Chrono Trigger

Desenvolvido e publicado pela Square Co., Chrono Trigger é um jogo de RPG eletrônico lançado para SNES em 1995. O jogo foi revolucionário para a época e assim, é considerado até hoje um dos melhores jogos já feitos no mundo dos games.

Personagens e enredo

Os sete personagens controláveis de Chrono Trigger vêm de diversas eras. Chrono Trigger começa em 1000 AD com Crono, Marle e Lucca.

  • Crono – O protagonista, silencioso e destemido. Nas batalhas, usa uma Katana.
  • Marle – (princesa Nadia) – Vive no castelo de Guardia. Possui uma vida confortável, contudo prefere esconder sua identidade real.
  • Lucca – Amiga de Crono. Ela é um gênio da mecânica

Na era de 2300 AD se encontra Robo, um robô com personalidade quase humana, criado para ajudar a sociedade. A confiante Ayla vive em 65.000.000 BC. Dotada de incomparável força física, Ayla é a líder de sua tribo e os guia em uma guerra contra uma espécie de répteis humanoides.

O dois personagens restante são:

  • Frog – Foi um escudeiro chamado Glenn, até ser transformado em um Sapo antropomórfico por Magus, além de ter seu amigo Cyrus morto por ele.
  • Magus – Um poderoso e misterioso feiticeiro com sede de vingança.

Um pouco mais da história

Frog dedica sua vida à proteção da rainha Leene, mas também deseja vingar Cyrus. Enquanto isso, Guardia em 600 AD se encontra em guerra com uma raça de demônios e animais inteligentes sob a liderança de Magus, um poderoso feiticeiro. O passado de Magus é coberto por mistérios: ele outrora era conhecido como Janus, o jovem príncipe do reino de Zeal, destruído por Lavos em 12000 BC. Tal acontecimento o mandou para outra era, onde ele arquiteta um plano de vingança contra Lavos e por fim, tenta descobrir o destino de sua irmã, Schala. Lavos, que desperta e devasta o mundo em 1999 AD, é um parasita extraterrestre que se alimenta do DNA do planeta.

Jogabilidade

A jogabilidade de Chrono Trigger é a padrão de RPG, contudo, com algumas inovações. O jogador controla Crono e seus companheiros por um mundo com diversas florestas, cidades e cavernas. A visão do mundo, é vista pelo jogador é numa perspectiva aérea. Áreas como florestas, cidades e palácios são retratadas em mapas mais realistas, em que os jogadores podem conversar com habitantes para procurar itens ou serviços, resolver desafios ou enfrentar inimigos. O que difere Chrono Trigger dos jogos tradicionais do estilo, é o fato de ter inimigos visíveis no mapa, sendo assim, evitando encontros aleatórios. Batalhas também acontecem diretamente no mapa, ao invés de abrir um tela especial para batalha.

Mecanismo de batalha

Durante a batalha, jogadores e inimigos podem desferir golpes físicos ou mágicos no adversário. Itens de cura e/ou proteção, podem ser utilizados pelo jogador. Cada personagem, bem como inimigos possuem um número de pontos de vida, que abaixam quando sofrem ataques, contudo, magias específicas e itens, podem fazer com que aumentem novamente. Quando um personagem que é controlado pelo jogador, perde seus pontos de vida, ele desmaia, então o jogador controlará outro. Se todos forem derrotados o jogo acaba e você voltará desde onde salvou o game, salvo exceção de batalhas específicas que permitem ou forçam a derrota do jogador. Entre as batalhas, o jogador pode equipar seus personagens com armas, armadura, elmo e acessórios com efeitos diversos, e vários itens podem ser usados dentro e fora das batalhas. Itens e equipamentos podem ser comprados em lojas ou encontrados em baús de tesouro.

Sequências

Ao contrário do que muitos pensam, Chrono Trigger não é o único jogo da série. Ele possui duas sequências lançadas pela Square, contudo, não tiveram o mesmo sucesso.

Chrono Cross

O jogo contava com outros protagonistas, mas mantinha o elemento de viagem no espaço-tempo, a característica mais marcante de Chrono Trigger. Foi lançado em 1999 para PlayStation 1.

Radical Dreamers

Foi lançado em 1996, apenas um ano depois do lançamento original de CT. Lançado via internet e apenas no Japão, o game era uma aventura em texto que contava mais da história de personagens secundários e outros que viriam a aparecer em Chrono Cross, anos mais tarde.

Múltiplos finais

Um dos primeiros jogos do SNES a ter múltiplos finais. Aos todo são 13, que variam de acordo com o que foi feito ao longo do jogo. Chrono Trigger apresentava finais dramáticos, felizes e até inusitados, um dos finais diferenciados é o que mostrava os produtores do game.

Curiosidades

  • Os três sábios na história do jogo; Melchior, Gaspar e Belthasar é uma referência aos nomes dos três reis magos que visitaram o recém-nascido Jesus Cristo.
  • Outra referência está nos generais do personagem Magus. Eles foram inspirados nos integrantes das bandas; Black Sabbath, Red Hot Chilli Peppers e Guns N’ Roses, sendo, Ozzy, Flea e Slash, respectivamente.

The Dream Team

O jogo foi desenvolvido por uma equipe que foi apelidada de Equipe dos Sonhos (The Dream Team): Hironobu Sakaguchi (produtor da série Final Fantasy), Yuji Horii (diretor da série de jogos Dragon Quest), Akira Toriyama (criador de mangás famosos, como Dragon Ball e Dr. Slump), o produtor Kazuhiko Aoki e Nobuo Uematsu (músico de Final Fantasy).

Recepção

No geral, os críticos elogiaram Chrono Trigger por sua história, gráficos, trilha sonora inigualável, jogabilidade simples, porém inovadora, e o valor de replay elevado proporcionada por vários finais. O jogo foi um dos mais vendidos no Japão, vendendo mais de 2,36 milhões de cópias no Japão e 290.000 no exterior. O jogo terminou 1995 como o terceiro jogo mais vendido do ano. Chrono Trigger é querido pelos apaixonados por games e é frequentemente listado entre os maiores jogos de videogame de todos os tempos.

O que você acha desse clássico atemporal? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Tech Tudo.

Street Fighter II: The World Warrior

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Street Fighter II: The World Warrior é um jogo de luta, originalmente lançado para Arcade em 1991. Posteriormente, em 1992, o jogo foi lançado também para o SNES. O título é o segundo da série e a sequência direta do Street Fighter lançado em 1987.

Enredo

O líder da organização terrorista Shadaloo, conhecido como M. Bison, organiza um torneio de artes marciais e assim, reunir os melhores lutadores do mundo. O que ninguém sabia, é que esse torneio era apenas um fachada. Na verdade, seu plano era capturar os melhores lutadores, para fazer uma lavagem cerebral nos mesmos, para que eles fizessem parte da sua organização do mal e continuar com seu plano de poder.

Jogabilidade

Street Fighter II: The World Warrior, pode ser jogado por um ou dois players. Quando for somente um jogador, você joga o modo história do jogo, ou seja, lutará contra os oponentes controlados pela máquina, seu objetivo é zerar o jogo. No caso do multi-jogador, dois players poderão escolher aleatoriamente um lutador, bem como o cenário da luta.

A luta

O jogador enfrenta o oponente em lutas um contra um em uma série melhor de três. O objetivo do jogador é zerar a vida do oponente aplicando-lhe golpes e especiais, antes do tempo terminar. Se um lutador zerar a energia do oponente sem receber nenhum dano, como resultado ele ganha a luta do modo “Perfect”. Se a energia dos dois zerar ao mesmo tempo, acontece o “Double K.O”.

Ataques e Especiais

O jogo possui configuração de um joystick com 8 direções e 6 botões de ataque. O joystick serve para pular, agachar, se aproximar ou se afastar do adversário. No caso dos botões três são destinados para soco (leve, médio e forte) e da mesma forma, três para chutes. O jogador pode fazer uma série de movimentos básicos em qualquer posição, incluindo ataques de agarrar/atirar, além disso, o jogador também pode criar movimentos/ataques especiais fazendo uma combinação com a direção do joystick juntamente com os botões de ataque, cada personagem tem ataques e especiais exclusivos, com exceção de Ryu e Ken que possuem ataques e especiais idênticos.

Mini-jogos

Arcade GIF

No modo história, após três combates, o jogador participa de “Mini-jogo” para adicionar mais pontos. Os mini-jogos incluem, a destruição de um automóvel, um jogo de partir barris, onde estes são largados na direção do jogador a partir de uma plataforma rolante e por fim, a destruição de contentores inflamáveis, apinhados uns em cima dos outros. Os jogos bônus foram retirados da versão Arcade de Super Street Fighter II Turbo (apesar de estarem incluídos na versão para Game Boy Advance

Personagens

No Street Fighter II original, o jogador tem a opção de escolher oito personagens; a lista inclui Ryu e Ken (os protagonistas do jogo original), mais seis novos personagens de várias nacionalidades. O jogador luta contra sete dos personagens principais, e por fim, enfrentará os quatro adversários finais controlados pela máquina, conhecidos como os “Quatro Grandes Mestres”.

Lutadores jogáveis

  • Ryu, um karateka japonês, à procura de se tornar o “verdadeiro guerreiro”. Ryu já tinha ganho o primeiro torneio mundial, ao derrotar Sagat.
  • Ken, companheiro de treino e rival de Ryu, dos Estados Unidos. Ken entra no torneio encorajado por Ryu.
  • Chun-Li, uma lutadora de artes marciais chinesa (Kung Fu), que trabalha como oficial da Interpol, à procura de vingar a morte do seu pai.
  • Guile, um ex-militar das Força Aérea dos Estados Unidos, que quer derrotar o homem que matou o seu melhor amigo. Luta usando uma combinação de diferentes artes marciais, com destaque para movimentos de wrestling.
  • Blanka, um homem-besta do Brasil, criado na selva. Luta com um estilo de luta auto-didata baseado em movimentos ferais e tem o poder de criar descargas elétricas. Em jogos posteriores alguns movimentos da capoeira (como as rasteiras e chutes acrobáticos) e golpes de contato\agarrão de estilos indígenas (Huka-Huka; Luta Marajoara; Idjassú) seriam incorporados ao seu arsenal.
  • Dhalsim, um mestre de ioga, da Índia. Pacifista, apenas entrou no torneio para ganhar dinheiro para a sua aldeia pobre.
  • Zangief, um lutador de sambo da União Soviética. Entrou no torneio apenas para representar o seu pais.
  • E. Honda, um lutador de sumo do Japão. Participa no torneio para provar que o sumo é o melhor estilo de luta do mundo.

Chefões controlados pela máquina

  • Balrog (M. Bison na versão japonesa), um pugilista Afro-americano, desenhado com uma aparência similar a Mike Tyson.
  • Vega (Balrog na versão japonesa), um espanhol lutador de jaula, que usa um estilo único de ninjutsu.
  • Sagat, um mestre de Muay Thai e o chefe final do Street Fighter original, que ficou com uma enorme cicatriz no peito feita por Ryu na final do torneio anterior. Busca se vingar de Ryu.
  • M. Bison (Vega na versão japonesa), o oponente final do jogo e o líder da organização criminosa Shadaloo. M. Bison usa um poder misterioso conhecido como “Psycho Power”.

Curiosidades

  • Street Fighter 2 vendeu mais de 60 mil cabines de fliperama em todo mundo e como resultado, gerou uma receita que hoje iria equivaler a $1,19 bilhões de dólares.
  • O game chegou aos consoles caseiros com diferentes nomes e versões com mais personagens, sendo assim, considerando todas as versões o jogo foi lançado para: Super Nintendo, Mega Drive, PS3 e Xbox 360.
  • O jogo mudou a forma de como os campeonatos de videogame eram disputados, antes as competições eram feitas por pontos mas a partir de Street Fighter 2, os jogadores começaram a se enfrentar em torneios de um contra um.

Recepção e legado

Street Fighter II: The World Warrior é reconhecido como um dos maiores jogos eletrônicos de todos os tempos, e em particular o mais importante e influente jogo de luta já criado. Seu lançamento é visto como um momento revolucionário no seu gênero, e são creditados a ele a popularização do gênero de jogos de luta durante os anos 90, e também a inspiração de outros produtores para criarem suas próprias séries de jogos de luta. O jogo também iniciou um renascimento para a indústria de videojogos de Arcade, e teve impacto nos jogos de videogame competitivos e na cultura popular geral, como no cinema e na música.

O que você acha desse clássico das lutas? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Galáxia Nerd.

Super Metroid

Super Metroid é um jogo de ação/aventura lançado para SNES em 1994. Foi desenvolvido pela Nintendo R&D1 e a Intelligent Systems. O título é o terceiro da série Metroid, e chegou revolucionando por ser o primeiro jogo 24 megabits no cartucho do Super Nintendo.

Enredo

A história se passa no planeta fictício Zebes. Samus Aran, uma caçadora de recompensas que foi contratada pela Federação Galática, para procurar no planeta um Metroid que foi roubado por Ridley, o líder dos Space Pirates. Seu objetivo é trazer o Metroid de volta e por fim, exterminar Ridley e todos os piratas espaciais.

Jogabilidade

Super Metroid é um jogo de plataforma 2D side-scrolling de ação-aventura que ocorre no planeta fictício Zebes, em um grande mundo aberto com áreas ligadas por portas e elevadores. No decorrer de cada fase, situações difíceis, inimigos, o chefão final e ainda mais a trilha sonora brilhante, tornam o jogo emocionante. A interface do jogo mostra a saúde de Samus, o modo de fornecimento de tanques de energia reserva, ícones que representam as armas, e por fim, um mapa que mostra sua localização e seus arredores. O jogo possui um tela de inventário, onde o jogador usa para ativar e desativar armas e habilidades, fazer combinação de armas, bem como repor saúde de Samus usando os tanques de saúde.

A protagonista e sua habilidades

Samus pode correr, saltar, agachar e disparar uma arma em oito direções; ela também pode realizar outras ações, como saltar em wall-jumping de uma parede à outra em rápida sucessão para chegar a áreas mais elevadas. A capacidade “Moon Walk” em homenagem ao movimento da dança popular de mesmo nome, permite que Samus ande para trás, enquanto dispara ou carrega sua arma.

Power-ups

Assim como grande parte dos jogos desse formato, no decorrer das fases, o jogador coleta power-ups que aumentam o poder de armaduras e armas de Samus, bem como, conceder-lhe habilidades especiais, permitindo que Samus possa acessar áreas que anteriormente eram inacessíveis.

Itens e suas descrições

  • Bombs: As bombas são armas utilizadas no modo Morph Ball, para destruir coisas no chão, assim como, em passagens estreitas. Elas também destroem inimigos.
  • Charge Beam: O Charge Beam permite que você carregue o seu tiro de canhão, deixando-o mais poderoso e assim, destruindo os inimigos com mais facilidade.
  • Energy Tank: Um Energy Tank adiciona 99 pontos à sua energia. Após a energia de um tanque acabar, outro tanque será usado. Existem 14 tanques ao todo.
  • Grappling Beam: Este item serve para Samus se dependurar em blocos especiais e atravessar salas com espinhos, bem como alcançar lugares inacessíveis normalmente.
  • Gravity Suit: A Grativy Suit permite que você desafie a gravidade e ande pela água sem ficar mais devagar, alem de deixar a defesa 50% melhor que a original e evitar danos ao entrar em contato com a lava.
  • Hi-Jump Boots: As Hi-Jump Boots permite que você pule muito mais alto, podendo então alcançar lugares inatingíveis anteriormente, quando o salto era menor.
  • Ice Beam: O Ice Beam adiciona um poder congelante aos seus tiros de canhão, congelando qualquer inimigo atingido por um desses.
  • Mísseis: Os Mísseis são de excelente utilidade para destruir os inimigos mais resistentes ao tiro de seu canhão, sendo assim, também é muito útil para abrir passagens nas paredes. Existem 46 cargas de Mísseis ao todo (cada carga contém 5 Mísseis, portanto 46 x 5 = 230).
  • Morphing Ball: A Morphing Ball é um dos item mais tradicionais da série Metroid. Ela faz com que Samus Aran se transforme numa pequena bola, permitindo que ela penetre nas passagens mais estreitas.
  • Plasma Beam: O Plasma Beam permite que o seu tiro de canhão atinja os inimigos e atravesse-o, até atingir os outros, parando apenas quando encontrar uma parede.
  • Power Bombs: As Power Bombs são bombas muito especiais com um alto poder de destruição. É muito útil para quando você quiser destruir muitos inimigos de uma vez só ou descobrir grandes passagens com apenas um disparo. Existem 10 cargas de Power Bombs ao todo (cada carga contém 5 Power Bombs, portanto 10 x 5 = 50).
  • Reserve Tank: Os Reserve Tanks são tanques reservas de energia, que são acionados quando todos os seus Energy Tanks acabam. Você pode escolher se eles são acionados automática ou manualmente. Existem 4 Reserve Tanks ao todo.
  • Screw Attack: O Screw Attack garante a você um escudo protetor que é capaz de destruir qualquer coisa, seja ele um inimigo ou uma parede ou plataforma mais fraca. Ele garante também imunidade a ataques dos inimigos enquanto você pula.
  • Space Jump Boots: O Space Jump Boots faz com que você pule no ar indefinidamente. Para tanto, pule uma vez e, quando começar a cair, pule novamente. Se fizer corretamente, poderá ficar assim o tempo que quiser.
  • Spazer Beam: O Spazer Beam faz com que o seu tiro de canhão fique mais largo, ou seja, permitindo atingir os inimigos e objetos com mais facilidade.
  • Speed Booster: O Speed Booster permite que você corra a uma velocidade surpreendente, assim, você é capaz de destruir os inimigos no seu caminho e algumas paredes, com o Super Jump.
  • Spring Ball: A Spring Ball pode se provar um item muito útil ao jogador. Ela permite que você pule enquanto está na transformado em Morph Ball, podendo então pular durante aqueles túneis estreitos.
  • Super Mísseis: Os Super Mísseis são uma versão muito mais poderosa dos tradicionais Mísseis. Um Super Míssil é equivalente a três Mísseis quando se fala em poder. Existem 10 cargas de Super Mísseis ao todo (cada carga contém 5 Super Mísseis, portanto 10 x 5 = 50).
  • Varia Suit: A Varia Suit protege Samus Aran de temperaturas extremas (tanto quente quanto frio). Além disso, garante uma defesa 25% melhor.
  • Wave Beam: O Wave Beam permite que os seus tiros de canhão atravessem as paredes, tornando mais fácil atingir inimigos que, anteriormente, estavam fora de alcance e atingir objetos com mais facilidade.
  • X-Ray Scope: O X-Ray Scope é capaz de ver através das paredes e revelar paredes falsas e revelar o que é preciso para destruí-las. Altamente necessário para se conseguir 100% dos itens.

Save

O sistema de salvar, presente no Metroid II, voltou em Super Metroid. O modo permite ao jogador, voltar em quaisquer parte do jogo em diversos pontos espalhados pelo planeta. É possível também, salvar o jogo entrando na nave espacial de Samus, ela também recarrega sua saúde e munição.

Recepção

Super Metroid foi bem recebido pela crítica, pontos positivos para seu uso de atmosfera, jogabilidade, áudio, elementos cinematográficos e gráficos. No seu ano de lançamento, a Electronic Gaming Monthly o concedeu como o melhor jogo de ação. O jogo é frequentemente citado em listas de melhores jogos de todos os tempos e com certeza é um jogo que merece todo o respeito e admiração no mundo dos games.

O que você acha desse clássico do SNES? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, GameFaqs, Giga Mundo Jogos.

Mega Man X

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Mega Man X é um jogo de ação do gênero plataforma, feito para SNES. Seu lançamento foi em 1993 no Japão, posteriormente, em 1994, chegou na Europa e América do Norte.

Enredo

Mega Man X se passa no século 22 em indeterminado ano, cerca de 100 anos após a série Mega Man original. X juntamente com seu amigo Zero, precisam acabar com os planos de Sigma, um líder Maverick poderoso que deseja trazer a extinção humana.

O protagonista

X (como é chamado por alguns) foi o primeiro dos reploids, que são robôs com capacidade de pensar e agir como bem entenderem. X foi criado por Dr. Light algum tempo antes de sua morte. Já que foi o primeiro Reploid, se sente culpado pelo problema com os mavericks, essa é sua razão de lutar. É preciso saber que, Mega Man X e o outro Mega Man, não são a mesma “pessoa”.

Outros personagens

  • Zero: todos pensam que Zero é um reploid, mas ele foi criado por Dr.Wily. Quem inventou os reploids foi Dr.Light. Seu passado é um pouco desconhecido, mas a história se esclarece mais na série Z.
  • Dr. Cain: é um cientista e arqueólogo que encontrou X enterrado numa capsula. É ele quem reativa X. Sua função no jogo é apenas guiar X e Zero ao caminho certo na luta contra o mal.
  • Sigma: é um reploid criado por Dr.Cain para liderar os Mavericks hunters. Porém, na sua luta contra Zero, ele quebrou o cristal de Zero (que continha um vírus criado por Dr.Wily para tornar Zero maligno, mas esse vírus acabou sendo transferido para Sigma, o tornando do mal).

Jogabilidade

Com exceção dos personagens, o jogo é bem similar aos outros da série, com pequenas diferenças, contudo, o estilo do jogo é o mesmo. O personagem deve escalar paredes, deslizar para baixo e melhorar armadura com as cápsulas encontradas nas fases.

Fases

O jogo possui 9 fases, sendo que, uma é introdutória. Vale a pena saber que, com exceção a fase de introdução, as outras fases são escolhidas pelo jogador e não seguem uma ordem certa, em outras palavras, você poderá escolher qual fase deseja passar conforme você ache mais fácil. Em cada fase você encontrará inimigos, bem como, situações difíceis de sair. Ao fim de cada fase, você deverá enfrentar um chefão, derrotando-o, você ganhará um novo poder.

Armadura

As armaduras são os principais upgrade do game, são extensões do próprio X. Cada parte se encaixa em uma área do corpo. Essas partes foram projetadas por Dr. Light muitos anos atrás e você as encontra nos estágios a medida que os passam, contudo, elas ficam escondidas, é preciso encontra-las. Existem 4 dessas partes: Cabeça, Corpo, Braços e Pernas.

Itens

No decorrer da fase, você encontrará itens, uns aparecem com mais frequência outros não. Algumas vezes você encontrá sem precisar derrotar ninguém, contudo, na maioria das vezes, você precisará derrotar algum alvo.

Os itens disponíveis no jogo são:

  • Life Energy: Restaura sua vida, quanto maior mais vida. Caso esteja totalmente curado a energia irá para algum Sub-Tank não cheio, caso não tenha nenhum o item não fará nada.
  • Weapon Energy: Responsável por recarregar os tiros especiais, mesmo que o jogador não tenha nenhum, esse item pode ser pego, contudo, não fará nada, se o jogador estiver com os tiros especiais cheios, ele também não fará nada.
  • 1-Up: Uma vida a mais.
  • Heat Tank: São extensões de sua vida, possui um em cada fase. Isso aumenta sua vida em duas barras. Esse item, na maioria das vezes, fica bem escondido.
  • Sub Tank: São cargas reservas de energia, ao todo existem 4 no jogo, você recarrega estando com a vida cheia e pegando qualquer item que regenera vida, o cura será repassada para o primeiro tanque não cheio e em lutas de chefes por exemplo você pode recorrer a cura armazenada nesses tanques para se recuperar. Eles também estão escondidos e ao contrário dos Heart Tanks você não tem como saber se a fase possui um destes ou não.

Recepção e conversões

Mega Man X foi recebido com críticas positivas para a sua jogabilidade, som e gráficos, se tornando um sucesso comercial no console SNES. O jogo recebeu conversão para MS-DOS em 1995, e um remake para PSP em 2005, intitulado Mega Man Maverick Hunter X. Também fora relançado na compilação Mega Man X Collection (2006), para PlayStation 2 e Nintendo GameCube, além de ter sido disponibilizado para download do Wii Virtual Console em 2011. Há ainda versões para telefones celulares e para os sistemas operacionais Android e iOS.

Deixe aí nos comentários, o que você acha desse game fantástico.

Referências:

Wikipedia, Eternal Players.

Disney’s Aladdin

Desenvolvido e publicado pela Capcom, Disney’s Aladdin é um jogo 2D, do gênero plataforma e rolagem lateral. Foi lançado para SNES em 1993. No mesmo ano, um jogo de mesmo título foi lançado para Mega Drive, tendo a Virgin Games como desenvolvedora, contudo, vamos falar somente do game feito para o Super Nintendo.

Jogabilidade

O jogo é single player, onde o jogador controla Aladdin. O personagem tem como objetivo, passar por várias etapas que ocorrem em toda a cidade de Agrabah, além disso, dentro de cada estágio, Aladdin deve derrotar inimigos saltando sobre eles ou desorientando-os jogando maçãs. Durante a game play, você poderá pegar gemas, afinal, elas dão pontos extras e vidas. A vida do personagem, é representada pelos corações. Inicialmente, começa-se com três vidas, podendo aumentar, contudo, ao ser atingido pelo inimigo, você perderá uma, se esgotar todas, game over.

Estágios e níveis

São 7 estágios, divididos em vários níveis. No fim de cada estágio temos uma cena da história do jogo. No fim de alguns níveis temos o bônus. O game utiliza o sistema de passwords, a cada fim de estágio é ganho um password para a próxima fase, sendo assim, o jogador pode continuar o jogo depois.

Itens

Durante a game play, o personagem encontrará diversos itens, a maioria deles, são bem importantes para se dar bem no game. Segue a lista de itens encontrados no jogo:

  • Pão: recupera 1 coração. Encontrado em vasos e baús.
  • Frango: recupera todos os corações. Encontrado em vaso e baús.
  • Esfera Rosa: aumenta 1 coração e recupera todos os corações. Encontrado em baús.
  • Maçãs: dá-lhe maçãs para atirar nos inimigos, cada maçã que pegar acrescenta 10 ao seu total. Encontrado em vasos.
  • Besouro Dourado: o jogador deve pegar o besouro se quiser participar do bônus no final da fase. Encontrado em baús.
  • Pano: serve para o jogador usar como paraquedas e diminuir a velocidade da queda. Encontrado solto na fase.
  • Lâmpada Mágica: dá-lhe 1 vida. Encontrado em baús e solto na fase.
  • Diamantes verdes: juntando 100 deles o personagem ganha 1 vida.
  • Diamantes vermelhos: 1 diamante vermelho vale por 3 diamantes verdes. Coletando um determinado número deles o final do jogo mudará.

Bônus

No fim de alguns níveis, o jogador tem acesso a roleta de prêmios. A baixo, você encontra a lista de prêmios que você poderá ganhar.

  • Estrela: 1 crédito extra.
  • Cabeça do Gênio: lhe dá 1 coração extra e enche os corações vazios.
  • Coração: enche todos os corações (caso tenha algum vazio) ou lhe dá uma vida (caso esteja com corações cheios).
  • 1UP: 1 Vida extra.
  • 2UP: 2 vidas extra.

Relançamentos

Ao longo dos anos, a versão de Super Nintendo foi relançada algumas vezes. Ela saiu para Game Boy Advance em 2003 no Japão e em 2004 na Europa e Estados Unidos, sem gráficos refeitos, nem nada, sendo assim, apenas como um relançamento especial. Posteriormente, em 2018, o game também chegou nos computadores, via plataformas que vendem títulos online e digitais, como,GOG e Steam, a preços mais em conta.

Curiosidade

Disney’s Aladdin levou o troféu de prata nos mais vendidos da Capcom no SNES, dessa forma, ele garantiu o segundo lugar perdendo apenas para o Street Fighter 2 e suas versões. Além disso, a versão Mega Drive é considerada o terceiro jogo mais vendido do console, com os impressionantes 4 milhões de unidades vendidas.

Recepção

Disney’s Aladdin, recebeu elogios por sua excelência na animação, bem como, música e jogabilidade. Foi um sucesso comercia e como resultado, vendeu aproximadamente 1,8 milhões em todo o mundo. É considerado até hoje um dos melhores jogos para SNES, em outras palavras, é um jogo que merece todo o respeito.

O que você acha desse clássico do Super Nintendo? Deixe aí nos comentários.

Referências:

Wikipedia, Eternal Players, Tech tudo.

Contra III: The Alien Wars

Desenvolvido e publicado pela Konami, Contra III: The Alien Wars é um jogo de Run and Gun lançado para SNES em 1992. É o terceiro título da série Contra. Em The Alien Wars, o jogador é encarregado de combater uma invasão alienígena da Terra em seis estágios. Quatro estágios apresentam ação de rolagem lateral tradicional para a série, enquanto dois são apresentados de uma perspectiva aérea.

Enredo

A história se passa no  ano de 2636, os invasores alienígenas que foram derrotados nas parcelas anteriores decidiram iniciar uma grande guerra contra a humanidade na Terra , iniciando as ” Guerras alienígenas “. Ao contrário dos jogos anteriores do Contra para NES e Game Boy , o cenário futurista foi mantido para a versão americana. No entanto, as identidades de Bill Rizer e Lance Bean “, os heróis Contra originais , foram alteradas para seus” descendentes “, Jimbo e Sully , mantendo a continuidade das localizações anteriores. Da mesma forma, o invasor alienígena foi novamente alterado para” Red Falcon”

Jogabilidade

Semelhante ao seus antecessores, Contra III é um jogo Run and Gun de rolagem lateral. Os jogadores assumem os papeis de Bill Rizer e Lance Bean, que tem como objetivo, lutar contra alienígenas que invadiram a terra. Pode ser jogado por um jogadores, ou no modo cooperativo, com dois. O jogo possui 6 estágios, sendo, 4 de rolagem lateral e 2 na perspectiva aérea. Nas etapas de rolagem lateral, o jogador progride correndo, pulando e atirando nos inimigos.

Nos estágios aéreos, o jogador navega pelo palco para encontrar e destruir alvos predeterminados. Os estágios de cada recurso possuem controles exclusivos, permitindo ao jogador girar a tela para navegar.  Todos os estágios têm um chefe no final e, bem como, um mini-chefe no meio do estágio. O personagem perde uma vida tocando em inimigos, sendo atingido por suas balas ou caindo em um buraco.

Armas e bombas

O personagem, é equipado com duas metralhadoras, que podem ser trocadas á vontade e também podem ser melhoradas com power-ups. Essas melhorias incluem tipos de tiro alternativos: mísseis, torpedos, lança-chamas, laser e um tiro espalhado. Escolher uma melhoria substituirá o tipo de tiro da arma equipada, e perder uma vida resultará na perda da melhoria da arma equipada. Bombas e um escudo de barreira temporário também podem ser lançados. O jogador possui bombas limitadas e usá-las danificará todos os inimigos na tela. O jogador também pode executar um salto giratório, disparando as duas armas em um salto mortal aéreo, contudo, durante esse movimento, as duas armas do jogador correm o risco de se perder ao perder uma vida.

Curiosidade

A cidade em ruínas no primeiro estágio, (Neo City) é onde os eventos de Contra Force acontecem, tornando-o um dos únicos elos que este jogo tem com o resto da série Contra, possivelmente sendo a mesma cidade em um período de tempo diferente.

Relançamentos

Contra III: The Alien Wars, foi relançado também para Game Boy e Game Boy Advance. Para Game Boy, o jogo recebeu o mesmo nome, sendo desenvolvido pela Fator 5. É praticamente idêntico à versão do SNES, contudo, apresenta algumas diferenças: alguns níveis estão faltando, não há capacidade de trocar armas, e não há ataque giratório. Para o Game Boy Advance, o jogo intitulado como Contra Advance: O Alien Wars EX, foi desenvolvido pela própria Konami e teve lançamento em 2002.

Recepção

Contra III: The Alien Wars, recebeu críticas positivas por seu design e efeitos sonoros. Ponto positivo também para suas fases de perspectiva aérea. Apesar de ser um game curto, possui um grau de dificuldade bem satisfatório. Em 1997, a EGM classificou a versão do SNES como o oitavo melhor jogo de console de todos os tempos, comentando que “este jogo tem tudo: chefes enormes, estágios do Modo 7, jogabilidade ultra-profunda – tudo embrulhado em um pacote pós-apocalíptico lindamente atmosférico”.  Eurogamer chamou o Contra III de “exemplar” e, sem dúvida, um dos melhores jogos de seu gênero. Por fim, Contra III: The Alien Wars é um clássico de respeito que merece um lugarzinho no coração dos apaixonados por games.

Deixe nos aí nos comentários, o que você acha desse clássico do SNES.

Referências:

Wikipedia, Fandom.

Super Mario Kart

Desenvolvido pela Nintendo Entertainment Analysis & Development (EAD) e publicado pela Nintendo, Super Mario Kart, é um jogo eletrônico de corrida com os personagens da Série Mario, lançado em 1992 para SNES. Foi o primeiro jogo de corrida da série Mario Kart e posteriormente, acabou tornando-se uma das séries mais famosas da Nintendo.

Jogabilidade

Super Mario Kart é um jogo de corrida de kart com vários modos single e multi player. Durante o jogo, os jogadores assumem o controle de um dos oito personagens da franquia Mario e conduzem karts pelas trilhas com o tema da franquia Mario. A diferença marcante desse, para outros jogos de corrida, é o fato de você poder usar utensílios para acertar o adversário, bem como, pegar atalhos para te ajudar a ganhar a corrida. Algo diferente também, são as pistas do jogo, elas são em lugares bastantes incomuns, como lagos, castelos de fogo, ilhas de chocolate, etc., cenários baseados no jogo Super Mario World.

Modos de jogo

O jogo é Single player ou Multi player, dependendo do modo escolhido. Há 4 modos de jogos disponíveis, são eles:

Mario Kart GP

Nesse modo de jogo de Super Mario Kart, os jogadores podem competir contra sete oponentes dentro de uma das copas disponíveis, com cinco pistas cada. Há três modalidades: 50cc (fácil), 100cc (média) e 150cc (difícil). Cada corrida tem a duração de cinco voltas. Os quatro primeiros colocados receberão pontos: nove para o primeiro, seis para o segundo, três para o terceiro e um para o quarto. Caso o jogador perca, pode recomeçar utilizando vidas limitadas. Caso o limite se exceda, a corrida se encerra, e como resultado, o jogador deve recomeçar a copa inteira. A pontuação máxima é de quarenta e cinco pontos. Ao final da copa, os três melhores colocados se dirigem ao pódio e como resultado, receberão suas taças. Por fim, Esse é o principal e mais jogado modo de jogo.

Match Race

Esse modo é para 2 jogadores, é um player contra o outro, dessa forma, quem completar 5 voltas primeiro ganha o jogo. Por ser uma corrida de apenas dois carros, nesse modo foi implementado mais obstáculos, para aumentar o nível de dificuldade.

Time Trial

Modo de jogo para apenas 1 jogador. O objetivo é correr sozinho pelas pistas, e como resultado, conseguir o melhor tempo. Os 5 melhores tempos e a melhor volta serão gravados. Além disso, surge um “ghost”, que reproduz com exatidão a melhor corrida.

Battle Mode

 Neste modo, disponível apenas para dois, os jogadores batalham um contra o outro, dentro de arenas de batalha e com três balões em volta de cada kart. O objetivo é atingir o adversário com os itens fornecidos, estourando seus balões.

Personagens

Existem oito personagens jogáveis em Mario Kart; Mario, Luigi, Princesa Toadstool, Yoshi, Bowser, Donkey Kong Jr., Koopa Troopa e Toad. Além deles, outros personagens da série Super Mario surgem no jogo. Piranha Plants, Monty Moles, Thwomps e Cheep-Cheeps surgem como obstáculos. Entretanto, os temidos e imortais fantasmas Boos surgem como um item, utilizado apenas nos modos Match Race e Battle Mode. Lakitu é o proprietário de todas as pistas, e participa ativamente das corridas exercendo várias funções, como segurar o semáforo, bandeiras e placas. Pelo preço de duas moedas, Lakitu usa sua vara de pesca para resgatar os corredores de abismos, lavas e água.

Recepção

No Top 100 Jogos de SNES de Todos os Tempos, feito pela IGN em 2011, o jogo aparece na oitava posição do ranking. Super Mario Kart recebeu elogios da crítica e provou ser um sucesso comercial. Recebeu um lançamento do Player’s Choice após vender um milhão de cópias e vendeu 8,76 milhões de cópias, e como resultado, tornou-se o quarto jogo mais vendido de todos os tempos para o SNES.

O que você acha desse clássico da Nintendo? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Donkey Kong Country

Desenvolvido pela Rare e publicado pela Nintendo, Donkey Kong Country é um jogo do gênero plataforma em 2D, lançado em 1994 para SNES. O jogo se passa na Donkey Kong Island, dessa forma, é explorado 6 regiões com ambientes diferentes. O enredo se baseia no personagem principal Donkey Kong, seu sobrinho Diddy Kong, que tem como objetivo, recuperar seu tesouro de bananas roubado por King K. Rool e os Kremlings.

Jogabilidade

Você pode controlar Donkey Kong ou Diddy Kong. O objetivo do jogo, é recuperar as bananas que foram roubadas pelos Kremlings, ao mesmo tempo que, passando por 40 fases diferentes. Cada fase possui um tema diferente, bem como, tarefas variadas, tais como, correr em vagonetas, nadar, se agitar em cipós. Se o personagem for atingido pelo inimigo, perderá uma vida. Para derrota-lo, basta saltar sobre ele, usar a técnica de bater no chão (nesse caso, somente o Donkey Kong), ou para casos de inimigos mais fortes, você deve lançar barril ou utilizar um animal como ajuda.

Vidas

O jogo termina quando o jogador tiver perdido todas as suas vidas, contudo, é possível obter mais vidas colecionando itens distribuídos no decorrer das fases, tais como bananas, letras K-O-N-G, balões de vida extra, e moedas animais douradas que abrem caminho a fases de bônus. Há também várias passagens secretas que levam a jogos de bônus, onde o jogador pode ganhar vidas adicionais ou outros itens.

Animais

Nas fases, o jogador pode ter assistência de animais, encontrados dentro de caixas. Esses assistentes incluem Rambi o Rinoceronte, Expresso o Avestruz, Enguarde o Peixe-espada, Winky o Sapo, e Squawks o Papagaio. Cada animal é encontrado em uma fase de tema apropriado: por exemplo, Enguarde só pode ser encontrado em fases subaquáticas, enquanto que Squawks pode ser visto nas cavernas. Alguns animais também dão acesso aos jogadores a acessar fases de bônus.

Concurso e equipe

O jogo pode ser jogado por um player ou por dois. No modo para dois jogadores, há dois modos de jogos: “Concurso” e “Equipe”. No modo Concurso, os jogadores alternam entre rodadas para finalizar cada fase o mais rápido possível, e por fim, concluir o maior número de fases em menos tempo. Em Equipe, os jogadores jogam cooperativamente, cada um controlando um personagem.

Recepção

Donkey Kong Country teve muito sucesso em seu lançamento, recebendo clamor crítico e como resultado, alcançou a marca de 8 milhões de cópias. jogo recebeu vários prêmios da Electronic Gaming Monthly em sua premiação de jogos de 1994, incluindo Melhor Jogo para Super NES, Melhor Animação, Melhor Dupla (de Personagens) em um Jogo, e Jogo do Ano. Contudo, ele também foi considerado pela revista por ser um dos 10 mais superestimados de todos os tempos antes de seu 200º exemplar de aniversário em 2005. O jogo também alcançou a 9ª posição na lista dos 25 jogos mais superestimados de todos os tempos pela GameSpy em 2003. Logo depois, ele foi considerado o 90º melhor jogo já feito em uma plataforma da Nintendo na lista dos 200 maiores jogos pela Nintendo Power em 2006. O título recebeu um Prêmio Nintendo Power por Melhor Jogo em 1994 e duas condecorações Kid’s Choice por Jogo Favorito em 1994 e 1995, respectivamente.

Game Boy Color

Em 2000, uma versão de Donkey Kong Country foi lançada no Game Boy Color. A versão para GBC tem uma nova fase em Chimp Caverns, “Necky Nutmare”, ao mesmo tempo que, a fase “Winky’s Walkway” foi alongada e reformada. Candy possui vários mini-jogos na versão para GBC onde Donkey e Diddy tem de recolher moeda dourada de banana em todos os mini-jogos dos mundos excluindo Galeão da Prancha. O jogo salva automático depois de completar nível. A versão para GBC teve algumas das faixas descartas e outras, substituídas, tipicamente por músicas que apareceram em Donkey Kong Land.

Game Boy Advance

Logo depois, em 2003, outra versão do jogo foi lançada no Game Boy Advance. Esta versão tinha mais brilho ao custo de contraste e saturação de cores, e como resultado, tornar o jogo mais visível na tela apagada de LCD do portátil. Ambos os jogos possuíam novos recursos, bem como, mini-games, imagens escondidas, e um modo de corrida contra o tempo; adicionalmente, a versão para GBA possuía jogos multi player. Ambas as versões tinham menor fidelidade de som e uma série de pequenas alterações. Candy Kong não mais possui pontos de gravação, em outras palavras, os jogadores podem salvar o jogo em qualquer lugar.

O que você acha desse clássico do SNES? Deixe aí nos comentários.

Referência:

Wikipedia.

Rock N’ Roll Racing

Desenvolvido pela Silicon & Synapse (que hoje, é a gigante Blizzard Entertainment) e publicado pela Interplay, Rock n’ Roll Racing é um jogo de corrida e combate de veículos que possui um estilo único. O jogo foi lançado para SNES em 1993, mas possui uma versão para Mega Drive. Ambas versões, são bem parecidas, contudo, alguns detalhes são diferentes, tais como, elementos gráficos, trilha sonora e a jogabilidade, que no caso do Mega Drive é mais difícil.

Jogabilidade

Diferente da maioria dos jogos de corrida, onde sua visão é como se tivesse dentro do carro, o jogo conta com a famosa câmera isométrica, permitindo uma perspectiva diferente da corrida. No game, os competidores disputam corridas em diversos planetas, com carros equipados com armas e tudo isso ao som do bom e velho Rock n’ Roll, além disso, o interessante é a parte que permite ao jogador poder equipar ao máximo seu carro com armas, latarias, pneus, entre outros equipamentos. Existem três níveis de dificuldade: Rookie, Veteran e Warrior, Rookie seria mais fácil e Warrior mais difícil.

Enredo

A historia se desenvolve como se tudo fosse uma competição de corridas interplanetárias, onde os corredores passam por diferente planetas, seis no total, sendo eles; Planeta Chen VI, Planeta Drakonis, Planeta Bogmire, Planeta New Mojave, Planeta Nho e Planeta Inferno. Antes de tudo, a primeira corrida automobilística foi realizada na França em 1894, sete anos após o primeiro carro feito por Herr Daimler Herr Benz da Alemanha. Eles fizeram o primeiro motor a combustão utilizados em carros dos séculos 19, 20 e 21. Nestes automóveis de corridas, os homens queriam testar seus juízos, bem como, habilidades e máquinas uns contra os outros onde só os melhores sobreviveriam.

Quando a humanidade descobriu vida inteligente em Bogmire no ano de 2833, eles começaram uma loucura como nunca vista antes, como resultado, Os Saurions sobre Bogmire começaram corridas com todos os tipos de veículos, delirando com clássico do Rock n ‘Roll do planeta TERRA. A ideia foi capturada e passada adiante. Assim, a comissão do Rock N’ Roll Racing foi criada.

Personagens

Ao todo são 15 personagens, sendo, 7 heróis e 8 vilões. Alguns deles, se baseiam em coisas ou pessoas ligadas ao rock n roll, são eles:

Heróis;

  • Snake Sanders, inspirado em David Coverdale do Whitesnake.
  • Cyberhawk, baseado na arte do álbum Screaming for Vengeance, do Judas Priest.
  • Ivanzypher
  • Katarina Lyons
  • Tarquinn, inspirado em Brian Tarquin.
  • Jake Badlands, inspirado em Jake E. Lee.
  • Olaf, o herói secreto.

Vilões;

  • Viper mackay
  • Grinder X19, Seu nome é homônimo a uma música da banda Judas Priest
  • Ragewortt
  • Roadkill Kelly, mistura do rosto do O Exterminador do Futuro com o rosto de Sebastian Bach, ex-vocalista da banda Skid Row.
  • Butcher Icebone, inspirado em Butch Vig, um produtor musical
  • J.B Slash, o “JB” de seu nome foi inspirado na marca de captadores para guitarra, e Slash foi inspirado no guitarrista.
  • RIP, gira que simbolixa o ato de tocar guitarra.
  • Shred, também simbolixa a gíria do ato de tocar guitarra.

Trilha sonora

Como falar do jogo e não falar da sua excelente trilha sonora, afinal, o jogo conta com clássicos do rock n roll, que atravessam gerações, são eles:

  • Henry Mancini (Emerson, Lake & Palmer version) – Peter Gunn Theme
  • Black Sabbath – Paranoid
  • Steppenwolf – Born To Be Wild
  • George Thorogood and the Destroyers – Bad to the Bone
  • Golden Earring – Radar Love (Somente na versão para Mega Drive)
  • Deep Purple – Highway Star

Seu legado

Rock n’ Roll Racing fez história e como resultado, hoje em dia, não tem um gamer que não tenha jogado ou pelo menos, tenha ouvido falar seu nome. Em 1994, a revista Electronic Gaming Monthly premiou este jogo como “O Melhor Jogo de Corrida do Ano de 1993”. Foi eleito pela IGN como o 72º melhor jogo do SNES.

O que você acha desse clássico dos anos 90? Deixe aí nos cometários.

Referência:

Wikipedia.

Lamborghini American Challenge

Desenvolvido e publicado pela Titus France em 1993, Lamborghini American Challenge é um jogo de corrida lançado para Super Nintendo, Amiga CD32, Atari ST, Commodore 64 e Game Boy.

O Jogo

Lamborghini American Challenge funciona como se fossem corridas clandestinas. Era possível escolher entre três motoristas: Pam, que usava uma Lamborghini Diablo amarela; Joe com a Diablo de cor preta; e Sly, que usava o modelo prata do carrão. A escolha do motorista é somente por estética, ou seja, o desempenho dos 3 eram o mesmo. O que dava um toque a mais no jogo, é que além das corridas, você podia apostar e ganhar dinheiro no jogo. Com isso, você podia administrar seu dinheiro e fazer upgrades no carro, tal como, câmbio, pneu, turbos, etc. Para aumentar ainda mais a diversão e adrenalina, no jogo acontecia perseguições policias.

Como funciona

Após a escolha do personagem, você verá um mapa com estrelas vermelhas e amarelas. As estrelas amarelas são corridas que você pode participar e as vermelhas não. O fato de você não poder participar, é porque não tem dinheiro para a aposta mínima daquela corrida, vamos supor que você tenha R$ 4000 mil, as corridas em vermelho, são as que precisam de mais de R$ 4000 mil para correr, contudo, as que estão em amarelo, as apostam custam R$ 4000 mil ou menos.

Vale saber, que se você gastar tudo, e todas as estrelas ficarem vermelhas, é game over. Por isso, é muito importante economizar, não saia gastando tudo em melhorias sem necessidade, tudo tem sua hora certa. Você começa na 3° divisão e vai subindo conforme vai ganhando corridas, até chegar na divisão profissional. A policia é bem chata nesse jogo, é muito difícil se livrar dela, mas nem todas as corridas tem policia, mas quando ela te pega na corrida, é game over.

Prós e contras

Apesar da jogabilidade  ser meio travada, você acaba se acostumando após algumas partidas. O jogo possui gráficos muito bom para a época e uma trilha sonora, apesar de repetitiva, é bem marcante.

Sequência

Em 1997, a mesma desenvolvedora Titus France, lançou o sucessor deste game, Automobili Lamborghini, para o Nintendo 64. O Automobili  Lamborghini  é um jogo de corrida no estilo arcade. Existem 4 modos de jogo: Arcade, Championship, Single Race e Time Trials. Arcade e Championship consistem em uma série de corridas e a capacidade de desbloquear vários carros; Single Race é um modo de prática em condições normais de corrida, por fim, Time Trials é uma corrida para um jogador contra os melhores tempos do jogador.

Deixe aí nos comentários o que você acha desse clássico do SNES.

Referências:

Wikipedia, Alvanista.

Desert Strike: Return to the Gulf

Desenvolvido e publicado pela Electronic Arts (EA), Desert Strike: Return to the Gulf é um jogo de tiro lançado em 1992 para Mega Drive. O jogo foi baseado na guerra do golfo e descreve um conflito entre um ditador insano do Oriente Médio, o general Kilbaba e os Estados Unidos. Diferente da maioria dos jogos de tiro, onde você controla uma pessoa, em Desert Strike você controla um Helicóptero, no qual seu objetivo é tentar destruir armas e instalações inimigas, resgatar reféns e capturar pessoal inimigo, enquanto gerencia suprimentos de combustível e munição.

Jogabilidade

O jogo não apresenta tiroteios frenéticos como a maioria dos jogos de tiro, ele foca mais na questão estratégica. Um detalhe diferente no jogo é que ação ocorre em níveis de rolagem abertos e multidirecionais, vistos de uma perspectiva isométrica, em outras palavras, não é jogado em primeira pessoa, tendo a visão de dentro do Helicóptero, o jogador tem a visão de fora do Helicóptero.

O Helicóptero

Você controla um modelo Apache. Ele está equipado com uma metralhadora, foguetes Hydra mais poderosos e mísseis Hellfire ainda mais mortais. Quanto mais poderosa a arma, menos poderá ser carregada. É preciso saber qual arma usar em cada situação. O Helicóptero, tem uma armadura limitada, e vai se esgotando quando sofre dano, se chegar a 0, a nave será destruída e isso custa a vida do jogador. Combustíveis e munições também são limitados, mas você poderá conseguir no decorrer da missão.

Mapa

O mapa do jogo é bem abrangente, mostra com clareza seus objetivos, que piscam na tela, além de mostrar onde encontrar alguns itens; galões de combustível, caixas de munição e as áreas de pouso.

Itens

Como todo bom jogo de estratégia, esse também possui itens secretos, e alguns são essenciais. No mapa você poderá encontrar alguns, porém, outros não são mostrados. Vida por, exemplo tem em todas as fases, contudo, não são mostradas no mapa. Outro item que você não encontra no mapa, é o Armor, responsável por recuperar sua energia, ele fica dentro de construções, para acha-lo, terá que destruir a construção na qual ele se encontra. Um item não menos importante também, é o Quickwinch. Ele aumenta a velocidade do seu gancho, o que permite pegar mais rapidamente qualquer item do cenário. Ele tem em todas as fases, é visível, porém, também não é mostrado no mapa.

Missões

O jogo tem um total de 4 campanhas , cada campanha tem um número de missões para cumprir, ao todo, são 27 missões. No início de cada estágio nosso piloto receberá do comandante um resumo da situação no local e quais são os seus objetivos e missões que deverá cumprir. As quatro campanhas se passam no deserto, mas elas não são repetitivas. Diferença de cores no deserto, há outras construções, instalações e até vilarejos civis pelo caminho. Você encontrará vários tipos de inimigos, como tanques, lança–mísseis, helicópteros, veículos de guerra e até soldados correndo pelo deserto armados com metralhadoras ou bazucas.

Primeira campanha – Air Superiority

Na primeira campanha, você precisa realizar 5 missões. O comandante dará instruções de todas elas. A missão principal é o resgate do agente secreto à serviço da inteligência militar, que detém os planos e mapas secretos do vilão.

Segunda campanha – Scud Buster

Nessa campanha, você precisará concluir 6 missões. Destruir coisas e locais, até a principal que é resgatar os 14 reféns. Cuidado, as construções da última missão, estão fortemente armadas, então vá preparado com bastantes munições.

Terceira campanha – Embassy City

Nessa, a dificuldade aumenta acentuadamente. Tudo que você fez até aqui, é considerado fácil, perto do que fará daqui para frente. Primeiramente, são 8 missões que você deve cumprir, número de inimigos são bem maiores e missões bem variadas. Suas missões são; salvar inspetores, destruir fábricas, destruir 4 silos, resgatar pilotos no mar, destruir fornecimento de energia inimigo, salvar 12 reféns, capturar o embaixador inimigo. Sua última missão é dividida em duas partes; resgatar oficiais da embaixada americana e escoltar um ônibus para que todos eles saiam em segurança até o avião.

Quarta campanha – Nuclear Storm

Chegamos a última campanha, então, não espere por objetivos fáceis. Essa campanha também contém 8 missões, 2 delas vão ser mostradas no começo, as outras estão obscuras, ou seja, você descobrirá somente no decorrer do game. Para finalizar o game, você precisará; destruir tanques, explodir canos que jorram petróleo no mar, resgatar reféns, destruir caminhões que carregam partes de bombas nucleares, destruir as duas torres de armazenamento nuclear e raptar o cientista responsável, destruir um estação de energia, alvejar o palácio para capturar o Madman. Atenção em um detalhe, Madman consegue fugir e levar seu co-piloto como refém, sua última missão será resgatar seu co-piloto e por fim, destruir o avião do inimigo.

Fim de jogo

Você fez todos os objetivos e cumpriu a missão. Como resultado, você e seu co-piloto são parabenizados pelo presidente dos Estados Unidos. Bom trabalho!

Recepção

Desert Strike: Return to the Gulf, foi um jogo inovador para a época, bastante criativo e inteligente e totalmente viciante. Foi um sucesso comercial imediato, indo direto para o topo das paradas de vendas. O jogo permaneceu entre os 10 melhores campeões de vendas por meses após seu lançamento, e era na época o jogo mais vendido da Electronic Arts na história. O sucesso foi tanto que o game teve ainda duas sequências de sucesso também. Posteriormente, foi lançado também para o Amiga e o queridinho SNES.

O que você acha desse clássico do Mega Drive? Deixe aí nos comentários.

Refererência:

Wikipedia, Outerspace.

Choplifter III: Rescue Survive

Desenvolvido pela Beam Software, Choplifter III: Rescue Survive é um jogo de tiro lançado para SNES em 1994. Sua jogabilidade é como a maioria dos jogos antigos 2D, no formato horizontal. Diferente da maioria dos jogos de tiro que você controla um personagem, nesse você controla um helicóptero.

O jogo

Choplifter Iii GIF

Sua missão é resgatar reféns e leva-los com segurança a base. Cada fase, você precisa resgatar um número certo, contudo, em algumas fases você encontrará mais reféns do que o necessário, resgate-os para obter bônus. O jogo é pequeno, porém, há muitas coisas para se fazer, além de, diversos segredos. Ele possui 4 setores, sendo 4 níveis em cada setor. Cada nível possui um pequeno chefão, e cada setor possui um chefão principal. Os setores são; Floresta, Mar, Cidade e Deserto.

Helicóptero

Seu helicóptero, pode se mover para cima ou para baixo, bem como, virar para esquerda ou direita, podendo também, ficar de frente para derrotar inimigos terrestres. Ele tem seus tiros normais e também tiros especiais, tal como bombas e mísseis. Além dos inimigos que causam dano a ele, choca-lo contra construções e colinas também o danifica. Mas não se preocupe, você poderá conserta-lo ao decorrer do jogo. Alguns melhoramentos e outras coisas caem do céu, literalmente falando, algumas caixas aparecerem caindo de paraquedas ou seja, você poderá pega-las para melhorar seu armamento, guarde-as para os inimigos mais difíceis.

Inimigos

Como todo bom jogo, há diversos inimigos durante o trajeto. Eles farão de tudo para derrubar seu helicóptero. As fases possuem inimigos na terra, bem como, também no ar. Alguns possuem armamentos melhorados, até mesmo mísseis que seguem. Inimigos incluem soldados, aviões, tanques, helicópteros e artilharia antiaérea.

Chefões

Chegamos na parte que todos gostam e muitos choram. Já não basta 1 chefão, Choplifter 3 possui 4, sendo 1 em cada setor. Cada um tem seu poder e dificuldade diferente, bem como, cada um tem um segredo para derrota-lo.

Chefão do setor floresta

Antes de tudo, você deverá enfrentar vários canhões, derrote-os para avançar. O Chefão é uma grande espingarda que solta diversas bolas de fogo, para destruí-la, acerte o ponto vermelho várias vezes, pois é o único lugar que sofre dano.

Chefão do setor deserto

Esse possui um nível de dificuldade extremamente maior que os outros. São algumas máquinas que que soltam diversos tipos de coisas para danificar o helicóptero, labaredas de fogo, mísseis teleguiados, etc. Novamente, acerte o ponto certo para danifica-lo, o ponto vermelho mostrado na foto.

Chefão do setor mar

Um dos mais difícil de passar. Uma grande construção no meio do mar, que solta diversas coisas para tentar te derrubar. A dica é, primeiro destrua suas armas para facilitar, posteriormente, cause dano a ela acertando o ponto verde.

Chefão do setor cidade

Esse é relativamente fácil. Você precisará derrotar um helicóptero que solta tiros e mísseis teleguiados.

Missão completa

O jogo recebeu notas altas, pela sua jogabilidade viciante, gráficos muito bons para a época, sem esquecer dos efeitos sonoros. Recebido com muito carinho pelos amantes de games, em outras palavras, Choplifter 3 é um jogo que para sempre será lembrado.

Deixe nos comentários, o que você acha desse clássico do SNES.

Referência:

Wikipedia.

O Rei Leão

Pc GIF

Desenvolvido pela Westwood Studios e publicado pela SEGA, O Rei Leão é um jogo eletrônico baseado no grande clássico da Walt Disney. Teve seu lançamento em 08 de dezembro de 1994, para Mega Drive, Master System, SNES, NES, Game boy, PC e Game Gear.

O jogo

O Rei Leão possui 10 fases, 6 delas você se diverte com o Simba filhote, e as demais com o Leãozinho na fase adulta. Além das dez fases, há alguns estágios bônus apenas para diversão, onde você controla o Timão e o Pumba.

As fases

As fases seguem a mesma cronologia do filme, bem como, a marcante trilha sonora. O jogo tem como foco, o personagem Simba, então praticamente, apenas as partes que ele aparece no filme (que é a maioria), estão no jogo. Por exemplo, uma das cenas mais tristes do cinema, a morte de seu pai, não é mostrada no jogo, mas também, seria difícil retratar esse acontecimento num jogo de 16 bits nos anos 90.

The Pridelands

A primeira fase é bem fácil. Se passa no reino ainda de Mufasa. O pequeno Simba, precisará apenas passar por algumas plataformas e inimigos de pequeno porte, como porcos-espinhos e lagartos, por fim, derrotar uma hiena.

Can’t Wait to be King

Essa fase possui uma dificuldade inacreditavelmente maior que a primeira, logo na segunda fase, já tinha gente chorando por não conseguir passar. Apesar disso, o nível representa muito bem a cena da música de mesmo nome no filme; com uma ampla diversidade de animais, e cores bem similar ao filme e, obviamente, uma adaptação da canção original tocando durante a fase.

The Elephant Graveyard

A partir daqui o jogo se estabiliza na dificuldade, porém, nenhuma fase fácil, afinal, o jogo é considerado um dos mais difíceis do SNES. Essa é a fase que o Simba vai para o cemitério de elefantes e precisa escapar das Hienas.

The Stampede

Essa fase não segue o padrão horizontal 2D, você vê o personagem de frente, o desafio é desviar da manada de antílopes, que estão correndo enfurecidos, tal como, na animação.

Simba’s Exile

Nessa fase, mostra o pequeno leãozinho fugindo do reino, onde não é mais bem vindo, já que agora, o reino está no controle de Scar, seu tio malvado. No jogo, essa parte é um pouco diferente do filme, mas as dificuldades que o pequeno enfrenta são as mesma. Você encontrará muitas plataformas para saltar e diversos lugares para escalar.

Hakuna Matata

É a última fase que o Simba é um filhote. Cheia de cores, divertida e representa muito bem a clássica cena da música do filme. Seria um nível bem fiel ao longa, se não fosse pelo chefão no final, um gorila que nem aparece na história original.

Simba’s Destiny

Anos após Timão e Pumba o encontrarem, aqui o Simba já está em sua forma adulta. Essa fase mostra, os momentos de reflexão do Leão após encontrar Rafiki, por mais que o macaquinho não apareça no jogo, fica bem claro de qual parte do filme se trata, por fim, no final da fase, acontece uma das mais marcantes cenas do filme, uma animação com a imagem de Mufasa se formando com as estrelas no céu e falando a frase marcante do longa.

Be prepared

A fase mostra a chegada de Simba ao covil de Scar. A fase é bem fiel ao longa, cheia de fogos e hienas, sendo bem difícil de passar. Ironicamente, a trilha sonora desse nível não é a canção original com o mesmo nome de seu título.

Simba’s Return

Essa fase é a mais problemática do jogo, Tanto na jogabilidade, bem como na narrativa. A narrativa não deixa claro que o Simba já deu as caras no reino, e no que se diz a jogabilidade, a fase segue um estilo de labirinto, em que o personagem deve ficar entrando em cavernas até descobrir o caminho certo, por não ter indicativas, a fase pode ser chata e cansativa.

Pride Rock

A última fase não poderia ser diferente, representa a luta de Simba com Scar, em busca de pegar seu reino de volta. Não é uma luta difícil, basta golpear o vilão algumas vezes e por fim, atira-lo do penhasco.

Bônus Stage

Nestas, é possível assumir o papel da dupla mais divertida da série – Timão e Pumba, e sua missão não poderia ser diferente, coletar insetos. Nas fases de “Bug Hunt” o personagem Timão é controlado, enquanto nas de “Bug Toss” é Pumba quem você controla.

Recepção

Nostálgico e emocionante, seu ponto alto está na, arte, a animação e trilha sonora. Com tudo isso e sua jogabilidade nada fácil, fez de O Rei Leão um dos melhores jogos para SNES. Recebeu críticas positivas, incluindo um 8/10 da Electronic Gaming Monthly, vendendo 1,27 milhões de unidades da versão.

Você também se divertiu com este jogo? Deixe aí nos comentários, sua experiência com o game.

Referências:

Wikipedia, Nintendo Blast.

International Superstar Soccer Deluxe

Desenvolvido e publicado pela Konami, o International Superstar Soccer Deluxe é um jogo eletrônico de futebol, sendo a sequência do International Superstar Soccer.

A princípio, foi lançado apenas para o Snes em novembro de 1994, posteriormente, foi lançado para Mega Drive sendo desenvolvido pela Factor5 e para PSone cuja a empresa produtora foi KCEO.

O jogo

O jogador pode escolher entre 16 formações e 8 estratégias e pode competir com 36 seleções com jogadores reconhecíveis. Existem diversas competições disponíveis incluindo Copa Internacional, Série Mundial (Liga), Modo Cenário e mini-copas e ligas customizáveis.

O jogo tem oito estádios diferentes, e todos variam no tipo do gramado e na decoração ao redor, assim como, todos são de tamanhos diferentes. O jogo pode ser jogado em várias condições climáticas

Recepção

Apesar de alguns defeitos, o controle manual do goleiro que é difícil e chutes altos que mandava a bola para fora da tela pelos sprites largos e vista lateral muito próxima, ainda assim era um ótimo jogo para a época em questão. É considerado um jogo muito respeitado e amado por todos, sendo o pai dos atuais jogos de futebol.

Allejo

Se você é amante dos jogos de futebol, certamente já ouviu esse nome. Allejo foi um jogador fictício dos jogos eletrônicos de futebol. Seu nome é venerado até hoje pelos fanáticos do gênero. Até 2019, ele era considerado o melhor jogador que “nunca existiu”. A história mudou, quando a Konami revelou em quem o Allejo foi inspirado, se trata de um de nossos ídolos brasileiro, o grande tetracampeão Bebeto.

Veja outros nomes revelados

Quando o International Superstar Soccer Deluxe foi lançado, a Konami não tinha o direito de uso das imagens e nomes dos jogadores reais, pertencentes na época à Electronic Arts e sua série FIFA, então, assim como Allejo, outros jogadores “reais” receberam nome fictício. Passaram-se mais de duas décadas quando Konami resolveu revelar quem era os verdadeiros jogadores do jogo.

Atualmente, esse jogo é um dos mais lembrados e queridos entre todos os amantes dos games. Marcou a infância de muitos. Em outras palavras, para sempre será lembrado com muito carinho.

E você, tem alguma lembrança boa com esse jogo? Deixe aqui seu comentário.

Referências:

Wikipedia, Tech Tudo, Canal Tech.

Top Gear

Desenvolvido pela Gremlin Graphics e publicado pela Kemco, Top Gear foi lançado em 1992 para o console Super NES. É o primeiro jogo do gênero para SNES, além de ser o primeiro da franquia.

Diferente do que muita gente pensa, Top Gear não foi inspirado em Rad Racer (NES / Famicom). As principais fontes de inspiração foram Pitstop (Epyx, 1983), Pole Position (Atari, 1982), Outrun (Sega, 1986) e principalmente Lotus Esprit Turbo Challenge (Amiga), com semelhanças notáveis — Brannan dividiu um escritório na Gremlin Graphics com o programador Shaun Southern, da desenvolvedora Magnetic Fields, enquanto este completava Lotus.

A princípio, Top Gear sairia para o NES, mas a Kemco, a pedido da Nintendo, o lançou para o então recém lançado Super Nintendo.

O jogo

O Jogo consiste em apostar corridas com outro jogadores, ou contra a máquina, passando por diversos países.
Você escolhe entre 4 carros, além também de escolher câmbio manual ou automático.
Recebe kits de turbo para usar quando precisar, eles duram pouco tempo, são usados para ultrapassar alguém com mais facilidade.

Se tiver acabando a gasolina do carro, é possível parar para abastecer nos box, se caso a gasolina acabar no meio da prova, você será desclassificado.
O jogo utiliza sistema de password para salvar o progresso e não precisar jogar tudo novamente.

Os carros

O jogo lhe dava a opção de escolher entre 4 carros;
O vermelho (Cannibal), branco (Sidewinder), azul (Weasel) e o xodó de todos, o roxo (Razor).

Além de escolher escolher os carros, você precisava escolher entre câmbio automático, ou manual, no caso do manual você mesmo tinha que mudar a marcha além de dirigir. A escolha dos carros era a parte que mais nos fazia pensar, escolho o que corre mais, ou que consome menos combustível. Garanto que a maioria não se preocupava com isso e escolhia o roxo por que era o mais bonito e mais exótico.

As pistas

As corridas passavam por diversas cidades de vários países, são eles; EUA, Brasil, Peru, México, Japão, Alemanha, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, França, Italia e Reino Unido.

As dificuldades das pistas variavam de muito fácil a muito difícil e cada uma tinha seu tamanho e número de voltas.

Todos os países tinham um password, o sistema para salvar o seu progresso no game e não perder tudo quando o desligasse.

Jogabilidade

A jogabilidade consiste em simples comandos, um botão de aceleração, de freio, turbo ou nitro e dois direcionais para esquerda e direita. O jogo simula as pistas em perspectiva cônica e simula as curvas desviando a pista para a esquerda ou para direita. Independente da jogabilidade simples o jogo aumenta o nível de dificuldade no decorrer das partidas, com pistas com curvas acentuadas e com obstáculos. O carro fica sempre ao centro da tela e o cenário se move conforme os movimentos do carro. Além disso, o piloto tem de fazer o uso de estratégias, uma vez que há a necessidade de se entrar nos boxes para reabastecimento.

Bug

Apesar de muito querido, Top Gear está longe de ser o jogo perfeito.
Um bug muito conhecido do jogo era o que permitia você chegar em duas posições ao mesmo tempo, e para “melhorar” ainda mais, você marcava a pontuação das duas posições.


Para que o bug acontecesse, bastava você bater no meio do poste da linha de chegada, tanto o do lado direito quanto o do esquerdo. Se você tivesse em primeiro, também ganharia a segunda posição, se tivesse em segundo, também marcaria pontos a mais como terceiro.

Curiosidade sobre os carros

Os carros, não foram criados do zero especialmente para o jogo, eles são baseados em carros que existem na vida real, são eles:

O carro vermelho era inspirado na Ferrari 512 TR (Testarossa), o carro branco foi inspirado na Ferrari 288 GTO, o roxo era inspirado no igualmente exótico Jaguar XJR-15, e por último temos o carro azul, que era inspirado no lendário Porsche 959.

Vale a pena saber

Quando a o player não conseguia chegar em primeiro nas corridas, era comum ver um nome sempre vencendo, ou entre os primeiros nas corridas, o Ritchie!

Top Gear 2

Mas você o significado por trás desse nome?
Ritchie, ou Ritchie Brannan, foi o programador que liderou o desenvolvimento dos três primeiros jogos de Top Gear.

A foto misteriosa

Por muito tempo, os jogadores questionavam sobre a localização da foto de fundo do menu inicial.

Não há nada confirmado oficialmente, mas alguns jogadores pesquisaram através do Google Earth e encontraram o suposto endereço de onde a foto foi tirada, se trata de algum local entre a Washington boulevard com a avenida Jefferson em Detroit, Michigan, nos Estados Unidos. O endereço citado fazia parte do Detroit Street Circuit, o circuito de rua de Detroit. Nos anos 80, várias ruas da cidade de Detroit eram fechadas para a realização do GP de Fórmula 1.

Grande prêmio de Detroit de 1988

Ayrton Senna, nosso ídolo brasileiro já correu neste circuito e passou pela avenida da foto de Top gear.

Recepção

Embora Top Gear tenha ganhado o título de primeiro jogo de corrida para SNES, o jogo não é reconhecido internacionalmente como um clássico. O jogo teve grande repercussão no Brasil ao longo dos anos 90 e até hoje é reconhecido como uma das melhores franquias de jogos eletrônicos no país.

Comente aqui sua paixão por esse game. E também o que achou das curiosidades.

Referências:

Tech Tudo, Wikipedia.

Super Mario World

Super Mario World é um jogo de plataforma bidimensional no qual o jogador controla o protagonista na tela (Mario ou Luigi) a partir de uma perspectiva de Side-scrolling. As ações mecânicas do jogo são semelhantes a títulos anteriores da série —Super Mario Bros., Super Mario Bros. 2, e Super Mario Bros. 3—mas apresenta vários novos elementos. Além de poder correr e pular, movimentos encontrados nos jogos anteriores, o jogador pode flutuar com o auxílio de itens especiais e executar novos tipos de saltos, como o salto giratório.

A maioria das fases do jogo são preenchidas com obstáculos e inimigos, com o jogador atravessando o cenário correndo, saltando, e esquivando-se ou derrotando inimigos. Ao jogador é dado uma certa quantidade de vidas que são perdidas quando Mario é atacado por um inimigo, diminuindo o seu tamanho. Se todas as vidas são perdidas a qualquer momento no jogo, a tela de “Game Over” será exibida, no qual o jogador pode continuar a partir do último nível salvo, selecionando “Continuar”. Super Mario World pode ser jogado com dois jogadores: em uma rodada, o jogador 1 controla Mario e na outra rodada o jogador 2 controla Luigi (na versão para o Game Boy Advance, pode ser escolhido um dos dois personagens sem ficar esperando por turnos).

O jogo é dividido em diferentes mapas, que contêm várias fases (níveis). Ao contrário de Super Mario Bros. 3, o mapa é um território único (overworld), embora com diferentes tipos de paisagens. Cada região possui uma fase final com um chefe para derrotar; cada um dos sete mundos apresentam fortalezas controladas por um dos Koopalings. Além de itens especiais dos jogos anteriores como o “Super Mushroom” e “Flor de Fogo”, novos power-ups são introduzidos que fornecem ao jogador novas opções de jogo como a “Capa de pena”, que dá a Mario uma capa que lhe permite voar. Além disso, o salto “Rotação de ataque” é executado com o botão “A”. O ataque de giro permite que Mario ou Luigi quebrem blocos abaixo deles. A imagem do mapa apresenta uma vasta rede de caminhos, onde Mario poderá andar sobre eles para poder entrar nas fases (níveis). Existem também caminhos secretos que geralmente devem ser habilitados coletando uma chave e a encaixando numa fechadura, quando não é este o caso deve descobrir a segunda saída da fase. As fases com pontos amarelos possuem apenas uma saída, já as fases com pontos vermelhos possuem duas saídas.

A trilha sonora do jogo foi composta por Kōji Kondō, e todos os cenários possíveis de se jogar com Yoshi tinham uma composição dual, ou seja, um tema simples (quando o protagonista não se encontrava montado no Yoshi) ou também o tema simples somado de uma Leitmotiv criada em percussão (quando o protagonista se encontrava montado no Yoshi).

História

Depois de salvar o Reino dos Cogumelos em Super Mario Bros. 3 e a Terra de Sarasalândia em Super Mario Land. Mario e Luigi juntos com a Princesa Toadstool (também conhecida como Peach) foram tirar férias num lugar chamado Terra dos Dinossauros, onde há muitos tipos de dinossauros. Mas, claro que durante as férias, Bowser rapta a amável princesa. Ele também se apodera da Terra dos Dinossauros, e aprisiona seus habitantes em ovos mágicos, entregando-os aos seus sete capangas.

Quando Mario e Luigi acordam eles tentam encontrá-la, e depois de horas de busca, se deparam com um ovo gigante na floresta. De repente, o ovo se choca e com isso vem um jovem dinossauro chamado Yoshi, que então lhes diz que seus amigos dinossauros também têm sido presos em ovos pelo malvado Koopa. Mario e Luigi logo percebem que ele deve ser o malvado rei Bowser e seus Koopalings.

Mario, Luigi e Yoshi partem para enfrentar os desafios das 7 regiões diferentes explorando a Terra dos Dinossauros, durante a jornada Mario e Luigi seguem Bowser, derrotando os Koopalings durante o processo. Eles finalmente se infiltram no castelo de Bowser para a batalha final, até enfim derrotar mais uma vez o terrível vilão e salvar a princesa e os habitantes da Terra dos Dinossauros.

Objetivos

O objetivo geral consiste em explorar os 9 mundos e encontrar todas as 96 saídas existentes, resgatando a princesa das garras de Bowser e libertando os sete Yoshis cativos nos ovos. Entretanto, desafios mais amplos podem se tornar suas metas conforme o jogo progride. E resultando em 76 fases.

Também é relevante encontrar os quatro Palácios do Interruptor! (amarelos, azuis, vermelhos e verdes) para tornar a jornada mais fácil, assim também como os mundos secretos como a Star World (Mundo da Estrela), que auxilia seu transporte em atalhos estratégicos espalhados pelo mapa, e o Special World (Mundo Especial), uma coletânea de testes difíceis envolvendo todas as características de jogabilidade trazidas pelo jogo. Há no jogo diversos caminhos secretos a serem descobertos.

No Jogo

Nesse jogo, Mario, Luigi e a Princesa Peach tem uma surpresa desagradável logo na chegada da Ilha dos Dinossauros, onde foram tirar férias. Bowser sequestra a donzela e domina a ilha. Os heróis deverão percorrer todos os mundos para deter o inimigo.

Com o nome inicial de Jumpman, Mario começou a carreira nos vídeo games duelando contra outro grade nome da geração 2D: o gorila Donkey Kong. Com o grande destaque no game, Mario conquistou um jogo solo. Seu nome foi inspirado em um funcionário da empresa desenvolvedora do jogo, cujo físico remetia ao personagem carismático.

Controles

Ao iniciar o jogo uma animação irá surgir. Para continuar aperte Enter. Navegue pelas telas para escolher se deseja a campanha com um ou dos jogadores. A tecla ESC leva o jogador para um menu de configuração. Lá os interessados podem ajustar o áudio, alterar a qualidade do vídeo e até mesmo alterar a velocidade com que os objetos se movem na tela. Também é lá que são gerenciados os saves do game.

Para controlar o personagem os jogadores terão o teclado como aliado. As setas servem para fazer Mário caminhar pelo cenário. Colocando pra baixo o encanador se recolhe e pra cima, ela olhe para o alto. A letra P pausa a campanha e a letra S funciona como Start, iniciando fases ou simplesmente confirmando um ato.

Com uma dinâmica um pouco diferente do jogo para consoles, aperte A para correr com Mário. Para segurar os objetos como cascos de tartaruga ou blocos de tijolos pressione S. Uma das funções mais úteis no game é o salto. Com a letra Z o personagem salta para retirar moedas dos tijolos ou atordoar os inimigos. Já o pulo com a letra X é giratório e tem uma potência muito maior, aniquilando tudo que vê pela frente.

Jogabilidade

Um dos principais legados deixados pela franquia foi a popularização do estilo “sempre para frente”. Bem diferente dos games atuais e com gráficos em 2D, o personagem deve sempre caminhar para a esquerda da tela para completar as fases.

A velocidade é um fator preponderante na campanha. Cada fase conta com um relógio regressivo que apressa o encanador sempre que faltam apenas poucos segundos para o término do tempo. Fique ligado na trilha sonora. Quando ela acelerar é sinal de que o jogador precisar correr para terminar a etapa dentro do tempo limite.

Ao começar o jogo o personagem conta com cinco vidas, ou seja, ele possui cinco tentativas para passar de fase. As vidas podem ser adquiridas em fases específicas e são representadas por um cogumelo verde. Os cogumelos vermelhos significam a evolução de Mario. Capture algum para virar o Super Mario.

Para ajudar nos combates são disponibilizados dois tipos de poderes especiais. Capture uma flor de fogo vermelha para adquirir poderes relacionados às chamas. Outra evolução muito útil é a pena. Consiga uma para planar por um tempo determinado. Para conseguir chegar aos ares o jogador deve pegar impulso antes.

Mundos

Ao todo são nove mundos. São eles: Ilha do Yoshi, Planície das Rosquinhas, Cúpula da Baunilha, Área das Pontes Gêmeas, Floresta da Ilusão, Ilha do Chocolate, Vale do Bowser, Caminho da Estrela e Zona Especial.

Conheça também o Super Mário Run!

Referências:

Wikipedia, Techtudo.