Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories

A marca Yu-Gi-Oh é muito famosa na cultura pop. Um dos jogos de cartas temáticas mais populares no mundo, os “Monstros de Duelo” já apareceram nas mais diversas mídias além das cartas, como em brinquedos e séries de anime. Nos videogames, o primeiro jogo da série a chegar no ocidente foi Yu-Gi-Oh Forbidden Memories para o PS1. Unindo alta dificuldade com uma jogabilidade divertida, o jogo apresenta uma nova forma de jogar e uma nova história. Vamos conferir este clássico neste Blast from the Past.

Uma breve introdução

Caso você nunca tenha ouvido falar em Yu-Gi-Oh, aqui vai uma breve introdução. Originalmente, Yu-Gi-Oh é uma série de mangá publicada na revista Shonen Jump, entre os anos de 1996 e 2004. Nos primeiros capítulos, a história do mangá aborda vários tipos de jogos diferentes, inclusive o chamado “Monstros de Duelo”, que é a base do jogo de cartas que hoje é conhecido como Yu-Gi-Oh. Entretanto, os sucessos dos capítulos sobre os “Monstros de Duelo” levaram o autor, Kazuki Takahashi, a dirigir a série apenas para este tipo de jogo.

Com o fim da série original, novas histórias com novos personagens surgiram com o passar dos anos. Diversas séries de anime, brinquedos e filmes foram lançados ao longo dos anos. Em paralelo, o jogo de “Monstros de Duelo” também evoluiu, tornando-se mais estratégico e com muito mais cartas que o original. Hoje em dia, o nome Yu-Gi-Oh virou um sinônimo deste tipo de jogo de cartas. No Brasil, a série virou febre graças a grande oferta de cartas piratas no comércio popular.

Uma proposta inovadora

Yu-Gi-Oh Forbidden Memories foi lançado para o Playstation em 1999, sendo o primeiro jogo da marca lançada no ocidente. A principal qualidade do jogo é a sua simplicidade: nada de centenas cartas com efeitos diferentes e regras complexas, ou enredos complexos e mirabolantes. O jogo preza pelos duelos dinâmicos e pela evolução constante do jogador.
Em Forbidden Memories, temos uma história adaptada a partir do mangá e do anime, de tal forma que ela é completa por si mesma. Além disso, a nova mecânica de jogo não exige um grande conhecimento de “Monstros de Duelo”, já que possui uma mecânica simplificada, baseada em fusões de cartas de monstros. Quem é fã da série vai se sentir (quase) em casa, enquanto os novos em Yu-Gi-Oh serão capazes de aproveitar o jogo sem problemas.

Uma história original

O enredo do jogo é vagamente baseado no mangá e no anime, sendo que os últimos dois possuem diferenças significativas. A maior parte da história se passa no Egito antigo, onde o jogador está no controle do protagonista Atem. Príncipe do Egito, Atem é traído pelo alto sacerdote Heishin, que busca colecionar todas as relíquias do milênio para libertar um monstro que lhe permitirá controlar o mundo. 
No último instante, Atem é salvo pelo seu conselheiro, que o sela dentro da relíquia chamada enigma do milênio, de tal forma que o sacerdote não pode utilizá-la. No futuro, o jovem Yugi encontra o enigma e consegue solucioná-lo. Ao fazer isso, Atem aparece para Yugi e pede a sua ajuda para retornar a seu tempo e salvar o mundo. Após algumas lutas no presente, onde encontramos alguns personagens familiares, Atem consegue retornar para o passado. Lá, o jogador precisa derrotar os conspiradores e devolver a paz para o Egito e o mundo.

Novas mecânicas de jogo

Assim como a história é inédita, a mecânica de jogo de Forbidden Memories também é inovadora. Dentre as principais mudanças (em relação as regras oficiais do jogo), não existem custos de invocação para os monstros, de tal forma que, por exemplo, a famosa carta Dragão Branco de Olhos Azuis pode ser colocada no campo diretamente. Outra mudança consiste na quantidade de cartas que cada jogador tem na mão. 
Neste jogo, a cada nova jogada cada jogador deve comprar até ter cinco cartas na mão, sob pena de perder o duelo caso esta condição não seja satisfeita. Finalmente, as duas características mais diferentes do jogo são as fusões e a existência de vantagens e desvantagens na hora da batalha.

Em Forbidden Memories, o jogador pode fazer a fusão de monstros de forma direta (sem necessidade de alguma carta específica, como a Polimerização), bastando apenas conhecer as combinações possíveis. Já no sistema chamado Guardian Stars, quando um monstro é invocado, pode-se escolher entre duas opções possíveis para aquela carta. Durante as batalhas, monstros com Guardian Stars com vantagem sobre outros recebem um bônus de ataque.

Personagens

Príncipe do Egito

> História: o príncipe é eixo central do enredo, ou seja, ele é o principal protagonista, tanto que Yugi é esquecido após sua aparição. O jovem, como foi dito no tópico acima, é alguém que está entediado da vida de realeza e adora fugir do palácio para jogar cartas. Quando Mutou resolve o Enigma do Milênio, seu espírito passa a possuir o corpo do garoto japonês, como é visto no anime e no mangá.

> Personalidade: é alguém rebelde e que não consegue acatar ordens ou conselhos, todavia, também se mostra alguém bondoso e generoso, não liga se os seus amigos são nobres ou plebeus, ele quer apenas se divertir. No final do game, torna-se um governante amado por seu povo.

Divulgue sua marca

> Aparência: o jovem só e visto apenas uma vez, ou seja, não há muito o que dizer quanto a sua aparência. Quando o vemos, ele veste as roupas semelhantes as do anime/mangá, vestes brancas com inúmeras joias de ouro, além de uma capa roxa. Sua pele é branca demais para um cidadão egípcio, o que causa certo estranhamento, já seu cabelo continua colorido e espetado.

Mutou Yugi

> História: Yugi é um típico garoto japonês que ama jogos de qualquer tipo, em especial um quebra-cabeça egípcio que ganhou do seu avô. Certo dia, após ter passado anos tentando montá-lo, ele finalmente o conclui e, quando faz isso, liberta um espírito aprisionado de um ancestral do Egito. Esta alma, em Forbidden Memories, é a de um antigo príncipe do país, que possui o corpo do menino, garantindo a ele o poder dos jogos das trevas.

> Personalidade: Yugi é tímido e covarde, tendo dificuldade para fazer amigos e se aproximar de outras pessoas. É apaixonado por uma garota chamada Anzu (Tea, aqui no ocidente), que, infelizmente, sempre deixa o jovem rapaz na famigerada “friend zone”.

> Aparência: No game, não é possivel ver mais do que o rosto de Yugi, mas, no anime/mangá, o garoto tem o peculiar costume de sempre usar o uniforme de sua escola, composto por jaqueta e calça, ambas da mesma cor. Tem um tamanho inferior ao de outras pessoas de sua idade, isso, somado com a personalidade do rapaz, faz com que Mutou tenha um ar infantil. O elemento mais peculiar de sua aparência é seu colorido cabelo espetado.

Simon Muran

> História: na minha humilde opinião, este é o segundo personagem mais mistérioso dos games, perdendo apenas para o mercador do Resident Evil 4. Não se sabe muito sobre Simon, exceto que ele é o conselheiro da corte do Faraó. Durante o ataque de Heishin ao palácio, Muran ajuda o príncipe a tentar fugir, porém, acaba morrendo no incidente. Em “Yu-Gi-Oh: Shin Duel Monsters 2 Inherit Memories” (nomeado Yu-Gi-Oh: Duelist of the Roses, no ocidente), sequência de Forbidden Memories, o homem aparece novamente como conselheiro do rei. Nunca foi visto no anime/mangá.

> Personalidade: Simon se mostra alguém calmo e muito inteligente, que consegue raciocinar muito bem e criar ótimas estratégias. Muran faz de tudo para proteger o herdeiro do trono egípcio, sacrificando até mesmo sua vida.

> Aparência: em todas as aparições do misterioso homem, vemos ele com as mesmas roupas, uma túnica branca que cobre todo seu corpo, adornada apenas por uma serpente e um olho no capuz da vestimenta. O rosto de Simon nunca foi mostrado e a coisa mais bizarra sobre o personagem é o fato de possuir uma pele azulada.

Mago Seto

> História: esqueça o que você aprendeu sobre o personagem no anime/mangá. Aqui, a importância do ancestral de Kaiba para a história é quase nula. Seto é um dos magos do Faraó, sendo ele braço direiro do Alto Mago Heishin. Auxiliou o vilão no ataque ao palácio e serviu de rival para o príncipe. Se o sujeito no passado não teve uma importância muito grande, sua reencarnação só serviu para agradar os fãs e nada mais.

> Personalidade: arrogante, mau-caráter e esnobe são as principais qualidades de Seto. É o segundo melhor duelista, perdendo apenas para o príncipe. Diferente de Kaiba, o mago sabe esconder sua frustração ao ser derrotado, porém, é mais vingativo que sua encarnação.

> Aparência: assim como muitos personagens, têm a pele clara demais para alguém que vive no Egito. Suas vestes de mago são roxas e adornadas por incontáveis peças de ouro, diferente da versão que é vista no anime/mangá.

Alto Mago Heishin

> História: o mais poderoso de todos os magos do Faraó e também é o portador do Cajado do Milênio. Heishin anseia dominar o Egito, matando o príncipe e conseguindo as sete Relíquias do Milênio para libertar um ser das trevas. É o típico vilão clichê de Yu-Gi-Oh.

> Personalidade: Heishin é um homem autoritário e arrogante, não tem piedade de ninguém, importando-se apenas com seus próprios objetivos. O mago não demonstra nenhum tipo de remorso quanto às crueldades que comete, ou seja, ele só se importa consigo mesmo.

> Aparência: Heishin está sempre com uma elegante e luxuosa túnica roxa, adornada de belas joias feitas de ouro. Existem enormes brincos presos em sua orelha e um tipo de “barba postiça” no seu queixo. Tem a pele morena e aparenta ter, aproximadamente, 50 anos.

“Hora do Duelo”

yugioh forbidden memories 9 Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories

Ao todo, são 722 cartas disponíveis para colecionar e usar nas batalhas. Elas incluem as cartas consagradas pelo anime, como o Mago Negro (Dark Magician), Dragão Branco de Olhos Azuis (Blue Eyes White Dragon), Mago do Tempo (Time Magician), entre muitas outras. Ao começar o jogo, você começa com um baralho de 40 cartas aleatório, podendo adquirir mais cartas ao ganhar duelos (quanto mais forte o adversário, maior a chance de ser uma boa carta) ou comprando através das estrelas coletadas nas partidas (que variam de acordo com o desempenho nos duelos).

Além do modo história e dos Free Duels, que consistem em partidas contra qualquer inimigo já derrotado, Forbidden Memories inclui um modo multiplayer para jogar com os amigos. Para jogá-lo, cada jogador precisa ter o seu próprio save do jogo em um Memory Card diferente, embora seja possível jogar com apenas um controle. Um ponto interessante é que, para evitar que os jogadores possam ver as cartas na mão de cada um, o jogo mostra apenas um número no centro destas cartas. Este número corresponde a posição da carta dentre as 40 do baralho, permitindo que somente o dono do deck possa saber qual é.

Para completar a coleção mais facilmente e fazer decks mais poderosos, é possível trocar cartas com outro jogador. Basta que cada um ligue o seu Memory Card ao PS1 e então acessar a opção Trade do menu. Preocupada com a possibilidade de cópias de saves, a Konami adicionou um número de registro a cada novo jogo criado em Forbidden Memories, de tal forma que é impossível trocar cartas entre um save e sua própria cópia (embora seja possível ter várias cópias do save, de tal forma que seja possível trocar a mesma carta várias vezes).

Diversão com alto nível de dificuldade

yugioh forbidden memories 9 Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories

A principal crítica ao jogo Yu-Gi-Oh Forbidden Memories é o seu alto nível de dificuldade. Em primeiro lugar, o jogo não fornece nenhum indicativo sobre quais são as fusões possíveis, o que exige ao jogador aplicar o método da tentativa e erro até aprender as combinações (ou então ler algum tutorial na internet). Em segundo lugar, as vantagens e desvantagens entre as Guardian Stars também não são explicadas, mais uma vez exigindo um estudo prévio por parte do jogador.

Mesmo assim, estas duas dificuldades são superadas após algumas horas de jogo (ou com uma ajudinha da internet). A maior dificuldade de Forbidden Memories consiste nos duelos em si. Após algumas poucas batalhas iniciais bastante acessíveis, cada partida se torna um grande desafio. Os adversários possuem somente cartas poderosas, além de usarem estratégias bastante apelonas para vencer. Diversas vezes me encontrei disputando novas partidas com adversários mais fáceis para tentar obter cartas mais fortes. O sistema de compra de cartas também não ajuda, já que as cartas boas possuem valores muito altos.

“Acredite no coração das cartas”

yugioh forbidden memories 9 Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories

Para muitos fãs de Yu-Gi-Oh, Forbidden Memories foi a primeira oportunidade de jogar “Monstros de Duelo” no videogame. Mesmo com um alto nível de dificuldade, o jogo é viciante graças a sua forma simples de jogar e a sua grande coleção de cartas (para a época). Apesar de não ser uma unanimidade e de que estará sempre entre os clássicos do Playstation.

Rank

Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories

Os ranks são posições que o jogo mostra após o término do duelo definindo como foi seu desempenho num duelo, geralmente com ranks mais altos é possível obter cartas mais raras e/ou mais fortes e ao contrário em ranks mais baixos, com exceção dos ranks Tec’s, que dão a possibilidade de adquirir cartas mágicas ou cartas monstros raras.Os ranks são dividos em POW e em TEC. Tanto um como outro possuem subcategorias, sendo elas S,A,B,C e D, ganhando, respectivamente, 5,4,3,2 e 1 starchip(s) (estrelas usadas na compra de cartas, na opção “Password”, no menu principal.) Os ranks, de uma forma geral, são:

S-POW/S-TEC, A-POW/A-TEC, B-POW/B-TEC, C-POW/C-TEC e D-POW/D-TEC.

Referências:

Playstation Blast, Aminoapps, Wikipedia.

Comente aqui em baixo sobre Yu-Gi-Oh Forbidden Memories!