DotA Underlords

É a aposta da Valve, desevolverora do DotA2, para a tendência de jogos “Auto Chess”, que combinam estratégia com batalhas em turno. DotA Underlords está disponível para download em PCS (via Steam) celulares Android e iPhone (iOS). A versão mobile do game já é um sucesso e teve mais de 1,5 milhão de downloads apenas na primeira semana de testes abertos ao público. Assim como em outros títulos do gênero, a gameplay é em turnos e pede combinações estratégicas de heróis e itens.

Como funciona o DotA Underlords

Em DotA Underlords, o jogador compra heróis para colocá-los no mapa de jogo, que se parece com um tabuleiro de xadrez, e lutarem sozinhos. Para isso é preciso gastar o ouro obtido no final de cada rodada. Além de poder colocar até dez personagens no mapa, é possível ter oito na reserva para utilizar conforme necessário.

A cada rodada, os exércitos lutam entre si de forma automática, sem receber comandos do jogador, e o dono do batalhão vencedor causa dano ao que foi derrotado. Cada player tem uma barra de energia com 100 pontos de vida. Quando ela chega a zero, o jogador é eliminado. Até dez jogadores (ou bots) podem participar de forma online e o último que restar no final da partida é o vencedor.

O número de heróis ativos que um jogador pode ter no tabuleiro é igual ao seu nível, indo até dez (10), assim como o rank dos personagens que estarão disponíveis para comprar na loja. Além disso, cada herói tem características próprias e pertencem a diferentes classes, chamadas Alianças.

Adquira várias cópias de um mesmo herói para upgrades

É possível realizar upgrades de heróis de uma e duas estrelas para duas e três estrelas, respectivamente. Para isso, é preciso ter três cópias do personagem na mesma raridade, considerando o tabuleiro e o banco, e então fazer o upgrade para a próxima raridade.

Combine heróis do mesmo tipo e explore suas sinergias

Personagens diferentes e com Alianças iguais recebem bônus quando estão juntos no tabuleiro, ganhando adicionais a cada novo múltiplo (de um, dois ou três). Por exemplo, quando três Guerreiros são despachados, eles ganham +10 em armadura, subindo para +15 com seis Guerreiros e +25 quando se chega a nove deles no tabuleiro.

Perder em sequência pode ser mais vantajoso que alternar entre vitórias e derrotas, por causa do prêmio em ouro recebido. Mas essa estratégia deve ser usada com muito cuidado, já que o HP do jogador não pode ser recuperado.

Fique atento à sua formação

DotA Underlords é um jogo que requer muita estratégia, e uma formação sólida é a base para vencer qualquer partida. Dê atenção aos papéis de cada herói e organize-os de acordo: tanks nas casas da frente, suporte e causadores de dano à distância nas de trás e assim por diante. Porém, lembre-se de observar habilidades e casos específicos e levá-los em consideração.

Os Creeps

Os primeiros três rounds são de preparação. Neles você luta contra “creeps”, inimigos com inteligência artificial. Se vencer, pode escolher um entre três itens. Se perder, ganha um item aleatório. Os “creeps” só voltam a aparecer no round 10, e depois retornam a cada cinco níveis, ficando cada vez mais fortes.

Os Heróis

Cada herói tem sua raridade. Quanto mais raros, mais caros, mais fortes e com menos frequência aparecem na loja ao final de cada round. Entre os rounds, você pode comprar novos heróis para compor seu exército, vender os que não serão usados mais e gastar ouro para melhorar o seu nível de jogador.

A cada novo nível de “Underlord”, é possível colocar mais um herói em campo, indo de um até dez heróis no exército. Existe também um banco de reservas onde podem ser colocados heróis que ainda não podem ou não estão prontos para entrar em campo.

Também é possível melhorar o nível dos seus heróis. Quando o jogador comprar três heróis iguais, eles se fundem para se transformar em um herói de 1 estrela. Ou seja, três heróis iguais de nível 1 formam um herói de nível 2. Já para um herói de nível 3, que é o nível máximo, é preciso três heróis de nível 2.

Conheça as alianças

Agora que você sabe o básico do jogo, é hora de aprender a ganhar. Uma das dicas essenciais é conhecer as alianças, que mostram de que tipo é o herói e como ele vai agir em campo. Ao todo, são 23 delas no momento, e quanto mais delas você conhecer, mais chances terá de ganhar.

Você deve ter notado dois ícones embaixo de cada herói: isso é o indicador das alianças. Todos têm duas alianças. Quando colocados com outros heróis da mesma aliança, esses heróis ganham algum bônus ou concedem bônus para o seu time.

É possível ver como está a composição do seu time no menu do lado direito da tela, clicando no primeiro ícone. Nesse menu também é possível clicar nos ícones e ver quais heróis do seu time são de qual aliança, seja em campo ou no banco.

Certas alianças têm vantagens contra outras, por isso é importante conhecer um pouco mais sobre elas.

Assassinos

A principal característica dos assassinos é pular ou teletransportar para perto do inimigo mais afastado no tabuleiro, atacando por trás. Quanto mais assassinos em campo, maior a chance de dano crítico. Como ataque crítico não pode ser evitado, eles são fortes contra a aliança dos Elusivos.

A principal fraqueza deles é a necessidade de ter os nove heróis do mesmo tipo para funcionar bem, o que deixa o time previsível e sem muitas opções de variação.

Bruxos

Os Bruxos têm uma das melhores habilidades do jogo, que é o roubo de vida. Como é preciso apenas dois heróis desse tipo para ativar o primeiro buff, fica fácil colocá-los em conjunto com classes como Assassinos e Trolls, que utilizarão do roubo de vida para se manter no campo por mais tempo.

Cavaleiros

Os Cavaleiros têm uma capacidade defensiva até maior que os Guerreiros, mas como são obrigados a ficar juntos, são altamente vulneráveis a dano em área. Seu dano também é muito baixo, e seus heróis são caros. É uma aliança com muita chance de receber alguns buffs no futuro.

Caçadores

Os Caçadores foram a primeira aliança a sentir a mão pesada do nerf. Alguns dias após o lançamento eles já foram modificados para dar chances às outras classes. Ainda assim, eles são muito fortes, com heróis caros mas que são capazes de gerar muito dano. Têm boa sinergia com os escamados e os Elusivos.

Caçadores de Demônios

Praticamente só funcionam em conjunto com os Demônios, já que só têm dois heróis e apenas anular o buff de um demônio inimigo não é lá grande coisa. Com vários Demônios, você pode formar uma das composições mais poderosas do jogo.

Corpulentos

Os corpulentos têm muitos pontos de vida e são relativamente baratos. Eles funcionam muito bem no início do jogo e servem para segurar os magos mais chatos no meio do jogo, mas no final se tornam fracos e são ótimas opções de venda.

Demônios

Essa é a aliança mais complexa de encaixar no grupo, já que ela pode funcionar de maneiras diferentes. Em conjunto com um caçador de demônios, quanto mais tipos dessa Aliança você tiver, mais dano eles terão. Já sozinhos, ter mais de um desse tipo significa abrir mão do buff de 50% de dano para seu herói sem absolutamente nada em troca.

Dragões

Essa é a melhor aliança para compor com os Cavaleiros, já que existem apenas três Dragões no jogo. Como habilidades são o diferencial do jogo, começar com a mana cheia é uma vantagem e tanto, especialmente para o Cavaleiro Dragão. O problema é que eles também não são dos mais baratos, e até tudo funcionar pode ser tarde demais.

Druidas

O sucesso dos druidas vai depender de conseguir evoluí-los rapidamente. Conseguir os quatro druidas de forma rápida vai fazer com que os níveis deles aumentem e dominem boa parte do jogo. Só que os heróis dessa Aliança são fracos sozinhos e podem ser pouco efetivos se não forem colocados em batalha rápido.

Elusivos

Os elusivos são excelentes por sua capacidade de evasão. Além de evitar a maioria dos ataques corpo-a-corpo, eles também vão deixar o inimigo sem mana, já que ataques errados não geram mana para o adversário.

Escamados

A principal aliança contra magos, que no momento é a composição mais utilizada e também mais forte do jogo. O problema é que não existe herói barato aqui, e juntar todos os quatro pode ser frustrante e demandar muito ouro.

Guerreiros

A Aliança com melhores condições defensivas. Os Guerreiros apostam no buff de armadura para segurar a linha de frente. Eles têm ótima sinergia com outras alianças, como os Trolls e os Escamados. Seu principal problema é a limitação de combate corpo-a-corpo, o que dificulta lutar contra times que possuem magos.

Humanos

Os humanos têm a capacidade de silenciar os adversários, o que é muito eficiente em quase todas as ocasiões. Heróis com ataques rápidos, como o Lican ou o Sanguinário, podem se aproveitar muito desse buff.

Inventores

Excelentes para dominar a primeira parte do jogo. Os Inventores têm heróis baratos e que aparecem com frequência, o que facilita as melhorias de nível. O problema é conseguir o quarto herói, já que um deles terá que ser o Techies ou o Girocóptero.

Magos

Uma das composições mais fortes do momento, graças ao Guardião da Luz. Os magos vão aparecer com tudo mesmo na parte final do jogo, quando heróis mais fortes como o Lich entrarem em campo. Protegê-los é necessário para vencer, então posicionamento é tudo nesse caso.

Mirrados

Os Mirrados têm um dos buffs mais poderosos do jogo, mas só conseguem ativá-lo com os seis em campo. O problema principal é encontrar o Techies, que é um herói ultra raro que custa cinco de ouro. A sinergia clara aqui é com os Inventores, mas funcionam com outros também, como os magos.

Mortíferos

São apenas dois Mortíferos no jogo até o momento, sendo um deles um herói ultra raro, o Girocóptero. Se seu time conseguir os dois, pode ser uma ótima juntá-los com caçadores e algumas composições de dano mágico, que vão abusar dos foguetes do Giro.

Pacto de Sangue

O buff do Pacto de Sangue até parece interessante, mas com apenas dois heróis nessa aliança até o momento, e ambos bem fraquinhos e baratos, não é uma boa focar sua estratégia neles.

Primordiais

Os primordiais dominam com tranquilidade o início do jogo, especialmente porque os heróis que atacam em distância ainda causam pouco dano. No longo prazo eles acabam se tornando uma força secundária, já que heróis como a Medusa ou o Girocóptero vão comê-los vivos.

Selvagens

Os Selvagens podem ser colocados com quase todas as alianças, excluindo apenas as que apostam no dano mágico. Especialmente com as defensivas, que têm pouco ataque, eles podem ajudar a equilibrar o time, tanto por garantir mais ataque quanto por ter algumas opções de heróis que atacam à distância.

Sem Coração

Armadura é tão importante aqui em “Underlords” quanto é no “DOTA” original. Um debuff de cinco de armadura ao custo de dois heróis é uma diferença brutal, que vai facilitar os rounds para o seu exército. O problema é que são poucos heróis desse tipo, e vários deles são bem caros.

Trolls

Os Trolls vão elevar o dano por segundo do seu time com muita velocidade de ataque. São ótimos para times que vão focar no combate corpo a corpo. O problema é que com o grande uso dos elusivos, eles podem acabar se tornando inúteis em alguns rounds.

Xamãs

Transformar um inimigo em sapo por seis segundos é uma senhora vantagem, mas como o efeito é aleatório, às vezes pode não compensar. São poucos os heróis Xamãs, então o complemento deve vir naturalmente.

Fazendo Ouro com juros

Outra habilidade importante é saber fazer ouro. No momento são poucos os jogadores que sabem como administrar o seu patrimônio porque “Dota Underlords” simplesmente não explica o conceito de juros. Funciona assim: se no início de um round você tiver dez moedas no seu banco, você receberá uma moeda a mais no próximo turno. Esse valor aumenta a cada dez moedas a mais no banco, ou seja, com vinte moedas você ganharia duas moedas no próximo turno. Esse valor acumula até 50 moedas no banco, fazendo você ganhar um máximo de cinco moedas a mais por turno.

Ao entender essa mecânica, o jogador vai poder fazer mais que o dobro de ouro que normalmente faria durante a partida e conseguir um exército melhor e mais caro. Isso também significa que às vezes poderá ser difícil ganhar nos turnos iniciais, mas que isso não quer dizer que você já perdeu o jogo.

Some essas moedas com a sequência de vitórias ou derrotas, que também garantem um bônus de ouro, e você terá um cofre gordo para quebrar nos turnos mais avançados. O segredo é saber dosar quando aumentar o nível de Underlord e quando comprar heróis, sempre seguindo uma estratégia interessante de itens e alianças.

Dicas

Seu HP não é a prioridade, ouro é

Talvez isso seja o que mais causa confusão entre os novos jogadores. Pode parecer estranho, mas você deve se preocupar menos com seu HP e mais com ouro. Apesar de Dota Underlords envolver sorte para se obter Alianças ou para upar seus heróis, você pode fazer sua própria sorte através de uma coisa: ouro. Quando você tem bastante ouro para gastar, suas chances de obter as unidades desejadas aumentam muito já que você pode dar “reroll” livremente. Em determinado momento da partida, o jogo gira em torno disso.

No entanto, juntar muito ouro em Dota Underlords significa, muitas vezes, ficar para trás no HP. Isso acontece porque, enquanto você está arrecadando dinheiro, seus oponentes estão gastando tudo com rerolls e levelups e, consequentemente, ficando mais fortes logo no início do jogo.

Acontece que Dota Underlords é um jogo voltado quase exclusivamente para o late game, ou seja, mais ou menos do round 20 em diante. O jogador que tiver arrecadado muitos juros e tiver uma boa quantidade de ouro, sem dúvida poderá controlar a partida. Enquanto isso, os jogadores que gastaram tudo para ficar forte rápido poderão se estagnar na partida e não ter nenhuma capacidade de adaptação, aí sim começarão a perder seu HP aos montes.

Dito isso, existem algumas regras básicas que você deve seguir para administrar bem seu dinheiro:

Não comprometa sua faixa de juros. Isso significa que, se o seu gasto no round significar receber 1 de juros a menos, só o faça se for realmente importante.

Saiba que os juros são calculados no início do round. Assim, se houver algum herói que você deseja no draft, mas não para aquele round específico, aguarde o round iniciar pra obtê-lo. Isso fará com que o jogo registre sua quantidade de ouro inicial, calcule os juros e, mesmo que você gaste no decorrer do round, ainda receberá os juros referentes ao montante anterior. Essa é uma das mecânicas mais importantes do jogo.

Não gaste com rerolls antes do round 20, mais ou menos. Claro que se você estiver muito próximo de conseguir uma boa sinergia ou de upar uma unidade, pode abrir uma exceção.

Se necessário, venda unidades para garantir uma nova faixa de juros. Por exemplo, se você estiver com 28 de ouro e tiver um Pudge guardado e que não pretende usar, venda-o imediatamente para atingir a faixa de 30 e receber 3 de juros.

Os efeitos de Alianças (sinergias) só contam com heróis diferentes

Essa dica é bem simples. Heróis iguais não entram na contagem de Alianças! Assim, as sinergias só são ativadas quando você tem o número certo de heróis diferentes no tabuleiro.

Isso faz com algumas situações interessantes ocorram. Por exemplo: imagine que você tenha 5 Guerreiros no tabuleiro: Kunkka, Lican, Pudge, Slardar e Marfim, todos nível 2. Agora só falta 1 Guerreiro para completar uma nova sinergia e você consegue no draft um Lican nível 2 e um Pedrinha nível 1. Por mais que o Lican nível 2 seja muito mais forte que o Pedrinha nível 1, o herói certo a se colocar no tabuleiro é o Pedrinha, pois ele completará a sinergia e garantirá o bônus a todos os outros.4. Posicione seus heróis como em um RPG, mas há exceções

Dota Underlords segue a “lei” conhecida por qualquer jogador de RPG: tanks na frente, DPS atrás. O objetivo é que seus heróis que causem mais dano permaneçam mais tempo no tabuleiro enquanto atacam de forma segura.

No entanto, essa regra tem exceções. A primeira delas é quando você precisa tirar um tank da linha de frente e colocá-lo atrás para proteger uma unidade importante de Assassinos inimigos. Para quem não sabe, Assassinos sempre pulam por trás das linhas inimigas, e unidades importantes que estejam desprotegidas serão destruídas rapidamente. Nesse momento, é interessante que tenha um tank bem posicionado para interceptar o ataque.

A segunda exceção é quando você precisa mover um DPS para a linha de frente. Isso acontece quando o objetivo principal do herói é apenas ultar (usar sua habilidade quando a mana está cheia), mesmo que morra logo em seguida. Um bom exemplo é a Medusa. Seu ult é extremamente forte e pode mudar o rumo dos rounds, por isso, muitas vezes, é melhor movê-la para a linha de frente (apesar dela ser bem frágil) para que ela receba muitos golpes e ulte logo.

Equipe os itens de forma otimizada

Dota Underlords possui mais de 30 itens equipáveis (os que não são itens passivos). Seus efeitos são os mais variados e sempre há uma forma mais eficiente de utilizá-los, portanto, não equipe seus heróis de forma aleatória.

Vamos a um exemplo: o item Máscara da Loucura garante +40 de velocidade de ataque e +10% de roubo de vida. Contudo, ele também silencia o herói portador, ou seja, o impede de usar habilidades. Isso é, sem dúvida, uma grande desvantagem para o item. No entanto, o efeito de silêncio não abrange habilidades passivas, então heróis que só tenham esse tipo skill simplesmente não são afetados, como Antimago, Patrulheira Drow, Comandante Troll, etc. Esse tipo de herói é perfeito para portar a Máscara da Loucura, considerando que eles só aproveitam o lado bom do item.

Outro exemplo: a habilidade passiva “Disparo Dividido” da Medusa faz com que ela atinja dois oponentes em vez de um. Se você estiver na dúvida sobre em que herói equipar o item Esmagador de Crânios, considere equipar na Medusa. Dessa forma você terá 25% de chance de causar atordoamento em três oponentes, e não apenas em um.

Existem inúmeras situações diferentes de heróis e itens. Os exemplos acima são apenas para ilustrar o potencial a ser explorado pelas diferentes combinações. Passe um tempo lendo as características de cada herói e descubra as melhores builds!

Não deixe de ter crowd control no seu tabuleiro

Independente da build escolhida, não deixe de ter pelo menos um herói com efeito de crowd control (CC). Os CC são os efeitos que “desativam” oponentes por alguns segundos e são preciosos em qualquer batalha.

Lembre-se que, não importa o quanto o DPS de um oponente é forte. Se ele não conseguir se mover, não adiantará de nada. Por isso, inclua alguns heróis com esse efeito e tente posicioná-los de forma que eles encham suas manas em momentos diferentes. Essa coordenação é bem difícil de obter, mas é possível.

Para facilitar sua vida, segue a lista de heróis cujo ult tem efeito de crowd control (não incluído os que causam debuffs):

Cavaleiro do Caos, Caçador da Maré, Curandeiro, Kunkka, Mirana, Pedrinha, Rei da Areia, Medusa (CC sem dano), Xamã das Sombras (CC sem dano) e Slark.

O reservatório de heróis é compartilhado por todos os jogadores

Essa é uma das informações mais importantes do jogo e você precisará de muita atenção para colocar essa dica em prática, mas quanto mais cedo começar a praticar, melhor.

Os heróis que aparecem para escolha no início de cada round saem de um reservatório que é compartilhado por todos os jogadores. Imagine um único deck de cartas que é embaralhado todo round e redistribuído para os jogadores escolherem. É exatamente isso que acontece. Sempre que um jogador é eliminado da partida todos os seus heróis retornam ao reservatório compartilhado.

A quantidade exata de cada herói no reservatório é:

Heróis de primeira categoria: 45 de cada

Heróis de segunda categoria: 30 de cada

Heróis de terceira categoria: 25 de cada

Heróis de quarta categoria: 15 de cada

Heróis de quinta categoria: 10 de cada

Os efeitos dessa mecânica são enormes. Isso porque, se você notar que já existem, por exemplo, muitos Alquimistas nos tabuleiros dos oponentes, é melhor você não criar esperanças de conseguir upar o seu próprio Alquimista, já que as chances de aparecer esse herói para você serão bem menores.

Assim, ficar atento ao leaderboard (tecla TAB) é crucial não só para você fazer investimentos mais seguros na sua build, mas também para atrapalhar as builds rivais. Se você notar que seu oponente está precisando de um herói X, e ele aparecer para você, uma boa estratégia pode ser comprá-lo e mantê-lo guardado por um tempo.

De qualquer forma, no late game, sempre tenha em mente os números acima e faça as contas de quantos heróis que você precisa ainda existem no reservatório.

Late game > Early Game

Essa última dica é para reforçar o que já foi dito no início do artigo. Dota Underlords é tão voltado para os estágios finais da partida (late game), que quase não importa o que acontece nos primeiros rounds.

A ideia é estranha para jogadores novos, mas realmente não importa quantos rounds você perdeu no início se isso significar que você tenha ouro no mid e late game. O importante é sempre ter recursos para procurar as peças desejadas e também para se adaptar às builds oponentes.

Um jogador que tenha ficado forte muito rápido, mas que depois não tenha dinheiro para obter as unidades nível 3 ou para counterar builds oponentes, certamente estagnará no fim da partida. Enquanto isso, quem tiver dinheiro poderá fazer os ajustes necessários (e Dota Underlords gira em torno de pequenos ajustes) para controlar os rounds finais e começar a virada.

Siga nossa conta no Instagram! O vídeo acima é um pequeno trecho gravado pelo C1C4.

Referências:

Uol, TechTudo, Ligados Games.

Deixe seu comentário: