Cuphead

Cuphead é um jogo eletrônico de run and gun e plataforma feito pelos irmãos canadenses Chad e Jared Moldenhauer com o nome de Studio MDHR, desenhado no estilo dos desenhos animados da década de 1930. Como Cuphead, o jogador luta contra uma série de chefes para pagar uma dívida adquirida com o diabo. O jogo foi inspirado em animações década de 1930, como as do Fleischer Studios e procurou manter a obra em qualidades subversivas e surrealistas. Cuphead foi lançado em 29 de setembro de 2017 para Xbox One e Microsoft Windows.

Jogabilidade

Além dos gráficos extremamente detalhistas e fiéis aos velhos cartoons, o jogo chama a atenção pela particularidade, lembrando os jogos de plataforma dos anos 90 em 8 e 16 bit. É possível perceber referências a alguns desses jogos, como Contra, Mega Man X, Gunstar Heroes, Street Fighter III e Thunderforce (quando das fases aéreas). As fases são repletas de inimigos, que atacam das mais diversas formas: saltando em direção ao jogador, caminhando ou atirando projéteis. O jogo também possui fases aéreas, com o personagem pilotando um avião, onde o objetivo é destruir os inimigos atirando projéteis e bombas. Outra referência a jogos vintage está no sistema de navegação entre fases através de um mapa ao estilo Super Mario World e Donkey Kong Country.

Primeiro de tudo: ajuste seus controles

O jogo requer o máximo de precisão, e a configuração inicial dos controles do game simplesmente pode não ser a recomendável para você. Felizmente, “Cuphead” dá liberdade total para ajuste de controles para que o jogador encontre a forma mais confortável de jogar.

Recomendação: o tiro no botão “X” do controle do Xbox dificulta a movimentação rápida do personagem, então é altamente indicado trocar o botão do tiro para um gatilho de sua preferência. As outras alterações ficam por sua conta, mas só essa mudança já altera completamente o jogo.

Ficou preso? Procure atalhos

“Cuphead” é um jogo de chefes difíceis, que testarão sua coordenação motora e sua capacidade de reconhecimento de padrões de ataque. A tendência é que você fique preso em algum momento do jogo em algum chefe.

O game também tem uma mecânica peculiar, em que novos caminhos só são abertos quando você derrota algum chefe. Isso pode ser particularmente preocupante quando você está preso diante de um adversário.

Os desenvolvedores, no entanto, incluíram atalhos nas três ilhas que compõem o jogo, que são caminhos escondidos que dão acesso a áreas  bloqueadas do mapa. Isso vai te dar acesso a novas fases que estariam bloqueadas pelos caminhos normais, dando o tempo para refrescar sua cabeça com outros oponentes antes de voltar a encarar aquele monstro em que você havia ficado preso.

Alterne suas armas

Cada chefe em “Cuphead” tem suas próprias características, o que significa que não existe uma estratégia ideal que funcione contra todos os inimigos. Você precisa moldar sua estratégia para enfrentar cada adversário, e isso passa por escolher sabiamente suas armas.

Se o inimigo não te dá tempo para respirar, uma opção é usar a arma Chaser, que causa pouco dano, mas não depende de mira para acertar o adversário, permitindo que você cause dano constante enquanto se concentra em desviar dos ataques. Enquanto isso, se o adversário permite a aproximação, vale a pena trazer a arma Spread para o combate, que tem um alcance baixo, mas causa bom dano.

A arma Charger causa o maior estrago, mas tem uma cadência de tiro pequena. Ao segurar o botão de tiro, ela não dispara automaticamente, mas sim carrega o disparo para causar mais dano. Um tiro totalmente carregado gera o dano máximo nos inimigos, mas é necessário ter pontaria. Use com sabedoria em chefes que abrem uma janela mínima de ataque.

Faça as fases Run n Gun com atenção

Elas são opcionais, mas são fundamentais para a experiência completa de jogo. Além de divertidas, elas também trazem moedas que podem ser usadas na loja do Porkrind para comprar power-ups e novas armas para seus personagens.

É importante também ficar atento aos seus arredores enquanto faz essas fases. Há moedas escondidas que só vão ser percebidas se você estiver de olho no que acontece em volta do seu personagem.

Fique de olho no mapa também

As fases Run n Gun dão o maior número de moedas do jogo, mas para poder comprar tudo que está disponível na loja do Porkrind, você vai precisar de mais. As moedas estão escondidas pelo mapa, atrás de árvores, pedras e objetos do cenário em geral. Tente caminhar por trás de lugares que parecem inofensivos para ganhar todas as moedas, e fale também com todos os personagens que você encontra pelo cenário.

Compre a habilidade de dash invisível

“Cuphead” tem um quê de “Dark Souls” no sentido em que você está constantemente acuado e seu foco deve ser primeiro a defesa para esperar aberturas para o ataque. Isso fica muito mais fácil com a habilidade Invisible Dash, que torna o seu personagem invulnerável no instante em que você usa o movimento de esquiva. Quando você dominar esse movimento,  fugir de armadilhas sem sofrer dano fica bem mais simples, tornando a batalha menos complicada e permitindo uma pontuação melhor ao fim da fase.

Uma outra habilidade importante é a que dá mais corações. O problema desse recurso é que ele reduz bastante o dano médio da sua arma. Isso significa que você vai resistir a mais pancadas, mas a luta vai durar mais, o que pode anular a vantagem. Pense bem se vale a pena.

Domine o parry o quanto antes

No início do jogo, você dificilmente vai perceber o quão importante é esse recurso, mas as fases finais do jogo vão exigir que você domine esse movimento. Comece a treinar o quanto antes, pressionando o botão de pulo em objetos pintados com a cor rosa no momento correto.

O recurso pode servir simplesmente para desviar de um projétil disparado na sua direção, mas neste caso uma esquiva bem planejada permitiria evitar dano em boa parte dos casos. É a segunda parte do parry que é importante, que proporciona alcançar plataformas que não são alcançáveis com um pulo simples. As fases finais vão te cobrar isso, então domine o mais rápido possível.

Outra função importante do parry é aumentar instantaneamente sua barra de especial, permitindo que você use sua habilidade Super mais rapidamente. Isso também vai ser importante nos chefes mais complicados do fim do jogo.

Conheça seu Super e saiba a hora de usá-lo

Cada arma tem uma habilidade especial, mas o jogo tem três técnicas “Super” que independem da arma que você está usando. Você conquista essas habilidades com as fases de mausoléu; existe uma delas em cada ilha.

Você ganha acesso ao Super quando acumula cinco cartinhas no canto inferior esquerdo da tela. Se você tentar usar a habilidade especial antes de juntar cinco, você irá apenas disparar o especial da sua arma.

Cada habilidade tem uma utilidade especial. O Super I é o mais simples: é um disparo horizontal poderoso que causa altos danos, mas não funciona se o inimigo estiver acima de você; já o Super II torna o personagem invulnerável por alguns segundos.

O Super III permite controlar um fantasma poderoso, mas é o mais complexo de dominar. O fantasma se movimenta de acordo com a movimentação do seu personagem, então você precisa sincronizar o ataque da sua arma com o do espírito para maximizar o dano. A forma mais eficiente de fazer isso é travar a mira do seu personagem, o que permite controlar apenas a movimentação do especial sem precisar correr pelo cenário sem direção e correndo riscos.

Todas as técnicas são poderosas se você souber como usá-las, mas mais importante ainda é saber quando utilizá-las. Cada chefe tem várias etapas; isso significa que você pode ter mais facilidade ou dificuldade em diferentes momentos do mesmo oponente. Guarde seu especial para a etapa que mais lhe trouxer problemas, a menos que você tenha dominado a mecânica do parry, que permite encher o Super mais facilmente e proporciona mais disparos do seu especial. 

Aprenda com os erros

Assim que começar a jogar, você vai perceber que o game é extremamente difícil e que vai acabar morrendo várias e várias vezes. Antes de jogar o controle na parede, se acalme e tente ver o que está causando as suas falhas.

O jogo pode ser desafiante, mas ele é bem justo e tenta te ensinar a ser melhor a cada fase. Por isso, é bom ficar de olho nos padrões dos inimigos e como dominar os controles. Também tenha paciência, shooters de plataformas não foram feitos necessariamente para você sair correndo e atirando sem ver nada.

Colete todas as moedas

Ao longo das diversas fases, você encontrará moedas que pode coletar. Nossa recomendação é que sempre tente pegar todas, já que isso garante dinheiro suficiente para gastar nas lojas com upgrades e melhorias temporárias para seu personagem. Também não tenha medo de gastar as moedas, mas compre só aquilo que realmente for usar nas partidas.

Aprenda todos os comandos

Considerando que nas fases mais avançadas você terá que lidar com inimigos vindo de todos os lugares, é uma ótima ideia saber os comandos com maestria.

Logo no começo, você terá um tutorial sobre os controles. Nossa dica é que preste atenção neles, já que você terá que usar tudo com grande frequência e agilidade em todas as fases.

Não se mova se for desnecessário

Em pouco tempo, você perceberá que Cuphead é extremamente frenético e que é preciso se movimentar o tempo todo em diversas situações. Ainda assim, haverá muitos momentos que ficar parado te ajudará muito mais.

Há inimigos e chefes com posições fixas e que lançam ataques em projéteis, por exemplo. Em vez de ficar andando pela tela como um louco, você pode ficar em uma só posição e só pular ou agachar para desviar dos ataques enquanto também atira no inimigo.

Use seu dinheiro sabiamente

Existem 40 moedas ao todo em Cuphead, sendo que 30 delas você consegue jogando as fases exploráveis e as outras 10 fazendo o tutorial, conversando com outros personagens e até mesmo fuçando locais escondidos nos quatro mapas de Inkwell Isle.

No começo do jogo, você obtém 1 moeda no tutorial e mais 3 falando com o personagem sentado na ponte. Eu recomendo muito que a primeira coisa que você compre na loja de Porkrind seja a Smoke Bomb, pois com ela equipada você fica invencível durante o Dash, algo que te ajudará muito em diversas situações de aperto. Após isso, faça a fase Forest Follies, coletando todas as 5 moedas que estão bastante visíveis, volte até a loja e compre agora a arma Spread, que é uma das mais úteis graças ao seu disparo que alcança várias direções. Outras armas excelentes para você comprar são a Charge Shot, que pode não ter tiro automático, mas causa um tremendo estrago no adversário, e a Chaser, que lhe dá um disparo teleguiado.

Antes de lutar contra qualquer chefe, visite o Mausoléu do Mundo 1

Depois que você passar da fase Forest Follies, uma ponte surgirá. Atravesse-a e siga pelo mapa até chegar no Mausoléu. Lá dentro você precisará derrotar uma certa quantidade de fantasmas rosados para adquirir a Super Art Energy Beam, a mais útil do jogo. Além de ser um ótimo local para você treinar seu Parry, ter essa habilidade poderosa equipada antes de encarar os chefes é uma verdadeira mão na roda.

Lembre-se que você pode transformar seu avião

Os chefes de Cuphead que você enfrenta no avião requerem tremenda agilidade em muitos momentos para desviar de suas investidas. Muita gente esquece, no entanto, que o avião no seu formato normal é lento. O modo miniatura dele, embora seja péssimo para causar dano, tem uma mobilidade excelente. Portanto, caso veja que não está conseguindo se esquivar a tempo com sua aeronave de alguma investida do inimigo, transforme-a para fazer isso e depois volte ao normal para continuar atirando.

Após você se habituar a fazer essa troca, as batalhas aéreas ficarão muito mais fáceis.

Preste atenção nos ataques dos chefes

Embora os chefes tenham vários ataques e formas, a grande maioria segue um padrão. Fique atento aos ataques para entender a melhor maneira de se esquivar. O jogo lhe dá vidas infinitas porque a ideia é que você morra várias vezes mesmo, para aprender com seus erros e não repeti-los mais.

Converse com todos os personagens nos mapas

Os habitantes de Inkwell Isles lhe fornecem pistas sobre coisas que você pode fazer ou descobrir. Às vezes, falar com um deles depois de realizar uma determinada ação, como por exemplo encontrar um caminho escondido dentro do mapa, o fará lhe dar uma recompensa.

O que dá para fazer depois de zerar?

Como assim, terminou o jogo? Então meus parabéns! Depois que você chega ao fim do game existem cinco coisas que você pode fazer para continuar jogando.

Encontrar as moedas que faltaram

Conforme foi dito mais acima, há 40 moedas para você pegar e a chance de você não ter apanhado todas após finalizar o game é considerável. Se você coletou todas as trinta que estão nas seis fases exploráveis, a do tutorial e as três com o personagem na ponte do Mundo 1, faltarão apenas seis. Confira abaixo como consegui-las.

Moeda escondida no Mundo 1: Fale com o personagem com cabeça de machado após derrotar todos os chefes deste mundo, aí conseguirá pegar uma moeda nas árvores ao lado dele.

Moedas escondidas no Mundo 2: Vá até o local da fase Aviary Action e ande pelo caminho por trás dela, pelas montanhas, até chegar do outro lado. Depois disso, volte e converse com a garota com cabeça de pão de gengibre para que ela lhe dê a moeda.

Perto da fase do Dragão, converse com o malabarista depois de executar Parry 4x seguidas sem cair no chão e ele lhe dará uma moeda por seu esforço. Perto da saída para o Mundo 3 há uma carroça verde com outra moeda.

Moeda escondida no Mundo 3: Olhe atrás do estande perto da loja para achar a moeda.

Moeda escondida no Finale: Atrás dos dados vermelhos do lado de fora do casino, no lado esquerdo.

Dificuldade Expert

Vencer cada um dos chefes no novo nível de dificuldade Expert. Se você achava o jogo difícil, prepare-se, pois o Expert sim vai testar suas habilidades, com inimigos muitíssimo mais agressivos.

Dificuldade Expert + Nota S: Realizar o objetivo descrito acima, mas de maneira perfeita, derrotando cada chefe no Expert sem tomar dano, fazendo três parry e usando 6 cartas de ataque especial para ganhar a nota S. Vale ressaltar que você não precisa disso para obter uma Conquista. Faça apenas se gostou muito mesmo do jogo e está interessado neste grande desafio proporcionado por Cuphead.

Atualização: Descobri que o tempo também é um fator determinante para obter o S, embora às vezes você consiga essa nota mesmo demorando mais de 2 minutos para vencer o adversário, ou um tempo maior do que esse no caso do King Dice.

Modo Preto e Branco

Sua quarta opção do que fazer depois de zerar é desbloquear o modo Preto e Branco. Conforme o próprio nome do modo diz, ele permite que você jogue com visual monocromático, podendo também alterar o áudio do jogo para que fique ainda mais de época. Para habilitar isso, é necessário completar todas as seis fases exploráveis sem disparar um tiro sequer, o que também lhe dá uma Conquista. Quando tiver sucesso nisso numa fase, ganhará nela a nota P, de Pacifista.

Utilize Smoke Bomb de modo a desviar dos inimigos com mais facilidade ou então Twin Heart para ter 5 HP e aumentar suas chances de sobreviver sem atirar, lembrando que Parry está liberado, então use e abuse disso. Sua Super Art deverá ser Invincibility, que lhe dará alguns segundos preciosos de invulnerabilidade, os quais você deve usar nos momentos mais complicados. A exceção fica por conta da fase Forest Follies, onde vale mais a pena utilizar a Super Art Giant Ghost, manipulando seu fantasma perto da máquina Acorn Maker para que ele suma ao lado dela e você possa fazer uso do Parry no coração rosa que surge, para pular por cima deste inimigo. Dá também para passar dessa etapa da fase pegando impulso nos disparos rosa efetuados pelos cogumelos.

Terminando as fases sem atirar, fale com a tartaruga do Mundo 3 e pronto, poderá jogar o game em Preto e Branco.

Ferramentas de Evasão

Como na maioria dos jogos desse estilo, a evasão é uma estratégia chave se você quiser ir longe. Cuphead dá aos jogadores várias maneiras de evadir ataques, mas cabe a você saber quando usar essas habilidades. As duas principais habilidades que você deveria usar com freqüência são o dash e o agachar. Dash (Y no layout padrão do controle) pode ser feito no chão ou no ar. Seu personagem irá se mover a uma distância definida, portanto, certifique-se de que você não está se metendo em algo ruim. Depois de um dash, você pode executar outra ação, como um parry se você tiver feito dash no ar, ou simplesmente atacar imediatamente após um dash.

Dash é mais do que apenas uma outra maneira de se mover. Você pode fazer um dash em qualquer ponto durante o seu salto, o que significa que você pode usar o dash para parar seu salto ou para alterar sua trajetória, se você achar que está prestes a pular em um inimigo. O dash é muito rápido e pode tirar você de uma situação ruim quando cronometrado corretamente.

A maioria das pessoas negligencia a capacidade de agachar. Embora esta não seja uma nova habilidade por qualquer meio, seu personagem fica muito baixo no chão. Isso faz com que agachar seja extremamente útil para evadir ataques que você pode ter pensado serem inevitáveis. Você pode até atirar enquanto se agacha, tornando essa habilidade ainda mais útil. 

Batalhas de chefe

A maioria dos níveis do jogo são batalhas de chefe. Concluir essas batalhas épicas contra um ou mais inimigos às vezes desbloqueiam o acesso a novas áreas, por isso é importante não deixar qualquer nível para trás. As batalhas de chefe geralmente são divididas em múltiplas fases, com cada fase oferecendo um padrão de ataque diferente e geralmente ficando cada vez mais difícil com cada nova fase.

Enquanto muitos outros jogos têm batalhas de chefe com várias fases, os chefes em Cuphead são geralmente mais aleatórios do que os de outros jogos. Por exemplo, você pode conhecer o padrão de ataque de um chefe, mas a ordem dos ataques ou a velocidade em que as fases mudam podem mudar a cada vez que você joga. Você não pode apenas aprender um padrão e esperar ganhar em Cuphead.

Quando você derrota um chefe, você recebe uma letra com base no seu tempo de conclusão, pontos de vida restantes, número de vezes que você deu parry com sucesso, quantos ataques EX e Super Movimentos usou e o nível de dificuldade em que você jogou. Para obter um perfeito A + na maioria das batalhas de chefe, você não precisa tomar nenhum dano, da parry pelo menos três vezes, use pelo menos seis ataques EX ou dois Super Movimentos e completar a batalha na configuração de dificuldade Regular. Há também um limite de tempo específico que varia dependendo da batalha do chefe. Passe desse limite e você não ganhará uma nota A +.

Referências:

Olhar digital, Play Replay, Game Hall, Game Detonado, wikipedia.

Horizon Zero Dawn

Horizon Zero Dawn é um jogo eletrônico de ação desenvolvido pela Guerrilla Games e publicado pela Sony Interactive Entertainment exclusivamente para o PlayStation 4 lançado em 28 de fevereiro de 2017. Esta é a primeira propriedade intelectual criada pela Guerrilla desde Killzone em 2004 e seu primeiro jogo de Ação e Aventura com Elementos de RPG.

Horizon Zero Dawn acontece mil anos no futuro em um mundo pós-apocalíptico onde criaturas mecanizadas colossais dominaram o mundo, e vagam em uma paisagem fora do controle da humanidade. O jogador controla Aloy, uma caçadora que utiliza sua velocidade, esperteza e agilidade para permanecer viva e proteger sua tribo contra a força, o tamanho e o poder bruto das máquinas.

Jogabilidade

Horizon Zero Dawn é um eletrônico de ação em que os jogadores controlam Aloy, uma caçadora e arqueira, à medida que ela progride através de um mundo pós-apocalíptico, dominado por criaturas mecanizadas como robôs dinossauros. Os componentes destas criaturas, como a electricidade e o metal, são vitais para Aloy sobreviver, sendo que ela tem de revistar os cadáveres destas criaturas em busca de recursos. Os jogadores têm várias formas de matar os inimigos, como criar armadilhas, disparar setas, utilizando explosivos, combate corpo a corpo, ou fazendo mortes silenciosas. O combate divide-se assim em três estilos distintos; um usa tácticas furtivas, um outro mais orientado para o poder de fogo do jogador e um último focado na criação de armadilhas. Também existe a possibilidade de criar novos itens através de materiais e partes mecânicas espalhadas pelo mundo. Através de um sistema de “regalias”, o jogador pode personalizar o seu personagem para melhorá-lo de acordo com o seu estilo ou forma de jogar.

O jogo tem um cenário futurista, pós-apocalíptico de mundo aberto, que pode ser explorado pelos jogadores quando não estão a completar missões. Horizon: Zero Dawn inclui um sistema de dinâmico de clima e um ciclo dia-noite. Horizon: Zero Dawn não tem qualquer forma de tutorial, por forma a encorajar os jogadores a aprender a derrotar os inimigos através do método de “tentativa e erro”. A Guerrilla Games referiu que o jogo não tem telas de carregamento.

Mundo

Horizon Zero Dawn acontece a mil anos no futuro em um mundo pós-apocalíptico onde criaturas mecanizadas colossais dominaram o mundo, e vagam em uma paisagem fora do controle da humanidade. Ao longo do tempo, a evolução humana regrediu até uma sociedade tribal de caçadores e coletores que sobrevive por entre florestas imensas, cordilheiras imponentes e as ruínas atmosféricas de uma civilização antiga – enquanto as máquinas selvagens se tornaram cada vez mais poderosas e agressivas. O jogador controla Aloy, uma caçadora que utiliza a velocidade, esperteza e agilidade para permanecer viva e proteger sua tribo contra a força, o tamanho e o poder bruto das máquinas.

Como escolher as habilidades no início

Horizon Zero Dawn de habilidades: Gatuna, Valente e Saqueadora. Existem várias habilidades de valor nas 3 categorias e não será fácil saber por onde começar. Algo que pode ajudar nestes momentos é tentar se colocar no lugar da protagonista: o que é fundamental para esta etapa do jogo?

Habilidades essenciais no seu primeiro contato com as máquinas são aquelas que permitam:

que você se movimente silenciosamente para surpreender os robôs

conseguir atrair discretamente as máquinas e combinar isso com uma armadilha montada

dar dano extra com ataques críticos

concentração para ataques mais precisos

Outras habilidades importantes são as relacionadas com a recolha de plantas medicinais e a vitalidade de Aloy.

Dê asas ao seu lado acumulador

Isso é uma regra de ouro em games de RPG. Acumule tudo o que puder, você vai precisar. O mundo de Horizon Zero Dawn está repleto de recursos necessários ao desenvolvimento de Aloy. Mesmo que pense que algo poderá não ser útil de momento, guarde para não se arrepender no futuro.

Além dos itens recebidos por cada robô caçado, não se esqueça também de caçar animais e colher plantas. Se você fizer isto, dificilmente vai precisar de comprar poções ou bombas dos vendedores.

Como aumentar o seu inventário

Se você seguir os conselhos de acumular tudo o que puder, então vai ter o problema de falta de espaço. Mas isso é algo bem fácil de resolver. Horizon Zero Dawn é um game que realmente foi pensado para os jogadores se dedicarem à criação e ao melhoramento de vários itens.

Você pode caçar vários animais e máquinas, mas vai precisar de gastar um tempinho elaborando ferramentas, armas e itens úteis para a sua sobrevivência. Uma das coisas essenciais a fazer é ir aumentando continuamente o seu espaço de inventário.

Ossos, carne e peles de animais são importantes para fazer um upgrade nas suas bolsas. Nesse game, você possui bolsas para os vários tipos de itens, como Bolsa de Recursos, Bolsa de Poções, etc. Recomendamos que aumente assim que possível o espaço da sua Bolsa de Recursos e da Bolsa de Munições.

Focus é o melhor amigo de Aloy

O Item mais importante para Aloy é o Focus, um gadget que permite à heroína analisar uma situação antes de agir. Se você avistar as máquinas e quiser entrar em confronto, primeiro tire uns minutos para estudar a situação calmamente.

Carregue em R3 e você verá uma esfera púrpura brilhando à volta de Aloy. Isso é o Focus. Com esse gadget você consegue ver através de paredes, observar a distâncias muito longas e até traçar o caminho mais provável que os inimigos farão.

Pressionando R1, o caminho da criatura ficará visível e isso é fundamental se você quiser montar uma armadilha, escolher o caminho de fuga ou atacar no melhor momento.

Esse gadget também analisa as fraquezas dos oponentes, permitindo aos jogadores escolherem a melhor arma para aquele tipo de inimigo. As armas de Horizon Zero Dawn têm seu dano dividido em 6 categorias: dano genérico, dilaceração, fogo, congelante, choque e corrupção. Algumas armas já surgem com essas características mas outras você poderá customizar como desejar.

As fraquezas dos robôs estão enquadradas nessas categorias, de acordo com aquilo que eles estão mais vulneráveis. A informação recolhida pelo Focus fica sempre guardada no seu Diário, onde poderá reler aquilo que for aprendendo durante a sua jornada.

Dicas básicas para combate

Tenha atenção aos símbolos que surgem por cima da cabeça dos inimigos. Se uma máquina não tiver um “?” ou “!” pairando na sua cabeça, então você está seguro: ela não te viu.

O game é muito intuitivo visualmente e dá dicas através de cores. Os robôs têm caixas metálicas nas suas costas com pistas para qual tipo de munição usar. Use flechas congelantes para aqueles com cor azul e flechas de fogo para aquelas de cor laranja.

Está vendo um bando de robôs reunidos e tremendo com a dúvida de como passar por eles? Use flechas de corrupção. Basta disparar em uma criatura, para que ela ataque os outros. Você fica assistindo de longe, rindo com a sua estratégia maléfica.

Veja cada combate como um enigma a ser explorado e não tenha receio de experimentar novas táticas. Você pode vencer usando sempre as mesmas flechas normais, mas isso não vai ser divertido durante muito tempo.

Essa é óbvia, mas essencial: se o alerta ficar vermelho, fuja! Encontre um lugar para se esconder e retorne com um plano.

O vestuário de Aloy faz a diferença

O mundo de Horizon Zero Dawn pode não ser um Red Carpet mas as roupinhas da protagonista são a diferença entre a vida e a morte. Cada vestuário tem características diferentes e acentua qualidades importantes para os combates. Antes de uma batalha, confira se Aloy está com o look adequado para o inimigo que vai enfrentar.

Esse é um dos itens que você pode modificar e é recomendado que o faça. Compre também um vestuário para os elementos principais: Fogo, Congelante e Choque.

Suje as mãos e trabalhe com as modificações

Essa é uma das partes mais interessantes do jogo, incentivando à customização do seu inventário e à criatividade dos jogadores. Mais do que fazer um simples upgrade, você está construindo a personagem através dessas modificações. Além de que, elas são decisivas na hora de ganhar um combate.

Algo a ter em atenção é que as modificações são únicas. Ou seja, se você substituir uma modificação por outra nova, a antiga será removida do inventário. Uma boa ideia é não gastar as suas melhores modificações nas suas armas iniciais, e esperar subir de nível para as usar no melhor momento.

Mais tarde no jogo você vai poder desbloquear uma habilidade que lhe permita substituir as modificações sem as perder para sempre.

Explore todos os Caldeirões que encontrar

Embora sejam opcionais, os Caldeirões são algo que você não pode deixar de experimentar nesse game. Semelhantes às dungeons de outros RPG, os Caldeirões são locais onde a exploração é a palavra de ordem. Guardados por robôs, cada Caldeirão pertence a uma classe diferente de máquinas – e isso é a chave para um segredo.

Cumpra todas as atividades

Por se tratar de um típico jogo de mundo aberto, Zero Dawn traz um mapa cheio de missões a serem cumpridas. Além dos objetivos relacionados à história, Aloy pode participar de tarefas secundárias e provas de habilidade para ganhar pontos de experiência e subir de nível.

A vantagem de cumprir todas as missões e, consequentemente, limpar o mapa, é que, assim, Aloy consegue evoluir com facilidade. Há, também, itens exclusivos concedidos como prêmio em atividades opcionais, o que serve de incentivo para fazer a jovem explorar cada centímetro dos cenários e ajudar outros personagens.

Seja sorrateiro

Sobreviver às ameaças dos robôs jurássicos não é uma tarefa fácil, seja no nível de jogo mais acessível ou no muito difícil. Aloy é uma caçadora habilidosa, mas, como qualquer ser humano em meio à natureza, tem dificuldade em encarar manadas de criaturas. Por isso, a melhor estratégia é agir sorrateiramente, eliminando inimigos um a um, visto que apenas um golpe furtivo é necessário para abater robôs de pequeno e médio portes.

Os ataques sorrateiros são executados com perfeição quando Aloy está escondida na densa vegetação. Ao se aproximar do inimigo, basta pressionar o botão R1 para executar a finalização. No início da jornada, é importante priorizar as habilidades de atrair inimigos com o assovio e usar pontos de experiência para elevar o nível de furtividade.

Garimpar é preciso

Assim como em outros grandes jogos de ação, como Rise of the Tomb Raider e Far Cry, a coleta de recursos é um dos principais elementos de Horizon Zero Dawn. Isso porque a protagonista necessita da matéria-prima dos ambientes para confeccionar munições, apetrechos medicinais e ampliar o espaço de bolsas para carregar mais itens.

Praticamente tudo pode ser projetado com os componentes armazenados no inventário, portanto é essencial colher todas as plantas, madeira e componentes eletrônicos de máquinas abatidas. Os ícones dos itens ficam bem apontados no mapa, você só precisa se aproximar do objeto e apertar o botão “Triângulo” para obtê-lo.

Estude os inimigos

Apesar de o jogo não incentivar o combate corpo a corpo, Aloy tem à disposição um vasto arsenal de armas de média e longa distâncias. Antes de atacar, é altamente recomendável estudar os oponentes de forma minuciosa. Com a heroína parada em um local seguro, use o botão R3 para ativar o foco, escanear a área e destacar os pontos vulneráveis das máquinas.

Os robôs têm fraquezas em partes específicas do corpo, então o melhor a fazer é descobrir as peças que vão absorver mais dano. Também é importante usar as flechas e armas elementais para derrubar inimigos mais fortes. Se o robô tem uma peça azul em suas costas, por exemplo, isso significa que ele é vulnerável aos equipamentos de choque. Procure se basear nas cores para definir a melhor abordagem.

Seja criativo e faça bom uso do arsenal 

Além do arco e flecha, existem armadilhas, estilingues e outros instrumentos primitivos equipados com tecnologia de ponta. Use a criatividade para caçar, pois existem criaturas que simplesmente não sofrem dano de flechas comuns. Caso a Aloy esteja em desvantagem, sem causar dano, experimente trocar de equipamento ou usar armadilhas para imobilizar o dinossauro.

No início da campanha, lembre-se de priorizar a habilidade de desacelerar o tempo durante os disparos. O poder pode ser desbloqueado nos primeiros níveis – com apenas um ponto de habilidade –, e ajuda muito na hora de confrontar inimigos mais ágeis, como o Dente-Serrado.

Use o recurso de viagem rápida e aproveite a montaria

Poupe o seu tempo e invista, logo de cara, no pacote de viagem rápida conhecido como “Golden Fast Travel Pack”. Com ele, Aloy consegue fazer uma viagem rápida sem custos para qualquer acampamento já visitado no mapa. Dessa forma, você poderá cumprir missões sem a necessidade de percorrer grandes distâncias para ir do ponto A ao ponto B.

O pacote especial é vendido nos principais comerciantes, mas recomendamos o vendedor de Meridiana, que fica próximo à ponte da cidade, já que é uma das primeiras regiões visitadas na jornada. O Golden Pack exige uma boa quantidade de matéria-prima para ser concebido, como cacos, pele de raposa e carne gordurosa.

A locomoção de Aloy não depende apenas da viagem rápida. A nossa protagonista pode domar feras para transformá-las em montarias, o que agiliza muito o progresso na história. Assim que as missões introdutórias forem concluídas, a heroína recebe um item para converter máquinas, ou seja, para torná-las aliadas. Se aproxime da criatura desejada de forma cautelosa e use o acessório para controlar suas ações.

Desligue a HUD dinâmica

Horizon Zero Dawn é um jogo lindo. Seja em 1080p ou 4K (no PS4 Pro), com ou sem HDR, esse é um dos jogos mais bonitos e exigentes dessa geração. Então achamos um pouco estranho que a desenvolvedora Guerrilla Games tenha escolhido deixar a HUD inteira ligada o tempo todo como opção padrão.

Com a interface de usuário ligada, enxergamos apenas metade da tela do jeito que deveríamos para apreciar o jogo. Desligá-la dará a você a chance de ver o visual glorioso do jogo e, caso você sinta falta da HUD, tudo o que você precisa fazer é colocar o dedão no touchpad para trazê-lo de volta.

Cheque seus equipamentos e melhore-os

Uma das primeiras missões do jogo vai te ensinar a caçar animais (e dinossauros mecânicos) para juntar recursos e trocá-los por uma outra roupa. Esses trajes não são apenas cosméticos, e vão ajudar Aloy a melhorar seus atributos para ter mais força ou resistência a certos elementos.

Similarmente, o armamento é classificado conforme sua raridade (muitos jogos usam cores para determinar raridade, e isso não é diferente em Horizon), e é bem fácil gastar horas fazendo missões antes de perceber que você ainda está usando o arco inicial para diminuir a vida dos inimigos a passo de tartaruga. Dê uma olhada em seus equipamentos para evitar entrar numa fria, o que significa que é importante ter certeza de estar usando as melhores armas e trajes que puder.

Fique na grama alta e ganhe

Os trailers de Horizon Zero Dawn sugerem ação frenética, e levando em consideração que esse jogo foi feito pelo mesmo estúdio de Killzone, é fácil assumir que ele seria um shooter. Por mais que o combate direto seja uma opção, esse é um game que vai te matar rapidamente a menos que você fique no matinho e ataque silenciosamente. Mire nos pontos fracos, e não erre.

Compre a habilidade do assobio

Assim que você puder, compre a habilidade do assobio. Ela faz exatamente o que está escrito na descrição, mas só funciona com um inimigo de cada vez e o traz para perto de você, permitindo que você consiga um abate furtivo. Use-o sabiamente e com frequência. Ao invés de sair pulando e correndo por aí, fique nas sombras e diminua o rebanho de um em um. Algumas vezes é possível limpar uma área inteira só usando essa tática, mas fique atento: inimigos humanos podem encontrar os cadáveres, e você não pode movê-los ou esconder os corpos, então essa habilidade é melhor utilizada em seus inimigos mecânicos.

Quanto maior, mais forte eles batem

A tentação de atacar um inimigo novo e grande é fácil de entender. Mas isso gera dois problemas: primeiramente, é raro encontrar um inimigo sozinho. Até mesmo os planos mais bem feitos podem ser arruinados caso você esteja enfrentando um mecha-dino com meia vida e dois dos amiguinhos dele resolvam aparecer e mudar tudo. Segundamente, a menos que você saiba exatamente o que fazer contra o novo oponente, é bem provável que essa aventura termine mal.

Desligue o pathfinding dinâmico

“Do que você está falando?”, nós podemos ouvir você perguntar. Basicamente, outra opção que fica ligada por padrão é a de pathfinding dinâmico. Pense nisso como um GPS num carro. Quando você jogar pela primeira vez, se correr para um determinado lado, o pathfinding vai mudar para te colocar de volta no caminho.

Horizon Zero Dawn brilha quando o assunto é exploração e encontrar seu caminho pelo mundo, mas mais do que isso, o método dinâmico que muda seu marcador de objetivo conforme você anda é bem confuso. A princípio, parece que ele quer que você continue no caminho, mas vai ser mais legal explorar através das árvores. Com essa opção desligada, você sempre saberá exatamente onde está seu objetivo, então mude isso o quanto antes.

Explore e suba de nível

Parece bobeira, mas é bem importante que você não saia correndo na história principal e esqueça das missões opcionais, caçadas, e outros objetivos. Como em muitos RPGs de ação, existem habilidades para desbloquear, e você ganha um ponto cada vez que subir de nível. As missões secundárias não são as mais empolgantes, mas algumas delas darão pontos de habilidade e algumas habilidades podem aumentar seu tempo de foco, o que significa que você poderá mirar em câmera lenta por mais tempo.

Inimigos andam em bandos para te atrapalhar

Cada um dos monstros do jogo possui um ponto fraco distinto. Ligar seu foco te ajudará a estudar cada um dos seus inimigos, e descobrir em qual parte do corpo deles você deverá mirar. Alguns são fracos ao fogo, alguns ao gelo, mas, a menos que você os estude, você nunca saberá, e toda luta será difícil. Use suas armadilhas e toda arma que estiver ao seu alcance para garantir que eles nunca se aproximem de você.

Vá no seu ritmo

Horizon Zero Dawn é um jogo imenso, cheio de coisas para fazer. Jogando rápido você pode perder muitas coisas. Vá no seu tempo e explore as missões adicionais que dão acesso ao mundo subterrâneo antigo que culminam em uma batalha contra um chefão, ou algo do tipo. Completar essas tarefas te dará novas habilidades de override que, em troca, permitem que você reprograme alguns inimigos para lutarem a seu lado ou deixar que você os monte. Há muito o que fazer então relaxe e não tenha pressa.

Use bem o stealth

Você pode enfrentar as máquinas de Horizon como quiser, mas agir de forma furtiva é uma estratégia extremamente eficaz, especialmente se você investir em habilidades e armaduras que prestigiam o stealth. Dessa forma é possível economizar recursos e fazer ataques de alto dano.

Pensando nisso, juntamos cinco dicas que podem te ajudar a se dar bem no mundo pós-pós-apocalíptico criado pela Guerrilla Games, tanto na hora de aproveitar o jogo quanto quando for enfrentar as máquinas gigantes que caminham pela Terra do futuro.

Invista no dano lacerante

Há uma estatística especial em Horizon Zero Dawn que se chama “dano lacerante.” Arcos e flechas que tem bons números nessa cateogia são ideal pois ao usá-los, a chance de remover uma parte do corpo das máquinas é maior, e essa é a melhor maneira de derrotar as criaturas gigantes.

Procure os colecionáveis

Normalmente, colecionáveis em RPGs de mundo aberto não passam de itens dispensáveis, com uma ou outra curiosidade. Aqui, eles ajudam a construir o mundo ao redor de Aloy. Toda missão da main quest está recheada de textos, áudios e hologramas do passado. Eles enriquecem a narrativa de formas fantásticas. Procure-os!

Volte para as ruínas

Logo no começo de Horizon Zero Dawn, você entrará numa série de ruínas e não poderá fazer muita coisa lá. Entretanto, mais para a frente é possível retornar e explorar melhor o lugar.

Lá você encontrará uma célula de energia que é o primeiro passo numa side-quest que dura quase o jogo todo. Durante a campanha, procure mais células. Elas vão te dar a melhor ferramenta do jogo.

Horizon Zero Dawn se passa em um futuro no qual uma civilização avançada deixou de existir. Os humanos, organizados em tribos, se aventuram em um mundo que mistura paisagens selvagens com os destroços de metrópoles, e dinossauros-robôs. O game é de ação em terceira pessoa e terá uma mulher como protagonista, Aloy.

Referências:

Afionados, The Enemy, Red Bull, Wikipedia, Techtudo.

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4

Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4, é o sexto jogo da série Ultimate Ninja Storm. É um jogo de luta, desenvolvido pelo CyberConect2 e publicado pela Namco-Bandai games para PC, PlayStation 4, e Xbox One baseado na franquia de anime e mangá Naruto. É a continuação do jogo Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 3 e é o primeiro jogo de Naruto a marcar presença nos consoles da oitava geração. O jogo conta a história da reta final da trama do mangá, sendo assim, o último capítulo da série Storm. O lançamento ocorreu no dia 04 de Fevereiro de 2016 no Japão, um dia depois nas Américas, no dia 09 de Fevereiro de 2016 na Europa e no dia 05 de Fevereiro de 2016 aqui no Brasil, além de ser o primeiro jogo da franquia a ser dublado em Português Brasileiro.

Jogabilidade

Ultimate Ninja Storm 4 possui jogabilidade semelhante aos jogos anteriores da série, em que os jogadores lutam entre si em arenas de três dimensões. O recurso “Wall Running” está de volta, marcando presença apenas em algumas batalhas do modo história, depois de estar ausente após o primeiro jogo da série Ultimate Ninja Storm. Uma mudança importante para o recurso é a capacidade de um personagem estar na parede, enquanto o outro fica na parte inferior. No Storm 1, os dois jogadores tinham que estar na parede. Também retorna a possibilidade voltar a utilizar os três modos de batalha em um combate só, diferentemente do jogo anterior Revolution. Outra novidade é o recurso de alternar entre os personagens durante a batalha. No entanto, os personagens compartilham a mesma barra de vida. Também novo para a franquia, é o “Armor Break” onde se pode destruir roupas e armaduras dos adversários, tanto em batalhas normais quanto contra chefes. Também há o dano elemental, onde, por exemplo, o fogo pode queimar a roupa do personagem e para apagá-lo seria necessário correr de um lado para outro na arena, ataques elétricos e aquáticos aumentam a probabilidade de dano na água.

Termine o Modo História primeiro

Antes de experimentar os modos Aventura e Survival, é altamente recomendável terminar a campanha dividida em cinco capítulos. O Modo História, com cerca de sete horas de duração, permite desbloquear boa parte do elenco de Ultimate Ninja Storm 4. Além disso, técnicas especiais das versões mais recentes dos heróis são apresentadas durante a narrativa.

Use o sistema de troca de líder

No recém-lançado game, o usuário é capaz de formar uma equipe com até três lutadores, que podem ser alternados no combate para dinamizar o gameplay. Embora o recurso não seja tão útil no início, já que os embates podem ser vencidos sem a necessidade dos ninjas de suporte, o sistema passa a ser imprescindível em estágios mais avançados e níveis elevados de dificuldade.

Como há grande variedade de personagens jogáveis, é comum ficar indeciso durante a etapa de seleção de ninjas. Procure sempre experimentar combinações diferentes, pois os lutadores têm estilos únicos.

Lembre-se de que equipes de combatentes com características semelhantes de ataque não conseguem resolver os confrontos com facilidade. Caso o personagem não esteja bem na arena, não hesite em trocá-lo por outro guerreiro.

Complete os objetivos extras

Ao final de cada estágio nos modos História e Aventura, há como ser recompensado com tesouros, caso algum dos desafios propostos no início da fase tenha sido concluído. Com o bônus adquirido, é possível usar Ryo para comprar itens consumíveis e acessórios cosméticos para cada lutador. As tarefas extras variam entre executar jutsus precisos, por exemplo, e vencer batalhas cumprindo ações específicas.

Não se esqueça de usar os truques de ninja

Embora Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 seja um jogo de luta na essência, o título oferece outros elementos para serem usados no decorrer dos combates. Dependendo do personagem selecionado, é possível soltar bombas, arremessar facas e executar truques de ninja para surpreender o adversário.

Movimente-se o tempo todo

Assim como nos outros jogos da série, Ultimate Ninja Storm 4 não dá chance para o jogador estudar o oponente com cautela. O segredo para dominar a mobilidade é manter-se em movimento e coordenar os golpes e combos intercalando entre esquivas laterais e pulos. Ser agressivo é uma necessidade, mas há momentos pontuais em que é preciso ficar distante do inimigo e o atacar com projéteis e jutsus de longa distância.

Combine ataques corpo a corpo

Apertar o mesmo botão de ataque repetidamente pode não ser a melhor estratégia para derrubar o rival e progredir na aventura. Isso acontece porque o adversário conseguirá interromper facilmente a sequência de golpes iguais. Portanto, é mais que necessário misturar habilidades evasivas, jutsus e investidas certeiras de ninjas aliados.

Fique de olho no Chakra

É preciso ficar atento ao medidor de chakra, exibido logo abaixo da barra de saúde do personagem, pois ele indica se o jogador ainda tem chakra suficiente para executar jutsus básicos e especiais. Tente economizar o recurso para utilizá-lo em momentos críticos do confronto, já que os jutsus causam dano considerável de uma só vez.

A forma de recuperar a barra de chakra é manter o botão triângulo pressionado – ou “Y” no joystick do Xbox One –, mas isso faz com que o personagem fique temporariamente vulnerável.

Modo história e modo aventura ordinários

O modo história consegue contar de uma maneira bem bacana o fim da história do mangá, ressaltando as principais partes da narrativa desde a revelação de quem é o vilão Tobi, seguindo do ponto onde o seu predecessor parou. Apesar de acertar a mão quando o assunto é animação 3D, o game peca em não aproveitar partes dos episódios já gravados para acrescentar à experiência.

A campanha é extremamente fácil e está ali apenas para cumprir o papel de um modo principal. Não há nenhum tipo de desafio, modo livre ou missões a serem cumpridas. Você escolhe jogar entre a linha da história de Sasuke ou Naruto até o ponto onde elas se cruzam.

Os aspectos dispensados no modo principal são reservados para a outra modalidade, chamada de Modo Aventura. Aqui, você continua a jogar com diversos personagens após os eventos da história. Você tem sidequests para cumprir, mapas para explorar e umas coisinhas a mais. Em outras palavras, o oposto do modo principal.

Essa dosagem acaba criando duas experiências distintas, mas ambas com a sensação de feitas pela metade. Talvez, o melhor caminho fosse seguir a mesma estrutura dos antigos jogos de PlayStation 2, que misturavam essa estrutura de aventura e RPG em conjunto com os eventos principais da história.

Mecânica de luta

Quanto a jogabilidade e mecânicas de luta, pouca coisa mudou. Ainda há pouquíssimos combos, apenas um golpe especial e uma finalização para cada ninja, além de alguns poucos itens. O modo de transformação ainda está presente, mas ele é desbalanceado. Afinal, alguns personagens mal têm alterações, enquanto o Naruto consegue se transformar na Kyuubi.

Já sabemos que a franquia Ultimate Ninja Storm (e muitos outros títulos baseados em animes) não tem como foco o modo competitivo nem se preocupa em desenvolver combos complexos para atrair um público hardcore. Todavia, o quarto game principal da série parece depender demais do conteúdo já pronto, pois quase tudo é reaproveitado das obras anteriores.

O grande destaque são as finalizações em equipe, que ganharam novos ataques combinados de encher os olhos. Esse é o game da série com a maior quantidade de heróis também, mas parece que as coisas boas acabam por aí. Há algumas apresentações bonitas no que há de novo, mas todo o resto parece reaproveitado dos títulos anteriores, sem melhorias além da resolução.

Essa qualidade é muito contrastante com o começo da campanha, por exemplo. O sistema de partículas, a modificação do cenário, os objetivos específicos da luta, os quick time events, as batalhas de bijuus em campo aberto e mais muitos outros elementos não são nem um pouco aproveitados no combate livre, que é ordinário e extremamente parecido com o que já havíamos visto anteriormente. Resumidamente, existe um potencial muito grande desperdiçado aqui.

No modo online, os servidores se mostraram bem instáveis nas partidas. Mesmo com uma boa conexão de internet, acontece problemas de lag em alguns momentos. Quando o assunto é multiplayer, o forte do game continua o mesmo: jogar localmente com um amigo de player 2 em lutas rápidas e casuais.

A Quarta Guerra Mundial Shinobi

Ultimate Ninja Storm 4 retoma a história em que o jogo anterior terminou. As Forças Aliadas Shinobi têm a vantagem sobre a Akatsuki, mas Tobi e Madara Uchiha continuam sendo obstáculos constantes para os heróis. Naruto, então, deve se unir aos aliados para tentar derrotar a dupla e impedir que completem o plano de conquista mundial.

O modo história se apresenta como uma série de batalhas, com cenas animadas que avançam a narrativa e agem como pausas na ação. O roteiro toma algumas liberdades ao adaptar a história para o jogo, mas todas as informações e momentos importantes estão presentes para tornar a experiência coesa. A vantagem é que os fãs que já sabem a sequência de eventos não precisam esperar muito para reviver as batalhas principais, enquanto os que veem o arco final pela primeira vez não ficam perdidos ao longo da jornada.

Existe também o modo Aventura, que funciona como epílogo para a narrativa principal. Este permite que o jogador explore vários locais do mundo de Naruto e oferece várias missões. Embora a trama deste modo não tenha consequências importantes para a história geral, ainda é uma opção divertida para aqueles que buscam mais conteúdo depois dos créditos.

Retoques no Gameplay

O gameplay em Ultimate Ninja Storm 4 continua com a mesma base dos antecessores. Além de combos básicos, podem gastar um pouco da barra de chakra (barra azul) para usar habilidades especiais ou correr rapidamente em direção ao oponente. As batalhas ocorrem no campo circular em que os jogadores têm movimentação livre e são travadas com três personagens. Um jogador é o líder, e luta enquanto os outros dois são apoios e podem ser chamados para ajudar brevemente no campo.

A principal novidade agora é que o jogador pode trocar o líder da equipe no meio da batalha, o que torna o confronto mais frenético. Além disso, foram adicionadas outras habilidades como especiais combinados, em que todos os personagens da equipe se juntam para criar um novo golpe. Foi introduzido ainda o contra-ataque, que para ser usado deve-se gastar ¼ da barra de chakra.

A quantidade de personagens também é assustadoramente grande. São mais de 100 lutadores no jogo, a maioria disponível desde o início. Existem variações dos mesmos personagens, mas no caso dos principais há sempre diferenças em termos de golpes e ataques especiais.

O jogo oferece vários modos, desde batalhas livres até torneios e ligas para serem jogados com amigos. Por outro lado, jogar com amigos no mesmo console parece ser a única opção viável atualmente, já que ao tentar procurar partidas online durante os testes não foi estabelecida uma conexão estável com algum oponente. 

Ninpous, Jutsus e mais

Um destaque extremamente positivo, como na maioria dos jogos da Bandai, é a jogabilidade. Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball, One Piece e muitos outros jogos baseados em animes, são construídos sempre com uma ideia de trazer todo o sentimento das batalhas que assistimos, para o nosso controle. Em Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 esse grau é elevado a enésima potência, pois há possibilidades diversas para relembrar grandes cenas do desenho. Um exemplo claro disso é quando, numa luta 3×3, você consegue escolher personagens que tem algum tipo de relação e já trabalharam juntos no anime, e assim sendo, conseguirá desferir um Jutsu Especial, combinando as 3 forças, ou em alguns casos, 2. Também há a possibilidade de você alternar entre os 3 personagens, porém utilizando a mesma barra de vida.

Os controles não são difíceis, o que faz a curva de aprendizado ser bem tranquila. A variedade de personagens é a maior já vista num game da franquia, e cada um possui uma habilidade e gameplay diferente, assim como funciona no desenho. Saber escolher seu time de acordo com as suas concepções de batalhas é uma estratégia importante de vitória. Personagens que atacam a longo alcance, mesclado com um que tem muita velocidade ou uma força descomunal, podem dar uma sustentação diferente que confunda o adversário.

Arigato – “Obrigado”

Uma novidade importante para o público brasileiro é, além de estar totalmente localizado, a adição da dublagem brasileira pt-br, com as vozes do elenco principal do desenho, dada a importância gigante e a popularidade que Naruto conquistou nas terras tupiniquins. Assim, aqueles que acompanham a série pela TV, conseguirão jogar com seus heróis do mesmo jeito e com as mesmas emoções que tiveram ao assistir. O mesmo aconteceu com o jogo do Cavaleiros do Zodíaco, no qual pudemos sentir a nostálgica presença dos dubladores originais do Anime.

Obtendo rank “S” em “Kaguya, the Violent Goddess (Part 1 and 2)”

Esta é um batalha de chefe dividida em duas partes. Você precisará conseguir um rank “S” nos dois capítulos para obter as conquistas “Farewell, Obito” e “Surpassing A Goddess” . Para fazer o rank “S”, você precisará terminar a batalha com 90% ou mais de energia e e conseguir todas as estrelas durante as QTEs. Depois da batalha, é possível ver os detalhes da pontuação pressionando X (XBOX One) ou Quadrado (PS4). É recomendável manter distância e executar os Ninjutsus de longo alcance. Depois disso, restaure o chakra logo após atacar e repita o processo. Se tiver que manter o combate próximo, vá pressionando LT (XBOX One) ou L2 (PS4) para esquivar e na primeira oportunidade vá criando distância.

Quando ela vier na sua direção e você não tiver Chakra para executar um Ninjutsu, você pode usar o Chakra Dash e executar um combo em seguida (custa menos chakra e irá fazê-la recuar). Mas nunca chegue perto dela com a sua barra de substituição vazia, pois você não conseguirá esquivar.

Obtendo Rank “S” em “Naruto And Sasuke”

Para obter o troféu “The Last Man Standing”, você precisa completar o último capítulo com Rank “S”. Para conseguir rank “S” , você precisa ter mais de 90% de exergia e obter todas as estrelas durante as QTEs. Há duas sessões de luta que contam para “Naruto And Sasuke”, elas podem ser encontradas no vídeo a seguir em 3:58-5:17 e 15:05-22:00. O resto são apenas cutscenes e o final do jogo. A melhor formas de obter um rank “S” é usando o Chakra Dash e executando um combo logo em seguida. Pressione LT (XBOX One) ou L2 (PS4) para evitar os ataques inimigos e durante as QTEs, apenas pressione todos os botões rapidamente para conseguir 100% das estrelas. Não é necessário terminar as duas batalhas seguidas com rank “S”. Elas podem ser selecionadas individualmente depois.

PREPARAÇÃO

Sempre que for para cima do seu oponente vá preparado, nunca avance com pouco chakra, se você tiver uma substituição a menos que o oponente é aceitável, a partir de duas substituições a menos fique na defensiva ou ataque a distância até se recuperar (a não ser que seu oponente esteja sem chakra, pois neste caso, as chances de ele contra atacar são mínimas, mesmo estando em vantagem na substiuição).

INVESTIDA

Treine muito, mas muito mesmo a sua investida com os botões Y,A (Corrida de chakra), pois ele será essencial para reduzir ou até mesmo acabar com a substituição do oponente, sendo que sempre que ele substitui, use rapidamente o Y,A para ficar em cima dele e o ataque com combos forçando-o a substituir novamente, assim você pode seguir este ciclo até a substituição dele acabar ou você ficar sem chakra.

Tome muito cuidado com o Break Down (RT+X) do oponente pois essa habilidade quebra a sua investida e seu ataque físico comum, lhe deixando tonto por alguns segundos, podendo tomar um Jutsu Supremo sem nenhuma chance de reação. Preste muita atenção no barulho que o Break Down emite para você evita-lo a tempo, pois você pode freiar sua investida apertando Defesa (RT), quando você evita o Break Down, o oponente fica vulnerável a Jutsus(Y,B), Jutsu Supremo(Y,Y,B) Ferramentas Ninja(X) e Agarrão (RT+B).

Por mais que não pareça, os Jutsus (Y,B) são mais eficazes a curta distância, pois a longa distância seria um poder muito óbvio para o oponente reagir ou desviar.

FINALIZAÇÃO

Para esta regra, aconselho ter escolhido o tipo “Jutsu Supremo” pois com o inimigo sem substituição ele estará bastante vulnerável ao “Jutsu Supremo”, aproveite este momento, mas use o Jutsu Supremo na hora certa como no meio de um combo (B,B,B,B,Y,Y,B) para ele não reagir ou quando ele estiver fazendo alguma ação, como tentando te atacar, pois assim não haverá tempo do oponente efetuar sua defesa contra o Jutsu Supremo.

Experiência audiovisual mista

O jogo é, de certa forma, bem bonito, principalmente no que diz respeito às adições recentes, como personagens, cenários e modo campanha. Entretanto, esse primor gráfico causou muitas vezes uma queda incômoda de frames por segundo, que deveriam ser travados em 30, mas não conseguem manter o padrão sempre.

Lembra-se do que acabamos de falar sobre o conteúdo novo ser mais caprichado do que o restante? Graficamente, o problema persiste. Há um contraste grande entre golpes, animações e até mesmo finalizações dos personagens mais recentes em relação aos que já vêm acompanhando a série há um tempo.

Se existe um ponto positivo de peso aqui é a dublagem do game, que conta com quatro idiomas, incluindo o português brasileiro. Se você é fã do anime, provavelmente prefere a versão japonesa, que já vem como padrão. Entretanto, você pode experimentar o jogo todo com as vozes nacionais, que contam com os principais dubladores oficiais. Apesar de manter uma qualidade relativamente boa, há problemas de traduções, pausas repentinas nas falas e algumas entonações estranhas.

Gráficos

Os gráficos da franquia sempre foram fantásticos e Ultimate Ninja Storm 4 não é exceção. Os personagens são tão bem feitos que parecem ter saltado diretamente das páginas do manga. Adicionalmente, as animações do modo história são fantásticas e dão nova vida ao que muitos fãs já conhecem.

Porém, muitas vezes são usadas fotos diretamente do anime, apenas com uma leve estilização por cima. Além disso, embora nas batalhas nunca haja queda na taxa de quadros, o problema ocorre quando o jogador explora a vila de Konoha no modo Aventura. São erros pequenos perto do restante do jogo, mas estão lá.

Referências:

Jogos Enternauta, Combo Infinito, Voxel, Techtudo, Wikipedia.