Fire Emblem: Three Houses

Fire Emblem: Three Houses (ファイアーエムブレム 風花雪月 Faiā Emuburemu Fūkasetsugetsu?) é um jogo eletrônico de RPG de estratégia desenvolvido pela Intelligent Systems e Koei Tecmo e publicado pela Nintendo para Nintendo Switch em 26 de julho de 2019.

O jogo é um título da série Fire Emblem, e o primeiro para consoles domésticos desde Fire Emblem: Radiant Dawn, de 2007. Three Houses é situado no continente de Fódlan, dividido entre três nações rivais agora em paz, ligadas através do Mosteiro Garreg Mach. Tomando o papel de um ex-mercenário e novo tutor em Garreg Mach, o jogador deve escolher uma nação para apoiá-los e guiá-los através de uma série de batalhas. O jogo transita na jogabilidade táctica baseada em turnos dos títulos Fire Emblem anteriores, ao mesmo tempo que incorpora elementos de simulação social e gestão de tempo.

A produção do jogo foi desafiadora para a Intelligent Systems, que atribuiu seu sucesso à Koei Tecmo Games, que já havia se associado à empresa com Fire Emblem Warriors. A equipe queria algo inteiramente novo para a estreia da série em consoles domésticos de alta definição, dando vida à mecânica e às expansões da escola para a batalha. Chinatsu Kurahana foi responsável por criar os desenhos e ilustrações dos personagens. O sistema escolar do jogo e uma pausa no final da história inspiraram-se em Fire Emblem: Genealogy of the Holy War.

Repare seus erros a tempo

A série Fire Emblem é conhecida por seus sistemas de permadeath, ou seja, a morte permanente e irreversível de seus personagens nas batalhas. Mesmo que você desligue essa função em Three Houses, a queda de um aliado o impedirá de ganhar tantos pontos de experiência quanto poderiam ter. Quando um aliado tombar, vale a pena usar a nova ferramenta chamada Divine Pulse, que retrocede o tempo a seu favor.

Mas fique atento, pois o Divine Pulse só pode ser utilizada por um número limitado de vezes (embora este possa ser aumentado no desenrolar da campanha). Quando o estrago for grande demais para ser reparado em apenas uma jogada, você também pode resetar Three Houses segurando os botões L, R, menos e mais no joystick. Só tome o cuidado de lembrar onde o último autosave aconteceu para não perder boa parte do seu progresso de uma só vez.

Crie vários arquivos de save diferentes

A história de Fire Emblem Three Houses não segue um único caminho e, de tempos em tempos, surgem escolhas dramáticas que bifurcam a narrativa em rotas totalmente distintas. Para não precisar jogar o game desde o princípio várias vezes, vale a pena criar e gerenciar múltiplos saves, a fim de retornar para os momentos críticos quando bem entender.

O jogo sempre avisa quando você estiver prestes a fazer uma escolha importante, mas isso também é útil para experimentar diferentes opções de romance. Lembre ainda que, ao terminar a campanha principal, você habilitará o New Game Plus, e nele poderá importar seus batalhões, habilidades e combate e suporte, então se planeje de acordo para curtir o jogo ao máximo.

Aprimoramento de classes

Tal qual acontecia nos jogos de 3DS, em Three Houses você pode escolher não só as armas empunhadas por seus personagens, mas também para quais classes eles evoluirão. No novo jogo, os personagens podem se tornar especialistas em múltiplas armas ao mesmo tempo, o que é bastante útil no longo prazo, especialmente quando você tiver personagens híbridos, especialistas em longa e curta distância ao mesmo tempo.

Tente planejar um passo a frente sempre, pensando em quais funções podem ser mais úteis em suas próximas missões, e então evoluindo seus personagens de acordo, com cada missão, aula e seminário já servindo para guiar seus personagens favoritos rumo às funções que você pretende que eles exerçam em batalha.

Tanto você quanto seus alunos podem fazer exames para subir de classe. Para isso é preciso atingir os pré-requisitos tanto da classe desejada quanto do nível de classe.

Existem quatro níveis de classe: “Beginner”, que exige nível 5 dos personagens, “Intermediate”, que exige nível 10, “Advanced”, nível 20, e “Master”, que exige nível 30 dos personagens.

Além de atender a esses requisitos de nível, é preciso ter uma entrada para o teste, que pode ser comprada no mercado. Cada nível de classe tem o seu preço.

Depois de atingir o nível e comprar a entrada para o teste, é preciso passar nele, e nesse momento entram as aulas que os alunos pegaram com você. Cada classe exige uma perícia diferente. Cavaleiros vão precisar de perícia em lança e montaria, por exemplo.

O segredo é escolher a classe final do seu aluno e já focar nos requisitos desde cedo, para não precisar mudar tudo no final e perder tempo.

Uma casa para chamar de sua

Como o próprio nome do jogo indica, há três casas principais para escolher: Golden Deer, Blue Lions e Black Eagles, cada uma delas com seus próprios líderes e estudantes. Não há uma casa melhor ou pior que as outras, então faça sua escolha baseado no quanto você gostou dos alunos de cada uma, embora também seja possível recrutar estudantes de outras casas posteriormente.

Assim, o que mais importa é quanto você simpatiza com os líderes de cada casa tanto em carisma quanto em política. Claude, por exemplo, é mais neutro e tranquilo, enquanto Dmitri faz mais a linha de conquistador. A bela Edelgard, por fim, é a mais focada em conseguir evoluir seus batalhões e táticas de batalha, então escolha o líder que mais tiver a ver com sua personalidade e visão do mundo.

Cumpra o máximo possível de missões

Não faça apenas as fases principais de Three Houses, ou você perderá várias melhorias e bônus essenciais para superar os desafios posteriores. Ao completar uma missão paralela você habilitará novas lojas e opções de batalhão. Além disso, suas tropas também subirão de nível muito mais rápido e, com isso, estarão mais fortes para as próximas missões principais.

Use as estátuas

Bem cedo na campanha, assim que o tutorial do game chega ao fim, você destrancará automaticamente as estátuas santas (Saint Statues), que são essenciais e devem ser utilizadas sempre que possível, já que elas atribuem bônus de crescimento para suas unidades.

Sempre que você cumprir missões do jogo, você ganhará pontos de renome (Renown). Estes, por sua vez, podem ser utilizados ao interagir com as Saint Statues em troca de melhorias como mais usos do Divine Pulse, ou mesmo habilidades passivas para todos os estudantes, com melhor manejo de arco e flecha ou maior obtenção de pontos de experiência.

Aprimore suas armas

Se você jogar Three Houses sem aprimorar suas armas, descobrirá logo cedo que os combates ficam quase impossíveis de ser vencidos muito rápido, então é essencial visitar sempre os ferreiros para aprimorar seu equipamento. Tome cuidado também para reparar as armas no ferreiro e mantenha sua durabilidade sempre em alta.

Three Houses removeu seu tradicional sistema de triângulos de armas em estilo pedra-papel-tesoura e, ao invés disso, os rivais agora possuem maior vulnerabilidade a certos tipos de elementos. A melhor forma de contornar esse problema no novo esquema de jogo é comprar e equipar uma ampla variedade de espadas e lanças, de materiais como ferro e aço.

Abuse dos batalhões

Uma das principais novidades de Fire Emblem Three Houses são os batalhões, que aparecem pela primeira vez na franquia e podem virar completamente o rumo de uma batalha. Existe um grupo de soldados que pode ser contratado e aprimorado para cada membro do exército, e vale a pena treinar vários deles.

Tome cuidado, porque se você sofrer dano demais na batalha, suas unidades não conseguirão mais invocar os batalhões para ajudar. Um bom batalhão surge na hora exata da batalha para curar suas tropas, atribuir status negativo como envenenamento aos rivais, ou causar grande dano a um inimigo poderoso.

Passagem do tempo

Toda segunda-feira é dia de aula. Nessa data é possível orientar os estudos dos alunos, focando no que eles mais precisam para evoluir com a perícia em alguma arma ou comportamento, como a autoridade.

A primeira coisa para levar em consideração é a motivação do aluno. Você terá um número limitado de orientações por semana, portanto o ideal é escolher os alunos mais motivados. O ícone que parece um emoticon demonstra o quão motivado o aluno está.

Quanto mais motivado ele estiver, mais orientações você poderá dar sem gastar um ponto de tempo. Quanto mais nível de professor você conseguir, mais pontos de tempo terá, e mais alunos poderá orientar.

É possível também escolher dois alunos para executar uma tarefa em conjunto, como limpar o pasto, patrulhar os céus com um pégaso ou arar o campo. Essas atividades melhoram os atributos dos dois alunos e melhoram sua afinidade.

No final da aula, alunos vão te fazer perguntas. Se você responder bem, o aluno poderá melhorar o seu nível de motivação.

Domingo é o dia mais importante

Todo domingo do mês pode ser utilizado para uma atividade extra. Você poderá explorar o monastério e conversar com os alunos e professores, participando de diversas atividades. Poderá ir para o campo de batalha para completar missões secundárias ou treinar. Poderá criar seminários com outros professores para melhorar atributos específicos para os seus alunos. Também poderá dar o fim de semana de descanso para que todos melhorem a motivação, além de fazer exames de certificação, que muda a classe dos seus personagens e compra itens no mercado.

Escolha com antecedência o que fazer e trace um plano. É importante explorar o Monastério pelo menos uma vez por mês. Assim como separar um dos domingos para treinar e completar missões secundárias no campo de batalha. O outro domingo pode ser dia de repetir um dos anteriores, ficar de descanso ou seminário.

Recrutando novos guerreiros

É possível recrutar quase todos os personagens que fazem parte do monastério. Ao conversar com eles enquanto explora o monastério, a opção “Recruit” aparecerá. A princípio ninguém vai querer migrar para a sua turma, mas é possível ver quais as exigências do aluno ou mesmo professor.

Você terá de melhorar seus atributos e nível para conseguir os melhores guerreiros para a sua classe.

Interaja com as partículas azuis

As partículas azuis são referentes aos tesouros escondidos no monastério. A cada mês, novas surgirão para serem coletadas.

Os itens que podem ser conseguidos com elas são diversos, como presentes para dar para alunos, itens que eles perderam e podem ser devolvidos em troca de afeição e motivação, livros que podem ser lidos para aumentar bastante a experiência para o nível de professor e diversos ingredientes e iscas. Sempre que achar um desses, colete.

Como jardinar? Para que serve?

Durante sua visita livre no monastério, é possível participar de diversas atividades, e uma delas é a jardinagem. Tanto ela quanto pescar não consomem unidades de tempo, portanto podem ser feitas mesmo que você tenha zerado o número de atividades para a semana.

Aqui é possível plantar as sementes que você coleta durante o jogo. Cada semente demora uma semana do jogo para brotar e poder ser colhida. É possível utilizar técnicas que aumentam a colheita no menu “Cultivate”, e para cada técnica é preciso gastar uma quantidade de ouro.

Quanto mais nível de professor você tiver, mais opções no “Cultivate” vão aparecer, e mais sementes será possível plantar por vez.

A colheita rende flores que podem ser usadas como presente, ingredientes para cozinhar e ervas especiais que aumentam seus atributos por tempo indeterminado.

Torneios novos todo

Após liberar a ala de treinamento, será possível participar de torneios individuais. Todo mês traz um novo torneio, que tem regras únicas, como uso de espadas ou machados, e garantem novos prêmios.

Você pode inscrever um dos seus alunos para participar. A cada novo round ele enfrentará um adversário de outras classes ou um inimigo de um grupo que está ali somente para o torneio em questão. Você poderá recuperar a vida do seu aluno apenas duas vezes por torneio, portanto use com cuidado.

Cozinhar melhora atributos

Cozinhar é uma tarefa que consome um ponto de tempo durante a exploração do monastério, mas deve ser feita todo início de mês. É possível escolher um aluno para participar da tarefa, o que vai aumentar sua motivação caso ele goste de cozinhar.

Após escolher o aluno, você deverá escolher o prato a ser cozinhado, garantindo algum bônus de atributo para todos os seus alunos durante o restante do mês. Cozinhe sempre.

Pesca

A pesca é uma das atividades iniciais do jogo e pode ser feita sempre que você visitar o monastério, sem consumir pontos de tempo.

Para pescar é preciso falar com o NPC que fica na frente da cabana próxima ao lago e ter alguma isca no inventário. O resto é bem intuitivo e nada complicado. Cada sucesso na pescaria garante um peixe que pode ser utilizado na cozinha.

Coral e Jantar

Outras duas atividades do monastério são o coral e o jantar. São atividades que servem para aumentar sua ligação com os alunos e aumentar a sua motivação para as aulas. Eles custam um ponto de tempo, portanto use com cuidado. Escolha sempre os alunos que têm mais interesse nesse tipo de atividade e os pratos que mais os agradam.

Melhorar as perícias do seu personagem

Os seus alunos podem ser lecionados em sala de aula e aprendem mais sobre suas principais aptidões com armas a cada nova semana. Isso não acontece com o seu personagem principal, que também precisa melhorar esses atributos para ganhar novas classes.

Para melhorar sua aptidão com armas e magias, é preciso pegar uma lição com outros professores e pessoas influentes do monastério. Isso só pode ser feito durante a exploração livre do monastério. Cada professor pode te ensinar uma vez por semana e esse processo consome uma unidade do contador de atividades.

Batalhas semanais

Além das batalhas de missão, existem também as opcionais, que podem servir como treinamento ou para completar missões. Essa é uma das opções para serem feitas no fim de semana.

Existe um número de batalhas que podem ser feitas por fim de semana, semelhante ao contador de tempo do monastério. Quanto mais você melhorar o seu nível de professor, mais batalhas poderá fazer.

Algumas batalhas não consomem tempo e podem ser feitas infinitamente para treinar os seus alunos mais fracos. A quantidade de tempo que a batalha toma fica visível através de um ícone com uma espada logo na frente do nome.

Em algumas semanas podem aparecer batalhas especiais que só podem ser feitas naquele dia, com inimigos e recompensas raras. Outras batalhas também têm tempo para serem executadas. Fique atento ao nível recomendado.

Os chás

Um dos itens que você acumulará durante a jornada são ervas de chá, que servem para passar um tempo com outros integrantes do monastério. Você pode tanto convidar alguém diretamente para um encontro, quanto fazer isso no dia do aniversário das pessoas.

Durante o chá você poderá abordar três assuntos para puxar conversa. Se seu convidado gostar do assunto, o chá continua, caso ele ache o papo chato por duas vezes, o chá acaba. Se você conseguir levar o evento até o final, a sua ligação com esse personagem aumentará bastante.

Matar Monstros

Diferente dos inimigos normais, os monstros possuem escudos. Você pode ver os escudos pelos quadrados amarelos em volta do inimigo. Ao bater nos escudos eles podem trincar e então quebrar. Quando não há o escudo, o monstro toma mais dano naquela região.

Os monstros também possuem mais de uma vida, que você pode contar pelo número de cristais ao lado da barra que fica embaixo dele.

Gambits chamam a atenção do monstro, evitando que ele ataque em área na direção marcada. Use essa tática para salvar aliados. Cavaleiros podem usar o gambit e então sair, pois se movimentam após atacar.

Divine Pulse

Ao pressionar LZ, é possível ativar o Divine Pulse. Esse é o principal meio de corrigir um movimento errado durante a batalha, pois ele serve para voltar no tempo e retornar para algum turno passado.

Se um personagem morrer, ou algum objetivo falhar, volte até o turno desejado para conseguir corrigir a situação. Só tome cuidado com o número de usos, que é limitado. Você pode conseguir mais pulsos ao melhorar as estátuas na catedral do monastério.

Dominar o campo é o segredo

Cada mapa tem seu território dividido em diversos terrenos, como florestas, altares, campos abertos e até montanhas. Cada terreno desses tem suas vantagens e desvantagens, por isso é importante ver o que eles fazem antes de confirmar a movimentação dos seus personagens.

Um guerreiro na floresta por exemplo, terá um bônus absurdo na evasão. Usar isso com inteligência é a chave para a vitória. Se estiver cercado de inimigos, coloque seu grupo em uma floresta e defenda os mais fracos no centro. Deixe o inimigo tomar a iniciativa e errar todos os ataques enquanto você contra-ataca para a vitória.

Peso faz diferença

Muitas vezes você ficará atento ao dano e velocidade do personagem, mas vai esquecer de um dos atributos mais importantes, o peso. É esse medidor, em conjunto com a sua classe e arma, que vai indicar quantas vezes o seu personagem vai atacar em um turno.

A conta é feita levando em consideração também os equipamentos do adversário e seus atributos. Antes de a pancadaria começar de fato, é possível ver quantas vezes cada exército vai atacar. Portanto, fique atento na hora de equipar um escudo ou item pesado no seu personagem, já que pode ser uma desvantagem na hora que for pesar o dano causado.

Modo terceira pessoa

Durante a batalha, é possível ativar um modo de movimento em terceira pessoa, onde seu personagem pode se mover sem utilizar o grid tático. Para isso basta pressionar o “+” no controle. Esse botão também serve para aproximar a câmera durante a exploração do monastério.

Pescando Professor Points

Uma vez liberada através de uma quest, a atividade de pescaria é muito útil e pode ser feita a qualquer momento desde que o jogador tenha iscas em seu inventário. Esse tipo de item pode ser conseguido em pontos brilhantes do monastério ou comprando em uma das lojas do monastério (desbloqueada após uma quest de batalha). Todo mês o estoque da loja é reposto, sendo interessante comprar todas as iscas possíveis na visita mensal ao monastério.

Então o jogador deve ir ao lago do monastério conversar com o responsável pelo local. Cada isca tem sua própria chance de encontrar os diferentes tipos de peixe e isso é indicado no texto. Além do tamanho (pequeno e grande), existem cores diferentes para representar peixes de grande raridade (vermelho e dourado).

Uma dica interessante nesse sentido é que não é necessário pescar na primeira mordida. Sempre é possível esperar no mínimo por três peixes (às vezes mais, mas existe a chance de fuga a partir do quarto peixe), dando ao jogador mais oportunidades de conseguir uma boa pesca.

Com os peixes, é possível realizar receitas no refeitório, que aumentam o support (nível de “amizade”) e a motivação dos personagens. Mas além deles, pescar oferece Professor Points, o que, ao atingir certos níveis, aumenta a quantidade de atividades que o jogador pode realizar (Activity Points) e o número de alunos que pode tutorar em uma semana.

Em especial, existe um evento marcado no calendário no qual é possível pescar vários peixes com uma só isca. Nele é possível conseguir muitos pontos, mas o melhor a se fazer é conquistar Professor Level alto o mais rápido possível para poder realizar ainda mais atividades. Então é importante não deixar para pescar apenas muito tarde no jogo.

Aumente o support e a motivação dos seus alunos

Entre as atividades que consomem pontos existem, a grosso modo, principalmente dois tipos: “eventos de relacionamento” e “aprimoramento pessoal”. Caso o jogador decida recrutar personagens de outras casas, gastar um tempo com as duas é fundamental.

Apesar de escolher uma casa no início do jogo e isso determinar o caminho que a história irá trilhar, é possível recrutar todos os personagens exceto os líderes de cada casa (Edelgard, Dimitri e Claude) e seus mais fiéis aliados (Hubert, Dedue e Hilda). Além dos alunos, os outros professores e cavaleiros de Seiros também podem ser recrutados em certos pontos da história.

No entanto, no caso dos estudantes, o jogador precisa demonstrar aptidão nas habilidades que eles valorizam. Cada um deles exige um parâmetro e habilidade com um determinado tipo de “equipamento”, seguindo a seguinte tabela:

Mas além desses atributos, é fundamental que o jogador aproveite seu tempo na academia para aprofundar seu relacionamento com os personagens. Além dos já mencionados presentes e objetos perdidos, uma forma de fazer isso é através de atividades que consomem Activity Points e são, portanto, mais limitadas.

É possível, por exemplo, cozinhar com um personagem. Além de aumentar o relacionamento com o personagem, a atividade também oferece buffs para as batalhas realizadas durante aquele mês de acordo com a receita utilizada.

O jogador também pode convidar o personagem para um chá, onde deve fazer escolhas de fala corretas para aumentar seu relacionamento com eles e talvez o seu Charm. Cada personagem tem suas preferências de chá, um item consumível cuja escolha adequada ao personagem já pode facilitar um resultado favorável na conversa

Há também duas atividades em grupo para aumentar o relacionamento não apenas do professor com os outros personagens, mas também entre eles. Na capela é possível realizar um treino de canto coral que aumenta a faith dos envolvidos, um atributo relacionado a magia branca.

A outra é a alimentação no refeitório. Além de uma ótima oportunidade para se aproximar dos personagens de outras casas, ela pode ser utilizada para aumentar a motivação dos seus aliados.

Motivação é uma barra que define quantas práticas um aluno está disposto a fazer em uma sessão de tutoramento. O limite superior da barra é quatro e oferecer uma comida da qual eles gostam enche a barra ao máximo, tornando a atividade um excelente investimento.

As cinco aptidões que precisam ser ensinadas

A outra forma principal de consumir Activity Points é o treinamento do próprio professor. No monastério alguns personagens podem lecionar suas aptidões para que você aprenda. Cada pessoa só ensina apenas uma vez por visita ao monastério e, durante os ensinamentos semanais, apenas os seus alunos aprendem, deixando um potencial vácuo no aprendizado do seu personagem.

Para cobrir isso é bom utilizar os serviços desses personagens. E no caso do treinamento, existem várias potenciais escolhas e caminhos. Não só o protagonista, mas todos os membros da equipe tem a possibilidade de seguir uma variedade de classes diferentes, apesar de cada um ter suas vantagens e fraquezas.

É possível utilizar batalhas como uma forma de aprendizado também. Na dificuldade normal, existem batalhas auxiliares que podem ser feitas à vontade, ampliando consideravelmente as oportunidades de treinamento.

Em batalha, várias classes podem utilizar vários tipos de armas e, portanto, ganhar mais habilidade no seu manuseio. No entanto, existem cinco aptidões que precisam ser ensinadas fora do campo de batalha para serem utilizadas caso o personagem em questão ainda não tenha algum nível de conhecimento em suas artes.

São elas: Reason, Faith, Heavy Armor, Riding e Flying. As duas primeiras se referem ao uso de magia (negra e branca, respectivamente), já as últimas três só podem ser treinadas obtendo as suas respectivas classes. Não é necessário treinar todos os personagens em todas elas, mas saber que estas precisam ser ensinadas mais do que as armas é uma boa forma de planejar o treinamento. Especialmente se o jogador desejar alcançar uma das classes mais altas como Holy Knight, Dark Knight ou Wyvern Lord.

Monte grupos de batalha baseados em support

Durante a batalha, é importante aproveitar bem o posicionamento dos seus personagens. Uma ideia interessante é planejar sua movimentação no campo em função de pequenos grupos de support. Ou seja, equipes de aliados em tiles adjacentes que, ao atacarem e serem atacados por inimigos, podem fortalecer seus laços de relacionamento.

Com isso, fica mais fácil para o jogador focar em recrutar outros personagens para a equipe durante o seu tempo no monastério. Ou ficar mais próximo de seus aliados que deseja conhecer sua história mais a fundo.

Ao mesmo tempo, essa dica pode ser um tanto restritiva já que nem todos os personagens tem relacionamento uns com os outros e é bem possível esgotar as conversas de support entre alguns deles muito rapidamente. Logo, parcerias interessantes podem ser esgotadas rapidamente em prol do complecionismo.

Realize paralogues para obter as melhores armas do jogo

Entre as missões opcionais de batalha do jogo, existem algumas chamadas paralogues. Elas são, em geral, missões voltadas a se aprofundar na backstory dos personagens e é possível obter alguns itens e tropas. Algumas das melhores armas do jogo, as Hero Relics, podem ser conseguidas realizando elas.

No entanto, é bom destacar também que essas armas apresentam uma durabilidade baixa e para restaurá-las são necessários materiais de difícil acesso no jogo. Mesmo assim, vale a pena realizar essas tarefas sempre que possível.

Referências:

Nitendo Blast, Uol, Wikipedia, Techtudo.

Deixe seu comentário: