um truque para isso também, já que vamos retirar sua máscara, corremos riscos de morte, sabe quando Jason vai na janela para a quebrar, como um facão ou qualquer arma vá a janela fique em modo de combate (não é obrigatório) e quando ele estiver quebrando a janela ataque ele, assim Jason vai tomar mais Dano.

Como matar Jason

Primeiro você deve pegar o suéter da mãe de Jason, localizado na cabana onde ele nasce. Jason será alertado assim que você chegar lá e devido ao fato de que ele pode teleportar-se para qualquer lugar do mapa, é bom ser rápido.

Este suéter deverá ser usado mais adiante por uma conselheira (mulher). Se for um conselheiro (homem), não causará o efeito desejado.

Após estar com o suéter, um conselheiro precisa morrer para renascer como Tommy Jarvis. Para de que para isso aconteça, um dos jogadores deve chamar por ajuda antes usando o Radio de Banda Cidadão (Radio CB), localizado na casa com a torre de transmissão branca e vermelha com uma antena no topo.

Depois que Jarvis aparecer, ele deve se desfazer de sua arma, pegar uma machete e atacar Jason até que sua máscara caia.

Em seguida, a supervisora com o suéter deve usá-lo como faria com qualquer outro item, o que irá atordoar Jason. Nesse instante, Tommy deve matar Jason com a machete. Qualquer outro conselheiro atacando ele com esta arma não desferirá o golpe fatal.

Como Jason é muito forte, a chance de você acabar morrendo é alta, ainda mais se Jason estiver ciente do que seus amigos e você estão planejando.

Então nada de ficar tristinho quando morrer, levanta a cabeça (se ele ainda não tiver cortado) e vá para a luta.

Dicas rápidas

Andar em floresta e evitar rios;

Um dos melhores lugares para por trap é na frente da casa central e nas pontes que dão a o outro lado do mapa;

Ande em grupo (um grupo ajuda a sua porcentagem de sobrevivência;

Não tente ir para cima do Jason sozinho (Apenas com um grupo);

Não corra ou faça barulho dentro de uma casa, motivo: Se você não fizer nenhum barulho você não aparece dentro de uma casa por isso também temos que optar por stealth;

Ande de olho no chão para ver se tem traps, lembrando as traps ficam com uma cobertura de folhas em cima, então tome cuidado!

Referências:

Boca do Inferno, 3 Djuegos, Steam Comunnity, Amino apps, Game for fun, wikipedia, techtudo.

E aí, o que acha deste game? Comente aqui abaixo sobre Friday the 13th: The Game!

Teamfight Tactics

Desenvolvido e publicado pela Riot Games. O Teamfight Tactics se passa no universo do League of Legends, é um jogo PvP de combate automático baseado no Dota Auto Chess, onde os jogadores competem online contra outros sete adversários, construindo uma equipe para ser a última a sobreviver. Lançado em Junho de 2019 para Microsoft Windows e macOS e recentemente em Março de 2020 sua versão mobile para Android e IOS.

O Jogo

Oito jogadores se enfrentam, sendo em rápidas partidas 1×1 em uma arena.
Além das partidas contra outro jogadores, você também luta contra a IA (inteligência artificial) no começo e entre algumas batalhas, para ir montando o time e coletando itens.

O Objetivo do jogo é simplesmente montar o melhor time e ser o último jogador sobrevivente. Bem dinâmico e fácil de entender o TFT (como é apelidado) já conquistou milhões de jogadores.

Os Campeões

Os campeões são divididos em 5 categorias, os da primeira categoria custam 1 de ouro, os da segunda custam 2 de ouro e assim sucessivamente. O nível máximo que você pode coloca-lo é 3.

Para aumentar o level de cada um, você precisa ter vários campeões de mesmo nome comprando-os com moedas, conseguir na sorte batalhando contra a máquina na preparação ou através do “Rascunho Compartilhado” (vamos falar disso mais para frente), vamos ao exemplo:

  • 3 Zoe level 1, faz uma Zoe level 2
  • 3 Zoe level 2, fazem uma Zoe level 3

Ou seja, você precisa ter 9 para leva-las ao level máximo. Parece simples, mas alguns detalhes impedem você de conseguir isso de forma rápida.

Na partida, são distribuídas uma quantidade específica de cada campeão, isto é, se todos quiserem utilizar a Zoe, será difícil você upa-la no máximo porquê todos também estão juntando, só será possível você conseguir, se por sorte todas as 9 aparecerem para você rapidamente.

Outro fator que dificulta, é que cada campeão aparece num tempo do jogo.
Os de categoria 1 aparecem mais no começo, já os de categoria 5 aparecem mais no final, ou seja, você que upar seu campeão de categoria 1, aproveite no começo do jogo, pois depois começa a ficar mais difícil para encontra-lo.

Cada campeão, além de uma habilidade exclusiva, tem sua origem e sua classe, são elas que vão fazer com que o campeão obtenha bônus de sinergia, quando completado um número específico necessário para ativar.

Por exemplo:

Os da classe Feiticeiro, tem como característica ganhar o dobro de mana por ataque. Quando ativado o bônus de sinergia, eles concedem a todos os aliados uma porcentagem a mais de dano mágico.

Veja a baixo:

  • 2 feiticeiros (diferentes) em campo: +40% de dano mágico.
  • 4 feiticeiros (diferentes) em campo: +120% de dano mágico.
  • 6 feiticeiros (diferentes) em campo: +200% de dano mágico.

Arena

A Arena é formada pelos seguintes ambientes, o meio que consiste em vários hexágonos, onde os jogadores podem colocar estrategicamente os campeões antes da batalha começar, a parte da reserva de campeões que não estão em uso, demonstrada por vários quadradinhos, no lado esquerdo, ficam sua reserva de itens, o mascote (chamado de pequena lenda) que representa você e sua reserva de dezenas de ouro.

Itens

Os itens são muito importantes no jogo, cada um tem seu efeito e sua versatilidade, podendo combina-los entre si, fazendo um novo efeito. Um são melhores e mais raros do que os outros, mas todos tem sua utilidade.

É preciso saber qual combinar para ter o melhor resultado e acima de tudo em qual campeão usar para tirar o melhor aproveito de cada um.

Ouro

Todos os jogadores ganham cinco de ouro por turno no game e esta quantia pode ser aumentada de três maneiras:

  • Com uma Característica da classe Pirata, que pode dar quatro de ouro adicional ao final do combate;
  • Com juros, você ganha bônus de 1 de ouro para cada dezena armazenada, podendo ser até 5 dezenas. Se tiver 2 de ouro receberá 2 a mais e assim em diante. Se tiver por exemplo, entre 20 e 29, receberá 2 também.
  • Sequências de vitórias ou derrotas, a quantidade de ouro recebido aumenta de acordo com a quantidade de vitórias ou derrotas seguidas, até o máximo de três, com oito derrotas ou vitórias consecutivas, (antes disso o bônus é de um, para sequência de 2 a 4, e dois, para sequências de 5 a 7).

Economize

Ouro será gasto para comprar campeões que aparecerem na loja, atualizar (pelo custo de duas unidades) a seleção de campeões disponíveis e comprar pontos de experiência.

Economize, não saia comprando qualquer herói aleatório, ou gastando para subir de nível, tudo tem sua hora. É preciso agir com sabedoria para se dar bem.

Vamos jogar

No começo do jogo, os 8 jogadores aparecem em um círculo, o chamado “Rascunho Compartilhado” , onde no meio circulam diferentes campeões com diferentes itens, ele será seu primeiro, então escolha com carinho e comece seu time, lembre-se, outros jogadores podem querer o mesmo campeão que você, então seja esperto e fique próximo dele.

Vale saber que, em alguns momentos do jogo essa “roda” novamente vai aparecer, mas nesse caso, será liberado um jogador de cada vez para pegar o o campeão escolhido, a vez de cada um varia de acordo com seus pontos de vida, o que tem menos vida vai ter prioridade e ser liberado para pegar primeiro, já o que tem mais vida será o último.

Campeão escolhido, agora é só montar o time.

Preparação

Na preparação, o jogador enfrentará a máquina em 3 partidas, nela que você terá tempo de montar seu time inicial. A preparação te da itens, campeões e aparece a lojinha para você comprar campeões que aparecem aleatoriamente.

Entenda

O seu nível, que pode ser no máximo 9, representa o tanto de campeão que você pode colocar para batalhar. Nível 1, pode colocar 1, nível 2 pode colocar 2 e assim em diante. Você poderá colocar campeão a mais do que seu nível se fizer a combinação de 2 itens necessários.

No Final da preparação, naturalmente você estará no nível 3, ou se você optar, poderá gastar poucas moedas e ir ao 4.

Faça o possível para escolher pelo menos 2 campeões de mesma classe ou origem logo no começo, isso te dará vantagem, pois já estará com o bônus de sinergia ativado.

Hora da batalha

Você batalhará contra os outros 7 jogadores, sempre 1×1, as batalhas são aleatórias, não sendo você quem escolhe contra quem vai jogar.
Você terá um tempo para posicionar seus Campeões de forma estratégica, depois que a batalha começar, não será mais possível controla-los. Um exemplo simples de formação é os com mais vida a frente (os chamados tanks), o que possuem menos vida e atacam de longe atrás.

A partida acaba, quando todos os campeões de um dos jogadores morrem. Os campeões do jogador vitorioso que ficaram vivos, juntamente com seu mascote, vai dar um dano final no mascote do jogador que perdeu, esse dano que vai contabilizar na vida do jogador. Quanto mais campeões sobrar e mais forte ele tiver, mais dano o jogador perdedor vai levar.

Conforme jogadores vão sendo eliminados, se o número de jogadores for ímpar, você poderá lutar contra bots, um time igual o de algum jogador aleatório que será controlado pela máquina.

Dica:

Conheça o jogo, leia bastante sobre combinações de itens, classes e origens. Alguns trabalham em equipe, uma classe ou origem ajuda a outra, fazendo com que seu time fique forte. Estude boas formações, economize ouro, pense e aja com sabedoria.

Seguindo esses passos você alcançará a vitória.

Comente aqui embaixo o que você acha deste game!

Referências:

Techtudo, Wikipedia, Liga dos Games, Versus.

Bloodborne

Bloodborne (ブラッドボーン Buraddobōn?) é um jogo eletrônico de ação-aventura produzido pela From Software e publicado pela Sony Computer Entertainment a 24 de Março de 2015. Sendo o quarto game da série Souls, inicialmente exclusivo para a PlayStation 4 e mais tarde para PC.

Bloodborne foi realizado por Hidetaka Miyazaki, diretor de Demon’s Souls e Dark Souls. Miyazaki afirmou que o jogo nunca foi produzido com o sentido de ser Demon’s Souls II, porque a Sony Computer Entertainment queria uma nova IP para a PlayStation 4. Foi anunciado pela Sony a 9 de junho de 2014 durante a Electronic Entertainment Expo 2014, onde foi bem recebido pela crítica ganhando diversos prêmios e nomeações. Bloodborne foi descrito por Paul Sullivan da Sony como “Dark Souls com Caçadeiras”.

Bloodborne recebeu aclamação critica aquando do seu lançamento. Nos sites de pontuações agregadas GameRankings e Metacritic tem as médias de 91,62% e 93/100, respectivamente. A atmosfera, o enredo, a música, a apresentação, a jogabilidade e a direção em geral, foram elogiadas. Uma das principais críticas foram dirigidas aos tempos de carregamento muito longos. No entanto, em 23 de abril de 2015, a From Software disponibilizou uma atualização que resolveu o problema.

Jogabilidade

Apesar de ter elementos similares de um role playing de ação iguais a Demon’s Souls e Dark Souls, existem diferenças significativas nas mecânicas de Bloodborne. O combate tem um ritmo mais rápido e requer uma abordagem mais ofensiva para que os jogadores possam sobreviver a densas hordas de inimigos. O jogador é muito mais ágil para poder desempenhar saltos em redor dos inimigos enquanto estão na mira. O novo estilo “risco vs recompensa” está acentuado através do sistema de regeneração de energia, permitindo aos jogadores, dentro de uma pequena janela de tempo, recuperar a saúde perdida atacando de novo os inimigos.

O arsenal de Bloodborne é mais dinâmico que o armamento convencional de estilo medieval/fantasia da série Souls. Entre as classes que o jogador pode escolher, as armas de corpo-a-corpo podem se transformar em dois estados alternativos, em que cada um dá uma abordagem diferente em relação ao combate. O cutelo, por exemplo, no seu estado inicial pode ser usado para despachar rapidamente os inimigos em áreas apertadas, mas quando transformada no seu estado secundário torna-se uma lâmina mais estendida adequada para controlo de multidões. Os escudos estão disponíveis em Bloodborne, porém segundo o produtor não vai adiantar ficar se defendendo, pois os inimigos são muito agressivos, o jogador pode empunhar uma arma de fogo na sua mão esquerda que pode ser usada para atordoar os inimigos, seguido por um ataque crítico com a arma corpo-a-corpo do jogador.

Similar a Dark Souls, os inimigos derrotados deixam “cair” pontos de experiência com o nome Blood Echoes. Se o jogador morrer, os Blood Echoes ficam no local da sua morte; o jogador pode ir buscá-los de novo a esse ponto. No entanto, se o jogador morrer de novo durante o caminho para recuperar os Blood Echoes, estes ficam para sempre perdidos. Os Blood Echoes também podem ser capturados por outros oponentes, identificados por olhos de cor púrpura. Ao derrotar esses oponentes, o jogador recupera as Blood Echoes. Os inimigos também deixam cair Blood Vials (poções de energia) e Balas de Prata, que servem como munição para as várias armas. Os jogadores podem sacrificar energia de saúde e assim receber Balas de Sangue.

Durante o evento PlayStation Experience em dezembro de 2014 em Las Vegas, Miyazaki revelou a característica Chalice Dungeon, que vai gerando progressivamente novas áreas para os jogadores irem lutando cooperativamente.

Tudo bem se você morrer

Quase imediatamente após começar o jogo você já estará preso numa sala com um lobisomem faminto. Armado apenas com seus punhos e uma barra de vida pequena, as coisas não estão ao seu favor. Aceite a morte; o jogo a usa para apresentá-lo ao Hunter’s Dream, o único lugar no jogo onde você estará (quase) seguro e poderá retornar para aprimorar suas armas e comprar itens para sua jornada.

Fique de olho em atalhos e Lanternas

Yharnam é imensa, mas explorá-la por completo revelará:

Atalhos

Passagens estreitas cobertas de entulho, escadas e portas fechadas que escondem novos e velhos caminhos uma vez abertas, permitirão atravessar as áreas da cidade mais rapidamente.

Lanternas

Situadas em quase toda região do jogo, elas permitem que volte ao Hunter’s Dream quando quiser para comprar mais itens, aprimorar armas, passar de nível e restaurar sua vida (e na volta, se transportar para qualquer Lanterna que já tenha acendido, não só a de onde veio).

Escolha suas armas iniciais

Você terá de escolher uma entre três armas de combate corpo a corpo iniciais, e uma entre duas de longo alcance. Cada arma branca possui duas formas, que pode ter opções de ataque mais concentrados em um alvo ou em área, rápidos ou lentos.

As armas que você NÃO escolher serão vendidas pelos Mensageiros na loja do Hunter’s Dream, mas terá que usar sua escolha inicial por um tempo. Aqui está uma breve descrição.

Armas de Combate Corpo a Corpo

O Hunter Axe é lento, mas poderoso (e seus ataques custam bastante Stamina). Sua segunda forma é um machado monstruoso de duas mãos. Seu potencial de dano é o maior entre as armas iniciais, mas não possui nenhuma propriedade especial. Seu potencial de Rally é o maior entre as armas iniciais.

A Threaded Cane é o oposto, uma arma rápida, mas com potencial de dano menor. Na forma de bastão pode ser usada como uma espada de esgrima. Sua segunda forma é um chicote, que atinge vários inimigos se estiverem próximos. Ela também possui a propriedade “Righteous” que causa mais dano contra certos inimigos em sua forma de bastão, e quando se transforma em chicote, é considerada uma arma “Serrated”, que causa mais danos contra bestas. Seu potencial de Rally é o menor entre as armas iniciais.

O Saw Cleaver pode ser considerado um meio termo entre as outras duas de velocidade e dano. Na sua primeira forma, também possui a propriedade especial “Serrated”, causando mais dano contra inimigos bestiais. Sua segunda forma se estende, como se fosse um canivete gigante, com ótimo alcance e bons golpes em área. Seu potencial de Rally fica entre as outras armas iniciais.

Armas de Longo Alcance

O Hunter Blunderbuss é mais poderoso se usado em distâncias menores, apesar do indicador de dano dele parecer menor, se trata de um número de dano POR BALA, que são muitas no mesmo tiro.

A Hunter Pistol causa menos dano total, mas tem alcance maior, e é mais rápida no gatilho, o que pode ajudar em contra-ataques (também é boa para atrair a atenção de um inimigo por vez).

Aprenda a se Esquivar e usar Rally e Parry

Ao contrário de Dark Souls, onde você pode se proteger com um escudo enorme e jogar defensivamente, Bloodborne exige que você seja mais proativo e favorece quem toma a iniciativa no combate. Aqui estão pontos importantes sobre o combate que deve saber:

Respeite sua barra de Stamina

Conforme ataca, se esquiva ou corre, sua barra verde de Stamina será consumida. Se acabar por completo, você estará exposto ao ataque inimigo. Certifique-se que seus golpes acertem o alvo, crie distância do inimigo quando precisar se recuperar e não seja ganancioso.

Parry, e o poderoso Riposte Visceral

Usando sua arma de longo alcance, você pode também dar parry no inimigo, mas tem que ser usado no momento exato. Espere o inimigo iniciar o golpe — faça uma manobra ofensiva falsa ou um rápido movimento — e assim que eles forem atacar, atire com sua pistola ou rifle.

Se acertar, irá causar dano, interromper o ataque e deixar o inimigo exposto a um riposte ‘visceral’. É algo que leva tempo pra pegar o jeito, mas quando conseguir, valerá a pena, o dano ao inimigo é imenso, quase sempre eliminando por completo inimigos normais — e o melhor de tudo é que muitos chefes são susceptíveis à manobra.

Recupere seu HP com Rally

Uma mecânica interessante para aprender é o ‘rally’: sempre que sofrer um ataque em Bloodborne, você terá uma janela se poucos segundos onde, se atacar de volta rápido o suficiente, irá recuperar um pouco — ou até a maioria — do seu HP perdido. It can save on healing items, so make sure you give as good as you get. O valor exato por golpe depende da arma usada.

Use pedrinhas para atrair inimigos um a um

Yharnam possui grupos grandes de inimigos perambulando pelas suas ruas. Se jogar no meio deles é um jeito rápido de morrer.
Você pode pegar pedrinhas que alguns inimigos dropam (corvos principalmente), ou comprá-las dos Bath Messengers no Hunter’s Dream. Arremesse-as em inimigos para chamar a atenção de partes do grupo e derrotá-los um a um.

Dividir para conquistar é o lema: você também pode usar tiros de pistola, molotovs ou até golpes rápidos pelas costas naquele inimigo que já está meio afastado do grupo para quebrá-los.

Invista em novos equipamentos

Você começa o jogo só com a roupa do corpo, meio gasta. Assim que puder, tente encontrar equipamento melhor.

Sua primeira visita ao Hunter’s Dream será a fonte da sua primeira arma, mas não se esqueça de procurar também por roupas que o protegerão melhor (procure nos esgotos de Yharman ou até com os Bath Messengers no Hunter’s Dream) e também mais truques como firepaper e molotovs para virar o jogo contra inimigos mais fortes.

Sem isso, sua vida será muito mais complicada, se estiver tendo muita dificuldade, lembre-se de usar tudo que estiver à sua disposição, e aprimorar sempre que possível.

No Sonho do Caçador, é possível comprar novos equipamentos. Conforme você progride na história e derrota outros chefes, muitos sets de armaduras ficam disponíveis para a compra.

Os equipamentos de Bloodborne possuem atributos mistos, e não há exatamente um que seja bem melhor que o outro no começo do game. Está em uma área que pode ser envenenado? Procure por vestimentas que aumentem sua resistência a veneno. Os inimigos estão jogando coquetéis molotov? Equipe uma armadura com resistência a fogo.

Há outros status, como defesa contra ataques perfurantes ou de contusão, que também variam de cenário para cenário. Se você já possuir alternativas de sets no começo do game, investir em defesa física alta pode ser um bom coringa para qualquer situação. Os conjuntos “Vestes de Caçador” e “Explorador de Tumba” são um dos melhores no primeiro momento.

Recuperando seus Blood Echoes

Todo inimigo que derrotará em Bloodborne fornecerá uma espécie de recurso chamado ‘Blood Echoes’ que vai se acumulando conforme vence mais inimigos pelo jogo. Este recurso é usado para tudo: comprar equipamento e passar seu personagem de nível. Mas tem um porém: se morrer, perderá todos os Blood Echoes, deixando tudo no lugar onde morreu. A única maneira de recuperá-los é voltando ao local da sua última morte e interagindo com eles SEM morrer novamente (desaparecem para sempre nesse caso). E, diferente de Dark Souls, aqui alguns inimigos roubam seus Blood Echoes! Se não os encontrar no chão, olhe bem nos olhos dos inimigos por perto, algum deles pode ter um brilho diferente nos olhos, indicando quem é o ladrão.

Se você teve uma jornada difícil, e estava cheio de Blood Echoes quando morrer, pode ser devastador. Em alguns casos a melhor estratégia é apenas correr. Fique de olho na sua barra de Stamina e corra pelos inimigos até chegar no local onde morreu. Quando estiver carregando seus Blood Echoes novamente, identifique o melhor caminho ou atalho até a Lanterna mais próxima e gaste-os!

Não lute contra Father Gascoigne primeiro

As ruas labirínticas de Yharnam fazem sua jornada nunca ser linear. Como resultado, o primeiro encontro com um chefe pode ser num cemitério cheio de lápides de metal, encarando o já insano, e insanamente rápido, Father Gascoigne. Melhor voltar outra hora. Tente encontrar o gigantesco Cleric Beast primeiro. Ainda será uma luta difícil, mas a enorme besta é bem mais lenta, e telegrafa seus ataques com mais clareza. Além disso, a batalha será numa ponte sem nada no seu caminho para atrapalhar.

Invista no seu personagem: níveis e fortificação

Se tiver a impressão que as armas não estão causando muito dano ou que os inimigos estão dando muito dano, pode ser a hora de aumentar seu poder. Blood Stone (Shards), encontradas por Yharnam podem ser usadas, junto com Blood Echoes, para aumentar o poder, ou fortalecer — suas armas.

Blood Echoes também podem ser usados para aumentar o poder do personagem. Após seu primeiro encontro com um chefe (mesmo se tiver morrido) receberá pelo menos um ponto de ‘Insight’. Este recurso possui muitos efeitos e utilizações no jogo. O primeiro que descobrirá, é que com ele, poderá ver e interagir com a forma desperta da Plain Doll no Hunter’s Dream. Uma vez acordada, ela pode ‘canalizar’ seus Blood Echoes, permitindo investir pontos de atributo no seu personagem, aumentando sua vida, destreza, força e outros atributos.

Use os sinos de convocação para o multiplayer

Um caçador nunca está sozinho… Se estiver tendo muito trabalho com uma área ou luta de chefe, ou se apenas quiser explorar o jogo acompanhado, pode usar seu Beckoning Bell — obtido no início do jogo — para convocar a ajuda de outros caçadores pagando um ponto de Insight.

Assim seu mundo se abrirá e poderá se conectar com jogadores que ofereceram ajuda naquela área. Obter mais Insight para poder fazer isso sempre que quiser pode ser difícil no início, mas sempre que encontrar um chefe pela primeira vez receberá pelo menos um ponto, e se consumir um item chamado Madman’s Knowledge receberá um ponto. Se preferir jogar com amigos, pode utilizar uma senha na configuração de rede do jogo.

É claro que, a vida dos chefes será ajustada quando receber ajuda, mas lutas cooperativas são sempre muito divertidas em Bloodborne. Tome cuidado, pois ao abrir seu mundo para caçadores amigos pode também atrair a atenção de caçadores de caçadores… Se receber uma notificação que seu mundo foi invadido por um outro jogador, prepare-se para lutar (ou se esconder).

Outros jogadores deixaram mensagens para você

Se jogar online, encontrará mensagens espalhadas pelo chão, nas mãos de pequenas criaturas. Eles são os Messengers, são amigáveis apesar da aparência, e as mensagens que seguram foram enviadas por outros jogadores reais. Na maioria das vezes são avisos de armadilhas, ou até mesmo dicas de certas vulnerabilidades de alguns inimigos, mas tome cuidado. Alguns jogadores podem mentir de propósito para causar confusão!

As mensagens podem ser marcadas como Fine (boa), ou Foul (ruim) usando o touchpad do DualShock 4. Se quiser deixar mensagens para outros jogadores, pode usar o item chamado Notebook. Outros jogadores verão sua mensagem, e caso a marquem como boa, você instantâneamente é curado levemente, não importa onde esteja.

“Tesouro adiante”, “Cuidado com emboscada” e “Tema inimigo forte” são apenas alguns exemplos do que pode ser encontrado nos recados. Se você suspeitar da veracidade das informações, é possível olhar as avaliações que uma anotação recebeu. Caso você veja algo que queira alertar para os demais jogadores, utilize o item “Caderno de Anotações”.

Além dos Messengers, pode encontrar também os fantasmas de outros jogadores. Estes espectros podem dar uma idéia de como morreram à sua volta. Assim pode deduzir a posição de armadilhas ou inimigos, então vale a pena interagir com eles.

Insista!

Bloodborne vai contra a maré atual, fazendo cada jornada sua pelas ruas de Yharnam acabar em morte atrás de morte horrenda. Isto faz parte da experiência de Bloodborne, e garanto que a primeira vez que testemunhar algumas mortes, nem se importará, de tão diferente ou revelador que será. O jogo martela a idéia de que você não pode relaxar nem por um segundo, então sempre respeite mesmo os inimigos aparentemente fracos e fique atento ao seu redor. Mais do que em muitos casos, aqui você sente que o jogo não vai ficando mais fácil; você é que está ficando melhor! Em pouco tempo estará rindo dos seus desafios iniciais.

Atributos para focar

Assim que você inicia o game, é possível criar o seu personagem. Aspectos estéticos à parte, você tem a opção de definir a história por trás do seu protagonista, cada uma com atributos diferentes. No final das contas, nenhum é absurdamente diferente do outro – apenas o último, que não adiciona nenhum status, apenas dificuldade.

Caso seja um novato na série, uma boa opção é encontrar uma construção de atributos com maior Vitalidade e Vigor, que são traduzidos basicamente na barra de vida e stamina, respectivamente. Caso não se adeque bem à build, é possível compensar com o aumento de nível, portanto não se preocupe.

Subir de nível

Se você acabou de começar ou jogou apenas 30 minutos ou menos, provavelmente ainda não encontrou a forma de melhorar seus status. Em Dark Souls, o personagem pode subir de nível em qualquer fogueira, enquanto em Dark Souls II era necessário conversar com uma mulher em Majula.

Bloodborne segue a mecânica do último jogo da From Software, e você consegue aprimorar seus atributos com a boneca do Sonho do Caçador. Se ela ainda estiver inumana, você deve enfrentar – enfrentá-lo, e não necessariamente derrotá-lo – o primeiro chefe na ponte perto da primeira lanterna do game para habilitar a boneca.

Levels podem ser aprimorados com ecos de sangue, que servem tanto como moeda quanto como experiência. Os status principais para o modo história devem ser: Vitalidade e Vigor, com Força em segundo plano. Só tome cuidado para não aumentar demais um deles e se esquecer do outro, ou seja, sempre os mantenha balanceados.

O que fazer com Dano de Sangue, Perícia e Arcano? De uma forma literal, podemos traduzi-los como: força da arma de fogo, agilidade e magia – apesar de algumas armas físicas também se beneficiarem dele. Eles são necessários para equipar algumas armas e magias do jogo, mas elas não estão disponíveis no começo. Só os aumente se encontrar algo que necessite deles.

Ataques viscerais

Conforme mencionamos acima, realizar um parry é uma das maneiras para conseguir uma abertura para um ataque visceral. De forma resumida, trata-se de um golpe em forma de animação, que tira muito HP e deixa o oponente caído no chão.

Um ataque visceral só funciona em um inimigo atordoado, e há três maneiras para deixá-lo nesse estado: a primeira é realizar um parry; a segunda é acertar um golpe carregado de R2 por trás, seja no modo furtivo – caminhe devagar até o inimigo – ou em uma brecha; e a terceira é através do golpe de queda – ataque enquanto cai de uma plataforma.

Essas três alternativas deixam o monstro parado e sem reação, pronto para receber um ataque visceral. Para realizá-lo, basta chegar próximo ao inimigo e apertar R1, garantindo um golpe três a quatro vezes mais forte que o convencional. Enquanto você estiver na animação, seu personagem fica invulnerável para todos os outros inimigos, portanto (excluir) não se preocupe.

Vale a pena comprar frascos de sangue e balas e mercúrio?

A resposta mais direta para essa pergunta é “não”. Tanto os frascos de sangue quanto as balas de mercúrio são facilmente encontrados em diversas áreas do jogo. Na primeira lanterna de Yarham, por exemplo, você pode seguir o caminho pela esquerda, matar os dois ogros, descer para os esgotos e limpar os inimigos de lá para ganhar os itens.

Conforme você avança no game, vai descobrir que há muitos outros cenários com recompensas parecidas, como o cemitério do lado direito da Grande Catedral, que fornece muita munição.

Comprar esses itens talvez valha a pena se você estiver ansioso para enfrentar um boss e não quiser perder tempo com a coleta. De qualquer outra maneira, guarde seus preciosos ecos para aumentar o seu nível ou comprar equipamentos melhores nos mensageiros.

Movimentos exclusivos do lock-on

Naturalmente, o lock-on pode parecer a melhor alternativa sempre, já que estamos acostumados com este sistema há anos em qualquer jogo de ação. Entretanto, em Bloodborne é possível jogar com e sem o recurso, pois cada uma dessas mecânicas possuem benefícios e punições diferentes. Com o passar do tempo, o ideal é saber a hora de utilizá-las.

Quando um oponente está em foco, novos movimentos ficam disponíveis, como os dashs, que são pequenas investidas para os lados, para frente ou para trás. Essas esquivas rápidas são ideiais para oponentes maiores e lentos. O recurso permite também que o arremesso de objetos e tiros seja realizado com precisão. Contudo, ataques que cobrem uma grande área – utilizados principalmente por chefes – podem acertá-lo depois de uma esquiva com lock-on.

Por mais estranho que pareça, não manter a câmera fixa tem suas vantanges. Por exemplo: quando há três ou quatro humanos na mesma área, é possível atacar todos de uma só vez sem o lock-on. Além do mais, desviar de ataques inimigos resultam em cambalhotas, que, apesar de lentas, possuem alcance maior que os dashs em termos de esquiva.

Se você não utilizar o recurso de trava de mira, é possível correr e alcançar as costas dos chefes de uma maneira mais fácil e eficiente, pois a movimentação do personagem é bem mais rápida. Entretanto, uma cambalhota para trás pode atrapalhar a câmera e colocá-lo em uma posição desvantajosa.

Recuperação de HP

O sistema de recuperação de vida é explicado no começo do jogo através de uma anotação no Sonho do Caçador. Ou seja, muitas pessoas podem passar batido por ela e não entender bem essa mecânica de jogo. Mas não se preocupe, ela é bem simples.

Em Bloodborne, toda vez que você receber um dano, a sua barra de HP não desce imediatamente – salvo exceções, como condições especiais de veneno, frenesi e afins. Em vez de perder vida, um pequeno marcador branco desce no marcador de HP, sinalizando que ali será a quantidade de vitalidade restante.

Se o sangue inimigo acertá-lo nesse período – ou, em outras palavras, se você acertar golpes no oponente –, todo ataque vai recuperar um pouco desta barra. Ou seja, é possível recuperar grande parte do HP perdido nas batalhas apenas derrotanto os inimigos. Contudo, uma vez que o marcador branco desce de vez, não há como recuperá-lo com golpes.

Cálices

Cálices são ites utilizados nos altares do Sonho do Caçador para gerar dungeons procedurais, ou seja, completamente aleatórias. Em outras palavras, utilizar o mesmo item não cria um local de exploração igual para duas pessoas, algo que aumenta o fator replay do game. Nestes lugares, há elementos exclusivos, como armas e inimigos que não vemos durante a campanha.

Contudo, não tenha pressa em finalizá-los. Todos os progressos nos Cálices são herdados no New Game Plus, sem alterar a dificuldade. Isso quer dizer que não há nada essencial para a história, e é possível concluí-los em qualquer momento.

Tenho quatro caminhos para seguir. O que fazer?

A From Software é famosa por criar excelentes level designs em seus jogos, que mesmo sem um mapa ou indicador, sinaliza ao jogador para onde ele deve ir. Contudo, este sistema pode assustar um pouco os novatos da série, como foi o caso do relato de experiência de um dos nossos redatores.

Se em algum momento você tiver muitas opções de caminhos para seguir a partir de um mesmo local, não se desespere. Escolha uma delas e o explore sem medo de estar perdendo algo das outras alternativas.

Caso existam quatro caminhos, um deles pode ser um atalho, outro pode levar a um baú, um terceiro estará trancado para você no momento e o quarto o colocará no caminho certo. Apesar de ter um mundo aberto, Bloodborne apenas ilude o jogador com a falsa sensação de opções de rotas. De alguma maneira, você sempre acaba seguindo para o local correto.

Em alguns casos raros, existe sim a opção de progredir para dois caminhos diferentes – sem ter uma barreira de progressão. Se isso acontecer, escolha um deles e verifique se o seu level está compatível. Se sim, dê continuidade, mas sem se esquecer de retornar à rota que foi deixada de lado em algum momento do game.

Estude os inimigos

Analisar o comportamento dos monstros é crucial para poder eliminá-los e até para poder fugir deles. Ao encontrar um inimigo que você nunca viu antes, tente identificar seus padrões de ataque e movimentação, sua velocidade e, o mais importante, seu tempo de recuperação entre seus golpes. Somente desse modo é possível criar uma estratégia de combate eficiente. A dica é esperar o monstro entrar neste tempo de recuperação e atacá-lo.

Use bem o fogo

Você pode usar as tochas, mas também pode comprar bombas de coquetel molotov. Uma dica é jogar bombas de óleo nos adversários para deixá-los encharcados e, em seguida, jogar o coquetel para dar mais dano usando o fogo. É uma boa estratégia para quando estiver com a vida curta.

Cuide de sua vida

Ter itens para recuperar a energia de seu personagem é importante. Mas há uma dica importante relacionada à vida do herói: quando você é atingido, sua vida diminui, mas, ao bater no adversário rapidamente, ela se recupera aos poucos. Um risco branco na barra de vida mostra o quanto o personagem irá perder de vida caso não acerte o monstro nos próximos segundos. Bater no inimigo enquanto ele está na animação de sua morte também ajuda a recuperar um pouco da vida.

Referências:

Voxel, Blog Playstation, Br Ing, Wikipedia.

Paladins

Paladins é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa e Terceira pessoa com multijogador online, baseado em equipes e gratuito para jogar, lançado como closed beta em 17 de novembro de 2015, e tendo seu beta aberto somente em 16 de setembro de 2016, dentro de uma semana do seu lançamento no Steam, o jogo havia atraído 750.000 (setecentos e cinquenta mil) downloads, de acordo com o International Business Times, foi um dos dez jogos mais populares pelos usuários no serviço. Cada jogador controla um campeão com diferentes habilidades, e eles são divididos em duas equipes que competem para alcançar objetivos.

Em resposta a acusações de que o jogo seja um clone de Overwatch, o Ex-COO da Hi-Rez Studios, Todd Harris, disse que “Apesar de Overwatch ser um belo jogo, não serviu de inspiração para Paladins. O desenvolvimento de um jogo é um processo interativo com ideias que aparecem de projetos passados. Para o gênero de shooters com heróis, o jogo que merece mais crédito é Team Fortress 2. Lançamos um jogo de tiro baseado nas classes de Team Fortress 2 chamado Global Agenda, em 2010. Paladins foi concebido como uma versão de fantasia de Global Agenda, e, das aproximadamente 85 habilidades de combate presentes atualmente em Paladins, a grande maioria veio desse jogo que fizemos há 10 anos.

O jogo saiu do beta no dia 8 de maio de 2018 e recebeu muitas mudanças visuais graças a nova direção da empresa desenvolvedora do jogo. O diretor da Hi-rez, conhecido pelos jogadores como HirezChris, anunciou no dia 30 de abril de 2018 a retirada do beta do jogo abertamente para a comunidade do jogo. A celebração foi realizada no dia do lançamento do jogo na Twitch, com uma live que durou praticamente o dia inteiro, onde os jogadores teriam livre acesso no chat para conversar com a equipe desenvolvedora do jogo e com representantes da comunidade.

História

Há pouquissimo tempo os fãs do jogo receberam pequenas lores de cada campeão e aos poucos a história do game foi – e está sendo – descoberta pela comunidade de acordo com cada campeão lançado, de novos eventos e mapas.

O reino é dividido entre dois lados basicamente, o lado do Magistrado e o lado dos Paladinos, porém, existem alguns campeões que não estão de nenhum dos dois lados, são neutros.

Mecânica/Jogabilidade

É preciso conhecer cada classe, cada campeão, deck, item e talento que deve ser escolhido em cada partida. Paladins é o tipo de jogo que você realmente precisa ficar atento o tempo inteiro, qualquer pequeno erro pode fazer com que você perca o objetivo e/ou partida.

São 5 jogadores em cada time batalhando para capturar o objetivo e levar o carrinho até a base inimiga. Ao longo da partida você vai ganhando pontos que servem para você comprar itens que podem mudar toda a sua estratégia realizada no começo. Além dos itens, existe um sistema de cartas que modifica as habilidades, armas e até o campeão em si, além disso existem os Talentos, que serão explicados mais a frente.

Itens e Talentos

Falaremos das Cartas mais para frente nesse guia. Como já comentado, são duas coisas extremamente importantes que mudam completamente o jogo. Itens e talentos acabam deixando o jogo mais estratégico do que você possa imaginar, principalmente quando a partida está acirrada, ai fica muito mais interessante.

Itens: São comprados enquanto está na partida. Você recebe pontos enquanto está jogando, e quando conquista o objetivo. Você só pode comprar um item de cada divisão e evoluir até o nível 3. Os itens são divididos de 4 maneiras:

Defesa

Iluminar: Consegue enxergar inimigos que podem ficar invisível com facilidade.
Dano em área: Diminui o tanto de dano que recebe de tiros em área.
Dano Direto: Diminui o tanto de dano que recebe de tiros diretos
Resiliência: Diminui o tempo de efeitos Controle Coletivo.

Utilidades: Montaria: Cavalo fica um pouco mais rápido.
Moral: Carrega mais rapidamente a ULT.
Chronos: Diminui o cooldown de suas habilidades.
Agilidade: Você começa a andar mais rápido.

Cura: Rejuvenescer: Recebe mais vida do suporte.
Rasgo de Vida: Uma porcentagem do seu dano se transforma em cura.
Eliminações: Ao matar um inimigo recebe uma quantidade de vida.
Veterano: Ao estar fora da batalha, recebe vida mais rapidamente.

Ataque: Mãos Habeis: Recarrega mais rápido a arma.
Cauterizar: Diminui a cura que o inimigo recebe de seus suportes.
Demolidor: Destrói mais rapidamente escudos do inimigo.
Escavadeira: Destrói instaláveis mais rapidamente.

Talentos

Antigamente chamado de Lendária, talentos são “cartas” que você pode escolher antes de iniciar a partida. Cada campeão tem 4 talentos e cada uma com suas características.

Importante: O jogo sempre está passando por mudanças, ou seja, pode ser que algum item tenha sido retirado, mudado o valor da compra, mudado o valor do seu efeito. Sempre fique de olho pois balanceamentos podem e sempre acontecem.

Gráficos

A Hi-Rez resolveu investir em um estilo gráfico mais cartunesco, mas não pense que por isso o jogo ficou estranho. Na realidade, os gráficos são bonitos, principalmente após as últimas atualizações que poliram mais o jogo, acrescentaram mais detalhes ao mapa, deixando não somente os personagens, mas todo o mapa mais bonito também.

Passe de Batalha

No lançamento oficial do jogo, uma das novidades que chegaram foi o passe de batalha, trazendo 50 níveis por temporada para você jogar, completar missões, coletar EXP e receber como recompensa alguns itens como skins, moedas, cristais, cosméticos.

Existem duas formas principais para você comprar, por R$ 74,66 é liberado 3 passes de batalhas do ano de 2018 ou você pode pagar 500 cristais in game e liberar apenas o primeiro passe de batalha.

Também existe uma terceira maneira que envolve o passe de batalha. Por R$ 112,00 além de liberar os 3 passes de batalhas citados acima, você acaba recebendo também todos os campeões existentes e os futuros de graça, sem precisar compra-los in game com o dinheiro que recebe das partidas.

Bugs

Paladins infelizmente é muito conhecido também por seus bugs. O jogo sofre de alguns problemas leves que não atrapalham a experiência do jogador, mas também sofre com bugs que acabam com a vontade de querer jogar.

Um dos bugs que não atrapalha o jogo e acaba sendo divertido é onde uma das habilidades (o teleport) da Evie sofre um erro e você consegue ficar andando pelo mapa (sem pegar pontos, nem nada) enquanto está na contagem para a partida iniciar.

Porém, tem os bugs que te deixam irritado, como por exemplo, o jogo crashar no meio da partida e você não conseguir voltar, problemas nos servidores, o ping fica muito alto do nada e fica impossível de jogar. Às vezes acontece de alguém do seu time, ou pior, alguém do time inimigo o personagem ficar paralisado e você não saber se ele esta usando alguma habilidade ou não.

Eventos/Futuras Atualizações

Até onde temos informações, com o lançamento oficial do jogo, as atualizações devem acontecer com menor frequência do que era antes (duas atualizações por mês). Podendo ter mais tempo para criarem mais conteúdo e corrigir bugs.

Após a grande polêmica que a comunidade acusou o jogo de ter se tornado “pay to win” em uma das atualizações, a Hi-Rez vem tentando acertar no que trás para o jogo e aprender com os erros. A comunidade do Paladins felizmente é unida para tentar evitar que o jogo se torne algo ruim ou mais do mesmo.

Comunidade

A Hi-Rez tem um fórum onde você pode reportar bugs, dar dicas, conversar com outros players. Isso abre portas para o jogo não ficar sempre com as mesmas coisas. Além do fórum próprio, existem inúmeros Youtubers que focam seu conteúdo em Paladins, eles costumam dar dicas em seus vídeos de como jogar, tanto quanto opiniões sobre o jogo, fazendo crescer ainda mais o amor pelo jogo e atraindo mais público.

Nos últimos acontecimentos a Hi-rez tem dado bastante atenção para seus jogadores e tentando trazer o que o jogo precisava, mais modo de jogos, eventos, skins e menos campeões novos.

Uma parte da comunidade é unida e quer o melhor do jogo, só que tem o outro lado que não liga para nada, só reclama e o pior… Nas partidas acaba trollando e fica sem jogar o tempo inteiro, fazendo com que o time fique com um jogador a menos, o que tira a diversão total. Se você é esse tipo de pessoa, apenas pare com essas atitudes!

Muitos jogadores reclamam que ao reportar o jogador dentro do jogo e/ou por ticket no site da Hi-Rez, nada acontece com o mesmo. Infelizmente esse é um ponto extremamente negativo, pois os jogadores que querem se divertir, precisam aturar pessoas que só querem atrapalhar o jogo e não tem maturidade alguma. Esses jogadores trolls precisam começar a receber punições pelos seus atos! Já basta os bugs que atrapalham o jogo e ainda tem players que também querem atrapalhar? Ai fica complicado!

Aprenda a trabalhar em equipe

Os shooters modernos têm um problema grave, em especial aqueles que são multiplayer: os jogadores são estimulados a adotarem uma postura individualista. A ideia de Paladins, por exemplo, é que duas equipes de cinco pessoas se enfrentem para cumprir objetivos. É claro que será necessário matar oponentes, independentende do modo de jogo. Afinal, é e sempre vai ser um jogo de tiro.

O problema é que muitos jogadores, principalmente os iniciantes, querem “mostrar serviço”. Na tentativa de não serem newbies, acabam apelando para um estilo Rambo. Disparam tiros e caçam os inimigos pelos mapas de forma descontrolada. Em 99% das vezes acabam mortos, deixando os companheiros na mão.

Por isso o melhor é sempre trabalhar em equipe. São cinco componentes em cada time, e o seu objetivo primário é encontrar o seu lugar e a sua função nesse grupo. Esteja preparado e com sede para matar, mas faça isso apenas se for mesmo necessário e de forma estratégica.

Entenda os modos de jogo

Paladins tem basicamente três modos de jogo: Cerco, Chacina e Mata-Mata. Cada um tem seus objetivos próprios, exigindo dos jogadores formas diferentes de jogar. E isso é muito positivo! Dá dinamismo às partidas, permitindo que os players desenvolvam e apliquem várias habilidades.

A primeira dica do texto cabe muito bem aqui. O trabalho em equipe precisa ser voltado para o cumprimento imediato dos objetivos de cada modo. Eventualmente você acabará eliminando oponentes e ganhando pontos por isso, portanto não se preocupe. Os tiros que você dá precisam beneficiar a equipe, não só o seu progresso individual.

Cerco: esse é o modo principal. As duas equipes de cinco jogadores cada precisam somar 4 pontos em várias rodadas de jogo para vencerem a partida. Esses pontos podem ser obtidos de três formas: tomando controle do Ponto de Captura(1+), levando a Carga para a base inimiga (1+) e parando a Carga inimiga até que o tempo de levar a Carga termine (1+). Essa última forma só fornece ponto uma vez por partida para cada equipe.

Chacina: esse lembra muito um King of the hill. O objetivo é ganhar 400 pontos antes da equipe adversária ou obter mais pontos em 10 minutos. Para isso, deve matar os inimigos ou controlar a grande área no centro do mapa.

Mata-Mata: semelhante à Chacina, aqui o objetivo é chegar a 40 mortes antes do inimigo. Aqui sim o seu maior objetivo é sair dando tiro em todo mundo.

Saiba as funções das classes de Campeões

Como todo bom shooter no estilo MOBA, Paladins conta com classes de personagens. Elas são muito importantes por darem uma base de estilo de jogo aos players. Digamos que cada classe tem uma função pré-estabelecida nas arenas de batalha. Mas não necessariamente é preciso seguir isso à risca, visto que todos os Campeões funcionam muito bem em outras funções que não as suas de origem.

Confira o que cada classe faz

Tanque: é conhecida como a linha de frente do grupo. Seus Campeões são mais robustos, levam menos dano e têm as funções de assegurar os objetivos conquistados e de proteger os demais jogadores da equipe.

Suporte: essa é a classe mais versátil do jogo. Tem utilidade tanto ofensiva quanto defensiva. Eles acompanham os jogadores ofensivos e mesmo os Tanques, de modo a regenerar suas vidas.

Flanco: quem pertence à classe Flanco é mais leve e mais rápido. Sua função básica é ofensiva, mas estratégica, já que vai por trás e pelos lados do inimigo para dar-lhe dano de surpresa.

Dano: já a classe Dano é quem tem mais poder de fogo em Paladins. São os responsáveis ofensividade maior na equipe.

Importante: Felizmente o balanceamento do jogo sempre acontece em alguma atualização, ou seja, o dano de alguma arma pode mudar, pode existir algum re-work de alguma habilidade e o valor da vida de algum campeão pode ser modificado. É necessário prestar atenção nessas mudanças para sempre saber qual campeão e/ou classe usar.

Primeiro escolha a classe, depois o Campeão

No total, entre personagens que já vêm com o jogo e aquelas que podem ser obtidas depois, são 41 Campeões. Jogar com todos pelo menos uma vez é complicado, já que as opções são muitas. Além disso, a maioria precisa ser adquirida por algum tipo de compra, o que nunca é algo divertido.

Mas é importante que você tenha um Campeão favorito. Em Paladins cada uma dessas 41 personagens tem armas, habilidades e talentos únicos. Tudo isso faz diferença, sim, na hora do gameplay. Não adianta: jogar com Lex é uma coisa, jogar com Bomb King é outra.

Para facilitar sua escolha, pense primeiro na escolha da classe. É possível saber com qual estilo de jogo você se identifica mais. Escolhido isso, dentro da classe comece a experimentar Campeão por Campeão. Veja se suas habilidades, se a arma que usa, se o Ultimate é do seu agrado. Somente se sentindo confortável no controle da personagem é possível fazer boas partidas.

Use a elevação do relevo a seu favor

Os mapas de Paladins não são enormes, mas também não são pequenos. A amplitude de espaço de ação faz com que sempre haja aquela dúvida a respeito de onde virá o próximo ataque. Por isso o que muitos jogadores mestres fazem é usar o relevo a seu favor.

A ideia não é atuar de camper, mas sim ter maior cobertura. Lugares altos sempre são os melhores locais para se proteger dos inimigos. Você reduz o espaço de ação deles ao confinar-se em um espaço menor e coberto. Ao mesmo tempo você também ganha um espaço de ação menor, que pode facilitar eliminações de inimigos.

Não esqueça das cartas

O grande diferencial de Paladins em relação a outros shooters é a inclusão do sistema de cartas no jogo. Cada Campeão tem a sua disposição uma coleção de cards modificadores. Eles alteram atributos e habilidades dentro das partidas, muitas vezes modificando quase por completo o estilo de jogo da personagem.

Entender o que cada carta pode fazer pelo seu Campeão é muito importante. Não só porque pode permitir a você jogar de forma única em relação a outros players, mas também porque isso certamente facilitará sua vida nos combates.

Todos os Campeões vêm com um loadout, um conjunto de cartas, pré-estabelecido. O jogador pode mudá-lo sempre antes de cada partida, mas nunca no meio de uma. As combinações são muitas, os tipos e os níveis de cards também. Invista um tempo em analisar esses itens se quiser melhorar seu nível de jogo.

Cartas Lendárias

As Cartas Lendárias funcionam como uma habilidade especial. Cada campeão começa com uma carta pré-definida, e as outras podem ser compradas com Essência (semelhante aos baralhos). Ela deve ser selecionada no início da partida, antes de selecionar o baralho, e não pode ser trocada durante a partida.

Cartas Temporárias

Durante uma partida, você ganhará Créditos por realizar várias tarefas (capturar um objetivo, matar um oponente etc.). No início de cada rodada, você pode usar os Créditos para comprar Cartas Temporárias ou Itens (Burn Cards), o painel é acessado com a tecla “i”. Essas cartas podem te ajudar em coisas como reduzir a capacidade de cura do inimigo, fazer mais dano em escudos, e muito mais!

Você ganha mais créditos ao fazer atividades de acordo com a sua classe, por exemplo, Linhas de Frente ao capturar o objetivo, Suportes ao curarem um aliado, Flancos por fazerem eliminações pelas costas, etc.

Você pode ter no máximo quatro cartas temporárias, uma de cada categoria, e aumentar a efetividade delas gastando mais créditos. Elas expiram depois que a rodada termina no modo Carregamento.

Compras

É possível obter alguns items por meio de compra dentro de Paladins, com as moedas de ouro. Para comprar Skins (aparências) de vestimentas e armas, é necessário escolher o Campeão que deseja customizar na aba Campeões ou ir na aba Loja. O ouro também é usado para desbloquear Campeões e comprar Baús Radiantes. Você obtém ouro ao completar partidas (se sair vitorioso, ganha mais ouro) e ao subir o nível de Maestria de campeões. Alguns itens também podem ser comprados com Cristais , que são obtidos em recompensa de login diário ou comprando com dinheiro real. Existe também o Pacote de Fundador (pago com dinheiro), que desbloqueia todos os campeões atuais e futuros, e garante cristais e roupas exclusivas, além de uma Melhoria de Conta de um mês (que pode ser comprada separadamente com cristais). A Melhoria dá o dobro de Experiência e Ouro no final das partidas e ao subir de nível.

Baús

Ao subir de nível na sua conta de Paladins, você ganha um Baú Radiante. Nesse baú vêm 3 itens (4 se você tiver a Melhoria de Conta ativada), que podem ser: cartas, emotes (ativados na tecla B durante a partida), roupas, sprays, Essência e poses de melhor jogada.

O Baú Radiante também pode ser comprado com ouro. Existem outros tipos de Baú: o Baú Colossal garante uma customização de personagem de raridade Exclusiva ou Rara, mas vem um item por baú. Existem outros baús com pacotes de customização para um personagem apenas ou customizações eventuais, que irão sair do jogo em breve.

Maestria

Cada vez que você joga com um Campeão, dependendo do seu desempenho, você obtém pontos de maestria. Os pontos de maestria aumentam o nível de Maestria no campeão. As maestrias dão recompensas de Ouro ou Baú Radiante, e em níveis mais elevados desbloqueiam as Recompensas de Maestria (skin, spray, pose e emote).

Conquistas

As conquistas são tarefas específicas que lhe garantem uma insígnia ao completá-la. Algumas possuem níveis (como as conquistas de Maestria), outras são únicas (como a conquista Boom Head Shot).

Sprays

Sprays são imagens que são desenhadas ao pressionar T mirando em uma parte do mapa dentro da partida. Além do spray padrão, com o logo do Paladins, você pode ganhar sprays específicos de cada personagem nos Baús Radiantes e Colossais, ou em baús de pacotes de customização. Os sprays de baús radiantes e colossais vêm com uma carta dourada, e o spray é a arte dessa carta. Os sprays de cartas só podem ser usados com o personagem que possui aquela carta.

Títulos

Os títulos são frases que aparecem abaixo do seu nome durante o lobby de uma partida. Os títulos podem ser obtidos ao chegar na maestria 20 com algum campeão, e selecionados em seu perfil (acessado ao clicar no retângulo superior direito com suas informações). Em breve novos títulos poderão ser obtidos de outras maneiras.

Referências:

Gamers Game, Amino Apps, LigadosGames, wikipedia.

World of Warcraft

World of Warcraft (também conhecido pelo acrônimo WoW) é um jogo on-line do gênero MMORPG, desenvolvido e distribuído pela produtora Blizzard Entertainment e lançado em 2004. O jogo se passa no mundo fantástico de Azeroth, introduzido no primeiro jogo da série, Warcraft: Orcs & Humans, lançado em 1994.

É considerado o mais popular MMORPG de todo o mundo, tendo chegado a ter 11 milhões de jogadores ativos no ano de 2010. Em 2016, contava com 5 milhões de jogadores regulares.

Joga-se com um programa cliente ligado a uma rede de servidores. Existem servidores para atender Estados Unidos, Oceania, Europa, Rússia, China, Coreia do Sul, Taiwan, Sudeste Asiático, Brasil e América Latina. O acesso aos servidores requer uma chave original e é pago mensalmente, mediante assinatura com dinheiro real ou com ouro conquistado dentro do jogo. A partir de julho de 2011, o jogo também passou a ser distribuído sem custos por meio da versão Starter Edition, que pemite ao jogador ir até o nível 20 de personagem dentro do jogo.

A Criação do Herói

Ao entrar no jogo pela primeira vez, você precisa criar um personagem. Ele será seu avatar no mundo de World of Warcraft. Primeiro você deve escolher uma raça (que determina a aparência do seu personagem) e então uma classe (que determina o que o seu personagem pode fazer).

Qualquer que seja sua espécie, é possível escolher entre personagens masculinos ou femininos, e então determinar qual será sua classe entre as opções disponíveis para cada herói. Bruxos, magos e druidas são mais indicados para os jogadores que curtem utilizar bastante magia, enquanto Guerreiros são a opção padrão para embates de curta distância.

A Barra de Ações

Para que seu personagem faça coisas legais, você precisa usar a Barra de Ações, na parte inferior da tela. Cada espaço da barra padrão corresponde a uma tecla. Para ativar uma habilidade, pressione o botão correspondente no teclado. Simples!

O Grimório

O Grimório ajuda você a controlar suas habilidades. Acesse seu grimório pressionando a tecla P. Agora você pode ver todos os feitiços e habilidades do personagem e arrastar habilidades do Grimório para a barra de ações para facilitar o acesso. 

Tipos de Recursos

Usar habilidades tem um custo para o seu personagem. No jogo, isso se reflete no fato de que as habilidades gastam o recurso que seu personagem tem para usar com feitiços e habilidades. Entender bem o recurso específico do personagem e saber como conduzir os ataques é o que distingue veteranos de novatos. Por exemplo, Magos têm um recurso chamado Mana. Cada feitiço que lançam custa Mana, e, quando o recurso acaba, o Mago tem que esperar até que ele seja reabastecido. Ladinos usam energia em vez de mana. Energia é restaurada rapidamente, mas também se gasta depressa, o que dá ao combate dos ladinos um ritmo todo próprio. Guerreiros usam raiva para energizar ataques especiais. A raiva aumenta à medida que o guerreiro causa e recebe dano, e algumas habilidades de guerreiro geram mana em vez de consumir. Experimente classes diferentes para se acostumar com os tipos de recursos!

Iniciando Missões

Ao entrar no mundo, você encontrará outros personagens com um “!” amarelo em cima da cabeça. Sempre que vir um personagem assim, significa que ele precisa da sua ajuda com uma missão! Fale com ele clicando com o botão direito no personagem. Ele oferecerá uma ou mais missões no diálogo de missões. Se você clicar em Aceitar, a missão será acrescentada ao Registro de Missões do seu personagem.

Rastreamento de Missões: Você tem uma novo amigo de infância. O nome dele é M, e ele é a tecla que você pressiona para fazer surgir o mapa. Suas missões ativas serão destacadas no mapa; se você clicar em um dos destaques, ela ficará marcada no minimapa. Isso significa que você verá uma bússola apontando para o objetivo mais próximo E as regiões relevantes para sua missão ficarão em destaque. Muito conveniente!

Entregando Missões: Depois de completar todos os objetivos da missão, você deverá entregá-la e coletar sua recompensa. Veja a descrição da missão no Registro de Missões quando for entregá-la. Muitas vezes você terá que falar de novo com o personagem que lhe deu a missão, mas algumas exigem que você viaje para terras remotas e viva novas aventuras.

Como chegar ao seu destino

Você vai notar que, quando o nível do seu personagem chegar ali na “adolescência”, as missões vão começar a mandar você para lugares completamente novos. Com tanta viagem prum lado e pro outro, conhecer Azeroth como a palma da mão vai economizar bastante tempo.

Usando o mapa: Seu mapa é muito útil nas missões, mas também é uma mão na roda para a orientação em geral. Sempre que se perder e não souber para onde ir, pressione M para ver a sua localização. Você pode encolher a janela do mapa para mantê-la aberta enquanto se anda por aí. Bem útil! 

Pedras de Regresso: Cada personagem começa sua aventura com uma Pedra de Regresso no inventário. Use-a para se teleportar de volta para a base de operações. Onde é que fica sua base? Bom, se você estiver em uma cidade com uma estalagem, fale com o estalajadeiro. Ele pode definir a sua posição como base para que, da próxima vez que usar a Pedra de Regresso, você volte para lá.

Rotas de Voo: Não há melhor maneira de viajar que pelos ares. Os maiores povoados são ligados por uma grande rede de rotas de voo. Tudo o que você precisa fazer para se deslocar entre dois lugares conectados pela mesma rota de voo é falar com um Mestre de Voo e selecionar seu destino. Por um pequeno preço, ele permitirá que você voe aonde desejar.

Segue o barco: Se você pretende viajar entre continentes, não há nada melhor que ir de navio. A Aliança oferece passagens regulares para portos em Kalimdor, Azeroth e Nortúndria.

Zepelins goblínicos: Zepelins Goblínicos conectam algumas cidades da Horda da mesma maneira que os barcos. A vista é mais bonita, mas não é recomendável sair do zepelim antes de ele atracar em segurança no terminal (a não ser que você esteja de paraquedas, claro).

Portais: Portais são a melhor maneira de ir do ponto A ao ponto B. Ah, não precisa ter medo. É só um punhado de energia arcana rasgando o tecido do espaço-tempo e da própria realidade para economizar umas horas de viagem. O que poderia dar errado? Magos e engenheiros podem aprender a criar portais para locais específicos, e algumas cidades também são conectadas por portais.

Localizador de Masmorras

No nível 15, você ganha acesso ao Localizador de Masmorras, que permite entrar na fila para a masmorra de sua escolha. O Localizador de Masmorras reúne você e outros jogadores na fila para a mesma masmorra, forma um grupo e manda vocês para lá. Não existe maneira mais rápida de encontrar um grupo de masmorra que com o Localizador.

Elites e Chefes

Os monstros nas masmorras são mais resistentes do que os bichos que você encontra por aí. É preciso trabalhar em equipe para matá-los, então vá com uma. Você também encontrará chefes nas masmorras. Esses monstros são MUITO mais fortes e costumam exigir estratégia para serem derrotados (por acaso, esses monstros também deixam os melhores tesouros).

Regras da Masmorra

Eis algumas regras simples para ter sucesso numa masmorra.

Verificação de missões: Certifique-se de que todos tenham as missões certas e compartilhe as missões quando necessário.

Chamada de funções: Todos precisam estar cientes de suas funções (ver anotação sobre funções acima). Se você não souber o que deve fazer, pergunte.

Tanques: Espera-se que você inicie os combates. O ideal é que ninguém ataque os monstros antes de você.

Curadores: Avise ao Tanque quando você precisar sair de combate para recuperar mana.

Causadores de Dano:  Espere os Tanques começarem o combate antes de atacar.

Mantenha a calma: Masmorras podem ser difíceis. Se todos em um grupo morrerem (o que chamamos de derrota ou “wipe”), não se culpe (e, mais importante, também não culpe os colegas). Erros acontecem. Basta ressuscitar e tentar de novo.

Jogador x Jogador

Depois de provar que é capaz de derrotar monstros, dê uma olhada no conteúdo Jogador x Jogador (JxJ) de World of Warcraft. Lute em uma Arena pela glória e emoção da batalha, enfrente inimigos nos Campos de Batalha, onde estratégias e trabalho em equipe são tão importantes quanto reflexos rápidos e habilidade, ou procure um dos grandes locais JxJ do Mundo e espalhe um pouco de caos.

Comandos úteis e divertidos

Independente do personagem escolhido e de qual ponto do mapa começou sua aventura, é importante lembrar que as habilidades dos heróis em WoW Classic são ativadas por um sistema de cooldown, ou seja, cada golpe possui um período de tempo próprio até poder ser reutilizado. Na parte inferior da tela é possível ver quais são suas habilidades atualmente equipadas, e é preciso clicar nelas para ativá-las em combate.

Rode sua câmera e campo de visão segurando o botão esquerdo do mouse e deslocando o cursor para onde quiser olhar. Para iniciar uma luta, clique em um inimigo com o botão direito do mouse, mas certifique-se de estar em um ângulo onde os golpes possam acertá-lo, com um personagem de frente para o outro. Nos momentos de calmaria, você também pode se divertir apertando enter para abrir o chat, e então digitando comandos clássicos como “/dance” para fazer uma dancinha engraçada, ou então “/flirt” para cortejar outros personagens.

Dicas para subir de nível rapidamente

Como todo bom MMORPG, WoW Classic possui bastante grinding e é preciso gastar dezenas de horas subindo de nível para poder habilitar as missões mais desafiadoras e explorar os ambientes mais inóspitos. A boa notícia é que quase todas as suas ações no jogo são convertidas em pontos de experiência, desde matar inimigos até descobrir novas áreas no mapa. Na hora de grandes andanças, aperte a tecla “num lock” para fazer seu personagem andar automaticamente.

Converse com todos os personagens que tiverem um ponto de exclamação amarelo sobre suas cabeças, pois eles podem habilitar novas missões. Aceite as quests, pois completá-las rende valiosas recompensas. Não tenha medo de andar até locais ainda não explorados, e lembre que é possível apertar M para abrir seu mapa a qualquer segundo. É uma boa ideia fugir de feras com nível muito acima do seu, mas você pode vencer com relativa tranquilidade inimigos com um ou dois níveis acima do seu, então aproveite para ganhar muita experiência às suas custas.

Colha muito loot

Inimigos caídos pelo mapa emitem brilho quando estão carregando itens que podem ser colhidos por seu personagem. Aproxime-se de seus corpos e clique neles com o botão direito do mouse para abrir uma nova janela, que mostrará quais itens podem ser obtidos. É preciso clicar nos ícones dos itens na nova janela para colocá-los em seu inventário manualmente, então não esqueça de fazer isso.

Com o tempo, naturalmente seu inventário ficará cheio. Nessas horas, visite qualquer cidade que tiver encontrado em suas aventuras e interaja com os vendedores nas lojas. Lá, você pode abrir seu inventário e selecionar os itens que deseja vender apertando o botão direito do mouse. Use sua verba para comprar itens e equipamentos ainda melhores do que seu arsenal.

Quais são as Profissões no World of Warcraft

Precisando forjar alguma arma?

Ou talvez se especializar em poções mágicas, saber como escrever pergaminhos mágicos, fazer armaduras, cuidar de ferimentos… nada disso vem de mão beija no WoW.

Para se especializar nisso tudo, você vai precisar de um profissional. Confira abaixo as principais profissões em World of Warcraft.

As profissões estão separadas em duas classes, primária e secundária.

Profissões Primárias

Alfaiates: São os responsáveis por produzir roupas e trajes através de tecidos.

Alquimistas: Criam misturas mágicas e poções especiais, tais como invisibilidade, resistência elemental, restauração de mana entre outros.

Coureiros: Transformam couro de animais em peças de vestuários.

Encantadores: Podem desencantar itens mágicos que estejam sobrando e usar o resíduo para melhorar permanentemente um equipamento.

Engenheiros: Se valem de inventividade para criar uma imensa (e, muitas vezes, aleatória) variedade de itens muito úteis.

Escribas: Melhoram as habilidades dos heróis através de glifos.

Esfoladores: São os responsáveis por tirar a pele e o couro dos animais.

Ferreiros: Responsáveis pelas armas e armaduras dos heróis.

Herboristas: Os responsáveis por colher e cuidar das mais variadas plantas úteis e poderosas que podem ser encontradas mundo afora.

Joalheiros: Responsáveis por liberar o surpreendente poder das pedras preciosas, criando jóias e berloques muito potentes.

Mineradores: Dizem que são os que mais trabalham, pois são os responsáveis por abastecer o caixa da cidade, buscando minérios úteis e valiosos, extraindo-os diretamente da terra com suas picaretas.

Profissões Secundárias

Arqueólogos: São responsáveis por vasculhar o mundo em busca de respostas e reminiscências misteriosas do passado.

Cozinheiros: São os responsáveis em alimentar toda uma cidade. Adoram fazer experiências com os mais diversos ingredientes de Azeroth.

Pescadores: Não é apenas uma prática para relaxar, mas sim para prover alimentos através dos mares e lagos por toda a Azeroth.

Médicos: Uma das profissões mais importantes, já que são os responsáveis por salvar muitas vidas em Azeroth, utilizando bandagens e antídotos para neutralizar venenos.

Como fazer

A parte mais importante do jogo, já que você vai precisar fazer dinheiro para sustentar a sua campanha, certo?

Para isso, você vai precisar do serviço de mineração. Três profissões dependem da mineração: Ferreiro, Joalheiro e Engenheiro. Os minérios extraídos podem ser usados ou vendidos.

Para você localizar locais de extração é super simples: no minimapa basta escolher a habilidade “Localizar Minérios“.

Quanto mais você exercita essa função, mas as suas habilidades aumentam e, com a habilidade cada vez maior, há a possibilidade de conseguir minérios mais raros e caros.

Vale lembrar que para começar a mineração, a profissão requer uma Picareta de Mineração.

Para fundir os objetos, basta ir a qualquer forja, disponíveis através do mapa.

Os minérios podem ser encontrados em quase toda Azeroth, embora algumas áreas sejam mais ricas em minerais do que outras.

Então basicamente, o caminho para a mineração começa em ativar a habilidade, localizar minérios em qualquer lugar do mundo.

A seguir, quando achar um ponto de extração, basta clicar no veio para extrair minerais, com a sua picareta de mineração

Depois de coletar a porção, você pode fundi-los ou vendê-los em qualquer forja.

Como construir seu império (Guildas)

Algo muito procurado e que gera muitas dúvidas no WoW Brasil são as Guildas.

Guildas são associações de pessoas com os mesmos interesses e que visa proporcionar assistência e proteção aos seus membros.

Mas o que fazer?

Se juntar a uma guilda com muitos membros, com poucos membros ou criar a própria?

Os players se dividem com relação à isso, mas existem algumas coisas que você precisa saber a respeito.

Algumas guildas florescem e prosperam enquanto outras murcham e somem. O sucesso ou o fracasso se deve, no final das contas, à maneira de formar a base da guilda.

A questão então é: O que fazer para criar essa fundação e montar uma guilda que resista às provações do tempo?

Se você optar criar uma guilda do zero, você vai ter um pouco de trabalho, pois precisará manter tudo organizado para conseguir atrair o maior número de pessoas possível. Por isso seja sempre receptivo com novos membros.

Saiba também designar jogadores de segurança para sempre haver alguém disponível para recepcionar os novos membros e tirar dúvidas, isso gera uma confiança maior e faz a sua guilda ser comentada e procurada por novos jogadores.

Além de estar sempre atento aos jogadores e premiar os mais ativos e antigos, participe frequentemente de chats e sempre esteja atento para resolver problemas entre os membros e esclarecer dúvidas.

Mantenha sua guilda sempre organizada e fique de olho para que os jogadores presentes nela possam tirar o maior proveito do jogo possível.

Por outro lado, nada te impede de entrar em uma guilda pronta.

Para te ajudar na escolha correta de qual entrar, siga as dicas acima e veja se o moderador segue todos os tópicos.

Não escolha a guilda por maior número de membros ou por ser a mais famosa, esteja atento para que você possa desfrutar do jogo sem dor de cabeça.

Como Ganhar Dinheiro no World of Warcraft

Se você tem pontos de experiência nas profissões de herborista, médico, esfolador, coureiro ou correlatadas, experimente vender materiais que você possui da sua profissão.

Uma outra alternativa é em Ashenvalle, onde existe Rotting Slime que deixa tesouros com algum valor.

Experiência 

Para você conseguir experiência de forma fácil e rápida, você simplesmente deve descansar! Isto irá duplicar a experiência ao matar inimigos.

Aliança

A Aliança possui 7 raças diferentes: Humano, Anões, Elfos Noturnos, Draenei, Gnomo, Worgen e Pandaren.

Raça dos Humanos

São os chamados “mocinhos” e fazem parte da raça mais populosa de Azeroth, tendo seu trono na cidade de Ventobravo.

O ponto de partida para quem joga com os humanos é na Floresta de Elwynn.

As classes disponíveis para os humanos são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Bruno e Guerreiro.

Raça dos Anões

Os anões são bravos, corajosos e destemidos.

São provenientes de Khaz Modan nos Reinos do Leste e possuem três clãs dentro do jogo: os Barbabronze, Martelo Feroz e Ferro Negro, cada um competindo pelo poder em Altaforja, local onde possuem o trono.O ponto de partida é em Dun Morogh.

As classes para os anões, são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Elfos Noturnos

Imortais e misteriosos.

Os elfos noturnos são de uma raça antiga e vivem em Darnassus, situados nos ramos da árvore mundial.

Era uma raça desconhecida até ter a árvore mundial sacrificada para parar o avanço da Legião Flamejante.O ponto de partida dos elfos noturnos é em Teldrassil.

As classes disponíveis, são:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino e Guerreiro.

Raça dos Draenei

Uma raça que foi praticamente dizimada durante a corrupção dos Orcs por Gul´dan, já que eles habitavam Draenor, terra natal dos Orcs.

Os Draenei são seguidores de Naaru e adoradores da Luz sagrada e, depois dos acontecimentos em Draenor, se estabeleceram em Azeroth. O ponto de poder dos Draenei é nas ruínas da nave Exodar.

O ponto inicial são Ilha Névoa Lazúli e Ilha Névoa Rubra.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Xamã e Guerreiro.

Raça dos Gnomos

Os gnomos têm sua origem na Vila da Gambiarra e, pelo nome de onde vieram, já dá pra notar um pouco a respeito da raça.

Eles gostam muito de tecnologia e tranqueiras. Devido a destruição de sua terra natal por Grão-faz-tudo-Mekkatorque em uma tentativa de salvá-la em uma invasão de um exército de Troggs, eles agora residem em Altaforja.

O ponto inicial é em Dun Morogh.

Possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Worgen

Uma mistura mortal de Homem e Worg.

Os Worgens surgiram depois de uma antiga maldição druídica sobre as pessoas de Guilnéas.

Depois de várias tentativas no desenvolvimento de uma cura, as pessoas infectadas de Gilneas conseguiram manter sua mente e consciência e foram empossados na Aliança para lutar contra a ameaça dos Renegados que devastam suas terras.

Alguns Worgens ainda vivem na capital de Guilnéas e outros no Carvalho Uivante em Darnassus. Seu ponto inicial é em Guilnéas.

Os Worgens possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Pandaren

Enigmáticos, famintos e amantes de uma boa briga. Essa é uma boa definição dos Pandaren.

São provenientes da Ilha Errante, onde são praticantes de artes marciais e lá também é o ponto inicial dos Pandaren no jogo.

Eles possuem as classes:

Caçador, Guerreiro, Ladino, Mago, Monge, Sacerdote e Xamã.

Horda

A horda também são está dividida em 7 raças, sendo elas: Orcs, Trolls, Elfos Sangrentos, Taurens, Goblins, Renegados e Pandarens.

Raça dos Orcs

Eram em sua origem uma raça de selvagens nobres até serem infectados com o sangue demoníaco de Mannooroth, o destruidor.

Fracassaram na Segunda Guerra e, após isso, tentam montar uma moradia em Azeroth. Eles residem atualmente em Orgrimmar, e o ponto de início das missões é em Durotar.

Possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Trolls

Existem diversas tribos de Trolls espalhados por toda Azeroth e seria impossível identificar todas, mas apenas uma tribo jurou fidelidade à horda, os Lançanegra.

Isso graças à ajuda que receberam do Orc Thrall, que os salvou de sua extinção. Eles atualmente vivem em Orgrimmar que também é seu ponto de início.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Druida/Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Elfos Sangrentos

Não lembram nem um pouco os elfos que já conhecemos. Essa raça é arrogante e eles fazem parte da Horda.

Fazem parte de uma facção dos extintos elfos nobres, separados da sociedade élfica restante; eles são também sobreviventes do ataque de Arthas a Luaprata.

Sua capital é em Luaprata e o ponto de início dos Elfos Sangrentos é na Floresta do Canto Eterno.

Suas classes são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Paladina, Sacerdote, Ladino, Bruxo e Guerreiro.

Raça dos Taurens

Os Taurens são conhecidos pela forte ligação com a natureza e pelo xamanismo.

Eles residem em Penhasco do Trovão e começam suas missões em Mulgore.

Os Taurens possuem as classes:

Cavaleiro da Morte, Druida, Caçador, Paladina, Sacerdote, Xamã e Guerreiro.

Raça dos Goblins

Uma raça que sofreu com muitas perdas e mortes por causa de traições internas.

Apesar de possuírem Porto Borranquilha, os Goblins não possuem mais uma capital em sua cidade natal, já que ela foi totalmente destruída. E o ponto de início é em Kezan.

As classes dos Goblins são:

Cavaleiro da Morte, Caçador, Mago, Sacerdote, Ladino, Xamã, Bruxo e Guerreiro.

Renegados

Os renegados ou mortos-vivos fazem parte de uma das raças mais sofridas do jogo, todos em Azeroth pedem a sua destruição.

Após o término da Terceira Guerra, com o fim do controle do Lich Rei sobre seus vastos exércitos, um contingente de mortos-vivos se libertou da vontade férrea de seu mestre.

A liberdade parecia uma bênção, mas a memória dos horrores cometidos em nome do Flagelo logo ressurgiu para atormentar os outrora humanos.O ponto de início das missões dos Renegados é em Clareiras de Tirisfal.

As classes disponíveis são:

Monge, Cavaleiro da Morte, Mago, Sacerdote, Ladino, Bruxo, Caçador e Guerreiro.

Pandarens

Enigmáticos, famintos e amantes de uma boa briga.

Essa é uma boa definição dos Pandaren. São provenientes da Ilha Errante, onde são praticantes de artes marciais, e alguns de sua raça decidiram se unir a Horda.

Eles possuem as classes:

Caçador, Guerreiro, Ladino, Mago, Monge, Sacerdote e Xamã.

Desenvolver personagem

Se você é guerreiro ou paladino, una o útil ao agradável. Escolha o trabalho de ferreiro, isso vai aumentar seus pontos de experiência.

Assim como magos, bruxos, warlocks e xamãs escolherem habilidades de cura.

Referêncaias:

World of Warcraft, Tec8, Techtudo, wikpedia.

Hunt: Showdown

Hunt: Showdown é um próximo jogo em desenvolvimento e será publicado pela Crytek. O jogo estava originalmente em desenvolvimento na Crytek USA, que desejava criar um sucessor espiritual para Darksiders – uma série de videogames desenvolvida por seu antecessor, Vigil Games – sob o título Hunt: Horrors of the Gilded Age. Após o anúncio inicial em junho de 2014, a Crytek USA foi fechada devido a problemas financeiros e o desenvolvimento foi levado para a sede da Crytek. O jogo, sob o novo título Hunt: Showdown, foi re-anunciado em maio de 2017. Hunt: Showdown foi lançado no Steam no acesso antecipado em 22 de fevereiro de 2018, e para o Xbox Game Preview em 29 de maio de 2019. O lançamento completo do jogo está previsto para ser lançado em 27 de agosto de 2019, para o Microsoft Windows e Xbox One, com lançamento previsto para o PlayStation 4 uma época posterior do ano. 

Origens

Hunt Showdown nasceu há alguns anos, ainda em 2014, com o nome de Hunt Horrors of the Gilded Age. O título seria um derivado da série Darksiders, mas de tiro. A ideia era expandir a saga com outros personagens e cenários, mas o projeto acabou engavetado com o encerramento da co-produtora Vigil Games.

Contudo, Hunt Showdown ressurgiu em 2017, já com o novo título, além de uma nova premissa e um tema similar ao de Velho Oeste. O mais provável é que nada do original tenha se aproveitado, a não ser pela ideia de trazer um título de tiro em primeira pessoa com conceitos “inéditos” no mercado.

O que é Hunt e como funciona?

Hoje, Hunt Showdown é um título de tiro em primeira pessoa com elementos de horror. Não há uma história predefinida e todas as partidas são online, com cooperação e competição. Até cinco duplas de jogadores participam de uma rodada, que tem a missão de eliminar uma grande criatura no mapa, o chefão.

A tarefa, porém, não é tão simples. Cada dupla pode seguir seu próprio caminho, unindo-se ou matando uns aos outros. O problema é que o enorme mapa também está repleto de inimigos menores – zumbis, criaturas deformadas, animais contaminados – que vão te dar muito trabalho ao longo de cada caçada. Para isso, você também conta com uma variedade de armas de fogo, incluindo explosivos.

A sobrevivência é um ponto alto em Hunt Showdown, já que a ameaça pode vir de qualquer lado. Encontrar o chefão também não é tarefa fácil: o jogo não tem progressão linear, o que te impede de seguir o mesmo caminho sempre – até por conta do estilo de mapa, que não é tão fácil de memorizar ou lembrar.

Para encontrar o chefão, os jogadores precisam caçar pistas e elas sempre estão acompanhadas de inimigos comuns ou em locais de difícil acesso. É preciso também atualizar o mapa, coletando itens pelo caminho, para que você tenha mais dados e informações para visualizar. E, mesmo após eliminar o boss, ainda é preciso tomar cuidado com os outros participantes.

Novo, mas nem tanto

Quando usamos as aspas em “inédito”, mais acima, é por conta da jogabilidade de Hunt Showdown. O jogo é novo, mas nem tanto. Há porções de outros games aqui ou ali, como PUBG, Left 4 Dead e Bloodborne – seja em elementos de controles direto, estilo das partidas ou na estética. O que Hunt Showdown traz de novo à fórmula parece ser seu apelo à cooperação, já que você tem apenas um parceiro com quem contar.

É normal que jogos de sobrevivência, no estilo PUBG, removam ameaças naturais presentes nos mapas, como zumbis, em prol de se focar apenas no tiroteio entre jogadores. Porém, Hunt Showdown tenta dar um valor a mais para as criaturas, tornando-as realmente ameaçadoras e dignas de atenção dos participantes.

Hunt Showdown ainda não tem previsão de lançamento, mas deve ser disponibilizado no Steam com o modelo “free to play”, ou seja, gratuito para jogar. A primeira versão do game estava programada para chegar ao PS4 e Xbox One, mas esta edição tem previsão de ser lançada apenas no PC, por enquanto.

Entendendo o game

Hunt: Showdown não possui quaisquer tutorial interativo. Basicamente você é um caçador que deve ir atrás de sua recompensa. Assim como caçadores de recompensas, você possui um alvo e consequentemente uma recompensa. No entanto, da mesma forma que existe seu interesse, outras pessoas também possuem. É aí que a ideia do jogo fica mais interessante e se destaca no meio dos lançamentos. O jogador inicialmente deverá contratar um caçador dentro das opções que o game te permitir. Cada caçador traz um diferencial.

A criatura

Inicialmente você irá escolher o seu contrato no menu principal. Ele indicará o que você deverá caçar e em qual local e situação. Hunt: Showdown te coloca em um mundo macabro e sombrio onde é dominado por criaturas e monstros hostis e perigosos. Seu alvo consequentemente é uma temível criatura na qual deve ser morta e banida para o inferno. Para encontrar o seu alvo o caçador deverá ir atrás de todas as pistas espalhadas no mundo sandbox. Ao longo desta busca, você poderá encontrar criaturas que habitam o local e até mesmo outros jogadores.

Recompensas e perigos

É possível procurar por suprimentos ao decorrer dos seus objetivos como munição para suas armas. A quantidade de munição no game é escassa e necessita que o jogador faça as balas valerem a pena. Sobretudo, banindo a criatura do contrato, você deve coletar a recompensa e ir em direção ao local de fuga para conseguir a vitória.

Entretanto, cuidado ao coletar e até mesmo encontrar a criatura depois de todas as pistas. Da mesma forma que seu mapa atualiza com a posição do alvo, os demais jogadores também ganham o benefício. Apesar de estarem contra um ao outro, a coleta de pistas é coletiva e todos conseguem ver o progresso. Todos os jogadores também ficam informados da morte da criatura e de seu banimento.

Desbloqueie ferramentas. Evolua. Lute novamente.

O slogan do game é por si só uma dica. Assim como em Dark Souls, se você quiser possuir o melhor equipamento e ser o melhor caçador, precisará evoluir. Essa evolução não acontece naturalmente e vai necessitar da sua atenção. A morte é permanente e fará com que você perca seu caçador e todo level adquirido. Isso pode ser um grande atraso para o seu progresso e perderá um caçador forte, então NÃO MORRA.

Para desbloquear novas armas e ferramentas, o jogador precisa de caçadores e armas melhores. Para conseguir caçadores melhores, é necessário um alto rank de conta. Isso indica que você possui experiência e passará a ter melhores opções. Subir de rank também desbloqueia novas armas e equipamentos.

No entanto, o level de caçador é de importância também. Com a evolução de um hunter o jogador poderá melhorar aspectos do personagem.

Táticas para evoluir facilmente

Uma das melhores formas para evoluir seu hunter é obter XP por meio das criaturas que habitam o mundo. Você entra no jogo, mata uma certa quantidade de criaturas espalhadas pelo local e foge. Enfrentar o alvo pode ser perigoso a ponto de encontrar outros jogadores e até mesmo não ser capaz de cumprir a missão. A morte é permanente, então todo cuidado é pouco! Faça isso várias vezes até obter um bom level de caçador. Conseguindo level alto com determinado caçador, você pode aposenta-lo. Isso converterá toda experiência dele em XP para o seu rank de conta.

Jogue com amigos

Entrar sozinho no jogo não significa que estará contra outros players solos. Hunt: Showdown mistura jogadores solos e duos em uma mesma partida. Jogadores que possuírem amigos ao lado terão a vantagem de não morrer diretamente. Você poderá ser levantado após um adversário te derrubar durante um conflito. Por outro lado, se você foi o jogador que derrubou um adversário, jogue flare ou queime o corpo do inimigo. Isso faz com que a barra extra de vida diminua rapidamente e por consequência, saiba se ele está jogando com outro player. Jogador que estiver caído e sendo queimado pelo flare ou fogo, começará a gemer.

Áudio 3D

Isso não é novidade para quem é gamer. Jogar o novo game da Crytek de fone de ouvido é fundamental. O título recebeu a tecnologia binaural 3D sonora. Uma técnica que é capaz de criar um legitimo áudio tridimensional. Graças a isso, você conseguirá saber direções de conflitos, criaturas e muito mais.

Cace ou seja caçado!

Certamente caçar a criatura do objetivo lhe concede mais XP, por conta de todas suas atividades realizadas. No entanto, é muito mais difícil e exige que o jogador já possua alguma experiência e familiaridade com as mecânicas. Isso te traz uma segunda opção de gameplay, onde você caça o caçador. Você pode aguardar um player fazer o “trabalho sujo” e inesperadamente realizar um ataque quando estiver fugindo. Em suma, elimine-o e roube a recompensa!

Banimento

O momento em que você manda a criatura para o inferno é a mais tensa do jogo. Uma vez que banir a criatura não é instantâneo e leva alguns minutos para poder pegar a recompensa e fugir. Esse processo ao se iniciar faz com que os jogadores saibam, atraindo todos ao local onde você está. Se preparar para este grande momento necessita que você se prepare psicologicamente. Jogadores podem surgir de qualquer canto do local e a melhor coisa a se fazer é fechar todas as entradas e saídas que tiver ao redor. Acima de tudo, se estiver jogando com amigos, planeje com ele para marcar diferentes cantos da área para assegurar que não sejam mortos.

Caçadores (Hunters)

Você começa o jogo com $666, e esse dinheiro será usado para contratar Hunters e comprar equipamentos. Antes de entrar em uma partida você deverá contratar um Hunter. 
Você sempre terá uma pool de 4 Hunters para contratar, e cada vez que completar uma partida (perdendo ou ganhando) será possível “Re-Rolar” os Hunters.
Cada Hunter terá um nome aleatório, equipamentos aleatórios e aparência aleatória, mas a qualidade dos Hunters que podem ser selecionados variam de acordo com o nível do seu Rank.
Eles são divididos em Tiers 1 – 3:
Rank 0-32 – Aparecerão Hunters de Tier 1
Rank 33-66 – Aparecerão Hunters de Tier 2
Rank 67+ Aparecerão Hunters de Tier 3
Caso você não tenha dinheiro suficiente para contratar um Hunter, você deve vender todos os seus equipamentos que tiver no seu inventário, e se mesmo assim não conseguir o dinheiro, será oferecido a você um Hunter de Tier 0 e Level 0 (gratuito), que não poderá receber upgrades até este Hunter chegar no level 2.

Monstros

The Grunts

Zumbizinho. Estes monstros são os “zumbis” básicos do jogo, fáceis de matar, de preferência mate usando melee, atraindo menos a atenção de outros jogadores. 
Alguns podem aparecer usando armas, ou pegando fogo, fazendo com que seu personagem se queime ao chegar perto deles. 1 hit na cabeça é kill na certa.

The Hives

Uma mulher abelhuda. O corpo dela é infestado com insetos venenosos. Se você for visto por ela a uma certa distância, ela irá lançar os insetos em você, causando dano de veneno, drenando sua vida, mas que pode ser curado rapidamente utilizando uma siringa de antídoto. (O único monstro com ataque a distância no jogo) 
O jeito mais fácil de matar ela é atirando na cabeça dela que fica ao lado do corpo.

The Armored

Bombadão. Eles são grandes, rápidos e resistentes. Quando você é visto por um, ele irá correr atrás do seu personagem e atacar, causando um dano considerável. 
Para matar um cara desses são necessários diversos tiros na cabeça (de preferência), porém caso um comece a correr, você pode atirar nas pernas, fazendo com que ele corra mais devagar, assim, ganhando tempo para ter uma estratégia melhor. Ele irá cair algumas vezes quando levar tiros, porém poderá se levantar. Tome cuidado com este monstro. 

The Hellhounds

Os cachorrinhos do capeta. Pequenos, rápidos e perigosos. Geralmente andam em duplas, mas podem estar em bandos. Fáceis de matar com uma shotgun (quando próximos) ou com rifles a longa distâncias. Eles causam um dano alto e podem causar sangramento. É possível matá-los utilizando melee, porém caso você erre o ataque, estará morto logo em seguida.

The Meatheads

Um bichão. No lugar de uma cabeça há lesmas que vão sair do corpo dele para atacar os caçadores. Eles absorvem bastante dano antes de morrerem. Porém as lesmas são facilmente mortas com um tiro de shotgun. Mas cuide com muitas lesmas juntas, pois são perigosas. Algo efetivo contra esse monstro são molotovs e os lampiões. Use com sabedoria.

Experiência

Quantidade de XP
Grunt: 10XP por kill
Hellhound: 20XP por kill
Hive: 30XP por kill
Armored: 60XP por kill
Meathead: 100XP por kill
Spider: 250XP por kill
Butcher: 250XP por Kill
Hunters: 150XP por kill
Parceiro: 500XP 
Banir Spider: 350XP
Banir Butcher: 350XP
Encontrar uma Pista: 100XP cada
Encontrar o boss Spider: 200XP
Encontrar o boss Butcher: 200XP
Extração com a reconpensa(Solo): 400XP

Dicas de Gameplay

Teclas e atalhos

Embora pareca óbvio para alguns, na primeira vez jogando Hunt, algumas coisas podem ser confusas, por exemplo: para utilizar ataques melee pode ficar com qualquer arma equipada e usar o botão esquerdo do mouse. Um clique é um ataque “básico” e se segurar o ataque será mais forte (consome mais stamina).
Há dois modos de mira, o que aparece o crosshair (apenas segurando o botão direito do mouse): E o modo ADS -Aim Down Sights- para um tiro mais preciso (segurar o botão direito + tecla SHIFT): A Lanterna do jogo é um equipamento, geralmente está no slot 3 do personagem, mas você pode alterar o slot no menu do Hunter, para ativar a Lanterna basta apertar a tecla 3 (ou outro, caso você tenha alterado).

Entendendo o Mapa e suas funcionalidades

No início do jogo ao apertar a tecla TAB assim que você verá seu mapa:
E os pontos mais importantes do mapa são: 

Pontos de saída

É o local de extração, a qualquer momento da partida você pode ir até um desses locais e sair do mapa com seu personagem, mesmo que não tenha matado o monstro. O XP que você obteve matando zumbis serão mantidos.
Em cada partida esses pontos são gerados em lugares aleatórios, então não precisa tentar decorar, apenas fique sempre atento à posição deles.

Pontos de suprimento

Assim como os pontos de saída essas carroças com suprimentos são espalhadas aleatoriamente em cada partida, neles você irá encontrar munição e itens de cura. 
Vale lembrar que cada caixa de munição pode ser usada apenas uma vez por jogador, por exemplo: Você abre uma caixa de munição, após isso você não poderá mais pegar munição/cura daquela mesma caixa, porém seu parceiro ainda conseguirá utilizar aquela caixa.
Possíveis locais onde você encontrará o Boss.
Esses locais serão sempre iguais, então vale a pena se esforçar para lembrar desses lugares, seus layouts, possíveis rotas para escapar de um player, etc…

Dark Sight e o Boss

Os Hunters tem uma habilidade especial chamada de Dark Sight, que é utilizada para localizar as pistas que levam ao covil do monstro. 
Pressionando a tecla E, você entra no modo Dark Sight, e as pistas aparecem com uma luz azul: Chegando mais próximo da pista, essa luz azul ficará mais intensa, chegando a piscar: 
Após pegar uma pista seu mapa é atualizado, exibindo apenas as áreas onde o Boss
pode estar. A cada pista o mapa reduz ainda mais, até mostrar apenas o covil do monstro:
Quando você descobrir onde o Boss está, se prepare para a batalha e boa sorte.

Escapando com a recompensa

Com o Boss morto, começará a fase de Banimento, quando isso acontece, o local do banimento é mostrado no mapa de todos os players vivos, mesmo que eles ainda não tenham encontrado todas as pistas. Você deve se preparar para se defender, enquanto a fase de banimento acontece.
Após concluída a fase de banimento, no corpo do monstro terá 2 Tokens de recompensa, um para você, e outro para seu parceiro. Só é possível carregar um Token, por isso há 1 para cada da dupla. 
Agora você deve correr para o ponto de extração e escapar com a recompensa, mas tem um detalhe: agora a posição de você e seu parceiro aparecem no Dark Sight dos outros jogadores através de relâmpagos, se tornando um alvo mais fácil, fique muito mais atento do que antes.

Extração

Ao chegar no ponto de extração, você precisará esperar 20 segundos para concluir a extração, caso seu parceiro esteja do seu lado, essa extração será um pouco mais rápida. E assim acaba sua partida.

Fatos Interessantes e Extras

Conseguindo Equipamento: O game limita a compra de equipamentos melhores baseado em seu rank. Você pode burlar isso fazendo uso do sistema de recrutamento.
Passo 1: Contrate um Hunter com o equipamento que você quer. (digamos que ele tenha uma pistola silenciada, e você gostaria de usar em outro Hunter).
Passo 2: Após contratar, remova o equipamento do seu novo recruta.
Passo 3: Aposente seu recruta.
Passo 4: Faça quantas vezes achar necessário.
Obs: Isso muitas vezes sai caro, então só vai valer a pena caso você queira algum equipamento que esteja bloqueado.

Geradores são usados para iluminar áreas específicas. (Não é muito útil durante o dia, porém pode ser usado para criar uma distração). Janelas e portas podem ser destruídas com ataques melee. Machados e marretas que você pode pegar durante o jogo, destroem a porta com apenas um hit, até mesmo as portas reforçadas. Atirar numa porta pode fazer ela abrir. Dito isso se você correr em direção a uma porta, e carregar um ataque melee, você irá abrir a porta muito mais rápido, do que fazer a ação de abrir porta.

Portas com uma tábua por perto, podem ser reforçadas. Se você estiver agachado quando abrir a porta, ela irá fazer menos barulho. Qualquer lampião no mapa, que pode ser acendido (não aqueles que você pode pegar), pode ser explodido com um tiro, como se fosse um molotov. Se você atacar um Armored na perna usando melee, vai quebrar a armadura, e fazer com que ele corra mais devagar. Barris vermelhos são explosivos quando você atira neles, e os amarelos espalham fogo.

Você pode apagar flares com tiro ou ataque melee. É possível subir em cima dos chiqueiros. Os cachorros dentro das gaiolas podem ser mortos com tiro, mas não com ataque melee. Bombas explosivas podem matar corvos (eles ainda fazem barulhos, mas é interessante). Em um ponto de suprimentos não é possível pegar munição de uma caixa que já foi aberta. Passar agachado pelas correntes que ficam suspensas ou os cacos de vidros, irá diminuir consideravelmente o barulho.

É possível atear fogo em um personagem caído, fazendo com que ele morra sem ter a chance de ser revivido. Existe um certo nível de “bullet penetration” no jogo, ou seja, você pode atirar em inimigos atrás de madeira. Quando as Hives são mortas seus insetos morrem junto. Você pode curar seu parceiro usando um medkit. O chat de texto pode ser visto por players próximos, assim como o chat de voz.

Se tem um Hunter inimigo próximo ao seu ponto de extração, a contagem irá parar. Explosivos vão acionar outros explosivos que ainda não explodiram Pianos e Telégrafos podem ser acionados para fazer barulho, e são bem assustadores. O fôlego para corrida é diferente do fôlego do ataque melee, porém correr impede que seu folêgo para melee recarregue. Dá para saber que você está sem fôlego para corrida, quando seu personagem fica com a respiração mais pesada.

Animais não são “ativados” pelos zumbis, então caso você ouça cachorros, corvos, ou galinhas fazendo barulho, pode ter certeza que é um personagem inimigo. Você pode atirar nos interruptores de gaiolas, para fazê-las fecharem. Um bom meio para prender inimigos. Mirar usando apenas o botão direito é melhor do que mirar usando o SHIFT em curta/média distância, deixe para usar o SHIFT apenas em longa distância. Portas abertas usando ataques melees vão dar dano em qualquer um atrás da porta.

Referências:

Combo Infinto, Steam Community, Wikipedia, Techtudo.

Warcraft III

Warcraft III: Reign of Chaos

Warcraft III: Reign of Chaos (Warcraft: o Reinado do Caos), desenvolvido e lançado pela Blizzard Entertainment em 2002, e expandido em 2003 com Warcraft III: The Frozen Throne (Warcraft: o Trono de Gelo), é um jogo eletrônico de estratégia em tempo real com elementos de RPG, feito para PCs.

O Warcraft III apresentou uma mudança importante com relação às versões anteriores do jogo: unidades únicas, mais poderosas, chamadas “Heroes” (heróis). Um herói no jogo pode achar ou trocar itens mágicos para melhorar suas características e atributos, ao género dos RPGs. Os heróis podem também adquirir auras de proteção através de habilidades, que beneficiam unidades aliadas que estão próximas dele. Tal como nos RPGs, os heróis ganham experiência através de combate, subindo de nível, e desbloqueando novas habilidades ou melhorando aquelas que já possui.

Outra inovação são os creeps: criaturas controladas pelo computador, presentes mesmo em jogos multijogador. Eles guardam certas áreas do mapa. São aproveitadas para aumentar o nível do herói no início do jogo, já que ele ganha experiência e tesouros.

Warcraft III inclui um editor de mapas. Ele utiliza uma linguagem de script similar ao sistema de eventos de StarCraft, conhecido como JASS.

Warcraft III: The Frozen Throne

Em 29 de maio de 2002, a Blizzard anunciou que a expansão Warcraft III: The Frozen Throne “foi a ouro”, o que significa que o jogo foi preparado e enviado para a prensagem dos CDs. Foi lançado em todo o mundo e em várias línguas a partir de 1º de junho. Inclui um novo herói por raça, quatro campanhas, duas novas unidades por raça, cinco novos heróis neutros e algumas novas facilidades como enfileiramento de upgrades. Para jogar, é preciso possuir uma cópia do jogo normal, Reign of Chaos.

Periodicamente são lançadas novas versões de Warcraft III, inicialmente o jogo era vendido na versão 1.07, e a cada atualização são corrigidos erros de programação (“bugs”) e de balanceamento do jogo. São adicionadas também correções quase invisíveis no visual do jogo e novos capítulos da campanha dos Orcs (“The Founding of Durotar”).

A versão 1.26, lançada em 1 de março de 2011, essa versão é geralmente utilizada para partidas on-line do próprio Warcraft III, ou de mapas criados por terceiros, sendo o Dota All-stars o mais conhecido mundialmente. Essa versão apresenta diversas melhorias de balanceamento e algumas novas opções, como salvar replays automaticamente.

Em 4 de abril de 2017, a Blizzard decidiu atualizar o jogo mais uma vez, lançando a versão 1.28, adicionando várias atualizações importantes, além de balanceamentos. Essa atitude foi a marca de reavivamento da série pela empresa.

Em 21 de fevereiro de 2018, a Blizzard lançou uma nova atualização, com novas funcionalidades, suporte nativo para widescreen, suporte para jogos com até 24 jogadores e muitas outras coisas. Até o momento (07/05/2018), o jogo está recebendo atualizações constantes para que sejam corrigidos problemas das novas funcionalidades implementadas e que novas atualizações tenham várias novas.

Warcraft III: Battlechest 

A Blizzard lançou no mesmo ano do lançamento de Warcraft III: The Frozen Throne o pacote Warcraft III: Battlechest contendo o jogo Warcraft III: Reign of Chaos com sua expansão Warcraft III: The Frozen Throne.

Warcraft III: Reforged

Na BlizzCon 2018, Blizzard anunciou uma versão remasterizada de Warcraft III intitulada Warcraft III: Reforged, que contará com modelos de personagens refeitos e gráficos melhorados, para ser lançado em 2019. De acordo com o artista Brian Souza e o produtor Pete Stillwell, Reforged algumas partes do jogo serão mudadas para sincronizar com o que foi estabelecido em World of Warcraft. Blizzard também contratou o novelista Christie Golden que escreveu alguns livros sobre o universo Warcraft para garantir que a história dos jogos permaneça em sincronia entre os títulos, incluindo alguns retcons de alguns eventos do jogo e aumentando a participação das personagens Jaina Proudmoore e Sylvanas Windrunner, que se tornaram centrais na história de World of Warcraft. Stillwell também afirmou que Reforged vai balancear a jogabilidade.

Facções

As quatro facções do jogo têm vantagens diferentes, desde a maneira de coletar os recursos (Ouro e Madeira) até os tipos de unidades, que são únicas por raça. Várias características são similares aos atributos raciais das facções de Starcraft. Os Night Elves, por exemplo, lembram os Terrans no aspecto de que suas construções podem levantar e se movimentar; também lembram os Zergs devido ao trabalhador ser sacrificado para criar a construção. Os Undead, tais como os Zergs, também corrompem o solo com suas construções, e a maioria das construções só podem ser feitas no solo contaminado.

As raças

Humans

Os Humanos, lutam ao lado de elfos e anões, defendendo os reinos da Alliance (Aliança). Embora a Aliança esteja enfraquecida em consequência das sucessivas guerras, os cidadãos de Azeroth e Lordaeron ainda empunham suas armas contra os inimigos da Humanidade. Suas unidades em geral possuem boa defesa e unidades variadas e equilibradas. Seus trabalhadores podem construir em conjunto para concluir as construções mais rápido.

Orcs

Os Orcs que já cultivaram uma sociedade shamanista no mundo de Draenor, foram corrompidos pela magia da Burning Legion (Legião Flamejante) e aliando-se aos Trolls e Ogros formaram a Horde (Horda). Atraídos para Azeroth por um portão dimensional (o Dark portal) aberto por Medivh, O Profeta, a Horda foi manipulada contra os Humanos de Azeroth e Lordaeron, facilitando a posterior invasão da Burning Legion. Depois de vencidos os orcs que permaneceram em Azeroth eventualmente retornaram a suas tradições xamanistas sob o comando de Thrall. Fugindo para o continente de Kalindor eles se aliaram aos Trolls Headhunters e, em Kalindor, aos Taurens formando a Nova Horda. Os Orcs possuem as unidades mais caras e poderosas do jogo, investindo mais em qualidade do que em quantidade. Suas construções podem ser barricadas com espinhos que dão dano aos atacantes.

Undeads (Mortos-vivos)

A armada Undead, também conhecida por Scourge , é formada por mortos-vivos e almas amaldiçoadas. A Scourge foi criada pela Burning Legion para espalhar o terror no mundo antes da chegada da mesma. O comando da Scourge foi por muito tempo do Lich King, este teve Kel’Thuzad como seu braço direito por muito tempo. O atual portador do trono Lich king (que pertencia a Ner’zul) agora é de Arthas (o antigo príncipe Arthas filho do Rei Terenas Menethil II, príncipe coroado de Lordaeron e antigo Paladino da Silver Hand), ele ao subir os montes do leste em Northrend, o continente esquecido, fundiu-se com Lich King (Ner’zul (Frozen Throne), que estava perdendo seus poderes e assim fazendo com que Arthas também perdesse os seus) tornando a si mesmo um dos Reis e seres mais poderosos do mundo de Warcraft. Os Undeads utilizam de práticas necromancistas e os poderes elementais do norte gelado contra seus inimigos. Ao construir, o solo ao redor da construção é contaminado por Blight (Peste). As unidades que ficam sobre Blight ganham regeneração de vida extra. Seus trabalhadores são os Acolytes, que não precisam construir e não pegam madeira, apenas invocam as construções. A unidade mais básica de infantaria Undead (Ghoul) é responsável pela coleta de madeira.

Night Elves (Elfos Noturnos)

Os Night Elves foram a primeira raça a aparecer no mundo de Warcraft e também os primeiros a estudar magia. Aliados das Dríades, Hipogrifos e outras criaturas da floresta, eles formam o grupo dos Sentinelas. Eles evitaram a invasão da Legião Ardente, porém sua terra natal foi dividida e engolida pelo mar. Desde então, os Elfos Noturnos pararam de usar magia arcana temendo a volta da Legião e se isolaram no topo da montanha Hyjal por milhares de anos. As unidades Elfo Noturno se especializam em ataque a distância e magias de cura, manipulação da natureza e metamorfose. Seus trabalhadores são Espíritos que não destroem as árvores, e, como o nome indica, a maioria das unidades Elfos Noturnos ganham bônus à noite, como regeneração de vida extra e a habilidade de se camuflar.

Naga

Uma facção jogável apenas na campanha. Foram a última raça a aparecer e foram primeiramente vistos por Thrall e seus orcs, numa parada inesperada no meio do Grande Oceano. São monstros aquáticos, variando sua forma em seres semelhantes a crocodilos, sereias, peixes, tartarugas, etc. Eles um dia já foram Nigh Elves, mas na guerra dos anciões pela cobiça de magia eles ficaram ao lado da Burning legion e Azshara, e ao perderem a guerra caíram ao mar com a destruição de sua terra natal e da Well of Eternity, se transformando em aberrações adaptadas para a vida aquática com a explosão mágica. Depois quase todos adormeceram pelo mandado da rainha Azshara para se fortalecer e voltar a dominar.

Depois vieram ao chamado de Illidan, um Herói traidor dos Night Elves. Seus fins para dar esse chamado foi destruir o trono de gelo (Frozen Throne). Illidan traiu seu irmão e toda a sua raça para ganhar poder, porém no final ele teve se aliar novamente ao seu irmão para salvar Tyrande, esposa de seu irmão. Os Naga então permaneceram junto dos elfos de sangue após a quase morte de Illidan em seu confronto contra Arthas aos pés do Frozen Throne. As unidades Naga tem a habilidade de nadar na água, o que facilita os jogadores a andar livremente pelo mapa mesmo tendo mares. E além disso, os Naga não tem campanha própria, eles são apenas jogáveis na campanha da Alliance: Curse of the Blood Elves em cooperação com os humanos no Warcraft III: The Frozen Throne.

O multiplayer

Um dos grandes destaques de Warcraft 3 é seu modo multiplayer — este que inclusive cresceu junto com a facilidade dos gamers nacionais em acessarem a internet. Isso explicava bem a “invasão brasileira” tanto nos servidores alternativos quanto nos oficiais.

O multiplayer online é gerenciado pelo sistema antigo da Battle.net que interliga os games clássicos da Blizzard, como Diablo 2 e StarCraft: BrooWar. Os brasileiros jogaram, por muito tempo, em plataformas alternativas por conta dos servidores oficiais se localizarem nos Estados Unidos.

A opção mais nostálgica talvez seja o Garena — uma plataforma que continua firme e forte apenas em terras orientais. Além dela esteve presente o Euro Battle.net, se mantendo como uma alternativa forte para os fãs no início do DotA.

Hoje, os jogadores competitivos se encontram no W3Arena, que se localiza na Europa. Na China, a comunidade recebeu uma plataforma oficial patrocinada pela Blizzard, o Net Ease. Nela, os jogadores competem ainda em partidas ranqueadas e torneios oficiais com grandes premiações.

E os brasileiros hoje em dia? Eles se encontram no GameRanger e alguns ainda tentam a sorte nos servidores oficiais da Battle.net. Outros se organizam em um grupo de Facebook para tentar marcar jogatinas de vez em quando.

Os mods

Defense of the Ancients, Legion TD, Hero Line War, Footman Frenzy, Warlock, Enfos Team Survival, X Hero Siege e tantos outros mapas foram criados pela comunidade desde o lançamento do game. O Epic War, o catálogo com todos os mods criados pelos jogadores, contabiliza hoje mais de 251 mil criações. Muitas delas inclusive desenvolveram uma subcomunidade apaixonada pelas novas maneiras de jogar Warcraft 3 — ou mesmo outros gêneros que se popularizaram com os anos seguintes, como foi o caso de DotA.

Veja esse e outros vídeos no nosso canal do youtube.

Referências:

Wikipedia, The Enemy.