Pokémon Red & Blue

Desenvolvido pela Game Freak e publicado pela Nintendo, Pokémon Red, juntamente com o Pokémon Blue e Green, foram os primeiros jogos da franquia da série dos monstrinhos de bolso.

O jogo teve seu lançamento para Game boy em 27 de fevereiro de 1996 no Japão com as versões Red e Green e nos EUA em 1998 com o Red e Blue, conquistou sucesso instantâneo, tanto que posteriormente, foi lançada a série animada baseada no jogo.

O Jogo

Assim como a maioria dos RPG, o jogo é em 3° pessoa, o personagem vai andando pelo mundo pokémon, que nesse caso se chama Kanto, interagindo com pessoas, procurando objetos, conquistando objetivos. O objetivo do personagem, é capturar pokémons e se tornar um mestre pokémon.

São 151 monstrinhos ao todo, a maioria você encontrará pelo mundo pokémon, outros você terá que trocar com amigo que também joga, uns são raros e tem apenas um de cada no jogo. Dos 151, apenas o Pokémon Mew, não encontra no jogo de forma nenhuma, ele era capturado somente quando tinha eventos específicos realizado pela Nintendo.

Vale saber

A diferença entre as 3 versões, é que alguns pokémons você encontra em um mas não encontra em outro. Não se preocupe, como eu disse acima, você poderá trocar com um amigo, basta os dois ter os jogos e o cabo link.

Pokémons

São 151 monstrinhos, eles são divididos em 15 tipos básico; fogo, água, planta, voador, normal, lutador, inseto, dragão, elétrico, terra, psíquico, pedra, gelo, venenoso e fantasma. Pode acontecer de um pokémon ter dois tipos. Cada tipo, tem sua habilidade especial, bem como, uma fraqueza. Um tipo pode ser forte contra um, todavia ser fraco contra um outro.

Pokébolas

As pokébolas é o local onde você deixa seus bichinhos “guardados”, até precisar deles para lutar. Sendo assim, você pode ter no máximo 6 em mãos, que é a composição do time. Os outros pokémons que você captura, são enviados para aos cuidados do Professor Oak.

Tipos de pokébolas

São 4 tipos que você encontra: Pokébola básica, Great ball, Ultra ball e Master ball. Cada uma delas é usada para capturar pokémon de acordo com seu nível de dificuldade. Com exceção da Master Ball que você só ganha uma no jogo, as outras você pode comprar ou encontrar no decorrer do jogo.

Master Ball

Você ganhará apenas uma master ball no jogo, guarde-a, ela é a única que captura o grande e poderoso Mewtwo. Uma das únicas tristezas dos fãs do jogo, é que você captura o Mewtwo só no final do jogo, sendo assim, não terá a oportunidade de utilizar ele nas batalhas principais.

Pokéagenda

Diferente do anime, que serve para você receber informações sobre um pokémon desconhecido antes de capturar, no jogo ela serve para você ver as informações do pokémon depois de capturado. Com ela é possível saber o tipo do monstrinho, o sexo, level e outras informações. Além que, ela que te mostra quais são os pokémons que você já tem ou pelo menos já viu no jogo, em outras palavras, ela é sua guia.

Itens

No jogo, você encontra diversos itens. Cada um tem uma função diferente, por exemplo; recuperar life do pokémon, melhorar o ataque, bem como, defesa, tem item que serve para aumentar level do pokémon, alguns dão habilidades especiais para seu pokémon. Você os encontra no decorrer do jogo ou também pode compra-los nos mercados.

Centro Pokémon

Seu pokémon se machucou na última batalha e precisa de cuidados? Aqui é o lugar. No centro pokémon que você recupera a vida dos pokémons que foram machucados na batalha. Em alguns centros pokémons que tem o setor de trocas, sendo assim, possível trocar pokémons com seu amigo através do cabo link. Cada cidade tem seu centro.

Insígnias

Na grande maioria das cidades da região de Kanto, você encontrará um líder de ginásio. Você deverá enfreta-lo. Vencendo, ele lhe dará um insígnia. Você precisa juntar 8 insígnias, dessa forma, poderá ir para a Liga Pokémon.

Líderes

Cada líder, usa um tipo de pokémon específico. Certifique-se de escolher os pokémons que tenham vantagem sobre o tipo deles. Abaixo está a lista dos líderes de cada cidade, bem como, seus tipos de pokémons usados:

Quem são:

  • Brock em Petter City. Pokémons do tipo pedra.
  • Misty em Cerulean City. Pokémons do tipo água.
  • Lt. Surge em Vermillion City. Pokémons do tipo elétrico
  • Érika em Celadon City. Pokémons do tipo planta.
  • Sabrina em Safron City. Pokémons do tipo psíquico
  • Koga em FUSCHIA City. Pokémons do tipo venenoso.
  • Blaine na ilha de Cinnabar . Pokémons do tipo fogo.
  • Giovanni em Veridian City. Pokémons do tipo, pedra, terra e venenoso.

Importante saber

A cidade de Veridian, é a segunda que você visitará no jogo, o ginásio ainda é fechado, contudo, você só poderá enfrentar o Giovanni , após vencer o Blaine. Giovanni é um dos caras mais cascas grossas do jogo, não é atoa que ele é líder da Equipe Rocket, em outras palavras, a batalha com ele será difícil.

Prepare-se para encrenca

Assim como no anime, a equipe rocket está ali para atrapalhar seus objetivos. Algumas vezes você vai precisar lutar com eles, em outras, sair das armadilhas que os mesmos criaram.

Rival

Durante o jogo inteiro, você o enfrentará muitas vezes. Ele sempre estará a sua frente, o famoso “enquanto você está indo, ele está voltando”, e é nessa hora que vocês se esbarram. Para dificultar sua vida no jogo, ele sempre terá os pokémons básicos que tem vantagem sobre o seus. Lembra que falei que alguns tipos são mais fracos que os outros. Pois bem, ele vai fazer a escolha do pokémon baseado no qual você escolheu antes.

Professor Oak

O professor é um famoso pesquisador sobre pokémons. É ele quem guia e instrui os treinadores pokémons em sua jornada. O seu primeiro pokémon é ele quem te dá. Criador da pokédex. Apesar de ser especializado em várias áreas da ciência, ele atua como um criador pokémon. Sendo assim, é com ele que seus pokémons reservas vivem, sendo muito bem cuidados. No anime, ele é conhecido por todos como Professor Carvalho.

Iniciando a jornada

A cidade de Pallet. Ela é sua cidade natal, enfim, é aqui que você ganhará seu primeiro pokémon. O professor Carvalho te chamará e pedirá para você escolher entre 3 pokémons inicais, um deles será seu companheiro durante o jogo inteiro.

Pokémons Iniciais básicos

A princípio, você deverá escolher entre, Charmander do tipo fogo, Squirtle do tipo água ou Bulbassauro do tipo planta. O melhor pokémon para começar é o Bulbassauro, ele tem vantagem contra os 3 primeiros líderes, dessa forma, você terá tempo para treinar os outros do seu time. Mas também é tudo questão de gosto, pois a maioria ama o Charmander por exemplo.

Forme seu time

Forme seu time de 6 pokémons, treine-os bastante, enfrentando todos que aparecem no caminho. Passe pelas cidades para enfrentar os líderes de cada uma, ganhando do líder, você receberá uma insígnia. Quando completado 8 insígnias, como resultado, você poderá participar da Liga Pokémon.

Liga Pokémon

Na liga pokémon, você conhece a elite dos 4. Aqui estão os 4 maiores treinadores do jogo. Para se tornar um mestre pokémon, você precisará vence-los. São eles; Lorelei, treinadora do tipo Gelo. Bruno, treinador do tipo pedra e lutador. Agatha que treina os de fantasmas e venenosos e por fim, você enfrentará o maior de todos, Lance. Ele é considerado o mais forte da elite e treina pokémons do tipo Dragão.

Não pense que acabou

Quem poderia querer te enfrentar mesmo depois da elite? Sim. Seu rival novamente. Ele usará seus pokémons muito bem treinados, sendo assim, é preciso estar com seus pokémons pelo menos no lv 65 para conseguir vence-lo.

Cenas pós crédito

O jogo acabou, lá se foram os créditos. Não há nada mais para se fazer. ERRADO! Lembra do Mewtwo, só agora você poderá captura-lo. Após os créditos, aparecerá o botão continue, apertando você voltará a cidade de Pallet, basta ir na caverna onde ele se encontra. O lugar é grande e cheio de pokémons poderosos. Quando você encontrar o Mewtwo, diferente dos outros, não precisa batalhar com ele para deixa-los fraco, basta jogar a Masterball que você vai capturar na primeira tentativa.

Os 3 pássaros lendários

Moltres, Zapdos e Articuno, são 3 dos mais fortes pokémons do jogo, tem apenas um de cada no jogo inteiro. Considerados lendários pela sua dificuldade de encontrar e capturar. Cada um fica em um lugar diferente, para captura-los, você precisará feri-los bastante, faze-los dormir e usar somente a Ultra ball. Leve bastante ultra ball, pois mesmo com tudo isso, eles ainda escapam muitas vezes.

Conheça o jogo

Pokemon Blue GIF

O jogo é grande em detalhes. Existem itens essenciais, como HM e TM. Cavernas, hora certa para fazer determinada coisa. Tem pokémons e itens que você compra com coins do jogo. Tem certas partes que você se encontra perdido sem saber o que fazer.

Dica

Veja alguns Detonados sobre o jogo, ele é rico em detalhes e vai tirar qualquer dúvida sua. Do contrário, se você é amante dos desafios, aprenda jogando, afinal, no começo, não existia ajuda e você precisava fazer tudo sozinho.

O que você acha desse jogo? Deixe nos comentários sua experiência.

Referências:

Wikipedia, Pokemythology.

Alien: Isolation

Alien: Isolation é um jogo de ação furtiva de 2014 em primeira pessoa com gênero de survival horror. Ele foi desenvolvido pela The Creative Assembly e lançado pela Sega em 7 de outubro de 2014 para Microsoft Windows, Linux, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.

Parte da série Alien, o jogo se passa em 2137, 15 anos após os acontecimentos de Alien e 42 anos antes de Aliens. O jogo segue Amanda Ripley, que investiga o desaparecimento de sua mãe. Amanda é transferida para a estação espacial de Sevastopol para encontrar a caixa-preta da Nostromo, apenas para descobrir que um alien tem aterrorizado a estação e matou a grande maioria da tripulação.

Enredo

Em 2137, 15 anos após os eventos de Alien, Amanda Ripley, filha de Ellen Ripley, é abordada pelo sintético Christopher Samuels, que a informa que a caixa-preta da Nostromo foi recentemente localizada por uma nave, a Anesidora, e está a bordo de Sevastopol, uma remota estação espacial – porto livre – de propriedade da Seegson Corporation, em órbita ao redor do gigante de gás KG348. Samuels oferece a Amanda um lugar na equipe da megacorporação Weyland-Yutani, enviada para recuperar a caixa preta da nave de sua mãe, de modo que ela possa saber qual o destino de tal desaparecimento. Ripley, Samuels, e Nina Taylor, viajam para Sevastopol a bordo da nave de correio Torrens, de propriedade da Capitã Verlaine. O grupo chega a Sevastopol e percebe que talvez a estação possa estar danificada. Ripley, Samuels, e Taylor tentam uma caminhada espacial até a estação para investigar mas seu cabo de segurança é rompido por escombros e Ripley é separada deles e forçada a entrar na estação por conta própria para sobreviver.

Ripley, na tentativa de encontrar uma maneira de entrar em contato com a nave Torrens, descobre que a ordem civil da estação foi quebrada completamente. Seegson vem tentando vender Sevastopol por anos e por isso diminuiu a estrutura da estação para uma equipe reduzida; agora com a equipe já reduzida a pequenos grupos assustadores, saqueadores paranóicos que acumulam recursos e rejeitam não-membros. Ripley é confrontada por um homem chamado Axel, que o convence a ajudá-la em troca de um lugar a bordo da Torrens. Axel explica que a situação atual é causada por um “matador” solto a bordo da estação e, logo após lhe dizer isso, um “monstro” aparece para matá-lo. Ripley finalmente encontra a caixa-preta da Nostromo mas, para seu espanto, descobre que ela não contém dados. Ela, então, tenta entrar em contato com a Torrens através do centro de comunicações da Sevastopol, no entanto descobre logo que quem comanda a estação, APOLLO, se tornou hostil, fazendo os androides matar qualquer um que tente enviar um pedido de socorro. Ripley consegue entrar em contato com Samuels e Taylor, descobrindo que Taylor foi ferida, dessa forma Ripley tenta buscar suprimentos médicos na enfermaria da estação para tratá-la.

Ripley chega à enfermaria e é assistida pelo Dr. Kuhlman (que mais tarde é morto pelo alien), antes de lhe mostrar o caminho para a dispensa. Recuperado os suprimentos, mais tarde ela se reúne com Samuels e Taylor, onde a equipe está sendo mantida presa por Marshal, Waits e seu vice, Ricardo. Waits explica que o alien foi trazido a bordo da estação por Henry Marlow, capitão da Anesidora que agora também está sendo prisioneiro de Waits. Ripley fala com Marlow e descobre que a tripulação de Anesidora descobriu o registador de voo perto do planetóide LV-426, onde eles também acharam uma nave abandonada, anteriormente encontrada pela tripulação de Nostromo contendo um ninho com ovos de aliens. A esposa de Marlow foi atacada por um facehugger e, buscando ajuda, Marlow a trouxe a bordo de Sevastopol para tratamento. Dessa forma passamos a compreender que o Alien que saiu de dentro dela é o responsável por aterrorizar a estação. Waits convence Ripley a ajudá-lo a conter o Alien, atraindo-o para uma área remota da estação, selando-o para dentro. Ripley alcança o objetivo mas o que Waits esqueceu de mencionar é que ele estava planejando usá-la como isca, ejetando o módulo com ela ainda dentro. Como ele a manda para o espaço, Ripley consegue encontrar um uma roupa espacial, se ejetar da câmara para o espaço e voltar para Sevastopol. O Alien é deixado para trás no módulo descartado e ambos são sugados para a gravidade do KG348.

Com a criatura eliminada, a situação a bordo da estação parece estar sob controle novamente até que, repentinamente, andróides da estação começam a abater a tripulação restante. As vítimas incluem Waits e seus homens, embora Ricardo tenha sobrevivido. Ripley tenta encontrar Samuels e descobre que ele está tentando fazer uma interface com controlador da estação de inteligência artificial APOLLO, a fim de cessar a matança. Samuels tenta parar APOLLO mas contramedidas defensivas de APOLLO desativa Samuels, mas não antes de ele conseguir abrir um caminho para Ripley no núcleo de controle de APOLLO. Ao chegar lá, Ripley descobre que Seegson finalmente encontrou um comprador para Sevastopol: Weyland-Yutani, que instruiu Apollo para proteger o Alien, independentemente de quaisquer vítimas humanas. Ripley diz a APOLLO que o estrangeiro não está mais a bordo de Sevastopol e faz exigências para cessar toda a atividade mas APOLLO se recusa e volta sua atenção para o reator da estação. Determinada a descobrir o que está acontecendo, ela atravessa a base do reator, que foi convertido em um ninho contendo, possivelmente, centenas de Aliens. Ripley, em seguida, inicia seus planos para expurgar o reator para destruir tanto os Aliens quanto o ninho, mas não obtém sucesso pois vários Aliens escapam e invadem Sevastopol.

Ripley aprende com Ricardo que o expurgo do reator redefine todos os sistemas em Sevastopol, incluindo os de comunicações. Ela também tem a informação de que Taylor foi enviada por Weyland-Yutani para recuperar o Alien, e que ela libertou Marlow em troca da localização do LV-426. No entanto, Marlow a trai e a leva como refém a bordo da Anesidora. Ripley e Ricardo o perseguem na esperança de usar a nave para fugir. Ao explorar a Anesidora Ripley descobre uma mensagem adicional de sua mãe após seu relatório inicial dos eventos na Nostromo assim, finalmente, encerrando o mistério de seu desaparecimento. Pouco depois de ouvir a mensagem, Marlow aparece com Taylor e diz a Ripley que planeja sobrecarregar o reator de fusão da Anesidora para destruir a estação, garantindo assim que os Aliens não sobrevivam. Taylor bota Marlow para fora enquanto ele está reclamando com Ripley, e as duas juntas tentam impedir a detonação. Elas são bem sucedidas, mas é tarde demais, pois Marlow forçou o reator da nave para explodir. Taylor é, então, morta por uma descarga elétrica e Ripley é forçada a fugir da Anesidora sem ela.

Depois de escapar de volta em Sevastopol, Ricardo diz a Ripley que a explosão destruiu a matriz estabilizadora orbital da estação, fazendo com que toda a estação fique, lentamente, a deriva na atmosfera de KG348. Ripley e Ricardo conseguem contato com a Torrens para a extração, mas Ricardo é atacado e paralisado por um facehugger e Ripley é forçado a deixá-lo para trás. Depois de deixar a doca da nave, Ripley se prepara para o saltar no espaço em direção a Torrens mas é atacada por um Alien e levada para outro ninho de onde ela escapa. Ela, então, faz o seu caminho para fora para ajudar o Torrens a se separar da estação através de uma explosão controlada mas logo é cercada por aliens e depois jogada na nave devido à explosão. Sevastopol, em seguida, começa a cair em direção KG348 e explode em sua atmosfera. A bordo do Torrens, Ripley faz contato com o Capitão Verlaine e pergunta o que está acontecendo, mas não recebe resposta. Ripley, em seguida, faz o seu caminho para a ponte para encontrar Verlaine, mas é confrontado por um outro Alien. Ainda com sua roupa de astronauta Ripley é encurralado na câmara e é forçada a abri-la, lançando-se no espaço com o Alien.

A cena final do jogo retrata Ripley, à deriva e inconsciente em sua roupa espacial, despertada de repente pela luz de um holofote que atravessa seu rosto.

Jogabilidade

A Creative Assembly descrito Alien: Isolation como um jogo de survival horror em oposição a um jogo de ação, projetando o jogo mais de acordo com o filme de Ridley Scott. Ao contrário da maioria dos outros adaptações de jogo eletrônico voltados para a ação de James Cameron. Da franquia, Alien: Isolation possui um único Alien para a maioria da duração do título que não pode ser morto, exigindo que o jogador utilize táticas stealth para sobreviver. Embora o jogo apresenta algumas armas: eles vão ser letal apenas contra os ocupantes humanos, android Joes de Trabalho e facehuggers. O jogador também pode terminar o jogo por não matar todos os seres humanos, utilizando métodos não letais. Em vez de seguir um caminho predeterminado, a inteligência artificial do Alien foi programado para caçar ativamente o jogador por visão, audição e olfato. Ela foi programado com um conjunto complexo de modelos comportamentais que desbloquear à medida que encontra o jogador, criando a ilusão de que o Alien aprende com cada encontro com o jogador e adequadamente ajusta a sua estratégia de caça. Isto inclui a capacidade para o Alien para investigar “fontes secundárias” de distúrbios. Por exemplo, se ele percebe um armário ou bloqueio de ar é aberta, o Alien vai procurar quem abriu. O Alien emite vocalizações específicas, dependendo do seu objetivo: um grito pode indicar que ele está prestes a atacar, enquanto outros sons pode indicar que ele está procurando, que tem visto alguma coisa, ou que perdeu o rastro de sua presa. O jogador tem a capacidade de se agachar para se esconder atrás de objetos para quebrar a linha de visão com o Alien, e o jogador pode então espreitar secretamente sobre ou inclinar-se para ganhar visão. O jogador também pode executar e possui tanto uma lanterna e um rastreador de movimento para detectar os movimentos do alien. No entanto, usando qualquer um destes cria barulho ou luz, o que aumenta a chance de o Alien encontrar o jogador. O jogador pode ir debaixo de mesas ou armários dentro de esconder do Alien, e, às vezes, tem que pressionar um botão para fazer Amanda prender a respiração para evitar fazer barulho. Os níveis são concebidos para serem não-linear, com múltiplos pontos de entrada e saída para cada sala de fornecer rotas alternativas para o Alien para atacar ou o jogador a escapar. O jogo tem uma tela mínima heads-up, exigindo que o jogador a usar seu inventário para adquirir informações, como trazer o rastreador de movimento para localizar o alien. Usando o rastreador de movimento aciona uma profundidade de efeito de campo para que o jogador possa focar-se ao rastreador ou o que está na frente, mas não pode se concentrar em duas coisas ao mesmo tempo. O rastreador de movimento só é capaz de detectar a localização aproximada do alien quando está em movimento; ele também não pode detectar a localização específica do alien nem localizar o alien quando não está em movimento. O jogo apresenta um sistema de elaboração, que permite ao jogador criar armas e ferramentas para se defender. Fabricar objetos aparecem em locais aleatórios, forçando os jogadores a explorar o nível em cada jogada, em vez de memorizar a localização de ferramentas encontradas anteriormente. Os jogadores também encontrar computadores e outros dispositivos que podem hackear para acessar informações ou gatilho no jogo ações, utilizando um sistema semelhante ao sistema de localização de fita de vídeo. O jogo apresenta uma quantidade mínima de música, contando mais com o som ambiente para tornar o aviso jogador que pode estar acontecendo e também para melhorar a atmosfera. No entanto, existem algumas sequências com script de música, bem como o aumento de ruído sempre que o Alien pode ser nas proximidades. A Creative Assembly anunciou duas peças de conteúdo para download. Todos os pré-encomendas recebeu um upgrade gratuito para o Nostromo Edition, que inclui a missão Equipes Expendable que caracteriza o grupo original do Nostromo. Além disso, ao ordenar a Ripley Edição de varejistas selecionados, os jogadores receberam a última missão do sobrevivente, que apresenta Ellen Ripley tentar definir o sistema de auto-destruição e escapar a bordo do Narciso.

Ambientação fantástica

Se há algo digno de aplausos em Alien: Isolation é o trabalho que a The Creative Assembly fez em criar um produto bonito não apenas na qualidade gráfica. O silêncio perturbador, combinado com as fumaças do purificador de ar e as luzes de emergência, colaboram com a imersão do game. Sem contar o fato de que os mapas do jogo são cuidadosamente bem elaborados: cheios de ramificações e atalhos para os jogadores mais fujões. Detalhes mais bobos, como o longo rabo do Xenomorfo passando pela sua frente enquanto você está dentro de um esconderijo, também valem a menção.

Aproveitado a fidelidade com o material de origem, é notável também como o design de arte da estação espacial Sevastopol lembra carinhosamente o interior da nave Nostromo. Das portas automáticas até as salas de comando, o game sabe muito bem como prestigiar o passado.

Trilha sonora e som ambiente

Para intensificar a experiência de gameplay e a própria ambientação, Isolation também conta com uma trilha sonora impecável. Melodias soturnas funcionam bem o suficiente para deixar o game ainda mais tenso, enquanto o som ambiente dos gritos de um Xenomorfo faminto e da respiração desesperada da protagonista aumentam a imersão.

Inteligência artificial

Como se ser perseguido pelo Alien não fosse apavorante, o bichano gosmento e praticamente imortal conta com uma desafiadora inteligência artificial em Isolation. Se jogado nos modos mais complicados, o game mostra seu verdadeiro potencial no quesito “caçador e presa” — neste caso, o topo da cadeia alimentar certamente não é seu.

Quando provocado ou enganado, o Xenomorfo pode se tornar mais agressivo. E ele também sabe estudar movimentos, podendo atacar você de surpresa em um duto de ventilação ou até mesmo pular de dentro de um — mesmo que você esteja tomando o maior cuidado possível para não fazer barulho.

Climão de tensão

Juntando todos os fatores citados na página anterior (ambientação, trilha, e inteligência artificial), Alien: Isolation entra fácil na lista de games de terror e sobrevivência mais tensos. Não posso dizer exatamente em qual colocação, mas basta falar que meus primeiros minutos com o Modo Sobrevivência do jogo foram aterrorizantes o suficiente para quase “travar” a minha lombar.

A sensação constante de estar encurralado e sendo perseguido por várias criaturas é desesperadora. E não vale abrir as janelas, acender a luz ou colocar musiquinha feliz durante seu tempo com Isolation. Esse game merece e precisa ser jogado no escuro e, de preferência, sem nenhuma companhia.

Amanda Ripley

Embora a história de Alien: Isolation se enrole em vários finais falsos e acabe proporcionando uma experiência longa demais da conta, o game acerta em cheio em trazer uma protagonista tão corajosa e determinada quanto sua mãe: Amanda Ripley é filha de Ellen Ripley, personagem principal interpretada por Sigourney Weaver nos filmes Alien, Aliens, Alien 3 e Alien Resurrection (como clone).

Não é à atoa que Amanda entrou para a nossa lista com as 19 protagonistas mais poderosas dos games. Seu conhecimento de engenharia é aplicado na criação de ferramentas de gameplay, enquanto sua inteligência é importante para mantê-la viva em suas solitárias jornadas de sobrevivência. Ellen Ripley certamente ficaria orgulhosa de sua filha.

Shhh!!

Nunca deixe Alien ouvir ou ver você: essa é a forma mais eficaz de garantir que ele não te mate. Em alguns pontos, isso é impossível, já que o monstro está localizado em ambientes que você precisa passar. Mas, na maior parte das missões, você pode evitar o contato com o Alien.

Antes de tudo, saiba que o jogo se torna muito menos misericordioso a medida que se aumenta o nível de dificuldade. O som é o principal motivo do Alien se mostrar e começar a investigar.

Caso você use muito o revólver ou faça barulho, espere um encontro frequente com o monstro. Sempre que possível, escape das situações perigosas através de um respiradouro ou de uma série alternada de quartos. Se você não der razão para que ele venha procurar por você, ele não virá.

Se escondendo atrás de armários

É impossível passar pelo game sem ao menos ter um vislumbre do Alien. Os desenvolvedores da The Creative Assembly asseguraram que não importa a sua agilidade, em algum ponto você irá compartilhar a mesma sala ou corredor com o seu inimigo. Nessa parte, Alien Isolation se transformará em um jogo de esconde-esconde, e os armários podem ser o seu melhor amigo ou pior pesadelo.

Quando você alcançar a missão em que precisa fugir do Alien, não seja orgulhoso demais: entre em um armário e segure a respiração. Na verdade, essas ações são essenciais em pequenas doses.

A chave, então, é esperar Alien sair e se mover em direção ao próximo objetivo. Claro que sempre há a chance de você ser pego quando sair do armário, mas também existe a possibilidade do Alien achar você. Esconder-se é apenas uma solução temporária.

Crie uma distração

Distrair o Alien é uma das formas mais populares de sair com discrição, mas os jogadores não podem confiar demais nessa manobra. O barulho tende a deixar o monstro mais agitado. Então, após checar o objeto que estava fazendo barulho, tenha certeza que o inimigo vai continuar procurando por você. 

Para usar qualquer tipo de distração de forma eficiente, use-os com moderação, apenas jogando-os quando você estiver prestes a fazer a transição para outra parte da missão, ou pelo menos para conseguir algumas salas de distância antes do monstro continuar a procurar por você. O que você não pode fazer é jogar qualquer objeto que faça barulho por um corredor e depois ir se esconder em um armário na sala ao lado.

Para distrai-lo de forma eficiente, seja moderado: apenas use-os quando você estiver prestes a fazer a transição para outra parte da missão ou, pelo menos, para conseguir algumas salas de distância antes do monstro continuar a procurar por você. O que você não pode fazer é jogar qualquer objeto que faça barulho por um corredor e depois ir se esconder em um armário na sala ao lado.

Múltiplas entradas e saídas

Existe uma crença de que quanto mais portas você abre no game, mais vulnerável você fica. Na verdade, é ao contrário. Quanto menos portas você abrir, menos rotas de fuga você terá quando ficar cara a cara com o monstro.

O jogo é lotado de portas: algumas, inclusive, você nunca irá precisar passar. O conselho é abrir o máximo que você puder. Isso irá fazer com que você tenha duas rotas para escolher quando se deslocar de um objetivo para outro, além de ajudar você quando precisar fugir rapidamente do Alien.

Sempre brinque com fogo

Você pode conseguir um lança chamas no game. Inacreditável como os jogadores mudam de postura e começa a brotar coragem da onde não se via.

Você não consegue matar o Alien, mas pode assustá-lo por alguns momentos enquanto você avança para outro objetivo. Com o lança chamas em mãos, espere o Alien se aproximar e libere duas ou três rajadas de fogo nele.

Isso irá fazer com que ele grite e, em seguida, irá correr em direção às aberturas da ventilação. Isso lhe dará tempo para fugir. Caso fique com pouco combustível, crie um molotov para atuar como substituto. Apenas não erre.

Seja o Batman, viva nas sombras

Em todos os jogos furtivos a escuridão é sempre sua melhor amiga para todas as situações, em Alien Isolation não é diferente. Para sobreviver de seus inimigos é necessário utilizá-la com sabedoria, pois ela pode ser sua aliada para despistar o Alien e para matar os humanos inimigos.

Elas estão presentes na maioria dos cômodos da Nostromo, e para ser sincero, você passará 80% do game nas sombras. Em alguns momentos de Alien Isolation você ficará isolado (avá, é memo?) em salas com o Alien, geralmente todas as luzes estão apagadas. Então não ache que o Alien tem uma supervisão e vai te ver até nas sombras, porque nessas situações ele se guia pelos barulhos e sons ambientes.

Então ande sempre agachado e fique preferencialmente embaixo de mesas, dentro de armários e agachado nos cantos da sala. Porque assim ele terá menos chances de esbarrar e encurralar você.

Use e abuse da escuridão, ela é sua maior aliada.

Não é necessário passar horas escondido

Essa dica é para você medroso que se borra em praticamente todos os jogos de terror, como o redator deste artigo por exemplo. Não passa muito tempo escondido dentro de armários, embaixo de mesas e etc. As vezes você pode estar dentro de um armário sendo que o Alien já foi saiu de cena há minutos, eu comecei a notar que isso acontecia logo na primeira aparição do monstrengo.

Isso acontece porque ele se movimenta na grande maioria das vezes pelos dutos de ventilação, o camper apelão fica até  esperando você passar por baixo de um deles para pegá-lo desprevenido.

Mas é fácil contornar isso, basta prestar atenção se não está caindo saliva no chão pelo buraco, se estiver é porque obviamente o Alien está ali. Então isso já te dá portas para fugir para um local mais seguro, porque você sabe exatamente onde nosso amiguinho está.

Rotas de fuga

Talvez você pense que abrir muitas portas em Alien: Isolation seja uma péssima ideia, mas o oposto é verdadeiro. Menos portas abertas, menos rotas de fuga você terá quando o capiroto do espaço te perseguir. Então ter mais rotas de fuga é essencial para sua sobrevivência.

Procure abrir as portas com antecedência, para evitar perda de tempo com seu sintonizador de acesso à segurança.

Conteúdo extra

O game base já oferece uma campanha longa o suficiente para ocupar o seu tempo por várias horas, bem como um Modo Sobrevivência viciante. Mas o conteúdo extra de Alien: Isolation merece um tempo extra da sua atenção (e lombar, no meu caso). O DLC Crew Expendable permite que os jogadores explorem a nave Nostromo e jogue no papel dos tripulantes Dallas, Parker ou Ellen Ripley. Em Last Survivor, você controla Ellen como a última sobrevivente da nave espacial.

O que você acha deste game? Comente aqui embaixo!

Referências:

Opapost, Game For Fun, Br Ing, wikipedia, techtudo.

Monopoly

Monopoly (em Portugal, Monópolio; no Brasil, Monopoly) é um dos jogos de tabuleiro mais populares do mundo, em que propriedades como bairro, casas, hotéis, empresas são compradas e vendidas, em que uns jogadores ficam “ricos” e outros vão à falência.

No Brasil, inspirou o jogo Banco Imobiliário.

História

A versão atual foi publicada nos Estados Unidos em 1935 por Charles Darrow, um vendedor de sistemas de aquecimento desempregado que vivia em Germantown, Pensilvânia.

Sua mecânica de jogo foi baseado no The Landlord’s Game de Elizabeth J. Magie Phillips, que o criou com a proposta de ser uma “ferramenta” para ensinar a teoria do economista Henry George sobre taxa simples e de criticar a política econômica de então.

Charles Darrow ficou associado para sempre ao jogo, até porque a Parker Brothers, empresa que o comprou fez questão de insistir na ideia de ser ele o seu inventor. A Hasbro adquiriu os direitos do jogo após comprar a Parker Brothers na década de 1990.

Desde 2012 o jogo também pode ser encontrado nas versões para iOS, Android, Facebook e Chrome.

Preparando o jogo

Encontre de dois a oito jogadores. O jogo fica melhor em grupos menores, de cerca de três a cinco pessoas, mas no mínimo duas e no máximo oito podem jogar. A maioria das pessoas com mais de oito anos consegue aprender as regras facilmente.

Os jogos de duas pessoas tendem a ser longos demais. Se você for jogar apenas contra outra pessoa, tente distribuir as cartas de propriedade antes de começar para economizar tempo.

Escolha um banqueiro. Esse jogador é responsável por todo o dinheiro, pelas propriedades, pelas casas e pelos hotéis que ainda pertencem ao banco. Ele ainda pode jogar, desde que o dinheiro dele fique separado do dinheiro do banco.

Monopoly Tabuleiro Dados

Monte o tabuleiro. Desdobre o tabuleiro de Monopoly e abra-o sobre uma superfície plana. Veja se todos os jogadores têm espaço suficiente para deixar o dinheiro e os títulos de propriedade na frente deles. As cartas de Sorte e Caixa de Comunidade também devem ser colocadas no tabuleiro. O espaço para elas está marcado no centro.

Escolha uma peça. Cada jogador escolhe uma peça para movimentar pelo tabuleiro. O jogo vem com várias opções, mas você também pode usar qualquer objeto pequeno.

Dê $ 1500 a cada jogador. Antes do jogo começar, o banqueiro dá a cada jogador o dinheiro inicial deles. A soma total deve ser de $ 1500. A maioria dos jogadores gosta de manter as notas alinhadas na mesa, mas você pode guardar seu dinheiro da maneira que quiser.

2 notas de $ 500;

2 notas de $ 100;

2 notas de $ 50;

6 notas de $ 20;

5 notas de $ 10;

5 notas de $5;

5 notas de $1.

Joguem o dado para saber quem será o primeiro jogador. Quem tirar o número mais alto é o primeiro, e a rodada continua no sentido horário. Você pode usar um dado ou os dois; o que preferir.

Jogando

Jogue o dado e mova sua peça. Cada jogador joga o dado e move a peça pelo número de casas que tirou. Se tirar o mesmo número nos dois dados, você ganha uma jogada!

Olhe para o espaço onde você caiu. O Monopoly tem vários tipos diferentes de espaços. A maioria é de propriedades que você pode comprar ou pelas quais precisa pagar aluguel, mas alguns exigem que você compre uma carta, receba dinheiro ou vá para a prisão.

Compre as propriedades quando cair nelas. Se cair em um espaço com uma listra colorida na parte de cima, uma ferrovia ou uma companhia de serviços, você pode comprar a propriedade pelo valor impresso no tabuleiro. O banqueiro, por sua vez, dá ao jogador a escritura de posse daquela propriedade. A maioria dos jogadores recomenda comprar toda a propriedade que você puder.

Faça um leilão com as propriedades não vendidas. Se cair em um espaço de propriedade, mas resolver não comprá-la, as regras determinam que o banco deve vender aquela propriedade para quem der o maior lance. Essa regra faz parte do jogo oficial, mas muita gente não a aplica em casa.

Caso você decida não comprar uma propriedade, o banqueiro assume e faz um leilão com ela imediatamente. Você pode mudar de ideia e comprar a propriedade. Caso ninguém a queira, ela volta para o banco e o jogo continua.

Receba o aluguel. Se cair na propriedade de outra pessoa, você precisa pagar ao proprietário o aluguel impresso na carta de título daquela propriedade. Os alugueis começam mais baixos no primeiro lado do tabuleiro e vão aumentando.

Compre todas as propriedades de uma mesma cor para obter um monopólio. Se você se tornar dono de todas as propriedades de uma mesma cor, você tem um monopólio! Esse é um dos principais objetivos do jogo: se tiver um monopólio, você pode facilmente levar os outros jogadores à falência. Os jogadores donos de um monopólio podem cobrar o dobro do aluguel na propriedade deles, mesmo que não haja construções nela. O objetivo é mostrar o quanto é fácil controlar os preços quando você é o dono de tudo.

Construa casas no seu monopólio. Se tiver um monopólio, você pode começar a construir casas em qualquer uma das propriedades para cobrar mais aluguel. O preço de construção está no seu título de propriedade. É possível construir até quatro casas no seu monopólio.

As construções aumentam bastante o aluguel da sua propriedade. Por exemplo, o Pacaembu, uma das propriedades do tabuleiro, cobra $ 22 de aluguel sem nenhuma construção. Quando você constrói uma casa nele, pode cobrar $ 110 de cada jogador que cair nessa propriedade.

Você precisa construir de maneira distribuída; não é possível construir uma casa em uma propriedade do monopólio e nenhuma nas outras propriedades. Se você comprar uma casa para uma propriedade, terá de comprar uma para cada propriedade do monopólio.

Construa um hotel depois de fazer quatro casas. As construções mais lucrativas que se pode adicionar às propriedades são os hotéis. Depois que construir quatro casas, compre hotéis do banco e troque as casas por eles. Para muitos jogadores, cair em uma casa com um hotel é o fim do jogo!

Ganhe $ 200 quando passar pelo ponto de partida. Sempre que um jogador cai na casa do canto chamada de ponto de partida, ele ganha $ 200. Essa é uma ótima maneira de adicionar um dinheirinho às suas reservas!

De acordo com as regras oficiais, você só ganha $ 200 ao passar por esse quadrado, mas muita gente permite que você pegue o dinheiro mesmo que apenas caia nele.

Pegue uma carta de Sorte ou Caixa de Comunidade. Essas cartas podem fazer você perder ou ganhar dinheiro, ou ainda movê-lo para outro espaço. Se cair em um local com um ponto de interrogação ou um baú, pegue a carta superior da pilha correspondente. Quando terminar de ler a carta, devolva-a ao fundo da pilha.

Vá para a cadeia. Ir para a cadeia tira você do jogo até que esteja livre. Você não ganha aluguel nem compra propriedades ou faz negócios. Há três maneiras possíveis de ir para a cadeia:

Tirar três dobles seguidos manda você para a cadeia automaticamente (um doble equivale a dois números iguais nos dados). Você não tem direito a seu turno e, mesmo que passe pelo ponto de partida, não ganha $ 200. Coloque sua peça dentro da cadeia.

Se tirar uma carta de Sorte ou Caixa da Comunidade que mande você para a cadeia, seu turno acaba na hora e você precisa ir imediatamente para o espaço marcado como cadeia. Se passar pelo ponto de partida no caminho para a cadeia, você não ganha $ 200. Coloque sua peça dentro da cadeia quando for mandado para ela.

Cair no espaço da cadeia manda você para ela automaticamente, mas você pode colocar sua carta na parte “Apenas Visitante”. Se você apenas cair no espaço da cadeia, pode jogar no próximo turno normalmente.

Para sair da cadeia, você pode pagar uma fiança de $ 50, usar uma carta que livra você da prisão ou tirar dobles no próximo turno.

Feche negócios com outros jogadores (opcional). Isso não faz parte das regras oficiais, mas muita gente faz negociações paralelas com os outros jogadores durante o jogo. Muitos jogadores também têm regras caseiras que permitem que eles formem alianças ou peguem empréstimos do banco sem hipotecas.

Caso decida permitir isso, saiba que o jogo ficará mais lento.

Encerrando o jogo

Evite dar dinheiro para quem cair no Estacionamento Livre. Muitas pessoas usam uma variação das regras para colocar mais dinheiro no jogo. Em vez de devolver o dinheiro do imposto ou outros pagamentos para o banco, elas o colocam no centro do tabuleiro e o dão para quem cair no Estacionamento Livre. Embora seja divertido ganhar uma pilha de dinheiro, isso faz com que cada partida dure muito mais. Uma partida de Monopoly deve durar cerca de duas horas.

Hipoteque as propriedades. Se não conseguir pagar o aluguel ao cair em uma propriedade, você pode hipotecar suas propriedades. Quando uma propriedade é hipotecada, não é possível coletar o aluguel dela. Para tirá-la da hipoteca, você precisa pagar 10% de juros ao pagar a hipoteca.

As hipotecas são consideradas um sinal de que a partida está acabando.

Vá à falência. Se ficar devendo mais dinheiro do que o valor de todos os seus bens, você é declarado falido e sai do jogo. O último jogador que sobrar ganha!

Defina um limite de tempo para determinar o vencedor (opcional). Se quiser um jogo mais rápido, experimente configurar um alarme para dali a uma ou duas horas. Quem tiver mais dinheiro quando o alarme tocar ganha o jogo.

Referências:

Wikihow, Wikipedia.

The Sims FreePlay

The Sims FreePlay é um jogo de simulação de vida estratégica disponível para aparelhos Android e IOS. É uma versão freemium do The Sims para dispositivos móveis e foi lançado mundialmente em 15 de dezembro de 2011 para dispositivos iOS, em 15 de fevereiro de 2012 para Android, 31 de julho de 2013 para o BlackBerry 10 e 12 de setembro de 2013 para o Windows Phone 8. O jogo foi lançado para o Kindle Fire em outubro de 2012.

Jogabilidade

No The Sims FreePlay, os jogadores constroem casas, controlam pessoas virtuais chamadas Sims para satisfazer suas necessidades e desejos, e permitem que eles completem diferentes tipos de ações para ganhar Simoleons, Pontos de Estilo de Vida, Pontos Sociais (todos os três são moedas no jogo) e XP. Ao contrário dos jogos anteriores da franquia, o The Sims FreePlay é executado em tempo real e leva tempo real para completar as ações. Todas as ações devem ser instruídas pelos jogadores, ao contrário da versão do computador, onde os Sims podem ter algum grau de autonomia. Os jogadores podem progredir em 55 níveis para desbloquear conteúdo e criar até 34 Sims.

No jogo, qualquer sim mulher (solteira ou casada) pode ter filhos com a opção de gravidez ou adicionar em 24 horas sem modificar o corpo da sim,há um limite na quantidade de casais permitidos devido a um limite para as pessoas na cidade do jogador. No entanto, se o jogador comprar itens fora da loja online, eles se tornarão um VIP que lhes permitirá aumentar o número de Sims que eles podem ter em sua cidade. No jogo, há missões principais e missões de descoberta. Enquanto as missões regulares são necessárias, as missões de descoberta são opcionais.

Primeiros passos

Abra o The Sims FreePlay e clique em iniciar um novo jogo. O game funciona em tempo real, ou seja, possui um modo 24 horas com sistema de dia e noite, no qual as ações dos Sims podem durar de minutos a horas. Se quiser, você pode acelerar suas atividades, mas deverá usar pontos. Lembre-se que é preciso estar conectado à internet para jogar.

Criando um Sim

A criação de personagem funciona como no The Sims para PC. Escolha um nome para o seu Sim e use os ícones para personalizar a aparência. Na primeira tela, você pode modificar o rosto, cabelo, cor de pele e olhos, porém, sem mexer nos mínimos detalhes.

No Guarda-Roupa estão as roupas e acessórios inicialmente disponíveis para o seu Sim. Você pode escolher peça por peça e deixar o personagem do jeito que quiser. Alguns itens são VIPs, isso quer dizer que são comprados com dinheiro real em pacotes na loja do The Sims FreePlay. Quando terminar, aperte o ícone verde para começar o jogo.

Menus

Na parte superior da tela você encontrará o nível do seu Sim e pontuações. O ícone laranja são os Pontos VIP, comprados na loja do game para adquirir itens exclusivos. Já o verde mostra o seu dinheiro (Simoleons) e o ícone amarelo são seus Pontos de Estilo de Vida, que podem ser usados para acelerar as atividades do seu Sim

Ao lado do ícone do Sim há também as tarefas diárias e missões do game. Ainda na parte inferior da tela, você encontrará um menu com o modo de construção, mapa da cidade, a loja do game e uma lista com Sims da sua vizinhança. Você pode usá-lo para alternar entre eles e controlá-los simultaneamente, seja no mesmo terreno ou não.

Experiência, pontos e missões

Para liberar novos objetos você deve subir o nível do seu Sim. Existe mais de uma maneira de ganhar experiência. Você pode comprar coisas, realizar ações ou cumprir missões que são desbloqueadas à medida que o personagem sobe de nível. Elas aparecem ao lado do ícone do seu Sim com instruções do que você deve fazer para concluí-las.

Missões podem dar experiência, Pontos de Estilo de Vida e dinheiro. Além disso, você também receberá uma recompensa diária na caixa de correio por estar conectado.

Modo de compra e construção

O modo de compra e construção está no mesmo menu, na parte inferior da tela. À esquerda estão os ícones dos objetos para compra e ferramentas para modificar a casa. Já no lado direito fica o ícone com os objetos para colocar no jardim e seu inventário.

Para comprar qualquer objeto, basta clicar, colocar no local que deseja e apertar o ícone verde. Lembrando que você deve ter dinheiro suficiente para concluir a compra. O modo de construção é simples e fácil de mexer. Basta clicar ou arrastar cômodos, pisos e papéis de parede para personalizar sua casa.

A vizinhança também não fica de fora. No ícone do mapa você ver a cidade e construir novos prédios para expandir e abrir novas oportunidades para seus Sims. Por exemplo, aos construir o corpo de bombeiros seus personagens podem arrumar um novo emprego. É possível colocar outros prédios como lojas, novas casas e locais de lazer.

Mas para colocar novos locais, você deve atingir os requisitos necessários. Clique nas áreas comunitárias para ver o nível e a missão que você deve cumprir antes de poder colocar um novo posto no local. Além disso, eles também custam dinheiro para construir.

Deixe os Sims inspirados

Sims inspirados ganham mais dinheiro ao alcançar objetivos. Para deixar o Sim inspirado basta satisfazer as suas necessidades ou, caso o Sim esteja com todas as barras de necessidade cheias, tente brincar com o cachorro ou interagir socialmente com outros Sims.

Veja as formas mais eficientes de suprir cada necessidade:

Fome – Utilize o lanche rápido na geladeira (de 10 a 30 segundos).

Bexiga – A forma mais rápida é usando a privada( 5 a 15 segundos).

Higiene – Um banho rápido leva 1 minuto e 30 segundos e preenche toda a barra de higiene, mas lavar as mãos leva de 5 a 15 segundos e preenche metade da barra de higiene.

Energia – Dormir não é necessário em The Sims Freeplay se você tiver a máquina de café. Um espresso leva 10 a 30 segundos para ficar pronto e preenche um terço da barra de energia.

Social – Ser engraçado com outro Sim leva apenas 10 segundos e geralmente preenche toda a barra de Social. Outra opção é a conversa rápida no telefone que leva entre 10 a 30 segundos.

Diversão – A forma mais rápida é ver o e-mail no computador. Assistir ao noticiário e dançar também preenchem a barra de diversão e apesar de serem um pouco mais demoradas, nessas interações o jogador pode preencher a barra de diversão de vários Sims ao mesmo tempo.

Libere a cafeína! 

Uma grande parte do dia é perdido porque os Sims precisam descansar; mude isso permitindo que bebam café.

Ao beberem café, os Sims podem trabalhar à noite e não precisarão dormir.

Use o cão do Sim para cavar dinheiro e PEV

Depois que ele achar Pontos de Estilo de Vida, elogie-o para que ele continue procurando PEV (já que saberá que ganhará um “agrado”) e você ganhe mais recompensas posteriormente. Além disso, você pode comprar um osso por 2 PEV para o cão, fazendo com que ganhe mais rapidamente Simoleons e mais PEV.

Quanto mais caro o gato ou o cão, mais rapidamente ele coletará ambos os recursos.

Quando o cão não possuir o ícone “cavar”, faça com que um Sim adulto elogie-o ou que uma criança brinque com ele. Após duas interações, ele deverá correr ou sair lentamente de perto, fazendo com que encontre algo. Repita o processo para obter ainda mais coisas.

Mande os Sims ao trabalho

Eles ganharão dinheiro, que ficará para eles, além de serem promovidos, obtendo mais Simoleons e experiência ao fim do dia.

Trabalhar regularmente o ajudará a conseguir vários objetivos no jogo.

Cultive legumes

Você ganhará mais dinheiro dependendo do que foi cultivado. Durante a noite, enquanto você estiver dormindo, deixe os Sims fazendo jardinagem (todos que não estiverem ocupados ou trabalhando); trabalhar nessa tarefa por sete a oito horas à noite fará com que você ganhe bastante Simoleons e experiência ao acordar. É importante que os personagens estejam inspirados para multiplicar por 1,5 o ganho de dinheiro.

Experimente plantar sementes de pimentão, que são grátis e ficam prontas para venda após somente 30 segundos! Após colhê-las, já será possível vendê-las por alguns Simoleons.

As cenouras também são uma boa escolha para obter dinheiro rapidamente.

Você poderá dedicar apenas um lote da cidade à jardinagem; coloque ao menos um jardim no lote por cada Sim na cidade. Faça o possível para deixar todos os Sims inspirados ao mesmo tempo, enviando-os ao lote para praticarem jardinagem.

Vá ao Centro de Competição, uma boa forma de obter alguns PEV a mais

No entanto, o Sim ficará 24 horas (no horário do jogo) sem poder ser comandado.

Para garantir que o Sim fique em primeiro no Centro de Competições, o hobby em que ele competirá deverá estar, ao menos, no nível seis. Não há garantia de que ele vencerá a disputa, mas a chance será bem maior ao atingir esse nível.

Use à vontade o desafio culinário de um minuto

Pedir para que todos os Sims usem seus fornos para cozinhar permitirá que você obtenha muitos PEV. Ao completar o desafio, você ganhará 5 PEV, transformando essa técnica na maneira mais eficiente de obter esses pontos.

Os fornos mais caros são desperdício de dinheiro. Não é preciso comprá-los.

Dê uma volta de carro para ganhar dinheiro e Pontos de Estilo de Vida

Aqui, sim, o tipo de carro utilizado determinará quantos Simoleons por minuto você ganhará. Por exemplo: um de luxo (três estrelas) fará com que adquira por volta de 250 Simoleons a cada dois minutos e meio.

Limpe a sujeira

Não deixar que os Sims usem o banheiro fará com que molhem as calças; ao limpar a sujeira, eles ganharão pontos. Da mesma forma, chacoalhar o dispositivo deixa os Sims enjoados e vomitando; limpe o conteúdo para ganhar pontos.

Cuidado, pois usar essa técnica com muita frequência pode fazer com que o smartphone ou tablet trave. Recorra a ela com moderação.

Participe das interações nas redes sociais

É frequente que a página do Facebook do “The Sims Freeplay” faça ofertas especiais e distribua prêmios; ao curti-la, você receberá atualizações sempre que um novo evento ocorrer. Às vezes, haverá oportunidade de ganhar Simoleons, PEV e outros itens!

Guarde os Simoleons e os PEV

Não gaste-os com qualquer coisa, em particular com itens que não usará. Como na vida real, é um hábito fundamental para não ficar de bolso vazio.

Guarde itens que poderá reutilizar. Por exemplo: coloque o berço no inventário após o nascimento de um bebê. Outros casais poderão utilizá-lo, poupando dinheiro e evitando que tenha que comprar um novo.

Muito cuidado ao gastar dinheiro de verdade. Recomenda-se não fazer isso, porque há formas de obter ambos os recursos ao ter paciência. Ademais, há pessoas que ficam “viciadas” em pagar para progredir mais rapidamente no jogo.

Avance de nível

Ao aumentar os níveis no “Sims FreePlay”, você obterá mais PEV e Simoleons. Basta ter um bom relacionamento com um Sim (melhor amigo ou um relacionamento com ele, por exemplo) para atingir marcos, ou então realizar tarefas que demandam muito tempo.

Ao ganhar níveis, você poderá construir casas, negócios e locais de trabalho, que aumentam o valor da terra e dão mais dinheiro.

Completar tarefas que exigem muito tempo dará bastante pontos de experiência, ajudando-o a ganhar níveis. Quanto maior o nível, maior o valor da terra, dando mais dinheiro e, depois de um tempo, Pontos de Estilo de Vida.

Alcance objetivos

Há muitos deles no jogo, envolvendo praticamente todos os aspectos da jogabilidade. Fazer o Sim conseguir um emprego, construir um negócio e coletar impostos são apenas alguns deles. Ao completá-los, você ganhará dinheiro, experiência e PEV; fique atento, pois os objetivos mudam de tempos em tempos. Cumpra-os para ganhar mais pontos sempre que possível.

Aumente o valor da terra

Quanto maior o valor da cidade, mais PEV você ganhará; eleve-o construindo mais casas, negócios e locais de trabalho. Comprar móveis caros e outros itens também aumenta o valor da terra naquela propriedade.

Compre o Centro Comunitário

Você pode levar os Sims ao Centro Comunitário, que está no canto esquerdo superior do mapa, para completar desafios rápidos, recompensando-o com alguns pontos de experiência. O valor das propriedades da cidade será elevado e os Sims também poderão obter níveis rapidamente.

Bônus Diário

Em The Sims Freeplay o jogador tem várias oportunidades para ganhar experiência e dinheiro. Acesse o jogo todos os dias para coletar o bônus diário e envie os seus Sims para a escola e para o trabalho todos os dias para evoluir mais rápido.

Invista em habilidades de hobbies

Sims de todas as idades podem ter hobbies diferentes como balé, karatê, mergulho, pesca, etc. Para que os Sims possam praticar esses hobbies será necessário construir o local adequado, como por exemplo o Centro Comunitário para poder praticar balé e karatê. A medida em que o Sim vai evoluindo em seu hobby ele vai adquirindo medalhas ou conquistas e poderá liberar conteúdo extra no jogo.

Todos os dias o Centro de Competições tem um novo desafio relacionado a um hobby ou carreira. Selecione o Sim com level mais alto nessa habilidade ou carreira para competir. O Sim vencedor irá receber pontos de estilo de vida e poderá completar certos objetivos do jogo.

Dicas

Os Sims que realizarem uma tarefa longa enquanto você estiver dormindo terão a mesma quantidade de saúde quando acordar. Ao deixar um personagem inativo à noite, os atributos dele terão caído bastante na próxima manhã.

Procure adquirir itens gratuitos, vendendo-os quando o preço aparecer em uma próxima atualização.

Para obter muitos níveis de relacionamentos rapidamente, leve todos os Sims que não sejam melhores amigos ou casados para uma discoteca e deixe-os dançar.

Móveis de níveis maiores permitirão que você complete ações mais rapidamente.

Cultive o Broto de Simoleons. Você sempre ganhará pelo menos 250 Simoleons a mais do que você pagou.

Avisos

Usar trapaças e hackear o Sims FreePlay poderá fazer com que sua conta seja banida. Como PEV e Simoleons podem ser comprados com dinheiro de verdade, você estará, tecnicamente, roubando e estará em perigo.

Ao vender objetos, você ganhará 10% do que pagou e o valor da cidade diminuirá. É melhor deixar itens que não precisa em seu inventário.

Não deixe nenhum Sim desempregado. Chegue no trabalho no horário certo e com as necessidades dele todas satisfeitas para ser promovido e ganhar mais Simoleons.

Referências:

Jogos Enternauta, Wiki how, techtudo, wikipedia.

Pokémon Emerald

Pokémon Emerald Version (ポケットモンスター エメラルド Poketto Monsuta Emerarudo?) é um jogo da série Pokémon para Game Boy Advance. É a versão melhorada de Pokémon Ruby & Sapphire, voltando a Hoenn. A história é praticamente a mesma de Ruby & Sapphire, com mudanças na parte do Team Magma e Team Aqua e a adição da Battle Frontier.

Parte Gráfica

Há algumas mudanças em relação a Ruby & Sapphire na parte gráfica. A primeira é que os protagonistas têm detalhes de cor verde na roupa. Por causa de Ruby & Sapphire terem sido produzidos na época em que o Game Boy Advance não tinha uma luz Backlit, a Nintendo refez todos os gráficos no Emerald para Game Boy Advance SP, com cores parecidas com a palheta de Pokémon FireRed & LeafGreen, assim como a fonte de Ruby & Sapphire foi trocada pela de FRLG. A mudança mais perceptível é que os Pokémon se mexem quando a batalha começava, assim como em Pokémon Crystal.

Mudanças na história

Outro tipo de mudança foi na história do jogo. Em Emerald, é possível capturar todo o trio de Guardiões: Groudon, Kyogre e Rayquaza (no Ruby, você só podia capturar o Groudon, e no Sapphire, só o Kyogre.Porém quando ambos eram fechados você podia obter o Rayquaza também). Também tem como escolher quem o jogador gostaria de capturar: Latios ou Latias. A Southern Island também é acessível através do Eon Ticket, possibilitando capturar o outro dragão.

Wallace, o líder de ginásio de Sootopolis City deixou o cargo para seu mestre Juan e ocupou o posto de Campeão da Liga Hoenn. Steven Stone, o antigo campeão, deixou o cargo para procurar pedras raras. Ele se encontra na Meteor Falls após a vitória sobre a Elite dos 4, lembra-se de ter lutado ao lado do protagonista em Mossdeep City e batalha com o jogador.

Novas áreas

O mapa de Hoenn e suas localizações também mudaram. Os prédios dos Concursos Pokémon localizados em Verdanturf Town, Fallarbor Town e Slateport City foram removidos e trocados pelas Battle Tents. Agora Lilycove City abriga todos os Rankings de concursos.

Os fósseis de Anorith e Lileep foram postos em uma nova área: a Mirage Tower, localizada no deserto. Após escolher um fóssil, a torre se destrói. Mas após a vitória na Elite dos 4, o outro fóssil pode ser achado em uma caverna acessada de Fallarbor Town.

Na Rota 111, foi adicionada uma nova construção chamada “Trainer’s Hill”, semelhante à Trainer Tower em FRLG. Assim como na Safari Zone, onde novas áreas são adicionadas após a Liga e contém Pokémon de Segunda Geração.

A mais notável das mudanças foi a expansão da Battle Tower para uma área totalmente nova chamada Battle Frontier, acessível após a Elite dos 4.

Sugestões de outros games Pokémons

Confira:

Sobre o jogo

Em meados de 2002 era lançada a terceira geração de Pokémon, aumentando de 251 para 386 e inaugurando a geração estavam as versões Ruby e Sapphire, onde muita coisa mudou e não digo apenas o óbvio como áudio e gráficos, isso acontece naturalmente com a mudança do GBC para o GBA. Alguns anos depois as duas versões se “fundiram” e nasceu a versão Emerald que é similar em vários pontos, mas com diversas novidades. Se compararmos as antigas, rotas foram aumentadas, dungeons mais bem feitas, novos golpes e habilidades e alguns pokémons que mudam completamente o jogo, tente treinar um Shedinja pra ver só, novas HMs e por aí vai… Para melhorar os pokémons novos seguiam os traços e o estilo os anteriores, não vemos nenhum sorvete ou balão voando por aí. A única coisa perdida, se bem que não podemos dizer necessariamente que foi perdida, foi a mudança do cenário de acordo com a hora do dia, o sistema de dia e noite foi mantido, mas sua utilidade foi drasticamente reduzida, ele não influencia mais nos pokés que aparecerão e nem nos cenários. Pokémons que evoluem dependendo do horário ainda podem fazer isso e uma dungeon vária com o horário, mas apenas esse pouco foi mantido. Outra adição legal na mecânica do jogo foi o sistema de trocas de bicicletas e cada uma tem um efeito diferente na região e para acessar certas áreas a Bike correta é indispensável. Recentemente as versões Ruby e Sapphire ganharam um Ramake para 3DS as versões Alpha Sapphire e Omega Ruby, que aparentemente são muito boas e tem um grande aditivo, o Delta Episode que chamou minha atenção.

A grande sacada desse jogo foi não ser apenas um Yellow para um Blue/Red ou um Crystal para um Gold/Silver, existem muitas mudanças, o que consertou o principal defeito do Ruby/Sapphire que é a falta do que fazer depois de vencer a Elite 4, agora vence-los é apenas mais uma coisa a se fazer. Outra adição importante é a revanche contra os líderes de ginásio e falando neles, um deles foi alterado. Você também enfrenta as 2 equipes da região o Team Magma e o Team Aqua e não apenas uma delas como nos jogas anteriores. Poder Capturar os três lendários principais desta geração em um único jogo também aumenta a vontade de jogá-lo, mas a principal mudança e o que mais faz valer a pena jogar a versão Emerald é o que vem depois do jogo, dungeons novas, novos locais a serem acessados e a Battle Frontier onde você tem que enfrentar os 7 cérebros da fronteira, que de certa forma são como os líderes de ginásio.

Infelizmente a história do jogo ainda é fraca, mesmo se tratando de um RPG, Pokémon mais uma vez deixa a desejar nesse quesito. O mais triste é que a ideia da história é boa, duas equipes com objetivos opostos tentando liberar guardiões lendários igualmente opostos, os ideais de expansão da terra contra expansão do mar, porém isso é muito mal trabalhado durante o jogo. Em suas poucas cutscenes ambas as equipes aparentam apenas lutar por lutar e a explicação de seus ideais é mal feita e a rivalidade entre as duas equipes que poderia ser explorada nesse jogo também não foi. Falando em rivalidade a maior queda desta geração foi nesse sua rivalidade só aumentou em número, ao invés de ter 1 rival agora se tem 2, mas então eu pergunto, e daí?! Do que adianta ter dois rivais se nenhum deles justifica esse nome, Brendan ou May fazem apenas o papel de vizinho legal, muito mais interessados na pesquisa de seu pai do que em batalhas e Wally que poderia ser um personagem bem legal se explorassem a doença que ele possui e mesmo assim decidiu viajar e se tornar um treinador, mas não dão apenas duas lutas pra ele sendo uma delas estúpida, sua participação no game parece ser apenas um enche linguiça. Qualquer rival deste jogo não chega aos pés de Blue ou Silver, estes sim merecem o título!

Qualquer fraqueza do jogo é pisoteada por suas qualidades, mas isso não quer dizer que elas não existam. Eu não acredito em jogo perfeito, mas esse é um daqueles que da pra dizer que não ficou longe disto. Pessoalmente acho que a série decaiu um pouco nas duas gerações seguintes, até melhorar na sexta geração. Recomendo que todos joguem essa obra de arte, pessoalmente acho que foi o melhor jogo da série entre os que eu joguei.

Pokémon-Emerald-6

Ponto Forte: a versão Emerald veio agregar o bom que já tinha sido feito em Ruby e Sapphire e ainda trouxe alguns extras apesar de muito parecido as diferenças realmente vão fazer você querer jogar de novo apenas para ter um Groudon e um Kyogre no time ou terminar a Battle Frontier ou acessar novos lugares e batalhas. 

Ponto Fraco:  a história, além de tudo a forma como o protagonista aparece na história, eu realmente não entendo por que você sempre recebe a Pokédex para ajudar um professor numa pesquisa e 15 minutos depois decide fazer um tour pelas cidades ganhando insígnias, esse tipo de coisa não é explicada, você apenas faz por fazer, por que já viu o anime ou já jogou algum jogo antes ou até mesmo alguém te falou que o objetivo do jogo é coletar insígnias, por que o jogo não soube explicar muito bem…

Pokémons Shiny

Pokémon Shiny são os pokémons, com nada de especial, exceto com sua cor alterada e com uma estrela em sua imagem no Summary. As chances de encontrar um pokémon Shiny são de 1/8197 se você encontrar ele em sua forma básica sua evolução também será Shiny, porém se você breedar as chances do bebê nascer Shiny também são 1/8197

Pokérus

Trocadilho de Poké com Vírus, é uma coisa absurdamente rara que existe no jogo, esse vírus e um micro-organismo que ataca pokémons, podendo vir em selvagens ou até em ovos. As chances dele aparecer são de 1 em 21.845. Duvido muito que você consiga um, mas se quiser ver olhe em Summary e olha do lado de Status se aparecer um PKRS você ganhou na loteria. Apesar de raros eles não são tão úteis, eles dobram os EVs ganhos em batalhas e podem contaminar outros pokémons, deixe ele na Box para espalhar, depois de algum tempo o vírus some.

Bag

A mochila que o jogador carrega, existem cinco bolsos na sua mochila
(Poké Balls): Local para armazenar os 11 tipos de bolas disponíveis no jogo.
(TMs e HMs): Local para guardar as 50 TMs e 7 HMs.
(Berries): Local para carregar as frutas que tem efeitos similares aos itens e podem ser usadas em pokéblocks, existem 43 diferentes.
(Key Itens): Itens importantes para o jogo que só são obtidos uma vez, eles podem liberar novos locais ou funcionalidades ao jogo, existem cerca de 28, mas alguns somem depois de certo tempo.
(Itens): Armazena todo que não se encaixa nos itens anteriores, a bag tem um limite de 30 espaços, se quiser armazenar o resto use o PC em qualquer centro pokémon.

São simples, um pokemon tem pelo menos um tipo e no máximo dois, um pokemon do tipo água, tem fraqueza a um tipo raio ou grama, porém é forte contra tipos pedra e tipo fogo. O segundo tipo também tem influência, se um pokemon é tipo água/terra ele terá fraqueza quadrupla a tipos grama. A tabela explica todas as fraquezas e resistências, onde você vê um (+) é por que o dano é dobrado contra aquele tipo e o (-) significa que o dano é diminuído contra aquele tipo.

Tipos: físico e especial

São no total 17 tipos de “elementos” no jogo, até a terceira geração (FR/LG/R/S/E) o subtipo deles (físico ou especial) é definido pelo tipo. Golpes dos tipos: Grama, Fogo, Água, Elétrico, Gelo, Psiquico, Fantasma e Dragão são especiais. Já golpes dos tipos: Normal, Lutador, Veneno, Metal, Sombrio, Pedra, Terra, Voador e Inseto são físicos. O Tipo fada foi adicionado apenas na sexta geração, como esse jogo é da terceira ele não existe aqui.

Evolução

Evoluir um pokemon é necessário, pois ele só atinge seus status máximos em seu ultimo estágio, cada pokémon tem um level certo para evolução, alguns pokémons tem suas evoluções por pedras, ou felicidade, até mesmo troca ou troca segurando um item influenciam na evolução. Para impedir a evolução basta apertar o botão B, equipar a Everstone nele ou deixá-lo no Day Care. No link a seguir vocês podem checar as condições de evolução de cada pokémon, apenas se lembre que este jogo só vai até a geração 3 e alguns pokémons que aparecem na lista não existem no jogo.

Atributos

Cada pokemon tem oito atributos, sendo dois de batalha (Evasion e Accuracy) e os outros seis fixos:
HP (Hit Points): Óbvio a vida do seu pokémon, o grau de quanta porrada ele aguenta
Ataque (Attack): Dano físico
Defesa (Defense): Resistência física
SP Atk: Dano especial
SP Def: Resistência especial
Velocidade (Speed): Define quem ataca primeiro, as vezes um golpe pode favorecer esse atributo. 

Nature

É a personalidade do pokémon, isso influência diretamente na evolução dos atributos. algumas natures são neutras, não aumentam nem diminuem nada, portanto não vou colocar nome nenhum nessas natures.

Ability

Habilidade natural do seu pokémon, influência diretamente nas batalhas.

Trainer Card

Uma outra forma de diversão do jogo, onde são marcados algumas conquistas. As conquistas variam de cada jogo neste temos: Hall of Fame Debut (Marca o tempo gasto até ir no hall da fama a primeira vez), Link Battles (O número de partidas jogadas via link, vitórias e derotas), Pokémon Trades (Número de trocas feitas com outros jogadores), Pokéblocks with Friends (A quantidade de Pokéblocks feitos com outros jogadores), Won Contest with Players (O Número de festivais ganhos contra outros jogadores) e Battle Points Won (total de Battle Points obtidos na Battle Frontier).

COMO USAR CHEATS ANDROID

No VBA :Abra o jogo(File>Open)>Cheats>Gameshark>Cole seu código na parte de CODE>OK

Atenção! Usar cheats pode danificar seu jogo, salve sempre antes de fazer os cheats e veja se o resultado foi satisfatório.

ALGUNS CHEATS PODEM NÃO FUNCIONAR, E OUTROS SÓ FUNCIONAM COM O O MASTER CODE CORRETO

Master Code: 

( esse código é necessário para que todos os outros funcionem)

D8BAE4D9 4864DCE5 – A86CDBA5 19BA49B3

Full Master Code: 

(use se o primeiro MC não funcionar, use apenas um por vez)

D8bae4d9 4864dce5 – A86cdba5 19ba49b3 – A57e2ede A5aff3e4 – 1c7b3231 B494738c – 38ebb91d 36fe8458 – Bcf15887 85f2256a

Atravessar paredes:

7881A409 E2026E0C – 8E883EFF 92E9660D

Dinheiro infinito:

c051ccf6 975e8da1

Ter todas as Pokéballs:

085938bb 99ff313d – 2dafd739 5d796510

Luz em áreas escuras:

0C7BD341 E9775222

Max Start (primeiro Pokémon):

Max HP: 35A039FD B90C0C5B

Max Attack: 973FBE3F EDC8200D

Max Defense: 979050AE 6F56B497

Max SP Attack: E9B89F9D C73B5749

Max SP Defense: DBC9F375 30D76D78

Max Speed: 35B2E18D FC573426

Master Balls no PC: 128898B6 EDA43037
Old Sea Map no PC: 5B1CB4D7 10FA9D05
Aurora Ticket no PC: 483511F5 E6C8E537
Mystic Ticket no PC: BE39B3A8 280987E1
Rare Candy no PC: BFF956FA 2F9EC50D
Eon Ticket no PC: 0A6626D3 648DA17A
HP UP no PC: D01C5E9D 017C0F02
Iron no PC: 31BECF62 6D94C212
Carbos no PC: 2CCDF091 99F295D4
Protein no PC: 5EB429D8 478D5A90
Calcium no PC: 98DDBA3E FA0033AD
Lucky Egg no PC: FAC516C7 38D973E

Pokémon Emerald! Para quem é #DasAntigas!#Nostalgia no 1HitGamesAcesse: https://1hitgames.com/pokemon-emerald/#pokemon #emulator #android #emulador #GBA #battle #offline #1hitgames 🕹 #1hitgamers #1hit #Acervo1Hit 🎮 #like #inscrevase #channel #gaming #mobile #1HiTV

Publicado por 1HitGames em Terça-feira, 26 de novembro de 2019
Curta nossa página no Facebook, participe e jogue conosco!

Referências:

Eternal Players, Pokkesaves, Wikipedia.

Watch Dogs

Watch Dogs (estilizado como WATCH_DOGS) é um jogo eletrônico de ação e aventura do gênero sandbox desenvolvido pelo estúdio Ubisoft Montreal e publicado pela Ubisoft para Xbox One, Xbox 360, Windows PC, PlayStation 4, PlayStation 3 e Wii U no dia 27 de Maio de 2014.

Revelado na conferência de imprensa da Ubisoft durante o evento E3 de 2012 e originalmente planejado para novembro de 2014.

Watch Dogs é jogado numa perspectiva em terceira pessoa e o mapa pode ser percorrido a pé ou em um veículo. A história é contada numa versão fictícia da cidade de Chicago, que inclui a sua zona urbana, os campos em redor e os bairros pobres. Baseado nos temas de cibersegurança, em Watch Dogs o jogador controla Aiden Pearce, um hacker “grey hat” altamente qualificado, descrito como uma pessoa que usa tão bem os “punhos como a inteligência”, muito hábil na capacidade de se infiltrar em sistemas eletrônicos, e deste modo penetrar no ctOS, um sistema centralizado todo ligado em rede, que coordena a hiper-controlada cidade de Chicago. A história segue os esforços de Aiden na procura de vingança depois da morte acidental da sua sobrinha. Um modo multijogador online também está incluído, permitindo até oito jogadores participarem em jogos tanto cooperativos como competitivos no mesmo mapa do modo história.

Na altura do seu lançamento, Watch Dogs recebeu no geral análise positivas. Foi particularmente elogiado no que toca aos elementos de hacking, a variedade das missões e o multijogador online. O enredo e as personagens tiveram uma recepção variada, no entanto, as críticas recaíram mais por o jogo não acrescentar nada de novo ao género para além de ter muitos elementos em comum com outras séries também produzidas pela Ubisoft Montreal. De acordo com o site de críticas agregadas Metacritic, o jogo recebeu uma pontuação média de 82/100, 81/100 e 79/100 para PlayStation 4, Microsoft Windows e Xbox One, respectivamente. No GameRankings, Watch Dogs conseguiu uma média de 82,70% para PlayStation 4, 77,40% para Microsoft Windows e 79,37% para Xbox One.

Um sucesso comercial, uma semana após o seu lançamento, Watch Dogs já tinha vendido mais de 4 milhões de cópias fazendo do jogo a nova propriedade intelectual mais vendida de sempre durante esse período. Devido às demonstrações nas E3 2012 e 2013, Watch Dogs recebeu um combinado de mais de 173 prémios e nomeações, incluindo três prémios e quatro nomeações dos Game Critics Awards. Foi seguido por uma sequela, Watch Dogs 2, em novembro de 2016.

Jogabilidade

Como Aiden Pearce, os jogadores podem usar o seu smartphone e obter inúmeras informações do local e das pessoas que o rodeiam.

Watch Dogs é um jogo de vídeo em mundo aberto, no qual os jogadores, numa perspectiva de terceira pessoa, controlam um homem chamado Aiden Pearce, que consegue se infiltrar (hacking) em vários dispositivos eletrónicos ligados ao Sistema Operacional Central da cidade (CtOS), permitindo ao jogador usar diferentes métodos para resolver numerosos objetivos. Os exemplos incluem invadir os telefones das pessoas para obter dados bancários e roubar fundos, provocar avarias em equipamentos para distrair os outros personagens e alterar os semáforos do transito para causar colisões. Tudo isso com a ajuda de um celular muito avançado. O jogo também inclui um grande arsenal de armas incluindo pistolas, metralhadoras, espingardas, escopetas e um bastão retrátil.

Os jogadores também podem receber informações sobre os civis através de feeds de realidade aumentada, proporcionando ao jogador informações sobre demografia, saúde e comportamentos. Objetivos que foram expostos em apresentações incluem encontrar alvos específicos para matar, fugir da polícia e seguir potenciais vítimas, a fim de impedir aqueles que seriam os seus assassinos. O combate utiliza uma combinação de componentes stealth e parkour, junto com a mecânica uma cobertura baseada em jogos de tiro na terceira pessoa.

A mecânica central de Watch Dogs é o hacking. Hacking é uma das mais importantes características do jogo, central tanto na jogabilidade como no enredo. Aiden Pearce, o protagonista do jogo, tem um smartphone com várias aplicações capazes de se infiltrar na maior parte da infraestrutura de Chicago. Devido ao facto de que a interpretação de Chicago em Watch Dogs é governada inteiramente pelo Sistema Operacional Central (ctOS), Aiden Pearce tem o poder de aceder remotamente e assim interagir com o ambiente – como semáforos, canos de vapor, bloqueios de estrada, pontes, caixas de fusíveis, e até com as luzes da cidade, etc. Aiden pode usar isto para sua vantagem em situações de combate para eliminar oponentes, criar diversões ou coberturas e esconder-se. Também pode usar como forma de infiltração furtiva. É dito que o seu telefone é capaz de mais de 100 hacks.

Através de uma aplicação, Aiden Pearce consegue ter acesso à informação dos cidadãos da cidade de Chicago. O smartphone está ligado à base de dados da população do ctOS, e assim pode aceder por exemplo à idade, ocupação, bem como outros factos pessoais. Pearce também consegue ler mensagens de texto e ouvir conversas entre as pessoas, conseguindo com isso desbloquear missões. Esta característica foi desenhada para tornar o mundo de Watch Dogs mais vivo e real, dando profundidade à cidade e à sua população. Adicionalmente, o smartphone de Pearce está constantemente ligado ao sistema de prevenção de crimes do ctOS, uma ferramenta fictícia originalmente desenhada para a Polícia de Chicago. Esta ferramenta notifica o jogador de quando poderá ocorrer um crime na zona onde está, dando-lhe a chance de intervir e evitar o crime. Tal contribui para a persona justiceira de Pearce.

Crossover com Assassin’s Creed

O que primeiro surgiu como um rumor agora é uma certeza. Existem referências a Assassin’s Creed em Watch Dogs – e vice-versa. A incerteza está no nível dessa relação, ainda não detalhada pela Ubisoft. Fato é que existem diversas pistas de que os dois universos existem na mesma faixa de tempo e que os dois mundos se conectam; quem jogou Assassin’s Creed IV: Black Flag percebe as ligações. Agora é esperar para ver até onde isso será levado.

Chicago é menor que Los Santos

O mapa de Watch Dogs deve ter cerca de 60% do tamanho de Los Santos, a cidade de Grand Theft Auto V. Segundo a Ubisoft, a escala, nessa questão, não é o principal, pois a intensidade com que a cidade “respira” em volta do jogador fará tudo parecer mais latente. “Chicago será viva e deixará o jogador se relacionar e hackear qualquer um dos NPCs que estão no caminho”, disse ao Omelete o diretor de marca da Ubi, Thomas Geffroyd.

Hackear é a sua maior arma

Watch Dogs terá tiroteios, perseguições de carro, lutas corporais e outros tipos de combate; mas nenhuma dessas ferramentas será mais importante que o hack. Desde a primeira demonstração, o mote do jogo era claro: “controle tudo pelo seu celular”. Aiden poderá modificar sinais de trânsito, barreiras de contenção, luzes e até ondas de rádio com apenas um celular com o ctOS, um avançado sistema operacional espalhado por toda cidade. Além do confronto, o hackeamento servirá para conseguir missões paralelas e descobrir sobre a vida dos cidadãos de Chicago. Serão cerca de 60 habilidades incluídas no celular, segundo a Ubisoft.

Uma história sobre vingança

O game não será somente sobre missões e invasões eletrônicas. A Ubisoft promete uma narrativa tão impactante e profunda quanto as novidades na jogabilidade. Aiden Pierce, o protagonista, é um hacker que tem um passado misterioso e cheio de crimes desconhecidos. Certo dia ele testemunha uma série de casos horrendos envolvendo um grande mafioso de Chicago. Devido ao seu conhecimento sobre o caso, a máfia assassina sua família – é o motivo para ele voltar às atividades passadas em busca de vingança. “Acima de tudo temos que fazer um jogo com uma história que interesse ao jogador, como em todos os nossos outros títulos”, garante Thomas.

O falso modo multiplayer

Não há uma diferença clara entre o modo multiplayer e o single player em Watch Dogs. Segundo Geffroyd, “não será possível saber se aquele NPC está sendo controlado pela máquina ou por um ser humano, pois o jogo sempre incluirá outros jogadores reais na jornada sem aviso prévio”. No entanto, dificilmente algum jogador real se comportará exatamente como um NPC. “É aí que você começa a entender se ele vai te ajudar ou atrapalhar numa missão”, conta Thomas.

O verdadeiro modo multiplayer

Para os aficcionados no multiplayer tradicional, Watch Dogs terá algumas novidades. “Teremos os modos tradicionais e algumas novidades, como o Decryption. Ele juntará quatro jogadores para decodificar um objeto ao mesmo tempo, enquanto fogem de outro grupo que tentará impedi-los. É um misto de estratégia e combate feito especialmente para o jogo”, revela Thomas. Além desse, haverá as modalidades Racing (corridas ao redor de Chicago), Intrusion (roubo de informações do adversário) e Tailing (perseguição e roubo de informações para futuras tarefas).

O jogo na palma da mão

Nem só dentro de Watch Dogs será possível hackear. Segundo a Ubisoft, um aplicativo feito especialmente para o jogo permitirá que outros jogadores entrem na sua aventura para atrapalhar ou ajudar no desfecho de uma missão. “Será possível desligar sinais, interromper transportes e fazer todas as outras peripécias que Aiden faz no celular”, diz Geffroyd. No campo das ideias parece uma ideia interessante, mas é preciso esperar para ver como isso funciona de fato.

Jogos dentro do jogo

Além de se aventurar no mundo aberto de Watch Dogs, o jogador poderá se distrair com os variados minigames espalhados por Chicago. Até agora, já foram divulgados 13 deles. Um é o pôquer, que, obviamente, poderá ser hackeado por Aiden para garantir trapaças. O jogador pode ver se os rivais são viciados em apostas ou se estão nervosos. É possível disputar uma partida de xadrez e até usar o celular do protagonista para uma brincadeira de realidade aumentada. Um dos games faz alienígenas invadirem Chicago, enquanto outro faz Aiden pular entre os prédios para coletar moedas.

O celular de Aiden e seus diversos recursos

Para iniciar qualquer um dos modos de jogo online de Watch Dogs, é preciso usar rapidamente o smartphone de Aiden. Abra-o e dirija-se ao menu “Contratos Online”. Dentro desta aba, você encontrará as seis variações de jogo: Perseguição, Corrida, Desafio ctOS Mobile, Vagar Livremente, Decodificação e Hackeamento.

Em todos os modos de invasão, ou seja, Desafio ctOS Mobile, Perseguição Online e Hackeamento Online, o usuário pode tanto invadir como ser invadido. Se houver uma invasão ao seu jogo, você será avisado, e terá que encontrar o hacker rival e matá-lo, antes que ele roube seus dados. O tempo necessário para isso é mostrado na tela.

Cada sucesso (ou insucesso) em uma destas missões renderá ao jogador pontos de notoriedade. Quanto mais notoriedade ele tiver, mais pontos terá no ranking mundial e sua reputação sera exibida em seu perfil online.

Confira abaixo cada modo de jogo online:

Vagar Livremente Online – Um modo que lembra o GTA Online. Esqueça missões e desafios. Chame os amigos e fique rodando pela cidade de Chicago. Entre na sessão, procure outros hackers e acabe com eles!

Perseguição Online – Divertido modo “gato e rato”. Você deve avistar um hacker rival, dentro da sessão de jogo dele, segui-lo e identificar seus dados com o perfilador, e sair após o tempo determinado sem ser detectado.

Desafio ctOS Mobile – Jogo de estratégia, em que você deve desafiar um outro usuário com o controle da polícia. Deverá ser jogado no celular pelo aplicativo do jogo. É um jogo semelhante a games de tabuleiro, em que você deve alcançar check-ins antes dos rivais.

Corrida Online – O nome já diz tudo, certo? Watch Dogs tem carros bem legais, e neste modo os usuários podem testar toda a potência deles em corridas alucinantes online. Os primeiros ganham boas recompensas.

Hackeamento Online – Semelhante ao Perseguição. Você entra na sessão de um outro gamer e precisa hackear o celular dele. Roube os dados e fuja sem que ele te ache (e te mate) antes disso. Não machuque o alvo.

Decodificação Online – Este é um divertido modo de grupo. Você joga com os amigos e seu time tem que achar um importante arquivo perdido na cidade. Siga as pistas, busque por ele e depois decodifique-o.

Hackeie tudo ao seu redor

Sinais de trânsito, câmeras, celulares… Tudo o que puder ser hackeado pode ter alguma importância. Então, use o seu sistema de invasão o máximo possível, porque isso certamente vai lhe render bons frutos. Mas chegue perto do alvo para hackear e não dê brechas para que transeuntes percebam o que você está fazendo, pois eles podem fazer denúncias à polícia e isso te deixará vulnerável.

Seja discreto

A discrição é sempre fundamental em jogos deste tipo. Adrien não é um Nathan Drake. Ele precisa ser como um fantasma, como um hacker no mundo real. Só fazer suas tarefas sem ser visto e identificado. Por isso, o modo “stealth” de jogar Watch Dogs é mais divertido – e seguro – do que sair para o combate, tendo em vista que ele não tem uma quantidade de vida muito grande.

Mundo aberto

Watch Dogs é um game em mundo aberto, ou seja, você não precisa – e não deve – se ater somente às missões da história central do game. Passear pelo local de Chicago com objetivos à parte é fundamental. Você pode desbloquear conteúdo muito importante, achar novos alvos para hackear e realizar tarefas bem divertidas. Assim, passa a aproveitar muito mais o game do que apenas seguindo-o linearmente.

Melhore as habilidades

Em Watch Dogs, o jogador pode melhorar as habilidades que Aiden tem em diversos aspectos, como para dirigir carros, hackear ou criar novos itens e armas. Todas são importantes, mas o principal é você saber seu estilo de jogo e fazer os upgrades de acordo com o que mais utiliza.

Estratégia

Cada missão tem uma abordagem diferente. Preste atenção em seus objetivos para saber o que é melhor. Quase sempre, passar batido é melhor, porém existem situações em que é preciso trocar tiros, ou preparar armadilhas. O feeling do jogador é fundamental, e saber criar a melhor estratégia também.

Saia do carro

Não é possível atirar de dentro do carro, dessa forma, caso esteja em uma perseguição e ache que a melhor solução para se livrar da polícia é acabar com eles, literalmente, pare o carro e vá para o combate. Antes, tente despistá-los hackeando os semáforos. Se não der, esconda-se em algum beco ou vá para o tiroteio direto.

Use o ambiente

Watch Dogs tem tantas possibilidades de exploração do ambiente que é óbvio que o usuário deverá usá-las. Além dos sinais de trânsito, que podem causar os acidentes mais incríveis que você já viu, é possível estourar caixas de energia e acertar a pessoa que está passando, entrar em restaurantes e comprar comida ou bebida, escalar objetos e muito mais. Use esta variedade a seu favor!

Identifique as pessoas

Não são apenas locais e dispositivos eltrônicos que podem ser hackeados. As pessoas também; e elas são fundamentais, porque podem guardar segredos ou ajudar o protagonista a roubar carros e dinheiro. Por isso, use sempre a ferramenta de fazer perfis das pessoas e mire nos alvos certos.

Gaste o dinheiro

Dizem que “dinheiro na mão é vendaval”, mas mãos de Aiden deve ser mesmo. Isso porque você pode roubar de tanta gente, que é preciso usar o máximo possível para dar o melhor para seu personagem. É possível comprar muita coisa com a grana, sendo assim, não guarde dinheiro; gaste tudo o que puder!

Descanse bastante

Vá até seu esconderijo quando estiver com o nível de criminalidade alto, ou se quiser salvar o game. Deite na cama, coloque o despertador e aguarde. Quando seu personagem acordar, estará com o game salvo e sem a mira da polícia.

Drivers Invisíveis

Hackear os bloqueadores no momento certo e você pode virar um carro para que ele fique de cabeça para baixo. Quando você faz isso, um motorista vai sair e deixar a cena. Quando virar o carro novamente, ele deve afastar-se após alguns segundos (sem condutor visível).

Fácil Shell Game Win

Comece a jogar o game casca e deixar o acabamento hustler movendo os copos ao redor. Sem indicar qual copo você esconde o shell, Pause o jogo e acesse o menu Opções. Sob calibração, ajuste o brilho para 100 e, em seguida, retomar a ação. Em seguida, pause-o mais uma vez. Por um breve segundo, você deve ver o contorno da bola em um dos copos disponíveis. Escolha esse copo para vencer a rodada.

Pontos de Perícia Exploit

Compre muita munição em qualquer loja que venda, e ganhe um nível de procurado. Esconda-se em sua casa segura, no banheiro. Depois de um tempo de recarga, você pode disparar a sua arma fora e seu nível de procurado irá retornar. Deixe a sua experiência de nível de procurado outro cooldown, em seguida, dispare a sua arma para fora da janela novamente. Repita conforme desejado.

Referências:

The Enemy, Wikipedia, techtudo.

The Last of Us

The Last of Us é um jogo eletrônico de ação-aventura e sobrevivência desenvolvido pela Naughty Dog e publicado pela Sony Computer Entertainment. Ele foi lançado exclusivamente para PlayStation 3 em 14 de junho de 2013. Na história, os jogadores controlam Joel, um homem encarregado de escoltar uma adolescente chamada Ellie através de um Estados Unidos pós-apocalíptico. The Last of Us é jogado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa, com os jogadores usando armas de fogo, armas improvisadas e furtividade a fim de defenderem-se de humanos hostis e criaturas canibalísticas infectadas por uma mutação do fungo Cordyceps. Um “Modo de Escuta” permite a localização de inimigos por meio de uma escuta e percepção espacial aprimoradas. Armas podem ser melhoradas usando itens recolhidos do ambiente. Há um modo multijogador online em que até oito jogadores podem entrar em diferentes modos de partidas cooperativas ou competitivas.

O desenvolvimento de The Last of Us começou em 2009 logo depois da finalização de Uncharted 2: Among Thieves, o título anterior da Naughty Dog. A relação entre Joel e Ellie foi o foco central do jogo, com todos os outros elementos de história e jogabilidade desenvolvendo-se ao seu redor. A equipe criativa escolheu os atores Troy Baker e Ashley Johnson a fim de interpretarem os personagens principais, que realizaram a captura de movimentos e dublagem para seus respectivos papéis. Ambos auxiliaram o diretor de criação Neil Druckmann com o desenvolvimento da história e personagens. Novos motores de jogo foram criados para satisfazer as necessidades técnicas, com a inteligência artificial de Ellie sendo um grande ponto de desenvolvimento e aprimoramento. A trilha sonora original foi composta por Gustavo Santaolalla, enquanto os efeitos sonoros assumiram um ponto de vista mais naturalista e minimalista do que em outros jogos de ação.

The Last of Us foi anunciado em 2011, gerando grande expectativa. Ele foi aclamado pela crítica especializada, com elogios sendo direcionados particularmente para sua caracterização, enredo, subtexto e exploração da condição humana. O título tornou-se um dos jogos mais bem vendidos do PlayStation 3, vendendo mais de 1,3 milhões de cópias apenas em sua primeira semana e mais de oito milhões depois de catorze meses. The Last of Us é considerado como um dos melhores jogos eletrônicos da história, tendo vencido vários prêmios de Jogo do Ano. Um conteúdo para download chamado Left Behind foi lançado em fevereiro de 2014, com sua história se passando antes do jogo principal e centrando-se em Ellie e sua melhor amiga Riley. Uma remasterização intitulada The Last of Us Remastered foi lançada em julho de 2014 para PlayStation 4, enquanto sua sequência The Last of Us Part II foi anunciada em dezembro de 2016.

Jogabilidade

The Last of Us é um jogo eletrônico pós-apocalíptico de ação aventura e sobrevivência apresentado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa. O jogador atravessa ambientes arruinados, passando por locais como cidades, edifícios e esgotos a fim de avançar pela história. Armas de fogo, armas improvisadas e furtividade são usadas para derrotar humanos hostis e criaturas canibalísticas infectadas por uma mutação do fungo Cordyceps. O jogador controla durante a maior parte da história o personagem de Joel, um homem encarregado de escoltar uma garota chamada Ellie através dos Estados Unidos; ela e outros companheiros ocasionais são controlados por uma inteligência artificial. Ellie torna-se temporariamente a personagem jogável durante um segmento da história.

O jogador usa no combate tanto armas de longo alcance (como rifles, espingardas e arcos) quanto de curto alcance (como pistolas, revólveres e espingardas curtas); também é possível utilizar armas brancas (como canos e tacos de beisebol). Garrafas e tijolos podem ser jogados para distrair, tontear ou atacar inimigos. The Last of Us possui um sistema de criação que permite que o jogador aprimore armas em mesas de trabalho usando itens coletados nos ambientes. Equipamentos como kits médicos e coquetéis Molotov podem ser encontrados ou produzidos com os materiais recolhidos. Habilidades físicas, como um medidor de saúde e velocidade de criação, podem ser melhoradas ao coletar pílulas e plantas medicinais. O medidor de saúde do jogador pode ser recarregado por meio de kits médicos caso o personagem tome algum dano.

Apesar do jogador ter a opção de atacar os inimigos diretamente, ele também pode empregar táticas furtivas para atacar ou passar pelos oponentes sem ser detectado. O combate furtivo usa uma mecânica chamada de “Modo de Escuta”, que permite que o jogador localize inimigos por meio de uma escuta aprimorada e percepção espacial. Ao usar o Modo de Escuta, a silhueta dos inimigos torna-se visível, permitindo que o jogador veja adversários em diferentes locais. Um sistema de cobertura dinâmico está presente em que o jogador pode agachar-se atrás de obstáculos a fim de obter uma vantagem tática durante o combate. The Last of Us possui diversos períodos sem nenhum combate, frequentemente envolvendo apenas conversas entre os personagens. O jogador resolve quebra-cabeças simples, como utilizar painéis flutuantes para transportar Ellie, que não sabe nadar, através de corpos de água ou usar escadas e lixeiras a fim de alcançar áreas mais altas. Colecionáveis de história, como bilhetes, mapas e quadrinhos, podem ser encontrados e vistos em um menu.

O jogo contém um sistema de inteligência artificial em que inimigos humanos hostis reagem a qualquer situação de combate em que são colocados. Se um oponente descobre o jogador, ele pode chamar por ajuda ou tirar vantagem do jogador quando este está distraído, sem munição ou no meio de uma luta. Companheiros como Ellie podem auxiliar no combate ao jogarem objetos em ameaças com o objetivo de tonteá-las, revelando a localização de inimigos ou usando uma faca e pistola para atacarem adversários.

O modo multijogador online permite que até oito jogadores participem de partidas competitivas ou cooperativas. Existem três modos multijogador: Ataque de Suprimentos, Sobrevivência e Interrogação. Os dois primeiros são mata-matas em equipes, com o segundo excluindo a opção de renascimento; o último coloca equipes investigando a localização da caixa de fecho inimiga, com a primeira a capturar a caixa vencendo. O jogador escolhe uma Facção em cada modo – Caçadores (grupo de sobreviventes hostis) ou Vaga-Lumes (grupo miliciano revolucionário) – e mantém seu grupo vivo ao coletar suprimentos durante as partidas. Cada partida equivale a um dia; ao sobreviver por doze “semanas”, os jogadores completam a jornada e podem escolher uma nova Facção. Matar inimigos, ressuscitar aliados e criar itens rendem ao jogador partes que podem ser convertidas em suprimentos; essas também podem ser adquiridas procurando em corpos de inimigos. Os jogadores são capazes de carregar mais equipamentos ao ganharem pontos enquanto crescem os suprimentos do grupo. Os jogadores podem conectar seu jogo ao seu perfil no Facebook, alterando assim os nomes e rostos dos outros jogadores a fim de serem iguais aos seus amigos de Facebook. Os jogadores também podem customizar seus personagens com chapéus, capacetes, máscaras e emblemas.

Priorize evoluir a barra de vida de Joel

No decorrer da campanha, Joel encontrará alguns comprimidos de suplementos. Embora cada jogador deva evoluir da forma como desejar a construção do personagem, é extremamente recomendável que um dos primeiros passos seja elevar a barra de saúde de Joel ao nível máximo.

Tenha sempre facas para abater estaladores 

Se você já jogou The Last of Us sabe dos perigos que representam os Estaladores. Existem algumas formas de se executar o inimigo rapidamente. Uma delas é utilizando lâminas. Construa facas e movimente-se bem devagar para se aproximar da criatura. Com dois metros de distância será possível executar o ser sem correr grandes perigos.

Em grupos com vários inimigos mate do mais forte para o mais fraco

Fora da Zona de Quarenta, Joel enfrentará inimigos com um tempo de infecção variado, exibindo diferentes comportamentos. Podemos utilizar como exemplo um dos primeiros contatos dos protagonistas com as criaturas. As salas trazem recém infectados, corredores e um estalador. Elimine primeiro o estalador e em seguida aplique golpes nos demais infectados.

Sempre avance contra os inimigos silenciosamente

Joel não é Nathan Drake. Na maioria das vezes os tiroteios irão terminar de uma péssima maneira para o protagonista. Avance com cuidado, mantendo o silêncio, contra inimigos humanos e seja mais cauteloso ainda ao lidar contra infectados. Observe o chão para não passar por cima de objetos quebrados, gerando ruídos significantes. O simples fato de pressionar a alavanca de maneira mais incisiva pode chamar a atenção dos inimigos.

Atire somente em último caso

“Faça o tiro valer a pena”. A frase dita por Joel para Ellie é de importância vital para os jogadores. Seguindo a dica anterior, evite disparar em ocasiões onde se pode abater o inimigo de forma silenciosa. Além de evitar chamar a atenção de outros adversários, Joel economizará a rara munição para situações onde esta seja a única solução.

Contra corredores busque locais com apenas uma passagem

Os corredores são uma pedra no sapato de Joel. Apesar de não serem tão inocentes quanto os recém infectados, nem tão perigosos como os estaladores e os vermes, os corredores podem causar estrago quando atacam em grande número. Procure levar os inimigos para salas com apenas uma entrada, fique de costas para a parede e empilhe os corpos com duros golpes, ferramentas modificadas e se necessário tiros.

Explore todos os cantos dos cenários 

The Last of Us não é o tipo do game que entrega os recursos aos usuários facilmente. Evite deixar para trás partes do cenário que não façam parte do trajeto linear. Explore portas trancadas, cômodos distantes, extremidades das ruas e fundo dos lagos, tendo sempre em mente que se correr algumas ferramentas decisivas poderão ser deixadas para trás.

CORRA!!!

Esse, com certeza, é o ensinamento mais importante de todos e que vai permear parte das outras nove dicas. No mundo de The Last of Us, a velocidade das pernas é sua melhor amiga em todos os momentos. Está sendo cercado de inimigos? Já enxerga a saída? Quer se livrar de uma situação difícil? Então fuja!

Essa foi a primeira indicação citada pelo nosso redator Durval Ramos quando perguntado sobre esse artigo. Para ele, o dedo colado no botão L2 do controle é a melhor maneira de sobreviver ao título, seja você um adepto da jogabilidade mais estratégica ou um amigo do Rambo.

É claro, ao fugir, Joel fará muito barulho e atrairá a atenção dos inimigos. Ainda assim, muitas vezes, é preferível sofrer um pouco de dano e seguir em frente do que tentar outro tipo de abordagem e acabar morrendo.

Não subestime o poder de seus punhos

Temos aqui mais um caso em que é preferível sofrer pouco dano. Em salas com poucos Runners, principalmente no início do game, prefira atacar fisicamente os inimigos do que gastar munição com eles. Esteja sempre em posse de pedaços de madeira, canos de ferro, tijolos ou garrafas, que tornam o assassinato violento muito mais rápido.

Utilizando armas desse tipo, os “zumbis” ou seres humanos inimigos caem com quatro golpes. Com as mãos, é preciso de quatro a sete acertos para acabar com a raça de um oponente, caso você não esteja próximo a uma parede. Pressione o botão quadrado sem parar e, no caso dos combates contra pessoas, fique atento também ao triângulo, para evitar que o adversário recupere a vantagem.

Aqui, duas exceções podem ser feitas. A primeira se relaciona a momentos em que também se está enfrentando Clickers, que são invulneráveis a ataques com as mãos. Além disso, fique atento aos soldados que portam armas, já que você estará indefeso contra disparos enquanto desce a porrada em um companheiro. Nesse caso, vale mais a pena agarrar o inimigo em questão e aproveitar o escudo humano para fazer uso da primeira dica.

Evite o confronto

Tudo bem que essa dica meio que contradiz as anteriores, mas você sabe como dizem: a melhor defesa é quando seu oponente não pode atacar. E um inimigo que não enxerga Joel não poderá agir contra ele, continuando as atividades normais de seu dia. A furtividade é uma grande aliada em The Last of Us.

E não estamos falando nem de matar os oponentes um a um, na surdina. Muitas vezes, o ideal mesmo é deixar o instinto assassino de lado e permitir que os oponentes vivam para ver outro dia, passando pelas laterais dos cenários e deixando o recinto silenciosamente. Afinal de contas, de nada adianta ser silencioso para matar um inimigo e, com isso, acabar sendo visto pelo restante do exército.

Quando atacar, prefira os sufocamentos com o quadrado e guarde as facas apenas para os Clickers, que são mais fortes e mortíferos. Cuidado com a lanterna nos arredores de inimigos comuns e sempre ande abaixado. Joel provavelmente ficará com dores nas coxas mais tarde, mas é melhor viver com as pernas doloridas do que morrer com o pescoço dilacerado.

Tijolo > garrafa

Ao longo de todo o game, dois artigos serão mais utilizados do que qualquer arma. Os tijolos e as garrafas são itens abundantes e multiuso, já que servem tanto para criar distrações quanto para explodirem a cabeça dos inimigos. Só que, nessa briga, os itens de construção se saem muito melhores que os antigos recipientes.

Tudo bem, as garrafas são de vidro e fazem muito mais barulho, configurando um engodo melhor para levar os inimigos para longe. Mas os tijolos combinam esse poder com a possibilidade de serem utilizados como uma arma letal de uso único, eficazes contra tudo, desde humanos até Clickers.

Por isso, tenha sempre um em seu inventário. Caso prefira usar a garrafa para distração, colete o vidro, jogue-o longe, mas não se esqueça de pegar o tijolo novamente. Em um momento de pânico, ele pode se tornar seu melhor amigo.

CHECAR TUDO

Tijolos e garrafas são os itens mais abundantes de The Last of Us, mas os cenários escondem muito mais do que isso. Seja cauteloso e não corra pela aventura. Entre em cada sala. Abra cada gaveta. Verifique todos os armários. Olhe cada cantinho. Parafusos, lâminas, panos, álcool, adesivos, munição. Tesouros deixados por sobreviventes do passado.

Itens desse tipo nunca são demais e, acredite, você vai precisar de todos eles. O game da Naughty Dog alterna momentos de calmaria extrema com combates frenéticos e tensos, que com certeza deixarão você sem itens de cura e armas. Por isso, é sempre importante recarregar o inventário antes da chegada da próxima situação desse tipo.

Escolha bem as evoluções

Como muitos jogos da atualidade, The Last of Us também empresta elementos de RPGs e traz uma árvore de habilidades. A evolução acontece por meio de escassos medicamentos, que são encontrados ao longo da aventura e permitem a melhoria de diversos atributos. Apesar de todos serem bastante úteis, existem aqueles que são essenciais para que você possa seguir em frente de forma tranquila.

Desde o início do game, foque suas pílulas na habilidade Shiv Master, que dá a você a opção de utilizar uma faca por meio de QTE caso seja atacado por um Clicker. Acredite, ela poupará você de muitas mortes. A seguir, aumente a quantidade total de sua energia para os combates mais complexos da metade para o final do game. Por último na lista de prioridades está a distância do Listen Mode, que facilitará muito sua vida durante as incursões furtivas.

As armas também podem ser modificadas e, aqui, dois upgrades são fundamentais. O aumento na capacidade máxima de munição permitirá que você se defenda por mais tempo antes de precisar procurar um abrigo. Depois, melhore o tempo de recarregamento, de forma a evitar ser cercado ou pego desprevenido sem bala alguma.

Kits médicos e facas nunca são demais

Esqueça as modificações de porretes e bastões. Apesar delas serem úteis em momentos de desespero, não vale a pena gastar um conjunto completo de lâminas em um artigo como esse. Pelo contrário, invista os cortantes em facas, que podem salvar você dos Clickers – como citado na dica anterior – ou tornar os assassinatos furtivos ainda mais rápidos.

Além disso, foque sempre na criação de itens médicos e deixe coquetéis molotov para serem produzidos quando seus kits de cura atingirem a capacidade máxima. Por mais que a arma incendiária seja muito boa para controle de multidões, é melhor sempre ter artigos de primeiros socorros, pois eles são essenciais durante toda a aventura.

Além disso, não se esqueça de sempre produzir itens para evitar ficar com a mochila lotada. Consulte seu inventário o tempo todo e sempre construa coisas com as peças soltas, de forma a poder pegar mais e mais artigos pelo cenário. Em The Last of Us, principalmente nas dificuldades mais altas, cada recurso é precioso e pode significar a diferença entre viver e morrer.

Treine muito

Para muita gente, o arco e as bombas de fumaça podem parecer um desperdício de espaço no inventário. Mas acredite, nos piores momentos da aventura, até mesmo esses artigos difíceis de usar se tornarão essenciais. Saber fazer uso deles de forma versátil dará a você grande vantagem no combate contra humanos e criaturas do inferno.

Se necessário, carregue um jogo salvo diversas vezes apenas para praticar a utilização dos dois itens. Acostume-se com o balanço e recuo do arco e a trajetória bizarra das flechas. Descubra que as flechas podem servir tanto para assassinar um inimigo furtivamente quanto como uma forma de chamar a atenção de alguém para longe de você.

Bombas de fumaça podem não ser letais, mas também servem ao mesmo fim. O alvo aqui são os soldados inimigos, que ficarão assustados e atentos com uma detonação de névoa negra, enquanto você e Ellie escapam sorrateiramente por uma porta lateral. Eles nem vão ver, literalmente, o que está acontecendo.

Aproveite-se da imperfeição

Não existe inteligência artificial perfeita. Então, procure usar esse fator em benefício próprio durante a jogatina de The Last of Us. O comportamento agressivo e violento dos inimigos humanos pode ser freado por atitudes simples que, por mais que não acabem com o perigo, podem gerar preciosos segundos de respiro.

Ao ser atacado por uma grande tropa de inimigos, por exemplo, atire longe um tijolo ou garrafa. Mesmo que eles vejam que foi você quem lançou o objeto, se virarão em direção ao barulho por um segundo, talvez esperando mais um atacante vindo daquele lado. Aproveite para fugir.

Da mesma maneira, utilize o espírito combatente e, por vezes, estúpido de seus companheiros para obter vantagem nos combates. Aproveite enquanto Ellie ou Bill atiram feito loucos nos inimigos, atraindo a atenção deles, para se esconder, usar itens de cura ou mirar bem para fazer valer cada disparo.

Voltando no tempo

The Last of Us é como uma montanha-russa, alternando sequências de calmaria, onde você pode buscar itens e se preparar para o futuro, com combates intensos e até mesmo “apelões” que acabarão com sua munição, itens de cura e dignidade. Na primeira vez, você nunca saberá o que está adiante e tudo o que pode fazer é se preparar para o pior.

Graças à tecnologia moderna, porém, existe uma maneira de evitar situações realmente aflitivas. Muitas vezes, por desatenção ou tentativas frustradas de ataque, você se verá atacado de todos os lados. Mesmo assim, conseguirá sobreviver, só que bem próximo da morte.

Vale a pena recarregar um jogo salvo e voltar para o início do combate, tentando assumir outro tipo de abordagem ou mirando melhor para economizar balas. Acredite, tal estratégia vai além de uma necessidade narcisista por perfeição e fará com que você, no futuro, agradeça à versão do passado por ter retornado no tempo e feito as coisas da maneira correta.

Aprenda a atirar 

Tire algum tempo para praticar a sua pontaria. Ela pode valer momentos importantes na luta por sobrevivência. Para quem está começando, um bom lugar para treinar é o modo multiplayer do jogo. Ainda é essencial escolher com sabedoria as melhores armas para cada momento e tipos de combate

Conheça seu inimigo 

Antes de começar a atirar, é importante diferenciar os tipos de criaturas contra as quais você vai lutar. A cada estágio de infecção, os zumbis ficam mais resistentes. Entretanto, eles também têm fraquezas. Os infectados são perigosos, mas você também deve estar pronto para lidar com seres humanos de diversas facções e com motivações diferentes. Fique esperto para não perder boas oportunidades de ataque e fuga!

Sem medo de voltar atrás 

Se você perceber que a vaca está indo para o brejo, não hesite em voltar atrás e considerar outra estratégia de ataque/fuga. Vários cenários possuem caminhos “mais fáceis” para atacar ou fugir de zumbis e inimigos humanos

“Antes um covarde vivo…” 

Pense no velho ditado como seu mantra. Se você quer ser um Rambo, The Last of Us não é o melhor lugar. Em várias situações, você consegue prosseguir sem ter derrotado todos os inimigos em uma cena. Tenha sempre um tijolo ou garrafa à mão para afastar os inimigos e corra como se não houvesse amanhã!

Referências:

Noticias R7, Voxel, The Enemy, Techtudo, Wikipedia.

Diablo III

Diablo III é um RPG de ação desenvolvido pela Blizzard Entertainment, o terceiro título da série Diablo. Sua produção foi revelada em 28 de junho de 2008, na Blizzard Entertainment Worldwide Invitational. O jogo foi lançado oficialmente em 15 de maio de 2012. A versão brasileira do jogo foi totalmente traduzida para o português. Em 2011, os vistantes do Disney California Adventure Park puderam dar uma espiadinha no jogo durante o evento Blizzard Holiday Party,com um segmento especial exibido no show World of Color.

Enredo

Diablo III segue a história de seu predecessor, Diablo II: Lord of Destruction, que superou expectativas. A história do novo jogo passa-se depois de vinte anos dos acontecimentos que marcaram o fim de Diablo II. Os guerreiros finalmente derrotaram o mal, mas quando um cometa cai na Terra exatamente no lugar onde Diablo foi confinado, os guerreiros são novamente convocados para defender a humanidade contra o novo inimigo.O estilo do jogo continua o mesmo (visão isométrica), mas desta vez utilizando os recursos das novas tecnologias reproduzindo um mundo totalmente em 3D e interativo, podendo até destruir cenários. Os jogadores poderão escolher entre cinco classes disponíveis (sete após expansões) e se aventurar num mundo mágico e ameaçador que Diablo III proporciona, porém desta vez, com novas habilidades e equipamentos e com um nível de personalização de personagem mais apurado.

Jogabilidade

Sendo um jogo de exploração, o mundo de Santuário nunca é igual: a cada novo jogo, troca de personagem ou mudança de dificuldade, os mapas, as localizações, vilas, eventos e entradas de masmorras se modificam completamente, como se fossem um quebra-cabeça com várias soluções possíveis. Mudam os lugares dos baús de tesouro, dos objetivos, e de monstros, fazendo com que cada jogo seja único, e você tenha que redescobrir o mapa a cada partida – apenas os locais seguros, como cidades, acampamentos e Marcos de Sendas (círculos de teleporte) não tem suas localizações modificadas.

Ao jogar com amigos, a dificuldade do jogo é ajustada de acordo com a quantidade de heróis na batalha, sendo que cada amigo a mais na equipe corresponde a monstros com mais vidas e ataques mais fortes – mas o saque de cada jogador continua como recompensa individual.

 Além de matar monstros loucamente (o que sem dúvida é mito divertido), em Diablo III também temos missões a cumprir, eventos para participar, mapas para abrir e explorar, vários easter eggs, um nível secreto que é bem… feliz, digamos, e objetivos para várias horas de jogo e diversão, especialmente em grupo. Tá esperando o quê pra se aventurar por Santuário?

Escolha seu herói

Em Santuário você pode lutar com heróis de 6 classes diferentes, sendo 5 da versão standard do jogo, mais um da expansão Reaper of Souls/Ultimate Edition: Arcanista, Bárbaro, Caçador de Demônios, Cruzado, Feiticeiro e Monge. Cada um deles tem vantagens exclusivas, seja uma habilidade maior de sobrevivência, dano corpo a corpo ou a distância, uso de magias ou força bruta. Vamos falar um pouco sobre cada classe aqui, para te ajudar em sua escolha:

Arcanista

Os Arcanistas são magos que usam o própio corpo para canalizar a energia arcana; logo, não dependem de nenhum catalizador externo para usarem seus poderes. São mestres em ataque à distância e em área, além de possuirem alguns feitiços protetores para emergências. Seu recurso é o Poder Arcano, que raramente acaba se usado com sabedoria.

Bárbaro

Bárbaros são mestres no combate pesado corpo-a-corpo. Grandes e brutos, manejam com facilidade armas grandes e pesadas – normalmente uma em cada mão. Têm uma capacidade altíssima de absorção de dano, os tornando os tanques ideiais para a frente de batalha, e se saem melhor em lutas em grupo. Seu recurso é a Fúria, que acaba rápido quando fora de batalha, mas é abastecido constantemente durante a luta; é a ação que alimenta o Bárbaro.

Caçador de Demônios

Os Caçadores de Demônios são especialistas em dano à distãncia com bestas e projéteis, além de dominar como ninguém a arte das armadilhas. Também possuem muitas habilidades de dano em área, mas são fracos se encurralados por muitos inimigos; por isso, também dispõe de pulos e rolamentos para se posicionar no lugar mais favorável em batalha. Possuem dois recursos: Ódio e Disciplina, que devem ser utilizados em equilíbrio para um melhor desempenho.

Cruzado

Classe exclusiva da expansão Reaper of Souls e da Ultimate Edition para consoles, o Cruzado é um defensor, que com suas investidas e armaduras pesadas tem como missão proteger toda Santuário dos demônios – ou, em menor escala, seu grupo. Usam a Furia dos Céus para derrotar demônios, e na batalha, assume a linha de frente com investidas e ataques corpo-a-corpo, mas também podem invocar a Luz Divina em ataques à distância.

Feiticeiro

Feiticeiros usam as forças dos mortos em sua luta – invocando pestes, pragas e zumbis, conseguem se proteger para lançar crânios em chamas e nuvens de veneno. Com suas habilidades de controle em massa, podem paralizar, dominar ou cercar inimigos, levando-os a armadilhas; dominam o combate à distância, mas também não fazem feio caso sejam alcançados pelos demônios. Tem a Mana como recurso.

Monge

Os Monges são especialistas em ataques de curto alcance, usando armas ou os próprios punhos e pernas. com socos e chutes – seu foco é a agilidade, não a força bruta. Canalizam a energia divina para aumentar seu poder, e possuem ondas curativas e mantras amplificadores de poder – o que faz com que causem um belo estrago a inimigos individuais ou em grupo e aumentem sua sobrevivência. Seu recurso é o Espírito.

Seguidores

Além de contar com os poderes de seu herói, em Diablo III você também conta com Seguidores. Ao longo de seu caminho você encontra o Templário, o Vigarista e a Sibila, que poderão te acompanhar em suas aventuras e colocam suas habilidades à seu dispor. Com o Templário você tem um poderoso tanque, com o Vigarista um habilidoso atirador à distância e com a Sibila, uma poderosa maga com ataques à distância e feitiços de suporte. Eles te acompanharão, um por vez, sempre que você não estiver jogando em grupo com outros heróis.

Níveis e Modos de Dificuldade

O nível máximo que seu herói pode alcançar em Diablo III é 70, com a Ultimate Edition. A cada nível ganho seu herói tem seus status básicos aumentados, e poderá progredir na aventura e nas diferentes dificuldades do jogo. Você pode começar jogando nas dificuldades Normal, Difícil e Perito. Ao fechar o jogo com um de seus heróis, você pode jogar novamente na dificuldade Mestre, e quando um de seus personagens atingir o nível 60, você pode selecionar o modo Suplício – em cada uma delas, a quantidade de vida dos monstros, experiência recebida e qualidade de saque é proporcional à dificuldade.  Você pode aumentar ou diminuir a dificuldade de seu jogo sempre que quiser, sem necessariamente ter que começar uma nova campanha.

Também existe o modo Hardcore – esse modo é definido no momento da criação do personagem, ou seja, é específico dos personagens que escolher. O modo Hardcore pode ser jogado em qualquer dificuldade, e ele tem apenas uma diferença em relação ao modo normal do jogo: se seu personagem morrer, ele morre para sempre, não existe ress, continue, nem nada do tipo. Esse modo é recomendado apenas para os realmente fortes.

Explore todo o mapa

Ao jogar o game você percebe que o mapa é revelado lentamente, de acordo com as suas viagens. Use o mapa então para se assegurar que tenha visitado todos os cantos de cada área. Não deixe de olhar por sob nenhuma pedra.

Diablo 3 é cheio de segredos, tesouros e eventos especiais que são bem fáceis de se perder caso esteja totalmente focado na sua missão principal. Então afie sua arma e saia desbravando o mundo de Santuário.

Pegue tudo, retenha o que é bom

Felizmente, apesar do incrível número de seres infernais presentes em Santuário, estes monstrinhos são recheados de itens e moedas. Porém, seu inventário é limitado, não permitindo carregar muitos itens.

Use então o “Portal da Cidade” para voltar até a última cidade visitada, independente da onde estiver. Use e abuse. Toda vez que tiver o inventário cheio, volte até a cidade para ou vender seus itens ou guardá-los em seu baú.

Você também poderá usar outros personagens seus como burros de cargas, já que cada um compartilha o mesmo baú. Esta opção é uma boa para aqueles que não querem desembolsar uma grana para ampliar seus baús. Pode demorar mais desta forma, mas é de graça.

Jogue com amigos

Jogar Diablo 3 sozinho é legal, mas a diversão acontece mesmo quando jogamos com outras pessoas. Junte então seus amigos para explorar todas as dimensões de Santuário. De acordo com o número de pessoas jogando junto em um mesmo grupo, o game automaticamente muda a quantidade e nível de dificuldade dos lacaios inimigos. Ou seja, quanto mais gente, mais diversão e monstros para detonar.

Além disso, o loot é individual, pelo menos na versão para PC. Ou seja, não precisa se esquentar com algum integrante se dando bem e pegando todas as moedas e itens largados pelos inimigos.

Comece já a upar o ferreiro e o joalheiro

Você poderá fabricar seus próprios itens poderosos ao invés de depender sempre de retirar algo da barriga de algum demônio feioso. As habilidades do ferreiro podem ser melhoradas através de treinamento, bem como a do joalheiro, que fabrica melhores pedras para melhorar os atributos de suas armas.

Depois de certo tempo, você perceberá que treiná-los exige mais do que apenas moedas. Mas não se desespere, com o tempo aparecerão os requisitos necessários para continuar treinando. De qualquer forma, seja do seu agrado ou não, fabricar itens sempre estará do seu lado.

Caso ataque de longe, segure shift

Este é um interessante recurso para quem joga no PC e usa uma das classes que atacam de longe como Arcanista e Caçador. Para evitar de quando errar um alvo, ter que arcar com o seu personagem andando para a linha de frente em um movimento suicida, segure a tecla “shift” enquanto ataca.

Esta tecla faz com que o seu personagem ataque parado, sem se mover, independente de onde ele esteja. Ou seja, nada de avançar para a linha de frente carregando uma varinha em uma mão e um livro na outra.

O que fazer caso se perca do grupo

Isto é bem comum quando se explora uma caverna, ou tem uma área grande para cobrir e descobrir para onde ter que ir. Geralmente a equipe se divide para achar uma ponte ou uma passagem e dar prosseguimento à história. Ou caso tenha voltado para o cidade usando o “Portal da Cidade” e queira logo se unir com os seus amigos em uma batalha.

Quando qualquer uma destas situações acontecer, basta voltar para a cidade usando o “Portal da Cidade” e depois clicar no estandarte do seu amigo, que aparece ao lado da onde surge usando o portal. Ao clicar nele, você será automaticamente transportado para o lado de seu amigo, então tenha cuidado caso ele esteja cercado de inimigos.

Evite acumular inimigos

Diablo 3 se baseia em matar demônios. É um jogo muito divertido, e apesar de sua espetacular história, o objetivo do jogo é matar monstros. Sendo assim, já dá pra imaginar o tanto de bichos e demônios você encontrará pelas regiões de Santuário. Então aí vai mais uma dica. Caso você se encontre no meio de uma galera doida para te acertar e você não sabe se vai conseguir dá cabo de todos, evite fugir passeando pelo mapa.

Caso você faça isto, perceberá que na verdade estará apenas aumentando a quantidade de inimigos na sua cola, o que pode piorar sua situação. Tente se esquivar ou usar alguma habilidade para empurrá-los para longe e use então o “Portal da Cidade” para sair da fria. Caso queira retornar para onde está, basta clicar novamente no portal quando estiver na cidade. Mas caso faça isto, certifique-se que esteja com bastante poções e com sua armadura consertada.

Seja amigo dos livros

Os livros que você acaba encontrando nos ambiente, seja em uma estante ou mesa dentro de um edifício, ou quando saem de baús, são valiosos não apenas pela história que eles contam. Apesar de você não dar a mínima para a Lore de Diablo 3, ainda é válido pegar estes livros porque eles valem pontos de experiência para você.

Matar todos os Globins

Eles são grandes ladrões de ouro e itens, uma dica muito boa é matar cada um deles que você encontrar no caminho, Se você derrubá-los irá conseguir recuperar algum item ou ouro, mas se você demorar muito vai abrir um portal eles fugiram.

XP Extra

Quebrar tudo que ver pela frente te fará ganhar experiência de forma mais rápida. Quando ver um local onde pode quebrar alguma coisa, entre e faça a quebradeira de uma maneira rápida.

Elective Mode

Para acessar este modo basta você escolher no menu opções o item Gameplay e selecionar o modo Elective. Esta opção de possibilita um número maior de magias e outras coisas.

Warriv

Quando você caminhar pela Old Tristram Road você irá ver próximo de um vagão em chamas alguns cadáveres, um desses cadáveres é o Wariv de Diablo II e ele poderá interagir com você.

Secret Level

O cenário é intitulado de Inferno de Desenvolvimento e está é uma área secreta no game Diablo III, No ato I enquanto você estiver fazendo a busca A coroa Quebrado, existem 3 áreas chamadas Crypt Defiled, você deve ir em um que tenha o objetivo Quest.

Nível de potência com GEMS

Se você quiser que seu personagem tenha estatísticas diferentes das normais possíveis para personagens de baixo nível. Basta você dar um tapa em alguma jóia de alto nível, você pode alcança até nível 60 de GEMS e ser praticamente inigualável. Se depois no game você precisar remover a jóia e colocar em alguma engrenagem, basta você remover com ouro ou removedor de gema.

CONTROLES DE COMBATE

O combate é o coração de Diablo III. Ao se aventurar por cemitérios mal-assombrados, desertos escaldantes e outros locais perigosos, você será perseguido por monstros que saltam das sombras, investem contra você aos enxames e se enterram no chão sob seus pés. Às vezes você ouvirá o ruído deles nas trevas antes de atacarem. Quase todos o perseguirão se você correr.

Use suas habilidades para matar os inimigos.

Ataque um monstro e seu herói automaticamente vai golpear ou disparar contra ele, dependendo do tipo de arma que você está usando. Para atacar, mova seu mouse sobre o monstro e clique nele (PC) ou pressione o botão de ataque quando o monstro estiver ao alcance (Console).

O dano que você causa ao monstro é baseado nas armas que você equipou. É possível ver o dano médio que você causa no painel Inventário. Basta usar a tecla “I” (PC) ou acessar o menu de personagem nos Consoles.

Ao atacar um monstro, você verá uma barra vermelha com o nome dele no topo da tela: essa é a vida do monstro, e mostra a quantidade de dano que ele vai aguentar antes de explodir ou tornar-se uma poça de sangue aos seus pés. Quando você esvazia a barra do monstro, ela passa de vermelho (cheia) a preto (vazia) e o monstro morre (se o torso do monstro rastejar na sua direção, as garras voltadas para a sua garganta, ele ainda não morreu.)

CONTROLES DE COMBATE DO CONSOLE

Travar alvo

Nos Consoles, é possível usar a função Travar Alvo para focar em um monstro específico — uma seta aparece sobre o alvo travado. Isso torna mais fácil atacar um monstro específico e diminuir a barra de vida dele.

Evadir

Os inimigos mais poderosos que você encontrará em Santuário dão golpes devastadores. Por sorte, heróis nefalem em Diablo III para Consoles podem usar um comando de esquiva especial para evitar ataques.

Barra de ação

A barra de ações indica a vida do seu herói, as habilidades ativas, os recursos da classe e outras informações vitais.

Na sua tela você verá uma barra de ícones pequenos. Essa é a barra de ações. Ela contém suas habilidades ativas, poderes específicos de classe que ajudam você a matar demônios mais depressa ou sobreviver por mais tempo. Também mostra poderosos itens de uso limitado; especificamente, poções de vida. Usar essas habilidades e itens com cuidado pode ser a diferença entre a vida e a morte nas batalhas difíceis. Durante jogos multijogador, barras de ação adicionais aparecem na tela para você monitorar o status dos seus aliados.

A barra de ação também exibe todos os efeitos positivos (bônus) e efeitos negativos (penalidades) no seu personagem, bem como a duração restante. Bônus ganhos com suas próprias habilidades exibem a duração restante em uma barra verde no topo do ícone da habilidade, enquanto bônus ganhos de passivas, membros do grupo ou itens exibem a duração na parte superior esquerda da barra de ação. As penalidades são exibidas no canto superior direito.

Use portais para voltar à cidade.

Portal da cidade: É possível ativar o portal da cidade usando a tecla “T” (PC) ou pressionando para a direita o controle direcional (Consoles). Isso evocará um portal que leva você de volta à segurança do seu acampamento ou cidade. O portal é uma via de duas mãos: quando terminar de resolver seus negócios na cidade, você pode voltar para os campos ou para a masmorra que deixou para trás. Você destravará a habilidade portal da cidade logo no começo do Ato I. Atenção: só é possível ativar apenas um portal de cada vez, e em certas áreas não é possível abrir um portal.

Habilidades: Você pode acessar o menu de habilidades usando a tecla “S” (PC) ou no menu de personagem no Console (PlayStation®3 e PlayStation®4: SELECT; Xbox 360 e Xbox One: BACK), onde é possível selecionar e visualizar suas habilidades. Informações adicionais sobre as habilidades podem ser
encontradas na seção Combate e Habilidades deste guia.

Inventário: Para ver seu inventário, aperte a tecla “S” (PC) ou acesse o menu de personagem no Console (PlayStation®3 e PlayStation®4: SELECT; Xbox 360 e Xbox One: BACK). O inventário guarda o saque que você conseguiu em sua jornada, tanto os itens equipados quanto os que você está carregando. Você pode encontrar mais informações sobre o inventário na seção Inventário deste guia.

Diário & Missões: Pressione o botão START no console ou clique no ícone do cálice no PC (tecla de atalho “J”) para abrir seu registro de missões, que contém uma lista das missões ativas e um diário descrevendo as criaturas e pessoas que você encontrou. Mais informações sobre o diário e as missões estão disponíveis na seção Mundo deste guia.

Menu do Jogo: Pressione o botão START no console ou clique no ícone do computador no PC (tecla de atalho “ESCAPE”) para abrir o Menu de Jogo, onde é possível verificar e modificar as configurações fora do jogo.

Atributos

Dica: para todos os atributos, quanto mais, melhor.

Cada herói do Diablo III possui imenso poder — músculos, velocidade, resistência ou astúcia — que lhe permite desafiar as trevas. Estas qualidades principais são chamadas de atributos, números que representam o quão forte um herói é em determinadas áreas. Segue uma breve explicação dos atributos heroicos no Diablo III:

Força: O atributo principal para Bárbaros e Cruzados. A Força aumenta o dano causado pelo Bárbaro e o Cruzado e aumenta a Armadura de todas as classes.

Destreza: O atributo principal para Caçadores de Demônio e Monges. A Destreza aumenta o dano causado por Caçadores de Demônio e Monges e aumenta a Armadura de todas as classes.

Inteligência: Atributo primário de Necromantes, Feiticeiros e Arcanistas. A inteligência aumenta o dano do Necromante, do Feiticeiro e do Arcanista, além de aumentar as resistências para todas as classes.

Vitalidade: Aumenta a Vida, a quantidade total de dano que você pode receber antes de morrer.

Robustez: A quantidade de dano que você pode receber dos ataques inimigos, derivado dos seus valores em Vida, Armadura, Resistências e Esquiva.

Dano: Indica a média de dano por segundo que você causa com seus ataques. Este atributo é derivado das armas que você está usando, dos seus atributos principais, velocidade de ataque e chance de acerto crítico.

Recuperação: A quantidade de Vida que você recupera por segundo. Sua taxa de recuperação incorpora vida restaurada por ataques, bônus de Globos de Vida, ou regeneração de Vida por Segundo constante.

Cada classe possui esses atributos, mas dependendo do seu estilo de jogo preferido você talvez se interesse mais por alguns atributos, e não por outros.

Por exemplo, se você costuma entrar e sair rapidamente de combate, atacando e se afastando em vez de encarar o inimigo em combate franco, será melhor aumentar o seu Dano causado que sua Vida, uma vez que nesse caso você seria atingido raramente.

Os atributos aumentam automaticamente à medida que o seu nível aumenta. Você ficará mais poderoso ao destruir seus inimigos e avançar no jogo. Além disso, muitos itens que você vai encontrar são encantados e dão bônus específicos a atributos quando você os equipa. Escolha o equipamento de forma a melhorar os atributos que considera mais importantes.

É possível ver seus atributos atuais a qualquer momento na página de Inventário.

Referências:

Diablo Brasil, Us Diablo, Wasd, Palpite Digital, Wikipedia, techtudo.

StarCraft II: Wings of Liberty

StarCraft II: Wings of Liberty é um jogo eletrônico para computador de estratégia e ficção científica militar, desenvolvido pela Blizzard Entertainment, um estúdio americano, como a sequência direta de StarCraft, jogo aclamado pela crítica e público. O jogo foi anunciado em 19 de maio de 2007 e, após 12 anos de espera desde o lançamento do original, foi lançado em 27 de julho de 2010 simultaneamente em vários países, dentre eles o Brasil, para Windows XP, Vista e 7 e Mac OS X. A história continua a partir do fim de Brood War, pacote de expansão do jogo original, trazendo personagens consagrados como James “Jim” Raynor, Kerrigan, Zeratul, além de novos personagens, e dando enfoque à raça dos terranos e suas organizaçãos, tais como os Saqueadores de Raynor e a Supremacia Terrana. StarCraft II foi projetado para ser lançado em formato de trilogia, sendo o primeiro capítulo Wings of Liberty, já lançado, e Heart of the Swarm e Legacy of the Void o segundo e o terceiro, respectivamente, cada qual dando enfoque em uma específica raça.

A sequência da franquia vendeu, um mês após seu lançamento, 3 milhões de unidades no mundo inteiro, sendo 1,5 milhões apenas nas 48 horas posteriores ao seu lançamento mundial, ratificando-a como o jogo que mais rápido vendeu cópias em seu gênero. No Brasil, país que teve o jogo traduzido e localizado para o português brasileiro, foram vendidas 4,5 mil cópias nas primeiras 24 horas após o lançamento. Dados específicos posteriores das vendas no país não foram divulgados.

O jogo tornou-se um sucesso de crítica, tendo agregado a pontuação de 93% pelo Metacritic, site que junta críticas e retira uma média aritmética ponderada da soma das notas dadas ao jogo analisado, e 92,67% pelo GameRankings, site semelhante ao anterior. Portais famosos como Eurogamer e IGN também analisaram o jogo, tendo ambos agregado a pontuação 9 de 10. De acordo com o site Starcraft 2 Rankings, que divulga estatísticas não-oficiais, a comunidade latino-americana possui aproximadamente 25 mil usuários, sendo a menor entre todas até o dia de 20 de setembro de 2010.

O Wings of Liberty é um dos jogos de estratégia mais vendido de todos os tempos, com mais de 3 milhões de cópias comercializadas no seu primeiro mês.

Na BlizzCon de 2017, foi anunciado que o StarCraft 2 seria feito free-to-play (gratuito para jogar) a partir deste ano. Isso liberou a campanha do Wings of Liberty, seu multiplayer e outros modos de jogo para todos os públicos, sem custos. A mudança estava na linha da nova visão da Blizzard para apoiar o jogo com microtransações. O resultado foi um aumento no número de jogadores no multiplayer e um maior retorno financeiro.

Jogabilidade

De acordo com os criadores, StarCraft II foi projetado para ser um jogo de ponta no quesito de estratégia em tempo real, construído sobre o sucesso de seu predecessor. O jogo trará de volta as três raças presentes em StarCraft original, protoss, terranos (grafados originalmente como “terrans”) e os zergs; ao contrário do esperado, essas seriam as únicas raças disponíveis, entretanto, sites publicaram que a empresa cogitara a implementação de uma nova raça na franquia. O foco de StarCraft II é o modo multijogador, principalmente quando comparado ao original. As mudanças incluem melhoramentos no serviço online Battle.net, aonde jogadores disputam partidas, além de um novo sistema de ranking para jogos pontuados e um sistema de classificação que colocará jogadores de habilidades semelhantes juntos, de maneira que não haja grandes discrepâncias entre jogadores. Os conhecidos replays também sofreram melhorias.

StarCraft II continuará a utilizar “cutscenes” no intervalo entre as missões para melhor desenvolver o enredo, ao mesmo tempo que permite o aumento de qualidade das “cutscenes” dentro do jogo. A empresa afirmou que o novo motor gráfico utilizado em StarCraft II permitirá criar cutscenes dentro do jogo com qualidades quase cinematográficas. O jogo também acrescenta uma melhora significativa no quesito de cenários, tendo um maior realismo e interação com o jogo.

Registro e instalação

Os primeiros passos são a instalação do jogo e o cadastro no site oficial da Battle.net. A seguir você poderá acessar os recursos e serviços da conta através da página inicial na opção de ‘Gerenciamento de Conta’.

Caso queira experimentar o jogo antes de comprá-lo, você poderá baixar a versão Starter Edition, que conta com:
– As quatro missões iniciais da campanha individual de StarCraft II: Wings of Liberty, incluindo 3 em Mar Sara e a opção de embarcar na primeira missão de Tychus ou Dr. Hansen.
– As duas primeiras missões de desafio: Comando Tático e Operações Secretas.
– Acesso à raça terrana em jogos personalizados e individuais vs. IA.
– Acesso aos seguintes mapas personalizados (esta seleção de mapas pode ser alterada com o tempo): Cavernas Xel’Naga, O Templo Destruído, Discórdia IV e Órbita Elevada.

O game completo custa R$105,00 e pode ser adquirido de dois modos: através de uma cópia digital, que lhe dará a opção de fazer o download do jogo logo após confirmado o pagamento; ou pela solicitação da mídia física (DVD).

Começando

As dicas encontradas abaixo e na seção “Alcançando o nível intermediário” são gerais e se aplicam para todas as facções do jogo. Se já conhece as táticas básicas, acesse as estratégias específicas de acordo com a facção escolhida: Terranos, Protoss, ou Zerg.

Conheça as facções, ou raças, do jogo. Os Terranos são humanos adeptos da defesa e da manobrabilidade. Os Zerg são alienígenas insetóides ótimos para ataques em larga escala. Os Protoss, uma raça de guerreiros avançados, são lentos e poderosos. Você precisa de uma unidade de combate Protoss para cada duas ou três unidades Zerg e Terranas para vencer uma batalha.

“Unidade” é o nome dado aos personagens que representam papéis no exército. Algumas unidades atacam enquanto outras, tem habilidades especiais que podem virar a batalha quando utilizadas no momento certo.

Raças disponíveis

Terranos, Protoss, e Zerg são as três raças disponíveis em StarCraft 2 e cada uma delas possui unidades, construções e mecânicas de jogo exclusivas. Ou seja, cada raça oferece uma dinâmica de jogo diferente, possibilitando estilos e estratégias diferenciadas. Conheça um pouco das três raças abaixo:

Terranos

Os terranos provam ser altamente preparados para o combate, mesmo estando atrasados tecnologicamente se comparados aos Protoss e Zerg.

A raça é relativamente nova no setor Koprulu. São descendentes de uma terrível expedição de colonização lançada da Terra séculos atrás. Os sobreviventes estabeleceram três colônias que se tornaram a base para os blocos de grandes potências no espaço terrano: a Confederação, a União Kelmoriana e o Protetorado de Umoja.

A Confederação foi derrubada pelo terrorista e revolucionário Arcturus Mengsk durante a invasão dos Zerg. Agora, a Supremacia dos Terranos emergiu das cinzas da velha Confederação como poder dominante, governado pelo próprio Imperador Arcturus I.

As principais características desta raça são sua alta mobilidade e adaptação, com a possibilidade de migrar suas naves de um local para outro decolando com bases completas, se for necessário, de forma imediata.

Características importantes

Habilidade de submergir ou de elevar os seus edifícios, criando barreiras ou permitindo que as suas unidades passem por locais inacessíveis para outros;

Capacidade de mover a sua base para um local mais estratégico, devido à habilidade de voo dos edifícios;

VCE’s podem reparar tanto os edifícios como as unidades mecânicas, o que permite uma defesa sólida enquanto mantêm a agressividade do seu exército;

Há a possibilidade de destruir bunkers e você recebe de volta o dinheiro gasto na construção;

Os seus helicópteros usufruem de invisibilidade.

Protoss

Os misteriosos e enigmáticos Protoss são altamente evoluídos tecnologicamente e durante milhares de anos eles usaram seus conhec para manter a ordem e a paz em sua parte da galáxia.

A raça se considerava como a mais poderosa da galáxia, porém na guerra contra os Zerg ficou provado que até o guerreiro mais forte não é capaz de superar sozinho os números impressionantes do inimigo. Esta foi uma dura lição para os Protoss, que foram obrigado a adotar a mudança para sobreviver.

Suas características principais são o alto poder tecnológico e a habilidade de se equipar com escudos de energia protetores. Porém, esses escudos possuem um limite de dano que podem aguentar antes de serem desativados. De qualquer modo, a raça continua se destacando por sua alta resistência.

Características importantes

Os edifícios não precisam ser construídos. Envie uma Sonda para ancorar as matrizes de teletransporte e depois envie-a para fazer outra tarefa. Assim, você poderá fazer várias construções em menor tempo;

Crie pilares energéticos e prismas fásicos e veja as suas unidades se teletransportarem para onde você quiser. Isso significa que as suas defesas estarão sempre em cima do acontecimento;

Todas as unidades e estruturas Protoss têm uma boa seleção de habilidades psiônicas, incluindo campos de força protetores.

Zerg

Os Zerg são altamente ardilosos e têm a necessidade de espalhar o terror pela galáxia por puro prazer. Liderados pela Rainha da Lâminas, eles têm o objetivo de consumir tudo o que estiver em seu caminho.

A história dos Zerg conta que quando eles chegaram pela primeira vez no setor Koprulu, foram unificados por sua obediência absoluta à sabedoria coletiva conhecida como Supermente. A Supermente dirigia as ações de cada criatura no Enxame, funcionando como uma grande unidade

Porém, embora a Supermente tenha sido, ao menos a princípio, conduzida por seu desejo de dominar os Protoss, ela encontrou valor na humana Sarah Kerrigan. Ambos se fundiram, desenvolvendo uma criatura nova e única: a Rainha das Lâminas. Após a destruição da Supermente pelos Protoss, a Rainha das Lâminas passou a controlar o Enxame.

As características dos Zerg são alta velocidade de multiplicação e formação de grandes exércitos, a capacidade de se esconder e se mover no subsolo e a possibilidade de entocar vermes traiçoeiros que percorrem rapidamente vastas distâncias através de túneis intestinais.

Características importantes

O sistema de larvas consegue que múltiplas unidades apareçam ao mesmo tempo permitindo que as suas forças estejam sempre a aumentar;

As suas unidades juntas conseguem fazer buracos no solo para criar ataques surpresa;

Utilize os túneis intestinais dos Nydus e envie os seus exércitos para onde você quiser rapidamente.

Utilize os trabalhadores para coletar minerais

Os minerais são utilizados na construção de estruturas, na criação de unidades e nos upgrades. No início de cada partida você receberá uma base com uma estrutura, quatro trabalhadores e cristais azuis (os minerais). Clique com o botão esquerdo em um dos trabalhadores e selecione um cristal com o botão direito para iniciar a coleta.

Os trabalhadores são as unidades que coletam minerais

Os nomes unidades variam de acordo com a facção, sendo conhecidos como VCE pelos Terranos, Zangões pelos Zerg e Sondas pelos Protoss.

Para selecionar diversas unidades, clique com o mouse e arraste o ponteiro sobre um grupo.

Treine trabalhadores na base. O nome da base também varia de acordo com a facção, sendo conhecida pelos nomes Centro de Comando Terrano, Incubadora Zerg e Nexus Protoss. Esses prédios centrais são utilizados no treinamento de trabalhadores e outras unidades. O processo dependerá da facção escolhida.

Terranos: clique no Centro de Comando, selecione a opção “Construir” no canto inferior direito e clique em “VCE”.

Protoss: clique no Nexus, selecione a opção “Construir” no canto inferior direito e clique em “Sondas”.

Zerg: clique em uma Larva rondando a Incubadora. Clique no botão “Construir” no canto inferior direito e selecione a opção “Zangão”.

Fique de olho nos recursos obtidos

Cada estrutura, unidade e upgrade tem um custo em minerais. Para visualizar os custos de produção, clique na base (ou em uma Larva caso esteja jogando com os Zerg), selecione a opção “Construir” e passe o cursor do mouse sobre a unidade desejada.

Os recursos são representados por três contadores no canto superior direito da tela: um para minerais, um para gás e outro para suprimentos, ou o número de unidades suportadas.

Expanda a base com mais estruturas

Além de coletar recursos, os trabalhadores também são capazes de construir estruturas que disponibilizam unidades mais poderosas, upgrades e outras coisas. A construção varia de acordo com a facção.

Terranos: clique em um VCE, selecione o botão “Construir” no canto inferior direito e escolha uma estrutura. Clique em um local vazio no mapa para posicionar a estrutura. Caso a silhueta da estrutura fique vermelha, não é possível construí-lo no local desejado.

Protoss: clique em uma Sonda, selecione o botão “Construir” no canto inferior direito e escolha uma estrutura. Os Protoss só podem posicionar estruturas dentro do círculo azul de força que emana dos “Pilares Energéticos”. A primeira estrutura a ser construída deve ser um “Pilar Energético”.

Zerg: clique em um Zangão, selecione o botão “Construir” no canto inferior direito e escolha uma estrutura. Os Zerg só podem posicionar estruturas sobre a região roxa e gosmenta nos arredores da Incubadora. Ao iniciar a construção, o Zangão se transformará na estrutura escolhida. Você perderá uma unidade, mas isso não é motivo de preocupação, pois elas são baratas.

As estruturas que podem ser construídas ficarão coloridas e exibirão os custos de construção. As estruturas cinzas não podem ser construídas por algum pré-requisito que não foi alcançado. Observe os pré-requisitos passando o cursor do mouse sobre a estrutura no menu “Construir”.

Extraia o gás vespeno

Ao redor da base central e dos minerais também devem existir gêiseres que emitem fumaças verdes (gás vespeno) que são utilizadas como moeda para a compra de estruturas, unidades e upgrades. Cada facção utiliza uma estrutura diferente para a coleta do gás.

Terranos: selecione um VCE, clique em “Construir” e selecione a opção “Refinaria”. Instale a Refinaria sobre o gêiser.

Protoss: selecione uma Sonda, clique em “Construir” e selecione a opção “Assimilador”. Instale o Assimilador sobre o gêiser.

Zerg: selecione um Zangão, clique em “Construir” e selecione a opção “Extrator”. Instale o Extrator sobre o gêiser.

Designe trabalhadores para a coleta do gás 

Após a construção da estrutura de coleta, selecione de quatro a cinco trabalhadores e clique com o botão direito no gêiser para realizar a coleta.

Conheça as ações de contexto. O clique com o botão direito realiza diferentes ações dependendo da unidade ou estrutura selecionada. Por exemplo, selecionar uma unidade e clicar com o botão direito no chão ordena que ela siga até aquela posição. Clicar com o botão direito em uma unidade inimiga inicia um ataque.

Construa uma estrutura para treinar unidades de combate 

Cada facção começa o jogo com uma estrutura capaz de treinar unidades de combate básicas. Para outras unidades, você precisará de outras estruturas.

Terranos: selecione um VCE, clique no botão “Construir” e escolha a opção “Quartel”. Instale o quartel em um local vazio da base. Após a construção, clique na estrutura e selecione a opção “Soldado” para criar uma unidade barata e que atira a curta distância. Treine várias unidades para criar um grupo grande de ataque.

Protoss: selecione uma Sonda, clique em “Construir” e selecione “Portal”. Instale o Portal dentro de um campo de força. Após a construção, clique na estrutura e selecione a opção “Fanático”. Os Fanáticos são lentos, mas causam muitos danos. Você precisará de dois ou três Fanáticos para atacar de quatro a seis unidades básicas Terranas e Zergs.

Zerg: selecione um Zangão, clique em “Construir” e selecione “Fosso da Desova”. Instale o Fosso em qualquer lugar sobre o solo roxo. Após a constrição, clique em uma das larvas ao redor da Incubadora, selecione a opção “Construir” e clique em “Zergnídeo”. Tratam-se de unidades muito rápidas e produzidas em pares. Crie um exército grande para superar os inimigos.

Aumente os suprimentos para construir mais unidades

Imagine os suprimentos como alimentos: os exércitos precisam de comida para funcionar. Confira os suprimentos no canto superior direito da tela, ao lado dos minerais e do gás vespeno. Como sempre, as facções coletam suprimentos de modos diferentes.

Terranos: selecione um VCE, clique em “Construir” e selecione a opção “Depósito de Suprimentos”. Construa o depósito em qualquer local vago.

Protoss: selecione uma sonda, clique em “Construir” e selecione a opção “Pilares Energéticos”. Os pilares geram campos de força e não precisam ser colocados dentro de um campo existente para funcionar.

Zerg: selecione uma larva próxima da Incubadora, clique em “Construir” e selecione a opção “Suserano”. Tratam-se de unidades móveis que não podem se defender, logo, elas não devem ser deixadas desprotegidas.

Avançando para o nível intermediário

Evite saturar demais os minerais. Como regra geral, designe no máximo dois trabalhadores para cada cristal e três para cada gêiser. Assim, enquanto um trabalhador faz a coleta, o outro leva os suprimentos para a base central. O excesso de trabalhadores causará um engarrafamento e prejudicará o fluxo da renda.

Monte defesas para proteger a base. Uma estratégia de ataque comum é avançar até a base de um oponente e atacar os coletores de minerais e gases. Todas as facções podem construir estruturas de defesa para proteger sua base.

Terranos: selecione um VCE, clique em “Construir” e selecione a opção “Bunker”. Os bunkers são capazes de abrir até quatro unidades de combate que podem atacar inimigos próximos sem riscos. Selecione quatro soldados e coloque-os no Bunker clicando na estrutura com o botão direito.

Protoss: selecione uma Sonda, clique em “Construir” e selecione a opção “Canhão de Fótons”. O canhão atirará automaticamente em inimigos próximos. Não se esqueça de posicionar o canhão dentro de um campo de força.

Zerg: selecione um Zangão, clique em “Construir” e selecione a opção “Lagarta Espinhosa”. As lagartas atacam automaticamente unidades inimigas. Lembre-se de que é preciso posicioná-la sobre o solo roxo.

Explore o mapa para localizar bases inimigas. Se você não encontrar os inimigos, pode ter certeza de que eles o encontrarão. Seja rápido e envie um ou dois trabalhadores como batedores no mapa. Não se preocupe caso eles morram; o sacrifício valerá a apenas após você localizar uma base inimiga.

Agrupe as unidades de combate com atalhos de teclado. Selecione um grupo de unidades com o mouse, segure a tecla “Ctrl” e pressione um número de um a nove no teclado numérico. O grupo será designado ao número; para selecioná-los, basta pressionar a tecla designada.

Estude as unidades e as estruturas

Sempre que treinar uma nova unidade ou construir uma nova estrutura, analise as habilidades e opções exibidas em uma janela no canto inferior direito na tela. As habilidades cinzas ainda não podem ser compradas, mas basta passar o cursor do mouse sobre elas para analisar o que falta para disponibilizá-las.

Construa novas bases para aumentar a captação de recursos

Com o tempo, os cristais e os gêiseres se esgotarão. Reúna uma equipe de combate e alguns trabalhadores e siga para uma área sem inimigos do mapa para coletar mais recursos. Ao encontrar fontes de suprimentos, monte uma base o quanto antes para proteger a região.

Mande um trabalhador construir uma nova base central no meio dos cristais e gêiseres para tornar o transporte de suprimentos mais rápido.

Durante a construção da base, faça com que outro trabalhador construa uma Refinaria, um Assimilador ou um Extrator sobre um gêiser.

Monte um perímetro de defesa para proteger a base durante a construção.

Após a construção, treine trabalhadores e continue trabalhando até esgotar as fontes.

Expanda seu império sempre que possível

Mais bases significam mais minerais e gases. Tome cuidado, entretanto, para não dar um passo maior do que as pernas: não avance para uma nova base a menos que tenha como defendê-la.

Gaste os recursos constantemente. Você nunca deve ter mais de 1000 minerais acumulados. Construa unidades e estruturas e faça upgrades para fortalecer seu exército.

Alguns Comandos

O game possui diversos outros controles que serão assimilados pelo jogador no decorrer da história do jogo e alguns comandos são exclusivos de certas raças. Abaixo você pode ver os principais atalhos do jogo e suas descrições.

Objetivo simplificado

O objetivo principal do jogo é comandar seu exército para conseguir o controle do campo de batalha e assim derrotar seus inimigos. Cada uma das três raças do jogo tem acesso a unidades exclusivas com papéis específicos no campo de batalha. Combinar diferentes unidades para formar exércitos versáteis é um dos muitos caminhos para a vitória.

Alguns truques

Os Cheat codes podem ser usados em modo de campanha single-player pressionando a tecla ‘Enter’ durante o jogo e digitando os códigos no console. Atenção: Utilizar cheats impedirá que você ganhe pontos adicionais até que seja iniciada uma nova campanha.

WhatIsBestInLife = Vitória instantânea

LetsJustBugOutAndCallItEven = Derrota instantânea

TerribleTerribleDamage = Ativa o modo Deus

SoSayWeAll = Permite o uso de toda a tecnologia disponível

IAmIronMan = Habilita todos os upgrades instantaneamente

HanShotFirst = Desativa cooldowns sobre Magias

NeverGiveUpNeverSurrender = Permite continuar o jogo depois de uma derrota

Referências:

Ligados Game, wikihow, wikipedia, techtudo.

Super Mario World

Super Mario World é um jogo de plataforma bidimensional no qual o jogador controla o protagonista na tela (Mario ou Luigi) a partir de uma perspectiva de Side-scrolling. As ações mecânicas do jogo são semelhantes a títulos anteriores da série —Super Mario Bros., Super Mario Bros. 2, e Super Mario Bros. 3—mas apresenta vários novos elementos. Além de poder correr e pular, movimentos encontrados nos jogos anteriores, o jogador pode flutuar com o auxílio de itens especiais e executar novos tipos de saltos, como o salto giratório.

A maioria das fases do jogo são preenchidas com obstáculos e inimigos, com o jogador atravessando o cenário correndo, saltando, e esquivando-se ou derrotando inimigos. Ao jogador é dado uma certa quantidade de vidas que são perdidas quando Mario é atacado por um inimigo, diminuindo o seu tamanho. Se todas as vidas são perdidas a qualquer momento no jogo, a tela de “Game Over” será exibida, no qual o jogador pode continuar a partir do último nível salvo, selecionando “Continuar”. Super Mario World pode ser jogado com dois jogadores: em uma rodada, o jogador 1 controla Mario e na outra rodada o jogador 2 controla Luigi (na versão para o Game Boy Advance, pode ser escolhido um dos dois personagens sem ficar esperando por turnos).

O jogo é dividido em diferentes mapas, que contêm várias fases (níveis). Ao contrário de Super Mario Bros. 3, o mapa é um território único (overworld), embora com diferentes tipos de paisagens. Cada região possui uma fase final com um chefe para derrotar; cada um dos sete mundos apresentam fortalezas controladas por um dos Koopalings. Além de itens especiais dos jogos anteriores como o “Super Mushroom” e “Flor de Fogo”, novos power-ups são introduzidos que fornecem ao jogador novas opções de jogo como a “Capa de pena”, que dá a Mario uma capa que lhe permite voar. Além disso, o salto “Rotação de ataque” é executado com o botão “A”. O ataque de giro permite que Mario ou Luigi quebrem blocos abaixo deles. A imagem do mapa apresenta uma vasta rede de caminhos, onde Mario poderá andar sobre eles para poder entrar nas fases (níveis). Existem também caminhos secretos que geralmente devem ser habilitados coletando uma chave e a encaixando numa fechadura, quando não é este o caso deve descobrir a segunda saída da fase. As fases com pontos amarelos possuem apenas uma saída, já as fases com pontos vermelhos possuem duas saídas.

A trilha sonora do jogo foi composta por Kōji Kondō, e todos os cenários possíveis de se jogar com Yoshi tinham uma composição dual, ou seja, um tema simples (quando o protagonista não se encontrava montado no Yoshi) ou também o tema simples somado de uma Leitmotiv criada em percussão (quando o protagonista se encontrava montado no Yoshi).

História

Depois de salvar o Reino dos Cogumelos em Super Mario Bros. 3 e a Terra de Sarasalândia em Super Mario Land. Mario e Luigi juntos com a Princesa Toadstool (também conhecida como Peach) foram tirar férias num lugar chamado Terra dos Dinossauros, onde há muitos tipos de dinossauros. Mas, claro que durante as férias, Bowser rapta a amável princesa. Ele também se apodera da Terra dos Dinossauros, e aprisiona seus habitantes em ovos mágicos, entregando-os aos seus sete capangas.

Quando Mario e Luigi acordam eles tentam encontrá-la, e depois de horas de busca, se deparam com um ovo gigante na floresta. De repente, o ovo se choca e com isso vem um jovem dinossauro chamado Yoshi, que então lhes diz que seus amigos dinossauros também têm sido presos em ovos pelo malvado Koopa. Mario e Luigi logo percebem que ele deve ser o malvado rei Bowser e seus Koopalings.

Mario, Luigi e Yoshi partem para enfrentar os desafios das 7 regiões diferentes explorando a Terra dos Dinossauros, durante a jornada Mario e Luigi seguem Bowser, derrotando os Koopalings durante o processo. Eles finalmente se infiltram no castelo de Bowser para a batalha final, até enfim derrotar mais uma vez o terrível vilão e salvar a princesa e os habitantes da Terra dos Dinossauros.

Objetivos

O objetivo geral consiste em explorar os 9 mundos e encontrar todas as 96 saídas existentes, resgatando a princesa das garras de Bowser e libertando os sete Yoshis cativos nos ovos. Entretanto, desafios mais amplos podem se tornar suas metas conforme o jogo progride. E resultando em 76 fases.

Também é relevante encontrar os quatro Palácios do Interruptor! (amarelos, azuis, vermelhos e verdes) para tornar a jornada mais fácil, assim também como os mundos secretos como a Star World (Mundo da Estrela), que auxilia seu transporte em atalhos estratégicos espalhados pelo mapa, e o Special World (Mundo Especial), uma coletânea de testes difíceis envolvendo todas as características de jogabilidade trazidas pelo jogo. Há no jogo diversos caminhos secretos a serem descobertos.

No Jogo

Nesse jogo, Mario, Luigi e a Princesa Peach tem uma surpresa desagradável logo na chegada da Ilha dos Dinossauros, onde foram tirar férias. Bowser sequestra a donzela e domina a ilha. Os heróis deverão percorrer todos os mundos para deter o inimigo.

Com o nome inicial de Jumpman, Mario começou a carreira nos vídeo games duelando contra outro grade nome da geração 2D: o gorila Donkey Kong. Com o grande destaque no game, Mario conquistou um jogo solo. Seu nome foi inspirado em um funcionário da empresa desenvolvedora do jogo, cujo físico remetia ao personagem carismático.

Controles

Ao iniciar o jogo uma animação irá surgir. Para continuar aperte Enter. Navegue pelas telas para escolher se deseja a campanha com um ou dos jogadores. A tecla ESC leva o jogador para um menu de configuração. Lá os interessados podem ajustar o áudio, alterar a qualidade do vídeo e até mesmo alterar a velocidade com que os objetos se movem na tela. Também é lá que são gerenciados os saves do game.

Para controlar o personagem os jogadores terão o teclado como aliado. As setas servem para fazer Mário caminhar pelo cenário. Colocando pra baixo o encanador se recolhe e pra cima, ela olhe para o alto. A letra P pausa a campanha e a letra S funciona como Start, iniciando fases ou simplesmente confirmando um ato.

Com uma dinâmica um pouco diferente do jogo para consoles, aperte A para correr com Mário. Para segurar os objetos como cascos de tartaruga ou blocos de tijolos pressione S. Uma das funções mais úteis no game é o salto. Com a letra Z o personagem salta para retirar moedas dos tijolos ou atordoar os inimigos. Já o pulo com a letra X é giratório e tem uma potência muito maior, aniquilando tudo que vê pela frente.

Jogabilidade

Um dos principais legados deixados pela franquia foi a popularização do estilo “sempre para frente”. Bem diferente dos games atuais e com gráficos em 2D, o personagem deve sempre caminhar para a esquerda da tela para completar as fases.

A velocidade é um fator preponderante na campanha. Cada fase conta com um relógio regressivo que apressa o encanador sempre que faltam apenas poucos segundos para o término do tempo. Fique ligado na trilha sonora. Quando ela acelerar é sinal de que o jogador precisar correr para terminar a etapa dentro do tempo limite.

Ao começar o jogo o personagem conta com cinco vidas, ou seja, ele possui cinco tentativas para passar de fase. As vidas podem ser adquiridas em fases específicas e são representadas por um cogumelo verde. Os cogumelos vermelhos significam a evolução de Mario. Capture algum para virar o Super Mario.

Para ajudar nos combates são disponibilizados dois tipos de poderes especiais. Capture uma flor de fogo vermelha para adquirir poderes relacionados às chamas. Outra evolução muito útil é a pena. Consiga uma para planar por um tempo determinado. Para conseguir chegar aos ares o jogador deve pegar impulso antes.

Mundos

Ao todo são nove mundos. São eles: Ilha do Yoshi, Planície das Rosquinhas, Cúpula da Baunilha, Área das Pontes Gêmeas, Floresta da Ilusão, Ilha do Chocolate, Vale do Bowser, Caminho da Estrela e Zona Especial.

Conheça também o Super Mário Run!

Referências:

Wikipedia, Techtudo.

The Elder Scrolls V: Skyrim

The Elder Scrolls V: Skyrim é um RPG eletrônico desenvolvido pela Bethesda Game Studios e publicado pela The Elders Scrolls. É o quinto jogo principal da série The Elder Scrolls, seguindo The Elder Scrolls IV: Oblivion. Foi lançado em 11 de novembro de 2011 para PlayStation 3, Xbox 360 e Microsoft Windows. É o primeiro jogo ocidental da história a receber 40/40 (nota máxima) na conceituada BGS. O Jogo Conseguiu três prêmios no VGA 2011, incluindo melhor jogo do ano.

Os acontecimentos do jogo passam-se duzentos anos depois da, já quase esquecida, crise de Oblivion, no ano 201 da quarta era (4E 201) na província de Skyrim, no norte de Tamriel, e 30 anos após a mais recente Grande Guerra, onde o Aldmeri Dominion e o Império lutaram arduamente, mas que quase extinguiu os humanos de Tamriel, e para evitar tal derrota, acordaram com a Aldmeri Dominion, rendendo duas forças e sujeitando-se as suas exigências.

Skyrim é a terra natal de um povo bravo chamados de Nords (uma raça de humanos) onde além da Grande Guerra, irrompeu uma guerra civil após o assassinato do Alto Rei de Skyrim, Torygg. E diante de todas estas guerras e problemas, a província se encontra dividida: de um lado, os StormCloaks, rebeldes comandados por Ulfric que buscam a independência de Skyrim perante o império; do outro, os Imperiais, militares comandados por Tullius e aliados ao império.

O Enredo

Durante muito tempo, os dragões reinaram no mundo. Escravizavam, eram muito poderosos e viviam em grandes quantidades. Alduin era o líder de todos os dragões e ele, principalmente ele, fazia as barbaridades que fez com os humanos, elfos e outras raças.

Os dragões eram temidos e ninguém tinha a coragem de peitar um dragão ou virar-se contra, até que chegou a era dos Dovahkiins ou Dragonborns (Nascidos dos Dragões). Os Dragonborns eram fortes, tinham maior resistência contra os dragões e isso os fez começar uma revolta contra os gigantes com asas. A imunidade contra os dragões também era parte dos Dovahkiins e isso foi o inicio da decadência de Alduin e sua raça.

Os Dragonborns lutaram, se organizaram e derrotaram Alduin, o que trouxe o fim e a extinção de outros dragões. O mundo se juntou e ajudava os Dovahkiins, o dragões eram caçados com toda força até que aos poucos foram deixando de existir, chegando ao fim da raça.

Centenas de anos depois, algo ocorre. Há rumores de que os dragões estão de volta, Alduin ressurgiu das cinzas como uma fênix e estava pronto para recomeçar a sua vingança e seu massacre contra aqueles que um dia o derrotaram. Ele descontaria toda a sua raiva nas raças e escravizaria-as novamente.

A volta de Alduin trouxe inúmeros problemas, o dragão líder sabia que jamais poderia concretizar os seus planos sozinho e então decidiu reviver todos os dragões que um dia já reinaram com ele, mas Alduin não contava com uma coisa: Ele também teria oponentes à sua altura, o último Dragonborn ainda estava vivo e esse Dragonborn é você, jogador.

O enredo é bom, apesar de não ser mais original ou o melhor enredo. Ele usa aquele clássico roteiro: “A Jornada do Herói”, onde o herói renega o seu papel e depois decide ajudar. Há alguns clichés, mas isso não torna o jogo ruim. O enredo nos traz alguns personagens marcantes, mas a maioria é sem expressão ou você nem sente nada por eles. Para nós da Taverna 42, o enredo tem nota 6,0.

Jogabilidade

No lançamento, a jogabilidade era horrível. O jogo vinha cheio de bugs no sistema e todos tiveram que ser corrigidos. Com o passar dos anos, os bugs foram sumindo e o jogo foi ficando bom. Hoje é quase impossível encontrar quaisquer bugs dentro do game.

Como Skyrim se inspira muito em um RPG de mesa (que é a ideia original dos RPG’s), tem-se no jogo uma liberdade enorme. A liberdade vem desde criar o personagem do 0% a até mesmo se tornar-se um Jarl e decidir o destino de uma vila. Skyrim tem tantas opções que você vai ficar perdido e maravilhado com o mundo.

Há muitas armaduras, muitas espadas, muitas magias e roupagens que vão de deixar maluco. É uma liberdade e uma gama muito alta de variação. O jogo apresentou esse recurso como ninguém na época de seu lançamento e é possível se surpreender com Skyrim até os dias de hoje.

Criação de Personagem

Para começar, a criação de personagem tem inicio na aparência do último Dragonborn. Você pode customizar a aparência inteira do Dovahkiin alterando porte físico, cabelo, sexo, olhos, boca e etc. Após a customização de aparência, você pode nomeá-lo com qualquer nome que quiser e a partir deste momento, ele será conhecido/reconhecido com aquele nome e com aquela aparência.

Árvore de Habilidades, Atributos & Magias

É possível escolher qualquer tipo de habilidade, magia ou atributo para melhorar quando você evoluí o seu nível. Em Skyrim, ao praticar as habilidades você ganha experiência até evoluir o nível de seu personagem e, por fim, gastá-lo nas perícias.

A experiência que o game proporciona é focada na liberdade. O mapa é finito, porém, aberto. Grande parte dele fica disponível a partir do momento em que o tutorial acaba. O jogador tem liberdade para agir como e quando quiser, exceto fazer ações que o desviem da história. Essa liberdade é um elemento recorrente da série Elder Scrolls e tem como grande inspiração os RPG’s de mesa.

Ações básicas não te dão experiência alguma. Há algumas exceções delas, quaisquer ações que o jogador fizer estarão relacionadas com uma ou mais habilidades que irá resultar num ganho de experiência na área da respectiva perícia.

O Dovahkiin se tornará mais proficiente nas ações relacionadas a tal habilidade conforme passa o tempo. A evolução do personagem é quantificada como um aumento no nível da habilidade. Cada acréscimo contribui para que o nível do personagem aumente.

Para cada nível que se alcança, é disponibilizado um ponto que pode ser gasto para obter uma das perícias de alguma das árvores de habilidade. As perícias possuem restrições com base no nível da habilidade que concede ao jogador alguns bônus que são usados em jogo.

As magias são muito variadas. Há mais de 60 tipos de magias diferentes com seus níveis adequados para o jogador, variações de força, gasto de mana e muito mais. Existem seis classificações para magias:

Ilusão: O mago engana o alvo com imagens, sons e modificações no cenário para que pensem que algo está acontecendo. Atravéz de suas mentes, o conjurador ilude e coloca imagens que não existem para enganar.

Conjuração: O mago convoca monstros de outros planos ou teletransporta monstros do próprio mundo como uma conjuração para o lugar que ele está. O monstro também pode ser um clone e não ser o original para evitar riscos de ataque no próprio conjurador. O monstro ficará como aliado do mesmo por um tempo determinado.

Destruição: Magias como estas servem para a destruição total. Elas dão dano massivo e ferem a quem toca. São totalmente letais e são as mais usadas por magos, feiticeiros e etc.

Restauração: Magias de restauração foram criadas inicialmente para a proteção total do conjurador ou do alvo. Elas podem bloquear totalmente o dano físico ou mágico do outro mago. Esse tipo de magia cura, bloqueia e restaura o que o mago quiser e puder.

Alteração: As magias de alteração geralmente são usadas para moldar e mudar a natureza dos objetos e pessoas. Ela altera estados físicos, pode aumentar a resistencia, mudar a propriedade e muito mais. Apesar de interessante, poucos magos a usam em Skyrim.

Encantamentos: Os encantamentos são a capacidade que o conjurador tem de criar propriedades mágicas em objetos. Não são usadas como magias conjuratórias, mas são misturadas a objetos, pessoas e armas/armaduras para ajudar em combates ou facilitar diálogos. Os encantamentos são feitos como rituais em objetos para que o mesmo pegue a propriedade mágica conseguida pelas forças da natureza ou forças negras.

Com essas magias, os magos fazem estragos em Skyrim. É extremamente difícil lutar com um mago sendo um guerreiro quando estiver avançado no jogo. Os magos são ótimos oponentes e suas magias são muito poderosas.

As magias podem ser descobertas lendo livros ou estudando em colégios de magia (como o de Winterhold). É possível combar as magias e deixar algo ainda mais forte. Combar classes com magias é outro costume de muitos jogadores de Skyrim.

Não se perca por aí

Skyrim é realmente um jogo gigantesco e por isso a principal dica é não se perder em seu grande mapa, seja fazendo missões ou apenas vagando por aí. Se você não estiver completando a história principal, fica a seu critério buscar missões em outros locais, mas é sempre bom anotar onde esteve por último e qual direção seguir se estiver perdido.

Qualquer dúvida, você pode consultar sempre um grande mapa, seja no jogo ou pela internet, buscando no Google por termos como “Skyrim Map” ou “Mapa Skyrim”. Você pode até mesmo imprimir uma destas imagens e ir se guiando, marcando por onde já esteve e mais, como um verdadeiro aventureiro medieval.

Se possível, seja um Nord

Se ainda não tiver começado o jogo, vale uma boa dica: dê preferência à raça Nord, que possui uma grande resistência ao tempo frio, mesmo ao “frio mágico”, algo que vai ser bem predominante em muitas regiões do mundo de Skyrim. E, acredite, você vai precisar se proteger do frio.

Além do clima, outra possível ameaça vem dos inimigos, que utilizam Frostbite, capaz de congelar seu personagem (lembra que eles resistem ao dano mágico?). Além da boa resistência, os Nord são uma boa opção para quem está jogando pela primeira vez, por serem bem equilibrados.

O ano do arco e flecha

Muitos jogadores gostam de brincar com o fato de que “2012 é o ano do arco e flecha”. Diversos games foram apresentados com protagonistas que usam este tipo de arma, mas ela é realmente muito útil. Prova disso é que uma das principais dicas de The Elder Scrolls V: Skyrim é sempre ter o conjunto de arco e flecha nos equipamentos.

Compre ou consiga um assim que puder e tente utilizar sempre com as classes de guerreiros e magos. Guerreiros podem resistir mais a danos que os inimigos possam causar, por isso podem atacar a distância até mesmo quando estiverem mais próximos e os magos podem se proteger atacando de longe com a flecha, já que eles não aguentam muitas pancadas.

Ajuda é sempre bem-vinda

Skyrim te permite ter escudeiros, pessoas que você pode contratar para ser um fiel aliado – seja no campo de batalha ou em tarefas mais básicas, como carregar equipamentos. Assim que possível – e estiver disponível – contrate um e trate-o bem! Nada de matar o escudeiro ou coisa assim (alguns jogadores chegam a matar seus aliados acidentalmente, então tome cuidado mesmo).

Com o escudeiro, procure deixar alguns equipamentos razoáveis para que ele possa usar, como uma coleção completa de proteção (com armadura, luvas, botas, um elmo básico), um arco e flecha, cajado com magia e uma arma de duas mãos com alguma bonificação. Assim, seu escudeiro poderá sobreviver bem por algum tempo e te ajudar nas horas mais preciosas.

O sonho da casa própria

Skyrim é um jogo tão complexo que te permite até mesmo ter uma casa, o que é muito útil! Você pode comprar a sua casa ou construir uma do zero (neste segundo caso é preciso ter uma das expansões do jogo – Hearthfire).

As casas próprias lhe concedem muitas vantagens, como a possibilidade de guardar uma infinidade de equipamentos que não vai usar mais, mas que não quer se desfazer, se proteger de inimigos, criar uma família (com esposa, ou marido, e até filhos) entre outras coisas.

Sempre salvar. SEMPRE!

Em Skyrim você deve seguir sempre o princípio básico de qualquer RPG: salve sempre seu progresso. Seja para continuar mais tarde ou para se proteger de algum eventual erro que possa ocorrer.

Infelizmente, Skyrim é um jogo bom mas também repleto de erros, os chamados bugs, por isso é sempre bom se precaver. Salve sempre seu progresso para evitar que um bug trave seu jogo de forma irreparável, por exemplo, ou para voltar atrás em uma má decisão que você possa ter tomado em algum momento da aventura.

Como pousar um dragão

Os dragões são alguns dos inimigos mais poderosos do mundo de Skyrim, e por isso dão bastante trabalho durante as batalhas, principalmente porque eles voam e são difíceis de se alcançar. Mas há uma estratégia bem básica para pousar um dragão – e assim acertá-lo mais facilmente.

O ideal é se manter em uma área de terreno aberto, sem coberturas ou grandes árvores atrapalhando. Se lutar em áreas fechadas, os monstrengos vão apenas circular sua cabeça e atacar com chamas de fogo que vão lhe consumir a vida. Mantenha a batalha em um campo aberto e fique provocando, atacando com magias de distância, flechas e por aí vai. Logo o dragão vai descer para te chamar para uma briga. A partir daí é só atacar com seus melhores golpes (e se defender, claro) para derrotar o monstro.

Não seja um “gastão”

Os equipamentos de Skyrim são muito importantes, incluindo as armas, mas procure não gastar tanto dinheiro com eles. Guarde seu ouro para ocasiões mais importantes (como comprar uma casa). Muitos vendedores vão querer vender armas logo no início do jogo, mas não dê muita atenção.

Prefira sempre conseguir equipamentos durante as lutas, resgatando de monstros mortos, obtendo ao completar missões e por aí vai. Não espere conseguir bons equipamentos sempre, em todas as batalhas, mas eles eventualmente irão aparecer. Não precisa ter pressa.

Viagem rápida

Skyrim possui um interessante sistema de viagem rápida, que poupa o jogador de precisar andar longas distâncias, mesmo à cavalo. Basta selecionar no mapa os locais por onde já passou e aguardar o carregamento.

Esta função é bem útil, já que poupa tempo e também faz com que você evite encontros inesperados e desnecessários no caminho. Afinal, nada melhor do que evitar passar a pé naquela região recheada de gigantes ameaçadores, certo?

A regra de ouro de Skyrim

Sabe qual é a chamada “regra de ouro de Skyrim”? Sempre jogue em primeira pessoa. O game foi feito para ser jogado desta forma, por isso, não tente utilizar a visão em terceira pessoa – que existe, mas é totalmente opcional.

Digamos que a visão em terceira pessoa do jogo esteja lá por um mero detalhe, ela não é nem um pouco aconselhada, tanto que a jogabilidade fica até desengonçada quando se joga neste modo. Skyrim (e a maioria dos games da produtora Bethesda) foi feito para ser jogado em primeira pessoa, o que lhe concede melhor jogabilidade e um visual ainda mais épico para a aventura medieval.

Raças

High Elves

São conhecidos por Altmer, eles são originários de Summerset e são excelentes mestres da magia. Caso você opte por esta raça, você já iniciará o jogo com 150 pontos de magia, uma ótima melhoria, uma vez que naturalmente se começa com apenas 100 pontos. Possui o poder Highborn e as habilidades Healing, Fury e Flames.

Alteration: +5

Enchanting: +5

Destruction: +5

Illusion: +10

Restoration: +5

Argonians

São seres originários dos pântanos e tem características de réptil. Esta raça não é afetada por doenças, além de pode respirar dentro de água e curar as feridas por tempo de 60 segundos. Possui o poder Histskin e as habilidades Healing e Flames.

Alteration: +5

Light Armor: +5

Lockpicking: +10

Pickpocket: +5

Restoration: +5

Sneak: +5

Bretons

São ótimos magos e mestres da alquimia e possuem uma excelente resistência em luta e uma impressionante força física. Caso você escolha esta raça, terá o poder Dragonskin que tem a função de 50% menos de danos quando receber um ataque com magia.

Alquimia: +5

Alteration: +5

Conjuration: +10

Speech: +5

Illusion: +5

Restoration: +5

Wood Elves

Uma raça muito ágil e astuta e que possui uma capacidade impressionante de conseguir objetos que não são seus, outra grande qualidade é capacidade de se esconder nas sombras. Possui uma grande habilidade com o arco e resistência a venenos e doenças. Ou seja, uma excelente raça para o papel da infiltração.  Tem o poder Command Animal e as habilidades Healing e Flames.

Alquimia: +5

Archery: +10

Light Armor: +5

Pickpocket: +5

Lockpicking: +5

Sneak: +5

Dark Elf

Dominam as magias mais escuras existentes no game, principalmente os feitiços de fogo. Esta raça é oriunda de Morrowind e a sua proximidade com o elemento fogo faz com que esta raça seja 50% mais resistente a ele. Possui o poder Ancestor’s Wrath, e as habilidades Healing e Flames.

Alquimia: 5+

Alteration: +5

Light Armor: +5

Destruction: +10

Illusion: +5

Sneak: +5

Redguards

São ótimos guerreiros e tem uma força física invejável. A sua resistência pode regenerar até 10 vezes mais rápido que qualquer outra raça, além de ter mais resistência aos venenos. Tem o poder Adrenaline Rush e as habilidades Healing e Flames.

Alteration: +5

One-Handed: +10

Archery: +5

Block: +5

Destruction: +5

Smithing: +5

Imperials

São humanos que tem uma alta eloquência e um maior nível de discurso, permitindo que encontre mais ouro. Têm excelente capacidade de convencer os outros, além de ter uma ótima afinidade com a infantaria. Possui o poder Voice of the Emperor e as habilidades Healing e Flames.

One-Handed: +5

Heavy Armor: +5

Block: +5

Destruction: +5

Enchanting: +5

Restoration: +10

Khajiit

Raça com aspecto felino originários de uma província de Elseweyr. Eles possuem a capacidade de ver no escuro, além de serem bem ágeis e inteligentes. Uma excelente escolha para o estilo de jogo baseado no sigilo e na infiltração. Tem o poder Night Eye e as habilidades Healing e Flames.

Alquimia: +5

Archery: +5

One-Handed: +5

Lockpicking: +5

Pickpocket: +5

Sneak: +5

Nord

Raça humana que se diferenciam por seu valor e ferocidade nas batalhas. Eles possuem uma excelente resistência natural para o frio, sendo assim, sofrem menos danos quando são atacados com feitiços de gelo. Tem o poder Battle Cry e as habilidades Healing e Flames.

Two-Handed: +10

One-Handed: +5

Light Armor: +5

Block: +5

Smithing: +5

Speech: +5

Orcs

Esta raça é extremamente feroz e pode alcançar um estado de fúria que deixa um extra de 100% em seu ataque e 50% em sua defesa. Tem o poder Berserker Rage e as habilidades Healing e Flames.

Heavy Armor: +10

One-Handed: +5

Two-Handed: +5

Block: +5

Enchanting: +5

Smithing: +5

A Picareta do Notch — Easter Egg de Minecraft

O mais clássico de todos os segredos de The Elder Scrolls V: Skyrim, mas que vale uma menção para quem ainda não a encontrou. Viaje até a Garganta do Mundo, a montanha mais alta do game, e escale-a até o topo. Lá você encontrará a Notched Pickaxe cravada em um monte de minério de Malaquita. Essa é uma homenagem ao Minecraft, game criado por Markus “Notch” Persson.

A manha das flechas

Um segredinho obrigatório para qualquer arqueiro. Encontre um NPC que está sempre praticando arquearia contra um alvo e roube suas flechas, trocando-as por uma flecha de alta qualidade. O NPC irá então atirar diversas flechas daquele tipo no alvo, permitindo que você acumule flechas boas de graça.

Livrinho de aventuras

Enquanto se aventura por Skyrim, é fácil esquecer de parar e ler alguns livros. Mas às vezes vale a pena fazer uma pausa para curtir uma boa leitura. O livro Kolb and the Dragon: A book for Nord Boys, é um livrinho no estilo “Escolha sua própria aventura”. Escolha um caminho no final de cada página para saber o que vai acontecer com seu herói. E não vale roubar!

O cavaleiro sem cabeça

Um dos segredos mais assustadores de The Elder Scrolls V: Skyrim é o cavaleiro sem cabeça que você pode encontrar cavalgando por Skyrim em seu alazão espectral. Ele pode ser difícil de achar, mas se você segui-lo até seu destino final, irá chegar até Hamvir’s Rest para enfrentar uma dezena de mortos-vivos e um caixão com… um crânio dentro.

The Chill: A prisão de Winterhold

The Chill é um dos segredos mais escondidos de The Elder Scrolls V: Skyrim. Sua localização é fácil de deixar passar, já que ela está na beirada do mapa, passando além do Colégio de Winterhold. Essa caverna é, na verdade, uma prisão para Winterhold com um Frost Atronach que serve como guarda. Você pode ser mandado para a cadeia se for preso por um guarda de Winterhold, mas eu não recomento. Mesmo que você escape, terá que encarar três Frost Atronachs na saída da cadeia.

Picos escondidos de Solstheim