Sea of Thieves

Sea of Thieves é um jogo eletrônico de ação-aventura produzido pela Rare e publicado pela Xbox Game Studios exclusivamente para Xbox One e Windows 10, sendo lançado em 20 de março de 2018.

O jogo contem elementos de jogabilidade na primeira pessoa e utiliza conteúdo gerado pelos usuários, em que os jogadores tem a possibilidade de criar as suas próprias historias usando as ferramentas disponibilizadas pelo jogo. Num cenário de piratas, em Sea of Thieves os jogadores podem jogar cooperativamente num ambiente multijogador em mundo aberto.

Tudo começa na Cantina

Uma vez passado tela do lobby , escolhido o modo de jogo que deseja, seja na tripulação ou sozinho com um pequeno barco, apareceremos na cantina. Embora o local sugira que terá um papel maior na versão final, por enquanto, é apenas o ponto de partida da nossa aventura, e um lugar para relaxar, recarregando nossa jarra cheia de cerveja gratuitamente. Se você jogar com os amigos, ou usando a função de matchmaking do jogo, espere até que todos os seus companheiros apareçam.

Lojas, as empresas piratas e o cais

Do lado de fora da cantina, podemos ver uma série de edifícios de madeira, dentro dos quais podem ser empresas comerciais ou lojas próprias. Na versão atual, encontraremos algumas lojas de objetos puramente cosméticos, e apenas uma empresa pirata, a dos caçadores de tesouros. No início do jogo, não temos moeadas, teremos que ir à empresa comercial para comprar nossa primeira missão. Não tenha medo, a primeira é gratuito, e depois você poderá comprar outras missões. Além do dinheiro, a empresa nos recompensará com níveis de prestígio, o que nos permitirá acessar missões mais complexas e lucrativas.

Navegação, primeiros passos no barco

A navegação em Sea of Thieves é o elemento principal, um bom navegador ou uma equipe combinada irá cumprir suas missões de forma mais rápida e segura. Existem dois tipos de barco, um pequeno para um ou dois piratas, e o grande barco para tripulações de até quatro piratas. Seja qual for o nosso barco, terá alguns instrumentos básicos de navegação.

A primeira coisa que devemos fazer ao embarcar no navio é ir para a cabine do capitão, sempre acessível a partir do convés, propor a missão ou as missões que compramos e votar na mesa do capitão para a missão que queremos realizar. Todos os piratas votam para escolher a missão lá.

Uma vez que uma missão foi aceita, teremos um ou vários pergaminhos acessíveis em um menu radial que aparece enquanto pressionamos o RB. Para os caçadores de tesouros existem dois tipos de pergaminhos, mapas de tesouros e trilhas de piratas. Enquanto com os mapas devemos examinar o mapa do navio para encontrar uma ilha que corresponda à do desenho, nos pergaminhos teremos que ir para a ilha indicada, ele terá as “charadas” de onde o tesouro está escondido, e assim você vai chegando perto, novas dicas vão aparecendo no pergaminho.

Uma vez que o destino foi decidido, alguém deve estar no leme (volante), e o resto da tripulação deve ser dividida entre o mapa na cabine do capitão onde o timoneiro deve ser informado sobre onde ir e o restante manuseia as velas.

Manejar corretamente as velas é essencial para capturar as correntes do vento e usá-las para nossa vantagem e manobrar com o barco em momentos difíceis.

Quando quisermos “estacionar”, devemos abaixar a âncora, que estará no convés, ou ao lado do leme dependendo do tamanho do barco. Navegue e vá para a ilha, sempre tendo o cuidado de evitar ilhotas e rochas que possam estar no seu caminho, se você não quer acabar afundado.

Quando você chega ao destino, recomendo que você se aproxime com as velas a meio mastro para evitar bater na ilha e, finalmente, ancorar o mais próximo possível da costa.

A caça ao tesouro

Uma vez que você está desembarcado, é hora de procurar o baú do tesouro, para isso e de acordo com a missão, você terá que se guiar através da ilha com a ajuda da bússola (acessível no menu radial que aparece pressionando LB), seguindo as pistas ou procurando o lugar marcado com uma cruz vermelha em seu mapa da missão. Quando você acredita que está no ponto indicado, tire a pá do menu radial de objetos (LB) e desenterre tesouros. No começo, pode ser um pouco confuso, e você falhará algumas vezes, mas logo você perceberá que não é complicado. Busque por madeira na ilha (para tapar buracos no navio), munição e bananas (regeneram a sua vida)

Na sua busca, muitos inimigos poderão aparecer, sejam jogadores reais ou figuras do próprio jogo. Depois leve o tesouro para o barco, alguns tem maldições, então fique de olho neles. Leve o tesouro para o ganancioso que te dá missões.

Na volta, você com muitos tesouros, evite tretas, mas se não tiver como sair: aproveite o vendo, use a âncora para fazer drift, meta bala nos inimigos sem pena, entre no canhão e se atire no navio deles, se eles te acertarem vá tapar os buracos e tirar a água com o balde. O legal é no meio da confusão, ir no navio inimigo, não matar ninguém e levar o ouro deles nas caladas.

Sempre que possível, jogue acompanhado

Explorar e desbravar os sete mares ao lado de outros jogadores é, de longe, uma experiência muito mais agradável. Além disso, as missões ficam mais fáceis quando se está acompanhado, já que o seu navio estará mais seguro com outros homens a bordo.

A desvantagem ao iniciar sozinho, com um barco mais frágil e compacto, é que você ficará mais exposto e não terá a ajuda caso tenha a embarcação invadida por outros grupos. Sempre que possível, jogue acompanhado para acumular ouro mais rápido.

Conserte o navio

Independentemente da embarcação a ser escolhida, saiba que todas podem afundar ao serem danificadas. Fique de olho em alguns sinais do navio, pois você poderá perder ouro ao vê-lo naufragar.

Use o balde para tirar a água em excesso, que fica na área inferior ao convés, e utilize madeira para fechar os buracos de colisões ou disparos inimigos. Em barcos maiores, procure distribuir as tarefas de restauração entre os seus aliados.

Pegue missões antes de partir

Antes de partir para uma viagem, certifique-se de ter ao menos três jornadas ativas em seu inventário – de preferência, uma de cada facção para progredir igualmente. Para ativá-las, fale com os mercadores nos postos avançados e defina o objetivo.

É importante ressaltar que, conforme o progresso, solicitações de missões passam a ter um custo em ouro. Portanto, escolha com atenção e foque em objetivos mais simples, caso você esteja sozinho, ou que dão mais trabalho, se você estiver com os amigos – eliminar hordas de caveiras, por exemplo, é um ótimo objetivo para se cumprir em equipe.

Você pode ativar qualquer uma das três jornadas disponíveis em seu inventário dentro do próprio navio, a partir da mesa de missões – que fica alocada na mesma área do mapa.

Caso a jornada não esteja ativa, você não conseguirá visualizar o seu objetivo, assim como o mapa do destino a ser descoberto. Se a jogatina for em modo cooperativo, os seus companheiros ainda podem votar se desejam ou não seguir com a proposta de aventura.

Preparação é fundamental

O sistema de navegação é, sem dúvidas, um dos pontos mais altos de Sea of Thieves. Embora seja um pouco complexo à primeira vista, o processo de preparação se torna natural à medida que o jogador progride e faz novas viagens.

Antes de explorar os sete mares, lembre-se de içar as velas e posicioná-las estrategicamente para que o barco navegue de acordo com a maré. Outro ponto importante é prender e soltar a âncora antes de embarcar ou chegar a um novo local.

Colete recursos pelos cenários

É importante coletar madeira e outros tipos de matéria-prima para reabastecer o estoque do navio. Explore os cenários de forma minuciosa e colete recursos em baús, caixas e outros objetos de interação posicionados nas ilhas.

Entenda a roda de itens antes de explorar o mundo

Sea of Thieves é escasso em explicações e tutoriais, mas de forma proposital justamente para estimular o jogador a descobrir sozinho seus objetivos e atividades pelo mundo. Isso fica claro assim que o personagem desperta em uma ilha sem qualquer tipo de instrução.

Por conta disso, é altamente recomendável dar uma atenção especial aos recursos disponíveis na roda de itens. Dedique-se a aprender as funcionalidades de itens essenciais, como o binóculo, a bússola, enxada, lanterna e até dos itens consumíveis – comer banana, por exemplo, restabelece a barra de vida.

Entregue o ouro em segurança

A dinâmica de jogo é bastante simples, porém pode causar confusão por não trazer muitas explicações. Ao aceitar jornadas em uma das três facções de mercadores, nos postos avançados, cumpra o objetivo e leve o baú de tesouro ao mercador que lhe ofereceu a missão.

Caso você não volte com o baú, o prêmio em dinheiro não será concedido. Tenha em mente que quem abre a arca para entregar o ouro é o mercador, então transportar o item em segurança até ele é uma das partes mais importantes do loop de missão. Apenas tome cuidado para não ser atacado por um Kraken ou piratas rivais durante o percurso.

Escolha seu pirata

Assim que o jogo iniciar, você terá a opção de escolher o seu personagem. O jogo não possui um editor específico e sim um gerador automático de piratas. Utilize-o para gerá-los a vontade, até achar um com o qual você se identifique. Você pode salvar os piratas de que gostar clicando na opção Favoritos, assim não perde o modelo enquanto vai experimentando com as criações aleatórias da Rare.

Monte uma tripulação

Em “Sea of Thieves”, você encontrará um mundo repleto de lugares secretos, enigmas, tesouros e claro, outros jogadores prontos para afundar seu navio. A decisão de como explorar tudo isso é sua. Assim que abrir o jogo, você poderá definir o número de pessoas que aceita em sua tripulação, que pode ter no máximo 4 jogadores.

Você até pode jogar sozinho, mas é bastante recomendável pelo menos mais um tripulante: a experiência de jogo foi pensada para partidas cooperativas, seja na exploração das ilhas de “Sea of Thieves” ou na hora de conduzir a embarcação de forma eficiente.

Caso você não tenha nenhum amigo para jogar no momento, pode utilizar o ‘matchmaking’ do próprio jogo e montar sua equipe com outros jogadores que encontrar online. Como todos os assinantes do Xbox Game Pass receberam “Sea of Thieves” no catálogo, gente procurando outros jogadores não vai faltar!

Tudo para ser lendário

Seu objetivo em Sea of Thieves no final do jogo, se é que podemos dizer que o game tem um final, é se tornar um pirata lendário. Isso traz uma série de benefícios como um barco todo elegante, vestimentas, armas e muito mais do que um jogador que está neste nível merece. Os produtores do game acreditam que outros jogadores vão ficar intimidados ao ver este pirata lendário ou vão querer se juntar a ele, já que ele tem acesso a mapas com tesouros mais raros e valiosos.

O mundo do game também não deve esquecer as façanhas deste pirata lendário. Chegar nesse status vai dar um esconderijo próprio, que os outros jogadores não terão acesso. Uma das vantagens é ali ser o seu ponto de respawn, seja morrendo em uma aventura, seja começando o game novamente. A ideia, segundo os desenvolvedores, é fazer com que o mito de um lugar desconhecido e acessível se espalhe pela comunidade.

Para chegar lá, você vai ter muito trabalho realizando missões e trabalhos, comércio, descobrir tesouros, enfrentar esqueletos e monstros, além de outros jogadores.

Conversar bastante… E escutar também

Por ser totalmente online, Sea of Thieves tem chat por voz como um dos melhores recursos para se comunicar com seus companheiros de navegação ou até explorando o mundo sozinho.

Como em qualquer “party”, você consegue conversar com seus colegas em qualquer lugar, o que ajuda a ver quem vai mover as velas para pegar velocidade, quem vai tirar água do porão, quem vai cuidar dos canhões e quem vai pegar no leme.

Mas há um recurso bem interessante. Quando você se aproxima de piratas que não estão em seu grupo, você começa a escutar suas vozes ao longe. Quando entra no navio deles, por exemplo, consegue escutar tudo. Depois de uma batalha com muitas mortes, todos se encontram em um barco fantasma e lá também dá para conversar. Já imaginou qual é o papo nesses momentos?

Tesouros especiais dos esqueletos

Imagine você navegando pelo final da tarde, aquele sol bonito, mar calmo e uma brisa suave quando, de repente, você dá de cara com uma nuvem em forma de caveira no horizonte. Ela chama a sua atenção e logo você parte com a promessa e a expectativa de que há algo bom ali.

E há algo bom! Os maiores tesouros do game estão nesses QGs dos esqueletos, que aparecem aleatoriamente no mapa. Só que, por ter coisas valiosas, todos os piratas do jogo vão para o local e, além de ter que eliminar os esqueletos para carregar o seu navio de tesouros, você terá que enfrentar uma dezena de jogadores. Tem coragem e habilidade?

Kraken(s)

Você vai navegar bastante em Sea of Thieves mas tudo bem. O mar é belíssimo assim como os cenários. E mesmo que existam ilhas no mapa, há muito que não aparece nas cartilhas de navegação. Por isso, surpresas vão aparecer… Boas ou ruins.

Uma dessas surpresas é o Kraken (ou seriam Krakens). Ele aparece quando você menos espera e ataca o seu navio, levando tudo o que você deixou nele. Já pensou em voltar de missões carregado e se deparar com seus tentáculos gigantes? Ele é forte, mas acho que é possível derrotar ele. Essa derrota do Kraken certamente vai ser uma história muito contada pela comunidade.

Crie sua própria história

Por mais que você tenha um mundo enorme pela frente, a história de Sea of Thieves quem faz é você. Todas as suas conquistas sozinho ou com amigos, todos os acontecimentos e os encontros, se tornam uma história de piratas a ser contada — eu mesmo já estou aumentando as coisas que acontecem comigo: já naveguei bêbado de rum e ajudei um companheiro a não ser comido por dois tubarões por conta da minha boa mira.

Ainda mais se você alcança o posto de pirata lendário, poderá acessar o tal esconderijo secreto e muito mais.

Hora de zarpar!  

Você já tem uma tripulação e seu navio, agora é hora de começar a aventura pirata. Aí vem a parte mais interessante do jogo, a navegação. No início é normal ficar meio perdido com os controles, mas com pouco tempo as coisas fluem naturalmente e você terá uma experiência agradável vagando pelos mares. Entenda como navegar de forma fácil:

Âncora: O primeiro passo para fazer seu navio “andar” é erguer a âncora. Próximo a popa (parte de trás do navio), existe uma engenhoca que você e sua tripulação podem rodar para subir a âncora. Para parar o navio basta abaixar a âncora novamente. Na corveta, um jogador sozinho pode subir e descer a âncora facilmente. Já no galeão, o ideal é que pelo menos dois jogadores executarem a tarefa para não demorar muito.

Velas: Nas laterais do barco estão os suportes onde as velas são amarradas. Elas podem ser içadas e abaixadas por algum membro da tripulação a qualquer momento. Logo atrás dessa amarra, existe uma roldana que permite movimenta-las, para ficarem na melhor posição em relação ao vento, gerando assim mais velocidade ao barco. O segredo aqui é sempre ficar atento as bandeirinhas instaladas em cima do mastro: elas balançam para o lado que o vento estiver apontando.

Então, basta virar a vela para a mesma direção das bandeiras e o barco terá um impulso extra para chegar ao destino ou escapar de alguma emboscada.

Timão: Você está navegando, então alguém precisa controlar o navio. Esse jogador ficará responsável pelo timão, que é o volante da embarcação. O controle é bem simples, ao girar o timão para a direita ou para a esquerda o barco fará uma curva para a direção desejada. Assim que estiver no rumo certo, basta centralizar a engenhoca novamente e você chegará ao seu destino. Para não ficar perdido, fique de olho na bússola ao seu lado.

Canhões: Entre krakens e navios inimigos, vira e mexe você precisa defender a embarcação de alguma coisa. Para isso existem fileiras de canhões em ambas as laterais do navio.

O primeiro passo para usá-los é colocar munição, que você pode levar no inventário ou pegar na parte de suprimentos do navio. Munição para os canhões também é encontrada nas ilhas e em navios naufragados. Após carregar o canhão, um pavio aparecerá para indicar que ele está pronto para o uso. A partir daí é como em qualquer jogo de tiro: mire e atire!

Mesa de Missões: É aqui que o grupo de piratas decide o que vai fazer durante a partida. Cada jogador pode carregar uma missão e é preciso escolher uma delas para fazer. Todos colocam as missões na mesa e votam naquilo que querem fazer primeiro. Aquela que receber mais votos será considerada a missão ativa. Os piratas são uma sociedade democrática!

Mapa: Assim que a missão for escolhida, cada jogador receberá um ou mais mapas indicando onde estão os tesouros, suprimentos ou inimigos a serem destruídos. Cada mapa contém o desenho de uma ilha que você deve achar no mapa global, que fica numa mesa grande em seu navio. Use o mapa global para achar as ilhas e marcá-las, ver a posição do seu barco, ajudar o capitão a guiar o navio e encontrar outras locações que podem aparecer pelo caminho da embarcação.

Tenha sempre suprimentos!

Existem 3 suprimentos principais que podem ser guardados no navio. Eles podem ser encontrados nas ilhas ou em barcos naufragados. Quase todos ficam guardados em barris no andar mais baixo da sua embarcação. São eles:

Bolas de canhão: Esse em especial fica na parte superior do navio, próximo a porta da cabine. Nada mais são que a munição dos seus canhões. Você pode levar algumas com você, afinal existem canhões nas ilhas também e você pode usá-los para defendê-la de invasores e deixar as outras no barril para usar sempre que precisar

Madeira: Durante o combate, navegando por tempestades ou em acidentes na direção, seu barco fatalmente será danificado. Para consertar os buracos e evitar que seu navio afunde, use uma madeira. Basta chegar próximo ao buraco com uma equipada e apertar o botão indicado para efetuar o conserto.

Bananas: Não é só o navio que se danifica nessa jornada. Seu personagem pode entrar em combate de espadas com caveiras amaldiçoadas, trocar tiros com outros jogadores ou mesmo cair de um penhasco. Para recuperar a sua barra de vida, basta comer uma banana. Tenha sempre algumas com você e quantas possíveis no seu navio.

Itens e armas

Um bom pirata precisa de muito mais do que uma perna de pau e um tapa olho para conseguir seus tesouros. Para isso o jogo te oferece uma vasta seleção de itens e armas para levar nas suas aventuras. Confira os mais importantes:

Pá: Necessária para cavar os tesouros escondidos debaixo da terra. Sempre que achar que está sobre o X do mapa, use-a para tentar achá-los.

Bússola: O jogo não tem aqueles indicadores que mostram exatamente o que fazer em cada missão ou onde estão enterrados os tesouros, então nada de GPS. Para chegar ao local desejado e achar onde está o X dos mapas, é necessário usar a bússola para se guiar.

Relógio: O jogo tem um sistema de dia e noite e um contador de tempo interno. Certas missões precisam ser executadas antes que o tempo acabe, para isso fique sempre atento ao seu relógio de bolso para saber que horas são.

Balde: Se seu navio estiver furado, ou enfrentando uma tempestade, ele vai começar a se encher de água de baixo para cima. Para evitar que ele afunde ou perca velocidade, use o balde para retirar a água acumulada.

Acordeon: A princípio ele serve somente para animar as viagens com cantigas piratas e comemorar algum feito, mas existem missões que precisam do seu uso para serem completadas.

Caneca: Após completar as missões, ou mesmo durante elas, afinal você é um pirata, não pode faltar o rum. Só tome cuidado para não ficar muito bêbado.

Luneta: Essencial para avistar terra, barcos inimigos e observar gaivotas voando quando não se tem o que fazer, acredite é mais legal do que parece.

Lanterna: Como dito acima, o jogo tem um sistema de noite, que fora do navio dificulta muito a sua visão. Tenha sempre a lanterna com você para esse tipo de missão.

Armas: Todo pirata pode carregar 2 armas. Uma delas é a sua fiel espada, enquanto a outra, de longo alcance, você pode escolher. Existe uma versão que se compara a pistola, outra a uma escopeta e uma com mira de longo alcance. Independente da que achar melhor, não esqueça de carregar suas balas no navio, próximo a mesa do mapa.

Missões, facções e outposts!

Um dos lugares mais importantes do jogo são os outposts. Nessas ilhas é possível pegar novas missões, comprar itens para o seu personagem, encontrar outros jogadores nas tavernas e ainda customizar o seu navio. Mas cuidado, se seu navio estiver carregado de tesouro, o outpost é um lugar perigoso, pois está sempre repleto de outros jogadores que definitivamente vão te roubar. Tente esconder o seu navio em torno da ilha, abaixe as velas e desligue as lanternas se estiver a noite. Caso estiver de dia, deixe alguém tomando conta dos tesouros enquanto os outros vão vendendo.

As missões podem ser obtidas de 3 facções diferentes, cada uma com seu foco. A medida que você vai às completando, sua reputação com cada uma das facções vai aumentando, possibilitando que você pegue missões mais desafiadoras e até mesmo as chamadas grandes viagens, uma espécie de conteúdo endgame. Confira abaixo as facções:

Mercadores: Os mercadores querem sempre recursos para usarem nas suas vendas. Para isso eles vão te pedir para procurar animais raros pelas ilhas, suprimentos básicos e avançados e outras surpresas mais. As missões deles vêm sempre com tempo para serem cumpridas, então fique atento ao relógio.

Acumuladores de tesouros: Essa facção está sempre atrás de ouro e tesouros enterrados. Suas missões envolvem pegar um ou mais mapas com alguma ilha desenhada e um x marcado e ir atrás do tesouro perdido. Quando for evoluindo sua reputação com essa facção, algumas missões se tornarão enigmas que precisam ser desvendados para achar o tesouro.

Ordem das almas: Os integrantes da ordem das almas são envoltos em misticismo e buscam caveiras de antigos piratas mortos-vivos para seus rituais. Basicamente as missões envolvem combate com chefes escondidos em ilhas distantes. Ao destruir esses esqueletos mortos-vivos, você poderá pegar sua caveira e trazer de volta para sua recompensa em ouro.

Dicas importantes!

Agora que você sabe tudo que precisa para começar sua aventura, fique ligado nessas dicas especiais para se dar bem no jogo:

Esconda bem seus tesouros: Com tantas missões ao mesmo tempo, é normal que o navio fique com vários tesouros e suprimentos. Guarde eles na parte mais baixa do seu navio, ou mesmo no topo do seu mastro. Outros jogadores podem roubar o seu tesouro num momento de vacilo, então dificulte a tarefa deles.

Navegue sem lanternas ligadas: Se você quer evitar o combate durante as longas noites de SoT, navegue com as lanternas desligadas. Fica bem mais difícil de ser visto a distância e facilita que você chegue ao seu destino em segurança.

Comunicação é a chave: Durante a navegação todos precisam saber o que fazer, para isso é muito importante usar o chat do jogo. Se não for possível usar um microfone, use as frases prontas na roda de chat, isso facilitará a comunicação. Saber a nomenclatura das partes do navio como proa e popa, ajuda na comunicação e faz a experiência ficar mais real também.

Armas podem ser usadas debaixo d’água: Algumas missões ou mesmo explorações aleatórias podem envolver entrar em um navio naufragado e consequentemente mergulhar. Tome cuidado com os tubarões que te atacam, você pode usar suas armas debaixo d’água para matá-los.

Homem ao mar!: Em algum momento da sua aventura, algum de seus tripulantes pode acabar caindo no mar, ou mesmo você! Pela minha experiência até agora, não compensa virar o barco para o resgate. É isso mesmo. Mas não se preocupe, assim que o barco tomar certa distância, uma sereia aparecerá e você terá a opção de teletransportar de volta para a embarcação.

Drift na água: Você pode fazer uma espécie de “drift” no barco para girar ele na direção do barco inimigo, ou mesmo parar próximo a uma ilha. Para isso basta descer sua âncora ainda em movimento acelerado e girar o o timão para esquerda ou direita.

A morte é só mais um passo!: Você vai morrer varias vezes durante o jogo e acabar parando em um barco assustador digno de piratas do caribe, com um capitão morto-vivo navegando para o além. Use a porta que irá se abrir para voltar novamente ao seu barco.

Referências:

Windows Club, Uol, Br Ing, techtudo, wikipedia.

Deixe seu comentário: