Super Mario World

Super Mario World é um jogo de plataforma bidimensional no qual o jogador controla o protagonista na tela (Mario ou Luigi) a partir de uma perspectiva de Side-scrolling. As ações mecânicas do jogo são semelhantes a títulos anteriores da série —Super Mario Bros., Super Mario Bros. 2, e Super Mario Bros. 3—mas apresenta vários novos elementos. Além de poder correr e pular, movimentos encontrados nos jogos anteriores, o jogador pode flutuar com o auxílio de itens especiais e executar novos tipos de saltos, como o salto giratório.

A maioria das fases do jogo são preenchidas com obstáculos e inimigos, com o jogador atravessando o cenário correndo, saltando, e esquivando-se ou derrotando inimigos. Ao jogador é dado uma certa quantidade de vidas que são perdidas quando Mario é atacado por um inimigo, diminuindo o seu tamanho. Se todas as vidas são perdidas a qualquer momento no jogo, a tela de “Game Over” será exibida, no qual o jogador pode continuar a partir do último nível salvo, selecionando “Continuar”. Super Mario World pode ser jogado com dois jogadores: em uma rodada, o jogador 1 controla Mario e na outra rodada o jogador 2 controla Luigi (na versão para o Game Boy Advance, pode ser escolhido um dos dois personagens sem ficar esperando por turnos).

O jogo é dividido em diferentes mapas, que contêm várias fases (níveis). Ao contrário de Super Mario Bros. 3, o mapa é um território único (overworld), embora com diferentes tipos de paisagens. Cada região possui uma fase final com um chefe para derrotar; cada um dos sete mundos apresentam fortalezas controladas por um dos Koopalings. Além de itens especiais dos jogos anteriores como o “Super Mushroom” e “Flor de Fogo”, novos power-ups são introduzidos que fornecem ao jogador novas opções de jogo como a “Capa de pena”, que dá a Mario uma capa que lhe permite voar. Além disso, o salto “Rotação de ataque” é executado com o botão “A”. O ataque de giro permite que Mario ou Luigi quebrem blocos abaixo deles. A imagem do mapa apresenta uma vasta rede de caminhos, onde Mario poderá andar sobre eles para poder entrar nas fases (níveis). Existem também caminhos secretos que geralmente devem ser habilitados coletando uma chave e a encaixando numa fechadura, quando não é este o caso deve descobrir a segunda saída da fase. As fases com pontos amarelos possuem apenas uma saída, já as fases com pontos vermelhos possuem duas saídas.

A trilha sonora do jogo foi composta por Kōji Kondō, e todos os cenários possíveis de se jogar com Yoshi tinham uma composição dual, ou seja, um tema simples (quando o protagonista não se encontrava montado no Yoshi) ou também o tema simples somado de uma Leitmotiv criada em percussão (quando o protagonista se encontrava montado no Yoshi).

História

Depois de salvar o Reino dos Cogumelos em Super Mario Bros. 3 e a Terra de Sarasalândia em Super Mario Land. Mario e Luigi juntos com a Princesa Toadstool (também conhecida como Peach) foram tirar férias num lugar chamado Terra dos Dinossauros, onde há muitos tipos de dinossauros. Mas, claro que durante as férias, Bowser rapta a amável princesa. Ele também se apodera da Terra dos Dinossauros, e aprisiona seus habitantes em ovos mágicos, entregando-os aos seus sete capangas.

Quando Mario e Luigi acordam eles tentam encontrá-la, e depois de horas de busca, se deparam com um ovo gigante na floresta. De repente, o ovo se choca e com isso vem um jovem dinossauro chamado Yoshi, que então lhes diz que seus amigos dinossauros também têm sido presos em ovos pelo malvado Koopa. Mario e Luigi logo percebem que ele deve ser o malvado rei Bowser e seus Koopalings.

Mario, Luigi e Yoshi partem para enfrentar os desafios das 7 regiões diferentes explorando a Terra dos Dinossauros, durante a jornada Mario e Luigi seguem Bowser, derrotando os Koopalings durante o processo. Eles finalmente se infiltram no castelo de Bowser para a batalha final, até enfim derrotar mais uma vez o terrível vilão e salvar a princesa e os habitantes da Terra dos Dinossauros.

Objetivos

O objetivo geral consiste em explorar os 9 mundos e encontrar todas as 96 saídas existentes, resgatando a princesa das garras de Bowser e libertando os sete Yoshis cativos nos ovos. Entretanto, desafios mais amplos podem se tornar suas metas conforme o jogo progride. E resultando em 76 fases.

Também é relevante encontrar os quatro Palácios do Interruptor! (amarelos, azuis, vermelhos e verdes) para tornar a jornada mais fácil, assim também como os mundos secretos como a Star World (Mundo da Estrela), que auxilia seu transporte em atalhos estratégicos espalhados pelo mapa, e o Special World (Mundo Especial), uma coletânea de testes difíceis envolvendo todas as características de jogabilidade trazidas pelo jogo. Há no jogo diversos caminhos secretos a serem descobertos.

No Jogo

Nesse jogo, Mario, Luigi e a Princesa Peach tem uma surpresa desagradável logo na chegada da Ilha dos Dinossauros, onde foram tirar férias. Bowser sequestra a donzela e domina a ilha. Os heróis deverão percorrer todos os mundos para deter o inimigo.

Com o nome inicial de Jumpman, Mario começou a carreira nos vídeo games duelando contra outro grade nome da geração 2D: o gorila Donkey Kong. Com o grande destaque no game, Mario conquistou um jogo solo. Seu nome foi inspirado em um funcionário da empresa desenvolvedora do jogo, cujo físico remetia ao personagem carismático.

Controles

Ao iniciar o jogo uma animação irá surgir. Para continuar aperte Enter. Navegue pelas telas para escolher se deseja a campanha com um ou dos jogadores. A tecla ESC leva o jogador para um menu de configuração. Lá os interessados podem ajustar o áudio, alterar a qualidade do vídeo e até mesmo alterar a velocidade com que os objetos se movem na tela. Também é lá que são gerenciados os saves do game.

Para controlar o personagem os jogadores terão o teclado como aliado. As setas servem para fazer Mário caminhar pelo cenário. Colocando pra baixo o encanador se recolhe e pra cima, ela olhe para o alto. A letra P pausa a campanha e a letra S funciona como Start, iniciando fases ou simplesmente confirmando um ato.

Com uma dinâmica um pouco diferente do jogo para consoles, aperte A para correr com Mário. Para segurar os objetos como cascos de tartaruga ou blocos de tijolos pressione S. Uma das funções mais úteis no game é o salto. Com a letra Z o personagem salta para retirar moedas dos tijolos ou atordoar os inimigos. Já o pulo com a letra X é giratório e tem uma potência muito maior, aniquilando tudo que vê pela frente.

Jogabilidade

Um dos principais legados deixados pela franquia foi a popularização do estilo “sempre para frente”. Bem diferente dos games atuais e com gráficos em 2D, o personagem deve sempre caminhar para a esquerda da tela para completar as fases.

A velocidade é um fator preponderante na campanha. Cada fase conta com um relógio regressivo que apressa o encanador sempre que faltam apenas poucos segundos para o término do tempo. Fique ligado na trilha sonora. Quando ela acelerar é sinal de que o jogador precisar correr para terminar a etapa dentro do tempo limite.

Ao começar o jogo o personagem conta com cinco vidas, ou seja, ele possui cinco tentativas para passar de fase. As vidas podem ser adquiridas em fases específicas e são representadas por um cogumelo verde. Os cogumelos vermelhos significam a evolução de Mario. Capture algum para virar o Super Mario.

Para ajudar nos combates são disponibilizados dois tipos de poderes especiais. Capture uma flor de fogo vermelha para adquirir poderes relacionados às chamas. Outra evolução muito útil é a pena. Consiga uma para planar por um tempo determinado. Para conseguir chegar aos ares o jogador deve pegar impulso antes.

Mundos

Ao todo são nove mundos. São eles: Ilha do Yoshi, Planície das Rosquinhas, Cúpula da Baunilha, Área das Pontes Gêmeas, Floresta da Ilusão, Ilha do Chocolate, Vale do Bowser, Caminho da Estrela e Zona Especial.

Conheça também o Super Mário Run!

Referências:

Wikipedia, Techtudo.

Deixe seu comentário: