Bravely Default II

Bravely Default II é um videogame RPG desenvolvido pela Claytechworks para o Nintendo Switch. Foi publicado pela Square Enix no Japão, com a Nintendo lidando com o lançamento nos territórios ocidentais. Foi lançado mundialmente em 26 de fevereiro de 2021.

Gameplay 

Bravely Default II é o terceiro jogo da série Bravely, seguindo o jogo original, Bravely Default e sua sequência direta Bravely Second: End Layer. Enquanto Second era uma continuação direta da história do original, Default II apresenta uma nova história e elenco de personagens. Semelhante aos títulos anteriores, o jogo funciona como um videogame RPG com batalhas por turnos. O jogo também contém uma variante do sistema de “Brave Point” do jogo anterior e o uso da coleta de diferentes “asteriscos” para alterar a classe de trabalho de um personagem.

Para bravo ou para o padrão?

Para aqueles que nunca jogaram esta série antes, o nome pode ser chocante, assim como muitos dos títulos da Square Enix. Dito isso, ele pertence ao sistema de batalha do jogo. Padrão é basicamente defender no turn. Isso acumula pontos Brave, permitindo voltas extras.

Deixar de lado em batalhas normais é um desperdício, mas certamente ajuda durante as batalhas contra chefes sempre que os pontos de exclamação duplos aparecem. Isso não apenas defenderá o personagem, mas deixará aquelas doces voltas extras prontas para um contra-ataque assassino.

Treine Com Sir Sloan

Os jogadores serão auxiliados por Sir Sloan nas primeiras duas horas de jogo. Ele pode basicamente curar jogadores infinitamente na sua vez, bem como matar coisas com um único golpe.

Tirar vantagem disso para algumas das áreas mais difíceis torna mais fácil subir de nível no início. No entanto, não tente nenhum dos monstros de desafio no mapa, pois eles são muito difíceis, mesmo para o poderoso Sir Sloan.

O Componente Online

Há um componente online deste jogo que funciona de forma semelhante ao que o StreetPass fazia no 3DS . A primeira missão paralela que os jogadores receberão consiste em ajudar uma senhora com seu barco. Isso desbloqueia sua agência, que permite que os jogadores façam expedições enquanto o jogo está dormindo.

Fazer isso renderá ótimas recompensas. Portanto, antes de ir para a cama, sempre coloque o jogo para dormir aconteça o que acontecer.

Cortar A Grama Pode Ser Recompensador

No mapa mundial, os jogadores podem usar a espada para atacar os inimigos. Ao entrar na batalha, isso concederá a cada personagem um ponto de Bravo. A espada também pode cortar a grama, assim como Link pode fazer na série The Legend of Zelda.

Embora as recompensas possam às vezes parecer baratas, como algumas moedas aqui e ali, também há uma grande chance de obter bons itens. A única desvantagem é que pode ser demorado sem recompensas garantidas.

Freelancers E JP Up

O Freelancer Job pode parecer à primeira vista uma classe básica para um RPG , mas quando os personagens alcançam o nível nove, há algo doce esperando por eles. É aqui que os personagens aprenderão JP Up, o que aumenta sua aquisição de Pontos de Trabalho em 1,2.

A habilidade final aprendida no nível doze, JP Up e Up, aumentará em 1,7 quando empilhadas juntas. É muito tempo para investir em Freelancers, mas valerá a pena no longo prazo. Se alguém não quiser colocar tanto esforço nesta classe para ambas as habilidades, pelo menos leve um personagem por vez ao nível nove para que todo o grupo não seja preenchido com Freelancers milquetoast.

Examine Cada Inimigo

Há outra habilidade que torna os Freelancers inestimáveis: Examinar. Os jogadores podem comprar lentes de aumento em lojas em Bravely Default II , mas é um desperdício de dinheiro, pois essa habilidade é gratuita.

Ao encontrar um novo inimigo, suas estatísticas serão ocultadas sob pontos de interrogação. Usar Examine uma vez salvará esses dados para sempre, revelando HP, fraquezas de armas e fraquezas elementais também. Eles sempre podem ser verificados com o botão X, portanto, sempre esteja digitalizando.

Crie Sábios Desde O Início

No Final Fantasy série, bem como outros RPGs com os sistemas de emprego, Sages são feitas geralmente como mestres de ambos magia branca e negra. Não há trabalho como esse neste jogo, mas os jogadores podem criá-los como uma solução alternativa desde o início.

Mantenha Elvis como um Mago Negro e transforme Gloria em Mago Branco assim que esse Trabalho for desbloqueado. Faça o primeiro dominar Fira, Blizzara e Thundara, enquanto o último se concentra em Cura. Depois que isso acontecer, faça com que eles troquem de posições e sub-em suas classes principais e, em seguida, alternem de volta quando isso for alcançado novamente. Isso criará uma dinâmica poderosa.

Como Matar Wikis-Wikis

A maioria dos jogos de RPG gosta de incluir monstros aparentemente impossíveis de vencer. A série Dragon Quest é provavelmente a mais famosa, pois inclui muitas versões de Metal Slimes.

Bravely Default II tem Wiki-Wikis. Eles fogem rápido, então a melhor maneira de matá-los por suas recompensas é Brave up, mesmo na zona negativa, e spams com magia que sempre vai acertar. Esperançosamente, isso será o suficiente, mas eles são complicados, com certeza.

Verifique Os Acessórios

Às vezes, os acessórios podem ser esquecidos ao configurar personagens em RPGs. À primeira vista, pode parecer que os acessórios neste jogo são bastante normais, mas eles revelam mais segredos do que apenas o que a tela de estatísticas mostra nas lojas.

Clicar com o controle esquerdo no switch revelará todas as propriedades. Às vezes, eles podem estar escondendo outros aumentos de estatísticas, como aumentos de HP e MP, que são inestimáveis ​​para Magos Negros e Brancos.

Batalhas De Isca E Consecutivas

No início de Bravely Default II , ele irá introduzir o conceito de batalhas consecutivas. Se dois monstros estiverem próximos um do outro no mapa, um seguirá o outro consecutivamente na batalha. Isso renderá melhores recompensas multiplicadas. No entanto, pode ser complicado lutar com os monstros, então a melhor ideia é usar uma isca perto de um monstro desse tipo.

Por exemplo, há muitos Minotauros no porão do Bernard’s. Use Beast Flesh ao redor deles e treine nesta área até o nível vinte porque os próximos dois chefes são incrivelmente difíceis em qualquer dificuldade.

Não se esqueça dos sub-empregos

Cada personagem pode ter duas tarefas equipadas ao mesmo tempo, uma tarefa principal e uma sub-tarefa. Apenas o trabalho principal ganha JP e sobe de nível durante a batalha. No entanto, o personagem terá acesso a todas as habilidades ativas do sub-trabalho em combate.

Experimente as combinações de tarefas principais e secundárias para descobrir o que funciona para você. Para começar, tente combinar duas tarefas relacionadas à magia, como White Mage e Black Mage, ou definir a sub-tarefa de alguém como Freelancer para que ainda possam examinar os inimigos em batalha.

Não seja passivo sobre passivos

Conforme você sobe de nível nos empregos de seus personagens, eles ganham habilidades passivas que podem ser configuradas no menu “Habilidades”. Eles têm uma variedade de efeitos que vão desde aumentos de estatísticas a aumentos de dinheiro, experiência e JP.

Cada personagem tem um certo número de slots para habilidades passivas. Um personagem pode equipar habilidades passivas em qualquer trabalho, mesmo que ele não as tenha equipado como trabalho principal ou secundário. Há um grande número de combinações úteis de passivos que se adequam aos pontos fortes de cada personagem.

Por exemplo, o trabalho Freelancer aprende “JP Up” no nível 9. Equipe este passivo para subir de nível seus trabalhos mais rapidamente.

Jogando no campo

Ao contrário dos títulos Bravely Default anteriores, os monstros aparecem no mundo superior em Bravely Default 2 . Isso fornece oportunidades para observar e interagir com os monstros antes de começar o combate.

Monstros de nível muito mais alto que o seu grupo brilhará em vermelho. Por outro lado, aqueles que estão muito mais baixos vão fugir e chorar lágrimas azuis ao serem abordados. Quando um monstro vê seu grupo e começa a persegui-lo, um ponto de exclamação aparecerá sobre sua cabeça.

Use “Y” quando você chegar perto de um monstro para atacar com sua arma e ganhar uma vantagem na batalha. Seu grupo pode até começar a luta com um bônus de 1 BP cada!

Quando estiver no campo, você também pode usar “Y” para cortar grama alta, que pode esconder baús ou itens que vários NPCs precisam. Só tome cuidado, porque um monstro pode pular e te atacar!

Estoque de itens de cura de status

Existem vários status prejudiciais que os inimigos podem usar para afetar o seu grupo em uma batalha. Isso inclui veneno, sono, cegueira, confusão e muitos mais.

Certos empregos aprenderão habilidades que podem curar doenças de status. No entanto, ainda é útil manter um estoque de itens de cura em seu inventário. Itens consumíveis de cura de status podem ser comprados na maioria das lojas. Não se esqueça de Phoenix Downs também, caso os membros do seu grupo precisem ser revividos na batalha!

Batalhas contínuas e monstros repelentes

Se você quiser evitar ataques por um tempo, compre um Watch Light e use-o no campo. Isso tornará mais difícil para os monstros ver seu grupo por alguns minutos.

Como alternativa, você pode usar um tipo diferente de consumível para atrair monstros para batalhas contínuas. Cada tipo de monstro (como aquático, humanóide ou besta) é seduzido por um item diferente. Encadear as batalhas fará com que seus personagens ganhem mais JP após cada vitória. Use batalhas em cadeia para aumentar o nível de seus empregos rapidamente!

Verifique se há baús

O trabalho Freelancer possui uma habilidade passiva chamada Divining Rod. Certifique-se de ter essa habilidade equipada por um membro do seu grupo o tempo todo. Esta habilidade útil informará quantos baús de tesouro estão localizados em cada área, incluindo masmorras, cidades e até salas individuais. Isso é extremamente útil, pois muitos baús estão bem escondidos.

Cuidado com o seu peso

Bravely Default 2 adiciona um sistema de peso. Cada personagem tem uma certa quantidade de Peso que pode carregar, que é afetada tanto pelo trabalho quanto pelo nível. Armas, armaduras e acessórios contribuem para o peso total de um personagem.

Se um personagem tentar carregar mais do que seu limite, ele ficará sobrecarregado. Personagens sobrecarregados terão uma série de desvantagens na batalha, então isso deve ser evitado.

Se você está lutando com peso, procure acessórios como o Wind Charm, que têm peso 0.

Monstros Raros

Explorar também significa que você encontrará monstros raros de Bravely Default 2 . Essas são feras únicas que você pode encontrar a qualquer momento, mas a aposta mais segura geralmente é esperar um capítulo ou dois depois de encontrá-las antes de desafiá-las. Você saberá que é um monstro raro porque eles não vão persegui-lo quando o virem.

Esses monstros raros são extremamente poderosos , como você esperaria, e podem dizimar facilmente seu grupo se você não estiver preparado. Assim que você estiver forte o suficiente para enfrentá-los e ter sucesso, monstros raros reaparecem quando você deixa a área , tornando-os uma forma eficaz de moagem de empregos no final do jogo.

Se você estiver procurando por outros métodos de moagem JP, verifique nosso guia de agricultura de Pontos de Trabalho.

Dicas para derrotar chefes

Os chefes do Bravely Default 2 estão em outro nível em comparação com seus monstros padrão. Felizmente, existem alguns métodos sólidos que você pode usar para fortalecer cada luta.

O óbvio é estar preparado. Tenha um curandeiro potente em mãos, o melhor equipamento que puder encontrar e muitos éteres . Também é uma boa ideia ter um subtarefa Bard ou Bard em seu grupo depois de derrotar Orpheus no capítulo um. Suas duas primeiras habilidades concedem buffs de defesa empilhável e de defesa mágica para todo o grupo, tornando-os mais úteis do que Proteger e Concha do Mago Branco.

Nunca entre em BP negativo durante as lutas de chefe, a menos que o chefe também não esteja agindo no próximo turno ou dois. Um chefe armazenando BP é o seu sinal para o Padrão . Isso dá aos personagens mais fracos uma chance de sobreviver se o chefe os alvejar, além disso, significa que você está bem posicionado para um contra-ataque ou para a cura posterior.

Chefes são propensos a efeitos de status. Não tenha vergonha de lançar Poison, Sleep ou Daub em sua direção.

Todos os grandes males estão sujeitos às mesmas regras que você. Eles eventualmente ficarão sem MP, assim como você. Se você está tendo muitos problemas, jogar um jogo defensivo até que eles fiquem sem MP é viável, assim como diminuir a dificuldade para lutas contra chefes.

Uma nota sobre Galahad: O grande elefante blindado na sala são as lutas de Galahad de Bravely Default 2. Shieldmasters são projetados para resistir a todos os ataques e redirecionar ataques contra aliados para eles mesmos. Os aliados de Galahad infligem efeitos de status em sua equipe, e as coisas podem rapidamente sair do controle se você não os derrotar rapidamente. 

Galahad é suscetível a Sono e Veneno, então não perca tempo infligindo-os. O sono é ideal, pois significa que Galahad não pode interceptar seus ataques ao curandeiro. Então, gradualmente, derrube Galahad assim que seus apoios se forem, e a batalha é sua.

Referências:

Techraptor, Game Skinny, Game Rant, wikipedia.

Call of Duty: Black Ops Cold War

Call of Duty: Black Ops Cold War é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Treyarch e Raven Software e publicado pela Activision. É o sexto jogo da série Black Ops, e o décimo sétimo jogo da série Call of Duty ao todo. Serve como uma sequência direta de Call of Duty: Black Ops (2010) e uma prequela direta de Call of Duty: Black Ops II (2012). Call of Duty: Black Ops Cold War foi lançado em 13 de novembro de 2020.

A revelação mundial da campanha foi em 26 de agosto de 2020, enquanto o do multiplayer chegou em 9 de setembro.

Black Ops Cold War se passa nos anos 1980 da Guerra Fria. A campanha segue Russell Adler, um operador da CIA, em perseguição com um suposto espião soviético, Perseus, cujo objetivo declarado é subverter os Estados Unidos e inclinar o equilíbrio de poder em direção à União Soviética.

Jogabilidade

Campanha: Call of Duty: Black Ops Cold War se passa durante a Guerra Fria no início dos anos 80. A história é inspirada em eventos reais e a campanha passa por locais emblemáticos como Berlim Oriental, Vietnã, Turquia, e a sede da KGB soviética. Jogadores podem criar um personagem personalizado para a campanha, codinome Bell, com opções para com diferentes tons de pele, antecedentes étnicos e gêneros, assim como diferentes traços de personalidade que fornecem vantagens em jogo. A campanha também tem multiplos finais, dependendo da escolha do jogador durante a campanha.

Multijogador: Multijogador possui novos modos e jogos e modos retornando, assim como mapas que acomodam tanto o formato tradicional 6v6, quanto o combate 12v12. O jogo também introduziu um novo modo de jogo chamado “Fireteam”, o qual pode suportar até 40 jogadores. A função de Criar Uma Classe usa um sistema similar ao usado em Modern Warfare com duas grandes diferenças: melhorias de campo são implementadas como parte de cada classe, e cada classe possui uma escolha de curinga para mais acessórios primários, mais vantagens, mais equipamento de granada ou misturar e combinar qual arma/tipo de vantagem em qualquer slot. Também terá suporte a jogabilidade multiplataforma. Em adição, o sistema de progressão para o multijogador será integrado com Call of Duty: Warzone, significando que equipamentos e armas desbloqueados em Cold War poderão ser usados em Warzone e vice-versa.

Zumbis: O modo Zumbi de Call of Duty: Black Ops Cold War possui uma nova storyline chamada de “Éter Sombrio” que expande a atual história do Éter, concluída em Black Ops 4, enquanto se funde à narrativa principal da campanha. Ao invés de jogar com personagens predefinidos, jogadores podem escolher Operadores do Multijogador, como parte de uma equipe de resposta da CIA codinome “Requiem”. Progressão e loadouts do Multijogador são compartilhados com Zumbis, e jogadores poderão qualquer arma para começar uma partida de Zumbis, junto com o Armeiro, séries de pontuação e melhorias de campo, em adição com mecânicas já conhecidas como compras da parede, a Caixa do Mistério, Soco-em-Lata e antigas Vantagens favoritas. Pela primeira vez em Zumbis, jogadores podem optar por “deixar” o mapa, o que os colocará em uma onda difícil com maior nascimento de inimigos que eles devem sobreviver antes de escapar. Um novo modo de jogo, Zombies Onslaught, foi introduzido exclusivamente para jogadores de PlayStation até 3 de novembro de 2021. Nesse modo, o qual será jogado em mapas do Multijogador, até 2 jogadores defendem áreas protegidas pelo orbe do Éter Sombrio, a qual deve ser alimentada com mortes de zumbis. Mortes suficientes moverão a orbe para novas posições, forçando os jogadores a se mover ou morrer fora da zona de proteção da orbe.

Não libere esse gatilho

Uma faceta do multijogador da Guerra Fria que parece estar confundindo os jogadores é uma nova mecânica que torna os inimigos mais difíceis de matar. COD veteranoJogadores acostumados com jogos anteriores podem se pegar soltando o gatilho antes que seu alvo caia, e isso pode ser bastante caro.

Os novatos no jogo terão que se acostumar a segurar o gatilho até que o alvo esteja totalmente abaixado, caso contrário, o oponente tem uma chance de ganhar o tiroteio. No entanto, armas de alta potência, como rifles de precisão, ainda têm uma mecânica de matar de um tiro, então os jogadores não devem exagerar ao atirar de longe ou eles podem revelar sua posição.

Counter Slide Firing

Deslizando na Guerra Fria levou alguns golpes durante os primeiros estágios alfa e beta, mas desde então foi um pouco alterado. Ainda assim, é eficaz como sempre em tornar os oponentes muito difíceis de se aprimorar durante uma luta. Aqueles que se acostumaram com essa mecânica vão usá-la totalmente a seu favor, pelo menos até que um patch de equilíbrio seja lançado para resolver o problema.

Nesse ínterim, os jogadores podem aprender como “cancelar deslizar”, que é uma tática que tira vantagem de uma exploração de animação no jogo. Toque duas vezes em um slide e cancele o movimento imediatamente depois disso. Isso faz com que o personagem se mova mais rápido e mais difícil de acertar. Aproveite enquanto dura, porque em breve será nerfado a cem metros de distância.

Sacrifique os slots de anexo com sabedoria

Às vezes, escolher o acessório certo para um determinado modo de jogo é muito mais valioso do que monopolizar o máximo possível. Cabe ao jogador decidir o que está disposto a sacrificar em favor de um add-on especial, mas pode ajudar a virar a maré em uma luta, dando a ele uma chance de superar as desvantagens.

Por exemplo, escolher o cano do Lancer da Cavalaria impedirá que o usuário conecte acessórios como amortecedores de recuo, mas se for contra veículos pesados, essa compensação é mais do que aceitável. Como em anteriores call of duty  jogos, Guerra Fria  recompensa experimentação com regalias de carga-out.

Recarregando o Down The Sights

Correr enquanto recarrega não é nada novo, mas fazê-lo enquanto mira nos ferros ou na mira é uma adição única ao jogo que pode significar a diferença entre distração e morte. Recarregar significa potencialmente perder a conta em um alvo, o que torna esse recurso muito importante.

Mantenha a mira firme e aproveite a oportunidade para estocar um novo clipe sem ter que rastrear manualmente e mirar um alvo mais uma vez. Ainda não se sabe quantas mortes isso pode render, mas é aconselhável manter a prática.

Pense taticamente

Os jogos COD tendem a ser extremamente rápidos, e isso significa pular para a zona de morte apenas para ser abatido e, em seguida, reaparecer para iniciar todo o processo novamente. Para ganhar terreno na Guerra Fria, os jogadores precisam pensar taticamente, em vez de como um herói de filme de ação.

Isso significa avançar lentamente, usando a cobertura para sua vantagem, levando em consideração as vantagens adequadas e formando uma abordagem lenta e constante que negará mortes desnecessárias e pontuações mais altas para o time adversário.

Mate os scorestreaks

Os scorestreaks na Guerra Fria  podem ser bastante difíceis para os novos jogadores entenderem, e isso fez com que os veteranos tirassem vantagem total e pressionassem seu ataque. Uma vez que a pontuação obtida não zera quando um jogador morre, isso fornece uma base pela qual os multiplicadores podem acelerar uma quebra de pontuação em uma ordem relativamente curta.

Lembre-se de que os objetivos da missão não contam para pontuações – apenas mortes. Deve-se tomar cuidado para eliminar quaisquer possíveis vetores de quebra de pontuação do lado oposto ao jogar cabo de guerra para estabelecer o seu próprio. Caso contrário, as luzes se apagam rapidamente. Dica de profissional: os veículos são alvos substanciais para encerrar o resultado final de um time adversário.

Chega de acampar

Acampar sempre foi um elemento dos jogos de tiro multijogador, para o bem ou para o mal, mas há uma nova mecânica que a Treyarch introduziu no jogo que torna o acampamento impossível para muitos jogadores.

O modo fantasma exige que os jogadores sejam móveis quando se movem para se beneficiar do plus de não detecção. Acampar com ele ativo não fará muito bem e deixará os jogadores detectáveis ​​pelos UAVs. Isso ajuda a sacudir as coisas, eliminando campistas que agora estão sem incentivo.

Use espingardas com mais frequência

O combate a curta distância, especialmente em esquinas, requer a ferramenta certa para o trabalho. A Treyarch mudou um pouco as coisas, tornando as espingardas secundárias, o que definitivamente deve resultar em alguns vídeos de compilação punitivos do YouTube.

Isso é uma coisa boa, pois as espingardas são muito mais eficazes para derrubar os inimigos de perto do que uma metralhadora tradicional ou um rifle de assalto, e elas têm feito muitos avanços em jogos como Apex Legends. Faça como Aliens e verifique esses cantos.

Não negligencie stimshots

Novos jogadores que não estão totalmente atualizados sobre a mecânica e o ritmo da Guerra Fria podem querer tirar vantagem do Stimshot que vem como parte do Point Man loadout. Isso ajudará os jogadores a navegar por um terreno desconhecido que pode deixá-los totalmente abertos ao fogo inimigo.

Se o jogador acabar sendo atingido, é uma questão de se esconder para se recuperar rapidamente e viver para lutar por mais um minuto ou dois. No mínimo, ele reduz a taxa de mortalidade ao mesmo tempo em que oferece a oportunidade para o cobiçado primeiro Scorestreak entrar em ação.

Volte ao básico

Às vezes, é fácil esquecer as pequenas coisas que aprendemos ao longo dos muitos anos de multijogador COD desde o Modern Warfare original. Com tantos novos recursos, ajustes de balanceamento e outras adições a serem consideradas, alguns podem desconsiderar as coisas físicas, como correr.

Quando os jogadores correm, eles alertam os membros da equipe adversária que ficarão à espera do momento certo para atacar. Corra apenas quando necessário e certifique-se de levar alguma cobertura sempre que possível, caso alguém tenha uma pérola em você. Outras vezes, use o silêncio como uma ferramenta quando se trata de caçar e matar. Afinal, esta é a franquia que inspirou os atiradores modernos ao mesmo tempo em que seguia dicas dos grandes do passado. Há muita história aqui.

Aprenda os mapas

Um dos aspectos mais importantes de se sair bem em uma partida multijogador do Call of Duty é aprender em quais arenas você estará lutando de cima a baixo. O mesmo é verdade na Guerra Fria: certifique-se de aprender os mapas. Cada mapa tem suas próprias rotas comuns, locais de acampamento, cantos cegos e pontos de observação.

Se você conseguir identificar quais destes você provavelmente usará e quais serão usados ​​pelo inimigo, você verá que sua pontuação melhora a cada partida, pois você visualiza as rotas que sabe que alguém vai passar ou verifique os cantos pelos quais você acha que alguém vai ficar. À medida que os mapas ficam mais usados, alguns desses locais podem se tornar menos eficazes, mas aprender pontos de vista e saber onde se esconder ainda o manterá vivo por mais tempo do que correr às cegas. Fixar sua mira nesses cantos comuns e manter o dedo no gatilho pode resultar em algumas mortes fáceis e mantê-lo vivo por mais tempo.

Atualize suas armas

À medida que você usa suas armas na Guerra Fria, elas sobem de nível e ganham peles sofisticadas e novos acessórios. Enquanto as skins podem ser boas para alguns direitos rápidos de se gabar ou para viver suas armas com um pouco de brilho, a parte mais importante disso são os acessórios. Cada um vai melhorar suas armas de maneiras específicas, e esta é a chave para adaptar seu equipamento ao seu estilo de jogo.

À medida que você começa a sentir a rapidez com que precisa passar do sprint para a mira, alguns acessórios terão prioridade para você. Muitos desses acessórios exigem algum compromisso para serem desbloqueados, portanto, certifique-se de olhar para a frente, para quando obter o kit que deseja e escolher onde colocar seu tempo com cuidado. Você não quer nivelar maciçamente uma arma que não se encaixa em seu estilo de jogo na esperança de enviá-la em seus acessórios mais tarde. Em vez disso, concentre-se nos que já funcionam e torne-os melhores. Provavelmente, se você gosta do acessório de uma arma, também goste de como funciona em outra.

Sempre verifique seus seis

Existem três coisas certas na vida. Morte, impostos e alguém correndo atrás de você em uma partida CoD. Certifique-se de fazer uso gratuito de coisas como minas de proximidade, aviões espiões e microfones de campo para ficar de olho em sua retaguarda o tempo todo – especialmente se você estiver cobrindo um ponto de observação estático como uma janela. Se você estiver avançando em direção a um objetivo ou posição inimiga, reserve um momento para se manter firme e visualizar a rota pela qual acabou de passar. Chancers estão por toda parte em CoD.

Você ficará surpreso com a frequência com que poderá pegar alguém tentando varrer pelo flanco. Sempre fique de olho em seu minimapa, mas lembre-se de que mesmo isso é falível, pois os supressores e o Ghost Perk podem impedir as pessoas de aparecer. Isso funciona ao contrário também – se você tiver a oportunidade de perseguir um inimigo avançando sozinho por uma pista, provavelmente deve fazê-lo.

Use o som a seu favor

Mantenha seus ouvidos atentos, pois o áudio pode fornecer uma grande quantidade de informações ao obter a queda de outros jogadores ou avisar que eles estão fazendo a queda sobre você. Quando os jogadores correm, eles fazem passos altos que podem ser usados ​​para rastrear o movimento. Tiros inimigos suprimidos podem ser ouvidos mesmo que eles não apareçam no minimapa. Equipamentos como microfones de campo e o RC-XD são audíveis para permitir que você os detecte. Jogar com um conjunto decente de fones de ouvido o ajudará a isolar e responder aos sinais de áudio.

Pegar pedaços de equipamento de apoio deve limitar a capacidade de seu oponente de localizá-lo, e se proteger ou estar preparado para matar um carro RC explosivo pode salvar você e seus companheiros de uma morte evitável. Se você ouvir com atenção, poderá até mesmo antecipar o número de inimigos conforme eles se aproximam de sua posição, bem como pegar pessoas se movendo atrás de você. Sempre que ouvir esses passos altos, você deve ter certeza de saber se é um amigo ou inimigo para evitar ser pego pelos flanqueadores e pegar as pessoas no meio da corrida, quando elas estão mais vulneráveis. Se você prestar atenção às pistas de áudio, poderá facilmente aumentar sua contagem de mortes simplesmente por estar ciente. É um truque simples, mas que o colocará à frente do grupo de forma rápida e fácil.

Jogue o objetivo

Se você quiser obter mais vitórias ou mais mortes, é especialmente importante atingir o objetivo. Os locais dos objetivos são geralmente pontos de convergência para os jogadores, portanto, manter-se envolvido com o objetivo da missão garantirá que você fique no meio da ação. Mesmo se você estiver apenas contornando as bordas do objetivo, você pode acumular mortes derrubando seus oponentes enquanto eles avançam por si mesmos, e é provável que seus companheiros de equipe os suavizem um pouco também.

No entanto, certifique-se de colocar algum esforço para realmente proteger ou capturar o objetivo, ou o inimigo ainda pode obter a vitória. Em modos como Kill Confirmed, não há uma localização objetiva específica, mas se você ficar de olho onde as etiquetas de identificação parecem estar aparecendo mais, você pode identificar o ponto quente da luta atual. Mover-se por esta área ou atirar de longe pode resultar em algumas mortes. Também é importante saber que completar objetivos irá adicionar à sua seqüência de pontuação atual, deixando você mais perto de lançar armas pesadas sobre o time inimigo e pegar mais algumas mortes fáceis.

De olho no mini-mapa!

Alguns killstreaks (habilidades que você compra com pontos que adquire ao matar inimigos) seus e de seus amigos denunciam a posição de inimigos no mini-mapa, portanto é sempre bom ficar atento às bolinhas vermelhas e caveiras que surgem ali, te indicando onde há perigo e inimigos. Além de se guiar pelo som, o mini-mapa é outra muleta poderosa para alcançar a vitória em Call of Duty: Black Ops Cold War, portanto, não o ignore!

Ajuste essas configurações para aprimorar sua jogabilidade

Vamos começar ajustando suas configurações, pois os menores ajustes podem realmente afetar a maneira como você joga o multijogador da Guerra Fria.

Finalmente, um controle deslizante de campo de visão foi finalmente introduzido! Esta é a primeira vez na história do Call of Duty que os jogadores podem ajustar seu campo de visão nos consoles. Ao ajustar o controle deslizante FOV, que você encontrará nas configurações, tenha em mente que quanto mais alto você definir a barra, mais quadros você perderá. Embora seja uma preferência inteiramente pessoal, descobrimos que definir o controle deslizante entre 100 e 105 era um ótimo equilíbrio.

Em seguida, certifique-se de desligar o Desfoque de movimento, pois isso torna o ambiente e a arma meio desfocados. Com a configuração habilitada, você achará muito mais difícil ver o que está acontecendo.

Ser capaz de ouvir seus oponentes é crucial, portanto, se você estiver com dificuldade para ouvi-los, tente ajustar a configuração de Predefinições de áudio para High Boost. Isso ajudará a tornar os passos do inimigo ainda mais altos.

Habilitar a configuração Slowdown e Strafing Aim Assist pode ajudar drasticamente a torná-lo mais preciso e, por fim, causar mais mortes.

Não se deixe enganar, o jogo não irá apontar automaticamente para você, já que você ainda precisará fazer a maior parte da mira sozinho. 

Finalmente, você ficaria surpreso com a diferença que um pequeno ajuste pode fazer em sua experiência de jogo. Como mencionado acima, essas configurações são todas de preferência pessoal, no entanto, a maioria dos streamers e jogadores profissionais irá executar sua sensibilidade em algum lugar entre o intervalo de 8 a 12.

Dicas e truques essenciais de combate para ajudá-lo a dominar o campo de batalha

Antes de nos aprofundarmos mais, jogue tudo o que você sabe sobre Modern Warfare e Warzone pela janela, já que não podemos enfatizar o suficiente que Call of Duty: Black Ops Cold War não funciona como nenhum desses dois jogos. 

Em vez disso, a Guerra Fria recompensa aqueles que jogam devagar e com inteligência, pois você vai querer que os jogadores venham até você. 

Quando se trata de atravessar os mapas, você deve evitar viajar por áreas muito populosas. Você notará rapidamente que todos os mapas incentivam você a se encontrar no meio. Em vez disso, seja mais esperto que seus oponentes explorando ao longo dos arredores, eliminando-os lentamente conforme eles cruzam seu caminho enquanto se dirigem para o meio. 

Muito parecido com outros jogos da Treyarch, o tempo para matar é mais longo do que o normal. Estimamos que o TTK seja aproximadamente um tiro extra mais longo quando comparado com os gostos de Modern Warfare e Warzone. O novo TTK vai demorar um pouco para se acostumar, então lembre-se de continuar atirando até que seus inimigos estejam realmente mortos.

Acertar tiros na cabeça nunca foi tão importante, então certifique-se de utilizá-los tanto quanto possível, pois eles ajudarão a diminuir seu TTK significativamente. 

Os Scorestreaks foram reformulados, pois não serão mais zerados após a morte! Não se deixe enganar, pois as mortes ainda terão um papel significativo na possibilidade de ganhar pontos para a compra de scorestreaks.

Embora os scorestreaks não sejam reiniciados com a morte, seu multiplicador de pontuação o fará. Com scorestreaks carregando alguns preços altos, ganhá-los tornou-se um pouco mais desafiador, pois você não começará a ganhar muitos pontos até atingir pelo menos 4 killstreak.

Aqueles com KDRs altos se beneficiarão do novo sistema, pois ganharão scorestreaks significativamente mais rápido do que aqueles que morrem com mais frequência.

Ao percorrer os mapas de Miami, Armada e Satélite, fique de olho nos Snipers! Normalmente, você pode identificar um Sniper procurando pelos reflexos brilhantes. Isso indicará que eles estão atualmente mirando no escopo – espero que não em você. 

Não se surpreenda ao ver mais espingardas, pois as mudanças em Create-A-Class agora as colocaram na categoria de arma secundária. Portanto, mantenha a guarda alta e atravesse os estreitos corredores de Moscou com cuidado.

Os lasers não revelarão a sua posição no jogo! Portanto, não tenha medo de anexá-los às suas armas.

Embora demore alguns minutos para ficar disponível, o Field Mic é indiscutivelmente uma das atualizações de campo mais poderosas que você pode desbloquear. Atuando essencialmente como um UAV terrestre, o Field Mic irá destacar sons inimigos dentro de um certo raio em seu minimapa.

O Movimento também recebeu uma atualização massiva desde o Alpha. Com movimentos aprimorados, Strafing se tornou ainda mais eficaz. Para quem não sabe, Strafing pode ser descrito como estando sempre em movimento ao atirar nos inimigos. Mover-se constantemente de um lado para o outro irá disparar os tiros de seus inimigos, aumentando a probabilidade de errar.

Lembre-se de usar sempre seu equipamento! Acumular suas atualizações táticas, letais e de campo enquanto espera pelo momento perfeito não trará nenhuma vantagem. Na maioria dos casos, você provavelmente acabará morrendo antes mesmo de ter essa chance, desperdiçando uma oportunidade potencial.

A Guerra Fria não vacila, então quando um inimigo começa a atirar em você, sua arma e mira não se movem.

Agora você pode recarregar enquanto mira na mira, já que o recurso muito querido de Modern Warfare fez um retorno à série Black Ops.

Se você está lutando para competir com seus oponentes durante uma partida, você ficará feliz em saber que agora pode editar e personalizar completamente seus Loadouts em movimento!

Por mais irritante que seja o ditado “Qualquer um pode derrubar aquele avião espião”, você vai querer usar seus scorestreaks de UAV o tempo todo. Como é a primeira vez que você joga os mapas, o UAV pode ajudá-lo a entender melhor as rotas populares e os locais de spawn dos jogadores.

Referências:

Legião dos Heróis, Redbull, IGN, Game Rant, wikipedia.

O que você acha de Call of Duty: Black Ops Cold War, comente aqui pra gente!

Pillars of Eternity II: Deadfire

Pillars of Eternity II: Deadfire é um videogame RPG desenvolvido pela Obsidian Entertainment e publicado pela Versus Evil. É a sequência de Pilares da Eternidade de 2015 e foi lançado para Microsoft Windows, Linux, macOS em maio de 2018 e para PlayStation 4 e Xbox One em janeiro de 2020. Ele será lançado para o Nintendo Switch em uma data posterior. O jogo foi anunciado em janeiro de 2017 com uma campanha de crowdfunding na Fig, onde atingiu sua meta de financiamento em um dia.

Gameplay

Pillars of Eternity II: Deadfire é um videogame RPG jogado de uma perspectiva isométrica. Ambos os companheiros e novos companheiros estão disponíveis, dependendo das escolhas feitas pelo jogador, que desempenham um papel opcional na história do jogo. Deadfire concentra-se na navegação marítima e na exploração de ilhas por meio de um navio. Tripulações também podem ser contratadas para cuidar deles e auxiliar no combate aos navios. A jogabilidade baseada em classe retorna, com cada classe tendo pelo menos quatro subclasses opcionais com habilidades únicas. Um novo recurso do Deadfire em comparação com o original são as subclasses.

Nível de dificuldade – qual devo escolher para minha primeira jogada?

O nível de dificuldade Classic é a melhor escolha para sua primeira jogada. Aqui, você deve preparar seu grupo para a maioria dos encontros com monstros ou para lidar com seus ataques incomuns, mas, ao contrário dos próximos níveis, não oferece um grande desafio. Esta dificuldade perdoa todos os pequenos “erros” cometidos durante a escolha dos membros do grupo ou cometidos durante o processo de desenvolvimento de seu personagem. A exceção é quando você não jogou o primeiro jogo ou não se lembra muito bem. Se for assim, pense em escolher o nível de dificuldade Relaxado, pelo menos nas primeiras horas da campanha.

A capacidade de alterar seu nível de dificuldade atual em qualquer ponto é uma característica importante de Pilares da Eternidade 2 Deadfire. Esta opção é útil quando, por exemplo, você não consegue vencer uma luta apesar das inúmeras tentativas. A dificuldade pode ser alterada no menu de opções. Lembre-se de que essas mudanças afetam apenas um desafio oferecido por inimigos gerados no mapa explorado atualmente. Outras mudanças, por exemplo, número de inimigos, são ativadas em novos mapas. Nota – Mudar seu nível de dificuldade logo após iniciar o jogo pode bloquear o acesso a algumas das conquistas!

Como importar seu progresso do Pilares da Eternidade 1

Pillars of Eternity II: Deadfire permite que você importe suas escolhas da primeira parcela e seus pacotes de missão White March. Existem três maneiras de fazer isso:

Importar um jogo de salvamento de Pilares da Eternidade 1 – Esta é a melhor solução, se você só tiver seus salvamentos da parcela anterior e quiser que o mundo do jogo na segunda parcela reflita essas escolhas.

Use um dos seis Histories (a imagem acima) – Esta é a melhor solução se você não tiver nenhum salvamento ou simplesmente quiser fazer um início rápido. É melhor escolher uma das variantes mais neutras. O mais extremo é o sexto Histórico, porque ele assume o pior dos cenários possíveis (escolher finais de missões “ruins”; causar a morte de membros do seu grupo, etc.). Não escolha este se esta for sua primeira vez com Deadfire.

Escreva sua própria história – você pode fazer isso no menu principal. Existem muitas opções para escolher e eles podem, por exemplo, determinar como terminaram missões importantes, quem você ajudou, quem morreu, o que aconteceu com os membros restantes do grupo, etc. Esta é uma boa solução se você jogou a primeira parcela, mas você não tem nenhum salvamento.

Nota adicional – todos os eventos ou opções de diálogo resultantes das escolhas feitas em Pilares da Eternidade 1 são marcados com um ícone especial (um algarismo romano com fundo azul).

Herói e festa – como planejar seu jogo?

O processo de criação do personagem é extremamente importante em Pillars of Eternity II: Deadfire. Criar um personagem fraco ou difícil de gerenciar pode aumentar o nível de dificuldade. Decida se você deseja jogar como um personagem de uma ou várias classes durante sua primeira jogada. Um personagem multiclasse oferece uma variedade e opções maiores, mas também é mais fácil cometer erros que podem tornar seu personagem mais fraco. Se você jogou os primeiros Pilares da Eternidade então você pode pensar em criar um personagem multiclasse, mas tente escolher classes menos complicadas (por exemplo, lutador + ranger) que são fáceis de desenvolver. Se esta é sua primeira vez com a série, então fazer um personagem de classe única é sua melhor escolha. Graças a isso, será mais fácil tomar decisões enquanto sobe de nível e escolhe novas habilidades ou estatísticas.

Escolher os membros do seu partido é igualmente importante. Seu grupo em Pillars of Eternity II: Deadfire só pode consistir em cinco personagens (o primeiro jogo permitia que os jogadores tivessem seis membros do grupo). Esta é uma das razões pelas quais interpretar um personagem multiclasse é tão atraente. Ter apenas personagens de classe única oferece menos opções. Depois de encontrar um membro potencial do grupo, você pode escolher sua classe (o jogo propõe duas classes regulares e um único item para um personagem multiclasse). Tente fazer uma festa onde as classes principais (guerreiro, mago, sacerdote, ranger etc.) tenham pelo menos um representante. Outras decisões, como se você deseja lutar em combate corpo-a-corpo ou usar feitiços, dependem de você.

Auto-Pause – quando usar?

A pausa é parte integrante de quase todas as batalhas em Pillars of Eternity II: Deadfire. Este elemento deve ser familiar para você se você jogou o primeiro jogo ou qualquer outro RPG clássico. Usar a pausa automática é igualmente importante – ela é ativada automaticamente ao atender a certas condições. A pausa automática pode ser ajustada nas opções (a imagem acima). As configurações recomendadas para ativar a pausa automática são:

Inimigo localizado. Isso é quase um must-have. A pausa automática pode protegê-lo de correr entre inimigos e da necessidade de fazer algumas reações rápidas. Além disso, esta opção é útil se você jogar como um personagem furtivo, porque você pode começar a planejar seu ataque furtivo mais cedo (ou pode decidir contornar um inimigo mais resistente). Nota – Lembre-se de definir Parar Movimento do Grupo se decidir usar esta opção e as duas seguintes. Isso diminui a chance de um de seus companheiros correr perigo grave.

Início do combate. Esta é uma extensão da opção descrita acima. Mesmo que você não precise fazer preparações adicionais para uma luta em particular, ainda existem situações (por exemplo, um ataque furtivo do inimigo ou uma conversa que termina com uma luta) em que esta opção é muito útil.

Armadilha detectada. Outro cenário muito importante. Você encontrará inúmeras armadilhas ao longo do jogo. A maioria deles pode esgotar a saúde do membro do seu partido em um piscar de olhos e também podem causar ferimentos. Nota importante – Nem todas as armadilhas podem ser detectadas automaticamente pelo seu grupo. Isso depende do nível de percepção. Cuidado, especialmente dentro das masmorras. Você pode tentar aumentar o zoom o mais próximo possível e examinar você mesmo as salas recém-visitadas – as armadilhas geralmente podem ser detectadas a olho nu (por exemplo, fileiras de pequenos orifícios no chão).

Baixa saúde. Este é um cenário muito melhor do que aquele em que o jogo pausa automaticamente após a morte de um membro do grupo (derrubado no chão). Restaurar uma barra de saúde é muito mais simples do que trazer alguém de volta à vida. Além disso, ser derrubado causa lesões que deixam o personagem mais perto da morte definitiva.

Objeto oculto encontrado. Os esconderijos são marcados em roxo. Esta configuração é útil quando você deseja visitar locais. Sem ele, você pode facilmente perder uma mensagem sobre se deparar com um objeto oculto, especialmente quando a câmera não está centrada na festa naquele momento.

Arma ineficaz. Esta e outras configurações semelhantes são úteis em níveis de dificuldade mais altos, pois você encontrará mais inimigos com resistência parcial ou total a certos tipos de dano. Essas configurações não são necessárias em níveis de dificuldade mais baixos, mas ainda podem ajudá-lo a detectar problemas mais rapidamente.

Nota adicional – Além da pausa automática, você também pode usar o sistema de controle de velocidade de combate. Isso permite que você, de certa forma, reduza o tempo para ter mais controle sobre o que está acontecendo. Quanto a lutas fáceis, você pode acelerá-las. Para saber mais, consulte o capítulo intitulado Combate.

XP – como subir de nível mais rápido?

Completar missões principais e secundárias é a melhor fonte de XP em Pillars of Eternity II: Deadfire. Tente desbloquear todos eles. Você recebe XP independentemente de como a missão foi concluída.

Outros métodos de obter XP são descobrir novos locais e adicionar novas entradas de inimigos ao bestiário. Uma informação importante é que no caso de batalhas com monstros, apenas aquelas batalhas que envolvem adicionar uma entrada completamente nova ao bestiário ou atualizar as entradas já adicionadas são levadas em consideração. Em outros casos (incluindo lutar com pessoas), você não receberá nenhum ponto.

Stealth – vantagens de permanecer nas sombras

Confiar na furtividade em Pillars of Eternity II: Deadfire é recomendado – use-o sempre que puder. As maiores vantagens de se esgueirar são:

A possibilidade de aproximar-se furtivamente dos inimigos que lhe permite preparar melhor a sua equipa ou atacá-los de surpresa (por exemplo, de um flanco ou por trás).

Uma chance de contornar inimigos mais fortes. Isso é especialmente útil no início da campanha, quando seu grupo não consegue lidar com alguns inimigos de “elite” ao mesmo tempo.

A possibilidade de roubar itens de baús e carteiristas. Ambos os métodos podem lhe dar saques valiosos, mas lembre-se de ser cauteloso – ser pego pode reduzir seus pontos de reputação em um determinado local e / ou levar a uma luta.

Furtividade e prestidigitação (furto de carteiras) são algumas das habilidades que você deve começar a desenvolver desde o início do jogo. Você também deve usar a ajuda oferecida pelo jogo – o círculo cinza que indica o quão longe um personagem pode ouvir; o triângulo vermelho que mostra o campo de visão de um NPC, e pequenos círculos exibidos no chão ao redor de seus personagens que informam o quão perto eles estão para serem detectados.

Observação importante – Pillars of Eternity II: Deadfire usa um sistema de detecção de roubo bastante exclusivo. Você não será pego nem punido com reputação negativa por invadir um baú (mesmo se usar lockpicks para fazer isso). Você pode dar uma olhada em um contêiner e dar uma olhada no que está dentro (e até mesmo ler documentos!), clicando em RMB. Só tirando um item do baú existe o risco de ser pego. No entanto, isso só é válido para os itens que foram marcados em vermelho na janela de conteúdo.

Viajando pelo mundo – mapas locais e mundiais

Viajar pelo mundo de Pillars of Eternity II: Deadfire é semelhante à forma como era feito no jogo anterior. No entanto, a sequência tem alguns recursos novos e importantes. Existem quatro aspectos de viajar pelo mundo do jogo:

Mapas locais – incluem cidades, vilas, masmorras e outros locais que têm seu próprio mapa e onde você pode ver todos os membros do seu grupo e a interface do usuário em sua versão completa. Cada mapa local tem uma ou algumas “saídas” – elas podem levar a sublocações (por exemplo, masmorras sob ruínas) ou a um mapa de cidade / mapa mundial.

Cidades – locais maiores no jogo podem receber mapas da cidade, onde os distritos foram delineados (por exemplo, porto, comércio). Você pode viajar entre esses distritos, onde chegar a outro distrito geralmente leva de 1 a 2 horas do tempo de jogo.

Mapas mundiais: viajando a pé – é assim que você descobre novas partes das ilhas ou outras áreas que estão em terra. Você pode escolher livremente seus destinos (o tempo passa mais rápido quando você está viajando). Graças a este método, você pode alcançar novos locais nos mapas ou pode examinar locais menores (encontrando suprimentos, participando de uma interação com script, etc.).

Mapas do mundo: usando um navio – Este é um novo recurso muito importante adicionado ao jogo. Usar um navio é a única maneira de chegar a ilhas e outros locais distantes. O tempo passa mais rápido e você pode escolher a direção, como faz quando viaja a pé. Graças ao seu navio, você pode chegar às ilhas (procure os ícones de ancoragem), vá direto para os mapas locais, mas também pode examinar locais opcionais. Além disso, seu grupo pode encontrar outros navios – você pode decidir se deseja atacá-los ou evitá-los.

Salve seu jogo antes de começar a examinar uma nova área ou ilha. Isso pode protegê-lo de encontros com oponentes poderosos, uma interação programada (que pode ser “falhada” devido a más decisões) ou uma batalha marítima com um navio inimigo. No entanto, você não deve evitar explorar novos lugares porque visitar um novo mapa pela primeira vez dá XP.

Mais informações sobre como explorar o mundo podem ser encontradas nos capítulos Exploração e interação com o meio ambiente e Viagem de navio, que contém várias dicas, por exemplo, sobre como criar uma tripulação de navio, reunir suprimentos ou derrotar outros navios em batalhas navais.

Itens que são úteis durante a exploração do mundo

Usar passagens alternativas, graças a certos itens, e alcançar tesouros únicos foi possível nos primeiros Pilares da Eternidade. Deadfire também tem essa opção. Um dos itens mais importantes são os lockpicks. Eles permitem que você abra portas ou baús, desde que o pool de Party Assist for Mechanics seja ligeiramente mais baixo do que o de uma fechadura (por exemplo, uma fechadura de nível 4 e 3 pontos de Party Assist em Mechanics). Infelizmente, os lockpicks não podem ser usados ​​quando o nível de uma fechadura é muito maior do que o nível de Mecânica de todo o grupo. Por exemplo, lockpicks não estarão disponíveis se um lock estiver no nível 10 enquanto seu grupo tiver apenas 5 pontos em Mecânica.

Além de lockpicks, existem outros itens que oferecem interações exclusivas com o ambiente (e possíveis novas passagens alternativas). Esses itens são Corda e Grappling gancho, martelo e um formão, picareta e prybar.

Todos esses itens podem ser comprados de fornecedores ou encontrados no mundo todo. Tente sempre ter pelo menos uma unidade de cada item em seu inventário. Eles são todos descartáveis. Salve seu jogo antes de usar qualquer um deles, caso o resultado não seja satisfatório para você. Quando isso acontecer, você pode simplesmente recarregar o seu salvamento anterior e deixar esse valioso “gadget” para mais tarde.

Missões – o jogo não mostra um caminho exato para o gol

Assim como na edição anterior, Pillars of Eternity II: Deadfire não segurará sua mão durante as missões. Aqui você pode encontrar algumas informações importantes sobre missões:

Fale com todos os NPCs porque os geradores de missões não são marcados pelo jogo. Procure personagens com nomes únicos, há uma grande chance de você conseguir falar com eles. Lembre-se sempre de usar todas as linhas de diálogo (ou pelo menos usar aquelas que estão disponíveis graças às suas estatísticas atuais e habilidades de grupo). Pular uma missão pode diminuir sua diversão, mas também custa muito XP ou itens como recompensa.

Verifique seu diário para ler uma descrição de cada missão. O jogo não marca nenhum local relacionado a missões no mapa (por exemplo, uma cabana que pode ser examinada, um NPC que pode ser interrogado). Você tem que descobrir tudo isso sozinho. Preste atenção às partes do texto em negrito. Eles geralmente informam sobre locais ou personagens importantes relacionados a uma determinada missão.

A maioria das missões em Pillars of Eternity 2 Deadfire não são lineares. Essa não linearidade é evidente principalmente em conversas com NPCs e interações com objetos do ambiente. Algumas linhas de diálogo ou maneiras de se comportar só estão disponíveis quando você atende a certos requisitos (por exemplo, uma alta diplomacia ou ter um personagem de uma determinada raça em seu grupo). Você também pode precisar fazer uma escolha – há situações em que certas ações são mutuamente excludentes. Salvar antes de cada decisão importante é uma boa ideia. Ao fazer isso, você tem a chance de voltar e escolher uma linha diferente.

Nota – A informação importante, em relação às missões, é que o jogo informa sobre a dificuldade potencial. Isso é representado por crânios no diário ao lado do nome da missão. Quanto mais crânios, mais difícil é a tarefa. Deixe todas as missões mais difíceis para um momento posterior e concentre-se nas que correspondem à experiência do seu grupo.

Nosso guia para Pillars of Eternity 2 Deadfire contém um passo a passo para todo o jogo. Verifique se você tiver problemas ou dúvidas. Tentamos nosso melhor para incluir tantas variantes quanto possível e para informá-lo sobre as consequências de realizar certas ações.

Efeitos de status positivos e negativos – como entendê-los?

Os status são um elemento importante da jogabilidade em Pillars of Eternity II: Deadfire. Eles podem determinar o quão bons (ou ruins) os membros do seu partido são no cumprimento de seus pedidos. Eles também podem afetar seu estado de saúde atual. Os status são divididos em positivos e negativos. Os positivos geralmente são criados por feitiços, bênçãos ou efeitos causados ​​por ataques AOE. Status negativos podem ser causados ​​por um ataque único ou uma armadilha ativada.

Os status são marcados por pequenos ícones próximos aos retratos dos membros do seu grupo, que são exibidos no canto inferior esquerdo. Mova o cursor do mouse sobre eles para aprender sobre um determinado status. Status negativos podem ser anulados, por exemplo, beber poções, antídotos ou lançar feitiços de cura.

Muitos dos status duram apenas uma batalha. Aqueles que duram mais ou são “permanentes” (por exemplo, o status da imagem acima que dá estatísticas de bônus se um companheiro animal estiver perto daquele personagem) podem ser verificados na ficha de personagem. Lesões são uma categoria separada e são marcadas com gotas de sangue que são exibidas ao lado do retrato de um membro do partido (à esquerda). Mais sobre eles na próxima subseção deste capítulo.

Salvar o jogo e a morte de um personagem

Por padrão, Pillars of Eternity 2 Deadfire permite que você crie um número ilimitado de salvamentos. Você pode usar salvamentos rápidos ou manuais. Além disso, o jogo sempre cria um salvamento automático sempre que você entra em um novo local. A exceção é quando você escolhe o modificador Trial of Iron no início do jogo. Neste modo, você tem que vencer o jogo em um único slot de salvamento que é excluído após a morte de todo o seu grupo. Não tente jogar neste modo se não tiver concluído o jogo pelo menos uma vez. Este modo requer que você saiba tudo sobre a mecânica do jogo e tenha conhecimento sobre possíveis ameaças em um determinado local. Salve seu jogo antes de começar a explorar um mapa desconhecido ou antes de cada batalha. Salve ANTES de se aproximar dos inimigos, ou seja, antes que eles percebam seu grupo.

Em Pillars of Eternity 2 Deadfire, um membro do grupo que foi nocauteado não morrerá imediatamente. Esse personagem pode ser ressuscitado por outro companheiro durante a mesma luta ou ele se levantará após uma batalha (vitoriosa). Infelizmente, você não pode confiar nesse método sempre que quiser. Cada situação em que um personagem é derrubado causa uma lesão. O seu estado atual de saúde pode ser verificado a qualquer momento do jogo. Essas lesões são marcadas com gotas de sangue vermelhas exibidas à esquerda do retrato de um personagem – o personagem na foto acima tem três lesões (três gotas). A quarta queda significa que esse personagem morrerá permanentemente. Recarregar um salvamento anterior é uma boa opção aqui. No entanto, os ferimentos podem ser removidos:

Visitar uma pousada e alugar um quarto é uma ideia melhor. O descanso elimina lesões e todos os outros status, mesmo se você usar a variante básica (aquela que não lhe dá nenhum bônus de estatísticas).

Uma forma alternativa é fazer um acampamento. Este método só é útil quando você está longe de uma aldeia ou qualquer outro local que ofereça um local de descanso e seu personagem tiver três ferimentos e estiver perto de morrer. Aqui, os ferimentos só podem ser removidos com alimentos.

Nota importante – Lesões podem ser causadas não apenas durante as lutas, mas também após pisar em uma armadilha. Tenha muito cuidado ao examinar locais desconhecidos, especialmente masmorras. Isso reduzirá a chance de ativar uma armadilha. Depois de descobrir um, você pode tentar desarmá-lo ou contorná-lo. Lembre-se de que armadilhas de alta qualidade podem não ser descobertas automaticamente por seu grupo. Percepção é o atributo que determina o quão bons seus personagens são em encontrar armadilhas.

Testes de assistência de grupo – pontos de habilidade de todo o grupo podem combinar

Pillars of Eternity 2 Deadfire apresenta um sistema onde as habilidades de seu personagem principal podem ser fortalecidas pelas mesmas habilidades de outros membros do grupo. Como isto funciona na pratica?

Por exemplo – o personagem principal escolhe uma ação que requer a habilidade Diplomacia (isso ocorre durante uma conversa). A habilidade de diplomacia dos membros do grupo é assim: Personagem principal – 3 pontos de Diplomacia

Aloth – 4 pontos de Diplomacia

Xoti – 5 pontos de Diplomacia

Pallegina – 2 pontos de Diplomacia

O personagem principal tem 3 pontos de Diplomacia, mas também recebe um bônus de seu grupo: 4 + 5 + 2 = 11. Isso dá 5 pontos de Diplomacia adicionais – seu personagem recebe 8 pontos de Diplomacia durante esta ação.

Construa uma festa completar

Não – não queremos dizer cinco bffs que saltam por aí dizendo uns aos outros o quanto eles amam aquela nova couraça, ou como a espada bastarda que eles estão usando realça a cor de seus olhos. Para sobreviver aos muitos desafios de Pillars of Eternity II: Deadfire, você precisa compor um grupo de classes que complementam as habilidades umas das outras. Vaguear com um grupo formado exclusivamente por conjuradores de membros esguios é procurar encrenca, e o mesmo vale para guerreiros desajeitados que nem sabiam soletrar ‘magia’, quanto mais manejá-la.

Em vez disso, é melhor equilibrar suas classes de acordo com seus pontos fortes e fracos relativos. O equilíbrio preciso está aberto à experimentação – e na verdade, isso é metade da diversão – mas se você estiver chegando aos Pilares, e talvez até mesmo RPGs isométricos, novamente aqui está um modelo básico: dois tanques, um revendedor DPS (corpo a corpo ou à distância) , um curandeiro e um utilitário.

Como o tamanho do grupo diminuiu de seis para cinco desde o primeiro jogo dos Pilares, a composição do partido não pode ser traduzida exatamente entre os dois, mas os princípios permanecem os mesmos. Os dois tanques estão lá para tirar todo o dano de quem você está lutando, porque eles inevitavelmente terão mais saúde e resistência. Guerreiros, Bárbaros, Paladinos, Monges e até mesmo Chanters podem funcionar bem em uma parceria de tanques juntos, especialmente se receberem bônus que atraem a atenção do inimigo para eles e, portanto, para longe dos membros mais fracos do grupo.

Nos negociantes DPS – a ênfase aqui é lidar com o dano máximo por segundo ao invés de absorvê-lo. Barbarian, Monk, Cipher, Rogue e Wizard são adequados para o trabalho, e você pode até decidir sacrificar um tanque por dois deles – dividi-los em um corpo a corpo e um à distância torna mais difícil para os inimigos se posicionarem adequadamente para anular eles. Atrás deles está o seu curador – um sacerdote ou druida – cujo trabalho principal é melhorar a saúde de todos e mantê-los vivos. Depois, há a sua utilidade – qualquer uma das classes mágicas, como Wizard, Chanter ou Druid – que aumenta os amigos e enfraquece os inimigos para os tipos de ataque dos outros membros do grupo.

Você saberá que encontrou uma composição decente quando, ao pausar o jogo, descobrir que a ação padrão de cada membro do grupo é aproximadamente o que você gostaria – ou seja, duas pessoas absorvendo o dano, a maioria lançando ataques e um ou dois no dever de polimento.

Entenda o sistema de saúde

Este foi um elemento confuso nos primeiros Pilares: saúde e resistência são ambas esgotadas quando você sofre dano em combate, mas suas consequências e curas variam significativamente. A resistência pode ser reabastecida facilmente usando feitiços e itens, e ficar sem ela completamente em combate derrubará um personagem. A saúde, por outro lado, só pode ser reabastecida com descanso. Se você perder toda a saúde de um personagem uma vez, ele será derrubado e retornará em 1HP com um status de ‘mutilado’ permanente, o que significa que na próxima vez que perder toda a saúde, ele morrerá. Para sempre. Foi. Kaput.

Dadas as apostas altas e o fato de que esses dois sistemas não são muito explícitos no jogo original, isso provou ser um dos maiores obstáculos para os iniciantes. Portanto, ele foi ligeiramente remodelado para o Pilar II. Há apenas uma barra que determina como, hã, os membros do seu grupo estão vivos e, se estiver esgotada, eles perderão 25% do HP até o próximo descanso. Se eles forem abatidos quatro vezes sem descansar, eles estão mortos. Então, você sabe, descanse seus membros feridos do partido.

Preste atenção ao posicionamento

Pode não parecer a princípio, mas onde os membros do seu grupo estão em relação uns aos outros e seus oponentes tem uma grande influência no resultado de cada luta.

No exemplo mais simples possível, colocar seu tanque na frente de uma porta irá preencher essa lacuna para que outros oponentes não possam entrar na sala e flanquear você. Da mesma forma, colocar o tanque na frente do grupo significa que eles estão mais aptos a realizar tarefas como essa. Não entre com feiticeiros fracos encabeçando sua formação, tipo, nunca.

Quando os bônus começam a ser distribuídos para ataques furtivos e de flanco, as coisas ficam realmente interessantes. Seus feiticeiros podem imobilizar oponentes perigosos para que um Ladino possa se manobrar para desferir o golpe mortal. Ou seu DPS melee pode aproveitar uma oportunidade, já que seu tanque mantém um inimigo engajado na frente, para lançar um ataque de flanco. A tecla de pausa é sua amiga aqui, então use-a para reagir ao inimigo enquanto ele tenta manobrar você.

Fique atualizando com a história

Esta sequência é uma continuação direta dos eventos do primeiro jogo – você até joga o mesmo personagem, o Observador. Se você pulou Pillars, mas não quer sentir que as conversas estão passando por cima da sua cabeça, aqui estão as notas do penhasco.

O Vigilante viaja para o alcance oriental de Eora em busca de um trabalho de aventura honesto. Suas humildes ambições são prejudicadas quando uma tempestade mata seu grupo de viajantes e, enquanto buscam abrigo em uma caverna próxima, eles testemunham um horrível ritual de coleta de almas – que, aliás, dá ao Observador o poder de ler almas e reviver suas memórias. Prático.

Ansioso para entender suas visões perturbadoras, o Vigilante encontra Lord Raedric em Dyrwood, que lhes fala sobre a praga Hollowborn – pessoas nascidas sem alma, que são subsequentemente penduradas em uma árvore no meio da cidade. Animancers são os principais suspeitos, mas, como o Watcher descobre durante suas investigações, o culpado é na verdade um sujeito chamado Thanos. Ele é o único do ritual de coleta de almas na caverna, ao que parece.

Rastreando Thanos até seu covil, O Vigilante descobre que os deuses que governam seu mundo são, na verdade, invenções de animancers, colocadas em prática para manter a sociedade sob controle. Thanos é o último da ordem que criou os deuses, e ele tem usado a magia de colheita de almas para permanecer vivo e cobrir seus rastros o tempo todo. O Vigilante o mata, mas como o resto da história termina depende de suas ações anteriores. É possível transportar essas consequências e personagens para Pilares da Eternidade II , que chega ao PC em 8 de maio, mas se você está lendo isso, achamos que isso não será um fator.

Traga um mago e um sacerdote

Eles não podem receber muitos golpes, mas quando sobem de nível, eles oferecem a maior variedade de feitiços que são devastadores no ataque e oferecem a variedade mais tática para você. Os magos oferecem opções que os lutadores simplesmente não podem. Além disso, não tenha medo de usar alguns feitiços que têm efeitos de status em vez de dano direto. Prender os inimigos no chão com teias de aranha pode ser muito mais importante do que assá-los com fogo às vezes.

Quando suas tripas estiverem sendo roídas por carniçais, você ficará grato por ter esses arautos dos deuses para expulsá-los e colocar aqueles fluidos vitais tão importantes de volta dentro de você. Eles podem ser surpreendentemente bons no ataque se você também os especificar.

Divulgue suas habilidades em seu grupo

Durante suas viagens, às vezes você terá que verificar suas habilidades. Pode ser para blefar em uma situação ou para perceber certas coisas sobre a situação em que você está. Em Pillars Of Eternity II, o grupo pode acumular habilidades como um grupo. Então, se seu personagem principal tem 3 na diplomacia e outro tem 2, o grupo terá 5 na diplomacia para verificações de grupo. É muito útil ter isso em mente ao escolher habilidades conforme você sobe de nível.

Coma suas ervilhas e descanse

Quando você descansa em Deadfire, você tem a oportunidade de comer parte da comida que você pilhou ou cozinhou. Comida e descanso vão lhe dar incentivos bastante significativos que podem levá-lo a uma situação complicada.

Referências:

Cultured Vulture, PCGAMESn, Game Pressure, wikipedia.

Ghost of Tsushima

Ghost of Tsushima é um jogo eletrônico de ação-aventura desenvolvido pela Sucker Punch Productions e publicado pela Sony Interactive Entertainment. Foi lançado em 17 de julho de 2020 exclusivamente para PlayStation 4. A história gira em torno de Jin Sakai, o último samurai na Ilha de Tsushima durante a primeira invasão Mongol no Japão no século XIII.

Ghost of Tsushima recebeu análises geralmente favoráveis da crítica após o seu lançamento, com elogios direcionados para seus visuais e combate, e críticas por suas atividades do mundo aberto. O jogo vendeu mais de 2,4 milhões de unidades em seus primeiros três dias de lançamento.

Jogabilidade

Ghost of Tsushima é um jogo eletrônico de ação-aventura e stealth. Jogado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa, o jogo apresenta um grande mundo aberto que pode ser explorado livremente. O mundo do jogo não apresenta nenhum waypoint e pode ser explorado sem orientação. Os jogadores podem viajar para diferentes partes do mundo do jogo rapidamente montando um cavalo. Um item que funciona como um gancho está disponível para acessar áreas de difícil acesso. O jogo conta com missões secundárias e outros personagens podem ser interagidos.

Os jogadores podem entrar em confronto direto com inimigos usando armas como uma katana. Eles também podem acorrentar uma série de ataques fatais depois de destacar os inimigos. Alternativamente, usar o modo stealth permite fugir dos inimigos e atingi-los silenciosamente. Um duelo corpo a corpo contra personagens não jogáveis (NPCs) também é opcional.

Escolha sua classe

Ghost of Tsushima: Legends tem quatro classes no lançamento, cada uma com suas próprias habilidades e técnicas exclusivas. Todos eles compartilham a mesma jogabilidade de combate, furtividade e travessia, mas são voltados para funções específicas. O Samurai é um lutador corpo a corpo confiável, enquanto o Caçador se destaca no combate à distância. A melhor classe furtiva é The Assassin, enquanto The Ronin desempenha mais um papel de suporte, capaz de curar e reviver seus companheiros de equipe.

Você só pode escolher uma classe para começar, desbloqueando outras à medida que ganha experiência e sobe na classificação. Não existe uma classe “melhor”, embora optemos por Samurai ou Ronin para começar, já que as outras duas requerem mais precisão para serem usadas com eficácia.

Faça as primeiras missões da história imediatamente ou você perderá ferramentas cruciais

É tentador simplesmente correr para o grande mundo aberto de Tsushima assim que o jogo permitir. No entanto, há algumas coisas vitais de que você precisa que estão bloqueadas nas duas primeiras missões. Ou seja, um arco e seu sentido de escuta que detecta o inimigo. Sem eles, você não terá uma opção de ataque à distância ou a capacidade de localizar inimigos fora da vista, o que torna difícil enfrentar quaisquer acampamentos ou bases. Portanto, conclua as duas primeiras missões antes de tentar qualquer coisa de herói. 

Derrote os arqueiros em uma luta primeiro, se puder 

Até as batalhas mais básicas em Tsushima envolviam o equilíbrio de várias ameaças de todos os ângulos. Arqueiros tornam isso mais complicado atirando flechas da periferia, dando a você mais uma coisa com que se preocupar enquanto você lida com defesas, posições e posicionamento. Você pode se esquivar das flechas se escutar os gritos e depois desbloquear a habilidade de bloquear as flechas, mas por que não tornar a vida mais fácil matando todos os arqueiros primeiro, se puder alcançá-los. Algumas das lutas maiores permitem que você lide com seis ou sete inimigos facilmente, às vezes mais, e é fácil perder os avisos de flecha em todo o caos. Priorizar os arqueiros simplesmente nivela o campo de jogo um pouco a seu favor. 

Não se esqueça das diferentes posições de combate e use-as para obter uma vantagem

Usar posições é uma parte fundamental do combate em Tsushima, então adquira o hábito de usar e alternar entre elas o quanto antes. O principal benefício é usar o ataque pesado de cada postura para derrubar a guarda inimiga correspondente – espadachins, escudeiros, lanceiros e brutos. Usar a opção certa pode fazer com que você destrua o bloqueio de um oponente em dois ou três golpes, enquanto que usar o errado fará com que você corte para fora com pouco ganho. Você também obtém um pequeno momento de câmera lenta conforme muda e pode usar para fazer um balanço da luta e decidir o que fazer a seguir (spoilers: é colocar a ponta da espada em pessoas más). 

Use suas facas de arremesso Kunai para recuperar o controle se um vôo estiver oprimindo você

Você desbloqueará Kunai no início do jogo e esses pequenos espinhos são extremamente úteis em uma luta. Se você os tiver equipado, pode lançar um no inimigo mais próximo com um toque de R1 (e mais inimigos depois, conforme você atualiza a habilidade). Embora eles geralmente não matem ninguém, a menos que já estejam em baixa saúde, eles sempre irão cambalear qualquer um que atingirem e quebrarão sua guarda. Isso os torna incrivelmente úteis para uma opção de controle de multidão, pois eles abrirão algum espaço e abrirão os inimigos para uma matança de acompanhamento fácil. 

Lembre-se sempre de verificar os corpos em busca de munição e suprimentos

Conforme Tsushima avança, você acabará com uma variedade de consumíveis e tipos de munição para completar – flechas, facas de arremesso, bombas e assim por diante. Inimigos derrotados geralmente terão algo que você pode pegar e lembrar-se de revistar corpos após uma luta pode facilmente mantê-lo abastecido. Você pode comprar a maior parte do que precisa em várias bases e acampamentos, mas isso não ajuda muito no meio de um posto avançado inimigo ou em uma missão de várias etapas. É fácil esquecer de olhar em volta quando você está seguindo um aliado ou missão de história. Portanto, tente evitar a pressa sem dar uma olhada rápida em volta ou você logo ficará sem opções vitalmente úteis. 

Stand offs são legais, mas fique escondido e use stealth kills para carregar o Ghost Meter

No início do jogo, você é um nobre samurai que enfrenta seus oponentes de frente, e é aí que os confrontos entram. Eles permitem que você desafie os inimigos em batalhas mano-a-mano com a espada mais rápida. Eles parecem incrivelmente legais quando você os puxa, mas acabe com todo o fingimento de furtividade ao anunciar você para todos ao alcance da voz. Conforme o jogo avança, você desbloqueará um medidor de fantasma que pode carregar e liberar para matar com um golpe que aterroriza o inimigo até a submissão. Ele só pode ser carregado acumulando mortes sem sofrer nenhum dano, o que é quase impossível em combate aberto. Uma vez que você tenha a habilidade, use stealth kills para carregar este poder e então liberá-lo para o máximo efeito.

Evite esquiva de martelo, já que rolar geralmente o deixa muito longe para atacar

Há um botão de esquiva muito útil em Ghost of Tsushima que evita o ataque com um toque e sai do perigo com um toque duplo. É fácil se deixar levar e martelar no meio de uma batalha agitada, mas rolar muitas vezes pode deixá-lo muito longe depois para revidar. Pode ser útil em grandes lutas para escapar de mobs, ou se aproximar de um alvo específico, mas geralmente você deve tentar se esquivar, pois isso o deixará ao alcance da espada, pronto para contra-atacar. Isso é especialmente relevante em duelos um-a-um, onde a janela para acertar um ataque pode ser breve e fácil de perder se você estiver muito longe. Alguns ataques só podem ser evitados com um teste, então tente aprender os sinais e faça isso apenas quando necessário.  

Aprenda o som para ataques desbloqueáveis ​​para ajudar a evitá-los

Enquanto a maioria dos ataques podem ser parries e bloqueados (mais se você desbloquear certas habilidades), existem alguns que você nunca pode desviar. Eles são indicados por um brilho vermelho aparecendo ao iniciar. Quando isso acontece, se esquivar ou rolar é a única opção. É importante notar que o ruído que acompanha o indicador vermelho na verdade começa a tocar uma fração de segundo antes de aparecer, então se você aprender e reagir a isso em vez do prompt visual, você receberá um pouco mais de aviso. 

Sempre verifique as cidades e centros de conversas para abrir novas missões

Existem numerosos contos em Tsushima. Essas missões secundárias desbloqueiam recursos, XP, roupas e muito mais. Você encontrará alguns conforme explora, mas muitos são descobertos em cidades e centros ao conversar com qualquer pessoa com um balão de fala pairando sobre eles. Eles nem sempre aparecem, a menos que você chegue perto, podem ocasionalmente estar escondidos em edifícios ou, devido à natureza não linear do jogo, podem ser desbloqueados em uma área para a qual você não voltou. Portanto, não se esqueça de passar por aqui e dizer oi a qualquer pessoa que tenha algo a dizer. 

Você pode trocar de armadura sempre que quiser, então troque-a quando precisar 

Há muitas armaduras diferentes em Tsushima, todas com diferentes benefícios, como aumento de saúde, dano, furtividade, arco e flecha e assim por diante. Você pode pausar o jogo e trocar entre eles a qualquer momento, então use o que precisar quando precisar – armadura furtiva para entrar em um acampamento, armadura poderosa quando tudo começar e assim por diante. Como cada opção tem benefícios específicos, você obterá o melhor uso alternando rigidamente conforme suas necessidades mudam.

Venda outros recursos para obter mais suprimentos

Os suprimentos são basicamente dinheiro em Tsushima. Esses pequenos pacotes de … coisas são o que você troca com os comerciantes por atualizações de armas e armaduras, então sempre os pegue quando puder. Você pode encontrar suprimentos em todo o mundo, de bases e aldeias a corpos e muito mais. Você também geralmente encontrará mais nas missões principais, mas mesmo se não perder nada, provavelmente ainda lutará para ter o suficiente para mais do que algumas atualizações de uma vez. Portanto, venda todos os recursos de que não precisa – como madeira e tecido – para o caçador e você terá mais do que o suficiente.

Encontre Ishikawa, as missões do arqueiro, para obter flechas em chamas que podem incendiar a grama dos Pampas

Você encontrará muitas missões secundárias vinculadas a personagens que realmente não oferecem muito além de XP e recursos. No entanto, quando você encontrar Ishikawa, o arqueiro, vale a pena chegar a pelo menos sua quinta missão, pois você desbloqueará flechas em chamas. Eles podem incendiar os inimigos, obviamente, mas também incendiarão a grama branca dos pampas que você vê no mundo. Isso significa que um tiro bem direcionado pode devastar vários inimigos e deixar pouca resistência para ataques mais próximos e pessoais.

Libere cidades para revelar o mapa 

Ghost of Tsushima tem um grande mapa e, a não ser que você ande sem rumo, costuma ser difícil descobrir onde está o próximo objetivo opcional. Felizmente, há uma maneira fácil de revelar grandes áreas do mapa: libertando cidades e fortes ocupados. Ao explorar Tsushima, você descobrirá acampamentos, encruzilhadas e cidades sob controle mongol. Derrotando os mongóis (e geralmente completando algum tipo de objetivo secundário, como juntar bandeiras), você pode ajudar os cidadãos japoneses a reassentar seu território. Depois de libertar uma cidade, ela revelará um grande pedaço do mapa ao redor dela, quase sempre mostrando dois ou três objetivos opcionais que você não tinha visto antes. 

Mude sua postura 

Enquanto Jin começa o jogo com apenas uma postura de luta de espadas, ele eventualmente desbloqueará quatro diferentes: Pedra, Água, Vento e Lua. Pedra contra espadachins, Água contra inimigos com escudos, Vento contra lanceiros e Lua contra “brutos” (inimigos enormes que atingem com muita força). Você pode mudar de postura quase instantaneamente, e o tempo fica mais lento conforme você faz isso. Como tal, você será capaz de mudar sua postura em segundos, e você deve fazer isso tão frequentemente quanto possível. No Ato I, a postura da Pedra funcionará contra quase qualquer inimigo, mas quando chegar o Ato II, você precisará combinar as posições aos inimigos se quiser causar algum dano sério.

Use seus poderes de exploração 

Entre aparar, esquivar, posturas e habilidades do Ghost, há muitas coisas para atualizar no Ghost of Tsushima. Sendo assim, você pode se perguntar por que gastou seus pontos de atualização conquistados com tanto esforço em cinco poderes despretensiosos na primeira página de habilidades. Eles são chamados de poderes de exploração e podem levar você a fontes termais, tocas de raposas, santuários xintoístas e muito mais. Embora o uso deles possa ser um pouco complicado (eles não dizem exatamente onde está o próximo objetivo opcional), cada um irá apontar a direção certa para uma atualização útil. Eles são especialmente úteis se você estiver desenvolvendo suas habilidades ou equipamento antes de uma missão de história difícil. 

Armas fantasmas facilitam as batalhas difíceis 

Cada ato de Ghost of Tsushima vem com um grande pico de dificuldade. Isso o força a melhorar na luta de espadas, mas mesmo o melhor combatente ainda pode se encontrar cercado e derrotado. Porém, lembre-se: você pode usar suas ferramentas Ghost na batalha, e elas podem mudar a maré dramaticamente. Uma bomba de fumaça totalmente atualizada, por exemplo, irá curá-lo e permitir que você execute um assassinato em vários alvos, enquanto uma kunai totalmente atualizada pode cambalear os inimigos apenas o tempo suficiente para você receber o golpe mortal. Trazer bombas e fogos de artifício para uma luta de espadas pode parecer desonroso, mas se você quiser a pureza de uma luta de espadas de samurai, procure os Duelos opcionais no Ato II. 

Parry sempre que possível 

Inimigos fortes podem derrubar Jin em apenas três ou quatro ataques, então você precisa evitar danos o máximo possível. Para isso, você tem duas opções: desviar ou esquivar. Ambas são habilidades atualizáveis ​​e você deve colocar alguns pontos em ambas antes do final do jogo. No entanto, quando possível, aparar é o caminho a percorrer. Isso porque o parry reabastece sua resolução (o que permite que você use habilidades especiais), e pode até restaurar a saúde e assustar os inimigos próximos, dependendo de suas atualizações. Quando o ataque de um inimigo brilha em azul, isso significa que está pronto para ser defendido; se for laranja, você terá que se esquivar. Aperte o botão L1 um segundo antes de a arma do seu oponente se conectar para a potência máxima. 

Como curar

Encontrando-se constantemente com pouca ou nenhuma saúde? Pode valer a pena verificar se você tem o Ki recomendado antes de entrar em uma partida, pois inimigos de nível mais alto serão muito mais letais e mais difíceis de matar.

Duas maneiras de restaurar sua saúde (independentemente da classe) são os tambores de cura e as ofertas encontradas em cada mapa. Você só pode usá-los uma vez, então não os desperdice, especialmente quando aciona os tambores – eles são projetados para serem zonas de cura para toda a sua equipe.

Você também pode equipar um frasco de cura, uma das bênçãos disponíveis em Sobrevivência sendo uma habilidade de regeneração de saúde. Alguns poderes de classe também podem ser modificados para ter um efeito de cura com o Ronin sendo o médico fantasma de Tsushima.

Referências:

The Six Thaxis, Toms Guide, Games Radar, wikipedia.

Death’s Gambit

Death’s Gambit é um jogo de ação e plataforma desenvolvido pelo estúdio americano White Rabbit e publicado pela Adult Swim Games. O jogo foi lançado para Windows PlayStation 4 em agosto de 2018.

Gameplay

Death’s Gambit é um jogo de ação elementos role-playing. O jogo é apresentado com computação gráfica 2D com uma estética de pixel art.

Escolha sua classe com sabedoria

Cada uma das sete classes em Death’s Gambit tem pontos fortes e fracos únicos que serão o ponto crucial de como você joga no jogo. O Solider, Assassin e Wizard são seus arquétipos básicos, mas o resto são visões quase alternativas para o papel. Além de ter diferentes equipamentos e armas iniciais, eles também tendem a ter habilidades únicas. O Sentinel pode equipar equipamentos com metade do requisito de estatísticas, onde o Acólito da Morte pode reconstruir estátuas quebradas.

Brinque com o talento único de sua classe

Cada classe tem uma maneira única de conceder a você um bônus de energia da alma. A energia da alma é usada para lançar habilidades, por isso é importante que você a tenha em abundância. Para o Blood Knight, isso significa ser atingido por ataques. Para o nobre, isso significa usar itens. Cada um é diferente e é importante saber qual é o seu, para que você saiba como jogar quando estiver em apuros.

Você pode equipar qualquer arma, mas ainda assim deve se concentrar

Muitas armas exigem uma quantidade mínima de estatísticas antes de serem equipadas. As armas também aumentam em eficácia com força ou sutileza. Você não precisa se comprometer com apenas um tipo de arma, mas provavelmente deve se comprometer com a força ou a sutileza como sua estatística de dano primária, o que lhe dará um grupo de armas para pairar ao redor.

Não se esqueça da resistência

Como é muito tentador apenas despejar fragmentos para aumentar seu status de dano o mais rápido possível, é importante investir em sua resistência também. Com a maioria das ações custando muito caro, você precisará de uma reserva sólida para permanecer no jogo. Além disso, pense em jogar alguns pontos em Haste, o que aumentará sua regeneração de resistência, entre outras coisas.

Fale com todos

Você encontrará um grande número de NPCs em Death’s Gambit que terão muito a dizer a você. Quando eles querem conversar com você, é importante fazê-lo. Os que estão no Santuário terão alguns itens para vender ou algumas habilidades para ensinar a você. Ambos valem o investimento em fragmentos.

Cuidado onde você balança sua arma

NPCs podem ser feridos por suas armas, então não vá balançando descontroladamente em lugares onde eles podem estar. Você não quer provocá-los ou matá-los acidentalmente.

Verifique os produtos da loja com frequência

Nem todo mundo que pode vender algo para você tem uma lista de itens que pode crescer ou mudar. Alguns sim, por isso é importante checá-los com bastante frequência. Alguns até vendem itens importantes que o ajudarão a progredir para certas partes bloqueadas do jogo.

Respeite seus inimigos

Cada inimigo no Gambito da Morte irá matá-lo se você der a oportunidade. Do grunhido mais humilde à abominação mais ameaçadora, todos eles têm apenas um objetivo: arrancar seu rosto. Trate cada um deles como se eles pudessem destruir você.

Fantasmas são ruins, mas fáceis de lidar

Você notará que existe um monstro em particular que simplesmente não parece sofrer danos, não importa que tipo de arma você use. A magia também não parece funcionar. Não se preocupe, porque há uma solução muito fácil para torná-los vulneráveis: Pedras do Sol. Eles são itens jogáveis ​​que lançam um pouco de luz onde quer que você os deixe cair, bons para iluminar espaços escuros. Mas se você jogar um em um fantasma, o fantasma se solidificará e poderá ser morto por meios convencionais. Pedras-do-sol caem de inimigos aleatórios, mas também podem ser compradas no carrinho de Jaco no Santuário por um preço barato.

Aproveite ao máximo suas penas

As penas fazem mais do que apenas curar. Algumas penas adicionam força ou reduzem os danos sofridos em uma certa quantidade. Algumas penas curam mais ou mais rápido. É importante descobrir como as novas penas podem afetar sua rotação para fornecer alguns ajustes de mudança de jogo.

Você também pode sacrificar algumas penas em Ídolos da Morte para dar a si mesmo um buff de força permanente, desde que permaneçam sacrificados. Isso deve ser aproveitado para obter o máximo de sua produção de dano contra chefes ou monstros difíceis.

Use seus items

Você encontrará muitos itens utilizáveis ​​no Gambito da Morte e ficará enrijecido se não trabalhar com eles em seu plano de jogo. As bombas de cristal são uma grande fonte de danos contra grupos de monstros. Olhos Abissais ajudam você a explorar a área à frente em busca de ameaças e segredos. Aproveite essas ferramentas.

Mantenha seus olhos abertos para segredos

Existem segredos EM TODA PARTE. Os becos sem saída costumam dar lugar a corredores misteriosos. Baús sofisticados são enfiados nos cantos e exigem plataformas habilidosas para serem alcançados. Sempre verifique as estradas menos movimentadas em busca de oportunidades para encontrar segredos.

Escolha sua classe inicial de acordo com as habilidades

Semelhante aos jogos Soulsborne, as classes iniciais em Death’s Gambit afetam apenas seu equipamento inicial e, neste caso, suas habilidades de personagem também. No entanto, só porque você começou o jogo como um mago, não significa que você não pode criar um personagem que use uma espada grande para causar um grande dano físico. Por causa disso, você desejará examinar todas as habilidades de cada classe inicial, bem como as estatísticas com as quais elas começam.

O Sentinel consegue empunhar qualquer arma com metade das estatísticas exigidas, enquanto o Nobre consegue um comerciante adicional para comprar itens no Santuário. Geralmente, você vai querer escolher a classe com a habilidade que melhor se adapta ao seu estilo de jogo, ou aquela que você acha que pode lhe dar um tempo mais fácil durante o jogo. Ao mesmo tempo, não negligencie as estatísticas iniciais se você já tiver uma construção específica em mente e quiser fazer o mínimo-máximo desde o início do jogo. Para iniciantes, o Sentinel e o Noble são escolhas decentes porque um recebe um aumento na Vitalidade enquanto o outro recebe um pequeno aumento na Resistência. Acólito da Morte é outra boa escolha, já que essa classe vem com a habilidade de restaurar ídolos da morte destruída, o que dá a você checkpoints extras para descansar.

Anote onde estão os baús

Conforme você avança pelo mundo em Death’s Gambit, você ocasionalmente encontrará baús dourados e escuros. Eles contêm itens muito valiosos que irão ajudá-lo em sua jornada e definitivamente vale a pena obtê-los. No entanto, existe um truque para realmente abri-los. O baú dourado só abrirá se você o alcançou sem usar um item de cura de seu último checkpoint, enquanto os baús escuros se abrirão se você puder causar dano suficiente enquanto ele regenera saúde.

Esses baús geralmente ficam escondidos em lugares de difícil acesso, e você pode precisar fazer um pouco de plataforma leve para chegar até eles, mas as recompensas valem a pena.

Explore além da sua zona de conforto

Death in Death’s Gambit funciona de forma bem diferente do que você esperaria em um jogo do tipo Souls. Em vez de perder todos os seus pontos de experiência ao morrer, você perderá um item de cura. Você receberá penas de pluma para recuperar a saúde e deixará cair uma pena no local em que morreu. Você pode voltar lá para pegá-lo ou apenas gastar alguns fragmentos em um ponto de descanso para recuperá-los. É impossível perder todas as penas permanentemente, já que você simplesmente terá que pegar várias penas onde morreu se você as deixou cair todas.

Com isso em mente, a exploração não deve ser tão assustadora. As penas podem ser apanhadas facilmente quando você morrer, e mesmo se você não quiser voltar, pode gastar cacos. Observe, no entanto, que a quantidade de fragmentos necessários para recuperá-los aumentará conforme seu nível aumenta. Sempre explore a área o máximo que puder e tente seguir caminhos que voltem na direção de onde você veio; as chances são de que você provavelmente encontrará um atalho que abre um novo caminho de volta ao Santuário.

Se acontecer de você morrer com uma tonelada de fragmentos, você sempre pode aproveitar esta oportunidade para subir de nível antes de voltar para recuperar suas penas.

Pegue o Enchanter o mais rápido possível

Alguns spoilers leves aqui se você quiser entrar completamente novo e não quiser saber como atualizar seu equipamento. Mas se você estiver lutando, é bom saber disso.

Em Death’s Gambit, NPCs no Sanctuary venderão itens, mas eles não comprarão seu lixo. Eles não atualizarão suas armas também; você precisa encontrar um encantador para isso. Se você estiver jogando como a classe Nobre, há um NPC à direita do ídolo da morte do Santuário que lhe venderá uma alabarda +5, sem perguntas. Mas para o resto de nós, o feiticeiro é sua única esperança.

Para chegar até ele, vá para o canto superior esquerdo do Santuário. Continue subindo e à esquerda, onde você lutará contra o chefe da Fênix, então continue à esquerda no Vale Obsidian. Esta área está cheia de armadilhas com espinhos, portanto, fique de olho no solo e no teto, pois eles causam muitos danos. Depois de encontrar os dois NPCs presos em gaiolas, faça seu caminho para cima e para a direita até chegar a um chifre com o qual você possa interagir, então volte para o início do Vale Obsidian e suba a escada que acabou de descer. Siga o caminho, derrote o chefe Tundra Lord e vá para a esquerda para desamarrar um NPC. Este é o seu feiticeiro e ele estará no Santuário na próxima vez que você o visitar. Ele desencantará seu equipamento indesejado com pedras da alma, que podem ser usadas para obter mais fragmentos ou ajudar a atualizar suas outras armas.

Classe: Soldado

Talento único : bloquear ataques inimigos concede energia à alma

Equipamento inicial :

Espada Larga de Aldwynn

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

Esta é a sua aula básica e completa que não se destaca em nada.

Se você quiser começar com uma espada que não tem uma animação de ataque maluca para aprender, o Soldier é uma classe básica aceitável , mas há opções muito melhores. Quase todas as outras classes têm algo melhor em termos de estatísticas e habilidades únicas.

Classe: Assassino

Talento único : esquivar-se de ataques inimigos concede energia da alma

Equipamento inicial :

Lâminas de ladrão

Cabo do Conscrito

Madeira Targe

Lucent Plume

Este especialista em combate de longo alcance precisa chegar bem perto para ganhar a energia da alma e ativar habilidades especiais.

Para os viciados em adrenalina com foco no corpo a corpo , isso pode ser uma classe inicial aceitável. No entanto, tenha em mente que o Acolyte Of Death tem uma Finesse inicial elevada e uma habilidade única melhor.

Classe: Wizard

Talento único : cura premia a energia da alma

Equipamento inicial :

Casting Tome

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

Ao contrário de muitos jogos de estilo RPG, o mago não aniquilará grandes grupos de inimigos com explosões gigantes de energia direto do morcego.

Ficar vivo como o mago é bastante difícil aqui, então troque para um arco o mais rápido que puder para atacar à distância em vez de usar uma espada.

Uma vez que a capacidade de abrir o peito gira inteiramente em torno de evitar a cura, este também é um dos piores talentos únicos para ganhar energia.

Classe: Sentinel

Talento único : Parrying premia energia da alma

Capacidade única : equipar armas e escudos com metade das estatísticas necessárias

Equipamento inicial :

Vados Longsword

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

Quando você é bom em aparar ataques , o Sentinel pode ser uma das melhores classes para escolher por causa da habilidade única de equipar qualquer coisa com metade das estatísticas necessárias.

Você não precisará investir nenhum ponto em Finesse ou Inteligência para usar as melhores armas e feitiços que existem.

O talento da alma não é tão bom quanto o Acólito da Morte, mas por outro lado esta é uma das opções de classe mais fortes .

Classe: Nobre

Talento único : usar itens premia a energia da alma

Capacidade Única : Obtenha acesso a um comerciante exclusivo

Equipamento inicial :

Aldwynn Halberd

Capuz do Magister

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

Dragonberry

Sangue de Gaia

Crow Plume

Embora você comece com vários itens extras para fazer uso da habilidade especial de alma do Nobre, em todos os outros aspectos, esta é uma das classes mais fracas . 

Simplesmente não há nada aqui para tornar esta classe mais atraente do que as outras, a menos que você realmente goste de usar itens e queira experimentar algumas opções de itens exclusivas.

Classe: Cavaleiro de Sangue

Talento único:  receber dano concede energia da alma

Habilidade única : recupere uma parte da saúde perdida ao lidar com danos com retaliações rápidas

Equipamento inicial :

Vados Machado

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

Esta classe oferece uma maneira muito diferente de jogar, já que se trata de um combate altamente agressivo e imprudente . Você quer ser atingido e imediatamente revidar com a maior freqüência possível.

Isso é um anátema para o seu jogo típico do Souls , então se você quer algo fora do normal, experimente esta classe. No entanto, para novos jogadores, você pode optar por outra coisa.

Classe: Acólito da Morte

Talento único : matar inimigos concede energia à alma

Capacidade única : restaurar pontos de salvamento quebrados

Equipamento inicial :

Foice Acólito

Cabo do Conscrito

Escudo Vados

Lucent Plume

A foice inicial tem um amplo alcance de ataque e grande animação de movimento para frente, o que pode ser muito útil em algumas situações, mas é difícil de dominar em combate normal.

Se você não preferir o estilo de ataque da foice, mude para uma arma diferente, como adagas ou feitiços de livro baseados em inteligência.

A capacidade de restaurar estátuas de salvamento quebradas é na verdade menos útil do que você imagina, pois há apenas alguns pontos no jogo em que isso significa menos retrocesso para retornar a um chefe difícil.

Ganhar energia da alma por meio de mortes diretas é onde a classe Acólito da Morte brilha , e a coloca um ponto acima do resto. Você estará absolutamente nadando em energia.

Quando usada de forma eficiente, esta é facilmente a melhor classe inicial, pois você pode ativar habilidades constantemente.

Referências:

Gamepedia, Game Skinny, Twinfinite, wikipedia.

E aí, o que acha deste game? Comente sobre Death’s Gambit.

Payday 2

Payday 2 é um videogame cooperativo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Overkill Software e publicado pela 505 Games. O jogo é uma continuação de Payday: The Heist em 2011. Foi lançado em agosto de 2013 para Windows , PlayStation 3 Xbox 360. Uma versão aprimorada do jogo, com o subtítulo Crimewave Edition , foi lançada para PlayStation 4 e Xbox One em junho de 2015. Uma versão para o Nintendo Switch foi lançada em fevereiro de 2018.

Dois anos após os eventos do jogo anterior, a turma do Payday chega à área metropolitana de Washington para realizar outra série de ataques. O jogador assume o controle de um dos vinte e um membros da quadrilha e pode executar assaltos sozinho ou com até três companheiros de equipe. O jogador pode participar de uma variedade de assaltos, incluindo, entre outros, assaltos a bancos, lojas e carros blindados , além de produzir e distribuir narcóticos. O jogo difere do anterior, permitindo muito mais personalização do jogador (esteticamente e em termos de jogabilidade), interface e experiência gráfica um pouco melhoradas, mais variedade e jogabilidade em níveis, e reformulou a mecânica furtiva.

Uma série da web foi produzida para promover o jogo. O jogo foi lucrativo somente com pré-encomendas e recebeu críticas positivas. Dia de pagamento 2: Crimewave Edition, que oferece gráficos aprimorados, novo conteúdo e todos os DLCs anteriores, foi lançado para PlayStation 4 e Xbox One em junho de 2015. 

Gameplay 

O jogo consiste em uma variedade de ‘assaltos’ que um jogador pode optar por realizar sozinho, com a IA ou como parte de um jogo multiplayer. Existem assaltos como assaltos a bancos, corridas de tráfico de drogas, fraudando uma eleição ou roubando ogivas nucleares contrabandeadas. Alguns dos roubos colocam uma grande ênfase na furtividade, geralmente levando a pontos de experiência de bônus e dinheiro na conclusão, e certos roubos só podem ser feitos com furtividade.

O menu de seleção de nível é denominado site fictício, Crime.net, onde as missões aparecem periodicamente como contratos em um mapa de Washington, DC . O jogador pode pegar um contrato aberto, entrar em um contrato que outro jogador possui. iniciado ou comprar um contrato com dinheiro do jogo em uma conta bancária offshore. Existem sete níveis de dificuldade: Normal, Difícil, Muito Difícil, Overkill, Mayhem, Death Wish e Death Death (anteriormente One Down), com mais dinheiro e experiência pagamentos para níveis de dificuldade mais altos. Atualmente, existe uma opção para ativar a função “One Down” em qualquer dificuldade, o que significa que os jogadores só podem cair uma vez antes de ficarem em custódia (sobem até dois downs com a habilidade “Nine Lives” aced). Independente da dificuldade, estava a condição “pro job” – os profissionais oferecem experiência adicional, mas não podem ser tentados novamente se os jogadores falharem. Mais tarde, os Pro Jobs foram removidos em uma atualização. Alguns contratos no dia do pagamento 2 ocorrem em vários dias, sendo que cada dia é representado por um nível separado com objetivos diferentes. Após alguns dias de assaltos serem concluídos em ‘alto’ (no qual o alarme tocou), o jogo pode adicionar um nível de fuga, onde os jogadores a fuga original é frustrada e eles devem sobreviver para chegar ao refúgio de backup.

Muitos trabalhos no Payday 2 podem ser concluídos furtivamente. Se os jogadores evitarem ser pegos na câmera, escaparem ou matarem silenciosamente os guardas de segurança, não mate mais de quatro guardas com pagers (o número de pagers pode ser reduzido por meio de modificações no modo de jogo “série de crimes”) e evite que testemunhas civis chamem o polícia, o alarme não será acionado e os jogadores receberão um bônus de experiência. Caso contrário, os jogadores terão que atingir seus objetivos, realizar qualquer pilhagem que encontrarem até um ponto de queda e, em seguida, alcançar seu ponto de fuga sob a pressão de constantes ondas de assalto policial. A maioria dos inimigos são unidades da SWAT provenientes da polícia de DC e , em seguida , empresas de segurança privada do FBI SWAT , GenSece finalmente o DHS à medida que a dificuldade aumenta. Misturadas com estas estão unidades especiais; todas as versões do Payday 2 incluem o ” Shield ” e o ” Taser ” – ambos nomeados por seu equipamento de assinatura, o “Bulldozer” – um membro da equipe SWAT em um traje modificado à prova de balas e atiradores de elite. A Crimewave Edition e a versão para PC incluem o “Cloaker” – um especialista em infiltração e combate corpo a corpo . Exclusivas para as edições PC e Crimewave são as torres de van SWAT quase indestrutíveis, capazes de negar área, um médico capaz de devolver um executor à saúde total, sem efeitos de status, e o capitão Winters, um policial veterano bem protegido que sustenta ataques e lustra inimigos até que ele possa ser expulso.

Se um jogador sofrer muito dano, ele será derrubado e incapacitado. Se ninguém os ajudar a fazer backup, ou se forem derrubados várias vezes sem curar através de uma “bolsa de médico”, eles serão levados em custódia. Em níveis de dificuldade mais baixos, os jogadores sob custódia acabam ficando fora de custódia após um período de tempo determinado, mas, caso contrário, seus companheiros de equipe devem tomar um refém para negociar para recuperá-los no jogo. Um trabalho falhará se todos os jogadores estiverem abatidos ou sob custódia (mas alguns trabalhos têm condições únicas de falha, como o único assalto alto, Cook Off, adicionando o ingrediente incorreto e explodindo o laboratório de metanfetamina).

No final de cada roubo, o jogador recebe uma tela com três cartas, uma das quais deve ser escolhida pelo jogador (chamada de “Dia do Pagamento”). Esses cartões de bônus podem ser modificações de armas, máscaras, cofres, cores ou materiais para máscaras, experiência de bônus ou dinheiro. Os jogadores podem comprar e personalizar máscaras, embora sejam puramente cosméticas e não tenham efeito na jogabilidade.

Durante o jogo, os jogadores acumulam dinheiro e experiência. O dinheiro é dividido em duas partes. 20% do dinheiro é dado ao jogador para gastar em armas, máscaras e habilidades, e 80% é colocado na “Conta Offshore” do jogador, que se destina como parte da história a ser o fundo de aposentadoria do jogador, no entanto, o jogador pode usá-lo para comprar roubos de um corretor, comprar cartões de bônus sem realizar um roubo, tornar-se infame ou um jogador pode pressionar um botão em seu esconderijo para ‘queimar’ tudo.

Durante o 4º dia do evento “The Search For Kento”, o modo de jogo Crime Spree foi adicionado, no qual os jogadores completam assaltos simultaneamente para ganhar grandes recompensas. À medida que o jogador completa os assaltos, sua classificação na série de crimes aumenta, com a quantidade de classificações variando, dependendo do assalto escolhido. A cada 20 fileiras, os jogadores devem escolher modificadores para alto, e a cada 26 fileiras devem escolher modificadores para discrição, tornando os assaltos cada vez mais difíceis e a cada 50 fileiras, a saúde e o dano do inimigo aumentam. Iniciar uma nova onda de crimes sem pontos custa 0 moedas continentais, mas iniciar uma série de crimes em um determinado ponto pode variar no custo das moedas continentais, de 20 fileiras para 10 moedas continentais a 40 fileiras para 20 moedas, até a maior pontuação pessoal do jogador crimespree por uma certa quantia. Ao escolher um assalto, os jogadores precisam escolher entre um dos três roubos dados a eles, mas podem optar por rolar novamente os roubos por 6 moedas continentais. Os jogadores não recebem suas recompensas automaticamente; em vez disso, podem optar por encerrar sua onda de crimes, dando-lhes todas as recompensas, incluindo saque, cartões de bônus do dia de pagamento e moedas continentais. Se um jogador falha em um assalto ou seu jogo é encerrado durante o assalto por qualquer motivo, sua série de crimes não pode mais continuar e eles podem optar por pagar uma certa quantia de moedas continentais para retomar a série de crimes ou finalizá-la. Aceite as recompensas. Na classificação 0, todo assalto começará na dificuldade “Overkill”, mas os modificadores podem aumentar a dificuldade até mesmo acima de “Sentença de Morte”. Durante a parte de pré-planejamento dos assaltos, certas “Gage Perks”

À medida que os jogadores ganham pontos de experiência, seu nível de reputação aumenta. Quando o nível de um jogador aumenta, ele ganha pontos de habilidade, permitindo que ele compre habilidades e bônus de árvores de habilidades que representam cinco arquétipos e estilos de jogo criminosos. Eles têm dois estágios: Básico e Avançado. Não é possível maximizar todas as árvores e os jogadores geralmente são incentivados a misturar e combinar habilidades de cada árvore para maximizar a utilidade. Os jogadores também recebem “pontos de vantagem”, proporcionalmente à sua experiência adquirida, que pode ser usada para desbloquear bônus adicionais de 17 “baralhos de vantagem”. Os jogadores podem alternar entre 15 perfis de habilidades, baralhos de perk, armas e equipamentos sem nenhum custo antes de iniciar um assalto.

Quando um jogador atinge o nível 100, ele pode aumentar seu nível de “Infâmia”, até 25 (a partir de 5 de janeiro de 2020; há apenas cinco níveis de Infâmia no PS3 e Xbox 360). Tornar-se infame concede ao jogador acesso a árvores e itens de habilidades especiais e oferece poses especiais nas telas do lobby. No entanto, aumentar o nível de Infâmia faz com que eles percam todo o dinheiro e experiência em gastos, e uma quantia de US $ 200.000.000 é deduzida da conta offshore até que eles atinjam o nível 5 de Infâmia (tornando-se infame após esse ponto ser gratuito)

No que você precisa ficar de olho

A importância de um roubo furtivo: Payday 2, em essência, não é um jogo 100% furtivo, mas é importante manter a discrição por dois motivos: em muitos assaltos de múltiplos dias, completar o primeiro deles sem chamar a atenção garante que o resto da operação seja mais amena, e não envolva fases de Escape, em que é preciso levar malas de um lado da avenida para o outro, enquanto é atacado por hordas de policiais.

A outra importância é que fica mais fácil completar objetivos secundários da missão (que geralmente envolvem coletar mais malas de dinheiro, joias, quadros ou drogas que o previamente planejado). Fazer mais de uma viagem entre o prédio e a van de fuga pode ser um desafio e tanto se você já está sendo atacado por guardas.

O extra garantido ao cumprir essas missões laterais não é grande coisa nos primeiros níveis e menores dificuldades, mas em missões avançadas no modo Overkill, elas fazem uma diferença notável na hora de contar o dinheiro.

Armas e coletes: os dois principais equipamentos do jogo funcionam como em qualquer game de tiro. Armas garantem balanços distintos entre poder de fogo, rapidez de disparo e coice, que ditam seu uso entre curta, média ou longa distância. Autoexplicativo se você já tem familiaridade com o gênero. Coletes, bem, protegem. Mas ambos dividem dois elementos que qualquer jogador atrás de um roubo furtivo precisa atender.

O primeiro deles é Visibility, ou sua capacidade em não chamar a atenção. Entrar apenas de terno – como é o padrão do jogo – te dá pouca defesa, mas te deixa mais difícil de ser detectado. Armas menores são mais facilmente escondidas, mas podem ser uma péssima opção para combates a longa distância, principalmente contra snipers. Combine um colete pesado com rifles de assalto, e os civis e policiais vão responder mais rápido no momento em que você iniciar o assalto, antes mesmo de vestir a máscara.

Mobility, ou peso, também é um fator importante. Payday 2 é um jogo que te obriga a ter um bom controle de toda a situação e ser capaz de responder a emergências com agilidade é vital, seja para ajudar a derrubar um policial ou garantir que nenhum dos civis vai dar com a boca no trombone. Em missões mais voltadas para a furtividade ou que envolvam a necessidade de se abrir múltiplas portas ou cofres, a habilidade de ir e vir é fundamental. Desconsidere ambos se você estiver em uma missão naturalmente mais caótica como Mallcrasher, claro.

De toda forma, usar ou não um colete é uma opção simples (se você quer ser furtivo, significa que a hora em que as balas estiverem voando, o plano já falhou, então leve apenas o terno). O arsenal já é um pouco mais maleável, já que algumas modificações garantem que uma mesma arma possa variar em ambos os elementos. Tente balancear sua necessidade furtiva com uma boa capacidade de causar dano para garantir que você não precise gastar muitas balas para derrubar um único alvo. Na dúvida, mire sempre na cabeça.

Sons e detalhes: toda a destruição que você causar pode chamar atenção alheia, tanto de policiais quanto de civis. A única solução discreta é usar o Lockpicking na hora de abrir portas, mas vale lembrar que o processo pode ser bem demorado. Sua furadeira também é visível, então elimine qualquer um no campo de visão dela.

Os cuidados com som são um pouco mais complexos: correr ou quebrar vidraças geralmente não chamam atenção. De resto, tudo pode causar problemas, do barulho de furadeiras até, claro, explosões. Silenciadores abafam o som dos tiros, mas não o elimina. Um tiro acertando uma parede também pode ser uma preocupação, assim como o disparo de um guarda nervoso. Se houver a opção, tente derrubar um guarda na base dos socos, senão, como já falamos, tente eliminá-lo em um único tiro. E nunca esqueça de marcar a posição dos seguranças para deixar todo o time ciente do perigo.

O que pode atrapalhar seus planos

Câmeras: é importante conferir a posição de todas as câmeras no mapa, já que elas percebem movimentos suspeitos, corpos ou reféns, garantindo que logo os homens da lei estarão batendo na sua porta. Claro, é preciso entender a relação: as lentes veem algo estranho, alguém confere isso e faz a ligação para a polícia. O papel do seu time é garantir que essa ligação não seja feita. Todos os mapas, com exceção de Four Stores, contam com uma sala de controle em algum lugar, então é aconselhável deixar com que o Ghost do time se certifique de estar na posição para eliminar o guarda responsável pelas câmeras no momento em que o assalto começar. Se a opção não estiver disponível, invista em ECMs para desabilitá-las temporariamente ou, na pior das hipóteses, destrua-as (isso chama um bocado de atenção, mas pode dificultar a vida dos policiais em te caçar).

Pagers policiais: então você matou aquele segurança nos fundos da loja de joias e está se achando o George Clooney em Onze Homens e um Segredo? Legal, mas você se certificou que o pager dele não vai receber nenhuma ligação de seus superiores? Pois é. Sempre que você eliminar um guarda no início de um assalto, certifique-se de responder seu pager. Caso contrário, o silêncio garante que uma força policial seja chamada ao local.

Mas tem uma coisa: apenas dois pagers podem ser respondidos pelo time inteiro. Se houver a necessidade de lidar com um terceiro, os alarmes serão ativados automaticamente. A habilidade Smooth Talker do Mastermind garante que ele sozinho possa atender um ou dois pagers extras, o que é uma boa opção já que toda fase costuma ter três, quatro ou mais guardas. Outra saída é usar o Mastermind para forçar um oficial a se render, mas essa costuma ser mais arriscada, uma vez que não há 100% de sucesso na tentativa de intimidação.

Celulares:  esse é o meio que os civis usam para alertar a polícia, e de longe, o elemento mais imprevisível do assalto. Qualquer pessoa dentro do prédio que ficar muito tempo sem ser vigiada pode fazer uma ligação, e o pior: qualquer um andando lá fora, na rua, pode notar algo estranho e chamar a polícia.

A única maneira de contra-atacar isso é algemando o maior número possível de civis e usando um ECM para interromper o funcionamento de aparelhos eletrônicos na área. Matar reféns não é a opção mais interessante, pois a violência pode resultar em grande perda de dinheiro no final do roubo.

O papel de cada classe do jogo

Mastermind: investindo nesta Skill Tree você pode ter desconto na compra de assets ou mesmo acesso a itens exclusivos na etapa pré-assalto (lembrando que só é possível comprá-los como host das partidas). Além disso, esta é a melhor classe para controlar multidões: quando bem evoluído, você tem acesso a cinco algemas e maior alcance de influência com cada grito ou ordem.

Isso significa que o papel do Mastermind em uma boa partida está relacionado à etapa inicial e, no decorrer do roubo, a garantir que nenhum alarme, celular ou pager seja acessado. Na pior das hipóteses, cabe a ele minimizar a chance que algum desses elementos entregue o assalto, ganhando tempo para seus colegas.

Outra habilidade útil é a chance de intimidar guardas. Diferente do primeiro jogo da série, esta não é mais uma habilidade universal, exigindo uma skill específica para usá-la. De resto, as regras de Payday: The Heist voltam a valer: não é possível intimidar unidades especiais; você pode melhorar as chances de intimidar um guarda, policial ou SWAT se ele já estiver ferido e se não houver outro policial em sua linha de visão. Seu valor em evitar um tiroteio nos primeiros minutos, portanto, é inegável.

Enforcer: apesar de ser a classe mais focada em ataque, o Enforcer traz debaixo das mangas uma maneira muito bem-vinda de agilizar certos furtos: uma serra portátil. Com ela é possível abrir boa parte das portas e cumprir objetivos com maior rapidez. Exemplos envolvem as caixas de depósito em Bank Heist e as grades de contenção que guardam os quadros em Framing Frame.

Jogadores interessados na vantagem, entretanto, precisam se lembrar: a serra ocupa um espaço do inventário como se fosse uma arma, então, literalmente, você vai ter que sacrificar poder de fogo pela ferramenta.

Ghost: furtivo por natureza, um Ghost pode se mover com agilidade e de forma silenciosa, mas também pode ser equipado com maior defesa e poder de fogo (submetralhadoras ainda são o ideal para a classe, vale salientar). Seu papel no assalto envolve geralmente desarmar sistemas de segurança ou impedir temporariamente a ação de pagers, alarmes, câmeras e celulares.

Sua ferramenta principal é o ECM, cujo campo eletromagnético desabilita equipamentos eletrônicos próximos. A ação é temporária, então o ideal é cumprir a missão rápido se você precisar depender dele. Um bom momento para usá-lo é geralmente logo no começo, evitando que civis ou guardas acessem seus celulares e pagers. A partir daí, você tem uma meta de tempo para concluir o que for necessário e partir sem precisar causar alarde. É um truque especialmente prático para missões rápidas, como Jewelry Store e o primeiro dia de Framing Frames.

Além disso, um ECM bem evoluído pode paralisar inimigos por alguns instantes e, mais importante, abrir automaticamente portas travadas eletronicamente, sem precisar de furadeiras barulhentas ou cartões especiais. É especialmente útil para acessar salas de segurança e desabilitar os sistemas locais definitivamente. O ECM, entretanto, tem uma chance de alertar guardas, então seu uso não está livre de riscos.

Technician: C4 é o nome do jogo, baby! Mas não pense em explodir pessoas com ele. O ideal é evoluí-lo para conseguir arrombar cofres (um deles é o bastante para os menores e quatro dão conta dos cofres grandes). Porém, para sequer usar o C4 como algo além de uma mina, é preciso investir em 12 níveis, o que significa que você vai passar um bom tempo de jogo evoluindo e gastando experiência, e terá que sacrificar, nesse decorrer do tempo, melhorias para turrets e furadeiras. Um Technician pode conseguir acesso a drills mais silenciosos, o que pode vir a calhar no futuro, então saber escolher é a chave.

Spending Cash

Spending Cash seria grosseiramente falando, o dinheiro mesmo, o Dollar, o dinheiro que você gasta consigo mesmo.

Com o Spending você poderá gastar no seu personagem, comprando e editando máscaras por exemplo e também gastará em armas e modificações para as mesmas.

O Spending Cash é mais difícil de conseguir do que o Offshore, você ganhará com menos frequência. Por exemplo, é comum você ganhar 6 Mil de offshore e 1 Mil de spending no final de uma partida. A diferença de valor ganho é grande. Portanto se está iniciando agora, procure não gastar com porcarias.

Offshore Cash

O Offshore você não poderá gastar em máscaras e armas, diferentemente do Spending, o Offshore você gastará para comprar salas. Sim, cada missão é paga, se você entrou em algum servidor já feito, saiba que alguem pagou pela missão, assim como você pagará para seus amigos quando ficar full no game.

Como dito anteriormente, o Offshore é recebido em maiores quantidades, porém, é muito fácil você gastar ele de uma vez. Quando você vai comprar uma missão, quanto mais difícil você coloca, mais caro é, mas mais lucro você terá. Mas, como estou falando com iniciantes, procure por missões mais fáceis para pegar confiança e se familiarizar com o game.

Melhores armas e Mods

Caso você não tenha absolutamente nenhuma DLC, o que é comum já que o jogo base foi dado de graça uns meses atrás, você com certeza está usando as armas padrões. Mas já se perguntou qual é a melhor arma padrão pra usar?

A melhor arma padrão não está liberada logo de cara, estou falando da AK Gold. Para conseguir desbloquear ela e vários outros itens, é muito simples, você deve ir até a página do jogo (com o jogo fechado) e clicar em “seguir”.

Feito isso você pode abrir seu jogo normalmente e receberá vários itens exclusivos, incluindo a AK Gold.
Você poderá editar a arma desde que tenha mods disponíveis para rifles AK. Tome cuidado pois as Aks desse jogo não possuem muita bala e você com certeza ficará sem munição se sentar o dedo!

Skills e Perks

Esse tópico é um pouco mais complicado de explicar, então usarei imagens para que fique mais claro.

O primeiro erro que um novato comete no game é misturar as skills de Loud e as skills de Stealth no mesmo set

Como assim? Tem como separar? Sim, tem como e é aí que você melhora seu personagem em 100%.

A primeira coisa que você deve fazer para separar suas Skills, é abrir o Set no inventário, desse jeito:

Depois de abrir suas skills, você deverá apertar no botão superior direito “Switch Skill” ou simplesmente a tecla “S”

Feito isso, abrirá uma janela para que você troque e compre Sets de skills. Para começo de conversa 2 está de bom tamanho, um para Stealth e um para Loud. Assim você podera aproveitar seus pontos ainda mais para cada um deles. Quando for jogar Stealth, selecione suas skills de Stealth e quando for jogar Loud, selecione suas skills de Loud. Easy Peasy!!

Infamous

Infamous é o mais desafiador nível do PAYDAY 2, está preparado para encarar 2500 níveis? ÓTIMO!

Quando um jogador chega ao nível 100, ele tem a opção de se tornar o primeiro nível infamy. Legal, mas o que isso significa exatamente? Isso significa que o jogador perderá a maioria das coisas que conquistou até agora, isso inclui: nível (sim, você voltará para o nível 0), dinheiro, skills e perks, porém, não inclui armas e máscaras. Você apenas terá que conseguir o nível adequado para poder usar cada arma novamente.

Quando um jogador começa seu primeiro nível de Infamy, ele receberá um bônus de XP por partida, e esse bônus só aumenta a cada nível! Ou seja, você não sofrerá o tanto que sofreu para pegar o nível 100 pela primeira vez e sofrerá cada vez menos, até o nivel XXV do infamy.

Sem contar o XP extra, o jogador também poderá desbloquear Skills Infamous! Skills super boas e úteis que apenas jogadores com esses níveis podem obter!

Para um jogador ir do infamy I para o II ele deverá chegar ao nível 100 como infamy I, recomeçando tudo, e de novo, e mais uma vez, e outra, e outra, até chegar no majestoso e tão desejado XXV-100.

Os 5 primeiros níveis de Infamy (I, II, III, IV e V) o jogador perderá todo seu dinheiro, incluindo Offshore. A partir do Sexto nível de infamy isso não acontecerá mais, mas você ainda perderá suas skills!

Sei como isso pode ser chato, especialmente no começo. Por isso vou dar algumas dicas para você se sair bem no seu primeiro nível Infamy.

Perderei todo meu dinheiro, como comprarei salas pra jogar então?

Você perderá tudo, ou seja, compre o máximo de armas caras possíveis, compre a arma mais cara do jogo até seu dinheiro acabar. Faça um estoque delas no seu inventário e então vire infamy. Assim que seu dinheiro sumir, você volta no inventário e vende as armas que comprou!
Sim, você perderá dinheiro, pois não irá vende-las pelo preço de compra, mas é melhor que nada!

Mais Missões, Mais Dinâmicas

Em Payday 2, há cinco vezes mais cenários do que em Payday: The Heist, acessíveis por meio do nosso novo sistema dinâmico de distribuição de missões, Crime.Net. A Crime.Net é a central de missões onde os jogadores podem escolher entre uma grande variedade de dificuldades, cada uma fornecendo, proporcionalmente, mais dinheiro e experiência conforme os riscos aumentam. As missões em si são insanamente dinâmicas e aleatórias, então tudo muda, incluindo a posição das câmeras de vigilância, o número de civis, a posição do cofre e até o local onde o carro de fuga aparece (isso quando aparece!). Isso adiciona muita longevidade à experiência de Payday. Temos inclusive serviços que duram mais de um dia, então podemos mudar os mapas durante um grande roubo ou até mesmo interrompê-los dinamicamente com um mada completamente novo (chamado de “fuga”) se as coisas começarem a dar muito errado em um roubo. Você não vai querer acabar sangrando e de cabeça para baixo dentro do seu carro quando deveria estar tomando alguns drinques no esconderijo.

O Esconderijo

Quer um lugar seguro e praticar a sua habilidade de abrir fechaduras sem levar um tiro na cara? Ou admirar as suas pilhas de dinheiro no seu próprio cofre? Ou testar algumas das novas modificações para a sua arma? Vá para o seu esconderijo onde tudo isso (e mais) está disponível para você.

Dicas para quando o plano vai pelos ares

Mate um Shield o quanto antes. Ele pode não causar muito dano, mas é o único inimigo que pode te balear constantemente e sair impune, o que o faz o pior adversário do seu precioso escudo.

Plante uma turret no campo de visão de uma unidade especial e ela irá se focar automaticamente em seu amiguinho mecânico, abrindo espaço para que seu time ataque sem se colocar na linha de disparo inimiga.

Três vezes derrubado e é cadeia para qualquer um dos integrantes do time. É possível zerar esse contador toda vez que você consome um suprimento médico. Levar Masterminds munidos de Medical Supplies é uma boa maneira de garantir um bom ataque.

Reféns tem o óbvio valor de item de troca caso algum dos seus companheiros seja preso, mas eles têm uma utilidade extra: quanto maior for o número de reféns e civis ainda dentro do prédio, mais receosa a polícia fica em enviar novos grupos de assalto, e mais tempo os jogadores terão entre cada ataque. Dessa maneira, você tem um maior intervalo para concluir seu roubo sem precisar se preocupar com ondas de policiais na sua cola.

Tendo problemas em abrir um cofre no calor do momento? Lembre-se que, para escolher outras ações enquanto arromba o cofre, é preciso mirar em seu centro!

Lembre-se: atirar na direção geral de um policial serve para suprimir suas ações, e ele pode parar de atirar por algum tempo. É um bom truque para se mover de um lado para o outro.

O Bulldozer é seu pior pesadelo, por isso você não vai querer encará-lo. Muito pelo contrário: mire todos os seus tiros no visor de seu capacete para minimizar tempo de combate e use explosivos (um C4 bem posicionado mata um deles na hora). O mesmo vale para qualquer unidade de armadura.

Referências:

Playstation Blog, Steam Community, techtudo, wikipedia.

Killing Floor 2

Killing Floor 2 é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa e sobrevivência cooperativa desenvolvido e publicado pela Tripwire Interactive. É uma sequência do jogo Killing Floor de 2009. Uma versão em acesso antecipado foi lançada para Microsoft Windows em abril de 2015 e o jogo foi lançado oficialmente em novembro de 2016 para o Windows, Playstation 4, e Xbox One. O jogo utiliza uma versão altamente modificada da Unreal Engine 3 da Epic Games. O jogo está previsto para ser lançado para Linux e SteamOS.

Jogabilidade

Killing Floor 2 é um jogo eletrônico de tiro em primeira pessoa, que pode ser jogado sozinho ou cooperativamente com até seis jogadores. O jogo é baseado nos eventos de Killing Floor, onde um surto mortal da empresa de biotecnologia Horzine criou Zeds (criaturas semelhantes a zumbis) que se espalharam rapidamente pela Europa, paralisando a resposta da União Européia. Em Killing Floor 2, que acontece um mês após os eventos do primeiro jogo, o surto se espalhou para além da Europa, fazendo com que os governos entrassem em colapso e os sistemas de comunicação falhassem.

A jogabilidade consiste em jogadores que lutam através de ondas contra Zeds. À medida que as ondas passam, a contagem de inimigos aumenta dependendo do número de jogadores, e diferentes tipos de inimigos são introduzidos até a a onda final que culmina em uma luta contra um chefe. O personagem do chefe será determinado aleatoriamente no início da última onda, com cada chefe possuindo estratégias diferentes para derrotá-lo. Os jogadores estão equipados com armas corpo a corpo e armas de fogo, uma seringa de cura e um soldador usado para bloquear passagens. Armas aleatórias, munições e armaduras podem ser encontradas explorando o nível, embora os jogadores tenham uma quantidade limitada de peso que possam transportar.

Quando os jogadores matam um Zed, eles ganham dinheiro e pontos de experiência no jogo. Conseguindo realizar certos tipos de mortes, como um tiro na cabeça, fará com que o jogo entre em um “zed time”, um período de segundos onde todas as ações do jogo para todos os jogadores são mais lentas, o que para os jogadores pode ser usado para mirar cuidadosamente o próximo tiro ou iniciar um curso de ação diferente. O jogador pode sofrer danos dos Zeds, e podem ser regenerados utilizando sua própria seringa médica em si mesmos ou possuir outro personagem usando o deles, entre outros itens de cura. Uma vez que a saúde de um jogador é drenada, o personagem do jogador morrerá e eles não irão reaparecer até o final da onda atual; Se caso todos os jogadores estiverem mortos simultaneamente, a missão falha. Os jogadores ganham um bônus monetário por sobreviver a uma rodada, que podem ser usados para comprar e vender armaduras corporais, munições e armas em uma loja que só está aberta por um tempo limitado entre as rodadas. As partidas do jogo podem ser configuradas com base no número de rodadas antes da luta contra o chefe e em quatro níveis de dificuldade. Um patch lançado no início de 2016 incluiu uma opção de dificuldade dinâmica, onde um “Controlador de Jogo” do computador poderá alterar a força de ataque das ondas subsequentes, tornando-as mais fáceis ou difíceis, com base no desempenho atual dos jogadores.

Antes de iniciar uma partida no jogo, o jogador pode selecionar um dos vários perks que representam classes básicas de combate (como “médico de campo”, “comando” ou “suporte”) que possuem várias habilidades distintas, como melhores danos com tipos específicos de armas, curando outros personagens ou soldando portas de forma mais eficaz. No meta-jogo, os jogadores ganham pontos de experiência para o personagem obter níveis de experiência em qualquer um dos perks, bastando que eles realizem ações relacionadas a classe do perk específico; Por exemplo, curar outros jogadores resultará em ganho de experiência em “médico de campo”, mesmo que o jogador não use o perk de “médico de campo”. A maior parte da experiência é obtida utilizando armas específicas para tais classes, como armas explosivas para a classe de “demolições”. Cada nível aumenta as estatísticas de habilidades básicas do personagem do jogador quando eles usam o perk, enquanto a cada cinco níveis, o jogador pode habilitar uma das duas habilidades específicas em seu personagem. Elas consistem em uma combinação de habilidades passivas e ativas, incluindo algumas que podem beneficiar os outros membros da equipe. Os jogadores também têm a capacidade de configurar seu personagem no jogo através de uma série de pessoas pré-fabricadas e opções para coloração e acessórios de roupas, embora estes não tenham impacto na jogabilidade.

Um patch de abril de 2016 adicionou um modo de jogador versus jogador, no qual um ou mais jogadores assumiram o papel de um Zed para matar os jogadores mercenários. Os jogadores baseados em Zed são capazes de utilizar as habilidades dos Zeds como estão apresentadas no jogo, como, por exemplo, um Stalker Zed que permanece invisível enquanto não está atacando.

Primeiros passos

O menu principal de Killing Floor 2 apresenta algumas opções para você selecionar o tipo de partida que vai entrar, personagem, classe e cenário. Nele, é possível selecionar o modo single player, escolher salas ou entrar em alguma partida em andamento.

Na aba “Privilégio”, você pode selecionar a classe que utilizará no game (Brutamontes, Comando, Suporte e Médico de Campo), além de poder escolher quais skills serão ativadas.

Conforme você avança no game, consegue destravar cada vez mais skills para o personagem. É importante que você escolha uma classe que melhor se adapte ao seu jeito de jogar. Na aba “Itens”, você pode escolher qual é o personagem, além de personalizar o visual.

O modo “Sobrevivência” tem como objetivo durar as várias ondas de inimigos que surgem pelo cenário. Matando os inimigos, você vai acumular experiência e dinheiro. Ao final de cada rodada, sinalizadores indicam o caminho até uma loja, onde você pode comprar munição, novas armas e coletes para se proteger.

Número de rodadas

Nas configurações do jogo existem a opção de quantas ondas queremos enfrentar em nossas partidas, temos as curtas que duram até 4 rodadas, na média 7 rodadas e na larga que são 10 rodadas.
A cada rodada o número de inimigos aumentam e novos tipos de Zeds são acrescentados, a partir da 5° o jogador recebe o primeiro Large Zed chamado de Scrake e na 6° ele aparece com seu grande amigo Flesh Pound e nas rodadas em diante eles aparecem em maior número.

Escolhendo a dificuldade

Existem quatro dificuldades, Normal, Hard, Suicidal e Hell on Earth

Cada dificuldade o número de Zeds aumentam, além de seus status, ou seja, se um Zed tem 50 de HP no Normal na dificuldade Hard ele terá 120 e por ai vai. Mas também devido ao aumento do número de jogadores nas partidas, além do número de Zeds aumentam seus status também aumentam, elas ficam mais fortes e tem mais vida para aguentar até 6 jogadores, principalmente os Large Zeds.

No jogo existem Perks que seriam as classes de personagem no jogo e cada classe possui seu level, portanto, cada dificuldade é recomendada para um level especifico, é obvio que jogadores mais experientes podem usar classes de níveis baixos nas dificuldades mais difíceis, mas isso não acaba funcionando direito devido que a classe por ser fraca demais não consegue atender a demanda para a sua equipe. Mesmo que use as armas mais fortes, ela não fará o mesmo dano que a mesma classe num nível mais alto consiga fazer e por ser mais fraca também, morre pelos monstros mais fortes ou até médio com poucos golpes, o que acaba complicando ainda mais o trabalho da equipe.

Montando seu grupo

Uma boa maneira de conseguir sucesso durante as partidas é montar um bom grupo, nas duas primeiras dificuldades não é tão necessária um Field Medic e um Berseker (isso, se os jogadores jogarem muito bem como equipe), mas a partir das duas últimas essas duas classes são mais que obrigatórias, um time dificilmente dura até o chefe sem essas duas classes. Mesmo assim é muito bom ter um time bem diversificado para poder agir de modo mais fácil, com cada um mantendo a sua função. Como o game tem um ótimo elemento cooperativo, é essencial uma boa comunicação e sem brigas durante as partidas, senão o resultado é morte eminente.

Rotação

A rotação do jogo também é um fator bastante útil e importante para o game, o time deve se espalhar e ficar em todas as áreas possíveis da área que eles estão, é basicamente estupidez ficarem se movendo porque os monstros irão ficar surgindo de todos os quantos e isso não serve. Como pode ser ver na imagem é necessário ficar em um espaço com cada membro olhando cada direção e cada jogador também precisa respeitar o espaço do colega para não ocorrer nenhuma trava. Lembre-se: É inimigo que vai até o jogador, e não ao contrário.

Os únicos motivos para se quebrar uma rotação é quando realmente vocês perderem território para os Zeds e precisam se reagrupar em outro lugar, vale lembrar também que em momentos que aparecem os Large Zeds é importante um (apenas um mesmo) ficar segurando os Zeds menores para não atrapalhar os que cuidam dos grandões. Existem também localizações especificas que eu posso apelidar de locais Você não vai passar onde os jogadores fazem uma filha e encaram os Zeds de cara, onde um Berserker fica na frente cuidando do time e o Field Medic fica curando ele.

Uma ajudinha monetária

Pressionando o botão “B” o jogador joga um maço de dinheiro (50 dosh cada maço) que podem servir para ajudar aos companheiros, algumas classes são mais favorecidas a esse aspecto, como os Berserkers que não precisam de muito equipamento e com isso podem doar montanhas de dinheiro para seus colegas quando necessário.

Além do dinheiro, também é possível jogar as armas dos aliados caídos para salvar para eles (Botão “BackSpace”).

Um ombro amigo

Um item que todas as classes possuem é uma seringa de médico sem necessitar da ajuda do mesmo que serve tanto para curar de maneira rápida (Pressionando “Q”) ou curar os aliados, porém é necessário que o mesmo esteja parado para o item funcionar.

Itens pelo mapas

Durante as partidas existem os itens que são colocados no mapa de maneira aleatória em pontos especificos dos mesmos, geralmente são itens báscios de algumas classes (Commando, Support, Berserker e Neutral, nada mais avançado que passe do primeiro tier, fora itens como caixa de munição, colete, katana e a pistola básica (lembrando que pegar duas pistolas iguais você carrega as duas ao mesmo tempo).

Os itens duram uma rodada apenas, caso você não pegue até o final do intervalo para a próxima rodada provavelmente ele irá sumir (isso se ele não tiver sido colocado para a próxima rodada em questão).

Munição durante combate contra chefes tem alto indice de reaparecer.

Press F for “Sai do pé chulé”

Uma nova mecânica colocada no jogo é um empurrão (apertando o botão “V” de forma padrão), que podem ser usadas em todos os Zeds, é meio obvio que Zeds pequenos e de tamanho médio podem ser empurrados normalmente, dando alguns segundos de vantangem e possível até matar

O que poucos sabem é que os Large Zeds como Scrake e o Fleshpound podem levar um empurrão também. Existem duas diferenças nesse caso, o Scrake pode levar até três empurrões, entretanto caso ele defenda um desses empurrões essa ação é cancelada e não pode ser usada e no Fleshpound é apenas uma vez (iguais aos chefes).

Vale lembrar que o dano é baseado referente ao peso da arma.

Portas e soldagem

Uma coisa muito útil para se fazer em altas dificuldades e também em rodadas aonde os números de Zeds ultrapassam fácil o número 100 é soldar algumas portas, além de servir como uma barreira temporaria para fazer um controle do número de Zeds na área em que seu time está, podendo soldar e tirar a soldagem a hora que quiser ou ficar perto reforçando para a soldagem cada vez mais continuar a força e controlar os monstros que estão do outro lado, é interessante ressaltar que caso um Field Medic jogue sua granada na porta, pode ser muito útil para acabar com os monstros do outro lado sem a necessidade de abrir a porta. Vale ressaltar que quanto mais tempo você mantem a porta soldada sempre reparando, terá uma hora que a mesma não vai aguenta e irá estourar fazendo com as criaturas invadam.
Todas as portas do jogo começam de maneira padrão abertas, caso ninguém queira soldar as portas logo de cara, manter a porta fechada pode também dar um segundo de tempo de vantagem para o time, caso você esteja correndo de uma horda de Zeds, uma estratégia ideal para atrasar ele por um pouco é fechar a porta no momento em que se cruza ela, isso, sem a necessidade de olhar para trás, apenas passe por ela e aperte o botão “E” para atrasar os Zeds por um segundo.

Uma coisa que vale se notar é que caso uma porta seja destruida, ela não poderá mais ser soldada novamente e nem funcionará normalmente. Na foto a esquerda podemos ver como uma porta automática é normalmente e a foto a direita podemos ver os detalhes que mostram que ela não está mais disponível como faiscas que ficam saindo em volta dela. Já as portas tradicionais já é mais notável:

Reparando portas

Sendo essas uma habilidade totalmente exclusiva do Support. Ele tem a capacidade de restaurar uma porta ao seu estado original. Ou seja, se uma porta que foi soldada (pode ser tanto automática como manual) pode ser reparada por ele. É um processo bastante demorado e a melhor maneira de se fazer é após o termino de qualquer onda.

Vale ressaltar que o Support não ganha XP.

É armadilha

Se o Support consegue reparar as portas, o Demolitionist pode mandar ela pros ares. Sua habilidade particular permite que ele faça uma armadilha onde a luz da soldagem fica em vermelho, fazendo que quando a porta seja derrubada uma armdilha aconteça e ela exploda os Zeds do outro lado. Poupando o custo de usar as C4.

Vale ressaltar que o Demolitionist só irá receber XP pelas mortes causadas.

Após o final de cada onda, um trader automáticamente abre em algum lugar do mapa e o jogadores precisam ir até lá para: Comprar novas armas, grandas, munição e armadura. Da mesma foram que eles podem vender também suas armas compradas.

Podendo também reabastecer a munição totalmente ou comprando por pentes separados. Uma boa estratégica econômica é o que permite que você tenha um resultado mais eficientes nas partidas, num inicio de jogo é fácil calcular o tanto que você precisa para atingir a uma certa quantidade de dinheiro para poder comprar uma arma mais poderosa contra mais criaturas ou o Scrake e Fleshpound.

Administrando a sua economia

Para ter uma economia decente nas partidas, é necessário entender as seguintes coisas:

Saber primeiramente o perk que está jogando e da maneira que vai jogar.

Essa é a principal coisa para se fazer, entender muito bem seu papel no seu time já vai te ajudar a ter uma base de como você precisa gastar seu dinheiro, para isso é necessário entender como você vai jogar.

Exemplo: Jogar de Field Medic. Ele é uma classe totalmente voltada para a cura dos personagens, portanto seu objetivo principal é curar, nunca causar dano. Portanto, logo é necessário que ele precise chegar rapidamente ao seu rifle, pois ele contem mais seringas e velocidade de recarga do que as outras armas do mesmo perk, após isso é necessário que ele tenha as suas granadas ao invés de munição, pois seu dano é muito fraco e com isso ele não vai conseguir ser eficiente contra alguns Zeds (mesmo os pequenos) de maneira eficiente. Após isso ele precisa se preocupar em manter seu estoque de granadas e armadura para ele, sua munição será bem barata, portanto não irá dar tanto prejuizo até ele ter dinheiro suficiente para comprar a escopeta que é similar a pistola, tendo o mesmo número de seringas para disparar, mas recarrega mais rápido e por último para completar o seu buy ele pode achar tanto a pistola pelo cenário ou comprar, após isso a sua única preocupação será em reabastecer os equipamentos, podendo dar dinheiro para os companheiros.

Esse é o primeiro pensamento que precisa ser feito, outro exemplo pode ser falando de um Support que quer apenas limpar a rotação em volta para ajudar o time. Ele pode esperar mais para usar a AA-12 Automatic Shotgun do que outros Supports que preferem causar dano aos Scrakes.

Leveling

Assim como qualquer jogo que possui levels, o game tem um leveling bastante complicado (realmente demora bastante) para conseguir subir em um level. A cada cinco levels passado, o jogador destrava um tier com duas skills para escolher. De certa forma não é nada muito complexo como em um RPG, por exemplo.

Nota: Lembrando que o níveis para desbloquear as skills são: 5 – 10 – 15 – 20- 25 Os outros níveis aumentam apenas os bônus das classes

O leveling do jogo funciona da seguinte forma: Ao causar dano em um inimigo você ganha XP com a arma do Perk usado. Ou seja, você pode ser um Commando que pegou uma arma de um colega Firebug, caso você apenas desfere um pouco de dano em algum inimigo e finalizar com sua arma de Commando o XP é do Firebug, pois quem desferiu o primeiro dano é que ganha o XP com aquele Zeds em questão (então sem briga com “roubar kill”).

Aguardar para comprar um Kevlar 

As primeiras rodadas de um jogo médio (7 rounds) são uma oportunidade para construir a economia e se familiarizar com a sua equipe. Um Médico pode manter seis pessoas remendadas durante essas ondas iniciais sem se preocupar. Ao atrasar a compra de um colete, você está salvando, pelo menos, US $ 300, dinheiro que provavelmente irá permitir que você atualize sua arma principal de uma rodada anterior.

Você também não quer deixar escapar a possibilidade de pegar armadura livre que é gerada no nível. E com a vantagem do Médico atual, Médicos de nível 10 podem restaurar uma pequena quantidade de armadura cada vez que cura. De graça. Não compre a armadura tão cedo.

Corpo a Corpo é gratuito

Se você está realmente focado em vencer, use sua arma corpo a corpo, tanto quanto possível durante as ondas de início para economizar dinheiro. Tal como acontece com armas de fogo, dar tiros na cabeça. Não se preocupe em tomar alguns danos como resultado: se machucar pode realmente ajudar a equipe. Médicos ganham grana (e XP) por cura, dinheiro que pode compartilhar com o resto do elenco.

Malabarismos de cura.  Em grandes lutas, um médico deve rapidamente alternar entre as armas para curar companheiros de equipe o mais rápido possível. Armas não empunhadas recarregam sozinhas. Por esta razão, eu não recomendaria a venda da pistola do Médico, pois pode lhe ser útil. 

Luzes acesas

Muitas áreas do mapa tem iluminação que granadas e combate geral podem destruir, e como você enfrentará mais ondas, iluminação torna-se um fator em tiroteios. Considerando o quanto ênfase KF2 dá em fazer headshots (especialmente nas dificuldades mais difíceis), ser capaz de ver claramente as cabeças dos inimigos é essencial.

Mesmo se você não tem uma necessidade imediata de luz, considere que o seu colega de equipe pode ter; lanternas não rendem apenas para você, seus companheiros de equipe podem usar sua iluminação também. Algumas armas principais, como pistola de classe do Médico, ou as armas de combate que o Berzerker carrega, não tem uma lâmpada ligada. A maioria das armas inclinam para cima quando a recarrega, mas você pode apontar para baixo, deixando a luz para seus parceiros.

Espere para solda 

“Por que você não quer reduzir o número de entradas que os inimigos têm?” Mas ao contrário do primeiro Killing Floor, portas agora têm um valor HP escondido. Assim, mesmo se sua porta é soldada em 100% de força, eventualmente, os zeds vão rompê-la. Se você soldar cedo, e desnecessariamente, você está, na verdade, enfraquecendo uma porta que você pode usar em ondas posteriores. Salve portas em áreas valiosas para as ondas que vão vir depois.

Outras dicas também são:

Não comprar armadura antes da onda do Scrake, pois você não precisará de redução de dano tão rapidamente.

Evitar usar granadas de maneira desnecessárias e usar em momentos de emergência, assim como a pistola 9MM.

Não dar Dosh para companheiros que recem entraram na partida recente enquanto você estiver fazendo seu buy ou você precisando reabastecer primeiro.

Referências:

Game Detonado, Steam Community, wikipedia, techtudo.

Black Desert

Black Desert Online ( coreano : 검은 사막) é um jogo de RPG on-line de fantasia e multiplayer (MMORPG),orientado para sandbox, desenvolvido pelo desenvolvedor coreano de videogames Pearl Abyss e publicado originalmente para o Microsoft Windows em 2015. Uma versão móvel intitulada Black Desert Mobile foi lançado inicialmente na Ásia no início de 2019 e mundialmente em dezembro de 2019. As versões Xbox One e PlayStation 4 , conhecidas simplesmente como Black Desert , foram lançadas em 2019. O jogo é gratuito para jogar em algumas partes do mundo, mas segue um modelo de negócios buy-to-play em outras edições, incluindo as edições em inglês.

Em 2018, o Pearl Abyss começou a trabalhar em um prequel da linha do tempo do Deserto Negro, intitulado Deserto Carmesim , mas durante o desenvolvimento tornou-se um IP independente e independente, com uma história diferente e novos personagens.

Escolha uma classe e vá com tudo

O pontapé inicial de qualquer MMORPG é a criação do seu personagem. Uma dica de ouro em Black Desert é estudar bastante as classes para saber exatamente o que você quer. O jogo tem como base uma infinidade de mecânicas paralelas que aumentam seu roleplay e tornam tudo mais complexo. Claro que muitas coisas são compartilhadas por toda a conta, como sua rede de contatos entre NPC, áreas exploradas e conteúdo de pérola. Mas profissões e alguns outros elementos cruciais não são.

Dessa forma, não é uma boa sair jogando com quatro personagens ao mesmo tempo, trocando de um para outro como se faz em outros jogos como World of Warcraft (PC). Pelo menos inicialmente, enquanto você estabelece suas bases e começa a entender como funciona tudo do jogo, o melhor a fazer é se decidir por uma classe e seguir em frente. Somente assim seu personagem terá capacidade o suficiente para ter acesso às mecânicas e níveis mais avançados, o que não seria possível jogando com vários personagens intercalados.

Monstros ou missões?

As duas primeiras coisas que você vai começar a fazer no jogo (após aprender a andar e a interagir com o mapa) serão matar monstros e completar missões. Por isso, é bom saber a diferenças entre as duas e o que cada uma lhe dá exatamente. Existem diversos tipos de missões: as do Espírito Negro, as de contribuição, as que lhe dão aumento de inventário, as que podem ser repetidas e tantas outras. Mas é importante ressaltar que somente as missões do Espírito Negro que lhe dão algum tipo de experiência de combate.

As demais missões estão longe de ser inúteis, mas é importante deixar claro que não são elas que vão fazer seu personagem passar de nível. Assim como em Tibia (PC), Ragnarok (PC) e Tree of Savior (PC), os personagens passam de nível principalmente através da mecânica chamada de grind, que não é nada além de matar monstros para adquirir experiência.

Dessa forma, mantenha-se concentrado em alcançar o nível 30 inicialmente (o que é bem rápido em Black Desert), para depois começar a intercalar momentos de grind e momentos de missões de contribuição e outras. Use sempre as missões do Espírito Negro como “termômetro” para saber quando parar e aumentar alguns níveis antes de seguir em frente, será bem proveitoso para você.

Converse com todo mundo

Os NPC de Black Desert fazem parte da imersão do jogo e literalmente povoam cidades, vilas e fazendas de forma bastante orgânica. Entretanto, eles não estão ali somente para enriquecer o cenário. A maior parte dos NPC servem para que você adquira conhecimentos específicos e estabeleça uma rede de contato; por isso, converse com todos que você encontrar pelo caminho, a fim de liberar missões, lojas e até ter acesso a elementos que não são possíveis sem estabelecer um vínculo com um ou outro NPC.

Em alguns lugares isso dará bem mais trabalho do que parece, como é o caso de Calpheon, uma das maiores cidades do jogo até então. Se concentre em conversar principalmente com aqueles personagens que possuem ícones diferenciados em cima deles, como os das missões diárias ou lojas. Entretanto, é sempre bom dar uma olhadinha naqueles NPC em volta os comerciantes, pois sempre pode ter algum segredo por ali.

Seja amigo dos NPC

Seguindo a lógica da dica anterior, mas indo um pouco mais além, temos a mecânica de amizade com os NPC. Em Black Desert a amizade funciona quase como uma moeda de troca, na qual determinados itens, missões e informações só são disponibilizadas quando você tem um determinado número de amizade com aquele personagem específico. Com isso, sempre vale a pena gastar uns pontinhos a mais para manter pontos de amizade com os NPC que você utiliza mais.

Por exemplo, eu investi na amizade com o responsável pelos estábulos de Calpheon, para que eu pudesse comprar todas as partes dos equipamentos do meu cavalo com ele. Isso me permitiu montar toda a vestimenta do meu cavalo sem utilizar o leilão ou depender de outros jogadores. Faça amizade sempre com aqueles NPC que serão mais úteis para você. Na dúvida, a internet está recheada de guias e vídeos para auxiliar nas escolhas.

Equipamentos ideais

Uma diferença gritante entre Black Desert e outros MMORPG atuais é a pouquíssima quantidade de equipamentos diferentes para se usar, pelo menos por enquanto. Com isso, espadas, cajados, machados e, principalmente, armaduras, não possuem tanta variedade assim. E mais: nada no jogo possui uma restrição de nível para ser usado. Um personagem de nível 1 pode muito bem ter a armadura “mais forte” do jogo e equipá-la sem nenhum problema. Mas já vou explicar para vocês as aspas ali em cima.

O lance é que, em Black Desert, não é uma única armadura ou set que será “o melhor” para qualquer classe. Com isso, é bom prestar atenção nos bônus e combinações para entender o que seria melhor para a sua classe utilizar. Um set, por exemplo, que aumenta a recuperação de mana não será o ideal para um Guerreiro, que não usa pontos de mana para atacar. Parece óbvio, mas muita gente pode passar despercebida por isso.

O jeito mais rápido e relativamente fácil de conseguir os sets ideais para a sua classe é através do mercado global, em que todos os jogadores anunciam itens para venda. Com o set certo para a sua classe é chegada a hora da próxima dica.

Guarde suas Pedras Negras

Existem basicamente dois tipos de Pedras Negras no jogo: as para Armaduras e as para Armas. No início, você não entende muito bem o peso dessas pedras, principalmente por ganhar várias delas nas primeiras missões do Espírito Negro. Mas cuidado! Não as saia gastando em qualquer coisa, pois pode ser um desperdício. Isso porque essas Pedras são utilizadas para melhorar seus equipamentos, aumentando seus bônus e seus pontos de base.

Existe a possibilidade de você remover essas pedras de um item com alguns ferreiros, mas nesse processo há chance de você perder algumas delas. Isso além do fato de que após o bônus +5, a chance do encantamento ter sucesso começa a ficar cada vez mais difícil. Por isso, o ideal é que você guarde suas Pedras Negras para usar no set certo para a sua classe, para não desperdiçar esses itens e, assim, ter material o suficiente para elevar tudo até o +15.

Pesque bastante

Um dos pontos altos de Black Desert são as mecânicas que possibilitam o jogador permanecer evoluindo ou treinando alguma habilidade enquanto está AFK (com o personagem online, mas longe do computador). Entre elas a mais popular é, sem dúvidas, a pescaria. Desde o início da aventura, lá na pequena cidade de Vélia, você consegue sua primeira vara de pescar e pode começar a fazer as missões próprias da profissão de pescador. Aconselho a todos, sempre que puderem, deixar seus personagens pescando pela região.

Pode parecer inútil no início, mas ao treinar bastante a habilidade de pesca, você começa a encontrar itens raros realmente caros que podem ser vendidos por uma quantidade enorme de moedas de prata. Além disso, os peixes encontrados podem ser secos (o que aumenta o nível de processamento do personagem) e depois utilizados para cozinhar determinados alimentos. Para quem não sabe, os alimentos servem como os buffs em Black Desert, aumentando atributos como vida, defesa, regeneração, velocidade e outros. Além é claro, de poderem ser vendidos no comércio global.

Cuide bem da sua montaria

Em um mundo imenso onde não existem sistemas de teletransporte, cuidar bem da sua montaria é algo essencial. Mas as explicações não param por aí. Existe todo um sistema próprio para as montarias de Black Desert. Além delas terem um inventário próprio, o que possibilita os jogadores carregarem mais itens em suas caçadas, elas possuem habilidades passíveis de serem treinadas, podem ser equipadas com itens diversos, participar da batalha e servir para procriação, criando assim cavalos mais fortes e rápidos que podem ser usados por você ou comercializados (tudo nesse jogo pode ser comercializado, repararam?).

Com isso, é interessante começar a treinar sua habilidade de Treino bem no início. O fôlego do personagem, o qual aumenta enquanto ele anda a pé, nada e faz outras atividades físicas, pode ser treinado AFK sem problemas, então o ideal é que, enquanto o jogador está jogando, ele utilize de uma montaria (seja um burro ou um cavalo) para que ele melhore na sua prática com as montarias e a própria montaria cresça de nível, se tornando cada vez mais rápida e resistente. No nível 50 não é incomum você precisar atravessar o mapa várias vezes num único dia, por isso, irão agradecer ter um cavalo bem treinado quando chegar lá.

Use bem as premiações

Black Desert possui um sistema de conquistas que são recompensados a cada passo dado. Níveis de habilidades diversas, de combate, de treino e outros mais são recompensados com itens e bônus. Além disso, algumas dessas premiações são diárias, bastando apenas que o jogador fique online com o seu personagem naquele dia. Todos os dias o jogador recebe um bônus de XP que pode ser ativado através do botão “premiações” no canto inferior direito da telas. Usando essa premiação do jeito certo, ela pode ser muito útil para o seu ganho de experiência em combates.

É importante saber que assim que você clica em “receber” a premiação, os bônus serão ativados. Você pode escolher entre ter 200% a mais de experiência de combate por uma hora ou 100% de experiência de combate por duas horas. Este tempo é contado com o personagem online, dessa forma, caso você saia do jogo o tempo será congelado. Entretanto, use-o assim que estiver já próximo da região onde ficará caçando, pois o tempo até você chegar lá pode ser bem grande dependendo da área.

Conseguindo dinheiro caçando

Muitas são as estratégias para conseguir dinheiro em Black Desert. Mas no início do jogo não são tantas as opções, tirando os investimentos a longo prazo como a pescaria e o cozimento de alimentos. Mas uma estratégia que não é tão milionária, mas que pode salvar bastante ao longo dos primeiros 30 níveis é a venda e troca de espólios de suas caçadas. Praticamente todo item que cai das criaturas do jogo pode ser vendido para um NPC, então compensa bastante ser o clássico “lixeiro” que recolhe todos os materiais para vender depois.

Mas fique atento na descrição dos itens! Existem materiais específicos que caem de algumas criaturas que, ao serem acumulados em uma determinada quantidade, podem ser trocados em NPC específicos por uma quantidade de prata mais lucrativa do que a quantidade que você teria apenas vendendo os itens para qualquer um. Esses NPC podem ser encontrados clicando com o botão direito no próprio item, o que torna tudo ainda mais fácil. Em caçadas de uma ou duas horas em um único lugar, um jogador iniciante pode fazer até 2KK dependendo do local, então leia atentamente a descrição dos itens, para não dar pérolas aos porcos.

Apenas o começo

Acredite ou não, todas essas dicas são meramente superficiais e não chegam nem perto de ser um tutorial completo sobre como jogar Black Desert. Talvez isso tudo poderia ser uma introdução, mesmo assim faltariam alguns elementos aqui. Por isso, não deixe de ficar ligado para saber mais sobre o jogo e, caso queira algum tutorial específico, não deixe de pedir nos comentários que daremos prioridade a eles nas próximas semanas. 

Construir barcos, administrar fazendas, estabelecer rotas de comércio, forjar armaduras, contratar trabalhadores, capturar e cruzar cavalos, treinar atributos como força e fôlego são todos pontos que merecem textos próprios devido a extensa complexidade de cada um. Mas claro que tudo ao seu tempo. 

Missões não são tudo…

Outra grande diferença de Black Desert Online em comparação aos MMOs é que você não vai apenas andar por aí seguindo de um NPC com aviso de quest na cabeça para outro. Isso porque cumprir a maioria das missões do game não garante experiência em si para o jogador: no lugar disso, ele recebe um número de pontos de “experiência em contribuição”.

Assim, com exceção das missões oferecidas pelo “Espírito Negro” (um dos principais NPCs encontrados na aventura), sua principal maneira de evoluir é pela boa e velha matança de monstros. O que é uma ótima notícia, convenhamos, em um game que traz um sistema de combate tão diferente do comum em um MMO e com batalhas tão divertidas.

Aproveitando o assunto, vai aqui uma dica: caçar à noite recompensa o jogador com mais pontos de experiência. No entanto, os monstros também se tornam mais fortes, então é bom pensar duas vezes antes de correr para campo aberto quando o Sol se põe.

… Mas ajudam bastante

Isso não quer dizer, é claro, que as missões do game não têm valor na jogatina. Muito pelo contrário: caso saiba utilizá-las corretamente, elas podem fazer toda a diferença para acelerar seu crescimento no game, mesmo que não na forma de níveis.

Em resumo, a maioria das quests de Black Desert Online premia o jogador com “Pontos de Contribuição”. O que você pode fazer com eles? Muita coisa, na verdade. Isso porque esses pontos funcionam de maneira semelhante a uma moeda especial na jogatina, permitindo a aquisição de vantagens únicas: NPCs que servem de funcionários, investimentos em rotas de comércio e redes de produção, compra de casas e até a criação de novas lojas.

Basicamente, opções não faltam para que o jogador melhore sua experiência – seja garantindo um aumento em sua renda, ganhando mais espaço em seu inventário, otimizando suas profissões escolhidas ou simplesmente garantindo um bom lugar para descansar.

Atenção para sua energia

Não pense, no entanto, que você vai poder simplesmente sair por aí fazendo tudo o que deseja e se tornar um mestre em todas as artes. Black Desert traz para cada personagem um sistema de pontos de energia, que limita as mais variadas ações que seu aventureiro pode realizar. Falar com NPCs, criar itens, coletar recursos, pescar e até melhorar seus atributos e habilidades custa energia preciosa, que demora a recarregar.

Novamente, a ideia aqui é priorizar o que mais importa na jogatina. Caso tente evoluir todas as suas habilidades ao mesmo tempo, seu personagem vai demorar consideravelmente para crescer, então o melhor é começar com aquilo que parece mais útil para seu estilo de jogo. Da mesma forma, investir em alimentos e até em um bom descanso para seu avatar pode ajudar a recuperar essa pontuação – se você quiser manter seu personagem sempre apto a fazer mais do que simplesmente entrar em combate.

Pontos de Energia: São obtidos em missões e usados para fazer diversas interações no jogo, como colocar pontos em habilidades fora da cidade, contratar trabalhadores, falar no chat global, aumentar amizade com NPCs e muitas outras coisas que vão consumir sua energia. Essa energia tem 1 ponto recuperado a cada 3 minutos enquanto você estiver online, se você estiver dormindo em uma cama a velocidade aumenta.

Explorar recompensa – e muito

É aí que o game traz uma de suas sacadas mais geniais: explorar não recompensa o jogador apenas com novos inimigos, batalhas épicas, níveis de poder ou mesmo tesouros, mas também com conhecimento.

Não estamos falando no sentido abstrato da palavra, é claro, mas de um sistema que aumenta os limites de energia de seu personagem. A cada nova coleção de conhecimentos que ele completa, como o número de inimigos de um local ou os NPCs espalhados em toda uma cidade, seu avatar é premiado com uma expansão equivalente, fazendo com que ele possa aguentar muito mais tarefas do que antes.

Assim, recomendamos que você saia por aí e não tenha medo de conferir absolutamente todo e qualquer cantinho do mapa que chamar sua atenção. Se algo de interessante surgir no minimapa, ir até lá pode resultar em muito mais do que uma batalha contra monstros.

Pontos de Habilidade

São obtidos enfrentando monstros e lhe darão pontos que podem ser distribuídos nas habilidades disponíveis utilizando a tecla “K”.

Pontos de Contribuição

São obtidos em missões ao ajudar os cidadãos de Black Desert e vão permitir que você compre residências e faça investimentos em nodes. Esses pontos podem ser recuperados ao vender aquilo que se adquiriu, sendo que nessas situações perde-se o nível conquistado caso tenha-se evoluído as aquisições.

Permanecer online vai recuperar seus pontos de energia e, caso precise de contribuição, é possível vender aquilo que foi comprado para obter de volta os pontos gastos (com o sacrifício da perda do investimento), tornando o jogo flexível e a jogatina extensa. Se o cara quiser ficar jogando dias sequenciados, o jogo não vai atrapalhar, nem um pouco.

Sistema de Venda – Mercado do Black Desert

Ficar preocupado com o que guardar e o que vender no começo é normal. Para ajudar, o jogo possui um sistema de mercado diferente.

Dois, na verdade. Um funciona internamente, conectando recursos e cidades, operando como a economia do jogo que, admito, ainda desconheço. O outro é o comum comércio entre jogadores que coloca valores limitados para os itens, estipulando dentro da própria mecânica do jogo os valores dos itens. Então, se você colocar o mouse sobre um item vai ver o quanto ele vale no mercado, já dando uma dica da raridade das coisas.

Essas pedras fazem seu item subir de nível, +1, +2, +3, até + 15, diminuindo a probabilidade de evolução progressivamente e diminuindo a durabilidade do item em caso de falhas, fazendo com que esse tenha que ser reparado utilizando-se um item igual. Isso cria um equilíbrio de Durabilidade x Nível que pode ficar caro para o jogador.

Pergaminhos

Podem cair neles a oportunidade de enfrentar chefões. Guarde-os, mas não muito. Eles tem data limite e caso o período chegue, o pergaminho expira e não é mais possível utilizá-lo. As missões do espírito negro também recompensam com esses pergaminhos, uma vez por dia e uma vez por semana, de acordo com o chefão. Lembre-se de fazê-las.

Na hora de enfrentar os chefões, chame seus amigos e peça para que eles também levem seus pergaminhos. O loot será multiplicado entre os membros do grupo aumentando assim as chances de vir aquele item maneiro.

Itens

Os itens acumulativos, aqueles que você vai pegar um montão, não devem ser vendidos em qualquer NPC. A maioria deles possui um comerciante específico que irá trocar moedas ou recursos pelos itens. Ao clicar com o botão direito sobre o item é exibida uma opção de Local de NPC, o que fará uma marcação surgir no mapa que levará o jogador até seu destino comercial.

Em alguns é possível encontrar opções de localizações e recompensas. Analise aquela que irá oferecer-lhe mais lucro e invista nela. Aliás, vender itens me lembra de um grande problema que você vai encontrar: espaço.

Organização dos espaços e itens: Vai faltar espaço em todos os lugares, sempre. Para lidar com isso, adivinha só? Vai ser necessário se organizar e algumas vezes fazer alguns investimentos. Então, antes de usar o auto-follow para ir até o NPC fazer sua venda, certifique-se de ter espaço e peso, elemento que pode ser contornado, mas com um preço alto.

No meio dessa organização recomendo que você guarde suas pedras e aqueles itens de combinação no armazém. Se você morrer, além de perder 3% de EXP, você pode ter seus itens perdidos.

Como eu não sabia comprar casas no começo, joguei vários itens fora para liberar espaço no inventário. Porém, naquela mendigação, de 1 em 1 perdi vários itens que dropavam. Então não economize pontos para não perder oportunidades, lembre-se que você pode convergi-los de volta mais tarde.

Transportar itens: Cada cidade tem seu armazém, porém é possível transportar itens de uma cidade para a outra. Conectar nodes entre elas fará com que esse serviço seja mais barato.

Se você apertar M vai ver as marcações de cidades e arcos que navegam entre os diferentes pontos existentes. Quando investidos pontos de contribuição nesses chamados nodes, além de aumentar a taxa de drop do local, você poderá colocar trabalhadores naquela região para coletar itens para você.

Ir e vir vai exigir um inventário maior. Fazer quests vai permitir esse aumento e recomendo você adiantar essas missões. Assim, sua vantagem é clara ao longo de todo o jogo. Para ajudá-lo, você pode apertar L e selecionar a opção Missões Principais – Expansão de Inventário.

Faça amigos

A partir do level 50 você poderá ser morto por outros jogadores. Alguns deles vão andar em grupo para proteger o respaw de alguns lugares. Contestá-los sozinho pode ser fatal. Outras vezes, poderá ser você a pessoa a estar no spot e receber visitas indesejadas.

De uma forma ou de outra, mesmo que você não tenha interesse no PVP (e ele vai ter interesse em você), você ainda poderá obter maiores informações sobre o jogo, trocando experiências que vão mantê-lo ainda mais engajado na jogatina.

Melhores lugares para upar

A terceira dica é praticamente um complemento da anterior. Quando você criar o seu primeiro personagem em BDO, é bem provável que você não saiba onde grindar monstros e upar.

Sabendo já de antemão que você não vai upar seu level de combate fazendo missões, a gente tem que ver onde e quais monstros você precisa grindar pra upar melhor e mais rápido.

Isso na verdade é bem fácil de ver pois o próprio jogo indica e aconselha locais e monstros para você upar dependendo do seu level.

Apertando a tecla “M” você abre o seu mapa, e lá poderá ver vários locais com tipos diferentes de monstros e uma recomendação de level pra grindar.

Existe um site chamado “Something Lovely” que mostra muitas informações no mapa de Black Desert, desde dungeons, world bosses, baús de tesouro e também áreas de leveling.

É só marcar a caixa “Leveling Areas” e pronto, você vai ver todas as áreas pra upar divididas por recomendações de level.

Referências:

Death Weaver, Vitamina Nerd, Game Blast, Wikipedia, Voxel.

Xenoblade Chronicles X

Xenoblade Chronicles X, chamado no Japão de Xenoblade X (ゼノブレイドクロス Zenobureido Kurosu?), é um jogo eletrônico de RPG de ação desenvolvido pela Monolith Soft e publicado pela Nintendo. Foi lançado exclusivamente para o Wii U em abril de 2015 no Japão e em dezembro no resto do mundo. Ele faz parte da metassérie Xeno e é um sucessor espiritual de Xenoblade Chronicles de 2010, porém não possui nenhuma conexão narrativa com títulos anteriores. A jogabilidade tem navegação em um mundo aberto, missões paralelas relacionadas com personagens coadjuvantes e um sistema de batalha em tempo real.

A história se passa no desconhecido planeta Mira. A espécie humana escapou da destruição da Terra depois de uma guerra entre duas espécies alienígenas, porém poucas naves sobreviveram. Em uma dessas naves estava a colônia de Nova Los Angeles, que consegue escapar por pouco e cai no planeta Mira. O personagem principal é um avatar customizável que é resgatado da hibernação por uma mulher chamada Elma e recrutado como parte da BLADE, força que protege Nova Los Angeles e está em busca da Vida, uma parte da nave vital para sua sobrevivência, ao mesmo tempo que enfrenta os ataques dos alienígenas ganglions.

O desenvolvimento de Xenoblade Chronicles X começou logo depois da finalização de Xenoblade Chronicles. Vários membros da equipe original retornaram, como o diretor Koh Kojima, o diretor executivo e co-roteirista Tetsuya Takahashi, o co-roteirista Yuichiro Takeda, o produtor Shingo Kawabata e os artistas Kunihiko Tanaka e Kouichi Mugitani. A equipe enfrentou o desafio de criar um mundo vasto para ser explorado sob um orçamento limitado. A implementação de um modo multijogador online foi um problema pela inexperiência da equipe, forçando uma reescrita da história e mudança de protagonista. A música foi composta por Hiroyuki Sawano.

O jogo foi anunciado pela primeira vez em 2013 para ser lançado no ano seguinte, porém posteriormente foi adiado até 2015. A localização foi feita pela Nintendo Treehouse e 8-4, com mudanças de conteúdo sendo implementadas para seu lançamento ocidental. Xenoblade Chronicles X foi um sucesso comercial e foi muito bem recebido pela crítica, que elogiou a exploração, combate, gráficos e funções multijogador, porém criticaram sua narrativa e estrutura de missões. A motor de jogo e fundação estabelecidas no título foram depois empregados no próximo jogo da série Xeno, Xenoblade Chronicles 2 de 2017.

Jogabilidade

Xenoblade Chronicles X é um RPG eletrônico de ação em que o jogador controla um avatar customizável; é possível ajustar o gênero, características faciais, tamanho e características do corpo e voz do personagem. O avatar trabalha a partir da base central de Nova Los Angeles (NLA) e pode explorar os cinco continentes que formam o mundo aberto do planeta Mira, isto acompanhado por um grupo de companheiros. Missões são divididas em missões de história que avançam a narrativa principal, missões de afinidade que fortalecem os laços entre o avatar e seus companheiros, missões de pequena escala que tem como recompensa dinheiro e elementos adicionais e missões paralelas dadas pelos cidadãos de NLA. As missões acessíveis são limitadas a partir do quanto de Mira foi explorado, algo que está ligado a porcentagem de conclusão da narrativa principal. Finalizar missões e enfrentar inimigos concede ao jogador vários tipos de pontos de experiência; pontos normais aumentam a vida e estatísticas gerais do personagem, enquanto Pontos de Classe aumentam a determinada classe do avatar.

O avatar pode assumir diferentes papéis dentro da BLADE, cada uma das quais concede benefícios diferentes e específicos: desbravadores liberam o acesso a novos locais, interceptores defendem equipes de pesquisa de formas de vida hostis, devastadores por sua vez procuraramativamente por formas de vida hostis, recuperadores vão atrás de destroços da nave Baleia Branca, curadores exploraram novos locais e coletam dados para a BLADE, prospectores coletam recursos raros, abastecedores desenvolvem equipamentos e mediadores solucionam conflitos entre os habitantes de NLA. O avatar inicialmente explora Mira a pé, porém mais adiante no jogo adquire acesso a mechas transformáveis depois de realizar um conjunto específico de missões. Esses mechas, chamados de Skells, possuem um modo de caminhada bípede e também um modo de veículo. Cada Skell tem uma quantidade de combustível limitada, não podendo ser usado caso fique sem combustível, a menos que seja reabastecido. Os mechas ficam mantidos em um hangar especial na NLA, onde podem ser customizados e equipados com novas armas ou emprestados a outros membros do grupo. Existem três tipos de Skell, com qualidade de armadura e capacidade de combustível cada vez maiores, permitindo maior autonomia e eficiência em batalha. Os mechas também possuem um “seguro”, que pode ser usado para concertar e manter as máquinas em funcionamento. Vários modelos de Skells podem ser comprados e melhorados no decorrer do jogo.

Além dos inimigos normais oriundos da força antagonista, também é possível enfrentar as formas de vida nativas de Mira. Algumas criaturas são dóceis até serem atacadas, enquanto outros atacam ao visualizar o jogador. Cada personagem ataca automaticamente com seu conjunto designado de armas em um ritmo constante; cada membro da equipe possui pontos de vida e pontos de tensão, com um medidor de moral determinando sua eficiência em combate. A força do ataque varia dependendo da posição de cada personagem. Curar membros da equipe em batalha pode ser feito por meio de Artes, porém é feito principalmente com quick time events conectados ao sistema de Voz da Alma, um conjunto de comandos que aciona um Desafio da Alma, que cura toda a equipe ou concede outros efeitos positivos. A moral da equipe aumenta caso um Desafio da Alma seja completado bem sucedidamente. Membros derrotados serão reavivados e a equipe recuperará pontos de vida caso uma batalha seja vencida. O avatar, caso seja derrotado, pode ser teletransportado para um local seguro ou reavivado por outros membros da equipe, contanto que derrotem todos os inimigos restantes em trinta segundos.

O grupo é formado pelo avatar e até outros três membros controlados pela inteligência artificial. Cada personagem possui uma arma branca, uma arma de distância e um conjunto de habilidades chamadas de Artes. Novas Artes são desbloqueadas após aumentar o nível de um personagem a partir do ganho de pontos de experiência, com Artes baseadas em classes sendo desbloqueadas ao aumentar o patamar da classe. Porções de pontos de experiência também podem ser usadas a fim de fortalecer Artes. As Artes possuem habilidades diferentes, indo desde ataques normais ou poderosos, apoio ao grupo e até infligir ou remover condições negativas. Cada Arte possui um período de recarregamento depois de ser usada que varia depende daquela que foi usada. Um tempo secundário de recarregamento é ativado quando a habilidade fica disponível novamente, acionando efeitos adicionais se o medidor chegar ao fim. Pontos de tensão aumentam a cada ataque normal e são usados para acionar artes especiais, que incluem ataques poderosos e reavivar companheiros caídos. Um personagem entra em “Overdrive” se seus pontos de tensão ficam altos o suficiente, algo que aumenta a força dos ataques e diminui o tempo de recuperação. Mecânicas de batalha com os Skells são idênticas a aquelas a pé, com habilidades adicionais incluindo aumentar a defesa de membros da equipe que não estão usando Skells. Um mecha derrotado é evacuado para NLA a fim de ser consertado, com a situação da equipe e do Skell sendo determinados por um último quick time event acionado no final de uma batalha mal-sucedida; uma performance perfeita nesse evento concede vantagens adicionais para o grupo.

Xenoblade Chronicles X, além da campanha para um jogador, possui também um elemento multijogador. Os jogadores podem emprestar seu avatar para os grupos de outros jogadores online, formando assim unidades chamadas de esquadrões. Estas podem ter até 32 jogadores e permitem o compartilhamento de relatórios e a participação ativa em batalhas nos mundos de outros jogadores. Esquadrões podem participar de “tarefas”, missões randômicas de tempo limitado em que jogadores coletam determinada quantidade de recursos dos ambientes de Mira. As recompensas são itens e equipamentos. Algumas missões multijogador colocam equipes contra o Nêmesis Global, um monstro especialmente poderoso. Opções de viagem rápida são desbloqueadas quando novas áreas são descobertas, acessadas por meio de assentos vermelhos especiais no ambiente e postos da BLADE. Funções relacionados ao mapeamento de Mira, pontos de viagem rápida, ajuste do equipamento do personagem e mensagens dos elementos um jogador e multijogador são lidadas por meio do Wii U GamePad. O jogo também é compatível com a função Off-TV Play do console.

Noções básicas sobre combate

As lutas no Xenoblade Chronicles X ocorrem em tempo real, e você vai batalhar inimigos em um campo de batalha interativo enquanto confiando seus ataques principais e secundários. Seu ataque principal é bastante de fácil acesso, e seus ataques secundários estão localizados na parte inferior da tela. A maioria dos inimigos que você vai encontrar no início do jogo são pequenos, mas em breve ficarão mais difíceis.

Em primeiro lugar, não se envolva com difíceis inimigos em combate, pelo menos inicialmente. Se você ver um personagem de nível 55, não queira começar uma briga com ele, a menos que você esteja absolutamente pronto. Caso contrário, sua party de batalha será abatida. Deixe esses caras em paz até você subir de nível adequadamente – e não se preocupe com a chegar lá, o mundo da Mira é grande o suficiente e você terá muitas oportunidades.

O próximo é a capacidade de escolher a sua classe. Lá não é uma escolha errada em si, mas sim um que define seu estilo de jogo. Com cada classe que você selecionar, há uma árvore de habilidade que cresce com cada nível que você aumenta. Por exemplo, nível 10, você pode abrir o número de opções disponíveis.

Classes

Abaixo estão algumas das classes que você terá disponível no jogo e o estilo de jogo que são mais adequados.

Atacante: Essa classe é ideal para o corpo a corpo. Se você prefere atacar inimigos por perto, você vai querer essa classe, como você vai aumentar seu poder de ataque e a contagem de bônus de HP com cada encontro que você entrar. As armas padrão para essa classe envolvem uma espada e um rifle de assalto, mas obviamente você pode abrir sua gama com novas artes e habilidades que aprendeu com cada nível adicional, incluindo o mergulho de poder, lâmina Tornado explosão furiosa, entre outros. Existem várias rotas que você pode tomar para você classificar-se, incluindo escudo Trooper e Samurai Gunner, então não se esqueça de olhar em cada um e ver o que eles têm para oferecer.

Commando: Este aqui é mais para a precisão, como Commando vai te ensinar o básico quando se trata de encontrar boas manobras durante uma luta. Você terá duplas espadas e armas para esta classe, com melhorias que podem ser feitas em termos de precisão e evasão. Também tem seu próprio sistema de classe, com diferentes níveis disponíveis para escolher como você classificar-se, incluindo Viper alado e Full Metal Jaguar, entre outros.

Enforcer: Esta classe em particular é mais sobre o suporte do que investida, como você vai ser capaz de fazer escolhas mais decisivas com seu grupo de batalha. Como tal, suas armas são provavelmente os mais fracos do grupo com essa classe, com apenas um Raygun e faca para escolher. Dito isto, se você se tornar um mestre, você tem escolhas disponíveis mais tarde sobre, como ser capaz de desativar os inimigos com o Psycorruptor e carregando armas de grande energia com explosão  com Esgrimista.

A escolha é sua, e lá não é um mau disponível, mas não se esqueça de experimentar. Você pode aprender um novo estilo de jogo favorito, se você tomar um caminho diferente do que o que você está acostumado.

Utilizando vozes da alma

Como uma lâmina operativa, você terá opções quando se trata de batalha – mas o aaque você não quer ignorar é a voz da alma. Esta é uma opção de diálogo que pode fornecer uma ajuda secundária sempre que entrar em combate, oferecendo uma quantidade extra de dano,

Nós iremos quebrar as vozes de alma ainda mais em um próximo artigo, mas estas podem fornecer um número de vantagens em batalha, dependendo de qual opção de diálogo você faz. Alguns oferecem dano adicional, enquanto outros reduzem seu período de cooldown.

Você vai eventualmente ser introduzido as vozes conforme o jogo prossegue, então não se preocupe sobre tornar-se oprimido por eles. Às vezes a melhor escolha de conversa será melhor na batalha.

Construindo o esquadrão certo

Falando de membros da party, você vai correr em diferentes personagens ao longo de Xenoblade Chronicles que ajudarão a adequar seu estilo de jogo. Cada um desses personagens fornecem duas artes de assinatura, você será capaz de adicionar ao seu estilo de batalha e quanto mais você trabalhar com com eles, a melhor afinidade que você vai construir com eles, criando mais de uma ligação como resultado.

Existem 18 membros diferentes para escolher, cada um trazendo algo novo para a mesa. Por exemplo, Alexa é uma classe partidária Eagle Plus com poderosas habilidades de Overclock e tensão máxima, bem como aleatórias artes e habilidades que podem ser aplicadas em batalha.

Novamente, experimentação pode ir um longo caminho com esses personagens, como você pode ver quem será útil ao longo do jogo e criar afinidade para ajudar a tornar a sua party de batalha ainda mais completa.

Salvar algumas missões secundárias para mais tarde 

O mundo de Mira contém cinco continentes diferentes que oferecem sua parcela de desafios e side quests. Dito isto, você deve tomar o tempo para olhar ao redor e ver o que é oferecido antes de saltar em missões.

Na verdade, você pode salvar algumas das missões e inimigos para mais tarde, quando você é mais adequadamente equipado para o trabalho ou fazer uma party que pode lidar com inimigos maiores. Indo contra as criaturas de nível mais alto, por exemplo, é como assinar uma sentença de morte, se você não está preparado.

Por todos os meios resolver as quests principais, desde que eles ajudarão você subir de nível com eficiência e introduzir os personagens que você pode adicionar a sua festa. Novamente, estas farão toda a diferença conforme você melhora e eventualmente lida com alguns dos mais perigosos inimigos no jogo.

Nunca é demais para obter mais informações 

Com o vasto mundo apresentado em Xenoblade Chronicles X, nunca é demais para buscar mais informações, como você pode usá-los sua vantagem quando se trata de localizar quests secundárias, bem como locais escondidos onde você pode encontrar itens para seu personagem.

Para fazer isso, visite a todos os distritos na área e converse com quem você se deparar. Há um número de pessoas com informações essenciais para ajudá-lo a seguir em frente, mesmo se é algo tão pequeno como como derrotar um monstro.

Também nunca é demais para tomar notas devido o grande volume de informação no jogo. Isso é uma coisa boa, embora, como você vai ser capaz de localizar algumas das melhor side quests e prepare-se para um desafio monstro bom quando a situação pedir isso.

Coletar, coletar, coletar

Finalmente, você será capaz de encontrar colecionáveis em todo o mundo, que você pode colocar em seu Collectopedia. De lá, você pode visitar lugares nas cinco províncias e ver quais são mais raras.Também, certifique-se do estoque de pedras azuis, porque isto vão vir a calhar como você vem através de missões de afinidade no jogo. Por ter uma ampla coleção de estas, você será capaz de terminar a maioria destas missões sem nenhum problema e ter outros a participar do seu grupo imediatamente, em vez de moagem para ganhar a confiança deles.

Existem muitos colecionáveis, e você será capaz de adquirir, incluindo Vegs, frutos, flores, animais, insetos, natureza, peças e outros itens estranhos. Há uma tonelada ao longo de Mira e Nova Los Angeles, então não se sinta mal se você perder alguma coisa – você sempre pode voltar e continuar procurando sem penalidade.

Através da recolha de todos os itens em uma determinada linha ou categoria, você ganhará recompensas, incluindo uma arma especial e/ou o tipo de armadura que você pode equipar seu personagem. Certamente vale a pena olhar em volta e ver o que você pode encontrar, só para completar a sua coleção e aumentar o seu arsenal.

Mate monstros com nível equivalente ao seu nível

Assim como em Xenoblade Chronicles, lançado originalmente para Wii em 2012, é preciso caçar muitos monstros para adquirir equipamentos, armas melhores e, consequentemente, subir de nível.

No entanto, o hostil ecossistema do RPG é perigoso o bastante para abrigar criaturas colossais de level superior. Em vista disso, não tenha medo de fugir dos confrontos contra monstros poderosos, que podem acabar com o protagonista com um único golpe.

Antes de iniciar a batalha, atente-se ao nível do oponente sinalizado logo acima de sua posição exata no cenário. Caso o seu alvo de missão esteja próximo a outra criatura mais forte, procure atrair o objeto de interesse com disparos de longa distância.

Descubra novas localidades

Assim como em qualquer outro RPG, é de extrema importância explorar os cenários de Chronicles X de forma minuciosa para descobrir localidades inéditas. O desbloqueio de bases aliadas garante mais recursos para sustentar a cidade de New Los Angeles e, é claro, facilita a locomoção pelo mapa graças ao recurso de viagem rápida – é bom lembrar que você só pode ser transportado após ter visitado e descoberto a área desejada.

Além disso, todos os locais do jogo escondem segredos enigmáticos, como novos NPCs, missões, inimigos e matérias-primas. Durante o período de exploração no planeta Mira, ainda é possível descobrir baús escondidos repleto de ferramentas, itens e acessórios indispensáveis.

Combine arts e classes diferentes

As Arts, bastante conhecidas dos fãs da série, são habilidades especiais que podem ser usadas durante os embates. Enquanto os personagens executam investidas automáticas, é necessário gerenciar as Arts para que certas combinações poderosas de ataque sejam concebidas.

A partir do nível 10, você será capaz de alterar as especialidades dos personagens, deixando de ser apenas um Drifter, ou seja, um jovem aprendiz de Mira. É possível criar heróis com atributos equilibrados, que sabem lidar razoavelmente bem com qualquer tipo de armamento, e grupos capacitados para armas únicas.

Pretende priorizar o corpo a corpo ao invés de ataques a distância, por exemplo? Saiba que você pode fazer isso a qualquer momento a partir da aba de skills no menu.

Cuidado onde pisa 

Não são apenas as criaturas do planeta alienígena de Mira que podem dificultar a vida de sua equipe de sobreviventes. Por contar com um ecossistema ameaçador, constituído por uma incrível diversidade de fauna e flora, os ambientes de Xenoblade Chronicles X também são capazes de acabar com a sua longa jornada.

Seja um pântano envolto em veneno ou superfícies rochosas banhadas em lava vulcânica, saiba que você pode morrer facilmente para os elementos do cenário. Procure ficar sempre de olho onde pisa para não perder a viagem por fatores evitáveis.

Encontre a equipe ideal

Para que novos aliados sejam recrutados para o seu grupo de combatentes de Mira, é preciso concluir determinadas missões de afinidade. Não hesite em fazê-las, pois são elas que vão apresentar personagens importantes para completar o time.

Uma boa dica é nunca reunir heróis com a mesma especialidade. Tente montar a equipe com peças-chave diversificadas, que variam entre guerreiros especializados em armas diferentes e soldados com pleno domínio de habilidades de cura.

Tenha paciência para dominar o sistema de combate

O tático sistema de batalha é complexo, profundo e requer bastante estratégia. Lembre-se de sempre apertar o botão “R” durante os encontros para focar no inimigo pretendido. Se você ainda não foi avistado pelo alvo, mantenha o “R” pressionado e segure “X” para surpreendê-lo com um poderoso ataque surpresa.

Embora o combate seja tático e cadenciado, movimentar-se é uma necessidade, uma vez que investidas executadas pela lateral do inimigo, por exemplo, causam mais dano. Fique bem atento, pois certas habilidades só funcionam quando reproduzidas de ângulos específicos.

Outro fator que deve ser levado em consideração durante os confrontos é o tempo de resfriamento da skill. Cada Art leva um tempo para recarregar depois de ser usada, então é necessário estudar a movimentação do inimigo para saber o momento exato de utilizá-la.

Consulte o manual

Pode até parecer algo estranho nos dias de hoje, mas Xenoblade Chronicles X exige que os usuários menos familiarizados com a série consultem o manual digital com frequência, já que o jogo não faz questão nenhuma de esclarecer como as mecânicas funcionam.

Do mesmo modo que era comum ter os manuais em mãos para conseguir decifrar os segredos dos clássicos RPGs da década de 1990, em Xenoblade Chronicles X, você também terá que abrir o guia (no caso, digital) para entender todas as funcionalidades. Infelizmente, o conteúdo explicativo está limitado ao inglês, o que pode acabar dificultando o aprendizado de quem não domina o idioma.

Referências:

Game Detonado, Wikipedia, techtudo.

Chess Rush

Jogo de estratégia gratuito (free-to-play), o Chess Rush foi desenvolvido e publicado pela Tencent Games. Baseado no mod Dota Auto Chess original, faz parte do gênero de videogames Auto Battler. Chess Rush foi lançado mundialmente no iOS e Android em julho de 2019. Não confunda “Chess Rush” com Speed Chess.

Jogabilidade

A jogabilidade principal do Chess Rush gira em torno de um campo de batalha no estilo tabuleiro de xadrez 8×8, com batalhas automatizadas ocorrendo após uma curta fase de preparação. Entre cada batalha, os jogadores gastam recursos em unidades (conhecidas como Heróis) com custos e atributos únicos e os colocam estrategicamente no tabuleiro.

O número de unidades que cada jogador pode ter no tabuleiro a qualquer momento é determinado pelo seu nível na partida. Esse nível aumenta à medida que os jogadores ganham experiência vencendo as rodadas ou gastando recursos normalmente usados ​​para comprar unidades, permitindo flexibilidade estratégica na maneira como cada jogador decide aumentar sua força. Unidades que compartilham parâmetros (como raça ou classe) podem desbloquear bônus específicos na batalha, permitindo que os jogadores trabalhem em direção a uma estratégia ou sinergia específica com base na preferência pessoal ou contrarie a estratégia de outro jogador. Unidades idênticas também podem ser mescladas para criar uma entidade única e mais forte.

O Chess Rush estreou com mais de 50 unidades individuais em 12 raças diferentes e 9 classes. Algumas unidades também podem ser híbridas, caindo em várias raças diferentes e combinações de classes ao mesmo tempo. Cada raça de unidade pode conceder bônus (como regeneração de mana adicional) às unidades correspondentes no campo de batalha. Eles também concedem bônus exclusivos de “especialidade” por si mesmos. As classes também ativam bônus únicos quando várias unidades correspondentes são implantadas no campo de batalha e até incluem bônus especiais específicos de classe em cima de vantagens raciais.

Tutorial

Ao logar pela primeira vez, o jogo perguntará se o jogador é iniciante ou veterano no gênero “auto battle”. É interessante escolher a opção “novato”, porque o tutorial servirá como auxílio na hora de aprender mecânicas básicas, equipar itens, como comprar heróis e posicioná-los no tabuleiro.

Além disso, preste atenção nas dicas presentes no modo para entender como algumas funções funcionam e para se familiarizar com a dinâmica do game. Após passar pelas instruções, o usuário pode escolher diversos modos para praticar, como o Básico e o Casual.

Entenda os personagens

Chess Rush é um jogo que tem diversos personagens. Cada herói tem sua própria classe e raça, além de funções específicas. Dito isso, é importante entender e analisar as mecânicas de cada campeão, bem como conhecer suas sinergias e efeitos.

Ter esses conhecimentos pode ajudar a realizar jogadas precisas durante as partidas, já que será possível ver com facilidade o potencial da equipe. No game existe uma aba exclusiva para as unidades na opção “Heróis”, no canto inferior esquerdo da tela.

Analise as recomendações do jogo

Caso o players seja novato no jogo, é comum encontrar dificuldades na hora de montar a equipe ao longo das rodadas. Para conquistar a vitória, é importante criar times com boas sinergias e aprimorar as estrelas dos seus heróis (nível de poder da unidade). No entanto, não é sempre que os campeões certos aparecem na loja, fato este que pode prejudicar a construção do grupo.

Para contornar a situação, vale acessar a aba de recomendações de equipes e formações durante o confronto. Lá é possível ver sugestões de posicionamento ou times. Escolha uma delas para ser auxiliado pelo game no decorrer da rodada. Para acessar essa função, basta clicar na loja da partida e selecionar a opção “Equipe Recomendada” no canto inferior esquerdo.

Lembre de equipar os itens

Durante as rodadas PvE (jogador versus ambiente), o jogador terá a chance de conseguir itens para equipar seus personagens. No entanto, assim como as classes e raças, é preciso entender como os artefatos funcionam para utilizá-los de forma correta e fortalecer sua equipe. Colocar itens nas unidades é uma ação que ajuda a alcançar a vitória, pois o time terá a resistência, a vida, o dano e outros atributos básicos aprimorados.

Controle seus cristais de mana

É possível utilizar os Cristais de Mana para comprar heróis ou experiência na partida (aumentar o nível). Esses cristais podem ser economizados ou utilizados para atualizar a loja e tentar encontrar aquela unidade que falta na equipe. Alguns usuários gostam de guardar dinheiro e, quando necessário, utilizar com mais precisão futuramente. No entanto, outros preferem gastar as moedas para procurar por campeões ou evoluir rapidamente.

Na maioria dos games do gênero “auto battle”, ao juntar uma certa quantia de gold, o usuário recebe “juros” em cima dela. Economizar 10 de gold, por exemplo, resultará em +1 de gold ao terminar a rodada (além do valor que já seria concedido normalmente). Essa técnica permite o máximo de cinco acúmulos, ou seja, até 50 de gold. Utilizar essa técnica garantirá um acúmulo maior de dinheiro, que pode ser investido em campeões ou experiência.

A prática leva à perfeição

Como acontece com muitos outros jogos do género, Chess Rush é fácil de perceber ao início, mas as nuances envolvidas tornam claro que este não é um jogo de fácil domínio. Se fizeste o tutorial e mesmo assim ainda sentes que não o compreendes totalmente, não há qualquer problema, os Auto Chess nem sempre são fáceis de perceber. O importante é que insistas e que realmente acabes por perceber as suas mecânicas. Voltar a fazer o tutorial é altamente recomendado para estes casos e poderás voltar a fazê-lo através do canto inferior direito do teu ecrã no menu principal. Ao carregares em Classic Mode/Modo Clássico, irás abrir um novo menu onde poderás aceder ao tutorial do jogo. Para isso, basta seleccionar a opção Basic/Básico que se encontra no lado esquerdo do ecrã e escolher em conformidade.

Depois de compreenderes o tutorial de uma ponta à outra, está na hora de começar a praticar através do modo Practice/Prática. Um exército nunca vai para a guerra sem uma boa preparação e por isso é importante que pratiques o máximo que puderes. É um processo lento e tedioso, mas concentra-te neste passo a passo, segue a nossa estratégia e podes ter a certeza de que os resultados aparecerão. Não há bela sem senão, e se quiseres mesmo dominar o jogo, empenho e determinação serão essenciais. Este modo irá colocar-te frente a frente contra a IA do jogo e é uma excelente ferramenta até para os jogadores mais experientes que pretendem testar novas builds. Após começares a sentir-te mais à vontade com toda a jogabilidade, traça uma meta. Define um número mínimo de jogos que pensas ser necessário jogares até que te sintas suficientemente preparado para abraçar o modo competitivo e mantém a disciplina. Do que estás à espera?

Raças

Human/Humano (7/56 heróis): Os Humans/Humanos focam-se sobretudo na regeneração de mana e na redução de cooldowns. Como já deves ter reparado, utilizar heróis diferentes permite gerar uma melhoria de determinados atributos para a tua formação, através dos chamados combos. No caso dos Human/Humanos, as melhorias são:

2 Humans/Humanos diferentes: Recuperação de 3 de mana/segundo para todos os aliados da tua formação;

4 Humans/Humanos diferentes: 25% de chance de redução de cooldown da habilidade especial de cada Human/Humano e recuperação imediata de 100 de mana por cada habilidade utilizada;

6 Humans/Humanos diferentes: 50% de chance de redução do cooldown da habilidade especial de cada Human/Humano e recuperação imediata de 100 pontos de mana por cada habilidade utilizada.

Elf/Elfo (8/56 heróis): Os Elfs/Elfos são peritos em esquivar-se dos ataques adversários. As melhorias que apresentam conferem combos ao nível do dodge, o que significa que são uma óptima defesa contra as builds adversárias que se concentram puramente em causar dano. As melhorias que oferecem são:

3 Elfs/Elfos diferentes: Todos os Elfs/Elfos aliados ganham 25% de chance de se esquivarem dos ataques adversários;

6 Elfs/Elfos diferentes: Todos os Elfs/Elfos aliados ganham 44% de chance de se esquivarem dos ataques adversários.

Beast/Fera (7/56 heróis): Os Beasts/Feras gostam de invocar pequenas criaturas. Não só possibilitam um aumento do dano de ataque de todos os seus aliados como lhes garante a possibilidade de invocar Pets. As melhorias que oferecem são:

2 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados da equipa passam a causar mais 10% de dano, e aqui incluem-se os Pets invocados durante uma batalha;

4 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados passam a ter 40% de chance de invocar um Pet durante uma batalha;

6 Beasts/Feras diferentes: Todos os aliados passam a ter 60% de chance de invocar um Pet durante uma batalha.

Cyborg/Mecha (7/56 heróis): Os Cyborgs/Mechas especializam-se em melhorar os atributos de defesa, nomeadamente a capacidade de regeneração de vida e um aumento da armor/armadura de cada aliado. As melhorias que proporcionam são:

3 Cyborgs/Mechas diferentes: Aumentam a armor/armadura e a regeneração de vida de um único aliado, escolhido de forma aleatória, em 75 e 30 pontos, respectivamente;

6 Cyborgs/Mechas diferentes: Aumentam a armor/armadura e a regeneração de vida de todos os Cyborgs/Mechas aliados em 75 e 30 pontos, respectivamente.

Furry/Peludo (4/56 heróis): Os Furrys/Peludos são uma raça que valorizam a entreajuda. São conhecidos por garantirem um shield/escudo a todos os outros aliados da sua raça. As melhorias são:

2 Peludos/Furries diferentes: Todos os Peludos/Furries recebem um shield/escudo que é capaz de absorver até 800 de dano;

4 Peludos/Furries diferentes: Todos os Peludos/Furries recebem um shield/escudo que é capaz de absorver até 2000 de dano.

Goblin (4/56 heróis): Precisas de mais velocidade de ataque? Deixa isso com os Goblins. Os Goblins prometem aumentar o attack-speed de todos os aliados da tua build, podendo ser excelentes quando conciliados com heróis capazes de causar dano à distância. As melhorias que oferecem são:

2 Goblins diferentes: Garantem um aumento da velocidade de ataque de todos os seus aliados em 15 pontos;

4 Goblins diferentes: Garantem um aumento da velocidade de ataque de todos os seus aliados em 35 pontos.

Undead/Morto-vivo (4/56 heróis): Excelentes para furar as defesas adversárias. Se estás a enfrentar oponentes que se estão a preparar para formar equipas altamente defensivas, especialmente focadas nos atributos de armor/armadura, então recorrer a uma build de Undeads/Mortos-vivos pode ser uma boa ideia:

2 Undeads/Mortos-vivos diferentes: Reduzem a armor/armadura de todos os heróis adversários em 20 pontos;

4 Undeads/Mortos-vivos diferentes: Reduzem a armor/armadura de todos os heróis adversários em 50 pontos.

Demon/Demónio (5/56 heróis): Os Demon/Demónios são uma raça individualista. Não gostam de trabalhar em equipa, originando um aumento de atributos apenas para si mesmos, pondo de lado, inclusive, os outros membros da sua própria raça. Recorrer a um herói desta raça poderá ser uma boa ideia, se a sua classe for do interesse para a build que estás a preparar. Oferecem apenas uma melhoria:

1 Demon/Demónio em campo: O seu dano de ataque aumenta em 40% e cada ataque causado num herói oponente fará com que este sofra 10% do mesmo dano durante 5 segundos.

Oceanborn/Oceânico (4/56 heróis): Estes são aqueles a que deves recorrer se estiveres a precisar de montar uma build contra heróis adversários que possuem habilidades especiais fortes ou que apresentam danos de magia elevados. As suas melhorias:

2 Oceanborns/Oceânicos diferentes: Aumentam a resistência mágica de todos os aliados em 20 pontos;

4 Oceanborns/Oceânicos diferentes: Em cada combate, um aliado aleatório ganha imunidade contra habilidades especiais durante 60 segundos.

Void/Vazio (2/56 heróis): Excelentes contra tanks, os Voids/Vazios concentram-se na redução da quantidade de vida dos heróis adversários. Por agora são poucos os heróis disponíveis desta raça, oferecendo apenas uma melhoria:

2 Voids/Vazios diferentes: Em cada batalha, um herói adversário aleatório verá a sua vida máxima reduzida em 50%.

Dragon/Dragão (3/56 heróis): Tal como os Peludos/Furries, os Dragons/Dragões valorizam-se uns aos outros. São peritos no aumento da sua mana, no início de cada batalha, o que significa que são úteis apenas se estiveres a focar-te numa build assente na sua raça. As melhorias que oferecem são:

2 Dragons/Dragões diferentes: Restauram 30 pontos de mana a todos os Dragons/Dragões aliados, no início de cada batalha;

3 Dragons/Dragões diferentes: Restauram 100 pontos de mana a todos os Dragons/Dragões aliados, no início de cada batalha;

Jelly/Geleia (1/56 heróis): Esta é uma raça especial. Gurru/Geleia, o herói que serve de jogada especial e que pode virar partidas do avesso, é o único herói pertencente à raça. Mais à frente, iremos detalhar o seu funcionamento.

Como pode ver, cada raça introduz diferentes tipos de combos. Num jogo de Auto Chess, saber o que é possível fazer com cada herói é determinante para alcançares os primeiros lugares de cada partida. Ao contrário dos jogos de cartas como Hearthstone, em que cada jogador prepara um baralho e uma estratégia de antemão, Chess Rush obriga-te a estares atento ao desenrolar de cada partida. É importante tirares notas do que cada jogador adversário está a planear e, consequentemente, que sejas capaz de te adaptar às diferentes adversidades. E isso só será possível quando tiveres as ideias bem assentes sobre o que cada herói poderá ser capaz de trazer para uma partida. Por esta razão, não só é importante conheceres as diferentes raças de cada herói, como também é importante teres um apanhado geral das 9 classes que existem no jogo.

Classes

Warrior/Guerreiro (8/56 heróis): Os Warriors/Guerreiros, são decididamente importantes na construção de builds mistas. Os seus heróis são por norma bruisers, o que significa que não só são bons a causar dano como a aguentar a linha da frente do terreno de jogo. As suas sinergias trazem benefícios sobretudo ao nível da própria classe, sendo as suas melhorias:

3 Warriors/Guerreiros diferentes: Aumentam a armor/armadura de todos os Warriors/Guerreiros aliados em 50 pontos;

6 Warriors/Guerreiros diferentes: Aumentam a armor/armadura de todos os Warriors/Guerreiros aliados em 100 pontos.

Assassin/Assassino (7/56 heróis): Quem está habituado a jogos deste género sabe bem o que é um Assassin/Assassino. Estes têm, por norma, uma elevada capacidade para causar dano, mas em contrapartida, são bastante fracos defensivamente. São altamente ofensivos, ideais para as situações em que os adversários têm linhas de retaguarda bastante fortes, nomeadamente as que são formadas por heróis que causam elevadas quantidades de dano à distância. As suas melhorias são:

3 Assassins/Assassinos diferentes: Todos os Assassins/Assassinos aliados ficam invisíveis durante os momentos iniciais da batalha. Para além disso, o seu primeiro ataque normal causa 250% de dano adicional e cada ataque subsequente confere-lhes 10% de chance de ficarem novamente invisíveis;

6 Assassins/Assassinos diferentes: Todos os Assassins/Assassinos aliados ficam invisíveis durante os momentos iniciais da batalha. Para além disso, o seu primeiro ataque normal causa 250% de dano adicional e cada ataque subsequente confere-lhes 30% de chance de ficarem novamente invisíveis.

Sorcerer/Feiticeiro (8/56 heróis): Uma build assente em heróis da classe Sorcerers/Feiticeiros é sinal de dano mágico, o que significa que são fracos contra heróis da raça Oceanborns/Oceânicos. São suas características o dano AOE (dano que tem efeito numa área alargada do terreno) e a capacidade para atacar à distância. As suas melhorias são:

3 Sorcerers/Feiticeiros diferentes: Reduz a resistência mágica a todos os heróis adversários em 20 pontos;

6 Sorcerers/Feiticeiros diferentes: Reduz a resistência mágica a todos os heróis adversários em 60 pontos;

Rider/Cavaleiro (6/56 heróis): Os Riders/Cavaleiros são uma das classes mais jogadas na meta actual. Contribuem de forma significativa para um acréscimo dos atributos de defesa das builds baseadas nesta classe. Isto é extremamente importante porque, na maioria das partidas, não é possível ter formações com mais de 9/10 heróis diferentes. Assim, uma build de 6 Riders/Cavaleiros diferentes é sinal de uma formação com excelentes capacidades defensivas. Isto porque as melhorias que oferecem são:

2 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 30% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 150 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica;

4 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 45% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 160 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica;

6 Riders/Cavaleiros diferentes: Confere 60% de chance aos Riders/Cavaleiros aliados para ganharem mais 185 pontos de armor/armadura e mais 60% de resistência mágica.

Hunter/Caçador (7/56 heróis): Os heróis da classe Hunter/Caçador são peritos em causar dano. A maior parte dos heróis desta classe causam dano à distância, sendo uma óptima escolha na formação de builds que exigem altas quantidades de dano por segundo (DPS). As melhorias são:

3 Hunters/Caçadores diferentes: Todos os Hunters/Caçadores aliados vêm o seu atributo de ataque crescer 25%;

6 Hunters/Caçadores diferentes: Todos os Hunters/Caçadores aliados vêm o seu atributo de ataque crescer 60%;

Warlock/Mago (5/56 heróis): Adequam-se a todo o tipo de builds. São eles os responsáveis por conferir a todos os aliados capacidades de roubo de vida (life steal). As melhorias que oferecem são por isso:

2 Warlocks/Magos diferentes: Aumentam a capacidade de roubar vida de todos os seus aliados em 15%. Toda a quantidade de vida obtida em excesso é transformada num shield/escudo;

4 Warlocks/Magos diferentes: Aumentam a capacidade de roubar vida de todos os seus aliados em 25%. Toda a quantidade de vida obtida em excesso é transformada num shield/escudo.

Engineer/Funileiro (5/56 heróis): Neste momento, todos os heróis desta classe são da raça Cyborg/Mecha. Peritos na regeneração de vida, os seus combos oferecem:

2 Engineers/Funileiros diferentes: Todos os Engineers/Funileiros aliados vêm a sua capacidade de regeneração de vida aumentar em 45 pontos;

4 Engineers/Funileiros diferentes: Todos os Engineers/Funileiros aliados vêm a sua capacidade de regeneração de vida aumentar em 120 pontos.

Druid/Druida (5/56 heróis): Os Druid/Druidas têm uma velha tradição de invocações. Desde a invocação de Totens que regeneram vida à invocação de espíritos que causam dano, as melhorias que os seus combos oferecem alteram uma mecânica importante no jogo: a necessidade de juntar 3 heróis para aumentar de nível.

2 Druids/Druidas diferentes: A partir deste momento, basta combinar apenas 2 Druids/Druidas de 1 estrela para dar origem a 1 Druid/Druida de 2 estrelas. Para além disso, sempre que um Druid/Druida morra em batalha, todos os seus aliados recuperam imediatamente 10 pontos de mana;

4 Druids/Druidas diferentes: A partir deste momento, basta combinar apenas 2 Druids/Druidas de 2 estrela para dar origem a um Druid/Druida de 3 estrelas. Para além disso, sempre que um Druid/Druida morra em batalha, todos os seus aliados recuperam imediatamente 20 pontos de mana.

Punisher/Justiceiro (2/56 heróis): Por agora são apenas dois os heróis da classe Punisher/Justiceiro. Dadas as suas condições, fazem uma excelente parelha com heróis da raça Demon/Demónio. Senão vejamos:

1 Punisher/Justiceiro em campo: Este Punisher/Justiceiro será tratado como um Demon/Demónio adversário, o que significa que irá beneficiar o oponente;

2 Punishers/Justiceiros diferentes: Os Demons/Demónios aliados ganham uma nova classe, a de Punisher/Justiceiro, a acrescentar às classes que já possuem. Isto significa que não perderão as sinergias relacionadas com as suas classes originais;

4 Punishers/Justiceiros diferentes: 35% do dano de um ataque normal de um Punisher/Justiceiro aliado atinge a área ao redor do herói adversário (a área afectada será, no máximo, de um quadrado do terreno de jogo).

Como é possível observar, são várias as raças e classes que cada herói pode ter, o que implica um número incontável de sinergias possíveis. Saber de uma forma geral como funciona cada herói é extremamente relevante para o desenrolar das partidas. Como recomendação, sugerimos que leias este capítulo pelo menos uma vez por dia. Este é um gesto que, aliado à práctica, será um pequeno esforço quando comparado com as inúmeras vantagens que te irá trazer. Não só irás perceber mais do jogo, como ganharás uma melhor capacidade de decisão durante todos os momentos das partidas. Numa nota final, recomendamos também que analises herói a herói, prestando especial atenção a cada uma das suas habilidades especiais.

Melhorar a colocação de heróis em campo

As disposições dos elementos da tua equipe são de extrema importância em jogos como este, por isso é bom que saibas o que estás a fazer.

Regra geral, aconselhamos que sigas as seguintes sugestões:

Deves manter os heróis com maior número de vida e atributos de defesa na linha da frente;

Heróis que atacam à distância devem ficar protegidos na retaguarda. Para saber se um herói é melee ou não, basta clicar nele durante uma partida e verás que os quadrados do tabuleiro irão brilhar, revelando a área de ataque desse herói;

Se estás a enfrentar um oponente com um ou mais Assassins/Assassinos, lembre-se de que será necessário proteger os elementos que tem mais atrás. É frequente ver Assassins/Assassinos a deslocarem-se rapidamente de uma ponta à outra do terreno para destruírem alguns dos heróis mais essenciais de uma equipe;

Por vezes, os oponentes optam por adquirir heróis com uma forte componente AOE. Seja o resultado desses ataques simplesmente para causar dano ou para controlar a tua equipe – deixando-a paralisada, por exemplo -, é importante que, nestas situações, deixes os seus heróis ligeiramente afastados uns dos outros. Desta forma consegues garantir que nem todos os teus heróis serão afetados.

Gere bem os teus recursos

Não foram poucas as vezes que pudemos observar jogadores a gastarem tudo o que tinham em cada turno. Uma das chaves de sucesso passa precisamente por fazer uma boa administração dos recursos de que temos.

Em Chess Rush, independentemente do modo de jogo que opte por jogar, terá sempre direito a uma determinada quantidade de mana por turno. A esse valor, acrescem-lhe os juros. Os juros são calculados de forma simples. Por cada 10 unidades de mana com que acabar cada turno, receberás 1 de mana sob a forma de juros. Isto significa que, se acabar um turno com 10 de mana, ganhará 1 de juros. E se acabar um turno com 20 de mana, receberás 2 de juros. Complicado? Existe uma forma ainda mais simples de saber quais são os juros que tens a receber por turno: Basta olhar para o número de mana que tens e prestar atenção ao primeiro algarismo. Assim, 10 de mana significa que irás receber 1 de juros, 12 de mana / 1 de juros, 25 de mana / 2 de juros, e assim adiante. Uma outra opção, é consultar esta informação durante a própria partida. Para isso, basta clicar no símbolo da mana que surgirá uma pequena janela com todas as informações relativas à mana que irás receber.

Porque é isto importante? Porque há muitos adversários que não tiram partido desta mecânica. Imagina que durante 5 turnos consegues juntar 5 unidades de mana adicionais sob a forma de juros, ao contrário dos teus adversários, que conseguem apenas 1 unidade por turno. Ao fim desses 5 turnos, terás ganho uma vantagem de 20 unidades de mana. E 20 unidades não é uma quantidade pequena para apenas 5 turnos.

Os juros existem e devem ser aproveitados. No entanto, estamos limitados a um valor máximo de 5 unidades.  Isto significa que se já ultrapassou os 50 de mana, não vale a pena poupar mais. Acabar um turno com 50 de mana garantir-te-á 5 unidades adicionais sob a forma de juros, mas 60 de mana resultará no mesmo: apenas 5 unidades adicionais.

São três as nossas sugestões para que possas melhorar relativamente ao nível da gestão de recursos:

Na aquisição de heróis, não atualize ou faças re-roll durante os primeiros turnos. Recruta apenas os heróis que te aparecem de imediato em cada turno. Não vale a pena gastar mana para tentar obter outro tipo de heróis numa fase inicial, até porque existe um número limitado de cada herói por partida. Se cada jogador tem uma unidade do herói que procuras, menos possibilidades existem desse herói te aparecer. Com o avançar do jogo, à medida que alguns jogadores vão sendo eliminados, as chances de obteres o herói que tanto procuras começam a aumentar. E, como é óbvio, quanto mais cedo puderes começar a poupar, melhor;

Tenta atingir a marca das 50 unidades de mana o mais rápido possível. Não tenhas receio de perder as primeiras batalhas. As primeiras são as menos importantes e deves deixá-las para o fim. Mas isso também não significa que deves perder por perder. O que é recomendado é que vás construindo a sua build e que tentes vencer cada uma das batalhas, tudo sem entrar em grandes despesas.

Se sentes que já compraste tudo o que tinhas a comprar e mesmo assim ainda te sobraram 54 unidades de mana ou mais, aproveita para melhorar o teu próprio nível. Desta forma, garantes as 5 unidades de mana sob a forma de juros e ainda aceleras o processo de poder voltar a colocar mais heróis no terreno de jogo.

Referências:

MGamer, Techtudo, wikipedia.

Asphalt 9: Legends

Asphalt 9: Legends é um videogame de corrida desenvolvido pela Gameloft Barcelona e publicado pela Gameloft. Lançado em 25 de julho de 2018, é a nona parcela principal da série Asphalt. Em comparação com entradas anteriores, existem vários recursos novos e aprimorados, como uma linha de carros de prestígio, novos esquemas de controle, incluindo o modo de piloto automático chamado Touch Drive e modos de corrida, e o “shockwave nitro” reimplementado de Asphalt 6: Adrenaline. Os gráficos também são considerados significativamente melhorados em comparação com seu antecessor de 2013, Asphalt 8: Airborne.

Gameplay 

A jogabilidade no Asphalt 9 é semelhante ao Asphalt 8: Airborne , com diferenças visíveis nos gráficos e no design. Havia 48 carros em destaque no jogo quando lançados suavemente, mas o lançamento mundial viu a introdução de quatro carros novos, levando a 52 carros. Atualmente, existem 84 carros em fevereiro de 2020. Como seu antecessor, cada um deles pertence a uma classe que apresenta progressivamente maior desempenho e raridade: D, C, B, A e S. O jogador começa com um carro da classe mais baixa (Classe D), o Mitsubishi Lancer Evolution X. Todos os carros do jogo agora precisam de “projetos” para serem desbloqueados e, em seguida, “arrancar”, com cada um deles entre 3 e 6 estrelas. Para cada nova estrela, a capacidade de desempenho do carro é aumentada (ao custo de uma quantidade menor de tanque de combustível). Cada carro também pode ser personalizado com o novo recurso de editor de carros. Ao desbloquear um carro, o jogador pode escolher entre algumas cores oficiais de estoque. Depois que o carro é estrelado pelo menos uma vez, o jogador pode criar cores personalizadas para o corpo, as jantes e as pinças de freio para a maioria dos modelos. Alguns modelos também permitem peças de carbono no capô, porta-malas e asas. Vários carros também são conversíveis (eles podem ser convertidos de teto fechado para teto aberto), como o BMW Z4 LCI E89 eMcLaren 570S . Introduzido na atualização de verão de 2019, vários carros como o Mercedes-AMG GTS poderiam ter pneus especiais, jantes e alterações na carroceria adicionadas ao carro. Também novos na série são os “clubes”, onde até 20 jogadores podem, de forma colaborativa, marcar “pontos de reputação” para obter recompensas. Quanto mais pontos de reputação a pontuação do clube, melhores recompensas, desde créditos a projetos de carros.

O jogo também apresenta “nitro shockwave”, retornando de Asphalt 6: Adrenaline e Asphalt 7: Heat . Quando o jogador tem uma barra nitro cheia e toca duas vezes no botão Nitro, um pulso roxo é liberado do veículo enquanto a velocidade do carro aumenta. Nas plataformas móveis, o Asphalt 9 possui três esquemas de controle: Inclinar para Dirigir, Tocar para Dirigir e o novo “Touch Drive”, no qual o jogador seleciona rotas e acrobacias deslizando para a esquerda e direita. Nos dispositivos Windows 10 , o Touch Drive e os controles manuais podem ser usados ​​com o teclado; ou com inclinação para dirigir, se o dispositivo tiver uma tela sensível ao toque e um acelerômetro.

No jogo, existem três modos de jogo: Carreira, Multijogador e Eventos. No modo carreira, o jogador completa “capítulos” para um jogador, cada um composto por várias séries de corridas focadas em uma determinada classe ou fabricante de carros. No Multiplayer, o jogador compete contra outros jogadores online em tempo real. Nos Eventos, o jogador participa de uma competição diária ou semanal para vencer o tempo de outros jogadores ou ganhar outros itens.

Existem 3 tipos de corrida no Asphalt 9. O modo de corrida “clássico” dos jogos anteriores voltou com novas corridas, “Time Attack” e “Hunted”. No Time Attack, o veículo precisa cruzar a linha de chegada antes que o tempo acabe. Em Hunted, o jogador deve escapar de uma perseguição policial em uma perseguição de carro sem bater ou ficar sem tempo.

O jogo apresenta várias pistas de corrida em novos locais: Cairo, Himalaia, Centro-Oeste dos EUA, Escócia e Caribe. Ele também traz de volta quatro locais dos jogos anteriores da série: San Francisco, Roma, Xangai e Osaka.

Use o nitro na hora certa

No modo de jogo padrão, Asphalt 9 Legends tem o nitro como uma das principais mecânicas nas corridas. Fique de olho na barra que se preenche na parte superior da tela, e segure o botão do lado direito para usar o nitro. Também é possível dar dois toques rápidos para usar uma versão ainda mais potente, que consome a barra rapidamente.

Jogue o modo Carreira

A carreira é o principal modo de jogo de Asphalt 9 Legends. Nele, jogadores encaram uma série de corridas em diferentes pistas e precisam vencê-las enquanto cumprem objetivos para desbloquear fichas e novos veículos. Não deixe de iniciar a jornada para garantir um progresso mais rápido no game de corrida.

Melhore os seus carros

Em Asphalt 9 Legends é possível turbinar os seus veículos melhorando atributos como velocidade máxima, aceleração, dirigibilidade e propulsão. Essas melhorias custam moedas, e garantem o aumento do nível geral dos carros, para que seja possível usá-los em torneios mais avançados do jogo.

Abasteça seus carros

Em Asphalt 9 Legends, depois de jogar algumas corridas, é necessário aguardar que os carros sejam abastecidos. Caso não queira esperar, é possível pagar a recarga imediata com fichas do jogo, ou assistir um anúncio patrocinado para reduzir o tempo em 100% . Fique de olho nos tempos mostrados e programe-se para aproveitar ao máximo suas partidas.

Desbloqueie novos carros

Ao terminar corridas e cumprir objetivos, você recebe fichas que desbloqueiam novos veículos em Asphalt 9 Legends. Gerencie os números de fichas restantes para liberar os veículos que você deseja e participe de provas específicas para acelerar a obtenção desses itens. Depois é só clicar para desbloquear e experimentar a nova máquina.

Colete fichas das missões

Ao final de cada corrida, uma tela mostrará o seu avanço nas diversas missões do Asphalt 9 Legends, e se você terminou alguma delas. Sempre que uma das barras se preencher por inteiro, você pode clicar no botão “Obter” para coletar as fichas, que serão somadas ao seu saldo. Quanto mais você jogar, mais rapidamente acumulará os itens.

Faça acrobacias para preencher a sua barra de nitro

Fique de olho para rampas e saltos posicionados nas pistas para fazer acrobacias com o seus carros e preencher a barra de nitro mais rapidamente. Você conseguirá acelerar ainda mais durante as corridas, e melhorará o seu desempenho, assim como saldo de fichas do Asphalt 9 Legends.

Impulsione-se

Impulsionar é uma das formas mais eficazes para obter uma vitória no Asphalt 9: Legends . Existem três tipos diferentes de impulso:

O impulso padrão que é feito com uma única pressão.

O segundo é pressionado na seção azul da barra para obter um impulso maior.

O impulso final que é feito através da realização de um duplo toque rápido quando você tem o medidor de impulso ao máximo.

Se você estiver dirigindo, você terá uma vantagem sobre o resto dos corredores. Desta forma, você pode obter uma vitória mais fácil.

Agressividade

Em Asphalt 9: Legends você deve pulverizar os outros pilotos para avançar. Use o impulso para acertar os outros carros e tirá-los da pista. Outra maneira é tocar o botão de deriva duas vezes para fazer um giro de 360 ​​graus que funciona para acertar os outros carros.

Skid

O skid é uma das mecânicas mais importantes deste jogo, além de recarregar o nitro para conseguir maior aceleração. Se você se tornar um especialista em derrapagens, não haverá ninguém que possa derrotá-lo em uma corrida. Aproveite os grandes sinais de néon e você verá como seu número de vitórias aumenta.

Depois de colocar estes três truques em prática, será muito mais fácil ganhar no Asphalt 9: Legends. Então você pode desafiar seus amigos e mostrar a eles que você é o verdadeiro rei do asfalto.

Uma fantástica coleção de carros famosos

Um dos aspectos mais chamativos do game é, sem dúvida, a fantástica coleção de supercarros que o jogo oferece.

São Ferraris, Porsches e Lamborghinis, apenas para citar algumas das montadoras mais famosas. A bordo deles você construirá a sua carreira.

A lista completa inclui mais de 50 carros, escolhidos em função do desempenho nas pistas.

Você terá que pilotar muito para conseguir forrar a sua garagem com todos eles. E o melhor de tudo é que é possível fazer isso sem precisar colocar a mão no bolso.

Tenha o controle de absolutamente tudo

Não basta apenas ter uma lista de possantes da sua garagem. Um bom jogo de carro que se preze permite ainda que os jogadores façam alterações mecânicas nos veículos. Isso é possível graças às ferramentas de tuning.

À medida que você avança no game, ganha pontos e dinheiro para desbloquear certos itens e deixar os veículos ainda mais potentes.

Há ainda a alternativa de pular etapas e comprar partes para tornar os carros mais velozes, mas fica a seu critério.

Gráficos seguem arrasadores

Uma das características mais tradicionais da franquia é a de apresentar um nível gráfico acima da média.

Em Asphalt 9: Legends não é diferente e esse conceito é levado ao extremo. Tanto é verdade que celulares intermediários podem ter dificuldade em rodar o jogo.

A nossa recomendação é que você invista em um smartphone mais potente de forma que seja possível rodar o game em sua plenitude.

Qualquer top de linha do mercado será capaz de rodar com tranquilidade o game que deve figurar na lista dos mais baixados do mês de agosto.

Torne-se uma lenda

Nem todo mundo gosta de simuladores quando se trata de jogo de carro. Muitos jogadores preferem colocar a diversão em primeiro plano, mesmo que isso custe um pouco do realismo.

Assim é a fórmula de Asphalt 9: Legends, que opta por um modo arcade, mais simples.

Trata-se do TouchDrive, um novo sistema de direção que permite ao jogador desfrutar da adrenalina que as corridas oferecem.

Os desenvolvedores prometem ainda mais diversão e sem as preocupações de ter que fazer curvas perfeitas ou de não tocar nos adversários.

A jornada do Modo Carreira conta com mais de 60 temporadas, totalizando nada menos do que 800 corridas.

No modo Multiplayer Online, é possível disputar partidas com até sete jogadores simultâneos, sejam eles do seu círculo de amizades ou não.

Crie a sua própria comunidade

Por fim, outra novidade presente em Asphalt 9: Legends e que promete fazer bastante sucesso é a possibilidade de criar comunidades com os seus amigos.

Nelas você pode reunir vários player dentro de uma equipe.

Juntos vocês podem disputar campeonatos e acumular pontos e itens evolutivos para todo o grupo, competindo com outras equipes.

Agora, para obter as posições mais altas no ranking você terá que apostar na força da união para alcançar os seu objetivos.

Rampas, Stunts e 360º

E o que mais temos em Asphalt 9: Legends são atalhos e rampas. E por consequência os tantos stunts e 360º que o jogo te induz a fazer para uma partida ainda mais “divertida”.

E até que fica realmente, mas imagino porque muitos fãs de jogos de corrida não recebam isso com um sorriso no rosto. A ênfase do jogo por vezes acaba sendo maior em tentar um giro no ar, em fazer drifts, para assim ir subindo sua barra de nitro e poder dar boost no seu carro o mais vezes possível durante o jogo. O que pode garantir a corrida.

Mas claro que habilidade de correr e virar na hora certa também entram em jogo, afinal é um jogo de corrida e ele trás isso com ele. Qualquer um que já jogou algum jogo do estilo estará familiarizado e pode correr sem muitas preocupações desde o começo. Você ainda vai se divertir correndo mesmo que não utilize as rampas e o nitro (mas você vai utilizar eles).

Em Asphalt 9: Legends, é muito mais sobre como você faz a corrida, do que basicamente correr. E isso é bem divertido.

O infame Touchdrive

Um item que está sendo grandemente odiado no game, é a função Touchdrive, que ele trouxe consigo das plataformas mobile.

No celular não há botões como num controle de console, por isso grande parte de jogos mobile são simples, com comandos simples. Pokémon perdeu seu RPG de turno com quatro ataques, mochila de itens, troca de monstrinhos, para um esquema de batalha de somente cliques e arrastar o dedo na tela em Pokémon Go. Mario Kart acelera automaticamente e você só preocupa em arrastar o dedo para baixo para soltar itens e para os lados para virar o volante.

Em Asphalt 9: Legend esse mesmo “piloto-automático” de Mario Kart se chama Touchdrive. Com ele você não precisa se preocupar em acelerar ou freiar o carro. Ele vai sozinho, você apenas deve escolher que rota ele deve ir. Se deve por exemplo, seguir reto, ou escolher a rampa. E é isso. Toda a diversão de acelerar, fazer a curva, tentar o melhor tempo foi embora com um clique.

Personalização total de tuning