Wargroove

Wargroove é um jogo eletrônico de estratégia por turnos desenvolvido e publicado pela Chucklefish Games. Ele foi lançado para Microsoft Windows, Nintendo Switch e Xbox One em 1 de fevereiro de 2019, com uma versão para PlayStation 4 previsto para ser lançado em uma data posterior.

Jogabilidade

Wargroove é um jogo eletrônico de estratégia por turnos no qual os jogadores exploram mapas e inimigos de batalha. Os jogadores podem escolher assumir o controle de um dos doze comandantes, cada um com sua própria campanha, motivações e personalidade.

O jogo suporta multijogador local e online, incluindo jogador contra jogador e modo cooperativo. O jogo apresenta ferramentas de edição de campanha que permitem aos jogadores criar seus próprios mapas. Há também um editor do mundo superior para conectar diferentes missões; Isso permite que o jogador crie caminhos de ramificação e defina missões para desbloquear sob certas condições.

Foco em obter acessos críticos

Cada unidade em Wargroove tem a capacidade de atingir um acerto crítico, que causa um dano massivo. Se você usar essa habilidade, a maioria das unidades poderá derrotar certos inimigos em um único golpe. Porém, nem todas as unidades são iguais. Cada um tem requisitos diferentes para executar um ataque crítico.

Por exemplo, espadachins só podem fazer um ataque crítico se o comandante estiver diretamente ao lado deles. O trebuchet de longo alcance tem um pré-requisito mais difícil: ele precisa atacar um alvo no alcance máximo para atingir o mais forte.

Nosso melhor conselho para aprender todas essas condições é entrar no códice do jogo e ler sobre cada unidade. Cada membro do seu exército tem várias páginas de informações que explicam seus papéis-chave na batalha, estatísticas sobre o desempenho em relação a outras unidades e, mais importante, uma representação visual e escrita sobre como executar o ataque crítico.

Ataques críticos são essenciais para fazer um trabalho rápido de seus inimigos.

Unidades de escolha

Embora ataques críticos sejam a maneira mais forte de causar dano, você pode executar abates com um único golpe se atacar o tipo certo de inimigo.

Cada unidade do jogo é forte e fraca contra uma variedade de outros tipos de inimigos. A chave para manter seu exército vivo e derrotar seu inimigo rapidamente é combater as unidades de picking. Escolher soldados que tenham vantagens naturais contra qualquer coisa que seu inimigo tenha é essencial para sobreviver em Wargroove .

É fácil descobrir quais unidades escolher a qualquer momento. Ao acessar o painel de informações de uma unidade no campo de batalha, você verá um gráfico completo de informações. Na parte inferior de cada painel, há uma lista de suas vantagens e desvantagens em relação a todas as unidades possíveis. Embora essas informações não estejam especificadas em texto simples, você pode confiar nos recursos visuais para fazer suas escolhas.

Em cada lista, você verá um pequeno ícone que representa unidades diferentes. A lista “eficaz” mostra unidades fracas em relação à unidade que você está vendo, enquanto a lista “vulnerável” mostra unidades que têm uma vantagem em relação a essa unidade. Infelizmente, esta lista conta com pequenos ícones para exibir todas essas informações úteis. Uma atualização futura que facilite a compreensão deste gráfico pode estar chegando em breve, de acordo com o desenvolvedor do jogo .

Use essas informações para escolher quais soldados levar para a batalha. Sempre que seu inimigo convocar novas unidades, verifique imediatamente a tabela de vantagens e desvantagens para que você possa convocar as melhores unidades no próximo turno.

Isso é muito mais fácil no modo história, onde o comandante inimigo sempre escolhe uma certa seleção de unidades. Nos modos arcade e competitivo, isso será mais desafiador, mas, desde que você empilhe as probabilidades a seu favor pela contra-escolha, suas unidades terão uma chance de lutar. Se você fizer as escolhas certas e usar bem seus ataques críticos, poderá derrotar unidades em um ataque.

Use seus comandantes adequadamente

Em todas as batalhas que você joga em Wargroove , você controla um dos mais de 12 comandantes do jogo. Cada um atinge mais do que sua unidade média e tem mais saúde. Mas é o seu talento especial – ou Groove – que torna cada um único.

Depois de participar do combate por um tempo, cada comandante pode liberar sua habilidade especial. Alguns comandantes têm a capacidade de dizimar seus inimigos, enquanto outros podem curar suas unidades ou controlar o campo de batalha. Compreender como cada habilidade pode inclinar a balança é fundamental para dominar o estilo de jogo de cada comandante.

Mércia, a personagem principal do jogo, tem uma capacidade de cura que cobre uma vasta área. Se você a cercar com espadachins que ganham a capacidade de realizar ataques críticos se estiverem ao lado dela, ela pode curar alguns deles em um único turno quando sua habilidade especial estiver pronta. Seu talento a ajuda a permanecer no meio da batalha com suas unidades, tornando-a tão essencial para as tropas da linha de frente quanto o resto de seu exército. Por outro lado, comandantes como Greenfinger podem derrubar várias vinhas no campo de batalha, tornando-o um especialista em manter o inimigo à distância e usar unidades de longo alcance.

Pular para o códice fornecerá estratégias curtas para cada comandante. Nas várias páginas que detalham seus estilos de histórico e de batalha, você terá uma ideia de como usar cada uma de suas habilidades especiais com visualizações animadas delas em ação. Lembre-se disso quando escolher comandantes para os modos arcade e competitivo. Embora cada comandante tenha acesso às mesmas unidades, embora com designs diferentes, seus talentos especiais fazem com que se sintam únicos.

Controlando aldeas

Wargroove é tanto sobre combate quanto sobre gerenciamento de recursos. Em cada campo de batalha, espalhados entre as estradas, rios e montanhas, existem várias aldeias.

Capturar uma vila tem dois benefícios: As unidades podem curar em suas aldeias controladas e, a cada turno, cada vila que você controla oferece 100 de ouro.

Você precisará de ouro para convocar unidades, e controlar aldeias é a única maneira de conquistá-lo. Lembre-se de que quanto mais você controla, mais dinheiro ganha por turno. Você pode usar esse dinheiro para convocar mais unidades rapidamente ou obter acesso a unidades mais caras mais cedo do que faria normalmente.

Um dos seus principais objetivos para capturar essas aldeias rapidamente, mas você também deve estar ciente de que pode assumir o controle de qualquer aldeia que seu inimigo controle.

As aldeias capturadas agem como unidades, na medida em que podem contra-atacar quando uma unidade as atinge. No entanto, uma vez que uma vila é derrotada, ela se torna neutra e você pode capturá-la. Essa nova vila não apenas oferece mais 100 ouro por turno, mas seu inimigo não ganhará mais recursos dessa vila. Sugar todos os recursos do seu inimigo os colocará em séria desvantagem. Em breve, você poderá ter mais unidades no campo de batalha do que elas podem pagar.

Um dos aspectos mais interessantes de Wargroove é que não há vantagens ou desvantagens claras no início de cada luta. Cabe aos jogadores balançar a balança a seu favor usando uma mistura de ataques críticos, desvantagens de unidade e gerenciamento de recursos. Implementar todas essas estratégias em conjunto – enquanto tira proveito da habilidade especial de cada comandante – é importante para ter sucesso no Wargroove . Se você estiver se sentindo preso em uma missão de campanha ou lutando em uma batalha de arcade, volte para o básico. Depois de dominá-los, não deve haver uma batalha muito difícil de vencer.

Tem dinheiro? Gaste

Não faz sentido acumular dinheiro na Wargroove. Este é um jogo em que você precisa produzir unidades constantemente, pois se concentra em aumentar os números e as probabilidades para estar a seu favor. Mesmo que sejam meros grunhidos, você precisa dessa presença de tropas no campo de batalha, por uma boa razão …

Forragem de canhão

Sim, não se apegue a esses caras. Embora Wargroove tenha uma seleção justa de unidades exóticas, elas são caras e podem ficar impressionadas se forem esquecidas. Lembre-se, suas tropas terrestres estão lá para absorver danos e desviar o caminho da oposição. Eles são o posto que existe para ser seu escudo contra o inimigo, enquanto você posiciona unidades mais valiosas e poderosas atrás deles e prepara um contra-ataque. É estranho quando você pensa que a ideia de Zapp Brannigan de superar a munição inimiga realmente tem algum mérito em Wargroove.

Não faça em vão seus sacrifícios.

Misture!

Lembre-se, nenhuma unidade é a chave da vitória em Wargroove. O spam de um único tipo de infantaria ou artilharia abre seu exército a um ataque de unidades especializadas em interromper suas habilidades. Assim como qualquer outro jogo de estratégia que se preze, os melhores exércitos têm uma mistura de unidades. Soldados para manter a linha de frente, cavaleiros para reforçar e guardas florestais para aproveitar o bloqueio para ajudar a reduzir o lado oposto para baixo enquanto você move seus soldados para a matança.

Você também vai querer manter alguns xamãs à mão, não apenas por seu ataque antiaéreo, mas também por uma habilidade de cura útil que pode ser o fator decisivo entre vitória e derrota. Cada unidade tem um papel a desempenhar, com a soma de suas partes criando uma força assustadora.

Às vezes, a defesa é melhor que o ataque

Existe uma configuração de contrapartida para Wargroove: quando você ataca com um esquadrão, corre o risco de diminuir a capacidade de combate dessa tropa. Quando você coloca um esquadrão de força total contra outro, pode facilmente perder de 30 a 40% do poder da sua unidade nessa carga inicial. Entre os confrontos mais altos e mais baixos, esse risco pode ser maior ou menor.

Então, o que você faz com uma unidade que está doendo e pode ser nocauteada em um único ataque? Acredite ou não, eles ainda são incrivelmente úteis, como barreiras únicas entre você e o inimigo. Um sacrifício que pode ser movido pelo mapa, a última posição que uma unidade danificada pode oferecer tem o potencial de criar uma lacuna que o ajudará a longo prazo.

Em frente

Se você acha que Wargroove é o tipo de jogo em que você pode sentar e bombear algumas unidades antes de enviar uma grande força para a batalha, então você está tristemente enganado. Wargroove favorece os arrojados, pois todo o núcleo do jogo gira em torno de um cabo de guerra em qualquer mapa. Quanto mais território você controlar, mais oportunidades terá para estabelecer sua cabeça de praia e mantê-la constantemente reforçada, pegando o bloco de mapa por bloco sangrento à medida que avança para demolir uma fortaleza inimiga.

Vê um prédio? Pegue!

Ligando-se ao ponto acima, um dos seus principais pontos de foco no Wargroove deve estar na aquisição de edifícios. Você não apenas recebe um aumento extra de recursos, mas também um bastião temporário que pode combater os invasores. Os edifícios, uma vez capturados, são essencialmente unidades imóveis que exigem algum sacrifício de unidade para assumir o controle.

Mais do que isso, você não pode estacionar uma unidade em cima deles para interromper sua produção de receita, enquanto que, na verdade, ter alguns desses edifícios significa que você pode reforçar suas unidades em direção a limites mais altos de saúde, se tiver dinheiro. Isso também vale para os edifícios de produção de tropas, pois sua captura é essencial para criar linhas de suprimentos que podem fazer ou quebrar um mapa para você.

Não tenha medo de usar seus heróis

Embora não sejam indestrutíveis, os heróis de Wargroove ainda são mais do que capazes de causar um tremendo dano à oposição. Enquanto uma carga imprudente da brigada da luz pode matar um jogo, você deve dizer que a queda dos heróis, quando usados ​​corretamente, esses líderes do campo de batalha são forças a serem consideradas. Eles podem ser o fator decisivo para quebrar um impasse, um aríete que pode absorver punições e aumentar suas tropas com seus Wargrooves.

Usar cada um desses Wargrooves corretamente em uníssono com seu exército é a chave para a vitória. A festança de escudos de Ragna pode dizimar a saúde das tropas inimigas, Mércia pode dar um segundo tiro no seu exército e Valder é capaz de enviar spam para o campo de batalha com lacaios que podem bloquear rotas. Encontrar o herói, estratégia e caminho certos depende de você.

Verifique o alcance de ataque do seu inimigo antes de se mudar

Uma das estratégias mais básicas do Wargroove e uma informação incrivelmente importante. Selecione uma unidade inimiga e você verá seu alcance de movimento / ataque. Em Wargroove , quase nunca é uma boa ideia rebater ataques, a menos que você tenha forragem e apoio para canhão. Você deve sempre querer atacar primeiro e sacrificar apenas bucha de canhão para proteger suas melhores unidades. Sempre verifique o alcance do movimento do inimigo e deixe-o chegar até você.

Capture tudo o mais rápido possível para obter o máximo de ouro

Capturar aldeias é a única maneira de ganhar ouro, e o ouro é o que financia seu exército. Você precisará de um suprimento constante, portanto o primeiro objetivo de qualquer missão é capturar o maior número possível de aldeias. Vale a pena construir soldados forradores de canhão (100 Gold) e enviá-los para agarrar aldeias distantes, mesmo enquanto você estiver ocupado engajando uma grande força em outro lugar.

Melhor ainda, o inimigo adora atacar aldeias. Eles serão distraídos pelas aldeias e frequentemente os atacarão em vez de suas unidades. Aldeias ganham 10% de vida a cada turno, e aldeias podem ser usadas para reforçar suas tropas – curando-as se sofrerem perdas em troca de moedas / HP da aldeia.

Vagões são incrivelmente úteis | Transporte e bloqueio

Os vagões são uma das unidades mais úteis do jogo. Faz sentido construir um vagão muito cedo na maioria das batalhas – eles não apenas podem transportar tropas da sua base inicial para as linhas de frente rapidamente, mas também podem servir como uma unidade de bloqueio útil. Os vagões são muito rápidos e, se sofrerem danos, não perderão a funcionalidade como outras unidades. Até um vagão danificado pode se mover rapidamente e transportar tropas.

Os vagões podem transformar um exército lento em uma força de captura louca e rápida. Envie seu comandante direto para os quartéis distantes para uma captura rápida para ganhar terreno imediatamente em um oponente. Você pode até enviar uma força de ataque furtivo de lanceiros diretamente para uma fortaleza inimiga para um poderoso ataque crítico.

Cada unidade tem uma força, fraqueza e crítica

Eu continuo falando sobre ataques críticos – deixe-me explicar. Ataques críticos são ataques especiais com danos aprimorados que cada unidade pode realizar. Cada unidade deve atender a requisitos específicos para desencadear seus ataques atualizados. Por exemplo, a Cavalaria deve atacar unidades a 6 espaços de distância. A infantaria precisa estar adjacente a um comandante. Os lanceiros precisam estar adjacentes a outra unidade dos lanceiros. Trebuchets precisam atacar a partir do alcance máximo. Cada unidade tem um ataque crítico mortal, e cabe a você aprendê-las.

Florestas e montanhas são boas para defesa, mas o bônus diminui

Mover-se para certas peças aumentará ou diminuirá sua defesa. A água diminuirá sua defesa em -2 (-20%), enquanto as montanhas aumentam a defesa em +4 (+ 40%). As montanhas são difíceis de percorrer, mas oferecem excelente defesa para suas unidades. O problema é que, quanto mais fracas forem suas unidades, menos bônus defensivo você terá. Se a sua unidade estiver com 40% ou menos de sua saúde, eles registrarão um benefício muito menor com a defesa na floresta ou nas montanhas.

Ataques são apenas um pouco aleatórios | Deslocamento de 5%

Aqui está algo que o jogo realmente não explica. Todos os ataques são um pouco aleatórios . Antes de atacar uma unidade inimiga, você verá quanto dano é projetado para causar ao inimigo. Esse número é bastante preciso, mas é um pouco aleatório; o número pode mudar para cima ou para baixo.

Por exemplo, se você causar 65% de dano a um alvo – o dano real que você causar pode ser tão baixo quanto 60% ou tão alto quanto 70%. É uma pequena diferença que pode mudar tudo na batalha.

Os cães são escuteiros úteis – eles podem ver através das árvores!

Os cães não são apenas fofos, são batedores úteis. Em uma missão inicial, você é instruído a usar batedores para enxergar através do nevoeiro. Isso não é exatamente preciso. Cães e outros personagens têm linhas de visão muito semelhantes – mas os cães têm uma vantagem sobre qualquer outra unidade nos mapas nebulosos. Os cães podem “ver” através das árvores, localizando inimigos escondidos na floresta.

Os cães também são bastante úteis contra inimigos inimigos nos pés. Soldados, lanceiros, arqueiros e muito mais são bastante vulneráveis ​​à mordida de um cachorro. E os cães funcionam melhor quando têm inimigos cercados por mais cães.

Proteja suas unidades principais | Cavalaria, Magos, Trebuchets e mais

Algumas unidades são completamente dispensáveis. Você aprenderá rapidamente que lanceiros, infantaria e tropas mais baratas e fáceis de produzir não vão vencer nenhuma batalha. Não, você precisa de unidades que lhe proporcionem uma vantagem tática em combate. Estas são as suas unidades “centrais”, as unidades mais úteis que o ajudarão a vencer uma luta. O truque é usar essas unidades com sabedoria, preparar seus ataques críticos e dar o golpe final. Use unidades de forragem de canhão para proteger essas unidades!

As unidades principais incluem: Comandante, Arqueiros, Cavalaria, Magos, Trebuchets, Balista e Aeronautas.

As unidades principais são as unidades mais importantes do seu exército. Inevitavelmente, essas unidades serão derrotadas, mas elas são realmente verdadeiras quando se trata de vitória.

Referências:

Game Ranx, Critical Hit, Polygon, Wikipedia.

Vainglory

Vainglory é um jogo eletrônico do gênero multiplayer online battle arena desenvolvido pela Super Evil Megacorp e publicado pela Rogue Games para dispositivos Android, iOS, Windows e MacOS.

O jogo é uma versão simplificada do seu gênero onde duas equipes adversárias de três ou cinco jogadores lutam para destruir a base inimiga, controlando os caminhos entre as bases, que é alinhado por torres e protegido por criaturas inimigas controladas por IA. Fora do caminho, os jogadores lutam por pontos de controle que fornecem recursos extras. O jogo foi lançado para iOS em novembro de 2014, e após um ano e meio, a versão para Android foi lançada em julho de 2015, em 2019 foram lançadas as versões para Windows e MacOS.

O desenvolvimento do jogo começou em 2012 com a formação da Super Evil Megacorp. O jogo foi revelado no evento de anúncio do iPhone 6 da Apple, em setembro de 2014, para demonstrar a interface de programação de aplicações de gráficos da plataforma. O intuito da Super Evil Megacorp era fazer um jogo que iria entreter os jogadores por horas e incentivar as pessoas para experiências em multiplayer semelhantes a uma partida de LAN.

Vainglory recebeu críticas geralmente favoráveis. Os críticos elogiaram os gráficos, personagens e o seu level design, mas também criticaram sua falta de ferramentas de comunicação entre as equipes. Demais avaliações também discordaram sobre o grau de acessibilidade do jogo para novatos, atualmente existem vídeos explicativos e tutoriais dentro do jogo, para o melhor entendimento do mesmo, sendo parte da razão pelo qual recebeu críticas mistas.

Porém em 2018, Super Evil Megacorp lançou sua mais nova versão,um modo de batalha 5v5. O novo modo 5v5 já vinha tendo muita repercussão dentro da comunidade do jogo para uma possível aproximação dos MOBA concorrentes,com o novo mapa,novos heróis e novas mecânicas, Vainglory salta novamente para o topo das melhores especulações dentro da gaveta de jogos móveis,já que possui um dos melhores motores gráficos,o jogo agora roda em até 120 FPS,com qualidade intensa além de trazer o tão amado recurso “névoa de guerra”,sendo um dos primeiros MOBA mobile a atingir tal perfeição.

Em 2019 a Super Evil Megacorp anunciou que recebeu mais de 10 milhões de dólares em investimentos para produzir seu novo jogo chamado Project Spellfire que será lançado em 2020. Em 2019 a SEMC também anunciou que não ficará mais responsável pela publicação do Vainglory e que a partir de agora a responsável pela publicação do jogo será a Rogue Games

Jogabilidade

Vainglory é um jogo do gênero multiplayer online battle arena que segue o mesmo estilo de MOBAs populares como League of Legends e Dota 2, mas que foi projetado para smartphones e tablets. Como padrão do gênero, duas equipes opostas lutam para alcançar e destruir a base adversária ao mesmo tempo em que defendem a sua própria em um cabo de guerra para o controle dos 3 caminhos conhecido como “lanes”, que ligam as bases. Além disso, existem duas “selvas” entre as lanes que contém criaturas que podem ser mortas ou capturadas para obter vantagens sobre a equipe adversária.

Em Vainglory, cada equipe é composta por cinco jogadores que controlam um avatar, conhecido como “herói”, de seu próprio dispositivo. Os personagens mais fracos são controlados por computador, chamados de “minions”, que são originados nas bases e seguem as lanes para a base da equipe oposta, lutando contra inimigos e torres nas rotas. As torres repelem o fluxo de minions e heróis inimigos. O objetivo do jogador é destruir as torres inimigas e o “Vain Crystal” na base da equipe inimiga.

Existem dois modos de jogador contra jogador em Vainglory, em que todo o mapa está disponível, e o Battle Royale, onde a progressão é mais rápida e a batalha é limitada apenas às lanes. Os jogadores podem jogar o modo Standard classificados para aumentar o seu ranking no jogo, ou os modos casuais, onde a sua classificação não é afetada. A duração de uma partida classificada no jogo é listada como de 25 minutos, enquanto a de modos casuais é de 20 minutos.

Em setembro de 2016, já existiam 27 opções de heróis. Os desenvolvedores do jogo adicionaram continuamente novos heróis, cada um com habilidades diferentes e balanceados para o fairy play. Por exemplo, um heróis pode ter um dano alto, mas a mobilidade lenta, ou fortes habilidades corpo a corpo, mas nenhum ataque à distância. Os jogadores escolhem entre três habilidades que atualizam através de uma árvore tecnológica comum. Há um número definido de heróis que são livres para serem utilizados no jogo, uma vez que esta lista de heróis disponíveis é atualizada a cada semana. Existem dois tipos de moeda entro do jogo para compras no aplicativo: a Glory, que pode ser obtida por meio de batalhas, e outra que pode ser comprada com dinheiro chamada Immensely Concentrated Evil (literalmente, “Mal Imensamente Concentrado”) e abreviada como ICE. Os jogadores também podem optar por desbloquear permanentemente qualquer personagem do jogo por uma determinada quantidade de Glory. A partir da atualização 1.18.0, os jogadores são capazes de obter ICE em cestas.

Vainglory oferece dois modos principais de comunicação no jogo: emoticons da equipe e pings estratégicos nos mapas.

Princípios básicos

Como em qualquer MOBA, Vainglory tem objetivos que devem ser concluídos em conjunto com seus aliados. Não há motivo para jogar um game do gênero se não for para cooperar em equipe. Por isso, tenha em mente que o “fair play” é sempre algo muito relevante não só em MOBAs, mas em títulos online em geral.

Por conta disso, já avisamos que Vainglory é jogado em equipes de três jogadores para cada lado. O objetivo é destruir a base inimiga, enquanto lida com tropas e torres pelo caminho.

Movimentação

A movimentação em Vainglory é feita com simples toques na tela, na direção desejada. Não há um “direcional digital” como em jogos mobile mais tradicionais. Basta tocar onde quer o personagem e ele irá até lá.

Caso tenhamos algum obstáculo pelo caminho, é claro que isso vai impedir o movimento. Se um inimigo passar pelo personagem, ele também será atacado livremente e pode ser abatido sem aviso.

Ataque

Para atacar inimigos, tropas ou torres, seguimos o mesmo conceito da movimentação: toque no alvo e o personagem fará o resto. O ataque é automático e ele sempre vai mirar outro alvo que esteja mais próximo, caso o atual seja eliminado.

Também é possível usar as habilidades dos personagens nos ataques, basta tocar em qual deseja ativar para lançá-la contra o inimigo ou, caso seja uma habilidade de suporte, ajude aliados que estão em batalha.

Loja

A loja de dentro das partidas oferece itens que vão fortalecer o personagem em combate. Eles estão divididos em categorias e podem ser comprados com o ouro obtido ao derrotar inimigos ou tropas adversárias.

A loja sugere os itens mais propícios ao seu personagem e ao tipo de atacante ou defensor que ele é. Porém, o jogador é livre para explorar as possibilidades e, navegando pelos botões laterais, comprar o que for necessário.

Comprar personagens

Assim como em outros MOBAs, Vainglory permite comprar personagens, gastando o “dinheiro gratuito”, obtido nas partidas, Glory, ou o que é comprado com dinheiro real, o Ice. Ambos servem, mas com custos diferentes.

Para comprar, basta ir na loja do game e selecionar o personagem desejado. O custo é sempre exibido na parte inferior da tela, e o preço não é reembolsável. Portanto, estude bem o personagem que deseja adquirir.

Perfil

Seu perfil é muito importante no jogo, pois ele mostra o resumo geral de tudo que é feito na sua conta: pontos obtidos, dinheiro somado, nível de experiência, apelido, temporada em que participa, entre outros.

Vainglory também tem um interessante sistema de cartas, que pode ser conferido nos seus detalhes. As cartas obtidas somam não apenas dinheiro, mas ainda “pedaços” de skins de personagens, que podem ser unidos para desbloqueio posterior.

Amigos

A lista de amigos e parte social de Vainglory é extremamente importante. É nela que você acompanha amigos adicionados – para marcar jogos posteriores em grupo – ou as guildas, que são basicamente os “clãs” do jogo.

Isso facilita o processo de encontrar partidas, já que é bem mais fácil combinar com alguém que você conhece do que depender de aliados desconhecidos e anônimos. O mesmo vale para embates competitivos.

Battle Royale

Aqui é para quem curte jogar partidas rápidas, de no máximo 10 minutos, com o diferencial de já começar com o nível avançado e com algum ouro. Ideal para iniciantes, por conta da facilidade de alcançar poderes avançados. Aqui não há acesso ao mapa completo, apenas na “lane” principal, com as torres.

Padrão

O combate padrão de Vainglory, onde as partidas duram até meia hora, por alto. Mantém o padrão de embate de equipes com três jogadores cada e acesso ao mapa completo, com direito a acesso para os monstros que ficam na floresta e servem de melhoria à equipe.

Grupo

Esta opção serve, basicamente, para formar grupos com amigos, ou amigos de amigos, e jogar as partidas Padrão ou Battle Royale. Facilita a comunicação e acesso.

Prática Individual

O lugar ideal para praticar com um personagem novo, conferir suas habilidades em combate, saber se ele é bom contra outro, treinar estratégias e definir caminhos específicos pelo mapa. Apenas sozinho e com o mapa completo.

Vá em frente!

Vainglory é um MOBA com sua própria complexidade, ainda que seja exclusivo de celulares e tablets, o jogo não faz feio e não deve em nada a outros do gênero – graças ao sistema de combate estratégico e melhorias compradas ao longo das partidas.

Tenha em mente a duração de cada partida, reserve um tempo para jogar sem precisar se desconectar, aumente o nível e passe a disputar as partidas rankeadas, que contam pontos e podem conceder benefícios no futuro, ao fim de cada temporada.

Conheça a função do seu herói

Em qualquer game MOBA que você experimente, todos os heróis assumem uma função especifica no time. É muito importante que você saiba qual é a função do personagem que escolheu antes da partida, para deixá-lo ainda melhor e para escolher os itens e talentos apropriados para o seu objetivo.

Em Vainglory só existem três funções:

Carries ou laners: heróis que ficam nas trilhas.

Capitães: heróis que se movimentam pelo mapa, participando de combates em todos os pontos.

Junglers: heróis que farmam na jungle.

Invada a jungle inimiga

Em Vainglory, minions não aparecem até o primeiro minuto de partida, então você não precisa partir imediatamente para as lanes. Assim, reúna seu time e aproveite o primeiro minuto para invadir a jungle inimiga e procurar oponentes sozinhos. Obviamente, fique atento para não ser vítima da mesma estratégia.

Equilíbrio da lane: entenda o Minion Capitão

Com relação às ondas de minions, Vaiglory tem uma diferença crucial comparado a outros MOBAs: o Minion Capitão. Esse minion especial aparece a cada quatro ondas, substituindo o minion de cerco.

Sempre que um Minion Capitão estiver na lane, os minions do seu time receberão menos dano dos minions e torres do time rival. Esse buff causa muito impacto no equilíbrio da lane, pois, assim como em outros MOBAs, não é bom que você avance na lane de forma descontrolada.

Por exemplo: se você matar o Minion Capitão oponente, sua onda de minions deverá vencer a onda oponente e avançar na lane. Assim, o próximo combate provavelmente será sob o alcance de uma torre rival, o que confere muita vantagem ao time oponente, que vai conseguir farmar com muito mais facilidade.

Portanto, sua escolha de matar ou não o Minion Capitão depende do que você quer fazer na lane. Se você quiser pressionar o oponente com minions para sair da lane por um tempo, então mate o Minion Capitão. Se você quer trazer a luta para sua torre, deixe-o vivo o máximo possível.

Siga a correnteza do rio

Existem dois rios que saem do meio do mapa em direção à lane superior e à inferior. Se você seguir por eles no sentido certo, seu personagem ganhará um boost de velocidade muito útil, possibilitando ganks ou suportes efetivos.

Melhore sua noção de mapa e se comunique de direito

Sempre, SEMPRE olhe para o minimapa. Um oponente desaparecido provavelmente está preparando um gank, então sempre esteja atento para reagir da melhor forma. Além disso, comunique-se o máximo possível com as ferramentas de sinalização que o jogo disponibiliza. Avise sobre oponentes desaparecidos, oportunidades de avanço, peça ajuda, etc.

Fique atento aos dragões

Fique atento ao Asa Fantasma e ao Garra Negra. Os dragões aparecem no mapa, respectivamente aos 6 e 15 minutos e garantem buffs únicos para o time que os derrotar. O Asa Fantasma concede uma barreira que regenera vida e energia quando o herói está fora de combate. O Garra Negra se torna seu aliado e avança pela trilha do meio.

É importante que seu time tenha visão sobre os dragões. Assim, mantenha Scout Cams na região para ver quando o time oponente irá atacá-los. Nesse momento, você pode contestar o dragão, tentando roubar a kill para o seu time, ou mesmo aproveitar que o time oponente está sem vida e energia para matar todo mundo.

Entre em uma guilda

Vainglory conta com um sistema de busca de guildas que você pode usar para encontrar jogadores do mesmo nível, ou que joguem nos mesmos dias e horários que você. Isso facilitará muito sua evolução, pois diminui as chances de você entrar em times com trolls ou pessoas que saem no meio das partidas.

Treine antes de jogar em equipe

Antes de entrar em partidas públicas com outros jogadores, é muito importante que você experimente os heróis e as mecânicas do game em partidas de treino ou contra bots.

Como não existem outros heróis para você se preocupar, essa é a forma ideal para aprender as habilidades do herói escolhido, a sua velocidade de ataque e a quantidade de dano causado. Assim que estiver bem familiarizado com o game e com os heróis, está na hora de se juntar aos outros jogadores.

Cuide do seu karma

Sempre que você abandona uma partida a meio, o sistema de karma vai te dar pontos negativos. Logo, evite desistir, a não ser que não tenha outra escolha.

O seu karma vai determinar os pontos de glória que recebe como recompensa, os quais podem ser utilizados para comprar novos heróis e skins.

Não saia correndo para as minas

Uma das características que difere Vainglory de outros games do mesmo gênero, é a possibilidade de ocupar minas para melhorar os seus lacaios com bônus.

Embora seja realmente útil ter acesso a lacaios mais fortes, isso pode fazer com que os seus inimigos enriqueçam mais rápido. Isto porque quanto mais fortes forem os lacaios, mais dinheiro eles dão ao morrerem. Por isso, considere as possibilidades antes de sair correndo para capturar as minas.

Não viaje até à base se pode visitar a loja da jungle

Em Vainglory, você precisa estar perto de uma loja para poder comprar os seus itens. Normalmente, a loja está na sua base, mas a partir de um certo momento na partida, uma loja vai ficar liberada também na jungle.

Não perca o seu precioso tempo se teletransportando até à base, pois todos os itens disponíveis lá também estão acessíveis na loja do centro do mapa.

A importância do Kraken

Se a sua partida chegar aos 15 minutos, vai sair um gigante Kraken da mina de ouro. Esse poderoso lacaio pode ser capturado para ajudar o seu time a destruir a base adversária. O seu dano massivo e alto HP vão dar uma grande ajuda à sua equipe e poderão até decidir o destino da partida.

Porém, você tem de estar pronto para a possibilidade dos seus inimigos conseguirem eliminar o kraken e, consequentemente, ganhar uma grande quantidade de XP e ouro.

Diversifique sua Build de Itens

Ao matar minions e heróis, você recebe dinheiro para comprar itens. Há uma grande quantidade de itens diferentes disponíveis em Vainglory. Alguns podem tornar os seus ataques mais fortes, enquanto outros podem fazer seu herói se mover mais rápido ou até curar sua vida. Diversificar nestes itens pode pegar os seus oponentes de surpresa e o item certo usado na hora certa pode garantir a vitória.

As torres podem causar bastante dano. Sempre tenha cuidado com elas.

Toque no mapa e segure para ver outras áreas

Olhar várias áreas no mapa para ver o que está acontecendo pode ser essencial em um MOBA. Em Vainglory o cenário de selva permite que sejam feitos ataques surpresa em diversos locais. Ao tocar no mapa e segurar, você poderá ver no topo direito da tela outras áreas do mapa ou enviar o seu herói para longe ao tocar no chão naquela área do mapa.

Referências:

Mobile Gamer, Jogos Enternauta, Ligados Games, techtudo, wikipedia.

Cuphead

Cuphead é um jogo eletrônico de run and gun e plataforma feito pelos irmãos canadenses Chad e Jared Moldenhauer com o nome de Studio MDHR, desenhado no estilo dos desenhos animados da década de 1930. Como Cuphead, o jogador luta contra uma série de chefes para pagar uma dívida adquirida com o diabo. O jogo foi inspirado em animações década de 1930, como as do Fleischer Studios e procurou manter a obra em qualidades subversivas e surrealistas. Cuphead foi lançado em 29 de setembro de 2017 para Xbox One e Microsoft Windows.

Jogabilidade

Além dos gráficos extremamente detalhistas e fiéis aos velhos cartoons, o jogo chama a atenção pela particularidade, lembrando os jogos de plataforma dos anos 90 em 8 e 16 bit. É possível perceber referências a alguns desses jogos, como Contra, Mega Man X, Gunstar Heroes, Street Fighter III e Thunderforce (quando das fases aéreas). As fases são repletas de inimigos, que atacam das mais diversas formas: saltando em direção ao jogador, caminhando ou atirando projéteis. O jogo também possui fases aéreas, com o personagem pilotando um avião, onde o objetivo é destruir os inimigos atirando projéteis e bombas. Outra referência a jogos vintage está no sistema de navegação entre fases através de um mapa ao estilo Super Mario World e Donkey Kong Country.

Primeiro de tudo: ajuste seus controles

O jogo requer o máximo de precisão, e a configuração inicial dos controles do game simplesmente pode não ser a recomendável para você. Felizmente, “Cuphead” dá liberdade total para ajuste de controles para que o jogador encontre a forma mais confortável de jogar.

Recomendação: o tiro no botão “X” do controle do Xbox dificulta a movimentação rápida do personagem, então é altamente indicado trocar o botão do tiro para um gatilho de sua preferência. As outras alterações ficam por sua conta, mas só essa mudança já altera completamente o jogo.

Ficou preso? Procure atalhos

“Cuphead” é um jogo de chefes difíceis, que testarão sua coordenação motora e sua capacidade de reconhecimento de padrões de ataque. A tendência é que você fique preso em algum momento do jogo em algum chefe.

O game também tem uma mecânica peculiar, em que novos caminhos só são abertos quando você derrota algum chefe. Isso pode ser particularmente preocupante quando você está preso diante de um adversário.

Os desenvolvedores, no entanto, incluíram atalhos nas três ilhas que compõem o jogo, que são caminhos escondidos que dão acesso a áreas  bloqueadas do mapa. Isso vai te dar acesso a novas fases que estariam bloqueadas pelos caminhos normais, dando o tempo para refrescar sua cabeça com outros oponentes antes de voltar a encarar aquele monstro em que você havia ficado preso.

Alterne suas armas

Cada chefe em “Cuphead” tem suas próprias características, o que significa que não existe uma estratégia ideal que funcione contra todos os inimigos. Você precisa moldar sua estratégia para enfrentar cada adversário, e isso passa por escolher sabiamente suas armas.

Se o inimigo não te dá tempo para respirar, uma opção é usar a arma Chaser, que causa pouco dano, mas não depende de mira para acertar o adversário, permitindo que você cause dano constante enquanto se concentra em desviar dos ataques. Enquanto isso, se o adversário permite a aproximação, vale a pena trazer a arma Spread para o combate, que tem um alcance baixo, mas causa bom dano.

A arma Charger causa o maior estrago, mas tem uma cadência de tiro pequena. Ao segurar o botão de tiro, ela não dispara automaticamente, mas sim carrega o disparo para causar mais dano. Um tiro totalmente carregado gera o dano máximo nos inimigos, mas é necessário ter pontaria. Use com sabedoria em chefes que abrem uma janela mínima de ataque.

Faça as fases Run n Gun com atenção

Elas são opcionais, mas são fundamentais para a experiência completa de jogo. Além de divertidas, elas também trazem moedas que podem ser usadas na loja do Porkrind para comprar power-ups e novas armas para seus personagens.

É importante também ficar atento aos seus arredores enquanto faz essas fases. Há moedas escondidas que só vão ser percebidas se você estiver de olho no que acontece em volta do seu personagem.

Fique de olho no mapa também

As fases Run n Gun dão o maior número de moedas do jogo, mas para poder comprar tudo que está disponível na loja do Porkrind, você vai precisar de mais. As moedas estão escondidas pelo mapa, atrás de árvores, pedras e objetos do cenário em geral. Tente caminhar por trás de lugares que parecem inofensivos para ganhar todas as moedas, e fale também com todos os personagens que você encontra pelo cenário.

Compre a habilidade de dash invisível

“Cuphead” tem um quê de “Dark Souls” no sentido em que você está constantemente acuado e seu foco deve ser primeiro a defesa para esperar aberturas para o ataque. Isso fica muito mais fácil com a habilidade Invisible Dash, que torna o seu personagem invulnerável no instante em que você usa o movimento de esquiva. Quando você dominar esse movimento,  fugir de armadilhas sem sofrer dano fica bem mais simples, tornando a batalha menos complicada e permitindo uma pontuação melhor ao fim da fase.

Uma outra habilidade importante é a que dá mais corações. O problema desse recurso é que ele reduz bastante o dano médio da sua arma. Isso significa que você vai resistir a mais pancadas, mas a luta vai durar mais, o que pode anular a vantagem. Pense bem se vale a pena.

Domine o parry o quanto antes

No início do jogo, você dificilmente vai perceber o quão importante é esse recurso, mas as fases finais do jogo vão exigir que você domine esse movimento. Comece a treinar o quanto antes, pressionando o botão de pulo em objetos pintados com a cor rosa no momento correto.

O recurso pode servir simplesmente para desviar de um projétil disparado na sua direção, mas neste caso uma esquiva bem planejada permitiria evitar dano em boa parte dos casos. É a segunda parte do parry que é importante, que proporciona alcançar plataformas que não são alcançáveis com um pulo simples. As fases finais vão te cobrar isso, então domine o mais rápido possível.

Outra função importante do parry é aumentar instantaneamente sua barra de especial, permitindo que você use sua habilidade Super mais rapidamente. Isso também vai ser importante nos chefes mais complicados do fim do jogo.

Conheça seu Super e saiba a hora de usá-lo

Cada arma tem uma habilidade especial, mas o jogo tem três técnicas “Super” que independem da arma que você está usando. Você conquista essas habilidades com as fases de mausoléu; existe uma delas em cada ilha.

Você ganha acesso ao Super quando acumula cinco cartinhas no canto inferior esquerdo da tela. Se você tentar usar a habilidade especial antes de juntar cinco, você irá apenas disparar o especial da sua arma.

Cada habilidade tem uma utilidade especial. O Super I é o mais simples: é um disparo horizontal poderoso que causa altos danos, mas não funciona se o inimigo estiver acima de você; já o Super II torna o personagem invulnerável por alguns segundos.

O Super III permite controlar um fantasma poderoso, mas é o mais complexo de dominar. O fantasma se movimenta de acordo com a movimentação do seu personagem, então você precisa sincronizar o ataque da sua arma com o do espírito para maximizar o dano. A forma mais eficiente de fazer isso é travar a mira do seu personagem, o que permite controlar apenas a movimentação do especial sem precisar correr pelo cenário sem direção e correndo riscos.

Todas as técnicas são poderosas se você souber como usá-las, mas mais importante ainda é saber quando utilizá-las. Cada chefe tem várias etapas; isso significa que você pode ter mais facilidade ou dificuldade em diferentes momentos do mesmo oponente. Guarde seu especial para a etapa que mais lhe trouxer problemas, a menos que você tenha dominado a mecânica do parry, que permite encher o Super mais facilmente e proporciona mais disparos do seu especial. 

Aprenda com os erros

Assim que começar a jogar, você vai perceber que o game é extremamente difícil e que vai acabar morrendo várias e várias vezes. Antes de jogar o controle na parede, se acalme e tente ver o que está causando as suas falhas.

O jogo pode ser desafiante, mas ele é bem justo e tenta te ensinar a ser melhor a cada fase. Por isso, é bom ficar de olho nos padrões dos inimigos e como dominar os controles. Também tenha paciência, shooters de plataformas não foram feitos necessariamente para você sair correndo e atirando sem ver nada.

Colete todas as moedas

Ao longo das diversas fases, você encontrará moedas que pode coletar. Nossa recomendação é que sempre tente pegar todas, já que isso garante dinheiro suficiente para gastar nas lojas com upgrades e melhorias temporárias para seu personagem. Também não tenha medo de gastar as moedas, mas compre só aquilo que realmente for usar nas partidas.

Aprenda todos os comandos

Considerando que nas fases mais avançadas você terá que lidar com inimigos vindo de todos os lugares, é uma ótima ideia saber os comandos com maestria.

Logo no começo, você terá um tutorial sobre os controles. Nossa dica é que preste atenção neles, já que você terá que usar tudo com grande frequência e agilidade em todas as fases.

Não se mova se for desnecessário

Em pouco tempo, você perceberá que Cuphead é extremamente frenético e que é preciso se movimentar o tempo todo em diversas situações. Ainda assim, haverá muitos momentos que ficar parado te ajudará muito mais.

Há inimigos e chefes com posições fixas e que lançam ataques em projéteis, por exemplo. Em vez de ficar andando pela tela como um louco, você pode ficar em uma só posição e só pular ou agachar para desviar dos ataques enquanto também atira no inimigo.

Use seu dinheiro sabiamente

Existem 40 moedas ao todo em Cuphead, sendo que 30 delas você consegue jogando as fases exploráveis e as outras 10 fazendo o tutorial, conversando com outros personagens e até mesmo fuçando locais escondidos nos quatro mapas de Inkwell Isle.

No começo do jogo, você obtém 1 moeda no tutorial e mais 3 falando com o personagem sentado na ponte. Eu recomendo muito que a primeira coisa que você compre na loja de Porkrind seja a Smoke Bomb, pois com ela equipada você fica invencível durante o Dash, algo que te ajudará muito em diversas situações de aperto. Após isso, faça a fase Forest Follies, coletando todas as 5 moedas que estão bastante visíveis, volte até a loja e compre agora a arma Spread, que é uma das mais úteis graças ao seu disparo que alcança várias direções. Outras armas excelentes para você comprar são a Charge Shot, que pode não ter tiro automático, mas causa um tremendo estrago no adversário, e a Chaser, que lhe dá um disparo teleguiado.

Antes de lutar contra qualquer chefe, visite o Mausoléu do Mundo 1

Depois que você passar da fase Forest Follies, uma ponte surgirá. Atravesse-a e siga pelo mapa até chegar no Mausoléu. Lá dentro você precisará derrotar uma certa quantidade de fantasmas rosados para adquirir a Super Art Energy Beam, a mais útil do jogo. Além de ser um ótimo local para você treinar seu Parry, ter essa habilidade poderosa equipada antes de encarar os chefes é uma verdadeira mão na roda.

Lembre-se que você pode transformar seu avião

Os chefes de Cuphead que você enfrenta no avião requerem tremenda agilidade em muitos momentos para desviar de suas investidas. Muita gente esquece, no entanto, que o avião no seu formato normal é lento. O modo miniatura dele, embora seja péssimo para causar dano, tem uma mobilidade excelente. Portanto, caso veja que não está conseguindo se esquivar a tempo com sua aeronave de alguma investida do inimigo, transforme-a para fazer isso e depois volte ao normal para continuar atirando.

Após você se habituar a fazer essa troca, as batalhas aéreas ficarão muito mais fáceis.

Preste atenção nos ataques dos chefes

Embora os chefes tenham vários ataques e formas, a grande maioria segue um padrão. Fique atento aos ataques para entender a melhor maneira de se esquivar. O jogo lhe dá vidas infinitas porque a ideia é que você morra várias vezes mesmo, para aprender com seus erros e não repeti-los mais.

Converse com todos os personagens nos mapas

Os habitantes de Inkwell Isles lhe fornecem pistas sobre coisas que você pode fazer ou descobrir. Às vezes, falar com um deles depois de realizar uma determinada ação, como por exemplo encontrar um caminho escondido dentro do mapa, o fará lhe dar uma recompensa.

O que dá para fazer depois de zerar?

Como assim, terminou o jogo? Então meus parabéns! Depois que você chega ao fim do game existem cinco coisas que você pode fazer para continuar jogando.

Encontrar as moedas que faltaram

Conforme foi dito mais acima, há 40 moedas para você pegar e a chance de você não ter apanhado todas após finalizar o game é considerável. Se você coletou todas as trinta que estão nas seis fases exploráveis, a do tutorial e as três com o personagem na ponte do Mundo 1, faltarão apenas seis. Confira abaixo como consegui-las.

Moeda escondida no Mundo 1: Fale com o personagem com cabeça de machado após derrotar todos os chefes deste mundo, aí conseguirá pegar uma moeda nas árvores ao lado dele.

Moedas escondidas no Mundo 2: Vá até o local da fase Aviary Action e ande pelo caminho por trás dela, pelas montanhas, até chegar do outro lado. Depois disso, volte e converse com a garota com cabeça de pão de gengibre para que ela lhe dê a moeda.

Perto da fase do Dragão, converse com o malabarista depois de executar Parry 4x seguidas sem cair no chão e ele lhe dará uma moeda por seu esforço. Perto da saída para o Mundo 3 há uma carroça verde com outra moeda.

Moeda escondida no Mundo 3: Olhe atrás do estande perto da loja para achar a moeda.

Moeda escondida no Finale: Atrás dos dados vermelhos do lado de fora do casino, no lado esquerdo.

Dificuldade Expert

Vencer cada um dos chefes no novo nível de dificuldade Expert. Se você achava o jogo difícil, prepare-se, pois o Expert sim vai testar suas habilidades, com inimigos muitíssimo mais agressivos.

Dificuldade Expert + Nota S: Realizar o objetivo descrito acima, mas de maneira perfeita, derrotando cada chefe no Expert sem tomar dano, fazendo três parry e usando 6 cartas de ataque especial para ganhar a nota S. Vale ressaltar que você não precisa disso para obter uma Conquista. Faça apenas se gostou muito mesmo do jogo e está interessado neste grande desafio proporcionado por Cuphead.

Atualização: Descobri que o tempo também é um fator determinante para obter o S, embora às vezes você consiga essa nota mesmo demorando mais de 2 minutos para vencer o adversário, ou um tempo maior do que esse no caso do King Dice.

Modo Preto e Branco

Sua quarta opção do que fazer depois de zerar é desbloquear o modo Preto e Branco. Conforme o próprio nome do modo diz, ele permite que você jogue com visual monocromático, podendo também alterar o áudio do jogo para que fique ainda mais de época. Para habilitar isso, é necessário completar todas as seis fases exploráveis sem disparar um tiro sequer, o que também lhe dá uma Conquista. Quando tiver sucesso nisso numa fase, ganhará nela a nota P, de Pacifista.

Utilize Smoke Bomb de modo a desviar dos inimigos com mais facilidade ou então Twin Heart para ter 5 HP e aumentar suas chances de sobreviver sem atirar, lembrando que Parry está liberado, então use e abuse disso. Sua Super Art deverá ser Invincibility, que lhe dará alguns segundos preciosos de invulnerabilidade, os quais você deve usar nos momentos mais complicados. A exceção fica por conta da fase Forest Follies, onde vale mais a pena utilizar a Super Art Giant Ghost, manipulando seu fantasma perto da máquina Acorn Maker para que ele suma ao lado dela e você possa fazer uso do Parry no coração rosa que surge, para pular por cima deste inimigo. Dá também para passar dessa etapa da fase pegando impulso nos disparos rosa efetuados pelos cogumelos.

Terminando as fases sem atirar, fale com a tartaruga do Mundo 3 e pronto, poderá jogar o game em Preto e Branco.

Ferramentas de Evasão

Como na maioria dos jogos desse estilo, a evasão é uma estratégia chave se você quiser ir longe. Cuphead dá aos jogadores várias maneiras de evadir ataques, mas cabe a você saber quando usar essas habilidades. As duas principais habilidades que você deveria usar com freqüência são o dash e o agachar. Dash (Y no layout padrão do controle) pode ser feito no chão ou no ar. Seu personagem irá se mover a uma distância definida, portanto, certifique-se de que você não está se metendo em algo ruim. Depois de um dash, você pode executar outra ação, como um parry se você tiver feito dash no ar, ou simplesmente atacar imediatamente após um dash.

Dash é mais do que apenas uma outra maneira de se mover. Você pode fazer um dash em qualquer ponto durante o seu salto, o que significa que você pode usar o dash para parar seu salto ou para alterar sua trajetória, se você achar que está prestes a pular em um inimigo. O dash é muito rápido e pode tirar você de uma situação ruim quando cronometrado corretamente.

A maioria das pessoas negligencia a capacidade de agachar. Embora esta não seja uma nova habilidade por qualquer meio, seu personagem fica muito baixo no chão. Isso faz com que agachar seja extremamente útil para evadir ataques que você pode ter pensado serem inevitáveis. Você pode até atirar enquanto se agacha, tornando essa habilidade ainda mais útil. 

Batalhas de chefe

A maioria dos níveis do jogo são batalhas de chefe. Concluir essas batalhas épicas contra um ou mais inimigos às vezes desbloqueiam o acesso a novas áreas, por isso é importante não deixar qualquer nível para trás. As batalhas de chefe geralmente são divididas em múltiplas fases, com cada fase oferecendo um padrão de ataque diferente e geralmente ficando cada vez mais difícil com cada nova fase.

Enquanto muitos outros jogos têm batalhas de chefe com várias fases, os chefes em Cuphead são geralmente mais aleatórios do que os de outros jogos. Por exemplo, você pode conhecer o padrão de ataque de um chefe, mas a ordem dos ataques ou a velocidade em que as fases mudam podem mudar a cada vez que você joga. Você não pode apenas aprender um padrão e esperar ganhar em Cuphead.

Quando você derrota um chefe, você recebe uma letra com base no seu tempo de conclusão, pontos de vida restantes, número de vezes que você deu parry com sucesso, quantos ataques EX e Super Movimentos usou e o nível de dificuldade em que você jogou. Para obter um perfeito A + na maioria das batalhas de chefe, você não precisa tomar nenhum dano, da parry pelo menos três vezes, use pelo menos seis ataques EX ou dois Super Movimentos e completar a batalha na configuração de dificuldade Regular. Há também um limite de tempo específico que varia dependendo da batalha do chefe. Passe desse limite e você não ganhará uma nota A +.

Referências:

Olhar digital, Play Replay, Game Hall, Game Detonado, wikipedia.

Looney Tunes™ Mundo Insano

Jogo lançado no dia 12 de dezembro de 2018 pela Scopely, Looney Tunes™ Mundo Insano conta com mais de 70 personagens da franquia em combates super divertidos, em turnos com elementos de RPG.

Em Looney Tunes Mundo Insano você poderá jogar com o famoso Pernalonga, Frajola, Piu-Piu, Patolino, Marciano e muitos outros personagens que marcaram a nossa infância!

Você poderá jogar nas tecnologias IOS e Android e tem praticamente 100 MB não ocupando muito o espaço de memória do celular.

Sendo assim, você poderá enfrentar diversas batalhas com seus personagens de Looney Tunes preferidos em campanhas e até mesmo roubar (caixas) de adversários online para conseguir itens necessários para evoluir no jogo.

Desbloqueie todos os seus personagens Looney Tunes favoritos com trajes famosos das esquetes e das cenas que todos nós amamos. Melhore seus personagens Looney Tunes como Bugs Bunny e Daffy Duck e encontre armas e equipamentos para enfrentar jogadores de todo o mundo em batalhas loucas de PvP. Vasculhe materiais brutos e raros para criar e projetar sua própria Cidade Looney ao jogar o Looney Tunes Mundo Insano.

Campanhas do Looney Tunes Mundo Insano

Atualmente Looney Tunes Mundo Insano possui duas campanhas a tradicional e as campanhas especiais que são criadas a cada semana com personagens (toons) especiais para desbloquear.

Nas batalhas de campanhas tradicionais você deverá escolher 4 personagens de Looney Tunes, seu objetivo é conseguir 3 estrelas em cada batalha da campanha, isto é, sem que nenhum personagem morra na batalha.

Cada personagem possui um poder especial, alguns toons são melhores no ataque, outros na defesa. Então procure sempre conhecer a sua lista de personagens e saber qual o melhor para enfrentar um combate.

Se você utilizar as melhores estratégias vence o jogo! Para evoluir mais rápido procure encarar o seu personagem antagonista para ganhar maiores experiencias.

São 7 campanhas criadas até o momento no Looney Tunes Mundo Insano: Floresta, Fazenda, Vila, Deserto, Cidade, Espaço e Cume. Cada personagem faz parte de um capitulo. Como por exemplo, o Pernalonga, ele pertence a Floresta e você poderá desbloqueá-lo concluindo as missões desta campanha.

As campanhas especiais já são um pouco mais difíceis, pois nelas são necessários toons específicos para entrar em um combate e nem sempre temos! As vezes eu nem consegui enfrentar um nível sequer da campanha especial por não possui o toom especifico da campanha.

Brigas

Nesta opção de batalha seu objetivo é conseguir roubar as caixas com itens valiosos de jogadores adversários. Você poderá escolher qual categoria e tipo de caixa para roubar.

Para quem está iniciando as caixas com poções são excelentes para evoluir seus toons rapidamente. E caixas da floresta para desbloquear os primeiros toons para quem esta começando.

Assim que roubar a caixa de um jogador ele poderá se vingar e pegar a caixa novamente para ele. Então fique atento! Caso os personagens dele forem mais fortes você deverá pensar bastante nas estratégias para conseguir roubar a caixa novamente.

Um ponto bem legal é que os combates trazem as animações clássicas de cada personagem trazendo uma sensação de nostalgia boa demais! Evolua sempre os seus personagens para deixá-los cada vez mais forte e estar sempre à frente dos adversários.

Mundo do Looney Tunes Mundo Insano

Além disso, na opção do jogo “Mundo” você poderá criar construções clássicas dos locais famosos de Looney Tunes, criando um mundo de Looney Tunes com seus personagens preferidos. Você poderá determinar tarefas para seus toons e conseguir itens extras do jogo.

P&D da Acme

Esse desafio é um pouco mais difícil, semelhante a um quebra-cabeça você enfrentará um conjunto diferente de regras e usar suas coleções de toon de maneiras criativas para superar cada desafio e coletar suas recompensas.

Aliás cada desafio é dividido em quatro dificuldades: Fácil, Médio, Difícil e Insano, os jogadores podem avançar nos níveis vencendo o anterior com 3 estrelas.

Arena

Com o modo de jogo Arena você poderá competir contra 4 jogadores em competições muito divertidas. Sendo assim, objetivo é atacar a equipe defensiva de cada jogador e obter o máximo de pontos possível. No final, o jogador com mais pontos na Arena ganha.

Impulsos

Aqui você poderá reforçar as habilidades de seus toons como (ataque, defesa, pontos de saúde e velocidade). Os reforços destas habilidades são liberadas para todos os modos de jogo, então isso é muito bom!

O que você deve fazer todos os dias?

Você deve tentar realizar as seguintes tarefas todos os dias para progredir seu nível o mais rápido possível:

Use sua energia no modo campanha, a menos que haja um evento acontecendo. Neste caso, você deve usar sua energia para avançar o máximo possível nas campanhas do evento.

Repita as batalhas 4 e 6 no ato 2 de cada capítulo. Estas dão mais illudiums do que quaisquer outras batalhas. As batalhas 4 e 6 do ato 3 também dão tantos illudiums quanto as do ato 2, porém consomem mais energia.

Se você ainda tiver energia extra, complete as batalhas 1 e 7 no ato 2 de cada campanha para obter materiais comum de alojamento. Confira quais materiais são necessários para evoluir a casa do toon que você precisa, pois, cada campanha irá dar um tipo de material.

Desafios diários

Os desafios diários também ajudam bastante na evolução dos seus toons, pois eles podem te premiar com itens e recursos necessários para subir seu toon de nível.

Todo dia é lançado um novo desafio no Looney Tunes Mundo Insano:

Segundas:  A bomba! (Boosters do atacante)

Mina de ouro! (Ouro)

Terças feiras: Viajante regional! (Materiais regionais regulares e finos)

Você é desprezível! (Dinamite)

Quartas-feiras: Alquimistas de Poções! (Poções de XP)

Não me provoque! (Boosters de defensores)

Quintas-feiras: Mina de ouro! (Ouro)

Dia da velha escola! (Materiais Regionais Superiores)

Sextas-feiras: Dia dos Caras! (Bigornas)

Fire Fiesta! (Boosters de suporte)

Sábados: Alquimistas de Poções! (Poções de XP)

Viajante regional! (Materiais regionais regulares e finos)

Loucura de domingo! (Um pouco de tudo: ouro, XP, materiais regionais, dinamite, bigornas e impulsionadores de arquétipos)

 Sempre coloque seus toons para realizar tarefas no mapa-múndi

Tarefas longas dão as melhores recompensas, por isso você deve aprimorar ao máximo as casas dos seus principais toons pra conseguir coletar seus tazos e elevar seu ranking o mais rapidamente.

Tarefas curtas dão mais ouro se você estiver checando o seu jogo com frequência, então se você precisar do ouro e tiver tempo sobrando, coloque seus toons para realizar tarefas curtas.

Jogue batalhas de Brigas até que seus bancos estejam cheios

Caso você tenha tempo, não apenas pegue as primeiras caixas que vê, busque por aquelas que dão itens que você precisa para aprimorar seus toons, não tenha medo de atualizar a lista ou descartar as caixas que você ganha para encontrar outras melhores.

Se o tempo realmente não for uma grande preocupação para você, a melhor estratégia para se evoluir rápido no jogo é ganhar as caixas de outros jogadores com pouco tempo restante para abri-las, vá atualizando a lista de adversários até encontrar caixas brilhantes (aquela em tom azul escuro, cheia de pedras preciosas e ornamentos), que contem recompensas muito melhores do que as caixas normais.

Colete todas as caixas de estrelas

Caixa de estrelas são uma excelente forma de se ganhar energia extra. A primeira caixa de estrelas de cada dia é ganha com 20 estrelas conquistadas nas Brigas, e recompensa o jogador com 10 pontos de energia, 13 gemas e dá um bilhete diário que permite que você rode a Roleta Diária e ganha muitas peças de toons.

A segunda caixa de estrelas é liberada com mais 25 estrelas, ela fornece 20 pontos de energia, muitos materiais comuns de aprimoramento e mais 13 gemas.

A terceira caixa é ganha quando se completa mais 30 estrelas, fornecendo mais 25 pontos de energia, muitos materiais de aprimoramento e mais 13 gemas.

Compre apenas um reatomizador por dia para finalizar suas metas diárias

Essa dica pode parecer estranha, já que no começo do jogo você precisa conseguir os tazos para liberar seus toons, porém conseguir tazos e utilizar reatomizadores são tarefas que costumam contar muitos pontos em eventos, por isso economize-os a medida do possível.

O Reatomizador Nuclear é o melhor reatomizador disponível no jogo, por fornece o maior número de tazos de toons por illudium gasto (até 6 toons diferentes), e por fornecer tazos de todas as raridades. O grande problema é que ele só é liberado a partir do nível 40 e custa 30 illudiuns.

O Reatomizador Épico custa 35 illudiuns e contém alguns toons que não podem ser obtidos em outro lugar, considere comprá-los se você não tiver todos os toons épicos para as regiões que você desbloqueou.

Se você ainda não tiver o Reatomizador Nuclear disponível, o Reatomizador Molecular é sua melhor opção, seguido pelo Reatomizador Regular.

Evite comprar reatomizadores específicos de arquétipos ou capítulos, eles não dão peças suficientes para valer a pena, e a cada compra seu valor aumenta.

Como identificar os bot’s no modo briga

Identificar quem é bot e quem é jogador no modo Briga é muito simples, basta você tocar sobre o nome do jogador e olhar a qual aliança ele pertence e suas estatísticas. Todos os bot’s pertence a aliança Invasão do Marvin e não possuem nenhuma conquista ou troféu em sua ficha.

Enfrentar bot’s também é uma boa maneira de avançar nas ligas, já que eles têm times montados de forma aleatória sem nenhuma estratégia e normalmente com baixo poder.

Como manter minhas caixas seguras

A formação de defesa mais comum usada pelos jogadores das ligas mais altas são 2 tanques, 1 suporte (curador) e 1 atacante. Mas caso seus melhores toons não completem essa formação, não se preocupe, coloque-os para defender suas caixas mais valiosas e à medida que suas equipes forem evoluindo busque formações de defesa mais equilibradas.

Outra forma de proteger suas caixas é analisando a ficha do jogador que você está a roubando. Toque sobre o nome do jogador e verifique qual seu toon mais forte, analise sua última equipe usada em batalha, preste atenção no número de troféus máximos que ele já conquistou e quantas missões ele já cumpriu. Quantos maiores os números, maiores as chances de ele ter uma equipe de ataque muito forte.

O que fazer com minhas gemas?

Há algumas maneiras gratuitas de conseguir gemas no jogo, uma delas são as caixas estrela que você ganha diariamente completando Brigas, outra é assistindo propagandas de 15 a 30 segundos. Cada propaganda te dá duas gemas e são liberadas uma média de 6 propagandas por hora.

Quais são as melhores maneiras de gastar suas gemas?

A melhor maneira de gastá-las é abrindo caixas com temporizadores baixos. Se você precisar de materiais regionais ou poções de experiência, não use suas gemas para comprá-las na loja. Em vez disso, encontre caixas que tenham cerca de 1 ou 2 horas sobrando e pague as gemas para abri-las mais cedo. Você terá mais materiais pelo mesmo preço, e com frequência, acabará recebendo outros tipos de materiais extras como bônus.

Comprando Mega Reatomizadores durante os eventos. Estes dão o maior número de tazos por gema no jogo, embora com a enorme desvantagem de não conseguir muitos tazos épicos. Sempre aguarde os eventos para comprá-los, pois eles incluem materiais de aprimoramento como bônus ou a chance de obter tazos do toon do evento.

Comprando bilhetes dourados para o Mega Roleta. Embora o custo destes bilhetes seja alto, eles também tendem a dar tazos dos melhores toons. Você tem a chance de conseguir Gaguinho Original, Pumpernickel Escarlate ou o Frajola Grand Duke. Outros toons raros da Mega Roleta como Gaguinho Mordomo ainda podem ser muito poderosos nos times certos, então não desanime se você não conseguir tirar um toon épico.

Como gastar os bilhetes dourados?

Os bilhetes dourados normalmente são o motivo por se gastar toneladas de recursos para concluir as metas dos eventos. São raros de conseguir, normalmente se consegue 1 a cada nova liga de Briga desbloqueada, 2 a cada ato finalizado nos modos campanhas, e muitos completando as metas dos eventos.

Em qual roleta? A melhor forma de usa-los é na Mega Roleta (aquela de 5 bilhetes) e durante os eventos em que tazos de diferentes toons raros e épicos contribuam para a pontuação da tabela de classificação. Esses eventos acontecem com frequência, então vale muito a pena ser paciente.

Alianças

Os benefícios de estar em uma aliança vão de ganhar tazos, gemas e materiais de aprimoramentos participando dos eventos de caixas da aliança, à participação em torneios específicos apenas de alianças com prêmios ainda melhores.

O que é a caixa da aliança? E o que preciso fazer?

Todas as Segundas e Quintas feira tem um evento especial chamado de Caixa da Aliança. Esta caixa contém prêmios especiais que todos os membros da aliança ganham após conquistar um determinado número de estrelas.

No evento que acontece de segunda a quarta feira as caixas da aliança dão materiais superiores de aprimoramento e muitas gemas. Já no evento que vai de quinta-feira até a madrugada de domingo você ganha muitos tazos de toons de todas as raridades, inclusive é possível até se ganhar tazos de toons específicos de eventos.

Os eventos de Caixa da Aliança começam todas as segundas e quintas feira, a partir das 22 horas (horário de Brasília). Basta que você ganhe batalhas nas Brigas e colete estrelas que elas irão melhorar o nível do baú da aliança, ao chegar ao nível 10 ou terminar o tempo do evento o baú pode ser aberto por todos.

Erros mais comuns

Alguns dos erros mais comuns dos novatos são aprimorar os toons desnecessariamente, se manter nas ligas onde o poder dos bot’s são iguais ou maiores que o poder do seu time, não gastar energia no modo campanha, gastar muitos recursos para bater metas de eventos superiores ao seu nível de jogador e se afobar para conseguir coletar os tazos dos toons dos eventos.

Quando elevar o nível, ranking e aprimoramento dos toons?

Você deve elevar apenas o nível, o ranking (número de estrelas) e o aprimorar dos toons que irá usar para completar o modo campanha e os toons que usará como time principal no modo Briga.

Regularmente subir de nível, subir de ranking e evoluir aprimoramento de toons de regiões especificas são metas que dão muitos pontos nos eventos, por isso não gaste seus materiais de forma desnecessária, já que quanto maior sua pontuação, melhores serão seus prêmios.

Por que não devo subir muitas ligas?

Alguns eventos são específicos de roubar e abrir caixas especiais, essas caixas costumam conter tazos de toons épicos que só aparecem de tempos em tempos. Nesse evento até os jogadores mais fortes costumam perder troféus propositalmente para se manter em uma zona onde o poder de seus times de defesa seja superior aos dos jogadores daquelas ligas, então sempre que houver eventos de caixas especiais você deve fazer a mesma coisa. Regrida nas ligas até uma zona onde o poder de seus times seja maior que o da maioria dos jogadores.

Mesmo quando não se está acontecendo eventos de caixas, é recomendado que você siga esta estratégia, pois assim será possível coletar materiais superiores de aprimoramento de forma mais rápida. Mas atenção para não se acomodar, de tempos em tempos é bom que você avance nas ligas em busca de caixas com melhores itens.

Não se esforce demais para conquistar as metas do evento

Cada evento irá favorecer determinado nível de jogador, por isso você não deve gastar todos os seus recursos para conseguir completar metas muito difíceis.

Cumpra os requisitos do evento e se você achar que não terá mais recursos suficientes para continuar pontuando, então é melhor se preparar para o próximo do que continuar insistindo neste, mesmo que ainda não tenha desbloqueado o toon. Este evento se repetirá daqui a alguns poucos meses e você terá uma nova chance de coletar os tazos que ainda faltam para ter o toon.

A mesma coisa vale, se você já conseguiu desbloquear o toon do evento e ainda está longe de bater as metas, é sempre melhor se preparar para o próximo evento do que gastar itens desnecessários quando já se conseguiu o grande prêmio.

Sobre o jogo

Cada toon tem sua raridade definida, indo de comum a épico. Cada nível de raridade exige um determinado número de tazos para liberá-lo.

Comum – Desbloqueia coletando 10 tazos do toon

Raro – Desbloqueia coletando 50 tazos do toon

Épico – Desbloqueia coletando 100 tazos do toon

O modo campanha é dividido em 6 regiões com 3 atos de 10 batalhas em cada uma. A primeira vez que você vence cada batalha ganha recompensas extras, que vão ajudar muito a evoluir seu nível de jogador. Abaixo estão todas as regiões presentes no jogo

Floresta – Desbloqueia no nível 1 e ativando 1 toon da região

Vila – Desbloqueia no nível 10 e ativando 1 toon da região

Fazenda – Desbloqueia no nível 12 e ativando 1 toon da região

Deserto – Desbloqueia no nível 20 e ativando 1 toon da região

Cidade – Desbloqueia no nível 30 e ativando 1 toon da região

Espaço – Desbloqueia no nível 40 e ativando 1 toon da região

Estúdios Warner – Desbloqueia ativando 1 toon da região

Avalooney – Desbloqueia ativando 1 toon da região

Os toons são divididos em 3 arquétipos (classes), sempre tente manter uma formação equilibrada entre estes arquétipos para ajudalo a vencer as batalhas.​

​Atacante, Defensor ou Tank, Suporte (este ainda pode ser dividido em curador, status buff ou status debuff)

Referências:

Looneys Brasil, Geek Ninja, Bluestakcs.

Marvel vs. Capcom: Infinite

Marvel vs Capcom: Infinite (em japonês: マーベル VS. カプコン:インフィニット ‘Māberu VS. Kapukon: Infinitto’?) é um jogo eletrônico de luta desenvolvido pela Capcom, lançado para o PlayStation 4, Xbox One e Microsoft Windows. Ele é o quinto título principal da série Marvel vs. Capcom. O jogador controla personagens dos universos da Marvel Comics e da Capcom em lutas de dois contra dois. Na história Ultron (Vilão dos Vingadores) e Sigma (Vilão de Megaman X) juntam as jóias do infinito e se tornam Ultron Sigma que junta as duas dimensões e desencadeia um imenso confronto entre o Universo Marvel e o Universo Capcom.

Encontre o seu time

Em Marvel vs Capcom: Infinite (MvC:I) tudo é possível, e existem possibilidades (quase) infinitas quando o assunto é combinar dois de seus personagens favoritos em um time. Assim, a melhor forma de começar é jogar com todo o elenco e encontrar aqueles que você mais gosta. Uma das melhores formas de fazer isso é terminar o modo história, já que você terá que jogar com (ou contra) praticamente todos, em momentos específicos do enredo. Caso contrário, jogue seu modo preferido (como arcade ou treino) e parta em busca dos seus melhores. Por exemplo, no modo história, tivemos combinações como Megaman X e Capitão América, assim como Chun Li e Capitã Marvel para iniciar os trabalhos. Você pode também montar times com temas, como robôs (Ultron e Zero), ou por jogos favoritos, como Darkstalkers (Morrigan e Jedah).

Já encontrou as gemas?

Depois de decidir qual time funciona para você, o próximo passo é encontrar a Gema do Infinito que cobre as fraquezas de seus personagens, como dar uma incrementada na força do Capitão América com a gema da do poder. MvC:I revisitou as mecânicas das Gemas do Infinito, trazendo-as de volta à série. Cada gema tem sua própria habilidade única, que pode ser ativada através de um botão, chamada de Infinity Surge. Os Infinity Surges dependem da pedra preciosa escolhida e liberam poderes como agarrar o oponente, teletransporte, sugar vida, criar um mini-vortex, lançar projéteis móveis e até rebater adversários na parede. É importante entender o propósito de cada gema, pois elas podem ser vitais em partidas, assim como também é bom notar qual gema seu oponente está escolhendo.

Tem uma tempestade a caminho

As Gemas do Infinito têm mais que a habilidade de surge; elas também tem um poder massivo conhecido como Infinity Storm. O acesso a esse poder é garantido ao lutar, levar dano ou utilizar seu Infitiny Surge. Quando a barra da gema estiver com 50 porcento, você será capaz de ativá-la. Cada tempestade invocada por sua gema é uma versão incrivelmente poderosa dos poderes menores, assim, há ocasiões que você pode escolher uma gema por seu poder máximo e não pelo surge. O Homem de Ferro, por exemplo, se beneficia bastante da Gema da Realidade, uma vez que ele terá muitos projéteis à sua disposição.

Cada gema oferecerá uma série de habilidades únicas quando você ativar seu poder especial; algumas permitirão cancelar seu poder mais rapidamente que antes, enquanto outras confinarão o inimigo em uma pequena caixa na tela, deixando-o sem mobilidade para escapar de seus combos. É até possível ressuscitar um aliado abatido com a Gema da Alma e atacar o oponente junto com ele. Há também o bônus onde qualquer gema pode ser cancelada, ao apertar os botões de Infinity Surge e Tag, para executar um super ataque de nível três de graça.

Entenda o sistema básico de combos em Marvel vs Capcom: Infinite

Se você for um total iniciante, é necessário que você experimente o sistema de combos. Ainda bem que Marvel vs Capcom: Infinite implementou a mecânica certa para você, os autocombos. Ao pressionar repetidamente o soco fraco, em rápida sucessão, você irá desferir um combo completo. Essa é uma boa forma de se familiarizar com seu conjunto de golpes e entender os combos básicos do jogo. Todos os autocombos começarão com alguns golpes terrestres, lançando o inimigo para os céus em seguida com uma série de ataques aéreos. Isso mostra que todos os lutadores têm um golpe para “lançar” o adversário para o alto e um “spike”, um golpe que tira o inimigo do ar, lançando-o ao solo. Por mais que não haja exceções, alguns personagens – como o Nova – terão seu golpe de lançar único. Por isso, conheça a lista de golpes e fique familiarizado com seus golpes únicos.

Um mutante em uma missão

Se o sistema de combos não lhe chamou atenção, então sua melhor aposta possa ser aventurar-se no modo missão. Aqui, você encontrará uma série rápida de tutoriais que vão ensinar os básicos do jogo, incluindo uma rápida introdução às gemas que citamos antes e uma série de 10 desafios/combos para cada personagem. Esses combos são bem mais incrementados, porém dão grandes exemplos de como alguns ataques interagem e expandem o sistema de autocombo. Há até vídeos de como eles funcionam – quando todos os movimentos são executados corretamente -, algo que pode ser bem útil para completar as missões do Strider… O modo missão é definitivamente válido e incentivamos que você gaste um bom tempo nele; você perceberá que alguns heróis estão utilizando as gemas e também verá alguns tag combos que pode querer experimentar, como o do Homem-Aranha com Frank West.

Está gostando? Vá além agora

Quando você finalmente começar a entender os básicos da estrutura de combos e se arriscar em algumas missões de Marvel vs. Capcom: Infinite, verá que cada um dos personagens tem seus ataques especiais únicos. Alguns desses movimentos podem rebater inimigos na parede, jogá-los ao chão ou até congelá-los no local atingido. Qualquer combinação desses ataques pode ser implementada em seu combo, para extender sua duração e aumentar o dano causado. Por isso, aventure-se, arrisque com novos golpes e incremente seu leque de ataques.

Aprenda a defender e a desferir o push block

É fácil falar, mas na prática não é fácil se defender. Com o ritmo as vezes frenético de Marvel vs Capcom: Infinite, você pode achar um pouco complicado se defender no início e o único jeito de ficar melhor é com a prática. Existem algumas dicas óbvias, entretanto, a mais vital de todas é aprender defesa avançada. Ela é fundamental para mudar o momentum de uma luta. Ao apertar dois botões enquanto você está defendendo um ataque, seu oponente será empurrado a uma distância considerável. Isso também concede alguns bônus, como a habilidade de refletir as esferas de energia de adversários como Ruy e Morrigan de volta para eles. Ao fazer isso, você transforma defesa em ataque, mas aprenda quais projéteis são possível de refletir para não ser pego de surpresa.

Torne-se um mestre na arte de tag

Como todo jogo de luta em times, a arte do tag é crucial em Marvel vs Capcom: Infinite. E dessa vez, saber quando mudar de um membro para outro de seu time pode ser mais importante que nunca. Anteriormente, executar o tag (a troca de personagem) tinha uma série de regras restritas e ainda custava uma barra de energia especial, ou precisava de um combo pra lá de eficiente. Esse não é mais o caso em Marvel vs Capcom: Infinite. Nessa obra, você pode executar uma troca quando e onde quiser, bastando apenas apertar o botão de tag e respeitar algumas regrinhas. Desde que seu personagem esteja vivo e não tenha sido trocado recentemente (tem uma rápida barra de esfriamento que precisa ser notada para efetuar uma nova troca), você pode cancelar um ataque e trazer seu companheiro para a luta. Todavia, lembre que qualquer personagem, ativo ou reserva, pode ser atingido durante a animação de troca e isso pode resultar em um baita prejuízo de dano. Então, tenha cuidado.

Prepare o aquecimento no modo treino

Pode não ser o modo mais empolgante para ficar melhor em um jogo de luta, mas o modo treino de MvC:I é o lugar perfeito para testar seus combos em um ambiente seguro. Você será capaz de ver a quantidade exata de dano que seus combos causam e se eles funcionam com todos os membros do elenco (não há nada pior que Rocket Racoon errar um belo combo por ser pequeno demais). É até possível configurar cenários específicos para treinar, como uma barra de energia e do Infinito cheias para tentar combos decisivos. Tem até como colocar um amigo para testar esses cenários com você para praticar com ainda mais fidelidade para futuras disputas online ou até para configurar um cenário que você não conseguiria sozinho.

Gerencie as barras de vida e energia

Como em qualquer jogo, gerenciamento de energia e vida são incrivelmente importantes. É obvio que se você ficar sem vida é fim de partida, mas a barra de energia é tão importante quanto. Ao estocar energia e saber quantas barras tem, você estará sempre preparado para utilizar um super golpe em equipe e tirar alguém de cima de você ou até usá-la para adicionar dano extra suficiente para acabar com a partida e não correr riscos.

Tão importante quanto reconhecer sua atual situação de energia é reconhecer os valores de vida. Em Marvel vs Capcom: Infinite há como recuperar vida. Na medida em que você leva dano, perceba que há uma barra residual vermelha, ela representa a vida que pode ser recuperada. Ao executar uma tag com seu outro herói, você vai recuperar a vida do personagem ferido lentamente, prolongando a luta. Essa barra vermelha pode ser removida se você for agarrado, então quando você tiver vida recuperável fique longe de jogadores que vão tentar correr para lhe derrubar. É igualmente importante que você reconheça que é possível executar uma troca de heróis no meio de um combo, ao custo de duas barras de energia, segurando o botão de tag, algo que os tutoriais e missões esquecem de mencionar.

Jogue com amigos

Você vai acabar fazendo isso de qualquer forma, mas em meio ao jogo você encontrar uma série de jogadores querendo se divertir. Essa é, provavelmente, a parte mais importante de MvC:I, encontrar os amigos para se divertir e jogar com gente do seu nível. Com o tempo, você e quem mais quiser enfrentar irão melhorar. E jogar com amigos pode ajudar a aprender melhor as mecânicas e até entender melhor suas derrotas do que online, pois eles podem apontar seus pontos fracos, como passaram de sua defesa e encontraram uma brecha para o ataque. Então chame a galera, prepare seu joystick ou arcade stick e mostre para eles como uma combinação de Jedah e Ultron pode ser letal (ou um Dante e Hulk – nossos favoritos).

Afinal, jogos de luta são divertidos, mas nunca fáceis de se dominar; eles precisam de muito tempo e prática para evoluir. Contudo, com dedicação, qualquer um pode crescer e até subir nas ranqueadas online. Assim, esperamos que essas dicas e detalhes tenham mostrado como esse novo game de luta pode ser a garantia de diversão por várias e várias horas. Prepare seu time e parta para o caminho da vitória.

Comandos básicos

É preciso começar do princípio e saber quais são os comandos básicos de Marvel vs. Capcom Infinite: soco fraco, soco forte, chute fraco, chute forte. Estes são os golpes mais simples e estão mapeados nos botões da face do controle, como por exemplo o X, quadrado, bola e triângulo, no PS4, ou equivalente no Xbox One.

Os botões superiores, L1, R1 ou LB, RB, servem para ativar a troca de personagem ou utilizar o poder da Joia do Infinito. Os gatilhos não possuem grandes funções, a não ser unir comandos, como soco forte e fraco ao mesmo tempo

Como trocar de personagem e atacar ao mesmo tempo

A troca de personagem é algo bem básico na série Marvel vs. Capcom e não é novidade. Com o pressionar de um botão, o jogador pode alternar entre os dois heróis disponíveis. Vale mencionar que o lutador substituto já entra no ringue atacando.

A novidade, porém, fica por conta da troca com contra-ataque. Para usá-lo, é preciso ter pelo menos duas barras de especiais cheias. A partir daí, enquanto seu personagem ativo estiver sendo golpeado pelo oponente, basta segurar o botão de troca (R1 ou RB) para realizar o contra-ataque.

Lançar ao ar

Todos podem lançar seu oponente ao ar. É uma ferramenta de luta muito útil, já que te permite iniciar combos enquanto o adversário está indefeso. Para jogá-lo para o alto, é preciso pressionar o botão de soco forte e o direcional para baixo ao mesmo tempo.

Também é possível fazer o arremesso a partir de combos automáticos. Inicie batendo no inimigo com o soco fraco (normalmente no botão quadrado ou equivalente) e continue até fazer o inimigo subir. Complete com um especial.

Especial automático

Ao pressionar os botões chute forte e soco forte ao mesmo tempo, o personagem lança um especial automático, chamado também de “Hyper Combo”. Ele exige pelo menos uma barra de especial completa para ser ativado.

Cada lutador possui pelo menos um, específico, e seu funcionamento varia bastante. O que importa é que o Hyper Combo serve para se livrar de enrascadas, apesar de ser fácil de evitar ou defender, portanto, não se garanta sempre nele.

Interromper um salto para continuar o ataque

É possível surpreender o inimigo em Marvel vs. Capcom Infinite interrompendo seu grande salto para encaixar um ataque. O salto duplo – realizado ao pressionar duas vezes para cima – permite alcançar uma boa altura no cenário, mas a ideia aqui é interrompê-lo no meio, de surpresa.

Para interromper um salto pressione para baixo no meio do segundo nível, assim seu personagem vai descer e acertar quem estiver embaixo. Na verdade, isso também pode ser feito durante o primeiro nível, mas é mais eficaz no segundo.

Defesa avançada

A defensa avançada é outro dos conceitos básicos de Marvel vs. Capcom Infinite e dominá-la é uma boa dica para vencer lutas. Pressionar chute e soco ao mesmo tempo enquanto estiver bloqueando faz com que o adversário seja empurrado e o personagem se recupere rápido para contra-atacar.

É possível fazer isso de várias formas, incluindo durante os treinos, onde é possível programar o lutador adversário. Domine a técnica e seja mais difícil de ser derrubado.

Melhores personagens para novatos

Esqueça personagens rápidos ou pesados demais para começar, com exceção do Hulk. O gigante verde da Marvel é uma boa opção por ter golpes versáteis e fáceis de encaixar. Outra boa opção é Ryu por ser já conhecido da série Street Fighter e ter golpes bem parecidos neste jogo. Essa é uma dupla que pode te ajudar bastante nos combates iniciais.

Para potencializar a variedade, combine Hulk com a Joia do Tempo e utilize sempre a Tempestade Infinita, tornando o gigante ainda mais rápido e mortal contra oponentes. Treine bastante com os dois antes de partir para os próximos lutadores.

Sistema de Batalha

Nota: os comandos exibidos aqui consideram o personagem voltado para a direita. Comandos laterais ficarão invertidos com o personagem voltado para a esquerda.

Sistema Básico

Movimentos Normais: Aperte qualquer botão de soco ou de chute para fazer um movimento normal.

O movimento realizado muda de acordo com o status do seu personagem e o botão apertado.

Movimentos Especiais: Certas combinações de botões de direção com botões de chute/soco disparam movimentos especiais.

Iniciar um comando de movimento especial durante um movimento normal, permite que você cancele o normal e faça rapidamente o movimento especial em seu lugar.

Hipercombo: Iniciar um comando especial apertando junto os dois botões de soco/chute dispara um hipercombo — um movimento poderoso que esvazia a barra de hipercombo.

Hipercombos Nv1 gastam uma barra, já os Hipercombos Nv3 gastam três barras.

Hipercombo Fácil: Apertar os botões de soco forte e chute forte ao mesmo tempo dispara um hipercombo fácil que gasta uma barra de hipercombo.

Salto/Super Salto: Aperte o botão de direção para cima para saltar.

Alguns movimentos e hipercombos só podem ser executados durante um salto. Para fazer um super salto, aperte para baixo e para cima logo em seguida. 

Guarda/Guarda Aérea: Aperte o botão de direção para o lado oposto ao do adversário para se defender, bloqueando os ataques dele. Uma guarda em pé bloqueia ataques altos e uma agachado bloqueia ataques baixos.

É importante saber qual guarda usar em cada situação. Você também pode fazer uma guarda aérea ao saltar para bloquear todos os ataques.

Guarda Avançada: Ao se defender de ataques corpo a corpo, aperte dois botões de ataque juntos para fazer uma guarda avançada e afastar o adversário.

Uma guarda avançada no momento certo pode desviar alguns ataques de projétil, como o Hadouken do Ryu, de volta ao adversário.

Arremesso/Fuga de Arremessos: Aperte o botão de direção para esquerda ou direita com o botão de soco forte pressionado perto do adversário para arremessá-lo.

Você também pode usar este comando para fazer uma fuga de arremesso se o adversário tentar arremessar você.

Combo Automático: Toque repetidamente no botão de soco fraco para fazer um combo automático (Nota: apenas se os ataques forem bem-sucedidos). O combo automático pode ser “desligado” nas configurações de controle.

Troca Ativa: Aperte R1 a qualquer momento, mesmo em movimento ou atacando, para chamar seu parceiro e fazer uma Troca Ativa. Ele entrará correndo na tela e atacará o inimigo. Por alguns segundos, os dois personagens continuam na tela durante uma Troca Ativa; nesse período, você não pode fazer outra Troca Ativa. 

Contragolpe de Troca: Você pode chamar seu parceiro ao bloquear ou sofrer dano, mas isso exige um aperto prolongado de R1. Um Contragolpe de Troca gasta duas barras da barra de hipercombo.

Nota: não pode ser usado enquanto seu adversário estiver em um hipercombo. 

Onda do Infinito: Aperte L1 para fazer uma ação especial — como um ataque poderoso ou uma corrida super-rápida — de acordo com a sua Joia do Infinito equipada.

Usar a Onda do Infinito enche a Barra de Joia do Infinito. 

Tempestade do Infinito: Quando a Barra de Joia do Infinito estiver com 50% ou mais de carga, aperte L1 e R1 juntos para disparar uma Tempestade do Infinito.

Isso libera todo o poder da Joia do Infinito equipada. Aperte L1 e R1 novamente durante a Tempestade do Infinito para executar um Hipercombo Nv3 e gastar toda a Barra de Joia do Infinito em vez da Barra de Hipercombo.

Referências:

Game Capcom, Red Bull, wikipedia, techtudo.

O que achou? Comente logo abaixo sobre Marvel vs Capcom: Infinite!

Dead Cells

Dead Cells é um jogo eletrônico roguelike-metroidvania desenvolvido e publicado pela Motion Twin. Após cerca de um ano de acesso antecipado, Dead Cells foi lançado para Microsoft Windows, macOS, Linux, Nintendo Switch, PlayStation 4 e Xbox One em 7 de agosto de 2018. Portes para versões móveis, iOS e Android, estão previstos para 2019.

No jogo, o jogador assume o papel de uma criatura parecida com um lodo que assume o controle de um cadáver em uma masmorra, através do qual eles devem lutar para sair. O jogador ganha várias armas, tesouros e outras ferramentas através da exploração dos níveis gerados proceduralmente para combater criaturas mortas-vivas dentro dele. Às vezes, o jogador pode ganhar “células”, um tipo de moeda no jogo que pode ser usado para comprar atualizações permanentes ou desbloquear novos itens para o jogador, se eles chegarem ao fornecedor entre cada nível. Dead Cells usa um sistema permadeath, fazendo com que o jogador perca todas as células e outras moedas ou itens em cada instância da morte. A Motion Twin foi inspirada por The Binding of Isaac no desenvolvimento do jogo.

Pergaminhos e escala de itens

Existem 3 tipos de atributos que podem ser pegos durante o nosso progresso em forma de pergaminhos.Brutalidade, tática e sobrevivência-respectivamente, vermelho,roxo e verde. Armas de curto alcance como longo alcance (melee e ranged) também como escudos e habilidades caem em uma ou duas dessas categorías. Quanto mais pontos você tem em um atributo, mais poderoso seu item será. Para aquelas armas que escalam em 2 atributos, escalará somente o seu atributo maior. Então por exemplo,ter 10 de brutalidade e 5 de tática para uma espada amaldiçoada, o dano dela escalará somente com a brutalidade e investir em tática não vai deixa-lá mais forte (A não ser que você tenha 11 de tática).

Todo atributo melhorado em 1 te dá 15% a mais de dano no item com sua respectiva cor. Além disso, você ganha +X de vida para cada atributo gasto. O bônus de vída fica menor conforme você investe em somente um atributo. Mas se você decide começar a investir em um atributo diferente,você vai adicionar muito mais à sua barra de vida. A ideia é que builds onde se investe somente em um atributo são glass cannons (Dano alto,vida baixa), builds em que se investe em dois atributos é balanceado, e builds em que você investe nas 3 você tem muita vida mas pouco dano. Tenha em mente que sobrevivência dá a maior vida, começando com 60%,depois é a brutalidade começando com 50% e por ultimo tática começando com 40%

Agora vamos para o infográfico. Atualmente existem 60 armas e 31 habilidades = 91 itens no total. 48 deles está escalado com brutalidade, 49 com tática e 30 com sobrevivência (Esses números incluem itens que são escalados em 2 atributos). A imagem a seguir mostra exatamente qual item pertence a qual atributo.

Itens

No mapa de progressão você percebe que todo bioma tem um nível do bioma. Esse nível influencia nos itens queocê vai pegar dentro desse bioma. Existem conjuntos de regras que tem um efeito no item. Some o número do nível do bioma de acordo com a condição e entenda como funciona:
0-Para itens encontrados livremente no chão
0-Dropado por um monstro
0-Atrás de uma porta dourada
+1-Comprada de um vendedor
+1-Báu comum
+1-Báu amaldiçoado, junto com a gema e o pergaminho do poder, além disso o item vai ser incolor(Escala com o nível do seu maior atributo independentemente de sua escala original)
+2-De monstros elites
+2-Recompensa por completar uma challenge(desafio) de área secreta

As Runas

As runas são desbloqueios permanentes que dará direito a você acessar partes bloqueadas do mapa-incluindo biomas.Você vai querer conseguir elas o mais rápido possível para não pular nenhum item possível no seu caminho.

A Runa da Videira pode ser pega na Esplanada dos Condenados por lutar com um Arqueiro Morto-Vivo elite(dica:esquive de sua dupla flecha).

A Runa de Teletransporte está nos Esgotos Tóxicos e é desbloqeuada lutando com um Golpeador elite(dica:traga um escudo ou alguma coisa para stunnar ou imobilizar ele).

A Runa de Bode está no Ossuário, e é desbloqueada lutando com um Golpeador elite denovo.

A Runa de Aranha está no Santuário Adormecido e é desbloqueada lutando com um Invocador elite(dica:traga uma arma ranged(longa distância).

Então se você está na pressa pra pegar elas, sua rota seria:
Alojamento dos Prisioneiros>Esplanada dos Condenados
Alojamento dos Prisioneiros>Os Esgotos Tóxicos
Alojamento dos Prisioneiros>Esplanada dos Condenados>Ossuário
Alojamento dos Prisioneiros>Os Esgotos Tóxicos>Esgotos antigos>Cripta Insuportável>Santuário Adormecido

Você não pode pegar todas elas de uma vez.Então quando você pegar uma ou continue ou morra e comece denovo no Alojamento dos Prisioneiros. Tem também a Runa do Desafiador que você desbloqueia as daily runs(Runs diárias)na zona do começo e pode ser encontrado depois de lutar contra o chefe na Ponte Negra, mas essa não é necessária para a progressão e eventualmente você vai pega-lá.

A Forja

A Forja pode ser encontrada depois das lutas dos chefões e somente.Lá você pode permanentemente melhorar suas armas para +,++ e S. em uma run que você tem 0 CDF (Celulas de chefe) você só pode melhorar suas armas para +,em runs com 1-2 CDF você pode melhorar para ++ e em runs com 3 CDF você pode melhora-lás para S. Cada melhoria em armas ou habilidades vai dar dano extra,e afixos melhores e mais fortes (os efeitos tipo +100% de dano em inimigos queimando). Além de que melhorias ++ te garantem +1 pros seus atributos (Brutalidade, Tática ou sobrevivência,o bônus será no atributo que o item pertencer) e as melhorias S darão +2. No caso de itens que pertencem a 2 atributos,o atributo bônus será gerado aleatoriamente entre esses dois atributos-por exemplo,para a [Espada Amaldiçoada S] você pode ter +2 de tática ou +2 de Brutalidade ou +1 de Tática e +1 de Brutalidade.

Celulas de Chefe

As células de chefe (CDF) são desbloqueios permanentes que podem deixar seu jogo mais difícil e mais recompensador. Elas podem ser obtidas matando o atual chefe final.Quando você matar ele,receberá a célula de chefe que permitirá você jogar no próximo nível de dificuldade onde você tem que matar o mesmo chefe de novo para ganhar acesso à próxima dificuldade e por aí vai até você ter 4 CDF. Cada dificuldade vai fazer seus inimigos tirarem mais dano e ter mais PV(Pontos de Vida).Começando da dificuldade de 1 CDF você vai perceber que surgiram inimigos de outros biomas no bioma que você está,e isso acontecerá até a 3ª CDF. Na quarta outros tipos de inimigos serão adicionados em todos os biomas,além disso,nessa imagem,estão as coisas que são afetadas pela CDF.

Pulo “Bem na hora”

Quando o jogador pula um pouquinho atrasado, por exemplo depois de cair da plataforma, o jogo permite que o salto seja executado: Isso impede grandes frustrações, pois sem isso, parece que todo pulo é super difícil, e o jogador fica caindo a cada pulo por conta de um input levemente atrasado.

Aterrissagem “Teleporte”

Parecido com o “boi” que o jogo te dá na hora de pular, ele repete a técnica na aterrissagem. Se o jogador pousar um pouquinho fora da plataforma, o jogo adivinha o que o player queria fazer e o teleporta para cima da plataforma.

Parkour Automático

Quando “Dead Cells” percebeu que queria ser um jogo de ação e combate, e não um de pulos e plataformas, criou uma série de recursos para ajudar o player a jogar melhor e não se frustrar. Escalar  plataformas e pequenos declives no terreno automaticamente adicionaram imensa fluidez ao game.

Giro automático

O game gitra seu personagem automaticamente para o outro lado em determinadas situações. Por exemplo, se o player aterrisou virado para a direita e apertou o botão de ataque, mas o inimigo está à sua esquerda, “Dead Cells” gira o personagem automaticamente, impedindo um ataque no vazio.

Comece, explore, morra, aprenda e repita

O ponto mais importante no Dead Cells é aprender. Conhecer os inimigos que encontraremos pelo caminho, os perigos espalhados por cada estágios e principalmente, as armas e equipamentos a que teremos acesso. Como em qualquer roguelike, a morte estará sempre nos rondando e quando ela inevitavelmente chegar, tenha paciência, tente entender o que você aprendeu naquela partida e se prepare para não cometer os mesmos erros de antes.

Saiba também que ao matar inimigos você poderá encontrar células e será com elas que você poderá adquirir uma grande quantidade de itens. O problema é que elas só poderão ser utilizadas após concluirmos um estágios e as perderemos ao morrer. Sendo assim, muitas vezes é melhor procurar logo a saída de uma fase do que continuar explorando.

Invista com cuidado e pense no futuro

“Mas o que eu deveria comprar com as células”, você pode estar se perguntando. A primeira dica é investir em poções de cura. Funcionando como vidas extras, elas serão de grande ajuda quando estivermos perto de morrer e com isso poderão estender bastante a partida. Também vale a pena ficar de olho em todos os outros upgrades disponíveis, como um que guarda algum ouro após morrermos ou outro em que itens que não nos interessam podem ser transformados em moedas.

Outro bom negócio é pensar a longo prazo. Se existe algum item na loja que exige muitas almas, mas que lhe parece útil, comece a investir nele. Em Dead Cells você não poderá sair do vendedor sem ter gasto tudo o que tem, então, ao invés de sair comprando todo o tipo de porcaria, prefira colocar as almas que sobraram em algo que pode lhe ser mais útil no futuro.

Lembre-se que o objetivo no jogo é tornar o seu personagem o mais forte possível e para isso você terá que sofrer bastante. Com o tempo você perceberá que aquilo que parecia muito difícil antes, agora pode ser vencido com certa tranquilidade e o que adquirimos com almas terá papel fundamental neste processo.

Ainda pensando nas partidas seguintes, os diagramas de armas que podem ser comprados com almas também podem ser bem úteis. Após os desbloquearmos, os respectivos itens poderão ser encontradas aleatoriamente pelas fases em investidas futuras. Portanto, se o vendedor tiver o diagrama daquela espada que você tanto gostou de usar, vale a pena garantir que ela aparecerá na próxima sessão.

Mutações e armadilhas

Além de poder gastar as células que encontramos, a loja entre fases também nos dará o direito de adquirir mutações. Funcionando como perks, elas poderão nos ajudar das mais diferentes maneiras, mas num primeiro momento, a mais recomendada é a Revival. Se as porções poderão servir como um vida extra, o que esta mutação faz é exatamente isso. Ser salvo por esta belezinha quando menos esperamos será muito gratificante e só não podemos esquecer quando o item já tiver sido usado.

Algo que também poderá te ajudar muito são as armadilhas. Disponíveis em variados tipos, elas precisam de um tempo para serem utilizadas novamente, mas algumas mutações poderão diminuí-lo consideravelmente. Dentre elas, a que mais gostei são as turrets. Como o próprio nome sugere, trata-se de uma espécie de metralhadora que atirará em qualquer inimigo que entre o seu raio de ação e acredite, ela poderá te tirar de situações bem ruins.

Além de servirem de alvo para os inimigos, que as atacarão imediatamente, o poder de fogo desse equipamento pode ser bem alto, com a vantagem de que mais de uma pode ser deixada ao mesmo tempo. A única coisa com a qual você deve se preocupar é que para funcionar essas armas precisam de energia, o que significa que precisaremos estar a uma certa distância delas.

As runas e os novos caminhos

Um dos principais elementos do Dead Cells são as runas. São elas que nos garantirão habilidades especiais que nos permitirão alcançar pontos específicos dos cenários e após encontrá-las, nosso progresso poderá se tornar bem mais fácil. Um dos poucos upgrades persistentes do jogo, são as runas que dão um ar de metroidvania ao título e procurá-las o quanto antes deverá ser um dos seus principais objetivos.

Ao todo teremos cinco runas para encontrar e abaixo deixarei uma breve descrição delas e onde encontrá-las:

Vine Rune – permite crescer vinhas em pequenas manchas verdes – localizada em Promenade of the Condemned.

Teleportation Rune – permite o teletransporte em caixões eletrificados – localizada em Toxic Sewers.

Spider Rune – permite escalar paredes e pular de uma para a outra – localizada em Slumbering Sanctuary.

Ram Rune – permite quebrar pisos fracos (marcados com um sinal) – localizada em Ossuary.

Challenger Rune – garante acesso aos Desafios Diários – derrote o chefe Incomplete One.

Não tenha pressa

Embora o Dead Cells conte com portas que se fecham após um determinado tempo, no início não tente alcança-las. Tudo bem, a recompensa encontrada nessas salas é boa, mas correr é um dos erros mais básicos que podemos cometer nesse jogo.

Procure explorar os cenários, conseguir o maior número possível de almas e equipamentos, pois isso será crucial para progredir pelas fases. Depois de algumas partidas e com o seu personagem estando mais fortes, você conseguirá avançar mais rapidamente pelas fases e uma hora acabará chegando nessas portas.

E no fim das contas, nunca esqueça que uma vez morto, você voltará lá para o começo, então pense bem os seus passos e tome todo o cuidado do mundo!

(Re)comece, experimente, aproveite a viagem e repita

Nunca tenha medo de experimentar. Uma coisa muito comum no Dead Cells é cairmos numa zona de conforto, sempre tentando encontrar o mesmo equipamento de antes e tentando repetir os passos da partida anterior. Tente variar suas ações, dê uma chance a uma arma que não lhe parecia muito boa ou ir por um caminho diferente.

Mas acima de tudo, procure curtir a viagem. Este não é um jogo em que você deveria mirar no final e sim aproveitar tudo o que ele tem a lhe oferecer. Eu sei que o percurso será dolorido, sei que muitas vezes sentiremos vontade de jogar o controle na parede, mas acredite, a sensação de superar um inimigo que nos derrotou anteriormente ou conseguir uma arma mais poderosa valerá a pena. Mas quando uma morte acontecer, é simples: repita!

Caminhos alternativos

Conforme progride no jogo, destravará novas habilidades permanentes que darão acesso a novas fases e novos caminhos até o final. Novas armas e itens o aguardam nessas fases alternativas, então não deixe de explorar todas!

Aprenda os padrões de ataque

Cada monstro e chefe tem seu próprio grupo de ataques e timing. Quando aprendê-los, poderá antecipar golpes, de esquivando deles e derrotando seus oponentes com mais facilidade.

Use suas habilidades

Além das suas duas armas, poderá equipar poderes e itens como granadas, torres e armadilhas. TOdas possuem um tempo de recarga, então não se preocupe com munição e aproveite tudo ao máximo durante cada encontro.

Escolha suas batalhas

Está vendo uma sala cheia de inimigos morrendo de vontade de devorá-lo no café da manhã? Sem poções para aguentar todo o dano? Equipamento ruim? Não é necessário matar todos os zumbis e monstros que encontrar pelo caminho. Além disso, nunca se sabe quando uma arma melhor ou baú pode estar esperando virando a esquina.

Dicas e Truques

Dead Cells é feito para ser um jogo incrivelmente difícil. Mas enquanto o combate é difícil de entender, existem algumas dicas gerais que você deve ter em mente ao jogar. Aqui estão algumas dicas e truques para ajudá-lo a sobreviver:

Trate todos os inimigos como se fossem um chefe – até inimigos comuns podem matá-lo facilmente se você não for cuidadoso.

Use as portas como aríetes – Você pode atravessar as portas para bater nos inimigos, atordoando-os no processo.

Rolando – Role para atacar os inimigos depois que eles atacarem, você pode matar rapidamente dessa maneira.

O status de habilidades é ruim – O status de habilidades é de longe o pior no wual gastar pontos.

Esmague seus inimigos – Segure o botão para descer e o de pular enquanto no ar e você cairá pisando nos seus inimigos. Isso pode ser usado para se esquivar ou como um ataque.

Não tenha medo de correr – assim como em Dark Souls, às vezes correr para a próxima área é a melhor opção que você terá.

No começo, concentre-se em Diagramas e Runas – Você não conseguirá chegar tão longe sem boas armas e Runas para ajudá-lo.

Experimente com builds – existem muitos estilos de jogo diferentes que você pode usar em Dead Cells, tenha a mente aberta e experimente.

Nunca pare de se mover – Há portas cronometradas em algumas áreas que irão acionar quando você entrar, então continue em movimento e você estará sempre preparado para alcançá-las. Elas oferecem grandes recompensas, por isso vale a pena se apressar.

O Escudo é seu amigo – faça uso da função de parry do jogo, ela pode anular dano e atordoar inimigos se feita corretamente.

Referências:

Meio Bit, Playstation Blog, Game Detonado, Blog do Paulão, Steam Community, Wikipedia.

Plants vs. Zombies: Garden Warfare 2

Plants vs Zombies Garden Warfare 2 é um jogo eletrônico de tiro em terceira pessoa, criado em 23 de fevereiro de 2016, desenvolvido pela PopCap Games e publicado pela Electronic Arts. Foi lançado para o Microsoft WindowsPlayStation 4 e Xbox One. É a sequência de Plants vs. Zombies: Garden Warfare. O jogo foi lançado em fevereiro de 2016.

O enredo gira em torno de um combate entre zumbis e vegetais, que podem ser controlados pelo jogador. A dinâmica do game permite que sejam escolhidos diversos tipos de classes, e nessa versão é possível jogar no multiplayer online com até oito pessoas.

Gráfico

O jogo conta com 12 novos mapas, que oferecem diversas vantagens ao longo das batalhas. Os gráficos são bastante coloridos e evoluíram muito desde a última versão: com a utilização do motor gráfico Frostbite Engine, Plants vs Zombies subiu para uma classificação de alta qualidade, o chamado Triplo-A.

Entendendo o game

Diferentemente dos últimos games da série, Garden Warfare explora mais o lado competitivo, ao invés dos desafios tower defense. De qualquer forma, o elemento está longe de passar batido, fazendo papel importante nos modos Operação Jardim e Jardins e Cemitérios, onde é preciso se organizar com companheiros de equipe para defender um pequeno ponto dos ataques inimigos.

Como opção alternativa, é possível entrar de cabeça em partidas de mata-mata em equipe, onde o objetivo é simplesmente alcançar a marca de 50 oponentes derrotados. Para isso, os jogadores usam os personagens e as suas habilidades especiais em mapas do game.

Há ainda a modalidade de tela dividida, que permite que dois jogadores dividam a mesma tela em uma batalha infinita contra ondas e mais ondas de zumbis. O desafio é simplesmente sobreviver o máximo possível, criando pontuações cada vez maiores.

Os personagens

Um dos fatores que torna Garden Warfare um jogo tão especial são os seus personagens. Partidos diretamente do game com visual em 2D, as plantas e zumbis ganharam bonitos modelos tridimensionais, que possuem habilidades diferenciadas e bastante úteis.

Peashooter

A mais popular das plantas da série faz parte de Garden Warfare, e também é uma das mais equilibradas. Ágil em sua movimentação, ela dispara ervilhas que causam boa quantidade de dano, mas não são lá muito rápidas.

Entre as habilidades, o destaque fica para a Chilli Bomb, que explode tudo por perto. Ainda estão disponíveis um boost na velocidade e a possibilidade de disparar mais rapidamente, sob o custo de ficar preso ao chão por alguns momentos.

Chomper

O Chomper é a planta mais letal do jogo, podendo matar adversários com um simples ataque. O grande desafio é conseguir operá-lo, já que a planta exige que se esteja praticamente encostado ao adversário para executar os golpes.

Para ajudar, uma útil habilidade de andar por debaixo da terra e um spray que deixa os zumbis paralisados por alguns momentos garantem uma aproximação mais tranquila.

Sunflower

Conhecida das versões anteriores por sua fragilidade e impossibilidade de atacar, o girassol chega a Garden Warfare como uma belíssima opção àqueles que apreciam um bom jogo em equipe, mas não abrem mão de causar dano.

Além de tiros bastante rápidos, a planta possui um raio devastador, que só pode ser usado enquanto ela fica parada. Além disso, ela também gera sóis que recuperam a vida dos companheiros de equipe.

Cactus

Os campers de plantão também têm vez em Garden Warfare, e já sabem quem escolher para começar. Essa planta dispara tiros fortes e rápidos, que contam com a ajuda de um belo zoom, possibilitando a derrubada de zumbis de longas distâncias. Para completar o pacote, minas de proximidade, barreiras e um drone tornam o cacto uma planta completa.

Foot Soldier

O mais básico dos zumbis não passa de um morto-vivo equipado com uma arma e algumas bugigangas. Mas antes de subestimá-lo, saiba que seus tiros rápidos e habilidades são uma ótima alternativa.

Entre seus recursos extra estão bombas de fumaça, um super salto e um tiro de bazuca, que pode destruir diversos adversários de uma só vez.

Engineer

O engenheiro é uma alternativa mais pesada (!) ao soldado, contando com uma arma mais lenta e perigosa e uma movimentação mais lenta. A falta de agilidade é compensada pela habilidade de britadeira, que deixa ele vagar pelos cenários destruindo tudo o que vê pela frente.

Scientist

O cientista zumbi combina as habilidades de recuperação de vida com muita velocidade e uma arma interessante. É fácil detonar dúzias de plantas, especialmente em disputas a curta distância.

Ele também conta com uma habilidade de teletransporte, minas e a estações de cura, que podem ser usadas por ele e todos os outros zumbis.

All-Star

Os fãs de artilharia pesada devem se identificar prontamente com o jogador de futebol americano disponível no time dos zumbis. Com uma arma tremendamente poderosa, o grandalhão detona todo tipo de oponente em poucos segundos. Ainda é possível colocar barreiras, usar tiros especiais e atropelar os adversários com um ataque corporal.

Melhorando os seus personagens

Todos os personagens de Garden Warfare possuem dezenas de itens, que podem tanto mudar a sua aparência, como adicionar efeitos extra às plantas e zumbis. Essas melhorias são encontradas em formato de figurinhas, conseguidas nos pacotes vendidos pelo jogo. Para comprá-los, basta jogar algumas partidas e acumular moedas o bastante, e então partir para a loja de figurinhas.

Jogue com as novas classes

Citrinador, Rosa e Coronel Milho são as três classes inéditas pelo lado das plantas de Dave-Robô 3000. Capitão Barbamorta, Supermioloz e a dupla Zumbinho e Robô-Z (são, na verdade, o mesmo personagem) formam o trio de novos combatentes do exército comandado pelo Doutor Zumbão.

Os novos personagens têm habilidades especiais únicas, portanto procure utilizá-los nos confrontos para aprender novos truques nas arenas. O Capitão Barbamorta, por exemplo, atua como o sniper do time dos zumbis com disparos cadenciados de longa distância. Já o Coronel Milho possui uma metralhadora em cada mão, sendo o mais eficiente em movimento.

Fique de olho no quadro de missões 

Em Garden Warfare 2, uma das novidades é o quadro de missões com atividades atualizadas periodicamente. As tarefas concedem prêmios bastante interessantes, incluindo multiplicadores de pontos de experiência, moedas e estrelas. A estrela, no caso, é usada como uma forma de moeda no Quintal.

Não adianta encher o inventário com contratos desafiadores. Procure armazenar somente as atividades que você consiga cumprir com certa facilidade, como conseguir 25 assistências, por exemplo, conquistar o título de Mestre de Assistências ou completar três jogos de Derrubada Confirmada e Gnomba.

Use o Gramado de Batalha para treinar habilidades

O Gramado de Batalha, que funciona com um tipo de lobby aberto, é o local ideal para treinar personagens e calibrar a mira contra adversários controlados pela CPU. Permanecer na área inicial do Gramado manterá seu personagem em segurança, porém, ao sair dela, tudo pode acontecer.

O centro da região, onde plantas e zumbis travam confrontos intensos, serve como uma ótima sessão de treinamento, além de ser extremamente divertido. Quanto mais tempo você enfrentar os oponentes no Quintal, mais difícil a batalha será.

Comece pelo modo Capacho

O modo Capacho, que nada mais é do que um mata-mata, é o melhor lugar para começar no ambiente competitivo online. Isso porque não é possível usar personalizações e variantes de personagens, nem melhorias de armas, o que faz com que o modo tenha apenas classes principais.

A vantagem é que, quanto mais vezes você for derrubado, terá mais vida no próximo renascimento, seja com a mesma planta ou com outra classe. Antes de enfrentar desafios maiores, como Derrubada Confirmada e Suburbination, certifique-se de ter treinando o suficiente no Capacho.

Guarde moedas para a Loja de Figurinhas

A Loja de Figurinhas está de volta com mais variedades de pacotes em comparação ao game anterior. Ao invés de gastar seu valioso dinheiro com cartas básicas – Reforço de Capangas e Útil Divertido, tente economizar para comprar o robusto Pacote Fenomenal, que garante figurinhas suficientes para desbloquear um personagem Raro ou Super-Raro.

Aproveite os modos cooperativos e single player

Os modos Jardins e Cemitérios, Derrubadas em equipe, Derrubada Confirmada, Ataque Herbáceo, Gnomba e Suburbination também estão disponíveis para um jogador. Eles oferecem moedas e bônus de experiência mesmo quando se está jogando sozinho.

O single player, uma das principais novidades de Garden Warfare 2, também concede moedas e itens extras em todas as missões. Lembre-se de que você pode alterar o modificador de dificuldade, colocando-o em níveis mais elevados para adquirir maiores quantias de dinheiro virtual. Agora não há motivos para não se aventurar sozinho em Garden Warfare.

Tela dividida

A grande maioria dos pais que conversam comigo sobre videogames sempre perguntam por jogos para jogar com seus filhos e sobrinhos e é difícil achar um jogo que atenda a essa necessidade. Afinal, o jogo precisa ser atrativo para as duas faixas etárias e permitir partidas cooperativas.

Garden Warfare 2, por ter um belo visual caricato (no mesmo estilo dos games da franquia para celular) bem colorido e detalhado por conta do uso do motor Fostbite, o mesmo de Battlefield, cumpre este papel. Ainda, o game permite partidas com tela dividida para dois jogadores — apenas na versão para Xbox One e PS4.

Com isso, pais e filhos, um adulto e uma criança, podem jogar juntos e um ensinar o outro. É possível até ensinar estratégias, combinar ataques e realizar todo o tipo de missão juntos. É um bom meio de passar um bom tempo jogando videogame e ensinar a nova geração sobre os games de ação e tiro.

Quem tiver mais amigos, é possível jogar cooperativamente entre quatro pessoas.

Personagens únicos e engraçados

Escolher um dos heróis de Garden Warfare 2 é uma tarefa engraçada. Assim como nos jogos de celular, o visual dos personagens, tanto as plantas quanto os zumbis, é muito engraçado. Ao aumentar de nível no jogo, o que só acontece realizando missões e objetivos e, depois, você pode acrescentar chapéus, fantasias e outros acessórios para deixar seu herói com a aparência desejada.

O game, por outro lado, é bom para ensinar que cada um dos personagens têm características diferentes que podem ser usadas em diferentes ocasiões e missões. O cacto, por exemplo, é bom para dar tiros à distância e ensina como ser um sniper em outros jogos de tiro. Para quem está começando e quer apenas se divertir, a Disparervilha e o girassol são boas opções. A primeira tem boa mira e tiro forte enquanto a segunda planta pode curar os aliados.

O favorito das crianças é o Citrinador, uma fruta que feio do futuro e, embora seja mais lenta, tem boa resistência e bom poder de tiro.

Do lado dos zumbis, O Supermioloz é o melhor para começar por conta de seus poderes especiais.

Combate hordas

O jogo se propõe a trazer confrontos online em diversos modos para enfrentar outros jogadores, mas para jogar com alguém mais novinho o melhor é combater inimigos controlados pelo computador.

Para esta finalidade, o modo Operação Jardim é o melhor. Assim como no modo Horda da série Gears of War, você deverá proteger um determinado ponto do mapa e enfrentar uma grande quantidade de inimigos que vão ficando cada vez mais fortes e com direito a chefões para deixar tudo mais complicado. Mas calma, as primeiras ondas de adversários é fácil, bom para começar a ensaiar com criança como jogar, como enfrentar os perigos e como criar estratégias.

Partidas online

Depois de jogar bastante com um amigo ou filho, você pode partir para os modos online, que são muito divertidos. Você tem desde o tradicional mata-mata em equipe (chamado de Derrubadas em Equipe), em que é necessário eliminar os jogadores do time adversário, como modos de proteção de territórios chamado de Cemitérios e Jardins. Nele, você tem que proteger seu jardim ou cemitério dos adversários que vão tentá-lo roubar a qualquer custo.

Para quem já está mais confiante, o modo Clássico é uma boa pedida pois não usa as habilidades especiais dos personagens. Eles jogam apenas com seus poderes principais, deixando o confronto mais equilibrado.

Muitos desafios

Garden Warfare 2 recebe atualizações constantes de conteúdo, trazendo novas missões e objetivos. Um deles, chamado de Provas Gnômicas, apresenta novos modos de jogo, eventos semanais exclusivos com novos saques disponíveis, um misterioso vendedor gnomo com um inventário de itens raros, um novo mundo subterrâneo de gnomos para explorar e muito mais.

O Portal Misterioso é o acesso para testar as habilidades das plantas e dos zumbis. Atravesse o Portal Misterioso para jogar novos modos de jogo com limite de tempo e ganhe estrelas arco-íris para desbloquear baús arco-íris e o Mundo Subterrâneo dos Gnomos. Nesta área está as Provas da Eternidade, que testarão velocidade, raciocínio, precisão e memória das plantas e dos zumbis. Descubra e conclua as Provas da Eternidade para desbloquear novas recompensas que incluem desde itens personalizáveis lendários até os favoritos do Garden Warfare original e resgate prêmios para Garden Warfare 2.

A Câmara dos Gnomos

A sala secreta fica localizada nos esgotos. Para ter acesso, você deve primeiro coletar alguns Gnomos de Jardim. Quando tiver coletado o suficiente, vá para o distrito com pequenos estabelecimentos perto das docas. Um telefone público estará tocando. A voz do outro lado da linha vai dizer que você recebeu um presente e que eles o deixaram nas docas. Vá para as docas e pegue a Bomba Gnomo. Leve-a para os esgotos, na parte próxima ao peixe misterioso. Coloque a bomba na silhueta dourada de gnomo que fica logo embaixo das grades de ferro e exploda-as. Siga pelo caminho que foi aberto e chegue a Câmara dos Gnomos para receber o troféu/conquista Chamber of the Gnomes.

Crazy Target Range

O minigame pode ser encontrado nos esgotos, que ficam embaixo da parte central de Backyard Battleground. Gaste 5 estrelas na porta que possui um gnomo gigante para ter acesso a ele.

Uma vez que você tenha destravado a sala, você deve concluir o circuito em menos de 22 segundos para conseguir o Rank S. Fique tranquilo porque o desafio é baseado apenas em tempo, não em taxa de acertos. Quando completar o desafio, fale com o gnomo de madeira na mesma área para ganhar um uma boa quantia em dinheiro e o troféu/conquista Hawguy.

Baús secretos na Shooting Range

Um Baú do tesouro escondido pode ser encontrado atrás do segundo grupo de alvos da Shooting Range. Use uma Ervilha com a habilidade Hyper ou um Foot Soldier com Rocket Jump para conseguir chegar atrás dos alvos que ficam na parte de trás da sala. Um baú pode ser encontrado logo atrás dos painéis de madeira.

Sala escondida nos Esgotos

Uma sala secreta pode ser encontrada nos esgotos. Para chegar lá, pule em um dos cano à direita do peixe misterioso e caia nas passarelas abaixo. Use um Peashooter com a habilidade Hyper ou um Foot Soldier com Rocket Leap para alcançar o cano à direita do Crazy Target Range. Ele irá levá-lo à três três baús secretos.

Referências:

Techtudo, Wikipedia, Br Ing.

Diablo III

Diablo III é um RPG de ação desenvolvido pela Blizzard Entertainment, o terceiro título da série Diablo. Sua produção foi revelada em 28 de junho de 2008, na Blizzard Entertainment Worldwide Invitational. O jogo foi lançado oficialmente em 15 de maio de 2012. A versão brasileira do jogo foi totalmente traduzida para o português. Em 2011, os vistantes do Disney California Adventure Park puderam dar uma espiadinha no jogo durante o evento Blizzard Holiday Party,com um segmento especial exibido no show World of Color.

Enredo

Diablo III segue a história de seu predecessor, Diablo II: Lord of Destruction, que superou expectativas. A história do novo jogo passa-se depois de vinte anos dos acontecimentos que marcaram o fim de Diablo II. Os guerreiros finalmente derrotaram o mal, mas quando um cometa cai na Terra exatamente no lugar onde Diablo foi confinado, os guerreiros são novamente convocados para defender a humanidade contra o novo inimigo.O estilo do jogo continua o mesmo (visão isométrica), mas desta vez utilizando os recursos das novas tecnologias reproduzindo um mundo totalmente em 3D e interativo, podendo até destruir cenários. Os jogadores poderão escolher entre cinco classes disponíveis (sete após expansões) e se aventurar num mundo mágico e ameaçador que Diablo III proporciona, porém desta vez, com novas habilidades e equipamentos e com um nível de personalização de personagem mais apurado.

Jogabilidade

Sendo um jogo de exploração, o mundo de Santuário nunca é igual: a cada novo jogo, troca de personagem ou mudança de dificuldade, os mapas, as localizações, vilas, eventos e entradas de masmorras se modificam completamente, como se fossem um quebra-cabeça com várias soluções possíveis. Mudam os lugares dos baús de tesouro, dos objetivos, e de monstros, fazendo com que cada jogo seja único, e você tenha que redescobrir o mapa a cada partida – apenas os locais seguros, como cidades, acampamentos e Marcos de Sendas (círculos de teleporte) não tem suas localizações modificadas.

Ao jogar com amigos, a dificuldade do jogo é ajustada de acordo com a quantidade de heróis na batalha, sendo que cada amigo a mais na equipe corresponde a monstros com mais vidas e ataques mais fortes – mas o saque de cada jogador continua como recompensa individual.

 Além de matar monstros loucamente (o que sem dúvida é mito divertido), em Diablo III também temos missões a cumprir, eventos para participar, mapas para abrir e explorar, vários easter eggs, um nível secreto que é bem… feliz, digamos, e objetivos para várias horas de jogo e diversão, especialmente em grupo. Tá esperando o quê pra se aventurar por Santuário?

Escolha seu herói

Em Santuário você pode lutar com heróis de 6 classes diferentes, sendo 5 da versão standard do jogo, mais um da expansão Reaper of Souls/Ultimate Edition: Arcanista, Bárbaro, Caçador de Demônios, Cruzado, Feiticeiro e Monge. Cada um deles tem vantagens exclusivas, seja uma habilidade maior de sobrevivência, dano corpo a corpo ou a distância, uso de magias ou força bruta. Vamos falar um pouco sobre cada classe aqui, para te ajudar em sua escolha:

Arcanista

Os Arcanistas são magos que usam o própio corpo para canalizar a energia arcana; logo, não dependem de nenhum catalizador externo para usarem seus poderes. São mestres em ataque à distância e em área, além de possuirem alguns feitiços protetores para emergências. Seu recurso é o Poder Arcano, que raramente acaba se usado com sabedoria.

Bárbaro

Bárbaros são mestres no combate pesado corpo-a-corpo. Grandes e brutos, manejam com facilidade armas grandes e pesadas – normalmente uma em cada mão. Têm uma capacidade altíssima de absorção de dano, os tornando os tanques ideiais para a frente de batalha, e se saem melhor em lutas em grupo. Seu recurso é a Fúria, que acaba rápido quando fora de batalha, mas é abastecido constantemente durante a luta; é a ação que alimenta o Bárbaro.

Caçador de Demônios

Os Caçadores de Demônios são especialistas em dano à distãncia com bestas e projéteis, além de dominar como ninguém a arte das armadilhas. Também possuem muitas habilidades de dano em área, mas são fracos se encurralados por muitos inimigos; por isso, também dispõe de pulos e rolamentos para se posicionar no lugar mais favorável em batalha. Possuem dois recursos: Ódio e Disciplina, que devem ser utilizados em equilíbrio para um melhor desempenho.

Cruzado

Classe exclusiva da expansão Reaper of Souls e da Ultimate Edition para consoles, o Cruzado é um defensor, que com suas investidas e armaduras pesadas tem como missão proteger toda Santuário dos demônios – ou, em menor escala, seu grupo. Usam a Furia dos Céus para derrotar demônios, e na batalha, assume a linha de frente com investidas e ataques corpo-a-corpo, mas também podem invocar a Luz Divina em ataques à distância.

Feiticeiro

Feiticeiros usam as forças dos mortos em sua luta – invocando pestes, pragas e zumbis, conseguem se proteger para lançar crânios em chamas e nuvens de veneno. Com suas habilidades de controle em massa, podem paralizar, dominar ou cercar inimigos, levando-os a armadilhas; dominam o combate à distância, mas também não fazem feio caso sejam alcançados pelos demônios. Tem a Mana como recurso.

Monge

Os Monges são especialistas em ataques de curto alcance, usando armas ou os próprios punhos e pernas. com socos e chutes – seu foco é a agilidade, não a força bruta. Canalizam a energia divina para aumentar seu poder, e possuem ondas curativas e mantras amplificadores de poder – o que faz com que causem um belo estrago a inimigos individuais ou em grupo e aumentem sua sobrevivência. Seu recurso é o Espírito.

Seguidores

Além de contar com os poderes de seu herói, em Diablo III você também conta com Seguidores. Ao longo de seu caminho você encontra o Templário, o Vigarista e a Sibila, que poderão te acompanhar em suas aventuras e colocam suas habilidades à seu dispor. Com o Templário você tem um poderoso tanque, com o Vigarista um habilidoso atirador à distância e com a Sibila, uma poderosa maga com ataques à distância e feitiços de suporte. Eles te acompanharão, um por vez, sempre que você não estiver jogando em grupo com outros heróis.

Níveis e Modos de Dificuldade

O nível máximo que seu herói pode alcançar em Diablo III é 70, com a Ultimate Edition. A cada nível ganho seu herói tem seus status básicos aumentados, e poderá progredir na aventura e nas diferentes dificuldades do jogo. Você pode começar jogando nas dificuldades Normal, Difícil e Perito. Ao fechar o jogo com um de seus heróis, você pode jogar novamente na dificuldade Mestre, e quando um de seus personagens atingir o nível 60, você pode selecionar o modo Suplício – em cada uma delas, a quantidade de vida dos monstros, experiência recebida e qualidade de saque é proporcional à dificuldade.  Você pode aumentar ou diminuir a dificuldade de seu jogo sempre que quiser, sem necessariamente ter que começar uma nova campanha.

Também existe o modo Hardcore – esse modo é definido no momento da criação do personagem, ou seja, é específico dos personagens que escolher. O modo Hardcore pode ser jogado em qualquer dificuldade, e ele tem apenas uma diferença em relação ao modo normal do jogo: se seu personagem morrer, ele morre para sempre, não existe ress, continue, nem nada do tipo. Esse modo é recomendado apenas para os realmente fortes.

Explore todo o mapa

Ao jogar o game você percebe que o mapa é revelado lentamente, de acordo com as suas viagens. Use o mapa então para se assegurar que tenha visitado todos os cantos de cada área. Não deixe de olhar por sob nenhuma pedra.

Diablo 3 é cheio de segredos, tesouros e eventos especiais que são bem fáceis de se perder caso esteja totalmente focado na sua missão principal. Então afie sua arma e saia desbravando o mundo de Santuário.

Pegue tudo, retenha o que é bom

Felizmente, apesar do incrível número de seres infernais presentes em Santuário, estes monstrinhos são recheados de itens e moedas. Porém, seu inventário é limitado, não permitindo carregar muitos itens.

Use então o “Portal da Cidade” para voltar até a última cidade visitada, independente da onde estiver. Use e abuse. Toda vez que tiver o inventário cheio, volte até a cidade para ou vender seus itens ou guardá-los em seu baú.

Você também poderá usar outros personagens seus como burros de cargas, já que cada um compartilha o mesmo baú. Esta opção é uma boa para aqueles que não querem desembolsar uma grana para ampliar seus baús. Pode demorar mais desta forma, mas é de graça.

Jogue com amigos

Jogar Diablo 3 sozinho é legal, mas a diversão acontece mesmo quando jogamos com outras pessoas. Junte então seus amigos para explorar todas as dimensões de Santuário. De acordo com o número de pessoas jogando junto em um mesmo grupo, o game automaticamente muda a quantidade e nível de dificuldade dos lacaios inimigos. Ou seja, quanto mais gente, mais diversão e monstros para detonar.

Além disso, o loot é individual, pelo menos na versão para PC. Ou seja, não precisa se esquentar com algum integrante se dando bem e pegando todas as moedas e itens largados pelos inimigos.

Comece já a upar o ferreiro e o joalheiro

Você poderá fabricar seus próprios itens poderosos ao invés de depender sempre de retirar algo da barriga de algum demônio feioso. As habilidades do ferreiro podem ser melhoradas através de treinamento, bem como a do joalheiro, que fabrica melhores pedras para melhorar os atributos de suas armas.

Depois de certo tempo, você perceberá que treiná-los exige mais do que apenas moedas. Mas não se desespere, com o tempo aparecerão os requisitos necessários para continuar treinando. De qualquer forma, seja do seu agrado ou não, fabricar itens sempre estará do seu lado.

Caso ataque de longe, segure shift

Este é um interessante recurso para quem joga no PC e usa uma das classes que atacam de longe como Arcanista e Caçador. Para evitar de quando errar um alvo, ter que arcar com o seu personagem andando para a linha de frente em um movimento suicida, segure a tecla “shift” enquanto ataca.

Esta tecla faz com que o seu personagem ataque parado, sem se mover, independente de onde ele esteja. Ou seja, nada de avançar para a linha de frente carregando uma varinha em uma mão e um livro na outra.

O que fazer caso se perca do grupo

Isto é bem comum quando se explora uma caverna, ou tem uma área grande para cobrir e descobrir para onde ter que ir. Geralmente a equipe se divide para achar uma ponte ou uma passagem e dar prosseguimento à história. Ou caso tenha voltado para o cidade usando o “Portal da Cidade” e queira logo se unir com os seus amigos em uma batalha.

Quando qualquer uma destas situações acontecer, basta voltar para a cidade usando o “Portal da Cidade” e depois clicar no estandarte do seu amigo, que aparece ao lado da onde surge usando o portal. Ao clicar nele, você será automaticamente transportado para o lado de seu amigo, então tenha cuidado caso ele esteja cercado de inimigos.

Evite acumular inimigos

Diablo 3 se baseia em matar demônios. É um jogo muito divertido, e apesar de sua espetacular história, o objetivo do jogo é matar monstros. Sendo assim, já dá pra imaginar o tanto de bichos e demônios você encontrará pelas regiões de Santuário. Então aí vai mais uma dica. Caso você se encontre no meio de uma galera doida para te acertar e você não sabe se vai conseguir dá cabo de todos, evite fugir passeando pelo mapa.

Caso você faça isto, perceberá que na verdade estará apenas aumentando a quantidade de inimigos na sua cola, o que pode piorar sua situação. Tente se esquivar ou usar alguma habilidade para empurrá-los para longe e use então o “Portal da Cidade” para sair da fria. Caso queira retornar para onde está, basta clicar novamente no portal quando estiver na cidade. Mas caso faça isto, certifique-se que esteja com bastante poções e com sua armadura consertada.

Seja amigo dos livros

Os livros que você acaba encontrando nos ambiente, seja em uma estante ou mesa dentro de um edifício, ou quando saem de baús, são valiosos não apenas pela história que eles contam. Apesar de você não dar a mínima para a Lore de Diablo 3, ainda é válido pegar estes livros porque eles valem pontos de experiência para você.

Matar todos os Globins

Eles são grandes ladrões de ouro e itens, uma dica muito boa é matar cada um deles que você encontrar no caminho, Se você derrubá-los irá conseguir recuperar algum item ou ouro, mas se você demorar muito vai abrir um portal eles fugiram.

XP Extra

Quebrar tudo que ver pela frente te fará ganhar experiência de forma mais rápida. Quando ver um local onde pode quebrar alguma coisa, entre e faça a quebradeira de uma maneira rápida.

Elective Mode

Para acessar este modo basta você escolher no menu opções o item Gameplay e selecionar o modo Elective. Esta opção de possibilita um número maior de magias e outras coisas.

Warriv

Quando você caminhar pela Old Tristram Road você irá ver próximo de um vagão em chamas alguns cadáveres, um desses cadáveres é o Wariv de Diablo II e ele poderá interagir com você.

Secret Level

O cenário é intitulado de Inferno de Desenvolvimento e está é uma área secreta no game Diablo III, No ato I enquanto você estiver fazendo a busca A coroa Quebrado, existem 3 áreas chamadas Crypt Defiled, você deve ir em um que tenha o objetivo Quest.

Nível de potência com GEMS

Se você quiser que seu personagem tenha estatísticas diferentes das normais possíveis para personagens de baixo nível. Basta você dar um tapa em alguma jóia de alto nível, você pode alcança até nível 60 de GEMS e ser praticamente inigualável. Se depois no game você precisar remover a jóia e colocar em alguma engrenagem, basta você remover com ouro ou removedor de gema.

CONTROLES DE COMBATE

O combate é o coração de Diablo III. Ao se aventurar por cemitérios mal-assombrados, desertos escaldantes e outros locais perigosos, você será perseguido por monstros que saltam das sombras, investem contra você aos enxames e se enterram no chão sob seus pés. Às vezes você ouvirá o ruído deles nas trevas antes de atacarem. Quase todos o perseguirão se você correr.

Use suas habilidades para matar os inimigos.

Ataque um monstro e seu herói automaticamente vai golpear ou disparar contra ele, dependendo do tipo de arma que você está usando. Para atacar, mova seu mouse sobre o monstro e clique nele (PC) ou pressione o botão de ataque quando o monstro estiver ao alcance (Console).

O dano que você causa ao monstro é baseado nas armas que você equipou. É possível ver o dano médio que você causa no painel Inventário. Basta usar a tecla “I” (PC) ou acessar o menu de personagem nos Consoles.

Ao atacar um monstro, você verá uma barra vermelha com o nome dele no topo da tela: essa é a vida do monstro, e mostra a quantidade de dano que ele vai aguentar antes de explodir ou tornar-se uma poça de sangue aos seus pés. Quando você esvazia a barra do monstro, ela passa de vermelho (cheia) a preto (vazia) e o monstro morre (se o torso do monstro rastejar na sua direção, as garras voltadas para a sua garganta, ele ainda não morreu.)

CONTROLES DE COMBATE DO CONSOLE

Travar alvo

Nos Consoles, é possível usar a função Travar Alvo para focar em um monstro específico — uma seta aparece sobre o alvo travado. Isso torna mais fácil atacar um monstro específico e diminuir a barra de vida dele.

Evadir

Os inimigos mais poderosos que você encontrará em Santuário dão golpes devastadores. Por sorte, heróis nefalem em Diablo III para Consoles podem usar um comando de esquiva especial para evitar ataques.

Barra de ação

A barra de ações indica a vida do seu herói, as habilidades ativas, os recursos da classe e outras informações vitais.

Na sua tela você verá uma barra de ícones pequenos. Essa é a barra de ações. Ela contém suas habilidades ativas, poderes específicos de classe que ajudam você a matar demônios mais depressa ou sobreviver por mais tempo. Também mostra poderosos itens de uso limitado; especificamente, poções de vida. Usar essas habilidades e itens com cuidado pode ser a diferença entre a vida e a morte nas batalhas difíceis. Durante jogos multijogador, barras de ação adicionais aparecem na tela para você monitorar o status dos seus aliados.

A barra de ação também exibe todos os efeitos positivos (bônus) e efeitos negativos (penalidades) no seu personagem, bem como a duração restante. Bônus ganhos com suas próprias habilidades exibem a duração restante em uma barra verde no topo do ícone da habilidade, enquanto bônus ganhos de passivas, membros do grupo ou itens exibem a duração na parte superior esquerda da barra de ação. As penalidades são exibidas no canto superior direito.

Use portais para voltar à cidade.

Portal da cidade: É possível ativar o portal da cidade usando a tecla “T” (PC) ou pressionando para a direita o controle direcional (Consoles). Isso evocará um portal que leva você de volta à segurança do seu acampamento ou cidade. O portal é uma via de duas mãos: quando terminar de resolver seus negócios na cidade, você pode voltar para os campos ou para a masmorra que deixou para trás. Você destravará a habilidade portal da cidade logo no começo do Ato I. Atenção: só é possível ativar apenas um portal de cada vez, e em certas áreas não é possível abrir um portal.

Habilidades: Você pode acessar o menu de habilidades usando a tecla “S” (PC) ou no menu de personagem no Console (PlayStation®3 e PlayStation®4: SELECT; Xbox 360 e Xbox One: BACK), onde é possível selecionar e visualizar suas habilidades. Informações adicionais sobre as habilidades podem ser
encontradas na seção Combate e Habilidades deste guia.

Inventário: Para ver seu inventário, aperte a tecla “S” (PC) ou acesse o menu de personagem no Console (PlayStation®3 e PlayStation®4: SELECT; Xbox 360 e Xbox One: BACK). O inventário guarda o saque que você conseguiu em sua jornada, tanto os itens equipados quanto os que você está carregando. Você pode encontrar mais informações sobre o inventário na seção Inventário deste guia.

Diário & Missões: Pressione o botão START no console ou clique no ícone do cálice no PC (tecla de atalho “J”) para abrir seu registro de missões, que contém uma lista das missões ativas e um diário descrevendo as criaturas e pessoas que você encontrou. Mais informações sobre o diário e as missões estão disponíveis na seção Mundo deste guia.

Menu do Jogo: Pressione o botão START no console ou clique no ícone do computador no PC (tecla de atalho “ESCAPE”) para abrir o Menu de Jogo, onde é possível verificar e modificar as configurações fora do jogo.

Atributos

Dica: para todos os atributos, quanto mais, melhor.

Cada herói do Diablo III possui imenso poder — músculos, velocidade, resistência ou astúcia — que lhe permite desafiar as trevas. Estas qualidades principais são chamadas de atributos, números que representam o quão forte um herói é em determinadas áreas. Segue uma breve explicação dos atributos heroicos no Diablo III:

Força: O atributo principal para Bárbaros e Cruzados. A Força aumenta o dano causado pelo Bárbaro e o Cruzado e aumenta a Armadura de todas as classes.

Destreza: O atributo principal para Caçadores de Demônio e Monges. A Destreza aumenta o dano causado por Caçadores de Demônio e Monges e aumenta a Armadura de todas as classes.

Inteligência: Atributo primário de Necromantes, Feiticeiros e Arcanistas. A inteligência aumenta o dano do Necromante, do Feiticeiro e do Arcanista, além de aumentar as resistências para todas as classes.

Vitalidade: Aumenta a Vida, a quantidade total de dano que você pode receber antes de morrer.

Robustez: A quantidade de dano que você pode receber dos ataques inimigos, derivado dos seus valores em Vida, Armadura, Resistências e Esquiva.

Dano: Indica a média de dano por segundo que você causa com seus ataques. Este atributo é derivado das armas que você está usando, dos seus atributos principais, velocidade de ataque e chance de acerto crítico.

Recuperação: A quantidade de Vida que você recupera por segundo. Sua taxa de recuperação incorpora vida restaurada por ataques, bônus de Globos de Vida, ou regeneração de Vida por Segundo constante.

Cada classe possui esses atributos, mas dependendo do seu estilo de jogo preferido você talvez se interesse mais por alguns atributos, e não por outros.

Por exemplo, se você costuma entrar e sair rapidamente de combate, atacando e se afastando em vez de encarar o inimigo em combate franco, será melhor aumentar o seu Dano causado que sua Vida, uma vez que nesse caso você seria atingido raramente.

Os atributos aumentam automaticamente à medida que o seu nível aumenta. Você ficará mais poderoso ao destruir seus inimigos e avançar no jogo. Além disso, muitos itens que você vai encontrar são encantados e dão bônus específicos a atributos quando você os equipa. Escolha o equipamento de forma a melhorar os atributos que considera mais importantes.

É possível ver seus atributos atuais a qualquer momento na página de Inventário.

Referências:

Diablo Brasil, Us Diablo, Wasd, Palpite Digital, Wikipedia, techtudo.

War II

War II é um jogo de estratégia, no tabuleiro que simula o globo terrestre, em que dificilmente um jogador conseguirá ganhar confiando apenas na sorte: estratégia é fundamental para quem quer sair vencedor.

Regras

A cada jogador cabe um objetivo, que só deve ser conhecido por ele mesmo. O conhecimento desse objetivo por outros jogadores tornará mais difícil seu sucesso.

É importante que, ao ler as regras, o jogador tente algumas jogadas, simulando, inclusive, os exemplos mencionados. Assim ficará muito mais fácil entender os mecanismos de WAR II.

Componentes do Jogo

1 dado azul para ataque aéreo

1 dado azul para defesa antiaérea

3 dados vermelhos

3 dados amarelos

6 conjuntos de peças de cores diferentes com:

  • 70 fichas pequenas
  • 5 fichas grandes
  • 10 aviões e 1 peão (centro de informação – CI)

1 tabuleiro

20 cartas- objetivos

61 cartas de troca, sendo 28 com números e 33 cartas representando continentes ou territórios.

Importante: A divisão política de territórios adotada no tabuleiro tem por objetivo facilitar a dinâmica do jogo, e não necessariamente retratar a realidade.

war ii 1hitgames

Exércitos

Cada jogador escolhe o conjunto de exército da cor que preferir, dentre as seis possíveis (branca, vermelha, preta, azul, amarela e verde). Está escolha pode ser feita por sorteio ou de comum acordo entre os participantes.

Valor das fichas

As fichas representam os exércitos de cada jogador:

1 filha pequena = 1 exército

1 ficha grande = 10 exércitos

Cada jogador recebe uma carta, por sorteio. Ao tomar conhecimento de seu objetivo, o jogador não o revela a seus adversários (os objetivos restantes não serão utilizados no jogo).

É importante que, antes do sorteio, os jogadres que estão se iniciando no jogo façam uma leitura de todos os objetivos possíveis.

Obs: No caso de o número de jogadores ser inferior a 6, os objetivos relacionados com exércitos não participantes devem ser excluídos do sorteio. Por Exemplo: se ninguém jogar com os exércitos amarelos, a carta-objetivo que manda destruir os exércitos amarelos deve ser retirada.

Distribuição de territórios

Cada jogador pega um dado e o lança. Aquele que obtiver mais pontos será o distribuidor.

O distribuidor pega as 12 cartas dos Centros Estratégicos (indicados no tabuleiro com sinal ao lado), embaralha-as e as distribui, uma a uma, a todos os jogadores, no sentido horário. Cada jogador deve colocar 2 exércitos da sua cor em casa um dos Centros Estratégicos (CE) recebidos. Ao final desta operação, todos os CE estarão ocupados pelo exército de algum dos participantes.

Em seguida, o distribuidor recolhe as cartas de Centro estratégicos, junta-as com as outras cartas de troca (cartas de números e de territórios) e embaralha-as.

Finalmente coloca esse monte de cartas, com as faces pra baixo, próximo ao tabuleiro, onde ele deverá ficar durante o jogo.

Nota: Algumas cartas possuem mais de um território, mas os exércitos devem ser colocados apenas naquele que possui o símbolo de centro estratégico.

Feito isso, o distribuído coloca um exército em um território vago à sua escolha, depois o jogador vago à sua escolha, depois o jogador que está à sua esquerda escolhe outro território e também coloca o exército seu e assim sucessivamente, até que todos os territórios estejam ocupados.

Distribuição de cartas de CE para 5 jogadores

Neste caso, distribuiem-se iniclamente apenas 10 cartas de CE (2 para cada um). Em seguida, cada jogador, na sua vez, pode optar:

  1. Por uma das cartas de CE restante, colocando 2 exercítos no territórios coerrespondente.
  2. Por Dois territórios quais quer, desde que ainda não estejam ocupados, não sejam CE e não estejam ocupados ambos mo mesmo continente, colocando apenas um exército em cada um deles.
  3. O jogador, na sua vez, poderá não ter as duas opções. Isso por não existirem mais cartas CE, restando somente a opção “2”, ou quando três outros jogadores já estiverem optado pela escolha de 2 territórios, restando apenas a opção “1”.

O Jogo

O jogo tem início com o jogador seguinte ao que colocou o último exército no tabuleiro.

A primeira rodada é dividida em 2 etapas.

1° Etapa: Cada jogador deve na sua vez:

a) Colocar sobre o tabuleiro os exércitos a quem tem direito (veja a seção “recebimento de exércitos”).

b) Colocar os aviões na base aérea, recebidos pela quantidade de CE.

2° Etapa: Cada jogador deve na sua vez:

a) Atacar os adversários, se desejar.

b) Deslocar seus exércitos, se houver conveniência.

c) Receber três cartas, se conquistar, no mínimo, um território.

Da segunda rodada em diante, cada jogador, na sua vez, cumpre as seguintes etapas:

1) recebe novos exércitos, em função dos territórios conquistados e/ou em função da troca de cartas, e os coloca no tabuleiro de acordo com sua estratégia.

2) recebe novos aviões e os coloca na base aérea.

3) ataca os adversários, se desejar.

4) desloca seus exércitos, se houver conveniência.

5) recebe três cartas de território, se conquistar ao menos um território.

Obs: Ataques aéreos com cartas são explicados adiante e não adiante e não obedecem necessariamente à ordem das etapas acima descritas.

Recebimento de exércitos

No início de cada uma de suas jogadas, o jogador recebe novos exércitos de acordo com os seguintes critérios:

1) Pela quantidade de territórios possuídos

O jogador soma o número de territórios que possui e divide por 2.0 o resultado dessa conta será o número que ele deverá receber considerando apenas a parte inteira do resultado.

Exemplo: Se um jogador:

Possui 8 territórios, recebe 4 exércitos.

Possui 11 territórios, recebe 5 exércitos.

Neste memento, o jogador deve colocar todos os exércitos recebidos em um ou mais de seus territórios, conforme sua estratégia.

2) Pela “totalidade” do continente

Se, no inicio da sua vez de jogar, o jogador possuir todos os territórios de um continente, além dos exércitos recebidos pela contagem dos territórios, receberá outros exércitos, de acordo com os valores da tabela impressa no tabuleiro.

Nota: Os exércitos recebidos pela posse de um continente deverão ser distribuídos OBRIGATORIAMENTE nos territórios do PRÓPRIO CONTINENTE.

3) Pela “maioria” do continente

Se, no início de sua vez de jogar, o jogador possuir a maioria dos territórios de um continrnrte ele receberá o número de exércitos indicado na tabela impressa no tabuleiro.

Considera-se que a maioria dos territórios foi conquistada em um continente quando o jogador tem, sob seu domínio, mais da metade dos territórios deste continente.

Exemplo: Se o exército verde tiver tes territórios da Oceania, ele terá direito a receber 2 exercitos, como pode ser verificado na tabela do tabuleiro.

4) Pelos Centros Estratégicos

Para cada Centro Estratégico (CE) que lhe pertença no início de sua jogada, o jogador terá direito a 1 exército, que deverá ser colocado no próprio CE.

Exemplo Geral: Supondo-se que o jogador possua 19 territórios (dos quais 3 são CE), sendo 12 espalhados por vários continentes, América do Sul por inteiro (3 territórios) e a maioria da Oceania (3 territórios), ele receberá no início de sua jogada:

9 exércitos: referentes à metade dos territórios que possui.

+ 3 exércitos: referentes aos CEs que possui

+ 3 exércitos: referentes à totalidade da América do Sul

+ 2 exércitos: referentes à maioria da oceania

17 exercitos: no total.

Obs: O número mínimo de exércitos a receber é sempre 3, mesmo que o jogador possua menos de 6 territórios.

Recebimento de bombardeios

No início de sua jogada, cada jogador terá direito a receber um bombardeio para cada Centro Estratégico que lhe pertencer, o qual deve ser colocado na sua base aérea do tabuleiro.

Ataques

Obgs: As regras de “ataques terrestes”, “batalha”e “conquista de território” são as mesmas do WAR. Caso você já as conheça, passe para a seção “ataques aéreos”

A partir da segunda rodada, os jogadores podem ou não atacar algum adversário, tentando conquistar mais territórios. Para isso é necessário que haja ao menos um exército ame casa territórios. Para isso é necessário que haja a menos um exército em cada território ocupado. Esse exército é chamado de exército de ocupação.

Para atacar a partir de um território, são necessários ao menos 2 exércitos nesse território.

Como atacar

1) O atacante usa os dados vermelhos e o jogador de defesa usa os dados amarelos.

2) O ataque, a partir de um território qualquer, só pode ser dirigido a um território adversário contiguo (que tenha fronteiras em comum) ou que esteja ligado por uma linha.

3) O atacante deve anunciar de que território vai partir o ataque e qual território sera atacado, bem como deve anunciar quantos exércitos estará usando para atacar.

4) O número máximo de exércitos participantes em cada ataque é três, mesmo que haja mais exércitos no território atacante.

5) Um território atacado ser atacado independentemente do seu número de exércitos.

6) O território atacado pode usar, inclusive o exército de ocupação para se defender.

7) Na sua vez de jogar, cada jogador pode atacar quantas vezes quiser para conquistar um território adversário.

8) os ataques podem partir de um ou de vários territórios, mas sempre um de cada vez, de acordo com a estratégia do atacante, o jogador também pode atacar vários territórios na sua vez de jogar.

9) O jogador atacante jogara com o número de dados equivalente ao número de exércitos contra 1 da defesa, ele jogara 3 dados contra 1 do defensor.

Exemplo: 3 dados vermelhos para ataque (México) contra 1 dado amarelo para a defesa (Nova York).

Batalha

Exemplos:

1) Atacante com o 4 exércitos e defensor com 3 exércitos

No caso de o atacante possuir 4 exércitos em seu território e o defensor possuir 3, ambos podem jogar com 3 dados, ou seja, tanto o atacante quanto o defensor lutam com três exércitos.

Após a batalha (realizada através do lançamento dos dados), é feita a comparação dos pontos do atacante com os pontos do defensor, para verificar quem perde exércitos.

Compara-se o dado com amis pontos do atacante com o de mais pontos do defensor. A vitória será de quem tiver mais pontos. No caso de empate, a vitória será da defesa.

Em seguida, compara-se o segundo dado com mais do atacante com o segundo do defensor: a vitória será decidida como no caso anterior.

Por fim, são comparados os dados com menos pontos, com base no mesmo procedimento.

2) Atacante com 10 exércitos e defensor com 4 exércitos

Neste caso, como já vimos, cada um poderá usar, em cada batalha, o máximo de 3 exércitos.

O resultado será uma vitória do ataque e duas da defesa. Portanto, restam 8 exércitos ao atacante e 3 ao defensor.

Se o atacante quiser, ele pode continuar o ataque, jogando novamente 3 dados contra 3 da defesa.

O atacante terá 3 vitórias, devendo a defesa retirar seus 3 últimos exércitos do território.

Após a batalha ocorre o deslocamento dos exércitos. Veja maiores detalhes no item “Conquista de Territórios” mais à frente.

3) Atacante com 3 exércitos e defensor com 1 exército

So o ataque tem 3 exércitos e a defesa tem 1, o ataque pode jogar com 2 dados contra 1 da defesa. Supondo –se que os pontos sejam: ataque (3 e 2) e defesa (6), serão comprados o dado com amis pontos do ataque (3) com o de mais pontos da defesa (no caso, o púnico: 6), rejeitando-se o dado com menos pontos do atacante.

A vitória, neste caso, cabe à defesa, e o atacante retira um de seus exércitos.

Obs: Cada vez que um atacante perde, ele retira de seu território apenas o número de exercitos com que se defendeu do seu adversário. No exemplo acima, a defesa usou apenas um dado. Portanto, atacante perde apenas um exército.

Conquista de território

Se, após uma batalha, o atacante destruir todos os exércitos do território do defensor, terá então conquistado o território, devendo deslocar seus exércitos atacantes para o território conquistado, onde eles permanecerão.

Esse deslocamento obedece à seguinte regra: o número de exércitos a ser deslocado neste instante é igual, no máximo, ao número de exércitos que participaram do último ataque. No exemplo anterior, ele poderia deslocar, 1, 2 ou, no máximo 3 exércitos.

Após conquistar um território e deslocar os exércitos permitidos, o atacante, se quiser, poderá realizar novo ataque a partir do território conquistado, ainda na mesma jogada.

Obs: Durante os ataques, só é permitido deslocar os exércitos atacantes para os territórios atacados, e não para outro território qualquer.

Ataques aéreos

Os ataques aéreos servem para enfraquecer as forças inimigas, tornando mais fácil um posterior ataque terrestre. A combinação adequada de ataques aéreo e terrestre é fundamental para a conquista de novos territórios.

Para se efetuar um ataque aéreo, o território atacado deve possuir no mínimo, 2 exércitos. Os ataques podem ser efetuados de duas formas:

1) Ataques aéreos partindo da base aérea (sem cartas)

Para atacar um território inimigo partindo da base aérea e, portanto, sem auxílio dar cartas, é necessário que  atacante possua em sua base aérea, no tabuleiro, pelo menos um bombardeiro.

O jogador deve designar quantos bombardeiros irão para o combate e qual será o tabuleiro atacado, contíguo ou não a um território seu, à sua escolha.

Obs: Para melhorar controlar o ataque, coloque os bombardeiros ao redor do território atacado.

2) Ataques aéreos partindo da caixe (com cartas)

Antes de proceder a um ataque aéreo com cartas, o jogador deve verificar como se trocam cartas por bombardeiros no item 10, “Conquista de Cartas” (Recebimento de bombardeiros para ataque aéreo)

Obs: No caso de ataque com cartas, os bombardeiros não sairão da base aérea do jogador, mas sim de sua caixa de peças.

Como Atacar

O jogador atcante avisa com quantos bombardeiros ira atacar e qual território será atacado. Nesse momento, o jogador defensor lança o dado de defesa antiaérea e cumpre o resultado:

Faces lisas: nada acontece

Faces contento bombardeiros abatidos: o atacante retira o número de bombardeiros indicado.

Se o resultad obtido no dado de defesa antiaérea não for suficiente para abater todos os bombardeiros envolvidos na batalha, o atacante deve etao lançar o dado de ataque aéreo:

Faces lisas: nada acontece

Faces contendo bombas: nada acontece

Faces contendo bombas: o defensor deve retirar do território atacado o número de exércitos indicado

Nota: Os bombardeiros e os exércitos que foram abatidos devem ser colocados na caixa de peças de cada jogador.

Esse procedimento continua até que:

1) todos os bombardeiros em combatidos, ou

2) só reste um exérctio no território atacado, ou

3) o jogador atacante desista de continuar o ataque.

Observações:

  • Não é possível conquistar um território omento através de ataques aéreos. A ataque aéreo termina quando restar apenas um exército no território atacado.
  • Se o resultado do dado de ataque aéreo indicar a destruição de um número de exércitos maior do que o disponível, todos os exércitos, menos um, devem ser retirados dos territórios atacados.
  • Se o resultado do dado de defesa antiaérea indicar o abatimento de um número de bombardeiros maior que disponível, todos os bombardeiros serão retirados do jogo e recolocados na caixa do jogador.
  • Caso sobrem bombardeiros em combate após uma missão bem-sucedida, que tenha partido da base aérea ou da caixa, eles devem retornar para a base aérea.
  • O mesmo território pode ser atacado quantas vezes o atacante reunir condições para isso, não importando se o ataque partir da base ou da caixa.
  • O atacante pode efetuar quantos ataques aéreos desejar, desde que esteja apto a fazê-los.
  • O número máximo de bombardeiros participantes em casa ataque é determinado pelo número de bombardeiros existentes na base aérea ou na caixa do jogador no momento do ataque.
  • Para efetuar um ataque através das cartas, é necessário haver na caixa um número suficiente de bombardeiros para um determinado ataque. Para conseguir isso, é preciso, ás vezes, esperar que os bombardeiros da base aérea voltem para a caixa, após serem abatidos em combate.

Deslocamentos e aerotransportes

 Ao finalizar seus ataques, o jogador poderá, de acordo com sua estratégia, efetuar deslocamentos de exercitos entre seus territórios contíguos.

Estes deslocamentos deverão obedecer ás seguintes regras:

1) Em cada território deve permanecer sempre pelo menos um exército (o de ocupação), que nnca poderá ser deslocado.

2) Nesta fase, um exército pode ser deslocado uma única vez, ou seja, não é permitido deslocar um exército para um segundo território contíguo numa mesma jogada.

Exemplo: um jogador que possua o Vietnã, a China e a Mongólia pode deslocar seus exércitos de Vietnã para a China, mas não pode deslocar, na mesma jogada, esses mesmos exércitos da china para Mongólia.

Aerotransporte de exércitos

Os exércitos podem ser deslocados por via aérea de um CE para o outro, mesmo não sendo contíguos.

Não é permitido, no entendo, remanejá-los de um CE para o outro e, a partir daí, para um território adjacente, ou remanejá-los de um território para um CE adjacente e, a partir daí, ir para outro CE, numa mesma jogada.

Cartas de Trocas

O jogador que consegue conquistar um ou mais territórios durante a sua vez tem direito a três cartas no final da jogada (após ter realizado os deslocamentos).

É importante notar que o jogador só recebe as três cartas de territórios por jogada, independentemente do número dos territórios conquistados.

O conteúdo desta carta deve ser mantido em segredo até o momento apropriado de sua troca.

Cada jogado, em qualquer momento de sua jogada e de acordo cm sua estratégia, poderá utilizar as cartas para qualquer uma das três finalidades descritas a seguir:

a) Recebimentos de novos exércitos

Para trocar uma carta de territporio por um exerito, é necessário que o jogador esteja ocupando o territorio indicado na carta. Observando isso, coloca-se nesse territorio indicado a carta. Observando isso, coloca-se nesse territorio o exército trocado.

As cartas numeradas podem também ser usadas, em qualquer quantidade, em conjunto com as cartas de territórios. Elas determinam o número suplementar de exercitos que o jogador tem direito a receber.

Exemplo: Com a carta que contém os territórios da Califórnia e de vancouverm o jogador poderá colocar 1 exército em um desses territorios, se já o estiver ocupando. Com esta carta de territórios mais uma carta de número 3, o jogador pode colocar 4 exercitos (3+1) em um desses dois territórios.

b) Recebimento de bombardeiros para ataque aéreo

Quando o jogador possuir uma carta de território correspondente a um território correspondente a um território ocupado por um adversário, poderá trocá-la por um bombardeiro para atacar esse território. Esse bombardeiro deverá ser retirado de sua caixa. Como no caso anterior, a combinação das cartas numeradas com as cartas de território determina o número de bombardeiros que o jogador tem direito a receber para esse ataque.

Exemplo: com uma carta da china com 1 bombardeiro. Com essa carta combinada com uma carta de número 2, mais uma carta de número 3, o jogador poderá atacar a China com 6 bombardeiros (1+2+3).

c) Transporte de exércitos

O jogador pode trocar 2 cartas de territórios, indicando quaisquer territórios ocupados por ele, pelo direito de transportar um número qualquer de seus exércitos de um território para outro.

Nota:

  • Quando uma das cartas de troca possuir mais de um território, o jogador sera obrigado a escolher apenas um deles para posicionar seus reforços, pra desfechar seus transportes.
  • Uma carta poderá ser utilizada somente para uma das teres finalidades acima descritas.
  • O jogador nunca poderá ter mais de 5 cartas na mão. Se o jogador possuir 3 cartas e adquirir o direito de receber mais cartas por ter conquistado um território, poderá comprar apenas 2, perfazendo o total de cinco cartas. De acordo com seu plano estratégico, ele poderá desfazer-se de cartas sem precisar atacar, trocar ou transportar.
  • Após o recebimento das cartas, o jogador encerra sua jogada.
  • As cartas trocadas são colocadas num monte à parte de jogo. Quando seu número atingir 10 ou mais cartas, elas são reintegradas ao monte de compras e reembaralhadas.

Eliminação de um concorrente

Se, durante o jogo, um jogador destrói por completo um exército, não sendo este o seu objetivo (caso e que ganharia o jogo), ele recebe as cartas do jogador eliminado.

Se, ao somar as cartas recebidas do jogador eliminado as saus, o joador ficar com amis de 5 cartas, realiza-se um sorteio: o jogador seguinte retira, sem olhar, o número de cartas necessárias para completar cinco.

Final de jogo

O jogo termina quando um jogador consegue atingir seu objetivo. Neste momento, ele deve mostrar sua carta de objetivo, comprovando sua vitória.

Opção de jogo

Centro de Informação e Espionagem

Para que o jogo fique mais ágil e emocionante, pode-se jogar com uma variação: cada jogador recebe um Centro de Informação (peão da cor do seu exército) e o usa para espionar seus adversários. O CI não é considerado exército de ocupação: não pode atacar nem ser atacado, portanto, não pode ser destruído.  

1) Espionagem: O jogador que tiver seu CI no tabuleiro, e sob seu domínio, poderá espionar. Para tanto, basta que o jogador, na sua vez, peça todas as cartas (menos a “carta-objetivo”) a algum dos adversários, tomando o cuidado de não expô-las aos outros jogadores.

O jogador que teve seu CI capturado não poderá espionar enquanto não reconquistá-lo, pois já não conta como a infraestrutura necessária.

Só é permitido ao jogador espionar um único adversário a cada jogada.

Obs: Se algum jogador se esquecer de espionar e comprar sua carta ou declarar sua jogada terminada, não poderá mais espionar nessa rodada.

2) Conquista de um CI adversário: Para conquistar um CI , o jogador deve conquistar o território em que ele se encontra. Ao fazê-lo, o jogador adquire os seguintes direitos:

  • Espionar as cartas do dono do CI, inclusive o objetivo, tomando cuidado de não expô-las aos outros jogadores.
  • O CI ficara so sua guarda, enquanto não for reconquistado pelo seu dono ou por u adversário, que, neste caso, poderá também espionar as cartas e o objetivo do dono do CI.
  • Enquanto o CI estiver em seu pode, você poderá movimentá-lo, respeitando sempre as regras de movimentação.

3) Transporte do CI: Para ter o direito de transportar seu Centro de Informação de um território para outro, jogador deve descartar duas “cartas de troca” que representem quais quer territórios ocupados por ele.

As cartas descartadas são colocadas em um monte à parte, junto com as cartas trocadas.

4) Deslocamento e aerotransporte do CI: Ao finalizar seus ataques, o jogador tem o direito deslocar seu CI do território em que está para um território contíguo.

O CI pode ser deslocado uma única vez: não se pode deslocar o CI para um território contíguo, ou por via aérea, seguindo as mesmas regras do deslocamento de exércitos.

Referência:

Manual.

Gears 5

Gears 5 é um jogo eletrônico de tiro em terceira pessoa desenvolvido pela The Coalition e publicado pela Xbox Game Studios Exclusivamente para as plataformas da Microsoft, Xbox One e Windows 10. Foi lançado em 6 de setembro de 2019 como parte do Xbox Play Anywhere.

É o sexto título da série Gears of War e a continuação de Gears of War 4 (2016).

Kait Diaz

Agora sim falando da nova protagonista. Conhecemos Kait Diaz em Gears of War 4, quando ela ajudou JD Fenix, filho de Marcus Fenix, durante o game, que fora muito criticado e considerado insosso por boa parte da mídia. Mas nem tudo foi ruim. Com a entrada de JD como principal condutor da trama de Gears, vimos uma tentativa da The Coalition de começar a tirar Marcus Fenix de cena, ou, pelo menos, de dar uma folga para ele. Marcus, porém, está confirmado em Gears 5, mas não se sabe qual será o seu papel, assim como outros membros conhecidos da CGO.

Bem, com Kait no comando, já sabemos que conhecer a série será fundamental para que entendamos o enredo de Gears 5. Neste caso, é de suma importância ter jogado Gears of War 3 – e não apenas o 4 – para entender o que acontecerá com a nova heroína. Afinal de contas, Kait é descencente direta dos Locust e, certamente, isso deve ser explorado durante a narrativa, já que os monstrengos prometem uma retomada.

Além disso, como dissemos há pouco, é mais uma tentativa do estúdio de tentar tirar da família Fenix a responsabilidade, por assim dizer, de resolver as coisas em Gears. Entendemos que será muito difícil, já que parte do sucesso dos consoles Xbox se deve, também, a Marcus (assim como a Master Chief).

Mas e o JD? Ora, JD também estará presente e, pelo que vimos, com uma aparência completamente diferente de Gears 4. Resta esperar se aquela personalidade típica de um personagem da novela Malhação também vai mudar.

Tal qual já pudemos ver durante o período Beta no mês passado, Gears 5 teve alguns refinamentos de jogabilidade importantes. Além de uma movimentação mais realista e “pesada”, a The Coalition fez melhorias no combate corpo-a-corpo. Agora, pelo menos nos modos online, será possível utilizar uma faca para matar os adversários e novos métodos de “pular o muro” para atordoar os oponentes. Os mapas online, por sinal, também terão à disposição mais armas brancas. No Beta, foi possível ver um bastão de espinhos que, com um único golpe, trucida o adversário.

Evidente que ainda não estamos com o game em mãos, mas o fato de elementos de RPG serem incluídos na campanha podem indicar que a progressão e movimentação de Kait e seus parceiros possa ser um pouco modificada. Em Gears, para correr, é necessário apertar o botão A. Com o mundo um pouco mais aberto e sem tantas coberturas e murinhos, essa movimentação poderia ser alterada.

Entre os modos multiplayer, teremos os já tradicionais Versus Online (composto do Rei do Pedaço, Mata-Mata ou Arcade e Escalada), o popular modo Horda, que pode ser jogado offline em tela dividida e também online, e o novo Escape, primeiro modo online de Gears que apresenta classes de jogadores, outra das movidades do game e que prometem guiar os próximos títulos da franquia.

Mais sobre o Escape

Em Gears 5 teremos um novo modo cooperativo para três jogadores chamado de Escape, que também fora apresentado durante a E3 2019. A equipe é composta por três “Hivebusters” — Mac, Lahni e Keegan —, que são jogados em uma colmeia de Locusts e que colocará o jogador com uma única missão: fazer a limpa em todos que aparecerem.

Em Escape, é a primeira vez que o multiplayer de Gears apresenta classes de personagens. Cada Hivebuster tem uma capacidade ativa e passiva, sendo que Mac pode acionar um escudo portátil, o que o torna temporariamente invulnerável; Keegan pode formar uma área que reabastecerá munição para ele e seus companheiros de equipe; e Lahni, por sua vez, tem uma lâmina elétrica que atordoa e danifica os inimigos.

Ao subir de nível, você pode desbloquear mais opções de carregamento em termos de armas e, possivelmente, habilidades. Os cards de habilidade, que apareceram no modo Horda do Gears 4, também estarão disponíveis no Escape. Você também terá a chance de criar seus próprios mapas de escape com um construtor de mapas 2D.

Enredo apocalíptico

Continuação direta de Gears of War 4, o jogo trará um mundo que está “caindo aos pedaços”, de acordo com a sinopse oficial. A descrição menciona que a confiança dos humanos na tecnologia foi o motivo de sua queda, e os inimigos se aproveitarão disso para acabar de vez com a humanidade.

A responsabilidade cai nas mãos de Kait, que terá de defender o mundo ao lado de seus parceiros, enquanto explora a origem dos Locust e resgata membros de sua vila que foram sequestrados.

Modos de jogo

Apesar dos tradicionais modo Horda e Multiplayer serem mais do que esperados – o Multiplayer, inclusive, seria essencial para manter o cenário competitivo vivo -, o único modo de jogo confirmado é a Campanha.

Como de costume, a história de Kait poderá ser jogada tanto no single-player quanto no Co-op, provavelmente com JD Fenix sendo seu companheiro.

Mundo aberto?

A franquia Gears possui jogos tradicionalmente mais lineares, mas Aaron Greenberg, chefe de Marketing do Xbox, afirmou que o Gears 5 poderá ter elementos de mundo aberto. Sem dar muitos detalhes sobre quais seriam esses elementos, ele ainda afirmou que o universo do game será “maior e mais ousado”.

O Modo Escape (Fuga)

A premissa do modo Escape é uma variação do Modo Horda. Nesta modalidade, você não irá somente esperar os inimigos e derrota-los, mas, também,  será obrigado a avançar pelos cenários por conta de uma poluição que se alastra. Deste modo, somos desafiados constantemente pelas hordas de inimigos e pelo próprio cenário. Mas calma, não precisa se apavorar e desistir do modo sem antes testá-lo. Abaixo traremos dicas essências para você ter êxito no modo Escape.

Os personagens

O modo apresenta 3 personagens, todos atribuídos de característica únicas. Cada personagem possue habilidade ativa, o super, e habilidade passiva, que lhe atribuem vantagens durante a jogatina. Desta forma, para cada personagem escolhido,trará uma experiência e vantagens distintas. Abaixo iremos explicar estes personagens e suas respectivas habilidades.

Jeremiah Keegan

Cabo da Coalizão e veterano da Guerra dos Gafanhotos, Keegan é o líder e o apoio do grupo. Como suporte, ele tem a capacidade passiva de aprimorar os poderes únicos de seus companheiros de equipe. Assim, uma vez pronto, Keegan pode ativar sua habilidade super – munição adicional para todos os seus companheiros de equipe.

Leslie ‘Mac’ Macallister

Depois de ter sua cidade natal destruída, Mac está em busca de vingança! Ele é o tanque da equipe, o que significa que ele pode sofrer muito mais ataques do que os outros personagens. Ademais, sua capacidade passiva está ligada à sua característica inata de absorver hits – recarrega seu super. Seu super permite que ele crie uma barreira impenetrável à sua frente. Usando isso, a equipe pode avançar com segurança sem a ameaça de morrer.

Lahni Kaliso

Escoteira e parte da Coalizão de Governos Ordenados, ela também é veterana da Guerra dos Gafanhotos. Suas habilidades passivas permitem que ela pegue uma pickup de pilfer uma vez a cada 1 em 5 mortes; seu super lhe dá acesso a um ataque com uma lâmina elétrica sobrecarregada, algo que pode matar inimigos em 1 golpe.

Quanto mais desafiador, mais recompensador.

Em Escape (Fuga), quanto maior a dificuldade, mais recompensado você será. O modo apresenta as dificuldades: Iniciante, Intermediário, Experiente e Insano. Deste modo, para cada dificuldade, vantagens serão disponibilizadas para os personagens.

Além das vantagens, cartas de habilidades são adquiridas ao concluir um nível, e quanto maior seu desafio mais raro serão estas cartas. Recomendamos que você inicie o modo em uma dificuldade elevada, pois você poderá evoluir seu personagem mais rapidamente. Além disso, você estará sujeito a vantagens e cartas de habilidades melhores.

Entretanto, iniciar essa aventura em um desafio elevado requer muita dedicação e demanda de tempo. Assim, fica a seu critério como irá desbravar este modo denso e viciante.

Só jogue Escape com amigos

Se você busca uma jogatina de forma randômica, esta não será uma ótima escolha. O modo apresenta uma essência de cooperatividade e muita comunicação. Optar por uma atitude sem qualquer comunicação e sem trabalho em equipe é certeza de fracasso.

Então, desde já, procure por dois amigos e inicie sua jornada. Cada um dos jogadores escolherá personagens diferentes e é aí que está o motivo dos três personagens possuírem atributos distintos. Cada um dos três jogadores terá uma função dentro do cenário: Suporte, Tanque e Batedor. Assim, usem suas habilidades de super e passivas para se beneficiarem durante os confrontos.

Se você optar por escolher Mac (o tanque), chegue às linhas de frente e atue como uma barreira defensiva para sua equipe; se você é Keegan (o suporte), permaneça próximo à retaguarda e continue fornecendo à sua equipe o suporte necessário; e se você é Lahni (o batedor), chegue o mais perto possível do inimigo! E não se esqueça de compensar as falhas um do outro, tornando-se uma unidade mais forte para sobreviver.

Sobre armas e munições dentro do modo, a modalidade traz pouquíssimos armamentos disponíveis nos cenários, principalmente nas dificuldades altas. Acima de tudo, os membros de equipe não podem carregar o mesmo tipo de arma. Sendo assim, trate de escolher armas diferentes dos demais. E partindo deste pressuposto, Keegan é um personagem essencial em Escape. O personagem possui a habilidade super de recarga adicional. Assim, ter alguém que auxilie na sua capacidade de munição é algo extremamente indispensável.

Derrotando os Chefes

Há duas maneiras de derrotar chefes no modo. A primeira opção é você encará-los de frente, usando todo seu arsenal que está ao seu dispor e de seus aliados. É recomendado usar a arma Cyro Gun para congelar o chefe e enchê-lo de dano com tiros na cabeça.

O outro método é prender o chefe em uma sala de suprimentos. Estas salas possuem travas e podem ser abertas e fechadas por você e seus aliados. Logo, atraia o boss até a sala de suprimentos em seguida tranque-o lá, e pronto.

Modo Horda

O modo Horda surgiu em “Gears of War 2” e tornou-se marca registrada da série. É uma batalha cooperativa que vai ficando cada vez mais difícil, e que pode durar duas horas ou mais para ser completada. Em “Gears 5”, a Horda voltou ainda mais completa, com diversos mapas, mudança nos personagens e muitos incentivos para manter você dedicado a vencer as lendárias 50 ondas de inimigos.

Como funciona

O primeiro passo é entender como o modo funciona, já que não existe um tutorial, é na tentativa e erro mesmo. O modo Horda pode ser jogado por até cinco jogadores, sendo que as vagas não preenchidas serão completadas pela máquina, os famosos bots ? eles também completam o time se um jogador sair no meio do tiroteio.

Cada partida de Horda é dividida por roundas em que uma onda de inimigos vai tentar destruir o seu grupo. Vocês podem se defender utilizando suas armas e construindo fortificações na Forja. Ao todo são 50 rounds, que vão obviamente ficando cada vez mais difíceis.

A cada 10 rounds, um chefe vai atacar o seu grupo. Geralmente são aqueles inimigos poderosos da campanha, só que ainda mais perigosos aqui. Após vencer o chefe, a nova onda de inimigos ganhará uma vantagem, que pode ser mais vida, dano, entre outros benefícios. Esses bônus dos inimigos são acumulativos e vão se somando conforme você avança.

Existem diversos níveis de dificuldade, que na verdade adicionam mais bônus para os inimigos, o que deixa a brincadeira bem mais estressante. Em cada mapa, a abordagem e os inimigos são diferentes, exigindo mais dos jogadores. Para conseguir a conquista mais difícil do jogo, é preciso vencer os 50 rounds em todos os 12 mapas do modo Horda.

Escolhendo seu personagem