Shadow Warrior 3 é adiado para 2022

A publicadora Devolver Digital juntamente com a desenvolvedora Flying Wild Hog anunciaram o adiamento de Shadow Warrior 3. A notícia foi divulgada através de um trailer no YouTube. Confira:

📹 Trailer de atraso | Divulgação

O vídeo explica que a decisão de adiar foi tomada para garantir a qualidade do game. Além disso, as empresam disseram que a nova data e mais detalhes serão revelados em breve. Em um comunicado no twitter, a Flying Wild Hog disse:

“Shadow Warrior 3 já é 99% incrível, mas será 120% incrível com um pouco mais de polimento, então decidimos dar a ele o amor extra que merece.”

Sinopse do game

Shadow Warrior 3 é adiado para 2022

📷 Shadow Warrior 3 é adiado para 2022 | Divulgação

“Shadow Warrior 3 leva a excêntrica série de tiro em primeira pessoa a um novo patamar, com uma mistura perfeita de jogabilidade com armas em ritmo acelerado, combate corpo a corpo afiado e um sistema de movimentação livre espetacular. O guerreiro corporativo caído Lo Wang e Orochi Zilla, seu antigo empregador, que se tornou seu arqui-inimigo e depois seu parceiro, embarcam em uma missão improvável para recapturar um dragão ancestral que eles libertaram sem querer de sua prisão eterna. Armado com um conjunto brutal de lâminas e balas, Lo Wang precisa atravessar partes inexploradas do mundo para encontrar a fera sombria e conter o apocalipse mais uma vez. Tudo que ele vai precisar é a máscara de um deus morto, um ovo de dragão, um toque de mágica e poder de fogo o bastante para destruir as Shadowlands que se aproximam.”

Sobre

1hit games

📷 Shadow Warrior 3 é adiado para 2022 | Divulgação

Shadow Warrior 3 é um FPS desenvolvido pela Flying Wild Hog e publicado pela Devolver Digital. O título é a sequência do Shadow Warrior 2 de 2016. No game, o jogador assume o controle de Lo Wang, o protagosnista. Com um grande arsenal de armas e sua katana, Lo Wang deverá derrotar seus inimigos. Além da grande quantidade de armas, o jogador poderá usar o ambiente a seu favor. O jogo apresenta níveis mais lineares e um sistema de atualização mais simplificado quando comparado com Shadow Warrior 2, embora introduza novas opções de movimento para Lo Wang, como dar a ele a opção de correr na parede, salto duplo, corrida aérea e utilizar um gancho de luta para atravessar rapidamente entre plataformas e superfícies verticais.

Características principais

1hit games

📷 Shadow Warrior 3 é adiado para 2022 | Divulgação

  • Trazendo uma katana para um tiroteio – conduza uma sinfonia de morte a cada confronto ao misturar poder de fogo devastador com ataques precisos de katana, enquanto você corre por entre as hordas demoníacas.
  • Jogo de pernas elaborado – alterne entre técnicas de movimentação ágeis, incluindo impulsos no ar, corridas pelas paredes, pulos duplos e um novo gancho elaborado, que abrem uma gama de opções de movimentação e combate em cada batalha.
  • Execute e aniquile – execute golpes finalizadores espetaculares para obter um pedaço do seu oponente vencido e liberar o poder dele sobre a horda, em uma explosão de fúria irreprimível e magia poderosa.
  • Arenas de combate dinâmicas – cada ambiente é equipado com estruturas e dispositivos perigosos que podem ser ativados para adicionar uma nova camada de escolhas criativas às estratégias ofensivas.
  • Japão neofeudal – atravesse uma terra asiática mítica, infundida em magia e tecnologia samurai antiga, agora dominada pelos yokais demoníacos do folclore japonês.
  • Negócios escusos – prepare-se para os bordões de primeira de Lo Wang, as provocações afiadas direcionadas ao Zilla e uma intensa e emocionante jornada de situações absurdas no meio do caminho para transformar o juízo final em um novo dia.

Shadow Warrior 3 estará disponível para Xbox One, PS4 e PC em 2022, ainda sem data de lançamento definida

O que você achou da notícia? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Shadow Warrior 3, Steam, Voxel, Cabana do Leitor.

Honkai Impact 3rd chega na Steam em outubro

Honkai Impact 3rd foi o último jogo de sucesso da MiHoYo, antes da desenvolvedora ficar extremamente conhecida por Genshin Impact. Agora o game ganhará um versão oficial para PC em breve.

📹 Vídeo de gameplay | Divulgação


Honkai Impact 3rd já conta com uma página na Steam, onde consta seu lançamento para este mês.

Descrição oficial

Honkai Impact 3rd chega na Steam em outubro

📷 Honkai Impact 3rd chega na Steam em outubro | Divulgação

“Valquírias. Warriors of Schicksal, a organização mais poderosa da Terra. Os corpos ágeis dessas jovens estão imbuídos dos próprios genes capazes de conter a personificação do caos. Honkai. Um fenômeno bruto e desenfreado cujo objetivo final é destruir a humanidade. Você é o capitão que comanda essas Valquírias. Você deve enfrentar o maior inimigo da humanidade ao lado deles.”

Sobre

Honkai Impact 3rd chega na Steam em outubro

📷 Honkai Impact 3rd chega na Steam em outubro | Divulgação

Honkai Impact 3rd é um jogo de ação, com visuais bem semelhantes com os de Genshin. Além do visual, uma coisa em comum é o sistema “gacha” de colecionar personagens, além de uma infinidade de moedas e maneiras de gastar dinheiro. O título é o sucessor espiritual da Honkai Academy 2, usando muitos personagens do título anterior em uma história separada. O jogo é notável por incorporar uma variedade de gêneros. MiHoYo originalmente lançou o jogo para mobile na China em outubro de 2016. Posteriormente, lançou o jogo para o resto da Ásia em 2017 e para o oeste em 2018. A empresa também lançou Honkai Impact 3rd no PC com seu próprio cliente dedicado.

História

Honkai Impact

📷 Honkai Impact 3rd | Divulgação

Honkai é a sombra da civilização que visa exterminá-la. A Vontade de Honkai cresceu com a civilização até que desejou inibir seu progresso, e assim criou os Herrschers, seres humanóides que possuem uma força impensável. Para resistir a Honkai e salvar nossa casa, o jogador assumirá o papel de um Capitão que comanda um elenco memorável de Valquírias. Os laços que você forjar se tornarão sua maior arma contra Honkai!

Gameplay

Honkai Impact

📷 Honkai Impact 3rd | Divulgação

Em Honkai Impact 3rd, os jogadores controlam um equipe de até 3 Valquírias, e precisam combater em tempo real vários inimigos no estilo hack’n’slash. Durante a batalha, os jogadores podem mover seu personagem livremente pelo campo de batalha e alternar entre as três Valquírias implantadas para se adaptar a vários tipos de inimigos. Cada Valquíria tem ataque, evasão, troca e habilidades finais exclusivas, bem como um tipo de personagem baseado em pedra-papel-tesoura para cumprir diferentes funções de equipe. As estatísticas e habilidades da Valquíria podem ser personalizadas com várias armas e equipamentos, que podem ser melhorados usando recursos do jogo.

A notícia triste para quem ja joga o game nos celulares, é que a MiHoYo irá separar a versão Steam, ou seja, o jogador não poderá migrar sua conta do mobile para o PC. Vale mencionar que Honkai Impact 3rd não exige muito do PC, podendo jogar até num Intel Core i3-6100 (ou similar) e uma GTX 660 (ou similar). Não podemos esquecer de falar que a MiHoYo promete um “presente misterioso” para quem testar a versão oficial do jogo no PC.

O que você achou da novidade? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Honkai Impact 3rd, Voxel, Steam, Siliconera, Wikipedia.

Death’s Door

Death’s Door foi lançado dia 20 de julho, no PC, Xbox One e Xbox Series X|S. É desenvolvido pela Acid Nerve, a mesma que ganhou fama com o lançamento de Titan Souls. O título é produzido pela gigante dos indies Devolver Digital.

Aprenda o tempo de cada inimigo e diga

Já que seu personagem pode fazer muito em combate – eles estão limitados a apenas cortar, rolar e usar um ataque de projétil – você precisa prestar muita atenção aos inimigos para sobreviver. Cada criatura terá um sinal específico antes de atacar.

Alguns monstros terminarão antes de atacar, enquanto outros telegrafarão seus ataques com um grito revelador. Todos os inimigos no jogo têm algum tipo de animação que precede cada ataque que eles fazem. Aprender o que são e o momento certo para cada um deles é a chave para se manter vivo.

Não se esqueça de sua carga e ataque contínuo

Cada arma do jogo permite que você ataque várias vezes, mas elas também têm um ataque de carga. Ao manter o botão de carga pressionado, seu personagem ganhará força antes de lançar um grande ataque. O tempo e a distância de cada arma serão diferentes, então esse ataque funcionará melhor quando você aprender os padrões de ataque de cada inimigo.

Você também pode executar um ataque rápido e poderoso pressionando o botão de ataque de carga após uma rolagem. Este ataque atinge forte e rápido, mas requer o aprendizado de espaçamento específico para usar bem. Pode ser um ataque fácil de perder, o que pode deixá-lo aberto se você cheirar.

Reabasteça sua magia com ataques corpo a corpo

Seus ataques mágicos são sua única habilidade de projétil. Você só consegue quatro tiros antes que seu medidor mágico se esgote. Para recarregá-lo, você deve bater em alguma coisa. Em combate, acertar os inimigos é a escolha mais óbvia para recarregar seu medidor de magia. Ao enfrentar chefes, você pode alternar entre ataques corpo a corpo e ataques mágicos de longo alcance para reduzir sua saúde. Já que você vai acertá-los bastante, estará sempre recarregando seu medidor de mágica.

Fora do combate, você pode acertar objetos inanimados como caixas para reabastecer seu medidor de magia.

Ficar perdido faz parte do jogo

Seu horário de funcionamento no Death’s Door vai ser muito difícil. Ao explorar o vasto e hostil ambiente, você não saberá para onde ir a princípio. Não há nada nem ninguém para lhe dizer aonde ir quando sua missão começar.

A melhor coisa a fazer no início é se perder. Siga por caminhos que chamam a sua atenção. Encontre becos sem saída. Lembre-se das áreas pelas quais você provavelmente pode mover após obter novos itens e habilidades. Eventualmente, você poderá explorar tudo.

Em breve, você encontrará sinais para The Summit . Depois de encontrá-los, vá até lá e você receberá orientação para começar sua aventura a sério.

Procure por caminhos escondidos

Conforme você se perde, tente encontrar caminhos ocultos. Quase todas as áreas secretas dependem do uso da visão isométrica do jogo para esconder sua entrada. Tente contornar paredes, por trás de edifícios e em penhascos para ver se há algo escondido atrás.

Em alguns casos, você encontrará pequenos pedaços de sujeira ou outras pistas ambientais para ajudá-lo a encontrar áreas escondidas. Quase não existem verdadeiros becos sem saída na Porta da Morte , então se algo parecer fora do lugar ou você achar que um caminho poderia continuar adiante, tente procurar por uma entrada escondida.

Use life seeds estrategicamente

A única maneira de restaurar sua saúde em Death’s Door é colocar uma Semente de Vida em vários potes vazios espalhados pelo mundo. Você não encontrará muitas Life Seeds em sua jornada e seus plantadores associados estão colocados em locais específicos ao redor do mundo. Depende de você decidir quando colocar uma Semente da Vida em um pote.

Quando você coloca uma semente de vida em um vaso, você gera uma flor que restaura sua saúde. Isso faz com que a flor murche. No entanto, as flores voltarão a crescer na próxima vez que você voltar ao mundo central – seja entrando por uma porta que leva de volta para lá ou depois que você morrer.

Os potes são normalmente encontrados no meio de longos trechos do mapa ou antes de um encontro com o chefe. Encontrar um pote significa que você tem um longo caminho a percorrer antes de ver outro ou o próximo caminho à frente levará a uma luta difícil.

Morrendo e Atalhos

Você provavelmente morrerá pelo menos algumas vezes enquanto joga Death’s Door, e em alguns casos você morrerá bem longe de sua última porta (para o Hall of Doors). Você não perde progressão (alavancas, portas abertas, caminhos mais rápidos), no entanto, os inimigos certamente reaparecerão.

Ao jogar, tente sempre ter em mente onde você está perto de sua porta, para tornar menos complicado descobrir o caminho de volta para onde você estava. Você regularmente abrirá caminhos mais rápidos de volta à sua porta à medida que avança. Se você alguma vez pressionou uma barra ou destravou um elevador ou outro meio de movimento e não ficou imediatamente evidente para onde isso leva. Convido você a seguir o atalho e também voltar à porta para se familiarizar com a rota. Isso o deixará muito desapontado se acabar falecendo.

Se você alguma vez pretende voltar ao Hall of Doors para fazer upgrades ou ir para uma área diferente, você pode abrir a seleção de alimentos, bem como Leave to Title Display – quando você iniciar sua conservação de dados mais uma vez, você será de volta à última porta que você experimentou.

Você não tem que matar tudo

Na sua primeira vez com um local, é bom eliminar todos os adversários para que você não tenha pressa. Se você realmente morreu e também está tentando voltar para onde estava, ainda assim, você pode passar por oponentes regularmente. Enquanto a maioria dos inimigos certamente o seguirá permanentemente. Eles não irão segui-lo pelas entradas, então você geralmente pode ignorar a maioria dos mobs, bem como apenas passar por cada espaço quando souber os meios.

Sementes de Vida

Enquanto você pode se recuperar constantemente voltando com a porta para o Hall of Doors, a recuperação é, ou então, um recurso restrito, já que há muitas Sementes de Vida no videogame. Se você plantar Sementes de Vida em todos os vasos disponíveis, em algum momento você vai se extinguir. Em vez disso, você precisa apenas plantar Sementes de Vida em locais que está lutando para limpar sem morrer.

Tente, pelo menos, chegar a um local sem uma semente de vida antes de plantar uma. Os melhores lugares para utilizar Life Seeds geralmente tendem a ser batalhas de campo, onde você precisa matar os inimigos para avançar. Ou então em trechos onde há uma grande quantidade de adversários entre a porta, bem como a próxima via ou porta mais rápida.

Com tudo isso sendo reivindicado, obviamente há Sementes de Vida adequadas para cada vaso, então se você não está encontrando é difícil manter-se abastecido com Sementes de Vida. Vá em frente e plante-os em todos os vasos, se desejar (está entre as etapas para conclusão 100%, de qualquer maneira).

Observe que os vasos em que você plantar Sementes certamente irão rejuvenescer com a fatalidade, ou quando você retornar ao Salão das Portas, para que você possa utilizá-los assim que “correr”, por assim dizer.

Sempre procure por segredos

Sempre, constantemente, para sempre mantenha seus olhos abertos para passagens secretas e quebra-cabeças. A Porta da Morte está cheia deles.

Quer se trate de uma pequena passagem escondida que leva a uma sala secreta com um tesouro dentro, ou um quebra-cabeça mais complicado depois de desbloquear itens mais avançados (sem spoilers aqui), este jogo irá surpreendê-lo constantemente com suas áreas ocultas.

Bater potes e barris vale a pena

Olha, não há tanto tesouro neles quanto em um jogo Zelda, mas de vez em quando você pode obter uma Fruta da Vida ou alguma moeda do jogo. Além de fornecer a você uma pequena chance de obter recursos, destruir potes e outros pedaços de terreno destrutíveis irá reabastecer sua barra especial.

Ele está localizado no canto superior esquerdo da tela, abaixo da roda de armas. Com cargas, você não poderá usar seu ataque especial, como seu Arco.

Desligue a vibração da tela no menu de opções

Isso depende principalmente de você, mas existem cinco configurações diferentes para vibração da tela. No nível cinco é um pouco insuportável, mas existe a opção de alterá-lo se você quiser. Recomendamos diminuí-lo apenas alguns pontos, pois você pode sentir algum enjôo ao seguir o caminho instável do seu Corvo.

Não há mapa

Não há nenhum mapa em Death’s Door. Nem mesmo algo que se pareça muito com um mapa. Isso significa que você provavelmente vai querer prestar atenção ao seu redor enquanto passa pelas diferentes masmorras. Não é fácil, pois há escadas e caminhos por todo lado.

Retorne regularmente para atualizar suas habilidades de Reaper

Você acumulará pontos para atualizar suas habilidades de combate derrotando inimigos e coletando orbes ocultas. Para gastar os pontos, volte ao escritório principal dos corvos (sim, onde todos aqueles corvos estão digitando sobre coisas mortas) e fale com o grande corvo atrás da mesa.

Existem algumas opções diferentes aqui, como atualizar sua habilidade corpo a corpo, sua habilidade mágica e de longo alcance e sua velocidade geral de movimento. Provavelmente, é uma boa ideia escolher o fã de velocidade de movimento, para começar, só porque você vai correr muito para frente e para trás no mapa.

Quais itens brilhantes são necessários?

Os itens brilhantes que você coletar serão praticamente inúteis, mas há um pequeno número deles com habilidades secundárias ou dicas para soluções de quebra-cabeças. Os itens brilhantes que você vai querer ter certeza de pegar ao longo do caminho são:

Foto Antiga – Contém a resposta para o quebra-cabeça do Jardim do Amor (cuja solução concede a você a Espátula de Jardim Enferrujado)

Como obter:  Do corredor central do Palácio da Bruxa da Urna siga para a direita. No primeiro corredor, há uma urna que você pode incendiar, revelando uma escada na parede norte. Suba e cruze as vigas para chegar ao Item Brilhante.

Rusty Garden Trowel – No pós-jogo, este item irá brilhar se uma semente estiver por perto

Como obter: Resolva o quebra-cabeça no Jardim do Amor usando o diagrama na parte de trás da Foto Antiga e encontre o Item Brilhante do outro lado da passagem recém-criada

Chave do campanário enferrujado – concede acesso ao campanário do cemitério perdido

Como obter: Volte ao local da batalha do chefe final após vencer o jogo e ele estará no chão

Mysterious Locket – Necessário para obter uma das Antigas Tábuas do Conhecimento

Como obter: Acione a mudança no mundo e atravesse a porta de Betty e volte até chegar na área da Torre Velha. Haverá muito gelo quebrável ao norte, destrua-o e suba as escadas atrás. Uma porta com o símbolo da lua aparecerá e você poderá passar, o Item Brilhante está aqui.

Como encontrar itens brilhantes ou santuários perdidos?

Se você estiver tendo dificuldades para encontrar itens brilhantes ou santuários, você pode falar com o chef totalmente humano do Stranded Sailor no final do jogo e ele lhe dará dicas gerais de onde você pode encontrar itens

Aqueles de vocês que gostam de chegar perto e pessoalmente devem focar na Rapidez e na Força ao escolher as atualizações.

A pressa é uma ótima estatística para atualizar, já que não receber dano é uma grande parte de não morrer na Porta da Morte. Enquanto alguém com tempo de esquiva perfeito pode não fazer uso de Haste, a maioria de nós mortais poderia usar o aumento extra de velocidade, bem como o cooldown reduzido entre as esquivas.

A força faz as lutas terminarem mais rápido, já que você vai matar os inimigos mais rápido. As atualizações de força permitem que você alcance pontos de interrupção com armas onde os inimigos morrem com menos acertos e também torna as lutas contra chefes mais fáceis de terminar antes que você fique sem saúde.

Destreza pode ser a terceira estatística de prioridade aqui; embora a diminuição do tempo entre os ataques seja boa, não parece ser tão útil quanto o plano aumenta para o dano base e a velocidade que as outras estatísticas fornecem. Se você precisa de um tempo de golpe mais rápido para um determinado inimigo ou área, use uma arma mais rápida !

Dicas gerais

Quando você se depara com os círculos cinzentos de aparência intrincada no chão, você pode ficar confuso quanto ao seu propósito. Passei boa parte do jogo pensando que seriam algum tipo de círculo de magia / teletransporte, pois sempre os encontrava aos pares, só mais tarde no jogo percebi que eram grades de esgoto. Encontre um ponto de vantagem acima deles e pule da saliência, um ataque no ar fará com que o corvo caia em um túnel de esgoto.

No pós-jogo, qualquer porta para uma área do jogo que ainda tenha uma semente, um pote, um Item Brilhante ou um Santuário para encontrar brilhará com um contorno vermelho. Isso o ajudará a reduzir ainda mais o que ainda falta completar

Referêcias:

Tech Racptor, Naguide, eip, Polygon, The Gamer, TecMundo,

Ninja Gaiden

Desenvolvido pela Tecmo, Ninja Gaiden é um jogo de ação e plataforma, lançado em 1988 para o NES. O jogo é o segundo da série, sendo antecedido por um jogo de mesmo nome lançado para Arcade no mesmo ano.

História

O jogo conta a história de Ryu Hayabusa, o principal da série. Ele viaja a América para vingar seu pai assassinado. Lá, ele descobre que uma pessoa chamada “Jaquio”, planeja controlar o mundo despertando Jashin, um antigo demônio.

Jogabilidade

Ninja Gaiden é um jogo de rolagem lateral e plataforma. O jogador controla Ryu, passando por seis atos em 20 níveis. No final de cada ato, o jogador deverá lutar contra um chefe. Os chefes fazem parte do “Malice Four”, grupo aliado de Jaquio, o vilão da série.

Vida

A força física de Ryu, é representada por um medidor de vida, dessa forma, quando Ryu é atingido por um inimigo, o medidor diminui. Assim, quando o medidor se esgotar, o jogador perderá um vida. Isso acontece quando o Ryu cai fora da tela, bem como quando o tempo se esgota. Um fim de jogo aparecerá se todas as vidas forem perdidas, contudo o jogador poderá dar “continue” e voltar no mesmo nível.

Habilidades

Ryu pode atacar os inimigos usando sua Katana. O jogador poderá também, usar ataques secundários, contudo, esses consomem a força espiritual de Ryu. Isto inclui, arremesso de shuriken, que cortam os inimigos e retornam como bumerangues. Por fim, uma série de bolas de fogo giratórias chamadas “the art of the fire wheel” e uma técnica de corte no ar chamada “jump e slash”. Quando o medidor de força espiritual de Ryu estiver muito baixo, ele não poderá usar os ataques secundários, contudo, ele poderá recarregar o medidor utilizando os itens.

Um pouco mais de Ryu

Ryu pode pular paredes, descer ou subir escadas, ele não pode atacar enquanto estiver nessas condições. Da mesma forma, Ryu pode escalar espaços entre paredes e colunas. E por fim, escalar uma única parede verticalmente.

Itens

Itens de força espiritual poderão ser encontrados. Além disso, o jogador poderá encontrar ao longo do caminho, itens que congelam todos os inimigos e projeteis por cinco segundos. Recipientes de pontos de bônus. Poções que restauram seis unidades de força física,”rodas de fogo invencíveis” que tornam Ryu temporariamente invencível a ataques e 1-up.

Reconhecimento e recepção

Ninja Gaiden ficou extremamente reconhecido pela sua história bem elaborada e igualmente pelas cenas semelhantes a animes. A crítica concentrou-se em sua alta dificuldade. O jogo recebeu diversos prêmios. A Electronic Gaming Monthly premiou como melhor jogo do ano, em 1989. Como resultado, é citado em diversos sites como um dos melhores de todos os tempos.

O que você acha desse clássico do NES? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Donkey Kong Country

Desenvolvido pela Rare e publicado pela Nintendo, Donkey Kong Country é um jogo do gênero plataforma em 2D, lançado em 1994 para SNES. O jogo se passa na Donkey Kong Island, dessa forma, é explorado 6 regiões com ambientes diferentes. O enredo se baseia no personagem principal Donkey Kong, seu sobrinho Diddy Kong, que tem como objetivo, recuperar seu tesouro de bananas roubado por King K. Rool e os Kremlings.

Jogabilidade

Você pode controlar Donkey Kong ou Diddy Kong. O objetivo do jogo, é recuperar as bananas que foram roubadas pelos Kremlings, ao mesmo tempo que, passando por 40 fases diferentes. Cada fase possui um tema diferente, bem como, tarefas variadas, tais como, correr em vagonetas, nadar, se agitar em cipós. Se o personagem for atingido pelo inimigo, perderá uma vida. Para derrota-lo, basta saltar sobre ele, usar a técnica de bater no chão (nesse caso, somente o Donkey Kong), ou para casos de inimigos mais fortes, você deve lançar barril ou utilizar um animal como ajuda.

Vidas

O jogo termina quando o jogador tiver perdido todas as suas vidas, contudo, é possível obter mais vidas colecionando itens distribuídos no decorrer das fases, tais como bananas, letras K-O-N-G, balões de vida extra, e moedas animais douradas que abrem caminho a fases de bônus. Há também várias passagens secretas que levam a jogos de bônus, onde o jogador pode ganhar vidas adicionais ou outros itens.

Animais

Nas fases, o jogador pode ter assistência de animais, encontrados dentro de caixas. Esses assistentes incluem Rambi o Rinoceronte, Expresso o Avestruz, Enguarde o Peixe-espada, Winky o Sapo, e Squawks o Papagaio. Cada animal é encontrado em uma fase de tema apropriado: por exemplo, Enguarde só pode ser encontrado em fases subaquáticas, enquanto que Squawks pode ser visto nas cavernas. Alguns animais também dão acesso aos jogadores a acessar fases de bônus.

Concurso e equipe

O jogo pode ser jogado por um player ou por dois. No modo para dois jogadores, há dois modos de jogos: “Concurso” e “Equipe”. No modo Concurso, os jogadores alternam entre rodadas para finalizar cada fase o mais rápido possível, e por fim, concluir o maior número de fases em menos tempo. Em Equipe, os jogadores jogam cooperativamente, cada um controlando um personagem.

Recepção

Donkey Kong Country teve muito sucesso em seu lançamento, recebendo clamor crítico e como resultado, alcançou a marca de 8 milhões de cópias. jogo recebeu vários prêmios da Electronic Gaming Monthly em sua premiação de jogos de 1994, incluindo Melhor Jogo para Super NES, Melhor Animação, Melhor Dupla (de Personagens) em um Jogo, e Jogo do Ano. Contudo, ele também foi considerado pela revista por ser um dos 10 mais superestimados de todos os tempos antes de seu 200º exemplar de aniversário em 2005. O jogo também alcançou a 9ª posição na lista dos 25 jogos mais superestimados de todos os tempos pela GameSpy em 2003. Logo depois, ele foi considerado o 90º melhor jogo já feito em uma plataforma da Nintendo na lista dos 200 maiores jogos pela Nintendo Power em 2006. O título recebeu um Prêmio Nintendo Power por Melhor Jogo em 1994 e duas condecorações Kid’s Choice por Jogo Favorito em 1994 e 1995, respectivamente.

Game Boy Color

Em 2000, uma versão de Donkey Kong Country foi lançada no Game Boy Color. A versão para GBC tem uma nova fase em Chimp Caverns, “Necky Nutmare”, ao mesmo tempo que, a fase “Winky’s Walkway” foi alongada e reformada. Candy possui vários mini-jogos na versão para GBC onde Donkey e Diddy tem de recolher moeda dourada de banana em todos os mini-jogos dos mundos excluindo Galeão da Prancha. O jogo salva automático depois de completar nível. A versão para GBC teve algumas das faixas descartas e outras, substituídas, tipicamente por músicas que apareceram em Donkey Kong Land.

Game Boy Advance

Logo depois, em 2003, outra versão do jogo foi lançada no Game Boy Advance. Esta versão tinha mais brilho ao custo de contraste e saturação de cores, e como resultado, tornar o jogo mais visível na tela apagada de LCD do portátil. Ambos os jogos possuíam novos recursos, bem como, mini-games, imagens escondidas, e um modo de corrida contra o tempo; adicionalmente, a versão para GBA possuía jogos multi player. Ambas as versões tinham menor fidelidade de som e uma série de pequenas alterações. Candy Kong não mais possui pontos de gravação, em outras palavras, os jogadores podem salvar o jogo em qualquer lugar.

O que você acha desse clássico do SNES? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Shadow of the Tomb Raider

Tomb Raider é uma série de jogos eletrônicos, histórias em quadrinhos e filmes tendo como protagonista a personagem Lara Croft. Desde o lançamento do primeiro Tomb Raider, em 1996, as séries tiveram um grande lucro e Lara transformou-se num dos principais ícones da indústria de vídeo games. O Guiness Book reconheceu Lara Croft como “a Melhor Aventureira Heroína do Mundo de vídeo game mais bem sucedida” em 2006. Aguarde que já vamos falar sobre Shadow of the Tomb Raider! 😀

Seis jogos da série foram desenvolvidos pela Core Design, e os três últimos pela Crystal Dynamics. Todos os jogos foram publicados pela Eidos Interactive, que mantém os direitos dos personagens e a marca registrada de Tomb Raider. Para o cinema, Lara Croft: Tomb Raider e Lara Croft Tomb Raider: The Cradle of Life foram produzidos, estrelando a atriz americana Angelina Jolie como Lara Croft. Todos os jogos Tomb Raider venderam mais de 89 milhões de unidades, fazendo uma das séries de video games mais vendidas de todos os tempos.

Lara Croft

A personagem central de Tomb Raider é a arqueóloga britânica Lara Croft, uma personagem feminina similar a Indiana Jones. De acordo com a história oficial, o interesse de Lara pelo tomb raiding foi despertado em idade já adiantada, ela como uma anfitriã passou seu grande tempo estudado em Wimbledon, mas seu confinamento na alta sociedade, a que seus pais pertenciam, a impediu de optar ativamente por essa carreira. Tudo isso muda após uma viagem ao Himalaia: o avião em que Lara viajava sofre um acidente, do qual ela é a única sobrevivente. A experiência alterou sua vida completamente, impelindo-a a viajar pelo mundo e aprender sobre as diversas civilizações antigas. Em conseqüência, foi repudiada por seu pai, Lorde Richard (Henshingly) Croft, passando a trabalhar como arqueóloga contratada, adquirindo artefatos e tesouros raros para museus e colecionadores ricos de todo o mundo, além dela mesma.

Lara foi criada pelo designer Toby Guard. Aparece quase sempre em calças castanhas/marrons curtas, um top verde, coldres em ambos os lados dos quadris para o par de pistolas que é sua marca registrada, e uma pequena mochila de couro. No decorrer da série houve ajustes menores na aparência, tais como características faciais mais lisas, variações no tamanho do busto e a movimentação do cabelo.

Shadow of the Tomb Raider

Shadow of the Tomb Raider é um jogo eletrônico de ação-aventura desenvolvido pela Eidos Montréal em conjunto com a Crystal Dynamics e publicado pela Square Enix. É o terceiro título da série de reboot e o décimo segundo da franquia Tomb Raider, depois de Tomb Raider e seguida por Rise of the Tomb Raider. O jogo foi lançado em 14 de setembro de 2018 para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

Jogabilidade

Shadow of the Tomb Raider é um jogo de ação e aventura jogado de uma perspectiva de terceira pessoa; os jogadores assumem o papel da protagonista Lara Croft enquanto ela explora ambientes em todo o continente da América do Sul. O centro do jogo está definido para ser o maior da franquia, que também revela a cidade escondida de Paititi. Os jogadores podem participar em missões secundárias e aprender sobre Paititi, que proporciona uma experiência mais rica. Um novo sistema de troca permite aos jogadores trocar recursos, recuperar peças e armas em Paititi. Existem numerosos ajustes feitos no jogo, que é idêntico ao Rise. Os controles para natação foram completamente revisados, já que Lara agora é capaz de segurar a respiração debaixo d’água por um longo período de tempo devido à introdução de bolsas de ar. Ela também ganha a habilidade de descer um penhasco usando uma corda. Furtividade torna-se uma parte importante do jogo, com Lara sendo capaz de se desvencilhar do combate quando ela escapa da linha de visão dos inimigos.

Tal como os seus predecessores, o jogo permite aos jogadores caçar animais selvagens, materiais artesanais usando os recursos recolhidos, resolver quebra-cabeças e explorar túmulos opcionais. O jogo também apresenta mais túmulos do que as parcelas anteriores da série de reinicialização. Os jogadores agora terão a opção de personalizar sua experiência de jogo, já que exploração, quebra-cabeças e combate têm suas próprias configurações de dificuldade. Um novo Modo de Imersão permite que os jogadores ouçam as conversas de fundo dos locais em seus idiomas nativos, quando desligadas, as conversas são feitas na voz escolhida dos jogadores sobre o idioma.

O Jogo

Diferente dos jogos anteriores, em “Shadow of The Tomb Raider” Lara já tem suas principais habilidades e equipamentos como o arpéu e a corda para ser utilizada em conjunto com suas flechas. Isso deu mais liberdade para os desenvolvedores explorarem a aba de habilidades de forma mais experimental, o que é um ponto alto do jogo.

Outro novo fator que influencia bastante no gameplay é a possibilidade da Lara explorar os ambientes que estão debaixo d’água, gerando toda uma nova camada de exploração aos cenários.

Jogue com as opções no Difícil

Principalmente se você já jogou os 2 capítulos anteriores do reboot, indicamos que você coloque todas as 3 opções de dificuldade no difícil. O modo Exploração principalmente. Com isso você removerá aquelas marcações dos lugares que podem ser escalados e muito do mamão com açúcar que é utilizar os instintos de sobrevivência da Lara, tornando a experiência muito mais orgânica.

Prepare-se para mergulhar

Em Shadow of the Tomb Raider você vai precisar muito mergulhar e é muito importante que você de início já adquira habilidades que melhore o nado de Lara.

No começo do jogo priorize pegar a habilidade: “Respiração do Jacaré” ela aumenta o tempo que você pode ficar de baixo d’água.

Cuidado com as piranhas, se você perceber que elas estão por perto, fique bem longe delas, esconda-se embaixo das algas do fundo do mar e espere elas passarem.

Se você está jogando a versão do console ou então no PC com controle, fique atento se o controle se mexer enquanto a Lara estiver nadando, isso indica que o fôlego dela já está acabando.

Qual habilidade escolher?

Lara já começa com 3 habilidades são elas: “Velocidade do Jacaré”, “Passo de Hoatzin” e “Descanso do Puma”.

No jogo você pode melhorar as habilidades de Lara por um mosaico de habilidades, para que você não fique em desvantagem, é importante priorizar o que você vai mais precisar no início.

É melhor guardar pontos para se especializar nas habilidades que têm a ver com o seu estilo de jogo do que simplesmente gastar todos pontos adquirindo todas habilidades.

Por exemplo, a habilidade que deixa você ficar mais tempo na água, ela pode ser melhorada novamente para você ficar mais tempo ainda.

Habilidades como “Visão da águia” são muito úteis, já que elas ajudam você a conseguir mais pontos de habilidades, porém, se você está jogando sem o “Instintos de Sobrevivência”, ela é inútil.

Outra muito boa para você que está iniciando agora é a “Ninho da Víbora”, ela aumenta a quantidade de itens que você coleta e isso é muito útil.

A “Aterrisagem da Raposa” é também uma habilidade que ajuda sempre, se você cair de grandes alturas irá receber menos danos e se você for rápido, pode até mesmo sofrer dano algum, para isso, na versão PC aperte a tecla “C” quando estiver aterrissando.

As habilidades dessa vez estão todas conectadas em uma única tela e dividas em 3 tipos: Buscadora, Guerreira e Coletadora. No início do jogo foque nas habilidades de buscadora, que fornecerão algumas perícias que ajudam a encontrar os objetos extras que são necessários para os 100%. Compre elas principalmente se estiver jogando no modo difícil.

Uma habilidade que você deve priorizar também é a Sagacidade da Raposa. Só com ela você poderá fazer as melhorias de nível 4 das armas.

Outra habilidade para se priorizar é a Visão de Illipa. Ela faz com que você consiga usar o observar para saber onde é o coração dos animais, facilitando assim o abate deles nas caças. Muito útil contra animais carnívoros que vão te atacar e resistem mais às suas armas.

Fuja da visão do inimigo

Em Shadow of the Tomb Raider, há muita ênfase no modo furtivo. Junto de uma variedade de novas ferramentas, uma das melhores novidades é a habilidade de se desvencilhar de um tiroteio e fugir da visão do inimigo.

Se você foi visto, não pense duas vezes em se esconder atrás de paredes ou entre plantas para planejar uma nova estratégia.

Melhore sua espingarda o mais rápido possível

Comparado com outros jogos da série Tomb Raider, em Shadow você terá que enfrentar inimigos que irão te atacar antes mesmo de você pegar sua arma. Para maximizar sua efetividade nesses encontros, melhore sua espingarda e pegue munição extra.

A espingarda é certamente uma das armas mais eficazes do jogo. Tenha ela sempre pronta para confrontos.

Armas

As armas dessa vez possuem melhorias próprias, compartilhando muito pouco com outras armas do mesmo tipo. Portanto escolha bem a arma que vai gastar seus recursos e faça bom uso dela.

Algumas armas, como a escopeta, podem abrir espaços antes inacessíveis. Tente conseguir todos os tipos de armas o mais rápido possível. Como elas só são adquiridas com o decorrer da aventura, avance a história antes de ficar gastando muito tempo tentado explorar locais que vão estar bloqueados.

Equipamentos e Recursos

Lara já começa o jogo com vários equipamentos importantes, mas outros, como a gazua, que possibilita que você abra alguns tipos de tesouros, ficarão disponíveis apenas após comprá-los de mercadores. A dica aqui é que os compre logo, uma vez que eles possibilitam entrar em lugares inacessíveis de outra forma e evitam que você fique voltando à lugares já visitados.

A customização da Lara agora pode ter 2 vestimentas, que concedem bônus diferentes. Várias delas podem ser compradas diretamente de mercadores, mas as melhores mesmo são encontradas nas criptas.

As criptas são locais secretos no mapa que escondem algum sarcófago com itens de vestimenta de qualidade. Sempre procure por esses locais se você quer encontrar novas roupas para personalizar e melhorar a sua Lara.

Essas roupas, no entanto, vão estar estragadas à primeira vista e precisarão de reparos, que você pode fazer utilizando alguns recursos que estão disponíveis no jogo, alguns bem comuns e outros mais raros.

Dessa vez existem vários tipos de mercadores que oferecem itens diferentes. Em quase todos você poderá comprar os recursos listados anteriormente. Para isso você precisará de moedas de ouro. Para consegui-las, explore o ambiente para achar moedas e metais preciosos que podem ser vendidos para esses comerciantes, como o próprio ouro e jade.

Converse com NPCs

“Shadow of The Tomb Raider” tem uma porção de NPCs em suas cidades. Eles fornecem não só informações históricas sobre o local, como também te dão indicações de pontos importantes no mapa e missões secundárias. Portanto ative o jogador de RPG que existe em você e converse com todos eles.

Você irá ganhar muito mais pontos de experiência se resolver fazer as missões extras e deixar a campanha principal bem mais fácil de passar.

Pedras preciosas

Ter dinheiro em Shadow of the Tomb Raider torna sua vida muito mais fácil no game, com ele você pode comprar mais itens e equipamentos que serão muito úteis.

Para ganhar bastante grana você pode vender pedras preciosas como Jade e Ouro, sempre que você tiver a oportunidade colete esses recursos, vale a pena gastar um pouco mais de tempo procurando por eles no cenário.

Roupas e atualizações de armas

Trocar de roupa em Shadow of the Tomb Raider nunca é somente uma questão de embelezamento, alguns dos trajes de Lara podem lhe dar bônus.

Não se contente só com as roupas dadas pela campanha principal, procure adquirir outras, algumas podem lhe dar grandes vantagens para se esconder melhor dos inimigos.

Seus equipamentos podem ser modificados para ficar melhores, sempre colete muitos recursos do ambiente para poder atualizar suas armas.

É possível trocar de traje e realizar atualizações em armas toda vez que acessar um acampamento no jogo.

Você pode conseguir novos trajes comprando pelos vendedores da cidade, encontrando em Criptas e ganhando em missões opcionais.

Venda suas jades e peças de ouro

Falando em dinheiro, não esqueça de vender seu estoque de jade e ouro para os comerciantes. Isso parece óbvio, mas pode passar despercebido facilmente por causa da história e das várias atividades paralelas. O jogo nunca especifica quais itens são feitos para vender e não para ajudar em melhorias.

Não armazene jade e ouro, ou então você vai perder a oportunidade de pegar mais durante suas aventuras.

Visite os vendedores

Vendedores possuem suplementos e munição para você comprar, mas também comercializam armas e melhorias em ferramentas que você pode deixar passar caso não olhe no inventário.

Por exemplo, o comerciante em Paititi vende uma melhoria para a faca que permite cortar cordas trançadas que bloqueiam o caminho de áreas especiais do jogo. Já outro em Kuwaq Yaku vende uma pistola com silenciador.

Visite sempre os vendedores para checar o que eles têm para vender. Faça disso um hábito já que você nunca sabe quando um equipamento será útil.

Monólitos e Baús de Emergência

Os monólitos são parte importante do jogo, uma vez que eles indicam onde você poderá encontrar tesouros com recursos raros. Para conseguir ler o que está escrito neles, será necessário que Lara domine a linguagem que foi utilizada.

Para isso temos os murais e os documentos, que dessa vez também concedem perícias linguísticas. Abuse da sua habilidade de enxergá-los com os instintos de sobrevivência da Lara.

Outro colecionável importante são os Baús de Emergência, que escondem alguns itens raros e moedas de ouro. Para encontrá-los, você pode ou procurar primeiro pela bolsa de explorador da região, que revela a localização de cada um dos baús por perto, ou ficar atento a pequenos brilhos que piscam no chão, esses locais podem ser escavados.

Tumbas

As tumbas estão de volta e com certeza na melhor forma dos três jogos. São definitivamente o ponto alto do jogo. Os puzzles são bem mais desafiadores e as recompensas importantes.

Para encontrar tumbas pelo mapa, fique atento a troca de som que ocorre quando você passa perto de uma delas, bem como as marcações como caveiras e pinturas nas paredes.

Elas geralmente vão estar bloqueadas por algum obstáculo que necessita de um equipamento para ser quebrado. Por isso repetimos, compre todos rapidamente.

Fogueiras

As fogueiras são um dos elementos mais importantes do jogo e você pode avistá-las pelo ícone que fica acima delas.

Nas fogueiras você poderá trocar a roupa da Lara, seus equipamentos, aprimorar as habilidades e fazer viagens rápidas para outras fogueiras. Sempre que passar por uma, lembre-se de acendê-las

Desafios

Uma ótima forma de ganhar XP é completando desafios. Podem ser acertar alvos, derrubar ninhos de águias ou mesmo usar algum dos seus equipamentos por algum número de vezes em locais específicos. Para começar um desafio, você deve primeiro descobri-los. No geral, eles destoam em cor e estética de todo o resto do cenário, você também pode encontrá-los utilizando uma das habilidades da Lara.

Confira aqui uma publicação do nosso parceito Portal TudoJunto sobre o filme Tomb Raider.

Referências:

Seu Game, Gamespot, uol, wikipedia.

The Witcher 3: Wild Hunt

The Witcher 3: Wild Hunt (em polonês: Wiedźmin 3: Dziki Gon) é um jogo eletrônico de ação do subgênero RPG desenvolvido pela CD Projekt RED e lançado no dia 19 de maio de 2015 para as plataformas Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One, sendo o terceiro título da série de jogos The Witcher. Ele sucede The Witcher (2007) e The Witcher 2: Assassins of Kings (2011), que foram baseados na série de livros de fantasia Wiedźmin, do escritor polonês Andrzej Sapkowski.

Ambientado em um gigantesco cenário medieval que dá liberdade total ao jogador, o game, que possui uma jogabilidade não linear e é jogado através de uma perspectiva em terceira pessoa, tem o lendário bruxo Geralt de Rívia como seu protagonista, o qual inicia uma longa jornada pelos Reinos do Norte. Enquanto a ordem planetária enfrenta uma grande mudança, com o misterioso e macabro exército de cavaleiros vermelhos conhecido como a “Caçada Selvagem” deixando somente sangue e ruína por onde passa, o jogador terá de enfrentar diversos perigos usando espadas e magia num mundo em crise à medida que interage com outros personagens e completa missões para o progresso da história, podendo viajar a pé, a barco, ou montado em Carpeado, o cavalo inseparável de Geralt.

A trama

Embora a história de The Witcher se desdobre em diversas mídias — em especial nos livros —, neste artigo vamos resumir somente a trama dos dois primeiros jogos para ajudar novos aventureiros a entender melhor suas jornadas em The Witcher 3.

The Witcher

A história de The Witcher é relativamente simples e começa com Geralt de Rívia, sem memórias de seu passado — o que possibilitou à equipe da CD Projekt Red trabalhar com mais liberdade, sem precisar se prender demais à trama dos livros —, que precisa lidar com um grupo conhecido como Salamandra. Boa parte do jogo se resume a caçar os indivíduos desse grupo, que atua como principais antagonistas da história.

Após a Salamandra roubar o mutagênico usado na criação de bruxos, Geralt precisa encontrar e matar Jacques de Aldersberg, um homem que almeja criar um exército de super soldados usando a fórmula dos bruxos.

Ao final do game, Geralt impede o assassinato do Rei Foltest de Temeria e descobre que o assassino também é um bruxo.

The Witcher 2

A tentativa de assassinato de Foltest não foi um ato isolado, e outros reis dos Reinos do Norte não tiveram a mesma sorte que o governante de Temeria: ao longo da região, diversos reis estão sendo assassinados subitamente. A intenção é de desestabilizar o Norte e facilitar uma invasão por parte do Império de Nilfgaard vindo do sul.

Desde o princípio fica evidente que a história de The Witcher 2 é muito mais complexa e elaborada que a do jogo anterior, e são os acontecimentos deste game que têm relevância para o desenrolar da trama de The Witcher 3. Portanto, é importante saber o que rolou no segundo game para saber exatamente o que responder no início de Wild Hunt nas versões para PS4 e Xbox One (e na de PC, se você não jogou os games anteriores).

No início do jogo Geralt de Rívia está preso. O bruxo é mantido encarcerado por Vernon Roche, o líder do serviço secreto de Temeria. Somos então apresentados ao prólogo do game, que mostra que Geralt se tornou guarda-costas de Foltest após a tentativa de assassinato.

O Lobo Branco então segue Foltest rumo ao castelo da Baronesa Mary Louisa La Valette, mãe de seus dois filhos bastardos. O Rei de Teméria quer a guarda das crianças e, durante a invasão ao castelo, Geralt encontra Aryan La Valette, o filho mais velho da Baronesa. É dada ao jogador a opção de matá-lo ou rendê-lo, e essa é a primeira escolha a ter influência sobre a trama de The Witcher 3.

Após a tomada do castelo, Foltest toma as crianças e sofre outra tentativa de assassinato… e dessa vez não escapa. O assassino escapa e a culpa cai sobre Geralt, que é levado preso. Em seu cárcere, o bruxo relata os acontecimentos a Vernon Roche, que acredita em sua versão dos fatos e decide ajudá-lo a caçar o verdadeiro criminoso.

A dupla se junta a Triss Merigold e sai em uma jornada em busca do assassino dos reis. Eles descobrem que o criminoso é Letho de Gulet, um bruxo da Escola da Víbora. Ao se depararem com o assassino pela primeira vez, Letho sequestra Triss e foge. E aqui o game dá ao jogador a opção de seguir com Vernon ou se aliar a Iorveth e os Scoia’tael, um grupo de não-humanos que pregam a igualdade entre as raças. Essa escolha é a segunda a impactar na trama de Wild Hunt.

Se aliado a Vernon, Geralt luta a favor do Rei Henselt; se aliado a Iorveth, o bruxo luta ao lado de Saskia, a líder dos rebeldes e aliada dos Scoia’tael.

Após este evento, Geralt continua sua busca por Letho e chega a Loc Muinne. Caso o bruxo tenha se aliado a Vernon de Roche, a história segue rumo ao resgate de Anaïs, a última filha viva de Foltest (os demais morrem ao longo da trama) e única herdeira do trono de Temeria. Por outro lado, se a aliança foi feita com Iorveth, Geralt sai no resgate de Philippa Eilhart, a líder das feiticeiras.

Triss sobrevive ao sequestro independente da opção do jogador, e essa é a terceira escolha a impactar na história de The Witcher 3.

Ao final do jogo, um conclave visa decidir o que vai ser dos Reinos do Norte sem alguns de seus principais reis. Durante a reunião, Saskia (sob a influência de Philippa Eilhart) se transforma em dragão e inicia um ataque ao local, levando Síle de Tansarville a recorrer ao seu dispositivo de teletransporte para fugir do local.

Geralt sabe que a máquina está com problemas e que Síle pode morrer no processo de teleporte, e é dada ao jogador a opção de alertá-la ou não. Essa opção é levada em conta no terceiro jogo.

The Witcher 3: Wild Hunt – Quem são os Witchers?

Os Witchers são bruxos treinados desde crianças para combater monstros e criaturas sombrias. Por se tratarem de humanos, eles passam por um processo de mutação que concede mais força, agilidade e algumas habilidades e mágicas especiais, mas por outro lado, resulta em esterilidade. Dessa forma, por não serem capazes de gerar filhos, os bruxos acabam adotando crianças — que normalmente são treinadas assim como seus pais.

Existem quatro grandes escolas de bruxos no mundo de The Witcher: a Escola do Lobo, a Escola do Gato, a Escola do Grifo e a Escola da Víbora. É nesses lugares que jovens são transformados em bruxos e passam por rigorosos treinamentos.

Na série, os bruxos se tornaram importantes ferramentas da humanidade (ainda que sejam odiados por boa parte dela) depois da Conjunção das Esferas, o evento cataclísmico que uniu dimensões em um só mundo, obrigando raças como anões, gnomos, elfos, humanos e monstros de todo o tipo a conviverem entre si — e nem sempre de forma pacífica. Foi esse mesmo evento quem trouxe ao mundo a mágica, elemento bastante importante na série The Witcher.

Preciso ler os livros para entender o jogo?

Não, não é necessário ler os livros para não se perder no enredo do jogo. Os games, na verdade, servem como uma espécie de continuação das obras de Andrzej Sapkowski.

O mundo de The Witcher

O imenso mundo de The Witcher abriga diversas localidades importantes, cada uma com suas peculiaridades e histórias próprias. Para te preparar para uma nova aventura em The Witcher 3: Wild Hunt ou ajudar a compreender melhor sua empreitada já iniciada, relacionamos abaixo as principais áreas do jogo.

O Continente

As aventuras de The Witcher se desdobram n’O Continente, uma imensa área dividida entre os Reinos do Norte e o Império de Nilfgaard.

Os Reinos do Norte

Obviamente, os Reinos do Norte englobam os Estados do norte do mapa d’O Continente que, mesmo com uma outra diferença e atritos pontuais, são fortes aliados contra o Império de Nilfgaard.

O Império Nilfgaard

É o grande império do Sul d’O Continente e lar dos cavaleiros negros, os vilões da série The Witcher. Embora tenha assinado um tratado de paz com os Reinos do Norte, as forças do Império de Nilfgaard marcharam para a guerra em direção ao norte no final de The Witcher 2.

Kaer Morhen

Lar dos bruxos da Escola do Lobo, a fortaleza de Kaer Morhen foi invadida por um grupo de indivíduos que eram contra a existência dos bruxos. Durante o cerco, todos os estudiosos, estudantes e vários bruxos foram mortos em uma brutal chacina da qual pouquíssimos sobreviveram.

Quem é quem em The Witcher

Embora The Witcher 3 apresente cada um dos personagens por meio de um glossário e algumas sequências de flashback, relembrar é viver (e não custa nada começar o novo jogo já com alguma bagagem acumulada).

Geralt de Rívia

O protagonista da série The Witcher é um poderoso bruxo de cabelos prateados. O processe de mutação de Geralt foi tão violento que além de transformá-lo em um dos mais fortes bruxos da série o deixou ainda com cabelos brancos no processo.

Quando criança, Geralt foi abandonado por sua mãe na fortaleza da Escola do Lobo, o local conhecido como Kaer Morhen, onde foi treinado e transformado em no bruxo conhecido como o Lobo Branco.

Ciri

A bela moça de cabelos brancos vista nos trailers foi adotada por Geralt quando ainda criança. Ciri foi treinada para ser uma bruxa em Kaer Morhen, mas não chegou a sofrer nenhuma mutação.

Graças às suas habilidades, Ciri tem papel fundamental na trama de The Witcher 3: Wild Hunt.

Triss Merigold

Grande amiga e por vezes amante de Geralt, Triss é uma feiticeira muito poderosa que acompanha o Lobo Branco nos dois primeiros jogos.

Yennefer de Vengerberg

Grande amor de Geralt nos livros, Yennefer faz sua primeira participação nos jogos no terceiro The Witcher. Assim como Triss, Yennefer é uma feiticeira de alta classe e tem grande amor por Ciri, de quem cuida como uma filha e ajuda a treinar suas habilidades mágicas.

Dandelion

Famoso bardo que segue Geralt em diversas de suas aventuras, as quais Dandelion usa como inspiração para suas canções.

Vesemir

Um dos mais experientes bruxos de Kaer Morhen, Vesemir serve como uma espécie de figura paterna para Geralt. Tem grande conhecimento sobre monstros, além de ser um exímio guerreiro. Vesemir sobreviveu ao cerco a Kaer Morhen.

Letho de Gulet

Bruxo da extinta Escola da Víbora, Letho se aliou a feiticeiras e ao império de Nilfgaard com a função de assassinar os reis dos Reinos do Norte e desestabilizar a política da região. Dependendo das suas escolhas em The Witcher 2 (ou em um determinado diálogo em The Witcher 3), Letho pode estar ou não morto.

Síle de Tansarville

Síle é uma feiticeira que inicialmente se aliou a Geralt, mas em seguida se revelou como aliada de Letho em sua missão de matar os reis. Assim como Letho, também pode ou não estar morta dependendo das suas escolhas.

Philippa Eilhart

É a poderosa líder das feiticeiras e uma importante personagem tanto nos livros quanto em The Witcher 2.

Treine e busque Locais de poder para aumentar seu level

Para aumentar o level do seu personagem, habilitar novas skills e se transformar em um cara durão em The Witcher 3, você vai precisar de muitos pontos de XP. Você recebe um pouco toda vez que mata um inimigo, mas para realmente dar saltos e ganhar mais pontos você precisa focar em concluir algumas missões, seja paralelas ou da história. As missões principais lhe dão mais XPs que as secundárias, mas todas são importantes para somar no final das contas.

Procure também por Locais de Poder, que são pedras cheias de energia que, quando absorvidas pelo bruxo, lhe dão um ponto de habilidade toda vez que você encontra a pedra pela primeira vez. Além disso, cada tipo de pedra traz um up em alguma habilidade mágica de Geralt.

Treinar e descobrir novos lugares sempre vai lhe render bons pontos de XP que automaticamente lhe darão mais levels.

Não se assuste com as mecânicas de combate

O tutorial do game apresenta ao jogador um monte de comandos. Ataques, defesas, contra-ataques, diferentes magias, menus de utilização de itens, travar combate e assim por diante. Inicialmente é muito difícil se lembrar de tudo isso e não há qualquer problema em nãos e lembrar de todas as técnicas!

Tenha em mente que inicialmente você só precisa aprender três coisas: a utilizar o ataque normal, a pular para se desviar dos ataques dos inimigos e abrir e utilizar o menu de magias. Só isso! Conforme o jogo for avançando, você vai aprendendo as técnicas mais avançadas conforme elas forem sendo necessárias.

Fique atento a missões secundárias escondidas em diálogos

Exemplo: a missão principal inicial do game, que não é nenhum spoiler, que consiste em caçar e matar um Grifo. Em um determinado momento o jogo estabelece que precisará falar e conhecer uma Herbalista da região. Chegando lá, conversa vai, conversa vem, é mencionado um ponto onde os personagens discutem a respeito de uma moça ferida e sofrendo ali num sofá. A Herbalista diz que ela vai morrer, pois o mal que a comete não tem cura. Seu personagem diz que existe uma poção de bruxo chamado Andorinha que talvez possa curá-la. E a conversa fica por isso mesmo.

Não existe qualquer opção de aceitar um contrato para fazer a poção ou de dar a poção para a moça doente. Ou para falar com ela para ver o que ela acha disso. Fiquei meio encucado com a conversa e proposta solta no diálogo e resolvi entrar no menu do game e em seu inventário. Tinha lá a receita para a poção da Andorinha e já havia colhido alguns itens, faltando apenas um. Por sorte, ou inteligência do game, a Herbalista que também vende itens de poções tinha o que me faltava para criar a poção.

Volte a falar com a Herbalista com a poção em seu inventário e aparecerá um novo diálogo onde posso escolher dar a poção para a moça doente! Assim, cumprindo uma missão secundária escondida, ganhará vários itens, receitas e uma boa quantidade de pontos de experiências! E era uma missão que em nenhum momento o jogo disse que eu poderia fazer. Foi apenas uma conversa solta que deu indícios de que poderia realizar algo ali.

Não há problemas parar uma missão principal para executar secundárias

Dá tranquilo para fazer algumas missões secundárias enquanto a missão principal está sendo executada por etapas. O fato do jogador entrar num contrato secundário não anula as etapas já realizadas da missão principal. E algumas missões, principalmente no começo do jogo, são importante para que você chegue ao nível 2 e tenha a habilidade de recuperar energia automaticamente, sem mencionar que algumas dão espadas e equipamentos que lhe fortalecem antes de ir encontrar o Grifo.

Às vezes não vale a pena viajar longas distancias para ver um ponto de interrogação que indica ter algo a ser feito ali. Eventualmente irá para as proximidades, então verifique aquele ponto. Sendo assim, se há uma missão secundária por perto, vale parar a principal e correr ali para ver qual é.

Pesquise fraquezas de monstros no bestiário!

Essa é até meio óbvia, mas muitos possuem preguiça de olhar os glossários, que possuem textos grandes e pequenos para ficar lendo no meio da jogatina. Porém há alguns monstros que vale a pena olhar e verificar suas fraquezas no bestiário. Principalmente aqueles fracos a certos tipos de magias. É rápido e simples!

O glossário é uma boa também para aprender mais sobre os personagens e suas histórias e o passado deles. É meio cansativo ler tudo sempre que aparece no game, mas tire um tempo quando estiver para parar de jogar para ler alguma coisa ali.

O Poder da Persuasão

Logo que você começa a ganhar pontos de habilidades, você verá que existem muitas opções de upgrade, em vários tipos de segmentos, como força, magia, alquimia, etc. Mas uma das que você precisa desenvolver mais rapidamente é a do sinal Axii. Usar o sinal Axii nos inimigos em combate vai deixá-los temporariamente atordoados, permitindo que você desça o cacete neles enquanto estão indefesos. Você pode ignorá-los também, enquanto foca em outros inimigos.

Agora, o uso mais importante do poder Axii está na hora dos diálogos. Existem momentos em que você precisa tirar informações das pessoas e muita gente não gosta dos bruxos. Ao invés de ouvir as lamentações deles e várias negativas, use o poder de persuasão que o Axii lhe proporciona, influenciando em suas ações. Isso evita alguns combates desnecessários também.

Dicas gerais

Colete todos os itens que puder, não deixe nada para trás: É muito difícil fazer dinheiro sem depender de bugs ou exploits em The Witcher 3, então para ganhar dinheiro honesto é preciso catar muita tralha e vender para os mercadores. Para garantir que nada passou batido, use sempre o sentido de bruxo para saber o que dá para pegar no ambiente;

Catar todo tipo de item também te ajuda a criar novos itens.: É possível fazer suas próprias poções ou visitar ferreiros para forjar armaduras e armas, o que pode sair bem mais barato do que as comprar já prontas;

Não venda todos os seus itens: Armaduras, por exemplo, podem receber upgrades e se tornarem muito melhores. Também existem itens um pouco complicados de dropar, então tente vender apenas o que o jogo marcar como “porcaria”;

Use os troféus que receber: Encontre algum que combine com seu estilo de jogo e equipe-o para receber bônus;

Não gaste dinheiro com poções de cura: use comida para encher sua barra de HP (pontos de vida). Poções são caras e você acha comida de graça quase o tempo todo;

Se optar por usar poções, preste atenção à barra de toxicidade. Se ela encher por completo, Geralt ficará envenenado e começará a perder pontos de vida;

Cuide bem dos NPCs: não atraia monstros para áreas populadas. NPCs mortos não voltam à vida e nem são substituídos (e isso vale inclusive para os mercadores);

Se estiver em um lugar seguro: sem inimigos à sua volta prontos para atacar, você pode meditar (o equivalente a dormir em The Witcher 3) para encher sua barra de HP. Meditar também renova o estoque de alguns itens no seu inventário e enche suas garrafas de poção;

Se em algum momento os guardas das cidades implicarem com você (seja por te pegarem “roubando” ou qualquer outra razão), corra para bem longe. Quando você voltar, eles já terão esquecido completamente de você;

Não perca tempo matando monstros para passar de nível: O melhor jeito de ganhar experiência em Wild Hunt é fazendo missões;

Jogue consciente de suas escolhas: Você pode fazer missões e cobrar algum dinheiro por suas ações (o que pode lhe render uma boa quantia de moedas) ou ser gente boa, não cobrar e ser recompensado de outra forma (com informações ou itens, por exemplo). Nem sempre ganhar dinheiro é a melhor opção, mas ganhar umas moedas de vez em quando não é má ideia;

Preste bastante atenção aos diálogos: Eles conduzem a história e revelam informações importantes com certa frequência;

Sempre atenção a vitalidade

A regeneração de vida de Gerald é extremamente lenta. Tanto dentro como fora de combate. Então você deve sempre estar atento para que sua vida sempre esteja cheia, para que nenhum inimigo te surpreenda. Uma dica é sempre ter no inventário muuuuuita comida! Durante e após um combate, encha a pança e seja feliz!

Namorar não dá XP

The Witcher é um RPG. Então você deve sempre upar seu personagem. Locais de poder sempre ajudam e missões secundárias, locais desconhecidos no mapa e contratos de bruxo te ajudam muito nisso. Afinal de contas, meditar não da XP!!

Equipamento

Um grande guerreiro não é nada sem um bom equipamento. E, convenhamos, só se torna um grande guerreiro aquele sobrevive. Para sobreviver em The Witcher 3: Wild Hunt, ter habilidade e nível alto nem sempre são suficientes; ter bons equipamentos poder ser a chave para progredir sem muitas dificuldades.

Por isso, vamos ensinar aqui a conseguir as melhores armas e armaduras disponíveis no início do jogo. Simbora!

Espadas

Todo bruxo carrega consigo duas espadas: uma de aço, para lutar contra humanos, humanóides e animais em geral; e uma de prata, para acabar com a raça de monstros e criaturas profanas. Você já começa sua aventura em The Witcher 3 com duas espadas, mas logo elas se mostram fracas demais para se manterem úteis.

Ainda bem no início do jogo é possível encontrar os diagramas para duas lâminas bastante fortes e que podem ser usadas por personagens de nível bem baixo (ou seja, são perfeitas para o início da jornada). Tratam-se das espadas serpentinas, que fazem parte do conjunto da Escola da Víbora. Abaixo, seguem as instruções para obtê-las:

1) vamos começar a partir da taberna de Pomar Branco. Volte pelo caminho onde encontrou o mercador atacado pelo grifo volte mais um pouco pela área arborizada e suba a pequena elevação no cenário à esquerda. Você vai encontrar uma coluna de tijolos inclinada, dando acesso a uma área mais alta. Suba por ali para encontrar um acampamento de bandidos bastante fracos (variam entre os níveis 1 e 2). Acabe com eles e colete os itens disponíveis nas caixas e baús, onde você vai encontrar o diagrama da espada de aço do conjunto da Escola da Víbora.

2) O diagrama para a segunda espada está no cemitério de Pomar Branco. Siga até lá com cautela, pois do lado de fora da igreja há uma aparição de nível 7 pronta para acabar com a sua farra. Caso seu nível ainda seja muito baixo, tente desviar das investidas do fantasma esquivando ou dando cambalhotas, alternando com dois ou três golpes fracos de espada. Após receber algum dano, a criatura fantasmagórica fugirá para o interior da igreja. Entre lá e desça até o subsolo, onde você deve terminar o serviço e dar um fim à pós-vida da aparição. Use seus sentidos bruxos ou acenda as tochas nas paredes para encontrar alguns corpos. Vasculhe-os para encontrar o diagrama da espada de prata do conjunto da Escola da Víbora.

3) você vai precisar dos seguintes ingredientes para forjar as duas espadas:

Espada de aço

1x Tiras de couro – compre-as ou desmonte armaduras ou pedaços de couro

1x Lingote de ferro – compre-os ou desmonte armaduras ou armas e forje os lingotes no ferreiro

1x Pó de esmeralda – mate aparições até obter este item (ou gaste uma fortuna comprando de algum mercador)

1x Extrato de veneno – obtenha matando carniçais

Espada de prata

1x Tiras de couro – compre-as ou desmonte armaduras ou pedaços de couro

2x Lingote de prata – compre-os ou desmonte armas ou itens de prata e forje os lingotes no ferreiro

1x Pó de esmeralda – mate aparições até obter este item (ou gaste uma fortuna comprando de algum mercador)

1x Extrato de veneno – obtenha matando carniçais

Leve estes itens ao ferreiro no acampamento do exército de Nilfgaard ao norte do mapa. Além dos ingredientes, você ainda vai precisar desembolsar 120 coroas para forjar essas duas belezinhas.

Depois de forjadas, estes são os atributos das duas espadas:

Armadura

Além de atacar, para progredir é preciso também se defender. E, como nosso amigo Geralt não usa escudos, a melhor forma de aumentar sua defesa em The Witcher 3 é utilizando armaduras. Vamos indicar aqui duas opções de equipamento para você usar no começo da jornada.

1) no início do jogo é um tanto complicado conseguir bons equipamentos, sendo o mais indicado o conjunto Temeriano disponível para download de graça na PSN, Xbox Live e Steam. E de graça só mesmo nessas lojas online, porque no jogo você vai precisar pagar por cada peça da armadura. O conjunto requer que o bruxo esteja no nível 4 e pode ser adquirido no NPC mercador Bram (aquele que você salvou do grifo no começo do jogo), em Pomar Branco. O conjunto completo vai custar algo em torno de 700 coroas, mas vai adicionar +91 pontos de defesa e pelo menos cinco diferentes tipos de resistência.

2) uma segunda opção é fazer upgrades. Seja na armadura inicial de Geralt ou em outras das quais você encontre diagramas, aprimorar esses equipamentos pode ser uma opção mais barata — mas não tão eficaz no começo da aventura quanto o DLC.

O mundo de The Witcher 3 é gigante e vai gastar muito tempo viajando. Então aproveite para explorar. Alguns pontos, marcados com uma interrogação, são pontos que merecem a sua atenção. Podem ser ninhos de monstros, tesouros escondidos e até missões que podem te dar uma ótima grana. Então explore tudo que o game tem a oferecer.

Referências:

Combo Infinito, Gamelogia, wikipedia, playreplay, Portallos.